:: Mundo Ninja :: Mapa Mundi :: Iwagakure no Sato :: Campo de Treinamento
12 Anos Online
O Nascer do Sol
Arco 01
Ano 12 DG
Inverno
Após a cisão que uniu o mundo, a separação de espólios pós-guerra pareceu muito promissora, mas mais para uns do que para outros. Kumo tomou como parte de seu território uma terra pequena que para muitos não tinha nada, mas, após uma investigação minuciosa feita por ninjas enviados pelo próprio Daimyou do Fogo, foi descoberta a vantagem que Kumo tinha em mãos: estavam em posse, ainda com vitalidade, do corpo de Hashirama Senju, este que foi considerado o maior shinobi em sua época. O Fogo começou uma campanha pessoal para descobrir mais sobre isso, o que acabou culminando em uma grande reunião entre os Senhores Feudais. Mas, no fim, sem nenhum acordo que fosse bom para todos os lados, uma declaração de Guerra Mundial foi feita, e o campo de batalha escolhido foi Otogakure. Forças do mundo inteiro estão agora marchando para Oto para travar aquela batalha que pode destruir toda a paz que foi conquistada há 10 anos.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Oblivion
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Salvatore
Salvatore é parte da comunidade de RPG narrativo desde meados de 2013. Conheceu o Akatsuki nessa época, mas começou a fazer parte como jogador ativamente em 2021, sempre com muita dedicação e compromisso com o fórum. Hoje, atua no fórum como narrador e administrador, focado nas partes administrativas do ON. Fora do fórum se considera um amante de futebol, adora cozinhar pratos exóticos e é estudante de Engenharia Civil.
Salvatore#1234
Sr. L
Sr.L apelido recebido pelos players do fórum, devido ao seu sobrenome Sinhorelli, joga em fóruns narrativos desde 2010. Encontrou o Akatsuki no final de 2020, mas manteve-se ativo no início de 2021. Desde então se empenhou como player e se sentiu na obrigação de ajudar os demais e hoje auxilia o fórum como Narrador, Moderador e Administrador. Fora do forum, trabalha e possui formações acadêmicas, voltadas a área de gestão de pessoas.
Sinhorelli#1549

[Treino] Ondulação 100x100

Aelthas
Chūnin
Aelthas
Vilarejo Atual
[Treino] Ondulação 100x100

[Treino] Ondulação - Publicado Sex 27 Mar 2020 - 13:38

HP: ( 225/225 ) CH: ( 220/225 ) ST: ( 3/3 )

- Vamos logo Hiroshi-kun, não temos o dia todo aqui! – Dizia Erik impaciente após me dar um golpe na boca do estômago.

- Calma aí apressado! Preciso de um pouco de ar... – Respondia puxando muito ar para dentro.

Uns segundos se passaram até que eu conseguisse voltar ao mais normal possível.

- Isso não aconteceria se tivesse mais controle sobre seu corpo. Seu golpe foi lento e me deu abertura para um contra-ataque. – Explicava seriamente. – Vamos de novo! – Me forçando a continuar.

- Está bem! – Respondia brutamente. Meus olhos ficam brancos ao redor deles as veias ficaram saltadas, Byakugan. E avancei em direção ao meu tutor com a minha velocidade e meu estilo Juken.

Ele se desviava muito bem de todos os meus ataques demonstrando grande jogo de corpo que aos poucos eu ia aprendendo com ele só de ver. Ele saltava para longe com tanta facilidade que dava até uma inveja. E além de saltar girava trezentos e sessenta graus em pleno ar e ainda lançava kunais em minha direção. Conseguia desviar delas só em cima da hora. Pelo menos o Erik dizia meu reflexo era muito bom, o que, de fato, me salvava em muitas circunstâncias. Depois de um longo treino paramos para descansar um pouco.   Ele me trouxe água e bebi metade do cantil num gole só.

- Aí garoto! Você está muito travado. Como pretende ganhar uma luta assim? – Questionava meu tutor. A minha forma foi só um balançar de ombros provocando.

