:: Mundo Ninja :: Mapa Mundi :: Konohagakure no Sato :: Portão
Alvorecer
Arco 04
Ano 17 DG
Verão
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

[Mini Trama] Segurança em Sigilo 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

sinhorelli
Hokage
sinhorelli
Vilarejo Atual
[Mini Trama] Segurança em Sigilo 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

[Mini Trama] Segurança em Sigilo - Publicado 18/9/2022, 17:27

Segurança em Sigilo


Com a falta de shinobis na segurança da vila, devido ao festival que irá ocorrer em alguns dias, um jounin de elite, responsável com a segurança dos portões da vila, requisita a presença de dois shinobis de fama desconhecida, para lhe ajudar em uma tarefa sigilosa. A grosso modo - de quem tem um olhar ignorante mediante ao assunto de segurança - verá como uma simples tarefa, porém, para os especialista da área, sabem que qualquer erro primário, pode desencadear em um grande problema para toda a vila, assim como permitindo brechas para possiveis invasões.

O chunin Hatake Sasaki e o genin Sebastian Sarutobi, receberam um pergaminho de um ninja mensageiro, para comparecer próximo aos portões leste da vila, para se encontrar com o Ikki Uchiha, jounin e um dos chefes de segurança da vila, onde estará aguardando em um beco a quatro quadras afastadas dos portões, com um adendo no final: "Tomem cuidado para que os guardas não os vejam vindo para este beco".
CONSIDERAÇÕES:

_______________________

Ficha | GF | Banco | CJ | CH | EV | RD | Mod AG
[Mini Trama] Segurança em Sigilo CP3WjSaWIAAxy7D

Erickxws
Chūnin
Erickxws
Vilarejo Atual
[Mini Trama] Segurança em Sigilo CP3WjSaWIAAxy7D

Re: [Mini Trama] Segurança em Sigilo - Publicado 19/9/2022, 18:25

Andando por entre as principais ruas e vielas do vilarejo, via, pouco a pouco, o tempo livre que tinha escorrendo pelos meus dedos. E apesar do que possa parecer, aquele simples ato de andar pela vila, sem ao menos ter um destino pré-determinado, era um de meus passatempos favoritos. Com isso, não só era capaz de conhecer pessoas novas, como também me deparava com alguns rostos familiares e até mesmo conhecidos; além de ter o prazer de saborear aquele ar fresco que enxia meus pulmões, não só de ar, mas também com uma incrível sensação de liberdade.

Com o passar das horas, e após ter percorrido boa parte do vilarejo a pé, parecia que a noite enfim daria as caras, pois aquele sol escaldante tratava de se despedir lentamente dos céus. E foi justamente nesse momento, que me deparei com um mensageiro a serviço da vila, que rapidamente me entregou uma mensagem.

Que não seja uma missão, que não seja uma missão... – Repetindo como se fosse um mantra, torcia para que a calmaria que me acompanhou até então, não me deixasse. No entanto, lendo, de forma lenta e pausada, a mensagem entregue a mim, descubro que provavelmente as minhas suplicas não tiveram efeito algum – Isso só pode ser brincadeira... – Com os braços cruzados e um semblante pensativo, começava a aceitar a ideia de que teria que me apresentar para aquela tarefa, querendo ou não.

Enquanto me conformava com aquele fato, ainda tinha algo naquela mensagem que me incomodava, e até me deixava mais pensativo do que já estava.

“Tomem cuidado para que os guardas não os vejam vindo para este beco”

Mas afinal, qual o motivo por trás dessa exigência? Será que essa missão é algo tão secreto assim? E mais importante, como vou fazer para não ser visto? – Com mais dúvidas do que gostaria de ter, continuava imóvel, pensando no que poderia fazer. – Já sei! – De súbito, arregalei os olhos – Vou usar a tática mais desonesta que conheço, a desinformação – Esboçando um sorriso maligno, mas inofensivo, daria início a minha estratégia.

Como naquele momento me encontrava próximo ao centro da vila, resolvi usar isso como uma vantagem ao meu favor. Então, me dirigindo até o lugar com a maior concentração de pessoas, começaria a executar o meu plano.

Ei, você sabia que a sua mulher está se encontrando com outro? Isso mesmo que você ouviu, e se não acredita, vá até os portões leste da vila – Diria, sempre que algum homem adulto passasse por mim.

Oi! Sábia que estão dando doces de graça e um monte de outras coisas legais nos portões leste da vila? – Diria e apontaria a direção, sempre que alguma criança passasse por mim.

Ei, sabia que tem um cara de camisa branca falando mal de você? Se eu fosse você, iria tirar satisfação com ele. O safado tava agorinha mesmo nos portões leste da vila – Diria, sempre que um shinobi ou um policial de konoha passasse por mim.

Após tentar convencer o maior número de pessoas possível a irem para o lado leste da vila, aumentando assim o fluxo de pessoas pelas redondezas, iria usar toda a minha velocidade (26 m/s) para finalmente me dirigir até aquele beco. E além disso, esperava também gerar algumas confusões e brigas com as minhas mentiras, o que criaria uma excelente distração para os guardas.

Quando chegasse próximo ao local – a aproximadamente a 250 metros de distância – Teria ainda mais cautela, tentando não ir direto para o beco, ou seja, me locomoveria pelas sombras: Usando os topos dos prédios como abrigo, me escondendo em becos e usando também alguns objetos dispostos no caminho para me dar cobertura. E de forma periódica e sistemática, ficaria olhando para ambos os lados e para minha retaguarda, me escondendo se for preciso.

Caso conseguisse chegar até o beco em questão, sem ser visto, me apresentaria – Olá, por acaso foi você requisitou a minha presença aqui? – Diria, quase sussurrando. Se recebesse um sinal positivo por parte de quem estivesse ali, continuaria – Me chamo Hatake Sasaki, prazer em conhecê-lo – Cessando a minha fala, faria uma pequena e breve reverência.

