NOVIDADES
Atividades Recentes
A LUZ DAS TREVAS
Arco 02
Ano 26 DG
Verão
Meses se passaram desde a missão de investigação ao Castelo da Lua, no País do Vento, que culminou na Batalha da Lua Minguante. Soramaru, o cientista responsável pelos experimentos, morreu em combate, assim como outros ninjas do lado da aliança. Após a missão ser bem-sucedida, mas carregando tantas mortes, Karma, o líder da missão, ficou responsável por relatar às nações o máximo de informações sobre a organização por trás dos crimes agora que estava com o selo enfraquecido e com isso ele revelou o verdadeiro nome dela: Bōryokudan. Ainda não tendo como fornecer mais detalhes, pois o selo se manteve, e precisando de mais pistas antes de investir novamente em uma missão, Karma saiu em missão em nome das Quatro Nações para encontrar o paradeiro dos demais membros da organização — e sua primeira desconfiança recaiu sobre Kumo.

O mundo, no entanto, mudou nestes últimos meses. Os Filhos das Nuvens concluíram a missão de extermínio aos antigos ninjas da vila e implementaram um novo sistema político em Kumo ao se proclamarem o Shōgun sobre as ordens não de um pai, mas do Tennō; e assim ela se manteve mais fechada do que nunca. Em Konoha a situação ficou complicada após a morte de Chokorabu ao que parece estar levando a vila ao estado de uma guerra civil envolvendo dois clãs como pivôs. Suna tem visto uma movimentação popular contra a atual liderança da vila após o fracasso em trazer a glória prometida ao país. Já em Kiri a troca de Mizukage e a morte de ninjas importantes desestabilizaram a política interna e externa da vila. E em Iwa cada dia mais a Resistência vai se tornando popular entre os civis que estão cansados demais da fraqueza do poderio militar ninja. Quem está se aproveitando destes pequenos caos parece ser as famílias do submundo, cada vez mais presentes e usando o exílio de inúmeros criminosos para Kayabuki como forma de recrutar um exército cada vez maior.

E distante dos olhares mundanos o líder da Bōryokudan, Gyangu-sama, se incomoda com os passos de Karma.
... clique aqui para saber mais informações
SHION
SHION#7417
Shion é o fundador do RPG Akatsuki, tendo ingressado no projeto em 2010. Em 2015, ele se afastou da administração para focar em marketing e finanças, mas retornou em 2019 para reassumir a liderança da equipe, com foco na gestão de staff, criação de eventos e marketing. Em 2023, Shion encerrou sua participação nos arcos, mas continua trabalhando no desenvolvimento de sistemas e no marketing do RPG. Sua frase inspiradora é "Meu objetivo não é agradar os outros, mas fazer o meu trabalho bem feito", refletindo sua abordagem profissional e comprometimento em manter a qualidade do projeto.
Angell
ANGELL#3815
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Indra
INDRA#6662
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Wolf
Wolf#9564
Wolf é jogador do NRPGA desde fevereiro de 2020, tendo encontrado o fórum por meio de amigos, afastando-se em dezembro do mesmo ano, mas retornando em janeiro de 2022. É jogador de RPG desde 2012, embora seu primeiro fórum tenha sido o Akatsuki. Atua como moderador desde a passagem anterior, se dedicando as funções até se tornar administrador em outubro de 2022. Fora do RPG cursa a faculdade de Direito, quase em sua conclusão, bem como tem grande interesse por futebol, sendo um flamenguista doente.
Mako
gogunnn#6051
Mako é membro do Naruto RPG Akatsuki desde meados de 2012. Seu interesse por um ambiente de diversão e melhorias ao sistema o levou a ser membro da Staff pouco tempo depois. É o responsável pela criação do sistema em vigor desde 2016, tendo trabalhado na manutenção dele até 2021, quando precisou de uma breve pausa por questões pessoais. Dois anos depois, Mako volta ao Naruto RPG Akatsuki como Game Master, retornando a posição de Desenvolvedor de Sistema. E ainda mantém uma carreira como escritor de ficção e editor de livros fora do RPG, além de ser bacharel em psicologia. Seu maior objetivo como GM é criar um ambiente saudável e um jogo cada vez mais divertido para o público.
Akeido
Akeido#1291
Aliquam lacinia ligula nec elit cursus, sit amet maximus libero ultricies. Cras ut ipsum finibus quam fringilla finibus. Etiam quis tellus dolor. Morbi efficitur pulvinar erat quis consectetur. Ut auctor, quam id rutrum lobortis, lorem augue iaculis turpis, nec consectetur enim nisl eu magna. Sed magna dui, sollicitudin quis consequat ac, faucibus sed mauris. Donec eleifend, nisl a eleifend dignissim, ipsum urna viverra leo, sed pulvinar justo ex vitae enim. Donec posuere sollicitudin velit eu vulputate.
Havilliard
Havilliard#3423
Aliquam lacinia ligula nec elit cursus, sit amet maximus libero ultricies. Cras ut ipsum finibus quam fringilla finibus. Etiam quis tellus dolor. Morbi efficitur pulvinar erat quis consectetur. Ut auctor, quam id rutrum lobortis, lorem augue iaculis turpis, nec consectetur enim nisl eu magna. Sed magna dui, sollicitudin quis consequat ac, faucibus sed mauris. Donec eleifend, nisl a eleifend dignissim, ipsum urna viverra leo, sed pulvinar justo ex vitae enim. Donec posuere sollicitudin velit eu vulputate.
HALL DA FAMA
TOP Premiums
Torne-se um Premium!
1º Lugar
Starfox
2º Lugar
Senju Inazuma
3º Lugar
Raves
1º Lugar
Starfox
2º Lugar
Sevenbelo
3º Lugar
Kurt Barlow
Os membros mais ativos do mês
Angell
[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_lcap[Cena] – Estrada Para o Paraíso Voting_bar[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_rcap 
670 Mensagens - 41%
Starfox
[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_lcap[Cena] – Estrada Para o Paraíso Voting_bar[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_rcap 
172 Mensagens - 11%
Zireael
[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_lcap[Cena] – Estrada Para o Paraíso Voting_bar[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_rcap 
148 Mensagens - 9%
Kurt Barlow
[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_lcap[Cena] – Estrada Para o Paraíso Voting_bar[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_rcap 
104 Mensagens - 6%
Sevenbelo
[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_lcap[Cena] – Estrada Para o Paraíso Voting_bar[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_rcap 
97 Mensagens - 6%
Shion
[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_lcap[Cena] – Estrada Para o Paraíso Voting_bar[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_rcap 
94 Mensagens - 6%
Zero
[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_lcap[Cena] – Estrada Para o Paraíso Voting_bar[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_rcap 
89 Mensagens - 5%
Tensai
[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_lcap[Cena] – Estrada Para o Paraíso Voting_bar[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_rcap 
87 Mensagens - 5%
Kaguya
[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_lcap[Cena] – Estrada Para o Paraíso Voting_bar[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_rcap 
79 Mensagens - 5%
Luna
[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_lcap[Cena] – Estrada Para o Paraíso Voting_bar[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_rcap 
79 Mensagens - 5%

Os membros mais ativos da semana
Angell
[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_lcap[Cena] – Estrada Para o Paraíso Voting_bar[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_rcap 
250 Mensagens - 40%
Starfox
[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_lcap[Cena] – Estrada Para o Paraíso Voting_bar[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_rcap 
80 Mensagens - 13%
Tensai
[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_lcap[Cena] – Estrada Para o Paraíso Voting_bar[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_rcap 
50 Mensagens - 8%
Zireael
[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_lcap[Cena] – Estrada Para o Paraíso Voting_bar[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_rcap 
49 Mensagens - 8%
Shion
[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_lcap[Cena] – Estrada Para o Paraíso Voting_bar[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_rcap 
43 Mensagens - 7%
Kurt Barlow
[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_lcap[Cena] – Estrada Para o Paraíso Voting_bar[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_rcap 
39 Mensagens - 6%
Zero
[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_lcap[Cena] – Estrada Para o Paraíso Voting_bar[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_rcap 
30 Mensagens - 5%
Summer
[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_lcap[Cena] – Estrada Para o Paraíso Voting_bar[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_rcap 
29 Mensagens - 5%
Keel Lorenz
[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_lcap[Cena] – Estrada Para o Paraíso Voting_bar[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_rcap 
28 Mensagens - 4%
Txyannis
[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_lcap[Cena] – Estrada Para o Paraíso Voting_bar[Cena] – Estrada Para o Paraíso Vote_rcap 
26 Mensagens - 4%


Luna
Meishu Mizukage
[Cena] – Estrada Para o Paraíso 3026d08ad16326db2dc9f1fc16d558d6
[Cena] – Estrada Para o Paraíso 3026d08ad16326db2dc9f1fc16d558d6
Mei caminhava pelos corredores longos do Quartel General, seus passos ressoando contra o piso  e ecoando pelas paredes. Intervalos de luzes iluminavam o ambiente, projetando sombras contra a silhueta da morena. Ninjas com máscaras brancas desfilavam por ali ocasionalmente, assim como outros portando pranchetas e toda sorte de armas brancas. Estavam no subsolo, uma área reservada apenas aos assuntos de segurança nacional.

Seu destino final era a sala com porta de aço no final do corredor, rodeada por uma série de selos intrínsecos. A Mão de Deus parou defronte a barreira, o amarelo-dourado de seus olhos contornando o arco de inscrições. Passado alguns instantes, a porta se destrancou como que sozinha, tendo reconhecido a frequência de chakra que emanava de seu corpo.  

Mei adentra a sala, sendo recebida por três portas de madeira, disposta de modo a estarem viradas para a entrada principal, mas sem que se conectarem a qualquer parede. Todo o restante da sala estava mergulhado na penumbra.
Onde está o Yondaime? — Uma voz ressoa vindo detrás da porta no centro.
Tenho certeza que logo estará aqui — a morena responde, o tom calmo.
O silêncio se fez, mas ela podia sentir a tensão que vinha do outro lado da sala. Se fosse outro, os anciões o estariam repreendendo nesse exato momento, mas nem mesmo aqueles velhotes se atreviam a erguer a voz contra Uchiha Yohma, ao menos não na frente dela.

Quando este finalmente chegasse, a voz voltaria a soar:
Uma solicitação foi feita pelo Templo Narukami da Montanha do Dragão Luminoso — começou. Mei franziu o cenho.
As requisições deveriam passar diretamente pelo Gabinete — pontua.
Não se trata de uma requisição comum, Assistente — uma voz feminina, igualmente decrépita, soa da porta à esquerda.
Há muitas gerações, a Suma Sacerdotisa e as Sombras da Água firmaram um pacto. Em troca de sua submissão e serviços, a Névoa garantirá a segurança do sacerdócio.
Esse pedido foi emitido pela Alta Sacerdotisa, que requisitou especificamente a participação de Kami to Kaminari.
Que honra — ela brindou com um sorriso.
Não é momento para brincadeiras, Assistente — a voz do centro voltou a falar, seu tom mais ríspido. — O Templo Narukami da Montanha do Dragão Luminoso encontrou uma criança que nasceu com total compatibilidade com toda e qualquer Besta de Cauda, tornando-se o receptáculo perfeito. Sua mera existência coloca todo o País da Água em risco.
Vocês devem escoltar o receptáculo em segurança até Kōryūzan, para ser guardada pelo sacerdócio, até que chegue o momento de usar seus poderes em prol de Kirigakure.
Ou eliminá-la, caso o risco de perdê-la se mostre muito alto.
As feições da morena permaneceram impassíveis, embora olhasse de canto de olho para Yohma ao seu lado.
Quem devemos esperar enfrentar? — Questionou.
Toda sorte de mercenários. A informação sobre a existência da garota já pode ter vazado, e outras nações e facções de renegados não ficariam parados sabendo de seu potencial como arma.
O receptáculo está sendo mantido escondido no edifício Fukosata no centro comercial. Devem ir até lá imediatamente.


---------  ❁  ---------

HP: 4.000/4.000 | CH: 8.250/8.250 | ST 00/10
Samehada: 500/500 | Shukaku: 1.500/1.500 | CN: 200/600
Areia: 3.000/3.000 | Tinta: 1.505


Informações:
@

_______________________

I could show you incredible things

Busquem comer cimento
GFFichaMod-Ag
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Herói da Vila
Proteja sua vila de um ataque e/ou conclua três mini-tramas arquitetadas por seu Kage.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Reconhecido por Todos
Chegue aos 100 pontos de fama geral.
Hospedeiro
Torne-se um jinchūriki.
Golpe Final
Dê o "último golpe" em um NPC adversário durante um evento
Guardião da Vida
Salve um aliado da morte durante um evento mundial.
Protagonista
Destaque-se em um evento mundial.
Eu Sou Inevitável
Seja uma grande fonte de dano do grupo durante um evento mundial.
Eu Sou Sensei!
Forme uma equipe ou seja designado para ser sensei de uma equipe.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Melhorias ao Meu Arsenal
Receba um transplante ou realize-o em seu próprio personagem.
Luna
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77699-fp-mei-ogosho#613975
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t75448-gf-luna#589545
Sekiro
Yōnin

I.

A figura do Uchiha percorreu o Quartel General do vilarejo, com as mãos alocadas nos bolsos e o semblante entediado. Um longo bocejo fora externado por seus lábios, enquanto movia a cabeça em sinalização positiva aos que cruzavam o seu caminho. Olhares iam e vinham, provavelmente ainda não adaptados às mudanças físicas que obtivera em prol de defender o mundo em um combate desagradável, principalmente se complementasse sua percepção física com a camisa de mangas longas, calças e chinelos negros, bem como a saída direta da Névoa Sangrenta àquele lugar.

Quando finalmente interrompeu seus passos diante das tarjas e a barreira amarelada, deixou que a frequência de chakra fosse emanada, facilmente reconhecida e, finalmente, a entrada liberada para que transitasse com liberdade. A penumbra do local logo cobriu seus orbes, conquanto Yohma ponderava acerca do chamado, o que ambicionavam ou as críticas que viriam daquela vez. No fim das contas, ele não se importava – a vila era sua, todo o poderio militar e geográfico derivava de suas ações, portanto, quem poderia erguer a voz contra si?

De tal modo, posicionou-se em proximidade à sua assistente, massageando a nuca e, sequencialmente, erguendo sua voz. Não sabia quanto tempo estava atrasado, mas era bem provável que bastante. — Um pequeno atraso não incomoda ninguém, não é? Imagino que não. — bradou, ajustando os fios negros que eram jogados para trás. Assim, deixou que os acontecimentos tivessem a sua devida continuidade, escutando o debate entre os envolvidos e também as frases anunciadas pela Ogosho que parecia confrontar com os mesmos. Yohma apenas bocejou mais uma vez, balançando sua mão para que as partes mantivessem o tom adequado da conversa. Obviamente, caso pudessem ver suas ações.

Certo, certo, mas preciso realmente participar disso? Só a Mei já é o suficiente. — emitiu como resposta. — Não me importo com a formalidade das gerações anteriores, e tenho autonomia o suficiente para negar o pedido. Essa garota não me parece tão especial assim. — e levou ambos os indicadores aos olhos esverdeados, tocando-os delicadamente. — Existem outros nessa sala com potenciais maiores do que esse. Nada e nem ninguém é capaz o suficiente de colocar nosso vilarejo em perigo, a não ser quando derivam-se dos céus e das fábulas, como aqueles meteoros. — e levou ambas as mãos ao ar, movendo os ombros em um tom cínico. — Exceto que eu realmente seja necessário, se for o caso, quero um pedido formal e bem carinhoso de todos vocês. — manteve a tonalidade, com um sorriso no canto dos lábios.


Leia as considerações:
HP: 4500/4500 — CH: 9700/9700 — ST: 00/11 — CN: 000/600 — Hachibi: 5000/5000
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Viajante
Visitar todas as Cinco Grandes Nações.
Protagonista
Destaque-se em um evento mundial.
Expansão de Terras
Colonize/domine (ou arquitete a colonização/dominação de) um território de nível 2.
Aceito por Todos
Como Meishu Kage, chegue aos 100 pontos de fama política
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Golpe Final
Dê o "último golpe" em um NPC adversário durante um evento
Arsenal em Crescimento
Adquira uma arma lendária.
Hospedeiro
Torne-se um jinchūriki.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Herói da Vila
Proteja sua vila de um ataque e/ou conclua três mini-tramas arquitetadas por seu Kage.
Planejamento Tático
Colonize/domine (ou arquitete a colonização/dominação de) três territórios de nível 1.
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Eu Tenho um Sensei!
Entre para um time.
A União Faz a Força
Tenha cinco tópicos diferentes de interação (incluindo uma missão) com seu time.
Disputas Podem Ser Saudáveis
Tenha três tópicos de interações de rivalidade com um membro de seu time.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Fazendo História
Conclua uma mini-trama.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Explorador de Outras Regiões
Colonize/domine (ou arquitete a colonização/dominação de) um território de nível 1.
Perito
Adquira uma qualidade de perícia (elemental, armamentista, etc.).
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Melhorias ao Meu Arsenal
Receba um transplante ou realize-o em seu próprio personagem.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Reconhecido por Todos
Chegue aos 100 pontos de fama geral.
Forças Especiais
Obtenha uma graduação especial.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Sekiro
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77696-f-yohma-uchiha#613905
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77700-gf-yohma-uchiha#613977
Luna
Meishu Mizukage
[Cena] – Estrada Para o Paraíso 3026d08ad16326db2dc9f1fc16d558d6
[Cena] – Estrada Para o Paraíso 3026d08ad16326db2dc9f1fc16d558d6
Não brinque conosco, Uchiha Yohma — a voz soou da porta do meio.
O Mizukage não está acima da Nação da Água — a voz da esquerda ecoou.
Nem mesmo aquele que se autoproclama Deus — foi a vez da porta da direita.
Vocês irão nessa missão. É seu dever como Sombra da Água. Se o receptáculo cair nas mãos dos inimigos da Névoa, qualquer jinchuuriki sob nossa bandeira estará com uma sentença de morte em sua cabeça, incluindo a garota ao seu lado.
Fico feliz que tenham levado minha segurança em consideração — Mei ressoa, interpondo-se naquela discussão antes que os ânimos se exaltassem de ambas as partes. Seu olhar para Yohma fora curto, mas carregado de significado. “Apenas me siga”, dizia. — Estamos de saída.

[...]

Enquanto caminhavam, caso o garoto ainda estivesse ao seu lado, Mei ergueria as mãos para o alto, juntando os dedos acima da cabeça enquanto esticava os braços e se espreguiçava. — Ai, ai, eu detesto isso — ia dizendo. — Talvez um dia ainda mate todos eles. Não que isso fosse realmente mudar algo, eu acho. Sempre tem alguém mais velho para assumir o lugar. —  Ficaria em silêncio por alguns instantes, ouvindo o que ele tinha a dizer, ou, na ausência de resposta, apenas observando as ruas de Kirigakure. — Mas sabe — recomeçaria, o tom de voz menos descontraído. — Não estão errados na preocupação. Essa garota, se for tudo o que dizem, é realmente um perigo para todos, incluindo para si mesma. É alguém que nasceu com um destino selado — Contornaria a esquina. Já não estavam muito longe do destino, o centro comercial se agitando à sua volta. — Ademais, não seja tão ligeiro em tentar negar um pedido desses, ou eu vou achar que não quer a minha companhia — diz, com um levo muxoxo seguido por um sorriso enviesado.

Finalmente, chegariam na orla do prédio. Era um conjunto de apartamentos, doze andares, não muito grande, mas também não muito pequeno. Segunda classe, diria. A portaria era guardada por um zelador idoso e a grama estava mal cortada próximo a porta. Também havia um profundo cheiro de bebida no ambiente que a fazia torcer o nariz. — Você sobe — disse, sorrindo novamente. Sem chance colocaria os pés ali dentro. — Leva mais jeito com crianças do que eu. Vou ficar aqui fora esperando vocês e protegendo a entrada.


---------  ❁  ---------

HP: 4.000/4.000 | CH: 8.250/8.250 | ST 00/10
Samehada: 500/500 | Shukaku: 1.500/1.500 | CN: 000/600
Areia: 3.000/3.000 | Tinta: 1.505


Informações:
@

_______________________

I could show you incredible things

Busquem comer cimento
GFFichaMod-Ag
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Herói da Vila
Proteja sua vila de um ataque e/ou conclua três mini-tramas arquitetadas por seu Kage.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Reconhecido por Todos
Chegue aos 100 pontos de fama geral.
Hospedeiro
Torne-se um jinchūriki.
Golpe Final
Dê o "último golpe" em um NPC adversário durante um evento
Guardião da Vida
Salve um aliado da morte durante um evento mundial.
Protagonista
Destaque-se em um evento mundial.
Eu Sou Inevitável
Seja uma grande fonte de dano do grupo durante um evento mundial.
Eu Sou Sensei!
Forme uma equipe ou seja designado para ser sensei de uma equipe.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Melhorias ao Meu Arsenal
Receba um transplante ou realize-o em seu próprio personagem.
Luna
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77699-fp-mei-ogosho#613975
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t75448-gf-luna#589545
Sekiro
Yōnin

II.

O palavrear nada contido do Uchiha, em seus termos desagradáveis, pareceu incomodar os presentes, atingindo o objetivo esperado pelo mesmo ao externa-lo. Um sorriso formou-se no canto dos lábios, enquanto ponderava sobre os acontecimentos com uma das mãos sendo utilizada como base para apoiar o queixo. Embora o senso de responsabilidade e urgência advindo de Yohma fosse uma situação habitual sua, ele não encontrava tanto alarde quanto o apresentado por aquele ser. Buscar confiar em si mesmo era uma das características que precisava autodesenvolver, mas também não era cego. Portanto, deixou que encerrassem suas palavras, incluindo a Ogosho que parecia igualmente despreocupada. — Ou aquele que restou aos arredores de nossa nação será o alvejado. É uma perspectiva interessante. — murmurou em resposta, acompanhando Mei, uma vez que seu olhar lhe pedia para que unicamente saíssem.

(...)

Manteve os passos vagarosos, enquanto fitava a silhueta ao seu lado com um olhar excêntrico. Por mais que inexistissem motivos tão palpáveis, o Uchiha acreditava veementemente que ela não estava adaptada às mudanças – e agia como se ele ainda fosse o rapaz de outrora. Era a sua teoria, conforme o diálogo no cômodo anterior, além de outros fatores que em nada lhe importava ao final. Assim, deixou que ela se espreguiçasse e dedicasse as palavras iniciais, colocando-se a pensar. — Você fala bastante sobre matar, mas na maior parte do tempo não está praticando nenhuma função que lhe coloque à linha de frente. Kirigakure te tornou uma mulherzinha. — zombou, tocando os braços da morena e os balançando para indicar que ela estava “fraca”. No entanto, o tom divertido encerrou-se com as palavras seguintes, que lhe fizeram pensar. Definitivamente, aquela vida em muito se assemelhava à sua própria, quando tornou-se um objeto familiar para alcançar um destino, que depois alternou-se ao de sua nação e, agora, enterrava-se nos confins da Névoa.

Eu não sei se acredito tanto nisso. Não gosto de me conter ao destino. Por muito tempo confiei neste raciocínio, e o que encontrei foram somente aspectos turvos e a incapacidade. Sua família te define como o pródigo que determinará seu futuro, o mundo lhe aclama como um ser divino e o líder de um clã, mas no final somos apenas peças insignificantes em todo um jogo maior. Se nos prendermos a estas correntes, nos esquecemos quem somos, perdemos a nossa individualidade e a liberdade. Obviamente, devo ser alguém responsável com meus deveres, mas... Bom, você já sabe. Já tivemos essa conversa no passado, quando ainda era refém da Nuvem. — murmurou tranquilamente, com o semblante sério gerando um sorriso de canto. — Independentemente, sou um ser insignificante com poder muito superior à média mundial. Isso me consola. — emitiu quando cruzaram a esquina, escutando as últimas palavras da Ogosho. — Não se preocupe, você é a única companhia possível. — concluiu suas falas, afagando os fios negros da mesma.

Quando chegaram no apartamento de doze andares, Yohma soltou um longo suspiro, sequer esperando o término da frase de Mei para gesticular em uma despedida temporária, enquanto adentrava o local. O último frasear fora simplista “Você devia acostumar-se a lidar com crianças”, dito de forma sublime e sem aguardar uma reação ou resposta, conquanto obtinha a permissão do zelador para subir o aglomerado de escadas. O aroma forte de bebida impregnava suas narinas, protegidas com as costas das mãos, ao finalmente alcançar o décimo andar, onde supostamente a garota se encontrava.

Sem quaisquer anúncios, Yohma adentrou o local, sendo recebido por... golpes físicos advindos da garota que tentava alvejá-lo com murros. Provavelmente, a crença de que haviam invasores a perseguindo fundamentava aquele pensamento, levando o rapaz a bloquear cada um dos ataques com o mover simplório de suas mãos, enquanto emitia as palavras de anúncio. — Rina Ono, correto? Sou Yohma Uch... — tentou dizer, logo sendo interrompido.

Eu sei quem você é! Todos sabem! — ela dizia, enquanto ainda tentava golpeá-lo. Yohma mantinha os bloqueios com extrema facilidade, ponderando o porquê de ela estar fazendo aquilo.

Então também deve saber que estou aqui para ajudá-la. — respondeu, segurando o punho da garota e passando uma rasteira para desfazer sua postura, enquanto uma das mãos tocava suas costas, permitindo que ela caísse com delicadeza no chão. Aproveitou para denotar os detalhes da contratante, com longos cabelos negros e olhos verdes, bem como trajes de uma civil.

Você está de pijamas, cara. — a constatação levou o mais velho a suspirar, enquanto Gyuuki gargalhava internamente pela zombaria.

Eu sei. Há algum demérito nisso?

Nenhum, só é... idiota. Você devia, sei lá, andar com maior pompa, sabe? Estilo.

Imagino que sim. — e moveu-se à sacada do prédio, que fedia tanto quanto o restante do local. Aproveitou para observar o ambiente, perceber que ela estava sozinha – o que por si só parecia uma decisão estúpida, mas distante, conseguia denotar a presença de ninjas mascarados, que assentiram com sua chegada e desapareceram entre a Névoa. Finalmente sozinhos, Yohma gesticulou para que ela o seguisse, apontando à extremidade. — Devo levá-la a um suposto santuário ao exterior da Névoa, bem ali. Você irá com a minha companhia e a daquela mulher. — apontou para a Ogosho. Os olhos da garota preencheram-se de um ar excêntrico, que o fizeram se lembrar de uma aliada.

É a Mei Ogosho! Ela é tão linda! — gritou.

Ela é. — concluiu sua fala.

Sem nada a acrescentar, Yohma trocou-se em um dos cômodos isoladamente, alternando suas vestes para uma camisa negra de mangas curtas, uma calça de coloração branca, com faixas negras ao redor da cintura que expunham o físico avantajado, além de sapatos baixos. Enfim retornou até Mei, deixando que a garota se apresentasse, enquanto seguia a frente.

Sou uma grande fã sua, Srta. Ogosho. — dizia Rina, com um tom muito mais afável do que o utilizado com Yohma. — Também gosto muito do seu estilo. Deixei meu cabelo crescer para ficar parecida com você... — o Uchiha virou-se de soslaio com a fala, ponderando sobre aquilo. Apesar da situação, achava o momento bem engraçado.

Está pronta para suas responsabilidades, Rina? — ele cortou o assunto. — Deve saber que a sua vida mudará completamente de agora em diante. — esclareceu. O olhar da garota recaiu, e por um momento ela se manteve sem uma resposta, apenas movendo a cabeça positivamente. Deixou, portanto, que o silêncio perpetuasse, exceto que Mei elaborasse alguma fala.

Em passos vagarosos, caso estivesse em companhia de todo o grupo, rumaria ao exterior da Vila Oculta, gerando sua própria permissão para atravessar os portões e se movimentando à frente, silenciosamente e atento a todos os acontecimentos.


Leia as considerações:
HP: 4500/4500 — CH: 9700/9700 — ST: 00/11 — CN: 000/600 — Hachibi: 5000/5000
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Viajante
Visitar todas as Cinco Grandes Nações.
Protagonista
Destaque-se em um evento mundial.
Expansão de Terras
Colonize/domine (ou arquitete a colonização/dominação de) um território de nível 2.
Aceito por Todos
Como Meishu Kage, chegue aos 100 pontos de fama política
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Golpe Final
Dê o "último golpe" em um NPC adversário durante um evento
Arsenal em Crescimento
Adquira uma arma lendária.
Hospedeiro
Torne-se um jinchūriki.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Herói da Vila
Proteja sua vila de um ataque e/ou conclua três mini-tramas arquitetadas por seu Kage.
Planejamento Tático
Colonize/domine (ou arquitete a colonização/dominação de) três territórios de nível 1.
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Eu Tenho um Sensei!
Entre para um time.
A União Faz a Força
Tenha cinco tópicos diferentes de interação (incluindo uma missão) com seu time.
Disputas Podem Ser Saudáveis
Tenha três tópicos de interações de rivalidade com um membro de seu time.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Fazendo História
Conclua uma mini-trama.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Explorador de Outras Regiões
Colonize/domine (ou arquitete a colonização/dominação de) um território de nível 1.
Perito
Adquira uma qualidade de perícia (elemental, armamentista, etc.).
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Melhorias ao Meu Arsenal
Receba um transplante ou realize-o em seu próprio personagem.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Reconhecido por Todos
Chegue aos 100 pontos de fama geral.
Forças Especiais
Obtenha uma graduação especial.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Sekiro
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77696-f-yohma-uchiha#613905
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77700-gf-yohma-uchiha#613977
Luna
Meishu Mizukage
[Cena] – Estrada Para o Paraíso 3026d08ad16326db2dc9f1fc16d558d6
[Cena] – Estrada Para o Paraíso 3026d08ad16326db2dc9f1fc16d558d6
Mei se viu imersa em um mar de pensamentos enquanto aguardava do lado de fora. A frase de Yohma ecoava em sua mente, e ela se questionava sobre o que ele realmente quis dizer com "se acostumar com crianças". Seu coração, de súbito, acelerou e ela sentiu o rosto esquentando, as ideias embaralhando-se em sua mente. "Será que ele quer... não, não é isso... mas...?" As dúvidas se entrelaçavam e sua imaginação começava a se desvencilhar. Mei virou as costas ao prédio, desviando o olhar da sacada, seu rosto completamente vermelho denunciava a intensidade do turbilhão de emoções internas. Ela tentava afastar os pensamentos ousados que surgiam, mantendo sua postura resoluta. "Não, não é isso, não é possível... Será?", murmurou para si mesma, buscando acalmar a inquietação em seu peito. Quando ouviu a voz da dupla atrás de si, não conseguiu evitar o sobressalto, tossindo na sequência como que para limpar a garganta, mas apenas ganhando tempo para recuperar a compostura.

É uma garota de muito bom gosto, Rina-chan — disse em resposta a frase da menor, já de volta ao seu “eu” natural. Seus olhos fitavam a menina, não muito mais do que uma criança. Sentiu um profundo incômodo subindo pelo estômago, algo a ver com a semelhança entre as suas aparências, talvez. "...caraminholas na cabeça, Ogosho?..." a voz soou em sua mente. Ela fez uma careta internamente, onde apenas Shukaku podia vê-la. "Não é nada", respondeu. — Certo, certo. Está na hora, vamos indo. Sem pausa para ir ao banheiro. — Ela anunciou, em tom que tentava soar descontraído, dando início à caminhada.

O Templo Narukami não ficava longe, ela sabia; dependendo da espessura da névoa, em um dia claro era possível enxergar seus contornos sobre a montanha mesmo na vila. Claro que teria sido muito mais rápido se simplesmente viajassem através do jutsu de Yohma, mas a solicitação deixava explicitamente regrado que não deveriam usar qualquer forma de Jikukan Ninjutsu para transportar o receptáculo, pois isso interferiria no selo que havia sido colocado nela.

É verdade que vocês são casados? — Seus pensamentos foram interrompidos pela voz da pequena, algum tempo após terem cruzado os portões. — Todo mundo na vila conta histórias sobre vocês dois, o quanto são incríveis juntos. Vocês se conheceram mesmo durante a guerra contra aqueles fanáticos religiosos? Dizem que a Srta. Ogosho se rebelou contra Kumogakure e viajou até aqui por am

Rina-chan, fique perto do Yondaime — a voz da mulher cortou a frase da pequena, enquanto o amarelo-dourado de seus olhos se transformaram em vermelho-sangue.

O que? Por quê?

Como que em resposta, uma miríade de kunais e shurikens vieram voando por entre as árvores à esquerda da estrada, todos mirando na garota. Rina cobriu o rosto com os braços, mas quando olhou novamente havia uma parede de areia à sua frente, formada pela Suna no Tate: Gear II. — Já estão aqui — disse. E no mesmo instante, em seus pensamentos, "Graças a Deus", suspirou, aliviada por escapar das perguntas.

Os contornos de chakra eram destacados perfeitamente por seu sharingan, mesmo entre a penumbra das árvores. Sete, e mais oito vindo pela direita. Nenhuma assinatura conhecida, o que sugeria serem mercenários comuns. Um deles enfim emergiu para a claridade da estrada, batendo palmas lentamente.

Ora, ora, ora, então os boatos são verdadeiros. Apenas ninjas excepcionais seriam capazes de sobreviver ao ataque surpresa da KGB.
Não foi tão de surpresa assim — Rina resmungou.
Na verdade, foi bem óbvio — Mei completou.
Argh, tão cruéis — o estranho fez uma careta após todos falarem. — Mas isso não importa, porque meus homens cercaram vocês e esse é o fim da linha. Entreguem a garota e talvez eu deixe que saiam com vida. O receptáculo será fundamental para os planos da KGB, usaremos ela para fortalecer nossa organização e então conquistar o País da Água, o primeiro passo rumo a dominação mun…
… daí eu estava quase terminando de preparar a janta, e ele aparece dizendo que comprou churrasquinho de porco.
Fufufu, que falta de consideração! — Rina estava rindo.
EI! EU AINDA ESTOU AQUI! — O cara esquisito finalmente notou que as garotas não estavam prestando atenção nele. — Vocês…!
O conjunto de selos foi realizado tão rápido que sequer fora notado pelos intrusos. No instante seguinte, tendo se movido em sua velocidade máxima, Ogosho estava com os dedos da mão direita enrolados ao redor do pescoço do homem, que era suspenso alguns centímetros do chão pela força da morena. Enquanto ela o encarava, o seu Reiatsu era manifestado, seu alcance dobrado, atingindo todos em 40m de raio., totalizando uma área de 80m ao seu redor. Confrontados pela emanação do chakra da Besta, em conjunto ao Sakki que era liberado pela Kami no Te, os 15 adversários que se escondiam na mata ficaram completamente paralisados. — Sim, você está. E agora, vai nos dizer quem vazou a informação sobre o receptáculo — ela disse, seus olhos encarando os dele, enquanto com o Genjutsu: Sharingan, com intensidade de Rank-A, projetava em sua mente uma infinidade de cenas onde o mesmo tinha os órgãos arrancados pela boca e então recolocados pela parte de baixo. Mei então agitou o braço e jogou o homem próximo aos pés de Yohma. — Ah, outra coisa em que você é melhor do que eu, querido — disse, seu tom voltando ao timbre gentil, cessando a aura assassina. — Rina-chan, é melhor você não ver is… — parou de súbito. Ela se virou, encarando a mata. As assinaturas de chakra, elas haviam sumido. Mei passava os olhos de um lado para o outro, mas não encontrava a presença de ninguém, de uma hora para outra. Sua feição tornou-se séria novamente, agora já se preparando para um confronto de verdade, quando…

Ah, isso foi assustador, filha — Yhwach vinha caminhando para a estrada, suas mãos e as bandagens que se enrolavam em seus braços, como que por vontade própria, cobertas de sangue. — E você deve ser Yohma. É um prazer enfim conhecê-lo.


---------  ❁  ---------

HP: 4.000/4.000 | CH: 7.550/8.250 | ST 01/10
Samehada: 500/500 | Shukaku: 1.500/1.500 | CN: 000/600
Areia: 2.900/3.000 | Tinta: 1.505


Informações:
@

_______________________

I could show you incredible things

Busquem comer cimento
GFFichaMod-Ag
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Herói da Vila
Proteja sua vila de um ataque e/ou conclua três mini-tramas arquitetadas por seu Kage.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Reconhecido por Todos
Chegue aos 100 pontos de fama geral.
Hospedeiro
Torne-se um jinchūriki.
Golpe Final
Dê o "último golpe" em um NPC adversário durante um evento
Guardião da Vida
Salve um aliado da morte durante um evento mundial.
Protagonista
Destaque-se em um evento mundial.
Eu Sou Inevitável
Seja uma grande fonte de dano do grupo durante um evento mundial.
Eu Sou Sensei!
Forme uma equipe ou seja designado para ser sensei de uma equipe.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Melhorias ao Meu Arsenal
Receba um transplante ou realize-o em seu próprio personagem.
Luna
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77699-fp-mei-ogosho#613975
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t75448-gf-luna#589545
Sekiro
Yōnin

III.

Por mais que naturalmente focado em cumprir com seus objetivos com atenção e destreza, naquele momento, o Uchiha caminhava com as mãos nos bolsos despreocupadamente. Seus passos eram desorganizados e lentos, sempre se mantendo próximo das aliadas, mas sem comprometer-se ou expressar algum tipo de inquietação. Longos bocejos eram liberados alternadamente, enquanto coçava as costas como um bom primata poderia fazer. Desde quando havia adquirido aqueles traços desleixados? Yohma não sabia, na verdade, recusava-se a olhar por seu próprio histórico dentro do vilarejo; quantos ninjas recebera de pijama, quantas reuniões foram interrompidas para que saísse em longas viagens ao redor do mundo – e fora dele, além de vários aspectos. Talvez a confiança que adquiria gradativamente resultava naquela postura, o que era irônico. “Cada vez mais me pareço com ela”, pensou, encarando a silhueta da morena. “É a convivência”, respondeu a besta de oito-caudas, levando a Sombra da Água a ponderar. Será que ele estava correto?

Em meio aos devaneios, escutou as palavras da garota. Uma das mãos foi levada aos lábios, reagindo com naturalidade em postura pensante. O histórico soava engraçado, uma vez que continha um teor muito mais romantizado do que a realidade. Yohma havia conhecido Mei, definitivamente, em situação de guerra, mas sua postura não fora nada profissional ou heroica. Na verdade, sequer compreendia de onde havia obtido a coragem para agir daquela maneira. Assim, pensou em tirar as dúvidas da garota, sendo contido pelo frasear da Ogosho. Imediatamente, Yohma decidiu virar-se ao ambiente, notando a miríade de kunais e armamentos diversos que se direcionavam ao grupo, onde deixou que Mei agisse inicialmente, acenando para que ela mantivesse a proteção sobre Rina.

O corpo do Uchiha moveu-se, com um sorriso psicótico no rosto e o semblante empolgado, enquanto mantinha-se atrás do grupo com as mãos anexas à espada senciente. Quase que de forma imediata, permitiu o esvair das faixas e a manifestação da grandiosa criatura faminta por chakra, que se alimentava do que lhe era oferecido. Simultaneamente, tornou os orbes arroxeados com as características do olho supremo, visualizando os fluxos de chakra para compreender que sim, Mei teria facilidade com aqueles que intentavam ataca-los. Portanto, acompanhou o diálogo entre as mesmas e o suposto líder, tentando acalmar a Samehada para que ela compreendesse que seu poder não seria necessário. “Desculpe por fazê-la se animar atoa”, murmurou acariciando-a, enquanto ela lamentava-se.  

Com a conclusão de um embate simplista, controlado principalmente pela intenção assassina da Ogosho, viu o corpo ser jogado aos seus pés, entretanto, sequer teve tempo de iniciar seus trabalhos, notando a chegada de um terceiro. Escutou a nomenclatura familiar dedicada a Mei e observou as bandagens banhadas do líquido carmesim. “Estranho”, ponderou. Na sequência, moveu a cabeça positivamente. — Sim, sou Yohma Uchiha. Você é... ? — questionou. Os orbes dotados do Rinnegan desviavam seus focos respectivamente entre o homem e a companheira, tentando compreender se aquele vínculo era real. Independente das respostas, no entanto, ele simplesmente voltaria-se a Rina, ao notar o clima excêntrico que se consolidaria. — Estarei atento às respostas, creio que vocês precisem conversar. Ainda tenho trabalho a ser feito. Venha, garota. — murmurou.

