:: Mundo Ninja :: Mapa Mundi :: Sunagakure no Sato :: Arredores
12 Anos Online
A Noite Mais Escura
Arco 03
Ano 14 DG
Verão
Diante da queda de Moira O'Deorain e a morte de Chisaki Overhaul, todos os olhos dos ninjas presentes em Kiri se voltaram para o Capuz Vermelho, que se revelou uma cópia exata do lendário Sarutobi Shion. Graças a Hyuuga Angell, o mercenário foi capturado, levando a prisão junto com Moira. Tudo aquilo favoreceu um entendimento entre as vilas que lutaram entre si em Oto, fazendo com que eles voltassem a neutralidade. Enquanto Iwa e Suna elegem novos Kages, em Konoha, Sarutobi Kaden se prepara para passar o seu cargo para um ninja mais jovem, ao mesmo tempo em que um novo Senhor Feudal assume em Kumo e o Daimyou de Kiri tenta impedir os ataques dos opositores de Jyu. Com a revelação de Chisaki Overhaul sobre a HYDRA, as ações da empresa acabam sofrendo uma grande queda, gerando indícios de uma enorme crise nas grandes nações. Diante do caos, diversos vilarejos pequenos são varridos do mapa quando uma onda de assassinatos em massa se inicia, ao mesmo tempo em que um grupo de fieis ao Jashinismo começa a se erguer, trazendo uma mensagem de esperança para os corações afligidos pelo sofrimento.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Oblivion
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
XXXXX
Futuramente teremos.
Discord#1234
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

Página 1 de 5 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

[Cerco a Sunagakure] Acampamento Kp7JWtE

Shaka
Game Master
Shaka
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Acampamento Kp7JWtE

[Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Dom 19 Jul - 23:12



[Cerco a Sunagakure] Acampamento Latest?cb=20120316015210&path-prefix=pt-br
DEUSES ENTRE HOMENS
Acampamento


Bem tarde da noite, soldados do mundo inteiro se reuniram para o chamado dos Hattoris para uma invasão a Suna. Guerra esta que contém vários objetivos para cada região do mundo, a principal e dita nos papeis, resgatar um pai, já outros tinham algo mais a descobrir em Suna, resta apenas o decorrer de tudo isso mostrar seus reais objetivos.

Uma grande acampamento próximo ao lago, uma caverna antiga próximo a Suna foi utilizado de base para reunir os Kages/Generais, para alguns essa caverna não significava muito mas dizem que há muito tempo um Kazekage Sabaku no Gaara, foi morto ali dentro, um bom lugar para se iniciar uma reunião que trataria sobre o futuro de Suna.

Cartas foram enviadas para todos os líderes convocados, nela estratégias explicando como chegarão no local e rotas possíveis, pelo mar e pela terra, carta assinada pelo próprio Akahs, ele aguardava cada um desses homens.

Considerações:


_______________________

[Cerco a Sunagakure] Acampamento Scre1755
[Cerco a Sunagakure] Acampamento WmXxHD8Olá, eu sou o Shaka.
Vim te trazer alguns conselhos que facilitarão o seu jogo aqui no Naruto RPG Akatsuki:

Admineiros Leia o nosso Sistema de Conduta e mantenha a paz tanto no seu ON quanto no seu OFF.
Admineiros Conheça o Akatsuki Shop!
Admineiros Fique atento às Notícias do nosso fórum!
Admineiros Em caso de dúvidas, visite a área de Dúvidas ou o tópico de Dúvidas Rápidas.
Admineiros Acesse a área de Sugestões para expor as suas ideias e incrementar o jogo de todo mundo!
Admineiros Entre no nosso servidor do Discord e socialize!
[Cerco a Sunagakure] Acampamento 100x100

Luishturella999
Jōnin
Luishturella999
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Acampamento 100x100

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Seg 20 Jul - 23:10


O PRELÚDIO DO CAOS

A viagem fora longa e um pouco cansativa, mas finalmente o grupo havia chegado ao local demarcado e indicado para ser o primeiro contato entre a aliança das nações que dariam início ao cerco de Sunagakure. SObrevoaram o local, não percebendo grandes movimentações ainda, e então pousaram pouco antes da entrada do acampamento. Desfazendo a técnica ao chegarem no chão, Squall se aproximou dos guardas na entrada, se identificando como Mizukage, e sinalizando que os dois estavam com ele. Assim que a entrada foi permitida, foram levados para as áreas das barracas.

- Fiquem à vontade nas barracas designadas para vocês. Aproveitem e usem esse tempo para se prepararem, física e mentalmente. Em breve, os membros das vilas aliadas devem chegar, então fiquem livres para interagirem e se aproximarem de todos, visto que estaremos lutando todos juntos no campo de batalha. - Disse, enquanto olhava em volta.

"Pelo visto, ninguém chegou ainda. E é isso... tudo está para começar” - Mentalizou, fechando seus olhos com o rosto voltado para o céu, agora de costas para os dois.

Fez um aceno positivo com a cabeça para seus aliados, e dirigiu-se para a área das barracas onde ele ficaria acomodado. Deixou sua espada e armamentos no interior, abriu sua capa, e então saiu para fora. Escorou-se com as costas em um rochedo que ali havia, e permaneceu aguardando pelos demais ninjas que viriam.


Informações:


Considerações:



HP: 2.125/2.125| CH: 5.575/5.575| CN: 000/400 | ST: 00/07

[Cerco a Sunagakure] Acampamento Dwqqy2b

Angell'
Lenda Ninja | Sannin
Angell'
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Acampamento Dwqqy2b

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Seg 20 Jul - 23:26


Angell Hyuuga Hattori
[ HP: 3000/3000 | CH: 7100/7100 | CN: 000/400 | ST: 02/22 ]
[ Byakugou no In: 500/500 | Souzou Saisei: 00/08 ]
[ Hachibi: 5000/5000 ]


– Que eu saiba, nós não estaremos sozinhos. – a azulada tornou, sem precisar se voltar diretamente àqueles ninjas que lhe seguiam. – Os demais vilarejos já foram informados sobre tudo, e eu acredito muito fortemente que ao menos a Pedra e o Redemoinho nos acompanharão, visto que a tsuchikage, Takane, e o mizukage, Squall, não só conhecem, como também têm seu apreço alto por Shion. De resto, acerca dos procedimentos e das estratégias aos quais nos prenderemos no cerco à Areia... bem, não fui completamente informada ainda, mas imagino que poderei debater com os kages que comparecerem e, depois, repassar para vocês com detalhes.

Após a longa viagem, ao alcançar com seu grupo o local demarcado na carta de Akahs, a azulada desfez seu Doton: Choukeijuugan no Jutsu tanto em si mesma quanto nos ninjas que levara. Continuou com seu Byakugan ativo, porém, vasculhando não apenas o local, mas os arredores do dito cujo, só por precaução. Além disso, procurava por seus aliados, amigos e quaisquer outros possíveis rostos conhecidos.

– Fiquem próximos uns dos outros. – e murmurou aos ninjas da Folha. – Nós já estamos em território inimigo aqui... então todo cuidado é - e continuará sendo até retornarmos para casa - pouco. Mas... podem se acomodar, e tentem conhecer os aliados das outras vilas. ...sem deixarem de cuidar de seus parceiros.


“But it’s the only thing that I have.”


Informações:
[Cerco a Sunagakure] Acampamento 9cf60763dc0395bb6231cfada13244c8

Takane
Jōnin
Takane
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Acampamento 9cf60763dc0395bb6231cfada13244c8

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Seg 20 Jul - 23:48

BijuChakra: 4500:4500 Chakra: 5300: 5300 HP: 2150 Sennin Mode: 0 : 400 Byakugou In: 500:500 Colar de Harthon 200/200 Chakra
Mensageiros do caos




A viagem havia sido... complicada, Takane nunca havia voado com outros ninjas e não tinha prestado atenção se eles estariam ou não acostumados com as verdadeiras montanhas russas aéreas que ela fazia em pleno ar, buscando sempre encontrar as correntes acendentes de vento para economizar energia e vez ou outra se perdendo dentro do próprio pais da pedra, ou pior adentrando uma nuvem ou outra de chuva e granizos, o que não era la o local mais agradável do mundo para se estar, por fim ao chegar no acampamento ela riu ainda encharcada pela ultima cumulu ninbus que o grupo havia passado.

--Chegamos inteiros e é isso que importa... de qualquer forma eu preciso conversar com os outros ninjas, o ban sera o líder de vocês por enquanto, mas fiquem a vontade, conversem com as outras pessoas de outras vilas, tenho certeza de que não fara mal um intercambio.---

Após isso a menina de cabelos brancos, encharcada dos cabelos até as plantas dos pés sairia cantarolando uma canção infantil enquanto caminhava em direção ao que parecia ser a maior
barraca de todas.

--Espero que eles tenham doces... ou sorvete... não deixa pra la com o sorvete... aqueles pedaços de granizo me traumatizaram por uma vida inteira... --- Dizia a menina para si mesma enquanto ouvia as duas entidades dentro dela gargalhando de rir com a atenção que a menina acabava por trazer para si, quem visse aquele cotoco de gente de um metro e meio de altura, não pensaria que ela era a tsuchikage, e mesmo ela precisou de um certo esforço para poder adentrar a barraca.


Considerações :



I :Link::Link do template:

_______________________

[Cerco a Sunagakure] Acampamento Untitled-2
Que se inicie o caos pois a rocha continuara firme!
Template
[Cerco a Sunagakure] Acampamento W1d991V

LastJoke
Tokubetsu Jonin
LastJoke
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Acampamento W1d991V

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Ter 21 Jul - 1:20

Evento
Aproveitando o Sol


Guerra. Uma palavra com enorme significado.

Enquanto viajava sobre as costas do pássaro de tinta criado pelo Kage de sua vila, o jovem Hatake tratou de fazer os últimos preparativos antes da chegada. Fuyuki ativou o byakugan, sentindo sua visão se estender por uma distância absurda, então posicionou a máscara de Afrodite sobre seu rosto, ativando também o poder daquela relíquia, criando para si a aparência de seu rosto com os olhos vermelhos, assim como antigamente.

Por enquanto planejava manter sua kekkei genkai em segredo de olhos estranhos. Para ele já bastava que seus aliados mais próximos soubessem de suas novas habilidades. Os reais inimigos eram os membros de Suna que estavam mantendo em cativeiro o antigo Hokage da folha, Hattori Shion. E por mais que aquele sobrenome não transmitisse grande confiança para o Tokubetsu, ao menos não após a tentativa de invasão dos lobos Hattori a praia de Uzushio alguns meses atrás, o líder do redemoinho havia os guiado até ali por um motivo, e não queria decepcionar seu amigo por conta de suas dúvidas.

Tão logo desembarcaram se despediu de Squall e fez como o líder havia lhes recomendado, seguindo na direção da barraca com o símbolo de sua vila, onde poderia descansar e aguardar até que a invasão finalmente tivesse início. Seus passos eram tranquilos, com as mãos nos bolsos da calça. Não sabia se Jiro seguiria com ele até a barraca nesse momento, mas não quis questionar. Deixaria o outro livre para fazer como desejasse.

“Talvez eu devesse marcar alguns ninjas das outras vilas. Esse deve ser o modo mais fácil de ter acesso a todas as outras vilas de uma vez...” Pensou com seus botões, mesmo ciente de que Squall desaprovava tais atitudes. Soltou um leve suspiro, enquanto adentrava na tenda preparada para os shinobis de Uzu; Jiro e ele.

Então puxou uma cadeira até o lado de fora da tenda, sentou com o encosto da cadeira para frente, apoiando seus braços sobre o topo do encosto e o queixo sobre o seu antebraço, então ficou ali aproveitando o sol. Algo tão raro em sua vila natal e tão abundante naquele lugar.




—X—




Status:
HP: 1375/1375
CH: 2325/2325 -5 (byakugan) -5 (afrodite) - +93 (recuperação)
BI: 500

Stamina: 00/05

Resumo das Ações: Byakugan ativo. Usando a habilidade da máscara de afrodite para ocultar o fato de possuir o byagukan. Olhos castanho-avermelhados e rosto de aparência normal. Sentado em frente a tenda de Uzu.

OFF: Atributos físicos reduzidos em 1 por estar fora de combate.

Palavras: 357.