HP: 1275/1275 | CH: 1650/1650 | ST: 01/10 | CJ: 300/300 | Yonbi: 3000/3000

Considerações:
[Mini Trama] Segurança em Sigilo 100x100

Douglas shin
Genin
Douglas shin
Vilarejo Atual
[Mini Trama] Segurança em Sigilo 100x100

Re: [Mini Trama] Segurança em Sigilo - Publicado 19/9/2022, 21:27

Sempre gostei de caminhar no finalzinho da tarde após terminar uma longa sessão de treinamento durante o dia. Não esqueço de apreciar o raiar do último momento antes do sol se pôr, o que me ajuda a recarregar minhas energias e ter uma ótima noite. Estava caminhando ao centro da vila e pude ver amigos em que frequentava a academia na mesma época que eu e claro, com um sorriso não tão extravagante, e retirando uma mão do bolso os comprimentava erguendo minha mão direita lentamente, até que me deparo me aproximando a um poste em que adorava subir e admirar o pôr do sol. E ao me aproximar um pouco mais percebo pouco movimento de pessoas ao centro, claro que de imediato achei bastante estranho pois essa vila encontro até pirralhos brincando antes do cair da noite. Foi quando percebi um ninja mensageiro ter aparecido do nada ao meu lado e com uma voz calma e firme disse com um tom interrogativo:SEBASTIAN SARUTOBI

Olhaa sabe meu nome achei que só enviava mensagens- pensei ironicamente porém respondi com uma expressão afirmativa e um tom sorridente no rosto.
Aqui pra você - disse o mensageiro me entregando em seguida um pergaminho comum.

Recebi o pergaminho e ao olhar para minha frente não vi mais o mensageiro, porém voltei meus olhos para o pergaminho que  havia recebido e lendo o que estava escrito, percebi que havia recebido uma missão que a medida que fui lendo me senti um pouco em dúvida com o que foi pedido - dizia para me encontrar com o sensei Ikki Uchiha e mais alguns chefes de segurança da vila em um beco próximo aos portões ao leste da vila, e, terminando a mensagem que estava no pergaminho com a seguinte mensagem: Tome cuidado para que os guardas não o veja vindo para este beco.- isso me soou como um pouco estranho porém sem dizer nada olhei em direção aos portões e vendo a distância pensei imediatamente (xiii isso não vai ser fácil, afinal não tenho tanta técnica para conseguir percorrer pela vila tão discretamente.)-.. Então comecei a me apressar e ao mesmo tempo precisava ser silencioso e, como não queria chamar atenção fui percorrendo as beiradas sombrias das casas e ao notar alguém próximo subiria rápido para cima de um telhado percorrendo por cima das casas uma certa distância e assim me locomoveria no chão novamente variando assim meu caminho. Enquanto estava em direção ao leste da vila me perguntava:O que está acontecendo? Porque preciso ser silencioso e não deixar nenhum segurança me ver? Que tipo de missão seria simples porém arriscada assim? - foi então que no mesmo instante notei um movimento populoso ao leste da aldeia enquanto me direcionava ao local designado pelo pergaminho e foi então e parei e me escondi por trás de um telhado bem curvado em forma de triângulo me agachando e rastejando devagar para tentar ver o que era..
Não dá pra ver direito mas parece ter muita confusão, porque será que está assim?- me perguntei - bom não importa é uma chance assim ninguém irá me notar afinal alguns guardas estão ocupados demais - disse em seguida. Foi então que percorri por fora da direção daquela algazarra e tentava evitar que ainda guarda mais distante pudesse ver por rastejar sobre alguns telhados. Foi entao que avistei a uns 100 metros o beco do local indicado então tentei ir o mais rápido ainda por cima das casas para evitar ser detectado e ao tentar chegar rapidamente pulei do telhado ao chão do beco assim me agachando em cumprimento ao sensei e aos jonins dizendo: me chamaram senhor sou Sebastian sarutobi - e quando levantei minha cabeça percebi um cara mais velho que eu como se tivesse acabado de chegar também e assim me perguntei o que estava acontecendo naquele local.

Considerações:
[Mini Trama] Segurança em Sigilo 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

sinhorelli
Hokage
sinhorelli
Vilarejo Atual
[Mini Trama] Segurança em Sigilo 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

Re: [Mini Trama] Segurança em Sigilo - Publicado 19/9/2022, 22:05

Ambos shinobis conseguem chegar no beco sem serem notados, o máximo, alguns senhores que estavam bebendo em um bar nas proximidades, mas estes apenas deduziram serem uma molecada brincando.

[Mini Trama] Segurança em Sigilo 0993f310

No beco, os dois shinobis irão se deparar com um rapaz de estatura alta, trajando roupas de um jounin da folha, de pele branca como a neve, olhos carmesim, com um semblante sereno e cabelos castanhos escuros, além de uma pequena mecha de cabelo sobre a bandana em sua testa. Em seu braço direito, há uma faixa por cima do uniforme, com o símbolo de um leque de tons vermelho e branco. Ele olha para os dois ninjas, com certo desdém.

Como pensei, desconhecidos. Enfim. Vamos dispensar apresentações, vocês já sabem quem sou eu, através do pergaminho que receberam, concluo isso pois estão aqui. A missão é se recolher os relatórios de entrada e saída de pessoas na vila e o relatório de ocorrências, com lá guardas dos portões da vila, ou seja, leste, oeste, norte e sul. - ele olha para os lados e aproxima a cabeça para perto dos ninjas — Daqui vinte minutos, irá ocorrer a troca de plantão, há uma burocracia para passar o posto, este intervalo será o suficiente para que vocês se infiltrem antes de recolher os documentos que solicitei. Fiquei sabendo através de informações anônimas, que há um traidor entre nós, mas lembre-se, não se envolvam em combate, apenas preciso das características físicas do sujeito - ele faz uma breve pausa e prosseguiu — Alguma dúvida? Não!? Então me entreguem o relatório lá no gabinete. Então estão dispensados!
CONSIDERAÇÕES:

_______________________

Ficha | GF | Banco | CJ | CH | EV | RD | Mod AG
[Mini Trama] Segurança em Sigilo CP3WjSaWIAAxy7D

Erickxws
Chūnin
Erickxws
Vilarejo Atual
[Mini Trama] Segurança em Sigilo CP3WjSaWIAAxy7D

Re: [Mini Trama] Segurança em Sigilo - Publicado 20/9/2022, 22:06

Ao chegar naquele beco, não demorei muito até avistar uma figura ali; e assim que isso aconteceu, tratei de me aproximar dele – ficando a aproximadamente 2 metros de distância do sujeito. Após me apresentar de forma breve e direta, percebia a chegada de um outro shinobi ali naquele local. Olhando de relance para aquele que também se fazia presente, logo deduzi que se tratava de uma criança, tanto pela sua estatura quanto pelas suas feições – Se essa missão for tão séria quanto imagino, por que mandariam uma criança para me acompanhar? Afinal, qual o motivo de todo esse mistério? – Pensava, voltando novamente o meu olhar para a figura do jonin, que começava a dar o panorama da missão.

Que sujeitinho mais antipático! Detesto esse tipo de gente – Vendo a forma com que o jonin se portava conosco, não consegui deixar de ficar irritado com aquilo, mas mesmo assim, decidi manter a compostura.