- Por hoje chega de combate, antes de voltar pra casa você precisa fazer trezentas flexões, trezentas abdominais, pular duzentas vezes e trezentos socos na árvore. É o dobro do que está acostumado e preste atenção no seu corpo e nos movimentos que realiza. – Finalizava se levantando e saindo.

Levantei-me rapidamente indo até o centro do Dojo. Peguei a minha moeda de ouro e a lancei ao ar pegando com a mão esquerda. – Cara eu faço flexões, Coroa será abdominais. A moeda caiu cara. Tirei a minha camisa posicionei-me e comecei os exercícios. Nem tinha chego a metade do exercício já não estava aguentando, os braços queimavam com o esforço e os danos do combate anterior. Minha mente implorava para parar, mas eu me forçava ao máximo para continuar. Muitas vezes focava na respiração para esquecer as dores.
- Duzentos e vinte, duzentos e vinte e um... – Contava continuando com o treino. Ao chegar aos duzentos e cinquenta quando eu desci não tinha mais forças para levantar meu tronco novamente. Meus braços tremiam muito e o suor escorria pelo meu corpo. – Só mais dez! Só mais dez! – Sussurrava me incentivando a continuar. Levaram quase uma hora para finalizar as trezentas flexões. E ao terminar me deixei deitar um pouco e descansar os braços. Quando percebi que a dor diminui um pouco lancei a moeda novamente, mas desta vez deixai cair no chão. Cara faria abdominal e coroa pularia corda. E o resultado foi coroa.

O treino para pular corda foi mais insano ainda, pois comandar a corda com meus braços doendo do jeito que estava fazendo queimar outras partes que as flexões ainda não tinham surtido efeito. Foquei na respiração e continuei o treinamento. Aos cem pulos eu estava acostumado, mas após isso foi desgastante e os músculos da perna e tronco começaram a queimar também. Continuaria sem parar, porque naquela altura se eu parasse não teria forças para continuar com o treino, desta forma, não iria pra casa. Meu corpo já estava escorrendo suor com tamanho esforço até encerrar os pulos. Tomei a decisão sem a moeda de fazer os abdominais a seguir, deixando os socos por último.

Fiz as trezentas abdominais tradicionais, mais cinquenta abdominais remador, cinquenta abdominais oblíquas e cinquenta abdominais laterais. Quando finalizei caí ao chão. Deveria ter passado de quinze a vinte minutos no chão quando tive condições de me levantar. Sentia meus músculos gritarem em protesto contra aqueles exercícios. Em contrapartida estava feliz por ter me superado daquele jeito e dor era uma parte natural do processo.

Por fim, fui aos socos na árvore que me garantiriam mais força no soco e mais resistência ao socar alguém sem sofrer junto. Treinei com o punho fechado, faca da mão etc. Agora além de suor que estava escorrendo, sangue também fazia parte do treinamento.  O treinamento de respiração e controle do movimento da cintura e da perna ao socar me ajudou a perceber que quanto mais força fazia na perna, mexer a cintura no processo potencializava o meu soco. E fui prestando atenção em cada soco para meu corpo gravar o movimento.

Quando terminei o Erik vinha com um prato de comida. Engoli a comida em dois tempos.

- Me ensina a saltar daquela forma! E ter mais jogo de corpo! – Implorava para o Erik.

- Amanhã te ensino.


No dia seguinte meu corpo estava todo dolorido, mas fui adiante com a ideia de aprender mais sobre Taijutsu e mobilidade corporal. Fomos novamente até o Dojo e primeiro tivemos uma longa conversa primeiro sobre o que tinha aprendido até o momento sobre Taijutsu e movimentos, fora o estilo de luta Juken. Ele revisou tudo e continuou com mais sobre informações sobre como deveríamos agir em tais circunstancias, qual a melhor forma de evitar um soco direto ou gancho, por exemplo, e como deveria treinar continuamente para ir aprimorando cada vez mais minhas técnicas.

Depois passamos para um treinamento onde ele prendeu cabos de madeira nos meus pulsos e pernas e segurando na outra ponta ele comandava meus movimentos. Ensinando-me novas posições marciais, quando e como deveria usá-las. Esse treinamento levou metade do dia. Repassamos todos os movimentos sem os cabos de madeira. Uma luta simulada que a cada movimento ensinado.

