>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Inverno

Skywalker
Tokubetsu Jonin
Skywalker
Vilarejo Atual
Ícone : [História] — Blood Moon  PgOp5pA

https://www.narutorpgakatsuki.net/t74225-fp-kagaya-ubayashiki#573000

[História] — Blood Moon - Dom 7 Fev 2021 - 1:16

[História] — Blood Moon  0f409cc797bab03792e5b1b10c9a4cef

|| ARCO 1: "CRUELTY" ||
|| Parte 1: A Lua Sangrenta ||


"After All...She's Here."

[...]


Um rugido na terra estremeceu todo o continente quando souberam da notícia da morte do Rei Amygdalus II, da dinastia de Ceres. Após cem anos passados desde a Quarta Guerra Ninja e o País do Ferro ter imposto o feudalismo por mais uma vez como o método principal de vivência e influenciado as demais vilas a adotarem o mesmo estilo de vida, o retorno dos impérios, shogunatos e outros se deu início. Por mais de sessenta anos, a população teve de lidar com a drástica mudança em suas vidas, mas enfim o mundo parecia ter alcançado o equilíbrio. Mesmo com a redução da tecnologia nesta terra feudal, ainda sim as raízes do mundo ninja como os Jutsus em geral e outros foram mantidos e preservados. As cinco nações foram unidas em um único e gigantesco império chamado "Ceres". Tal império que está atualmente em posse da família Amygdalus, sobrenome do herói de guerra responsável por derrotar trezentos homens em um único combate sem sofrer um único arranhão, salvando assim sua terra natal. As castas eram divididas e a voz do povo quase nula, sendo que as decisões políticas no geral eram decididas por meio de conselhos, sendo o principal deles denominado "Conselho de Valhalla", onde as mais importantes figuras do mundo se reuniam para discutir o destino de vários tópicos importantes e pendentes por todo o globo. Apesar disso, parte da população era contra o modelo imperialista que lhes fora imposto, assim criando duas frentes: A Sutherland, responsável pela defesa e influência política do modelo feudalístico, e a Glasglow, resistência política que priorizava o antigo modelo de vida do mundo ninja, ou mesmo composto por pessoas dispostas a revolucionar este mundo. Mesmo com a guerra ideológica e política, as duas colossais frentes envolviam-se em combates diretos, como na guerra de Octavarium, que deixou mais de três mil mortos em uma única noite de batalha, devastando por completo quatro vilarejos e causando danos incalculáveis de vidas humanas, materiais e naturais. Mesmo a guerra continuando por um período indefinido de tempo, uma terceira frente menos conhecida surgia das sombras. Esta frente, era conhecida como "Os Kizuki". Composto de apenas nove membros contando com seu líder, os Kizuki eram os mais notáveis guerreiros fugitivos do sistema feudalístico de Ceres que juraram vingança e liberdade ao povo Glasglow, que sofria com a opressão. Então, após vinte anos desde o seu nascimento e diversas batalhas travadas, enfim a morte do Rei fora anunciada.

A Notícia chocou todo o continente, mas o globo em geral não fora informado sobre a morte do monarca para não causar pânico na população. Durante todo um dia, a frente Sutherland manteve seus postos e prestaram honra e luto ao seu falecido monarca, enquanto os Shoguns, Feudalistas e Monarcas lamentavam a perda de seu imperador. As ruas antes iluminadas e vivas tornaram-se sombrias e vazias na grande capital de Soren, localizada ao centro do Império Ceres. Os Glasglow comemoravam sua primeira vitória, mas quem havia assassinado o rei era um mistério. Então, enfim uma Lua Sangrenta emergia das sombras, em uma noite de tristeza marcada pelas lágrimas daqueles que juraram a destruição de seu povo. Nove silhuetas negras emergem ao horizonte, e uma a uma, se encobre nas sombras da noite nebulosa. Os nove se aproximavam lentamente dos muros reforçados do vilarejo de Ragako, conhecido por ser um dos principais quartéis generais da frente Glasglow. Crueldade ao povo de Soren, vitória ao de Ragako. As duas frentes não cometeram um único ato de violência nesta fatídica noite, e enfim a paz reinava, por mais que fosse por poucas horas. As presenças sombrias separaram-se, e apenas uma única tomou a vontade de atravessar os portões vigiados da vila para apresentar-se diante da luz. Os samurais e outros guerreiros da frente de resistência ao feudalismo apressaram-se para verificar o que ali ocorria, com suas poderosas armas em mãos, criavam formações de combate, se preparando para o pior. Quando os portões de madeira abriram-se por ordem do Marechal, todos se surpreenderam ao ver a figura que ali carregava consigo a cabeça do Rei Amygdalus II.


"Quarto Kizuki: Akaza"
[História] — Blood Moon  Ddtgxsy-0c350715-31be-4a17-882a-efb8793f0eeb.jpg?token=eyJ0eXAiOiJKV1QiLCJhbGciOiJIUzI1NiJ9.eyJzdWIiOiJ1cm46YXBwOiIsImlzcyI6InVybjphcHA6Iiwib2JqIjpbW3sicGF0aCI6IlwvZlwvZTIwOWVkMDAtNjY1OS00YTk5LWE0MTMtYzJlNTc2ZjE4OWYzXC9kZHRneHN5LTBjMzUwNzE1LTMxYmUtNGExNy04ODJhLWVmYjg3OTNmMGVlYi5qcGcifV1dLCJhdWQiOlsidXJuOnNlcnZpY2U6ZmlsZS5kb3dubG9hZCJdfQ


O Quarto dos Nove Kizuki, dos punhos de aço, se fazia presente. De queixo caído com a deslumbrante visão daquele que assassinara o imperador, logo o mesmo com um grande sorriso em rosto fizera questão de arremessar o crânio decepado do monarca em direção aos soldados, que olharam a cabeça ensanguentada com a coroa rolar pelo chão até atingir seus pés. Suando de tensão mas ainda sim sabendo que aquele homem era um aliado, mal conseguiam mover-se, muito menos esboçar qualquer tipo de reação. Apenas olhos arregalados e expressões de surpresa, dúvida e até mesmo desespero. Por muito tempo, os Nove Kizuki mantiveram-se em silêncio e simplesmente desapareceram nas sombras do abismo, retornando a nada mais do que o anonimato. Tratados como lendas, ao menos até este ponto. Akaza, com as mãos sujas do sangue real, fez questão de limpá-las nas calças de seu traje de combate, com nojo de estar em contato com qualquer coisa que tenha influência da corrupta realeza de Ceres.

— "Que Nojento...Mas ainda sim, incrível." — Akaza dissera aos homens, enquanto sorria. — "Abram o caminho! Hoje é uma noite de comemoração, meus irmãos e irmãs! Pela primeira vez em quarenta anos, obtivemos uma vitória sobre os Sutherland e a Realeza de Ceres! Por mais que a morte do Rei não seja nada além de um curto atraso por conta da existência de seus irmãos e outros nobres capacitados, ainda sim é algo que devemos comemorar ter alcançado! Baixem as armas, hoje é uma noite de felicidade! Beberemos! Comeremos! Adiante, meus amigos!" — Exclamou.

Os soldados esboçaram um grande sorriso em seus rostos enquanto acompanhavam os gritos de guerra do Kizuki. Akaza era conhecido principalmente pela sua personalidade camarada e força física extrema, sendo um dos - Se não o mais poderoso artista marcial que já existira nesta terra. Os olhos marcados com numerações revelavam sua identidade. Todos os Kizuki possuíam uma numeração em seus olhos, e seu caso não era diferente. Com enorme felicidade, os homens levantaram seus braços junto ao guerreiro e comemoraram sua vitória, largando as armas e gritando, derramando lágrimas com sua vitória. Enfim, um dia de glória a resistência Glasglow. Abrindo caminho e continuando a comemoração, as famílias e soldados de Ragako gritavam o nome do lendário Akaza, que também ficara extremamente famoso por ter derrotado, sem ajuda de ninguém, Sir Lancelot. Este guerreiro fora o mais poderoso de sua casa em mais de cinquenta anos, além de ter sido condecorado como o General do Exército Real de Ceres, permanecendo no posto por cerca de quinze anos. Seu poder era capaz de derrubar exércitos inteiros com um único balançar de sua lança e partir nuvens ao meio apenas com com um único movimento energizado de seu chakra. A morte do guerreiro abalou todo o exército Sutherland, que tremia todas as vezes que o nome do Kizuki era pronunciado. Andando pelas ruas sendo aplaudido como um herói, os passos do mesmo se viam direcionados ao centro do local - Mais especificamente a enorme construção ao fim do vilarejo, a qual servia de moradia ao Marechal, também líder da resistência Glasglow. Com sorriso em rosto e lágrimas descendo de seus olhos, continuava com o braço direito erguido, representando sua força e coragem de sempre seguir em frente pela liberdade de seu povo, não importa o que aconteça. O primeiro capítulo da história do guerreiro iniciava-se com uma Lua Sangrenta aos céus, seguido da morte do Rei. Mesmo assim, o futuro que lhe aguarda parece incerto. Os outros Oito Kizuki permanecem desconhecidos até o momento. O que será que enfim ocorrerá ao mundo, após tanto tempo? Estaria o feudalismo ameaçado de extinção por este grupo de nobres combatentes, ou seriam apenas mais um capítulo perdido na história? Apenas o tempo dirá.

Observações:

- Uma história que estarei iniciando, se passa em um futuro distópico em um universo diferente do Fórum. Não há quaisquer relações entre esta história e o fórum em si, sendo apenas um conto feito para diversão.

- Este Arco girará em torno do Quarto Kizuki, Akaza.
- Primeiro Episódio da saga, espero que gostem desta enorme jornada que seguiremos a partir de agora!
By: Skywalker

_______________________

[História] — Blood Moon  45702fb5c853c82aa8b42f91bf4917c86d880225
"Eu quem sou o rei, e o resto que se ajoelhe!"

Ficha | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
-
Skywalker
Tokubetsu Jonin
Skywalker
Vilarejo Atual
Ícone : [História] — Blood Moon  PgOp5pA

https://www.narutorpgakatsuki.net/t74225-fp-kagaya-ubayashiki#573000

Re: [História] — Blood Moon - Dom 7 Fev 2021 - 15:16

[História] — Blood Moon  0f409cc797bab03792e5b1b10c9a4cef

|| ARCO 1: "CRUELTY" ||
|| Parte 2: Soldados Voluntários ||


As portas do Quartel General de Ragako encontravam-se abertas para Akaza, o qual era recebido com honraria pelos soldados Glasglow do local, que se ajoelhavam perante a soberania do lendário Kizuki. Mesmo sendo digno de respeito, tais atitudes desagradavam o artista marcial, que pedira para que os homens se mantivessem de pé. Ele não era um rei, e sim um simples homem que lutava pelos seus semelhantes. Não queria fama ou poder, apenas a liberdade, cumprir o sonho do amanhã nascer radiante para o povo Glasglow, que há tanto tempo vêm sendo oprimido e aniquilado pelas forças Sutherland. Após sua entrada no luxuoso quartel-general sendo escoltado por duas dúzias de soldados da elite de Ragako, não demorou muito até das escadas o Marechal viesse cumprimentar aquele responsável pelo assassinato do Imperador Amygdalus. Com um leve sorriso em rosto e uma expressão duvidosa, o homem alto de cabelos loiros e vestes nobres se apresentava a frente do guerreiro, estando acompanhado de seus mais confiáveis homens.


— "6º Marechal da Resistência Glasglow, Driscoll Vincillarius." —
[História] — Blood Moon  Latest


O Marechal Driscoll era conhecido por ter se rebelado contra os Sutherland há pouco mais de seis anos, e sendo parte de uma importante família da nobreza de Ceres, facilmente fora capaz de arquitetar planos para destruir diversos pontos importantes do Império, além de possuir grande influência política e espiões que trabalham para si dentro das muralhas de Soren. Em pouco tempo seu cargo fora subindo dentre o exército da resistência Glasglow, tornando-se um símbolo. Após adquirir o cargo de Marechal, Driscoll investiu pesadamente no militarismo da resistência e na construção de múltiplas bases, vilarejos e postos de comando ao redor de todo o continente, assim criando o que viria a ser conhecido como "O Grande Cerco". Pressionados nas fronteiras, Ceres está completamente incapacitada de deixar seu próprio continente por conta da grande quantidade de militares Glasglow que por ali rondam, com equipamentos pesados de última geração, inclusive atingindo um nível tecnológico capaz de criar sentinelas robotizadas e até mesmo armaduras sintéticas com poderio ofensivo capaz de derrubar facilmente esquadrões inteiros sem dificuldades, além de ter a capacidade de absorver técnicas alheias. O poder de Driscoll é desconhecido, mas é dito que sua sua força de maneira alguma é ofuscada pela sua mente brilhante. Um dos mais notórios feitos da resistência até hoje, a conversão de um poderoso nobre em seu próprio líder.

— "O Quarto Kizuki, Akaza Wisteria. Ou será que devo chamá-lo apenas de Akaza, neste momento?" — Dava uma leve gargalhada. — "É uma honra recebê-lo em nosso principal posto de comando, ainda mais sendo aquele responsável pela morte do Imperador Amygdalus II. Mesmo assim, creio que não tenha vindo aqui apenas para dizer que você fez isso, não é? Akaza, o que você quer? Deseja algum tipo de recompensa? Pelos seus feitos e ajuda a Resistência, darei qualquer tipo de recompensa que requisitar. Não é todo dia em que encontramos alguém de seu nível, afinal." — O Marechal dizia, em tom formal e calmo.

— "Então esse é o Marechal...Nunca pensei que fosse realmente vê-lo algum dia." — Akaza pensou, com uma expressão de surpresa em sua face. — "Não, não senhor....Não quero nenhum tipo de recompensa, apenas alguns homens de seu exército. Eu estou planejando organizar um ataque contra o Posto Bravo II, soube que o Capitão Tokito estaria lá, então não quero perder a oportunidade de conseguir eliminá-lo." — Disse.

— "Homens? Bom, muito bem. Irei organizar e enviar um esquadrão de elite, devem ser despachados até a manhã...Mas, você quer que eles estejam vestindo os Knightmares?" — O líder questionava as definições de Akaza.

— "Não é  necessário, senhor. A verdade é que não quero que nenhum dos homens esteja sob suas ordens. Quero que apenas organize uma rápida anunciação, somente homens que se voluntariarem participarão deste ataque. Não me importa quantos venham, farei questão de não deixar nenhum morrer. Todos serão voluntários, ou seja, terão a liberdade de escolher seu próprio destino, assim como eu mesmo fiz. Por favor, permita-me fazer ao menos isso." — O Kizuki pediu, ajoelhando-se perante o Marechal.

