NOVIDADES
Atividades Recentes
A LUZ DAS TREVAS
Arco 02
Ano 26 DG
Verão
Meses se passaram desde a missão de investigação ao Castelo da Lua, no País do Vento, que culminou na Batalha da Lua Minguante. Soramaru, o cientista responsável pelos experimentos, morreu em combate, assim como outros ninjas do lado da aliança. Após a missão ser bem-sucedida, mas carregando tantas mortes, Karma, o líder da missão, ficou responsável por relatar às nações o máximo de informações sobre a organização por trás dos crimes agora que estava com o selo enfraquecido e com isso ele revelou o verdadeiro nome dela: Bōryokudan. Ainda não tendo como fornecer mais detalhes, pois o selo se manteve, e precisando de mais pistas antes de investir novamente em uma missão, Karma saiu em missão em nome das Quatro Nações para encontrar o paradeiro dos demais membros da organização — e sua primeira desconfiança recaiu sobre Kumo.

O mundo, no entanto, mudou nestes últimos meses. Os Filhos das Nuvens concluíram a missão de extermínio aos antigos ninjas da vila e implementaram um novo sistema político em Kumo ao se proclamarem o Shōgun sobre as ordens não de um pai, mas do Tennō; e assim ela se manteve mais fechada do que nunca. Em Konoha a situação ficou complicada após a morte de Chokorabu ao que parece estar levando a vila ao estado de uma guerra civil envolvendo dois clãs como pivôs. Suna tem visto uma movimentação popular contra a atual liderança da vila após o fracasso em trazer a glória prometida ao país. Já em Kiri a troca de Mizukage e a morte de ninjas importantes desestabilizaram a política interna e externa da vila. E em Iwa cada dia mais a Resistência vai se tornando popular entre os civis que estão cansados demais da fraqueza do poderio militar ninja. Quem está se aproveitando destes pequenos caos parece ser as famílias do submundo, cada vez mais presentes e usando o exílio de inúmeros criminosos para Kayabuki como forma de recrutar um exército cada vez maior.