Depois de ouvir atentamente as palavras do meu superior, não demorei a balançar a minha cabeça para os lados, indicando que não tinha qualquer dúvida sobre a missão.

Ei, garoto... Sebastian, não é? – Me distanciando do jonin, mas continuando no beco, resolvo chamar aquele garoto que tinha chegado um pouco depois de mim. Caso o mesmo respondesse ao meu chamado e se aproximasse, continuaria – Antes de mais nada, me chamo Hatake Sasaki e sou um chunin da vila da folha, prazer em conhecê-lo. E em segundo lugar, acho que seria melhor irmos para o leste primeiro. E então, o que acha disso? – Após isso, ficaria esperando a sua resposta, e se por acaso ele concordasse comigo, concluiria – Tá bom, então é isso. Só mais uma coisa... É que... você parece ser muito pequeno e sem muitas aptidões físicas. Disto isso, queria saber se você me permitiria carregá-lo até o nosso próximo objetivo – Se o mesmo não apresentasse nenhuma resistência e consentisse, me abaixaria, apontando as minhas costas para ele.

Com o genin nas minhas costas, trataria de me dirigiria para o primeiro portão, o do Leste. Além disso, durante todo o percurso, tomaria cuidado para não empregar uma força excessiva ao carregá-lo – enquanto corria a uma velocidade de 22 m/s.

HP: 1275/1275 | CH: 1650/1650 | ST: 00/10 | CJ: 300/300 | Yonbi: 3000/3000

Considerações:
[Mini Trama] Segurança em Sigilo 100x100

Douglas shin
Genin
Douglas shin
Vilarejo Atual
[Mini Trama] Segurança em Sigilo 100x100

Re: [Mini Trama] Segurança em Sigilo - Publicado 20/9/2022, 23:09

Enquanto olhava aquele cara que não aparentava ser velho mas uns anos a mais representando adolescência, notei que ele se aproximava de mim um tanto a vontade porém, assim como eu, aparentava estranheza ao me ver. E ao permanecer em uma certa distância ficando assim como ao meu lado, notava um Shinobi se aproximando de nós, porém esse já se tratava de um jonin ou alguém próximo a essa patente, pois sua roupa e postura significava Shinobi elite, o que me deixava desconfortável ver que fui o único novato neste beco. Ao pensar em comprimenta-lo tanto ao jonin quanto ao outro Shinobi mais próximo a mim, o jonin começou a falar sobre o propósito da nossa presença, o que soou um tanto ignorante por iniciar a conversa tão diretamente - nossa e eu achando que todos os shinobis de elite seriam mais educados- pensei comigo mesmo enquanto ouvia a respeito da missão.
Ao ouvir a respeito do que eu deveria fazer e o cara ao meu lado, demonstrei uma expressão de espanto por não imaginar tal missao- me infiltrar? Traidor? O que eles estão pensando ao me passar uma missão tão complexa? será que acham que sou tão habel assim? - pensei comigo porém em seguida respirando fundo e balançando a cabeça levemente para baixo e voltando como concordando em aceitar a missão.
Ao nos dispensar virei-me em direção ao shinobi que estava a certa distância ao meu lado percebendo que fui chamado e concordando com o que ele disse –  Sou sim – já percebendo sua continuação de palavras e ao perceber sua pergunta a respeito a missão respondi em seguida – Acredito que seria uma boa ideia por estarmos mais próximos do leste – disse olhando para a direção dita e já olhando novamente em direção a o shinobi que seguia dizendo algo que me fez franzir a testa porém concordar com o que ele poderia ter dito que seria uma idéia para nós direcionarmos mais rapidamente ao leste. Ao vê-lo abaixasse para que eu pudesse subir em suas coisas fui em direção com vergonha porém ao pensar em um orgulho masculino — que ao tentar subir em suas costas continuaria em direção ao leste com uma velocidade bastante superior a minha o que poderia nos ajudar a se locomover mais rápido para o local.




Considerações:
[Mini Trama] Segurança em Sigilo 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

sinhorelli
Hokage
sinhorelli
Vilarejo Atual
[Mini Trama] Segurança em Sigilo 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

Re: [Mini Trama] Segurança em Sigilo - Publicado 21/9/2022, 07:00

O chunnin, carregando o garoto em suas costas, segue em direção ao leste. A 50m de distância dos portões leste, seria possível avistar uma multidão de pessoas, alguns pareciam discutir, outro até brigavam de sair na porrada, os guardas dos portões, em minoria, tentavam conter aquele conglomerado, mas estavam confusos diante do que ou quem ocasionou aquilo.

O que está acontecendo! - gritou um dos guardas que se encontrava em cima dos muros, olhando para o caos abaixo.

Parece que eles receberam algumas informações de um rapaz albino, coincidentemente algumas são verídicas e outras não. - respondeu o guarda abaixo, que tentava conter dois civis, que estavam discutindo.

Vocês são uns safados, eu vi você beijando ele, sua cadela! - um dos civis gritava, tentando ultrapassar as defesas do guarda que o contém.

Eu posso ser safado, mas sou solteiro. Parece que você não tá dando conta, né, meu parceiro! Hahaha! - o outro civil respondia, debochando do primeiro, inclusive, estava junto de uma linda mulher negra, de cabelos encaracolados e olhos grandes castanhos.

Há algumas crianças chorando em volta de outro guarda, elas exclamam querer doces e brinquedos, orientados por um moço de cabelo branco.

Um cara grande - de aproximadamente 2m de altura - e barrigudo, com um bigode preto saliente e uma careca reluzente, se identificou com as características ditas pelas crianças, confundido a camisa branca por cabelos brancos.

Ei crianças, vocês viram estes rapaz? Onde? Não tolero que falem mal de mim, o grande e temível Uzurk! - disse grandalhão, se mostrado bastante irritado, chega sua pele ficar avermelhada.

Enquanto isso, os guardas tentavam se comunicar aos berros, grande parte deles entre a multidão.

Como vamos liberar a entrada e saída nos portões desse jeito? - disse um deles que se encontra próximo ao portão.

