NOVIDADES
Atividades Recentes
A LUZ DAS TREVAS
Arco 02
Ano 25 DG
Primavera
Meses se passaram desde a missão de investigação ao Castelo da Lua, no País do Vento, que culminou na Batalha da Lua Minguante. Soramaru, o cientista responsável pelos experimentos, morreu em combate, assim como outros ninjas do lado da aliança. Após a missão ser bem-sucedida, mas carregando tantas mortes, Karma, o líder da missão, ficou responsável por relatar às nações o máximo de informações sobre a organização por trás dos crimes agora que estava com o selo enfraquecido e com isso ele revelou o verdadeiro nome dela: Bōryokudan. Ainda não tendo como fornecer mais detalhes, pois o selo se manteve, e precisando de mais pistas antes de investir novamente em uma missão, Karma saiu em missão em nome das Quatro Nações para encontrar o paradeiro dos demais membros da organização — e sua primeira desconfiança recaiu sobre Kumo.

O mundo, no entanto, mudou nestes últimos meses. Os Filhos das Nuvens concluíram a missão de extermínio aos antigos ninjas da vila e implementaram um novo sistema político em Kumo ao se proclamarem o Shōgun sobre as ordens não de um pai, mas do Tennō; e assim ela se manteve mais fechada do que nunca. Em Konoha a situação ficou complicada após a morte de Chokorabu ao que parece estar levando a vila ao estado de uma guerra civil envolvendo dois clãs como pivôs. Suna tem visto uma movimentação popular contra a atual liderança da vila após o fracasso em trazer a glória prometida ao país. Já em Kiri a troca de Mizukage e a morte de ninjas importantes desestabilizaram a política interna e externa da vila. E em Iwa cada dia mais a Resistência vai se tornando popular entre os civis que estão cansados demais da fraqueza do poderio militar ninja. Quem está se aproveitando destes pequenos caos parece ser as famílias do submundo, cada vez mais presentes e usando o exílio de inúmeros criminosos para Kayabuki como forma de recrutar um exército cada vez maior.

E distante dos olhares mundanos o líder da Bōryokudan, Gyangu-sama, se incomoda com os passos de Karma.
... clique aqui para saber mais informações
SHION
SHION#7417
Shion é o fundador do RPG Akatsuki, tendo ingressado no projeto em 2010. Em 2015, ele se afastou da administração para focar em marketing e finanças, mas retornou em 2019 para reassumir a liderança da equipe, com foco na gestão de staff, criação de eventos e marketing. Em 2023, Shion encerrou sua participação nos arcos, mas continua trabalhando no desenvolvimento de sistemas e no marketing do RPG. Sua frase inspiradora é "Meu objetivo não é agradar os outros, mas fazer o meu trabalho bem feito", refletindo sua abordagem profissional e comprometimento em manter a qualidade do projeto.
Angell
ANGELL#3815
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Indra
INDRA#6662
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Wolf
Wolf#9564
Wolf é jogador do NRPGA desde fevereiro de 2020, tendo encontrado o fórum por meio de amigos, afastando-se em dezembro do mesmo ano, mas retornando em janeiro de 2022. É jogador de RPG desde 2012, embora seu primeiro fórum tenha sido o Akatsuki. Atua como moderador desde a passagem anterior, se dedicando as funções até se tornar administrador em outubro de 2022. Fora do RPG cursa a faculdade de Direito, quase em sua conclusão, bem como tem grande interesse por futebol, sendo um flamenguista doente.
Mako
gogunnn#6051
Mako é membro do Naruto RPG Akatsuki desde meados de 2012. Seu interesse por um ambiente de diversão e melhorias ao sistema o levou a ser membro da Staff pouco tempo depois. É o responsável pela criação do sistema em vigor desde 2016, tendo trabalhado na manutenção dele até 2021, quando precisou de uma breve pausa por questões pessoais. Dois anos depois, Mako volta ao Naruto RPG Akatsuki como Game Master, retornando a posição de Desenvolvedor de Sistema. E ainda mantém uma carreira como escritor de ficção e editor de livros fora do RPG, além de ser bacharel em psicologia. Seu maior objetivo como GM é criar um ambiente saudável e um jogo cada vez mais divertido para o público.
Akeido
Akeido#1291
Aliquam lacinia ligula nec elit cursus, sit amet maximus libero ultricies. Cras ut ipsum finibus quam fringilla finibus. Etiam quis tellus dolor. Morbi efficitur pulvinar erat quis consectetur. Ut auctor, quam id rutrum lobortis, lorem augue iaculis turpis, nec consectetur enim nisl eu magna. Sed magna dui, sollicitudin quis consequat ac, faucibus sed mauris. Donec eleifend, nisl a eleifend dignissim, ipsum urna viverra leo, sed pulvinar justo ex vitae enim. Donec posuere sollicitudin velit eu vulputate.
Havilliard
Havilliard#3423
Aliquam lacinia ligula nec elit cursus, sit amet maximus libero ultricies. Cras ut ipsum finibus quam fringilla finibus. Etiam quis tellus dolor. Morbi efficitur pulvinar erat quis consectetur. Ut auctor, quam id rutrum lobortis, lorem augue iaculis turpis, nec consectetur enim nisl eu magna. Sed magna dui, sollicitudin quis consequat ac, faucibus sed mauris. Donec eleifend, nisl a eleifend dignissim, ipsum urna viverra leo, sed pulvinar justo ex vitae enim. Donec posuere sollicitudin velit eu vulputate.
HALL DA FAMA
TOP Premiums
Torne-se um Premium!
1º Lugar
Summer
2º Lugar
Folklore
3º Lugar
KEEL LORENZ
1º Lugar
SENJU INAZUMA
2º Lugar
KURT BARLOW
3º Lugar
SEKIRO
Os membros mais ativos do mês
Angell
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_lcap[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Voting_bar[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_rcap 
864 Mensagens - 41%
Shion
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_lcap[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Voting_bar[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_rcap 
292 Mensagens - 14%
Summer
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_lcap[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Voting_bar[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_rcap 
172 Mensagens - 8%
Folklore
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_lcap[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Voting_bar[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_rcap 
158 Mensagens - 8%
Nan
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_lcap[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Voting_bar[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_rcap 
111 Mensagens - 5%
Keel Lorenz
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_lcap[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Voting_bar[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_rcap 
110 Mensagens - 5%
Raves
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_lcap[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Voting_bar[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_rcap 
102 Mensagens - 5%
Chazer
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_lcap[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Voting_bar[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_rcap 
98 Mensagens - 5%
Kurt Barlow
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_lcap[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Voting_bar[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_rcap 
95 Mensagens - 5%
sinhorelli
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_lcap[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Voting_bar[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_rcap 
89 Mensagens - 4%

Os membros mais ativos da semana
Angell
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_lcap[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Voting_bar[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_rcap 
68 Mensagens - 32%
Shion
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_lcap[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Voting_bar[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_rcap 
42 Mensagens - 20%
Senju Inazuma
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_lcap[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Voting_bar[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_rcap 
27 Mensagens - 13%
Takashin
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_lcap[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Voting_bar[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_rcap 
22 Mensagens - 10%
Starfox
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_lcap[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Voting_bar[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_rcap 
12 Mensagens - 6%
Mako
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_lcap[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Voting_bar[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_rcap 
11 Mensagens - 5%
Raves
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_lcap[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Voting_bar[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_rcap 
9 Mensagens - 4%
Oblivion
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_lcap[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Voting_bar[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_rcap 
8 Mensagens - 4%
Rei
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_lcap[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Voting_bar[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_rcap 
6 Mensagens - 3%
Folklore
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_lcap[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Voting_bar[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Vote_rcap 
6 Mensagens - 3%


Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Mako
Game Master
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 P5OpjVT
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 P5OpjVT
Relembrando a primeira mensagem :

A Batalha da Lua Minguante14 — Parte 1  
Os ninjas se movimentam rumo ao objetivo final da missão: derrotar um homem chamado Soramaru.

Temperatura: 24°C (clima seco).
Horário: Noite (lua minguante)



[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 8CAHjAZ

O Laboratório
Após seguirem pelo caminho uma coisa estranha seria notada: o caminho não levava a uma terceira torre. O corredor ia ficando cada vez mais inclinado para baixo, trazendo a sensação de que cada novo passo os deixava mais próximos do submundo. Aos poucos as luzes em falta foram sendo substituídas por luzes de neon. Já quase não aparentava mais ser o mesmo castelo cercado por ruínas de minutos atrás. No fim da descida íngreme os membros da invasão se viram dentro de um salão (200m², altura de 80m) cheio de tanques cheios de água e corpos flutuantes dentro deles, com armários, bancadas e aparatos médicos e científicos a disposição, um paraíso para cientistas e pesquisadores. Adiante era possível encontrar um enorme tubo com água esverdeada e um corpo flutuando dentro dele com cabelos ruivos e uma aparência pálida, mas na frente dela, sentada em uma poltrona como um verdadeiro trono estava o verdadeiro inimigo.

[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 TR0IBMc

— O cão não veio com vocês? — perguntou quando todos terminaram de entrar no salão. — Não importa, eu esmago a cabeça dele depois — anunciou e se levantou observando-os com a face inexpressiva. Estava a pelo menos sessenta metros do time e as mãos ainda estavam nos bolsos, mas qualquer ninja poderia perceber uma coisa se destacando nele: o brilho amarelado em seu olho esquerdo.


Regras e Considerações
Regras:
Orientações:
TEMPLATE POR AKEIDO
Mako

Coca
Espadachim da Névoa
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 BdPgZKw
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 BdPgZKw

-

Sensoriar o campo de batalha através do Kanchi no Jutsu concedeu à Rekken algumas informações importantes, somado à acuidade de seus olhos, que mantiveram-se fixos no buraco de areia logo abaixo da torre em que se encontrava.

Os ataques de Soramaru trouxeram problemas à Aliança Shinobi. Alguns dos mais experientes e, consequentemente, mais fortes do grupo foram alvejados, seja pela onda elétrica emanada de suas asas ou pela imprudência de avançar sem um plano concreto. Não parecia nem que aquilo que fora derrubado do alto de sua própria manipulação tratava-se de uma antiga sombra da Névoa. A cortina de areia que subiu ao pouso do antagonista cessou a possibilidade do Nara de manter-se atento, pelo menos visualmente, nas ações do oponente, mas manteve-se focado à ele a partir de seu Kanchi no Jutsu.

Quando o medo se instaurou, Rekken sentiu, em seu âmago, a sensação de que não conseguiria continuar. Estranho, afinal, acabara de superar o medo de todos aqueles chakras gigantescos aos ativar seu transplante, então, observando o horizonte, onde em teoria deveria estar Soramaru, teve a certeza do que se tratava; uma nova transformação, agora, muito semelhante a de Yohma que, se não estivesse próximo de si, poderia até mesmo ser confundido com a criatura. Apesar de tremer diante a nova transformação do antagonista, Rekken mostrou determinação ao lembrar-se mais uma vez daqueles que deixou no vilarejo. Não se importava com heróis, tão pouco pretendia ser um. Estava atuando como qualquer outro ninja em uma missão, mas sabia que, se falhasse, aqueles que ama e/ou possui certa consideração para chamar de amigos estariam em risco, portanto, não poderia falhar, sequer pretendia. Somado à sua determinação, sabia que já havia superado medos mais intensos que o exalado por Soramaru em sua nova forma e, mantendo a calma (qualidade Calmaria utilizada de forma narrativa para sustentar a quebra do Sakki, também de forma narrativa, uma vez que tenho 32 pontos), representada em ao menos duas ou três respirações controladas, tentando fazer com que qualquer resquício de medo se esvaísse.

Se conseguisse livrar-se do Sakki e percebesse os aliados no solo arenoso inertes sobre o medo exalado pelo oponente, utilizaria da marca disposta sobre a kunai entregue à Emiya para teletransportar-se em direção ao ferreiro, intentando ajudá-los. — Heróis mundiais, vilões capazes de caçar Imortais, individualistas que pouco se importam com a vida alheia, mas sim com as deles mesmo… nada disso importa se irão se acovardar diante esse merda à nossa frente. O que mais precisamos fazer para provar que ele sangra, assim como todos nós? Se apegue em qualquer que sejam suas esperanças, deixem de covardia e vamos adiante! — não possuía tempo suficiente para um monólogo, tão pouco pretendia se extender mais do que as palavras que foram ditas. Esperava que sua voz tivesse poder suficiente para fazer os membros da Aliança acordarem e continuarem lutando sem que se desgastassem tanto no processo de resistir ao Sakki exalado pelo inimigo.

Só quando estava no solo, após o pequeno discurso, que percebeu que a areia havia se transformado no líquido enegrecido de outrora. Era óbvio deduzir (Inteligência Aguçada, 5 no atributo) que Soramaru utilizaria sua técnica de manipulação sobre o líquido para continuar lutando. — Tomem cuidado com a tinta. Ele já se aproveitou dela anteriormente… — avisaria os companheiros.

A atenção do Nara foi tomada pela criatura que conversava com alguém chamado Shibai. Agora, tinha dois olhos dourados e não somente um. Manteve-se com os olhos sobre ele, entendendo que as palavras que se sucederam tratavam-se de uma nova ameaça. Adiantou-se querendo sair de dentro do Susano-o de Emiya em máxima velocidade (26m/s) na medida em que viu o chakra do antagonista transformar-se em inúmeras lanças, semelhantes àquelas utilizadas em outras ofensivas. Enquanto se movia, visando ficar a pelo menos cinco metros à frente da aliança Shinobi, ou melhor, de Emiya, acumulou chakra elemental sobre o próprio corpo, conjurando em máxima velocidade (42m/s) sem a necessidade de selos (Mestre Elemental) uma poderosa descarga elétrica enegrecida (Chidori Nagashi, estilo de luta Kuroi Kaminari) , que permaneceu sobre o corpo do conjurador (com trinta centímetros de raio, tendo Rekken como epicentro). Refez o mesmo processo, com mesma velocidade e sem necessidade de selos de mão, aumentando a quantidade de descargas elétricas enegrecidas (segunda utilização de Chidori Nagashi, estilo de luta Kuroi Kaminari) sobre o próprio corpo (segunda utilização tendo um metro de raio, tendo Rekken como epicentro), sem tirar os olhos do oponente, tendo ciência de que sua acuidade (30m/s) seria insuficiente para prever a trajetória das lanças, uma vez que não conseguia sequer percebê-las, mas sabia que haviam sido disparadas já que não estavam mais em volta de Soramaru. Só perceberia a lança se realmente fosse atacado, uma vez que ela pararia sobre o campo de descarga elétrica criada pelas duas utilizações das técnicas defensivas e da Raigeki no Yoroi (caso esta fosse necessária) previamente ativa.

Para o caso de ter conseguido defender-se, aproveitaria os quinze metros de distância para criar, a partir de um único selo, duas cópias idênticas (Kage Bunshin no Jutsu) à si. A primeira delas avançou na direção de Soramaru pelo flanco esquerdo, em máxima velocidade (26m/s) carregando sobre a destra a Kurai Tenchō, não se importando se o alvo perceberia sua aproximação, afinal de contas, tratava-se de um chamariz.

Durante o movimento da primeira cópia, Rekken executaria os selos do Dragão, Tigre e Rato, fazendo com que sua própria sombra (Kage Kubishibari no Jutsu) começasse a se expandir em direção à de Soramaru em máxima velocidade (42m/s), indo em linha reta ou mudando de trajetória dentro de um alcance de sessenta metros tendo o conjurador como epicentro, evitando acoplar-se a de qualquer aliado ou cópia dentro do campo de atuação, usando do terreno para deslizar-se e, inclusive, aproveitando-se da coloração sombria da tinta para se camuflar, tornando, assim, um ataque encoberto pela própria escuridão conjurada pelo antagonista para pegá-lo de surpresa. A sombra teria como intenção paralisar o inimigo e se esgueirar pelo corpo deste, alcançando a altura do pescoço para começar a sufocá-lo, em formato de mão (necessário 16 na soma de Força e Stamina para rivalizar contra a imobilização e sufocamento, tendo em vista Ninshuu e Ninjutsu do usuário).

O segundo clone, na medida em que o primeiro avançava e Rekken utilizava seu Hijutsu, recuaria em direção à Aliança Ninja, ficando próximo ao ferreiro - isto é, se fosse possível e se não tivesse nenhum caminho obstruído por defesas ou coisas do gênero.

Rekken manteria-se focado no alvo, uma vez que necessitaria disso para manter sua técnica funcional, aproveitando-se do Kanchi no Jutsu para sentir o chakra dele e, assim, conseguir, usando tanto a acuidade visual quanto o sensoriamento do transplante, para o caso de Soramaru resistir à imobilização ou sumir de vista ou contra-atacar em resposta à sua iniciativa ou silhuetas de tinta aparecerem, para teletransportar-se (Hiraishin no Jutsu, curinga) de volta ao topo da torre onde estava anteriormente.

Rekken — HP: 2475/2475 | CH: 923/6575 | ST: 05/08 | Sakki: 32/50
Clone 1 —  CH 1538/1538
Clone 2 —  CH 1538/1538

Considerações:
Armamentos:
Usados:
Talentos, Especialidade e Atributos:

_______________________

Sobrevivente do punho dourado
Proteja Kumo do Edo Tensei Naruto Uzumaki.
Coca
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t82176-fp-rekken-sarutobi#663014
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77277-gf-coca
sinhorelli
Jōnin
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 9257667bb3f8f1af13259ed19fd7c83691054c54_00
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 9257667bb3f8f1af13259ed19fd7c83691054c54_00
HEROI DE KONOHA ──  ERABARESHI MONO-TACHI ── SANNIN ── GUARDIÃO DA PAZ ── GRANDE DEFENSOR ── HOKAGE
CHOKORABU: HP: 5OOO/5OOO▵ CH: 13.72O/16.OOO ▵ ST: O6/15 ▵ SAKKI: 2O + 1O + 1 ST/5O ▵ SON GOKŪ: 18OO/3OOO

A formação de múltiplas cúpulas em camadas foi eficaz, tornando-se uma defesa sólida com o auxílio dos demais aliados, como Emiya, Jyu e o ninja de Suna. Apesar de suas limitações, era evidente o esforço do ninja de Suna, uma virtude que admiro. Em seguida, perceberia o colar de pérolas açucaradas ressoar, indicando que estava novamente pronto para uso. Para não perder tempo, rapidamente pegaria (a 38m/s) com cuidado mais uma pérola do colar pendurado em minha cintura, a fim de ingeri-la. Com um pequeno custo de meu chakra, sentiria minha velocidade aumentar.

Busquei repor meu chakra (Databook Recuperação), enquanto observava atentamente Soramaru "despencava" dos céus, suas asas aparentemente danificadas, lançando uma lança em direção a Yohma. Para minha surpresa, Yohma desaparece, escapando habilmente do ataque. Em meio à ação, percebo Soramaru se virando no ar e descendo em direção a Jyu. Ele agarra Jyu pela cabeça e o lança em direção ao chão como se fosse uma boneca de pano, um feito impressionante, considerando que Jyu é um dos ninjas da velha guarda e renomado no mundo ninja. Enquanto Soramaru fazia isso com Jyu, ele também desviava de flechas disparadas por Hakari, um feito notável.

Em extrema velocidade (42m/s), busquei saltar em direção a Jyu para carregá-lo pelos braços, com o objetivo de amenizar sua queda e, por fim, pousar em solo firme, colocando-o cuidadosamente no chão. Foi nesse momento que notei o inimigo pousando cerca de 20 metros à frente ― Ainda não é hora de descansar! - diria em um tom cômico para o ninja da névoa, referindo-se a sua idade mais avançada e a fim de descontrair.

Uma grande quantidade de areia subiu como um véu, escondendo Soramaru. De repente, de dentro da cortina de areia, uma onda se expandiu por todo o ambiente, como uma pressão assassina intensa. A nuvem de areia havia se dissipado, revelando uma transformação assustadora, porém estranhamente familiar a de Yohma. Toda a areia ao redor começou a se transformar em líquido preto, criando um cenário surreal e intrigante. Inicialmente, fui tomado pelo terror diante dessa pressão, mas encontrei algum conforto quando Son Goku se manifestou em minha mente:

Choko, a intenção assassina desse sujeito é realmente muito forte, mas não se esqueça que estamos juntos nessa!

Recordando minhas motivações de compartilhar conhecimento e experiências com o mundo, especialmente para as gerações futuras, percebi que se sucumbisse ali, não poderia continuar. Assim, com as palavras de Son, minhas motivações e a determinação de concluir aquela batalha, busquei me libertar da pressão assassina que pesava sobre mim (Sakki Chokorabu + Sakki Son Goku + 1 ST).

Se eu conseguisse me livrar daquela pressão sufocante, minha primeira ação seria observar meus aliados. Caso os visse parados, concentraria meu chakra mokuton e rapidamente posicionaria a palma da minha mão sobre o solo abaixo de mim. Eu criaria uma raiz grossa a aproximadamente 1 metro à minha frente, que alcançaria cerca de 2 metros de altura (Manipulação 1/2 a 42m/s). Com essa estrutura recém-criada, ativaria a técnica Tajū Mokuton Bunshin no Jutsu, sem a necessidade de selos para economizar tempo, e criaria cerca de quatro clones de madeira (surgindo a 42m/s). Cada um dos clones se moveria (a 42m/s) para se posicionar ao lado dos aliados: Hakari, Emiya, o ninja loiro de Suna (Hakuryu) e Harikēn.

Cada um dos clones tentaria dar um tapa nas costas dos aliados, não usando muita força, pois a intenção era apenas "despertá-los" (Força 4). Apenas o clone que se dirigiria ao ninja de Suna iria pegar um pouco mais leve, dando-lhe apenas palmadinhas nas costas (Força 1). Após o tapa, todos os clones gritariam: ― Acorda, porra! - em seguida, seriam desfeitos.

Enquanto meus clones se moviam rapidamente para acordar os aliados, eu concentrei minha atenção em Soramaru, no momento em que ele estivesse questionando um tal de Shibai, iria notar sua transformação com chifres brancos que se erguiam de sua cabeça, enquanto seus braços se transformavam em manchas pretas com enormes garras. Sua parte inferior parecia ser uma mistura grotesca de tinta, pelos e carne. Seus olhos dourados brilhavam em escleras verdes, além de terem o mesmo padrão peculiar que os olhos de Yohma e Mei; uma marca sinistra se espalhava pelo peito. Para completar a visão perturbadora, duas enormes asas voltaram a brotar de suas costas, enquanto uma cauda estalava no ar como um chicote.

A sensação de perigo iminente estava sempre presente, e eu sabia que precisava manter uma distância segura para agir estrategicamente. Observando a situação, percebi que estava muito próximo do perigo representado por Soramaru. Decidi recuar cerca de mais 30 metros (a 42m/s), ficando a uma distância que me proporcionaria uma visão mais clara da batalha e permitiria que eu agisse a tempo para proteger meus aliados (50m de Soramaru). A decisão de recuar foi motivada pela necessidade de manter uma posição mais vantajosa, onde eu pudesse avaliar melhor as movimentações do inimigo e coordenar minha resposta de maneira eficaz.