No dia seguinte passamos os movimentos de rotação que parte da cintura e depois acrescentamos ao salto. Além de outros movimentos mais complexos. Após uma semana com todos esses exercícios, lições e treinos eu comecei a perceber melhoras nas minhas técnicas de Taijutsu e uma bela diferença na minha força.


Treinos: 1 Taijutsu e 1 Força. Dobra pelo mês do up?

Spoiler:

Byakugan
Requerimentos: Ser Hyuuga.
Descrição: O Byakugan (白眼; Literalmente significa "branco do olho") é o dōjutsu kekkei genkai do clã Hyuga. É um dos Três Grandes Dōjutsu (大三 瞳 术, Daisan Dōjutsu), juntamente com o Sharingan e o Rinnegan. Aqueles que herdam o sangue deste clã quase inexpressivo, tem olhos brancos. Quando o Byakugan é ativado, as pupilas do usuário se tornam mais distintas, e as veias se elevam perto dos olhos. Parece também que ao contrário dos outros dois grandes dōjutsu, todos os membros do clã possuem e podem usar a kekkei genkai desde o nascimento, em oposição à necessidade de despertar ou mais, não herdá-lo em tudo.

As Habilidades do Byakugan deixa-o muito cobiçado por outras aldeias, como evidenciado por Kumogakure que tentou roubá-lo, um evento que levou até o que é conhecido como a "Questão dos Hyūga". Ao de Kirigakure foi capaz de obter um único Byakugan de um Hyūga que ele derrotou, e utiliza grandes forças para protegê-lo. Ao mesmo tempo, Danzō Shimura tentou igualmente recuperar ou destruí-lo. Ao contrário de um Sharingan transplantado, um Byakugan transplantado pode ser ativado e desativado a vontade.
Jūken
Requerimentos: Ser Hyuuga.
Descrição: O Punho Gentil (柔拳, Jūken) ou Arte do Punho Suave (柔拳法, Jūkenpō) é uma forma de combate à palma da mão usado por membros do Clã Hyūga. Ele provoca danos internos através do ataque ao Sistema de Circulação de Chakra do corpo, posteriormente, ferindo os órgãos que estão intimamente ligados com a área da rede que tenha sido atingido. Para fazer isso, o usuário cirurgicamente injeta certa quantidade de seu próprio chakra no oponente via sistema de chakra, causando danos aos órgãos adjacentes, devido à sua proximidade com o sistema circulatório de chakra. Mesmo o menor toque pode causar danos internos graves, daí o nome do punho "suave". Fechando o tenketsu, o usuário do punho suave pode controlar o fluxo de chakra, criando uma confusão na rede de chakra do adversário. Esses pontos especiais, 361 no total, são interceptações na rede circulatória do chakra, assim, pode-se, à força, abri-los ou fechá-los da maneira que o usuário do Punho Suave quiser, assim, é uma poderosa opção tática para ter. O usuário pode aumentar o fluxo de chakra no corpo do oponente, ou interrompê-lo por completo, impedindo-os de usar técnicas, como visto na luta de Neji com Hinata durante os Exames Chūnin, e durante seu combate com Kidōmaru. Neji Hyūga observou que qualquer substância feita de chakra pode ser destruída por esta técnica. Como visto em sua luta com Kidōmaru, é feito por vazamento de chakra a partir das aberturas de chakra nas mãos e moldando-o em uma forma de agulha para cortar através do chakra. No entanto não se sabe se esta técnica pode ser feito por qualquer usuário Punho Suave ou apenas aqueles que podem ver o tenketsu. Como o sistema de circulação do chakra é invisível a olho nu, o Byakugan é necessário para este estilo ser utilizado de forma eficaz. Desde que o Byakugan é exclusivo para o Clã Hyūga, ele se tornou o seu estilo de assinatura de combate. A capacidade de infligir traumas internos é grave, com força externa mínima, combinada com a manipulação da rede de chakra, faz com que o Punho Suave seja o estilo de Taijutsu mais respeitável e temível conhecido em Konohagakure. Em contraste com isto, a técnica também pode ser usada para fins complementares, tais como ajudar companheiros no campo de batalha. Isso foi exibido por Hinata durante a Quarta Guerra Mundial Shinobi, quando ela usou a técnica para corrigir a articulação do ombro deslocado de Naruto.
[Treino] Ondulação 9cf60763dc0395bb6231cfada13244c8

