:: Mundo Ninja :: Mapa Mundi :: Sunagakure no Sato :: Arredores
12 Anos Online
A Noite Mais Escura
Arco 03
Ano 14 DG
Outono
Diante da queda de Moira O'Deorain e a morte de Chisaki Overhaul, todos os olhos dos ninjas presentes em Kiri se voltaram para o Capuz Vermelho, que se revelou uma cópia exata do lendário Sarutobi Shion. Graças a Hyuuga Angell, o mercenário foi capturado, levando a prisão junto com Moira. Tudo aquilo favoreceu um entendimento entre as vilas que lutaram entre si em Oto, fazendo com que eles voltassem a neutralidade. Enquanto Iwa e Suna elegem novos Kages, em Konoha, Sarutobi Kaden se prepara para passar o seu cargo para um ninja mais jovem, ao mesmo tempo em que um novo Senhor Feudal assume em Kumo e o Daimyou de Kiri tenta impedir os ataques dos opositores de Jyu. Com a revelação de Chisaki Overhaul sobre a HYDRA, as ações da empresa acabam sofrendo uma grande queda, gerando indícios de uma enorme crise nas grandes nações. Diante do caos, diversos vilarejos pequenos são varridos do mapa quando uma onda de assassinatos em massa se inicia, ao mesmo tempo em que um grupo de fieis ao Jashinismo começa a se erguer, trazendo uma mensagem de esperança para os corações afligidos pelo sofrimento.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Oblivion
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
XXXXX
Futuramente teremos.
Discord#1234
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Skywalker
Nukenin B
Skywalker
Vilarejo Atual
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

[Ato] — A Ascensão do Necromante. - Publicado Ter 5 Abr 2022 - 14:50

Rise of the Necromancer


HP: 1750 / 1750 || CH: 2700 / 2700 || ST: 00 / 07

Tarde — Tão aparente em Sunagakure, com o sol infernal que ponderava acima de nossas cabeças. Muito além das nuvens, o calor infernal que se fazia naquele dia no País dos Ventos era tão extremo que me fazia até mesmo suar em excesso. Não estava ativo no mundo da marginalidade desde o cumprimento de minha invasão ao complexo científico o qual me rendeu bons frutos e ainda mais reconhecimento. Ouvi os boatos de que as forças da Areia se organizavam para tentar me capturar, pois como um criminoso em ascensão, eu poderia representar um perigo além do que eles poderiam suportar. Com os olhares sérios e ponderando sobre meu próprio futuro, observava toda a extensão dos subúrbios da ala Leste da vila através de uma vidraça de um antigo e abandonado prédio.

— "A luz não poderá repor o que as trevas destruíram, Youjomaru." — O líder se apresentava, surgindo das sombras. — "Não leu os jornais mais recentes? Eles só falam sobre você. Seu rosto já é conhecido por cada centímetro deste país. Seu poder é bastante impressionante, bem como sua habilidade...Mas você não se encaixa na Yakuza. Seu modo de agir é impulsivo, diferente de nós, políticos." — Ele deu uma breve pausa.

— "Você veio até aqui somente para me expulsar do Vento Áureo, mascarado? Saiba que tu não és aquele o qual temo. Não - Não há alguém que eu tema. Se quer algo, então venha e tome." — O respondi, ainda de costas ao mesmo.

— "Equivocado, Senki. Vim aqui para retirá-lo das funções comuns da Yakuza. A partir de agora, o quero como um segurança pessoal de minha guarda. Você demonstrou grandes feitos, e além disso, lhe darei a oportunidade de continuar perseguindo aquilo que você tanto quer encontrar. Aysha irá lhe fornecer detalhes adicional. Enquanto isso - Tente se contentar com a discrição do dia a dia. Não chame atenção, será importante para o que planejo para você, meu bravo soldado." — Finalizou.

E, na sequência, ele desapareceu. Aquele homem era excessivamente cortês, mesmo quando em péssimos lençóis. Ele havia alterado seus trajes - Agora, ao invés de um simples roupão branco com uma máscara prateada, utilizava de ternos negros e uma cartola com uma máscara sorridente. Pelo que ouvi falar através dos corredores do QG, ele estava formando uma "Legião de Carniceiros". Não sabia muito bem o que esperar, mas ao menos tinha a certeza de que ele confiava em mim. Nunca desrespeitei uma única ordem e cumpri com meus deveres diários. O meu plano já estava sendo colocado em prática, e agora promovido, poderia me aproveitar da chance para acabar com isso de uma vez por todas e trazer toda a glória do Vento Áureo para mim.

Saltei da janela em direção ao centro do quarto, olhando para cima enquanto suspirava. No reflexo das grandes lâmpadas quebradas, via o meu próprio rosto, distorcido pelas condições dos vidros. Aquela era a morte do demônio Youjomaru. Eu já não era mais o mesmo, e sabia bem disso. Renegando o meu passado por uma segunda vez, só tinha olhares para o que faria em seguida. Então, tomando a jaqueta marrom para mim e a vestindo, deixei os domínios daquele vago edifício para seguir caminho até uma das bases da Yakuza no interior da vila, pois afinal, eu ainda tinha algo a cumprir. Eu precisava encontrar algo para mim...E desesperadamente corria atrás de um desejo egoísta, como se fosse o último de minha existência.

Informações:

| N° de Palavras: 579|

_______________________

[Ato] — A Ascensão do Necromante. Isaac.Foster.full.2371036
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Skywalker
Nukenin B
Skywalker
Vilarejo Atual
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Re: [Ato] — A Ascensão do Necromante. - Publicado Ter 5 Abr 2022 - 21:14

Rise of the Necromancer


HP: 1750 / 1750 || CH: 2700 / 2700 || ST: 00 / 07

Meus passos leves demonstravam calmaria em meio a caminhada. Cruzando os becos sombrios e infernais dos subúrbios condenados daquele maldito vilarejo, alcançava o que muito visei nas horas passados dentro de pouco mais do que vinte minutos. Ao chegar no infame prédio infestado pelos membros da Yakuza, infiltrei-me pela entrada secreta, a fim de não chamar atenção de possíveis civis ou mesmo ninjas que estivessem próximos. Cruzei os corredores subterrâneos até alcançar o interior do edifício, saindo pelo salão principal, por uma porta de alçapão moldada com aço maciço, se encontrando na extremidade superior esquerda do ponto em questão.

Com um salto, rapidamente me coloquei de pé a frente de todos os presentes, que me observavam. Muitos ali já haviam recebido a notícia de minha promoção. A grande maioria demonstrou estar incomodada, mas nada poderiam fazer para mudar as decisões de seu líder mascarado. Com o capuz bloqueando uma visão completa de meu rosto graças a formação de sombras, cruzei os luxuosos tapetes e câmaras, até que enfim acabei por alcançar a escadaria, a qual estava sendo guardada por Aysha - A garota gótica que conheci há um tempo atrás, e braço-direito do Oyabun. Logo ao avistá-la, suspirei em sinal de desdém, sabendo muito bem que ela tentaria me colocar em uma situação constragedora.

— "Tá com algum problema aí, Youjomaru?" — Ela questionou, colocando as mãos no quadril. — "Bota essa tua cabeça lerda pra pensar, precisamos conversar sobre o próximo passo das investigações propostas pelo chefe. Você sabe muito bem que ele não ficará nada feliz se souber que um de seus melhores homens está atrasado, não é?" — Ela ditou, rindo.

— "Vá tomar no cu." — Respondi.

Na sequência, me calei enquanto cruzava seu caminho, passando reto sem nem mesmo desviar o olhar. Ela parecia ter achado aquilo um barato, mas eu tinha mais vontade é de esganá-la. Odiava fica esperando - Ainda mais por tagarelas irritantes como ela. Por que escolher uma mulher tão insuportável como essa para gerenciar os assuntos gerais da Vento Áureo? Balancei a cabeça em sinal de negação, subindo pelas escadas até encontrar a sala particular da moça de longos cabelos negros.

Ela vinha logo atrás de mim, e após permitir a minha entrada, deparei-me com a presença de outros dois homens que eu já conhecia - Takemichi e Kazutora. Não tinha certeza de quais eram os postos que eles ocupavam dentro da Yakuza, mas pelos trajes, poderia assumir que eles eram iguais a mim ou talvez um pouco superiores/inferiores ao meu cargo. De qualquer forma, me posicionei na cadeira vazia, e quando a porta fora fechada, a garota sacou um grande pergaminho de sua bolsa.

— "Então...Podemos começar?" — Ela perguntou, visivelmente animada, enquanto os outros dois apenas observavam.

[Ato] — A Ascensão do Necromante. Tokyo-Revengers-Chapter-225-release-date

Informações:

| N° de Palavras: 466|

_______________________

[Ato] — A Ascensão do Necromante. Isaac.Foster.full.2371036
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Skywalker
Nukenin B
Skywalker
Vilarejo Atual
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Re: [Ato] — A Ascensão do Necromante. - Publicado Qua 6 Abr 2022 - 12:31

Rise of the Necromancer


HP: 1750 / 1750 || CH: 2700 / 2700 || ST: 00 / 07

O Mais alto entre eles - Kazutora, possuía cabelos negros até a nuca, onde se transformavam em tranças loiras. Seu olhar era baixo, e ele parecia não muito se importar com o que estava a ocorrer por ali. Seu físico era mediano, mas eu não fazia ideia do que ele era capaz de fazer, apesar de ser visível que ele possuía diversas kunais com marcações únicas. Sem hesitação, ele balançou um de seus arremessáveis entre os dedos e o arremessou para cima, cravando-a no teto, como se estivesse a fazer uma marcação.