Informações:

1
Cão da Tempestade • Storm Hound • Arashi no Ryōken

_______________________

[Cerco a Sunagakure] Acampamento 100x100

Aelthas
Chūnin
Aelthas
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Acampamento 100x100

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Ter 21 Jul - 9:27


HP: ❲ 1.200 • 1.200 ❳CH: ❲ 1.350 • 1.350 ❳ST: ❲ 00 • 05 ❳


[Cerco a Sunagakure] Acampamento 7XOjM3p

A viagem foi surpreendentemente caótica. Mas puramente divertida. Voar era algo novo para mim e não tinha muitos conhecimentos. Mas aprendi muitas coisas com os erros e acertos da Takane-sama. Talvez até pudesse reproduzir um dia. Meus olhos trabalharam boa parte do tempo, com poucas pausas para eu não me cansar antes mesmo de ir para o campo de batalha.  

Avistei o acampamento provavelmente bem antes dos demais, olharia nos arredores enquanto Takane estacionava aquela enorme criatura de chakra. O acampamento estava separado por Vilas. Procurei os nossos alojamentos, não demorou muito para achá-los. Após a Takane sair a observei indo em uma direção que deveria ser o centro de operações onde os Kages deveriam ficar.

- Aí, nossos alojamentos estão para lá! – Apontaria na direção dos nossos lugares. – Vamos nos instalar. Aí Ban-sensei, você conhece os ninjas das outras Vilas? – Perguntaria ao Jonin responsável. Mas logo pensaria com receio em direção aos ninjas de Konoha. “Será que tem mais Hyuugas por aqui?”.

Iria em direção dos nossos alojamentos. Agora desativando o Byakugan. E me concentrando nos próximos passos. Eu não queria admitir, mas estava começando a ficar nervoso com aquela situação. Estava começando a ficar real. Estávamos indo para a guerra. Entraria numa tenda e observaria como era e o que tinha lá dentro. Logo deitei na cama para dar uma esticada na coluna e descansar da viagem. Ou até o Ban ou um dos outros aparecerem na minha tenda.

Considerações:

_______________________

[Cerco a Sunagakure] Acampamento 100x100

Satoru
Jonin | ANBU
Satoru
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Acampamento 100x100

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Ter 21 Jul - 10:52


Em busca do conhecimento
Planejando o futuro




HP: 2600/2600
CH: 4150/4150
ST: 00/07

Voar sem ser por meios das suas próprias técnicas era sempre supresa para Ban, ainda mais quando Takane era a piloto, motivo pelo qual quase toda a viajem o Jonin teve que seguir com um de seus joelhos apoiados. Quando chegaram, Takane fez a honra de dar as primeiras instruções. Enquanto ela falava, atento à líder Ban ficava, mas também analisando o local, assim como procurando pelas tendas de Iwa, que logo Hiroshi apontou, voltando a fazer algumas perguntas ao loiro.

- Conheço sim. Só não sei se eles virão. responderia Hiroshi. Dito isso, continuaria a falar, mas agora direcionando sua fala para todos de Iwa. - As tendas suportam até duas pessoas. Então já decidam quem vai ficar com quem em cada tenda. Outra coisa, já estamos em área hostil. Ainda que aqui pareça ser seguro, não se esqueçam que estamos em uma guerra, e em uma guerra tudo pode acontecer. Não abaixem a guarda de vocês em nenhum instante. E para finalizar, socializem com as outras vilas para fazer boa vizinhança. Apenas isso. Dito isso Ban voltaria a se calar, mas poucos segundos depois voltaria a falar, novamente para todos, mas agora direcionando seu olhar para os membros da equipe um. - E não se esqueçam do que ensinei a vocês. Não mostrem suas habilidades para ninguém. Apenas se for preciso. Ainda que a fala fosse para todos. Estaria mais pensativo quanto ao Seigen, ao qual detinha de uma habilidade interessante, e por isso poderia ser alvo dos inimigos caso descobrissem.

Terminado de falar Ban seguiria até uma tenda de Iwa que estivesse vazia. Ali ele sentaria em uma das camas permanecendo em posição da flor de lótus, e nesta mesma posição continuaria, com seus olhos fechados, e Iniciando uma meditação para poder tanto de concentrar, quanto analisar todo o local e pensar em possíveis estratégias para usos futuros. Proteger a aliança era importante, aliás, isso é uma guerra. Mas proteger os ninjas de Iwa era ainda mais importantes, aliás eles são a família do loiro.




OBSERVAÇÕES:

Template do Kaay
[Cerco a Sunagakure] Acampamento RZlFJ4c

TK
Jōnin
TK
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Acampamento RZlFJ4c

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Ter 21 Jul - 11:25

HP: 1300/1300
CH: 1650/1650
ST: 00/05
Velocidade: 00/14m/s
Força: 00/02
Seguir sua irmã pelos céus era o tipo de coisa que Ayako nunca imaginou que aconteceria. Primeiro porque seres humanos não voam, normalmente. Segundo porque não imaginava ir para guerra ao lado dela tão cedo. Pensava, sim, em um dia estar ao lado dela, mas, quando se imaginava assim, também via-se empunhando uma arma poderosa e com um arsenal de técnicas ninjas tão único que ninguém poderia vencê-lo.

Ele ouviu as informações repassadas. O coração batendo forte, o pulso sentido em todas as extremidades de seu corpo. Precisava se acalmar, porém, quando mais sentia o vento de inverno contra o rosto incitando a aproximação, mais preocupado também ficava. Olhava os companheiros, pensava na segurança deles, mais até do que na sua. Pouco antes de descerem, no entanto, ele sacudiu a cabeça e se recompôs; ele não podia ficar assim. Tinha que se preocupar consigo mesmo antes deles, mas... as coisas estavam confusas. Após o chunin shiken, tinha formado novos objetivos na vida — tornar-se um Sanin continuou, porém, agora, queria se tornar forte suficiente para ajudar Angell a derrotar Shaka. O que não seria mais possível. Os dois eram aliados agora. Lutavam juntos e até davam-lhe sermões silenciosos. Essa era sua nova realidade, então... como ele devia agir?

Aos poucos, desceu junto de Angell. Focou-se nela, não por achar os demais indiferentes no cenário, mas por ser sua irmã. Se ele, que nem se importava tanto assim com as pessoas, estava nervoso, como estaria ela, que era a Hokage, a sombra que defendia a nação? Quis perguntar alguma coisa, mas ela emendou novamente um discurso.

Soltou um breve suspiro, olhando em volta. Alguns ninjas já estavam se acomodando. Era mesmo um cenário de guerra, típico daqueles descritos nos livros de ficção histórica que tanto gostava de ler. No entanto, neles, nunca estavam os ninjas fracos como ele. Eram sempre heróis de batalha que se destacavam — chamados de Jonins, Capitães, Generais. A pressão ficou ainda maior em seu coração. Preciso sobreviver, sim, mas também preciso vencer, pensou, embaralhando-se em suas metas. Tudo estava mesmo confuso. Sequer confiava de fato em seu irmão, o líder de toda aquela batalha.

Por um momento, ele olhou para cima e viu o céu. Nuvens transitavam devagar. O cheiro da noite invadiu suas narinas. Sentiu-se pequeno naquela imensidão e refletiu, em silêncio: pode ser a última vez que encaro o céu dessa forma. Porém, ele não podia simplesmente se deixar abater; o cerco estava começando e ele precisava se concentrar.

Consid.:
Jutsus Usados:

_______________________

[Cerco a Sunagakure] Acampamento Q9DYRBI
[Cerco a Sunagakure] Acampamento 2D43bjd

Sekiro
Chūnin
Sekiro
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Acampamento 2D43bjd

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Ter 21 Jul - 11:40



Sim. Espero que esteja da mesma forma. — foi a única e específica frase concedida no momento perdurado aos portões da folha, visto que sua atenção era focalizada na obtenção de dados que pudessem ser utilizados posteriormente na missão.

"Portanto, em súmula, Shion Hattori está vivo?", ponderou, com os olhos centrados na hokage, seu dialeto e mesmo as informações concedidas. A convocação misteriosa, dessa forma, referia-se a uma intrínseca guerra. Renji não negou o amargor que lhe subia aos lábios, embora, de certa forma, mostrasse-se curioso.

Por muito tempo carregou as máculas da morte de seu antigo mestre, buscando guiar o seu time da melhor forma possível – e falhando. Perpetuar a simples possibilidade de provar-se, como obstinava em sua adolescência, preenchia-lhe de um ânimo excêntrico. Apesar disso, suas ideologias não se conectavam com uma guerra, e as inúmeras contradições que poderiam ocorrer causavam-lhe um frio na espinha.

Era tudo muito claro. Alguns de seus padrões deveriam ser abandonados em prol do sucesso de seu objetivo, como o excêntrico nukenin lhe dissera no passado. Irônico como suas palavras se concretizaram em tão pouco tempo. Abstraindo-se das ponderações, buscou manter a típica tranqüilidade, ressaltando o que Indra dissera ante a saída.

Quando finalmente pousaram nas proximidades de Sunagakure, Renji aproveitou para analisar a localização. Observou ninjas a trafegar pelo ambiente, suspirando em seguida. Até o momento, nenhum rosto conhecido lhe era percebido, embora houvesse uma indagação em sua mente.

Então o Squall se tornou Mizukage? — disse, virando-se aos membros de sua equipe. Ambos, em particular, ele e Mikan, foram do grupo do rapaz no Exame Chūnin. Logo, não demonstrava surpresa com a informação. — Há algo que quero perguntar a vocês. Creem que as informações sobre Shion são críveis? — questionou, com o semblante tomado por seriedade. — Nossa primeira missão como um time, após tanto tempo, é bastante conveniente.  


Considerações:
HP: 2025/2025 — CH: 2800/2800 — ST: 00/07
[Cerco a Sunagakure] Acampamento VMNipg0

Bending
Chūnin
Bending
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Acampamento VMNipg0

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Ter 21 Jul - 12:13

[Cerco a Sunagakure] Acampamento Tumblr_n4ujdaNQsj1qzjtx0o2_250
HP: 1500/1500 — CH: 1800/1800 — ST: 00/06

Certamente, de todas as opções em sua cabeça, nunca imaginaria que a missão da qual tinha sido convocado envolveria seu antigo mestre. A revelação, por mais chocante que fosse, não provocou qualquer reação externa no garoto. Por dentro, entretanto, estava completamente paralisado. Sequer sabia o que pensar sobre aquilo. Já tinha superado a dependência emocional em seus objetos de inspiração, mas era doloroso saber que havia sido enganado mais uma vez. Se as palavras da Hokage estivessem corretas, obviamente não era culpa de Shion, mas o fato ainda era difícil de engolir. Odiava a ideia de ter que se envolver em uma guerra, mas tinha que descobrir a verdade. Se ele realmente estava vivo, como pôde ter desperdiçado tanto tempo com bebedeiras e tolices?

Sentindo-se mal e envergonhado com a informação recebida, decidiu se calar e não reagir à aproximação de seus amigos, dirigindo-se até Sunagakure no Sato sem dar um pio. Sempre teve vontade de voar e descobrir como era a sensação, mas não chegou a aproveitar a oportunidade. Continuava focado em sua reflexão, mesmo que fosse uma tarefa inútil. Seu coração acreditava fielmente que aquilo era verdade, mas sua mente questionava a veracidade das palavras emitidas. Contudo, de forma alguma seria inconveniente ou desrespeitoso. Seus pensamentos não sairiam de sua boca... Ou, ao menos, era o que achava, até chegar ao seu destino. Renji foi rápido em dar início ao assunto, algo que tinha tentado evitar até então.

Não conseguiu ficar calado.

Sabe, eu quero acreditar que é verdade, mas e se tudo isso não for um boato? E se estivermos prestes a travar uma guerra inútil? — ergueu as perguntas, exibindo uma voz claramente pouco animada. — Eu não quero duvidar das palavras de Hokage-sama, nunca, mas é algo a se pensar. — declarou, cruzando os braços e desviando o olhar. Seria melhor mudar de assunto, fazer algo divertido antes que a hora H chegasse, mas sabia que era importante colocar alguns pingos nos is antes.