Takane
Jōnin
Takane
Vilarejo Atual
[Treino] Ondulação 9cf60763dc0395bb6231cfada13244c8

Re: [Treino] Ondulação - Publicado Sex 27 Mar 2020 - 15:04

yes dobra sim

@

_______________________

[Treino] Ondulação Untitled-2
Que se inicie o caos pois a rocha continuara firme!
Template
[Treino] Ondulação 100x100

Aelthas
Chūnin
Aelthas
Vilarejo Atual
[Treino] Ondulação 100x100

Re: [Treino] Ondulação - Publicado Seg 30 Mar 2020 - 23:59


HP: ❲ 275 • 275 ❳CH: ❲  275 • 275 ❳ST: ❲ 00 • 05 ❳



O dia de verão em Iwa estava lindo e bem seco, mas as previsões do clima para os próximos dias eram de chuva. Se pararmos para pensar era dias raros e bem vistos pelos produtores. Contudo, este não era a preocupação do Erik. Após o nosso café da manhã reforçado fomos até o centro de treinamento para continuar com os meus exercícios.
“Logo terá que cumprir com as suas obrigações de Genin, mas logo te aviso para não esquecer os seus treinos, mesmo em missões, hein garoto!” dizia Erik mostrando o seu lado mandão.

“Como se eu fosse me esquecer! Quero ser o ninja mais forte de Iwagakure no Sato! Desta forma, preciso sempre estar na minha melhor forma física!” respondia a ele demonstrando a minha vontade.

“Ainda tem muito chão pela frente garoto!” ele dizia rindo da minha ambição. E se posicionava a dois metros de onde eu estava e entrou na posição do Juken ativando o Byakugan.  
“Vamos ver como está indo o seu treinamento” dizia investindo contra mim. Minha resposta foi mais rápida do que eu poderia ter imaginado e evadi para a direita segundos antes dele me acertar um golpe no ombro. Ativei o Byakugan também e mudei minha visão para ver os tenketsus do meu tutor. E tentaria um contra-ataque com a perna esquerda de forma que faria uma volta de trezentos e sessenta graus. Erik se esquivou para trás num enorme salto. Avancei em máxima velocidade para alcançá-lo e tentar um golpe no tenketsu da barriga onde causaria dor e desconforto para ele.

O combate seguiu com vários golpes aonde Erik vinha aumentando gradativamente a velocidade de seus movimentos. Até certo ponto conseguia desviá-los, mas teve momentos que nem mesmo minha esquiva estava me ajudando nem mesmo em minha velocidade máxima. Minha força nem fazia cócegas nele, se tinha acertado quinze tenketsus dele era muito. Ao contrário, eu é que estava com quase cinquenta tenketsus fechados e meu Juken fora prejudicado. Mantive por poucos segundos de luta. O meu tutor recuou e desativou o Byakugan ficando ereto.

“Sua velocidade está ficando boa, mas sua resistência está muito baixa! Precisa treinar isso para manter mais tempo de luta...” explicava a situação.

“Primeiro: Você correrá uma volta inteira em volta de Iwa, você usará três níveis de corrida. Caminhada, corrida média e corrida de explosão. Depois você voltará aqui e fará quinhentas flexões, abdominais, quinhentos saltos de corda, além do treino de uma hora com o boneco de treino: socos e chutes.  Seu tempo de descanso será de quinze segundos entre a troca de movimentos. Para finalizar – Eu já o olhava com desdém – os dois últimos treinos serão de agachamento para aumentar a resistência das suas pernas  e levantamento de pesos.” Explicava todo o meu treinamento.

“Para ser o melhor ninja de Iwa é melhor você começar logo!” zombava da minha cara.