— "Soldados Voluntários, então? ...É um pedido incomum, mas se é o que deseja, será feito. Organizarei a audiência para depois de amanhã. Irei me comunicar com outros cinco postos de comando para comparecerem aqui em Ragako no dia, então esteja preparado. Daqui dois dias, ao Meio-Dia, a audiência se iniciará. Pois bem, se isso é tudo, pode se retirar. Em breve irei também presenteá-lo com um protótipo bem especial. Espero que seja de utilidade para você em combate, Akaza." — Dissera.

O Kizuki permaneceu ajoelhado e baixou totalmente sua cabeça diante o líder Glasglow. Após a permissão para ser dispensado, o mesmo levantou-se e deu as costas, olhando para frente sem sequer despedir-se daqueles que esteavam ao seu redor. Não era necessário, afinal de contas. Após os portões do quartel general se fecharem e o anúncio do grande plano de Akaza se fazer início daqui a dois dias, o guerreiro ainda tinha mais uma coisa a ser cumprida antes de retornar ao centro da resistência Glasglow. Não perdeu seu tempo, e direcionou-se diretamente aos portões do vilarejo, deixando-o em uma velocidade sobrehumana. A noite ainda era marcada pela presença da Lua de Sangue que se fazia presente aos céus obscuros, ainda longe do amanhecer. Manchado com o sangue da nobreza e marcado pelos traumas de um passado infernal, Akaza seguia em frente em seu objetivo maior antes de unir com seus homens para o grande ataque. Seus punhos estavam fechados, e as estradas que refletiam as luzes avermelhadas da lua levavam para nenhuma direção além da morte certa. Ao menos, para homens comuns que ousariam desafiar o seu próprio destino em um combate impossível contra seu próprio passado. O Céu sangrava, mas mesmo assim, nada poderia impedir que o Kizuki seguisse seu caminho em direção a liberdade. Desde o primeiro dia de sua vida, permaneceu avançando, sem parar uma única vez, pela liberdade.

— "Amanhã poderá ser o último dia de minha vida, eu sei. Mas mesmo assim, não posso decepcionar meus companheiros. Eu juro, irei retornar! Por favor, zelem por mim!" — Levou uma das mãos ao coração em meio aos pensamentos. Adentrando na escuridão da floresta, estaria indo de encontro a Fronteira do Noroeste de Ceres, a qual continha a tão temida base subterrânea "Kaigaku", que também serve como um grande depósito e estoque de suprimentos, com rotas de trens e linhas ferroviárias que movem-se por todo o tempo por tal local. Mas mesmo assim, não conseguiria cumprir esta façanha sozinho. Não queria atacar a base para verdadeira destruí-la, e sim para apagar as memórias do fraco que um dia fora. Provar a si mesmo e a ele que agora não era mais um fraco incapaz.

— "Eu sei que você está aí. Mas é uma pena que não possamos nos encontrar esta noite...Vou analisar o território inimigo antes. Bem, Daki já deve saber de meus planos, apenas espero que ela compareça. Mas e se eu perdê-la neste plano? Não...Isso não vai...Não pode acontecer!" —

Akaza pensava consigo mesmo, conflitante. Um capítulo decisivo na história do Quarto Kizuki, Akaza dos Punhos Divinos. Preparando-se para um ataque surpresa à Base Kaigaku junto a sua misteriosa companheira "Daki", teme pela sua própria vida, mesmo que ainda coloque a dela sobre a sua própria. Suando e apreensivo, o mesmo continua sua corrida contra a maré do destino, desafiando a própria criação para alcançar um sonho impossível. Seria ele capaz de enfim provar tudo o que quis durante toda a sua vida, ou seria apagado da história como apenas mais um? Neste mundo, morte não é nada mais do que respirações a menos. Os punhos cerraram-se como aço e Akaza se pôs em meio a uma grande quantidade de árvores ocultas pelas sombras, no topo de uma grande montanha. Ao fundo, iluminado pelas inúmeras linhas ferroviárias, postes e torres de segurança, a base Kaigaku. No horizonte sangrento, lá estava o que o Kizuki sempre quis encontrar. O que será, afinal de contas? A noite ainda estava em seu início...Muito havia a ser feito antes da investida final, no entanto.


Observações:

- Este Arco girará em torno do Quarto Kizuki, Akaza.
- Segundo Episódio da saga, espero que gostem desta enorme jornada que seguiremos a partir de agora!
By: Skywalker

_______________________

[História] — Blood Moon  45702fb5c853c82aa8b42f91bf4917c86d880225
"Eu quem sou o rei, e o resto que se ajoelhe!"

Ficha | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
-
Skywalker
Tokubetsu Jonin
Skywalker
Vilarejo Atual
Ícone : [História] — Blood Moon  PgOp5pA

https://www.narutorpgakatsuki.net/t74225-fp-kagaya-ubayashiki#573000

Re: [História] — Blood Moon - Seg 8 Fev 2021 - 17:33

[História] — Blood Moon  0f409cc797bab03792e5b1b10c9a4cef

|| ARCO 1: "CRUELTY" ||
|| Parte 3: Daki, a Número 8 ||



Não era de se esperar que uma simples invasão viesse a levar dois dos Nove Kizuki a se juntarem para realizá-la. Normalmente, um já era mais do que o suficiente para aniquilar centenas de soldados inimigos sem necessitar de quaisquer interferências exteriores, dominar um posto avançado ou de comando também não estava além dos limites de um dos 9. Apesar disso, essa invasão estava fazendo até mesmo o 4º Mais poderoso da organização suar de preocupação. Sua expressão revelava bastante temor e insegurança, como se não soubesse o que pudesse lhe encontrar ali. Não, era algo além: Não sabia se ao menos conseguiria sair vivo de lá, esta era a verdade nua e crua. Nas sombras, observando a base Kaigaku ao longe com seu par de olhos enumerados, Akaza aguardava pacientemente pela chegada de sua companheira há tanto tempo conhecida. Esta, por sua vez, além de ser também uma Kizuki, é a discípula de Akaza, tendo sido integrada à organização pela própria recomendação do artista marcial. Dotada de beleza e um grande talento com sua Kekkei Genkai - O "Kekkijutsu", ela certamente era uma das mais cotadas a se tornar o próximo 'Lua Superior'. A lua sangrenta ainda se fazia ao céu, e a espera fazia com que Akaza sentisse uma queimação infernal percorrer por todo o seu corpo, já não mais suportando ficar tanto tempo parado. Cada segundo era valioso e poderia ser decisivo para o sucesso desta operação de altíssimo nível. Então, finalmente fechara os olhos e suspirara em sinal de alívio. Enfim, havia pressentido a chegada de sua companheira.

— "Você está atrasada. Já estou há quase vinte minutos esperando por você chegar, por acaso teve alguns problemas para deixar a base por conta daquele homem? Saiba que essa será nossa única chance de pagar pelo que ele fez. Se perdemos essa oportunidade, somente o tempo dirá quando teremos a chance de sequer vê-lo uma segunda vez. Vamos, venha até aqui. Temos algum tempo até iniciarmos o plano." —

— "Oh...Você é sempre tão preocupado com as coisas, Akaza ~" — A mulher disse, se aproximando.

Com um sorriso em seu rosto e as marcas de poder já despertas, ela se aproximava com passos lentos e bastante delicados, quase como se estivesse desfilando. Os grandes olhos amarelados com o kanji de número "8" em ambos os olhos brilhavam nas sombras da floresta, fazendo com que ela se destacasse em praticamente qualquer lugar por qual passasse. Os longos cabelos negros flutuavam ao ar. Suas roupas indicavam que havia se preparado de uma maneira especial para esta ocasião em específica, uma vez que este traje possui uma essência mística criada a partir de um cristal rachado de um Knightmare de classe Venador. Akaza arregalou os olhos ao vê-la vestindo aquele traje, que apesar de aparentar ser casual, era especificamente designado para o combate.


— "Kizuki de Número 8, Daki Mitsuhiro" —
[História] — Blood Moon  YTjYU_yzUTjGoXj2Cnp-lvAt72wCpTerDO9Apr1ktdM


Daki parecia bastante contente em vestir aquele traje e finalmente lutar ao lado de seu mestre após tanto tempo. Akaza levantou-se e apoiou a mão direita em uma árvore próxima, iniciando uma discussão pertinente ao plano o qual fariam para invadir o posto avançado de Kaigaku e eliminar o alvo especificamente mirado por Akaza. Ele parecia bastante ansioso, ainda que preocupado sobre o desenrolar desta operação extremamente arriscada.

— "O plano segue o mesmo. O Próximo trem é o KC9A, o tão famoso 'Infinity Train'. Ele é o transporte especial daquele cara, além de ser um dos mais bem protegidos transportes atuais em posse do império de Ceres e da Frente Sutherland. Se conseguirmos destruir o trem e eliminá-lo, iremos abalar por completo não só a ala oeste da divisão Wisteria, como também atrasaremos a entrega de suprimentos por toda a área oeste. Não há meios de nos infiltrarmos no local, então teremos que agir por conta própria e atacar no momento certo. Quando as torres de vigilância detectarem nosso chakra, a batalha irá se iniciar. Se tivermos sorte, poderemos encontrá-lo lá....E se tivermos ainda mais sorte, talvez possamos sair vivos também." — Disse.

— "Você tá bem pessimista, né?! Ah, larga disso ô seu cabeça oca! Nós só precisamos matar um cara e tu vai ficar aí com medinho dele? Nós somos Kizuki, a elite da elite! Cê tá parecendo mó fresco agora, deixa disso e bora logo. Tu não é o cara das porradaria!? Das mãos divinas? Então para de reclamar e faça o que você sabe fazer melhor, carai! Se a gente falhar a gente ta fudido, mas se a gente vencer talvez até ganhemos algo do cara lá. O trem deve chegar em uns 30 minuto, então vamo logo com isso se não eu vou ficar é puta contigo." — Daki dizia.

Akaza olhou para o alto e colocou a mão no rosto, como se não estivesse acreditando no que havia acabado de ouvir. Mas de qualquer forma, Daki estava certa em algumas partes. Não tinham escolha, a não ser avançar. E como o própria Akaza sempre repete a si mesmo desde aquele dia em que este mesmo homem o qual pretende eliminar: "Eu apenas continuarei avançando, até que todos os meus inimigos sejam destruídos". Ele não poderia voltar atrás com sua palavra, ou no final não passaria de um grande fiasco - Um traidor de seu próprio espírito.
Daki poderia ser atualmente a 2ª Mais fraca da organização, mas sua personalidade e atitude eram admiráveis. Não parecia sentir medo e não fora intimidado nem mesmo pela presença demoníaca do 2º Kizuki, o qual os próprios membros temem. Por conta disso, muitas missões foram um sucesso, mas outras também fracassaram. Instável e indomável, Daki era um caso bastante peculiar de uma pessoa extremamente hiperativa e com possivelmente alguns transtornos mentais ou mesmo traumas que lhe fizeram ficar assim. Seu irmão, Gyutaro, após se tornar um Kizuki também começou a apresentar certa preocupação em relação a irmã. Algo parecia estar bastante fora do comum, mas Akaza não conseguia perceber. Enfim, vinte e cinco minutos se passaram, e ao longe, no limite do que a visão poderia alcançar, uma fraca luz e alguns sinais de fumaça poderiam ser vistos além das florestas e montanhas - Era o Infinity Train. A hora havia chegado...Era agora, ou nunca.

— "Ele está aqui. Vamos, Daki!" — Akaza exclamou.

— "Ah..Agora a diversão vai começar!" — Daki respondeu, colocando um sorriso sádico em seu rosto.

Após isso, ambos dispararam em uma velocidade sobrehumana contra a base. Demorariam ao menos cerca de dois minutos para alcançarem o perímetro do posto avançado, mas seria mais do que o suficiente para se posicionarem de maneira a dar início a Grande Investida. Seria um momento histórico: Dois Kizuki juntos contra um único homem. Seria este homem tão poderoso a ponto de fazer até mesmo um dos membros da elite Glasglow se ajoelhar perante ele? Enfim, quem era ele?! As respostas ainda virão, e de forma bastante violenta. O trem se aproximava cada vez mais. Enquanto Akaza estava preocupado, Daki estava ansiosa para lutar. Um constante um tanto quanto interessante de personalidades...Em um embate o qual nem mesmo o destino conseguirá dizer o desfecho.


Observações:

- Apresentando a 8ª Kizuki, Daki!


- Este Arco girará em torno do Quarto Kizuki, Akaza.
- Terceiro Episódio da saga, espero que gostem desta enorme jornada que seguiremos a partir de agora!
By: Skywalker

_______________________

[História] — Blood Moon  45702fb5c853c82aa8b42f91bf4917c86d880225
"Eu quem sou o rei, e o resto que se ajoelhe!"

Ficha | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
-
Skywalker
Tokubetsu Jonin
Skywalker
Vilarejo Atual
Ícone : [História] — Blood Moon  PgOp5pA

https://www.narutorpgakatsuki.net/t74225-fp-kagaya-ubayashiki#573000

Re: [História] — Blood Moon - Qua 10 Fev 2021 - 0:33

[História] — Blood Moon  0f409cc797bab03792e5b1b10c9a4cef

|| ARCO 1: "CRUELTY" ||
|| Parte 4: O Dragão do Norte ||



Após passado o tempo, enfim era ouvido o tremular das linhas do trem enquanto os aparatos motorizados dos enormes vagões estremeciam a terra e deixavam o ar cada vez mais pesado, expelindo uma grande quantidade de fumaça de seu teto. Akaza e Daki permaneceram ocultos na escuridão da noite da Lua de Sangue, apenas aguardando pelo momento certo o qual o bote seria certeiro e mortal como uma serpente. Após o gigantesco trem iniciar o trabalho de estacionar próximo a gigantesca base de operações Kaigaku, ambos os Kizuki enfim puderam dar início ao seu trabalho sujo. Cerca de dois minutos passaram-se, e a dupla dos elite Glasglow encontravam-se ao topo da cabine do maquinário Sutherland. Indo contra as ordens do Marechal Driscoll, Akaza tomava uma decisão imprudente movida pelas suas próprias emoções, buscando vingança contra um inimigo que tanto ele como Daki possuíam em comum, mesmo que pouco esperançosos quanto uma vitória. O nível de seu oponente estava muito além do que até mesmo um Kizuki como eles poderia compreender, era alguém com um poder anormal, podendo ser até mesmo chamado de divino. Com uma mente genial, o adversário com certeza não estaria com a guarda baixa, mesmo em um momento com estes. Daki percebera que apenas alguns executivos e políticos relevantes para Ceres deixaram os vagões do trem, e nenhum sinal do espadachim de capa branca. Os olhos enumerados viajam de um lado ao outro, procurando respostas ao que ali acontecia. Desesperados para iniciar sua vingança e projeto de eliminação daquele que lhes causou tanta discórdia, e por conta de estarem sendo levados pelas emoções é o que lhes custaria sua própria furtividade e até mesmo a vida. De repente, as quatro torres de vigilância viraram seus enormes holofotes tão brilhantes quanto o próprio sol contra os vagões do trem, mas antes que a luz pudesse os alcançar, ambos começaram a correr para os outros vagões do maquinário, enquanto alguns soldados prestavam atenção e outros sentiam uma estranha movimentação por cima do mesmo.