Informações Gerais:

_______________________

[Cerco a Sunagakure] Acampamento Tumblr_p39mi0qFGp1x2mcf9o1_540
[Cerco a Sunagakure] Acampamento Dani10

Allen
Genin
Allen
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Acampamento Dani10

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Ter 21 Jul - 13:03




HP: 950/950 CH: 1195/1200ST: 00/04
Vel: 14m/s

Bolsa de Armas (52/100):
**Mascara de Afrodite** (01)
Kunais: 10[1]
Shurikens: 05[1]
Kibaku Fuuda: 18[1 a cada 4]
Senbons: 40[1 a cada 2]
Kemuridama:04[1]
Perg. Grande:01[3 a cada 1]
Tinta: 800 ml [2 espaços]
Flack Jacket:(03/03)
Perg. Pequeno:03[1]



Após uma viagem tranquila e bastante silencio, chegaram por fim ao acampamento. A hokage fora se reunir com os demais lideres das vilas em outro lugar enquanto os demais Shinobis alí permaneciam. Alguns ja estavam adentrando as barracas preparadas para cada vila. Sagoh se sentindo um pouco deslocado olhou em volta observando atentamente aquele novo cenário! Nada alí parecia se mover, ou emitir qualquer som a não ser as vozes de algumas pessoas que conversavam entre sí no acampamento. Sagoh fixou um ponto no horizonte e perdido em devaneios veias brotaram de suas têmporas instintivamente revelando seu primoroso Byakugan. Tudo pareceu tão menos escuro naquele momento.

Intrigado com o desenrolar desse cerco, Sagoh se voltou para as tendas preparadas para cada um. Ele procurou uma da Folha que estivesse vazia e adentrou a mesma. Haviam duas camas, o que significava que ele teria que dividir lugar com alguém. Sem se preocupar com isso agora, e ancioso pelo retorno da Hokage-Sama, ele se deitou em uma das camas, observando o teto da barraca, enquanto vários pontos de chakra estavam visivelmente postos ao redor dele, fora da barraca, no acampamento.

Observações.:
Considerações.:


[Cerco a Sunagakure] Acampamento Tumblr10

Indra
Hokage
Indra
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Acampamento Tumblr10

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Ter 21 Jul - 13:30

(MAJ) KYUSEISHU NO INDRA, THE INVENTOR ── KOBAYASHI ICHIZOKU; ROLEPLAY ─── OO/OO
CH: 25OO/21OO ▵ HP: 22OO/22OO ▵ FOR: OO/O4 ▵ VEL: OO/O5 ▵ ST: OO/O6 ▵ ARC: 125O/125O

   Rumo a Sunagakure, pude ver com clareza o que estava em jogo: o destino de Kohoha, da capital do País do Vento e, talvez até de outras vilas. Era uma grande responsabilidade e qualquer erro poderia custar a vida de pessoas inocentes. Estaríamos preparados para ter de lidar com isso? Depois de algum tempo de viagem, finalmente chegamos no local apontado por Angell. Imediatamente os nomes de Takane e Squall foram citados. Conhecia mais a Tsuchikage do que o Mizukage, tendo trabalhado com ela dois anos atrás. Ainda não sabia como os dois antigos ninjas de Kohoha haviam se tornado líderes de outras vilas, mas as circunstâncias misteriosas não eram muito da minha conta. Se foram escolhidos, talvez fosse porque eram o que as vilas precisavam. No fim, era bom saber que haviam outros aliados entre nós.

   Angell nos deu a ordem para que nos mantivéssemos juntos e unidos, e que interagíssemos com os outros ninjas. A última coisa era mais complicada para mim, podendo contar nos dedos de uma mão só quantas vezes tentei fazer isso e acabou dando certo. Porém, se fazia necessário conhecer os aliados, então não me recusaria a isso. Logo Renji e Taiyou manifestaram suas dúvidas sobre as informações recebidas, e de primeira, fiquei surpreso de vê-los concordando em alguma coisa, pois geralmente eles eram como cães e gatos. - A dúvida de vocês é compreensível, mas vejam, dois outros Kages estarão aqui, e provavelmente trazendo aliados, assim como Konoha. Não viemos de tão longe se as informações sobre Shion não tivessem sido confirmadas, de alguma forma. Não sei qual foi a fonte, mas penso que ela é verossímil. - comentei, apenas para que não ficasse aquela dúvida no ar. Precisava acreditar que tudo aquilo era verdade, pois ir para uma batalha com dúvidas no coração era como flertar com a morte. - É a nossa primeira missão juntos, mas nesse caso, não serei eu a dar a palavra final. Nessa guerra eu não serei o sensei de vocês, mas um aliado. A última palavra será sempre da Angell. - sussurrei, olhando para os meus alunos e confiando que eles fariam um bom trabalho em Suna.

   - Bom, vocês ouviram ela. Infelizmente vamos ter que interagir com outras pessoas, mas temos que conhecer todos os aliados que chegaram, tentar descobrir as suas habilidades. Mas o mais importante de tudo seria saber mais sobre o poder bélico dos nossos inimigos, afinal isso vai ser essencial a para a nossa empreitada, só que não sei muito bem como fazer isso. Espero os Kages tenham acesso a essa informação. - disse, e então dei um aceno rápido para todos, dando meia volta e indo para o local de descanso dos ninjas. Cheguei em uma que estava vazia, mas esperava que logo alguém entraria ali, pois a tenda tinha duas camas. Queria me certificar de que poderia descansar a minha mente antes das batalhas. Não sabia como faria para interagir com os outros ninjas, mas esperava que alguém com maiores habilidades sociais soubesse o que fazer.


Informações Gerais:

_______________________

[Cerco a Sunagakure] Acampamento Tumblr_pl035uEflG1uocgm5o2_500

[Cerco a Sunagakure] Acampamento LE7jCRx

Klee
Genin
Klee
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Acampamento LE7jCRx

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Ter 21 Jul - 14:14

 
HP: 1.800/1.800 × CH: 2.575/2.575 × ST: 00/07 × CN: 000/400
Notou que tinha sido a última a chegar quando após isso a garota de madeixas azuis fez um breve discurso sobre o motivo de estarem ali, alguns já mostravam saber, ela ainda se questionava se era realmente aquilo. — Uhum. — murmurou em resposta ao moreno, simplória. Enquanto alguns assumiram ser realmente uma guerra, para a Yamanaka era uma missão de resgate, a ficha ainda não tinha caído sobre as palavras de Angell. Apesar de Shion ser o seu primeiro mestre, ela não tinha criado a empatia suficiente que a maioria dali poderia sentir, mas ainda assim, sabia de sua importância para a vila.

Se questionou sobre o que de fato a garota quis dizer com “como um prisioneiro, por assim dizer”, notando que a explicação tinha sido feita por alto. Ao assentir, recebeu com um toque a habilidade para flutuar, uma maneira bem inovadora para viajar.

As palavras de Indra foram as últimas a serem ouvidas antes da garota ajustar-se para o voo.

Não ficou surpresa de fato, a loira muitas vezes já esteve nas costas de Garuda e sabia dizer a sensação de estar no ar, mesmo que fosse a primeira vez por si só. Mikan, durante a viagem, repensava as palavras da líder e sobre os motivos de estar ali, deixando-se guiar apenas pelo caminho traçado pelos demais.

Chegando ao local, procurou observar o acampamento preparado, o lugar realmente parecia bem adaptado e cogitou que as coisas iam ser bem sérias a partir dali, talvez algo que não levaria semanas, mas até meses. Pousou e dedicou seu tempo para as últimas palavras da azulada, seus braços mantinham-se cruzados e enrolava uma mecha deixando-se perder em pensamentos, voltando a si apenas quando Renji levantou a voz para o time.

Muita coisa aconteceu desde o Exame Chunin. — comentou — O desaparecimento de Shion-sensei sempre foi uma incógnita pra mim, acho que não estaríamos aqui se a probabilidade disso ser verdade fosse baixa. — concluiu após Taiyou, que se completou com o que Indra disse em seguida, observando Renji, já que ele havia feito a questão e mesmo assim não soube dizer se ficaria satisfeito com aquelas respostas.

O que restava fazer era esperar que os Kages se reunissem e passassem as informações mais concretas para todos ali.

Vamos procurar uma tenda e dar uma olhada em volta, ver quem está por aí. É meio frustrante a espera, mas por hora é isso.



Consid.:


Note
Chūnin
Note
Vilarejo Atual

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Ter 21 Jul - 14:21

HP: 1225/1225 // CK: 1475/1475 // ST: 05/05

AInda estava avoado ali no portão, mas voltava ao momento assim que era dirigido pelas palavras da kage — fiz sim, das minhas criações eu não vou me esquecer nunca, eu acho. MInha primeira criação, que bom que achou ela útil — sorria com os lábios fechados.

[...]

Voar era algo único, Kuri já tinha pensado muito sobre e o que teria que fazer para masterizar tal ação. Uma sensação estranha em suas estranhas, sentir o vento batendo contra sua face era libertador. ”Um preço a se pagar pela liberdade” pensava levando suas mãos ao estômago. O ninja estava pensativo, ficava tentando se lembrar das palavras de da tsuchikage, ”como era mesmo? Confiança, benefício da dúvida, como é que era.

Não sabia ao certo quanto tempo de vôo passou, mas percebia que estava chegando em sunagakure quando começava a ver as grandes dunas típicas de um deserto. O garoto decidiu deixar seu caderno de anotações mais antigo em casa por motivos dele ter informações muito perigosas se caísse em mãos erradas, olhava para seu novo caderninho que desta vez era de couro com uma árvore marcada no centro da capa. Na primeira página ele escrevia. “A caminho da guerra. Confiar apenas na pedra, não mostrar minhas habilidades e ter foco total”.

Agora com os pés no chão ele sentia aquela sensação estranha na barriga ir embora. Seguia para uma das tendas designadas de iwa e ali sentaria sobre o colchão apenas esperando um chamado. Roía a unha na tentativa de não se estressar ainda mais por estar de fato em uma guerra. ”Ficar atento, ficar atento”.


Bolsa de armas:

_______________________

[Cerco a Sunagakure] Acampamento J6tHqz7

Love/Hate
Chūnin
Love/Hate
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Acampamento J6tHqz7

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Ter 21 Jul - 14:37




Hate
Conhecendo o território.


Kuri havia me cumprimentado, mas sem que eu desse alguma resposta. Hiroshi, Ban e uma figura nova para mim também chegaram, mostrando aos poucos a força de Iwa. “Se ela não confia neles, temos 3 pessoas aqui que ela confia... mas uma delas eu não podia contar pois eu não conhecia, me deixando apenas Ban. A explicação de Takane não fazia sentido nenhum para mim, mas naquele momento tudo que eu queria era chegar logo nessa suposta guerra. Através de um espetáculo incrível que Love adoraria, a garota nos puxava com seus jutsus especiais e saía voando para as fronteiras de Sunagakure, o local onde eu finalmente poderia fazer minhas vítimas sem hesitação.

[...]

Após um certo caminho, já com meus olhos ativados, eu tentava observar todos que estavam chegando e se acomodando. Me posicionei atrás de todos os meus parceiros de vila, mas o suficiente para ouvir a Kage e cuidar dos dois possíveis traidores e o garoto que eu não conhecia ainda. Assim que Ban terminou sua fala, segui ele até a tenda, me sentando na outra cama do local.

Concordo, precisamos ter cuidado para quem mostramos nossas habilidades, então vou dormir aqui essa noite. — Afirmei para ele que parecia meditar.

Sem muita demora, tomei a pose de meditação e comecei a tentar vasculhar o local com meu Akagan ativo. Além de visualizar as imagens, eu me concentrava para ouvir os sons de outros lugares, em especial, com pessoas que poderia fazer algum mal a Takane, o que nesse momento incluía Kuri e Hiroshi. Caso eu encontrasse algo suspeito eu tentaria ouvir a conversa inteira.


[Cerco a Sunagakure] Acampamento Hp210HP: 1425/1425 [Cerco a Sunagakure] Acampamento XQKY0MP: 2275/2275 | [Cerco a Sunagakure] Acampamento 6b80b9965b1ec4d47c31d7eccf8ce4b0---cone-amarelo-rel--mpago-by-vexelsST: 0/7

Considerações:



[Cerco a Sunagakure] Acampamento 150px-Uzushiogakure_Symbol.svg

Nero.
Jōnin
Nero.
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Acampamento 150px-Uzushiogakure_Symbol.svg

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Ter 21 Jul - 16:32







II.


