NOVIDADES
Atividades Recentes
A LUZ DAS TREVAS
Arco 02
Ano 26 DG
Verão
Meses se passaram desde a missão de investigação ao Castelo da Lua, no País do Vento, que culminou na Batalha da Lua Minguante. Soramaru, o cientista responsável pelos experimentos, morreu em combate, assim como outros ninjas do lado da aliança. Após a missão ser bem-sucedida, mas carregando tantas mortes, Karma, o líder da missão, ficou responsável por relatar às nações o máximo de informações sobre a organização por trás dos crimes agora que estava com o selo enfraquecido e com isso ele revelou o verdadeiro nome dela: Bōryokudan. Ainda não tendo como fornecer mais detalhes, pois o selo se manteve, e precisando de mais pistas antes de investir novamente em uma missão, Karma saiu em missão em nome das Quatro Nações para encontrar o paradeiro dos demais membros da organização — e sua primeira desconfiança recaiu sobre Kumo.

O mundo, no entanto, mudou nestes últimos meses. Os Filhos das Nuvens concluíram a missão de extermínio aos antigos ninjas da vila e implementaram um novo sistema político em Kumo ao se proclamarem o Shōgun sobre as ordens não de um pai, mas do Tennō; e assim ela se manteve mais fechada do que nunca. Em Konoha a situação ficou complicada após a morte de Chokorabu ao que parece estar levando a vila ao estado de uma guerra civil envolvendo dois clãs como pivôs. Suna tem visto uma movimentação popular contra a atual liderança da vila após o fracasso em trazer a glória prometida ao país. Já em Kiri a troca de Mizukage e a morte de ninjas importantes desestabilizaram a política interna e externa da vila. E em Iwa cada dia mais a Resistência vai se tornando popular entre os civis que estão cansados demais da fraqueza do poderio militar ninja. Quem está se aproveitando destes pequenos caos parece ser as famílias do submundo, cada vez mais presentes e usando o exílio de inúmeros criminosos para Kayabuki como forma de recrutar um exército cada vez maior.

