:: Mundo Ninja :: Mapa Mundi :: Iwagakure no Sato :: Campo de Treinamento
12 Anos Online
Alvorecer
Arco 04
Ano 16 DG
Inverno
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

[Treino em grupo] - O Teste Especial - Publicado 24/7/2021, 22:24



Megumi Fushiguro —

650 650 650
1050 1050 1050
02 02 02




Fushiguro chegou à área de treinamento estando completamente cansado pelo simples esforço de carregar sua bolsa shinobi. Deitando no chão e ficando completamente parado, apenas respirando com os braços e pernas abertos como uma estrela do mar.

- Ahh... ah... A vida tá complicada. Bem, vamos lá.

Levantando apenas seu torso, o shinobi olhou em volta e começou a remover seu haori, jaqueta, blusa e equipamentos, ficando apenas com a parte inferior de suas roupas. Sentando em uma posição de lótus, começou a meditar e se concentrar nos selos que estavam em seu corpo: A técnica de Naomi e a preparação para Fuinjutsu: Kai. Tirou um tempo para si, tentando entender apenas pelo seu controle de chakra, como ambos estes selos se relacionavam entre si.

Depois de ver que Naomi havia desenvolvido um dos jutsus mais poderosos que o shinobi já viu, partindo de um jutsu de selamento, o próprio percebia a importância dessa técnicas. Inicialmente apenas se concentraria nos selos, mas eventualmente, quando estivesse um pouco menos ofegante e sabendo que mandou os seus alunos na frente, apenas levantaria seu queixo gritando:

- Chegueeeeeeeeeei!! Hora de treinar.

Passaria então mais alguns instantes se concentrando no próprio chakra e no fluxo que há entre Fuinjutsu: Kai e selos já criados em seu corpo.

[...]

Agora apenas precisaria que os membros de seu time chegassem. Enquanto eles faziam isso, ele faria alguns planejamentos quanto ao treinamento que planejava fazer. À medida que os genins chegassem, ele os cumprimentaria e faria algumas perguntas.

Quando Kaneki chegasse, perguntaria:

- Então, Kaneki, no que você é bom e no que é ruim? Se você mesmo tivesse que dizer o que te incomoda em si mesmo enquanto shinobi, o que seria? - Não esperava nenhum problema vindo do rapaz, visto que este se demonstrou um tanto apático ou passivo, embora seu gosto por mulheres indicasse que tinha potencial.

Quando Ukki se apresentasse as perguntas seriam:

- Ukki, você falou o que sabe fazer: Kugutsu. Isso é algo que você gostaria de melhorar imediatamente, ou vamos trabalhar nas suas fraquezas por enquanto? - O genin que viajava nos próprios pensamentos durante a apresentação foi capaz de dizer suas capacidades na tal ocasião, então seria mais fácil de abordar.

Na vez de Shiin, ou mini-Naomi, as perguntas precisariam ser mais sutis:

- Qual a sua parte favorita das habilidades ninja? Você vai mostrar que é boa em tudo e começar pela parte chata, ou vamos ter uma demonstração das suas melhores habilidades?

Tais perguntas ocorreriam na ordem pela qual os shinobis se apresentassem, mas com todos reunidos Megumi diria:

- Vocês podem estar notando que estou cansado, então vamos nos concentrar um pouco na teoria, sim? Apresentem as suas aspirações, pontos fortes e fracos. Eu mesmo vou tentar melhorar meu ninjutsu. Vou dar dicas e responder perguntas na melhor das minhas capacidades. Assim que eu terminar o meu descanso, vamos começar algo mais prático. Apesar disso, eu sempre vou perguntar o que vocês querem melhorar ou não. Não vou me privar de comentários e críticas. Quando eu notar que vocês estão negligenciando algo, vou dizer, mas eu não gosto de tomar decisões monocraticamente. Isso não quer dizer que eu vou aceitar insubordinação, só quer dizer que eu sou um cara razoável.

Considerações:

[Treino em grupo] - O Teste Especial L

Reaper
Genin
Reaper
Vilarejo Atual
[Treino em grupo] - O Teste Especial L

Re: [Treino em grupo] - O Teste Especial - Publicado 25/7/2021, 16:11


HP: 275/275
CH: 275/275
ST: 0/5
Treinamento
Em Gupo
Kaneki chegava ao campo de treinamento conforme seu sensei havia proposto, já de cara seu sensei fez algumas perguntas um tanto quanto curiosas sobre as habilidades do Genin, perguntaria no que ele era bom ou ruim o que o incomoda como um Shinobi.

- Bem... eu diria que eu sou bom em jutsu's estilo Raio e estou me aperfeiçoando com Genjutsu para poder usar em combinação com meu doujutsu, como você sabe o clã Chinoike é conhecido por suas ótimas habilidades com Genjutsu. Sobre problema como Shinobi é... "Acho que confiar de mais nas coisas que dizem poderia ser um defeito, as vezes sou facilmente manipulado mas... Talvez isso não seja tecnicamente um defeito ne? Pensava. - Ah... se eu fosse dizer algo que me incomoda mesmo como um Shinobi seria a incapacidade de realizar Genjutsu's extremamente poderosos e minha confiança execessiva nas coisas que me dizem, o que me torna alguém facilmente manipulável. Sobre meus pontos fortes e fracos, eu diria que tenho um bom controle de chakra, e habilidades com Genjutsus básicos em conjunto com meu doujutsu. Meus pontos negavitos seriam minha inabilidade para manuziar armamentos fora os básicos e habilidades em Ninjutsu. - Respondia calmamente as respostas do professor e ficaria atento as respotas dos outros integrantes do time, até para conhece los melhor e saber o quanto eles poderiam agregar também na carreria ninja do Chinoike.



Informações:



Emme



_______________________

[Treino em grupo] - O Teste Especial A734f56225ec9528e787ddb798563058
[Treino em grupo] - O Teste Especial JnMZD5E

sabazin
Tokubetsu Jonin
sabazin
Vilarejo Atual
[Treino em grupo] - O Teste Especial JnMZD5E

Re: [Treino em grupo] - O Teste Especial - Publicado 26/7/2021, 10:51


[Treino em grupo] - O Teste Especial TQlwdfn

Após um grande encontro e com time formado, Ukki entrava no campo de treinamento para se encontrar com seu novo professor e seus companheiros de time. O garoto estava um pouco decepcionado pois suas marionetes ainda não estavam prontas, más tentaria sobreviver com suas técnicas.

Ao chegar no ponto de encontro podia ver seu mestre e Kaneki seu "novo amigo" se é que podia pensar assim do garoto pois mal tiveram tempo para conversar.


- Olá senhores.   *Dizia em tom respeitoso e sarcástico.

Se sentando um pouco próximo aos dois seu sensei já o indagava sobre suas intenções em relação ao treino e futuro.

- Ukki, você falou o que sabe fazer: Kugutsu. Isso é algo que você gostaria de melhorar imediatamente, ou vamos trabalhar nas suas fraquezas por enquanto?

O garoto tinha dificuldades e inseguranças, soltando algumas brincadeiras de vez em quando. Más se tratando de Kugutsu e sobre seu futuro, tudo era muito bem planejado e executado. O Genin não tinha dúvidas de sua resposta.

- Sensei, não tenho objeções sobre qualquer treino para melhorar minhas técnicas de Ninjutsu em sua totalidade, porém o Kugutsu em si é algo que só eu quero trabalhar, é algo como desbravar meu próprio caminho seja errando ou não. E sobre minhas fraquezas o que tenho mais dificuldade são as técnicas ilusórias.

Parava um pouco pensando se informava Megumi de mais alguma coisa até que se tocou de que o mesmo citou o nome de sua técnica.

- O senhor sabe o que é Kugutsu? Ou é só porque citei anteriormente?

"Será que finalmente vou ter alguém pra discutir sobre marionetes?"



HP: (225/225) Chakra: (675/675) ST: (0/3)
Considerações:
[Treino em grupo] - O Teste Especial Muichiro-tokito

Lula
Genin
Lula
Vilarejo Atual
[Treino em grupo] - O Teste Especial Muichiro-tokito

Re: [Treino em grupo] - O Teste Especial - Publicado 26/7/2021, 20:30




Quando chegou lá, uma dúvida reverberava pela mente de Kaguya, que a fazia hesitar em revelar suas verdadeiras habilidades frente ao questionamento do sensei. Do que, de fato, se tratava aquilo? Não podia tirar da cabeça que Tsuchikage-chan se referiu aquele homem como seu aprendiz, e praticamente impôs a ele que realizasse um treinamento especial com os alunos (no caso, eles, incluindo Kaguya). Devia então esperar por um combate? Talvez uma rinha de genins? Ou os três contra o sensei? Analisando como ele parecia estar só o bagaço, não deveria ser esse o caso.

Ainda assim…

Sou ótima em técnicas de paralisia temporária ou a longo prazo, e alteração de terreno — disse, se desviando da pergunta inicial, soprando uma mecha de cabelo que lhe caia sobre a face. — Mas não me envolvo com taijutsu. Está vendo essas mãos? — Ergueu ambas na frente do corpo. — As mãos de uma cozinha não podem ser comprometidas.

Após isso ela permaneceria em silêncio, apenas ouvindo o que ele e os outros tinham a dizer, enquanto pesava cada palavra. Normalmente, a garota não se interessava por pessoas que não fossem literalmente ela, mas como era suposto que formassem um time, talvez, só talvez, precisava aprender um pouco mais sobre seus… hum… parceiros? Colegas.