O vento corria sob as asas do pássaro de tinta da Sombra e despenteava seus finos fios de cabelo quando encontravam seu rosto num afago gelado. Viu Fuyuki cobrir o rosto com uma máscara que lhe devolveu a aparência antiga e o rubro sangue brilhou mais uma vez em seus olhos. Quanto mais o conheço, mais vejo como nos parecemos. Sentado com as pernas cruzadas, permaneceu imperturbado durante todo o trajeto, deixando a natureza o abraçar por onde passava. Desde o frio aconchegante no País da Água até o calor sufocante do País do Vento, ele se preparava para a guerra.
  A simples ideia de lutar em favor de um nome cuspido dos lábios de um genocida com tanto orgulho o deixava receoso quanto ao porquê de estar tomando parte daquilo. A lembrança das cruzes que pintavam a areia de vermelho quando impediram uma invasão ao Redemoinho jamais se deletou, mas agora tornava-se cada vez mais viva. Não é pelo homem, refletia, tentando se convencer de que tinha uma razão para se aliar àquela causa, é pela paz, por Asami e por Shiroyuki, para que não vivam em um pesadelo.
  Sopros quentes o fizeram esquecer da estação que viviam. Olhou para o chão e tudo o que via era areia, que se estendia para além do horizonte. Já havia lido sobre Sunagakure, mas ver com os próprios olhos e sentir na pele aquela sensação de estar dentro de um forno era completamente diferente de mergulhar em palavras à luz de velas. O ar era mais pesado, mais difícil de respirar, quase sufocante, mas nada que não pudesse se acostumar.
  O voo da ave de tinta cessou num cerco de guerra. Barracas erguidas por toda parte e ninguém mais além dos três estavam lá. Seguiu com o Terceiro e o Gênio Branco para a tenda que ostentava o símbolo de Uzushio sobre a porta de entrada. Os ventos carregavam grãos de areia que beliscavam a pele de seu rosto como pequenas abelhas. Puxou o capuz e observou os companheiros por alguns breves segundos. Squall deixou a tenda assim que se livrou de alguns de seus adornos, enquanto Fuyuki permaneceu lá dentro.
  Caminhou até o garoto, agora com seus antigos olhos vermelhos, e sentou-se no chão ao seu lado, olhando para a entrada da tenda que balançava perturbada pelos fortes ventos que davam nome ao país.
  — Eu vi uma garota com olhos iguais aos seus em minha última missão. — disse, em um raro tom amistoso. — Fizeram questão de tomá-la como uma arma de combate, então acredito que seja uma Kekkei Genkai poderosa.
  Jiro se levantou e bateu a areia que grudou em sua roupa com as mãos enluvadas.
  — Vamos procurar o Terceiro, quero ouvir mais sobre suas novas habilidades e talvez seja bom conhecer alguns de nossos aliados de outras vilas.
  Não esperou Fuyuki responder e caminhou para o lado de fora. Esquadrinhou cada símbolo sobre as entradas das demais tendas. Folha, Nuvem, Chuva, Pedra, Som. Surpreendeu-se de não ter despertado sentimento algum quando seus olhos encontraram alguns ninjas de seu antigo vilarejo. Shinobis das grandes vilas dos grandes países se reuniam em uma causa comum. Suna perturbou a paz que reinava, e este é o único motivo pelo qual ele lutará.
  Foi pela paz que me tornei o Demônio. E partiu ao encontro da Sombra da Água.


HP: 4000/4000 // CH: 8050/8050 // CN: 200/400 // ST: 00/07



Bolsa de Equipamentos Personalizada:
Armas:
Usados & Ativos:
Considerações:
Resumo:

_______________________

f // g.f // b // t // i // m.i
[Cerco a Sunagakure] Acampamento 789e0fc5dd4eb4bd8dab8250ccf4dcaf

Zeitgeist
Zeitgeist
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Acampamento 789e0fc5dd4eb4bd8dab8250ccf4dcaf

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Ter 21 Jul - 17:26

A resposta de Akihito me trouxe clareza sobre o que Athros havia dito, internamente, podia sentir até certo orgulho, entretanto, suas palavras também traziam tristeza e culpa. Afinal, estava arrastando-o para uma situação daquele tipo e o peso da responsabilidade divergia quando uma vida estava dependendo de nós. — Não será necessário. Você é o futuro de Otogakure. O passado e o presente, são fardos meus. Se alguém tiver de morrer, não será você. — Foram as palavras de um governante. Não de um guerreiro e talvez, nem de um homem. A única inspiração que eu conseguia trazer as pessoas era através do exemplo e, no fundo, nunca havia sido bom nisso. As palavras, para mim, eram maneiras mais simplistas de se passar algo como inspiração ou força; necessárias, mas se não possuíssem algo que as sustentasse, não passavam de palavras vazias.

Durante o caminho, entendi como obrigação o fato de instruir o jovem naquela jornada. Ainda que minhas feições fossem frívolas, havia receio em meu coração. — Não sabemos o real motivo da guerra, então, tome cuidado quando começar, fique próximo quando eu pedir e não deixe suas emoções tomarem conta. O nosso motivo é simples: construir alianças e entender a situação mundial. — Alertei, porém, ainda não havia falado tudo.

Dei uma longa pausa, deixando que os passos dessem espaço para o silêncio pensante adentrasse a mente do rapaz e então, continuei. — Otogakure ainda é fraca e ficarmos neutros em algo tão grande seria um problema. Eu espero que encontremos aliados confiáveis. — Expliquei devagar.

— Nesse caso, confie em seus instintos. É a melhor maneira de conhecer a verdadeira intenção das pessoas. — Nunca havia falado tanto num único momento, pelo menos, não que me lembrasse. Talvez, eu estivesse mais apreensivo do que o normal. Não por mim, mas pela jovem vida que me seguia. Ao mesmo lado, estavam tantas outras vidas que podiam ser perdidas. Vidas essas que eu não entendia o valor até pouco tempo mas que, agora, traziam consigo um valor que não se limitava apenas à seus estandes e vilarejos. Traziam consigo convicções que, se verdadeiras, eram dignas de respeito.

[...]

Vagarosamente deixavamos o País do Arroz e numa transição longa e demorada, adentravamos as areias do deserto. Como esperado as tempestades de areia viriam uma hora ou outra e, assim, ocorreu. Os ventos traziam os grãos diretos à face e para isso, abaixava a cabeça aos passos pesados, mantendo firme a postura para que eu conseguisse enfrentar a grande nuvem de poeira. — Fique logo atrás de mim. — Foram minhas palavras para o jovem Akihito. Meu corpo podia servir para quebrar a força dos ventos e diminuir a incidência da tempestade sobre o corpo do rapaz. A jornada naquele ponto era mais árdua e por isso, era necessário que nos ajudassemos.

Caminhei próximo ao garoto, evitando qualquer desencontro. Através da Visão de Kagura, observei ao longo a presença do acampamento. Ainda de olhos fechados, averiguei o local, buscando a presença dos Kages e demais shinobis. Algumas energias fascinantes, eu diria. Dentre elas, pessoas que possuiam o mesmo tipo de energia encontrada em Arthuria Pendragon, no dia de nosso encontro "amistoso". Entre todas as pessoas, a filha de Hattori Shion, Angell Hattori, estava lá. Agora, como Hokage. Havia se passado dois anos desde o encontro que havia tido com seu pai e desde então, não havia sabido de mais nenhuma história. Talvez, ela pudesse me clarear a mente sobre a guerra eminente. Entre todas as energias, uma estava em falta. A energia de Yamanaka Kaido. Talvez, ainda não tivesse chegado, entretanto, algo parecia me dizer que não era isso.

[...]

A chegada ao acampamento fora tranquila. Sob o som dos mumurios do acampamento, atravessei o local rumo à cabana de designio especifico. — Vá descansar, Akihito. Tente se descontrair um pouco, mas não esqueça o que lhe disse. — Avisei ao jovem, deixando-o para seguir seu próprio caminho.

Contendo o Kanji, Som, levei em conta que aquele era o local que ficaria alocado até o momento correto. Adentrei, sentando-me na cama e numa leitura rápida, verificando todo perimetro do acampamento. Todos ali eram mais jovens que eu. Não havia sequer uma pista do motivo real daquela guerra, entretanto, havia a esperança de que isso fosse esclarecido antes de qualquer coisa. Batalhas não eram playgrounds e muito menos guerras. Isso eu sabia bem. Entretanto, aquele poderia ser um bom local para o surgimento de uma aliança. A presença de todas as sombras em um mesmo local e com um objetivo em comum. Ir de encontro à isso era tolice e, de fato, era perder uma ótima oportunidade de auxilio mutuo.

Respirei fundo, levantando-me. Retirei o capuz de sobre minha cabeça e abri o manto negro, relevando o peito desnudo que encarnado possuia a marca dos Hattori. Não que estivesse ostentando-a, mas o calor do deserto não era facilmente suportável com tantas vestes. Além disso, talvez, desse modo, a jovem Hokage tivesse mais empatia por minha pessoa, ainda que não fosse uma preocupação real. A verdade era que o fato de Hattori Shion ter me ajudado, trazia certa divida minha para com seus descendentes. Ainda que houvesse sido uma interação rápida, havia sido algo que não sumiria tão facilmente de minha memória. Ainda que, possivelmente, minha fama trouxesse aversão, esperava que o respeito prevalecesse a qualquer custo. Essa era minha premissa diária.

2525 HP
2750 CH

ST: 00/07

Considerações Importantes:

OUTROS:


Bolsa de armas 20/70:

_______________________

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Ter 21 Jul - 20:05


Guerra!
Acampamento


E
finalmente pousaram. A tensa viagem pelos céus fizeram com que Tatsumaru permanecesse de olhos cerrados durante todo o percurso, abrindo-os de supetão quando sentiu a estabilidade da terra firme.

“Tsuchikage maluca" ele pensou. “Mas até que foi maneiro". Puderam ver um discreto sorriso em seu rosto, gesto que se confundia com os dedos apertados que clamavam o desejo de poder sorrir novamente, no final.

Abrindo os olhos e descendo cuidadosamente do “veículo”, a visão de Tatsumaru se turvou. O frio na barriga surgiu inevitável enquanto aos poucos avistava barracas, pessoas importantes e, é claro, sua equipe a postos. Uma experiência que levaria para a vida ou para o túmulo, diferente de tudo, a atmosfera singular de uma guerra, o ar denso e os ânimos exaltados quase podiam ser palpados no ar.

- E não se esqueçam do que ensinei a vocês. Não mostrem suas habilidades para ninguém. a breve instrução do veterano Ban ecoou em sua mente, como um gatilho para algo que Tatsumaru já havia pensado antes daquela reunião.

Tímido, o jovem Senju se aproxima do companheiro e tece algumas palavras com o respeito e reverência que lhe é devido – afinal Ban lutou ao seu lado de forma leal no passado, além de ser também seu superior –.

- Ban-senpai, com todo respeito, eu discordo! Digo... eu sei que os detalhes dessa guerra permanecem nublados, mas já parou pra pensar no quão sério pode ser tudo isso? Todas as vilas reunidas, juntando forças para um objetivo comum. Me parece uma questão de sobrevivência ou extinção. Eu até sinto meu corpo vibrar ao pensar nisso, mas arrisco dizer que não é hora de esconder ou economizar nada. Se vierem atrás de mim após eu revelar o que sou... só me resta contar com o senhor, comigo mesmo e com toda a Pedra para derruba-los. Mas este seria um outro confronto... Vamos com tudo, senpai! – disse o Senju, com suas mãos trêmulas e tentando conter o medo do amanhã.

Tatsumaru temia que sua existência fosse em vão. Afinal, o garoto depositou todo o seu valor em um objetivo linear: resgatar a sua irmã, Myu. Perder a guerra significaria falhar em sua missão pessoal, fracassar como irmão, como homem e como shinobi. Nas estradas da vida o garoto aprendeu que o universo pode pregar peças, e uma delas foi o apreço e gratidão que a Vila Oculta da Pedra depositou em seu coração. A vida lhe esbofeteou e deixou claro que agora não bastava apenas resgatar Myu, mas sim garantir que Iwa sobreviva e que assim a sua pequena irmã tenha um lar para quando voltar.