Já o outro, Takemichi, possuía longos cabelos dourados e um olhar tão desinteressado quanto o de seu parceiro. Ele possuía apenas 1,65 de altura, e ainda assim, exalava uma aura peculiar. Perto daqueles homens, percebia que eu não era o único poderoso desta organização. Então, após a minha breve análise daqueles que muito provavelmente seriam meus colegas na missão que viesse a seguir, a gótica continuou a sua explicação.

— "Quando Senki assassinou o líder da Moebius, as células da organização entraram em colapso e se dividiram através do mundo ninja. Hoje, o que restou dela está se juntando em um novo grupo chamado apenas de "Aether". Aparentemente, eles conseguiram encontrar uma de nossas bases menores e a dominaram. E é nesta base que se esconde alguns tesouros importantes do Vento Áureo. Vocês três precisam recuperar aquele posto avançado, mas saibam que eles são extremamente inteligentes." — Ela deu uma breve pausa. — "Além disso, não sejam detectados. Ouvi dizer que um dos tenentes de alto escalão da Aether está presente como líder da guarda e estão trabalhando ativamente para ultrapassarem nossos sistemas de segurança especiais. Ele atende pelo nome de Victor, vocês o reconhecerão ao verem." — Finalizou.

— "A merda da Moebius de novo? Esses traidores desgraçados ainda não aprenderam a lição de não mexeram com onça usando vara curta? Fala sério...Por que não nos dão a ordem de exterminá-los desse lugar de uma vez?" — Takemichi exclamou, visivelmente irritado. — "Sem liderança, eles são frágeis e fracos. É a nossa chance!" — Cerrou seu punho destro.

— "É isso que querem que nós pensemos, Takemichi." — O mais alto respondeu, calmamente. — "Eles já se organizaram, apenas estão fingindo fragilidade. Nossa sorte é que eles passaram boa parte do tempo fora de Sunagakure, então devemos ter uma boa chance de cruzarmos seus territórios sem sermos reconhecidos como hostis. De qualquer forma...Se algo ocorrer, voltaremos para cá imediatamente. Aysha, o chefe já sabe da situação em Uzushiogakure?" — Kazutora finalizou.

— "Sim, cuidaremos disso depois. Mas é melhor que se apressem. Soube que eles irão se dividir em dois grupos pela manhã do próximo dia, e não sabemos para onde querem ir. Vão!" — Aysha ordenou, estendendo seu braço direito.

E então, desaparecemos como sombras.

Informações:

| N° de Palavras: 477|

_______________________

[Ato] — A Ascensão do Necromante. Isaac.Foster.full.2371036
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Skywalker
Nukenin B
Skywalker
Vilarejo Atual
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Re: [Ato] — A Ascensão do Necromante. - Publicado Qua 6 Abr 2022 - 16:33

Rise of the Necromancer


HP: 1750 / 1750 || CH: 2700 / 2700 || ST: 00 / 07

Através de túnel oculto pelo subterrâneo do complexo organizacional da Yakuza, cruzávamos toda a extensão do vilarejo, até que enfim pudéssemos saltar para fora de um solo arenoso falso, a pouco mais do que quinhentos metros das enormes muralhas naturais de Sunagakure. Com um suspiro, Kazutora levava suas mãos ao bolso, elevando os olhares. Ele parecia ter sido designado como o líder da missão em questão, e antes que pudéssemos dar mais um único passo, ele arremessou uma kunai contra mim, quase a queima-roupa. Por sorte, fui capaz de segurá-la em meio ao ar, por nunca ousar baixar a minha guarda, mesmo na presença de aliados. Ela era uma kunai também marcada com um kanji estranho - O que me levava a crer que poderia ter alguma relevância no futuro.

— "Tome esta arma para si e a não a largue, novato." — Ele ditou, levando-o a dar uma breve pausa. — "Não é somente um arremessável comum, mas também um ponto de controle pessoal de minha pessoa. O chakra imbuído na arma ressoa com o meu. Eu possuo uma técnica capaz de me deslocar brevemente pelo espaço-tempo e alcançar localizações específicas, desde que estejam marcadas com estes kanjis especiais. Você verá na prática, mas tenha em mente de que será crucial para nossa investida." — Finalizou.

— "Você até que é bom, não é, Youjomaru? Está somente a seis meses na organização, e mesmo assim o líder parece ter muita expectativa em você. Soube que você é capaz de dar vida a seres inanimados e que os faz lutar por você. Já eu...tomei um caminho diferente. Sou um especialista em taijutsu,  isso deves saber. Kazutora é meu irmão, tenho certeza de que nos daremos bem." — Ela disse, animado.

— "Se deslocar através do espaço-tempo, heh? Eu nunca vi nada parecido com isso. Me pergunto se isso não é um blefe." — Respondi.

Eu não confiava naqueles homens, por mais alegres que aparentassem ser. Eu odiava a sensação de ser forçado a me entrosar com um grupo específico, e por mais que eu quisesse simplesmente agir da maneira que bem me entendesse, não poderia simplesmente retornar ao caótico eu de antigamente. Suspirei, seguindo os passos de Kazutora. Seria uma longa jornada rumo ao posto avançado, que muito provavelmente nos tomaria o tempo até a noite.

Então, decidimos economizar nossas energias ao não apressar o passo e consumir o mínimo de recursos possíveis até o momento crucial de invasão. Kazutora explicou que este posto avançado possuía dois andares subterrâneos, e que haviam dois cofres selados com o próprio poder do Oyabun. Nossa missão era recuperar os tesouros e eliminar o líder daquele esquadrão Aether, mas sem causar alardes. Se fôssemos capazes de fazê-lo, a organização rival continuaria a decair, até que não mais pudesse se sustentar. As horas se passavam...E o sol baixava além do horizonte. Me mantive atrás dos outros dois. Eles eram da guarda pessoal assim como eu, porém...Muito mais experientes e provavelmente poderosos. Tínhamos habilidades singulares, e eu confesso que estava ansioso para vê-los em ação. Uma técnica de teleporte? Isso realmente existe neste mundo? Só havia uma maneira de descobrir....

Informações:

| N° de Palavras: 539|

_______________________

[Ato] — A Ascensão do Necromante. Isaac.Foster.full.2371036
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Skywalker
Nukenin B
Skywalker
Vilarejo Atual
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Re: [Ato] — A Ascensão do Necromante. - Publicado Qua 6 Abr 2022 - 19:52

Rise of the Necromancer


HP: 1750 / 1750 || CH: 2700 / 2700 || ST: 00 / 07

Seguimos através do horizonte de areia, cruzando os limites das fronteiras do País dos Ventos. Pelo que percebi, Kazutora parecia estar preocupado com alguma coisa. Lembro-me do mesmo ter citado Uzushiogakure anteriormente, em conversa com Aysha, mas até aquele momento, não havia me questionado sobre o que diabos ele poderia ter descoberto quando a uma das colônias de Kumo. Por conta disso, optei por levantar o tom, enquanto o seguia em direção ao fim da linha entre o deserto e a vegetação viva.

— "Então, qual o era o papo envolvendo Uzushio? Tem alguma coisa incomodando a Yakuza por lá?" — Ditei.

— "Sim. Um grande incômodo por sinal - Um dos irmãos do chefe foi assassinado por uma organização rival de lá, a qual não tínhamos noção de sua existência até esse ato. Estamos fingindo não saber de tal ocorrência. É por isso que ele vêm agindo tão estranho, e está montando um esquadrão especial. Ele pode parecer calmo por fora...Mas quando ele decide sair na porrada, a coisa fica tensa." — Kazutora explicou. — "Esperem. Estamos perto." — Alertou.

Então, na sequência, fez um leve sinal com a mão, dando ordem de parada. E lá estava: O posto avançado, sob a luz do luar estrelado, nas fronteiras extremas de Sunagakure. Era possível visualizar dezenas de membros da Moebis nas proximidades. Eles utilizavam roupas similares a de servidores de obras públicas, como um macacão azul por cima de uma social alaranjada. Estavam por todos os lados - Desde a frente até mesmo acima dos muros de proteção. Naquele momento, Takemichi tomou a frente e em uma velocidade assombrosa, disparou, escondendo-se por detrás de uma pedra a cerca de cinquenta metros de nós, para observar as coisas de perto. Vinte segundos se passaram, até que ele apontou em sinal de barra limpa.

Avançamos, tomando cuidado para não acabarmos sendo detectados pelas forças de segurança do posto militar roubado. Permanecemos entre as sombras, logo atrás de um pilar em ruínas, uma vez pertencente àquela base. Em silêncio, Kazutora levou seu dedo indicador a cabeça e apontou em sentido norte, realizando uma única volta com sue dedo. Takemichi concordou e sacou a kunai que se encontrava em seu bolso, arremessando-a contra arbustos a cerca de trinta metros de distância, próximos do portão sul.

— "Youjomaru, siga Takemichi. Eu abrirei caminho para que possamos passar. Se não se importa...Este é o Hiraishin no Jutsu." — Ele ditou.

E então, desapareceu. Foi tão rápido que nem mesmo tive reação. Um flash amarelado piscou e na sequência, ele havia reaparecido nos arbustos, com uma longa Tõken curvada em mãos, enquanto fumava. Ele esperava por uma movimentação inimiga. Porém...Como? Ele realmente havia se teleportado? Só podia ser um truque. Uma habilidade deste calibre...Era verdadeiramente chamativa. Sentia até um pouco de inveja e ódio - Eu não possuía nada singular. Ao menos, não por enquanto. Eu iria encontrar por aquilo que me chamava. Algo que ressoasse com meu espírito. Então, me desloquei até a posição de Takemichi. A invasão estava prestes a começar.

Informações:

| N° de Palavras: 514|

_______________________

[Ato] — A Ascensão do Necromante. Isaac.Foster.full.2371036
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Skywalker
Nukenin B
Skywalker
Vilarejo Atual
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Re: [Ato] — A Ascensão do Necromante. - Publicado Qua 6 Abr 2022 - 23:06

Rise of the Necromancer


HP: 1750 / 1750 || CH: 2700 / 2700 || ST: 00 / 07

Ambos possuíam uma sinergia incrível - Eles verdadeiramente eram irmãos. Pareciam conseguir ler a mente um do outro somente ao cruzar simples olhares e formar estratégias com míseros movimentos. De qualquer forma, não pude esconder a minha impaciência. Sem hesitação, Kazutora ceifou a vida de três guardas próximos em um piscar de olhos, tão rápido que nem mesmo o próprio som ecoara. Suas mortes limpas não deixaram vestígios de sangue para trás, e com sua arte de teleporte, pôde, esconder os corpos em locais distantes e retornar na sequência com extrema velocidade. Os portões do sul estavam abertos - Tudo o que nos restava naquele momento era continuar avançando.

No interior, nos depararíamos com diversas tendas e postos de comando menores com luzes acesas. Aquele maldito local havia sido completamente dominado pela Moebius, e, portanto, possuíam olhos e ouvidos por todas as partes. Takemichi estava visivelmente nervoso, apesar de seu irmão aparentar completa tranquilidade. Ele sabia muito bem o que estava fazendo, e tudo o que nos restava era seguir suas ordens. A menos de duzentos metros do gabinete principal que poderia nos levar ao andar subterrâneo, Kazutora parecia ponderar.

— "Merda...Não podemos nos aproximar do gabinete. É lá que o desgraçado do tente está. Precisamos arranjar um meio de conseguirmos nos infiltrar no andar inferior pelo lado de fora. Cavar não é uma má ideia, mas o teto do lugar é reforçado, seria impossível o abrir sem chamar atenção. Vamos esperar, ao menos por enquanto.  Sei que aquela área é a mais bem guardada e todo o posto, mas não podemos simplesmente das as costas aqui." — Ele dizia enquanto observava o QG ao longe. — "Meisaigakure no Jutsu não funcionará. Tem um detector de chakra externo e interno. Puta merda!" —Ele finalizou.

— "E o que diabos você espera que façamos? Se não dá pra nos infiltrarmos, tudo o que nos resta é acabar com todos esses filhos da puta. Não adianta ficar se escondendo, existem situações em que a discrição não mais servirá do que um atraso." — O Respondi. — "Deve existir uma entrada alternativa em algum lugar. Não podemos usar técnicas comuns nesse perímetro, eles detectariam." —

Porém, um pouco mais distante de nós dois, Takemichi estava. No topo de uma casa de areia solidificada, escondido por detrás de uma pilastra, parecia observar atentamente seus arredores. Seus olhos eram conhecidos por conseguirem notar até os mínimos detalhes. Se ele conseguisse observar uma oportunidade para que nossa missão seguisse em frente, eu estava disposto a esperar. Porém, me perguntava que tipo de segredo o Oyabun tanto esconde nas profundezas deste cemitério de areia.

Informações:

| N° de Palavras: 441|

_______________________

[Ato] — A Ascensão do Necromante. Isaac.Foster.full.2371036
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Skywalker
Nukenin B
Skywalker
Vilarejo Atual
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Re: [Ato] — A Ascensão do Necromante. - Publicado Qui 7 Abr 2022 - 13:22

Rise of the Necromancer


HP: 1750 / 1750 || CH: 2700 / 2700 || ST: 00 / 07

Nos minutos subsequentes, nada pudemos fazer além de continuar observando. Porém, Takemichi aparentemente pôde notar algo, e com um leve sorriso em seu rosto, retornou para nossa posição sem ser detectado e com segurança, relatando uma possível oportunidade de nós conseguirmos alcançar o gabinete com a possibilidade de não sermos notados pela guarda local.

— "Nós podemos alcançá-lo, porém...Será complicado. Devemos permanecer aqui por pelo menos mais umas duas horas, até que a ronda de quatro seguranças vá para a troca de turnos. Há um intervalo de dois minutos entre cada troca, então é o tempo que utilizaremos para colocar nosso plano em prática. O problema é que o Tenente com certeza terá mudado de posição." — Ele ditou.

— "Não há problema - Vamos aguardar até que..." — Kazutoria pretendia finalizar, mas não o permiti.

— "Duas horas? Você só pode estar de sacanagem. Acham mesmo que eu vim aqui para ficar com a bunda colada nesse monte de areia do caralho? Por que temem tanto o poder daqueles merdas? Eu vou acabar com isso de uma vez e tomar os tesouros. Se acham que não possuem a força, podem se esconder ou fugir. Quanta palhaçada..." — Ditei, irritado.

A Insanidade derivada de minha linhagem se mostrava aparente naquele momento, e Kazutora muito bem sabia disso. Ele aparentemente tinha conhecimento razoável de todos os membros da organização, e ao ouvir o que eu havia dito, manteve-se calado, porém, pousou sua mão esquerda em meu ombro direito, em sinal de intervenção. Ainda com o semblante calmo e com o cigarro já pela metade, ele parecia estar bastante irritado, a julgar pela posição de suas sobrancelhas. Ele possuía um plano, mas eu não o respeitaria.

— "O que pensa que está fazendo, Youjomaru? Você morrerá, idiota! Não podemos iniciar uma briga com estes homens! Venha para cá imediatamente, e vamos deixar que o tempo decida nossas futuras ações. A paciência é a maior das virtudes, e dela você deixa muito a desejar." — Ele repreendeu-me, junto do olhar atento de seu irmão mais novo. — "M-merda!" — Exclamou, poucos instantes após a fala.

Pois naquele momento, desviei o seu braço com um tapa, a fim de me livrar de suas palavras. Então, saltei entre os telhados, avançando até a posição previamente encontrada por Takemichi. Seguir ordens de pessoas como eles? Só poderia estar de brincadeira. Só agindo por mim mesmo, eu poderia considerar este ato como um trabalho bem feito. Depender dos outros...Isso está reservado somente aos derrotados e fracos. Eu sou livre, e decido o meu destino da maneira que eu bem entender.

Informações:

| N° de Palavras: 438|

_______________________

[Ato] — A Ascensão do Necromante. Isaac.Foster.full.2371036
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Skywalker
Nukenin B
Skywalker
Vilarejo Atual
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Re: [Ato] — A Ascensão do Necromante. - Publicado Qui 7 Abr 2022 - 18:41

Rise of the Necromancer


HP: 1750 / 1750 || CH: 2635 / 2700 || ST: 01 / 07

A Preocupação de Kazutora e Takemichi eram notórias. Ao me verem simplesmente deixando-os para trás, afiaram os olhares e acabaram por alterar a estratégia. Porém, eu não esperava que fossem me ajudar - Muito pelo contrário, eu mesmo preferia que fosse abandonado por eles. De qualquer forma, eu não tinha a intenção de me esconder. Sobre a grande chaminé de uma casarão próximo ao gabinete, a silhueta do assassino se punha. Iluminado pela luz do luar, os renegados da Moebius começavam a jogar olhares em minha direção. Quando percebi que já não mais me encontrava oculto entre aquelas pestes albinas, saltei de onde estava, pousando a pouco mais do que dez metros do grupo de guardas que ali se encontrava, retirando os pesos de minhas canelas em meio a tal ato.

— "Enfim, vocês tomaram coragem de bater suas asinhas até mim. É realmente o meu dia de sorte!" — Exclamei, observando a armada que me cercava.

[Ato] — A Ascensão do Necromante. 655883

Eram cerca de trinta e dois homens, todos vestidos com armaduras shinobi reforçadas, e, por baixo, o macacão padronizado da Moebius. Existiam diversos tipos de habilidades e níveis de poder entre aqueles homens - Talvez o suficiente para me divertir. Um único nukenin seria capaz de vencer um esquadrão inteiro de shinobis preparados? Na minha visão, sim. Abri um largo sorriso, e o círculo enfim fechou-se ao redor de minha pessoa. Não mais haviam chances de escapatória, e minha única opção era lutar pela minha própria vida. Posicionei-me como um lanceiro, mantendo o braço destro afastado e ligeiramente curvado, com a outra mão esticada, preparado para investir contra aqueles que ousaram interferir em meu caminho.

— "É apenas um...Com certeza é dos Yakuza. Aqueles malditos do Vento Áureo realmente acham que poderão fazer algo a respeito deste posto avançando enviando simples espiões? Homens, matem aquele verme e exponham sua cabeça em uma estaca de madeira para que sirva de aviso àqueles desgraçados! VÃO!" — Um soldado superior ditou a ordem.

— "Que venham, então! Lhes mostrarei a cor de meu sangue!" — Respondi, eufórico.

Então, os incontáveis soldados partiram contra mim de uma única vez. Sem hesitação, ao concentrar o chakra em minhas costas, utilizei-me do Jet Booster Jump para criar um par de enormes propulsores de minhas costas, alçando voo para não ser pego em meio ao caos de técnicas. Fogo, água e raios - Todos eram lançados ao mesmo tempo, e os homens pareciam determinados a apagar-me daquele mundo. Porém, eu não deixaria barato. Com um único movimento, a terra e partículas de poeira moldaram-se na forma de uma enorme lança imperial, segurada pelas minhas mãos — Aquela que representava a carta "O Diabo" do baralho do tarô surgia, projetando uma série de olhos por toda a sua extensão.

Então, lancei-me contra o mar de inimigos. Com os braços forçados a se mover pela influência de Devil, movimentos ofensivos extremamente poderosos foram realizados. Fosse a distância ou não - Aquela técnica era praticamente perfeita. Com sua capacidade de extensão, era capaz de atravessar múltiplos alvos de uma só vez, e pela consciência própria e velocidade, me fazia defender golpes que nem mesmo estavam em meu campo de visão. Um a um - Os soldados caíam perante o poder  do espírito vingativo. Fosse por bem ou mal, aquela coisa parecia ter um gosto pela matança. Continuava a atacar e trucidar até mesmo corpos mortos, o que espalhou o terror pelo esquadrão. No total - Oito foram derrubados, com seus corpos desfigurados e irreconhecíveis deixados no chão, banhados com seu próprio sangue. Quando o oitavo caiu, todos se afastaram, visivelmente temerosos.

— "Hoje eu quero Carne. CARNIFICINA!" — Ditei, enquanto The Devil deixou minhas mãos, flutuando ao meu lado.

Informações:

| N° de Palavras: 633|

_______________________

[Ato] — A Ascensão do Necromante. Isaac.Foster.full.2371036
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Skywalker
Nukenin B
Skywalker
Vilarejo Atual
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Re: [Ato] — A Ascensão do Necromante. - Publicado Qui 7 Abr 2022 - 22:02

Rise of the Necromancer


HP: 1430 / 1750 || CH: 2600 / 2700 || ST: 02 / 07

— "Oh, então é um Vanguardeiro? Possuíste uma habilidade exímia com o ninjutsu, mas saiba que isso não será o suficiente. Não pense que apenas por derrotar um punhado de tropas medíocres, você obterá a vitória. Veremos como esse teu rosto sorridente irá se distorcer para o completo horror!" — O Solado bradou.

Na sequência, três de seus homens saltaram para a frente e partiram para o ataque direto. Eles eram mais rápidos que os anteriores - Seus golpes se resumiam a combinações diversas de técnicas do Kenjutsu, e por vez, estavam em desvantagem, mesmo estando em números superiores. Sem hesitação, me protegi da chuva de cortes com utilização da própria força da Devil, que moveu-se por vontade própria para confrontar as Tõkens inimigas. Enquanto o Demônio mantinha um dos servos ocupado, optei pelo avanço.

Com um único selo manual, um dragão gigantesco emergiu da terra, e com suas poderosas mandíbulas - Tentara efetuar um golpe direto contra aquele que alegava ser o líder do batalhão, mas fora inútil. Antes mesmo que pudesse tocá-lo, estruturas de aço emergiram do solo, formando uma barreira protetora para o guardião do gabinete central. Não parecia ter sido artimanha do mesmo, pois demonstrou surpresa. Eu também nunca havia visto uma liberação deste tipo, mas uma vez que seu possível conjurador não se encontrava em terreno visível, fui obrigado a voltar minhas atenções ao trio.

— "TÕSEN!" — O mais velho gritou.

E, na sequência, um outro rapaz saltou por detrás de escombros próximos, formando uma grande lâmina elétrica. Mesmo que fosse a minha fraqueza, o poder do Rainbow Dragon seria capaz de ao menos absorver boa parte do impacto. O mítico réptil alado então arremessou-se contra o jutsu, ao mesmo tempo em que o portador da imponente voz enviou seu chakra ao chão, controlando a terra para que formassem-se barreiras de espinhos ao meu redor. Eu sabia bem que confrontar tantas técnicas ao mesmo tempo não resultaria em pontos positivos para mim, então, por hora, optei pela fuga. Com o impulso a partir do corpo do dragão elemental, joguei-me para fora do alcance, antes que as gaiolas espinhosas caíssem sobre a posição, efetivamente destruindo o Dragão Arco-íris.

— "Realmente pensaram que simples técnicas poderiam me derrotar? Poupem-me de seus esforços fúteis, malditos!" — Exclamei, gargalhando.

Porém, a felicidade não duraria mais do que alguns instantes. Aqueles dois simplesmente pararam onde estavam, e antes mesmo que eu pudesse perceber, alguém esgueirou-se para trás de mim, e com um poderoso golpe, atingiu minha coluna. O impacto fora tão forte que me arremessou a mais de dez metros de distância, mas não o suficiente para me derrubar de vez. The Devil ainda estava ativo em campo, então, como? Não - Quando? Não eram três soldados. Um blefe o qual caí.

O Assassino mascarado mais uma vez avançou, e mesmo que eu tivesse o tempo de realizar um selo único par aa conjuração de uma técnica, sua agilidade mostrou-se superior. Um corte em cheio a partir desua tantõ fora feito contra meu peito, mas antes que o corte fosse totalmente concluído, a lança imperial retornara como um bumerangue, partindo em dois o crânio do algoz, agora coberto pelo seu próprio sangue. O corte havia sido dolorido e profundo, mas por sorte, não atingiu quaisquer órgãos vitais.

— "Tu realmente és resiliente, vanguardeiro. Porém, temo que não possas mais continuar lutando neste estado." — O outro exclamou, orgulhoso.

Levei a mão destra ao peito, em sinal de agonia e dor. Porém, o meu rosto forçou o sorriso ainda mais alargado - Enquanto cuspia sangue. As veias em meus olhos saltavam, mas antes que eu pudesse respondê-los, flashs amarelos de repente ocorreram, e em um instante, suas cabeças foram decepadas pela Tõken curvada de Kazutora. O habilidoso shinobi teleportou-se através dos batalhões e consigo, levou mais de dez homens antes mesmo que pudessem ter quaisquer indícios de reação. Já Takemichi jogou-se em meio aos restantes, enquanto o líder observava do alto, a cerca de vinte emtros de altura, na entrada do gabinete.

— "É bom que cheguemos em boa hora, não acha, Youjomaru?" — Kazutora disse, em tom de deboche e ironia.

Informações:

| N° de Palavras: 702|

_______________________

[Ato] — A Ascensão do Necromante. Isaac.Foster.full.2371036
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Skywalker
Nukenin B
Skywalker
Vilarejo Atual
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Re: [Ato] — A Ascensão do Necromante. - Publicado Sex 8 Abr 2022 - 13:14

Rise of the Necromancer


HP: 1430 / 1750 || CH: 2700 / 2700 || ST: 03 / 07

Toda a base já havia sido alertada - Eles sabiam que já não mais havia volta. Por conta de minhas atitudes, todo o plano foi por água abaixo, e nós não tínhamos opção se não continuar avançando, fosse até morte ou não. A dupla atraiu a atenção dos demais guardas e do próprio líder, que desfazendo-se da proteção metálica ao seu redor, realizou selos de mão, conjurando descargas elétricas colossais. Porém, a arte do teleporte de Kazutora demonstrou total superioridade a qualquer outra técnica em campo utilizada no momento - Mesmo as minhas não poderiam competir com aquele tipo de coisa. Dez, vinte - Cinquenta metros, ele se deslocava instantaneamente para se esquivar de qualquer ofensiva. Já Takemichi emanava uma poderosíssima aura esverdeada, enquanto seus punhos e pés entravam em combustão pelo poder das chamas ali emanadas. Uma mescla de Nintaijutsu - Onde ele se tornava capaz de desferir golpes mortais sem nem ao menos ter auxílio de uma arma.

— "Hiraishin: Dõrai!" — Kazutora ditou.

E então, redirecionou uma gigantesca bola de fogo a partir do ar, enviando-a contra o exército do próprio conjurador. Me aproveitei daquele caos para me infiltrar na base, utilizando da força do Demônio para destruir as paredes e assim acessar o interior do segundo andar subterrâneo do gabinete. Por conta do que acontecia do lado de fora, seria difícil me detectarem em tal ação. E, assim como pensei - Não foi difícil alcançar o salão principal. Na destruição da parede, o concreto e poeira voaram para todos os lados, anunciando a minha invasão. Naquele mesmo instante, no entanto, desfiz o Devil. A base era gigantesca, provavelmente se estendendo para mais de quinhentos metros de comprimento por andar, e uma largura estimada em cem.

As salas estavam fora de padrão e também descaracterizadas - Eu deveria encontrar o salão o qual contém os segredos ocultos do Oyabun antes que fosse tarde demais. A Iluminação era bastante porca, e as paredes pareciam ser feitas de um material especial com propriedades de detectar o chakra. Se eu encostasse em qualquer porta, estaria sujeito à completa exposição pelos sistemas de segurança. Além disso, deveriam haver incontáveis armadilhas e passagens secretas. Eu não sabia o que poderia encontrar, mas independentemente do que pudesse ali me aguardar, deveria cumprir as honras do trabalho. Olhei ao redor por mais alguns segundos, até encontrar um mapa em uma das paredes desgastas. Me aproximei - Tendo uma boa noção de como a base era, mas ainda assim, eu não sabia onde estava.


[Ato] — A Ascensão do Necromante. Unknown

— "Já devo estar perto. Vou dar vinte minutos para que aqueles caras lá em cima terminem com um lado ou outro. Explorar todo esse lugar neste tempo é impossível, preciso dar um jeito de pegar algum atalho. Além disso...Sinto uma energia estranha nesse lugar. É como se...Não, esqueça." — Pensei, balançando a cabeça em sinal de negação.