— "Você percebeu, Daki? Eu sabia...Aquele cara é um verdadeiro gênio, ele jamais colocaria a própria vida em risco de uma maneira tão patética. Ele com certeza estava em nossas vistas, apenas não pudemos percebê-lo. Mesmo que tenha um poder além do que nossas próprias mentes podem imaginar, ainda sim ele é bastante cuidadoso e não se gaba de suas habilidades. Que droga...Maldito Kyojuro! Você exterminou famílias inteiras, trouxe desgraça e milhares de inocentes e ainda tem a coragem de sorrir? Se diz como um herói, mas no fim não passa de um charlatão!" — Akaza Exclamava.

— "Sorrir, não é? Pois é...Ele parecia bastante feliz enquanto cortava as gargantas dos meus pais. Não sei porque fui deixada viva - Assim como você - Talvez ele esteja a procura de um oponente a altura ou apenas se propôs a fazer-nos sofrer pela eternidade. Eu tentei lutar contra ele...Nunca vou me esquecer daquele dia, foi um verdadeiro inferno. Aquele cuzão também não vai longe não! A gente vai pegar e fazer ele engolir cada centímetro daquela espada!" — Daki dizia.

Akaza abriu um leve sorriso no rosto. Eles corriam com toda sua velocidade, mas mesmo assim, não conseguiam chegar ao fim do trem. Quando perceberam, as luzes das torres de comando de Kaigaku estavam na distância e uma nuvem de fumaça negra fazia-se por cima dos mesmos. Quanto mais corriam, mais distantes pareciam estar. Daki percebeu que aquilo não era um Genjutsu, e sim a própria realidade. Quando a dupla dos elite Glasglow finalmente pararam os passos e utilizaram de suas habilidades sanguíneas para aumentar suas capacidades físicas, mentais e oculares, perceberam que além do trem estar em movimento, ele não tinha um fim. Seus vagões se estendiam até o limite do horizonte. Talvez, enfim, este fosse mesmo o "Trem Infinito". Apesar disso, antes dele parar em Kaigaku, o trem tinha um fim. O que estava acontecendo, afinal de contas?! Ambos apresentaram gotas de suor em suas faces e pareciam se tocar do que havia acabado de acontecer. Enfim, começou. O céu estava limpo  e a lua sangrenta havia chegado em seu ápice, iluminando toda a área com o sangue dos céus. O trem era infinito, mas a cabine podia ser vista na distância do lado oposto.

— "Ele nos pegou...Não é possível!" — Daki exclamava, arregalando os olhos.

Após isso, compartimentos abaixo dos mesmos se abriram, forçando tanto Daki como Akaza para dentro do trem. Não havia ninguém dentro do gigantesco maquinário, cujo corredor também parecia ser completamente infinito, com até mesmo miragens em meio ao caminho. Socando as poltronas e verificando que não havia nenhum motorista na máquina automatizada, eles investigavam os arredores. O trem era bastante largo e estranhamente parecia estar indo para lugar nenhum. Continuavam avançando lentamente, Akaza com punhos fechados. Daki permaneceu para trás, se colocando dentro da cabine do Infinity Train e preparando algum artifício para auxiliar seu mestre e companheiro Kizuki. Rangendo os dentes com força e fúria, Akaza concentrava seu chakra em seus punhos e tatuagens, elevando seu poder enquanto o trem parecia mudar sua própria composição...Como se tivesse vontade própria.


[...]


Enquanto isso, do outro lado...Em um horizonte que nem mesmo os olhos amarelados de Akaza podiam enxergar, um homem se fazia presente. Um único espadachim utilizando uma capa branca e carregando consigo um grande sorriso no rosto. Com olhos alaranjados e cabelos de mesma cor como se fosse feito de fogo, um dos maiores heróis Sutherland parecia manter a calma enquanto seus inimigos se aproximavam. Sentado em um dos assentos e apreciando seu lanche, logo jogou-o para longe se levantou, permanecendo de costas para o local de onde o Kizuki se aproximava. A capa voava ao ar, e ele também podia sentir o chakra do outro Kizuki espalhando-se por todo o trem. Então, finalmente, virou parcialmente seu rosto, claramente animado para o que viria.

— "Oh, então são dois! Dos Nove Kizuki...Me pergunto como eles serão. Mas mesmo que consigam me entreter, não posso perdoar seus crimes. Vocês mostraram suas presas contra inocentes, e isto eu jamais poderei perdoar! Como um dos Generais Sutherland, eu, Kyojuro, juro destruir as ameaças Glasglow aqui e agora! Eu sabia que viriam atrás de mim, mas não contavam com o trunfo do meu trem, não é mesmo. Eu vou cumprir meu dever....E honrar toda a minha família!" — Ele dizia, feliz.


[História] — Blood Moon  3f1efdf5597ff2e3aec8d05deab49fbe

— "Kyojuro Zodiac, O Dragão do Norte!" —


[...]


Observações:

- Estamos muito próximos do ápice deste arco! Fiquem ligados!
- No próximo post, já iremos dar início a um dos mais épicos combates.


- Este Arco girará em torno do Quarto Kizuki, Akaza.
- Terceiro Episódio da saga, espero que gostem desta enorme jornada que seguiremos a partir de agora!
By: Skywalker

_______________________

[História] — Blood Moon  45702fb5c853c82aa8b42f91bf4917c86d880225
"Eu quem sou o rei, e o resto que se ajoelhe!"

Ficha | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
-
Skywalker
Tokubetsu Jonin
Skywalker
Vilarejo Atual
Ícone : [História] — Blood Moon  PgOp5pA

https://www.narutorpgakatsuki.net/t74225-fp-kagaya-ubayashiki#573000

Re: [História] — Blood Moon - Sex 12 Fev 2021 - 1:01

[História] — Blood Moon  0f409cc797bab03792e5b1b10c9a4cef

|| ARCO 1: "CRUELTY" ||
|| Parte 5: O Maquinário Vivo ||



A Busca de Akaza continuava. Observava com o cuidado o caminho por onde andava, pois não sabia quando poderia se esbarrar com seu nêmesis. Rangendo os dentes e notoriamente agoniado, estava acelerando os passos, pois já não mais aguentava andar infinitamente por aquele trem interminável. Com uma vontade vingativa indomável e um grande poder em suas mãos, o Quarto Kizuki estava apostando tudo neste único combate que ficaria marcado na história. Agora, destruía tudo que via pela frente. Apesar disso, percebeu que as janelas do trem não refletiam o lado de fora...Como se estivesse andando no mesmo vagão, vez após vez sem perceber. Suando, ele ainda insistia em avançar. Enquanto isso, Daki finalmente ativara seu Kekkijutsu, revelando qual a origem de seu poder. Na cabine do trem, seu corpo fundiu-se à composição e matéria do Infinity Train, transformando todo o maquinário em sua pele, carne, ossos. Efetivamente fazendo-o se tornar um trem vivo totalmente controlado pela sua vontade, as paredes começavam a manifestar carne e veias pulsantes, enquanto outras entidades deformadas surgiam da carne da Kizuki, que fazia de tudo para cercar o General Sutherland. Ela sabia que ele não poderia alcançar a cabine com facilidade e que muito possivelmente seria incapaz de descobrir seu poder e como derrotá-la, mas mesmo assim ela temia pelo poder devastador do Dragão do Norte. A carne corrompida da 8ª espalhava-se por todo o trem, efetivamente consumindo-o até o ponto em que conseguia manifestar membros e até mesmo invocar pequenos guardiões para atacar seus oponentes. O poder que havia em mãos era ilimitado, e mesmo que tivesse a capacidade de localizar Kyojuro, ainda sim teria de enfrentá-lo sozinho, uma vez que Akaza não poderia se comunicar com a mesma e deveria continuar sua busca. Então, uma pequena batida no trem chamara a atenção de ambos os Kizuki. Akaza percebeu que estava em um novo vagão, seguido por risadas.


— "Eu cuido de você depois, Akaza." — Ele dizia, ainda sorridente.
[História] — Blood Moon  6777c9f9e55044cd43fe5fdca6b97b2222e69fac


— "Huh?! Como isso pode ser possível?! KYOJURO, NÃO OUSE DAR AS COSTAS PARA MIM, SEU DESGRAÇADO!" — Akaza exclamara.

Apesar disso, as portas do vagão se fecharam e o Kizuki fora arremessado para centenas - Se não milhares de vagões para trás de sua localização atual. Além de tudo, o Dragão também tinha a capacidade de controlar sua própria posição no trem com apenas um toque de sua espada. Sem qualquer temor e com Akaza fora de seu caminho por um tempo, o espadachim das chamas conseguia perceber um grande amontoado de carne formando-se em sua frente. As paredes cobriram-se de veias e tecidos musculares, além de alguns ossos, e do chão, uma criatura humanoide de duas cabeças se fazia presente, com punhos espetados, conectado à carne da 8ª Kizuki. Mesmo desconhecendo a presença de seu verdadeiro inimigo, o general parecia completamente inabalável, sempre com um sorriso em seu rosto. Retirou a espada de sua bainha e sorriu, enquanto a nuvem de escuridão viva cercava-o por todas as direções e o ser em sua frente se preparava para o ataque. Posicionou-se para um ataque direto.

— "Respiração das Chamas, Primeira Forma: Sol Ardente!" — Exclamou.

Então, chamas cobriram sua espada e o Dragão do Norte avançou em uma velocidade sobre-humana, visualizando os movimento do adversário antes de atacá-lo. Quando observou o fio do corte, finalmente desferiu um ataque mortal contra o humanoide, decepando-o e enviando seu corpo aos ares. Ao olhar para trás, percebeu que o corpo da criatura fora arremessado ao ar, explodindo em chamas após ser degolado. As chamas se espalhavam para a carne da Kizuki, que as apagava com mãos criadas a partir de pontos específicos de seus ossos. Kyojuro sorriu novamente. Havia, em muito tempo, utilizado seu maior trunfo: A Respiração das Chamas, passada de pai para filho, era o que fazia o nome de sua família permanecer no alto escalão do exército Sutherland, possuidores de capacidades físicas, mentais e espirituais além de qualquer humano convencional.


[História] — Blood Moon  Main-qimg-e810920926dda36754594a2dda48ea5a


Após destruir seu primeiro oponente, chutou a porta do vagão, descobrindo que de uma parte para a outra, diversos ligamentos, tendões e artérias conectavam os vagões. Estava começando a desconfiar daquilo, e não demorou muito a perceber que o verdadeiro inimigo seria o próprio trem, apesar de não saber exatamente qual seria seu ponto fraco. Criaturas de carne e outras manipulações etéreas continuaram a atacar o general, que habilmente utilizava-se de seus conhecimentos sobre as espadas e sua respiração das chamas para limpar seu caminho, facilmente aniquilando quaisquer obstáculos que viessem a interferir com seu objetivo. Sempre com um sorriso em rosto, trocava golpes francos com as paredes vivas do trem, movendo sua espada em uma velocidade a qual nem mesmo os olhos da Kizuki conseguiam acompanhar. Cortes flamejantes para todos os lados, que fizeram o próprio teto do vagão partir-se em migalhas, derramando uma grande quantidade de sangue. Ryojuro segurou uma das mãos de carne criadas a partir dos restos do teto do vagão e com a outra sacou uma bomba portátil, enrolando-a com o membro de carne criado e jogando-o em direção a porta do vagão. Ao explodir, o general percebeu que os vagões adiante eram a mesma coisa. Paredes de carne se formavam, seres desumanos erguiam da carne e cada vez mais obstáculos entrariam em seu caminho.

— "Droga, é inútil. Não importa o quanto eu tente avançar ou quantos destes seres eu extermine, eles sempre irão retornar. Meu verdadeiro inimigo está tomando o controle deste maquinário e fazendo-a agir a sua própria vontade. A julgar pela formação de carne, eu julgaria que talvez ela tenha a habilidade de dar vida a objetos inanimados e que está escondida, controlando o trem a distância ou talvez até por aqui dentro...Pensar nessa situação está sendo complicado, mas ao menos os desafios não são muito dificultosos para mim. Se eu continuar seguindo, apenas vou perder tempo. Sendo assim...É melhor eu continuar a jornada pelo lado de fora! O controle sobre o trem desta forma será menor...E eu poderei atingir a cabine com mais facilidade. O inimigo deve estar lá. Mas se eu estiver errado, então ele deverá estar no último vagão do trem. Nesse caso..Terei que lidar com Akaza também. Hahahah!" — Dizia a si mesmo, com bastante entusiasmo.

Ryojuro então impulsionou-se com suas chamas e pulou pela fenda que formou-se ao teto do vagão, escapando do inferno vivo que era o Infinity Train. Suportando os poderosos ventos com certa facilidade e se movendo em alta velocidade em direção a cabine, percebia que havia algo a distância, mas não dera muita importância a primeira vista. Apêndices e outras criaturas formadas a partir de uma carne corrupta continuaram a surgir pelas laterais dos vagões e outras fendas, mas nenhum delas era capaz de parar ou atrasar o general Sutherland, que continuava focado e confiante, facilmente despojando-se daquelas irritações. A fumaça da cabine tornava-se cada vez mais evidente, e então, no primeiro vagão do maquinário, alguém se fazia ao teto, e não parecia Daki.

— "Então é você quem está controlando o trem, não é? Ha...Eu sinceramente esperava mais de você." — Ryojuro dizia.

Virando para o Dragão do Norte com um sorriso, quem se apresentava era um homem. Com apenas o Kanji de numeração "10" em seu olho direito, se apresentava com roupas bastante formais e falava de forma calma, como se tudo aquilo não passasse de uma brincadeira. Com bocas atrás de suas mãos e uma personalidade um tanto quanto estranha, levantara sua voz ao general, bastante tranquilo e falando de forma como se a vitória fosse garantida.

— "Ó, Deuses, abençoaram-me com a presença deste magnífico homem! Kyojuro, Dragão do Norte! Eu, Shinrei, aceito o convite do duelo. E sim, eu sou o responsável pelo controle de seu trem, mil perdões por violar sua propriedade...Mas era necessário. Agora, por favor, agracie-me com tua habilidade, Pilar das Chamas! Faça-me entretido enquanto pode, antes que entre em um sonho...Um sonho eterno de onde não mais poderá acordar!" —


[História] — Blood Moon  855e1e35bc0c7b4cd6a8ccdb14cb37ae87230642r1-540-304_hq


Observações:

- O Primeiro combate da saga, Kyojuro vs Daki & Shinrei!
- Fiquem ligados...Ele não é o que vocês pensam.