Mandarim em sua gola acenava positivo para o Jounin da Pedra. A Vespa também tinha medo, mas em seu coração ele sentia que daria tudo para proteger o petulante companheiro Tatsumaru.

Os olhos do Senju permaneciam rodando o ambiente, observando os presentes e concentrando-se no externo para acalmar o que tremulava por dentro. O mind-setting era importante, acalmar os nervos para não atropelar os fundamentos, pois o conhecimento e as técnicas já estavam enraizadas em si, e por isso o mais importante era manter a calma para saber como utilizá-las.

“Eu... eu preciso estar pronto.”



HP: 2500/2500; CH:5000/5000; CN: 00/400; ST: 00/08

AVANTE!

Equipamentos:

Pet:

Databook:
[Cerco a Sunagakure] Acampamento Thumb-200692

Hinka
Raikage
Hinka
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Acampamento Thumb-200692

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Ter 21 Jul - 20:31

RUMO AOTRONO
Kaminari no Hebi
Kumo chegou de viagem acompanhado por uma mulher provocante, algumas pessoas ate achariam que a conhece mas ela mudou muito desde os últimos dois anos ficando completamente irreconhecível. Chegando ao local ela desceu da carruagem olhou para seus dois garotos. – Tentem se enturmar, vou para minhas acomodações – Ela partiu para sua barraca e deixou seus dois garotos tranquilos.

Considerações:

[Cerco a Sunagakure] Acampamento 73318106e2edc17140311913c4ae2bdb

Akihito
Tokubetsu Jonin
Akihito
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Acampamento 73318106e2edc17140311913c4ae2bdb

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Ter 21 Jul - 21:11

[Cerco a Sunagakure] O Acampamento

A Whole New World

As palavras de Hawk-sama entraram fundo em meu coração, eu não poderia estar mais agradecido por aquele elogio! Mas o que realmente me tocou foi o fato de perceber em suas palavras o cuidado e preocupação que ele demonstrava para com os seus. Por trás daquele semblante quase sempre apático — e as vezes até intimidador —, devia haver um forte sentimento que talvez poucos pudessem compreender, pensava eu.

Após alguns passos, assim que achei um momento oportuno, fiz alguns questionamentos simples sobre a tal guerra que nos aguardava, os quais foram prontamente respondidos.
Não deixar minhas emoções tomarem conta de mim... Provavelmente seria um grande desafio, porém, mais do que nunca, eu tinha plena consciência de que isso poderia se tornar a diferença entre vida e morte no campo de batalha, portanto, comecei a me preparar emocionalmente desde já. Embora aquela guerra também tivesse o propósito de firmar aliança com outras nações, minha tarefa de maior prioridade ali era clara: defender O Som a todo custo. Não havia ninguém ali com quem eu precisasse me preocupar, afinal, L-sama estava muito além de mim em poder. Sendo assim, se eu não me apegasse a ninguém, não ser influenciado por minhas emoções seria algo fácil... eu acho.

— Confiar em meus instintos?
Minha determinação era grande, mas minha apreensão rivalizava com esta em intensidade. Eu era apenas um jovem chūnin que, apesar de traumas e fatalidades do passado, tinha crescido em uma era de paz. Bem, ao menos a guerra nunca foi algo que me transpareceu. Felizmente, sempre que eu sentia alguma dúvida ou percebia temor crescendo em mim, L-sama intervia com palavras que aplacavam aqueles sentimentos. Era como se ele fosse capaz de perceber meu estado emocional, mesmo sem nem estar olhando pra mim.
De fé que estava fazendo apenas o melhor em prol de meus amigos, familiares, conterrâneos e — porque não dizer — do Mundo Ninja, busquei remover aqueles pensamentos negativos de minha mente e realmente me portar segundo as palavras que havia proferido antes de sair da vila, para que estas não se tornassem vãs.

[...]

Conforme nos afastamos de Amerika no Kuni e adentramos Kaze no Kuni, pude sentir o peso da mudança climática. O meu cachecol de uso quase que perpétuo vinha muito a calhar naqueles dias de inverno lá em Oto, mas aqui o sol era tão imponente que não suportei o calor e removi meu cachecol do pescoço, deixando-o apenas repousado sobre meu ombro direito. Não bastasse aquele calor, conforme chegávamos mais próximos do nosso destino, tempestades de areias se tornavam mais frequentes. L-sama me orientou para que me posicionasse atrás dele. Obedeci, embora mantendo-me sempre por perto.

[...]

Finalmente estávamos chegando. De longe, pude ouvir os burburinhos de várias vozes falando simultaneamente. Ao adentrar no acampamento, me deparei com um cenário que não pensei que veria tão cedo em minha vida como ninja. Shinobis de diversas vilas, com características e peculiaridades das mais variadas, todos juntos por um propósito comum. Ao menos era como eu via a situação.

Após um último aviso sobre o conversado anteriormente, Hawk-sama se despediu. Fiz mais uma reverência, como se era devido — e como havia aprendido com um amigo — e depois parti a procurar a tenda na qual me alojaria. O brasão do Som, assim como a aglomeração do exército de minha aldeia, deixava clara a localização. Assim que encontrei minha tenda, entrei e dei uma olhada superficial nesta. Notei que se tratava de uma ocupação para dois, mas como parecia ter sido reservada apenas para mim, teria bastante espaço livre.

— Ele me disse pra descansar e me descontrair... — murmurei comigo mesmo.
A viagem tinha sido um pouco cansativa, mas eu não podia negar que estava curioso pra conhecer o "mundo" lá fora, repleto de pessoas e costumes até então desconhecidos, mas que me despertavam uma imensa curiosidade. Por isso, após verificar se meu equipamento estava todo em ordem, dispensei a parte do descanso e me dirigi à entrada da tenda, de onde pretendia observar aquele fluxo constante de possíveis descobertas.


——X——

676 palavras
950/950 HP  || 975/975 Chakra || 00/04Stamina
Considerações:
Informações:
Template by @wyalves

[Cerco a Sunagakure] Acampamento 2

Hawk
Chūnin
Hawk
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Acampamento 2

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Ter 21 Jul - 22:26

Tatsuo Uchiha



HP: 1475/1475 • CH: 3000/3000 • CN: 000/400 • ST: 00/07

"O ódio só nasce para proteger o amor."




    ㅤNão demorara tanto para que, além de sua Raikage, seu companheiro de vila e companheiro de invasão referente ao ser bélico que tiveram de confrontar enfim aparecesse, com uma fala que o fez expor um breve riso aos lábios, o cumprimentando, mas sem perder tempo, afinal aguardara para as considerações de sua Kage e enfim fossem designados ao local em que todo aquele evento aconteceria. Ao lado de ambos, foram guiados por uma carruagem, bela e com detalhes únicos, afinal, eles pareciam serem membros de uma realeza agora. Talvez, não houvesse uma Raikage de fato, mas, sim, uma Rainha. Em peso, talvez isso fosse ainda mais ameaçador que o nível de Kage, e era curioso isso tudo estar acontecendo ali. Novamente, ele estaria indo para uma espécie de missão, mas que provavelmente correria, novamente, risco de vida. Já houvera o exame chunnin, cujo ele passara e estivera frente a frente com a morte, os acontecimentos relacionados à evolução de seus olhos, sobretudo a de seu Mangekyou Sharingan, cujo ele se tornara um ser impiedoso, mas, por fim, a aventura mais fantástica de sua vida: o confronto com alguém com poderes de um Deus, cujo ele abraçara a morte por instantes, que pareceram eternos, mas que sequer devem ter durado segundos, graças ao seu salvador.
 
    ㅤChegando no local, pôde contemplá-lo. Uma floresta, um tanto assombrosa pelos mistérios que poderia haver dentro dela, mas não fora hora de explorar, pelo menos não a floresta. Recebendo as instruções de sua Rainha, o Uchiha desceu da carruagem e suspirou profundamente, acentuando que “sim” com sua cabeça, enquanto observara completamente o local, e pudera se deparar com diversos ninjas, das mais diversas e distintas vilas – isto, é claro, incluíra dois ninjas de Konoha, sua antiga vila. Não se recordara dos nomes deles, mas apenas da habilidade da shinobi em questão. Ao longe, pudera observá-los em trio, e o que soubera era que ela também fazia parte do clã Yamanaka, o mesmo que seu antigo Kage, e que também havia unido mentes com ele, mas isto no exame chunnin. Era ótimo vê-los ali, afinal, havia trabalhado com ambos shinobis e, evidentemente, tinha total consenso de que estariam vivos, e aparentavam ter evoluído, mas não aparentavam ter atingido o nível de Jounin até aquele momento. Ainda com sua máscara em sua face, provavelmente não seria reconhecido por ninguém ali, mas ele, é claro, ainda reconheceria alguns. Ainda próximo de seu companheiro de vilarejo, o Uchiha resolveu fitá-lo de soslaio e proferira em um tom de voz calmo. ──── Vamos procurar por nossa tenda? ──── Assim que indagara, o Uchiha retornara o olhar a frente e completara, fugindo totalmente do assunto. ──── Novamente, lá vamos nós para mais uma grande aventura. Animador, não acha? ──── Um breve sorriso cobrira os calorosos lábios do Uchiha, que começara a caminhar em direção às pessoas de outros vilarejos, visando encontrar o local designado para que Kumogakure se instalasse.
 
    ㅤProvavelmente, muitos o estranhariam. Não é todo dia que se vê um shinobi utilizando uma máscara como aquelas, tão peculiar e, é claro, tão bela. Mas, também, alguns poderiam identificar a sua linhagem sanguínea – isto, é claro, aqueles que tivessem reparado que ele sempre esteve utilizando o símbolo de seu clã em suas costas, como sinal de orgulho de fazer parte daquela linhagem maldita. Tendo passos calmos enquanto se aproximava dos demais, pudera fitar as nuvens intrínsecas às pequenas frestas ocasionadas por grandes árvores da região, e assim pudera se sentir ainda mais confiante. O símbolo de sua vila era uma nuvem, afinal, e o local onde as nuvens costumam ficar é no topo. Ainda com a visão imposta por Shaka em seu recrutamento para Kumogakure, ele sabia que encontraria a paz, em algum momento, e que, dando o seu máximo e trabalhando em conjunto, seja com o seu companheiro de vila ou os demais de outras vilas, eles obteriam êxito naquela batalha que os aguardara. Afinal de contas, um homem que sequer a morte pôde contê-lo, não há o que temer. Tantas batalhas, tantos perigos, tantas experiências diferentes, mas após ter tido a experiência de morte, seu pensamento para com tudo havia tido algumas mudanças, e isso moldara cada vez mais o seu caráter. Soubera ele que em uma guerra, sempre haveria perdas, nunca haveria apenas um lado vitorioso, vide às perdas que seriam ocasionadas. Mas, se dependesse unicamente dele e de seus olhos, ele não deixaria com que nenhum companheiro viesse a óbito. A maldição do ódio estava mais forte do que nunca neste homem, mas ele levara para si uma filosofia de vida: o ódio é, intrínseco ao amor, o sentimento mais forte que alguém pode ter. O ódio, nada mais, nada menos, só existe para proteger o amor. O poder, nada mais, nada menos, só existe para alcançar a paz. E seus olhos deificados, iriam fazer com que ele esteja na apoteose de um ser para aquela batalha. Todavia, prosseguia tranquilo, de ombros largos e postura imponente, sem encarar os demais, para não causar qualquer resquício de confusão, justamente por não conhecer a maioria. Iria interagir, é claro, mas apenas se interagissem com ele. Infelizmente, era parte da personalidade dele não se expor tanto e ser mais quieto – mesmo que esta postura venha a mudar em batalha, tudo em prol da vitória. 