“Depois terá que me levar para comer Ramen!” respondia e nem olharia para ele já começando a corrida em direção dos portões de Iwa. Mantive um ritmo leve até os portões e depois fui aumentando gradativamente a velocidade até chegar a uma velocidade média e boa para manter por longo tempo. De tempos em tempos eu explodia na minha velocidade máxima por um minuto para, então, voltar à velocidade média. Fiz várias vezes este treino até voltar para o centro de treinamento. Fiz poucos alongamentos para não me prejudicar no que viria pela frente. Fiz cinco sequencias de cem abdominais, flexões, pular corda, cem socos e chutes no boneco. Nas primeiras sessões mantive esse treinamento com descanso de sessenta segundos, depois fui reduzindo quinze segundos a cada série até chegar a somente os quinze segundos de descanso.

Na segunda série do treino eu já estava ensopado de suor e meus músculos ardendo. Se eu pudesse eu teria parado na terceira etapa. A quarta e quinta já eram motivos de superação. Meus músculos pareciam que iam se romper. Quando eu parti para a última etapa, eu já fui com lágrimas nos olhos, cinco séries de cem agachamentos intercalando com o levantamento de pesos com pouquíssimo tempo de descanso.

Fui carregado para casa pelo Erik, e passei dois dias de cama para recuperar do treinamento. Quando recuperei comecei a fazer esse treinamento a cada três dias. Depois de semanas diminuí para dois dias até me adaptar e acrescentar escalada e natação ao treino.

Entretanto, nos dias em que eu não estava treinando o meu corpo de maneira insana, Erick sugeriu que eu estudasse e aprendesse coisas novas. Instrução tática faria com que eu me desgastasse menos em combate e para isso eu precisaria saber analisar as situações. “Nada melhor do que aprender com a experiência dos outros” dizia meu tutor ao me trazer no mínimo uns cinco livros. Mas para compensar ele fez uma enorme jarra de limonada para acompanhar a leitura.

Dois livros eram de teóricos no quesito de estratégias e táticas, posso dizer que o que mais me chamou a atenção foi o “A arte da guerra”. O terceiro livro era de matemática de básica até avançada. Uma forma de melhorar os cálculos, por exemplo, calcular trajeto de armas ou para descobrir como montar uma armadilha com o tempo certo de reação etc. O quarto livro era sobre a história e geografia geral dos países, e toda aquela “chatura” de fauna, flora, declives, montanhas e morros. E o quinto era um livro de literatura, livro coringa para utilizar entre tantas teorias.

Montei uma rotina tanto para manter meu treinamento físico quanto intelectual. De manha faria os treinos físicos, voltava pra casa tomava um banho, depois ia para os livros de estudos até o final do dia. Contudo, muitas vezes acontecia de eu não entender alguns trechos de livros ou teorias, me vi obrigado a ir à biblioteca buscar mais informações. Se eu não podia sair com o livro eu aprendia na biblioteca e voltava para a casa com a informação e continuava o estudo. No final do dia, após a janta, eu pegava o livro de literatura para ler. No começo, eu odiava ler, mas fui aprendendo a gostar conforme percebi que vivenciava coisas que no momento eu não tinha condições de aprender por mim mesmo.

E até hoje estou mantendo esse ritmo de treino e leituras para me aperfeiçoar. E eu achando que seria fácil me tornar um ninja de elite.


Contagem: 1.058 palavras.
Recompensa: Treino de Stamina e Inteligência. Com mês do up.


Clã Hyuuga:

Byakugan
Requerimentos: Ser Hyuuga.
Descrição: O Byakugan (白眼; Literalmente significa "branco do olho") é o dōjutsu kekkei genkai do clã Hyuga. É um dos Três Grandes Dōjutsu (大三 瞳 术, Daisan Dōjutsu), juntamente com o Sharingan e o Rinnegan. Aqueles que herdam o sangue deste clã quase inexpressivo, tem olhos brancos. Quando o Byakugan é ativado, as pupilas do usuário se tornam mais distintas, e as veias se elevam perto dos olhos. Parece também que ao contrário dos outros dois grandes dōjutsu, todos os membros do clã possuem e podem usar a kekkei genkai desde o nascimento, em oposição à necessidade de despertar ou mais, não herdá-lo em tudo.