- Este Arco girará em torno do Quarto Kizuki, Akaza.
- Quinto Episódio da saga, espero que gostem desta enorme jornada que seguiremos a partir de agora!
By: Skywalker

_______________________

[História] — Blood Moon  45702fb5c853c82aa8b42f91bf4917c86d880225
"Eu quem sou o rei, e o resto que se ajoelhe!"

Ficha | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
-
Skywalker
Tokubetsu Jonin
Skywalker
Vilarejo Atual
Ícone : [História] — Blood Moon  PgOp5pA

https://www.narutorpgakatsuki.net/t74225-fp-kagaya-ubayashiki#573000

Re: [História] — Blood Moon - Sex 12 Fev 2021 - 23:21

[História] — Blood Moon  0f409cc797bab03792e5b1b10c9a4cef

|| ARCO 1: "CRUELTY" ||
|| Parte 6: O Devorador de Sonhos ||



O Desafio havia sido lançado, e não havia como Kyojuro tentar evitar ou simplesmente recusar tal enfrentamento. Muito pelo contrário, o general flamejante sentiu-se muito feliz em ter sido desafiado diretamente por alguém, algo que não lhe ocorrera há vários anos. Apesar disso, a cada segundo passado o trem se aproximava de seu limite, então ele não poderia simplesmente apreciar a luta da devida maneira, e começou a elevar seu chakra. O poder era tanto que sua energia espiritual transbordou de seu corpo em forma de leves chamas alaranjadas, que faziam seus cabelos voarem. Arregalando seus olhos e apontando sua espada de lâmina avermelhada contra o corpo de Shinrei, Kyojuro abriu um grande sorriso em sua face e respondeu ao suposto Kizuki, de maneira bastante cavalheira e respeitosa.

— "Que tenhas uma morte honrada, Shinrei! Eu, Kyojuro, aceito o seu desafio!" — Respondera, com entusiasmo enquanto o chakra explodia de seu corpo.

[História] — Blood Moon  Tenor


Após ouvir o Sutherland, Shinrei gargalhou por alguns instantes antes de retornar sua postura e baixou os braços, deixando sua guarda baixa. Também elevando seu próprio chakra, a energia do humanoide fluía de maneira muito mais agressiva, apesar de ser notoriamente menos intensa que a do Dragão. Ambas as auras de chakra colidiram-se e ambos os rivais avançaram um contra o outro, iniciando o combate. Com uma brisa invernal e ventos raivosos que lhes empurravam para trás combinado com a iluminação sangrenta da avermelhada lua que se encontrava aos céus, a lâmina da espada colidia com as mãos encobertas de chakra de Shinrei, criando pequenas ondas de impacto. Movendo seus braços em alta velocidade, o de olho enumerado permanecia sorridente e confiante, mesmo diante de uma das mais poderosas figuras de Ceres. Como duas crianças que não brincavam há décadas, Kyojuro mostrou seu melhor sorriso, enquanto Shinrei mostrara seu pior. Os golpes continuavam, até que enfim o general Sutherland decidiu por utilizar o trunfo da Respiração das Chamas. Canalizando o fogo ao redor de seu corpo e levando-o para o fio da lâmina, fazendo-a ser encoberta por chamas vivas e infernais. Após tal, mirou contra o corpo de seu adversário desumano e avançou, colocando a lâmina ao contrário enquanto corria em uma velocidade sobrenatural.


— "Respiração das Chamas, Terceira Forma: Valsa das Chamas!" —


Uma sequência de cortes ígneos então foram realizados, sendo que Shinrei conseguira defender-se ou desviar de grande parte dos mesmos. Mesmo assim, quatro ataques lhe atingiriam. Um deles na perna esquerda, outro no abdome, um no ombro direito e um leve corte na bochecha esquerda. O sangue do suposto Kizuki jorrava para o alto enquanto era imediatamente incinerado pelas chamas da espada lendária portada pelo general Sutherland. Imediatamente ambos pularam para trás, afastando-se um do outro. Kyojuro mantinha o semblante de calmaria e felicidade em seu rosto, enquanto Shinrei parecia sentir prazer naquele sofrimento...Aquela dor era tudo para ele. Gargalhando enquanto seu sangue era derramado por cima dos vagões do trem, pôs-se de joelhos. Após perceber que seu adversário estava sendo parcialmente curado pelos fios de carne demoníaca que manifestavam-se das fendas nos vagões, o Dragão do Norte manteve-se ainda mais cauteloso. Então, Shinrei levantou sua voz, desta vez em um tom completamente diferente de antes. Agora, ele gritava em euforia, como se dejasse por mais...Ele queria muito mais do que simples cortes.

— "VAMOS, KYOJURO! FAÇA-ME SANGRAR MAIS...NÃO É O SUFICIENTE! POR FAVOR, ME ABENÇOE COM TUA LÂMINA ÍGNEA, Ó PILAR DAS CHAMAS, DRAGÃO DA MUDANÇA...DEUS DO FOGO!" — Shinrei gritava, enquanto batia ambas as mãos fortemente no chão.

— "Sinto uma grande massa de chakra se formando. Neste caso, eu preciso acabar com tudo agora!" — Kyojuro pensou, canalizando sua energia.

Após isso, Shinrei abriu um sorriso sádico em seu rosto e lambeu o próprio sangue derramado, enquanto uma grande quantidade de fios sangrentos se manifestavam a partir de seu próprio sangue. O líquido vital de coloração avermelhada que jorrou do sangue do masoquista corrompeu-se e tornou uma extensão do poder do trem vivo, assim concedendo-lhe ainda mais vantagens ao combate. O sangue transformou-se em um amontoado de fios, que controlados mentalmente por Shinrei, foram lançados aos montes contra o Sutherland orgulhoso. A feição antes sorridente de Kyojuro transformou-se em algo semelhante a fúria, desta vez ele levaria o combate a sério, notoriamente reconhecendo a força de seu oponente e o perigo que tal ataque lhe oferecia. Os fios sangrentos, além de extremamente resistentes e detentores de um poder de corte surpreendentes, ainda causavam efeitos letárgicos ao atingido, fazendo-o ficar paralisado e entrar em coma poucos segundos após ser cortado, o que garante ao usuário da técnica uma vitória certa no mínimo corte que for aplicado em seu alvo. Kyojuro já havia estudado sobre estas técnicas, afinal, é uma das principais fontes de poder e habilidades de Daki, a Número 8. O Dragão do Norte então tomou uma postura firme e seu chakra fora suprimido, todo o poder focalizado na lâmina. Em sequência, vendo a aproximação dos fios, chamas eram expiradas de suas narinas e boca, em seguida inspiradas por mais uma vez para a realização de um ataque definitivo contra Shinrei.


— "Respiração das Chamas, Quinta Forma: Carruagem de Fogo!" —


Envolvendo-se em chamas por alguns poucos instantes antes da extensão de sua lâmina ser drasticamente aumentada por chamas ardentes e vivas, Kyojuro finalmente avançara em direção ao seu oponente, enquanto as centenas de pequenos fios sangrentos viajavam em altíssima velocidade, procurando atingí-lo de todas as formas possíveis. Para evitar ser acertado, então o general optou por uma saída arriscada, ainda que eficaz. Sua espada possuía um poder de corte superior ao que os fios conseguiam suportar com sua resistência aprimorada, e além de tudo, a grande quantidade de ataques realizados em um único instante por Kyojuro lhe transformava em uma verdadeira carruagem - Uma que avançaria até que um fim fosse colocado em sua vida. Quando um grande amontado de fios formou-se sobre sua cabeça, o general realizou um corte ascendente que criara a reflexão de uma enorme águia incandescente, então rodopiando em uma velocidade desumana para destruir por completo o corpo de seu adversário, com um semblante notoriamente enfurecido. Shinrei, no entanto, não parecia preocupado. Afastando-se cada vez mais na medida que podia, ele tentava ao máximo manter distância do imparável Dragão, que agora mais se assemelhava a um gigantesco kraken de chamas na visão do suposto membro dos Nove.


[História] — Blood Moon  D932df7f81cbfb6b3a3a2d86688fc626


A sequência de ataques perdurou por cerca de vinte segundos, quando enfim Kyojuro conseguira aproximar-se de maneira que seu próximo corte pudesse por um fim a vida de Shinrei. Imediatamente se pondo de joelhos para escapar de um ataque direto, o sadomasoquista arregalou os olhos e enviou um escudo de fios sangrentos, que fizeram com que o pilar das chamas fosse forçado a alterar a rota de seu ataque. Atacando diretamente um dos fios de cima para baixo, deu uma espécie de mortal frontal a partir do ataque, pulando por cima da proteção sangrenta-corrompia enquanto os fios espalhavam-se de maneira que visavam encobrir todo o corpo de Shinrei, que observava o pilar estar cada vez mais enfurecido, com sede de sangue e intenção assassina. O dragão das chamas havia revelado suas garras e dentes, e enfim todo o poder poderia ser libertado naquela inesquecível noite. Sem o conhecimento tanto da elite Sutherland como dos outros Kizuki, três das figuras mais poderosas do mundo se enfrentavam sobre um trem infinito.

— "Quanto poder...Quanta determinação...Este homem não é somente um pilar...Ele é uma daquelas coisas que eu chamaria de Deus. Oh...Por favor, me puna! Meus pecados já não mais podem ser perdoados, ó dragão! Faça-me pagar, envolva-me com tuas chamas e reduza meu corpo às cinzas...Faça-me sentir o calor do inferno mais uma vez, só assim poderei enfim sentir o verdadeiro prazer e sensação de se estar verdadeiramente feliz!" — Shinrei pensava consigo mesmo.


[História] — Blood Moon  8c380b8ba310e513738e4ffc8d03a30f


O combate continuava, e o céu parecia sangrar e a terra estremecer com o confronto das lendas. Os vagões rachavam-se e as florestas ao redor eram completamente incendiadas somente pelas labaredas criadas pela espada de Kyojuro, que agora apenas se importava com a eliminação de seu oponente. Próximos da cabine, aquele embate lendário parecia estar cada fez mais próximo de seu inevitável fim. Ambos os rivais pareciam felizes, enfim...Encontrando um oponente a sua altura. Apesar de tudo, nem tudo era um mar de rosas e felicidade, e o paredão corrompido criado por Shinrei para tentar se proteger dos ataques do Dragão foram em vão. Seus esforços agora completamente esmagados pelo poder do general, as chamas antes vivas e completamente ardentes se esvaíram e comprimiram-se para um fogo enevoado ao redor da lâmina do general, que agora encontrava-se tão próximo que até mesmo o próprio Shinrei poderia sentir o calor frio das falsas chamas que se criavam da lâmina lendária, tão próximas de seu pescoço.


— "
Respiração das Chamas, Segunda Forma: Espelho Carmesim!
" —
[História] — Blood Moon  Todas%2Bas%2BFormas%2Bda%2BDan%25C3%25A7a%2Bdo%2BDeus%2Bdo%2BFogo%2BOitava%2BForma

Com centímetros de distância de seu corpo, Shinrei conseguira tomar uma rápida ação antes da colisão da lâmina com sua carne. Sua roupa havia começado a desintegrar-se apenas com a proximidade com as chamas, mas antes que pudesse ser atingido, uma das bocas em suas mão gritou, fazendo com que Kyojuro levemente perdesse a concentração do golpe. Sem entender o que acontecia, o Dragão fora chutado em sua barriga pelo de olho enumerado, que saltava para trás, mirando a outra mão contra o general, que mais uma vez tentava avançar. Kyojuro lançou uma fina lâmina de chamas contra o masoquista, que habilmente conseguira esquivar-se ao mesmo tempo em que apoiava sua mão direita sobre o vão e mais uma vez tentava mirar a boca em sua mão esquerda contra o corpo do general, fazendo-a gritar. Kyojuro concentrou uma grande quantidade de chamas em suas mãos, mas fora em vão. Após a onda de choque atingí-lo, mais uma vez perdeu a concentração de sua respiração e começou a cambalear, quase caindo do trem. Com pensamentos confusos e poucas explicações, Shinrei aproveitaria-se daquela brecha.


— "Sonhe...Adormeça profundamente, Kyojuro!" — Dizia.

[História] — Blood Moon  2373aa361040b841da6ae97e529bb7bc


O Combate parecia estar longe de sua finalização, mas quem afinal poderia decidir seu destino se não os próprios combatentes. Demonstrando seus potenciais em um embate sobre um trem em movimento e destruindo paisagens apenas com suas presenças, o confronto destas lendas parecia ainda estar longe de seu fim. O que resta a Kyojuro fazer, após ser profundamente afetado pelo ataque espiritual de Shinrei?!


Observações:

- Continuação do combate!
- Fiquem ligados...Ele não é o que vocês pensam.

- Este Arco girará em torno do Quarto Kizuki, Akaza.
- Sexto Episódio da saga, cada vez mais próximos do clímax!
By: Skywalker

_______________________

[História] — Blood Moon  45702fb5c853c82aa8b42f91bf4917c86d880225
"Eu quem sou o rei, e o resto que se ajoelhe!"

Ficha | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
-
Skywalker
Tokubetsu Jonin
Skywalker
Vilarejo Atual
Ícone : [História] — Blood Moon  PgOp5pA

https://www.narutorpgakatsuki.net/t74225-fp-kagaya-ubayashiki#573000

Re: [História] — Blood Moon - Seg 15 Fev 2021 - 13:31

[História] — Blood Moon  0f409cc797bab03792e5b1b10c9a4cef

|| ARCO 1: "CRUELTY" ||
|| Parte 7: Pôr do Sol ||



O Pilar das Chamas, no entanto, não deu o braço a torcer. Mesmo quase tendo sido derrotado por conta das técnicas de Shinrei, ainda sim sua resistência mental era extremamente forte, não se deixaria levar de maneira tão fácil. Apesar disso, não mais sorria. O General cravou os pés no topo do vagão de forma que até mesmo Shinrei sentira a força que ali estava sendo exercida. Não demorando muito até recuperar sua consciência por completo, quando o fez Kyojuro avançou de imediato contra o sadomasoquista sorridente, que permanecia bastante confiante, como se tudo aquilo não passasse de um jogo.

— "Que lindo...Está tentando avançar, até o final? Mas que bela cor, Kyojuro! Mas é uma pena que você não possa vencer-me no combate..." — Shinrei dizia.