Considerações:
Jutsus Utilizados/Ativos:
Armamento Ninja:
[Cerco a Sunagakure] Acampamento 8e54bf24474c86b68496ba784ed7878a

'Schrödinger
'Schrödinger
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Acampamento 8e54bf24474c86b68496ba784ed7878a

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Ter 21 Jul - 23:37










Erwin Schrödinger - The Scientist
“8 Elementos - Um Batalhão”





De primeira mão, Schrödinger, espantou-se com o meio de transporte, seus olhos não conseguiam acreditar no que ele estava vendo, uma maldita carruagem, será que ela realmente era uma Rainha? Tatsuo parecia estar apreciando o momento, talvez tivesse algo a mais, ele sempre parecia ser totalmente dedicado aos seus ideias, especialmente considerando aos na posição de Kage, isso agora ele podia ver a medida que entrou, para partir em uma viagem com os designados de Kumo. Erwin ficava admirado como pessoas ainda conseguiam movimentar-se daquele jeito, usando carruagens, mas dava para passar um tempo, com Tatsuo e a Raikage, da qual, Erwin não tinha conhecimento nenhum, o que deixava-lhe totalmente inquieto. Mesmo assim, ele liberou um simples suspiro, tentando aproveitar a viagem, para descansar sua mente por breves momentos, sua mente estava sempre pensando em algo novo para fazer, desenvolver ou descobrir, mas até para ele, o tempo era totalmente ínfimo. A viagem era apenas exaustiva, ficar sentando incomodava Erwin, mas no entanto não o deixava cansado. Como sempre, parecia que ele estava sendo enviado para outra missão de vida e morte, mas isso já não tinha lugar em sua mente, o que ele podia fazer como sempre era dar 100 porcento de si e ver se saia vivo daquele novo momento.

Erwin desceu da carruagem, ouvindo o que tinha para ser ouvido, sendo transmitido, tal como Tatsuo, sua cabeça fez um gesto que demonstrava positividade. O clima, o local interresavam Erwin, que precisava fazer pesquisas em lugares específicos. Erwin não conhecia ninguém, mas seus olhos moveram de forma instintiva, algo que ele tinha adquirido, depois de modificar seu genoma. Samehada no entanto, sentia-se atraída a um chakra em específico, cheiro de polvo? Erwin não tinha tempo para jogadas estranhas que Samehada transmitia, e como ele não conhecia ninguém, sendo individualista, claramente, ele não iria levar sua voz a outro, a menos a seu companheiro de vila — Claro. Passamos por uma situação de vida e morte, e ainda desconheço muito de você, Tatsuo-san. — Erwin continuou seguindo o Jonin, enquanto ele parecia estar fugindo do assunto dito anteriormente, mas calmo e com um sorriso estampado em sua face, ele liberou palavras calmas e focadas — Não é animador, saber que possamos morrer de novo. É animador saber quanto conhecimento poderei adquirir aqui. — Schrödinger, sabia que em Tatsuo, poderia confiar suas costas.

Ele demonstrava ter mais interesse pela nuvem, não só visando a proteger, mas também via a mesma, como uma nuvem com um aspecto único, sempre ofuscando a luz do sol, sempre no topo. Erwin não tinha nada de especial, para além de andar com dois enormes pergaminhos, uma enorme espada enfaixada e duas espadas em sua cintura, isso basicamente dizia que Erwin podia tornar-se um membro ofensivo em qualquer altura. Ainda assim, ele precisava terminar sua missão, para que depois pudesse voltar a focar-se nos seus assuntos pessoais. A única coisa que realmente era admirável para Schrödinger, era consideração, que as grandes vilas, estavam reunidas ali, não com o objectivo de uma guerra entre elas, mas contra vila. Ele colocou sua mão esquerda por breves momentos sobre o solo, sentindo o que se encontrava sobre o mesmo, Sunagakure, era o sítio perfeito para ele, mas ele estava decidido em não demonstrar suas armas mais poderosas, antes que fosse necessário. Mesmo que encontrassem o lugar para alojarem-se, ainda seria de estranhar-se, caso Erwin baixa-se sua guarda naquele dia, ele simplesmente tinha sua cabeça, voltando ao ativo, depois de ver tantos membros de vilas diferentes, naquele lugar... reunidos.

HP: 3300/3300 | CH: 5650/5650 | ST: 00/08 | Samehada: 500/500 | Colar De Hator: 250/250 | Clone: Inativo | Clone 2: Inativo | Clone 3: Inativo | Clone 4: Inativo | Índice Selvagem: Inativo

Minhas FalasFalas de Surtr.


Considere:


Shinobi de Kumogakure no Sato || Cientista || Rank Militar: Kinkaku Butai | ANBU

_______________________

[Cerco a Sunagakure] Acampamento ?imw=512&imh=288&ima=fit&impolicy=Letterbox&imcolor=%23000000&letterbox=true
O sistema me usa e eu uso o sistema.
King Of The Dead - B.B
One Who Has Triumphed Over Adversity
[Cerco a Sunagakure] Acampamento OxxAo3l

Narrador
Game Master
Narrador
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Acampamento OxxAo3l

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Ter 21 Jul - 23:39

Cerco a Sunagakure
Masamune Date Hattori
Enfim os convocados já se faziam presentes para a tão falada invasão a Suna, ninjas do mundo todo conversavam entre si, tentavam se conhecer, embora algumas vilas não importava as gerações continuavam sempre lutando contra a evolução um grande exemplo, Iwa, que Kage evolui mas os erros persistem, o mundo em pé de guerra e a vila perdendo tempo com desconfiança de pessoas que ate as chamariam de aliadas.

Em meio as pessoas um samurai alto, de cabelos castanhos e uma armadura grande de cores azuis, bordas na armadura que se assemelhava a uma barbatana de um dragão, seu olho direito um tapa olho, o lado de suas cinturas 6 espadas, um homem que chamava bem atenção pode onde passava este era Masamune Date (35 Anos) um homem misterioso e muito importante para esta invasão.

Ele se aproximou mais a frente onde tem uma espécie de ala de reunião para todos os soldados, ele se aproximou, ajeitou um tripé com algumas folhas e aguardou todos os demais serem comunicados, após a presença de todos os presentes estarem no local ele começaria a falar.

O homem colocou sua mão a frente de sua boca, limpou a garganta e começou a falar com uma voz grave e forte. Ola, meu nome é Masamune Date conhecido no país do ferro como Dokuganryū, e sim não tenho meu olho direito. Sou o antigo líder do país do ferro, Akahs me derrotou em um duelo de espadas e hoje ele é nosso líder. Ele se aproximou mais à frente de todos e continuou falando Sei que muitos de vocês estão confusos sobre esta batalha, sobre este cerco, estou aqui para esclarecer muitas destas dúvidas. Neste momento gostaria de iniciar agradecendo a presença de todos, e claro um agradecimento especial as sombras. Após ele notar a presença da Princesa Hattori e claro o príncipe Hattori, Ayako, ele fez um gesto cumprimentando Ayako, se aproximou de Angell segurou sua mão direita se ajoelhou e a beijou. Alteza, é uma honra conhecê-la pessoalmente, eu conheço seu pai desde quando eu era garoto, e claro lutei ao lado dele na investida contra Shaka no passado, tenho um grande respeito a sua família, e farei o possível para resgatar seu pai e meu mentor. Ele se virou e ao olharem para costas dele era possível ver a grande marca do lobo Hattori em sua armadura.

Ele retornou para o palco se aproximou do tripé e novamente limpou sua garganta. Quero iniciar pelo mais importante, Suna. Suna no passado foi uma das grandes nações ninja, mas infelizmente fatalidades por um ataque perverso, a vila caiu em desgraça, Konoha adquiriu as terras de Suna legalmente para de uma forma ajudar o país a se reerguer, infelizmente nem todos de Suna pensavam assim. Não demorou muito para que a desconfiança rolasse dentro da vila e alguns ate achavam que estavam sendo humilhados pela folha. Date se virou pra o papel e levantou mostrando o rosto de uma mulher. Esta é Takura, cientista renomada, muitos de vocês inventores talvez já tenha ouvido falar desta mulher, saiu do nada e cresceu a níveis absurdos. Suna prosperou ainda mais graças a essa mulher, as histórias das mídias dizem apenas que ela descobriu um artefato raro e este artefato a ajudou a avançar nas ciências com várias descobertas... Date virou a folha e pegou vários papeis, e começou a pendurar fotos nas paredes, fotos de criaturas horrendas, fotos de humanos sintéticos. Sim eu sei... as imagens são fortes, estivemos investigando a vila nos últimos 6 meses e perdemos muitos homens no processo, foi nosso líder Akahs o primeiro que entrou e saiu vivo de lá com provas. Mas o porquê estou mostrando tudo isso a vocês? Ele voltou ao tripé e virou a página lá estava a foto de Hattori Shion, apenas uma foto do seu registro ninja como Hokage na folha, nada difícil de encontrar nos registros públicos de Konoha. Para quem não sabe este homem é Hattori Shion, um bom homem, excelente shinobi, mentor e um bom pai. Shion foi visto pela última vez em Uzushio durante um evento festivo Chunnin Shiken, durante esse evento as coisas saíram do controle e Shaka atacou o local, Shion o enfrentou. Shaka pretendia controlar todos presentes e os usarem como armas contra suas próprias vilas, Senhor Shion lutou até o último suspiro de suas forças e o impediu, um golpe com sua lendária espada ele arrancou o braço de Shaka o impossibilitando de utilizar algumas de seus principais jutsus para sempre. Date sorriu um pouco emocionado. Desculpem pela risada, mas foi uma grande vitória para os Hattoris, embora a perca de nosso mentor foi algo terrível, nós sofremos, choramos sua morte, soubemos que sua filha se tornou Hokage e nos orgulhamos muito disso, embora... Lamentamos muito não pudermos estar presentes em sua cerimônia de posse Alteza.

Date novamente se aproximou diante de todos. Hattori-Sensei, é um homem dotado de habilidades incríveis, não existe limites para os poderes dele. Há 1 ano saindo de minha residência eu encontrei algo que não via há anos, era um gelo, não qualquer gelo, era um gelo especifico e impossível de encontrar porque este gelo não é natural, ele é feito a partir do poder de Shion, um gelo de cores roxas, ao tocar eu vi uma imagem... Era Suna, eu vi Hattori-Sensei  preso em uma espécie de capsula, seu corpo pálido e fraco, e por fim eu vi uma mulher tocando na capsula sorrindo, eu lembro bem o rosto daquela desgraçada... Takura... Date respirou um pouco, retomou o folego e voltou a falar. Hattori-Sensei se comunicou comigo dentre várias pessoas que ele conhecia, ele confiou a mim a responsabilidade de encontrá-lo, mas todas as nossas tentativas de se aproximar de Suna só retornou com homens voltando em sacos pretos. Meses se passaram e não conseguíamos nada até que nosso líder apareceu, Akahs, ele era um homem brilhante e cheio de ideias, admito ele ate se assemelhava a Hattori Shion em alguns aspectos e forma de pensar. Akahs nos deu estratégias e enfim conseguimos penetrar nas barreiras de Suna, conseguimos informações e provas do que eles estão planejando, Suna pretende se voltar contra todo o mundo ninja, estão criando um exército de super soldados extraindo o poder de Hattori-Sensei. Date apontou para Angell e sorriu. Não existe poder neste nosso mundo que se compara a Hattori Shion possui, esta mulher está extraindo suas forças há pelo menos 2 anos, não existe palavras para descrever que o destino do mundo corre perigo. Hoje temos aqui as principais nações juntas lado a lado, formando enfim uma aliança por um único objetivo, sobrevivência, liberdade e claro paz... Sei que muitos de vocês são jovens, sei que para muito de vocês as palavras que eu disse não passam de palavras vazias e sem sentido, mas estamos prestes a iniciar uma invasão a uma vila cujo o poder é imensurável, e por mais assustador que ouvir tudo isso pareça, eu sei que Akahs e claro Angell-Sama nós guiará a vitória e traremos Hattori Shion de volta a vila que ele deu a vida por ela.

Date encerrou o discurso. Senhores, descansem esta noite ou apenas conheçam seus aliados, deixem os preconceitos de lado, união é o mais importante para esta batalha, chega de diferenças de nações, temos um inimigo em comum, temos honra, Somos Shinobis!
Enfim ele encerrou e resolveu das algumas instruções. Senhores Kages, suas tendas foram preparadas para o que tem de melhor a todos vocês, caso falte algo não hesite em me procurar. Na ala da esquerda existe algumas mesas e uma cozinha improvisada onde poderão comer e interagir com seus aliados, caso tenham alguma dúvida podem me procurar. As luzes se apagam as 3 da manhã.

Date se retira do local e deixa as fotos expostas no palco para que todos possam analisar com cuidado.