Caso conseguisse recuar e pousar em solo firme, imediatamente fui tomado pela preocupação com o ambiente envolvente, repleto daquele líquido negro. Recordando-me das criaturas sinistras que Soramaru havia conjurado através dessa substância, não hesitei em concentrar meu chakra mokuton e posicionar minha mão sobre o solo (a 42m/s). Meu objetivo era criar uma estrutura de madeira com 2m² abaixo de mim e cada um dos meus aliados que estivessem no solo num raio de 60 metros de mim. Essas estruturas se ergueram até alcançarem cerca de aproximadamente 10 metros de altura (Manipulação 2/2 à 42m/s). A ideia era permanecer elevado, evitando qualquer contato com aquela tinta letal, considerando as manipulações anteriores do inimigo.

Caso consiga me erguer para o alto, iria notar uma lança vinda em minha direção - quase proximo - então, em extrema de minha velocidade (a 42m/s), iria concentrar chakra com o selo da cobra e ativar a técnica Mokuton: Hōbi no Jutsu, a fim de conjurar uma cúpula de madeira que tem a semelhança de um dragão , ao meu redor, cobrindo um raio total de de 2m (surgindo a 42m/s). Independente do sucesso ou não da defesa, contaria também com o manto de chakra da transformação Son Goku Modo. Após estes acontecimentos, irá sentir o manto de chakra da transformação se desfazendo.


Informações Gerais:

_______________________

[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Db4es89-718cf6c0-91d2-4cda-9ae4-66e80a405094.png?token=eyJ0eXAiOiJKV1QiLCJhbGciOiJIUzI1NiJ9.eyJzdWIiOiJ1cm46YXBwOjdlMGQxODg5ODIyNjQzNzNhNWYwZDQxNWVhMGQyNmUwIiwiaXNzIjoidXJuOmFwcDo3ZTBkMTg4OTgyMjY0MzczYTVmMGQ0MTVlYTBkMjZlMCIsIm9iaiI6W1t7InBhdGgiOiJcL2ZcLzNmOTBlZTU0LWI1NDEtNDc2Yi04MjVjLTcxY2QyN2JjMDc5ZFwvZGI0ZXM4OS03MThjZjZjMC05MWQyLTRjZGEtOWFlNC02NmU4MGE0MDUwOTQucG5nIn1dXSwiYXVkIjpbInVybjpzZXJ2aWNlOmZpbGUuZG93bmxvYWQiXX0
Ficha | GF | Banco | SRP | SAV | CI | CJ | CH | EV | RD | Mod AG
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Estudioso
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Sangue Derramado
Vença seu primeiro PvP.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Falando em Taijutsu...
Tenha cinco jutsus classificados como "taijutsu" de rank B ou superior.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Herói da Vila
Proteja sua vila de um ataque e/ou conclua três mini-tramas arquitetadas por seu Kage.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Hospedeiro
Torne-se um jinchūriki.
Posso Fazer Isso o Dia Todo
Seja a linha de defesa (tanque) do grupo durante um evento mundial.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
sinhorelli
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t86776-fp-tousen-hyuuga
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t86778-gf-tousen-hyuuga
Zireael
Jōnin
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 CViEu01
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 CViEu01
炎の騎士
Instinto? Reflexo? Independente do que havia ocorrido, consegui — com o auxílio dos meus companheiros — superar a descarga elétrica provocada pelas asas de Soramaru. Infelizmente, Altria não teve a mesma sorte, sendo surpreendida pela chegada do deus do submundo e não conseguindo sequer reagir ante o avanço. De perto, depositei meus olhos no corpo da mulher, que agora jazia enfraquecido, sem o manto de chakra que antes a protegia. “Kyūinjutsu”, declarei nos pensamentos, me lembrando das últimas palavras ditas por Karma acerca das habilidades do inimigo. Da mesma forma, a aura da raposa-demônio que me envolvia também foi dissipada no ato, tornando-me consequentemente mais fraco. A onda elétrica, então, atravessou somente a loira, paralisando-a. Não houve tempo para ajudá-la, e no meu íntimo, lamentei por isso.

Imediatamente após, minhas mãos tocaram a areia quente do campo de batalha, e três barreiras do meu clã foram erguidas, acompanhadas por outros escudos invocados por Chokorabu, Jyu e Hakuryū. Se não fosse por essa colaboração, certamente eu teria enfrentado problemas, uma vez que todas as camadas foram devastadas, vendo-se inteiramente destruídas depois do irradiar de um intenso brilho iridescente. Por um breve momento, um pensamento atravessou minha mente: depois de tantos anos trabalhando sozinho, ter que confiar no trabalho em equipe era, no mínimo, estranho; no entanto, era necessário para que pudéssemos superar aquela provação O embate continuou nos céus, dessa vez sendo travado entre Yohma e Soramaru. Isso culminaria numa simples esquiva da lança de chakra, um teletransporte para longe do raio de ação da arma. Do mesmo modo, Jyu — que anteriormente se encontrava nos domínios do meu Susano'o —, agiu rapidamente e moveu-se para enfrentar o inimigo alado. Infelizmente, ele foi surpreendido e lançado bruscamente de volta ao chão. Chokorabu pareceu antever esse desfecho, saltando para tentar amparar o antigo Mizukage nos braços e evitar a iminente e avassaladora colisão.

[...]

O deus do submundo abandonou os céus, seu retorno marcado por uma descida que desencadeou uma nuvem de areia, envolvendo seu corpo e deixando apenas um brilho esmeralda delineando sua figura. Uma voz distinta ecoou de dentro da cortina, enquanto o chakra esverdeado ao seu redor se expandia, envolto por uma aura sombria, maligna. Tendo acabado de executar os Uchiha Kaenjin, ainda me encontrava no chão, mas senti um arrepio percorrer minha espinha diante daquela presença sinistra, minhas pernas vacilando em resposta ao instinto assassino emanado por aquele ser. Além disso, o simples ato de encarar o que estava diante de mim foi o suficiente para me deixar inquieto; ou melhor, temeroso. Seus chifres, agora amplificados, projetavam-se ameaçadoramente, enquanto seus braços exibiam uma tonalidade negra como azeviche, e terminavam em garras demoníacas, longas e afiadas. Um véu do fluido negro cobria a parte inferior de seu corpo, parecendo se mover como uma sombra, enquanto da região do peito emanava uma cascata sinistra do mesmo líquido. As asas, anteriormente destroçadas por Yohma, ressurgiram como se nunca tivessem sido tocadas, acrescentando uma dimensão ainda mais ameaçadora à sua figura, enquanto uma cauda serpenteava sinuosamente em seu encalço, representando um apêndice igualmente perigoso e letal.

Observando a nova transformação, não pude deixar de notar uma semelhança ainda mais marcante com a forma apresentada pelo líder Uchiha, o que me levou a cogitar uma possível ligação entre os dois. Assim, consciente da ameaça, tentei mover meus membros, mas fui confrontado com uma paralisia, como se a mera presença de Soramaru exercesse domínio sobre meu corpo. A aura de hostilidade que emanava dele era tão intensa que até mesmo fechar os olhos parecia uma tarefa impossível. Minha respiração se tornou irregular, os batimentos cardíacos aceleraram e o suor começou a brotar em meu rosto, refletindo a crescente ansiedade que se apoderava. Uma sensação de opressão pesava sobre minha mente, como se estivesse à beira da própria morte. No entanto, foi somente quando a voz firme de Rekken ecoou em meus ouvidos que consegui romper com esse estado. “Heróis”, essa palavra me despertou do transe, junto às demais que diziam sobre “não se acovardar”, e que o inimigo também “sangra”, como outrora haviam provado. O toque em minhas costas, acompanhado por palavras de incentivo de Chokorabu, reforçaram ainda mais minha determinação. Assim, era evidente que não poderia permanecer inerte. Estava claro que eu tinha que vencer aquele confronto, e assim, cumprir com o designo de me tornar um “herói”. Isso não significava, no entanto, me tornar alguém destinado a proteger as pessoas, mas sim me tornar um “faxineiro”, alguém que lida com as impurezas da humanidade. E naquele momento, não havia ser mais impuro do que Soramaru.

Livre da intenção assassina, pude observar melhor o campo. O solo, antes dominado pela areia, agora estava inundado pelo mesmo fluido sombrio que havíamos enfrentado anteriormente. Rekken lembrou com suas palavras sobre a capacidade do inimigo utilizar aquele fluido; e eu não havia esquecido do ataque à queima-roupa das sombras e daquele monstro gigante. “Bem pensado, Rekken”, reconheci, imediatamente colocando minhas mãos no solo, com os dedos novamente aquecidos por chamas. A intenção, agora, era conjurar um único Uchiha Kaenjin, dessa vez, ao redor de Altria, a única que estava vulnerável, dado o seu estado de paralisia. A barreira seria posicionada no máximo (42m/s), nos limites de seu corpo, ou seja, a meio centímetro de distância de cada um de seus ombros, com uma altura projetada de dois (2) metros. Em comparação às outras barreiras erguidas ao longo da missão, essa poderia ser considerada uma proteção em miniatura, dedicada exclusivamente à defesa da mulher. Imediatamente após afastar as mãos do solo, me vejo no dever de reforçar o meu Susano'o. Assim, permito que o deus das tempestades deixe seus braços em prontidão e projete dois (2) escudos em duas de suas mãos em grande velocidade (42m/s), deixando-os de frente para seu corpo volumoso, um depois do outro — tal qual um revestimento em camadas. As égides seriam idênticas. Replicariam o brilho vermelho e se fariam amparadas pela força dos braços do avatar, de frente para Soramaru, com dez (10) metros de diâmetro, o suficiente para cobrirem todo o seu corpo e, é claro, todos que ainda se abrigavam dentro dos domínios do Susano'o.

Soramaru, envolto em arrogância, proferiu suas palavras enquanto lanças de chakra se materializavam o seu redor. Era uma cena que eu já tinha testemunhado antes, uma ameaça que eu estava mentalmente preparado para enfrentar. Apesar disso, mesmo com a minha visão aprimorada (acuidade visual de 38m/s), tudo o que pude perceber foi um borrão cortando o espaço noturno em minha direção, tão rápido que mal pude acompanhar sua velocidade. No entanto, estava claro para mim que pelo menos uma daquelas lanças encontraria seu alvo nos escudos do Susano'o, já que Altria parecia ser um alvo provável para Soramaru, como havia sido anteriormente. Mais uma vez, estaríamos diante do confronto entre os poderes do deus do submundo e do deus da bravura. Tendo defendido o ataque com o impacto avassalador, eu me concentraria em recuperar meu chakra, respirando lentamente e calmamente para isso. Com o fim do avanço da iminente sombra contra Altria, eu desfaria o Uchiha Kaenjin, permitindo que ela saísse, caso conseguisse se livrar da paralisia.

Emiya; 2200/2600 1165/4100 250/500 05/08

Consid.:
Usados:
Armas:

_______________________

Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Herói da Vila
Proteja sua vila de um ataque e/ou conclua três mini-tramas arquitetadas por seu Kage.
Esse É o Meu Jeito Ninja!
Adquira sua primeira Habilidade Única.
Perito
Adquira uma qualidade de perícia (elemental, armamentista, etc.).
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Sou Mais Técnico
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Estudioso
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Zireael
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77022-wrought-iron-hero#607393
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77044-gf-zireael
Sekiro
Yōnin
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 1LVbevk
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 1LVbevk

XIX.

A ofensiva contra Soramaru não surtiu o efeito desejado, mas pôde reposicionar-se ao lado da esposa sem quaisquer danos, após transportar-se pelo espaço-tempo. Praguejou internamente em uníssono ao Ushi-Oni, uma vez que ele o havia percebido novamente. Estranhou o fato, pressupondo que embora funcional, não era um movimento sábio aproximar-se do oponente daquela forma, podendo descartar todo o progresso por um mínimo deslize. Além disso, em completo deleite, o oponente estava demonstrando sinais muito diferentes de tudo até aquele momento, opondo-se ao temor visto anteriormente. A cada mínimo segundo que passava naquele embate, menos simplistas as coisas se tornavam, dificultando o andamento do mesmo e necessitando que o Uchiha levasse o confronto com maior seriedade.  

Voltou sua atenção ao campo, notando que o corpo do alvo fora escondido por uma densa camada de areia, onde revelou-se em uma nova forma, liberando um forte instinto assassino por todo o ambiente, ao ponto de alcança-lo mesmo àquela altura. Sentiu uma estranha força tomar-lhe os sentidos, consciente de que o oponente havia se tornado muito mais poderoso do que outrora, corroborando com o pensamento anterior. Aquela densa energia tentava mexer com sua psique e corpo, na intenção de obrigá-lo a desistir pelo medo, subjugar-se e reconhecer o adversário como o ente vitorioso daquele confronto: sentimento similar ao projetado pelo próprio Uchiha contra a garota-óssea, e posteriormente, na tentativa de submeter Soramaru ao completo terror.

Ainda assim, por mais que exalasse aquela força repressora contra o próprio, Yohma visou adaptar-se em um singular instante. O esforço de seu corpo e a besta, tendo por base confrontos históricos e feitos passados que justificavam a própria intensidade de seu instinto assassino, eram utilizados para acostumar-se à sensação e, em simultâneo, tentar quebrá-la. Sabia que muitas das suas ações eram irresponsáveis e uma forma pessoal de alimentar seu prazer pela adrenalina, mas mais do que tudo, estava ali por seus filhos e a família do Solar Radiante. Assim, preencheu-se com aquele propósito pessoal, intentando quebrar a energia projetada pelo adversário, através da premissa supracitada. Caso liberto e notando que Mei não havia saído, daria um tapa nas costas da mesma, de modo a tirá-la do transe. Com a mesma liberta, nada faria.

Sequencial à quebra da técnica ou auxiliado de alguma forma, manteria os orbes atentos no campo de batalha, percebendo o quão similares, se não praticamente idênticas eram ambas as transformações de Yohma e o ser que se opunha ao grupo e, sendo possível, notaria os traços de seus orbes que se aproximavam do Rinnegan. Além disso, também escutou a provocação à criatura mencionada por Hakari em seu laboratório: Shibai. Manteve-se inerte, apenas detalhando a cena até o momento em que a frase fora reverberada. Ecoando como um anúncio de que a batalha teria sua continuidade, tentaria ler os movimentos do ser e, com a criação das lanças de chakra esverdeadas e negras, imediatamente ergueria duas barreiras, o Rairyū Kekkai, sem a necessidade de selos devido a sua maestria e com dimensões de quatro metros de raio para a primeira delas, enquanto a segunda teria três, reforçando as paredes defensivas. Ambas seriam geradas em máxima velocidade (42m/s), para proteger a si mesmo e a esposa dos ataques realizados contra os mesmos. O Uchiha repetia a estratégia utilizada desde o princípio, de precaver-se a qualquer ataque e mantê-los seguros, também usando as possíveis defesas dela, se fossem ativadas. Caso os escudos dracônicos restassem de pé, logo os desativaria, permitindo-se a locomoção com liberdade.

Ademais, virar-se-ia à Mei, mediante a denotação de que toda a areia havia se tornado tinta. — Não é inteligente descer lá, então criarei uma brecha para que você tente pará-lo. — murmurou, esperando que ela concordasse com a ideia. Assim, caso percebesse a ofensiva de Rekken, mas independentemente a ela, trataria de fixar ambos os orbes frente ao seu campo de visão pessoal, abrindo uma singular ruptura em máxima velocidade. Esta teria dimensões de sete metros, com abertura cinco metros à frente de Yohma e Mei, e saída dez metros às costas do alvo. Imediatamente, liberaria espaço para que a Ogosho realizasse a ofensiva solicitada, conforme tomaria as lâminas-gêmeas em mãos, ativando o estilo de luta: Honoikazuchi no Kami. De tal modo, caso o alvo tentasse se mover, criaria uma manipulação elétrica através do armamento no formato de cinco estacas negras, beneficiando-se do Keitai Henka: Raiton, o Kuroi Kaminari e infundidas em sua fórmula com Chakra Natural (300CN), disparando-as em máxima velocidade (Rank A – 42m/s) contra a trajetória do mesmo para impedir qualquer escape. Para isso, utilizaria a acuidade visual do Rinnegan para acompanhar seus movimentos, bem como a imprevisibilidade natural derivada do estilo de luta, dificultando sua detecção. Também visaria pontos específicos, sendo duas nas pernas, duas nas asas e outra na cabeça devido aos seus conhecimentos anatômicos, tentando paralisá-lo em conjunto à perfuração natural do elemento.

Obtendo êxito ou não, manter-se-ia atento para não prejudicar quaisquer ofensivas aliadas, ou mesmo afetá-los diante daquilo. Ao mesmo tempo, continuaria atento ao embate, uma vez que, em caso de qualquer ofensiva aliada ou inimiga ser direcionada à abertura do portal, logo desativaria a ruptura em máxima velocidade, de modo a proteger sua integridade física e a de Mei. O mesmo seria feito no caso de o alvo não ser imobilizado/alvejado por quaisquer fontes e ao término de suas ações. Ainda não sendo efetivo, manteria um uso do Kamui (instantâneo) como técnica coringa para tornar o corpo inteiramente intangível, após a desativação da ruptura, mais uma vez, visando proteger-se de contra-ataques ou falhas gerais. Por fim, buscaria absorver chakra natural e restabelecer suas reservas pessoais.


Leia as considerações:
HP: 4200/4200 — CH: 7645/10300 — ST: 05/11 — CN: 600/600 — Gyūki: 3250/5000
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Viajante
Visitar todas as Cinco Grandes Nações.
Protagonista
Destaque-se em um evento mundial.
Expansão de Terras
Colonize/domine (ou arquitete a colonização/dominação de) um território de nível 2.
Aceito por Todos
Como Meishu Kage, chegue aos 100 pontos de fama política
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Golpe Final
Dê o "último golpe" em um NPC adversário durante um evento
Arsenal em Crescimento
Adquira uma arma lendária.
Hospedeiro
Torne-se um jinchūriki.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Herói da Vila
Proteja sua vila de um ataque e/ou conclua três mini-tramas arquitetadas por seu Kage.
Planejamento Tático
Colonize/domine (ou arquitete a colonização/dominação de) três territórios de nível 1.
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Eu Tenho um Sensei!
Entre para um time.
A União Faz a Força
Tenha cinco tópicos diferentes de interação (incluindo uma missão) com seu time.
Disputas Podem Ser Saudáveis
Tenha três tópicos de interações de rivalidade com um membro de seu time.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Fazendo História
Conclua uma mini-trama.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Explorador de Outras Regiões
Colonize/domine (ou arquitete a colonização/dominação de) um território de nível 1.
Perito
Adquira uma qualidade de perícia (elemental, armamentista, etc.).
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Melhorias ao Meu Arsenal
Receba um transplante ou realize-o em seu próprio personagem.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Reconhecido por Todos
Chegue aos 100 pontos de fama geral.
Forças Especiais
Obtenha uma graduação especial.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Sekiro
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77696-f-yohma-uchiha#613905
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77700-gf-yohma-uchiha#613977
Luna
Kojin Mizukage
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 3026d08ad16326db2dc9f1fc16d558d6
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 3026d08ad16326db2dc9f1fc16d558d6
天と地の間"Esse mundo é todo meu"

Do alto, pôde observar a cena que se desenrolou abaixo. Se possível veria, com o Rinnegan, a energia que era absorvida por Soramaru. Como linhas de cores diferentes, tragadas de Altria para o albino. Um chakra que se diferenciava da portadora, seja em cor, intensidade, ou malícia. Saberia, portanto, que Soramaru estava se embebendo do chakra da Besta de Cauda, talvez para repor as próprias energias, talvez na intenção desesperada de ficar mais forte. Um plano sólido, cuja efetividade seria incontestável… Não fosse a presença dela ali – e por causa disso, a ruiva sorriu.

Com um “tsc” de desapontamento, viu Jyu ser atingido novamente. Mas o que de fato chamou sua atenção foi o que ocorreu no momento em que Soramaru pousou. Testemunharia, com os olhos atentos, quando o albino era tomado por uma crisálida, tal como uma lagarta, apenas para ressurgir após a transmutação. Mas o que veio a seguir tirou sua atenção por alguns instantes.

Ela entendia a beleza presente no poder. Aquela energia não era mais de um humano. A própria presença daquele ser queria esmagá-la, curvá-la a sua vontade. “Dobre os joelhos”, era o que lhe dizia. “Renda-se. Submeta-se”. A intenção assassina era forte, penetrando por seu poros, buscando suas fraquezas, seus medos. Cada vez mais fundo. Mei era humana, afinal, e como todo humano, nutria uma parcela de medo. Tendo se tornado mãe, e, mais recentemente, Mizukage, o medo crescia involuntariamente sob os tapetes. Medo da perda. Medo do fracasso. Tornava-se uma grande parte de si. "...mas não a maior..." nas profundezas de seu ser, o sentimento tocou em algo que não deveria. Alcançou a alcova, despertando a monstruosidade que morava ali. Seu interior tremeu quando a Besta rugiu com um brado demoníaco, despertando sua consciência entorpecida. “Sim, não a maior”, ela respondeu, retomando o controle de suas ações. O medo da morte era inevitável. Do fracasso. Da perda. Mas se iria se curvar ou continuar lutando, era sua escolha.
E, olhando de perto, ele nem era tão assustador assim.
Comparado ao seu real temor, ele, na verdade, não era nada.

Primeiramente olhando para o lado, verificava se estava tudo bem com Yohma. Caso ainda estivesse no transe, ela buscaria despertá-lo tomando seu rosto nas mãos e dando-lhe um rápido beijo, seguido por um tapa, se necessário. Não sendo o caso, apenas voltaria sua atenção à criatura no solo, observando a semelhança – idêntica, na verdade – entre ele e a transformação de seu marido. Se possível, notaria também a similaridade de um de seus olhos com o Rinnegan portado pelo casal, um fato um pouco mais preocupante. Analisando sua rede de chakra, ela tentava entender se aquilo se tratava da mesma pessoa, tendo apenas ativado novo estágio de transformação, ou se o suposto ser dentro dele havia enfim tomado o controle. O decorrer da cena se passaria diante de seus olhos, absorvendo os detalhes, até a chegada do momento onde o ataque seria lançado.

Eram incrivelmente rápidas, mas as lanças geradas pela criatura não escapavam da acuidade de seus olhos. Com a ameaça detectada, levaria de imediato as mãos ao solo, com chamas surgindo em cada dedo, e, ao contato, ergueria ao redor dela própria e de Yohma a barreira do Uchiha Kaenjin, detendo 5m de raio. Um novo movimento com os dedos daria vida a uma segunda barreira tangente a primeira, ambas erguidas a 42 m/s, com a mulher tendo se movido em igual velocidade. Se funcional, atuando de forma colaborativa ao marido, suas defesas conseguiriam bloquear os danos do ataque, sendo desfeitas logo em seguida para liberar passagem. Na sequência, forçaria seu corpo a recuperação de uma parcela de seu chakra, de forma imediata ao influenciar na produção de sua rede.