[História] — Blood Moon  D29e0f727679b9cf58620aac7ca2c7d73132cae2


Manipulando os fios de carne que continuavam a se manifestar das fendas nos vagões, o trem cada vez mais parecia estar sendo consumido pela podridão e corrupção demoníaca. O Sutherland flamejante tinha pouco tempo até que tudo aquilo fosse transformado no território ideal para a luta de demônios, ele não tinha mais tempo a perder e não poderia recuar de maneira alguma, se não a influência sombria que o Kizuki estava exercendo se espalharia a níveis irreversíveis, o que também causaria uma derrota certa para o Dragão. Em meio ao avanço, optou por cobrir toda a sua espada em chamas e simplesmente aguardar pela próxima ação de Shinrei. Na tentativa de enganá-lo, Kyojuro ameaçou lançar uma turbilhão de chamas através de sua espada, mas o movimento fora interrompido antes que as chamas deixassem a lâmina da espada. Sem perceber o verdadeiro propósito de tal golpe, Shinrei, ergueu um paredão de fios sangrentos que obscurecia sua visão do general e vice-versa. Apesar disso, era exatamente o que Kyojuro planejava fazer. Quando o de olho enumerado percebera que nenhum ataque veio em sua direção, desfez o muro que caía de pouco em pouco, mas foi de tempo suficiente para que o general pudesse usar mais um de seus trunfos.


"Respiração das Chamas, Quarta Forma: Passos Flamejantes!"


Chamas moldavam-se ao redor dos pés do general, aumentando drasticamente sua velocidade, fazendo com que seus movimentos fossem imperceptíveis a olhos humanos e extremamente dificultosos de serem acompanhados até mesmo por olhos de seres como os Nove Kizuki. Shinrei nem mesmo conseguira ter plena reação do que aconteceu naquele curtíssimo intervalo de tempo. Um chute poderoso nas costas seguido por um corte ao centro da coluna e um golpe com a guarda da espada no pescoço do mesmo, lhe fizeram ir ao chão imediatamente. Colidindo com violência no vagão, o tremor poderia ser sentido até mesmo por quem estava em outro vagão. Akaza ainda parecia estar bastante longe, então não poderia ajudar no combate graças a técnica de transportação do trem infinito. No entanto, a resistência física do outro também parecia ser bastante elevada, visto que permanecia consciente e até mesmo ria da situação, apreciando os golpes que Kyojuro havia lhe encaixado. Tossindo e respirando com certa dificuldade, fios negros de carne enfiavam-se no corpo do suposto Kizuki na tentativa de recuperar seus ferimentos, ao mesmo tempo em que dizia algumas coisas.

— "Ha...Eu não tinha percebido isso...Kyojuro, seu maldito..." — Dizia, enquanto sangue escorria de sua boca e um sorriso fazia-se bem aberto.

[História] — Blood Moon  67c67792978cb6aa7f41f2f1d8d5c994cc685dbe


Após o necessário ser recuperado, em questão de milissegundos Shinrei pulava de sua posição fragilizada, novamente impulsionando-se em combinação com fios negros que agora cobriam seus braços e começavam a também consumir boa parte de seu corpo. Kyojuro, no entanto, parecia inabalável. O semblante de fúria que se fazia no rosto do general combinado com as veias saltadas e os dentes a mostra demonstravam que ele definitivamente não aceitaria perder para alguém como Shinrei. Ambos então iniciaram uma última troca de golpes, onde ondas de impacto estremeceram os vagões. O chaminé da cabine fora completamente destruída apenas pela presença daquelas duas figuras, enquanto o teto dos vagões cada vez mais parecia se enfraquecer. O trem estaria completamente em pedaços se não fosse pelo reforço de fios negros e carne corrompida que ali se fazem presentes. Apesar disso, existe um final para tudo, e naquele combate não era diferente. Após perceber que a sequência de golpes do Kizuki parecia estar ficando mais lenta, Kyojuro aproveitou-se de uma brecha para conseguir um espaço e decepar o braço esquerdo de Shinrei, o que lhe garantiria algum tempo. Antes seu corpo se regenerasse, impulsionou-se no ombro do mesmo e girou no ar, concentrando toda a sua força em um único e decisivo golpe. Imediatamente, o de olho enumerado virou-se para tentar atacar com o braço restante, mas...Parecia não ter mais jeito.

— "Que merda! Se eu perder esse corpo, vou ter que depender do Akaza! Droga...Eu sabia que não deveria ter me fundido ao trem, esse cara é forte...E ele nem parece estar usando seu poder total! Mesmo o corpo de Shinrei sendo bastante forte e resistente, estando comigo há mais de dez anos...Kyojuro faz com que ele não passe de piada. Nem mesmo meus Kekkijutsus funcionaram contra as técnicas dele, isso é um absurdo! Merda, merda, merda!!!" — Daki pensava através do corpo de Shinrei


[História] — Blood Moon  F7a82837b1c582b82a7520c56e50b3b2


Revelando que Shinrei nada mais era do que uma manifestação de uma das personalidades de Daki, algumas explicações devem vir juntamente a isso: Após fundir-se com o trem, a Kizuki tornou-se completamente indefesa e suas capacidades de combate foram drasticamente reduzidas, apesar de ainda ter uma grande resistência e capacidade de formar o que quiser a partir do trem. Mas como Kyojuro percebera sua estratégia, então ela teve de recorrer ao seu maior trunfo, um corpo especializado em combate o qual tivesse metade de sua alma: Shinrei. Agora, chegando a seu inevitável fim, Daki nada poderá fazer além de rezar para que Akaza chegue o mais rápido possível. Ela pode até reverter a fusão...Mas seria a melhor escolha a se fazer? Enquanto isso, as chamas da lâmina de Kyojuro se fortificavam e dessa vez assumiam uma coloração completamente avermelhada. Gritando em fúria enquanto a espada se aproximava cada vez mais do pescoço do corpo-fantoche da Kizuki o qual se manifestara, enfim, a conclusão do combate.

— "Respiração das Chamas, Oitava Forma: Pôr do Sol." — Dizia, enquanto a cabeça de Shinrei era separada de seu corpo.


[História] — Blood Moon  Todas%2Bas%2BFormas%2Bda%2BDan%25C3%25A7a%2Bdo%2BDeus%2Bdo%2BFogo%2BNona%2BForma


Observações:

- Kyojuro derrotou o corpo-fantoche de Shinrei, o que deixou Daki indefesa. Akaza não parece estar muito próximo...
- Fiquem ligados!

- Este Arco girará em torno do Quarto Kizuki, Akaza.
- Sétimo Episódio da saga, cada vez mais próximos do clímax!
By: Skywalker

_______________________

[História] — Blood Moon  45702fb5c853c82aa8b42f91bf4917c86d880225
"Eu quem sou o rei, e o resto que se ajoelhe!"

Ficha | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
-
Skywalker
Tokubetsu Jonin
Skywalker
Vilarejo Atual
Ícone : [História] — Blood Moon  PgOp5pA

https://www.narutorpgakatsuki.net/t74225-fp-kagaya-ubayashiki#573000

Re: [História] — Blood Moon - Qui 18 Fev 2021 - 18:09

[História] — Blood Moon  0f409cc797bab03792e5b1b10c9a4cef

|| ARCO 1: "CRUELTY" ||
|| Parte 8: Ominous Nebula ||



A Cabeça do fantoche fora atirada pelas chamas que emanavam da lâmina avermelhada de Kyojuro para dezenas de metros de distância. Não demorou muito para que tanto o corpo quanto a cabeça rapidamente se desintegrassem em nada mais do que cinzas demoníacas. O trem perdeu velocidade e a resistência dos vagões caiu drasticamente, fazendo com que as paredes antes de carne tão dura quanto o aço se amolecessem, causando o colapso de diversas partes ao longo do Trem Infinito. O teto do vagão abaixo de Kyojuro rompeu-se e despedaçou, assim como parte do vagão se rachava. A perda daquele corpo especializado em combate fora tão penosa que quase obrigou o verdadeiro Kizuki por trás da fundição a retornar a sua forma original, por medo de acabar sendo destruído junto ao trem. Com resistências baixas e sem um corpo de combate a curtas-distâncias, Daki era completamente inútil. Apesar de seus Kekkijutsus serem extremamente poderosos, ela precisava de muito espaço para utilizá-los e o ambiente confinado do trem era algo surrealmente infernal para que ela conseguisse segurar um combate sério contra praticamente qualquer oponente. Sem opções, decidiu por retornar a sua forma "humana", para que assim pudesse escapar do local. A carne por todo o trem, os ossos, veias e dentre outras criações a partir dos poderes da 8ª Kizuki ruíram por completo e se desintegraram, assim revelando sua posição ao Dragão do Norte, que disparou em uma velocidade completamente superior a qual estava se mantendo na luta contra Shinrei. Deixando um rastro de chamas ardentes por onde passava, não demorou muito até que os pés do Pilar se encontrassem por dentro da cabine principal do trem, onde visualizou a mulher retornando sua perna direita a forma humana, quase completamente desfazendo sua fusão com o Trem Infinito. Ao visualizar a imagem de Kyojuro com a espada em mãos e feição furiosa, Daki entrou em desespero.

— "N-Não! Por favor, não faça isso! Eu imploro!!!" — Daki se jogava no chão após sua perna se reconstruir totalmente, ficando de costas a uma parede. — "Por favor, não tire minha vida! V-você pode fazer isso? Por favor...Eu só te peço isso!" — Os olhos da Kizuki encheram-se de lágrimas, ela estava verdadeiramente consumida por medo e desespero.


[História] — Blood Moon  Tumblr_pym4sq76bP1x6ma1qo6_500


A Aparência de Daki estava bem mais infantil. Com apenas um dos olhos enumerados por ainda estar recuperando suas energias após a perda de Shinrei, toda a sua fisiologia corporal havia regredido, como se tivesse voltado a ser no máximo uma adolescente. Havia perdido quantidades estrondosas de poder após a derrota para Kyojuro e não tinha quaisquer chances de suportar um único golpe sequer do Pilar das Chamas, ainda mais considerando que nem mesmo para regenerar ferimentos médios Daki possui energias. Qualquer coisa além do que já fez poderia causar o total colapso de seu corpo. A feição furiosa de Kyojuro desapareceu aos poucos, e retornou para sua comum expressão sorridente, apoiando o braço sobre uma das pernas agora ajoelhada, de frente para Daki.

— "Desculpe, eu não posso perdoar seus crimes, mas farei com que seja sua morte seja indolor. Você lutou bem, eu reconheço sua força. Mas...Para você, infelizmente este é o fim da linha. Se você estivesse lutando ao nosso lado contra estes demônios ao invés de se tornar um deles, com certeza seria muito bem-vinda entre nós. Mas eu não posso agir por você, e suas escolhas culminaram nisso. Perdoe-me, mas é assim que funciona." — Kyojuro suspirou antes de inflamar sua espada novamente, levantando-se.

Daki continuou a chorar, como uma criança que se perdera dos pais em uma caminhada. Quase gritando por ajuda mas não tendo a vontade de viver suficiente para fazê-lo, aos poucos as palavras ditas pelo Dragão faziam a mulher desistir de continuar avançando. Quando as lágrimas finalmente cessaram, não reagiu, e apenas fechou os olhos. Havia aceitado o seu destino, não havia saída, além de se entregar as mãos daquele que lhe fizera tanto mal no passado. Mas, mesmo assim, ele não estava errado. Daki lembrou-se de que seu pai havia assassinado um dos dois irmãos mais novos de Kyojuro quando o mesmo ainda era uma criança. O corpo esquartejado do irmão fora jogado na frente de sua família, e seu ódio pelos Glasglow a partir daquele dia não poderia mais ser contido. Sua família havia pagado o preço, e por ignorância e sede de vingança sem enxergar os motivos, Daki corrompeu-se por poder com um único objetivo de destruir Kyojuro. Mas, para seu próprio azar, apenas foi ter noção de suas escolhas nos momentos finais de sua vida. Abrindo um leve sorriso no rosto enquanto a temperatura de toda a sala aumentava, ela sabia que na próxima vida poderia fazer a coisa certa e viver pacificamente como uma pessoa comum, longe de guerras, longe de desgraça. Sua mente se tornava limpa, enquanto sentia a lâmina incandescente aproximar-se de seu pescoço. Seria uma morte indolor, limpa...Um único corte para um único abate. Porém, antes que aquilo pudesse ser concluído, uma enorme explosão se fizera no vagão de trás, o que fez com que Kyojuro se desequilibrasse.


— "OMINOUS NEBULA!" —


A explosão possuía cores similares ao roxo/lilás. Espalhando-se por todo o vagão e consumindo boa parte da estrutura principal do trem e ainda a cabine, os trilhos se desfiguraram e o enorme maquinário descarrilhou, mais uma vez se incandescendo com chamas roxas e engatando uma segunda sequência de explosões roxas, que não só destruiu o trem, como tudo ao seu redor. As florestas se desfaziam com as chamas misteriosas, os próprios céus antes avermelhados, agora parcialmente cobertos por nuvens instável que carregam consigo raios roxos, combinado com as cinzas incandescentes de mesma cor que choviam por todo o local. Aquela havia sido uma das técnicas de alguém que estava desaparecido há algum tempo: Akaza! Surgindo nos últimos instantes antes da desgraça acontecer, o mesmo conseguira resgatar Daki, que agora encontrava-se sem seu braço direito e com grandes ferimentos pelo corpo, afinal, as chamas criadas por Kyojuro também estavam lá. O Dragão, por outro lado, conseguiu evitar todos os danos após utilizar a primeira forma para romper a cabine do trem e atirar-se para fora, mais uma vez assumindo uma postura de combate. Daki estava quase inconsciente, havia perdido quantidades colossais de sangue e estava praticamente a beira da morte. Deixada  próxima de alguns escombros do trem para se recuperar, Akaza parecia estar bastante enfurecido e animado ao mesmo tempo. Estava furioso por Kyojuro ter ferido sua discípula e quase triar sua vida, mas animado por finalmente poder ter sua vingança. Saindo do esconderijo e exalando um chakra roxo ao redor de seu corpo enquanto as chamas criadas pelas explosões ainda eram emitidas no cadáver do Trem Infinito, Akaza assumia sua postura de luta, a cerca de vinte metros de Kyojuro.

— "Enfim, nos encontramos novamente, Dragão do Norte. Céus, você está mais alto do que eu, é incrível que tenha chegado a esse nível, mas para toda a história existe um fim, não é mesmo? Vamos acelerar isso, Kyojuro! Estou louco para poder fazê-lo engolir o seu próprio sangue! Venha...Use toda a sua força, e morra incinerado em suas próprias chamas!" — Akaza exclamava.