Informações:

| N° de Palavras: 480|

_______________________

[Ato] — A Ascensão do Necromante. Isaac.Foster.full.2371036
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Skywalker
Nukenin B
Skywalker
Vilarejo Atual
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Re: [Ato] — A Ascensão do Necromante. - Publicado Sex 8 Abr 2022 - 16:19

Rise of the Necromancer


HP: 1430 / 1750 || CH: 2700 / 2700 || ST: 03 / 07

Mesmo estando no segundo andar subterrâneo a mais de quarenta metros de profundidade, era capaz de sentir os impactos dos golpes daqueles que se confrontavam na superfície. Pequenas lascas das paredes caíam, e o solo parecia tremer levemente. De qualquer forma, não poderia parar - Pelo menos, não naquele momento. Sem hesitação, virei-me em direção a um dos corredores, e iniciei minha busca na esperança de encontrar os tesouros há tanto tempo ocultos do Vento Áureo. Os minutos se passavam, e de sala em sala eu ia. Mesmo sabendo que os detectores das paredes com certeza haviam me notado, não tinha medo de invadir cada ponto ali existente. A busca estava sendo estranhamente pacífica, pois não havia ninguém no subsolo.

— "Não há sinal nem mesmo de um único guarda ou civil por aqui. O que diabos está acontecendo? Isso não pode ser normal. Eles não abandonariam tesouros deste calibre sem quaisquer meios de proteção." — Pensava, olhando para os lados.

O tempo se passava cada vez mais rápido, e os ponteiros do relógio mudavam de posição. Três, cinco, dez, quinze minutos - E nenhum sinal da sala secreta que poderia conter tais segredos. Na superfície, tudo parecia se acalmar lentamente, pois os sons emitidos estavam cada vez mais escassos, nem mesmo sendo capazes de causar os leves tremores como antes. Porém, em determinado momento de minha procura, no caminho para o andar principal, me vi de frente a um grande salão dourado, repleto de artefatos antigos e de extremo valor.

O glorioso salão havia sido selado por técnicas de altíssimo nível, além de barreiras ilusórias. Porém, pelo que ali aparentava, tudo havia sido desfeito graças às consequências da batalha na superfície. Não apenas armaduras, armas e outras relíquias, mas também livros e pilhas de ouro se amontavam naquele lugar. Eu havia encontrado o porão subterrâneo, aquilo que continha todos os bens do Oyabun. Cessando os passos, admirei aquela paisagem dourada que resplandecia com o brilho do ouro puro.

— "Dezoito minutos em ponto, e já não consigo mais ouvir nada vindo da superfície. Será que já acabou? De qualquer forma, as coisas ainda estão todas aqui. Se os soldados da Moebius estão mortos, só me falta esperar por Kazutora. Enfim, enquanto ele não chega...Darei uma olhada." — Ditei a mim mesmo.

E então, meus passos foram direcionados às incontáveis peças de valor inestimável. Uma a uma, analisei, com os olhos arregalados. O quão rico eu poderia me tornar ao vender somente uma daquelas? Eu não fazia ideia, porém...Nenhuma delas me chamou tanto a atenção como a de uma em específico: Um livro de capa estranha. Como se estivesse retorcida, a capa de madeira formava o desenho de um rosto em agonia. Ele estava exposto sobre uma prateleira, quase caindo. Sua proteção fora destruída quanto detritos do teto despencaram sobre a região. E, ao tomar o livro em minhas mãos...Algo despertou-se em mim. Uma vontade irrefreável de abri-lo. Eu sentia a necessidade de saber o que nele continha, mesmo que eu morresse por isso? O que era aquilo? Essa vontade repentina....Eu sentia que a morte estava cada vez mais próxima de mim.

Informações:

| N° de Palavras: 531|

_______________________

[Ato] — A Ascensão do Necromante. Isaac.Foster.full.2371036
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Skywalker
Nukenin B
Skywalker
Vilarejo Atual
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Re: [Ato] — A Ascensão do Necromante. - Publicado Sex 8 Abr 2022 - 19:22

Rise of the Necromancer


HP: 1430 / 1750 || CH: 2700 / 2700 || ST: 02 / 07

Era como se estivesse preso em minhas mãos - Mesmo que minha vontade fosse a de largá-lo, meu corpo não respondia aos comandos de minha mente. E, lentamente, a aversão aquele objeto se tornava obsessão. O levei para longe, em um canto apagado do grande salão dourado. Com os olhos arregalados, mantinha o livro encostado em meu peito, como se fosse um tesouro sagrado que não poderia ser tocado por ninguém além de mim. Na pouca luz que ali restava, fixei meus olhos na capa do tomo. Antes um livro talhado em madeiras antigas, se converteu para uma face feminina que gritava em agonia, com os olhos tapados por bandagens e cabelos abundantes que escorriam pelas laterais do livro. E logo abaixo, o teu nome: Nekronomicon.


[Ato] — A Ascensão do Necromante. Unknown

Com as mãos trêmulas, virei as páginas do livro - Uma a uma. Mesmo sem prestar atenção aos detalhes, todas as informações por mim eram absorvidas. A verdade é que aquele objeto amaldiçoado aplicou um fuinjutsu ao contato de minhas mãos. Através da carne e da corrente sanguínea, os conhecimentos proibidos ali contidos eram transmitidos em forma de ondas mentais criptografadas por kanjis de origem desconhecida. Ainda que todas as páginas do livro fossem ilegíveis por conta do idioma sem sentido, eu conseguia interpretar cada imagem e palavra. Figuras demoníacas eram representadas em artes distorcidas de teor completamente desumano. Aquele livro tratava da arte proibida da Necromancia - Um departamento lendário, há tanto tempo tratado como magia negra, que desafiava as próprias leis da natureza.

Seus feiticeiros sombrios e cultistas diziam ser capazes de reviver os mortos e invocar as legiões do inferno a partir de tal conhecimento. Este foi o último resquício que sobrou de toda a história do culto de necromantes. Agora, o bastão havia sido passado para mim. Através da obsessão pela imortalidade e desejo de cultivar a semente da escuridão, a minha mente fora feita a partir das vontades sombrias daquele livro. O eu atual já não mais existia. Sentia minha mente sendo tomada por escuridão, e ainda assim, adorava. Deuses? Eu nunca acreditei nisso...Mas agora conseguia enxergar que talvez houvesse alguém que eu pudesse cultuar. Habilidades que desafiavam a ordem da criação. Seria eu quem as dominaria.

— "Ó...Terei meu momento a sós contigo, escuridão!" — Recitei.

A euforia não-natural que ali esbanjava demonstrava a mudança de personalidade e comportamento. O que aquele objeto maldito fez comigo não fora normal. Ele me transformou. Eu havia assumido uma nova mente - As vozes do além e o mal me comandavam a partir daquele momento. Me via cercado pelas legiões caídas advindas do mais profundo abismo do inferno, enquanto abria um largo sorriso. Uma armadilha? Talvez. De repente, ouvia passos pesados na entrada do grande salão. E, com uma única risada, o sujeito levantou a voz.

— "Il Padre, Il Filio, Et Lo Spiritus Malum, Delenda Est - Omnis Celestis, Anti-Cristus." — Recitara. — "Já se faz algum tempo, meu irmão bastardo."

E ao som de uma cruz de ferro colidindo com o chão, a silhueta se revelava.

Informações:

| N° de Palavras: 510|

_______________________

[Ato] — A Ascensão do Necromante. Isaac.Foster.full.2371036
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Skywalker
Nukenin B
Skywalker
Vilarejo Atual
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Re: [Ato] — A Ascensão do Necromante. - Publicado Sex 8 Abr 2022 - 22:28

Rise of the Necromancer


HP: 1100 / 1750 || CH: 2700 / 2700 || ST: 01 / 07

O Salão completamente silencioso fora tomado pelos ecos dos leves passos do homem que se intitulava como meu próprio irmão. Babando e quase sem consciência, virei-me lentamente, mas por um impulso nervoso de auto defesa, meu sistema forçou o meu próprio corpo a largar o livro amaldiçoado. As palavras ressoadas pela boca do sujeito despertaram um ódio oculto em mim, o suficiente para me livrar do controle mental do objeto amaldiçoado, que se destruía ao tocar o chão. Porém, mesmo que estivesse me libertado de sua manipulação mental, os resquícios de sua energia e influência ali permaneceriam por toda a eternidade. Então, a apenas trinta metros de minha pessoa, ele revelou-se. Arremessou a capa negra que usava para longe, apresentou seu verdadeiro eu. Com um capote azulado longo que alcançava seus joelhos e calças sombrias, ele esbanjava um sorriso irônico enquanto passava uma das mãos pelos cabelos loiros. Media cerca de 1,90 metros de altura, com uma estrutura física invejável. Eu me recordava de seu rosto - O vi uma única vez. Aquele homem...Mesmo sem de fato conhecê-lo, me desagradava.

"Não te esqueças nunca, infanto: Os fracos se submeterão. Ajoelhe-se!" — Exclamou. — "Teu pai lhe deste a vida, mas o verme rastejante jamais representara algo para mim. Apenas a mãe, agora sob os palmos da terra. Tu és o  bastardo desta família, e portante, deverás ser sacrificado em nome do impuro!" — Finalizou, em tom firme.

[Ato] — A Ascensão do Necromante. De521b16fd929e070fd99bfc124d45da

— "Kayneth." — Respondi, ofegante. — "A Mãe realmente falou muito sobre ti. Uma pena que eu tenha interesse na tua jornada, desgraçado de merda. Me ajoelhar Está confiante demais para quem está prestes a morrer." — Ditei.

Porém, antes que pudesse fazer qualquer coisa, uma massa viscosa de aço atravessou toda a arena e restringiu meus membros. No mesmo instante, projéteis do mesmo material perfuraram partes específicas de meu corpo, como se fosse uma simulação de fuzilamento. Sentia a carne se rompendo, e o sangue que dos ferimentos jorrava. Foi tão rápido que nem mesmo tive tempo de assimilar o que estava a ocorrer. Com as mãos para trás, o loiro me forçou a ajoelhar diante do mesmo. Que tipo de poder era aquela? O responsável também pela defesa daquele soldado há algum tempo atrás?