As Habilidades do Byakugan deixa-o muito cobiçado por outras aldeias, como evidenciado por Kumogakure que tentou roubá-lo, um evento que levou até o que é conhecido como a "Questão dos Hyūga". Ao de Kirigakure foi capaz de obter um único Byakugan de um Hyūga que ele derrotou, e utiliza grandes forças para protegê-lo. Ao mesmo tempo, Danzō Shimura tentou igualmente recuperar ou destruí-lo. Ao contrário de um Sharingan transplantado, um Byakugan transplantado pode ser ativado e desativado a vontade.

Jūken
Requerimentos: Ser Hyuuga.
Descrição: O Punho Gentil (柔拳, Jūken) ou Arte do Punho Suave (柔拳法, Jūkenpō) é uma forma de combate à palma da mão usado por membros do Clã Hyūga. Ele provoca danos internos através do ataque ao Sistema de Circulação de Chakra do corpo, posteriormente, ferindo os órgãos que estão intimamente ligados com a área da rede que tenha sido atingido. Para fazer isso, o usuário cirurgicamente injeta certa quantidade de seu próprio chakra no oponente via sistema de chakra, causando danos aos órgãos adjacentes, devido à sua proximidade com o sistema circulatório de chakra. Mesmo o menor toque pode causar danos internos graves, daí o nome do punho "suave". Fechando o tenketsu, o usuário do punho suave pode controlar o fluxo de chakra, criando uma confusão na rede de chakra do adversário. Esses pontos especiais, 361 no total, são interceptações na rede circulatória do chakra, assim, pode-se, à força, abri-los ou fechá-los da maneira que o usuário do Punho Suave quiser, assim, é uma poderosa opção tática para ter. O usuário pode aumentar o fluxo de chakra no corpo do oponente, ou interrompê-lo por completo, impedindo-os de usar técnicas, como visto na luta de Neji com Hinata durante os Exames Chūnin, e durante seu combate com Kidōmaru. Neji Hyūga observou que qualquer substância feita de chakra pode ser destruída por esta técnica. Como visto em sua luta com Kidōmaru, é feito por vazamento de chakra a partir das aberturas de chakra nas mãos e moldando-o em uma forma de agulha para cortar através do chakra. No entanto não se sabe se esta técnica pode ser feito por qualquer usuário Punho Suave ou apenas aqueles que podem ver o tenketsu. Como o sistema de circulação do chakra é invisível a olho nu, o Byakugan é necessário para este estilo ser utilizado de forma eficaz. Desde que o Byakugan é exclusivo para o Clã Hyūga, ele se tornou o seu estilo de assinatura de combate. A capacidade de infligir traumas internos é grave, com força externa mínima, combinada com a manipulação da rede de chakra, faz com que o Punho Suave seja o estilo de Taijutsu mais respeitável e temível conhecido em Konohagakure. Em contraste com isto, a técnica também pode ser usada para fins complementares, tais como ajudar companheiros no campo de batalha. Isso foi exibido por Hinata durante a Quarta Guerra Mundial Shinobi, quando ela usou a técnica para corrigir a articulação do ombro deslocado de Naruto.

armas:


  • 5 Kunais (5)
  • 5 Shurikens (5)
  • 10 Senbons (5)
  • 5m de Fios (1)
  • 8 Kibaku Fuda (2)
  • 2 Kemuridama (2)



_______________________

[Treino] Ondulação 9cf60763dc0395bb6231cfada13244c8

Takane
Jōnin
Takane
Vilarejo Atual
[Treino] Ondulação 9cf60763dc0395bb6231cfada13244c8

Re: [Treino] Ondulação - Publicado Qua 1 Abr 2020 - 0:07

@

_______________________

[Treino] Ondulação Untitled-2
Que se inicie o caos pois a rocha continuara firme!
Template
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Treino] Ondulação - Publicado

Resposta Rápida

Área para respostas curtas