E distante dos olhares mundanos o líder da Bōryokudan, Gyangu-sama, se incomoda com os passos de Karma.
... clique aqui para saber mais informações
SHION
SHION#7417
Shion é o fundador do RPG Akatsuki, tendo ingressado no projeto em 2010. Em 2015, ele se afastou da administração para focar em marketing e finanças, mas retornou em 2019 para reassumir a liderança da equipe, com foco na gestão de staff, criação de eventos e marketing. Em 2023, Shion encerrou sua participação nos arcos, mas continua trabalhando no desenvolvimento de sistemas e no marketing do RPG. Sua frase inspiradora é "Meu objetivo não é agradar os outros, mas fazer o meu trabalho bem feito", refletindo sua abordagem profissional e comprometimento em manter a qualidade do projeto.
Angell
ANGELL#3815
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Indra
INDRA#6662
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Wolf
Wolf#9564
Wolf é jogador do NRPGA desde fevereiro de 2020, tendo encontrado o fórum por meio de amigos, afastando-se em dezembro do mesmo ano, mas retornando em janeiro de 2022. É jogador de RPG desde 2012, embora seu primeiro fórum tenha sido o Akatsuki. Atua como moderador desde a passagem anterior, se dedicando as funções até se tornar administrador em outubro de 2022. Fora do RPG cursa a faculdade de Direito, quase em sua conclusão, bem como tem grande interesse por futebol, sendo um flamenguista doente.
Mako
gogunnn#6051
Mako é membro do Naruto RPG Akatsuki desde meados de 2012. Seu interesse por um ambiente de diversão e melhorias ao sistema o levou a ser membro da Staff pouco tempo depois. É o responsável pela criação do sistema em vigor desde 2016, tendo trabalhado na manutenção dele até 2021, quando precisou de uma breve pausa por questões pessoais. Dois anos depois, Mako volta ao Naruto RPG Akatsuki como Game Master, retornando a posição de Desenvolvedor de Sistema. E ainda mantém uma carreira como escritor de ficção e editor de livros fora do RPG, além de ser bacharel em psicologia. Seu maior objetivo como GM é criar um ambiente saudável e um jogo cada vez mais divertido para o público.
Akeido
Akeido#1291
Aliquam lacinia ligula nec elit cursus, sit amet maximus libero ultricies. Cras ut ipsum finibus quam fringilla finibus. Etiam quis tellus dolor. Morbi efficitur pulvinar erat quis consectetur. Ut auctor, quam id rutrum lobortis, lorem augue iaculis turpis, nec consectetur enim nisl eu magna. Sed magna dui, sollicitudin quis consequat ac, faucibus sed mauris. Donec eleifend, nisl a eleifend dignissim, ipsum urna viverra leo, sed pulvinar justo ex vitae enim. Donec posuere sollicitudin velit eu vulputate.
Havilliard
Havilliard#3423
Aliquam lacinia ligula nec elit cursus, sit amet maximus libero ultricies. Cras ut ipsum finibus quam fringilla finibus. Etiam quis tellus dolor. Morbi efficitur pulvinar erat quis consectetur. Ut auctor, quam id rutrum lobortis, lorem augue iaculis turpis, nec consectetur enim nisl eu magna. Sed magna dui, sollicitudin quis consequat ac, faucibus sed mauris. Donec eleifend, nisl a eleifend dignissim, ipsum urna viverra leo, sed pulvinar justo ex vitae enim. Donec posuere sollicitudin velit eu vulputate.
HALL DA FAMA
TOP Premiums
Torne-se um Premium!
1º Lugar
Starfox
2º Lugar
Senju Inazuma
3º Lugar
Raves
1º Lugar
Starfox
2º Lugar
Tensai
3º Lugar
Zireael
Os membros mais ativos do mês
Angell
[Cena - Solo] Charada Vote_lcap[Cena - Solo] Charada Voting_bar[Cena - Solo] Charada Vote_rcap 
791 Mensagens - 42%
Starfox
[Cena - Solo] Charada Vote_lcap[Cena - Solo] Charada Voting_bar[Cena - Solo] Charada Vote_rcap 
194 Mensagens - 10%
Zireael
[Cena - Solo] Charada Vote_lcap[Cena - Solo] Charada Voting_bar[Cena - Solo] Charada Vote_rcap 
160 Mensagens - 8%
Kurt Barlow
[Cena - Solo] Charada Vote_lcap[Cena - Solo] Charada Voting_bar[Cena - Solo] Charada Vote_rcap 
132 Mensagens - 7%
Zero
[Cena - Solo] Charada Vote_lcap[Cena - Solo] Charada Voting_bar[Cena - Solo] Charada Vote_rcap 
117 Mensagens - 6%
Tensai
[Cena - Solo] Charada Vote_lcap[Cena - Solo] Charada Voting_bar[Cena - Solo] Charada Vote_rcap 
112 Mensagens - 6%
Sevenbelo
[Cena - Solo] Charada Vote_lcap[Cena - Solo] Charada Voting_bar[Cena - Solo] Charada Vote_rcap 
106 Mensagens - 6%
Shion
[Cena - Solo] Charada Vote_lcap[Cena - Solo] Charada Voting_bar[Cena - Solo] Charada Vote_rcap 
105 Mensagens - 6%
Nan
[Cena - Solo] Charada Vote_lcap[Cena - Solo] Charada Voting_bar[Cena - Solo] Charada Vote_rcap 
88 Mensagens - 5%
Kaguya
[Cena - Solo] Charada Vote_lcap[Cena - Solo] Charada Voting_bar[Cena - Solo] Charada Vote_rcap 
86 Mensagens - 5%

Os membros mais ativos da semana
Angell
[Cena - Solo] Charada Vote_lcap[Cena - Solo] Charada Voting_bar[Cena - Solo] Charada Vote_rcap 
77 Mensagens - 39%
Kurt Barlow
[Cena - Solo] Charada Vote_lcap[Cena - Solo] Charada Voting_bar[Cena - Solo] Charada Vote_rcap 
23 Mensagens - 12%
Zero
[Cena - Solo] Charada Vote_lcap[Cena - Solo] Charada Voting_bar[Cena - Solo] Charada Vote_rcap 
19 Mensagens - 10%
Sly
[Cena - Solo] Charada Vote_lcap[Cena - Solo] Charada Voting_bar[Cena - Solo] Charada Vote_rcap 
18 Mensagens - 9%
Heavy
[Cena - Solo] Charada Vote_lcap[Cena - Solo] Charada Voting_bar[Cena - Solo] Charada Vote_rcap 
15 Mensagens - 8%
Tensai
[Cena - Solo] Charada Vote_lcap[Cena - Solo] Charada Voting_bar[Cena - Solo] Charada Vote_rcap 
11 Mensagens - 6%
Raves
[Cena - Solo] Charada Vote_lcap[Cena - Solo] Charada Voting_bar[Cena - Solo] Charada Vote_rcap 
11 Mensagens - 6%
Nan
[Cena - Solo] Charada Vote_lcap[Cena - Solo] Charada Voting_bar[Cena - Solo] Charada Vote_rcap 
10 Mensagens - 5%
Shion
[Cena - Solo] Charada Vote_lcap[Cena - Solo] Charada Voting_bar[Cena - Solo] Charada Vote_rcap 
9 Mensagens - 5%
Keel Lorenz
[Cena - Solo] Charada Vote_lcap[Cena - Solo] Charada Voting_bar[Cena - Solo] Charada Vote_rcap 
7 Mensagens - 4%


Senko'
[Cena - Solo] Charada Xoj9u7k
[Cena - Solo] Charada Xoj9u7k
Charada?
HP: 1950 | 1950CH: 2850 | 2850 • ST: 0 | 6

Naquela fria e úmida manhã de Uzushiogakure no Sato, o jovem Mizukage lia com muita atenção documentos históricos e registros dos habilidosos ninja de sua vila. Como se não fosse suficiente o trabalho burocrático comumente exercido pelos kages, Harumi, sua assistente, havia lhe deixado tarefas extras na noite anterior. Diversos livros para estudo foram colocados em cima da sua mesa. História ninja, geografia, matemática aplicada ao mundo ninja, japonês, relações diplomáticas e um livro de etiqueta. Era extremamente doloroso para o pequeno Matsuda estudar tantas matérias de uma vez só, ainda mais depois de tanto tempo longe da academia ninja, mas ele passou aquela manhã lendo aqueles livros de cabo a rabo. Decidiu começar pelo livro de relações diplomáticas. Embora fosse um assunto considerado chato para muitos, por ser mais extenso e trabalhoso, Senko achou que seria uma boa ideia já acabar com aquilo para deixar o mais fácil para o fim. Com mais ou menos atenção, estava percorrendo as suas páginas e tomando nota das coisas mais importantes em cada tópico. Notas sobre as noções básicas de comportamento em reuniões, apontamentos sobre estratégias em negociações e estudos de caso famosos. “Mal posso esperar pela reunião dos kages convocada pela Lady L…” o rapaz sonhava com o momento que conheceria a outras sombras e reencontraria a mulher que salvou a sua vida naquela madruga. Já exagerando no planejamento, começou a pegar as dicas que o livro dava para formar um pequeno discurso que apresentaria naquela reunião, percorrendo assuntos relevantes para o mundo ninja, como, por exemplo, as alianças.

Contudo, no meio de sua leitura, bateram à sua porta com abruptamente. — Mizukage-sama! Com licença! — pedia permissão para entrar.

— Fique à vontade, entre.

O ninja entrou na sala um pouco assustado. Senko, por coincidência, tinha visto a ficha dele mais cedo. Era um chūnin recém graduado. — Senhor, vim da equipe de vigilância da vila. Há um… ninja que aparenta ser um mestre em genjutsu causando um fuzuê no centro da vila. Ele veste roupas extravagantes e, por onde passa, deixa desenhos de pontos de interrogação. Pra piorar, comunica-se de uma maneira esquisita, é japonês, mas ele não fala nada com nada. Pensei que era algum problema com nossos microfones, mas não tem nada de errado, ele mesmo pintou frases por toda a vila que diziam as mesmas coisas sem sentido que saíam de sua boca.

Senko ficou em silêncio por alguns segundos, passando a mão sobre o queixo e refletindo sobre o problema. O garoto era habilidoso e tinha todos os meios para enfrentar um usuário de genjutsu, mas… o que exatamente o seu subordinado queria dizer com “usa frases sem sentido”? Ora, se nem mesmo ele entendia, não valia a pena voltar a perguntar, a resposta seria a mesma. Senko queria ver com seus próprios olhos.

— Muito obrigado, vou resolver essa situação em instantes. Pode voltar aos seus afazeres, está dispensado. — Assim que disse, o ninja sumiu de sua frente.

Para começar a resolver o problema, foi até a estante e pegou um livro enorme sobre genjutsu. Inclinou-se na cadeira e fez uma leitura dos capítulos mais importantes daquele documento. Depois de cinquenta minutos de leitura, recapitulou o que precisava ser revisado e partiu em busca dessas pistas.

Leia as considerações:
(c)
Senko'
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t72492-fp-senko-matsuda
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t72516-gf-senko-matsuda
Senko'
[Cena - Solo] Charada Xoj9u7k
[Cena - Solo] Charada Xoj9u7k
Charada: Relógios
HP: 1950 | 1950CH: 2400 | 2850 • ST: 1 | 6

Saindo do gabinete, foi prontamente ao centro da vila. Aquilo estava se tornando um verdadeiro caos. A cena exibia diversas pessoas com uma cara presa no vazio, todas carregando consigo baldes de tinta verde e outro balde com tinta roxa. Passavam os pincéis nas paredes das casas, primeiro sempre o da cor verde para ser o fundo da “arte” e depois o roxo, fazendo sinais de interrogação por cima da tinta ainda fresca. Para além de ser vandalismo, era de um senso de estética horrível.

Senko notou que um dos civis que estavam presos no genjutsu não pintava as paredes, diferente do resto. Ficava ali parado no centro da ação sem nenhuma reação, olhando para o nada. O Mizukage foi até ele e, nas suas costas, reparou que estavam escritos kanjis que formavam uma pequena pergunta:

“O que é, o que é? Se você olhar para o meu rosto, não encontrará treze em nenhum lugar.”

O jovem Matsuda franziu a testa. Diante de uma charada tão besta como essa, sua primeira reação sem nem mesmo pensar foi averiguar o rosto do civil com cuidado para saber se estava tudo bem. Estalou os dedos próximo aos ouvidos e não obteve nenhuma reação. Estendeu o dedo indicador e ficou passando na frente dos olhos, nenhuma reação também. Chegou a tocar, com cuidado, na face do homem e a virou de um lado para o outro, mas ela sempre voltava para a mesma posição.

Enquanto pensava, deixou o homem ainda ali no genjutsu. Foi até os outros civis que pintavam as paredes e, um a um, desprendeu-os da ilusão usando o Genjutsu: Kai. Uma técnica tão simples, mas que naquele momento foi muito significativa. As pessoas acordavam assustadas com a situação em que se encontravam, com as roupas cheias de tinta e vandalizando as próprias residências e os próprios comércios.

— Não se preocupem, já vamos resolver isso… juntos. Ok? — o Mizukage tentava confortar os civis. Ele se aproximou de uma mulher que parecia mais ou menos lúcida e perguntou. — Senhora, você sabe me dizer o que aconteceu? Se lembra de alguma coisa? — ela não soube explicar, apesar da aparência lúcida, mal conseguia falar.

As aparências enganam… infelizmente.

Então, foi ao encontro do homem mais uma vez. Não queria desprendê-lo de imediato do genjutsu. “A pessoa responsável pela ilusão provavelmente está passando uma mensagem. Tenho de desvendá-la”.  Enquanto pensava, mais pessoas chegavam ao centro da vila com o mesmo semblante morto, segurando baldes e baldes de tinta, pintando cada vez mais estabelecimentos.

Ele pensava, mas não conseguia organizar os pensamentos com tanta coisa ao seu redor. Fechou os olhos, respirou fundo e pensou na charada. “Olhando pro rosto… não tem treze…”. Voltou a analisar o rosto do homem. Não importa como o mexe-se, sempre voltava ao mesmo lugar. Senko então percebeu que o homem olhava para esse ponto fixo. O Mizukage virou os olhos para a mesma direção que o homem olhava. “É isso”. O homem fitava a torre do relógio de Uzushio. Senko liberou o homem com o Kai e o confortou. Logo após isso, dirigiu-se a torre.

Por ser o líder da vila, foi-lhe garantido acesso ao topo da torre sem grandes problemas. No recinto onde ficavam as engrenagens do relógio, havia um grande ponto de interrogação roxo. Embaixo dele, uma carta.

“Parabéns, você pegou a primeira parte da charada. Faltam duas. Vou liberar seus civis, senhorzinho Mizukage Mirim”.

No momento em que Senko terminou de ler a mensagem, ela se desfez. Voltou ao centro da vila e, aparentemente, o Genjutsu tinha sido desfeito. Senko passaria o resto do dia ajudando as pessoas a limparem a bagunça.

No fim da tarde e depois de muita água com sabão e aguarrás, Senko retornou para o hotel onde descansava. Ele sabia que, mesmo tendo ajudado todos aqueles civis que em sua presença o bajulavam, no momento em que virou as costas para ir embora, todos começariam a falar mal dele e a duvidar de seu poder.

Manter-se-ia gentil, tentando ajudar a população no que fosse preciso. Seguiria auxiliando a todos, sabendo que não podia esperar nada em troca. Só tinha que provar o seu valor a si mesmo e fazer o seu melhor para a vila e para o mundo ninja.


Leia as considerações:
(c)
Senko'
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t72492-fp-senko-matsuda
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t72516-gf-senko-matsuda
Senko'
[Cena - Solo] Charada Xoj9u7k
[Cena - Solo] Charada Xoj9u7k
Charada: Espelhos
HP: 1950 | 1950CH: 2616 | 2850 • ST: 2 | 6

No dia seguinte, o Mizukage acordou bem cansado. Não tinha conseguido dormir muito bem pensando no conteúdo daquela carta. Quais seriam as próximas charadas do ilusionista? Qual de fato era a intenção dele ao causar todo aquele desespero no centro da vila?

Dirigiu-se ao gabinete como era de costume. Temendo o próximo ataque do ilusionista, voltou a estudar vigorosamente os livros de genjutsu. A cada página que passava, mais inspirações para possíveis genjutsu passavam pela sua cabeça. E, não somente isso, reforçava o seu já vasto conhecimento sobre a arte ninja que tinha adquirido maestria nos últimos anos. Talvez o mais importante naquela situação era estudar todos os métodos de saída e saber identificar certos indícios de que se está preso em uma ilusão.

Com os olhos pregados nos livros, ficou lendo por uma, duas, três horas. A dor cabeça por ter tanta informação chegando ao mesmo tempo e o stress acumulado dos outros dias estava quase levando o garoto à loucura. Felizmente ou... infelizmente, mais ou menos no mesmo horário, recebeu novamente a visita desesperada do mesmo ninja que o tinha reportado os acontecimentos no dia anterior.

— Senhor, d...

— Já entendi, não se preocupe. Só me diga onde.

— Crianças em um circo nos arredores da vila.

Senko consentiu com a cabeça e saiu prontamente do gabinete. Correu até o local do circo que, felizmente, tinha pedido autorização do próprio Mizukage para se instalar dias atrás num terro baldio da Vila do Redemoinho. Ao chegar no local viu diversas crianças jogadas no chão do lado de fora. A primeira coisa que tentou fazer foi checar o pulso de uma delas para saber se o terrorista – sim, ele já classificava quem estivesse por trás disso como terrorista – tinha feito algum mal com essas inocentes crianças. Tocou na garganta e sentiu o pulso e, colocando o dedo debaixo do nariz sentia a respiração. Era um sono profundo, estavam só desmaiadas no chão.

Libertar todas aquelas crianças uma por uma não seria uma tarefa fácil e nem sequer inteligente. Se bem lembrava do dia anterior, as pessoas continuavam a ser colocadas sob o genjutsu. Era uma ilusão em área que era desencadeada pelas cartas que o terrorista deixava em algum canto aleatório. Senko já sabia o que fazer, tinha de procurar pela pista.

Entrando no circo, ficava cada vez mais perturbado. Eram dezenas e dezenas de crianças. No centro, um grande relógio em movimento. As engrenagens faziam um barulho estridente a cada segundo que passava do relógio. Não tardou para que encontrasse a próxima charada. Em cima do palco, a mesma tinta verde do dia anterior servia de base para dizeres em roxo.

“O que é, o que é? O que é que faz duas pessoas a partir de uma só?”

Senko quase sorriu de deboche. Essa não era tão complicada como a outra. Só havia duas respostas possíveis: um ninja usando Kage Bunshin ou um espelho. Porém, naquele breve tempo que passou, assim que o ponteiro dos minutos se cruzou com o número doze, as crianças levantaram-se e tomaram seus lugares com movimentos extremamente coordenados e robóticos, ainda sob o controle do genjutsu. Dentre a multidão, duas crianças foram até o palco e começaram uma encenação. Senko olhou assustado, mas estava inexplicavelmente sonolento, parecia que estava sob o efeito de algum sonífero. Uma das crianças sacou uma kunai e manteve a outra como refém, ambas sem expressar nenhuma reação. O público aplaudia num bater de palmas quase que uníssono. Aproveitando que o Mizukage estava sonolento, partiram para os fundos do circo, atrás de um pano.

Senko balançou a cabeça, tentando afastar a sonolência. O barulho do relógio estava entrando na sua cabeça. Imaginou que tivesse sido pego num genjutsu antes de entrar no circo e, para sua felicidade, estava certo. Concentrou-se e usou o Genjutsu: Kai novamente. Nada a sua volta mudou, só conseguiu se livrar daquele sono.

Correu então atrás das crianças. Ao atravessar o pano, entrou num labirinto de espelhos. “Esses são os espelhos da charada...”

—  É, Sr. Mizukage, engraçado te ver aqui. Tão vulnerável. Apenas mais uma criança dentre todas essas que aqui estão reunidas. — Uma voz masculina ecoava e reverberava nos vidros do labirinto. — Impressionei-me quando soube da sua nomeação. Tinha tanta gente que era mais qualificada para o cargo, né?

— QUEM É VOCÊ?

— Montei as charadas, é só desvendá-las. — disse, transformando o tom cínico numa risada sarcástica. — Mas certamente não sou o líder mais fraco que essa vila já viu, o líder que hoje vai ser culpabilizado pela morte de todas essas crianças HAHAHAHAH.

A risada ressoou ainda mais. Senko puxou uma kunai e foi quebrando os espelhos que conseguia enxergar, batendo em alguns no meio do caminho. Era inútil ficar brincando naquele labirinto, precisava pensar em alguma coisa. — Ah, você tem cinco minutos. — E rápido.

Quebrou e testou diversos caminhos, mas ainda não conseguia achar a saída.

— Quatro.

Finalmente deduziu que, se quebrasse tudo em linha reta, uma hora seria capaz de sair daquele caos e ir até o final por fora para resgatar aquelas duas crianças e voltar para o palco principal.

— Três.