[História] — Blood Moon  05e3e27f18c3c1ce54645edf897ff0d92530de75


Gargalhando, o confiante Kizuki parecia estar declarando vitória mesmo a frente de um oponente tão poderoso que conseguira livrar-se da ameaça de Daki sem nem mesmo ter sido atingido uma única vez. Este, por sua vez, também abriu um grande sorriso em seu rosto e fincou a espada no chão. Colocando ambas as mãos sobre sua guarda e exalando seu chakra, uma quantidade monstruosa de chamas fora criada em um raio de seis metros a partir do Pilar das Chamas, demonstrando seu poder. As chamas alaranjadas colidiam com as chamas roxas, dando o indício de que aquele combate seria o fim...Ao menos para um deles.

— "Você me decepciona, Akaza. Mesmo depois de tudo aquilo, ainda se corrompeu...Mesmo com tristeza, é meu dever eliminá-lo aqui. Sendo ou não meu irmão mais velho, ainda sim isso não muda o fato de que você agora não passa de uma sombra do homem que um dia foi! É melhor estar preparado, eu não tenho intenção de recuar ou de conter meu poder, seu maldito!" — Kyojuro exclamou.


[História] — Blood Moon  Tumblr_pzokx6rm9P1r4jf9no3_540


O Encontro de duas lendas raras deste mundo, poderes quase desumanos colidindo-se. Apenas a tensão do local seria capaz de fazer um homem adulto desmaiar, apenas a pressão exercida pela força do chakra daqueles dois seria mais do que o suficiente para esmagar por completo armaduras de aço reforçadas e subjugar esquadrões sem dificuldades. Como dois deuses em um mundo subevoluído de homens ignorantes, aquelas duas forças da natureza se preparavam para um combate final, ainda que indesejado. A Luz contra a Escuridão, por mais que não tenha como definir quem representa o que neste combate. Estariam os Kizukis errados, ou seriam os Sutherland os vilões da história? Com muitas perguntas e poucas respostas, ainda sim as batalhas continuariam. Daki lentamente abria seus olhos...Mas o destino de todos ali permanecia incerto.


Observações:

-  Dando Início ao combate final da primeira Saga: Akaza vs Kyojuro!
- Fiquem ligados!

- Reta final do primeiro arco.

- Este Arco girará em torno do Quarto Kizuki, Akaza.
- Oitavo Episódio da Saga! Estamos na reta final, com o último combate!
By: Skywalker

_______________________

[História] — Blood Moon  45702fb5c853c82aa8b42f91bf4917c86d880225
"Eu quem sou o rei, e o resto que se ajoelhe!"

Ficha | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
-

Última edição por Skywalker em Dom 21 Fev 2021 - 19:11, editado 1 vez(es)
Skywalker
Tokubetsu Jonin
Skywalker
Vilarejo Atual
Ícone : [História] — Blood Moon  PgOp5pA

https://www.narutorpgakatsuki.net/t74225-fp-kagaya-ubayashiki#573000

Re: [História] — Blood Moon - Dom 21 Fev 2021 - 19:07

[História] — Blood Moon  0f409cc797bab03792e5b1b10c9a4cef

|| ARCO 1: "CRUELTY" ||
|| Parte 9: Light and Darkness ||



A Tensão construída ao redor do combate entre mentes enquanto ambas as figuras lendárias se encaravam antes da investida que decidiria tudo era tão intensa que até mesmo os pássaros que por ali voavam se afastavam do local, com medo do que poderia acontecer. O vento agora já não mais batia como antes, tudo parecia estar silencioso. Fechando seus punhos e os endurecendo com seu próprio chakra, Akaza afiava seus olhares e fazia com que as veias ao redor de seus braços e rosto se tornassem bastante proeminentes, enquanto as mãos de Kyojuro agora empunhavam sua longa espada como se fossem de aço. Então, em um determinado momento, o Dragão do Norte deu algumas risadas e levantou sua voz.

— "E pensar que eu chegaria ao ponto de matar meu próprio irmão...Que irônico. Eu sempre me inspirei em você e lhe admirei como se fosse um símbolo, e agora nada mais consigo enxergar do que um demônio sem alma cego por seus próprios anseios obscuros. Akaza já morreu há muito tempo,  você nada mais é do que uma casca vazia que devo expurgar deste mundo." — O Pilar dizia, fazendo com que as chamas antes abrangentes por todo o cenário se concentrassem ao seu redor.

Akaza ouviu aquelas palavras e aguardou alguns instantes antes de respondê-la, demonstrando uma expressão ainda bastante sorridente e confiante. Após seu irmão completar seu comentário, o Kizuki começou a canalizar chakra nas suas mãos e pés, como se tivesse a intenção de transformá-los em algo. Ao término da canalização, Akaza fitou os olhares no rosto de Kyojuro.

— "Então é isso? Que bom que assim me vê, pois poderei matá-lo sem remorso algum!" — Disse o Kizuki.

Então, a estranha concentração de chakra que se fez antes de sua fala finalmente fora revelada. Cravando os pés no chão de maneira tão firme que lhe afundou, o artista marcial dos Kizuki criou uma espécie de símbolo feito inteiramente de chakra em um perímetro de quatro metros de raio tendo ele como centro. Kyojuro impressionou-se com aquilo, e sabia muito bem que adentrar neste perímetro seria jogar o jogo de Akaza. Mesmo assim, não havia outra opção a não ser encurtar a distância entre os dois para que aquela noite infernal chegasse ao fim.


— "Kekkijutsu: Compasso da Destruição!" —

[História] — Blood Moon  Tenor


Após Akaza terminar os preparativos com sua mais nova e poderosa técnica de combate, permaneceu com guarda alta, aguardando o avanço de seu irmão. Sem hesitação para iniciar o embate predestinado entre irmãos, Kyojuro avançara com toda sua velocidade e força na direção do Kizuki, oficialmente dando início a trocação de golpes. Punhos contra uma lâmina flamejante. A velocidade do combate e a força dos golpes trocados entre eles era tanta que fazia com que as árvores ao redor tivessem suas folhas arrancadas somente pela pressão. Por alguns bons segundos, tanto Akaza como Kyojuro não conseguiram encostar um no outro. A habilidade de combate dos mesmos era extrema, impossível definir quem poderia sair vencedor. De um lado um artista marcial demoníaco, dos nove kizuki e agora detentor de um sangue especial que reforça suas capacidades físicas e habilidades, já do outro um super-humano utilizador da lendária Respiração das Chamas, com poder capaz de superar até mesmo seres divinos, como provou ao derrotar um Otsutsuki por conta própria com relativa facilidade em uma invasão extraterreste que acontecera no segmento Leste de Ceres há diversos anos atrás. A espada coberta em chamas desintegrava as plantas ao redor, e os golpes certeiros de Akaza forçavam Kyojuro a se afastar, destruindo o solo por debaixo dos mesmos. Após conseguir refletir um dos golpes do irmão, o Pilar das Chamas aproveitou a brecha criada para fazer com que sua espada se incandescesse com a concentração do fogo, enfim utilizando de uma das formas de seu maior trunfo.


— "Respiração das Chamas, Primeira Forma: Sol Ardente!" —
[História] — Blood Moon  56dfd77ce1bb6c2b97543f45310293c2a69f8a05


Ao invés de utilizar-se de um avanço em alta velocidade para decepar seu inimigo, Kyojuro utilizou uma variante da forma e lançou uma enorme onda de fogo na diagonal contra o peito de Akaza, que facilmente desviara da técnica flamejante. Com um sorriso aberto no rosto, o Kizuki nem mesmo pareceu intimidar-se ou se surpreender com o poder de seu irmão, que fora capaz de gerar uma explosão de chamas a distância, incinerando diversas árvores de uma só vez em meio a floresta e levantando um incêndio concentrado. A terra tremeu com tamanho poder, mas não era hora de recuar. A troca de golpes continuou e ambos não disseram uma única palavra desde então, apenas focando-se no combate como verdadeiras bestas descontroladas. Deram um pulo para trás antes de utilizarem de técnicas por mais uma vez. Akaza e Kyojuro ressoavam um com o outro, e utilizavam de suas habilidades ao mesmo tempo , causando grande destruição em tudo ao redor dos mesmos.


— "Respiração das Chamas, Décima Forma: Dança da Morte!" —
— "Compasso da Destruição, Liberar: Indigo Shockwave!" —


[História] — Blood Moon  2df447f16be0bada1e2db05bd85fe3e86905da2d


Eram ataques de níveis de poder insanos. Tão poderosos que nem mesmo a carcaça do trem infinito resistiu. Mesmo a mais de vinte metros de distância dos mesmos, o gigantesco trem de aço fora arremessado aos ares apenas pela impulsão dos ataques daqueles dois, árvores foram arrancadas da terra e o terreno ao redor tornava-se nada além de uma cratera. Daki conseguira reunir algumas forças para resistir e criar uma barreira de fios sangrentos para proteger-se das ondas de impacto geradas por cada um daqueles golpes infernais, que pareciam estar mudando toda a geografia local. Após a sequência de golpes dar origem a um enorme inferno de chamas, Kyojuro concentrou todas as chamas em um único e decisivo golpe, assim como também fez Akaza com sua energia espiritual. O choque de ambas as técnicas arremessou-os para direções contrárias e fez com que uma gigantesca explosão se originasse no local, desfazendo as nuvens no céu e criando um turbilhão de energia que logo se dissiparia. Levantando árvores ao céu e fazendo chover destruição em um raio de dezenas de metros todos finalmente entendiam o motivo daqueles homens serem considerados "Deuses em um mundo de homens ignorantes". Eram verdadeiros divinos, muito além do que qualquer humano poderia alcançar em centenas de anos. Ambos levantaram-se. Akaza com seu fator regenerativo fora capaz de recuperar-se dos ferimentos facilmente, enquanto Kyojuro utilizou-se de uma de suas formas para proteger-se do impacto. Ambos pararam cerca de vinte metros de distância um do outro, apenas se encarando.

— "Você..." — Akaza dizia.


— "Respiração das Chamas, Nona Forma: Dragão Solar!" —


Antes que Akaza pudesse terminar sua frase para o Pilar das Chamas, o mesmo fizera questão de concentrar uma quantidade colossal de energia ao redor de todo o seu corpo - Principalmente na Lâmina - Para mais uma vez avançar contra seu irmão. Enquanto ele estivesse de pé, Kyojuro não pararia de atacar. Existiam pessoas dependendo dele, era um símbolo da esperança Sutherland...Como uma fênix, ele deveria ser uma chama que nunca se apagaria, e neste momento, estava lutando contra a própria escuridão. Abrindo um sorriso de orelha a orelha e fechando os punhos para ir direto contra a técnica de chamas do general Sutherland que criara a imagem de um dragão flamejante a partir do chakra ao redor de sua espada e corpo, Akaza parecia muito mais animado do que antes. O combate se iniciaria ali, afinal. Luz vs Escuridão: Um combate predestinado entre irmãos.


— "VOCÊ REALMENTE DEVERIA SE TORNAR UM DEMÔNIO, KYOJURO!!!" —

[História] — Blood Moon  4cca334002b26e3a6d7ec4afb53eea1f4c386225


Observações:

-  Dando Início ao combate final da primeira Saga: Akaza vs Kyojuro!
- Fiquem ligados!

- Reta final do primeiro arco.

- Este Arco girará em torno do Quarto Kizuki, Akaza.
- Nono Episódio da Saga! Estamos na reta final, com o último combate!
By: Skywalker

_______________________

[História] — Blood Moon  45702fb5c853c82aa8b42f91bf4917c86d880225
"Eu quem sou o rei, e o resto que se ajoelhe!"

Ficha | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
-
Skywalker
Tokubetsu Jonin
Skywalker
Vilarejo Atual
Ícone : [História] — Blood Moon  PgOp5pA

https://www.narutorpgakatsuki.net/t74225-fp-kagaya-ubayashiki#573000

Re: [História] — Blood Moon - Qui 25 Fev 2021 - 21:54

[História] — Blood Moon  0f409cc797bab03792e5b1b10c9a4cef

|| ARCO 1: "CRUELTY" ||
|| Parte 10: Julgamento ||



Akaza estava superconfiante de sua vitória, apesar dos poderes de Kyojuro estarem equivalentes ou até mesmo superiores ao do Kizuki. Apesar de ter sido um movimento arriscado, o de olhos enumerados optou por criar uma onda de choque ao colidir seus próprios braços, atrasando um pouco o impacto do dragão solar criado pelo Pilar das Chamas e assim dando um passo longo para a direita, esquivando-se a partir de um giro. Mesmo assim, não fora suficiente. Movendo a guarda da espada de maneira hábil e demonstrando seu domínio sobre as artes do fogo, Rengoku conseguira acompanhar a movimentação de seu irmão, usando a espada como uma lança e arremessando o dragão frontalmente contra o abdome do demônio, acertando-o em cheio. Uma explosão de chamas se fez no local e Akaza fora arremessado aos ares, enquanto grandes porções de seu corpo eram reduzidas a cinzas. Mesmo com tamanho dano sofrido, o sangue demoníaco que corre em suas veias fora capaz de regenerar suas queimaduras e ferimentos graves com relativa facilidade, por mais que a expressão do Kizuki demonstrasse raiva e desespero ao mesmo tempo. Mesmo assim, não demorou muito para que o medo se transformasse em felicidade por mais uma vez. Fechando os punhos e ainda utilizando-se do seu estilo de luta e das técnicas de impacto devastadoras, concentrou uma grande parcela de energia em seu punho esquerdo, impulsionando-se do ar em direção ao Dragão. O avanço fora como um blitz de tão rápido, mas mesmo assim Kyojuro fora capaz de defender-se sem levar quaisquer danos da devastadora técnica de Akaza, que ainda continha um sorriso no rosto, ao contrário do irmão, que demonstrava bastante raiva em uma expressão séria e sem emoções. O impacto das chamas com o punho de Akaza fora suficiente para fazer o chão tremer e as árvores chamuscadas ao redor transformarem-se em cinzas.

— "O que há com você, Kyojuro?! Por acaso isso é tudo o que você tem a me oferecer?!" — Akaza o provocava.


[História] — Blood Moon  C7fed555de3afc69d4c93d78defde94bece1a2ab


O Pilar permaneceu em silêncio e apenas realizou um selo com a mão livre, enviando uma poderosa onda de chamas que arremessara Akaza para longe. Concentrando energia em seus pés, o Kizuki aterrissou estremecendo tudo ao seu redor, levantando rochas ao ar e expelindo uma enorme quantidade de chakra de seu corpo, que literalmente desintegrava tudo o que era matéria dentro de seu alcance de três metros. Rochas, terra, madeira...Tudo era reduzido a nada na presença daquele poder. Mas Kyojuro permanecia inabalável e colocara sua lâmina ao contrário, estendendo o braço esquerdo e preparando-se para avançar por mais uma vez. Akaza apenas aguardou o ataque de seu irmão, como se estivesse confiante da vitória do embate desta vez. As veias em seu corpo se dilataram e saltaram, os punhos exerciam tanta pressão enquanto fechados que poderiam esmagar até mesmo um diamante, e sua própria presença e aura de chakra eram capazes de fazer um homem adulto e bem treinado desmaiar ou até mesmo morrer apenas por sua presença monstruosa. Gargalhou enquanto o Pilar das Chamas respondia o poder de Akaza a altura, elevando seu chakra e arregalando os olhos, então preparando-se para avançar.