E distante dos olhares mundanos o líder da Bōryokudan, Gyangu-sama, se incomoda com os passos de Karma.
... clique aqui para saber mais informações
SHION
SHION#7417
Shion é o fundador do RPG Akatsuki, tendo ingressado no projeto em 2010. Em 2015, ele se afastou da administração para focar em marketing e finanças, mas retornou em 2019 para reassumir a liderança da equipe, com foco na gestão de staff, criação de eventos e marketing. Em 2023, Shion encerrou sua participação nos arcos, mas continua trabalhando no desenvolvimento de sistemas e no marketing do RPG. Sua frase inspiradora é "Meu objetivo não é agradar os outros, mas fazer o meu trabalho bem feito", refletindo sua abordagem profissional e comprometimento em manter a qualidade do projeto.
Angell
ANGELL#3815
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Indra
INDRA#6662
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Wolf
Wolf#9564
Wolf é jogador do NRPGA desde fevereiro de 2020, tendo encontrado o fórum por meio de amigos, afastando-se em dezembro do mesmo ano, mas retornando em janeiro de 2022. É jogador de RPG desde 2012, embora seu primeiro fórum tenha sido o Akatsuki. Atua como moderador desde a passagem anterior, se dedicando as funções até se tornar administrador em outubro de 2022. Fora do RPG cursa a faculdade de Direito, quase em sua conclusão, bem como tem grande interesse por futebol, sendo um flamenguista doente.
Mako
gogunnn#6051
Mako é membro do Naruto RPG Akatsuki desde meados de 2012. Seu interesse por um ambiente de diversão e melhorias ao sistema o levou a ser membro da Staff pouco tempo depois. É o responsável pela criação do sistema em vigor desde 2016, tendo trabalhado na manutenção dele até 2021, quando precisou de uma breve pausa por questões pessoais. Dois anos depois, Mako volta ao Naruto RPG Akatsuki como Game Master, retornando a posição de Desenvolvedor de Sistema. E ainda mantém uma carreira como escritor de ficção e editor de livros fora do RPG, além de ser bacharel em psicologia. Seu maior objetivo como GM é criar um ambiente saudável e um jogo cada vez mais divertido para o público.
Akeido
Akeido#1291
Aliquam lacinia ligula nec elit cursus, sit amet maximus libero ultricies. Cras ut ipsum finibus quam fringilla finibus. Etiam quis tellus dolor. Morbi efficitur pulvinar erat quis consectetur. Ut auctor, quam id rutrum lobortis, lorem augue iaculis turpis, nec consectetur enim nisl eu magna. Sed magna dui, sollicitudin quis consequat ac, faucibus sed mauris. Donec eleifend, nisl a eleifend dignissim, ipsum urna viverra leo, sed pulvinar justo ex vitae enim. Donec posuere sollicitudin velit eu vulputate.
Havilliard
Havilliard#3423
Aliquam lacinia ligula nec elit cursus, sit amet maximus libero ultricies. Cras ut ipsum finibus quam fringilla finibus. Etiam quis tellus dolor. Morbi efficitur pulvinar erat quis consectetur. Ut auctor, quam id rutrum lobortis, lorem augue iaculis turpis, nec consectetur enim nisl eu magna. Sed magna dui, sollicitudin quis consequat ac, faucibus sed mauris. Donec eleifend, nisl a eleifend dignissim, ipsum urna viverra leo, sed pulvinar justo ex vitae enim. Donec posuere sollicitudin velit eu vulputate.
HALL DA FAMA
TOP Premiums
Torne-se um Premium!
1º Lugar
Starfox
2º Lugar
Senju Inazuma
3º Lugar
Raves
1º Lugar
Starfox
2º Lugar
Tensai
3º Lugar
Zireael
Os membros mais ativos do mês
Angell
[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_lcap[OnePost] — Forjando o Futuro Voting_bar[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_rcap 
791 Mensagens - 42%
Starfox
[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_lcap[OnePost] — Forjando o Futuro Voting_bar[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_rcap 
194 Mensagens - 10%
Zireael
[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_lcap[OnePost] — Forjando o Futuro Voting_bar[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_rcap 
160 Mensagens - 8%
Kurt Barlow
[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_lcap[OnePost] — Forjando o Futuro Voting_bar[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_rcap 
134 Mensagens - 7%
Zero
[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_lcap[OnePost] — Forjando o Futuro Voting_bar[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_rcap 
117 Mensagens - 6%
Tensai
[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_lcap[OnePost] — Forjando o Futuro Voting_bar[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_rcap 
112 Mensagens - 6%
Sevenbelo
[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_lcap[OnePost] — Forjando o Futuro Voting_bar[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_rcap 
106 Mensagens - 6%
Shion
[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_lcap[OnePost] — Forjando o Futuro Voting_bar[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_rcap 
105 Mensagens - 6%
Nan
[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_lcap[OnePost] — Forjando o Futuro Voting_bar[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_rcap 
88 Mensagens - 5%
Kaguya
[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_lcap[OnePost] — Forjando o Futuro Voting_bar[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_rcap 
86 Mensagens - 5%

Os membros mais ativos da semana
Angell
[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_lcap[OnePost] — Forjando o Futuro Voting_bar[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_rcap 
77 Mensagens - 38%
Kurt Barlow
[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_lcap[OnePost] — Forjando o Futuro Voting_bar[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_rcap 
25 Mensagens - 12%
Zero
[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_lcap[OnePost] — Forjando o Futuro Voting_bar[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_rcap 
19 Mensagens - 9%
Sly
[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_lcap[OnePost] — Forjando o Futuro Voting_bar[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_rcap 
18 Mensagens - 9%
Heavy
[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_lcap[OnePost] — Forjando o Futuro Voting_bar[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_rcap 
15 Mensagens - 7%
Raves
[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_lcap[OnePost] — Forjando o Futuro Voting_bar[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_rcap 
11 Mensagens - 5%
Tensai
[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_lcap[OnePost] — Forjando o Futuro Voting_bar[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_rcap 
11 Mensagens - 5%
Nan
[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_lcap[OnePost] — Forjando o Futuro Voting_bar[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_rcap 
10 Mensagens - 5%
Shion
[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_lcap[OnePost] — Forjando o Futuro Voting_bar[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_rcap 
9 Mensagens - 4%
Keel Lorenz
[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_lcap[OnePost] — Forjando o Futuro Voting_bar[OnePost] — Forjando o Futuro Vote_rcap 
7 Mensagens - 3%