— "És falante, desgosto dessa postura. De qualquer forma, aquele quem você procura está morto. Além de tudo, tua própria gangue não passa de traíras incapazes. Os dois que lhe seguem...Serão a razão de sua queda. Já eu...Eu vim também em busca de tais relíquias. Mas, infelizmente, suas mãos corruptas tomaram o poder do Nekronomicon antes de mim. É triste saber que um  verme como ti possui tal poder em mãos. A Necromancia deveria ter sido extinta." — Ele explicava. — "O único caminho é o que lhe propõe a eternidade. Através do verdadeiro senhor. Aquele quem comanda a vida e a morte, o único que tem o poder de julgar os mortais deste mundo!" — Cerrou um dos punhos.

Ele parecia ser contra o que eu havia acabado de aprender. Mesmo que eu tivesse o poder para erguer os mortos, ainda não estava acostumado com as informações implantadas através da manipulação de memórias do Nekronomicon. Ainda assim, ele deixava subjetivo que era um ser imortal. Estava brincando comigo? A força daquelas correntes de aço era tamanha que eu mal conseguia mover um centímetro sequer de meu corpo. Ele pretendia me executar? Talvez. Porém, antes que os pensamentos fossem formados, os portões de ouro da sala foram completamente destruídos pela força dos punhos de Takemichi, que chegava junto a Kazutora. Mesmo com a chegada da dupla e do envio de incontáveis detritos e poeira, Kayneth se mantinha imóvel, com a mesma expressão debochada de sempre.

Informações:

| N° de Palavras: 647|

_______________________

[Ato] — A Ascensão do Necromante. Isaac.Foster.full.2371036
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Skywalker
Nukenin B
Skywalker
Vilarejo Atual
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Re: [Ato] — A Ascensão do Necromante. - Publicado Sab 9 Abr 2022 - 10:50

Rise of the Necromancer


HP: 840 / 1750 || CH: 2700 / 2700 || ST: 01 / 07

Eram três contra um, e ainda assim, o loiro se mantinha completamente imóvel. Então, três kunais foram arremessadas em sua direção, as quais foram utilizadas por Kazutora para se teleportar e pegá-lo de surpresa. Porém, em sua última translocação espaço-temporal, a mão destra de Kayneth moveu-se em uma velocidade extremamente elevada, agarrando o pescoço do de cabelos trançados no mesmo instante em que o intervalo de invulnerabilidade de seu teleporte encerrou-se. Então, com um aperto monstruoso, o sangue jorrou pela boca do rapaz, que teve um selo implantado no local, a fim de restringi-o de utilizar o próprio chakra.

— "É um desrespeito interferir nos assuntos pessoais dos outros, e tu bem que sabes disto. Agora, aproveitas do gosto de teu próprio sangue." — Kayneth ditou.

Na sequência, agarrou Kazutora pelo pé esquerdo e o girou ao redor de seu próprio corpo, antes de arremessá-lo de cara no chão cerca de três vezes, finalizando com um impacto brutal na parede, poderoso o suficiente para enterrá-lo em meio ao concreto. A força do loiro não era humana - Diria até mesmo que ele próprio não parecia ser um ser humano convencional. Inteligência, resistência, poder...Tudo era muito superior a qualquer coisa que eu havia presenciado até aquele momento.

— "KAZUTORA!!!" — Takemichi exclamou — "DESGRAÇADO, VOCÊ VAI PAGAR POR ISSO! EU VOU TE FAZER EM PEDAÇOS!" —

Então, revelou a origem de seu verdadeiro poder. Ao libertar-se das correntes dos portões de chakra, o loiro de cabelos longos emanou uma gigantesca aura de coloração esverdeada, tão poderosa que fora capaz de iluminar toda a sala e até mesmo enviar detritos ao ar. Em meio aos gritos de fúria, seus olhos se tornavam completamente brancos, e as veias saltavam para sua pele. Os dentes rangiam, e a expressão predominante em seu rosto era a do mais puro ódio. Tomou um único segundo para reduzir a aura e suspirar, antes de avançar.

O Simples mover de seus passos destruía o solo o qual era tocado pelos seus pés. Em uma velocidade avassaladora, disparou em uma investida mortal contra Kayneth. Ao se aproximar, desferiu uma barragem de dezenas e dezenas de golpes. Ele mesclava diversos estilos de artes marciais e tentava ferir o meu irmão bastardo por quaisquer ângulos que fossem possíveis. Porém, o loiro se manteve calmo, e com o único movimento de levantar o dedo indicador, a massa de aço viscosa transformou-se em diversas barreiras espinhadas que não apenas bloquearam as investidas de Takemichi, mas também o feriram. Na sequência, as paredes de aço foram derrubadas, mas o irmão mais novo de  Kazutora as destruiu com a força de um de seus chutes, continuando a sequência ao imbuir seus punhos e pernas com fogo, lançando uma técnica que tomava a forma de um dragão.

— "YAGAI!" — Gritou.

Aquela visão deixou Kayneth completamente transtornado. Ele não poderia se defender ou mesmo se esquivar de um golpe daquela potência. Por isso, decidiu confrontá-lo com uma técnica tão poderosa quanto: Concentrando o chakra em suas mãos, formou uma pequena esfera cristalina-azulada. Então, a disparou na direção de Takemichi. Ao contato com a aura, não apenas o dragão de chakra fora cristalizado, como o próprio Takemichi, formando uma verdadeira prisão gigantesca de cristais azulados. Aquela técnica fora sussurrada por Kayneth: "Kesshoka no Jutsu". Após o ato, então, virou-se para mim e cerrou o punho esquerdo, destroçando a prisão de cristal, e por vez, ceifando a vida de Takemichi ao parti-lo em mais de vinte pedaços diferentes.

— "Agora, Bastardo...Hei de me escutar!" — Ditou.

As correntes de aço que me restringiam se tornavam ainda mais sólidas, e começavam a perfurar o meu corpo ainda mais profundamente. Porém, Kayneth as retraiu, utilizando-as para atingir o meu corpo com um impacto direto vindo da lateral esquerda, poderoso o suficiente para me arremessar a mais de trinta metros de distância.

— "Golden Wind, Moebius, Valhalla....Todas essas desgraças não passam de farsas. Eles estão te enganando, não percebe? É porque não seguiste o chamado de teu verdadeiro criador. Não se faça de bobo, Senki; Sabes muito bem do que digo! Renegue esta vida medíocre, junte-se a nossa causa!" — Finalizou.

Informações:

| N° de Palavras: 713|

_______________________

[Ato] — A Ascensão do Necromante. Isaac.Foster.full.2371036
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Skywalker
Nukenin B
Skywalker
Vilarejo Atual
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Re: [Ato] — A Ascensão do Necromante. - Publicado Sab 9 Abr 2022 - 13:50

Rise of the Necromancer


HP: 800 / 1750 || CH: 2700 / 2700 || ST: 00 / 07

Com dificuldades até mesmo para me mover, tentava me levantar. O sangramento não parecia cessar, e Kazutora - Quase inconsciente, também tentava retornar aos seus sentidos. Como ele se provou ser um shinobi muito mais experiente do que eu, prendeu a própria respiração e deu um impulso a partir de seus pés, arremessando-se para fora da parede. E, antes que notasse o corpo despedaçado de seu irmão - Teleportou para a posição de Kayneth, perfurando o coração e crânio do homem com sua Tõken curvada. Os golpes foram certeiros, sendo que o ataque contra seu crânio praticamente o partiu no meio. Porém, no mesmo instante, virou-se, e com o punho esquerdo cerrado, atingiu a mandíbula do rapaz de cabelos trançados, deslocando-a e o arremessando com tanta força que até mesmo as luvas do próprio Kayneth se destruíram ao impacto, deixando nada além de um rastro de sangue.

— "Ghr...Hr..." — O Loiro grunhia, enquanto suas feridas se fechavam. — "Patético." — Finalizou.

O que diabos era aquilo? Nenhum ser humano deveria permanecer de pé após sofrer danos tão graves. Sua cabeça estava praticamente partida no meio, e seu coração já não mais funcionava. Além disso, seu sangue era escuro - Como se já estivesse coagulado há muito tempo. Ele era imortal, ou foi somente azar de Kazutora não ter atingido seus golpes como deveria? Não fazia ideia, mas a simples ideia de que alguém deste mundo ter alcançado a imortalidade me fascinava.

— "O que é este poder? Como você pode se manter de pé e tão calmo após receber tais ataques? Responda-me! O que diabos é você, Kayneth?!" — O questionei, exalando fúria.

— "Te acalmas, infanto. O dom da imortalidade fora concedido somente a mi. Se tu agora podes erguer o mortos, eu sou aquele o qual jamais conhecerá o fim!" — Respondeu, com um largo sorriso em seu rosto.

A batalha havia acabado de começar. As correntes de aço, enfim desfeitas...Me permitiram avançar uma última vez.

Informações:

| N° de Palavras: 336|

_______________________

[Ato] — A Ascensão do Necromante. Isaac.Foster.full.2371036
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Skywalker
Nukenin B
Skywalker
Vilarejo Atual
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Re: [Ato] — A Ascensão do Necromante. - Publicado Sab 9 Abr 2022 - 16:53

Rise of the Necromancer


HP: 500 / 1750 || CH: 2225 / 2700 || ST: 01 / 07

Ele se gabava de sua capacidade de resistir a ferimentos mortais, mas eu duvidava que poderia existir alguém verdadeiramente eterno mundo. O único digno de receber tal bênção era ninguém menos do que eu próprio. Concentrando no chakra no momento de distração de Kayneth, moldei para mim, novamente, The Devil. Não apenas ele - Mas também o Réquiem Carmesim. Flutuando, o demônio na forma de lança imperial avançara de maneira implacável contra o homem de cabelos loiros, desferindo uma barragem de ataques perfurantes. Porém, ainda de mãos para trás, Kayneth esquivava-se de cada ataque.