Eu sou Yhwach, pai da sua... assistente. — ele balbuciou rapidamente. Yohma ponderou sobre a informação ao virar-se de soslaio, erguendo uma das mãos para cumprimentá-lo, o que foi plenamente retribuído. — Já ouvi algumas histórias sobre você.

Espero que tenham sido boas. — respondeu. Antes que pudesse dizer algo mais, a garota apontou ao alvo de investigação, que se movia, quase como se tentasse dispersar-se do devaneio forçado. — Com licença. — emitiu educadamente, por mais que de forma excêntrica. O respeito derivava-se exclusivamente do possível vínculo, não era seu intuito causar uma primeira má impressão.

Tá com medo do velhote? — murmurou a garota ao atingi-lo lateralmente com o cotovelo. — Isso significa que tudo o que falam, e que também mencionei é verdade. — ela deu uma risada simples.

É. — foi seco na resposta. Consecutivamente, o Uchiha apontou para o corpo que tentava erguer-se. — Imagino que não falem tanto sobre meu papel na delegacia do vilarejo. Sou um investigador, o que significa que quando não estou no meu gabinete ou salvando a pele da população, ainda tento trazer respostas às perguntas sem conclusões.

Como você faz isso?

Tudo depende dos fatores. Alguns no meu departamento gostam de trabalhar tendo por base a violência e uma metodologia centrada no cunho psicológico. Porém, nunca precisei disso. — ele iniciou. — O que você precisa é unicamente compreender com quem está lidando. — explicou. — E por tratar-se de alguém que se mostrou estúpido durante todo o diálogo, além de fraco... Não consigo imaginar outra situação. — tornou. — A missão de te proteger foi dada com urgência. Nos disseram que devíamos iniciá-la imediatamente. Não nos concederam tempo sequer para nos ajustarmos, e digamos que... Para contratarem caras como esses, com tais armadilhas e coloca-los a enfrentar dois dos ninjas mais poderosos do mundo, tudo foi realizado de última hora, pois eles me conhecem. Se não fosse Mei, eu teria procrastinado antes de dar início à missão. Assim... — e virou-se à garota. — Consegue deduzir o que estou lhe dizendo? — perguntou.

T-talvez... ? Está dizendo que a informação foi vazada, mas quem sabia disso além de nós e os... — e o semblante dela alternou-se para a surpresa.

Sim. — disse o Uchiha. — Não precisa ir longe para compreender. — e aproximou-se do corpo atordoado, vasculhando seus bolsos para encontrar uma pequena mensagem. Embora não houvessem palavras diretas, estavam ali as coordenadas, bem como um desenho que representava a face da garota, além dos traços de seu Rinnegan. Talvez esperassem que ele fosse agir sozinho e dispensar a Ogosho. “Velhos estúpidos”, ponderou, virando-se ao pai e a filha. — Atentem-se, as coisas ainda não acabaram. A informação foi vazada. Portanto, se a primeira manada nos encontrou aqui, a próxima virá em breve. — concluiu sua fala.

Em um único puxão, manteve a garota próxima a si, fitando o ambiente ao seu redor.  


Leia as considerações:
HP: 4500/4500 — CH: 9600/9700 — ST: 00/11 — CN: 000/600 — Hachibi: 5000/5000
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Viajante
Visitar todas as Cinco Grandes Nações.
Protagonista
Destaque-se em um evento mundial.
Expansão de Terras
Colonize/domine (ou arquitete a colonização/dominação de) um território de nível 2.
Aceito por Todos
Como Meishu Kage, chegue aos 100 pontos de fama política
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Golpe Final
Dê o "último golpe" em um NPC adversário durante um evento
Arsenal em Crescimento
Adquira uma arma lendária.
Hospedeiro
Torne-se um jinchūriki.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Herói da Vila
Proteja sua vila de um ataque e/ou conclua três mini-tramas arquitetadas por seu Kage.
Planejamento Tático
Colonize/domine (ou arquitete a colonização/dominação de) três territórios de nível 1.
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Eu Tenho um Sensei!
Entre para um time.
A União Faz a Força
Tenha cinco tópicos diferentes de interação (incluindo uma missão) com seu time.
Disputas Podem Ser Saudáveis
Tenha três tópicos de interações de rivalidade com um membro de seu time.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Fazendo História
Conclua uma mini-trama.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Explorador de Outras Regiões
Colonize/domine (ou arquitete a colonização/dominação de) um território de nível 1.
Perito
Adquira uma qualidade de perícia (elemental, armamentista, etc.).
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Melhorias ao Meu Arsenal
Receba um transplante ou realize-o em seu próprio personagem.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Reconhecido por Todos
Chegue aos 100 pontos de fama geral.
Forças Especiais
Obtenha uma graduação especial.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Sekiro
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77696-f-yohma-uchiha#613905
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77700-gf-yohma-uchiha#613977
Luna
Meishu Mizukage
[Cena] – Estrada Para o Paraíso 3026d08ad16326db2dc9f1fc16d558d6
[Cena] – Estrada Para o Paraíso 3026d08ad16326db2dc9f1fc16d558d6
Bom, agora vocês já se conhecem pessoalmente — Mei falou, o mais falso dos sorrisos confiantes a coroar seus lábios. Ela havia passado os últimos minutos observando o desenrolar dos diálogos enquanto levava algumas balas à boca, absorvendo as informações trazidas por ambas as partes. A pressuposta traição por um dos anciões era uma surpresa: Mei não gostava deles, mas não imaginava que um fosse trair a Névoa. Ou, como Shukaku sussurrava em seu ouvido, aquilo tudo foi montado e Rina foi usada de isca para atrair mercenários com o objetivo real de eliminar os membros da escolta. Yohma era o Deus da Névoa, mas não era segredo que ter uma estrangeira ao seu lado, sobretudo no Gabinete, era do desagrado de muitos dos velhotes.
Mas a informação realmente alarmante veio de seu pai, quando ela o questionou do porquê de estar ali.

Naomi desapareceu da prisão — disse, ao que ela o encarou, incrédula. Se aquilo fosse verdade, ela, mais do que ninguém, seria a primeira a saber. — Ninguém sabe que ela sumiu, nem mesmo os guardas, que pareciam acreditar que ela ainda estava na cela. Mas veja bem, eu posso estar velho, mas não cego. E quando soube que a garota estaria sendo transportada hoje… bom, é só ligar os pontos. A informação mais sigilosa do país vaza no mesmo momento em que…
Minha gêmea do mau some — ela completa. Mei não sabia descrever o que estava sentindo naquele momento, mas entendia que havia algo mais acontecendo ali. Olhou para a garota, refletindo novamente sobre a natureza daquilo. — É melhor continuarmos — finalizou, olhando de soslaio para Yohma.

O restante da viagem foi relativamente tranquilo. Yhwach se uniu ao grupo, seguindo viagem com eles até o templo. Mei não parava de olhar de Yohma para o pai, sentindo um intenso, e estranho, nervosismo no peito que não combinava com a tensão de momentos atrás. Não foi exatamente assim que havia planejado apresentar eles.
Pensando bem, na verdade sequer havia planejado isso realmente.

Ei — o tom baixo e confidente na voz de Rina chamava sua atenção. A garota sussurrava ao seu lado. — Relaxa. Não é como se houvesse uma hora melhor, não é?
Eu sinto que está tirando uma com a minha cara, mocinha — Mei repreendeu, mas seu tom fez a outra rir.
Bom saber que até você fica nervosa.
Não estou nervosa.
Medo?
Matar você também é uma opção válida nessa operação, sabia?
Você não conseguiria sem sentir minha falta. Eu sou pra lá de incrível.
Ela não respondeu, e fingiu estar chegando às árvores ao lado da estrada para esconder o sorriso que se intrometia contra a sua vontade.
Ei, que tal vir me visitar um dia?
Aquilo a pegou de surpresa. Voltou a olhar para a menor, a testa franzida.
Sabe, pra me dar umas aulas. Soube que é muito boa em Ninjutsu e eu queria aprender.
Planeja lutar contra as acólitas? — Brincou.
Vou me tornar uma jinchuuriki algum dia. E se é assim, quero ser tão forte quanto vocês dois.
Novamente, ela não respondeu àquilo. Aquela sensação incômoda voltava a se mexer dentro dela.
Rina-chan, você quer mesmo se tornar uma jinchuuriki?
Dessa vez, foi ela quem permaneceu em silêncio por um tempo. Olhava para frente enquanto caminhavam.
E o que mais eu poderia ser? — Questionou, por fim. Não havia sequer uma sombra de seu tom descontraído original. — Quer dizer, eu literalmente nasci para ser uma, não é? É meu destino ser uma arma de guerra.
Poderia ser qualquer outra coisa — disse, o tom simplista na voz. — Professora, artista, escritora, confeiteira. Abrir uma empresa, se casar, ter filhos tão irritantes e prepotentes quanto você.
Por que você escolheu ser uma jinchuuriki? — Quis saber. Os olhos de Mei se voltaram para as costas de Yhwach, alguns passos à frente.
Não escolhi.
E o que você seria caso não fosse uma?
Agora olhou para as costas de Yohma.
Criadora de cães.
Nem ferrando — começou a rir. A mulher sorriu. Aquela questão já havia passado por sua mente diversas vezes, mas sempre permaneceu sem resposta.
Onde a arma terminava e Ogosho Mei começava?
Em nenhum lugar.
As duas sempre foram uma só.

[...]


Chegamos — o óbvio foi dito, ao pararem defronte aos enormes Portões Torii que guardavam a entrada do Templo Narukami. Haviam duas sacerdotisas à entrada, aguardando para receber a garota. — É hora de se despedir, Rina-chan.
Olhou para a menor, que encarava o portão e a enorme construção que se agigantava em madeira vermelha. Rina olhou para os garotos do grupo, abriu a boca, mas a voz não saiu. Voltou a fechá-la.
Ou você pode voltar com a gente para Kirigakure — falou. Rina arregalou os olhos, e Mei sorriu. — Sinceramente, nós não nos importamos com nada disso. Isso de destino, de nascer para ser uma arma, não passa de conversas de velhos. Se você disser que quer voltar para casa, nós vamos te levar para casa, e você pode ser o que quiser. Ou não ser nada, também é uma opção.
Mas… O que vai acontecer…?
Eu decidi que você é livre para tomar as suas escolhas, então não há ninguém vivo nesse mundo que possa roubar a sua liberdade, Rina-chan. É a sua vida, você toma as decisões.
Eu… —  Rina engoliu em seco. Lágrimas começaram a escorrer pelos seus olhos. Ela olhou para o topo da escadaria, onde as sacerdotisas a esperavam. — Eu… — Olhou para Yohma, para Yhwach, para o caminho por onde vieram, e então novamente para Mei. — Eu quero…
Reino da Prisão: Abra.

Mei sentiu uma intensa agitação em seu interior, como se algo tivesse sido despertado dentro dela. Seus olhos vermelhos começaram a arder com a fervorosa presença do chakra da Besta que vazava por seu corpo. A Forma Inicial de sua transformação jinchuuriki manifestava-se, mas estava longe de estar sob seu controle naquele instante. A raiva, uma emoção estranha e avassaladora, tomou conta de seu ser, consumindo sua mente.

Por um breve instante, a consciência de Mei pareceu se apagar, envolvida por um vazio escuro e perturbador. Ela se sentia distante de si mesma, como se tivesse sido substituída por outra entidade. Podia sentir seu corpo se movendo, mas era como estar embalada em sono profundo, cada movimento muito levo, muito distante. A voz de Shukaku ecoava em seus ouvidos, chamando-a de volta, mas estava perdida em meio à escuridão.

Piscando, a visão clareou novamente. Mei retornou à realidade, mas sua mente ainda estava confusa e atordoada. Ao olhar para cima, deparou-se com o rosto de Yhwach, e uma sensação de pavor a invadiu ao notar o filete de sangue escorrendo dos lábios do homem. Um choque percorreu seu corpo quando percebeu seu próprio braço atravessando o peito de seu pai, um grito silencioso ecoando em sua mente. Atrás do pai, encolhida contra a parede, estava Rina Ono, cujo olhar refletia o terror que ela própria sentia. À sua volta, o corpo sem vida das sacerdotisas.

A cena era surreal, e a compreensão dos fatos demorou a se firmar em sua mente, como se o mundo estivesse se movendo em câmera lenta. Aos poucos, as memórias fragmentadas foram se juntando, preenchendo as lacunas do que havia acontecido.

O que...? — tentou falar, mas suas palavras ficaram presas na garganta. Sentia o sangue escorrendo pelo antebraço e pingando pelo cotovelo, o vento frio em sua mão que saia pelo lado oposto do corpo do homem. Seus olhos se fixaram no olhar de Yhwach, que lhe dirigia um meio sorriso, como se tudo estivesse sob controle.
Genjutsu, eu acho. Mas vai ficar tudo bem agora que você voltou — disse ele. — Você já está segura, filha.

As palavras de Yhwach ecoavam em seus ouvidos, e o medo a invadia. O peso contra seu braço aumentava, e Mei finalmente percebeu, o choque percorrendo seu ser.
Seus olhos arderam. Lacrimejavam, mas foram lágrimas vermelhas de sangue que desceram pelas bochechas.
Aquilo estava errado.
Não fazia sentido.
Como?
Como?
Por quê?
Da mesma forma que antes.
Não era justo.
De novo.
Da mesma forma.
Como quase vinte anos atrás.
Yhwach foi morto pelas mãos de sua filha.

E naquele momento, Naomi atacou.

---------  ❁  ---------

HP: 4.000/4.000 | CH: 7.550/8.250 | ST 02/10
Samehada: 500/500 | Shukaku: 1.425/1.500 | CN: 000/600
Areia: 2.900/3.000 | Tinta: 1.505


Informações:
@

_______________________

I could show you incredible things

Busquem comer cimento
GFFichaMod-Ag
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Herói da Vila
Proteja sua vila de um ataque e/ou conclua três mini-tramas arquitetadas por seu Kage.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Reconhecido por Todos
Chegue aos 100 pontos de fama geral.
Hospedeiro
Torne-se um jinchūriki.
Golpe Final
Dê o "último golpe" em um NPC adversário durante um evento
Guardião da Vida
Salve um aliado da morte durante um evento mundial.
Protagonista
Destaque-se em um evento mundial.
Eu Sou Inevitável
Seja uma grande fonte de dano do grupo durante um evento mundial.
Eu Sou Sensei!
Forme uma equipe ou seja designado para ser sensei de uma equipe.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Melhorias ao Meu Arsenal
Receba um transplante ou realize-o em seu próprio personagem.
Luna
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77699-fp-mei-ogosho#613975
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t75448-gf-luna#589545
Sekiro
Yōnin

IV.

Relutante, a garota reclamou do puxão efetuado pelo Uchiha, que fez questão de ignorá-la para que não destoasse o campo de visão. Buscou encontrar algum resquício de qualquer oponente, mas nada estava ao seu alcance. Assim, optou por desativar a sua habilidade sanguínea, encarando a Ogosho que continuava a portar os orbes dotados do Sharingan, ainda lhe causando estranheza, haja vista tê-lo despertado muito tarde. Quando notou que não seria mais necessária a força bruta, Yohma soltou a garota, desculpando-se pelo contato e concentrando no que o suposto sogro tinha a dizer. Conforme suas palavras, a denominada Naomi, ao qual ouviu apenas boatos pelos lábios de Mei, bem como os informativos trazidos a si pela conclusão de uma missão efetuada pelos ninjas do vilarejo, havia escapado da prisão. Ele praguejou internamente por não ter sido informado diretamente daqueles acontecimentos, presumindo que fora tirado de jogo naquele dia. Caso tivesse seguido sua intuição, talvez as coisas fossem diferentes, mas não havia espaço para lamentação. Rina ainda estava viva e, ao final do dia, era somente aquilo que importava.  

A viagem continuou, conforme seu assentir à assistente. O Uchiha se mantinha tranquilo, notando os olhares nervosos de Mei e tentando deduzir se ela queria lhe dizer algo ou era apenas nervosismo. Entretanto, evitava o contato visual para que Yhwach não notasse o peculiar clima, facilitando a interação com o mesmo – e deixando que as garotas conversassem entre si. Auxiliando-o sem pleno conhecimento, o mais velho entonou sua voz, tomando a atenção do Mizukage. — Kami-sama. — ele disse, tirando um suspiro cansado do jovem. — É assim que lhe chamam, não é? A minha filha é uma dessas. Sempre me pergunto como se sente sobre isso. — a fala era tomada por uma dúvida real, ao qual não julgava. O Ogosho havia criado sua filha na Nuvem, em um templo de riquezas e luxos no qual ela era sua imperatriz. Agora, Mei vivia na Névoa, um terreno menos formoso e mais violento, com histórico sanguinário, além disso, servindo como assistente de um homem intitulado Deus.

Não sou tão afeiçoado a essa nomenclatura. Prefiro escondê-la dos holofotes, mas aqui é difícil evitar. Acredito que a população precise de uma imagem para manter sua fé e a esperança ardendo ao fim dos dias, então... Criaram a minha. — emitiu o rapaz, embora não fosse totalmente honesto. Mesmo mundo afora, ele e sua companheira eram reconhecidos de maneira similar.

Entendo. Você possui olhos especiais, como pude ver. Muito diferente dos meus ou de qualquer outro. Provavelmente eles não precisam só de uma imagem, mas de alguém com o pulso forte. Alguém que realmente possa fazer por eles, aquilo que eles acreditam ser o necessário. — disse o mais velho. — Não sei se ficou claro, mas quero lhe dizer que este vilarejo é norteado por um poder militar assombroso. Ninjas especiais, poderes inimagináveis escondidos por trás dos muros, conspirações políticas. Mas quando olho para seu líder, o que vejo? — e um sorriso brotou no canto dos lábios de Yohma.

Um homem que não aceita o seu poder, presumo. Alguém que vê todo esse aspecto como uma maldição, e que obtém títulos acima de títulos sem verdadeiramente acreditar que sua rota é a correta. — respondeu o Uchiha, fitando o céu.

Yohma. As suas palavras em Sunagakure, para aquele povo, continham um significado: esperança. Elas reverberam até os dias de hoje. As suas ações para o País da Água, possuem um significado. Veja o que foi construído. — e ele apontou para o horizonte. — Mas além de tudo o que foi feito internamente, por que não sinto nada vindo de você? Como se houvesse um vazio? A população confia em você. Os ninjas confiam em você. Mais do que todos, a minha filha confia em você; seus olhos brilham como os de uma pessoa que nutre sentimentos íntimos pelo seu líder, além do que deveria, principalmente a confiança. Contudo, também são tomados por uma escuridão pela preocupação. — e ele abaixou suas mãos. — Você não pode ser consumido pelas incertezas, Kami-sama. Eu fui assim durante toda a minha vida, e... falhei com a minha família. Não deixe que o mesmo aconteça novamente. Você tem poderes capazes de mudar o mundo e, se apesar disso, ainda não quiser ser um herói... — fitou Mei de soslaio, com um sorriso paternal. — Aceite seus poderes para proteger a sua... a nossa família. — terminou alongando os braços para tocar um dos ombros de Yohma.

As palavras reverberaram pela mente do Uchiha, que apenas assentiu. Não era apenas uma lição de vida, mas uma benção. Uma súplica. Portanto, não havia nada a ser acrescentado. — Obrigado. Refletirei sobre isso. — indicou, também tocando o ombro do mais velho e o balançando em um cumprimento amigável.

(...)

A entrada do templo tornou-se visível e, mesmo que sem tanta pressa, o grupo alcançou o mesmo. O grandioso selo estendeu-se acima do campo de visão de Yohma que, independentemente, deixou que as garotas conversassem, afastando-se para averiguar a situação como um todo. Não desejava uma última surpresa, por isso, moveu a cabeça em concordância a Yhwach que trataria de fazer a cobertura de Rina, enquanto o Uchiha protegeria o perímetro. Portanto, afastou-se cinco metros do ambiente, enquanto movia a cabeça vagarosamente em negativa. A menina realmente possuía a escolha de voltar atrás? Era algo a se pensar. Porém, antes mesmo que ela pudesse responder com exatidão, um estranho palavrear fora emitido. Com o perímetro bem protegido e os orbes pendendo para a coloração arroxeada da kekkei genkai, a Sombra da Água imediatamente moveu-se, ao notar a liberação do chakra derivado de uma besta que circundava o corpo da Ogosho.

Mesmo que se movimentasse em sua máxima velocidade, Yohma fora incapaz de combater o ataque direcionado contra Rina, precisando do auxílio do mais velho que, subitamente, impedia o conflito entre o punho da morena e a garota com seu corpo; sendo perfurado. Uma pequena lembrança lhe levou à sua adolescência, quando situação similar justificou sua evolução como membro do clã Uchiha e a técnica temporal fora desperta. Posicionou-se entre Rina e o corpo das sacerdotisas, movendo os orbes agressivamente pelos arredores. E, entre o curto diálogo final entre pai e filha, pôde fitar as lágrimas de sangue que escorriam sequencialmente do rosto de Mei, incluindo a mudança dos tomoes em algo muito mais agressivo. “A maldição”, pensou. Mais uma vez, ela estava desperta. E, quando a sacerdotisa restante emitiu a última de suas palavras, erguendo uma de suas lâminas para atacar a Ogosho inerte, Yohma efetuou uma rápida leitura de movimentos, tomando uma das Kibas entre os punhos e a disparando para atingir em cheio ao punho destro.

Com a ofensiva interrompida, a mulher de aparência idêntica a de sua assistente o fitou, arrancando a lâmina que a perfurara. — Ela tem bom gosto, devo admitir. — e deu de ombros. Imediatamente, puxou a lâmina para atirá-la contra o Uchiha, contudo, notou seus movimentos extremamente lentos, resultado da técnica Mugen, ativada por Yohma. Assim, ele não somente evitou o disparo, como também contra-atacou com golpes físicos, acertando o rosto e o corpo da mesma por dezenas de vezes, mas com o restante sendo evitado exclusivamente quando dos dedos da oponente, pequenas bombas de luz foram estouradas. O semblante fora protegido para não haver danos oculares e, quando desperto, não restara nada além de uma Rina amedrontada e o corpo inerte de Mei. Naquele instante, não podia dar continuidade ao embate. Na distância, entretanto, conseguia perceber a contraparte da Ogosho despedindo-se com um gesticular das mãos feridas em tom de zombaria.

E-ela vai ficar bem? — perguntou Rina, com as lágrimas escorrendo dos olhos pela queda do mais velho, bem como o estado de Mei.

Sim. — ele respondeu. — Ela não tem outra opção que não seja essa. — murmurou, tomando o corpo da companheira entre os braços para tentar despertá-la do trauma. Os olhos desmotivados concentraram-se também na figura do mais velho, desfalecido no solo.


Leia as considerações:
HP: 4500/4500 — CH: 9300/9700 — ST: 01/11 — CN: 000/600 — Hachibi: 5000/5000
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Viajante
Visitar todas as Cinco Grandes Nações.
Protagonista
Destaque-se em um evento mundial.
Expansão de Terras
Colonize/domine (ou arquitete a colonização/dominação de) um território de nível 2.
Aceito por Todos
Como Meishu Kage, chegue aos 100 pontos de fama política
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Golpe Final
Dê o "último golpe" em um NPC adversário durante um evento
Arsenal em Crescimento
Adquira uma arma lendária.
Hospedeiro
Torne-se um jinchūriki.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Herói da Vila
Proteja sua vila de um ataque e/ou conclua três mini-tramas arquitetadas por seu Kage.
Planejamento Tático
Colonize/domine (ou arquitete a colonização/dominação de) três territórios de nível 1.
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Eu Tenho um Sensei!
Entre para um time.
A União Faz a Força
Tenha cinco tópicos diferentes de interação (incluindo uma missão) com seu time.
Disputas Podem Ser Saudáveis
Tenha três tópicos de interações de rivalidade com um membro de seu time.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Fazendo História
Conclua uma mini-trama.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Explorador de Outras Regiões
Colonize/domine (ou arquitete a colonização/dominação de) um território de nível 1.
Perito
Adquira uma qualidade de perícia (elemental, armamentista, etc.).
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Melhorias ao Meu Arsenal
Receba um transplante ou realize-o em seu próprio personagem.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Reconhecido por Todos
Chegue aos 100 pontos de fama geral.
Forças Especiais
Obtenha uma graduação especial.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Sekiro
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77696-f-yohma-uchiha#613905
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77700-gf-yohma-uchiha#613977
Luna
Meishu Mizukage
[Cena] – Estrada Para o Paraíso 3026d08ad16326db2dc9f1fc16d558d6
[Cena] – Estrada Para o Paraíso 3026d08ad16326db2dc9f1fc16d558d6
Mei estava ajoelhada no chão, seu corpo tremendo de choque e confusão. O poder do Mangekyou Sharingan agora consumia seus olhos, e o sangue continuava a escorrer deles, misturando-se com suas lágrimas. A dor daquilo era avassaladora, tanto física quanto emocionalmente. Sua mente estava turva, incapaz de compreender totalmente o que havia acontecido. As imagens do momento se repetiam em sua mente, o rosto inexpressivo de Yhwach, o pavor de Rina, a sensação de seu braço atravessando o corpo do homem que, de alguma forma, ela admirava e confiava. Ela se sentia perdida, sem saber o que fazer ou como lidar com a enxurrada de emoções e pensamentos que a assolavam. A escuridão daquele momento parecia se estender por toda a sua existência, deixando-a à mercê de um destino incerto e sombrio.

Ela agarrou com força os punhos, suas unhas afundando na palma das mãos. Seus olhos vermelhos e vidrados fitavam o vazio, como se tentassem encontrar respostas, o significado daquilo. Ela engoliu em seco, tentando conter os soluços que ameaçavam escapar de sua garganta apertada. Cada movimento que ela fazia era lento e desajeitado, como se cada gesto fosse uma tortura para seu corpo e sua alma. A dor era visível em sua expressão, seus olhos carregados de sofrimento e culpa. Ela não sabia como seguir em frente, como se reerguer após o abismo emocional em que havia caído. A ferida emocional era tão profunda e complexa que as palavras eram incapazes de expressar. Mei estava quebrada. Talvez irreparavelmente.

Mei se encolheu momentaneamente ao sentir os braços de Yohma envolvendo seu corpo. Aquele abraço caloroso, que antes trazia consolo e segurança, agora parecia ser apenas uma lembrança distante. Ela não conseguia corresponder ao gesto de afeto, sentindo-se completamente desconectada do mundo ao seu redor. Palavras gentis e acolhedoras que não encontravam eco em seu coração, como se suas emoções, ao menos naquele singular momento, tivessem se tornado uma massa indistinta e sem vida. Permaneceu imóvel no abraço dele, incapaz de verbalizar o que estava sentindo. A dor que a consumia era profunda e avassaladora, sufocando qualquer tentativa de resposta emocional. Seu corpo parecia pesado e entorpecido.

Por quê? — Após o que pode ter sido um milênio, sua voz finalmente saiu. Era a única pergunta que poderia fazer, a única que valia a pena ser feita. “Por quê?”. Existia ali um significado? Um motivo? Engoliu em seco novamente, sentindo que vidro raspava em sua garganta. Fechou os olhos, o sangue grudando em suas pálpebras. tornou a abri-los e olhou para o corpo no chão e quase desabou novamente, mas conteve-se. — Yohma — chamou o companheiro pelo nome. Centenas de milhares de imagens passavam por sua mente. Recordações do passado. Memórias vividas, recordadas com exatidão. — Esse mundo — o massacre na Mansão Ogosho, os anos de treinamento desumano em Kumogakure, as centenas de carnificinas a que fora ordenada a executar ainda na juventude, corpos e corpos pelo chão, o massacre dos civis em Chori no Sato, as vítimas barbarizadas por Moira. Seu pai, morto por suas mãos em um ataque orquestrado por motivos mesquinhos de poder e controle. A voz de Rina do dialogo na estrada ainda ecoava em sua cabeça. Nunca quis ser uma jinchuuriki, ela pensava. Nunca quis ter aquele poder. Nunca quis fazer parte daquilo. Por que tinham sempre que escolher por ela? Herdeira do clã. Jinchuuriki. Executora. Comandante. Líder. Quando foi que pediu por qualquer uma daquelas coisas? Ela só queria que a deixassem brincar com Naomi, por isso entrou naquele dojo. Por isso pegou a espada de treino. Por isso deu tudo de si.
Por isso que havia chegado até ali.
O grito de dor e ódio reverberou nas profundezas de sua alma corrompida, ecoando pelo vazio escuro e desolador que agora era seu coração. Cada lembrança era como uma adaga rasgando sua mente, infligindo-lhe uma dor indescritível que se misturava ao sangue que escorria de seus olhos, um sangue que refletia seu espírito condenado. Seus olhos se abriram por completo, revelando todo o símbolo em que os Tomoes haviam se transformado, ostentando o Sol negro em ascensão. Alguém uma vez chamou aqueles olhos de "Olhos celestiais que vêem a verdade de toda a criação, sem obstrução". E para ela, esta estava despida à sua frente para ser contemplada. — Deveria ser destruído.


---------  ❁  ---------

HP: 3.950/4.000 | CH: 7.450/8.250 | ST 02/10
Samehada: 500/500 | Shukaku: 1.425/1.500 | CN: 000/600
Areia: 2.900/3.000 | Tinta: 1.505


Informações:
@

_______________________

I could show you incredible things

Busquem comer cimento
GFFichaMod-Ag
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Herói da Vila
Proteja sua vila de um ataque e/ou conclua três mini-tramas arquitetadas por seu Kage.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Reconhecido por Todos
Chegue aos 100 pontos de fama geral.
Hospedeiro
Torne-se um jinchūriki.
Golpe Final
Dê o "último golpe" em um NPC adversário durante um evento
Guardião da Vida
Salve um aliado da morte durante um evento mundial.
Protagonista
Destaque-se em um evento mundial.
Eu Sou Inevitável
Seja uma grande fonte de dano do grupo durante um evento mundial.
Eu Sou Sensei!
Forme uma equipe ou seja designado para ser sensei de uma equipe.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Melhorias ao Meu Arsenal
Receba um transplante ou realize-o em seu próprio personagem.
Luna
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77699-fp-mei-ogosho#613975
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t75448-gf-luna#589545
Sekiro
Yōnin

V.