Considerações:
Emme's Codes
[Cerco a Sunagakure] Acampamento Dwqqy2b

Angell'
Lenda Ninja | Sannin
Angell'
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Acampamento Dwqqy2b

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Ter 21 Jul - 23:55


Angell Hyuuga Hattori
[ HP: 3000/3000 | CH: 7100/7100 | CN: 000/400 | ST: 01/22 ]
[ Byakugou no In: 500/500 | Souzou Saisei: 00/08 ]
[ Hachibi: 5000/5000 ]


A atenção de Angell agora se dividia entre sua visão, que cobria bem mais que apenas o acampamento, e sua audição, que captava com perfeição cada questionamento feito a si pelos ninjas de sua própria vila. Assim, suas emoções também acabavam se polarizando: se, por um lado, ela se alegrava e se sentia aliviada com a mobilização de tantos vilarejos em prol do resgate de Shion, indicando-lhe, no mínimo, alguma lealdade dos líderes – e, quem sabe, dos subordinados também – para com seu pai, por outro, ela se preocupava um tanto com a segurança de cada vez mais ninjas do lado dos invasores e dos possíveis civis inocentes do lado dos invadidos; havia muitas mentes a se comandar e, se qualquer coisinha saísse errado, a conter e a socorrer. Para além disso, mais dois problemas já se mostravam pertinentes à azulada: a Pedra não hesitava em desconfiar de ninjas que não fossem da própria vila, exatamente como havia acontecido durante o Chuunin Shiken de mais de dois anos antes, e a Nuvem outra vez se apresentava com um rosto diferente na liderança. Como Shaka lidaria com tudo aquilo? Dizemos... porque ela própria não tinha qualquer ideia para solucionar tais problemas, enquanto ele lhe havia dito, ainda em sua casa lá no bairro Hyuuga, que o comando geral do cerco ficaria a encargo dele. Mas, com relação à Folha, ao menos naquele primeiro momento, a última palavra ainda seria, sim, dela, como Indra bem tinha apontado a Taiyou, Renji e Mikan.

Angell respirou fundo mais uma vez e se pronunciou:

– Se, em algum dia, chegasse até mim a informação de que meu antigo sensei e hokage está vivo, mesmo aprisionado e sofrendo, eu me agarraria à esperança de poder não só revê-lo, mas também salvá-lo, ainda que fosse só uma genin, independentemente de tal informação não passar de um boato. Sabem... assim como eu, vocês já sentiram o peso da perda de um sensei e hokage, mas, diferentemente de mim, estão sentindo também o alívio de poder tê-lo de volta. Aproveitem bem.

Porém, ela acabou sorrindo. Lembrou-se de mais um detalhe da conversa que teve com Shaka em sua casa: quando ele lhe mostrou Shion, também lhe perguntou se não esteve sentindo aquela presença paterna de alguma forma. ...e então percebeu que tinha, sim, toda razão de confiar em Shaka e prosseguir com o cerco à Areia: mesmo não tendo com seu pai a mesma ligação de energia que ele tinha, já era próxima o bastante – sobretudo espiritualmente falando – de Shion para senti-lo, ouvi-lo e vê-lo, ainda mais quando ele se manifestava para lhe pedir ajuda. A correspondente da azulada, assim como todos os questionamentos dos konohenses, é que estavam enganados.

– Mas não se preocupem. – e tornou. – Como a líder de seu vilarejo, como uma sensei e irmã mais velha, como a filha de um homem dado como morto há mais de dois anos e, sobretudo, como uma pessoa pertencente ao mundo ninja, eu não traria ninguém aqui se não tivesse certeza da veracidade das informações que recebi.

Porém... havia mais algo ainda para incomodar Angell: não eram apenas os ânimos, mas também os discursos que ninjas de praticamente todas as vilas faziam com tanta certeza e até naturalidade, que transformavam a ocasião em uma preparação de guerra. ...mas ela não se lembrava de ter se referido ao cerco à Areia dessa forma em momento algum. Algo assim deveria querer dizer alguma coisa?

– Só que... acho que vocês estão entendendo errado. – ela murmurou ainda. – Deviam pensar nisso tudo como uma missão de infiltração e resgate, não como uma guerra. De qualquer forma, não pretendo deixar que nenhum inocente - nem ninja nem civil, nem invasor nem invadido - morra ou mesmo sofra.

A azulada suspirou pesadamente e virou um tanto seu rosto para o lado direito, como se estivesse retirando seus olhos e – por consequência – sua atenção de cima dos ninjas da Folha. Porém, ela só queria esse espacinho para digerir melhor as informações que tinha acabado de ceder a eles pessoalmente; pouco a pouco, colocava suas próprias ideias de volta no lugar e se preparava para o que quer que estava por vir. Em nome – e pelo bem – de seu pai, de seu vilarejo e dos dois mundos ninja.

Porém, os pensamentos dela logo foram interrompidos pela aparição repentina de mais uma figura estranha: um samurai trajando uma armadura azul... até parecida com a que ela própria trajava. Ele fez questão de reunir os presentes e lhes dar algumas explicações e diretrizes a mais, inclusive, anunciando em alto e bom som, como se fosse um detalhe trivial, apesar de importante, quem ela, filha de Shion Hattori, era. Não que esse tipo de exposição fosse assim natural para a azulada... mas, ao que tudo indicava, ela teria de se acostumar logo com tais situações – até porque o que mais parecia era que, quanto mais ela tentava se esquivar dos olhos dos dois mundos, mais atenção ela chamava. Mas sua prioridade se resumia a seu pai, não a si mesma. Então ela fez questão de ignorar aquele incômodo e focalizou nas explicações do samurai, que se apresentara como Date. Quase todas as informações que ele despejava sobre os presentes já eram do conhecimento – ou, ao menos, das suspeitas – de Angell. O nome e a foto da mulher que aprisionara seu pai, porém, além de não se enquadrarem nisso, ainda lhe interessavam um tanto... visto que, agora, a inimiga principal de toda aquela empreitada tinha acabado de ser revelada como não somente uma voz que a azulada ouviu em sua casa, junto de seus dois irmãos, pouquíssimos dias antes; tratava-se de um alvo tão visível, renomado e conhecido como audível; era palpável, consequentemente, de todo alcançável.


“But it’s the only thing that I have.”


Informações:
[Cerco a Sunagakure] Acampamento 100x100

Luishturella999
Jōnin
Luishturella999
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Acampamento 100x100

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Qua 22 Jul - 0:28


O DESPONTAR

Não demorou para que as demais vilas começassem à chegar, uma à uma, ao acampamento, chegando quase todas juntas. Entre eles, rostos familiares foram avistados, ninjas da Folha e Takane, da Pedra. Rostos que não eram vistos desde o Exame Chunin, de dois anos antes, agora chegavam ao local acompanhando Angell. Mas, antes que qualquer palavra pudesse ser dita para seus conhecidos, o rapaz voltou sua atenção para o homem alto que tomou a voz em um pequeno palco improvisado no acampamento.

"Pelo jeito, isso está longe de ser algo pequeno.” - Pensou, ouvindo o discurso que se seguiu.

As informações, grande parte já conhecidas pelo Kage, eram perturbadoras, mesmo que já sabidas. Alguém tratar um ser humano como cobaia de experimentos era além da compreensão. Isso o fazia lembrar daquele homem.

"Murasame” - Relembrou, elevando seu rosto para o céu ao fim do discurso do antigo líder do País do Ferro.

Assim que ele finalizou suas palavras, informando sobre os horários e as localidades dali, tratou de permanecer atrás do ajuntamento de pessoas, com as costas escoradas sob uma rocha. Sua capa, com o dizer "Terceiro" talhado atrás, estava fechada na frente, deixando todo seu corpo oculto. Seu rosto estava posto no céu, trazendo as lembranças de Shion e do Exame Chunin à memória. Quando o vento deu uma lufada mais forte, causando um leve incomodo em seus olhos pelos poucos grãos de areia carregados nele, o rapaz voltou se olhar para as fotos no palco, e Angell um pouco antes dele, olhando para as mesmas fotos. Fechou seus olhos baixando seu rosto por um instante, imaginando pelo que ela estava passando, e escolheu ficar ali parado, observando todos no acampamento, cada ninja ali presente. Depois de alguns minutos, saiu dali para ir até as barracas dos Kages, separadas das demais, onde icou olhando para o grande grupo mais ao longe.


Informações:


Considerações:



HP: 2.125/2.125| CH: 5.575/5.575| CN: 000/400 | ST: 00/07

[Cerco a Sunagakure] Acampamento VMNipg0

Bending
Chūnin
Bending
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Acampamento VMNipg0

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Qua 22 Jul - 1:08

[Cerco a Sunagakure] Acampamento Tumblr_n4ujdaNQsj1qzjtx0o2_250
HP: 1500/1500 — CH: 1800/1800 — ST: 00/06

Por mais que não desejasse envolver a Hokage em suas divagações, ficou feliz ao escutar a resposta emitida. Sua maior preocupação era justamente essa: colocar em risco suas convicções pacifistas. Sentia-se alegre, portanto, de ter alguém importante que compactuasse dos mesmos pensamentos. Se ela estava dizendo que não seria exatamente uma guerra, mas uma missão de infiltração e resgate, podia ficar tranquilo. Suspirou aliviado, decidindo somente assentir com a cabeça. Pouco se lembrava da filha de seu mestre, apenas alguns flashes durante o Exame Chūnin. O fato dela continuar baixinha até produzia uma reflexão. Dedicou-se muito mais quando era minúsculo do que agora, que já tinha uma altura razoável para a idade. O mundo era definitivamente engraçado em alguns momentos.

De todo modo, permaneceu ao lado de seus amigos até que o antigo líder do País do Ferro chegasse. Ele aparentava ser um homem corajoso e respeitoso, então prestou bastante atenção em suas palavras. Se não quisesse esquecê-las no minuto seguinte, precisava estar plenamente focado, então nem sequer desviou o olhar. Seu discurso confirmava ainda mais a afirmação de que Shion havia sido capturado por Sunagakure. Era notório, a partir disso, como todos ali estavam lutando por uma mesma causa, de uma forma ou de outra. Se pretendiam criar um exército para destruir todo o mundo ninja, ninguém estava seguro. Precisavam fazer algo a respeito, mesmo que fosse necessário colocar o pescoço entre a espada e a bainha. Cerrou os punhos, pensando seriamente em tudo aquilo.

Se ainda não estavam confortáveis em interagir, daria o primeiro passo.

Sem qualquer vergonha, subiu ao palco assim que o rapaz de apenas um olho se retirou. Por um breve momento, analisou as fotos sob seus pés. Eram realmente perturbadoras, então seria o mais breve possível. — Salve, galerinha! — gritou, chamando a atenção de todos que ainda estavam por ali. — Sou Taiyou da Aldeia da Folha. Sei curar, distrair e me fazer de isca. Se precisarem conversar com alguém bonito e muito divertido, podem vir até mim. — disse, retirando momentaneamente os óculos escuros e piscando para uma garota qualquer de cabelos roseados. — Ah. E esse aqui é o meu time: Indra, Renji e Mikan. São legais, apesar da cara feia. — apontou para eles, mesmo tendo certeza de que eles não gostariam da exposição. — Nos vemos por aí! — finalizou, retirando-se do palco e se afastando um pouco, ainda que permanecesse ao lado dos companheiros.

Caso os próximos dias aguardassem sua morte, ao menos trataria de aproveitar os últimos momentos com uma das coisas que mais apreciava: formar novas amizades.

Informações Gerais:

_______________________

[Cerco a Sunagakure] Acampamento Tumblr_p39mi0qFGp1x2mcf9o1_540
[Cerco a Sunagakure] Acampamento 9cf60763dc0395bb6231cfada13244c8

Takane
Jōnin
Takane
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Acampamento 9cf60763dc0395bb6231cfada13244c8

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Qua 22 Jul - 1:09

BijuChakra: 4500:4500 Chakra: 5300: 5300 HP: 2150 Sennin Mode: 0 : 400 Byakugou In: 500:500 Colar de Harthon 200/200 Chakra
Mensageiros do caos






Takane chegou logo atras de todos as outras sombras, cada uma com suas características peculiares, e cada um com seu jeito próprio de agir e ser, a menina de cabelos molhados e roupas encharcadas pela chuva se aproximou do mais conhecido ali o Mizukage, ela ficou quieta ajeitando o cabelos e o chapéu que desdenhava a ficar maior em sua cabeça do que deveria, na realidade a baixinha da pedra, procurou ficar um pouco de canto, se segurando para não abraçar Angel ou escorar no Squall, por vezes procurou guardar sua inquietação, não era feita para ficar parada ouvindo discursos sobre o quanto shion era uma boa pessoa, ela já sabia disso, na realidade todos que estavam ali deveriam saber, por isso sua mente já trabalhava no futuro, na distante sunagakure e no quão nervosa ela ficava diante de muitas pessoas, do tipo meio tagarela, a mesma só voltou sua anteção após aquele longo discurso quando as palavras se voltaram para a vila da areia, um ponto crucial sobre seu desenvolvimento e sobre a criação de novos seres envolvendo a energia vital de Shion.