Agony
Chūnin
[OnePost] — Forjando o Futuro Makoto%2Bshishio%2Bof%2Brurouni%2Bkenshin
[OnePost] — Forjando o Futuro Makoto%2Bshishio%2Bof%2Brurouni%2Bkenshin
Ubayashiki Kagaya
HP: 1700 | 1700
CH: 2325 | 2325
ST: 00 | 08

Eu Sou a Justiça



I — The Explosive One. || Palavras: 420 / 400

Em minha própria casa, era onde iniciaria os serviços como um ferreiro da vila. Apesar disso, meus objetivos na forjaria dos mais variados tipos de armas e outros equipamentos não tinham como objetivo o bem do vilarejo, e sim a melhora de minhas próprias habilidade quando a "hora" finalmente chegasse. Criaria armas às escuras, que apenas eu tivesse conhecimento de suas existências, mas por enquanto deveria agir como um bem feitor que está disposto a auxiliar os cidadãos da vila com suas necessidades ao criar ferramentas que possam lhes auxiliar em momentos difíceis. Então, com os materiais prontos, comecei a forjar a primeira das minhas armas. O conceito e ideia eram bem simples: Criar uma Kunai  mais longa e que viesse a servir como um adicional na bolsa de cada ninja, como um recurso final ou simplesmente um arremessável melhorado. Com a inscrição "Katsu" ao centro de sua lâmina pontiaguda e alguns centímetros mais longa do que o convencional, passei a martelar sua estrutura até que enfim viesse a tomar forma. Soprava, voltava a bater o martelo e vez ou outra virava-a para que sua integridade física fosse preservada, assim garantindo o melhor aproveitamento da mesma e descartando os riscos de um possível defeito estrutural que eu não tenha percebido. O processo continuou e foi repetido, e como era um ferreiro relativamente em estágio de aprendizado, era difícil pensar que  a primeira tentativa seria um acerto direto, mas mesmo sem demonstrar nenhuma surpresa, acabei me sucedendo no objetivo por mais uma vez, efetivamente completando a forja com o molde da longa kunai já pronto. Seu kanji ainda brilhava por conta do ferro derretido, então deixei-a exposta ao vento durante algum tempo para que a temperatura diminuísse e soprei por algumas vezes, até mesmo utilizando uma leve manipulação de uma das espadas lendárias para acelerar o processo. Quando tudo estivesse em ordem, retiraria a arma agora pronta da bandeja de forte e a colocaria em uma mesa especial logo ao lado, onde ficaria durante algum tempo para que o material se resfriasse e pudesse tomar uma consistência ainda mais sólida e resistente. Quando o cliente que se interessasse por tal arma viesse a segurá-la, sentiria que não era um arremessável de qualidade medíocre ou feito por um qualquer. O primeiro trabalho havia enfim sido finalizado, mas ainda havia muito a ser feito. Suspirei e joguei olhares para o alto, deixando as ferramentas sobre a mesa de forja mais uma vez e aproximando os materiais para o próximo trabalho.