Ouviria, então, o frasear de Yohma, assentindo em concordância. O poder das Bijuus é uma espada de dois gumes. Talvez, se tivesse se contentado apenas com as próprias energias, o resultado da luta seria outro, com Ogosho tendo que delegar mais tempo a estudar as fraquezas da oponente. Contudo, por ter se embebido com o chakra de uma Besta de Cauda, aquele corpo recém-nascido tornou-se suscetível à habilidade derivada de sua técnica ocular. Dos diversos reinos regidos pelo Olho de Samsara, o escolhido seria o Sétimo Caminho, Regente da Vida e da Morte. Com a destra estendida, de sua palma deveriam brotar as correntes demoníacas do Caminho Exterior, totalizando seis delas, que avançariam através do portal aberto por Yohma até as costas daquele ser. As Mazō no Kusari, construídas com uma mistura de seu chakra com energia natural de seu Modo Eremita (400 CN), deveriam penetrar pelo corpo que antes fora de Soramaru (42 m/s) e conectar-se ao chakra da criatura. E uma vez que havia chakra de Bijuu dentro desta, o contato com as Mazo produziria, por pressuposto, o efeito de paralisia imediata sobre aquele ser. As correntes dividiram-se de forma que uma se prenderia a cada braço, cada perna, sobrando uma para o pescoço, como uma coleira, e a última bem no meio da coluna torácica. Não apenas a paralisia teria seu uso, como esperava que a dor excruciante causada por elas corroborasse no stun pretendido.

Em sequência imediata, a ruiva teria absorvido mais uma parcela de energia natural e imediatamente, com o olhar focado no corpo opaco, iria conjurar sobre ele uma imensa deflagração das Chamas do Inferno, tendo o seu Enton: Kagutsuchi misturado com Chakra Natural (400) para potencializar o dano causado. O fogo se manifestaria como um pequeno tornado girando em sentido horário, engolfando, em caso de sucesso, todo o corpo da criatura. Tomaria, como sempre, cuidado para não ferir por acidente qualquer aliado.

Se em algum momento de sua ofensiva ela detectasse um ataque em sua direção, um novo uso do Enton: Kagutsuchi seria ativado a 42 m/s, criando um escudo de 4m de raio para encobrir seu corpo e de Yohma.

---------  ❁  ---------

HP: 3.700/3.700 | CH: 6.590/8.550 | ST 03/10
Samehada: 500/500 | Shukaku: 600/1.500 | CN: 100/600
Areia: 2.180/3.000 | Tinta: 1.505  | Sakki: 31

Informações:

_______________________

I could show you incredible things

Busquem comer cimento
GFFichaMod-Ag
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Herói da Vila
Proteja sua vila de um ataque e/ou conclua três mini-tramas arquitetadas por seu Kage.
Luna
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77699-fp-mei-ogosho#613975
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t75448-gf-luna#589545
Myrddin
Jōnin
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 7vYTeMf
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 7vYTeMf

[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 FZEq9Dd
~

A defesa não fora exercida, portanto, Altria caiu de joelhos em meio ao combate; sentindo os braços do algoz ao redor do corpo, a Uchiha sentiu parte da sua energia sendo roubada, assim como a da fera em seu âmago. Na sequência, Altria sentiu a onda energética percorrendo seu corpo, paralisando-a por inteiro enquanto sentia todo o ardor da eletricidade que afetou-lhe graças à falha que tivera. “Merda.” Praguejou mentalmente, ainda envolvida pelo colosso de chakra mediante à habilidade ocular de Emiya. —— Kurama?! —— Clamou pela besta, mas não houve resposta; apenas um silêncio ensurdecedor diante de si. Pela primeira vez em muitos anos, estava só.

A loira suspirou. Fechou os olhos e se concentrou já que era a única coisa que podia fazer uma vez que seu próprio chakra estava bloqueado devido a ofensiva inimiga. Ainda sim, com os olhos pôde ver Yohma atingindo o algoz com alguma técnica que não conseguiu reconhecer, jogando-o ao chão com as asas danificadas.

“Droga.” Murmurou, fitando toda a cena que desenrolou na sequência. Jyu agiu, mas fora pego por Soramaru. O cientista da névoa disparou um montante de flechas contra o adversário, mas este logo esquivou-se delas, desaparecendo como um vulto, e reapareceu arremessando a antiga Sombra ao solo como um boneco de pano. Agora, há cerca de vinte metros da equipe, e oculto pelo montante de areia que se ergueu. Um chakra esverdeado surgiu, e então, uma voz diferente surgiu de onde se encontrava Soramaru, espalhando a energia por todo o ambiente.

Medo se instaurou dentro da loira. Em seu âmago, sentiu-se incapaz de continuar a batalha pela situação a qual se encontrava. De fato, havia sido derrotada e não via escapatória para si mesma. Olhou para onde Soramaru se encontrava, e viu sua nova transformação, similar à do próprio líder Uchiha. A Pendragon suspirou, buscando a determinação dentro de si mesma. Estava cercada por seus amigos, e estava ali parar cumprir com uma missão, mais uma entre tantas. Carregava consigo a bandeira da névoa, e tinha orgulho de portá-la. Possuía os olhos eternos, marca de seu clã, além da besta de nove-caudas dentro de si. Não poderia falhar com os seus. E o Deus das Tormentas ao seu redor era prova viva de que seus amigos também estavam ali por ela. Se obtivesse êxito em quebrar as amarras da morte, a Pendragon controlaria sua própria respiração para acalmar-se e livrar-se de quaisquer resquícios de medo presente em suas células.

Se estivesse livre do Sakki, ainda sim, permaneceria parada graças à técnica adversária, mas atenta ao seu redor. O chão havia se tornado negro tal qual anteriormente, o que a lembrou dos inimigos que surgiram desta. Emiya, através de um rápido raciocínio agiu, erguendo uma barreira inflamável cerca de meio-centímetro da Pendragon. As chamas do Kaenjin tentaram proteger a mulher da criatura de tinta, assim como o colosso de chakra ergueu seus escudos para proteger-se de outros ataques.

Se Altria fosse defendida com êxito, visaria levantar-se do chão após as chamas cederem, ativando seu dōjutsu mais uma vez.

Vida: 2045/3045
Chakra: 5.096/7525
Kyūbi: 687/5500
Estamina: 04/11

Considerações:
Técnicas:
Habilidades:
Itens:

_______________________

[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 4sh18xd
Sobrevivente do punho dourado
Proteja Kumo do Edo Tensei Naruto Uzumaki.
Myrddin
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t86882-f-setanta#713119
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77017-g-f-myrd
Hit
Jōnin
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Aq9glir
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Aq9glir
The Gambler
Shibai fitaria os acontecimentos no campo de batalha. Talvez as ações humanas não tenham surtido o efeito desejado, tendo alguns deles falhando em seus ataques ou mesmo recebendo, aparentemente, dolorosos golpes, também notando o proclamado Nidaime Mizukage caindo do céu ao passo em que Soramaru desviaria de suas flechas sem esforço algum, algo que o Rei julga como insulto. Não obstante, uma cortina de areia cobriria o antagonista, retirando toda a visão que Shibai poderia ter do mesmo, escutando uma voz diferente ecoar durante a cortina. Diferente, mas familiar; porém, antes que pudesse reagir ou fazer quaisquer movimentos, sentiria algo limitando seus movimentos.

Ao mesmo tempo, poderia notar Soramaru se transformando. Não, não é Soramaru, é algo... diferente. Sua transformação e falas trariam a certeza disso, e simultaneamente confusão acerca dos seus próprios sentimentos. Sendo assim, uma chuva de emoções contraditórias inundaram a mente do Deus Ōtsutsuki. Por um lado, há uma pontada de reconhecimento e familiaridade ao perceber que aquele em sua frente é o seu próprio irmão. No entanto, isso também alimentou a confusão e a frustração de Shibai, já que sua própria identidade e memórias parecem distantes e nebulosas. Nesse misto de sentimentos dentro do seu âmago, provavelmente influencia da parte "humana" de Hakari, seu hospedeiro, Shibai começou a se sentir... Insultado. A ideia de ser alvo de uma intenção tão poderosa, executada por alguém tão próximo, é profundamente insultante para Shibai. Afinal, ele é um ser divino, um Deus entre os mortais, e ser subjugado por um membro de sua própria família é uma afronta ao seu orgulho. A voz reconhecida de Rekken — caso consiga escutá-lo —, um humano, alimentaria essa sensação negativa do Deus-Rei. A ideia de um mortal, com sua efêmera existência e compreensão limitada do universo, se colocando no papel de guia ou instrutor para alguém como ele é nada menos que ultrajante. Para ele, a ideia de um humano oferecer conselhos motivacionais é não só insultante, como também um lembrete de sua própria posição superior na hierarquia cósmica. Sendo assim, através do ódio e desprezo, Shibai tentaria quebrar a Intenção de Shifa aplicada sobre si. — Saudades eu tenho de dominar mundos e quando você se curvava diante de mim. — Responderia a indagação de Shifa caso conseguisse quebrar a influência do seu Sakki.

Shibai ignoraria por completo os humanos, mesmo que ataques tivessem feitos a eles, imaginando que consigam se defender e com algo em mente, buscando se aproximar do outro Ōtsutsuki, que havia lhe provocado, ficando por no máximo cerca de 15m do citado, de frente, levando consigo o seu arco telepaticamente e ainda mantendo o aro de Chakra formado em suas costas. — Estou curioso, como o seu código foi feito e inserido em um humano? — Indagaria Shibai para o antagonista, pondo ambas suas mãos nos bolsos, completamente despreocupado e sem intenções de atacar, recuperando um pouco de Chakra no processo. — Além disso, há coisas que gostaria de saber. Onde está o meu corpo original e o que há no meteorito de Hoshigakure no Sato? — Indagaria o Deus-Rei, revisitando as memórias de Hakari e quando o mesmo fora guiado por Jova, o Primeiro Ōtsutsuki da Terra por entre a história do clã. — Enfim, vamos ao que importa de verdade. — Murmuraria, batendo uma palma e fazendo surgir cinco armas distintas da forja em suas costas ao mesmo tempo: Lança, espada, tridente, naginata e estaca. Todas com tamanho comum e adequadas para seu uso, mantendo-as flutuando ao redor de si mesmo, mas as apontando lentamente para aqueles atrás de si, como Emiya e Altria, ameaçando disparar a qualquer momento. — Por que não... nos unimos? — Shibai iniciaria a proposta, dando uma leve pausa, denotando interesse em sua face. — Podemos acabar com os humanos, dominar esse mundo e restaurar os momentos de glória do nosso clã, relembrar os dias em que éramos temidos e reverenciados como deuses. — Finalizaria a sua proposta, esperando que Shifa fosse aceitar a união.

No entanto, todos esses diálogos e interações seriam com um objetivo em mente: Tomar a atenção do inimigo para si enquanto os humanos se movimentam. Para Shibai, cooperar com mortais é uma espécie de insulto e certamente não algo do seu feitio, mas reconhece a necessidade de fazê-lo no momento. Sendo assim, caso os humanos lograssem êxito, a começar por Rekken e sua técnica que logo Shibai reconheceria como o Kage Kubishibari no Jutsu, haja vista ter as memórias de Hakari implantadas em si, Shibai aplicaria Chakra Nagashi de Fuuton em todas suas cinco armas criadas à pouco, e as miraria em direção ao antagonista. Quando percebesse que ele de fato foi paralisado pelas técnicas restritivas dos "aliados", ele dispararia todas as cinco armas telepaticamente em direção ao inimigo à 36m/s, tentando não atingir nenhuma técnica dos humanos — evitando desfazê-las sem querer — ou mesmo os próprios humanos, com intuito de atingi-lo. A naginata irá em direção ao seu torso, a espada buscará fazer um corte lateral nas articulações dos seus joelhos, a lança até seu peito, o tridente em sua asa, e, por fim, a estaca mirará seu olho direito, visando perfurá-lo e cegá-lo. — Eu mandei se curvar. — Exclamaria Shibai no meio de seus ataques.

Tendo êxito ou não nos seus ataques, Shibai buscará recuar para sua posição inicial à 26m/s, ao lado do Cavaleiro das Chamas, visando se afastar do nêmesis.

HP: 1825 | 1825 // CH: 1348 | 3325 // ST: 05 | 07

Informações:

Hakari Otsutsuki
Winter






_______________________

[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 4MPSEz5
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Hit
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t82532-f-p-hit
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t82560-g-f-hit
Hikaro
Jōnin
Hey There!
Hey There!
19 – Mea Tormenta


[HP] 7.042/7300 I [CH] 3.352/7300 I [ST] 06/10 [SANBI] 1.312/2500 I [KHP] 1000/1000 I [KCH] 1000/1000 I [KST] 0/7 I [Sakki] 21/50


Se havia uma coisa que ele poderia dizer, era que naquela batalha seu orgulho estava sendo testado. Havia conseguido auxiliar na defesa com a sua manobra elemental. Se ergueu no ar em meio ao seu pilar de água, tentando utilizar o seu genjutsu, a fim de auxiliar os seus aliados. Após o uso, deixou sua manipulação diminuir a sua altitude, mas os movimentos de Soramaru o pegou de surpresa.

Sentiu sua mão envolver a sua cabeça, enquanto sentia o fluxo de seu chakra e de Isobu sair de seu corpo, sem que conseguisse impedir. Dentro de seu corpo, sentia a raiva de Isobu aflorar, enquanto seu chakra sensorial e o manto de chakra desaparecia lentamente. Somente quando sentiu o seu corpo parar e iniciar o movimento contrário, que entendeu o que estava acontecendo.

Como um boneco de pano, fora arremessado em direção ao chão com força, o que não precisava ser um gênio para saber que, se não fizesse alguma coisa, as coisas poderiam se tornar incrivelmente ruins. No instante em que sua cabeça se separou da mão de seu oponente, começou a usar uma manipulação elemental para criar um colete de água cobrindo todo o seu torso, com duas asas parecidas com os de um morcego saindo de suas costas (Mestre e Perito Elemental, 0 selos, 36m/s).

Sua intenção em criar as duas asas era que servissem como uma espécie de paraquedas, diminuindo a velocidade de sua queda, além de permitir que planasse em segurança a uma distância de até trinta metros de distância de sua posição original, em um declive suave, assim como um paraquedista em momento de pouso, nem que, no momento em que tocasse o chão, necessitasse diminuir a velocidade gradativamente em meio a uma pequena corrida, fazendo com que as asas, quando finalmente parasse, se fechassem atrás de suas costas. Caso fosse auxiliado pelo Hokage ou por qualquer outra pessoa, agradeceria com um aceno de cabeça, mas dando um retorno ao líder da folha com o mesmo tom de humor:

- Então vamos acabar logo com esse cara que a hora do meu chá está chegando… - e daria um sorriso enquanto se afastava , antes de voltar a sua atenção para a “fumaça de areia” provocada pela queda de seu inimigo,.

No instante em que se virasse para o inimigo, sentiria, pela primeira vez a sede de sangue do seu oponente. Uma sede de sangue voraz, fazia-o ver o quanto era inferior. Sentia sua pele se arrepiar e sua mão tremer levemente. Seu coração parecia querer sair pela sua boca, enquanto sentia dificuldade em respirar, sentindo os seus joelhos cederem, encostando rapidamente na areia do deserto. Como diabos alguém poderia ter tanta sede de sangue assim?

“Jyu, acorda, seu idiota!” - a voz de Isobu parecia ressoar por todo o seu corpo, irritado. Ter seu chakra retirado parecia ter despertado a raiva da besta de cauda conhecida pela sua calma, o que tornava as coisas um tanto quanto diferentes. “Vai se deixar levar por esse cara que não é nem um décimo do que já enfrentou até hoje?”

As palavras de Isobu, gritadas, pareciam facas perfurando o seu corpo. A lembrança das lutas que já tivera, das dificuldades que encontrara em toda a sua vida shinobi, eram, de fato, muito superiores do que aquilo. Sua mente rapidamente viajava na Grande Guerra contra o louco Yamanaka e seus poderes de controle mental, em que o mundo quase foi inteiramente destruído. Lembrou da loucura que foi enfrentar de frente as experiências de Moira eu combate mortal contra Overhaul. E, mais recentemente, a luta contra aquela que se colocava como uma Deusa, em que, mais uma vez, ajudara a salvar o mundo.

Sim, ele havia enfrentado de frente inimigos ainda mais poderosos que ele, por que deveria se deixar levar por apenas isso? Ele já havia enfrentado até mesmo alguém que se colocava no mesmo patamar que um Deus, o que era ele além de alguém que mal tinha uma capacidade de transformação? Já havia enfrentado perigos ainda maior, que haviam colocado em cheque a existência daquele mundo e havia sobrevivido. Como diabos não sobreviveria a mais um?

Mordeu os seus lábios, fazendo força para tentar se levantar, mesmo que seu corpo ainda parecesse pesado pela experiência que havia passado. Observaria que a areia havia, mais uma vez, se transformado naquela negritude líquida, quase como se fosse uma tinta, o fazendo se lembrar que foi em uma situação parecida que havia sido atingido.

“De novo não, seu energúmeno…” - pensava, observando agora a nova forma de Soramaru, que começava a criar várias lanças. Pensando nas lanças usadas anteriormente, mordeu o seu dedo, colocando as mãos no chão instantes antes dele começar a sua ofensiva.

- Kuchiyose: Gojū Rashōmon! - diria, invocando a sua frente, os cinco portões do inferno no instante em que as lanças começassem a voar em sua direção. Dessa vez, porém, não se esqueceu de suas costas, como antes. Aproveitando a água de suas costas, usou o Suiton: Suiten Hōfutsu (Mestre Elemental, 0 selos, 22m/s, 0,02 segundos pra criar) para criar inúmeros espinhos de cerca de cinquenta centímetros cada, usando logo em seguida o Water Spikes (Mestre Elemental, 0 selos, 22m/s, 0,02 segundos pra criar) logo atrás de si em uma área de cinco metros quadrados, a fim de que, caso ele tentasse o mesmo tipo de ataque furtivo de antes, destruir o espectro de tinta que surgisse.

Usaria do máximo de sua velocidade (5,  22m/s) para ir para a direita na diagonal, afastando-se mais cinco metros da posição em que estava (0,2 segundos), enquanto criaria uma cúpula de água ao seu redor com cerca de dez metros de diâmetro, a fim de se proteger de um possível novo ataque, enquanto tentava recuperar um pouco do seu chakra, juntamente com Isobu.

“Temos que acabar logo com isso…” - pensava, desfazendo sua cúpula de água e tentando não perder o oponente de vista, mas deixando na manga um Rasengan enquanto, com a mão direita, sacava a Nuibari, para não mais deixar-se ser tocado novamente por Soramaru ou qualquer outra coisa que se aproximasse dele naquele momento…

”OFF:
 
Vindo daqui

_______________________

Seguindo os Passos da Lendária
Obtenha a evolução do Iryō Ninjutsu: Angell no Hōhō.
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Eu me Tornei Chūnin
Vença um evento de Exame Chūnin.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Falando em Genjutsu...
Tenha cinco jutsus classificados como "genjutsu" de rank B ou superior.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Perito
Adquira uma qualidade de perícia (elemental, armamentista, etc.).
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Melhorias ao Meu Arsenal
Receba um transplante ou realize-o em seu próprio personagem.
Esse É o Meu Jeito Ninja!
Adquira sua primeira Habilidade Única.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Reconhecido por Todos
Chegue aos 100 pontos de fama geral.
Hospedeiro
Torne-se um jinchūriki.
Forças Especiais
Obtenha uma graduação especial.
Arsenal em Crescimento
Adquira uma arma lendária.
Golpe Final
Dê o "último golpe" em um NPC adversário durante um evento
Guardião da Vida
Salve um aliado da morte durante um evento mundial.
Protagonista
Destaque-se em um evento mundial.
O(a) Doutor(a) Chegou!
Seja o suporte (curandeiro, sensor, etc.) do grupo durante um evento mundial.
Eu Sou Referência
Com um personagem consolidado (ou seja, que não tenha sido resetado totalmente por um período mínimo de 12 meses reais [em OFFgame]), que respeita o nome de seu clã (isto é, que luta e que até morreria para perseverar a honra e a glória de sua linhagem de
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Hikaro
Sevenbelo
Jōnin
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 100x100
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 100x100

 

Avatar
     
Minguando





CM:200/500

A parede de tufão criada pela manipulação de Taiton feita por Harikēn Kaguya foi suficiente para protegê-lo da explosão de Raiton de Soramaru, assim como as defesas dos ninjas da aliança shinobi que observara foram suficientes para proteger os ninjas das lanças explosivas arremessadas do céu pelo inimigo alado, com o impacto das lanças contra as defesas criando um brilho iridescente.

Depois disso, aliados atacaram Soramaru, mas Ken só pôde ver o resultado do confronto, com o Nidaime Mizukage sendo arremessado de volta para o grupo que estava no chão, chegando pelos braços do hokage, ou, caso ele não conseguisse, pela queda mesmo. 20 metros a frente do Kaguya e seus companheiros, Soramaru aterrissou, erguendo uma nuvem de areia.

Uma onda de chakra verde-negro foi espalhado por Soramaru após chamar Hakari, que agora estava se chamando de “rei”, de irmãozinho. No entanto, com a onda veio a intenção assassina do oponente. Seu corpo foi tomado por um medo muito maior do que o enfrentado na Torre Leste, medo de morte tão grande que parecia que seu shikotsumyaku havia calcificado todas as suas articulações. Harikēn Kaguya estava completamente paralisado.

O medo subiu rapidamente pela espinha do jovem da vila da Areia e tentou dominar a mente do mesmo. O jounin de Suna já estava duvidando de suas capacidades e a intenção assassina do adversário só reforçava os pensamentos autodepreciativos de Ken. Por entre o turbilhão de pensamentos ruins que passavam pela cabeça do Kaguya, uma voz pouco familiar pode ser ouvida. Rekken, o ninja de Kiri desconfiado de Karma estava incentivando o ninja a se apegar a sua esperança. Nisso se lembrou de que, com auxílio dos aliados, foi capaz de parar o ataque de Yona na Conferência Internacional de Medicina, assim como, graças à ajuda dos aliados, foi capaz de dar um fim à criatura que atacou a aliança na Torre Leste. Sozinho, ele realmente poderia morrer, como quase morreu quando Soramaru penetrou a mão em seu peito, mas juntos eles poderiam superar o inimigo. Eles PRECISAVAM superá-lo, pois só assim Ken poderia voltar para a Vila e continuar sua busca por seu pai desaparecido. E se o problema para sair do transe do instinto assassino de Soramaru fosse falta de empurrão, o clone do Hokage daria uma mão com isso.

Caso saísse do Sakki inimigo, veria a nova forma de Soramaru, semelhante a forma de Yohma, com olhos de esclera verde e íris amarela com círculos concêntricos. O hokage tentaria fazer uma plataforma de madeira surgir debaixo dos pés de todos que estavam por ali para afastá-los da tinta de Soramaru e Ken se manteria em cima da plataforma de bom grado, pois o Grande Defensor deveria saber o que estava fazendo.