Segura as pontas aí, vamos tentar organizar esse caos. Por enquanto, ninguém entra e ninguém sai. - respondeu outro, que estava tentando se aproximar a cabine de relatórios a 10m de si, mas tendo grande dificuldade, devido ao caos ao seu redor — Vou pedir reforços aos outros postos, porque só nós cinco não vamos conter essas pessoas, preciso alcançar a cabine para ligar. - terminou dizendo.
CONSIDERAÇÕES:

_______________________

Ficha | GF | Banco | CJ | CH | EV | RD | Mod AG
[Mini Trama] Segurança em Sigilo CP3WjSaWIAAxy7D

Erickxws
Chūnin
Erickxws
Vilarejo Atual
[Mini Trama] Segurança em Sigilo CP3WjSaWIAAxy7D

Re: [Mini Trama] Segurança em Sigilo - Publicado 22/9/2022, 22:42

Enquanto mantinha a mesma velocidade (22 m/s) e direção de outrora, continuava a me dirigir até o nosso primeiro objetivo, o portão leste da vila. Devido ao fato de já ter percorrido aquelas ruas por diversas vezes, durante as minhas caminhadas pela vila, não sentia qualquer dificuldade em me localizar.

Como a situação até aqueles primeiros instantes parecia ser favorável para nós, me contentaria em continuar rumando para o Leste. Contudo, caso fosse capaz de ouvir aquele estardalhaço, que acontecia em consequência das minhas mentiras, pararia imediatamente – não porquê sabia com exatidão o que estava acontecendo mais pra frente, mas sim por precaução, afinal, a discrição era algo imprescindível na situação em que nos encontrávamos.

Que barulheira é essa? Fala sério, justo agora – Pensava, permanecendo imóvel por um curto período de tempo – quase 5 segundos.

Ponderando sobre as nossas possibilidades, conclui que primeiro precisaríamos sair das ruas, para que assim pudéssemos evitar olhares curiosos. Então – realizando os selos de mão necessários – utilizaria o Shunshin no JutsuEi, Sebastian, se segura. Ok? – Se sentisse o aperto que envolvia o meu pescoço ficando mais forte, entenderia que poderia dar sequência ao meu movimento – usando de fato o jutsu.

Inicialmente, usufruindo da minha velocidade máxima e da técnica supracitada, o meu plano era recuar uma distância de 60 metros, e logo em seguida, procuraria algum lugar para que pudéssemos ficar ocultos. Caso conseguisse visualizar algum lugar que nos conferisse essa discrição, não demoraria a ir até o mesmo – Dessa vez, sem o uso do Shunshin no Jutsu, mas ainda em velocidade máxima.

Estando devidamente oculto, me abaixaria e permitiria que o genin descesse das minhas costas. – Sebastian... Eu não sei muito bem o que é toda essa confusão que ouvi, mas acho melhor não nos aproximarmos muito de lá, pelo menos não sem um plano. Talvez eu até tenha um palpite sobre..., mas não vamos nos preocupar com isso agora – Com um semblante pensativo, diria.

Depois de cessar a minha fala por um breve momento, esperando alguma resposta por parte do garoto, continuaria pensando em algo. Ficando quase dois minutos em silêncio, mas ainda com os ouvidos atentos, consideraria as opções que tinha naquele momento – Veja, eu sei que ainda tem muitas coisas que não sabemos sobre o que está acontecendo na vila, e principalmente sobre as circunstancias que envolvem essa missão, mas peço que não se atente a isso, não agora – Quebrando o silêncio que mantinha até então, continuaria – Quero te explicar o que vamos fazer agora. Primeiro, pretendo mandar clones meus para os outros três portões da vila, não para tentar algo, mas sim para ver como está a situação por lá. Depois disso, como a situação mais pra frente deve ser muito caótica, os guardas certamente devem estar sobrecarregados, e até precisando de ajuda. Dito isso, a minha ideia é nos transformarmos em guardas e fingirmos sermos os reforços daqueles que estão lá. Basicamente, é assim que vamos agir – Se não houvesse nenhuma objeção por parte da minha dupla, iniciaria os meus “movimentos”.

Tecendo o(s) selo(s) para o uso da técnica de clonagem, tentaria criar 3 réplicas minhas – antes de iniciar esse movimento, olharia ao redor, vendo se não tinha ninguém por perto. Com os clones já ao meu lado, sem dizer nenhuma palavra, os veria indo para direções diferentes. Após isso, daria inicio a sequencia de selos para fazer o Henge no Jutsu – também olhando em volta antes de realizar os selos. Caso não fosse visto e a minha tentativa tivesse êxito, agora teria por volta de 1,75 m de altura, a minha pele teria uma tonalidade morena e os meus cabelos, que agora seriam pretos, cairiam até a altura dos meus ombros. Quanto ao meu rosto, esse não teria qualquer detalhe marcante ou memorável. E as roupas que estaria trajando seriam idênticas às do jonin que nos passou a missão – excluindo a braçadeira.

Com a transformação feita, instruiria Sebastian a fazer o mesmo, e se corresse tudo bem com o jutsu do mais novo, voltaria a percorrer o caminho até o portão leste da vila – a uma velocidade de 10 m/s. No entanto, caso o jutsu do genin não fosse executado de maneira correta, por qualquer motivo de fosse, tocaria em seu ombro, com a destra, e mandaria ele executar a técnica novamente – não saindo do lugar até que julgasse estar tudo nos conformes.

HP: 1275/1275 | CH: 378/1650 | ST: 01/10 | CJ: 75/300 | Yonbi: 750/3000

Clone 1 (Norte): CH: 378/378 | CJ: 75/75 | Yonbi: 750/3000
Clone 2 (Sul): CH: 378/378 | CJ: 75/75 | Yonbi: 750/3000
Clone 3 (Oeste): CH: 378/378 | CJ: 75/75 | Yonbi: 750/3000

Considerações:
[Mini Trama] Segurança em Sigilo 100x100

Douglas shin
Genin
Douglas shin
Vilarejo Atual
[Mini Trama] Segurança em Sigilo 100x100

