:: Mundo Ninja :: Mapa Mundi :: Sunagakure no Sato :: Arredores
12 Anos Online
Alvorecer
Arco 04
Ano 16 DG
Inverno
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

[RP] — Incursão da Areia VNYra6x

AKCL
Nukenin A
AKCL
Vilarejo Atual
[RP] — Incursão da Areia VNYra6x

[RP] — Incursão da Areia - Publicado Ter 17 Maio - 10:14


[RP] — Incursão da Areia Tumblr_pn0x0eWifY1xx176co1_400

Mesmo conhecendo o caminho para Sunagakure, o deserto nunca será um ambiente fácil de atravessar. Graças a jaqueta que cobria boa parte do meu corpo, pude me proteger dos raios do sol, do intenso frio da noite e das tempestades de areia, cobrindo as principais partes do meu rosto. Conforme meus passos me deixavam mais próximo do vilarejo, meus suprimentos diminuíam a uma grande velocidade, principalmente a reserva de água, que eu era obrigado a ingerir com frequência devido o calor extremo do local. Faltavam alguns quilômetros ainda, provavelmente um dia todo de caminhada para somente chegar na Areia pela noite. — Acho melhor eu descansar um pouco... — Reclamei comigo mesmo, tampando os olhos com a destra enquanto observava os céus, sem nenhuma nuvem para me dar um pouco de sombra. Ao subir uma grande duna, um pequeno acampamento foi se revelando por baixo da mesma, cercado por alguns tocos de madeira afiados nas pontas, uma quantia significativa de cabanas, carroças e alguns camelos. — Por favor, sejam amigáveis... — Deslizei pela duna em direção ao acampamento, e minha aproximação foi noticiada por alguns vigias em torres. — Q-quem é você? —  Um homem franzino me apontava uma lamina curvada, mas sua postura e mãos tremulas deixavam nítido que não tinha noção alguma do que estava fazendo. — Yoo!! Sou somente um viajante com sede e fome. Carinha, abaixo isso antes que você se corte sozinho. — Cocei minha nuca um pouco sem jeito, enquanto outros homens pareciam observar por trás do cercado. — Eu preciso de um pouco de água, um pouquinho de comida... eu posso trocar isso por alguma ajuda. Posso proteger vocês durante a noite, ou até mesmo pagar por isso. — Meu tom era calmo e sincero, me aproximando devagar enquanto o outro abaixava sua arma. — Tudo bem, mas qualquer movimento brusco eu te faço em pedacinhos menino!! — Ainda temendo pela sua segurança, o homem deixou que eu passasse. Entrei no acampamento e fui guiado por um mais velho até a reserva de água e comida que tinham.

HP: 2725/2425 | CH: 2825/2825 | ST: 00/06 | CN 000/400


Considerações:
Armamentos:
Usados:
Atributos, Talentos & Especialidade:
[RP] — Incursão da Areia D08b07ef0bf98b6b11ca607569f49e1d839f756b

Skywalker
Nukenin A
Skywalker
Vilarejo Atual
[RP] — Incursão da Areia D08b07ef0bf98b6b11ca607569f49e1d839f756b

Re: [RP] — Incursão da Areia - Publicado Ter 17 Maio - 14:30

Incursão da Areia


HP: 1750 / 1750 || CH: 3000 / 3000 || ST: 00 / 07

O Quão longe poderia ir uma pessoa para alcançar suas ambições? Para mim, ao menos - Nenhum preço era alto demais. Naquela noite, retornava de minha inquisição sombria nas províncias de Uzushiogakure, após tomar para mim o poder da necromancia e os conhecimentos sombrios que o culto de Kayneth há tanto tempo tentou esconder. Com os trajes negros que se misturavam ao céu desprovido de estrelas, fiz meu caminho através do deserto infindável, para atravessar a imensidão do horizonte vazio das terras do País do Vento. Porém, em determinado momento após subir uma grande duna a cerca de dois quilômetros de minha posição inicial, tive a visão privilegiada do que aparentava ser uma espécie de acampamento local.

Pensei, por um único instante, sobre os homens que estavam ali presentes. Todos eles possuíam suas próprias famílias e objetivos, mas será que isso realmente importava? Não. Se há algo que aprendi com um tempo a sós com Jashin, é que nada neste mundo é verdadeiramente eterno ou importante. Seus nomes serão esquecidos na história, seus feitos se provarão irrelevantes, e seus sentimentos não passam de empecilhos para alcançar seus verdadeiros potenciais. A Justiça e a paz sempre foram uma farsa utilizada para mascarar a incapacidade do homem de lidar com o seu próprio fracasso. Então, após jogar os olhares através da máscara em formato de caveira para a lua no topo do céu enquanto a brisa gélida da madrugada me alcançava, deixei que meus pés deslizassem através da areia, enquanto retirava os pesos de minhas pernas, colocando-os em suas devidas bolsas.