Na sequência, o Réquiem aproximou-se para apenas seis metros de distância do pseudo imortal, amassando o chakra em suas mãos antes de disparar o fluxo violento de energia, em moldes de estacas - Emerald Splash. Mesmo com o poder das estacas, Kayneth era capaz de se defender ou esquivar-se de tudo, sem nem ao menos utilizar uma técnica para tentar me contra-atacar. Na mesma linha, o humanoide consciente transformou seu próprio braço destro em uma enorme lâmina, e desferiu um golpe horizontal que cobriu uma área equivalente a cinco metros. Porém, a massa viscosa de aço ao lado de Kayneth moveu-se para moldar um escudo e defendê-lo do ataque. A defesa foi tão poderosa que a lâmina do Réquiem se quebrou ao impacto, mas não antes do humanoide esticar a sua perna esquerda, em um chute giratório que tinha como alvo a jugular do loiro. Moldando os pés como uma foice, o golpe  foi certeiro: O pescoço de Kayneth foi rasgado, e parte das vértebras destruídas.

— "Infanto, não sabes o que faz. Teus golpes não surtem efeito, e mesmo assim ainda insiste em continuar avançando? De fato, és o prodígio que teu pai tanto esperava. Alguém tão insano quanto o próprio." — Ele debochou.

Na sequência, foi sua vez de avançar. Mas antes que pudesse me tocar, ergui a Iwa no Yoroi em conjunto com o Doton: Domu, colocando uma armadura elemental por cima da outra com o adicional da defesa absoluta do Réquiem e o Taju Doryuheki, com as mãos levadas ao chão para erguer múltiplas barreiras de terra - Um esforço inútil. Revestindo todo o seu corpo em aço e segurando em ambas as mãos os enormes machados elementais, ele atravessou cada defesa em uma única investida, deixando um enorme rastro de poeira e destruição para trás. Ao me alcançar, chutou-me na região dos tornozelos, e quando meu corpo caiu, desferiu uma joelhada contra meu queixo, o que me enviou para o alto. Porém, mesmo com as defesas destruídas, manipulei a terra pré-existente do local para formar uma onda de repulsão elemental que o afastou para cerca de quinze metros, seguido por três estacas que o prenderam contra o solo.

— "Que força....Desgraçado, o que diabos você quer? Por que você está atrás de mim, afinal? Teu objetivo não era me eliminar deste mundo? Ou agora está repensando os seus próprios conceitos? Saiba que eu tenho a força suficiente para acabar contigo quando eu bem entender, cafajeste!" — Exclamei.

— "És, no fim, muito resistente. Agradeço pelo confronto agradável, bastardo, mas não é para isso que aqui vim. Mesmo que eu pudesse matá-lo quando fosse de minha vontade, vim aqui oferecê-lo minha própria mão." — Ele disse, arremessando uma carta para mim. — "És um dos mais próximos da morte, e portanto, possuis o que é necessário para confrontá-la. Levanta-te e resistas! Encontrai-me quando for a hora. Vosso criador lhe aguarda! Não ouses rejeitar o chamado da escuridão, Youjomaru!" — Finalizou.

E então, deu as costas. No fim, eu havia compreendido quem aquele homem era: Um arauto. Ele havia forjado esta falsa invasão da Moebius apenas para me encontrar. Todos haviam sido manipulados por ele, e no final, pagamos com nosso próprio sangue. Takemichi estava morto, e Kazutora mal possuía forças para levantar. Já eu...Conseguia manter o ritmo, ao menos por mais algum tempo. Ofegante, me mantive com os olhares fixos no loiro, que deu uma última olhada para mim.

— "Mas antes que eu me esqueça ~ Mostrai-me o teu dom. Levante o teu companheiro caído, se és capaz de fazê-lo!" — Desafiou-me.

Informações:

| N° de Palavras: 710|

_______________________

[Ato] — A Ascensão do Necromante. Isaac.Foster.full.2371036
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Skywalker
Nukenin B
Skywalker
Vilarejo Atual
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Re: [Ato] — A Ascensão do Necromante. - Publicado Sab 9 Abr 2022 - 19:53

Rise of the Necromancer


HP: 500 / 1750 || CH: 2298 / 2700 || ST: 02 / 07

O Sangue advindo do corpo de Takemichi espalhava-se por todo o salão dourado. As entranhas expostas e partes espalhadas pelo local fediam como um cadáver que estava a decompor há muitos dias. O cheiro pútrido da morte me acalmava, e ainda assim - O ódio parecia me corromper ainda mais. Percebia que havia me tornado uma pessoa muito mais calma, chegando a até mesmo falar de modo formal. No momento em que Kayneth exigiu uma prova de minha capacidade de revitalizar os que já não mais pertenciam a este mundo, tudo o que pude fazer...Foi pensar. O que diabos eu deveria fazer com aqueles pedaços do que um dia fora um corpo humano? Em minha memória, o selo corruptor do Nekronomicon se completava, e uma dor imensa percorria todo o meu corpo durante alguns instantes.

Porém, no momento subsequente, a sequência de selos desconhecida tornou-se clara. E como instinto, mesmo sem saber o motivo, a realizei. Ao bradar "Edo Tensei!", um caixão vazio levantou-se da terra. Porém, ele fora convocado unicamente para bloquear uma série de kunais e shurikens que haviam sido lançadas contra mim. Após isso, retornou para o submundo, uma vez que não havia absolutamente nada para ser trazido de volta. O loiro fecchou os olhos por alguns momentos e pareceu perceber que o dom da Necromancia realmente havia caído em minhas mãos. Já o agressor? Ninguém menos do que o próprio Kazutora. Com lágrimas caindo de seu rosto, ele se sustentava com as forças que lhe restavam, coberto pelo sangue de Takemichi e o seu próprio.

— "Você...Você é o culpado de tudo isso. Não consegue enxergar o que está fazendo, desgraçado?! VEJA O QUE FEZ! É TUDO CULPA SUA! VOCÊ O MATOU, YOUJOMARU!!!" — Ele exclamou. — "Eu não vou permitir que um traidor medíocre como você possa permanecer neste mundo. O Takemichi....Ele..." — Então, parou.

Lágrimas caíam do rosto em agonia do rapaz. Porém, consumido pelo ódio - Optou pelo avanço. Teleporando-se para minha direção com a kunai que antes havia me entregado, pensou em rasgar a minha garganta, mas antes que pudesse fazê-lo, a  consciência do Réquiem e Devil o impediram. Seus braços foram arrancados em um piscar de olhos pelo corte certeiro da lança imperial, enquanto seu rosto era esmagado e reduzido a migalhas pela força dos punhos do humanoide. O corpo desfigurado caiu sem vida no chão, sem nem ao mesnos ter tido a chance de vingar o seu tão amado irmão.

— "Sim, eu sou o culpado. O que vai fazer agora? Chore. Vamos, você não ia me matar?" — Ditei, pisoteando o crânio desfigurado até que não sobrasse nada além de uma poça de sangue. — "Verme. Verme. Verme. Verme." — Repeti, enquanto destorçava seu rosto.

— "Ah, tal violência. É realmente digna de um Jugo. De qualquer forma ~ É bom que esteja avisado: Tu agora tens a oportunidade de juntar-se a vossa causa. Se aceitares, com bom grado lhe guiarei pelo caminho das sombras. Porém, se te recusas, saiba que não haverá próxima vez." — Kayneth alertou, desaparecendo.

Quando ele se foi, o silêncio reinou, e o selo contido em meu cérebro fundiu-se ao meu corpo por completo. As memórias haviam sido especificamente alteradas para ter total consciência e conhecimento do Edo Tensei, além de ter mudado a mim como um ser de uma maneira ou de outra. O peso das mortes de dois membros da Yakuza estava em minhas mãos, mas será mesmo que eu deveria me importar com isso?

Informações:

| N° de Palavras: 595|

_______________________

[Ato] — A Ascensão do Necromante. Isaac.Foster.full.2371036
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Skywalker
Nukenin B
Skywalker
Vilarejo Atual
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Re: [Ato] — A Ascensão do Necromante. - Publicado Sab 9 Abr 2022 - 22:53

Rise of the Necromancer


HP: 500 / 1750 || CH: 2421 / 2700 || ST: 03 / 07

A Tragédia por ali instaurou-se com um toque final fúnebre. Entre sangue e corpos humanos, a carta se encontrava. A peguei lentamente - E com auxílio do Diabo, a abri. Dentro do envelope, encontrava-se uma única folha, escrita com sangue. Uma convocação direta e simples: Um convite até o covil negro dos cultistas liderados por Kayneth. O que diabos aquele louco estava planejando? Eu não fazia ideia, mas deu-me um mês para decidir o que faria. Caso eu não atendesse ao seu pedido, com certeza voltaria para terminar o que começou. As feridas neste meu corpo frágil não se curariam facilmente, ao contrário das dele. Não importasse qual ataque ou sua força, aquele homem demonstrou resistência contra as próprias leis da criação. Tudo o que existia eventualmente encontraria o inevitável fim, com exceção de anomalias ~ Aberrações, como ele.