Re: [Mini Trama] Segurança em Sigilo - Publicado 23/9/2022, 00:14

Enquanto estava nas costas do ninja que estava participando comigo na missão, percorrendo uma velocidade além do que eu podia alcançar se estivesse correndo ao seu lado, se ouvisse o barulho que ocorria devido a confusão que vi outrora assim que estava tentando chegar ao beco aonde me encontrei para realizar a missão. Com isso poderia imaginar que o ninja que estava me carregando ouviria e pararia, então pude notar sua imobilização por um instante, um instante de segundos. Ele está bolando alguma coisa- pensei comigo.
Foi então que ouvi de sua parte dizer para me segurar firme então tentaria apertar seu pescoço com uma força nescessária para me segurar firme claro sem saber o que ele planejaria fazer, assim evitando pressionar seu pescoço aponto de provocar um incomodor como se estivesse o enforcando, assim notando que ele poderia tentar usar sua velocidade novamente para tentar nos afastar de onde estávamos por ver sua ter sido mudada, o que presumir que ele estaria tentando achar um local para descrição.
se conseguíssemos nos esconder, ao vê-lo se agachando notaria que seria para que eu soltasse seu pescoço e descesse de suas costas. Enquanto estava me afastando de suas costas ouviria ele começando um diálogo a respeito da situação que aparentava uma confusão na direção que seguimos antes. Perceberia que ele poderia saber um motivo de tal confusão porém mostrou que não queria se preocupar no momento, apenas com a missão. Mas como vamos chegar nos 4 portões e principalmente agora no portão sul com todo esse movimento a frente? Perguntei com um semblante preocupado. Foi então que ao perceber sua pausa pensativa, continuou, claro dessa vez percebendo que se tratava de um plano. Pude perceber que seu plano era um provável êxito, e ao ouvi-lo totalmente fiquei em questão de 10 segundos analisando uma possivel simulação de como ocorreria, o que até então poderia ter algum êxito dependendo de conseguirmos os resultados principalmente do disfarce. Foi então que acenei a cabeça em confirmação ao plano que ele havia declaração e pude perceber que ele já iria tentar iniciar os primeiros movimentos.
Ao olhar em nossa volta rapidamente e não avistar ninguém, observei os selos de mão sendo realizados, o que logo pude me deparar com 3 clones idênticos a ele e, ao notar eles se dirigindo para suas direções olhei novamente para minha dupla e vi que ele estava tentando realizar o henge no jutsu o que tentaria criar uma transformação idêntica ao dos guardas para se disfarçar. E se tivesse êxito seria instruído a realizar também, tentando me transformar em um ninja de apesar de aparentar ter 1,40 de altura, apresentaria uma aparência adulta, com o rosto não tão jovem e liso porém meio redondo e com algum calvanhaque e cabelos curtos pretos, apresentando também uma roupa parecida ao que minha dupla ao tentar realizar-la teria conseguido, um manto de um ninja de elite, porém sem a braçadeira.. se conseguisse realizar o jutsu com exito, seguiria o percurso do meu companheiro até o caminho do portão da vila.(usando 2 pontos de velocidade). Caso não conseguisse ter êxito a minha primeira transformação, tentaria novamente.





Considerações:
[Mini Trama] Segurança em Sigilo 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

sinhorelli
Hokage
sinhorelli
Vilarejo Atual
[Mini Trama] Segurança em Sigilo 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

Re: [Mini Trama] Segurança em Sigilo - Publicado 23/9/2022, 09:16

Sasaki e Sebastian
Ambos os shinobis, com suas respectivas transformações, ao se aproximarem do caos, poderão escutar o que as pessoas e os guardas estavam dizendo, inclusive a tentativa do outro guarda em chegar na cabine.

Clone 1
A duplicada segue em direção contrária de seu original, no portão ao Oeste da vila, irá ser deparar com uma certa tranquilidade, há apenas quatro guardas, um na cabine - que aparenta estar cochilando - outro escorado na entrada, fumando um cigarro e os outros dois acima papeando, acima do muro, pareciam estar em uma conversa animada, pois ambos davam risadas.

Clone 2
A duplicada segue em direção ao portão Norte, irá se deparar com o lugar vazio, aparentemente, mas caso tivesse alguma técnica sensorial ou visual, poderia sentir e/ou ver através dos muros dos portões, quatro assinaturas de chakras, sendo estas de quatro guardas que se encontram sentados em um roda de conversa, com uma fogueira no centro, onde estão assando um animal.

Clone 3
A dupla que segue em direção ao Sul, irá se deparar com apenas dois guardas no local, um dentro da cabine, revisando os relatórios e outro fumando do lado de fora da cabine, de costas para a vila. Não demonstrando nenhuma preocupação em seus semblantes.

CONSIDERAÇÕES:

_______________________

Ficha | GF | Banco | CJ | CH | EV | RD | Mod AG
[Mini Trama] Segurança em Sigilo CP3WjSaWIAAxy7D

Erickxws
Chūnin
Erickxws
Vilarejo Atual
[Mini Trama] Segurança em Sigilo CP3WjSaWIAAxy7D

Re: [Mini Trama] Segurança em Sigilo - Publicado 25/9/2022, 00:24

Após conseguir achar um lugar para que pudéssemos nos esconder e, consequentemente, realizar os preparativos que julguei necessário, enfim estávamos prontos para ir de encontro a confusão generalizada que ocorria no portão Leste. Em meio aos passos que dava, continuava a pensar sobre os detalhes dessa missão, onde tentava ver aquela situação por uma perspectiva diferente da minha. E apesar de todos os esforços que desprendia, ainda continuava sem entender todo aquele quebra-cabeça, que além de ser muito complexo, também tinha muitas peças crucias faltando. Mas independente de não entender de forma perfeita todos esses detalhes, ainda tinha esperança de conseguir agir de acordo com o meu plano, que bolei enquanto pensava nas possibilidades que tinha.

Homens tentando se digladiar, crianças aos prantos e seres capazes de perder facilmente a sua racionalidade, incapaz de descrever aquela cena de outra maneira, me contentava em manter um olhar assustado no rosto. Chegando lá, quase não acreditei no que os meus olhos eram capazes de ver. Tendo só um pequeno vislumbre de toda a selvageria e desordem presentes ali, ainda não acreditava que algo assim pudesse de fato acontecer.

Será... que... Não! Não tenho tempo para esse tipo de pensamento. Acima de qualquer coisa, isso ainda é uma missão, e tendo isso em mente, preciso fazer o que for preciso – Recuperando a compostura, enrijecia novamente o meu semblante.

Sebastian... – Me aproximando do garoto, sussurraria – Escute bem. Controlar essa confusão é algo muito aquém das nossas habilidades. Nem cogite tentar isso. No entanto, não podemos ficar aqui, simplesmente parados. Então, sem fazer perguntas, quero que você incite e inflame ainda mais essa confusão. Infelizmente, não tenho tempo para te explicar as minhas intenções, então peço que confie em mim – Caso o genin tentasse falar mais alguma coisa, concluiria – Isso é uma ordem! Agora vá e faça o que eu te disse. Entendido?

Me dirigindo até o muro, tentaria escalá-lo, em velocidade máxima, até a metade da sua altura – parando paralelo a ele, ficaria de uma forma que poderia ver tanto a confusão como os guarda lá em cima – HOMENS!!! – Caso tivesse sucesso na minha tentativa, gritaria fazendo uma voz muito mais grave que a minha – Como vocês deixaram as coisas chegarem nesse ponto? Quer saber, tanto faz... Nesse exato momento, acabei de ordenar que alguns ninjas fossem até os outros portões, com a intenção de substituir os guardas que estão lá, onde os mesmos vão ficar, a partir de agora, responsáveis por lá. Do jeito que as coisas estão agora, preciso de ninjas que tenham experiência nesse setor, logo, preciso dos guardas responsáveis pelos outros portões aqui. Ei você, você mesmo – Apontaria para o ninja que estivesse mais próximo da cabine – Corra até a cabine e repasse essas ordens para os outros.