Independentemente do Hokage conseguir fazer fazer a plataforma ou não, caso o Kaguya, que estava atento aos movimentos de Soramaru, visse (até 34 m/s) o mesmo formar as 12 lanças, ele imediatamente associaria ao ataque anterior, firmaria os dois pés no chão e tentaria formar 3 paredes ósseas com Suiren no Mai (30 m/s) de 5 metros de largura por 3 metros de altura, uma na frente da outra e todas com 100 de CM, tentado proteger a si mesmo e os aliados que estavam a sua direita, posicionando a parede 20 centímetros a sua frente tentando cobrir a si próprio e todos os aliados a sua direita. Depois que percebesse o impacto das lanças em alguma das defesas, moveria seus pés para se desfazer do que restasse dos Suiren no Mai, fazendo-os se transformar em cinzas ósseas. Por fim, respiraria fundo para se recuperar e regenerar enquanto seu Jotai Ni chegava ao fim, fazendo sua aparência voltar ao normal.

Informações:

 

Sevenbelo
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t84775-ficha-hariken-hyuga
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t84823-gf-hariken-hyuga
Keel Lorenz
Jōnin
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 14tg4Ry
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 14tg4Ry
A transformação de Hakari — no âmbito de personalidade — chocou bastante Hakuryuu. Novamente o colega mostrava fenômenos que desafiavam as noções de mundo do suna-nin. Infelizmente, Kin não teria qualquer pausa para poder entender melhor a situação. Dado o dificílimo campo de batalha que testemunhava, mal tinha tempo de raciocinar sobre suas ações. Algo muito perigoso, especialmente do ponto de vista de Hakuryuu. Neurótico como era, tendia a acreditar que revisões mentais mais conscienciosas eram a forma mais segura de garantir o sucesso em uma missão. Não que estivesse indefeso sem essa possibilidade, mas se sentia um tanto vulnerável ao perceber a quantidade de decisões instintivas que estava tomando. As perícias elementais de seu corpo reagiam no que aparentava ser o limite do tempo possível e, até então, ainda não estava ferido ou morto. No entanto, ainda assim, “o piloto” por trás da máquina que era o seu corpo não se sentia nem um pouco confortável em depender dos pilotos automáticos programados por anos de treino.

Tudo aconteceu rápido demais para poder se dar ao luxo de formar qualquer opinião. Diante do brilho intenso ao redor dele e do fato de que ainda não sentia dores no corpo, sabia que a defesa tinha triunfado, ainda que desaparecesse em luz.

Certo da superação daquele desafio, Hakuryuu ainda estava um tanto atordoado pela falta de controle cognitivo da situação. Ainda que perdido, sem saber por onde começar, não pode deixar de se sentir impressionado com o ataque que aparentava tratar-se de uma rajada invisível, agora executado por Yohma em vez de Mei. Eventualmente, diante da cera probabilidade de Altria e Jyu terem ferimentos após o atrito com Soramaru, Haku imaginou se não poderia ser útil com seu ninjutsu médico. Todavia, a situação arriscada lhe prevenia de simplesmente avançar e iniciar quaisquer avaliações de saúde ou tratamentos.

Foi então que algo gigantesco interrompeu seu fluxo de pensamentos um tanto desnorteados: o sakki mais poderoso que havia sentido na vida. As palavras conseguintes de Soramaru, por mais curiosas que fosse, acabaram simplesmente passando batido. Mas não era só isso que o paralisava. Também estava receoso quanto às potenciais complicações que uma nova transformação traria. Se lidar com as velocidades já estava complicado antes, agora, então…

Por alguns instantes chegou a achar que seria o fim. Não tinha mais vigor físico para continuar e ainda se libertar daquela pressão. Entretanto, a voz de Rekken surgiu como uma luz no fim do túnel. Estava com muito medo. Entretanto, as palavras do kiri-nin acabaram apelando para seu lado mais racional.

Não se sentia especificamente tocado por certos tipos de discursos motivacionais. No entanto, as palavras do outro shinobi tinham o feito lembrar de algo importante. Tinha que ter esperança. Até porque, por mais improváveis que fossem suas chances de sobreviver, se não quisesse que o seu ego desaparecesse e tudo que havia aprendido fosse em vão, era obrigatório que prevalecesse. Não podia deixar que tudo fosse em vão.

Momentaneamente perdeu-se em pensamentos sobre o que poderia fazer, já que possivelmente suas defesas provavelmente não mais acompanhariam os demais. Se ele tivesse continuado daquele jeito, muito provavelmente não teria se libertado da prisão. Todavia, uma nova voz veio, como uma ressurgência definitiva de uma luz que se apagava no fim do túnel.

Os tapas e o jeito direto era exatamente o tipo de coisa que faltava em Hakuryuu. Em suma, menos teoria e mais ação. Com isso, o suna-nin finalmente acordaria. Como havia feito até então, por mais receoso que estivesse, teria que tentar instintivamente seguir o ritmo da batalha. Não avançaria diretamente contra um inimigo tão poderoso, claro. Porém, sempre poderia haver algo para ajudar no campo suplementar ou do suporte. Buscaria tais oportunidades.

O desafio de Soramaru acabou sendo o gatilho final para que Haku começasse a agir.

Ao que percebesse que não era um dos alvos dos ataques iniciais de Soramaru (Vel. 5 → Percebe até 6 = 26 m/s), Hakuryuu começaria a agir quanto a uma brecha surgida bem abaixo de seus olhos. Com seu Jiton: Jakuhō no Sōjin, ao toque tentaria magnetizar o máximo que conseguisse da tinta que cobria a cratera. Ao que obtivesse sucesso na magnetização, utilizaria sua habilidade única para reunir o máximo de material que conseguisse em uma esfera compacta (1º Slot de Jakuhō | ME = 0 selos | 42m/s) e, então, propeli-lo para longe da cratera (2º Slot de Jakuhō | ME = 0 selos | 42m/s). Naturalmente, o alcance máximo da técnica não permitia que ele controlasse o material magnetizado além das margens da estrutura em que estavam. Por isso, na sua tentativa de propelir o material, Haku aceleraria a esfera o máximo que pudesse durante os 40 metros do seu limite de alcance. Então, considerando que o trajeto do arremesso seria angulado na diagonal para cima e que visaria a direção da parede mais próxima de Kin — em que não houvessem aliados no meio do caminho, para não arriscar derramar tinta sobre eles —, Hakuryuu tentaria executar um lançamento oblíquo da esfera compactada.

Imaginando que talvez a tinta pudesse reagir à sua tentativa inicial de magnetização, paralelamente Haku também deixaria engatilhada uma manipulação elemental de coringa (1x Manipulação Rank A | ME = 0 selos | 42m/s | 1015 de Defesa). Caso qualquer movimentação suspeita acontecesse na substância próxima de si, envolveria o seu corpo em sakin da forma mais rápida que simples que pudesse. Durante a preparação, a forma mais simples que conseguia pensar era a de um elipsoide oca — uma elipse em 3 dimensões. Em outras palavras, a forma de um casulo.

Ademais, visaria permanecer junto do clone do Hokage, por razões de segurança. Caso ele desse sinais de que estava querendo se locomover daquela posição, rapidamente pediria para ser carregado, já que era um tanto lento. Se isso não fosse possível, correria (Vel. 5 = 22 m/s) atrás dele, tomando cuidado no trajeto.

Palavras: 920


Reservatório: 1400 | 3000 un. — Ambiente: 400 | 500 un.

Legenda:
Falas: — Texto — descrições. | Pensamentos: "Texto" — descrições.

Resumo:
Observações [6]:
Jutsus:
Equipamentos:
Aparência:
Particularidades e Regras:

_______________________

[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Q13rwps


Keel Lorenz
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t82420-ficha-hakuryu-kinsetsu
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t82449-gf-hakuryu-kinsetsu#665525
Mako
Game Master
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 P5OpjVT
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 P5OpjVT
A Batalha da Lua Minguante20 — Parte 7  
Shifa toma conta do corpo de Soramaru e a batalha se torna um verdadeiro pesadelo aos ninjas.

Temperatura: 22°C (clima seco).
Horário: Noite (lua minguante)



Vazio
Vazio… tudo o que eu vejo é vazio. Não há cores, não há som, não há calor, não há vida. Morte. Eu vejo a morte. A morte de cabelos ruivos, a morte de cabelos loiros. A minha morte é pálida. Triste. Solitária. Merecida. Nenhuma outra morte faz sentido. Perdem-se ao vento. Que vento? Respiro fundo dentro do vazio. Eu ainda estou vivo… não estou… Hime?

Um Buraco no Deserto
Chokurabu auxiliou Jyu a pousar me segurança, demonstrando uma aliança há tempos adormecida entre os dois vilarejos — revelando a essência do coração do Hokage e a proximidade que ninjas experientes criavam eventualmente ao combater os perigos que assolam o mundo. Talvez as novas gerações ainda não tivessem vínculos tão fortes, entretanto, cada vez mais ficava óbvio como seriam necessários, pois a forte  intenção assassina de Shifa se espalhou no ambiente afetando a maioria dos ninjas, uns mais do que outros.

Rekken notou rapidamente os efeitos no grupo e promoveu-se como um guardião ao se movimentar no tempo-espaço e tentar motivar a todos com um discurso inflamado de determinação. Shifa percebeu o humano e sua técnica de teletransporte, algo que já estava ciente, assim como as demais habilidades mostradas até o momento por cada ninja, pois compartilhava das informações dentro do recipiente que o ressuscitara. Juntamente dele, o próprio Hokage, mostrando toda sua gentileza, criou clones para ajudar os companheiros de time a se livrarem do medo, honrando a alcunha de Grande Defensor. Afinal de contas era isso que ele era. Um Guardião da Paz, dedicado a mostrar uma solução mais pacífica de resolver as coisas. A pessoa que gostaria de ter conversado com Yona quando tiveram a oportunidade — e que talvez com isso pudesse ter evitado muitos conflitos naquela missão. Chokurabu era assim. Às vezes não percebendo o próprio potencial, mas nunca deixando de tentar. E até aquele momento suas tentativas tinham funcionado; a maioria dos ninjas só estavam vivos por causa dele.

Mas o mundo ninja não é justo.
Ele nunca foi.
Ele nunca será.

Uma silhueta de tinta se ergueu próximo dele antes que ele conseguisse fazer alguma coisa a respeito, logo em seu movimento de recuo — e ele tinha um plano inteiro na cabeça, muito bem elaborado e totalmente capaz de suprir a necessidade. Ter planos, porém, é diferente de ter êxito neles. O corpo de tinta o envolveu nos braços, fazendo-o ficar coberto de tinta e todas as técnicas eram desativadas, a conexão com o Yonbi, enfraquecida. Seu corpo agora era uma massa de tinta com várias fórmulas de selamento. E se fosse apenas isso talvez tivesse um caminho diferente, mais fácil, mas não era apenas aquilo. Uma das lanças de chakra conjuradas pelo chakra do inimigo cortou os ares em um lampejo de luz e arrebentou o corpo dele com violência, abrindo um buraco em seu estômago que parou antes de atravessá-lo, danificando inúmeros órgãos no processo e fazendo o sangue misturar-se à tinta enquanto ela continuava agindo.

[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Z69CKJY

Aquele dano, porém, não havia sido exclusivo a ele. Jyu também fracassara em se precaver. Ao notar as lanças nascendo no horizonte pensou existir um tempo maior para se defender e abaixou-se para invocar uma das técnicas defensivas mais fortes em seu arsenal. Entretanto nem mesmo a experiência de uma lenda como ele foi suficiente para evitar que a silhueta de tinta o abraçasse rapidamente, fazendo-o desativar todas as técnicas que carregava consigo, enfraquecendo a conexão com o Sanbi, impedindo-os de manterem-se em contato, e iniciando a técnica de extração, assim como em Chokurabu. No instante seguinte, em um feixe de luz, o corpo do ninja experiente foi impactado da mesma forma brutal que o Hokage foi no mesmo instante, tinta e sangue voaram para todos os lados. A diferença entre os dois lendários líderes era que Chokurabu conseguiu manter-se consciente por causa de seu corpo especial, mas Jyu desmaiou no mesmo momento que foi perfurado.

De forma menos brutal, mas não menos preocupante, porém, Altria também se viu afetada pelos poderes do inimigo. Derrubada anteriormente ao receber múltiplos golpes, ela esperava que alguém a salvasse. Uma atitude rotineira naquela missão; uma donzela indefesa que carregava poderes mais próximos dos Céus do que da Terra; mas naquele momento, devido a uma desatenção de seu companheiro, Emiya, ninguém conseguiu evitar o acúmulo de tinta em seu corpo após ser abraçada pela silhueta e ter todo seu poder novamente bloqueado. A extração de sua besta também teve inicio simultâneo a dos outros dois hospedeiros. Por sorte, no entanto, Emiya usava o deus da tormenta com esplendor e com isso nenhuma lança a alcançou; mas aquilo não diminuía os riscos. Estava prestes a morrer.

Tudo aquilo aconteceu de forma muito abrupta, mas não havia sido tudo. Isto, pois, Hakuryu notou que não era alvo de nada e enquanto as lanças sumiam de sua visão, ele ativava uma técnica secreta muito perigosa para magnetizar todo o ambiente ao redor dele fazendo com que a tinta no solo passasse a ser controlada por ele, removendo-a de campo no mesmo passo que Shibai (Hakari) se aproximava do irmão, carregando várias dúvidas e uma proposta que fez Shifa expressar desdém. — Nunca muda seu jeitinho de ser, não é mesmo, irmãozinho? — respondeu, pois diferente de Shibai, ele conseguia se lembrar com plenitude de quantas vezes o irmão tentou se sobressair contra ele; e a sétima lança de chakra se moveu (50m/s, 1500 dano) na direção de Shibai quando ele ofereceu a parceria e no mesmo instante Shifa falou: — Você é só uma casca.

Rekken se moveu — ou melhor, sua cópia. Aquele movimento feito corajosamente era louvável, mas não importava. Assim que o corpo agiu uma oitava lança cortou o ar (50m/s, 1500 dano) destruindo-o. Seu verdadeiro eu, porém, tentou algo mais elaborado. Um uso excelente de sua técnica secreta, tentando se aproveitar de outras influências no campo de batalha. Os olhos astutos de Shifa não deixaram passar batido uma sombra se movendo pelo deserto cuja tinta havia se esvaído após ser magnetizada pelos poderes de Hakuryu. Longe dali, após terem se defendido sem dificuldades, o casal Uchiha — Yohma e Mei — se preparavam para atacar com Yohma abrindo uma ruptura dimensional conectando-o ao inimigo. Raios negros misturaram-se ao brilho das correntes de chakra produzidos pelos olhos migratórios.

Shifa sorriu.

Sentia com perfeição a posição de todos, inclusive o movimento feito por eles. Virou o rosto para trás onde a ruptura abriu-se. A sombra de Rekken se levantou do chão, absorvida para o peito do inimigo que usava sua técnica de absorção de chakra sem dificuldades enquanto a nona lança disparava na direção do Nara que desapareceu no ar surgindo na mesma torre que Yohma e Mei estavam. Em simultâneo, virado para a ruptura, viu as correntes atravessando o tempo-espaço com vigor e encolheu a parte que escapava da ruptura, prendendo-as em sua dimensão de bolso com outra técnica no mesmo instante. A décima e a décima primeira lança avançaram contra a ruptura, obrigando Yohma a fechá-la antes de Mei finalizar a ofensiva com suas chamas negras; e a décima segunda lança foi agarrada com força pelo inimigo que desapareceu em seu próprio vórtex, a primeira vez que achou Soramaru útil em toda sua existência.


No topo da torre

[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Mn5ydU7

Surgiu às costas do casal (5m), ainda no ar, movendo o braço e disparando a lança contra os dois (45m/s) para provocar danos ao colidir (1500 dano) e ainda provocar uma explosão de eletricidade dentro de um raio de 5m tendo o espaço entre os dois como o epicentro (1200 dano para cada e 1 turno de paralisia). — Você tem uma transformação interessante — comentaria após o disparo, focando sua atenção em Yohma, mas não ignorando o fato de Mei estar ali, mas deixando de lado a existência de Rekken que estava dois metros atrás da posição inicial dele; não por não ter notado, mas por não vê-lo como uma verdadeira ameaça.

No instante seguinte ao comentário, as asas ficariam visivelmente abertas para mantê-lo no ar — embora não precisasse, pois utilizava a gravidade — e delas uma chuva de tinta cairia no mesmo segundo, cobrindo toda a superfície da torre como lâminas afiadas (50m/s, 1500 dano). A tinta que caísse sobre a superfície da torre começaria a se multiplicaria até que todo o solo ficasse coberto dela. Seria possível notar, com uma atenção redobrada, que toda aquela tinta possuía inscrições e fórmulas de fuinjutsu. Inukaitakerunomikoto, recitaria mentalmente assim que a tinta se espalhasse para fazê-la se erguer como cabeças animalescas, sendo doze delas ao todo, que tentariam abocanhar os três ninjas — três contra Yohma, três contra Mei e duas contra Rekken — usando uma velocidade absurda (50m/s) e com enorme força cada cabeça (1500 dano), atacando em mergulhos ordenados em uma sequência precisa de um após o outro contra cada um e perseguindo-os dentro de um raio de duzentos metros.

Mergulharia em pleno ar na direção de Yohma após o ataque do Inukaitakerunomikoto em alta velocidade (50m/s). Invocaria uma lança na mão direita (1200 dano), outras três às costas, e tentaria golpeá-lo com a lâmina energética em três golpes distintos (50m/s) — do ombro direito à cintura, do lado esquerdo do tronco ao direito e uma estocada por fim. Se em qualquer desses golpes ele acertasse diretamente o corpo do ninja ainda liberaria ondas elétricas (500 dano, paralisia de um turno) para imobilizá-lo. Caso Mei ou Rekken tentasse se aproximar ele atiraria uma lança contra a pessoa (50m/s, 1500 dano) para tentar impedi-la de se aproximar. Indiferente a conseguir danificar Yohma ou não ou sentindo ameaça em qualquer momento desde o começo de seus ataques, ele mergulharia em um vórtex, se movimentando pelo espaço-tempo para fugir dali — e só voltaria a aparecer quarenta metros acima deles ainda na torre.


Um buraco no deserto

[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 LQyDeaM

Imediatamente ao desaparecimento de Shifa dentro de um vórtex, quatro criaturas emergiram da tinta que cercava o ambiente. Embora Hakuryu tivesse conseguido afastar boa parte dela, os limites que sua força não alcançava revelou quatro monstros esguios forjados inteiramente em tinta, medindo cerca de dez metros de altura com rostos brancos forjados em ossos semelhantes àqueles que cobriam o rosto de Soramaru. Estavam em pontos cardeais ao redor do grupo. Em suas bocas um brilho vermelho começou a concentrar muito parecido com aquele usado por Soramaru anteriormente através do dedo, mas este eles precisavam preparar antes de disparar — será que poderiam impedi-los?


Regras e Considerações
Regras:
Orientações:
Orientações Individuais:
TEMPLATE POR AKEIDO
Mako
sinhorelli
Jōnin
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 9257667bb3f8f1af13259ed19fd7c83691054c54_00
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 9257667bb3f8f1af13259ed19fd7c83691054c54_00
HEROI DE KONOHA ──  ERABARESHI MONO-TACHI ── SANNIN ── GUARDIÃO DA PAZ ── GRANDE DEFENSOR ── HOKAGE
CHOKORABU: HP: 35OO/5OOO▵ CH: 11.87O/16.OOO ▵ ST: O7/15 ▵ SAKKI: 2O/5O ▵ SON GOKŪ: 12OO/3OOO

Cada ação que empreendo é uma expressão direta dos meus pensamentos, valores e intenções. Minhas ações são informadas por meu pensamento, mas também moldam meus pensamentos e experiências futuras. É um ciclo contínuo de aprendizado e adaptação, onde cada ação influencia meu pensamento subsequente, e vice-versa. Portanto, é crucial cultivar uma mentalidade de pensamento reflexivo e consciente, para garantir que minhas ações sejam alinhadas com meus valores e objetivos mais profundos. No entanto, reconheço que, apesar de ter libertado meus aliados da paralisia induzida pelo instinto assassino do inimigo, falhei em agir prontamente para me salvar. Essa hesitação pode ter sido causada por minha própria falta de habilidade ou até mesmo por subestimar a ameaça que enfrentávamos.

AAAAAH!!! - gritei diante do ataque que me atingiu, fraquejando minhas pernas, ajoelhando-se e por fim deitando sobre meu próprio sangue, abraçando-me na região do estômago, quase em posição fetal.

Tentei olhar para a região em que fui atingido, iria notar um buraco que havia sido feito na região do meu estômago; a dor, agonia e desespero eram como uma tormenta furiosa que me consumia por inteiro. Além disso, envolto pela massa negra da tinta, sentia o chakra de Son Goku sendo extraído à força, como se arrancassem pedaços de minha própria alma. Em meio ao caos que se desenrolava ao meu redor, pensei que esse seria o fim. A morte parecia iminente, uma inevitabilidade cruel que me aguardava pacientemente. No entanto, mesmo diante da dor lancinante e da proximidade da morte, uma chama de determinação queimava em meu interior, clamando por vida, por uma chance de continuar lutando.

Porraaaa!!! Cof, cof, cof! -gritaria, enquanto sangue jorrava de minha boca, enquanto tossia ― Preciso de ajuda médica, alguém! - clamaria por auxílio aos meus colegas. E se algum deles viesse ao meu socorro, em qualquer momento, eu não recusaria a ajuda.

Num instante de clareza dolorosa, percebi que pensar em sobreviver não era suficiente. Era necessário agir, mesmo diante das circunstâncias mais adversas. A vontade de viver era apenas o primeiro passo. Mesmo com o corpo extremamente ferido e a mente confusa, buscava mentalmente me erguer do abismo da dor e da agonia, alimentado pela determinação de continuar lutando. Cada movimento, cada respiração seria um ato de resistência, uma declaração de que eu não desistiria facilmente.

Não conseguia me mover; além disso, estava ciente de que precisava de ajuda para me curar. No entanto, nem tudo estava ao meu alcance, e essa foi uma lição que precisei aprender. Comecei a ponderar sobre uma solução para aliviar a ferida, mas logo percebi que precisaria do auxílio de Son. Antes de tudo, era crucial encontrar uma maneira de lidar com o bloqueio entre mim e Son, presumivelmente causado pela misteriosa silhueta que me afetou. Embora meu fluxo de chakra parecesse normal, o mesmo não podia ser dito em relação ao de Son Goku. Além de estar sendo drenado de mim, seu chakra parecia estar bloqueado para acessar, o que explicaria a prematura dissolução de minha transformação. Parece que o bloqueio de chakra de Son não era resultado de Kyuinjutsu. Entretanto, algo em meu corpo está interferindo no contato com ele. Embora não fosse Kyuinjutsu, poderia estar relacionado a um Fuuinjutsu?

Mesmo lutando contra a dor e a ameaça iminente de morte, encontrei um lampejo de lucidez. Num esforço desesperado, busquei soluções para neutralizar qualquer coisa que estivesse dentro de mim. Minha batalha não se resumia mais a enfrentar apenas Soramaru. O âmago dos meus dilemas residia na luta contra algo que todos enfrentam a cada instante de suas vidas, algo que é difícil de definir com precisão, embora haja várias definições disponíveis. Estou me referindo à morte, uma realidade inescapável que todos conhecem, e eu, tentaria algo que muitos buscam fazer: “enganá-la”. Usufruindo de minha habilidades com Chakura no Giso, iria tentar suprimir toda a minha rede de chakra. O objetivo seria suprimir tanto o meu chakra, ao ponto de suprimir o de Son Goku - se ainda estivéssemos interligados. A ideia era fazer nosso chakra desaparecer temporariamente, ocultando-nos como alvos da técnica.

Tentaria me mover, com intenção de sentar e entrar em contato com Son Goku, questionando-o se estava bem, caso não consiga e minha tentativa em suprimir meu chakra tivesse sucesso ou falhasse parcialmente, eu continuaria considerando a teoria de que algo em meu ser está impedindo o contato com Son, mesmo enquanto permaneço paralisado. Aproveitando que minhas mãos ainda estivessem na região do estômago, busco através do toque do meu próprio corpo com a mão direita, buscar absorver meu próprio chakra e, se minha teoria estivesse correta, também o quer estranho que fora introduzido em mim. Além disso, espero transformá-la em uma fonte de chakra para mim, como um filtro capaz de purificar (Kyuinjutsu).

A dor poderia interromper o processo mas eu só pensava em continuar, agir. Decidi também explorar outras alternativas para purificar meu corpo de quaisquer "impurezas", como definir, que pudessem estar depositadas nele. Sem a necessidade de selos, iria ativar a técnica Mokuton: Mokuryū no Jutsu, na intenção de formar um dragão de madeira que iria envolver meu corpo (a 42m/s), tomando cuidado para ele não me machucar, permitindo que o dragão absorvesse meu próprio chakra e, consequentemente, eliminasse qualquer chakra estranho que estivesse presente, se minha teoria estivesse certa. Após a absorção, o dragão seria desfeito. Se ainda assim eu não conseguisse me mover e estabelecer contato com Son Goku, repetiria essa técnica e esse procedimento de absorção mais duas vezes, um após o outro e desfazendo os dragões após a absorção.

Se através dos meus métodos, não conseguisse me libertar da técnica que me paralisava e impedia o contato com minha bijuu, não hesitaria em aceitar ajuda dos meus aliados, caso estivessem dispostos a me ajudar. Qual seja a forma, caso conseguisse me libertar dessa paralisia, tentaria imediatamente estabelecer contato com Son Goku.

Son, você esta ai? - diria mentalmente.

Se quiser, sim! - o símio iria me responder ironicamente.

Son, preciso de auxílio, com esse rombo no meu estômago - diria e logo em seguida a bijuu me responde em concordância.

O líquido preto ao redor foi afastado, graças à intervenção do ninja loiro de Suna. No entanto, o inimigo persistia em suas ofensivas, determinado a nos eliminar. Foi então que iria perceber quatro criaturas emergindo do líquido escuro que nos cercava. Busquei, quase que instantaneamente, tomar uma pequena porcentagem do chakra da minha bijuu, na intenção de ativar a Forma Jinchūriki Inicial, no qual seria envolvido por uma aura flamejante de chakra vermelho, sentindo um aumento em minha minha força e velocidade, mas o verdadeiro intuito, foi utilizar a habilidade natural de regeneração, a fim de ajudar na regeneração do buraco que foi aberto em meu estômago, ao menos amenizar.

Preciso de ajuda médica - diria novamente, caso não tenha recebido nenhum auxílio até então, e claramente aceitaria ajuda de meus aliados.

Quatro monstros daquele líquido preto surgiram, extremamente altos e com rostos brancos semelhantes aos que cobriam o rosto de Soramaru. Eles estavam posicionados em pontos específicos, em suas bocas um brilho vermelho começava a se concentrar, muito parecido com o que foi utilizado por Soramaru. Então, busco agir, mesmo em um estado não muito vantajoso.

Son, preciso pegar um pouco mais do seu chakra, prometo que vou repor. - diria mentalmente para o símio.

Eu entendo, prossiga! - ele me responderia.

Optei por absorver um pouco mais do chakra da bijuu e ativar a transformação Chakura Mōdo, já que Son atualmente não possui muito chakra. Todo o meu corpo seria envolto em lava, adquirindo a aparência de um humanóide feito de lava, com uma cauda ligeiramente disforme. Além da mudança estética, iria me sentir mais forte e ágil, confiando em meu manto de chakra para me proteger de possíveis ataques.

Sem sair do lugar, me volto para o monstro ao sul do grupo e concentro chakra sem a necessidade de selos manuais - para economizar tempo - para ativar a técnica Mokuton: Hotei no Jutsu. Com isso, iria criar cerca de dez mãos de 30 metros, emergindo do solo a 10 metros ao redor do monstro. Essas mãos simultaneamente iriam agarrar e esmagar o monstro, aplicando total pressão para ao menos impedi-lo de continuar com sua técnica. Em seguida, direciono minha atenção para outro monstro, localizado a leste do grupo, e uso novamente a técnica Mokuton: Hotei no Jutsu da mesma maneira que anteriormente.


Informações Gerais:

_______________________

[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Db4es89-718cf6c0-91d2-4cda-9ae4-66e80a405094.png?token=eyJ0eXAiOiJKV1QiLCJhbGciOiJIUzI1NiJ9.eyJzdWIiOiJ1cm46YXBwOjdlMGQxODg5ODIyNjQzNzNhNWYwZDQxNWVhMGQyNmUwIiwiaXNzIjoidXJuOmFwcDo3ZTBkMTg4OTgyMjY0MzczYTVmMGQ0MTVlYTBkMjZlMCIsIm9iaiI6W1t7InBhdGgiOiJcL2ZcLzNmOTBlZTU0LWI1NDEtNDc2Yi04MjVjLTcxY2QyN2JjMDc5ZFwvZGI0ZXM4OS03MThjZjZjMC05MWQyLTRjZGEtOWFlNC02NmU4MGE0MDUwOTQucG5nIn1dXSwiYXVkIjpbInVybjpzZXJ2aWNlOmZpbGUuZG93bmxvYWQiXX0
Ficha | GF | Banco | SRP | SAV | CI | CJ | CH | EV | RD | Mod AG
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Estudioso
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Sangue Derramado
Vença seu primeiro PvP.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Falando em Taijutsu...
Tenha cinco jutsus classificados como "taijutsu" de rank B ou superior.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Herói da Vila
Proteja sua vila de um ataque e/ou conclua três mini-tramas arquitetadas por seu Kage.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Hospedeiro
Torne-se um jinchūriki.
Posso Fazer Isso o Dia Todo
Seja a linha de defesa (tanque) do grupo durante um evento mundial.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
sinhorelli
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t86776-fp-tousen-hyuuga
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t86778-gf-tousen-hyuuga
Zireael
Jōnin
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 CViEu01
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 CViEu01
炎の騎士
Assim que os dois escudos foram projetados nos braços do deus das tempestades, percebi o quanto estava cansado. Não era algo provocado somente pelo cansaço físico, ou mesmo pelo desgaste oriundo da marca da maldição, que continuava a corroer a minha carne em oscilações dolorosas. Era, principalmente, pelo consumo excessivo do meu próprio chakra, tamanho havia sido meu esforço para proteger o grupo em diversos momentos. Eu estava no limite. Ou quase. Talvez por isso que a sombra no encalço de Altria tenha escapado de minha visão. Mesmo sabendo da possibilidade desse avanço, não tive reação; e graças à minha incompetência, a loira se tornou vítima do fluido negro.

No instante que a sombra se apoderou da mulher, o choque da lança contra o primeiro escudo cortou o ar num estrondo avassalador. Faíscas resplandeceram e o calor subiu, levantando pó e areia. Uma das projeções se despedaçou com o impacto, mas a outra permaneceu firme, impedindo a ofensiva. Aos meus pés, percebi a movimentação do líquido negro, o que indicava que alguém além de Yohma detinha essa capacidade. Enfim, deixei que a aura do Susano'o se dissipasse, possibilitando que o deus das tempestades finalmente descansasse e poupasse as minhas energias. Depois de um sopro carregado de angústia, passei os olhos pelo campo de batalha, avistando outros que também foram consumidos pelas sombras: Chokorabu e Jyu. Estávamos em maus lençóis, já que esses haviam sido acertados pelas lanças. “Que merda”, o xingamento surge de forma inconsciente.

[...]

— Altria... — Recitei o nome baixinho, quase como se estivesse me desculpando. Meus olhos, agora, estavam depositados nela; não no inimigo, não em Soramaru; não no que verdadeiramente importava. Com urgência (30m/s), me aproximei da loira. O líquido havia envolvido todo o seu corpo, que agora não passava de uma massa escura com os contornos da mulher. Fixamente, meu Sharingan buscava compreender o que estava acontecendo no “interior” daquela matéria sombria, e o que vi foram fórmulas em sua extensão, sugerindo se tratar de uma espécie de selamento. “Fūinjutsu”, concluía sem delongas, ciente de que teria uma difícil tarefa para desfazer aquilo. Então, durante os segundos que seguiram, nada fiz. Me mantive parado, quieto, como se coisa alguma estivesse acontecendo à minha volta. De fora, seria como olhar uma pessoa completamente atordoada, ausente e alienada do mundo. No entanto, por dentro, minha mente estava fervilhando. Buscava na memória qualquer conhecimento que pudesse me ajudar a superar aquele obstáculo, isto é, quebrar o fūinjutsu formado pelo fluido negro. E então, num lampejo inspirador, surge uma ideia.

— Eu acho... que existe uma forma de desfazer isso. — Minha voz ressoa, palavras que diziam mais a mim do que aos outros; uma tentativa de alimentar minha própria confiança. — Aquele que conseguiu controlar esse líquido... preciso de você! — Exclamaria, chamando para perto quem quer que fosse (Hakuryū) — embora eu esperasse, do fundo do meu coração, não se tratar de nenhum daqueles que haviam sido selados pelo fluido. — Vou tentar enfraquecer esse líquido preto. Talvez com isso você consiga puxá-lo do corpo dela com maior facilidade. — Uma pausa, seguida por um longo suspiro. — Meu chakra está perto do fim, mas consigo ao menos fazer isso nos dois. — Me referia à Altria e Jyu, uma vez que, com o canto dos olhos, reparava que o Hokage já se esforçava para se livrar de sua prisão. Ele não estava desacordado como os demais, e por isso, tinha fé que conseguiria.

— Está pronto? — Questiono, ao passo que os cinco dedos da minha mão direita se inflamam com uma repugnante energia púrpura, tal qual chamas vindas do purgatório. Altria se encontrava de pé, com apenas alguns míseros centímetros separando os nossos corpos. Seu rosto estava virado na minha direção, embora eu não conseguisse sequer ver a cor de seus olhos. Estava completamente sufocada pelo fluido, inteiramente consumida por aquelas trevas. E o que eu esperava era conseguir desarranjar e corroer essas trevas. — Gogyō Fūin. — Pronuncio o nome da técnica, imediatamente movendo a destra (30m/s) e depositando-a no centro da barriga da antiga Kazekage. A ponta dos dedos tocariam o fluido na região do umbigo, num gesto que imitava a boca de um predador. Assim, permitiria que os “cinco elementos” preenchessem aquela vastidão escura, na tentativa de perturbar aquele mal. Isso, no entanto, não seria a única coisa a ser feita. No instante seguinte após meu toque, deixaria que parte da minha energia amaldiçoada — o chakra acumulado desde a ativação do selo que jaz em meu pescoço — percorresse meu corpo e encontrasse fim na ponta dos meus cinco dedos, sendo injetado no fluido em conjunto com a perturbação provocada. Com isso, haveriam dois pressupostos: a) desordenar o líquido negro; e b) deixá-lo ser corroído pela maldição. Seria um enfraquecimento duplo do fluido, permitindo-o ser controlado pelo manipulador. — Agora! Puxe! — Daria a ordem, esperando que o shinobi (Hakuryū) conseguisse controlar o líquido e expulsá-lo do corpo de Altria.

[...]

Caso eu e o ninja manipulador do fluido (Hakuryū) tivéssemos êxito, eu imediatamente partiria em direção a Jyu no máximo de minha velocidade (30m/s). Não esperaria para receber agradecimentos da amiga, ou mesmo para lhe dizer palavras de conforto. Apenas pediria, em um tom seco e apático, para que ela recuperasse minhas reservas de chakra. — Altria, preciso de chakra. — Digo rapidamente, pois sabia que o tempo urgia. Enfim, chegando próximo do antigo Mizukage, eu renovo a ardência que antes estava firmada nos dedos da minha mão direita. Cinco chamas arroxeadas queimariam uma vez mais, pequenas línguas de fogo que pareciam não ter lugar em nosso mundo. Poucos centímetros nos separavam, e de perto, conseguia ver melhor o estrago feito pela lança do inimigo, ainda que o homem estivesse coberto por aquela matéria escura. Fecho os olhos, e no instante seguinte, abro-os, precisamente fixando os cinco dedos em sua barriga (30m/s), ao redor do umbigo como a mandíbula de uma fera alcançando sua presa. Novamente, o chakra da maldição que havia acumulado desde o início da minha transformação seria aplicado com esse movimento. Da mesma forma como feito em Altria, duas intenções seriam proeminentes, sendo elas: a) perturbar aquele fluido negro; e b) fazê-lo ser corroído pela maldição. Ele seria enfraquecido duplamente, permitindo ser desvencilhado do Mizukage. — Outra vez! Puxe! — Minha voz impera, enquanto eu aguardo a tinta ser finalmente banida do corpo de Jyu.

[...]

Com o fim das tentativas de retirar os fūinjutsus, imediatamente me voltaria para o campo de batalha, buscando me inteirar sobre o que estava acontecendo. Além do deus do submundo, que continuava vivo, me depararia com um monstro à minha frente, erguido na área que não havia sido afetada pela manipulação de outrora. Era magro, feito completamente pelo fluido negro, bem como era grande, com a altura de cinco ou seis homens. Seu rosto parecia feito de ossos, tal qual o elmo que antes protegia a cabeça de Soramaru. De sua boca, faiscava uma energia condensada na cor vermelha, bem semelhante àquela que o inimigo outrora havia aplicado em seu dedo, no golpe que culminou na destruição do laboratório. Revirando a cabeça e o pescoço — para direita, para a esquerda e me esforçando para virá-la para trás —, conseguia reparar com meus olhos especiais (acuidade visual de 38m/s) que outros três monstros idênticos estavam contornando o espaço; outras três feras que pareciam preparar o mesmo golpe com a energia carmesim.

Para mim, não restavam dúvidas que essa concentração de chakra seria o início de um ataque poderoso, ainda que estivesse por vir. Assim, apenas caso eu tivesse recebido chakra de algum aliado, eu me colocaria no chão (30m/s), agora novamente feito por areia, inflamando os dedos mais uma vez em preparação para o kekkaijutsu dos Uchiha. Minhas duas mãos se encontrariam como o solo (30m/s), projetando ao meu redor mais uma proteção de chamas, tal qual nas outras vezes durante a missão. O escarlate me cercaria rapidamente (42m/s) num cilindro oco, em dimensões geométricas de dez (10) metros de diâmetro e cinquenta (50) metros de altura — sendo esse o máximo de suas proporções, tendo a mim como epicentro. Aqueles que estivessem próximos de mim também seriam envolvidos pela proteção, não sendo uma defesa exclusivista. Depois disso, deixaria que meus olhos continuassem fixos no monstro à minha frente — ao norte —, ainda com as palmas fixas na areia, como precaução para a criação de novas barreiras Kaenjin, quando pudesse. Então, com um suspiro longo que exalava fadiga, recuperaria parte de minhas reservas de chakra, recompondo as energias durante o tempo necessário.

Emiya; 2000/2600 825/4100 50/500 06/08

Consid.:
Usados:
Armas:

_______________________

Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Herói da Vila
Proteja sua vila de um ataque e/ou conclua três mini-tramas arquitetadas por seu Kage.
Esse É o Meu Jeito Ninja!
Adquira sua primeira Habilidade Única.
Perito
Adquira uma qualidade de perícia (elemental, armamentista, etc.).
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Sou Mais Técnico
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Estudioso
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Zireael
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77022-wrought-iron-hero#607393
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77044-gf-zireael
Keel Lorenz
Jōnin
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 14tg4Ry
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 14tg4Ry
Conforme o planejado, Hakuryuu conseguiu angariar uma boa quantidade de tinta e se livrar dela. Não havia sido tudo, claro, já que seu alcance limitado fizera com que ainda restasse um anel de tinta ao redor do grupo. Porém, ainda assim, um círculo de 40 metros de raio era um espaço de segurança considerável.

Entretanto, porque ainda tinha que se certificar de sua própria segurança antes de salvar os outros, o movimento acabou saindo tarde demais. À altura em que se livrou da tinta que cercava o grupo, o Hokage, Altria e Jyu já haviam sido pegos por silhuetas como as de antes. Não apenas isso, como o kage e Jyu, que não tiveram a sorte de estarem cobertos por Emiya, ainda teriam sido alvejados pelas lanças do inimigo em cheio.

Ao ver as situações de ambos — apesar do hokage não ter desmaiado de cara igual Jyu —, Hakuryuu sentiu um certo desespero. Hakari não parecia estar, de certa forma, “presente em seu próprio corpo” e o seu corpo parecia estar chegando no limite do que conseguia fazer. Estava começando a cansar e, por isso, duvidava se conseguiria executar tratamentos mais complexos. Estancar ferimentos, talvez? Ficaria dependendo da aparição de outros médicos, mas parecia ser melhor do que nada.

Paralisado em suas considerações, teve a sorte de ser trazido de volta à realidade pelas exclamações de Emiya. No entanto, ele não era o único pedindo ajuda. O hokage, mais próximo, também tinha suas queixas.

Dessa vez, porém, Kinsetsu não se viu tão paralisado quanto antes. Conseguia ser um tanto frio no que tangia os sentimentos alheios — talvez pela dificuldade em compreendê-los —, por isso, pôde pensar mais racionalmente. O que quer que fosse aquela coisa negra selando os corpos dos três, Haku sabia que não poderia lidar com elas sozinho. Altria não era dos pacientes mais graves, mas considerando tudo que Emiya havia dito, dependeria dele e, consequentemente, de sua aparente preferência pessoal em salvar quem lhe era mais próximo primeiro. Dessa forma, enquanto ouvia o que tinha a dizer, aproximou-se dele e de Altria antes de auxiliar o hokage (Velocidade 5 → 22 m/s).

— Hai — após breves instantes, lacônico, confirmaria estar pronto, deixando implícito que concordava com suas ideias acerca de enfraquecer o líquido para fazer a extração.

Sincronizando seus movimentos com os dele, pouco após tocar Altria com seu Gogyō Fūin, Haku também tocaria a tinta, magnetizando-a com seu Jiton: Jakuhō no Sōjin. Então, ao que Emiya desse o comando, utilizaria imediatamente de uma manipulação (1º Slot de Jakuhō | ME = 0 selos | 42m/s) para puxar toda a substância negra em um único e grosso fluxo filiforme. Aproveitando-se ainda do mesmo movimento, também tentaria fazer com que o fluxo seguisse adiante, sendo acelerado enquanto estivesse no alcance de sua habilidade única. Então, repetindo um lançamento oblíquo como o de antes, tentaria jogar a tinta para além da cratera e se livrar dela.

Caso obtivessem sucesso, seguiria os passos de Emiya em direção à Jyu (Velocidade 5 → 22 m/s). Novamente sincronizando-se aos movimentos do homem, tocaria a tinta, magnetizando-a, pouco depois da mão dele tocar Grace com seu Gogyō Fūin. Então, ao segundo comando de Emiya, utilizaria imediatamente uma manipulação elemental (2º Slot de Jakuhō | ME = 0 selos | 42m/s) para puxar toda a substância negra em outro grosso fluxo filiforme. Como da outra vez, então, prosseguiria aproveitando-se do movimento de puxada da formação do fluxo para mantê-lo seguindo adiante, sendo acelerado enquanto estivesse no alcance de sua habilidade única. Por fim, faria o lançamento oblíquo para além da cratera mais uma vez, livrando-se da tinta em definitivo.

Por precaução, enquanto não estava livre para iniciar o tratamento médico, também ficaria atento à situação do hokage. Ele parecia estar tentando se livrar da tinta por si só e, caso seus esforços parecessem não ser suficientes, repetiria o mesmo que havia tentado com Altria e Jyu. Isso, claro, se suas outras duas tentativas anteriores tivessem se mostrado efetivas. Sendo este o caso, repetiria os passos uma terceira vez: a) tocaria a tinta, magnetizando-a, instantes após notar que o aliado estava tentando enfraquecê-la e/ou extraí-la; b) usando uma manipulação (1 Slot de Manipulação | ME = 0 selos | 42m/s), puxaria toda a tinta, concentrando-a em um grosso fluxo filiforme; c) aproveitando-se do movimento de puxada do fluxo, continuaria acelerando-o, enquanto estivesse no alcance de sua habilidade única, e tentaria fazer um lançamento oblíquo para além da cratera, livrando-se da tinta.

Obtendo sucesso na extração da tinta dos fūinjutsus, Hakuryuu se aproximaria de Jyu e Chokorabu. Caso não estivessem próximos o suficiente, arrastaria o corpo de Jyu para perto (Força 1), possibilitando que tocasse ambos os colegas ao mesmo tempo. Então, com o pouco de estamina que lhe restava, iniciaria o tratamento dos dois com dois Shōsen Jutsu (+ 240 CH em cada jutsu | 4 selos (2 x 2 selos) em 8 s/s = 0,5s | + 420 HP cada um c/ Cura 10 ). Com o auxílio dos seus grande controle de chakra e habilidade em ninjutsu inata, tentaria manter uma palma mística em cada mão, curando o hokage e Jyu ao mesmo tempo.

Caso Altria fosse auxiliar na cura, Hakuryuu focaria tentar curar Chokorabu e ela ao mesmo tempo. Porém, se não conseguisse curar dois de uma vez, focaria em curar Chokorabu enquanto ela lidava com Jyu.

Analisando o seu próprio estado, imaginava que não conseguiria manter os jutsus por muito tempo e, portanto, não os curaria completamente. Em todas as situações, priorizaria curar o(s) paciente(s) ao ponto em que saíssem do risco de vida. Ou seja, daria foco aos órgãos, sangramentos e/ou aspectos mais graves da ferida, estabilizando o(s) paciente(s) ao ponto de poder(em) esperar mais tempo por outro usuário de ninjutsu médico. Caso percebesse que conseguiria completar o(s) tratamento(s) sozinho, porém, seguiria com o processo até o fim.

Palavras: 911


Reservatório: 1400 | 3000 un. — Ambiente: 400 | 500 un.

Legenda:
Falas: — Texto — descrições. | Pensamentos: "Texto" — descrições.