Ao fim, quando chegasse sua vez de responder, que ela deixaria para ser a última, iria suspirar, se sentindo cada vez mais encurralada a revelar o que não queria – não agora, pelo menos.

Por mais que a vida sem emoção das outras pessoas não me interesse em nada, suas mentes sim. Saber como o inimigo pensa é importante, não? Entender seu psicológico. Por exemplo — se virou para Kaneki. —, você, Caneco, né? Sabe por que eu tenho esses olhos vermelhos? Na verdade, eles são azuis. Minha Kekkei Genkai faz eles ficarem vermelhos sempre que alguém perto de mim está prestes a morrer.

Tombaria a cabeça levemente por cima do ombro, esperando pela reação dele, mantendo a feição séria.

Incrível, não? Pena que é mentira — então voltaria a falar para ninguém em especial. — Eu sou do clã Shiin, e graças a isso herdei a Kekkei Genkai Ototon. Basicamente, explicando de uma maneira bem facinho de entender, eu manipulo o som.

Não diria mais do que isso, por hora.

---------•---------

HP: 375/375 | CH: 475/475 | ST 00/04

Informações:

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Treino em grupo] - O Teste Especial - Publicado 26/7/2021, 22:42



Megumi Fushiguro —

650 650 650
1046 1050 1050
01 02 02




Megumi ouvia o que todos falavam, enquanto pearia sua tinta de volta, que havia deixado no chão. Três bombas de fumaça e uma capa similar ao cenário também seriam recuperadas, visto que estavam em sua bolsa, também abandonada. Esses últimos itens ele recuperaria de forma mais sutil, não transparecendo o que estava fazendo.

- Seguinte, vão ser todos contra mim. Eu estou bem cansado por alguns motivos, então devo estar tão fraco quanto vocês. O que é ótimo. Podem se posicionar, pois... Eu não devo pegar leve! - O ninja por um instante se lembrou da guerra e do ódio que sentia por Suishu, o ninja que o torturou mentalmente na guerra. Com isso em mente, Megumi liberou um sakki com a intenção de intimidar os seus alunos, mas era um blefe realizado ao mesmo tempo em que soltava uma bomba de fumaça no chão que cobriria um raio de 5 metros por algum tempo.

A sua intenção era descansar, então utilizaria uma técnica de camuflagem básica com a capa que tomou para si, mas não sem antes criar três bunshins que correriam na direção dos shinobis com a intenção de fingir que os atacariam a curta distância. Com sorte o sakki ainda teria surtido algum efeito, dando ao homem algum tempo para descansar, mas um quarto bunshin se faria presente na fumaça e fugiria apenas quando a fumaça se desfizesse, esquivando-se de ataques em zigue-zague buscando chegar a 10 metros para trás e tirar os alunos de perto do Megumi original. Este vigiava tudo com seu Byakugan.

[...]

Enquanto isso tudo acontecia o ninja apenas pensava em como estava enfraquecido. Nesses momentos seria útil ter algumas técnicas na manga, lembrou-se de quando selou um Doryuuheki em um pergaminho durante a guerra. Na época não foi muito útil, mas aqui certamente seria. A utilização de bunretsu no jutsu o fazia pensar sobre a situação em que estava. Escondido de gennins, se fazendo passar por um pedaço de chão. Se tivesse alguns pergaminhos com algumas técnicas nada disso estaria acontecendo. Além disso, também havia o fato de que seus itens estavam pesando muito seu corpo desde que usou a técnica de fissão, por isso havia deixado sua bolsa caída quando chegou, colocar alguns itens em um pergaminho seria uma boa ideia.

Perdido em seus pensamentos o shinobi maquinava maneiras de criar técnicas de alta categoria no futuro. Provavelmente técnicas de selamento que pudessem servir de forma a compensar sua fragilidade enquanto usando a fissão. Armadilhas ou jutsus com um gatilho automático que pudessem liberar chakra previamente gasto contra seus inimigos.

O fato é que Fushiguro pensava em usar a fissão para conciliar sua vida de professor da academia e sua vida de cientista, mas o que faria caso houvesse uma invasão de inimigos? Uma fuga de um nukenin? E se alguém invadisse sua casa? Enfrentar aqueles gennins expunha sua fragilidade de forma vergonhosa. Tudo que poderia fazer era pensar "Espero que o treinamento com Naomi-san esteja indo bem...".

Considerações:

[Treino em grupo] - O Teste Especial L

Reaper
Genin
Reaper
Vilarejo Atual
[Treino em grupo] - O Teste Especial L

Re: [Treino em grupo] - O Teste Especial - Publicado 27/7/2021, 19:54


HP: 275/275
CH: 275/275
ST: 0/5
Treinamento
Em Gupo
Kaneki observava calmamente a resposta de cada um dos seus companheiros, ele era uma pessoa um tanto quanto silenciosa, nunca foi de muitos amigos, na verdade não tinha literalmente nenhum, observou como o garoto chamado Ukki falava sobre suas habilidades em Kugutsu, nunca tinha ouvido falar de tal habilidade, parecia algo um tanto quanto interessante, manipular marionetes... Tá aí algo que não se vê todo dia.

Voltaria sua atenção para Kaguya, desde daquele momento que estiveram na sala se apresentando para o sensei, sempre notou algo estranho nela, algo que chamava a atenção de Kaneki... Ela esbanjava poder e ousadia e era algo que Kaneki curtia lembrava a garota da partida de xadrez do outro dia, quando ela virou pra ele com aqueles olhos, pensou rapidamente: "Ela é realmente muito interessante" Ele apenas sorriu para a garota e lhe fez uma pergunta meio que nada haver mais com uma tonalidade bem séria:
- Sabes quanto é 1000 menos 7? - Diria enquanto estalava seu dedo indicador esperando a resposta da garota.

Após isso Kaneki viraria sua atenção para o professor que explicava que seria todos contra ele, que naquele instante usaria o Sakkin e o Genin sentiria uma atenção assassina vindo dele, e por alguns segundos ele gelou literalmente devido a sua ingenuidade ele não conseguiu perceber que seria um blefe, mas logo o professor atirou uma bomba de fumaça no chão cobrindo um raio de 5 metros após isso com a visão tanto quanto prejudicada pela bomba, veria algo parecido com uma sombra vindo em sua direção para simular um ataque, achou um tanto quanto estranho um ataque vindo assim direto, mas o medo tinha tomado conta de Kaneki devido ao Sakkin e em um movimento de desespero e insegurança ele pegaria sua kunai e atiraria a Kunai numa velocidade de 3m/s até essa sombra que ele teria visto que seria o clone,  caso acertasse iria se desfazer, esperaria então a fumaça se dissipar após isso.

Durante esse evento Kaneki ficou pensando que a melhor forma de atacar seria realmente como o sensei explicou, em equipe, mas pra falar a verdade ele estava com medo da intimação ainda, e sem falar que ele não era lá grandes coisas em trabalho em equipe, mas a única forma de superar suas inseguranças e melhorar suas habilidades seria fazendo isso. Quando a fumaça se dissipasse o Chinoike viraria para seus companheiros caso ainda estivessem ali e diria em um tom sério:

- Bem...  Sei que não nos conhecemos muito bem ainda, mas se quisermos termos uma chance e melhorar nossas habilidades precisaremos trabalhar em equipe - Olhava para Kaguya e Ukki - vamos pensar em alguma estratégia juntos. Após isso Kaneki se posicionaria próximo aos seus companheiros esperando com que eles aderissem a ideia do garoto de trabalho em equipe, pra ser sincero ele estava um tanto quanto incomodado com isso, pois era a primeira vez que faria algo em equipe para realizar um objetivo.



Informações:



Emme



_______________________

[Treino em grupo] - O Teste Especial A734f56225ec9528e787ddb798563058
[Treino em grupo] - O Teste Especial JnMZD5E

sabazin
Tokubetsu Jonin
sabazin
Vilarejo Atual
[Treino em grupo] - O Teste Especial JnMZD5E

Re: [Treino em grupo] - O Teste Especial - Publicado 28/7/2021, 12:41


[Treino em grupo] - O Teste Especial TQlwdfn

Ukki teve pouco tempo para se comunicar com seus colegas de time. Todos eles mal compartilharam brevemente suas habilidades quando seu sensei, aparentemente mais relaxado do que o normal explicava como seria o treinamento. O mesmo achava que devia ter demonstrado o funcionamento de seus jutsus um pouco.

Sensei escreveu:- Seguinte, vão ser todos contra mim. Eu estou bem cansado por alguns motivos, então devo estar tão fraco quanto vocês. O que é ótimo. Podem se posicionar, pois... Eu não devo pegar leve!

"Não acredito, nós três contra um ninja tão treinado?... Não vamos duras 10 segundos... Será que parto pra cima? Solto um jutsu em área? Fico escondido nas árvores usando minhas linhas de chakra pra capturar ele? ... ou sera que uso as linhas de chakra pra ajudar meus novos amigos a se movimentar melhor? E se eu cavar e me esconder com doton?"

Em segundos a mente do inseguro garoto era inundada por vislumbres das inúmeras opções que possuía. Sem tempo de se decidir, seu sensei age soltando um ataque de fumaça, bunshins e uma enorme intenção assassina. Na confusão causada na mente de Ukki, o mesmo ficava paralisado, escondido atrás de sua máscara sorridente. Aos que o observavam ficava a dúvida se estava esperando algo ou se realmente empacou no lugar.

"QUE SENSAÇÃO HORRÍVEL É ESSA QUE ESTOU SENTINDO? NÃO CONSIGO ME MOVER... EU PRECISO SAIR DAQUI IMEDIATAMENTE... PERNASSSS... FUNCIONEM AGORA... AGORA... VAMOS... VAMOS... ME OBEDEÇE CORPO MALDITO... EU PRECISO ME CONCENTRAR PRA SAIR DAQUI... O QUE FOI ISSO? FOI UM JUTSU? VAMOS PERNAS... VAMOS... E AQUILO SÃO KAGE BUNSHINS????... ELE QUER ME MATAR EU SENTI ISSO... QUANDO EU ME MOVER VOU ME ESCONDER COM CERTEZA..."

Instintivamente como mecanismo de fuga, tentando ao mesmo tempo fugir e superar essa onde de emoções novas, Ukki circulava um pouco de chakra em suas pernas para tentar fugir. (10cp)
O ato em si não surtia nenhum efeito, fazendo-o entender que o problema não era chakra. Ele permanecia petrificado por sua insegurança e ingenuidade ao ser mergulhado em uma intenção assassina lançada por alguém que aparentemente já tinha ido e voltado do inferno. Por mais que utilizasse de sua circulação de chakra pra ativar algo, o garoto não se movia.

VAMOSS... ALGUNS PASSOS É TUDO QUE PRECISO... SÓ ME TIRA DAQUI...

Talvez por seu intelecto ou sua própria vontade de viver, após algum tempo em seu próprio inferno mental de tentativas o garoto movia levemente o pé direito, só alguns centímetros, não era muito, más uma grande vitória para um incapacitado. O genin até observava seu companheiro de time tentando se comunicar com o mesmo, porém não conseguia ouvir nada. Sua atenção era toda para si.

"Preciso falar algo pra eles...

- Eu ... suporto ... vocês ... ganhem ... um ... pouco ... de tempo.

As palavras saiam com força e com breves intervalos entre si, demonstrando ao time o grau de destruição que aquele sakki causara. Esperava um pouco de compreensão dos outros garotos, más não tinha tempo e espaço na sua cabeça pra se importar com isso.


HP: (225/225) Chakra: (665/675) ST: (0/3)
Considerações:
[Treino em grupo] - O Teste Especial Muichiro-tokito

Lula
Genin
Lula
Vilarejo Atual
[Treino em grupo] - O Teste Especial Muichiro-tokito

Re: [Treino em grupo] - O Teste Especial - Publicado 29/7/2021, 01:40




“Mil menos sete?”, ela voltaria a encarar o “colega”, com um olhar que sugeria não saber se ele estava falando sério ou só era louco. No fim, decidiu não responder, e em boa hora o aspirante a sensei retomou a palavra.

“Quê? Todos nós contra ele? Nesse estado?”, ela arqueava uma sobrancelha, ligeiramente confusa se tinha escutado direito. Então tudo aconteceu de uma vez só: a explosão da kemuridama, uma súbita sensação de perigo que paralisou seu corpo, e vários aspirantes a sensei idênticos vindo pra cima do grupinho.  

“Que… que sensação é essa? Isso é… medo?” A pura intenção assassina emitida pelo aspirante a sensei, pouco antes de desaparecer, estaria atingindo a genin com um sentimento que não se lembrava de já ter experimentado antes. “Não, impossível. Eu não s-sinto medo. Medo é um sentimento de presas, eu sou Kaguya Shiin, eu não apenas caço, eu mato, cozinho e sirvo no jantar. Anda, se mexe. Vai logo, sua imbecil! Vai! Anda!”

Ela começou a aproximar as mãos, como se quisesse realizar um selo.

REAGE!

Então agarraria o dedo mindinho da mão esquerda, e em um único movimento iria o deslocar. Assim, ela esperava, a dor seria o bastante para forçar seu cérebro a enviar adrenalina ao corpo, permitindo escapar dos efeitos daquele temor injustificado.

AAAAAHHHHH OLHA O QUE ME FEZ FAZER! — “As mãos de uma cozinheira não podem ser comprometidas”, ainda se lembrava de dizer isso a apenas alguns minutos atrás. Se antes sentia medo, agora Kaguya estaria preenchida por puro ódio. — SAIAM DA MINHA FRENTE! — Iria empurrar os outros dois caso eles estivessem no caminho, para então pegar cinco senbons de sua bolsa e as arremessar contra os clones do homem assim que chegassem a uma distância de cinco metros.

Em seguida iria puxar a sua mateki, com a mão, obviamente, ainda latejando de dor. Dificilmente conseguiria fazer algo complexo naquele estado, mas duas notas eram tudo que a Shiin necessitava.

Quer brincar de assustar? Então vamos tentar descobrir do que sente medo — ela diria, quase em um sibilo inaudível, antes de levar o instrumento à boca e com ele produzir o som musical que seria o meio de entrada para o Genjutsu.

Os ataques de Kaguya se espalharam pelo som, e sem se importar em limitar a área ou alvos não seria de se admirar se todos que estivessem em volta dela, inclusive os dois “colegas”, fossem igualmente afetados pelo Magen: Narakumi no Jutsu. Era um genjutsu tão básico que um shinobi habilidoso poderia quebrá-lo em instantes, é aí que a mágica acontecia: ao serem confrontados por seus maiores medos, teriam eles a consciência de estar em um genjutsu?

---------•---------

HP: 365/375 | CH: 465/475 | ST 00/04

Informações:

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Treino em grupo] - O Teste Especial - Publicado 29/7/2021, 17:04



Megumi Fushiguro —

1300 1300 1300
2100 2100 2100
02 05 05




O shinobi percebia que os dois alunos haviam sido pegos de surpresa pelas intenções assassinas de Megumi. No entanto, algo estranho aconteceu na sequência. Uma figura aparecia sobre a coberta de Megumi e falava com a voz de Okabe, o primeiro amor do rapaz.

"O que?"

Ele parecia sofrer e por um instante o tokubetsu se preocupou, no entanto, ele não tinha um sistema de chakra. O fluxo de chakra da Shiin indicaria a utilização de um jutsu, enquanto os seus dois colegas ficariam com seu fluxo alterado caso caíssem vítima do fogo amigo. O ninja realizaria uma leve mordida no lábio para causar alguma dor a si mesmo, sem recorrer à técnica de liberação de genjutsu, mas sim à dor. Levantando-se de uma vez do chão onde estava camuflado diria:

- Ow, ow, ow! O que acabou de acontecer? Tempo. Tempo.

Protestava fazendo um T com as duas mãos, antes de continuar:

- Você acabou de utilizar um genjutsu contra os seus aliados?

Caso estes não demonstrassem capacidade de se libertar e Kaguya não os liberasse do genjutsu, o rapaz se moveria até Kaneki e Ukki, nessa ordem e daria um tapa na cara de cada um, para encerrar os efeitos da técnica de Shiin.

- O motivo pelo qual estavam me enfrentando em conjunto era para que pudessem treinar o trabalho em equipe de vocês. Hmmm... Façamos o seguinte, tive uma ideia.

[...]

Antes que pudsse continuar, outro Megumi chegou ao local. Bastante cansado inclusive. Dado o fato de que o treinamento com Naomi havia começado antes, fazia sentido que ele chegasse primeiro. Unindo-se ao outro, Megumi voltou a ser um indivíduo só. De qualquer forma, continuaria a falar com os gennins para explicar a mudança no estilo de treino.

- Chega aqui, Ukki. - Diria ao chamar o rapaz para perto de si. Caso este viesse, puxaria seu pincel e com uma quantidade ínfima de tinta começaria a escrever um símbolo, similar a um selo nas costas da mão do garoto. Estava aproveitando para melhorar sua técnica de fuinjutsu, então a escrita era apenas para praticar sua forma, mas o símbolo teria uma outra finalidade.

- Eu vou caçar o Ukki, especificamente. Se eu apagar esse símbolo da mão dele, eu ganho. Se eu capturar Kaneki e Kaguya, eu ganho. É isso. Eu recomendo que vocês vão se esconder agora. Preparem-se e saibam que em breve eu vou atrás de vocês. Para facilitar a vida de vocês, vou desativar isso daqui. - Desativando seu Byakugan, Megumi continuaria a falar:

- Vamos começar de novo. Acho que a nova dinâmica vai funcionar melhor. Vão se esconder agora. Xô!

Enquanto os três se escondessem, continuaria a prática o controle de chakra necessário para criar selos com mais facilidade, enquanto rabiscaria em uma caderneta alguns esquemas de selos que planejava utilizar no futuro.

Considerações:

[Treino em grupo] - O Teste Especial L

Reaper
Genin
Reaper
Vilarejo Atual
[Treino em grupo] - O Teste Especial L

Re: [Treino em grupo] - O Teste Especial - Publicado 29/7/2021, 17:57


HP: 275/275
CH: 275/275
ST: 0/5
Treinamento
Em Gupo
Kaneki reparava que ninguém tinha dado muita bola pelo o que ele tinha falado, até que Kaguya usou uma espécie de Genjutsu que era para atingir o Sensei, mas acabou me atingindo também e devido a minha ingenuidade, eu não consiga sair do Genjutsu de jeito nenhum, estava completamente preso dentro dele, até que o sensei foi até mim  me dando um tapa que doeu bastante, mas eu merecia kkk, me acordando do Genjutsu, fiquei um pouco sem graça pelo jeito que ele tinha me tirado mas não liguei muito em primeiro momento, achei ruim foi a Kaguya ter atirado um genjutsu e nem ter se preocupado comigo e com Ukki que estávamos ali e acabamos sendo atingidos em cheio por sua técnica. "Essa garota tá de brincadeira, eu ainda disse pra gente trabalhar em equipe e ela me lança uma coisa dessas? Af... é complicado" pensava enquanto o sensei chamava Ukki até ele o marcando com sua tinta, achei um tanto quanto estranho mas depois Megumi disse o motivo daquilo, ele até deu um puxão de orelha em nós que não trabalhamos em equipe, ele tinha dito para nos escondermos pois se ele nos encontrasse iria vencer.