Se tudo correr de acordo com os meus planos, agora os meus clones vão poder agir. Desculpa Sebastian... Quando estávamos nos disfarçando, eu não tinha tempo de ficar explicando todas as nuances desse plano que bolei. Enfim, como eu não tinha certeza se essa confusão era a mesma que tinha orquestrado, não podia confirmar esses detalhes com você – Com um certo pesar, enquanto me mantinha imóvel, lamentava o fato de ter mentido para o mais novo.

Se apresse! Isso não foi uma pergunta – Falaria, caso o ninja ainda não tivesse feito o que pedi.

Clones 1 e 2

Quando ambos chegassem no lugar pretendido, não seriam capazes de ver nenhum sinal que indicasse uma confusão ou algo do tipo acontecendo, o que os levava a crer que aquela algazarra acontecia apenas no Leste. No entanto, ainda precavidos, eles tentariam ficar atentos a quaisquer sinais que indiquem uma confusão. Confirmando que tudo corria bem nos respectivos lugares, as replicas colocariam em prática aquilo que o original pretendia.

Vendo os guardas em uma postura relaxada e despreocupada, o clone 1 se aproximaria da cabine, onde tentaria falar com o guarda que estivesse ali dentro – Com licença – Ficando de joelhos, com a cabeça baixa e com o antebraço apoiado sobre o seu joelho direito, o clone falaria – Eu fui mandado aqui para substituí-los. Devido a confusão que está acontecendo no portão Leste, os senhores foram convocados para dar-lhes assistência. E enquanto isso, tomarei conta desse posto, junto de alguns companheiros que já estão chegando – Como o mesmo não sabia o que realmente estava acontecendo no Leste, apenas resolveu dar uma "generalizada" na situação, mas ainda mantendo o que foi idealizado pelo verdadeiro Sasaki.

Já o segundo clone, por sua vez, não teria a mesma sorte, pois não havia conseguido avistar nenhum dos guardas daquele portão. Contudo, caso ele fosse capaz de sentir o cheiro (ou ver) da fumaça ou sentisse o aroma do animal que estava sendo assado, ele tentaria chegar até a sua fonte – utilizando o seu faro/audição, que apesar de não serem tão bons, deveriam bastar. Conseguindo chegar até os homens (condicional), ele diria a mesma coisa que o primeiro clone, mas com palavras diferentes.

Clone 3

Quanto a esse, assim que chegasse lá, também veria guardas ali. E reparando bem naqueles homens, veria um deles com alguns papeis em mão. Deduzindo que aqueles pudessem ser os papeis que tanto almejava, o mesmo ficaria de olho aonde estes seriam postos. Após se aproximar, ele falaria em alto e bom tom a mensagem, que também seria quase idêntica àquela dita pelo primeiro clone.

Os clones que conseguisse convencer os guardas esperariam até o memento em que ficassem sozinhos dentro da cabine, onde a partir daí começariam a procurar aqueles relatórios. E antes de fazer tal ação, tomariam o cuidado de ver se não estavam sendo vistos por ninguém.

HP: 1275/1275 | CH: 378/1650 | ST: 02/10 | CJ: 75/300 | Yonbi: 750/3000

Clone 1 (Norte): CH: 378/378 | CJ: 75/75 | Yonbi: 750/3000
Clone 2 (Sul): CH: 378/378 | CJ: 75/75 | Yonbi: 750/3000
Clone 3 (Oeste): CH: 378/378 | CJ: 75/75 | Yonbi: 750/3000

Considerações:
[Mini Trama] Segurança em Sigilo 100x100

Douglas shin
Genin
Douglas shin
Vilarejo Atual
[Mini Trama] Segurança em Sigilo 100x100

Re: [Mini Trama] Segurança em Sigilo - Publicado 25/9/2022, 02:53

Por fim após ter realizado uma peça importante do plano, que seria o henge no jutsu, eu e meu parceiro nos dispersamos ao leste em meio a confusão que se estendia, pensava comigo que confusão pioraria tanto?!. Era espantoso ver o quanto estava bastante bagunçado em meio aquela multidão furiosa. Não sobrava apenas para adultos mas podíamos notar crianças ao meio e guardas muito habilidosos com dificuldade em diminuir por não poder usar nem sequer um esforço a mais como um golpe físico por exemplo.
Foi então que notei o semblante mudado de repente do meu parceiro e pude notar que de imediato ele mudou sua pose, mostrando assim seu foco que no caso seria a missão logo a frente. Do nada pude perceber ele me chamando e se aproximando de minha pessoa, notei de imediato que por está sussurrando seria algo bem complexo, e por ter me passado instruções específicas para incitar ainda mais aquela multidão em conflito fiquei bastante espantado com o pedido e ao tentar dizer o que achava do plano, o ninja apenas me odernou para que eu cumprisse essa ordem.
Concordei em não focar no problema e consequências mas sim em apenas na missão e como isso benefíciaria. Então ao acertarmos tudo sobre o plano nos dirigimos em direção ao objetivo o que seria ao meu caso agir como guardas afim de tentar me desfarçar como se estivesse tentando conter aquelas pessoas, e foi aí que tentaria iniciar o plano que meu parceiro me passou, ou seja incitar ainda mais. Tentaria durante ao disfarce dizer coisas provocadora nos ouvidos do máximo de pessoas que eu conseguir, claro tentando parecer que foi eles entre sim que estão falando ao invés de perceberem minha presença em seus ouvidos. Então se tivesse êxito no plano manteria por um tempo a pose de guarda ao lados dos outros claro tentando conter o que acontecia.
Ao tentar ter êxito, estaria pensando no que havia acontecido. Não entendi o plano do Sasaki, porque causar mais conflitos? E porque ele não me explica mais detalhadamente o que ele está bolando? Me sinto bem confuso com isso, mas fazer o que né, preciso confiar no seu plano.



Considerações:
[Mini Trama] Segurança em Sigilo 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

sinhorelli
Hokage
sinhorelli
Vilarejo Atual
[Mini Trama] Segurança em Sigilo 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

Re: [Mini Trama] Segurança em Sigilo - Publicado 25/9/2022, 08:36

Sasaki e Sebastian - Leste
O que realmente faltava naquele caos, era alguém se colocando à frente da situação e se mostrando capaz de buscar manter a ordem, assim o chunnin fez, conseguindo não só silenciar aquela multidão, como chamando a atenção de todos os olhares alheios. Com isso, o guarda que antes tentava se aproximar da cabine, consegue chegar sem nenhum esforço, encantando com o posicionamento daquele estranho shinobi, mesmo não o conhecendo, acatou suas ordens por parecer ser alguém experiente e capaz do que estava fazendo. O guarda avisa os demais guardas dos portões, não obtendo sucesso no portão Norte. O silêncio cessou, quando as pessoas começaram a questionar o chunnin - agora transformado - sobre os motivos de estarem ali e aguardavam um posicionamento do mesmo. O genin se encontra junto aos civis, conseguindo conter um dos homens que estavam prestes a sair na mão, por causa de uma mulher, em um caso de traição.

Clone 1 - Norte
O clone não obteve êxito em seu pedido, inclusive, despertando uma risada coletiva dos guardas, um deles até disse para o rapaz se unir a eles, comer algo e tomar um pouco de cerveja – Senta ai garoto, você precisa crescer um pouco, bebe cerveja e vire um homem de verdade! Hahahahaha!.

Clone 2 - Sul
O guarda da cabine teve a mesma reação confusa do outro do lado Oeste, mas após o telefonema, também compreendeu a situação. Mas ao avisar o companheiro que estava fumando, este se negou a se retirar em seu posto, visto que não iria receber a mais por isso, então só o guarda que estava na cabine seguiu em direção a Leste. O guarda que estava fumando, olhou de relance para o chu  o chunnin opte por segui-lo, não irá mais avistar o sujeito, como se o mesmo estivesse desaparecido, como um truque de mágica.

Clone 3 - Oeste
O guarda da cabine ficou confuso com as informações do albino, mas estas foram esclarecidas quando recebeu o telefonema, foi então que os dois guardas abaixo deixaram seus postos aos cuidados do chunnin e foram até os portões Leste, antes avisando aos dois guardas dos muros, que ali permaneceram de guarda.
CONSIDERAÇÕES:

_______________________

Ficha | GF | Banco | CJ | CH | EV | RD | Mod AG
[Mini Trama] Segurança em Sigilo CP3WjSaWIAAxy7D

Erickxws
Chūnin
Erickxws
Vilarejo Atual
[Mini Trama] Segurança em Sigilo CP3WjSaWIAAxy7D

Re: [Mini Trama] Segurança em Sigilo - Publicado 26/9/2022, 22:46

Vendo que com o soar das minhas palavras a confusão aos poucos se acalentava, gotas de suor começaram a escorrer pelo meu rosto – demonstrando todo o nervosismo que sentia – porém, apesar desse percalço, continuei firme, explicando o meu suposto plano para os guardas. E após isso – olhando para baixo – percebia olhares famintos vindo em minha direção, que além de parecerem afoitos, também careciam de explicações.

Vejam bem! – Ainda em um tom grave e estridente, falava em alto e bom tom, para que todos pudessem ouvir – A essa altura, acho que não faz mais sentido tentar esconder a verdade de vocês... – Dando uma breve pausa, levava a mão até a boca e tossia – Sabe aquele garoto que os trouxe até aqui? Então... Antes de mais nada, saibam que o mesmo é na verdade um ninja patife usando uma transformação, onde essa aparecia que enganou vocês não passam de um disfarce. Mas saibam que isso não é tudo... – Levando algumas mexas do meu cabelo até a parte de atrás da minha orelha esquerda, analisava como eles reagiam a essa revelação – É com muito pesar que lhes digo que as suas vidas, e a de tantos outros, correm perigo. Através de uma fonte anônima e confiável, ficamos sabendo que esse mesmo sujeito plantou várias bombas pelo nosso vilarejo. E levando em conta que ele os atraiu até aqui, temo não ter boas notícias, afinal de contas, isso pode significar que estamos dentro do raio de ação desse mecanismo. Senhores e Senhoras... que Deus nos ajude!

Agora é só uma questão de tempo até isso sair de controle. Sebastian... eu sinto muito por ter metido você nessa confusão toda, mas aguente firme, porquê é agora que você vai ser verdadeiramente testado – Com o semblante levemente abatido, tentava passar a sensação de que já não tinha mais muitas esperanças.

Clone 1

A princípio, parecia que aquele local de vigília estava deserto, mas essa primeira impressão não durou muito tempo, pois notava a presença de uma fumaça espeça próxima do local aonde estava, e obstinado como era, tentava chegar a sua fonte. Em meio aos risos, a bebedeira e as zombarias, era recebido por alguns poucos homens que ali se encontravam, que além de não estarem cumprindo as suas funções, também aparentavam estar se divertindo e conversando sobre banalidades.

Claro! Eu estava mesmo precisando molhar a garganta – Respondendo ao convite de um deles, tomava um lugar para me sentar – Mas então... – com uma caneca de cerveja já em mãos, falava – Vocês não teriam algo um pouco mais forte para me oferecer? Qual é... Se é para nos divertirmos, vamos fazer isso direito. Ou será que vocês não aguentam me acompanhar? – Com uma risada animada e descontraída, cessaria a minha fala, esperando uma resposta.

Se eles de fato tivessem tal bebida, pediria para que me/se servissem uma dose. E enquanto bebericava um pouco daquela bebida (a cerveja ou o que me oferecessem), constantemente ficaria propondo brindes, fazendo assim com que eles ficassem a maior parte do tempo bebendo. Caso essas tentativas dessem certo, tomaria uma porção de carne nas minhas mãos, usando assim a desculpa de que não podia beber tanto porque estava comendo. A medida em que aqueles guardas fossem ficando cada vez mais bêbados, apenas continuaria aguardando até o momento em que eles ficassem tão bêbados, mas tão bêbados, que já nem conseguiriam mais falar ou ficar de pé.

Se por ventura percebesse que poderia sair daquela roda sem muitas perguntas, voltaria a me dirigir até a cabine do Norte, onde começaria a procurar os relatórios. Vasculhando gavetas, armários e qualquer outro compartimento que encontrasse ali, tentava achar os papeis que tanto almejava. E enquanto realizava a minha busca, tentaria ficar olhando constantemente para o que acontecia a minha volta.

Clone 2

Por sua vez, esse clone parecia que não tinha conseguido convencer aquele guarda que se encontrava na cabine. No entanto, depois de receber um telefonema, aquele mesmo homem parecia inclinado a acreditar na história criada pela réplica.

Tá bom então... – Sem entender muito bem os motivos daquela mudança repentina, o clone entrava na cabine, assim substituindo aquele que partirá rumo ao Leste. Mas como nem tudo são flores, o outro guarda, que também estava próximo a cabine, parecia não estar tão disposto a fazer todo aquele esforço sem receber mais por isso.