— "Ele ainda tem a ousadia de me convocar para este culto de merda mesmo depois disso tudo? A mãe realmente estava certa. Você é um homem que tenta manter a sua honra, mesmo que ela já tenha lhe deixado há muito tempo. Só me pergunto como poderei explicar pro chefe esse massacre. Além disso...Todos os inimigos já foram derrubados, não é? Missão...Talvez, parcialmente concluída." — Ditei.

Então, na sequência, levantei-me dos detritos ensanguentados, seguindo em direção aos portões decaídos do salão dourado. Buscando pela entrada principal, encontrei-me com diversos corpos desfigurados de homens da Moebius, incluindo seu próprio tenente: Victor. Esquartejado, um pentagrama invertido fora desenhado ao redor de sua cabeça. Um sacrifício brutal e macabro o qual eu próprio mantive distância. De qualquer forma, voltei a colocar o capuz por cima da cabeça, fixamente observando o que havia em minha frente.

— "Acho que realmente estou mudando." — Pensei. — "Aquele livro está afetando minhas memórias. Além disso...As coisas que vêm acontecendo recentemente parecem estar exercendo alguma influência em minha mente. Pensava que já havia me descoberto há muito tempo, porém...Estava errado. Até mesmo eu estou sujeito a mudanças. Heh...Só me resta saber se acabarei em um buraco mais fundo do que esse." — Finalizei em tom irônico, continuando a caminhada.

Informações:

| N° de Palavras: 367|

_______________________

[Ato] — A Ascensão do Necromante. Isaac.Foster.full.2371036
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Skywalker
Nukenin B
Skywalker
Vilarejo Atual
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Re: [Ato] — A Ascensão do Necromante. - Publicado Dom 10 Abr 2022 - 9:09

Rise of the Necromancer


HP: 500 / 1750 || CH: 2421 / 2700 || ST: 03 / 07

Em meio ao desespero de antes, no entanto - Havia também percebido algo: Minhas técnicas estavam levemente diferentes. Percebia uma alteração no tamanho do Réquiem, e além disso, a potência dos golpes de cada um dos jutsus aumentou consideravelmente. Muito possivelmente eu utilizei quantidades significativas de chakra para fazê-los tão fortes quanto jamais foram, mas uma vez que provou-se benéfico para minha pessoa no combate, voltaria a utilizar deste método, combinando minha própria maestria com os ninjutsus elementais para criar verdadeiros cataclismas.

— "Oh, agora vejo - Eras isso que pretendias me mostrar, maldito Kayneth?" — Ditei ao chegar a superfície. — "Estes corpos destruídos...Não foram obra de Kazutora, não é? Você realmente planejou isso ao ponto de matar seus próprios aliados? És verdadeiramente um demônio. Uma pena que eu tenha pego o teu tão precioso Nekronomicon." — Finalizei, ironizando-o.

Então, deixei o local, a fim de retornar para a base do Vento Áureo. Seria uma viagem relativamente longa. Desfiz tanto o Demônio como o Réquiem, uma vez que já não seriam mais úteis naquela situação. Felizmente, não acabei precisando de utilizar o Senninka. Naquele momento, apesar de tudo, deveria me preocupar com o que faria de encontro ao chefe. Como explicaria a ele a perda daqueles dois homens? Heh...Eu estava em apuros, mas nada que eu não pudesse me livrar com a mágica da lábia. Porém, bastaria apenas um único movimento em falso para que tudo fosse por água abaixo. Sabia que passaria a desconfiar de mim, mas...Eu já estava muito próximo do que há muito tempo vinha almejando.

Informações:

| N° de Palavras: 266|

_______________________

[Ato] — A Ascensão do Necromante. Isaac.Foster.full.2371036
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Skywalker
Nukenin B
Skywalker
Vilarejo Atual
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Re: [Ato] — A Ascensão do Necromante. - Publicado Dom 10 Abr 2022 - 12:10

Rise of the Necromancer


HP: 400 / 1750 || CH: 2700 / 2700 || ST: 03 / 07

Logo na chegada, fui recebido por uma tropa de homens que ali aguardavam pelo nosso retorno. Ao me verem em um estado praticamente catatônico, se apressaram para o socorro. Havia gastado o restante de minhas forças para alcançar a base, e mesmo assim - Não conseguiria manter a consciência por muito mais tempo se aquelas feridas permanecessem abertas. Eles também mantinham os olhos arregalados...Uma vez que Kazutora e Takemichi não estavam presentes. De qualquer forma, quando me colocaram na ala de primeiros socorros do QG oculto da Yakuza, o próprio Oyabun e Aysha se apressaram para chegar ao local. Eu estava praticamente imobilizado. Não porque haviam aparelhos me restringindo, mas sim porque meu corpo não conseguia suportar aquelas feridas. Até mesmo respirar se tornou uma tarefa difícil.

— "Youjomaru..? O que diabos aconteceu contigo? Onde estão Kazutora e Takemichi? Vocês conseguiram recuperar o tesouro?!" — Ele questionava, notoriamente ansioso.

— "Nós fomos...Enganados." — Ditei, com uma breve pausa. — "As informações que você obteve eram falsas. Eles já estavam a nossa espera, com homens muito mais fortes do que poderíamos suportar. A Moebius foi somente uma casca para esconder o que estava no subsolo. O Tenente Victor era uma farsa. Havia um único homem lá, sua força...Era incomparável. Não tivemos a menor chance de contra-atacar. Takemichi foi despedaçado e morto, e Kazutora...Eu não sei o que houve com ele. Ele usou suas últimas forças para me teleportar até uma área próxima daqui." — Blefei, enquanto mostrava a kunai previamente entregue pelo de cabelos trançados.

Naquele momento, o líder da Yakuza congelou. Ele não tinha uma resposta para aquilo. Aysha, ao seu lado - Demonstrava estar extremamente preocupada com o seu superior, inclusive o aconselhando a deixar o local caso fosse preciso. Sem dizer mais uma única palavra, então, ele deixou a clínica, ordenando que sua subordinada ali permanecesse. Dei a minha própria versão dos acontecimentos, pois como eu mesmo havia assassinado Kazutora, não haveriam lados opostos ou diferentes da mesma história. Aparentemente, acreditaram em mim, ainda mais pelo estado em que eu me encontrava e resquícios da liberação de aço de Kayneth, que respingava de meus ferimentos. Talvez eu tivesse tomado a decisão correta, mas sabia muito bem que era só questão de tempo até que descobrissem a verdade por trás desta história macabra.

Informações:

| N° de Palavras: 389|

_______________________

[Ato] — A Ascensão do Necromante. Isaac.Foster.full.2371036
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Skywalker
Nukenin B
Skywalker
Vilarejo Atual
[Ato] — A Ascensão do Necromante. 113d6dd1a851d51d54a239399cae47dafa1c1cf7r1-600-600v2_00

Re: [Ato] — A Ascensão do Necromante. - Publicado Dom 10 Abr 2022 - 15:41

Rise of the Necromancer


HP: 1750 / 1750 || CH: 2700 / 2700 || ST: 00 / 07

As horas se passavam, e eu sentia meu corpo completamente revitalizado pela força dos shinobis médicos ao dispor do Oyabun. Quando os procedimentos foram finalizados e minha pessoa dispensada da ala médica, fui de encontro a um dos andares superiores, onde ouvi a voz de Aysha. Me aproximando lentamente da porta da sala a qual ela se encontrava, conseguia ouvir um pouco da conversa que estava tendo.

— "Mas não pode ser...Kazutora está morto? Como isso pode ser possível...Ele era seu único filho, não era? Que desgraça! E pensar que tudo isso foi planejado pela Moebius." — Ela dizia, em um tom completamente entristecido.

— "Já está na hora de nos revelarmos. Eu não vou mais tolerar isso. Juntem todos. Vamos destruir todos esses filhos da puta. Um por um, vamos fazê-los sofrer. Eles se afogarão em seu próprio sangue pelos crimes que cometeram, sejam crianças, mulheres...Eu não ligo mais. Vá e convoque todos os membros disponíveis. Avisem que amanha à noite haverá um banho de sangue!" — Exclamara.

Naquele momento, me afastei. Minhas atitudes egoístas acabariam por iniciar uma guerra, e isto me deixava bastante animado. Com um leve sorriso no rosto, ponderava sobre as possibilidades de acontecimentos futuros após estas desgraças. Descobrindo que Kazutora era o próprio filho do comandante da organização, percebi que de fato, eu já não era mais humano. O selo em minhas memórias me deixou ainda mais sombrio, ainda que político. Uma máscara fina, a qual ocultava a face do mais cruel entre os demônios. Deixei as instalações o quanto antes, pois eu acabaria com o Vento Áureo na mesma noite em que a guerra se iniciasse. Este conflito de anos atrás seria terminado com minhas próprias mãos. Eu não admitiria ninguém que estivesse acima de mim neste mundo. O primeiro passo para me tornar absoluto...Era a conquista total destas terras áridas.

Informações:

| N° de Palavras: 313|

_______________________

[Ato] — A Ascensão do Necromante. Isaac.Foster.full.2371036
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
[Ato] — A Ascensão do Necromante. Ba3293b0d1e3d0e8dff4a8030bec76a2

Revouv
Tokubetsu Jonin
Revouv
Vilarejo Atual
[Ato] — A Ascensão do Necromante. Ba3293b0d1e3d0e8dff4a8030bec76a2

Re: [Ato] — A Ascensão do Necromante. - Publicado Dom 10 Abr 2022 - 20:06

Player: @Skywalker.
Situação: Aprovado.
Consideração(s): "Vá tomar no cu." — Respondi.
Recompensa: Especialidade em Ninjutsu e Quest: Necromancia.

_______________________


Yukikitsune Kaonashi


FICHA  |  GF  |  BANCO
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Ato] — A Ascensão do Necromante. - Publicado