“Nunca cheguei a ver os poderes reais de Shion em ação, na verdade sei tão pouco dele que diria apenas que ele é um conhecido... no máximo... na verdade apesar das palavras dele estou fazendo isso mais pela Angel... não sou a pessoa mais esperta do mundo admito isso... mas quando foi a ultima vez que eu a vi sorrir de verdade?”

“Você é muito ingênua Takane... e isso um dia ira te matar” Murmurou Taika.

“Eu já estou morrendo minha irmã... a cada dia que passa, apenas quero repousar do outro lado sem magoas... sem tristezas... sem incertezas” Disse Takane.

Por fim após as palavras do aliado de Shion Takane se aproximou das fotos, ainda olhando para cada uma delas atentamente, era certo que não era a ninja mais especializada em retirar informações de fotografias, mas quem sabe sua deusa não sorriu para ela, foi quando se aproximou e Angel e a tocou em seu ombro com as vestes molhadas.

---Não se preocupe, nós iremos traze-lo de volta... eu tenho certeza disso... ---

Com isso a menina se distanciaria da Hokage, não queria incomoda-la, e também sabia que ela deveria ter mil coisas para se pensar naquele momento, seus passos a guiaria para o até então samurai do pais da neve.

--Eu queria mais informações... você disse que eles estão fazendo soldados com a energia vital se Shion-san... mas o que de fato poderemos esperar dessa energia, quais habilidades os ninjas de sunagakure podem ter se eles tiverem uma parcela das habilidades e técnicas de Shion... eu só vi ele usar uma única técnica de teletransporte, então não tenho a mínima ideia do que se basear para criar estratégias.... tentar ajudar e estar no escuro e frustrante...--- Disse a sacerdotisa das trevas.

Após receber as informações a menina de olhos violetas sairia dali, alegre como sempre, cantarolando alguma canção infantil, e só voltou a ativar seu byakugan para ter certeza das figuras que ela conheceria, a primeira a ver era se seu time estava bem, e por sorte todos estavam se amontoando de suas próprias maneiras, a segunda era quem mais ela conheceria naquela montanha de pessoas, logo localizou Indra, a pessoa que ela sentia certa vergonha de ver novamente, estava irritada consigo mesma, parte disso era porque ele não confiou em sua palavra, ao menos era para que ele acreditasse que ela conseguiria vencer um ninja, o segundo era um ninja de cabelos brancos um Hyuuga que ela se lembrava vagamente de dizer que iria treina-lo, porem, ela se tornou Tsuchikage e sumiu de Konoha muito antes de explicar qualquer coisa, havia também outras pessoas, rostos que Takane não conhecia pessoalmente, mas que trazia uma certa leveza e carisma que a fazia querer a todo momento conhece-los, e por fim, ali estava Squall o seu autodeclarando irmão mais velho, era claro, havia sido a sacerdotisa do hakurei que decidiu por chama-lo assim.

Ela se embrenhou por entre as cabanas para fugir do seu campo de vista, passando lentamente até que finalmente percebesse que ele estava só para se teletransportar para a bolsa de ferramentas ninja dele, onde ele ainda guardava a Kunai com seu selo.
Encharcada dos pés a cabeça a sombra da pedra pouco se importava com a reação das pessoas ao redor, ela o abraçou por trás fazendo um cafuné sobre sua cabeça e o molhando já que a mesma não teve tempo ou zelo de ir atrás de outras roupas secas.

---ONI-SAN... A QUANTO TEMPO... TEM ESCOVADO OS DENTES DIREITO? COMIDO AS REFEIÇÕES? ---

A menina de um metro e meio de cabelos brancos após literalmente travar a garganta do mizukage com uma das mãos enquanto fazia cafuné desceu, com o sorriso de vitória após acreditar que havia conseguido pegar ele de surpresa.

--Essa sua bolsa de ferramentas, ela é extremamente útil para momentos assim... e então me conta, achou aquela garota bonita que você tava amarradão? Não se preocupe se ela te rejeitar diga para sua irmã que vou atras dela dar um sermão nela... se bem que com essa cara emburrada sua... vai ser difícil alguém aceitar... vamos la, sorria... não melhor não... dependendo da forma que sorrir e bem capaz que alguém chame a policia...-----





Considerações :



I :Link::Link do template:

_______________________

[Cerco a Sunagakure] Acampamento Untitled-2
Que se inicie o caos pois a rocha continuara firme!
Template
[Cerco a Sunagakure] Acampamento Dani10

Allen
Genin
Allen
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Acampamento Dani10

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado Qua 22 Jul - 1:21




HP: 950/950 CH: 1195/1200ST: 00/04
Vel: 14m/s

Bolsa de Armas (52/100):
**Mascara de Afrodite** (01)
Kunais: 10[1]
Shurikens: 05[1]
Kibaku Fuuda: 18[1 a cada 4]
Senbons: 40[1 a cada 2]
Kemuridama:04[1]
Perg. Grande:01[3 a cada 1]
Tinta: 800 ml [2 espaços]
Flack Jacket:(02/03)
Perg. Pequeno:02[1]



Ainda com os olhos fixos no teto da barraca, o jovem Sagoh notava que mais e mais pessoas apareciam no acampamento que agora estava abarrotado de gente.  A medida que os minutos iam  seguindo, novas pessoas apareciam. Sagoh não conseguia discerní-las apenas pelos seus chakras, mas julgava que os montantes maiores seriam os líderes das respectivas vilas aliadas nesse cerco.
Era estranha a sensação de estar alí rodeado de ninjas de outras vilas e bem mais fortes que Sagoh! Os ninjas de Konoha que haviam vindo com ele, não ficavam para trás. Cada um aparentava ter habilidades unicas, sem falar que pareciam ja se conhecer! Isso deixava Sagoh um pouco preocupado. Será que ele estaria à altura deles? Será que não os atrapalharia ao tentar ajudar?! Sendo isso ou não, seus sentimentos continuavam os mesmos! Mesmo não conhecendo-o, Sagoh estava empenhado em ajudar o Antigo Hokage que estava sendo mantido cativo por alguém de Suna!

Sagoh se levantou, ainda com seus olhos albinos com foco fora da barraca. Suas veias saltadas nas temporas. - Ninguém havia ido até a cabana onde estava ainda, provavelmente ainda estavam conversando ou aguardando algo acontecer do lado de fora. Pensando um pouco na situação, Sagoh sabia que o melhor a se fazer agora era buscar interagir com todos quantos fosse possível. Em breve estariam lutando juntos e um erro alí poderia significar à morte! Como saber como agir, se não conhecer à pessoa que receberá a ação? - Decidido, o jovem Hyuga retirou o capuz da capa envelhecida que estava usando, revelando seus cabelos tão brancos quanto seus olhos e saiu da barraca. Olhou em volta, buscando alguma pessoa para interagir; analisando cada uma das pessoas que estavam diante de seus olhos! Os membros da Folha que chegaram junto com ele seriam a melhor opção no momento, já que não conhecia nenhum deles! A prioridade era conhecer seus conterrâneos antes de tentar conhecer outro ninja de uma outra vila. - Antes que pudesse fazê-lo porém, uma aglomeração de pessoas ao centro chamou sua atenção. Ele saiu da barraca e se aproximou a  uma distancia razoável de onde conseguia ver e ouvir um homem de masi ou menos 35 anos de idade que discursava, explicando o por que de estarem alí. - Ao olhar mais atentamente, Sagoh percebeu que a Hokage  ainda estava alí e não havia ido para lugar algum  como ele pensava. Um dos que os acompanharam de Konoha, era apontado pelo Samurai como irmão da Hokage. - Intrigado com tudo aquilo, Sagoh se pôs a ouvir cada palavra e gesto que aquele homem dizia e fazia.

O homem novamente diante do tripé, levantou uma imagem de uma mulher e mostrou a todos... Era uma cientísta chamada Takura que ajudara Suna a prosperar. Após mostrar mais algumas fotos horrendas de experiencias macabras, Sagoh percebera que ela era o monstro. Seu sangue começava a ferver de imaginar-se frente-a-frente com essa mulher diabólica. - Instantes depois o homem mostrou a foto do Antigo Hokage Shion. Sagoh se sentia mal por não conhecê-lo... nunca tinha se importado em conhecer seu líderes antes, era jovem de mais para tal.
A atenção de Sagoh voltara pra o Samurai novamente quando o mesmo citou um nome que  ele ouvira dias atras na folha! Shaka... Ele quase fora morto por  alguém que libertara esse homem... Sua cabeça girou novamente, mas ele se esforçou para não esboçar qualquer reação e voltou a focar nas palavras do Samurai. O final do discurso chegou com mais algumas instruções, dessa vez também para os líderes de cada vila. - Sagoh não conseguia acreditar no  que estava acontecendo e no que estava presenciando  alí. Ele se aproximou da mesa onde estavam as fotografias e começou a analisálas uma por uma, desde Takura, suas experiencias a Shion o Ex-Hokage cativo. - Sagoh odiava o fato de pessoas se aproveitarem de outras e aquela situação beirava a insanidade. Pensar em tudo aquilo despertou algo no jovem Chunin que a muito tempo não se via. Sua cede por Justiça! Ela iria  pagar por seus crimes e Shion seria salvo.

Voltando sua atenção para o acampamento e desviando os olhos das fotografias, Sagoh se afastou um pouco buscando alguém que pudesse se aproximar e trocar umas palavras amigáveis quando seus olhos pousaram na face da Hokage. A princesa Hattori agora aparentava estar bem mais iluminada do que o jovem prestara atenção antes. Meio sem jeito ele se aproximou e se pos diante dela. Com uma leve reverencia e agora com um semblante diferente que beirava a seriedade, disse:
_ Desculpe os meus modos mais cedo Hokage-Sama! Não pude deixar de me sensibilizar com a situação atual que sei Pai, nosso antigo Hokage se encontra! Eu não sei se deveria, mas odeio essa mulher chamada Takura... Talvez esse ódio me consuma algum dia, mas não posso deixar de sentir isso por ela. Ao olhar aquelas fotografias eu percebi o monstro que ela é e digo mais... Tens todo o meu apoio senhora Hokage. Farei o que estiver ao meu alcance para encontrar o paradeiro exato do Shion-Sama. Se possivel o  farei sem lutar, mas caso tenho que lutar não fugirei, isso eu lhe garanto senhora!
Sagoh deixou escapar uma lágrima enfurecida por seu olho esquerdo a medida que voltava seu corpo  a posição  original e se virava dando as  costas para a Hokage. Ele estendeu para ela um pergaminho em branco que tirou do bolso de seu colete.
_ Aceite isso senhora, em caso de eu precisar me comunicar com a senhora - Basta abrí-lo caso  veja pequenos  ratinhos ou pássaros de tinta... Desculpe os meus modos novamente Hokage-Sama. Com sua  licensa, vou me recolher agora.

Sagoh começou a se retirar para sua barraca, quando algo chamou sua atenção! O garoto de oculos escuros que veio junto com ele da aldeia d folha estava em pé no palco onde o velho Samurai acabara de fazer seu discurso. Ele estava todo descontraído e se apresentou... Após um breve discurso animador e alguns apontamentos, Sagoh ficou sabendo o nome dos três que também os  acompanharam da folha pra aquele local. Ele deu uma breve olhada para cada um deles e sorriu para o garoto que pareceu não perceber! Sagoh se virou e voltou a se dirigir para sua barraca, se pôs ao lado da porta e ali ficou em pé observando a natureza ao redor enquanto traçava alguns planos de ação em sua cabeça que estava a  mil.

Observações.:
Considerações.:


Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Cerco a Sunagakure] Acampamento - Publicado

Resposta Rápida

Área para respostas curtas

Página 1 de 5 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte