:: Área de Mudanças :: Centro de Melhorias :: Treinamentos de Fillers
O Dia Mais Claro
Arco 02
Ano 13 DG
Outono
Com o fim da guerra em Oto, o mundo estava se reajustando uma vez mais. Embora se vendo como inimigas, as Cinco Grandes Nações se reergueram novamente, cada uma à sua maneira. Suna e Iwa ainda se mantinham sem Kages, e em cada uma um conselho de alto nível foi formado. Em Kumo, Kagaya focou em deixar seus ninjas mais poderosos e passou a exigir deles ainda mais comprometimento em batalha. Kaden, mesmo emocionado com a difícil vitória, levou novas esperanças à sua vila, Konoha, e, aliviado pela renúncia de Kamata ao posto de Senhor Feudal, via na nova Senhora do Fogo uma forma de deixar tudo que aconteceu em Oto enterrado em Oto, para que todos seguissem em frente, para o futuro. Em Kiri, Jyu apresentou um novo investimento, e, agora, a vila investia na área cientifica, trabalhando com engenharia genética e mecânica; um jovem engenheiro, Moira O'Deorain, lançava um produto que alavancaria Kiri e todo o mundo ninja, sua nova criação: “Vita”. Ao mesmo tempo, saindo das sombras, a organização privada HYDRA se apresentava ao mundo, investindo pesado em tecnologia e criações para torná-lo um lugar melhor.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Oblivion
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Salvatore
Salvatore é parte da comunidade de RPG narrativo desde meados de 2013. Conheceu o Akatsuki nessa época, mas começou a fazer parte como jogador ativamente em 2021, sempre com muita dedicação e compromisso com o fórum. Hoje, atua no fórum como narrador e administrador, focado nas partes administrativas do ON. Fora do fórum se considera um amante de futebol, adora cozinhar pratos exóticos e é estudante de Engenharia Civil.
Salvatore#1234
Sr. L
Sr.L apelido recebido pelos players do fórum, devido ao seu sobrenome Sinhorelli, joga em fóruns narrativos desde 2010. Encontrou o Akatsuki no final de 2020, mas manteve-se ativo no início de 2021. Desde então se empenhou como player e se sentiu na obrigação de ajudar os demais e hoje auxilia o fórum como Narrador, Moderador e Administrador. Fora do forum, trabalha e possui formações acadêmicas, voltadas a área de gestão de pessoas.
Sinhorelli#1549

[Fillers] Aiko Kamizuru KBV5mgv

Aiko Kamizuru
Genin
Aiko Kamizuru
Vilarejo Atual
[Fillers] Aiko Kamizuru KBV5mgv

[Fillers] Aiko Kamizuru - Publicado Qua 30 Set - 10:51



神鶴愛子
Saikyō no hachi no saikyō no doku


As vertentes que se propagavam naquele início de noite pareciam aderir a caminhos tortuosos para os membros do clã Kamizuru. Vedados em seus anseios de domínio e poder, sobrepujavam e superestimavam sua própria força, em busca de uma glória tão pouco vindoura. Três deles em específico, Masami, Masachi e Jopachi, mais conhecidos como "Irmãos Picada" entre os seus, se destacavam nessa visão de conquista. Não atoa, quando o trio marcou aquela reunião com os membros da casa, muito se esperou sobre o que poderiam fazer.

— Bem verdade que nosso clã possui um número baixo de pessoas, mesmo contando com os que estão perdidos pelo mundo shinobi. — O jounin Masami era também o que possuía o maior respaldo entre os irmãos. Seu filho Aiko apenas assistia o embate que se percorria, avistando naquela sala não mais que seis homens, contando seu pai e seus tios. — Porém isto não impede que sejamos consumidos por outros nomes. Precisamos adquirir um protagonismo neste país.

— Palavras jogadas ao vento, Masami-san. — bufou o ancião Mirachi, sentado sobre uma cadeira de madeira. — Foi-se o tempo dos Kamizuru, mas você parece perseguir este sonho a todo custo. Seu filho se tornou um Genin consistente, ao invés de fazer reuniões às espreitas, poderia estar treinando com ele. — o velho possuía uma certeza na fala, que fazia os outros dois anciões acenarem positivamente.

— Seu tempo talvez tenha acabado, Mirachi-senpai. Mas a notícia que trago ao conselho hoje é animadora. — o convocador da reunião então retirou de seu bolso um vidro pequeno contendo uma pequena abelha de cor vermelha. — Depois de muito tempo de busca, vos apresento Hirohachi, a abelha escarlate. — sorriu o pai de Aiko, fazendo todos na sala arregalarem os olhos para o inseto, inclusive o próprio Genin.

— I-isso é impossível, a Hirohachi está extinta há pelo menos quarenta anos. — Jyon, outro dos anciões, pareceu não acreditar no que via.

— Acreditem, esta é a lendária abelha escarlate. — Masachi gargalhou, demonstrando o contentamento com a situação.

— Hirohachi? — questionou Aiko, olhando a abelha mais de perto. — Não lembro de ter ouvido falar dela.

— Parece que não tem se dedicado como deve aos seus estudos. — a fala do pai do rapaz o fez se encolher. — A abelha escarlate é uma espécie ímpar de inseto. Ela possui em seu ferrão um veneno extremamente raro. Quando em contato com o organismo humano, a substância faz os cinco sentidos pararem. A pessoa fica sem visão, audição, tato, paladar e olfato, por um período de pelo menos algumas horas. — explicou Masami.

— Durante muito tempo a espécie foi usada para tortura pelos Kamizurus da divisão de inteligência da Pedra. Imagine a agonia de passar horas sem sequer sentir seus dedos. É como colocar alguém dentro de uma escuridão total, era enlouquecedor, muitos revelavam seus segredos antes de irem para um segundo turno. — Jopachi, o irmão mais novo do trio, tomou voz. — Entretanto, quando o veneno é retirado de dentro da abelha ou quando a mesma pica alguém, ela morre. Considerando que seu ciclo de reprodução ocorria apenas uma vez por época, não foi surpresa quando ela foi considerada extinta. — a fala do ninja fez os demais olharem atentamente para o inseto, se perguntando como ela estaria ali.

— Conseguimos esta espécie única em um vilarejo no País das Fontes Termais. — deu o adendo o pai de Aiko.

Mirachi levantou-se da cadeira e pegou a abelha dentro do recipiente. — Sim, é a abelha escarlate, com certeza. — bufou, entregando o frasco de volta. — Entretanto esse é um macho, sem uma fêmea não será possível dar continuidade à espécie. — pontuou, dando de ombros.

— Sabemos que existe alguém que pode fazer modificações genéticas a partir de uma única espécime. Misugi-san. — a fala de Masachi fez todos os presentes se entre olharem entre si.

— Então foi para isso que vieram. Querem permissão do clã para irem atrás de um traidor Kamizuru. — Jyon sorriu sarcasticamente, entendendo o verdadeiro significado da convocação.

— Misugi foi um grande conhecedor de genética, especialmente de abelhas. Mas todos devem lembrar os motivos para ele não estar aqui. — Mirachi sabia mais que ninguém, afinal ele era seu filho. O jovem Kamizuru era um Chunin extremamente promissor, dono de um intelecto incrível e com grandes capacidades científicas. Durante uma missão em que ele deveria proteger um dos filhos do senhor feudal do País da Terra, seu grupo foi encurralado por ninjas patifes, nukenins. Ele sabia que não sairia vivo se permanecesse ali, muito menos que conseguiria salvar mais que sua própria vida, então ele abandonou seu time e deixou todos a mercê do destino, no fim todos foram assassinados. A desonra o fez perder sua bandana e o clã Kamizuru o baniu da família.

— Já fazem dez anos que isso aconteceu. Misugi com certeza poderá nos ajudar a recriar mais destas abelhas escarlates e com isso, dobraremos nosso poder bélico. — disse Masami, com um tom complacente.

— Está tão obcecado em tornar os Kamizurus grandes, que joga sua própria honra ninja no lixo. — as palavras do ancião eram ásperas e podia se sentir sua revolta no ambiente.

— Misugi está vivendo em um laboratório há alguns quilômetros daqui. Se ele conseguir reproduzir outras abelhas desta espécie, acredito que poderemos dar-lhe o perdão. — comentou Jyon, fazendo os demais sorrirem, exceto o mais velho dos anciões.

— Se querem tanto isto, vão em frente, mas jamais terão minha aceitação. — proferiu Mirachi, saindo da sala de reuniões.

— Isto ainda dói nele, temos certeza que ele ficará bem caso tenhamos sucesso nesta tarefa. — colocou outro dos anciões, com os demais a saírem da sala após a aprovação da proposta.

— Misugi-san era alguém importante certo pai? — questionou Aiko.

— Ele era uma esperança, assim como você também é. Porém ele preferiu a própria vida que a glória do clã, isto o fez cair. Lembre-se destas palavras, a casa Kamizuru vem acima de sua vida. — pontuou o Jounin, caminhando com o filho até sua residência.

Os Irmãos Picadas não demoraram mais que algumas noites para irem até o laboratório de Misugi. Como aprendizado, o jovem Aiko, embora fosse um simples genin, os acompanhou nesta tarefa. Entretanto, quando chegaram ao local conhecido descobriram que o cientista havia perecido alguns anos antes, vítima de uma doença respiratória. Segundo os servos do lugar, o homem pediu perdão ao pai em seus últimos suspiros de vida. De qualquer forma, a ideia de Masami e seus irmãos não deu resultado e agora deveriam levar a notícia até o ancião Mirachi, ao invés de boas novas, levariam o lamento de um pai que jamais perdoou o filho e que sequer soube como ele faleceu. O plano da abelha escarlate havia dado errado, mas tudo aquilo ensinou a Aiko um pouco mais sobre a vida shinobi. Haviam momentos em que a vida não valia nada e tudo que importava, era saber a hora de lutar e a hora de se entregar.

[Fillers] Aiko Kamizuru KSenZEYAiko Kamizuru
[Fillers] Aiko Kamizuru Hp210 HP 200|200
[Fillers] Aiko Kamizuru XQKY0 CH 200|200
[Fillers] Aiko Kamizuru VY9IlDh ST 000|002

Palavras: 1142

Filler:
- Objetivo de ganhar +100 de Status
Observações:
-



_______________________



Hachi no yō ni tsuku Kamizuru Kuran
[Fillers] Aiko Kamizuru 777fb9b10d3b83787c0a6bfe049cbf854562ec44r1-736-606v2_00

Skywalker
Genin
Skywalker
Vilarejo Atual
[Fillers] Aiko Kamizuru 777fb9b10d3b83787c0a6bfe049cbf854562ec44r1-736-606v2_00

Re: [Fillers] Aiko Kamizuru - Publicado Sex 2 Out - 7:48

@

_______________________

[Fillers] Aiko Kamizuru Tumblr_pg6xe2as6m1rnz7s2_1280
"Eu quem sou o rei, e o resto que se ajoelhe!"

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon

Resposta Rápida

Área para respostas curtas