— "Que Jashin tenha misericórdia destas pobres almas."  — Ditei a mim mesmo, enquanto pousava os pés sobre terra firme, enquanto a capa negra voltava a cobrir meus braços. — "Não busco a morte, mas se me negarem, a vontade maior responderá com retaliação." — Finalizei.

Então, em apenas um único instante, disparei em uma velocidade próxima a de meu máximo ( 4 ), buscando me aproximar do portão principal. Eu também precisava reabastecer minhas energias, e mesmo que eu fosse obrigado a tomar os suprimentos daquele acampamento a força, buscaria não fazê-lo através do genocídio. Não haviam motivos para que a vida destes homens fosse desperdiçada, não enquanto suas armas se mantivessem fora de meu raio de visão. Para uma ação, sempre haverá uma reação. Mesmo que meu visual relembrasse o do ceifador ou mesmo de demônios pagãos antigos, ainda, por dentro, talvez eu possuísse um coração humano. Então, ao chegar até os domínios do local, fitei a figura do guarda que empunhava uma espada curva em mãos. Apenas permaneci em silêncio, enquanto ele se virou para mim, assustando-se com o que via.

— "Mas que diabos é isso?" — Ele exclamou, levantando sua espada em minha direção, ainda que tremulasse em medo. — "Fique longe, ou você sofrerá as consequências!" — Ele seguiu.

Porém, antes mesmo que pudesse ver, eu já havia passado por ele. Com um golpe único na lateral do pescoço, fora posto para dormir. O homem caiu inconsciente, mas sem risco de vida. E isto se repetiu com alguns outros homens que estavam próximos. E mesmo que eu fosse veloz, não pude impedir que um dos mais distantes soasse uma espécie de alarme, que se dava na forma de uma trombeta com som ensurdecedor. Os guardas seriam alertados da presença de um invasor, mas eu não possuía medo da presença dos demais defensores. Eu poderia terminar com aquilo em segundos caso minha sede de sangue ainda se sobrepusesse a minha racionalidade, porém, eu não poderia, jamais, retornar ao que um dia já fui.

— "Essa arrogância não vai levá-los a nada. Enquanto insistirem nisso, serão incapazes de aceitar e resistirão." — Ditei, enquanto avançava lentamente, ficando em uma parte aberta do acampamento, ainda sem revelar os braços. — "Quantos mais vão ter que morrer até que  vocês enfim possam entender?" — Os questionava.

E  mesmo assim, não aparentava levantar uma postura ofensiva. Me mantinha completamente frio mediante a situação, apenas aguardando pela decisão seguinte dos guardas. Se ousassem se opor aos meus avisos, pagariam com sangue. Mas se percebessem a gravidade da ação que estavam cometendo, não teria motivos para assassiná-los. Eu buscava suprimentos, e não um banho de sangue.

Informações:

| N° de Palavras: 710|

_______________________

[RP] — Incursão da Areia E61d9053d0ce1422ba25de28b0cd7fa2464294b3
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
[RP] — Incursão da Areia VNYra6x

AKCL
Nukenin A
AKCL
Vilarejo Atual
[RP] — Incursão da Areia VNYra6x

Re: [RP] — Incursão da Areia - Publicado Ter 17 Maio - 19:33


[RP] — Incursão da Areia Tumblr_pn0x0eWifY1xx176co1_400

Conhecer a história daqueles que rondavam o mundo era uma das partes mais interessantes de se viajar por ai. Já faziam algumas horas desde que havia chego no acampamento, e o pouco tempo foi suficiente para que eu pudesse interagir com alguns dos mercadores. Estávamos protegidos dentro de uma das cabanas, sentados ao redor de uma enorme mesa de madeira, servida com jarras de água fresca, alguns cactos descascados, pedaços de lagartos do deserto assado no fogo, e vinho para aqueles que gostavam de beber. Assim, o tempo passava rápido para todos, minha sede e fome eram saciadas, mesmo não sendo um grande apreciador do lagarto assado. — E você garoto? Eu viajo por essa rota a anos e nunca vi ninguém parecido com você. É estrangeiro? — Um dos mercadores, com um copo de madeira na mão preenchido com vinho, bebericava e jogava suas perguntas. — Eu venho de longe, beem longe até, venho do País da Água. — Respondi devagar enquanto beliscava um pedaço do animal.

Antes que me perguntasse mais, a trombeta ecoava, lançando seu alerta ensurdecedor para quilometros além das cercas do acampamento. Os homens arregalavam seus olhos, todos cientes do que aquele sinal significava. — V-vai lá, menino! — Sabiam também que meu papel ali era proteger a todos. — To indo, to indo... e não vai tomar toda a água sozinho! — Esbravejei enquanto saia da cabana. Me virei para o restante do acampamento notando alguns homens caídos e apenas um mascarados em pé. Não precisei pensar muito para entender o que significava. Calado, mantive distância o observando, dando meus primeiros passos para contornar seu corpo até um dos guardas caídos. Me abaixei, levando as costas das mãos para perto de seu nariz. O ar quente ainda deixava seus pulmões. — Está vivo... — Me ergui, desabotoando a jaqueta e puxando todo o ziper para baixo, deixando o tecido deslizar por meu corpo até encontrar o chão de areia compacta.