II — Longsword || Palavras: 408 / 400

Já o segundo trabalho consistia em uma criação que já existe há muito tempo e sempre fora presente na história da humanidade, tanto na antiguidade como no período atual - A espada. Apesar de clichê e bastante manjada, ainda sim criar variações de armas já existentes era algo bastante interessante para provar um pouco de minha criatividade e também decidir quais tipos de armas eu consigo me identificar mais na hora da forja, para que sempre me focasse nestes tipos em específico. Com o ferro derretido já preparado e a estrutura devidamente adequada para a forja, despejei os materiais necessários no molde da espada longa que ali faria, baseando-me no modelo das Tõkens convencionais, porém com uma lâmina mais grossa e com uma guarda mais rígida, apesar de seu peso ser otimizado para ser inferior a das próprias Tõkens. Ergui o martelo aos céus e novamente voltei a pressionar o molde derretido com toda a força que possuía no momento, batendo-o diversas vezes até mesmo nas bordas para garantir que o material não transbordasse e ficasse completamente estático justamente no molde para que a criação da espada fosse um sucesso absoluto, desprovido de qualquer tipo de falha. Suspirava e tomava alguns instantes para respirar e também visualizar o progresso que havia feito, também aproveitando este pequeno intervalo de tempo para corrigir falhas e bolar algumas estratégias para que tudo corresse bem. Com o molde de aço derretido quase resfriado na parte de baixo da espada, continuei a moldar o formato da parte superior a espada, dando-lhe uma lâmina um pouco mais grossa que o comum e manipulando a forja para que a coloração da espada fosse completamente branca, em contraste com o material que fora utilizado para a formação de sua guarda e empunhadura resilientes. Enfim, após longos minutos pós-martelo e apenas manipulando as correntes de ar com o sopro e outros aparatos para que a lâmina pudesse ser devidamente resfriada, enfim o molde tornou-se uma casca inútil e a lâmina longa estava pronta para uso. Ainda queimando por ter acabado de sair da forja, deixei-a ao lado da kunai que antes havia feito e observei-as durante alguns segundos, antes de finalmente virar-me novamente para a mesa de forja, uma vez que o trabalho estava longe do fim. Agora, com a finalização da Longsword, era a hora de criar um equipamento um pouco diferente do que já fiz até  o momento.

III — Iron Gloves || Palavras: 427 / 400

Deixei o martelo de lado durante alguns momentos enquanto levava a mão direita ao queixo, pensando no que poderia fazer agora. Criar uma outra arma seria algo bastante previsível e poderia ser acusado de simplesmente utilizar-me de artifícios já existentes para minhas criações, então pensei em forjar um equipamento bem menos percebido, mas ainda importante: Luvas de aço, para a proteção da mão dos usuários em combate ou para simplesmente amplificar a força de seus golpes. Com essa ideia já mentalizada, tudo o que restava era sua aplicação na mesa de forja junto ao molde e os materiais que ali se encontravam a minha disposição. Inspirei e dei passos a frente por mais uma vez, novamente derramando os materiais necessários tanto para a forja como para a confecção dos detalhes e do formato perfeito das luvas. Apesar da forja ser um processo relativamente fácil para um profissional da área, o que verdadeiramente dificulta tudo é a confecção de equipamentos mais complexos como armaduras, acessórios e outros que precisam de vista grossa e diversas revisões para se tornarem funcionais e devidamente chamativos, por conta dos detalhes. Assim sabendo, iniciei o processo de confecção ao mesmo tempo em que mantinha as atenções na mesa de forja, essencialmente realizando dois trabalhos ao mesmo tempo. As luvas não possuíam uma extensão tão longa e íam somente até a metade do antebraço de seus usuários, servindo apenas como uma camada adicional de resistência, visto que não há uma armadura completa para o par de manoplas de aço. Finalizada a forja, retirei o molde da mesa de forja e deixei-o resfriando, enquanto tomava algumas ferramentas de correção. Enquanto o molde ainda estava fervente, utilizei-me deste tempo de pouca resistência para criar deformações em pontos específicos de cada uma das luvas e inserir alguns pequenos objetos decorativos, além de acrescentar outros diversos detalhes sem que a estrutura geral do equipamento fosse comprometida. Fazia isso de maneira lenta e cautelosa, com o resultado final tendo sido bastante agradável. Após resfriar e o par de manoplas estarem devidamente finalizados, pude ver cada detalhe que antes havia feito, observando que apesar de alguns pequenos e insignificantes erros, todo o resto havia sido perfeitamente moldado. Não havia riscos em utilizá-las e sua estrutura estava ainda melhor do que o planejado, o que impressionou-me. Coloquei-as lado a lado na mesa em que se encontrava tanto a Longsword como a Explosive One, então preparando-me para iniciar o quarto trabalho. Apesar de ser uma tarefa dificultosa e que demandava bastante tempo, era algo necessário.