O plano deu certo. Correu o mais rápido que pode, sua respiração estava ofegante, seu sangue domado pela adrenalina que fazia seu coração bater até duas vezes mais rápido do que antes. Sentia as pulsações na garganta seca que ansiava pela resolução da charada.

— Dois.

Achou as crianças. Puxou-as pelo braço sem nem mesmo dissipar o genjutsu que as prendia. Voltando para o espaço comum principal, notou que todas as crianças estavam empunhando kunais.

— Um.

As kunais se aproximavam cada vez mais das gargantas de cada uma. Julgando pelos movimentos robóticos que estavam fazendo, cada par seria responsável pelos seus assassinatos. Seriam cerca de oitenta crianças que tirariam a vida de alguém e teriam suas vidas ceifadas simultaneamente. E o maldito som estridente do relógio... “O RELÓGIO, É UM GENJUTSU SONORO”. Pensou imediatamente, vendo o relógio no centro da sala quase cruzando novamente o décimo segundo número. De prontidão, alcançou uma kunai e acertou-a entre os ponteiros, travando-os dez segundos antes.

Quando os dez segundos se passaram, as crianças se libertaram do genjutsu. Umas começaram a chorar, outras não expressaram reação. Senko respirou aliviado, sem querer imaginar o que teria acontecido dez segundos mais tarde.

Nesse momento, uma carta caiu do teto de pano do circo. O Mizukage apanhou a carta e leu o recado.

“Parabéns. Desvendou mais uma, uma pena que as crianças ainda estejam vivas, mas gostei do show! Entretanto... falta uma charada.”

Leia as considerações:
(c)
Senko'
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t72492-fp-senko-matsuda
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t72516-gf-senko-matsuda
Senko'
[Cena - Solo] Charada Xoj9u7k
[Cena - Solo] Charada Xoj9u7k
Charada: Fogo
HP: 1950 | 1950CH: 2800 | 2850 • ST: 3 | 6

Senko passou o resto da manhã conduzindo aquelas crianças para suas casas. Não conseguia imaginar o desfecho daquela situação se não tivesse conseguido desvendar a charada. O stress naquele labirinto de espelhos foi enorme. Só via a si mesmo e tinha que atacar a sua própria imagem para sair dali. Óbvio que eram só pedaços de vidro com uma lâmina de alumínio, mas, dado todo o contexto de sua vinda até Uzu, era muito mais do que isso. A luta até então era consigo mesmo, uma luta pela autoestima.

Depois da última criança ser entregue, o Mizukage foi até uma mercearia, comprou algumas frutas e as comeu no caminho para o gabinete. Ao chegar, com pressa buscou a papelada que tinha assinado para aprovar a construção do circo. “Sharēdo... Rua Tsumago-Juku.” Saiu do gabinete. Iniciaria suas investigações naquele endereço.

A rua era deserta. Julgando pela aparência, as casas estavam completamente abandonadas. Eram casas de madeiras caindo aos pedaços, cheias de teia de aranha e com as tábuas da fundação recheadas de mofo. Contudo, apenas uma delas estava intacta, imaculada, como se fosse recém construída. “Bom... pelo menos é óbvio.”

Bateu à porta, mas ninguém atendeu. Senko tomou a liberdade de entrar na residência. Era extremamente luxuosa por dentro, mas não tinha janelas e nem lâmpadas, estava bem escuro. No chão da sala de estar, um xis de tinta roxa. “Que seja a última...”. O Mizukage andou até o xis e olhou em sua volta. Na parede da porta, o seguinte dizer escrito em roxo:

“O que é o que é? Não é vivo, mas cresce. Não tem pulmões, mas precisa de ar. Não tem boca, mas a água pode matá-lo.”

O pequeno Matsuda não precisou pensar muito na resposta. Em sua mente vieram vários flashes do treino que tinha feito com seu irmão. “Não tem boca, mas água pode matá-lo”, lembrou dos das defesas de Suiton do irmão. “Não tem pulmões, mas precisa de ar”, recordou-se da explicação do irmão, a eficiência da liberação do fogo depende do oxigênio. “Não é vivo, mas cresce”, a natureza do fogo era consumir, crescer, arder.

— É isso, é o fo...

— Sim, é o fogo, idiota. — A mesma voz do circo ecoou na sala e uma gigante bola de fogo voou na direção do garoto. Senko se esquivou prontamente, vendo outros dois ninjas vindos de direções opostas e convergindo para atacar o Mizukage. O menino ativou o Sharingan no mesmo instante, avançando na direção do ninja que vinha pela sua direita. Partiram para uma luta corpo a corpo. Os movimentos do oponente eram mais precisos, mas Senko era mais rápido e, pelo Sharingan, conseguia prever os movimentos e agir de forma inteligente. Agarrou um dos chutes do ninja e o jogou contra a parede com força, fazendo-o bater a cabeça e desmaiar, dando tempo suficiente para virar-se para o outro oponente. Felizmente, ele cometeu o grande erro de olhar diretamente para os olhos de tom carmesim que brilhavam em destaque naquela sala escura. — Genjutsu! Sharingan! — Senko o colocou para dormir e o ninja caiu que nem merda na sua frente.

Mais uma carta caiu.

“Parabéns, desvendou as três charadas! Ei, eu fiquei sabendo que uma bomba explodir em breve em algum lugar da vila em duas horas. Você sabe onde é? Se souber, dá um toque, quero ver o desespero!”

Senko voltaria para o gabinete o mais rápido possível e avisaria aos seus subordinados para prenderem os dois ninjas desacordados naquela casa. Tinha pouco tempo para localizar o explosivo.

Leia as considerações:
(c)
Senko'
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t72492-fp-senko-matsuda
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t72516-gf-senko-matsuda
Senko'
[Cena - Solo] Charada Xoj9u7k
[Cena - Solo] Charada Xoj9u7k
Charada: Triangular
HP: 1950 | 1950CH: 2600 | 2850 • ST: 4 | 6

1h49

Desde que saiu do gabinete, Senko começou a contar o tempo em sua cabeça para não deixar nenhuma brecha. O Mizukage reuniu os ninjas do Departamento de Inteligência da Vila do Redemoinho em seu gabinete e manteve um relógio de bolso consigo o tempo inteiro para marcar o tempo restante. Os ninjas de elite formaram um arco em volta da mesa de Senko e ele estendeu um mapa da vila para traçar possíveis locais onde a bomba estaria instalada.

— Obrigado por comparecerem. Há cerca de... — olhou no relógio — onze minutos, descobri que há uma bomba em algum lugar da vila. Um mestre em genjutsu tem causado uma desordem aqui desde ontem. Hoje de manhã ameaçou a vida de oitenta crianças e, agora, parece que o estrago será ainda maior.

— Mizukage-sama... você tem alguma ideia de onde possa estar localizada, alguma pista?

— Não, mas suponho que seja num local onde aglomerações sejam frequentes.

Os ninjas começaram a conversar entre si e a levantar hipóteses sobre a localização do explosivo. Conforme iam dizendo, Senko ia anotando as posições e enviando as coordenadas via rádio para uma equipe especializada em explosivos para localizar e neutralizar a possível ameaça.

1h

— Senhor! Rastreamos alguns civis e, aparentemente, estão se reunindo de uma maneira muito suspeita em uma praça na região leste!

Senko tentou se comunicar com os ninjas do esquadrão antibomba, mas, inexplicavelmente, o sinal do rádio estava péssimo. A transmissão cação havia sido cortada, só se ouvia chiado. Sem pensar duas vezes, o Mizukage saiu abruptamente da sala. — Preciso que alguém tente se comunicar com o esquadrão antibombas para irem até essa localização. Ao resto, fiquem aqui e tentem descobrir mais pistas sobre o caso. Eu preciso ir até lá.

42min

Senko chegou até o ponto da aglomeração. Observou bem o local e ativou o seu Sharingan mais uma vez. Os civis estavam todos se dirigindo para um único ponto central em um chafariz que estava desativado no meio da praça. Todos tinham o mesmo semblante morto estampado em suas caras. Senko tentou libertar alguns do Genjutsu, mas o número de pessoas era tão grande que ao fazer isso só perderia tempo ali. Tinha que achar a bomba. Analisando o espaço, já sabia que o epicentro era o chafariz, mas a construção não apresentava sinais de reforma. Senko subiu na construção e tentou desencaixar o mecanismo que fazia a água jorrar, mas era incrivelmente pesado.

Felizmente, o esquadrão designado chegou. — RÁPIDO, AJUDEM-ME! — gritou o Mizukage. Prontamente os ninjas se reuniram em volta do centro do chafariz e auxiliaram a Sombra a levantar aquela pedra esculpida. Assim que conseguiram erguê-la, jogaram-na no chão ao lado. Os ninjas se preparavam para inspecionar com cuidado, mas, ao alcançarem o buraco, uma grande explosão de tinta roxa e verde saiu pelo buraco maior e por todas as saídas de água do monumento. Uma risada maléfica começou a soar por alguns autofalantes instalados na praça.

— HAHAHAHAH, LUGAR ERRADO. AWNN, TADINHO! — ria histericamente por ter enganado o Mizukage e sua equipe.

Olhando em sua volta, desesperado, viu que todas as pessoas tinham triângulos desenhos em roxo nas testas.

24min

De volta ao gabinete, a equipe se impressionou com o estado do Mizukage coberto de tinta. — Explico depois. Vamos achar essa merda de bomba. — disse num tom irritado. Mais conversação, mas ninguém chegava a uma conclusão. — Não estamos conseguindo ligar os pontos, esses ataques não fazem nenhum sentindo e não nos levam a lugar nenhum. — disse o mesmo ninja que havia lhe avisado sobre os ataques no dia anterior e na manhã daquele mesmo dia.

“Ligar os pontos...” pensou Senko. Sem nem mesmo responder o ninja, o jovem Matsuda foi até o mapa e pegou uma caneta vermelha. Começou a ligar os pontos, literalmente. A torre do relógio, o circo e depois a residência. As três charadas formavam um triângulo. A Sombra então marcou um círculo no centro do triângulo, onde há uma praça com um memorial. — É aqui, pessoal, tem de ser aqui!

Aquele mesmo ninja passou a mão na borda do colete que apertava sua garganta, engolindo seco. — S-Senhor, esse triângulo não faz o menor sentido, há de ter outra localização. — O tom da sua voz quebrava no meio da frase, exibindo uma voz semelhante a voz que estava lhe assombrando nas últimas 24h.

Senko encarou o ninja com um olhar mortal, rangendo o maxilar. — Prendam esse homem.

— Mizuk... — o homem ia argumentar.

— Imediatamente.

Não questionando as ordens, outros dois ninjas seguraram-lhe pelo braço. — ISSO É UM ABSURDO!

— Esperem... — Senko fez um sinal com a mão para que parassem. — Se alguém aqui dúvida de mim, escutem o que este homem vai dizer...

Andou lentamente até o homem e olhou no fundo dos seus olhos com o Sharingan. — Diga-me, é você, não é? Você é quem fez tudo isso.

O homem tentava se segurar o máximo que podia, grunhindo segurando toda a verdade sobre o acontecimento dos eventos. — HJAHAAHAHA, SIM, SIM, FUI EU QUEM FEZ TUDO ISSO! — quase se engasgou, tentando simplesmente mentir como havia fazendo. Contudo, não se podia mentir para aqueles olhos, jamais.

Senko abanou com a mão ordenando a prisão daquele criminoso e saiu em direção a localização que haviam marcado no mapa.

4min

Depois de locomover todo o esquadrão antibombas e prender o indivíduo com correntes que restringiam o seu chakra, Senko e o esquadrão foram capazes de localizar o explosivo com uma intensa busca. Felizmente, o genjutsu não tinha mais efeito sobre os civis e a evacuação foi um sucesso. Parecia que, agora, finalmente teriam um descanso.

Mais tarde, naquele mesmo dia, Senko foi até a prisão onde o ninja estava encarcerado. Abriu a cela do homem que estava de mãos atadas. — Você ia matar todas aquelas crianças... e depois ia explodir aquela praça matando mais gente ainda.

O homem cuspiu na roupa de Senko. — Cala a boca, sua criança inútil.

O garoto olhou para ele com ódio, cerrando os punhos com força. Pegou o home pela garganta e jogou no chão. — Isso... isso é por cada uma delas. — Por cerca de cinco minutos sem parar, daria um total de oitenta socos na cara daquele homem. Quando chegou na metade, a roupa preta com o colete azul já estava completamente manchada de sangue, sangue que espirrava a cada golpe. Senko mantinha um olhar nulo... não, nulo não, um olhar cheio de raiva, ódio, aversão, asco. Deslocou a mandíbula inteira do homem, quebrou todos os seus dentes e, de vez em quando, virava o rosto para que ele pudesse cuspir o sangue para não morrer engasgado.

Não era a hora ainda de parar. O corpo do homem já não respondia a dor física. Era a hora da dor psicológica. Abrindo as pálpebras de seus olhos à força, Senko penetrou na mente do desgraçado com o seu Sharingan e causou-lhe uma tortura que durou até onde o jovem Matsuda conseguia chegar com sua energia.

No fim, o homem entrou em coma. Senko deixou-o ali, estirado. Não morto, porque ele não merecia a morte. Merecia sofrer pelo resto de sua vida.

Leia as considerações:
(c)
Senko'
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t72492-fp-senko-matsuda
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t72516-gf-senko-matsuda
Agony
Chūnin
[Cena - Solo] Charada Makoto%2Bshishio%2Bof%2Brurouni%2Bkenshin
[Cena - Solo] Charada Makoto%2Bshishio%2Bof%2Brurouni%2Bkenshin
@Sua solo foi aprovada

_______________________

[Cena - Solo] Charada Makoto-shishio-in-full-battle-gear-da4mkcdjlik2w2or
"I Just live to Fall."

FP | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
Agony
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t77727-fp-senki-youjomaru#614275
Conteúdo patrocinado
Design visual (Estrutura, Imagens e Vídeos) por Dorian Havilliard. Códigos por Akeido