Kaneki tentaria mais uma vez solicitar novamente um trabalho em equipe, ele se aproximaria de seus companheiros e diria:
- Quanto mais melhor, e depois juntos melhor ainda. - Ele esperava que seus colegas entendessem que eles estava se referindo a criação de clones para tentar confundir o sensei quando eles fossem o procurar, a ideia era que ficassem alguns clones espalhados enquanto os verdadeiros se unissem para tentar bolar algo com os clones por ai, caso o sensei encontrassem ganharíamos mais tempo para pensar em alguma estratégia juntos. Caso seus colegas não entendessem a mensagem de Kaneki, ele faria um gesto com a mão para eles o seguirem assim se esconderiam juntos, e poderiam pensar em uma estratégia em grupo para não serem pegos. O Chinoike então se retiraria do local indo em direção ao norte numa distância de mais ou menos 25 metros do local aonde estava. No campo de treinamento teria algumas árvores e arbustos, ele se posicionaria em cima de um galho de árvore em meio a alguns folhagens para ocultar sua presença e logo ficaria esperando seus companheiros chegarem para que eles pudessem bolar juntos uma ótima estratégia. "Eu espero que eles tenha entendido que apenas juntos podemos vencer..."



Informações:



Emme



_______________________

[Treino em grupo] - O Teste Especial A734f56225ec9528e787ddb798563058
[Treino em grupo] - O Teste Especial JnMZD5E

sabazin
Tokubetsu Jonin
sabazin
Vilarejo Atual
[Treino em grupo] - O Teste Especial JnMZD5E

Re: [Treino em grupo] - O Teste Especial - Publicado 29/7/2021, 19:19


[Treino em grupo] - O Teste Especial TQlwdfn

Pouco tempo se passava após ficar paralisado completamente por tentar tomar um decisão e sua mente ser inundada por um Sakki monstruoso. Ao conseguir falar algumas palavras para Kaneki, era interrompido por Kaguya o empurrando e bradando ao sensei. A garota era bela, más a personalidade estragava tudo.

Kaguya escreveu:— SAIAM DA MINHA FRENTE! —
— Quer brincar de assustar? Então vamos tentar descobrir do que sente medo —

A maldita garota quase derrubava ukki que estava saindo de sua paralisia, comente para acabar de destruir seu psicológico tocando um instrumento. O som ecoava na mente de Ukki e penetrava seu cérebro como se mil agulhas o estivessem espetando.

...

- Que merda é essa... eu não consigo matar... eu não consigo matar a fome...

O garoto se via encolhido com os joelhos no chão, novamente morando nas ruas na idade de 5 anos. Inúmeros pães amontoados no solo a sua frente. Ajoelhado diante daquele banquete, o menino esfomeado das ruas enfiava pão após pão na boca mal mastigando e já partindo para o próximo porém ao invés de se acomodar em seu estômago, a massa de pães mal mastigados fluía para fora por um buraco em sua barriga, voltando ao monte de comida e se reformando novamente em mais pães. Quanto mais comia, mais fome sentia e mais pães surgiam. O pesadelo de um garoto morador de rua que come infinitamente para nunca saciar sua fome.

"Isso não é real... isso não pode ser real... não tem como eu estar vivo com um buraco na barriga..."

[Treino em grupo] - O Teste Especial ODcjLLh

Sua nova realidade era interrompida por um forte tapa na cara, trazendo-o de volta ao campo de treinamento a tempo de tomar uma bronca pela falta de trabalho de equipe.

"Más eu nem consegui me mexer nessa desgraça."

Ukki retirava sua máscara antes de lançar um olhar raivoso para Kaguya e ir em direção ao sensei para o mesmo escrever um símbolo em sua mão e explicava tudo.

[Treino em grupo] - O Teste Especial YTTqDab

"ALÉM DE PASSAR POR TUDO ISSO AGORA VOU SER CAÇADO? Eu devia ter ficado em casa mesmo."

Kaneki falava algo que dava a entender que o mesmo tinha um plano, como Ukki não tinha que tomar uma decisão sobre isso, seguiu o garoto aonde fosse esperando algum sinal do inicio de produção de clones. A cabeça do mesmo já estava a mil tentando lidar com o medo e as possibilidades de perder. Enquanto corriam para se esconder citava brevemente que possuía outro jutsu relacionado a clones.

"Se acalma ukki, se acalma..."

- eu consigo fazer kage bunshins... cinco no total... *Falava em tom baixo para o sensei não ouvir e também devido a insegurança de ter sua fala desaprovada.

HP: (225/225) Chakra: (665/675) ST: (0/3)
Considerações:
[Treino em grupo] - O Teste Especial Muichiro-tokito

Lula
Genin
Lula
Vilarejo Atual
[Treino em grupo] - O Teste Especial Muichiro-tokito

Re: [Treino em grupo] - O Teste Especial - Publicado 29/7/2021, 22:15



“‘Aliados’ é um termo muito forte”, Kaguya pensou. Ela teria desfeito o genjutsu de boa vontade, mas antes que tivesse a chance ambos os garotos receberiam um tapa na cara. Ela suspirou, se lamentando por ter dois “colegas” com as mentes tão facilmente manipuláveis.

A aparição de um segundo aspirante a sensei a deixou confusa, e levemente interessada. Dada a forma como se comportou, não parecia ser um Bushin – fora, é claro, o fato de ter entrado dentro do corpo do homem. “Preciso me lembrar de perguntar para ele como faz isso”.

Ouviu em silêncio o restante da explicação, atenta a todos os detalhes, e quando ele os dispensou para se esconderem ela tratou de ir imediatamente atrás dos outros dois. Normalmente Kaguya teria preferido agir sozinha, mas ficou óbvia a intenção de terem que trabalhar em conjunto, por mais que ela não fosse fã daquilo.

Antes de qualquer coisa, Kaguya juntaria as mãos e então as afastaria, abrindo os braços com as palmas abertas e os dedos erguidos. Concentrando-se naquela tarefa, ela buscava infundir os sons naturais do seu redor com seu chakra elemental, para assim tentar criar uma bolha – ou melhor, um domo – de onde os sons produzidos pelo grupo, inclusive suas vozes, não se propagariam para fora. Na prática, ela apenas estaria manipulando os sons para ficarem presos próximos a eles.

Em seguida sinalizaria para todos ficarem abaixados, e olharia para Ukki como se ele tivesse a ofendido junto a todos os seus ancestrais.

Não diga que vai fazer algo, faça. Palavras tem poder, o som tem poder. Não o gaste de maneira tão desleixada. E me deixe dar uma olhada nisso aí — diria, pegando o pulso dele e analisando o desenho feito pelo aspirante a sensei.

Feito isso, ela encararia Ukki por alguns instantes, como se analisasse seu corpo. Kaguya não era fã de usar as mãos, mas ainda assim realizaria os selos do Cão, Javali e Bode, infundindo chakra pelo corpo. Assim, em uma pequena explosão de fumaça branca, a genin tentaria assumir a exata aparência do garoto, copiando inclusive a marca em sua mão. Caso funcionasse, diria:

É difícil entender a mente de um shinobi experiente, mas venho praticando. Ele quer ou capturar Caneco e eu, ou apagar essa coisa na sua mão. Você diz que sabe fazer “Kage Bushin’s”, mas o que seria isso? É algum tipo de Bushin? Enfim, se for, faça isso agora, e com sorte ele vai achar que sou uma Bushin também. Depois, use o Henge no Jutsu e se transforme no Caneco — então olharia para Kaneki. — Você, Caneco. Mim não falar enigmas, mim ser kunoichi, não Mestre das Charadas. Mas se entendi bem, tenho quase certeza que seu plano não é muito diferente do meu. Faça a mesma coisa, use o Henge no Jutsu e se transforme em mim. Ele já sabe que meus jutsus se baseiam em som e que eu posso atacar em área, então não vai esperar por um ataque direto e concentrado. Se tiver alguma habilidade especial, como esse Raiton que disse ser bom, essa é a hora de fazer seu nome. E me lembro de ter dito estar praticando Genjutsu, certo? Seja lá o que você saiba fazer, faça em silêncio. Ele não vai estar esperando por um ataque meu que não dependa de uma mateki. Ele não impôs nenhuma condição que implique nossa vitória, e não estou afim de ficar me escondendo até ele se cansar, então vamos tratar de imobilizá-lo.