Resumo:
Observações [8]:
Jutsus:
Equipamentos:
Aparência:
Particularidades e Regras:

_______________________

[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Q13rwps


Keel Lorenz
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t82420-ficha-hakuryu-kinsetsu
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t82449-gf-hakuryu-kinsetsu#665525
Myrddin
Jōnin
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 7vYTeMf
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 7vYTeMf

[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 FZEq9Dd
~

Altria estava atônita. Seu chakra havia sido bloqueado e seu corpo havia sido paralisado, além disso, havia perdido a conexão com sua besta de chakra. A situação não era das melhores, e ficar a mercê no campo de batalha nunca fora algo que a Pendragon experimentou, pelo menos, até o momento. A tinta alcançou o corpo da mulher, e então, cobriu-a por inteiro, privando-a do mundo exterior. Escuridão era a única companhia, além disso, sentia sua fera sendo extraída de si, pouco a pouco. Apesar de ter retomado o controle do corpo e do chakra, Altria não tinha nada a se fazer, senão, aguardar pela ajuda de seus aliados – como Emiya, que a protegia com o Deus das Tormentas.

Segundos se passaram, e o silêncio foi a única coisa em seus ouvidos, pelo menos, até a voz do Uchiha romper este através de uma afirmação ousada. A mulher tentou respirar profundamente, manter a calma e permanecer na exata posição a qual se encontrava, deixando seu amigo mais antigo lidar com a situação. Outro brado do homem, desta vez, convocando um terceiro. Ambos em conjunto tentavam liberar a loira das amarras que a prendiam, com Emiya sendo o responsável por tentar enfraquecê-las.

A voz do jovem soou novamente, e em seguida, a Uchiha sentiu as pontas dos dedos de seu aliado na boca de seu estômago, assim como o seu chakra dissipar-se mais uma vez. Contudo, não foi só isso que sentiu uma vez que havia sinais do chakra corrompido que Emiya usava. A ardência era incômoda, mas a loira tinha de manter-se de pé, e na expectativa do plano de seus aliados dar certo. O outro ninja, então, agiu. Restava saber se o homem seria capaz de arrancar toda a tinta que prendia a loira, do contrário, a morte lhe aguardava.

[...]

Se seus salvadores tivessem êxito, Altria prontamente escutaria ao chamado de Emiya e caso não estivesse com seu chakra ainda bloqueado, tocaria o homem – seja nas mãos ou no braço – para passar parte de seu chakra para o mesmo, levantando-se em seguida e caminhando até Jyu no intervalo de alguns segundos, para auxiliar o ninja que o curava. Se fosse possível, colocaria a destra sobre a ferida da antiga Sombra da Névoa, visando curá-lo no ato enquanto ativava seu dōjutsu. Se tivesse êxito, voltaria para o lado de Emiya, para curar suas energias e o próprio corpo com o auxílio de sua besta de chakra enquanto se protegia nas defesas erguidas pelo rapaz.

—— Tá tudo bem aí? —— A Uchiha questionou a besta em seu interior, por fim.

Vida: 2349/3045
Chakra: 2570/7525
Kyūbi: 687/5500
Estamina: 05/11

Considerações:
Técnicas:
Habilidades:
Itens:

_______________________

[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 4sh18xd
Sobrevivente do punho dourado
Proteja Kumo do Edo Tensei Naruto Uzumaki.
Myrddin
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t86882-f-setanta#713119
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77017-g-f-myrd
Coca
Espadachim da Névoa
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 BdPgZKw
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 BdPgZKw

-

Frustração. Esse era o verdadeiro significado imposto sobre a face de Rekken quando este reapareceu no topo da torre, onde estavam Yohma e Mei. Sua tentativa foi falha, talvez pela forma precipitada em aproveitar do ambiente para tentar acertar o inimigo furtivamente, ou talvez por consequência das ações dos aliados com relação à tinta. Sabia, entretanto, que não adiantaria ficar pensando no fato já ocorrido; o que importava era que Soramaru continuava vivo, doutrinando sobre o campo de batalha. Todas as ações contra ele pareciam não ser eficazes, principalmente com essa nova transformação, mas, ainda assim, o Nara manteve-se focado no corpo e chakra do antagonista, rastreando-o sobre o campo de batalha, sendo a única forma de se precaver contra o jikūkan ninjutsu apresentado por ele. Se conseguisse perceber com seus olhos o desaparecimento de Soramaru somando o sumiço do chakra deste sobre o campo de batalha usando o Kanchi no Jutsu, buscaria ficar atento à sua volta.

Concomitante ao surgimento de Soramaru cerca de dez metros acima da torre, iluminado pela Lua minguante da noite, sendo rastreado e mapeado  pelo Kanchi no Jutsu - independente, portanto, de acuidade visual, o Nara certificou-se de acumular e liberar uma quantidade significativa de chakra através de três selos de mãos (Dragão, Tigre e Rato - 6s/s - Kage Kubishibari no Jutsu). Sua própria sombra se estendeu em máxima velocidade (42m/s) e em linha reta de forma furtiva pelo antagonista estar de costas e focado no casal, aproveitando a projeção extensa da sombra do oponente sobre o concreto da torre, uma vez que este encontra-se voando e iluminado pela lua, para tentar fazer com que seu Hijutsu se acople a sombra dele sem que precise alcançar grandes distância ou até mesmo ir de encontro aos seus pés, com o objetivo de paralisar o corpo e, consequentemente, anular qualquer ofensiva adicional à primeira que estaria sendo realizada. Ademais, o Hijutsu buscaria cumprir com sua função.

Precavendo-se do pior, uma vez que estava nítido não conseguir acompanhar as velocidades impostas pelo antagonista, Rekken estaria preparado, focado visualmente e com o Kanchi no Jutsu sobre o corpo de Soramaru para que, caso a ideia do Hijutsu desse errado, ou seja, o oponente conseguisse contra-atacar ou continuar com as ofensivas, utilizasse do Hiraishin no Jutsu (uso curinga), para teletransportar-se ao lado de Emiya, usando do símbolo imposto sobre a kunai que o Ferreiro carrega consigo.

Durante os acontecimentos no topo da torre, a segunda cópia de Rekken, que anteriormente se juntou ao grupo disposto sobre as areia do buraco e, portanto, não foi alvo de lança elétrica, percebeu a criação de quatro monstros de tinta com altura suficiente para ser obrigado a levantar o rosto caso quisesse perceber a face esbranquiçada delas. Constatando a preparação de uma possível técnica por parte das quatro criaturas, partiu em linha reta e em máxima velocidade (26m/s) para se afastar do grupo em cerca de sessenta ou setenta metros de distância, com um plano em mente.

Rekken — HP: 2475/2475 | CH: 1696/6575 | ST: 06/08 | Sakki: 32/50
Clone 2 —  CH 1538/1538

Considerações:
Armamentos:
Usados:
Talentos, Especialidade e Atributos:

_______________________

Sobrevivente do punho dourado
Proteja Kumo do Edo Tensei Naruto Uzumaki.
Coca
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t82176-fp-rekken-sarutobi#663014
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77277-gf-coca
Sekiro
Yōnin
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 1LVbevk
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 1LVbevk

XX.

Os orbes celestiais se mantiveram atentos durante toda a ofensiva contra o inimigo, notando mais uma vez que ela não surtia o efeito desejado. Ele novamente percebeu sua chegada, mesmo através do espaço-tempo, uma ação que estava se tornando corriqueira no embate e que, além disso, dificultava enormemente sua conclusão. De todo modo, o Uchiha não tinha tempo para pensar naquilo ao selar a ruptura, visto que a massa de chakra do oponente, se perceptível ao dōjutsu divino, desapareceria mediante a falha dos ataques aliados. Tendo visto também, possivelmente, o adversário pegar a lança em mãos. Imediatamente, utilizando-se dos conhecimentos prévios no combate e suas estratégias pessoais como usuário de Jikūkan Ninjutsu, sendo estas: surgir às costas do inimigo através do espaço-tempo para surpreendê-lo, algo que Soramaru e a silhueta de tinta haviam feito outrora, buscou efetuar a mesma ação em máxima velocidade física (42m/s), virando-se em sua direção oposta para tentar encontrar o oponente e, por consequência, efetuar uma leitura de seus movimentos através da acuidade visual do Rinnegan. Na possibilidade de surtir efeito, tentaria identificar o movimento do braço do inimigo com a lança, conectando um uso instantâneo da ruptura, gerando-a um metro à sua frente, com quatro metros de diâmetro, e angulada o suficiente para defender ele e Mei do disparo, conquanto a entrada do portal se daria naquele local, e a saída se perderia mais uma vez em uma dimensão paralela.

Sem tempo a perder e sequer esperando o término do comentário do indivíduo, Yohma desativaria a ruptura em mesma velocidade que a abertura e buscaria tocar as costas da ruiva, utilizando o Kamui para transportá-los pelo espaço-tempo às costas do alvo (instantâneo), seis metros laterais à direita de Rekken e cinco atrás do indivíduo. Com as Kibas já desembainhadas e apontadas para o alvo, através da imprevisibilidade de movimentos de seu estilo de luta, tentaria canalizar o Jutsushiki Hanten Aka aliado ao Kuroi Kaminari e dispará-lo (42m/s), independentemente de o alvo estar submetido à técnicas aliadas ou não, mas de forma atenta para não causar danos aos seus companheiros de grupo. O projétil carmesim de cinco metros de diâmetro teria o intuito de danificar Soramaru, também seria bonificado com uma infusão de chakra natural (380CN), e intentaria causar a paralisia habitual do elemento. Caso ainda não surtisse o efeito e as ações do adversário continuassem, buscaria mantê-lo sob a acuidade visual dos orbes, para perceber a projeção de suas asas, ao qual ergueria uma das mãos para disparar o Shinra Tensei (42m/s) no formato de um canhão gravitacional sob as condições do Honoikazuchi no Kami e seu chakra natural (170CN), ou seja, por suas espadas gêmeas e com vinte metros de raio. A capacitação defensiva da técnica objetivava impedir que a tinta caísse sobre o terreno e fosse destruída pelo efeito repulsivo proveniente do campo de gravidade excessiva, impedindo-a de chegar ao cenário em que se encontravam. Afinal, não desejava estar em desvantagem novamente. Como de praxe, buscaria não atingir os aliados naquela projeção.

Condicionalmente ao movimento não surtir o efeito desejado e a tinta ainda recobrir o terreno, tentaria notar a formação dos oponentes, outra vez, devido ao potencial dos seus orbes. Consequentemente, recuaria mais três metros (42m/s), já canalizando um uso ofensivo do Chidori Nagashi (42m/s) com o Kuroi Kaminari e uma infusão de chakra natural no processo (50CN), sem a necessidade de selos de mãos por conta de sua maestria elemental. Liberá-la-ia na área ao redor de seu corpo intuitivamente para causar danos às três formas de tinta em um contra-ataque veloz, detendo três metros de raio para cobrir sua silhueta inteiramente e tentar destruí-las simultaneamente através da projeção em área ao se aproximarem. Sendo efetivo ou não, mas ainda restando de pé, novamente direcionaria o olhar à Soramaru, buscando ler seus movimentos.

Novamente excluindo qualquer tempo de espera, a defensiva seguinte, já com as Kibas desembainhadas previamente, viria através de duas manipulações sólidas de duas redomas negras com três metros de raio e em máxima velocidade (42m/s), fortificada com uma terceira barreira sob ambas e também gerada nos mesmos moldes das anteriores, o Rairyū Kekkai (42m/s), com dois metros de raio. Visava, assim, proteger-se de todas as investidas físicas seguintes com as barreiras de relâmpago sólido. Na possibilidade de qualquer uma de suas defesas anteriores, desde o início dos ataques, não surtirem o efeito desejado de modo a prejudicá-lo, buscaria ativar um uso coringa do Kamui (instantâneo) para tornar o corpo inteiramente intangível, auxiliando sua proteção e permitindo que as demais ações fossem realizadas. Ao término destas e com o encerramento do Modo Sábio, voltaria a recuar mais três metros, caso continuasse a salvo, buscando absorver mais chakra natural. Se as criaturas de tinta ao redor do campo ainda fossem formadas e estivessem em seu campo de visão, tentaria identificá-las, embora não pudesse efetuar maiores ações no momento.


Leia as considerações:
HP: 4200/4200 — CH: 3770/10300 — ST: 06/11 — CN: 200/600 — Gyūki: 3500/5000
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Viajante
Visitar todas as Cinco Grandes Nações.
Protagonista
Destaque-se em um evento mundial.
Expansão de Terras
Colonize/domine (ou arquitete a colonização/dominação de) um território de nível 2.
Aceito por Todos
Como Meishu Kage, chegue aos 100 pontos de fama política
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Golpe Final
Dê o "último golpe" em um NPC adversário durante um evento
Arsenal em Crescimento
Adquira uma arma lendária.
Hospedeiro
Torne-se um jinchūriki.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Herói da Vila
Proteja sua vila de um ataque e/ou conclua três mini-tramas arquitetadas por seu Kage.
Planejamento Tático
Colonize/domine (ou arquitete a colonização/dominação de) três territórios de nível 1.
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Eu Tenho um Sensei!
Entre para um time.
A União Faz a Força
Tenha cinco tópicos diferentes de interação (incluindo uma missão) com seu time.
Disputas Podem Ser Saudáveis
Tenha três tópicos de interações de rivalidade com um membro de seu time.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Fazendo História
Conclua uma mini-trama.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Explorador de Outras Regiões
Colonize/domine (ou arquitete a colonização/dominação de) um território de nível 1.
Perito
Adquira uma qualidade de perícia (elemental, armamentista, etc.).
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Melhorias ao Meu Arsenal
Receba um transplante ou realize-o em seu próprio personagem.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Reconhecido por Todos
Chegue aos 100 pontos de fama geral.
Forças Especiais
Obtenha uma graduação especial.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Sekiro
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77696-f-yohma-uchiha#613905
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77700-gf-yohma-uchiha#613977
Luna
Kojin Mizukage
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 3026d08ad16326db2dc9f1fc16d558d6
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 3026d08ad16326db2dc9f1fc16d558d6
天と地の間"Esse mundo é todo meu"

Movendo-se com destreza, o albino logrou impedir a ofensiva fazendo com que as correntes desaparecessem. Realmente sumissem. “Jikukan?”, ela notou, agora tendo certeza que seu ataque fora transportado, de modo muito semelhante a como Yohma fazia. Mas sem tempo para refletir, concomitante ao desaparecimento do albino, a mulher iria girar no próprio eixo, esperando, assertivamente, por um ataque pelas costas. Seu movimento estaria embasado no fato de que todos os ataques usados pelo adversário após sumir de vista, sem exceção, foram executados pelas costas de seus alvos, um modus operandi cujo padrão foi apreendido por Kaminari, tornando-se previsível.

Ao virar-se, porém, não executaria ações de imediato, delegando as defesas iniciais ao marido, e limitar-se-ia a absorver chakra natural. Na hipótese de ainda estarem vivos e as ações sequenciais de Yohma fossem executadas, sendo a principal delas o teletransporte, no mesmo instante após ressurgir a destra já estaria apontada para as costas da criatura, e à sua frente deveria projetar uma cruz de fogo com a parte maior apontada para ele. O objeto seria então disparado (42 m/s) em trajetória linear visando atingi-lo no ponto cego. Dado o aviso anterior de Karma, e as habilidades testemunhadas pela Rokudaime até ali, não seria exagero supor que ele precisava estar olhando para o alvo para fazer uso de sua técnica – teoria reforçada pelo albino ter se virado e ficado de frente para as correntes antes de sumir com elas.

De todo modo, caso o ataque seja funcional, a colisão da cruz com a entidade resultaria na perfuração deste e ativação imediata dos efeitos do Kidō: Hadō no Jūjika, um fuuinjutsu que faria inúmeras lâminas de fogo sólido se precipitarem de dentro para fora de seu corpo. As lâminas continuariam crescendo em número e tamanho, até que o cobrisse totalmente, unindo-se, transmutando sua aparência conjunta em três grandes objetos similares entrelaçados, lembrando uma grande estrela de 7m, selando-o em seu interior. Ciente da possibilidade do adversário tentar absorver o chakra do Fuuinjutsu, a ruiva teria adicionado uma porção de Chakra Natural à fórmula (300 CN), de modo que, caso tentasse usar de tal subterfúgio, seu corpo seria acometido pelo efeito colateral da absorção descontrolada da energia natural, sendo esta a transformação em rocha.  

Caso a luta não tenha seu fim ali, e as ações do adversário tivessem sequência, fossem a chuva de tinta, ela estaria pronta para agir, tirando aproveitamento da acuidade de seus olhos para visualizar as ofensivas. Com os olhos focados na direção do albino, atuando sequencialmente após a ação de Yohma (Shinra Tensei), mas independente dessa ocorrer ou não, e sem atrasos, projetaria (42 m/s), através do Enton: Kagutsuchi, e esbanjando ao máximo as suas grandes reservas de chakra, misturadas a uma parcela de energia natural (100 CN), a maior cúpula até então, cobrindo um diâmetro de 30m, 30cm acima da cabeça do grupo (Mei, Yohma, Rekken), ultrapassando em dez metros as laterais da torre, de forma para que as chamas negras bloqueassem totalmente a chuva de tinta lançada por suas asas. Se funcional, o fogo sólido do Enton buscaria consumir o líquido, impedindo que chegasse até eles, e o que não fosse instantaneamente evaporado seria escoado para fora, sem impregnar o local onde batalhavam. Ao término de sua efetividade, o que restasse das chamas seria convertida, através de uma Manipulação de Rank-A, em cinco longas lanças negras, disparadas então contra o adversário (42 m/s), mirando em seus pontos vitais (coração, cabeça, pulmões e fígado).

Por outro lado, se por qualquer motivo a ação anterior falhasse, ela buscaria notar o surgimento dos constructos à sua volta com o Olho de Samsara, valendo-se da acuidade deste, e se afastar 7m de Yohma e Rekken antes mesmo que estes estivessem totalmente formados, usando do máximo de sua velocidade. Atraindo a atenção dos três que viriam contra si, a ruiva buscaria não uma defesa, mas um contra-ataque. No lugar de erguer barreiras, teria amassado chakra em seu estômago e então cuspiria pela boca no Katon: Haijingakure no Jutsu, projetando as cinzas para cobrir um diâmetro de 5m à sua volta (42 m/s), de modo a não chegar até os aliados, mas engolfar as três criaturas em um ataque em área na intenção de queimar todas de uma só vez, seguido, imediatamente, por uma segunda Manipulação de Rank-A, visando expelir um tornado de chamas negras ao seu redor (42m/s, 5m de área), de modo a contribuir na incineração das criaturas.

---------  ❁  ---------

HP: 3.700/3.700 | CH: 4.815/8.550 | ST 04/10
Samehada: 500/500 | Shukaku: 600/1.500 | CN: 100/600
Areia: 2.180/3.000 | Tinta: 1.505  | Sakki: 31

Informações:

_______________________

I could show you incredible things

Busquem comer cimento
GFFichaMod-Ag
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Herói da Vila
Proteja sua vila de um ataque e/ou conclua três mini-tramas arquitetadas por seu Kage.
Luna
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77699-fp-mei-ogosho#613975
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t75448-gf-luna#589545
Hikaro
Jōnin
Hey There!
Hey There!
20 – Mea Tormenta


[HP] 6.927/7300 I [CH] 3.307/7300 I [ST] 06/10 [SANBI] 1.437/2500 I [KHP] 1000/1000 I [KCH] 1000/1000 I [KST] 0/7 I [Sakki] 21/50

Mordeu o seu dedo, baixando-se, a fim de proteger-se contra a lança que viria contra si. Mas o chão nunca chegava, a distância nunca diminuía. Seu corpo não mais se movimentava, preso novamente em mais uma técnica que o atingiu pelas costas. Teve tempo apenas de perceber o que aconteceu, engolindo em seco, antes da lança trespassar o seu peito, fazendo com que o dia se tornasse a noite mais escura, assim como o seu corpo desabar como um verdadeiro saco de batatas...

---

A água envolvia o seu corpo com um movimento repetitivo, de forma calma e suave, trazendo um frescor que há muito tempo não sentia em seu corpo. Suas roupas, molhadas, pareciam pesar sob seu corpo, que mesmo com o peso extra, lutava contra a probabilidade de se afundar no meio do estranho mar de águas brancas.

Seu olhar se dirigiu para o céu, que não possuía nenhum tipo de nuvem, como se estivesse tentando compreender o que estava acontecendo. Sua mente estava confusa, tentando compreender para onde a batalha foi e o por que se sentia tão... vazio...

- Estou morto? - se perguntou, sentindo sua voz estranha, assim como um vazio estranho dentro de seu corpo. Ouviu uma risada que lhe parecia estranhamente familiar, o que lhe fez erguer a cabeça na direção, abrindo um sorriso quando viu ao seu lado Isobu, livre, nadando no meio daquele mar tão caloroso e convidativo...

- Você não está morto, garoto... - respondia Isobu, lhe olhando de forma profunda, quase como se estivesse vendo dentro de sua alma... - Ou, pelo menos, não ainda...

Ficou quieto por um instante, olhando para a bijuu, tentando entender o que ele dizia. Aquele espaço onde se encontravam era diferente daquele que sempre estiveram, além da liberdade exacerbada que ela parecia ter ali. Definitivamente, aquele não era algo que poderia ver com bons olhos, mesmo imerso em uma tranquilidade reconfortante.

- Entendo... - dizia, voltando a observar o céu, enquanto pensava se aquilo era, de fato, o que veria próximo de sua morte. Não haveria amigos para lhe acompanhar, não haveria o reencontro com aqueles que perdera... Seria a morte apenas o fim de sua existência, como uma lâmpada a ser apagada?

Fechou os seus olhos, apenas pensando no que poderia ter feito diferente. O que poderia mudar? Conseguiria ser mais do que um fardo pesado, velho e lento para aquela equipe?

Suspirou e apenas aguardou, certo de que, em breve, saberia qual seria o seu futuro: uma lâmpada apagada, ou um retorno ao mundo que era tanto apegado?

---

Caso seus aliados conseguissem lhe curar o suficiente para que despertasse, abriria os olhos aos poucos, tentando mexer primeiramente as suas mãos, sentindo se, de fato, ainda estava vivo ou se ainda estava diante de um sonho, assim como antes. Procuraria se levantar lentamente, procurando sentir a sua conexão com Isobu, tentando ver se ele estava consigo ainda, já que, em seu estranho sonho, ela parecia estar longe de si.

Caso sentisse sua conexão sendo afetada e a tinta ainda o cobrir, tentaria usar de sua manipulação elemental em uma tentativa de tirá-la de seu corpo sem que se machucasse ainda mais, quase como se estivesse tomando um banho de cachoeira, repetindo o processo caso fosse necessário. Não havendo conseguido tal façanha, ativaria o seu chakra sensorial para analisar o seu próprio fluxo de chakra e o de Isobu, procurando descobrir por onde o chakra da besta de cauda estava sendo drenado, tentando executar um Gogyo Fuin logo em seguida, de forma a impedir que o fuinjutsu tivesse acesso ao fluxo do chakra da besta naquele momento e impedir que o chakra da besta deixasse seu corpo.

Caso não fosse necessária nenhuma das tentativas citadas anteriormente ou caso dessem certo, seja de forma total (as duas manipulações + gogyo fuin) ou parcial (apenas uma delas),  olharia em volta, vendo os quatro monstros iniciando a concentração para um ataque igual ou similar ao de Soramaru, fazendo com que o Nidaime engolisse em seco. Se com um ataque a situação ficou complexa, com quatro deixava a situação ainda mais complexa.

Sendo assim, deixou engatilhado os cinco portões do inferno, mantendo-se atrás das defesas do Cavaleiro das Chamas, enquanto tentava recuperar um pouco de seu chakra, em conjunto com Isobu...

”OFF:
 
Vindo daqui

_______________________

Seguindo os Passos da Lendária
Obtenha a evolução do Iryō Ninjutsu: Angell no Hōhō.
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Eu me Tornei Chūnin
Vença um evento de Exame Chūnin.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Falando em Genjutsu...
Tenha cinco jutsus classificados como "genjutsu" de rank B ou superior.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Perito
Adquira uma qualidade de perícia (elemental, armamentista, etc.).
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Melhorias ao Meu Arsenal
Receba um transplante ou realize-o em seu próprio personagem.
Esse É o Meu Jeito Ninja!
Adquira sua primeira Habilidade Única.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Reconhecido por Todos
Chegue aos 100 pontos de fama geral.
Hospedeiro
Torne-se um jinchūriki.
Forças Especiais
Obtenha uma graduação especial.
Arsenal em Crescimento
Adquira uma arma lendária.
Golpe Final
Dê o "último golpe" em um NPC adversário durante um evento
Guardião da Vida
Salve um aliado da morte durante um evento mundial.
Protagonista
Destaque-se em um evento mundial.
O(a) Doutor(a) Chegou!
Seja o suporte (curandeiro, sensor, etc.) do grupo durante um evento mundial.
Eu Sou Referência
Com um personagem consolidado (ou seja, que não tenha sido resetado totalmente por um período mínimo de 12 meses reais [em OFFgame]), que respeita o nome de seu clã (isto é, que luta e que até morreria para perseverar a honra e a glória de sua linhagem de
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Hikaro
Hit
Jōnin
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Aq9glir
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Aq9glir
The Gambler
Em meio as próprias falas, sem chance de continuar, Shibai seria alvejado por um disparo de projétil de Shifa, que o atacara enquanto distraído. Sem reagir, Shibai apenas fecharia os olhos, "aceitando" o golpe e recebendo-o em cheio. No entanto, o Rei tem uma ideia...

[...]

— Acorda pivete. — Murmuraria ele dentro do subconsciente, buscando contato com a alma de Hakari, hibernando devido ao controle entregue ao Rei. Aguardando alguns instantes, Shibai começaria um processo, e nisso criando uma brecha para seu hospedeiro surgir novamente, confuso. — Mas já? Você é forte mesmo, Shibs. Então... Acabou, né? — Indagaria, aguardando de forma esperançosa a resposta daquele que habita meu corpo. — Acabou. — Seria a única coisa que sairia de seus lábios em resposta, num tom sério. — Cara, você é incr... — Com empolgação, já iria bombardeá-lo de perguntas e elogios, porém seria cortado pelo próprio. — Pra mim. — Em tom seco, ele anunciaria, deixando o clima melancólico. — Você morreu, mas vou "ressuscitar" você, digamos assim. Seu potencial é algo único demais para eu deixar a morte te alcançar. — Elucidaria ele, virando-se e fitando o vazio com ambas as mãos nos bolsos. — Vai querer algo em troca, não é? Eu te conheço. — Indagaria com um semblante cômico. — Eu ficarei ausente por um tempo, mas, só peço que evolua e fique mais forte, e honre nosso clã. Não, não estou pedindo. É uma ordem. — Ele daria uma pausa dramática. — Deve encontrar suas raízes em Hoshigakure no Sato, pivete. Sugiro começar por lá. No momento certo, eu voltarei. — Alegaria. — Você não vai morrer pra sempre e tá tentando me tranquilizar né? Se tiver, vou ficar bravo. — Ciciaria para o Rei. — Não, vou estar presente dentro do Kāma e observando tudo. Por enquanto, acabe com meu irmão e proteja esses humanos, animais e plantas que tanto ama. Confesso que comecei a notar que nem todos os humanos são animais, e há alguns interessantes. — O Rei faria uma confissão, que me faria ficar pensante acerca de quem são os "humanos interessantes". — Vá, a luta ainda não acabou. Até logo, Hakari Ōtsutsuki. — Finalizara o Deus-Rei, dando um voto de confiança para seu hospedeiro. — Pode deixar, Shibs. Irei acabar com ele. — Bradaria em tom determinado, cerrando a canhota. Shibai responderia apenas com um sorriso de canto não perceptível para mim por estar de costas. Sem tardar, ele começaria a sumir gradualmente como poeira, e...

Já no mundo real, acordaria no "susto", vendo todas minhas armas de Chakra sendo desfeitas como vidro ao meu redor assim como meus ossos voltando a composição comum e meu Kāma se retraindo para as marcas no meu pescoço. De imediato, começaria a tatear as áreas próximas do coração para saber se estou vivo de verdade. Após, o que sucederia seria minha tentativa de entender a situação atual, então permaneceria parado aonde estava inicialmente para tentar compreender o que está acontecendo, sabendo por alto devido as memórias transmitidas por Shibai. — Eu reencarnei? — Indagaria para mim mesmo, recuperando meu Chakra e descansando.

HP: 1825 | 1825 // CH: 1755 | 3325 // ST: 04 | 07

Informações:

Hakari Otsutsuki
Winter






_______________________

[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 4MPSEz5
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Hit
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t82532-f-p-hit
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t82560-g-f-hit
Sevenbelo
Jōnin
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 100x100
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 100x100

 

Avatar
     
Minguando





CM:000/500

Harikēn Kaguya conseguiu se proteger das lanças de Soramaru através das paredes ósseas erguidas e seu conterrâneo conseguiu usar suas habilidades para cuidar da tinta. Infelizmente, ele não era um dos alvos das lanças e como protegeu apenas a si próprio, seus aliados foram alvejados pelas lanças do inimigo. Ken se sentia frustrado, pois fora protegido pelos aliados, mas não foi capaz de protegê-los quando precisaram de sua ajuda, em especial o Hokage, que havia defendido o Jounin da Areia mais de uma vez naquele combate e que estava se tornando um exemplo a ser seguido pelo jovem, apesar dos motivos do sunanin não serem os mais nobres para tal inspiração.

Preocupado com seus aliados, o Kaguya viu que Emiya e Haku estavam tentando auxiliar o Nidaime Mizukage caído e a Kazekage fugitiva, então focou sua atenção no Hokage, que estava a 5 metros do jovem com um rombo devido ao ataque do Soramaru e envolto pela tinta. Ouviu Chokorabu pedir por auxílio médico, mas Ken não podia auxiliar seu mais novo ídolo com isso.

Ken ativaria o Jotai Ichi, fazendo marcas de linhas curvadas se espalharem por todo seu corpo, sentindo o peso da corrosão da marca amaldiçoada afetar seu corpo a cada linha da marca da terra que se espalhava por seu corpo. Caso o Hokage não conseguisse se livrar da tinta por meios próprios e o Hakuryuu fosse tentar ajudá-lo após tentar ajudar os ninjas de Kiri, Ken iria (26 m/s) junto para tentar mostrar serviço, apesar de não saber exatamente como poderia ajudar a Sombra da Folha. A única coisa que vinha na mente de Ken era corrosão. Se a corrosão afetava seu corpo, que era compatível e estava acostumado com o chakra da maldição, deveria ter efeitos adversos pelo menos tão fortes como o que sentia em outras pessoas e, em particular, outras técnicas como era o caso da tinta que acometia Chokorabu. Preocupado com a integridade física de Chokorabu, Ken iria inicialmente usar seu Bom Controle de Chakra para espalhar 50 CM pela superfície do corpo Hokage, como se estivesse utilizando chakra nagashi em um de seus ossos, mas dessa vez tentando corroer a tinta que tocava. Ken checaria visualmente a reação do líder de Konoha, afinal o chakra da maldição afetava a sua saúde e poderia piorar o estado do líder já debilitado. Caso percebesse que o corpo do Hokage estava suportando a corrosão, acrescentaria mais 100 CM para auxilar na retirada da tinta de Chokorabu. Caso percebesse que o chakra da maldição estava debilitando de maneira visível e significante o estado de saúde do líder da Folha, pararia imediatamente.

Independente de precisar ou não ajudar o Hokage, o Jounin da Areia levantaria a cabeça e veria que, apesar de Haku ter tirado a tinta de perto, quatro formas de tinta nos pontos cardinais preparavam um ataque similar ao ataque anterior de Soramaru que criara a cratera onde o jovem estava. Querendo interromper essa preparação, usaria Taiton: Kyōfū Reppa (42 m/s) e Taiton: Mōfū Daireppa (42 m/s) para tentar retalhar com os tufões opostos cortantes a criatura de tinta a oeste do grupo. Contra a criatura ao norte, aproveitaria a atenção de Soramaru ao casal de antigo e atual Mizukages, para que o inimigo não fizesse os ossos desaparecerem com um mero olhar como fizera antes, e tentaria arremessar 2 manipulações rank B de shikotsumyaku com chakra nagashi Taiton (36 m/s, 55m alcance) na forma de um parafuso de 30 centímetros de comprimento e 5 centímetros de diâmetro que sairiam rodopiando de seus antebraços em direção ao monstro de tinta.

Em seguida, o Kaguya se aproximaria (26 m/s) ainda mais de Emiya, ficando a um metro atrás do usuário de fogo e tentaria reforçar as defesas dele do jeito que podia, usando a corrosão para gerar mais 100 CM caso tivesse gasto 150 CM ajudando o Hokage e firmando os dois pés no chão para que de cada um deles saísse um Suiren no Mai (26 m/s) para assim criar 2 paredes ósseas de 5 metros de largura por 3 de altura dentro do cilindro de fogo para proteger Ken, Emiya, Chokorabu, Jyu, Haku, Hakari e Altria dos ataques que as sombras a norte e sul preparavam, sem deixar as beiradas das paredes ósseas encostarem no cilindro de fogo a fim de proteger a própria defesa. Por fim, o jovem respiraria fundo para se recuperar.
Informações:

 

Sevenbelo
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t84775-ficha-hariken-hyuga
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t84823-gf-hariken-hyuga
Mako
Game Master
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 P5OpjVT
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 P5OpjVT
A Batalha da Lua Minguante21 — Parte 8  
O fim alcança os ninjas que lutaram bravamente — e a melancolia invade o campo de batalha.

Temperatura: 20°C (clima seco).
Horário: Noite (lua minguante)



[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 SICzG0G

Um buraco no deserto
A morte é vermelha. Marcada pelo sangue que se esvai na areia do deserto, manchando a memória daqueles que ficaram para trás. Chokorabu procurou se acalmar em meio a evidente incapacidade de sobreviver, mas parecia impossível, cada lampejo de lucidez que tinha era seguido de um descontrole emocional tremendo, fruto dos nervos entrando em choque, seu cérebro em uma tentativa desesperada de não perder seu veículo. Jyu, entretanto, mergulhou em um oceano de arrependimentos, o peso da idade batendo em suas costas como uma velha amiga que lembra que o fluxo interminável do tempo, na verdade, termina. Altria nem mesmo percebeu até aquele momento que o fim era uma palavra com muitos significados — e um deles era o próprio.

A tinta se desfez no corpo dos três hospedeiros, deixando apenas selos marcados em seus corpos enquanto o líquido preto se esvaía no ar desaparecendo por meio de vórtex de energia. Os três vitimados caíram no chão sem vida. Chokorabu, Jyu e Altria estavam mortos. A energia dentro deles que era conhecida como Besta de Cauda já não mais existia. E, cercando-os, assim como cercavam os aliados, as quatro figuras negras continuavam comprimindo o chakra vermelho nas bocas.

Emiya e Hakuryu estavam sentindo o esgotamento em seus corpos, ainda mais após fracassarem em salvar os companheiros. A mancha vermelha tingindo seus corações com o peso do luto. Ken, por outro lado, ainda não queria desistir. Talvez não pudesse desistir. Atacou duas daquelas criaturas com suas técnicas mais proveitosas, acertou seus rostos com impacto forte o suficiente para fazê-los caírem de costas no chão, disparando rajadas incompletas para o céu, iluminando de vermelho o horizonte do deserto que começava a brilhar com a eminente destruição que ainda viria das outras bocas. Shibai talvez pudesse resolver algo, mas Hakari não sentia-o mais dentro dele, muito menos tentando retornar, apenas sentia o fluir do chakra após a reconstrução de seu corpo e como isso significava uma nova chance de viver.


No topo da torre

[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 X4XojSN

A lança cruzou o céu e desapareceu dentro de uma ruptura forjada pelos olhos de Yohma. Shifa estava preparado para atacá-lo posterior àquilo, entretanto ele não imaginava que Rekken ousaria prendê-lo com suas sombras. Ao senti-la conectando ao seu corpo viajou através do vórtex que Soramaru havia aprimorado para ficar um pouco mais alto, na altura que ele acreditava ser a correta para ele; sempre acima dos humanos. Sua atenção, entretanto, continuava nos hospedeiros próximos dele. Yohma e Mei eram fortes, verdadeiramente fortes. E ele precisava admitir que Rekken também era a sua própria maneira; menos destrutivo. O casal notou seu movimento para o alto e combinou uma ofensiva digna das lendas que carregavam o legado de Kirigakure nos ombros. Mei surgiu atrás, sendo percebida pelas habilidades do ninja, e Yohma fez um disparo contra o adversário. Shifa desapareceu em pleno ar — mais um movimento espaço-temporal — mostrando um sorriso de satisfação. A técnica de Mei e Yohma colidiram provocando uma explosão vermelha nos céus, ocultando a lua minguante que iluminava os céus até aquele momento.


A lua minguante
Shifa ressurgiu em um ponto alto, acima da cabeça dos monstros de tinta cujas bocas ainda concentravam chakra vermelho, mas igualmente distante da torre onde seus adversários mais fortes lutavam. Atrás dele havia apenas o brilho da lua minguante enquanto três pequenas esferas pretas surgiam de pequenos vórtex espiralavam ao redor dele. Agarrou duas delas com as mãos, sentindo o fluir do chakra das três bestas extraídas dentro delas, observando os humanos com rancor. Mirou o receptáculo de seu irmão, amaldiçoando-o mentalmente. Seus olhos ainda procuraram os corpos dos hospedeiros derrubados. Depois, eles encontraram uma figura incomum, um homem que não esteve na batalha até aquele momento — um homem carregando um corpo coberto com um manto.

[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 AAtbNCV

Abocanhou uma das esferas que segurava — Nove-Caudas — e sentiu o delicioso sabor do poder fluindo em seu corpo e para fora, as outras esferas foram engolidas por um vórtex como se deixadas para mais tarde. Uma onda de chakra e Intenção Assassina se expandiu ao redor dele como relâmpagos de poder. Em um segundo todo aquele chakra se unificou em seu corpo como uma armadura e sua risada ecoou nos céus da noite. — Kyahahaha! Vocês estão diante de um deus! — Shifa pronunciou e novamente suas asas sacudiram se abrindo, agora multiplicadas, revelando a nova transformação que fazia-o parecer muito mais um anjo caído com as seis asas negras, a enorme cauda, a pele branca, o Rinnegan nas palmas das mãos, chifres cobertos de chakra verde e um terceiro-olho possuindo o Rinnesharingan.

[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 HMCIwjt

O sacolejo das asas provocou fortes rajadas de vento que ultrapassaram 100km/h. O assovio forte o suficiente para ser ouvido em todo o país. As nuvens de areia subindo e desaparecendo em pleno ar. As criaturas de tinta se iluminando ainda mais com o chakra encantado de seu criador. Os olhos dourados buscaram os ninjas outra vez. O manto voou do corpo que Karma carregava nos braços e revelou os cabelos ruivos dançando. Shifa arregalou os olhos com um aperto no peito. Dentro dele apenas uma palavra ressonou bastante alto: Hime.


Vazio
Eu sempre soube que não era dono de mim. Este corpo jamais foi meu. Este chakra jamais foi meu. Este poder jamais foi meu. Tudo foi uma farsa, a projeção da consciência e imagem de outro. Uma existência nascida dessa necessidade de manter legados, um filho que não teve um pai, uma criança indesejada pelo mundo. Um ser humano sem o direito de existir como alguém, mas como algo. Sora era isso, o vazio. Este único e pesaroso vazio. Incapaz de preencher. Frágil demais para ser alguém. Oco. Vazio. Sozinho. Batalhando dia após dia. Corpo após corpo. Morte após morte. Mancha após mancha.

[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 1ITMfQN
 

Hime… você me concederia seu sorriso mais doce se me visse assim? Será que, por uma ironia do destino, você seria capaz de me chamar outra vez de Soramaru? Será que você aceitaria ver quem eu era se perder por causa do destino dado a mim ao nascer? Você me dizia que eu era mais do que um acaso… mais do que uma expectativa a ser cumprida…, mas eu posso ser alguma coisa sem ter você? Hime, você nunca teve medo de mim, mas será mesmo que não teria medo de me ver assim?

[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 HH2E4TI

Hime… será que poderei lhe encontrar do outro lado?


A lua minguante
Os brilhos vermelhos nas bocas dos monstros de repente se desfizeram e seus corpos começaram a desmanchar em tinta. Shifa olhou as próprias mãos em choque, seus dedos se desfazendo em cinzas ósseas. — Entendo — falou baixo, ao perceber que, dentro dele, a vontade de Soramaru ainda se rebelava ao ver o cadáver de Hime, morta a muitos anos, mas recuperada por Karma. — Esse corpo também não era suficiente para suportar este poder — ele falou, notando que todo seu corpo começava a se esvair em cinzas.

[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 NQN9kYr

Com um olhar melancólico, ele observou como os ninjas continuariam vivos. Ele sabia que existia outros corpos com sua codificação, embora nenhum até então houvesse dado certo. Por isso você está assim, irmãozinho?, questionou-se, pensando em como seu clã poderia ter se reformado naquele planeta. Ergueu o rosto para o horizonte, um mundo que poderia ser só dele, mas naquele momento apenas uma coisa saiu de seus lábios.

— Sinto muito, Hime.

E então seu corpo tornou-se cinzas para toda a eternidade.


O fim da batalha
Karma sentiu uma das chaves de selo dentro dele se quebrar quando o corpo de Soramaru se esvaiu em cinzas. Percebeu, no entanto, dois objetos caindo do que antes era seu corpo. Deixou o corpo de Hime perto dos demais ninjas e avançou para recolhê-los, pensando ser as esferas com as bestas de caudas capturadas, mas ao alcançá-los na subida do buraco feito no deserto, achou uma katana cravada na areia e um estranho cubo. Era a arma usada por Soramaru e alguma coisa estranha. Será que você era humano mesmo afinal de contas?, pensou olhando para a lua minguante. Ainda esperaria os ninjas se reagruparem junto dos outros.

Quando todos estivessem reunidos ele se aproximaria novamente com os equipamentos em mãos. Desceria a areia sem preocupações claras, mas visivelmente abalado com tudo aquilo. Colocaria a espada nas mãos de Yohma e o cubo nas de Rekken e iria até os corpos dos derrotados em quem encostaria os talismãs reservados enviando seus corpos para os vilarejos de origem — Konoha e Kiri. Depois, olharia em volta e diria com amargor nos lábios: — Parabéns, a missão foi um sucesso — dando as costas e saindo com passos pesados e lágrimas nos olhos. — Escolham quem ficará com esses apetrechos, eu preciso conversar com muitos Conselhos esta noite — resmungaria e seguiria embora do deserto, deixando-os para trás para absorver tudo o que havia acontecido e partirem igualmente.



Regras e Considerações
Regras:
Orientações:
Orientações Individuais:
Recompensas do Mestre:
TEMPLATE POR AKEIDO
Mako
Coca
Espadachim da Névoa
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 BdPgZKw
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 BdPgZKw

-

A sombra foi forte suficiente para inibir as ofensivas seguintes de Soramaru, que, mais uma vez, viajou fugindo em um vórtex característico de sua habilidade de jikukan ninjutsu. Mais uma das incontáveis tentativas do trio foi um insucesso. Rekken, garantindo sua sobrevivência, ao perceber a fuga do antagonista, utilizou do Hiraishin para reaparecer próximo a Emiya. Sentia o cansaço a acometer o corpo, sabendo, portanto, que se a luta se estendesse por mais tempo não conseguiria continuar auxiliando os dois Uchihas como fora feito outras vezes.

Ainda atônito em relação a tudo, fixou seus olhos sobre o local onde estava Soramaru, indicado pelo Kanchi no Jutsu. A explosão carmesim fizeram os olhos do Nara brilharem em resposta, imaginando que o casal pudesse ter continuado com suas tentativas. O antagonista desapareceu uma vez mais, reaparecendo em outro lugar.

O que se sucedeu após isso foi uma cascata de acontecimentos capazes de bombardear a mente de Rekken, fazendo-o perder o foco no que verdadeiramente importa; a batalha. Soramaru transformou-se uma vez mais, na medida em que consumia três esferas e fazia com que todo o ambiente reagisse em resposta.  

Karma voltou, depois de longos minutos, carregando um corpo consigo. O mesmo corpo disposto sobre um dos tubos dentro do laboratório do antagonista. A partir daquele momento Soramaru estremeceu ou, ao menos, parecia estar atordoado, ficando evidente ao observar as silhuetas de tinta começarem a se desfazer, na medida em que seu próprio corpo começava a se desfazer também. O inimigo parecia ter seu fim, prematuro ou não, mas suficiente para fazer com que o Nara sentisse-se aliviado, representado por um longo suspiro. A sensação de que suas habilidades não foram suficientes para lutar, ou ao menos ser importante contra Soramaru fazia-lhe lembrar de Kaguya; sua maior e mais importante derrota.

Quando a adrenalina da luta cessou, teve ciência da consequência daquele embate. Três corpos, somados ao da ruiva, jaziam sobre a areia do país do Vento. Três nomes que foram cravados na história do mundo ninja por feitos inigualáveis. Sentiu pesar ao ver o corpo de Altria, lembrando-se de Kumogakure, onde ela liderou um poderoso embate contra Naruto Uzumaki. Perder uma amiga em guerra era intragável. Olhou em direção a Emiya, tentando imaginar, julgando a face do Ferreiro, qual os sentimentos que ele estaria tendo ali na hora. Levou um cigarro à boca, acendendo-o, sentindo a nicotina percorrer seu corpo, em uma forma melancólica, não de alívio. O fumo se esvaiu, dando início a um sentimento de luto.

Karma interrompeu os sentimentos de Rekken ao se aproximar, entregando ao Nara um cubo roxo brilhante. A curiosidade fez com que o jovem ficasse com o item, guardando junto as suas coisas dentro da hip-pouch, imaginando que o casal não se importaria. Para o caso de se importarem, entregaria o item a um dos dois sem problema algum. Aproveitaria para se concentrar, recuperando um pouco de chakra.