— Então o território de Altria também possui seus probleminhas... nem todo lugar é totalmente seguro. — Brinquei, levando ambas as mãos até a bolsa de armas, armando ambas com as luvas douradas. Meu corpo absorvia os pesos nas pernas em um selo. Saltei, sentindo a mobilidade aumentar. — Hm hum hm — Socando o ar, aqueci o corpo apenas o olhando. — Podemos fazer isso do jeito divertido...oooou podemos sentar e conversar. — Meu tom era brincalhão, mas todo o cenário estava carregado com o peso da troca de olhares. Apenas trinta metros nos separavam, e uma grande bolota de feno, galhos secos e vegetação morta passou entre nós.

HP: 2725/2425 | CH: 2800/2825 | ST: 00/06 | CN 000/400


Considerações:
Armamentos:
Usados:
Atributos, Talentos & Especialidade:
[RP] — Incursão da Areia D08b07ef0bf98b6b11ca607569f49e1d839f756b

Skywalker
Nukenin A
Skywalker
Vilarejo Atual
[RP] — Incursão da Areia D08b07ef0bf98b6b11ca607569f49e1d839f756b

Re: [RP] — Incursão da Areia - Publicado Ter 17 Maio - 20:28

Incursão da Areia


HP: 1750 / 1750 || CH: 3000 / 3000 || ST: 00 / 07

E assim como eu esperava - Apenas aquelas curtas frases já tiveram um efeito capaz de petrificar aqueles homens em seus devidos lugares. Eles não eram shinobis de alta patente, e quando verificassem que nenhum de seus companheiros estivessem mortos, poderiam ao menos reconsiderar a ofensiva. Porém, antes que eu pudesse presenciar a decisão subsequente daqueles seguranças, um homem de aparência peculiar surgiu. Virei o rosto em sua direção, analisando-o de cima a baixo enquanto ouvia o que o mesmo tinha a dizer.  Ele saltava e sua voz continha uma tonalidade aparentemente irônica, como se estivesse animado para um possível combate. Porém, ao invés de me colocar em guarda ativa, preferi manter a postura pacifista.

— "Aquele homem, já ouvi falar dele. Izuku Lee, pelo que me recordo. Dizem que ele é um fugitivo de Kirigakure extremamente poderoso, preciso tomar cuidado." — Pensei, antes de levantar a voz em direção ao jovem pela primeira vez. — "Tua aparência é peculiar, e a julgar pela postura, devo presumir que sejas aquele quem está em comando deste posto avançado? Saiba que os homens caídos não estão mortos, eu apenas os deixei inconscientes. Venho para reivindicar suprimentos, e não para causar um massacre. Porém, se tentares interferir contra a vontade divina de Jashin, terá de ser eliminado. Faça tua escolha, aguardarei pacientemente pela resposta. Só espero que não vá se arrepender de tua decisão, garoto." — FInalizei, com tom monótono.

Naquele momento de silêncio, nada irrompera a troca de olhares entre nós. Estávamos fixos, pois sabíamos do perigo que representávamos um ao outro. Como algozes, será mesmo que havia algum resultado para aquele encontro se não a morte? Eu não conseguiria afirmar, mas ao menos estava preparado para enfrentar os obstáculos de minha jornada. Os guardas pareciam se afastar, arrastando seus colegas caídos para longe do ponto central daquela curta interação.

— "Além disto, citastes o nome da Kazekage. Poderia saber o motivo de um fugitivo forasteiro como ti ter se referido a ela de tal forma? Além disso, está longe de tua casa...Acho que posso afirmar que você não está aqui por qualquer motivo, não é? Protegendo shinobis de Suna...Você é intrigante para um mero nukenin." — O Questionava.

Informações:

| N° de Palavras: 374|

_______________________

[RP] — Incursão da Areia E61d9053d0ce1422ba25de28b0cd7fa2464294b3
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
[RP] — Incursão da Areia VNYra6x

AKCL
Nukenin A
AKCL
Vilarejo Atual
[RP] — Incursão da Areia VNYra6x

Re: [RP] — Incursão da Areia - Publicado Qua 18 Maio - 9:51


[RP] — Incursão da Areia Tumblr_pn0x0eWifY1xx176co1_400

Diferente do esperado, o mascarado demonstrou que sua postura não se resumia a apresentação que havia deixado em alguns homens caídos no chão. Minha guarda não se abaixou nem por um misero segundo, mas fui apenas relaxando minha postura de guerreiro, abaixando os braços e relaxando o corpo, mantendo minha atenção nos movimentos que o outro faria. Levei ambas as mãos novamente para a bolsa de armas e as livrei do par de luvas douradas. Suspirei, puxando a jaqueta com os pés e a vestindo novamente, fechando até a altura do pescoço. — Ao julgar pela minha aparência? — Meu olhar de curioso era inegável. Permiti que o homem, assim reconhecido por conta de sua voz, continuasse seu monologo sem interrupções, até aquela palavra que me perseguia desde Kirigakure retornar no vocabulário de todos. O real significado da palavra ''Nukenin'' nunca me afetou, um ninja que regava suas origens para se tornar um criminoso.

Minha constante luta me permitia não dar importância para como me chamavam, para como iriam me reconhecer pelo mundo, contando que eu mesmo soubesse o meu lugar, e as pessoas que realmente importavam para mim também soubessem minha verdadeira índole. — Esse titulo é engraçado, não acha? Nukenin, Nuke... Nin... Se você queria suprimentos, era só pedir... que coisa cara. — Incomodado pela agressão ter sido a primeira alternativa daquele ser, cocei a minha nunca suspirando mais uma vez. — Na verdade eu vim aqui pelo mesmo motivo, vim pegar água e comida e ofereci segurança em troca... não precisei bater em ninguém. — Apontei para um dos homens desmaiados próximos de mim. — Esse aqui nem lutar sabia, mano. — Reclamei indignado. — ''Citastes''... tem quantos anos? 60? Eu tenho alguns assuntos para tratar com a loira, e.. na verdade minha casa é até pertinho daqui. Eu vim ajudar Sunagakure a recuperar sua paz, e depois farei isso com o restante do mundo para eu poder enfim descansar. Se alguém tentar me impedir ou abalar o equilíbrio, bom... não vão ter uma conversa igual estamos tendo. — Meu tom transitava entre a ironia e a seriedade. Ousei me aproximei do mascarado, pegando em minha cintura um cantil cheio de água frasca, arremessando. — Aqui, tem muito mais de onde veio esse. Se você se acalmar, podemos conversar melhor e eu aviso a galerinha que você está comigo. — Ofereci o acordo me aproximando devagar, deixando as mãos expostas para não causar movimentos bruscos.

HP: 2725/2425 | CH: 2825/2825 | ST: 00/06 | CN 000/400


Considerações:
Armamentos:
Usados:
Atributos, Talentos & Especialidade:
[RP] — Incursão da Areia D08b07ef0bf98b6b11ca607569f49e1d839f756b

Skywalker
Nukenin A
Skywalker
Vilarejo Atual
[RP] — Incursão da Areia D08b07ef0bf98b6b11ca607569f49e1d839f756b

Re: [RP] — Incursão da Areia - Publicado Qua 18 Maio - 18:48

Incursão da Areia


HP: 1750 / 1750 || CH: 2950 / 3000 || ST: 01 / 07

O homem de cabelos espetados em minha frente se provava ser uma pessoa irônica - E isto me incomodava, apesar de não ser motivo para iniciar qualquer tipo de ofensiva. Notei que ele, ainda que mantivesse sua postura brincalhona mediante a situação, permaneceu em postura de combate, como se já esperasse por uma possível ofensiva repentina, alertando-me de que qualquer movimento brusco poderia culminar na finalização daquela conversação, de certa forma, amigável. Além disso, ele parecia desconhecer o vocabulário formal, tratando-me como uma espécie de ancião somente pela citação de uma única palavra.

— "És verdadeiramente apenas um palácio de músculos." — Ditei, como se o chamasse de inculto. — "Disseste que teu encontro com Altria seria primeiramente casual, pelo que aqui entendi. Porém, por que uma Kage aceitaria receber um renegado em seu vilarejo? Você não me engana, rapaz. Sei que há muito por trás deste teu sorriso sarcástico. Não pensas que me enganar seja fácil, já deveste saber que tentar algo contra mim não será produtivo. De qualquer forma, eu não tenho motivos para interferir em sua jornada medíocre. Deixe o caminho, e considere-se isento de punições." — Finalizei.

Não haviam motivos para continuar aquela conversa. Por isso, naquele instante, tentei pôr um fim enquanto aumentava o tom de voz de maneira imperativa, ordenando que Izuku deixasse o caminho. E antes mesmo que ele tomasse sua decisão, dei passos em sua direção, a fim de passar reto pela sua pessoa e tomar os recursos do acampamento por conta própria. Um nukenin que seguia o caminho da honra e respeito? Patético. Não há motivos para se apegar a sentimentos abstratos, é preferível esquecer tudo aquilo que não pode ser visto.

A medida que meus passos eram dados, os guardas preferiam se afastar ainda mais. Mesmo contato visual prolongado era difícil para aqueles homens, que podiam sentir que a morte seria certa caso ousassem interferir em minhas ações. Porém, eles eram partes do exército de Sunagakure - E alguns bons homens ainda mantinham a confiança de defender aquilo que era de Altria por direito. Dois homens utilizaram-se do Shunshin no Jutsu para rapidamente se deslocarem até as portas que impediam a passagem para o estoque de suprimentos, com lanças imbuídas por chakra em mãos.

— "Jamais aceitaremos a existência de desgraçados como você, seu traidor maldito. É melhor não tentar nada, se quiser se manter com a cabeça no seu lugar! Nós somos os homens honrados que lutam pela glória desta nação, e não será um ser tão desprezível como você que irá mudar o destino de ouro deste país!" — Ele exclamava, orgulhoso de lutar em nome de sua senhora. — "Não é só por Altria, e sim por todos nós!" — Finalizou, avançando em minha direção.

— "Enquanto não compreenderem a Vontade Maior, serão incapazes de aceitar e resistirão em vão. É realmente uma pena." — Ditei.

A Velocidade daquele homem era altíssima, ele cruzou uma distância de vinte metros em apenas um único segundo, e salto, carregando uma técnica elemental de água centrífuga que visava aumentar o poder destrutivo do golpe direto de sua lança. Com uma expressão orgulhosa em seu rosto, após o salto, buscou cair em minha direção para que o empalamento ocorresse na região do peito. Porém, eu não me movi. Ele estava em minhas costas - E bastou apenas um instante para que o resultado óbvio ocorresse.


[RP] — Incursão da Areia 687L

Em uma fração de segundo, a terra concentrada por baixo de minha capa transformou-se em uma gigantesca lança que estendeu-se para dez metros de comprimento, em uma velocidade tão absurda que não pôde ser vista em movimento nem mesmo pelos demais guardas. Olhos surgiram pela extensão da poderosa arma, que perfurou o centro do peito do shinobi valoroso, erguendo-o a cerca de três metros de altura. Seus órgãos haviam sido destruídos, e ali o deixei. Desfazendo a técnica logo em seguida, apenas continuei o caminho calmamente, sem levantar ofensiva contra o segundo lanceiro, que apenas permaneceu congelado, por puro horror. Eu não deveria matar quem não tentasse contra a minha vontade, e por vez, não o faria enquanto não tomassem a iniciativa. O corpo já sem vida do homem começou a formar uma poça de sangue ao seu redor, enquanto todos se mantinham sem reação.

Porém, eu esperava que Izuku fizesse algo. Mesmo que o ataque não houvesse tido quaisquer relações com o nukenin, se ele fosse realmente um homem valoroso...Será que deixaria tal assassinato sair impune? Ah - Talvez sim, afinal, ele próprio é alguém que muito teve que fazer para escalar no mundo obscuro da criminalidade além dos muros do vilarejo.

Informações:

| N° de Palavras: 786|

_______________________

[RP] — Incursão da Areia E61d9053d0ce1422ba25de28b0cd7fa2464294b3
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
[RP] — Incursão da Areia VNYra6x

AKCL
Nukenin A
AKCL
Vilarejo Atual
[RP] — Incursão da Areia VNYra6x

Re: [RP] — Incursão da Areia - Publicado Qui 19 Maio - 9:51


[RP] — Incursão da Areia Tumblr_pn0x0eWifY1xx176co1_400

Ter me tornado um fugitivo não se tratava de uma afronta ao sistema mundial dos ninjas, mas sim de um importante passo para me desvincular das correntes de Kirigakure no Sato e partir pelo mundo sem as devidas satisfações. O que eu faria com a liberdade que ganhei só cabia a mim decidir, mas o mais importante era manter meu caminho claro e meus objetivos mais claros ainda. A ingenuidade que um dia formou meus pensamentos já não existia mais, a ideia de trazer a paz ao mundo sem maiores conflitos, sem vidas perdidas, sem frieza, a paz com a paz havia se tornado apenas um pensamento comum. A forma como o mascarado se dirigia até mim fazia meu riso sair de forma debochada, lembrando levemente a maneira formal e ''educada'' de Eru falar, mas utilizando essa formalidade para me insultar gratuitamente. — Obrigado, obrigado, não precisa me punir. Não tenho motivos para esconder meus objetivos... quero ajudar Sunagakure a restaurar sua paz... e suspeito que as colônias de Kumogakure interferem nisso. Altria me aceitou como seu aliado, garanto que se você for forte e de confiança, ela iria te receber da mesma maneira. Por que a gente não se acalma e... — Antes que eu pudesse concluir, o movimento nas barracas me chamou brevemente a atenção, onde os homens disparavam furiosos contra o outro. — Parem! — Tentei me mover para para-los, mas eram tão rápidos quanto e tudo ocorreu em um segundo.

Alguns, para minha surpresa, detinham de habilidades shinobis, mesmo que estas fossem resumidas a um uso simplório de elementos. A conclusão daquela investida foi a queda de alguns mercadores. Avancei em seus corpos caídos, tocando-os e já sentindo que ali não havia mais vida. Meu corpo estremeceu, e em alguns segundos um suspiro me acalmou. Graças a calma de minha mente, pude manter as ideias no lugar. — Sem perdas... sem paz... eles atacaram primeiro... você somente se defendeu... — Era nítida a minha dificuldade para estabilizar aquele tipo de pensamento, sendo colocado a prova pela primeira vez em algo real. Me ergui, observando o mascarado. — Se fosse em outras épocas, estaríamos nos enfrentando com todas as forças agora mesmo... é melhor eu deixar logo esse lugar. — Dei as costas para o homem, mantendo minha atenção em seus movimentos. Recolhi suprimentos pelo acampamento, me preparando para partir. Agarrei um manto amarronzado, pendurado abaixo de uma tenda, me cobrindo com o mesmo. — Se acha mesmo que estou te enganando, venha comigo. As coisas devem piorar daqui pra frente, toda força será necessária... mesmo que ela acabe trazendo mais disto... foi o que um velhote de cabelos vermelhos me ensinou. Precisamos de uma equipe forte. E da pra... — Passei a mão no meu rosto, sinalizando que queria que o outro retirasse sua mascara.

HP: 2725/2725 | CH: 2825/2825 | ST: 00/06 | CN 000/400


Considerações:
Armamentos:
Usados:
Atributos, Talentos & Especialidade:
[RP] — Incursão da Areia D08b07ef0bf98b6b11ca607569f49e1d839f756b

Skywalker
Nukenin A
Skywalker
Vilarejo Atual
[RP] — Incursão da Areia D08b07ef0bf98b6b11ca607569f49e1d839f756b

Re: [RP] — Incursão da Areia - Publicado Qui 19 Maio - 15:38

Incursão da Areia


HP: 1750 / 1750 || CH: 3000 / 3000 || ST: 00 / 07

Eu esperava uma reação muito diferente da apresentada pelo fugitivo de Kirigakure. Ao invés de se enfurecer e partir para cima de mim, ele se manteve em seu devido lugar e julgou a minha atitude, em partes, como correta. Eu havia me defendido de um agressor, e contra este princípio ele aparentemente não ousaria ir contra. Eu mantive a minha promessa de não levantar minhas mãos contra aqueles que se mantivessem fora do caminho, e assim ele também deveria fazê-lo. Izuku então deu as costas para recolher ainda mais suprimentos, enquanto dizia que seria melhor deixarmos aquele lugar o quanto antes. Porém, ao invés de escutar os seus conselhos, decidi respondê-lo:

— "E O que te leva a crer que devo deixar este lugar? Se tentarem me impedir, que venham. Se Altria realmente preza pela segurança, não seria melhor vir resolver o problema em pessoa ao invés de acumular baixas em seu exército com tentativa fúteis de atentados a minha própria existência? A Paz é uma grande mentira que vocês ainda tentam acreditar, mas a verdade é que todos os caminhos levam à escuridão, mesmo que não aceites." — Dei uma breve pausa. — "É por que deve aceitá-la enquanto ainda há tempo. Quando você já está no inferno, é difícil sentir dor. Talvez até se esqueça de seus sentimentos." — Finalizei.

Na sequência, tomei para mim diversos suprimentos, guardando-os onde quer que eu pudesse carregá-los comigo, enquanto escutava o que o Nukenin tinha a dizer. Ele parecia estar genuinamente preocupado com o que poderia ocorrer naquele lugar dali para a frente, e se preparava para sua partida além dos portões do acampamento, convidando-me a segui-lo. Parecia ser uma ideia completamente idiota, mas Izuku possuía a fama de ser alguém de poder extremo, então perder a oportunidade de tê-lo ao meu lado além de poder convertê-lo à causa parecia não ser uma boa ideia. Eu já estava acostumado com organizações e equipes, então aquilo não seria muito. Porém, se ele tentasse me enganar, o mataria no primeiro instante.

— "O Meu pecado não deve ser tocado pelos homens." — Respondi, em sinal ao uso da máscara. — "É melhor que não encare a minha maldição por muito mais tempo  - Lhe advirto." — Finalizei, como se quisesse protegê-lo de algo que fiz no passado.

E por mais que de fato o pecado da blasfêmia que cometi contra as ordens de Deus não pudesse ser tocado e muito menos repassado para outros homens, era uma desculpa para que eu não baixasse a máscara. Eu sabia de minha fama muito bem, e caso Izuku soubesse que andava ao lado de um genocida sanguinário, com certeza tentaria algo contra mim na primeira oportunidade. Porém, eu aceitei a viagem ao seu lado, para que ao menos ele tivesse o mínimo de confiança em mim.

— "Que seja, eu não tenho rumos a serem seguidos. Pouco me importa para onde me leve, desde que não seja consumido pela sua própria tolice a ponto de tentar algo contra mim. Se a máscara cair, saiba que a morte virá atrás de ti. Um destino do qual jamais poderá escapar." — O Alertei, apontando o dedo indicador direito em sua direção, enquanto me aproximava para segui-lo. — "Além disso, já ouviste falar de um homem chamado 'Senki Youjomaru'? Ele é um fugitivo deste país, e eu estava a sua procura. Sabe algo sobre este homem?" — O Questionava.

Informações:

| N° de Palavras: 553|

_______________________

[RP] — Incursão da Areia E61d9053d0ce1422ba25de28b0cd7fa2464294b3
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
[RP] — Incursão da Areia VNYra6x

AKCL
Nukenin A
AKCL
Vilarejo Atual
[RP] — Incursão da Areia VNYra6x

Re: [RP] — Incursão da Areia - Publicado Sex 20 Maio - 10:17


[RP] — Incursão da Areia Tumblr_pn0x0eWifY1xx176co1_400

— Atentados a sua própria existência? Acha que eu ou você somos tão importante assim para as outras pessoas? Entenda de uma vez por toda, não importa o que aconteceu no passado, seja lá o que você tenha feito. A paz é uma verdade, nem que para alcança-la eu precise aniquilar uma nação inteira. — Olhei ligeiramente por cima dos ombros, fechando meus punhos que emitiam apenas um segundo de um brilho esverdeado intenso, que desapareceu com o bater dos ventos do deserto. — Eu cansei de tentar convence-los com minhas palavras... eles que devem aceitar minha existência enquanto ainda há tempo. O inferno é garantido para todos nós, mas cabe a mim decidir como irei ser recebido nele. — Minha parcela negativa estava ainda mais forte naqueles novos tempos, mesmo após o domínio do chakra natural. O mascarado tomava para si alguns suprimentos, e era possível ouvir alguns homens caídos resmungando, indicando que logo iriam despertar de seu nocaute.

— Tudo bem, pode ficar com essa coisa no seu rosto. Se importa se eu me ocultar também? Uma mascara não ia adiantar em mim. — Apontei ironicamente para meus cabelos espetados e azulados. Com um selo de mão, conhecido por todos aqueles habituados nas artes ninjas, meu corpo foi tomado por uma leve fumaça cinza, soprada imediatamente pelos ventos do País. — Henge... — Sussurrei para mim mesmo. — Melhorou? — A única diferença gritante era na coloração de meus cabelos, tornando-os totalmente pretos. — Você é paranoico em carinha? Se eu fosse te atacar já teria feito isso a muito tempo. Não é comigo que devemos nos preocupar, nem com Sunagakure, muito menos com Kirigakure. — Antes de dar meu próximo passo para fora do acampamento, um nome me foi perguntado, me fazendo pensar. — Senki... eu ouvi esse nome por ai. Mas somente alguns boatos. Mas seria ótimo encontra-lo... Akuma ficaria feliz em ter mais alguém forte na equipe que estamos formando. Podemos procura-lo juntos, quero muito conhece-lo. — Mesmo que o velhote Akuma tenha desaparecido, sentia comigo que era minha obrigação continuar sua busca por novos membros para a equipe de elite que estava sendo formada.

HP: 2725/2725 | CH: 2825/2825 | ST: 00/06 | CN 000/400


Considerações:
Armamentos:
Usados:
Atributos, Talentos & Especialidade:
[RP] — Incursão da Areia D08b07ef0bf98b6b11ca607569f49e1d839f756b

Skywalker
Nukenin A
Skywalker
Vilarejo Atual
[RP] — Incursão da Areia D08b07ef0bf98b6b11ca607569f49e1d839f756b

Re: [RP] — Incursão da Areia - Publicado Sex 20 Maio - 15:14

Incursão da Areia


HP: 1750 / 1750 || CH: 3000 / 3000 || ST: 00 / 07

Talvez ele estivesse correto - O Inferno era o destino final para cada humano que já pisou nesta terra. O pecado que consome vossos destinos não pode ser evitado, e por mais que tentemos nadar contra a violenta corrente do oblívio, jamais alcançaremos a terra firme. Vivíamos em um ciclo de ódio que não cessaria até que o homem deixasse de existir por estas terras maculadas. A Paz não passa de um mero delírio de homens medíocres e de mente fraca, que ainda acreditam que há salvação e bondade nas sementes amaldiçoadas que florescem por estes campos de morte.

— "Mesmo me opondo às regras de Deus, eu levantarei a bandeira da rebelião." — Pensei, para me relembrar da revelação.

Porém, Izuku, por ser alguém com certo renome através das terras do mundo shinobi, percebeu que seria, de certa forma, adequado que ele pudesse esconder-se, ao menos em partes. Ao apontar para seus cabelos azuis, realizou o selo referente ao Henge no Jutsu, alterando a cor vibrante para o preto. E por mais que eu pensasse que tal mudança não faria quaisquer diferenças na hora de reconhecê-lo, o esforço era ao menos válido. Porém, o que verdadeiramente me interessava era o comentário final quanto a mim. Minha fama realmente atravessava fronteiras, eu não poderia me dar ao luxo de baixar esta máscara.

— "Se não devemos nos preocupar com as vilas ou homens, com quem deveríamos nos preocupar, afinal? Há algum sentido por trás de tal afirmação? Além disso, para onde pretende seguir?" — O questionava. — "E...Akuma? Eu me recordo de já ter ouvido este nome em algum lugar, mas temo não reconhecê-lo. De qualquer forma....Se tu vêm buscando a paz, por que se aliaria a alguém como eu? Antagonizei tudo aquilo que é reluzente, afinal, não há sentido em lutar por algo que jamais poderá alcançar." — Ditei, expondo meus ideais quanto à falácia da paz.

Informações:

| N° de Palavras: 329|

_______________________

[RP] — Incursão da Areia E61d9053d0ce1422ba25de28b0cd7fa2464294b3
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
[RP] — Incursão da Areia VNYra6x

AKCL
Nukenin A
AKCL
Vilarejo Atual
[RP] — Incursão da Areia VNYra6x

Re: [RP] — Incursão da Areia - Publicado Sab 21 Maio - 15:12


[RP] — Incursão da Areia Tumblr_pn0x0eWifY1xx176co1_400

— A paz é o equilíbrio perfeito entre todas as coisas. Eu não pretendo acabar com todo o mal do mundo, mas sim criar uma era onde todos serão capazes de conter o mal juntos. Eu não irei descansar até cumprir minha missão, nem que eu precise me tornar o mal a ser combatido... quem sabe. É com isso que devemos nos preocupar, nós mesmos. Você vem? — Apontei para a saída dando os primeiros passos para tal. Me cobrindo com o manto amarronzado, garanti certa camuflagem pela areia do deserto, e o sol lentamente começava a se abaixar no horizonte, diminuindo a intensidade do calor que me atingia e agora trazendo os ventos mais frescos, antes de se tornarem gélidos o suficiente para nos congelar. — Hhhhmmm, esse vento me lembra de Kirigakure. Já esteve lá? É bem diferente desse desertão. — Cruzei os braços visando me aquecer por baixo do manto. Mantive um tempo de silencio para responder os últimos questionamentos do mascarado, que me faziam pensar em todos com que já me encontrei. — Eu preciso de pessoas fortes ao meu lado, pessoas que eu acredito que possam me parar se o pior acontecer. Akuma me perguntou isso e não deixo de pensar: Até quando irei me manter integro nesse mundo poluído? — Sorri para o encapuzado, destoando meu semblante do tom de voz sério e frio. Estamos em nossa ultima caminhada até os portões de Sunagakure no Sato

HP: 2725/2725 | CH: 2825/2825 | ST: 00/06 | CN 000/400


Considerações:
Armamentos:
Usados:
Atributos, Talentos & Especialidade:
[RP] — Incursão da Areia D08b07ef0bf98b6b11ca607569f49e1d839f756b

Skywalker
Nukenin A
Skywalker
Vilarejo Atual
[RP] — Incursão da Areia D08b07ef0bf98b6b11ca607569f49e1d839f756b

Re: [RP] — Incursão da Areia - Publicado Sab 21 Maio - 20:09

Incursão da Areia


HP: 1750 / 1750 || CH: 3000 / 3000 || ST: 00 / 07

De fato, no momento, eu não deveria tentar forçar meus ideais contra a sua vontade. Via que ele deleitava-se em virtudes, mas ainda, no interior de sua mente - Se via perdido em um conflito interno e longe de obter uma solução. Apenas me mantive calado enquanto escutava tudo o que o fugitivo tinha a dizer, percebendo que ele tinha como objetivo alcançar os portões de Sunagakure. Normalmente eu o recusaria, mas, naquela situação - Eu não precisava mais me esconder. Sei que minha presença é infernal, e nos arredores de Suna, seria uma boa chance para mostrar a Kazekage que seus esforços patéticos nada lhe trouxeram além de dores e horror.

Suspirei após a finalização da última frase de Izuku, e acabei refletindo o mesmo princípio comigo mesmo: Por quanto tempo eu poderia me manter são neste mundo? No fim, talvez eu acabe como todos os outros. Apenas mais um nome a ser esquecido na história, nada além de uma sombra para gerações que jamais ouvirão falar de nossos esforços. Eu não admitiria perecer de maneira tão miserável. Se fosse para morrer, então que um estrondo ecoasse por toda a terra. O Ideal do Ouroboros - Uma serpente é imortal, e sempre retornará, mais forte e mais forte. Aqueles que me louvassem carregariam meu legado e espírito, para que então, um dia, a verdade pudesse ser alcançada.

Mas naquele momento, cogitar tal feito era simplesmente absurdo. Eu não era o líder de um culto, o lorde de um castelo ou alguém de grande influência. Eu estava a dar meus primeiros passos em direção à grandeza, mesmo que minúsculo e despercebidos, eu não precisaria da aprovação de ninguém a não ser de mim mesmo. E ao lado do Lee, fiz meu caminho até os portões de Sunagakure, onde eu conheceria a grandeza...Ou a humilhação da derrota. O que Jashin guardava para mim, afinal? O Que falta para que eu seja digno de sr abençoado?!

Informações:

| N° de Palavras: 329|

_______________________

[RP] — Incursão da Areia E61d9053d0ce1422ba25de28b0cd7fa2464294b3
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [RP] — Incursão da Areia - Publicado