— "Respiração das Chamas, Terceira Forma: Carruagem de Fogo!" —


E então, com velocidade e fúria, avançou. Deixou um rastro de chamas que consumiu tudo ao seu redor e sua aparência enquanto em velocidade máxima era similar a de um meteoro cadente, envolvido em chamas completamente avermelhadas. O primeiro impacto contra Akaza forçou o Kizuki para trás, levando ambos para mais de trinta metros adentro na floresta, destruindo tudo ao redor por onde passavam. Após pararem, trocaram golpes diversos e os golpes de Akaza agora pareciam estar mais rápidos, pesados e precisos. Kyojuro mal conseguia manter sua postura após defender um golpe simples advindo de seu irmão, percebendo que o mesmo estava liberando seu verdadeiro poder agora. Mesmo assim, elevou seu chakra por mais uma vez e iniciou uma barragem de golpes flamejantes com a terceira forma, elevando e muito sua velocidade. Por alguns instantes, obteve vantagem sobre o demônio, decepando seu braço direito e forçando-o a recuar. Akaza, no entanto, fora capaz de girar em seu próprio eixo enquanto se esquivava de um dos ataques, contra-atacando com um poderoso chute em direção a face do Dragão do Norte. Defendendo-se rapidamente, Kyojuro fora capaz de bloquear o golpe, mas mesmo assim a onda de choque fora forte o suficiente para arremessá-lo contra uma grande rocha, causando danos ao pilar.


[História] — Blood Moon  261d0f0b0e9ecf2fc477d9dcd88d51d10b87d018


Então, com apenas um braço, Akaza avançou como uma besta, na tentativa de golpear seu irmão por mais uma vez. Mesmo ferido, Kyojuro fora capaz de evitar o golpe que estraçalhou a gigantesca rocha como se fosse nada, continuando o combate. Os socos, chutes, espadas e impactos perduraram por bastante tempo. Daki ainda permanecia bastante fraca, ainda que agora sendo capaz de levantar-se sem gastar muitas energias. Havia regenerado a maior parte de seus ferimentos mas ainda mal conseguia utilizar suas técnicas mais comuns. Sem muito o que fazer, permaneceu estirada no chão, aguardando o retorno de seu mestre, ainda chorando. Porém, o jogo virou. Akaza fora bastante precipitado em tentar avançar lateralmente contra seu irmão, que em um movimento único com a espada envolvida em chamas infernais partiu seu braço direito ao meio, ao mesmo tempo em que lançava uma segunda barragem de ataques. Akaza fora capaz de desviar de alguns, ainda que toda a lateral esquerda de seu rosto tenha se tornado nada além de cinzas. Com um golpe final devastador, Kyojuro enterrou sua espada no ombro esquerdo de Akaza, atravessando metade de seu corpo até o ponto de partir seu coração em duas metades irregulares. O sangue jorrava para todos os lados, e o Kizuki mal conseguia ter reação. Enquanto isso, o Pilar permanecia sério e bastante calmo, pulando para trás enquanto o demônio se regenerava dos ferimentos. Quase totalmente subjugado pelo poder avassalador do Dragão, o mais velho sucumbiu ao ódio. Aquilo era inadmissível, e combinado com o desespero de ser derrotado, Akaza gritou.

— "S-SEU MALDITO! EU VOU MANDAR VOCÊ PARA O MESMO LUGAR QUE MANDEI O SHIUCHI, SEU DESGRAÇADO! ESPERE POR MIM, KYOJURO!!!" — Akaza exclamara.


[História] — Blood Moon  Latest?cb=20210101111221


Por alguns instantes tudo permaneceu em silêncio. Akaza se regenerava totalmente dos ferimentos causados pelo seu irmão, enquanto o mais novo paralisava. Arregalando os olhos e mal conseguindo ter uma resposta para o que o demônio acabara de dizer, Akaza apenas conseguia sentir uma enorme quantidade de energia sendo libertada aos poucos do corpo do pilar flamejante, que parecia não acreditar no que ouvia.

— "Shuichi....? O que você quer dizer com isso, Akaza? Ele morreu quando eu ainda era uma criança...O que diabos..." — Kyojuro dizia, com voz trêmula.

Naquele momento, o Kizuki percebera o que havia feito. Gotas de suor começaram a escorrer de seu rosto como nunca antes, ele sabia que havia tocado uma ferida e que agora seria julgado pelos seus erros. Afastou-se repentinamente de Kyojuro, para cerca de trinta metros do mesmo. Enquanto uma enorme energia de fogo era exalada. O chakra flamejante parecia não afetar nada fisicamente, era algo que apenas podia ser sentido, e não visto. Mesmo assim, havia revelado algo que jamais deveria ter sido trago a tona novamente...Um erro que poderia custar não só sua vida, como talvez a de Daki ou de muitos outros Glasglow resistentes. Ele tinha conhecimento do poder oculto do irmão, e mesmo tendo evitá-lo por todo este tempo, seu desespero culminou na libertação do poder de Kyojuro, agora estando em potencial máximo. Rangeu os dentes e fechou os punhos, pois sabia o que estava por vir. Sem hesitar, concentrou o chakra em suas mãos e socou o ar, enviando ondas de vento cortantes contra o corpo do Pilar de Fogo, na tentativa de contê-lo antes que fosse tarde demais.


Observações:

-  Faltam poucos capítulos até chegarmos ao fim! Última porção do combate entre Akaza e Kyojuro!
- Fiquem ligados!

- Reta final do primeiro arco.

- Este Arco girará em torno do Quarto Kizuki, Akaza.
- Décimo Episódio da Saga! Estamos na reta final, com o último combate!
By: Skywalker

_______________________

[História] — Blood Moon  45702fb5c853c82aa8b42f91bf4917c86d880225
"Eu quem sou o rei, e o resto que se ajoelhe!"

Ficha | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
-
Skywalker
Tokubetsu Jonin
Skywalker
Vilarejo Atual
Ícone : [História] — Blood Moon  PgOp5pA

https://www.narutorpgakatsuki.net/t74225-fp-kagaya-ubayashiki#573000

Re: [História] — Blood Moon - Qua 3 Mar 2021 - 23:53

[História] — Blood Moon  0f409cc797bab03792e5b1b10c9a4cef

|| ARCO 1: "CRUELTY" ||
|| Parte 11: Requiem Aeternam ||



Os ventos perfuraram alguns pontos do corpo do Pilar, mas o mais notório dos ferimentos foi a completa destruição de seu olho esquerdo, que agora estava fechado e coberto por sangue. Mesmo assim, Kyojuro permanecia calmo e mal havia reagido aos impactos gerados pelas ondas do Kizuki, que observava seu irmão com um semblante de desacreditado. Sem nem mesmo defender-se ou realizar qualquer ação, o dragão havia sido capaz de suportar os ataques de ar comprido de Akaza com certa facilidade. As ondas que passaram direto literalmente desfiguraram o solo e abriram crateras, seguidas por uma grande explosão de impacto que arremessou diversas árvores ao ar. Resistindo a um golpe com  tanto poder sem nem mesmo mover um único músculo apenas provava a força de um dos pilares da força Sutherland. O local nos arredores havia se transformado em nada mais do que um campo de guerrilha completamente destruído, onde nada restara além de morte e desespero. Após alguns instantes desde o choque, Kyojuro finalmente se agarrara a sua espada por mais uma vez e assumira postura de batalha, com sua mente finalmente clareada.

— "No final das contas, eu descobri a verdade. Não era o que eu queria, mas foi o que aconteceu. Mesmo assim, não irei questionar seus motivos, irmão. Você ainda é meu irmãozinho teimoso, no fim das contas, não é mesmo? Impossível mudar o que já fora feito...E por conta disso, eu lhe perdoo, Akaza. Porém, não posso afastar-me de ti agora. Pelos seus crimes como Kizuki e contra a família Zodiac, você será julgado." — Disse o Pilar, levemente sorrindo.


[História] — Blood Moon  3f9b27eba04c41e042e8ec5196ef0946


Akaza não podia acreditar nas palavras que ouvia. Mesmo após os incontáveis crimes e atrocidades que cometera ao longo de sua vida tanto como um membro dos Zodiac e dos Kizuki, seu irmão ainda lhe perdoara por tudo. Aquelas palavras o fizeram ficar enfurecido, não aceitaria de forma alguma ser perdoado pelo seu próprio nêmesis, era um absurdo e uma grande desonra para seu próprio código como um guerreiro. Sem hesitar, também assumiu sua postura de combate e ao invés de responder ao seu irmão, manteve o silêncio e libertou todos os selos do Compasso da Destruição, expandindo seu chakra com tanta força que até mesmo as nuvens no céu desapareciam ao sentir a pressão. Tudo se tornava turvo e o solo se transformava em nada mais do que cinzas. Tremores, rochedos completamente destruídos e uma força movida pelo ódio que aparentava não ter fim, apenas a presença de Akaza seria capaz de desintegrar um bairro inteiro sem o mínimo esforço. Apesar da força de outro mundo que possuía, Kyojuro não sentiu-se intimidado pela presença monstruosa do Kuziki e libertou uma onda de fogo formada a partir de seu chakra que fora tão poderosa que chegou a até mesmo transformar em cinzas grande parte do corpo de Akaza, que rapidamente regenerou-se. Mesmo assim, parecia assustado, mas não recuou. Ambos se encaravam, preparando para um último confronto. O Punho cerrado de aço - O Último selo do Compasso, o golpe mais forte de Akaza. Do outro, a técnica proibida dos Zodiac, que foi capaz de exterminar mais de dez Otsutsuki de uma só vez sem que seus inimigos tivessem a chance de nem mesmo reagir. O Soco que foi capaz de  de decepar a Kurama, contra a lâmina que partiu uma série de montanhas ao meio tão fácil quanto o mais poderoso dos Susano'o. Poder imensurável, se encontrando.

— "Adeus, meu irmão!" — Kyojuro exclamava.

Akaza continuava com sua expressão de incerteza e percebeu o avanço repentino do Dragão do Norte, que concentrou as chamas mais poderosas de sua vida ao redor de seu corpo e lâmina, preparando-se para um último ataque devastador. Quando o oceano de chamas encobriu Akaza e o mesmo percebera a proximidade que estava de seu irmão, concentrou toda a sua força vital e poder no punho direito e socou diretamente contra a lâmina ardente de Kyojuro, enquanto ambos gritavam o nome da técnica suprema.


— "REQUIEM AETERNAM!" —
— "AETERNAM REQUIEM!" —

[História] — Blood Moon  Tenor


Em seguida, uma gigantesca explosão de chamas e ondas de choque engoliu uma área de cerca de três quilômetros, literalmente reduzindo tudo a cinzas que estava em seu caminho. Vegetação, construções humanas, vidas...Tudo que existia, fora reduzido ao pó ou até menos que isso. Uma gigantesca nuvem de fumaça negra se fez após a explosão dar-se fim, espalhando-se para mais de vinte quilômetros, fazendo com que praticamente toda a região pudesse ver. Em um raio de trinte quilômetros, todos puderam sentir um terremoto de tamanha magnitude que partiu a terra. Por sorte, Daki havia conseguido juntar suas últimas formas para conjurar  um portal de sangue corrompido ao seu redor, fazendo com que parte das chamas fossem teleportadas para o vazio absoluto, enquanto a mesma era protegida. Mesmo assim, lágrimas incessantes caíam de seus olhos. A noite, tão rápido havia se passado. Quando a tempestade de poeira negra passou, o silêncio ecoou por todo o local. Daki levantou-se e olhou aos arredores, percebendo que pouco faltava para o amanhecer. Os primeiros raios amarelados já podiam ser vistos além das montanhas no horizonte...Mas nenhum sinal daqueles dois. Procurando, demorou algum tempo até enfim encontrar a resposta...E definitivamente, era uma imagem que ela jamais esqueceria.


Observações:

-  Faltam poucos capítulos até chegarmos ao fim! Última porção do combate entre Akaza e Kyojuro!
- Fiquem ligados!

- Reta final do primeiro arco.

- Este Arco girará em torno do Quarto Kizuki, Akaza.
- Décimo Episódio da Saga! Estamos na reta final, com o último combate!
By: Skywalker

_______________________

[História] — Blood Moon  45702fb5c853c82aa8b42f91bf4917c86d880225
"Eu quem sou o rei, e o resto que se ajoelhe!"

Ficha | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
-
Skywalker
Tokubetsu Jonin
Skywalker
Vilarejo Atual
Ícone : [História] — Blood Moon  PgOp5pA

https://www.narutorpgakatsuki.net/t74225-fp-kagaya-ubayashiki#573000

Re: [História] — Blood Moon - Qua 10 Mar 2021 - 21:58

[História] — Blood Moon  0f409cc797bab03792e5b1b10c9a4cef

|| ARCO 1: "CRUELTY" ||
|| Parte 12: A Última Chama ||



O Sol raiava ao fundo, os raios de luzes atravessavam os céus e as nuvens de fumaça se dissipavam conforme o astro-rei marcava sua presença diante as terras agora marcadas pela devastação e sangue. Daki corria incessantemente, mas caiu de joelhos ao visualizar a cena. A Espada de Kyojuro havia finalmente perfurado o crânio de Akaza, o qual boa parte do corpo havia sido totalmente consumida pelas chamas, agora nada mais restando do que um esqueleto - A sombra do que um dia fora o Kizuki. Suas capacidades regenerativas estavam baixas e o raiar do sol apenas lhe enfraquecia ainda mais, porém tinha uma última carta na manga. Chutando a canela do Dragão e forçando-o a recuar para alguns metros de distância enquanto retirava a espada da cabeça do demônio, o 4º dos 9 Kizuki aproveitou esta pequena brecha para avançar contra seu irmão por uma última vez, que respondera ao levantar sua espada, envolta de chamas infernais. Um último choque de poderes entre os dois - Que terminara de uma forma brutal, ainda que simbólica. Por ainda ser superior a um humano, Akaza pôde adquirir uma grande vantagem de velocidade em relação à Fênix dos Sutherland, com um único golpe final atravessando seu abdome. Vértebras voavam, o sangue jorrava e Kyojuro permanecera completamente paralisado diante o golpe devastador e mortal de seu nêmesis.

— "Ha..Ha.....O que me diz agora...Kyojuro?" — Dizia Akaza.