O sentimento não era de vitória, tão pouco de missão cumprida. Mais um trago fora dado no cigarro e, quando viu o fumo se esvaindo sobre o canto da boca, decidiu que era hora de ir embora. Direcionou o olhar para Hakari e Emiya, aproximando-se desses. — Vamos embora… já ficamos muito tempo fora do vilarejo. Encostem em meus ombros, não estou no clima para voltar de barco. — manteve-se misterioso, mas deu a entender que utilizaria seu jikukan ninjutsu como locomoção. Entretanto, deixaria que ambos os mencionados ficassem à vontade e somente quando estivessem prontos, com as mãos sobre cada ombro que Rekken utilizaria do Hiraishin para teletransportar até a Zettai Ryouri, sua cozinha localizada no centro da Névoa.  

Rekken — HP: 2475/2475 | CH: 1491/6575 | ST: 07/08 | Sakki: 32/50

Considerações:
Armamentos:
Usados:
Talentos, Especialidade e Atributos:

_______________________

Sobrevivente do punho dourado
Proteja Kumo do Edo Tensei Naruto Uzumaki.
Coca
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t82176-fp-rekken-sarutobi#663014
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77277-gf-coca
Zireael
Jōnin
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 CViEu01
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 CViEu01
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 S2ErPkv
Com uma pressão decidida, minha mão entrou em contato com a superfície enegrecida no corpo da antiga Kazekage. As chamas dançavam em meus dedos, irradiando uma luz que parecia inicialmente perturbar a substância viscosa. O chakra maldito misturado à técnica também parecia exercer uma influência enfraquecedora sobre o fluido, alimentando minhas esperanças de sucesso. No entanto, quando Hakuryū se juntou a mim para tentar remover a matéria obscura, ficou claro que seria feito em vão. O líquido permanecia firmemente aderido ao corpo da mulher, como se fosse piche. Não daria certo. Em uma tentativa desesperada, tentei pressionar ainda mais o meu punho, forçar os meus dedos, quase como se quisesse atravessar o corpo da loira. Com os dentes rangendo, eu apenas parei quando a tinta se desfez de seu corpo, dissolvendo como água e sumindo em um turbilhão. Foi nesse momento que percebi: Altria, a antiga Kazekage, minha amiga e companheira mais antiga, aquela que havia me concedido seus olhos, agora jazia sem vida diante de mim. Atônito, deixei que todo o meu corpo ficasse débil: desativando a minha maldição, minha armadura de raios, e até mesmo o meu caleidoscópio, retornando ao padrão de três vírgulas negras.

Diante do corpo inerte da loira, um silêncio pesado pareceu descer sobre o campo de batalha, embora o embate ainda rugisse à minha volta. O clamor, os gritos e a fúria dos combatentes pareciam distantes, abafados pelo peso da perda que eu enfrentava ali. Meus olhos permaneciam fixos no corpo da mulher, incapazes de se desviarem. Para mim, a morte de Altria representava mais do que apenas a perda de uma aliada. Era como se uma parte de minha própria história, de minhas raízes em Sunagakure, estivesse sendo arrancada de mim. Ela era uma âncora que me ligava ao passado, um lembrete constante de quem eu era e de onde vinha. Sua ausência deixava um vazio que parecia ecoar no meu íntimo, uma sensação de perda profunda que eu mal conseguia suportar. Em meio à dor e ao luto, uma questão inevitável se insinuava em minha mente: teria sido a morte de Altria uma resposta do mundo aos meus próprios anseios de deixar o passado para trás? Sim, eu desejava apagar as lembranças de Sunagakure, da época em que a ingenuidade era meu único fardo; mas eu nunca teria aceitado a morte da minha amiga para esse fim. Esse questionamento pairou sobre mim como sombras, obscurecendo ainda mais o luto que pesava em meu peito. Havia uma sensação de que, de alguma forma, eu havia contribuído para esse desfecho trágico. Mas, diante da cruel realidade da batalha, não havia espaço para remorsos. Restava-me apenas a determinação de honrar a memória de Altria, lutando com todas as minhas forças até o fim, seja ele qual fosse.

[...]

Com um esforço doloroso, ergui-me do chão, sem esconder a tristeza que pesava em meu semblante. Meus olhos, úmidos e semicerrados, refletiam a dor que me inundava por dentro, como se estivessem à beira das lágrimas. Observando o campo, percebi que Soramaru havia sofrido mais uma transformação, assumindo uma forma ainda mais monstruosa. O vento que emanava de suas seis asas era tão forte que me obrigou a erguer o braço para proteger meu rosto do turbilhão de areia e poeira que se erguia ao redor. Foi nesse momento que Karma surgiu à visão; seus braços carregando o corpo da mesma mulher de cabelos ruivos que eu havia visto antes. O semblante do anjo negro pareceu se abalar com a cena, e ele parou abruptamente, como se estivesse tomado por uma súbita emoção. Então, diante disso, seu corpo começou a se desfazer em cinzas, sendo consumido por dentro. Um olhar triste, quase tão melancólico quanto o meu próprio, invadiu a face de Soramaru, humanizando por um breve instante a forma demoníaca que ele havia assumido. Suas palavras de desculpas foram sussurradas pelo vento, quase inaudíveis, antes que ele se desintegrasse completamente, transformando-se em poeira que se dispersou ao sabor do vento. Ali, no meio da devastação que cercava o campo de batalha, o silêncio se fez presente. O confronto havia chegado ao fim, não por meio da vitória de um lado sobre o outro, mas pela autodestruição do próprio vilão. Estava acabado.

Karma avançou pela areia, depositando o corpo da mulher ruiva próximo do grupo antes de prosseguir até um ponto específico onde havia alguma coisa. Com seu retorno, ele entregou certos artefatos a algumas pessoas próximas: a espada de Soramaru para Yohma e um cubo roxo, que passou imediatamente para as mãos de Rekken. Em seguida, dirigiu-se até próximo de mim, tocando o corpo de Altria com seu talismã antes de seguir até onde jazia Jyu, também vítima do fluido obscuro. Chokorabu veio logo em seguida, mais uma vítima daquele terrível destino. Todos os corpos desapareceram, supostamente levados aos vilarejos de origem, como anteriormente haviam avisado sobre Nezuko. Assim, percebi que aquele dia marcaria o fim de uma era: uma antiga Kazekage, um antigo Mizukage e o atual Hokage haviam caído. Karma nos parabenizou pela conclusão da missão e partiu apressadamente em direção à saída da cratera de areia. No entanto, o sentimento que me invadia não era de triunfo, tampouco de alívio pelo dever cumprido. Repentinamente, Rekken voltou seu olhar para mim, e eu retribuí o gesto, atento ao que ele tinha a dizer. — Sim, não há mais nada para fazermos aqui. — Concordei em um tom inflexível, mas ainda permeado por uma sensação de tristeza. Me aproximei dele e deixei minha mão direita pousar em seu ombro. Simultaneamente, com a mão esquerda, procurei o pergaminho que me fora entregue no início da missão e o deixei cair na areia, permitindo-o ser engolido pelo deserto. Não queria carregar aquilo como uma lembrança. Por fim, ansiava pelo momento em que deixaríamos aquele lugar, envoltos pelo manto do teletransporte, rumo a um novo destino enquanto respirava lentamente para descansar e repor meu chakra.

Emiya; 2000/2600 1235/4100 00/500 05/08

Consid.:
Usados:
Armas:

_______________________

Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Herói da Vila
Proteja sua vila de um ataque e/ou conclua três mini-tramas arquitetadas por seu Kage.
Esse É o Meu Jeito Ninja!
Adquira sua primeira Habilidade Única.
Perito
Adquira uma qualidade de perícia (elemental, armamentista, etc.).
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Sou Mais Técnico
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Estudioso
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Zireael
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77022-wrought-iron-hero#607393
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77044-gf-zireael
Keel Lorenz
Jōnin
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 14tg4Ry
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 14tg4Ry
Em meio às tentativas desesperadas de puxar a tinta, Hakuryuu foi surpreso pelo súbito desprendimento do material, como se nada tivesse acontecendo. Entretanto, não demorou a perceber que, na realidade, havia falhado completamente. Não apenas na cura de seus aliados, mas talvez na sua própria defesa das criaturas gigantescas carregando disparos de chakra.

Caindo sentado, absolutamente exausto, a sensação de luto acabou não durando tanto assim.  Afinal, ainda restava uma questão muito mais importante para ele do que a tristeza de ter falhado e ver colegas partir. Os monstros de tinta seriam capazes de matá-los? Será que conseguiria pelo menos reagir à aniquilação iminente? Ken demonstrou ainda ter energia para reagir e prontamente defletir dois dos disparos. Mesmo assim, dois sobraram.

Dado o nível de desesperança, Hakuryuu não teria dado tanta atenção à nova forma do inimigo não fosse por aparecer logo acima dos monstros de tinta. Sem dúvidas, uma vista e tanto. Pelo magnitude do poder daqueles ventos, a força de suas asas deviam ser temíveis.

“Então, isso é um deus?” — indagou-se, imaginando se era algo do tipo que os outros tinham visto no Castelo da Serpente, depois que recuou da fase final e mais perigosa da missão.

Entretanto, aparentemente, a transformação havia sido demais para ele. Afinal, antes mesmo do Karma recém-surgido tentar qualquer coisa, sua forma e dos monstros em seu domínio começaram a decair.

“Não, apenas um homem com asas de cera” — corrigiu, sem dúvidas aliviado.

Entretanto, estranhamente, não pode deixar de sentir uma certa melancolia diante da cena das asas de Soramaru derretendo perante o sol.

Felizmente com o problema resolvido, Hakuryuu buscou reunir-se — ou manter-se reunido — com os membros restantes do grupo. Não estava muito para papo, por isso, não disse nada quanto à parabenização de Karma. Porém, não pode deixar de sentir uma certa frustração com aquele desfecho. De fato, a missão em si parecia ter sido um triunfo. Afinal, estava vivo e tinha aprendido muitas coisas novas. No entanto, a completa destruição do laboratório, o triste destino de alguém tão cientificamente competente como Soramaru ainda pareciam um grande desperdício.

— Vamos voltar, Ken-kun? — prosseguiria, voltando-se para Hariken logo após os resmungos de Karma e o início de sua saída dali.

Com a sugestão ao colega de vila, iniciaria sua caminhada sentido Sunagakure enquanto tentava regenerar algum chakra. Cansado do jeito que estava, iniciaria a viagem pelo deserto com uma caminhada mais tranquila. Dada a limitação de velocidade, imaginava que Hariken poderia facilmente acompanhá-lo. Por isso, não faria questão de esperá-lo mais do que alguns instantes. Se ele tivesse algo para resolver com alguém, poderia facilmente fazê-lo e, então, alcançar Haku.

Palavras: 432


Reservatório: 1400 | 3000 un. — Ambiente: 400 | 500 un.

Legenda:
Falas: — Texto — descrições. | Pensamentos: "Texto" — descrições.

Resumo:
Observações [4]:
Jutsus:
Equipamentos:
Aparência:
Particularidades e Regras:

_______________________

[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Q13rwps


Keel Lorenz
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t82420-ficha-hakuryu-kinsetsu
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t82449-gf-hakuryu-kinsetsu#665525
Hit
Jōnin
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Aq9glir
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 Aq9glir
The Gambler
O que se sucedeu após meu renascimento fora uma chuva de informações que nem eu mesmo conseguiria compreender ou mesmo ter algum poder ou influência suficientes para participar do show de luzes e técnicas nos céus. Impotente e me sentindo mais fraco após a perda de Shibai, veria Soramaru — ou o que restou dele — se transformando mais e mais, tendo todo o ambiente ao redor respondendo ao fenômeno. Por um instante, lembrei do motivo de eu estar aqui e da promessa que eu fiz. — Sinto muito Nezuko, Naritoshi, Nanami e Shibs. Não vou conseguir cumprir o que prometi... — Murmuraria, antes de perceber Karma caminhando dentro do campo de batalha, carregando uma ruiva em seus braços. Em instantes, Soramaru, Shifa, ou o que quer que ainda seja essa criatura, começou a se desfazer em cinzas gradualmente, provavelmente consequência de não ter aguentado tamanho poder. — Ter aguentado o Kāma já é impressionante o bastante. Quem era você, Soramaru? — Indagaria para mim mesmo, conforme veria seu corpo sumir em definitivo, decretando, assim, o final do combate.

Buscaria me reagrupar com os demais, e chegando lá, para minha tristeza, mesmo com o triunfo, perceberia que vieram baixas. Três de grandes nomes conhecidos pelo mundo todo faleceram. O Hokage, que tive o prazer de lutar ao lado tanto aqui quanto no incidente de Kaguya. Ele era bem casca grossa; Jyu, que tive pouco tempo de contato de fato, mas, seus feitos passados falam por si mesmo, rejeitando apresentações maiores, e Altria, também uma das Lendas, que me fez pensar o que Emiya deve estar sentindo com sua morte, haja vista terem se mostrado bem próximos, assim como Nezuko e eu.

Com tudo isso, viria em mim não um sentimento de missão cumprida, mas sim um de — Não cumpri o que prometi e não consegui proteger a todos. — Fitaria o céu com um semblante melancólico, sentindo o mesmo de quando fui derrotado por Kaguya Ōtsutsuki, mas de forma ainda pior... Não, Nezuko não iria querer que eu me sentisse assim. Por isso, devo honrar sua memória e ficar mais forte para ocasiões futuras, e já sei como farei. — Aguarde um instante. Preciso coletar algo antes. — Responderia o Nara, esperando que ele fosse aguardar um pouco. Com isso, sem tardar, buscaria ir de encontro ao sangue derramado no campo de batalha de ambos Jyu e Chokorabu. Por intermédio de ampolas, encheria o compartimento citado com o sangue dos finados, demandando, para isso, duas ampolas para cada, utilizando das minhas regalias de Cientista para retirar duas amostras de DNA para uso futuro. Quando enfim finalizasse o processo, iria de encontro com Rekken, já com as ampolas cheias guardadas. Em silêncio e ingerindo um chocolate com a destra para distrair a mente, tocaria seu ombro com a canhota, aguardando o novo destino enquanto reflito sobre tudo o que aconteceu, sem despedidas. — Hoshigakure no Sato, é pra lá que vou... — Faria um monólogo, fitando novamente a Lua Minguante uma última vez.

HP: 1825 | 1825 // CH: 1830 | 3325 // ST: 02 | 07

Informações:

Hakari Otsutsuki
Winter






_______________________

[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 4MPSEz5
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Hit
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t82532-f-p-hit
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t82560-g-f-hit
Sekiro
Yōnin
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 1LVbevk
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 1LVbevk

XXI.

A lança fora subjugada pela técnica de espaço-tempo, perdendo-se no além conforme a movimentação tinha continuidade. Entretanto, por mais que fosse seu desejo encontrar um término satisfatório àquele confronto, mais uma vez viu-se diante de uma esquiva do oponente, evitando o conflito mesmo com o auxílio de Rekken em tentar suprimi-lo com suas sombras. Yohma suspirou, fixando os orbes celestiais no indivíduo que consumiu um peculiar orbe, enquanto outros foram escondidos em um vórtice. Logo, o corpo do antagonista transformou-se novamente, alterando sua forma para algo muito distinto e que, estranhamente, carregava orbes similares aos portados pelo Uchiha, embora outro um tanto quanto diferente. De toda forma, o que chamava a atenção do albino era a representação de seu poder, embora a interrupção célere com a chegada de Karma, revelando o corpo da garota de outrora.

Em resposta, as silhuetas de tinta passaram a se desfazer, bem como o corpo da criatura que se colocava diante dos mesmos, esvaindo-se em cinzas. Apenas naquele instante, inexpressivo e sem o sorriso habitual no canto dos lábios, que direcionou o olhar ao campo. A existência de três aliados havia se esvaído e se perdido no deserto, reunindo-se à sua quase irmã que sucumbiu ao confronto. Nezuko e Jyu, duas das sombras do seu vilarejo, sendo o segundo aquele que havia selado Gyuuki em seu âmago. Depois, Altria, um dos membros de seu clã e uma aliada de décadas, desde o confronto contra Bradley. Por fim, Chokorabu, o inventor da folha que havia conhecido desde a infância, e que seu último projeto jazia sobre os olhos da Quarta Sombra. Um sorriso desmotivado formou-se no canto de seus lábios, intensificando um sentimento excêntrico e habitual aos membros de seu clã: o luto. Silenciosamente, tocou as costas da esposa ao seu sinal para deslocá-los com o Kamui até o restante do grupo, onde desativou suas transformações.

Karma aproximou-se com a reunião de todos os integrantes restantes da incursão, deixando uma peculiar lâmina em suas mãos, ao qual agradeceu com o movimentar de sua cabeça. Os corpos foram enviados a outro lugar, julgando que seria aos seus respectivos vilarejos, conforme as informações trazidas outrora a respeito de Nezuko. Nada mencionou diante do parabenizar mórbido do líder daquele grupo, e tampouco sentiu que podia fazer ou falar algo sobre aquilo. Virou-se, portanto, na direção da ruiva. — Hora de irmos. A Névoa Oculta precisa de sua líder, e as crianças de seus pais. — murmurou à Mei, esperando a concordância dela para erguer seu corpo com ambos os braços. Por fim, utilizou a técnica temporal para transportá-los outra vez, direcionando-os ao Santuário do Solar Radiante.


Leia as considerações:
HP: 4200/4200 — CH: 2470/10300 — ST: 07/11 — CN: 200/600 — Gyūki: 3750/5000
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Viajante
Visitar todas as Cinco Grandes Nações.
Protagonista
Destaque-se em um evento mundial.
Expansão de Terras
Colonize/domine (ou arquitete a colonização/dominação de) um território de nível 2.
Aceito por Todos
Como Meishu Kage, chegue aos 100 pontos de fama política
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Golpe Final
Dê o "último golpe" em um NPC adversário durante um evento
Arsenal em Crescimento
Adquira uma arma lendária.
Hospedeiro
Torne-se um jinchūriki.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Herói da Vila
Proteja sua vila de um ataque e/ou conclua três mini-tramas arquitetadas por seu Kage.
Planejamento Tático
Colonize/domine (ou arquitete a colonização/dominação de) três territórios de nível 1.
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Eu Tenho um Sensei!
Entre para um time.
A União Faz a Força
Tenha cinco tópicos diferentes de interação (incluindo uma missão) com seu time.
Disputas Podem Ser Saudáveis
Tenha três tópicos de interações de rivalidade com um membro de seu time.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Fazendo História
Conclua uma mini-trama.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Explorador de Outras Regiões
Colonize/domine (ou arquitete a colonização/dominação de) um território de nível 1.
Perito
Adquira uma qualidade de perícia (elemental, armamentista, etc.).
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Melhorias ao Meu Arsenal
Receba um transplante ou realize-o em seu próprio personagem.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Reconhecido por Todos
Chegue aos 100 pontos de fama geral.
Forças Especiais
Obtenha uma graduação especial.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Sekiro
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77696-f-yohma-uchiha#613905
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77700-gf-yohma-uchiha#613977
Luna
Kojin Mizukage
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 3026d08ad16326db2dc9f1fc16d558d6
[Mundial - Tokubetsu] A Batalha da Lua Minguante  - Página 3 3026d08ad16326db2dc9f1fc16d558d6
天と地の間"Esse mundo é todo meu"

Mais uma vez ele escapou. E mais uma vez, seu corpo passou por uma transformação. Dessa vez, porém, interrompida pela introdução de Karma à cena, provocando uma ordem de eventos que culminou no fim abrupto da batalha quando esta chegava ao seu ápice. Ao toque de Yohma, foram transportados para o solo, onde os outros ainda estavam. Desativou as técnicas, permanecendo apenas o doujutsu na face. Sem emitir palavra, caminhou até onde os três estavam caídos.

Olhou para os corpos de Jyu, Altria e Choko. O que estava sentindo, nem ela soube responder. Talvez, apenas não conhecesse o sentimento bem o bastante para saber nomeá-lo. Vazio. Lembrou-se do dia em que conheceu Viole Grace, nas praias de Kirigakure, quando dezenas de shinobis de Kumo, Iwa e Konoha desembarcaram lá para acusar a Névoa. “Vocês veem a minha vila sem convite, sem comunicado ou qualquer sinal de boa fé e esperam que sejam bem recebidos aqui?... Agora que todos já estão em seus devidos lugares, podem voltar do lugar de onde vieram”. Não mais do que a sombra de um sorriso se formou nos lábios da ruiva. As memórias de quase uma outra vida.

Os globos passaram para Altria, ainda quase inexpressivos. As duas kunoichis tiveram suas diferenças, quando a loira reinava em Suna e a ruiva agia em nome do Raikage, e por muitos anos a tratou com desdém: uma postura que mudou quando Pendragon se uniu a Kirigakure. Começou a respeitar sua força, lutando ao seu lado em mais de uma oportunidade. Embora se desrespeitassem no passado, sabia da imensa perda que sua morte representava, não só ao poder da Água, mas ao mundo todo.

Por fim, a figura do Hokage. Tinha vagas lembranças de conhecê-lo há muitos anos no passado, quando este ainda era uma criança. Nunca teve grandes interações com o mesmo: após a morte do Hikari, assumiu profundo desinteresse pelas lideranças da Folha. Mas, de igual maneira como fora com Altria, sabia reconhecer a força e significância daquela figura, tal como o vácuo deixado por sua perda.

Haviam perdido titãs. E a troco de quê? O calor fluía dentro dela, como rios de lava passando por suas veias. Só então notou que estava com raiva. Haviam sido convocados, todos, e quando chegaram ali encontraram uma realidade diferente da apresentada na carta. Uma armadilha para matá-los. Falta de informações. Pura incompetência dos organizadores. Deu as costas aos corpos quando Karma se aproximava deles, caminhando a passos lentos. — Fomos chamados aqui sob o pretexto de uma simples operação, não muito acima do nível Chuunin — Mei começou a dizer, o tom calmo. — Quatro Kages. Todos jinchuurikis poderosos. Alguém será responsabilizado — olhando-o pelo canto do olho, seu Rinnegan brilhava com a frieza dos Sete Infernos. Acenou, como que em despedida, e continuou caminhando até parar ao lado do marido. Respondeu ao frasear de Yohma com um aceno, e deixou-se ser conduzida por ele através do Espaço-Tempo.

---------  ❁  ---------

HP: 3.700/3.700 | CH: 4.815/8.550 | ST 03/10
Samehada: 500/500 | Shukaku: 600/1.500 | CN: 100/600
Areia: 2.180/3.000 | Tinta: 1.505  | Sakki: 31

Informações:

_______________________

I could show you incredible things

Busquem comer cimento
GFFichaMod-Ag
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Herói da Vila
Proteja sua vila de um ataque e/ou conclua três mini-tramas arquitetadas por seu Kage.
Luna
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77699-fp-mei-ogosho#613975
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t75448-gf-luna#589545
Conteúdo patrocinado
Design visual (Estrutura, Imagens e Vídeos) por Dorian Havilliard. Códigos por Akeido