Dito isso, a garota esconderia sua mateki na bolsa de armas – usá-la apenas colocaria o plano abaixo – e puxaria uma kunai e uma hikaridama, amarrando a bomba de luz no círculo que havia ao final da empunhadura da arma. Faria então os cinco selos do Kawarimi no Jutsu, deixando a técnica preparada. Assim, se em qualquer momento o aspirante a sensei a atacasse ou viesse para cima dela na intenção de capturá-la, a Shiin pretendia substituir seu corpo com a arma, que acionaria a hikaridama. Se funcionar, aproveitando-se desse lapso – estendido pela bomba de luz –, a Shiin pretendia ressurgir a cinco metros de sua posição, para então arremessar duas senbons no aspirante a sensei, mirando uma em cada perna.

Tudo pronto? Vamos.

---------•---------

HP: 365/375 | CH: 452/475 | ST 00/04

Informações:

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Treino em grupo] - O Teste Especial - Publicado 30/7/2021, 00:19



Megumi Fushiguro —

1300 1300 1300
1970 2100 2100
03 05 05




Inicialmente o homem iria esperar por algum tempo, enquanto eles se reuniam e maquinavam seus planos, ainda fixado em melhorar seu fuinjutsu, o homem realizaria alguns selos de mão. Ele tinha um pergaminho grande, que deixava atrás de sua cintura. Observando-o por um instante, o homem decidiu que utilizaria tal objeto para realizar uma técnica de selamento. Colocou tinta na haste central do pergaminho, deixando uma parte disponível para seu uso. O restante, realizando os selos necessários, Fushiguro selaria dentro do pergaminho junto com o recipiente onde a substância estava.

O que parecia muito bobo, na realidade era o treinamento que ele poderia ter diante das circunstâncias. Após isso ele fecharia seus olhos e se concentraria um bocado no chakra inserido no pergaminho de forma a entender a natureza do selamento. Era uma técnica básica que já havia usado outras vezes, então pouco se importava em entender a fundo e revisar os fundamentos, mas era o que faria nesse momento. Após isso, se levantaria do chão onde estava sentado, bateria a poeira das calças e voltaria ao treinamento com os seus genins.

Tomaria de volta para si os seus itens todos e checaria se não deixou nada para trás. Então começaria a pensar no que fazer. Coçando o queixo por um momento, pensava se anunciaria sua ida ou não. Após ponderar, decidiu que seria pegar leve demais.

[...]

Havia decidido não usar o Byakugan para não acabar com todas as esperanças dos jovens se esconderei. Consequentemente sua outra alternativa era rastrear seus pupilos do jeito antigo.
Tirando de sua jaqueta um pergaminho e deste um pincel com tinta, utilizaria Choju Giga, para criar 10 ratos enegrecidos. Estes iriam se mover de forma a rastrear os ninjas e retornariam com a informação de onde estes estariam localizados, caso estes não tivessem se ocultado de forma complexa.

Caso realmente fosse capaz de rastreá-los usando os ratos, que se moveriam de forma furtiva e ágil, o ninja criaria então um plano. Criando um bunshin, o tokubetsu jounin o enviaria na frente, para ser alvo das investidas iniciais dos garotos. Além disso, colocaria 1 tarja explosiva nas costas de um rato, que se posicionaria 5 metros à esquerda do grupo. Enquanto isso, o Fushiguro original craria em uma ave Choju Giga, que se aproximaria pelo alto.

O plano seria cercar o grupo. O clone vindo pela frente; A explosão ocorrendo à esquerda, ativada nesse momento por 1 selo de mão; a ave vindo do alto na intenção de raptar Ukki, agarrando-o pelos antebraços e levando-o 20 metros para cima e o original aproveitando-se dessas distrações para usar Shunshin no Jutsu e forçar um combate à curta distância com o gennin mais próximo da direita para a esquerda. Seus ataques consistiriam de uma finta de chute de direita, seguido de um jab de esquerda, que serviria para preparar um gancho de direita, este também fingiria acertar. A intenção seria fazer com que o alvo se abaixasse, de forma que tentaria prender seu pescoço com um estrangulamento imediatamente, ou este saltaria, ficando vulnerável a uma voadora de Megumi, mirando no diafragma. Ambas as investidas buscavam ter o efeito de sufocamento de forma a incapacitar o alvo, mesmo que momentaneamente.

Todas as defesas de Megumi consistiriam em utilizar taijutsu, de forma que tentaria desviar de armas básicas com movimentos de grande amplitude, movendo o torso inteiro para a esquerda e direita, ou as seguraria com as mãos nuas caso fossem muito mais lentas do que o ninja é capaz de acompanhar. Caso pegasse uma kunai ou senbon, utilizaria essa arma para defletir as demais com movimentos rápidos usando a mão direita. Caso tudo desse errado, trocaria de lugar com um tronco próximo, que observara ao descer da ave, escondendo-se a 6 metros de sua posição inicial, atrás de uma árvore próxima.

Caso fosse necessário se defender de uma técnica, usaria o Kaiten para ter uma defesa de 360º, mas não a utilizaria caso isso viesse a incorrer na chance de ferir um aluno.

Após todas as suas defesas analisaria o comportamento de todos. Caso Shiin estivesse no local, Megumi esperava que em meio ao caos ela deveria demonstrar dor, dado o fato de não ter se quer tentado colocar seu mindinho no lugar da última vez que a viu. De qualquer forma o ninja possuía conhecimentos anatômicos, esperando reconhecer sinais não verbais de dor, como sudorese, tremores, hesitação em mover a região, ou mesmo reconhecer visualmente a luxação em si. Caso fosse capaz de detectá-la, ela seria seu alvo. Correria na direção dela com um gancho de direita, para tentar forçá-la a usar a mão esquerda para se defender. Caso ela se abaixasse, tentaria empurrar seu rosto contra o chão, assim como tentaria forçar segurar seu braço esquerdo e colocá-lo atrás das costas. Megumi ficaria com um joelho sobre tal braço e usaria uma kunai para ameaçá-la.

Caso ela esquivasse para os lados, tentaria acompanhá-la simplesmente com sua velocidade e caso ela pulasse, tentaria agarrar seu pé, jogá-la contra o chão e imobilizá-la da mesma maneira.

Considerações:

[Treino em grupo] - O Teste Especial L

Reaper
Genin
Reaper
Vilarejo Atual
[Treino em grupo] - O Teste Especial L

Re: [Treino em grupo] - O Teste Especial - Publicado 30/7/2021, 10:22


HP: 275/275
CH: 275/275
ST: 0/5
Treinamento
Em Gupo
Amensagem de Kaneki tinha dado certo, seus colegas tinham percebido, na verdade Kaguya tinha um plano divergente, para ser sincero era até melhor que o do garoto. Quando Ukki falou sobre kage Bunshins Kaneki ficou na dúvida sobre o que seria isso, afinal só conhecia jutsu's de clone como o Bunshin, que eram clones digamos que "falsos" do utilizador, que bastava apenas um contato que eles iriam se desfazer, mas essa técnica "kage bunshin" soava como algo relacionado a clones, o que seria algo de muita ajuda.

Kaneki sairia com Ukki e Kaguya que ficaram posicionados junto do garoto em meio ao galho e os arbustos, Kaguya explicitou seu plano, era parecido com de Kaneki, mas era mais genial ainda, se tratava de usar o Henge no Jutsu para tentar confundir ainda mais o sensei. "O problema que alguém do nível dele ser confundido com isso mas ser complicado, mas tudo bem". - O Chinoike seguiu perfeitamente as instruções de kaguya que era para nao falar devido sua técnica, por isso quando ele quisesse se comunicar com os colegas ele faria algum de gesto de mãos esperando que eles entendessem. Conforme o plano então, Kaneki primeiro usaria seu bunshin para criar 2 cópias idênticas ao Chinoike, essas cópias desceriam da árvore e uma delas ficaria escondida a baixo de uma moita(estilo a Sakura no clássico kkk) e a outra cópia ficaria escondida atrás de uma árvore com uma kunai em mãos, a ideia era que a primeira cópia simbolizasse-se Kaneki se escondendo "com cuidado" e a outra cópia seria mostrar Kaneki "com medo" de ser pego por isso a Kunai em mãos simbolizando insegurança, isso daria uma ideia mais "real" aos clones. Após isso conforme o plano ele  usaria o Henge no jutsu e se transformaria em Ukki, achou melhor pois Ukki era mais parecido com Kaneki devido a sua ingenuidade e etc, ele conseguiria imitar mais facilmente suas atitudes, apontaria o dedo para seus olhos ativando seu Ketsuryugan mostrando seu doujutsu para os colegas mas ele olharia para o chão para evitar qual quer Genjutsu desnecessário, afinal ele ainda não tinha total maestria com seus olhos, a ideia era que se o sensei pegasse Kaneki no lugar de Ukki já que o alvo principal era ele, então eu ativaria o doujutsu tentando olhar nos olhos de Megumi para colocar ele em um Genjutsu smples já que o Genin não sabia criar algo muito complexo, apesar do seu doujutsu ser próprio pra isso mas tentaria pelo menos ganhar mais tempo. Após isso Kaneki faria um gesto para Ukki sair dali criar seu kage bunshins e apontaria para Kaguya para ele se transformar nela para confundir, enquanto eu e ela tentávamos distrair o sensei caso ele aparecesse. Eu me distanciaria dali + 5 metros, me esconderia em uma outra árvore usando meu Kakuremino no Jutsu para me camuflar nos galhos, ficaria observando Kaguya caso ela permanecesse ali, a ideia que Kaneki esperava era que o sensei trombasse com Kaguya ele ficaria esperando uma oportunidade para tentar ollhar nos de Megumi. Caso não conseguisse e percebesse que Kaguya estava mais ou menos enrolada esperaria uma distração do sensei e usaria meu Raiton: Raijū Tsuiga e um cão elétrico iria em direção a Megumi a uma velocidade de 5m/s mirando sua perna esquerda, caso ele desviasse eu iria movimentar o cão para o ficar seguindo até que Kaguya fugisse dali, se ele viesse até mim tentaria usar meu doujutsu nele.



Informações:



Emme



_______________________

[Treino em grupo] - O Teste Especial A734f56225ec9528e787ddb798563058
[Treino em grupo] - O Teste Especial JnMZD5E

sabazin
Tokubetsu Jonin
sabazin
Vilarejo Atual
[Treino em grupo] - O Teste Especial JnMZD5E

Re: [Treino em grupo] - O Teste Especial - Publicado 31/7/2021, 12:52


[Treino em grupo] - O Teste Especial TQlwdfn

O Time se juntava para uma breve escolha de estratégias antes de encarar seu poderoso inimigo. Ukki não queria participar daquilo tudo e muito menos encarar os horrores novamente dos malditos genjutsus. A única coisa que iria fazer era se proteger, iria aceitar a sugestão de Kaneki de se transformar com henge em sua companheira de time pois acreditava que aquilo iria diminuir a chance de ser atacado.

- Kage Bunshin no Jutsu.

Cinco novos Ukkis surgiam, trazendo um pouco de segurança para o original. Agora era se transformar em sua companheira de time e esperar que suas cópias o protejam.

- Henge no Jutsu. *Ukki tentava não olhar para baixo e visualizar seu novo corpo feminino acabando assim com sua concentração.

Após se transformar em Kaguya, el@ dava ordem às cópias de modo que pudesse se proteger o máximo possível. O garoto não pensava em mais nada, sua defesa seria instintiva do melhor modo possível pois só queria ir pra casa sem reprovar ou sofrer outro genjutsu. As ações seriam feitas um pouco para trás de onde Kaneki se posicionaria, deixando Kaguya escolher onde ficaria.

- 01 agachado comigo rastreio, 02 comigo espada , 03 e 04 linhas por tudo. 05 linhas armadilhas.

Após dar comandos confusos e diretos que só ele e suas cópias assimilariam de imediato, Ukki se agacha ali mesmo, sua cópia 01 se agacha ao seu lado e inicia um jutsu de rastreio.

- Kekkai: Tengai Hōjin.

Imediatamente uma barreira esférica transparente se formava e englobava todos os garotos e suas cópias. Quando os inimigos se aproximassem, Ukki 01 daria as informações para que as outras cópias defendessem o original disfarçado.
Cópia 02 seguindo a ordem, imediatamente saca sua Kokutō e se posiciona em pé atrás de Ukki e de 01. Esperava que com sua espada capaz de paralisar os outros pudesse assegurar o corpo-a-corpo vs o sensei.
03 e 04 se posicionavam um do lado direito e um do lado esquerdo cerca de 5 metros de distância dos garotos abaixados, espalhavam sua linhas de chakra pelo ar e balançavam elas incessantemente, prontos para tentar amarrar qualquer coisa que se aproximasse, se conseguisse atacar qualquer alvo visível ou indicado pelo 01 e sua detecção o faria imediatamente, enrolando qualquer alvo em linhas e as estivando para cima e longe.
Cópia 05 se agacharia a frente de Ukki e Cópia 01 e espalharia linhas ínfimas pelo campo de batalha escondendo assim três armadilhas no solo perto dos garotos abaixados, a intenção era içar qualquer um que ultrapassasse por suas prévias defesas e após içados seriam golpeados pela cópia 02 espadachim.


"Isso tem que funcionar... isso tem que funcionar... isso tem que funcionar..."

HP: (225/225) Chakra: (108/675) ST: (1/3)
Considerações:
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Treino em grupo] - O Teste Especial - Publicado 3/8/2021, 16:25



Megumi Fushiguro —

1300 1300 1300
1920 2100 2100
04 05 05




Após a completa análise da situação, aparentemente os gennins não haviam detectados os ratos. Pelo menos não os destruíram e Fushiguro não detectara reações de longe de maneira alguma. Com isso daria início ao seu plano. Ao aproximar-se notou que haviam clones de Ukki e com estes usando jutsus, provavelmente tratavam-se de Kage Bunshins. A ave sendo detectada pela barreira sensorial já de pronto foi presa por fios de chakra do Ukki da direita. Já o da esquerda, estava posicionado, assim como Kaneki, muito próximos da explosão do papel bomba, de forma que esta os atingiria. Kaneki havia criado clones também, mas estes estava bem mais inativos e seus olhos vermelhos indicavam que ele era alguém diferente do colega, principalmente ao ser atingido por uma explosão pequena.

Fushiguro também seria detectado pela barreira sensorial, de forma que seria preso pelos fios de chakra posicionados como uma armadilha no chão e com um golpe da espada negra de Ukki, seria revelado um tronco no lugar do ninja de elite.

- Okay... Essa foi boa. Eu acho que não quero ser pego por isso de novo, não. - Pensaria consigo após se esconder como planejado atrás de uma árvore próxima. A estratégia foi boa o suficiente para fazer Megumi utilizar o Byakugan para analisar tudo. Com isso poderia passar a notar fios de chakra, assim como uma área de chakra formada pela técnica sensorial do aluno. Ele não sabia do que se tratava, então não fez nada sobre de imediato, nem soube que estava sendo detectado, mas ainda assim não perdeu tempo. Realizando um selo de combate o sensei desfaria a ave de tinta, assim como os ratos, para logo na sequência criar dois leões de tinta que se moveriam na direção dos alunos. Um leão se moveria na direção do "Ukki" ferido de olhos vermelhos, enquanto o outro na direção do primeiro Ukki à sua frente - o possuidor da espada negra.
Movendo-se em zigue e zague, buscando esquivar de ataques, os leões tentariam segurar os alvos no lugar com suas bocas.

[...]

Fushiguro gostaria de praticar seu fuuinjutsu, então utilizaria Hakke Kushou para dispersar fios de chakra que por ventura viessem em sua direção, evitando golpear o aluno por acidente. Caso estes viessem de todas as direções, estaria pronto para utilizar a técnica de rotação de seu clã. Faria isso até ter a oportunidade de jogar uma bomba de luz na direção dos Ukkis em formação. O Ukki do meio provavelmente seria o original, dado o fato de que era o único sem fazer nada e o que estava na posição mais protegida. Portanto evitaria atacá-lo com o fuuinjutsu que viria a seguir. Com a distração, utilizaria Kaifu no Jutsu, para liberar o recipiente com tinta de seu pergaminho grande, retornando-o para a bolsa e então poder utilizar tal pergaminho para realizar a técnica Fuinjutsu: Konshi Tandan. Com agilidade, um tigre enorme era desenhado no papel, enquanto os olhos de Megumi ficavam com a esclera negra de tinta e a íris vermelha. Embora as veias na lateral dos olhos e a íris branca ainda indicassem o uso do Byakugan, a tinta negra escorrendo de seus olhos demonstrava que uma técnica suprema estaria sendo usada logo. O tigre saia do papel e viajava na direção do Ukki de onde saia a barreira sensorial.
Estando novamente um pouco cansado, o ninja se preparava para trocar de lugar com uma pedra que estava próxima, de forma a se esconder na árvore imediatamente acima de si, esta tendo 5 metros de altura, caso fosse alvejado de forma que precisasse sair dali.

Considerações:

[Treino em grupo] - O Teste Especial JnMZD5E

sabazin
Tokubetsu Jonin
sabazin
Vilarejo Atual
[Treino em grupo] - O Teste Especial JnMZD5E

Re: [Treino em grupo] - O Teste Especial - Publicado 6/8/2021, 15:24


[Treino em grupo] - O Teste Especial TQlwdfn

Por alguns segundos o garoto alcançou a paz interior quando achou que sua estratégia tinha sido um sucesso. Apesar de conseguir agarrar uma criatura voadora e deixar escapar algumas menores, seu maior perigo tinha sido capturado... pelo menos por 1 segundo. No momento que Ukki 02 tentava golpear o sensei, o mesmo desaparecia, acertando um tronco de árvore no lugar.

"Maldito Kawarimi!!!"

Em mais alguns segundos após o sensei desaparecer, a grande ave se desfazia e duas grandes criaturas surgiam em direção ao garoto.
Ao ver que o sensei sumia, expandia sua barreira sensorial o máximo possível. Após localizar o sensei e perceber as criaturas antes dos outros poderem ver, dava uma ordem a todos.


- Se espalhem. Ukki 02, nivele tudo naquela direção, ele está a x metros a frente, duas criaturas investindo contra a gente. *Dizia Ukki 01 e apontava na direção que o sensei estava, tentando explicar o mais detalhado a distância.

Ukki 02 a invés de fugir, fazia alguns ins e com a remota localização do sensei indicada pelo parceiro e sabendo das criaturas que já estavam visíveis em sua investida no momento que 01 terminava a fala, canalizava um jutsu tentando destruir o máximo de coisas à sua frente. Nesse mesmo momento, Ukki original e todas as suas cópias, incluindo a 01 após dar as ordens iriam correr em 5 direções contrárias ao sensei, se afastando o máximo possível.

"...não posso ser pego, não posso ser pego, não posso ser pego..."

- Suiton: Suiryūben. *Ukki 02.

Um enorme orbe de água se formava e tentáculos poderosos saiam e empalavam as duas criaturas que investiam enquanto outros tentáculos investiam na direção do sensei visando estocá-lo.
Independente de acertar ou não o sensei, inúmeros outros tentáculos iriam destruir todo o local a frente visando diminuir a chance de progressão ou locais para se esconder. Ukki 02 sabia que não aguentaria um ataque do sensei, más o atrasaria o máximo que pudesse.


"Espero que um jutsu rank A o atrase..."

Enquanto corria, Ukki só conseguia pensar em tudo que passou até aquele momento e por alguns segundos esqueceu que estava em combate e fuga. Era um misto de todo aquele sofrimento não saia de sua cabeça ao mesmo tempo que seu corpo tentava expurgar tudo aquilo e continuar sua vida sem sofrer. O garoto assustado e desesperado só queria sair daquele local maluco e quem sabe suas cópias o ajudariam... pelo menos por mais alguns segundos pois não aguentava mais manter o jutsu.

HP: (225/225) Chakra: (107/675) ST: (2/3)
Considerações:
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Treino em grupo] - O Teste Especial - Publicado 6/8/2021, 22:32



Megumi Fushiguro —

1300 1300 1300
2055 2100 2100
05 05 05




A investida do gennin veio em forma de vários chicotes de água, que destruíam o choju giga e provavelmente bateriam na defesa de estilo terra e nada fariam, no entanto, os reflexos falaram mais alto. Criando uma grande rotação com um raio de 4 metros, um kaiten devastador auxiliou ainda mais na defesa. Contudo, o cansaço estava aqui novamente.

- Tá bom, tá bom. Ufa! Foi um bom treino. Estou cansado. Ha! Você venceu.

O ninja já estava há muito tempo lidando com os efeitos de seu treinamento com a Tsuchikage e queria para para assimilar o que aprendeu. O treinamento foi produtivo, pois conseguira ver até onde seu aluno conseguia ir. Ele se saía muito bem e provavelmente poderia se tornar um chunnin muito em breve, fosse observar apenas seu nível de proficiência em ninjutsu.

- Foi muito bem. Sua velocidade de pensamento e tomada de decisão é boa. Seu jutsu é bom. Mas ainda precisamos tomar conta desse seu nervosismo. Além disso você pareceu bem afetado pelas minhas intenções assassinas. Eu poderia ter feito aquilo novamente e de alguma forma acho que você acreditaria. Por que a gente não começa a se concentrar nisso?

Certamente o ponto fraco do gennin era esse: Sua ingenuidade e o pouco controle dos nervos. Ele pensava rápido mas não sem pirar.

[...]

Após sentar-se para descansar, o ninja olharia para o membro de seu time e começaria a falar um pouco sobre como ele precisava controlar seus sentimentos e confiar em si mesmo:

- Sabe esse último tigre que eu fiz? É a técnica mais difícil do estilo de luta que eu uso: Choju Giga. Eu sou capaz de animar desenhos através de tinta infundida com chakra. Mas o meu fuinjutsu faz o reverso: Prende uma pessoa no meu pergaminho e a torna um desenho. O que acontece é que para isso eu preciso usar meus sentimentos ao máximo para criar essa ilustração. É necessário um certo nível de inteligência emocional que não é fácil de alcançar. Entende o que estou dizendo? Eu ainda estou tentando entender melhor a relação de técnicas de selamento e emoções, mas mesmo que você não vá usar nada disso, vai precisar ter esse nível de controle sobre si mesmo.

O sensei observava o genin por um instante. Seus olhos esbranquiçados, mesmo sem byakugan, tentavam entender o que aconteceu naquele momento do treinamento e Megumi comentaria:

- Você travou completamente quando sentiu minhas intenções assassinas. E até mesmo agora a pouco, você parecia bem desesperado. Quer falar sobre isso?

Considerações:

[Treino em grupo] - O Teste Especial JnMZD5E

sabazin
Tokubetsu Jonin
sabazin
Vilarejo Atual
[Treino em grupo] - O Teste Especial JnMZD5E

Re: [Treino em grupo] - O Teste Especial - Publicado 7/8/2021, 09:27


[Treino em grupo] - O Teste Especial TQlwdfn

Os inúmeros chicotes de água batiam desesperados contra as defesas do sensei, que mesmo bloqueando os ataques, ainda finalizava com um jutsu de giro ao qual nunca tinha visto.
Sua defesa final e a corrida veloz com os clones era interrompida pela fala do sensei.


Megumi escreveu:- Tá bom, tá bom. Ufa! Foi um bom treino. Estou cansado. Ha! Você venceu.

"Oi?!?! Eu venci?!?!?! Sensei já devia estar muito debilitado ou está me dando a vitória por pena."

Ukki fazia suas cópias desaparecer, uma a uma, até sobrar somente ele e o seu sensei. O garoto ainda estava acuado porém só de saber que tudo aquilo acabou, um enorme peso saia de suas costas. Se ajoelhava no chão arfando devido a um misto de cansaço físico e mental.

Megumi escreveu:- Foi muito bem. Sua velocidade de pensamento e tomada de decisão é boa. Seu jutsu é bom. Mas ainda precisamos tomar conta desse seu nervosismo. Além disso você pareceu bem afetado pelas minhas intenções assassinas. Eu poderia ter feito aquilo novamente e de alguma forma acho que você acreditaria. Por que a gente não começa a se concentrar nisso?

- Então aquilo era intenção assassina? Eu nunca mais quero sentir aquilo na minha vida. *Colocava as mãos nas laterais da cabeça enquanto olhava pra baixo.

Megumi escreveu:- Sabe esse último tigre que eu fiz? É a técnica mais difícil do estilo de luta que eu uso: Choju Giga. Eu sou capaz de animar desenhos através de tinta infundida com chakra. Mas o meu fuinjutsu faz o reverso: Prende uma pessoa no meu pergaminho e a torna um desenho. O que acontece é que para isso eu preciso usar meus sentimentos ao máximo para criar essa ilustração. É necessário um certo nível de inteligência emocional que não é fácil de alcançar. Entende o que estou dizendo? Eu ainda estou tentando entender melhor a relação de técnicas de selamento e emoções, mas mesmo que você não vá usar nada disso, vai precisar ter esse nível de controle sobre si mesmo.

Ukki prestava atenção na descrição dos jutsus do sensei e tentava assimilar a explicação com as lembranças da luta. Com toda certeza era um jutsu estranho, único e muito versátil, como suas marionetes.

"Talvez ele possa me ensinar isso um dia."

Megumi escreveu:- Você travou completamente quando sentiu minhas intenções assassinas. E até mesmo agora a pouco, você parecia bem desesperado. Quer falar sobre isso?

Sensei tocava na ferida de Ukki. Quando o mesmo falava isso ele até se encolhia um pouco.

- Você esta certo sensei. Eu tenho um problema com ilusões e também aquela intenção assassina. Essas coisas parecem tão reais para mim. Foi a primeira vez que tive que lidar com elas em meio a um combate, então foi muito difícil me concentrar, tomar decisões ou até me movimentar quando essa intenção foi liberada. Eu demorei muito só pra conseguir movimentar meus pés.

Ukki olhava para os pés lembrando o momento que movimentou eles só um pouco. Tavez aquela sensação era o que ele deveria se concentrar. Após falar aquilo olhava para o sensei esperando algum tipo de conselho ou guia.

"Quem sabe existe algum segredo para isso que ainda não me foi ensinado."

- Não sei o motivo pra que esse tipo de coisa me afete tanto. Talvez falte alguma coisa em mim ou não aprendi algo quando mais novo. Se o sensei souber de alguma técnica pra me ajudar com isso eu preciso aprender o mais rápido possível.

Ukki se levantava e se colocava em posição de luta, como se o sensei fosse lhe ensinar algum jutsu maravilhoso para conter ilusões. Esperava que após aprender essa técnica milenar de conter ilusões toda sua vida mudaria para sempre.

- PRONTO SENSEI. PODE MANDAR O JUTSU DE PROTEÇÃO.

HP: (225/225) Chakra: (524/675) ST: (2/3)
Considerações:
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Treino em grupo] - O Teste Especial - Publicado 7/8/2021, 12:30



Megumi Fushiguro —

1300 1300 1300
2100 2100 2100
04 05 05




Vendo a reação enérgica do aluno, Fushiguro logo levantou as mãos dizendo:

- Calma lá, máquina de matar. Vamos conversar um pouco. Eu quero dizer que você foi inocente. Você acredita muito fácil no que é posto diante de você, quando na realidade, as coisas são mais complicadas. No mundo ninja é necessário um grau de confiança em si mesmo. Como eu disse, é parte do que é necessário para realizar meu jutsu do tigre. Na verdade, os olhos negros com íris vermelha, indica que eu não sou tão bom com ele ainda. Se eu fosse melhor capacitado a utilizar a técnica, aquilo não deveria acontecer. Há uma relação entre controle emocional e jutsus. Eu tenho praticado isso com meu fuinjutsu, e você vai precisar disso para lidar com os ataques emocionais de seus inimigos.

Lembrando-se da guerra de 10 anos atrás, Megumi pensava em como ficava paralisado simplesmente ao ver seus inimigos e logo, não conseguia mais vê-los quando estes começavam a se mover. Lidar com aquela frustração não era fácil, seguindo até os dias de hoje:

- A jogada para detectar uma ilusão, é a mesma para criar técnicas de selamento poderosas como as que eu estou tentando: Ser inteligente. Não é uma técnica que eu vou te ensinar. Eu simplesmente notei que você pensa rápido e é bem inteligente. Talvez tanto quanto eu. Mas eu vou querer que você comece a exercitar confiar mais nisso, do que no seu nervosismo, okay?

O ninja tinha algo mais a dizer, mas aguardava uma reação do genin.

Considerações:

[Treino em grupo] - O Teste Especial JnMZD5E

sabazin
Tokubetsu Jonin
sabazin
Vilarejo Atual
[Treino em grupo] - O Teste Especial JnMZD5E

Re: [Treino em grupo] - O Teste Especial - Publicado 7/8/2021, 18:14


[Treino em grupo] - O Teste Especial TQlwdfn

Em posição para aprender sua nova técnica de combate que o tornaria imune a intenções assassinas e genjutsus. Seu sensei olhava com cara de "como essa criança pode ser tão inocente" e cortava as asas do garoto imediatamente.

"Tomara que essa técnica não seja dolorida. To cansado desse dia maluco."

Megumi escreveu:- Calma lá, máquina de matar. Vamos conversar um pouco. Eu quero dizer que você foi inocente. Você acredita muito fácil no que é posto diante de você, quando na realidade, as coisas são mais complicadas. No mundo ninja é necessário um grau de confiança em si mesmo. Como eu disse, é parte do que é necessário para realizar meu jutsu do tigre. Na verdade, os olhos negros com íris vermelha, indica que eu não sou tão bom com ele ainda. Se eu fosse melhor capacitado a utilizar a técnica, aquilo não deveria acontecer. Há uma relação entre controle emocional e jutsus. Eu tenho praticado isso com meu fuinjutsu, e você vai precisar disso para lidar com os ataques emocionais de seus inimigos.

- Entendido. Nunca pensei por esse lado. *Olhava para baixo um pouco pensativo.

"Normalmente eu tento abordar as coisas de modo tão direto que não pensei que isso era uma desvantagem pra mim, ou que tudo ficaria tão crível. Se for ver, o certo é duvidar de tudo."

De onde o sensei estava era possível observar o garoto ruminando sobre sua fala e dava pra sentir que isso mudara algo em Ukki. Talvez por nunca ter tido uma experiência própria enfrentando genjutsus e intenções assassinas; ou quem sabe devido ao calmo diálogo com o sensei sobre a importância da inteligência e inteligência emocional lidando com os diversos tipos de habilidades no leque ninja.

Megumi escreveu:- A jogada para detectar uma ilusão, é a mesma para criar técnicas de selamento poderosas como as que eu estou tentando: Ser inteligente. Não é uma técnica que eu vou te ensinar. Eu simplesmente notei que você pensa rápido e é bem inteligente. Talvez tanto quanto eu. Mas eu vou querer que você comece a exercitar confiar mais nisso, do que no seu nervosismo, okay?

- É.... inteligente eu acho que sou... agora falta me concentrar nisso que eu nunca tinha feito antes. Confiar em mim ou no meu instinto é algo difícil más se eu não tivesse gritado comigo mesmo enquanto estava congelado pela intenção assassina, não teria conseguido movimentar meu pé um pouco. O que não parece muito, más exigiu muito esforço.

Ukki fechava os punhos na frente do rosto, tentando imaginar mais uma vez tudo aquilo que sentira naquele dia de treinamento maluco. Aquelas sensações horríveis, a lembrança recorrente da fome que passou. Tentava canalizar que tudo aquilo era uma ilusão e como aquilo entrou no seu corpo e se alojou fazendo-o acreditar naquele cenário bizarro que mais tarde ao se concentrar naquilo, parecia totalmente incabível.

- É... o mundo ninja é muito grande. Vou me concentrar mais nisso pois acredito que seja minha maior fraqueza. No futuro aprenderei genjutsus para aumentar meu leque de armas e também melhor entender esse tipo de jutsu pra dificultar que isso me afete tanto.

"Se eu fui afetado desse jeito, os inimigos também poderiam ser. Isso é muito abstrato e poderoso para se deixar de lado."

O garoto juntava as pernas e braços no corpo e fazia uma breve reverência de respeito ao sensei.

- Obrigado sensei por essa instrução. Por mais que tenha sido assustadora, eu aprendi algo pra esse algo não me matar no futuro. Em agradecimento vou lhe explicar meu jutsu para que tenha facilidade de lutar contra ele um dia.

Ukki passava alguns minutos demonstrando suas linhas de chakra para o sensei e explicando que seu estilo de luta envolve marionetes e como elas podem conter armas escondidas e diversos mecanismos. Era um modo de agradecer pelo treinamento ensinando-o um pouco de sua arte.


HP: (225/225) Chakra: (524/675) ST: (1/3)
Considerações:
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Treino em grupo] - O Teste Especial - Publicado 8/8/2021, 10:22



Megumi Fushiguro —

1300 1300 1300
2100 2100 2100
02 05 05




Megumi ouvia todas as palavras do aluno citando utilizar genjutsu no futuro e falava:

- Bom. Eu mesmo não sou bom de genjutsu, então só posso te desejar sorte. Espero que entenda que não apenas vai ter que confiar em si mesmo daqui pra frente, como desconfiar um pouco dos outros.

Após isso o aluno demonstrava do que se tratava Kugutsu e explicava a técnica. Fushiguro sorrindo do canto de boca fingia que já sabia de tudo isso:

- Eu ainda tenho que te agradecer Ukki. Acho que o treino me ajudou também a avançar um bocado envolvendo os selos. Falando nisso, chega aqui, vou apagar o que está na sua mão.

Fushiguro parecia tranquilo e pacato, mas caso o aluno fosse até ele e permitisse que ele apagasse o selo, ele diria:

- Eu poderia ter ganhado agora. Ha ha ha. Da próximo acho que vou usar essa. Até mais Ukki, não pare de treinar.

Fushiguro se levantaria e iria embora, tinha algumas coisas para fazer ainda. Enquanto se encaminhava para fora do campo de treinamento, pensava consigo mesmo:

- Selos e emoções. Parece que Ukki me treinou bem. Quem diria que ensinar alguém ia me ajudar a entender mais sobre meus próprios jutsus. Acho que da próxima vez que usar meu jutsu, meus olhos não ficaram negros.... Que pena, isso era bem irado.

Considerações:

[Treino em grupo] - O Teste Especial JnMZD5E

sabazin
Tokubetsu Jonin
sabazin
Vilarejo Atual
[Treino em grupo] - O Teste Especial JnMZD5E

Re: [Treino em grupo] - O Teste Especial - Publicado 9/8/2021, 11:17


[Treino em grupo] - O Teste Especial TQlwdfn

O treinamento finalizado más Ukki e Megumi permaneciam um tempo a mais para finalmente se despedir e trocar mais informações sobre como melhorar.

Megumi escreveu:- Bom. Eu mesmo não sou bom de genjutsu, então só posso te desejar sorte. Espero que entenda que não apenas vai ter que confiar em si mesmo daqui pra frente, como desconfiar um pouco dos outros.

- Vou trabalhar mais nisso sensei, tenho aparar minhas fraquezas porque se não isso vai me matar um dia.

Após algum tempo trocando ideias seu sensei o elogia pegando-o totalmente desprevenido. Ukki fica sem falar nada por alguns segundos pois não sabe lidar com essas coisas.

Megumi escreveu:- Eu ainda tenho que te agradecer Ukki. Acho que o treino me ajudou também a avançar um bocado envolvendo os selos. Falando nisso, chega aqui, vou apagar o que está na sua mão.

O garoto meio encabulado por ter recebido um elogio ia sem pensar para que o símbolo em sua mão fosse retirado, mesmo tendo melhorado muito, a inocência era parte de sua natureza.

Megumi escreveu:- Eu poderia ter ganhado agora. Ha ha ha. Da próximo acho que vou usar essa. Até mais Ukki, não pare de treinar.

- Ai caramba. *De reflexo retirava a mão más depois devolvia para o sensei.
- Quase fui enganado novamente. Assim não vale ... ahahah.

"Vou sair daqui e vou imediatamente para outro treinamento. Preciso trabalhar minhas outras fraquezas, nunca mais quero passar por isso. Se existir um jeito de me tornar imune a essas ilusões malditas eu tentarei."

Observava seu sensei indo embora e enquanto o mesmo ia fazia uma ultima reverência em agradecimento antes de rumar para seu próximo treino. Ukki aprendeu muito sobre o mundo ninja e a si mesmo, como um sapo que vivia em um poço e agora vislumbrou o mar, era a primeira vez que observava a imensidão de sua ignorância e inaptidão.

HP: (225/225) Chakra: (524/675) ST: (0/3)
Considerações:
[Treino em grupo] - O Teste Especial 20f36534d9a5a98770641103766a9261

sinhorelli
Hokage
sinhorelli
Vilarejo Atual
[Treino em grupo] - O Teste Especial 20f36534d9a5a98770641103766a9261

Re: [Treino em grupo] - O Teste Especial - Publicado 9/8/2021, 14:33

Situação: Aprovado
Considerações: Players @Reaper e @Lula não receberam as bonificações, devido o abandono.
Bonificações: Qualidade: Perito em Fuinjutsu (@Isshin), Superação de Defeito: Ingenuidade (@Sabazin) e +2 Atributo Databook para ambos

_______________________

Ficha | GF | Banco | CJ | CH | EV | RD | Mod AG
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Treino em grupo] - O Teste Especial - Publicado