[História] — Blood Moon  Demonio-slayer-rengoku-vs-akaza-papel-de-parede-1400x1050-51913_21


O Kizuki estava bastante contente com o desfecho da batalha, mas ainda sim permanecia tão fraco quanto o próprio Kyojuro. Seu sangramento não cessava e as enormes feridas e mutilações brutais em seu corpo não se regeneravam. As tatuagens em seu corpo tornavam-se cada vez menos visíveis e os olhos antes tão amarelos quanto o próprio sol começaram a se tornar negros, indicando uma possível perda de seus poderes demoníacos. Porém, ainda que completamente devastado pela luta contra o Dragão, ele ainda procurava um motivo para sorrir. Sua vingança havia sido concluída, mas a que preço, afinal de contas? Seria verdadeiramente necessário cometer tantas desgraças apenas para cumprir um objetivo egoísta como estes? Daki parecia abrir um leve sorriso em seu rosto, mas sua força se comparava a do próprio Akaza no atual momento - Completamente esgotada. Porém, após ficar cerca de trinta segundos com seu punho por dentro do corpo de seu irmão, Akaza transformou seu sorriso em uma face de tristeza - Quase beirando o desespero. Ele sabia que por mais que houvesse cumprido aquilo que prometeu, perderia a única pessoa que verdadeiramente valorizou-o e o acompanhou em cada momento de sua vida: Seu único amigo e figura a qual podia se inspirar, agora sendo reduzida a cinzas pelas suas próprias mãos. O remorso era enorme e a culpa que caía sobre ele fazia-o sentir-se completamente enojado de sua própria existência, mas deveria continuar seguindo em frente, mesmo que carregando este pesado fardo. Porém, antes que pudesse retirar seu punho do interior do outro, Kyojuro repentinamente agarra o braço de Akaza e com sua mão livre, cravou a lâmina avermelhada no pescoço do irmão, forçando-a para decepar sua cabeça. Akaza demonstrou surpresa em seu rosto e parecia entrar em desespero.

— "C-Como você ainda está vivo?! Maldições...O que você pensa que está fazendo, Kyojuro!?" — Ele gritava, enquanto continuava a forçar a lâmina.

— "Eu estou lutando por todos aqueles que depositaram sua confiança, seus corações e alma em mim. Por todos aqueles que sofreram nas mãos dos Glasglow e dos 9 Kizuki, por todos aqueles que perderam suas famílias e amigos, por tudo aquilo que já não mais podem recuperar...Por todos aqueles que ainda vêem esperança no mundo! Não posso permitir que um ser como você jogue este mundo na escuridão, nem que para isso eu tenha que perder minha vida...Não há como haver um futuro brilhante, sendo que criaturas de seu tipo ainda permanecem vivas!" — Exclamou.


[História] — Blood Moon  D9d1474fbe943cf1553bdbc3bb4fabd54f99b21e


Daki arregalou os olhos ao presenciar tal cena e lágrimas derramavam de seus olhos. Kyojuro estava disposto a dar sua própria vida para proteger pessoas que nem mesmo conhece - Dando tudo de si pelo mundo que tanto ama. Ele lutava pela esperança, não pela destruição. Não era um dragão, era uma fênix: Uma chama de esperança incessante, que permaneceria ao lado da luz até o último de seus dias, jamais deixando-se levar pela maldade em seu espírito e coração. Akaza até tentou socar o corpo do irmão com o braço livre, mas ele estava partido ao meio e não podia mais ser utilizado. Kyojuro cuspia grandes quantidades de sangue, mas continuava no caminho para sua vitória, enquanto o sol estava dando seus últimos suspiros por trás do horizonte, para enfim anunciar o novo dia: Uma manhã sangrenta, o fim de uma batalha predestinada entre mãos. O pescoço de Akaza lentamente sucumbia perante o poder da espada, mas o mesmo ainda tentava resistir. Utilizando do resto de sua forças, conseguira decepar o próprio braço o qual estava dentro do corpo de Kyojuro e pulou para longe, utilizando de suas últimas energias para regenerar o outro braço o qual havia sido partido pela lâmina do irmão flamejante, pronto para uma investida final.

— "Esta é minha última chama...Eu trarei esperança para este mundo, nem que para isso...Eu morra. Mas se for para morrer fazendo a coisa certa, eu com certeza faria tudo de novo!" — Exclamou em sua mente. — "Adeus Mãe...Adeus Pai, adeus maninha...E também......Adeus....Akaza!" — Abriu um sorriso em seu rosto.

Então, o último confronto. Usando suas últimas reservas de energia, Kyojuro conjurou uma pequena tempestade de chamas enevoadas ao redor de sua lâmina, sorrindo. Lágrimas corriam de seus olhos, enquanto o irmão desesperado corria para seu último golpe. Fechando os olhos e deixando-se levar pelos seus próprios instantes, quando Akaza se aproximara, o pilar em um único instante conseguira pôr-se de cabeça para baixo ao ar, esquivando-se do golpe de Akaza. Ao mesmo tempo, a lâmina coberta em chamas enfim marcara seu último corte, um último suspiro de esperança da Fênix, que com hesitação, terminara o combate infeliz, ao finalmente decepar a cabeça de seu irmão, marcando para sempre o fim desta maldita batalha, com os raios amarelados do sol banhando-os neste último instantes, que para sempre será lembrado na história.


[História] — Blood Moon  Unknown


Observações:

-  Penúltimo Capítulo!
- O Último capítulo será bastante especial!

- Reta final do primeiro arco.

- Este Arco girará em torno do Quarto Kizuki, Akaza.
By: Skywalker

_______________________

[História] — Blood Moon  45702fb5c853c82aa8b42f91bf4917c86d880225
"Eu quem sou o rei, e o resto que se ajoelhe!"

Ficha | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
-
Skywalker
Tokubetsu Jonin
Skywalker
Vilarejo Atual
Ícone : [História] — Blood Moon  PgOp5pA

https://www.narutorpgakatsuki.net/t74225-fp-kagaya-ubayashiki#573000

Re: [História] — Blood Moon - Ter 16 Mar 2021 - 13:25

[História] — Blood Moon  0f409cc797bab03792e5b1b10c9a4cef

|| ARCO 1: "CRUELTY" ||
|| Final: Último Sorriso ||



Após decepar seu irmão, lágrimas começaram a escorrer do rosto de Kyojuro. O crânio de Akaza caía ao chão e rolava, enquanto seu corpo era consumido em chamas. Após isso, jogou olhares para Daki e utilizou de suas últimas forças, avançando contra a Kizuki e perfurando seu coração com sua espada já rachada coberto por chamas enevoadas quase extintas em criação. Mesmo sabendo que aquilo seria completamente inútil contra um demônio, era seu último esforço de tentar proteger as pessoas que amava. Daki ajoelhou-se, nem mesmo tentara reagir. Apenas observava o corpo de seu mestre e grande amigo estirado ao chão, lentamente sendo reduzido pelas chamas infernais de Kyojuro, que sorria abertamente. Não sorria por ter matado alguém - Sorria por tê-lo livrado deste sofrimento, desta miserável vida submissa à escuridão. Sua intenção não era assassiná-lo, mas sim salvá-lo, mesmo que espiritualmente. O irmão poderia ter se convertido em um ser malígno, mas o Pilar jamais o abandonaria - Isso foi o que ele prometeu. A Kizuki ficara completamente paralisada, mal conseguindo piscar seus olhos. Apesar de tudo, os efeitos negativos logo acometeriam ao corpo do Dragão do Norte, que dera vários passos para trás, caindo de joelhos enquanto vomitava sangue. Mesmo assim, mantinha a cabeça erguida em direção ao sol, com um sorriso em seu rosto.

— "Akaza...Você está em paz? Espero que seu espírito encontre conforto..." — Kyojuro dizia, olhando de relance o corpo estirado do irmão.

O Sol então subira totalmente aos céus, iluminando todo o local. A pele de Daki começara a queimar, então a garota rapidamente se esgueirara para um local coberto pela escuridão - Mas estranhamente o corpo de Akaza não sofria dos efeitos nocivos do sol. Permanecia queimando às chamas eternas do dragão, como se apenas as aceitasse como punição pelos seus pecados. Fora então que algo à distância chamara a atenção do pilar flamejante, fazendo-o imediatamente arregalar o olho que lhe restava, enquanto uma silhueta feminina de longos cabelos loiros aproximava-se, espectral e radiante, com um sorriso enorme no rosto. O homem simplesmente não conseguia acreditar no que via, e mesmo sem forças, conseguia levemente levantar sua mão esquerda.

— "Mas você...Mãe?" — Ele questionava.


[História] — Blood Moon  D2c2bf6253d88cd9e465b929ef1c66a96f6fa276


— "Kyojuro, o que você está fazendo? Não acha que está muito tarde para ficar brincando? Vamos...Levante-se e volte para casa. A mamãe vai preparar um prato muito gostoso pra você!
O que foi? - Se ficar aí muito tempo, é capaz do seu pai e dos seus irmãos ficarem preocupados contigo!
" — A mulher dizia.

— "Eu não entendo...A senhora..." — Antes que terminasse, cuspiu sangue, interrompendo a fala.

Então, uma segunda figura surgira. Era uma silhueta infantil e bastante animada, que correra para o lado da mulher, abraçando-a na altura das pernas e observando o homem que ali se encontrava. Após reconhecê-lo, o garoto correu em sua direção, ficando muito próximo de Kyojuro. O Pilar simplesmente não podia acreditar no que estava enxergando. Mas mesmo assim, fazia de tudo para conter suas lágrimas. Aquele garoto, ele conhecia muito bem: Shuichi, o mesmo que Akaza matara antes de deixar a família para seguir o caminho da escuridão.

— "Mano! Você está machucado...? Eu posso te ajudar!" — Shuichi dizia.

— "Vocês...Vieram por mim?" — A Expressão de surpresa dava lugar a de felicidade.


[História] — Blood Moon  567b54337729ff2458493a6b96b38828af24d6ed


A Mãe e o irmão mais novo aproximaram-se de Kyojuro e sorriram para o mesmo, colocando suas mãos sobre a cabeça do espadachim lendário e olhando diretamente em seus olhos. Após isso, olharam para trás e apontaram seus braços para o fundo, onde uma terceira silhueta se formara. Um garoto frágil e choroso ali se fazia, com medo do desconhecido e fraco demais para tentar encarar os problemas de sua vida, sem esperanças. A aparência maltratada e os trapos que ali vestia só podiam pertencer ao próprio Akaza, ainda quando muito pequeno. O Rapaz fora encontrado por Kyojuro durante uma brincadeira ao redor do bairro onde moravam, e desde então a família adotou-o e lhe fez parte da família. Após a visão, tanto o irmão mais novo como a mãe olharam novamente para o pilar.

— "Akaza parece estar com medo de alguma coisa. Vamos, você vai protegê-lo, não vai?" — Ambos perguntavam, com sorrisos. — "Salve-o, Kyojuro!" —

Os ventos matinais então começaram a bater, e Kyojuro abriu um grande sorriso em seu rosto, fechando os olhos lentamente e gargalhando por algumas vezes, enquanto sentia seu próprio corpo ficar mais frio. Mesmo assim, não deixaria com que a tristeza acometesses seu coração. Após alguns instantes, então respondera seus amados familiares.

— "E-eu vou...Salvá-lo..." — Disse.


[História] — Blood Moon  42d0167509a489fced9bcad47ffe43fac17a4a94


Então, o silêncio. Durante vários segundos, o ensurdecedor silêncio reinou. Os ventos jogavam os cabelos alaranjados do pilar para trás, mas o mesmo permanecia onde estava. Em um piscar de olhos, Daki percebia que o corpo de Akaza já não mais encontrava no local, e no instante seguinte, o 4º Kizuki encontrava-se logo atrás da mesma, colocando a mão em seu ombro com uma expressão séria. Ela não havia conseguido ver quando o mesmo conseguiu regenerar-se mesmo após ser decepado, ele era de fato extremamente poderoso - Digno de sua posição. Mandou-lhe permanecer onde estava, e assim Daki o fez. Após isso, Akaza andejou até seu irmão e ajoelhou-se com a perna direita em sua frente, colocando a mão esquerda em seu ombro e sentindo o corpo completamente frio. Não pôde conter sua emoção e inevitavelmente derramou lágrimas, percebendo que já era tarde demais para fazer qualquer coisa, já que Kyojuro estava morto.

— "Mesmo na morte, você ainda sorri...Diante de tudo o que eu fiz, você ainda escolheu me perdoar...E na oportunidade que teve para me matar, não o fez." — Akaza dizia, com um tom de pesar em sua voz. — "Você tinha a força para me matar naquele instante, mas errou o ponto fraco de propósito...Morreu na esperança de fazer o seu irmão desistir deste caminho, pois ainda via alguma luz nele, não é mesmo? É típico de você, Kyojuro...Não me lembro da última vez em que você matou um ser humano..." — Ele dizia.

Abraçou-lhe uma última vez, deixando o corpo sorridente, onde estava, virado em direção ao sol. Em sinal de respeito, arrancou a espada do peito de Daki e colocou-a sobre as mãos do Pilar, fechando-as na guarda da espada. Após isso, curvou-se diante do pilar e retirou-se do local junto a Daki, seguindo pela escuridão das florestas que ali restaram. Hora ou outra, o corpo de Kyojuro seria encontrado. Em meio ao caminho, fortes dores de cabeça acometeram o Kizuki, mas não por conta dos ferimentos: Ele agora não sabia mais quem era. Não sabia se o que havia feito era certo ou errado, e mal conseguia olhar para suas próprias mãos sem sentir nojo. Tudo isso por conta de um desejo egoísta movido pelo ódio, mas já era tarde para voltar atrás. Apesar de vitoriosos, ambos os Kizuki deixaram o local com expressões de remorso e tristeza, como se aquilo tivesse sido a escolha errada. De um lado, um homem que morreu pela justiça e luz, que escolheu perdoar os erros de seus inimigos em prol de um bem maior, jamais atrevendo-se a andejar para a escuridão, e do outro, um demônio movido pelo ódio que seguiu a vingança, apenas para reconhecer que o que fez nada mais passara do que desgraça para si mesmo. Foi o fim para o Pilar, mas ainda é o começo da história deste mundo. Enfim, a noite sangrenta havia terminado...Mas o sol amanheceu entristecido.


Observações:

-  Final do primeiro arco, espero que tenham gostado!
- O Epílogo e início do Segundo Arco será postado em breve.

- Admito que escorreu uma lágrima enquanto escrevia isso aqui.
By: Skywalker

_______________________

[História] — Blood Moon  45702fb5c853c82aa8b42f91bf4917c86d880225
"Eu quem sou o rei, e o resto que se ajoelhe!"

Ficha | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
-
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [História] — Blood Moon -

-


Edição de Aniversario por Shion e Senko.