O Uchiha observou cada reação de sua companheira, compreendendo aquelas sensações que também foram um grande alicerce em anos anteriores. Os orbes se mantiveram conectados à mesma, além da postura para que repousasse sobre seus braços. Porém, o que lhe chamou verdadeira a atenção, foram as palavras da Ogosho... Que independentemente à sua evolução pessoal, mais uma vez o lembrava de um passado não tão distante, quando seus pés repousaram nos portões da Névoa pela primeira vez. Contudo, ele também entendia a sensação odiosa, todos os sentimentos obscuros que advinham daquele aspecto e, além disso, que naquele instante, ele não seria ouvido. Ainda assim, seria um dos poucos no mundo vigente que seria capaz de guiá-la; ou tentar infundir tal aspecto. “Apenas descanse, Mei. Eu cuidarei de tudo”, solicitou em um murmúrio e, com um toque terno, deixou-a apoiada em um dos arvoredos, aproximando-se do corpo de Yhwach e o absorvendo para a sua dimensão pessoal, para que fosse velado posteriormente.

Na sequência, apontou para que Rina o seguisse. Os passos vagarosos da dupla foram direcionados aos portões do Templo, atravessando-o, mas não antes da percepção clara do Uchiha acerca do clima: aquela era uma noite tempestuosa. As nuvens carregadas e a névoa densa eram um presságio do futuro, ou apenas uma má recepção. — O que você decidiu, Rina? — ele questionou. Seu olhar se manteve concentrado no topo, conquanto continuava a caminhar, até que finalmente estivesse no interior do templo.

E-eu não quero fazer isso. — ela emitiu.

Você tem uma família? — perguntou. — Não pergunto sobre parentes de sangue, afinal, eles o venderam. No entanto, pessoas que se importam com você. Aqueles que morreriam e matariam para que vivesse; para protegê-la das mazelas do mundo.

V-vocês foram os primeiros. Não sei se pela missão ou por algo pessoal, mas sim, foram os únicos que mostraram se importar com o que sinto, com o que penso. Foram os únicos que me viram como humana. — ela tornou. Lágrimas escorriam com intensidade dos seus olhos. — E-eu...

(...) Não precisa dizer mais nada. Volte para Mei. Eu sigo daqui em diante. — ordenou, continuando a caminhada até que chegasse às portas. Abriu-as ao notar que Rina já estava distante, visualizando o grandioso Templo. Assim que cruzou as barreiras, a luz intensa atacou-lhe os orbes, em um cenário maioritariamente branco, cercado por indivíduos trajados em vestes de coloração arroxeada que... batiam palmas sequenciais para a sua entrada.

O semblante de Yohma permaneceu intacto, tomado por um imenso desprezo mesclado à confusão. O que definitivamente acontecia ali? Não continha uma resposta clara, mas as palmas logo se interromperam, quando o homem ao centro expressou incômodo pela ausência da garota.  

Onde está o receptáculo? — ele questionou, apontando o dedo na direção da Sombra da Água. — Você deveria trazê-lo com vida!

Ela... — referenciou-a como uma humana, conforme solicitado pela mesma. — (...) Rina está segura. Eu tomarei a responsabilidade de cuidar da mesma, portanto, vocês não serão necessários. Estou aqui apenas para comunicá-los. — e deu as costas, visando fazer o retorno. Os monges mais uma vez aplaudiram, enquanto aquele ao centro, provavelmente o líder do templo, erguia suas mãos, apontando seu dedo na direção do Uchiha.

Rina? Você deu um nome à essa coisa? Ela não é humana. Ela é uma arma, como todos vocês jinchūrikis. Acha que não sabemos de onde vem seus poderes, Oito-caudas? Além disso, precisarei reportar aos seus superiores sobre a sua insubordinação? — e ele deu uma gargalhada. Yohma unicamente interrompeu seus passos, observando de soslaio aos movimentos do monge. Das cortinas brancas que se mantinham às suas costas, naquele palco, uma gaiola com duas crianças fora exibida. Os seres iniciaram suas vaias quando as viram, apedrejando-as com rochas retiradas de seus bolsos. Ferimentos eram visíveis por toda a silhueta infantil. — Nós trabalhamos no modus operandi que desejamos. Temos poder para fazer o que quisermos, e as ordens para entrega da mercadoria vem de indivíduos muito mais importantes do que você. — e ele abriu suas mãos, sinal para que interrompessem o apedrejar. — Nesse ambiente, construímos caráter, lapidamos cada existência e os tornamos receptáculos perfeitos para o objetivo que lhes fora interposto, independente dos meios necessários... — emitiu, com o agraciar dos seguidores. Mais uma vez lapidou o erguer de seus dedos na direção do Uchiha que, em um simples movimento, retirou a gigantesca Hiramekarei de seu coldre, avançando em máxima velocidade para arrancar inteiramente a mão daquele ser.

O esbravejar estridente do indivíduo percorreu por todo ambiente, enquanto os fieis gritavam assustados. A maior parcela deles tentou evadir pela porta central, mas com uma manipulação gravitacional, Yohma as selou, impedindo que continuassem. Um sorriso de canto fixou-se em seus lábios. — Desgraçados... vocês são armas, armas! Eu preciso modular cada um de vocês, eu preciso torná-los receptáculos ideais! — tentava emitir, segurando o braço ensanguentado. O Uchiha limitou-se a retirar os fios negros de seu rosto.

Irônico. Estão enfurecidos e assustados por supostas armas agirem como a natureza que implicam a elas? — questionou. — Vocês possuem todo o direito de definir-nos como armas, e eu também tenho o direito de vê-los... como primatas malditos.

(...)

As duas crianças, outrora enjauladas, saíram de mãos dadas com o indivíduo extremamente alto. A intensa chuva lavava o suor que escorria por sua face, e nos olhares calmos e de agradecimento que recebia, ele respondia exclusivamente com um sorriso gentil. Quando o trio finalmente alcançou Rina e uma Mei apoiada nas árvores, o Uchiha soltou a mão dos pequenos, solicitando que a garota cuidasse dos mesmos. Em seguida, ergueu o corpo de Mei, carregando-a. Não deixou, contudo, de fitá-la e recordar-se de suas palavras, ao qual precisaria auxiliá-la a alcançar seu objetivo.

O que aconteceu lá dentro? Quem são essas crianças? — a jovem perguntou, e Yohma deu de ombros.

Não sei, depois descubro. E lá dentro, bom, tivemos uma conversa. Eles não irão mais importuná-la. — respondeu, mantendo uma expressão dotada de certo cinismo, perceptível por Rina.

Você tem certeza?

É claro. Agora, vamos para casa. — iniciou a caminhada com Mei em seus braços, sendo seguido pelo grupo.

Onde vocês moram?

Nós moramos bem longe daqui, então se prepare para andar bastante na chuva.

E como é a sua casa?

Era um templo simples, agora ela foi reformada e blábláblá, quer mesmo conversar? Tá chovendo demais.

C-claro, isso é um sequestro!

Hein? Não consigo te ouvir, tá chovendo demais.

Desgraçado!

E, sob a chuva, o clima tempestuoso e uma noite de névoa densa, aquela fora a última vez que ouviram falar sobre o Templo Narukami da Montanha do Dragão Luminoso, nos limites da Névoa Oculta.


Leia as considerações:
HP: 4500/4500 — CH: 8600/9700 — ST: 02/11 — CN: 000/600 — Hachibi: 5000/5000
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Viajante
Visitar todas as Cinco Grandes Nações.
Protagonista
Destaque-se em um evento mundial.
Expansão de Terras
Colonize/domine (ou arquitete a colonização/dominação de) um território de nível 2.
Aceito por Todos
Como Meishu Kage, chegue aos 100 pontos de fama política
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Golpe Final
Dê o "último golpe" em um NPC adversário durante um evento
Arsenal em Crescimento
Adquira uma arma lendária.
Hospedeiro
Torne-se um jinchūriki.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Herói da Vila
Proteja sua vila de um ataque e/ou conclua três mini-tramas arquitetadas por seu Kage.
Planejamento Tático
Colonize/domine (ou arquitete a colonização/dominação de) três territórios de nível 1.
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Eu Tenho um Sensei!
Entre para um time.
A União Faz a Força
Tenha cinco tópicos diferentes de interação (incluindo uma missão) com seu time.
Disputas Podem Ser Saudáveis
Tenha três tópicos de interações de rivalidade com um membro de seu time.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Fazendo História
Conclua uma mini-trama.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Explorador de Outras Regiões
Colonize/domine (ou arquitete a colonização/dominação de) um território de nível 1.
Perito
Adquira uma qualidade de perícia (elemental, armamentista, etc.).
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Melhorias ao Meu Arsenal
Receba um transplante ou realize-o em seu próprio personagem.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Reconhecido por Todos
Chegue aos 100 pontos de fama geral.
Forças Especiais
Obtenha uma graduação especial.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Sekiro
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77696-f-yohma-uchiha#613905
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77700-gf-yohma-uchiha#613977
Ku
Moderador
[Cena] – Estrada Para o Paraíso OxxAo3l
[Cena] – Estrada Para o Paraíso OxxAo3l
[Cena] – Estrada Para o Paraíso FOTK2jY
doneAprovado
Aquisição do Enton.

_______________________

[Cena] – Estrada Para o Paraíso Scre1755
Olá, Convidado, eu sou o .
Vim te trazer alguns conselhos que facilitarão o seu jogo aqui no Naruto RPG Akatsuki:

Admineiros Conheça o Guia Shinobi e aprenda um pouco mais sobre o RPG!
Admineiros Leia o nosso Sistema de Conduta e mantenha a paz tanto no seu ON quanto no seu OFF.
Admineiros Conheça o Akatsuki Shop!
Admineiros Fique atento às Notícias do nosso fórum!
Admineiros Em caso de dúvidas, visite a área de Dúvidas ou o tópico de Dúvidas Rápidas.
Admineiros Acesse a área de Sugestões para expor as suas ideias e incrementar o jogo de todo mundo!
Admineiros Entre no nosso servidor do Discord e socialize!
Ku
Ficha de Personagem : http://narutorpgakatsuki.net
Conteúdo patrocinado
Design visual (Estrutura, Imagens e Vídeos) por Dorian Havilliard. Códigos por Akeido