Diferente dos outros, essa duplicata sabia que estava sendo vigiada de perto, mas como não tinha tempo para se desvirtuar do seu propósito – de forma dissimulada – ele começava a encarar cada canto do interior da cabine. Para não deixar na cara o seu real objetivo, que era conseguir ver algo que parecesse ser os tais relatórios, o clone começava a intercalar os seus olhares, mas sempre voltando para o mesmo ponto, o teto. Olhava para o teto e então para a direita. Olhava para o teto e então para esquerda...

Enquanto mantinha essa rotina de olhares, percebia também que aquele homem que estava fumando do lado de fora havia desparecido da vista. Sem saber ao certo aonde aquele sujeito estava, a replica se contentou em continuar com os seus olhares despretensiosos.

Clone 3

Semelhante ao que aconteceu com a segunda replica, esse clone parecia não ter conseguido convencer, de forma fidedigna, o guarda responsável pela cabine, mas com apenas um telefonema, esse clima de desconfiança não se manteve por muito mais tempo. Chamando um de seus colegas – aquele estava mais próximo de si – e relatando a situação para os guardas que ficavam em cima do muro, os dois shinobi partiram dali.

Após isso, o clone se dirigiria para a cabine. Contudo, antes que assim o fizesse, ainda daria um breve aceno para os dois guardas remanescentes. Caso o chunnin consiga entrar lá dentro sem muitos problemas, começaria de imediato a procurar os relatórios – também vasculhando gavetas, armários e qualquer outro compartimento que encontrasse ali.

Certo! Agora preciso me apresar – Percorrendo os arredores com os olhos, pensava.

HP: 1275/1275 | CH: 378/1650 | ST: 03/10 | CJ: 75/300 | Yonbi: 750/3000

Clone 1 (Norte): CH: 378/378 | CJ: 75/75 | Yonbi: 750/3000
Clone 2 (Sul): CH: 378/378 | CJ: 75/75 | Yonbi: 750/3000
Clone 3 (Oeste): CH: 378/378 | CJ: 75/75 | Yonbi: 750/3000

Considerações:
[Mini Trama] Segurança em Sigilo 100x100

Douglas shin
Genin
Douglas shin
Vilarejo Atual
[Mini Trama] Segurança em Sigilo 100x100

Re: [Mini Trama] Segurança em Sigilo - Publicado Ontem à(s) 00:38

Ao terminar de lançar algumas dúvidas sobre meus pensamentos percebi de imediato uma voz Bastante grave e firme que, ao virar meu rosto rapidamente pude ver um ninja no meio da parede entre o topo da muralha e o chão. esse é o Sasaki? O que ele está fazendo?- pensei comigo, foi então que ouvi o seguinte de suas palavras ao me apontar mas não literalmente que eu poderia ser um ninja patife.o que? O que ele está fazendo com isso?- pensei comigo de repente... foi então que ao terminar pensei no começo de seu plano quando ele havia me incentivando a incitar as pessoas, e desse ponto em diante que percebi o significado dessas palavras. Não acredito que ele revelou isso! disse em voz alta para que todos pudessem ouvir enquanto estavam focados no Sasaki que estava parado no muro da vila.
Eu entendi mais ou menos seu plano Sasaki porém, não sei o que pode acontecer comigo mas vou bolar um plano enquanto eles estão focados em suas palavras, algumas estratégia vai me tirar dessa, e não vou passar por cima da regra que é de evitar confronto! pensei imediatamente apertando minhas mãos fazendo pulso e olhando em sua direção balançando levemente a cabeça como uma afirmação. E nesse momento pude perceber que parecia depender de mim o prosseguimento desse plano.

Considerações:
[Mini Trama] Segurança em Sigilo 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

sinhorelli
Hokage
sinhorelli
Vilarejo Atual
[Mini Trama] Segurança em Sigilo 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

Re: [Mini Trama] Segurança em Sigilo - Publicado Ontem à(s) 17:29

Sasaki e Sebastian - Leste
Sasaki havia contigo o caos, mas não durou por muito tempo, bastou este dizer sobre bombas e os civis ali estarem na zona de perigo, que todos parecerem ignorarem seus pensamentos e agirem como uma manada de búfalos desorientados, as crianças por sorte conseguiram correr do local, no exato momento que o mesmo disse sobre as bombas, mas os demais, foi um empurra-empurra, soco, chutes, pontapés e até pessoas foram pisoteadas, por sorte, não sofreram mais danos, graças aos guardas que impediam com muita dificuldade, não lhes dando tempo nem de ficarem furiosos com o causador daquilo.

Um cara grande, de aproximadamente 2m de altura e gordo, vem correndo em direção ao genin a 30m de distância, o sujeito estava tão desesperado, que sequer avistou o Sarutobi, que se não fizesse nada a respeito, seria atropelado por aquele poço de banha. Caso o genin consiga desviar, haverá uma mulher grávida a aproximadamente 10m de onde Sebastian estava, o que poderia acontecer uma catástrofe.

Clone 1 - Norte
Os guardas se entreolharam, mas um tomou a frente e acenou com a cabeça, como se estivesse confirmando algo aos demais, então, este retirou um vidrinho de aproximadamente 250ml com um líquido verde.

Já que deseja tanto, aqui está, dê a primeira golada companheiro! - este entrega o vidrinho para o chunin disfarçado, enquanto os demais ficam com os olhos vidrados em sua direção, aguardando que o mesmo dê a primeira golada para começarem a festa. Um deles, parecia esperançoso com a situação, como se nunca tivesse visto algo ou ansioso com alguma coisa.

Clone 2 - Sul
O clone iria sentir uma pequena brisa em seus cabelos, em seguida, o guarda que havia “desaparecido”, surge por detrás do chunnin transformado, prestes a desferir um golpe com a destra, mirando o pescoço da duplicata, a fim de apagá-la.

Clone 3 - Oeste
O clone teve sorte, ainda que houvesse guardas nos muros, estes não conseguiam ter visão da cabine, com tanta clareza, então após fuçar muito nas gavetas, irá se deparar com alguns documentos, onde no título encontram-se escrito:  Entrada e Saída de pessoas e Fichas de Ocorrências. Caso prestasse atenção nos últimos documentos, irá se deparar com algumas colunas em branco, onde deveria constar o nome de um dos guardas, que fazia cerca de dois dias que não assinava.
CONSIDERAÇÕES:

_______________________

Ficha | GF | Banco | CJ | CH | EV | RD | Mod AG
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Mini Trama] Segurança em Sigilo - Publicado