IV — Vivisect || Palavras: 425 / 400

Após a forja das luvas de aço, outra ideia um pouco mais interessante me veio a mente. Ao invés de criar uma arma comum como uma tõken, kunai ou semelhante, por que não dar origem a um par de lâminas gêmeas, como são as lendárias espadas do vento que tenho posse? Dei um leve sorriso com o canto da boca e tomei um outro molde de forja, para essencialmente criar duas espadas idênticas em aparência e utilização, mas com um propósito diferente. Invés de forjar espadas de combate direto, focaria os esforços desta criação para um par de lâminas feitas para serem utilizadas em assassinatos. O molde tinha um tamanho modesto, mas era o ideal. Derramei o ferro derretido sobre os moldes e aguardei o magma surgir, para que enfim o martelo entrasse em ação. Trabalho em dobro, mas era algo diferente do que já havia feito até então. Suspirava e era obrigado a manter o olho em ambas as lâminas ao mesmo tempo, para que inconsistências não fossem geradas. Apesar disso, fora bastante dificultoso forjá-las de maneira idêntica, necessitando de várias vezes da ferramenta de correção para enfim ambas tomassem a mesma forma, tamanho e outras características, já não mais havendo distinção aparente. Além disso, fiquei tão focado no perfeccionismo da forjaria de ambas que acabei esquecendo-me de personalizar suas lâminas, o que ocasionou em uma pintura padrão e bastante inexpressiva - Acinzentada. Mesmo assim, fazia sentido: Armas que seriam banhadas com sangue em assassinatos brutais não exigiam cor, apenas utilidade. Pelo tamanho, o resfriamento haveria de ser menor, e como previsto, elas ficaram prontas bem antes do que as outras três forjarias que já havia completado. A única coisa que fiz após completá-las foi tomar a ferramenta de correção para adicionar alguns detalhes adicionais e retirar as "Impurezas" de suas formas, cuidadosamente retirando-as do molde. Banhei-as debaixo de uma potente torneira para que os resíduos fossem retirados, pois por conta de seu tamanho, tentar corrigí-las com uma ferramenta de correção poderia ser prejudicial caso houvesse um erro. Então, finalizadas. Sorri ao ver os resultados, girando-as em minhas mãos e vendo que poderiam ser escondidas em praticamente qualquer lugar do corpo, sendo um par de armas bastante versátil e útil para as mais diversas situações. Não tinha ideia nas mãos de quem este par de belezuras cairia, mas ao menos tinha certeza de que o portador das Vivisect fariam um bom trabalho, afinal de contas, estas aqui apenas possuem um único propósito: Assassinar de maneira rápida e precisa.

V — Iron Shield || Palavras: 414 / 400

Mas de fato, era a hora de mudar os ares por mais uma vez. Era o penúltimo trabalho planejado pro mim até o momento, e a ideia de sua realização era algo bem simples, apesar de efetivo: Moldar e forjar um escudo de ferro que fosse resistente, ao mesmo tempo que prático. Escudos são conhecidos por normalmente cobrirem uma grande área do corpo do usuário e quando bem utilizados praticamente impedem qualquer tipo de investida ou ataque iminente, mas sua maior fraqueza é justamente o peso e pelo usuário ter que sacrificar uma de suas mãos para sua utilização. Por conta disso, pensei em criar um tipo de escudo "Parma", que fosse menor em tamanho, que pudesse ser utilizado ao lado do braço de um usuário e que não necessitasse de ser segurado, assim não impedindo a utilização de uma das mãos daquele que o empunhar, combinado com menos peso e uma resistência considerável. Como a ideia já estava previamente idealizada e totalmente definida, tudo o que me restava era simplesmente colocá-la em prática. Com o molde de forja personalizado pronto, derramei o aço sobre o mesmo e repeti o mesmo processo de martelada, aguardar um pouco o resfriamento, aplicar algumas correções e adicionar detalhes no tempo que restava antes de finalmente reiniciar o processo. Esta criação, em particular, demorou um pouco mais do que as outras para ser finalizada por conta da quantidade de detalhes e pontos específicos que tinha que corrigir e aplicar alguns pequenos detalhes, a fim de dar ao escudo a melhor aparência e estrutura possível, afinal de contas, com uma forma circular, era bem fácil de encontrar um ponto fraco em seus locais mais distantes do centro, mas neste caso, essas áreas eram tão reforçadas quanto o próprio centro, deixando-o efetivamente sem pontos fracos a serem explorados em um combate franco. Mesmo que parecesse um perfeccionismo desnecessário e uma completa perda de tempo adicionar tantos detalhes em um objeto que certamente iria ser destruído em algum momento, eu conseguia tirar bastante aprendizado de tal confecção. Desde a primeira criação, aprendi bastante e comecei a me acostumar com o sistema de forjas, já não mais encarando-o como um bicho de sete cabeças. Apesar disso, ainda tinha um longo caminho pela frente até me tornar um verdadeiro mestre. Quando tudo estivesse devidamente pronto, corrigido e revistado, retiraria o escudo recém-criado de seu molde e o deixaria ao lado da Vivisect na mesma mesa que as outras criações.

VI — Moonshine || Palavras: 418 / 400

E agora, finalmente o trabalho final. Este modelo de espada foi o primeiro que idealizei após tornar-me ferreiro, sendo possuidor de um tipo ´único de metal com outros no interior da lâmina. Trazendo seu molde, ela não possuía guarda e sua lâmina era bem fina, mas de longe seria a criação mais poderosa e resistente dentre todas as criadas até o momento. Com vidro reforçado ao centro de sua lâmina e chakra, o resto da espada era moldado por um tipo de metal com propriedades translúcidas, o que fazia com que ela pudesse brilhar. Isso efetivamente faria com que sob a luz do luar, a lâmina emitisse um brilho esverdeado, daí tendo significado o nome que lhe foi dado. O processo de forja desta arma em específico fora bem mais cuidadoso do que com os outros, pois além de ser a mais bela das minhas criações até o momento, também deveria ser a mais poderosa. Eu a manteria sob minha posse, afinal de contas, não queria ver qualquer vagabundo portando-a por aí. Com a ferramenta de correção, busquei até os mínimos erros e falhas para que pudessem ser corrigidos, levando a lâmina e empunhadura da espada a atingirem um estado semelhante a da perfeição para aqueles padrões, sem qualquer resquício de inconsistências no material ou deficiências visíveis a olhos comuns em sua estrutura geral. O material estava perfeito e a forma tomada pela mesma era ainda mais agradável aos olhos do que quando a imaginei, e isso fez-me bastante feliz com o resultado que havia obtido com minhas próprias habilidades de forja. Retirei-a do molde e a coloquei sobre a mesa, para dar os toques finais. E por conta de não haver guarda, decidi enrolar diversas faixas acinzentadas ao redor da mesma, que pela leveza, eram jogadas ao ar, o que dava a espada uma aura de superioridade, efetivamente concedendo-lhe uma aparência singular e nobre, apesar de suas limitações por ter sido moldada por um ferreiro de baixa classe, como minha pessoa. Apesar disso, era meu maior orgulho até o momento. Após a finalização de todas as armas e verificando se haviam devidamente se resfriado, as guardaria em um malote especial e daria passos em direção ao quartel general do vilarejo, para que avaliassem a qualidade de minhas criações e se eu já estava apto a prosseguir na patente de minha profissão, afinal de contas, não queria manter-me abaixo do nível aceitável. Como um Tokujõ, era minha obrigação me manter no topo.

Informações:


Palavras:






_______________________

[OnePost] — Forjando o Futuro Makoto-shishio-in-full-battle-gear-da4mkcdjlik2w2or
"I Just live to Fall."

FP | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
Agony
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77727-fp-senki-youjomaru#614275
Revouv
Tokubetsu Jonin
[OnePost] — Forjando o Futuro Ba3293b0d1e3d0e8dff4a8030bec76a2
[OnePost] — Forjando o Futuro Ba3293b0d1e3d0e8dff4a8030bec76a2
Aprovado @Skywalker.

_______________________


Yukikitsune Kaonashi


FICHA  |  GF  |  BANCO
Revouv
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t74385-fp-yukikitsune-kaonashi
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t72868-gf-kaonashi-yukikitsune
Design visual (Estrutura, Imagens e Vídeos) por Dorian Havilliard. Códigos por Akeido