NOVIDADES
Atividades Recentes
A LUZ DAS TREVAS
Arco 02
Ano 26 DG
Verão
Meses se passaram desde a missão de investigação ao Castelo da Lua, no País do Vento, que culminou na Batalha da Lua Minguante. Soramaru, o cientista responsável pelos experimentos, morreu em combate, assim como outros ninjas do lado da aliança. Após a missão ser bem-sucedida, mas carregando tantas mortes, Karma, o líder da missão, ficou responsável por relatar às nações o máximo de informações sobre a organização por trás dos crimes agora que estava com o selo enfraquecido e com isso ele revelou o verdadeiro nome dela: Bōryokudan. Ainda não tendo como fornecer mais detalhes, pois o selo se manteve, e precisando de mais pistas antes de investir novamente em uma missão, Karma saiu em missão em nome das Quatro Nações para encontrar o paradeiro dos demais membros da organização — e sua primeira desconfiança recaiu sobre Kumo.

O mundo, no entanto, mudou nestes últimos meses. Os Filhos das Nuvens concluíram a missão de extermínio aos antigos ninjas da vila e implementaram um novo sistema político em Kumo ao se proclamarem o Shōgun sobre as ordens não de um pai, mas do Tennō; e assim ela se manteve mais fechada do que nunca. Em Konoha a situação ficou complicada após a morte de Chokorabu ao que parece estar levando a vila ao estado de uma guerra civil envolvendo dois clãs como pivôs. Suna tem visto uma movimentação popular contra a atual liderança da vila após o fracasso em trazer a glória prometida ao país. Já em Kiri a troca de Mizukage e a morte de ninjas importantes desestabilizaram a política interna e externa da vila. E em Iwa cada dia mais a Resistência vai se tornando popular entre os civis que estão cansados demais da fraqueza do poderio militar ninja. Quem está se aproveitando destes pequenos caos parece ser as famílias do submundo, cada vez mais presentes e usando o exílio de inúmeros criminosos para Kayabuki como forma de recrutar um exército cada vez maior.

E distante dos olhares mundanos o líder da Bōryokudan, Gyangu-sama, se incomoda com os passos de Karma.
... clique aqui para saber mais informações
SHION
SHION#7417
Shion é o fundador do RPG Akatsuki, tendo ingressado no projeto em 2010. Em 2015, ele se afastou da administração para focar em marketing e finanças, mas retornou em 2019 para reassumir a liderança da equipe, com foco na gestão de staff, criação de eventos e marketing. Em 2023, Shion encerrou sua participação nos arcos, mas continua trabalhando no desenvolvimento de sistemas e no marketing do RPG. Sua frase inspiradora é "Meu objetivo não é agradar os outros, mas fazer o meu trabalho bem feito", refletindo sua abordagem profissional e comprometimento em manter a qualidade do projeto.
Angell
ANGELL#3815
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Indra
INDRA#6662
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Wolf
Wolf#9564
Wolf é jogador do NRPGA desde fevereiro de 2020, tendo encontrado o fórum por meio de amigos, afastando-se em dezembro do mesmo ano, mas retornando em janeiro de 2022. É jogador de RPG desde 2012, embora seu primeiro fórum tenha sido o Akatsuki. Atua como moderador desde a passagem anterior, se dedicando as funções até se tornar administrador em outubro de 2022. Fora do RPG cursa a faculdade de Direito, quase em sua conclusão, bem como tem grande interesse por futebol, sendo um flamenguista doente.
Mako
gogunnn#6051
Mako é membro do Naruto RPG Akatsuki desde meados de 2012. Seu interesse por um ambiente de diversão e melhorias ao sistema o levou a ser membro da Staff pouco tempo depois. É o responsável pela criação do sistema em vigor desde 2016, tendo trabalhado na manutenção dele até 2021, quando precisou de uma breve pausa por questões pessoais. Dois anos depois, Mako volta ao Naruto RPG Akatsuki como Game Master, retornando a posição de Desenvolvedor de Sistema. E ainda mantém uma carreira como escritor de ficção e editor de livros fora do RPG, além de ser bacharel em psicologia. Seu maior objetivo como GM é criar um ambiente saudável e um jogo cada vez mais divertido para o público.
Akeido
Akeido#1291
Aliquam lacinia ligula nec elit cursus, sit amet maximus libero ultricies. Cras ut ipsum finibus quam fringilla finibus. Etiam quis tellus dolor. Morbi efficitur pulvinar erat quis consectetur. Ut auctor, quam id rutrum lobortis, lorem augue iaculis turpis, nec consectetur enim nisl eu magna. Sed magna dui, sollicitudin quis consequat ac, faucibus sed mauris. Donec eleifend, nisl a eleifend dignissim, ipsum urna viverra leo, sed pulvinar justo ex vitae enim. Donec posuere sollicitudin velit eu vulputate.
Havilliard
Havilliard#3423
Aliquam lacinia ligula nec elit cursus, sit amet maximus libero ultricies. Cras ut ipsum finibus quam fringilla finibus. Etiam quis tellus dolor. Morbi efficitur pulvinar erat quis consectetur. Ut auctor, quam id rutrum lobortis, lorem augue iaculis turpis, nec consectetur enim nisl eu magna. Sed magna dui, sollicitudin quis consequat ac, faucibus sed mauris. Donec eleifend, nisl a eleifend dignissim, ipsum urna viverra leo, sed pulvinar justo ex vitae enim. Donec posuere sollicitudin velit eu vulputate.
HALL DA FAMA
TOP Premiums
Torne-se um Premium!
1º Lugar
Starfox
2º Lugar
Senju Inazuma
3º Lugar
Raves
1º Lugar
Senju Inazuma
2º Lugar
Starfox
3º Lugar
Summer
Os membros mais ativos do mês
Angell
[Capítulo] Ao Infinito Vote_lcap[Capítulo] Ao Infinito Voting_bar[Capítulo] Ao Infinito Vote_rcap 
379 Mensagens - 25%
Shion
[Capítulo] Ao Infinito Vote_lcap[Capítulo] Ao Infinito Voting_bar[Capítulo] Ao Infinito Vote_rcap 
239 Mensagens - 16%
Starfox
[Capítulo] Ao Infinito Vote_lcap[Capítulo] Ao Infinito Voting_bar[Capítulo] Ao Infinito Vote_rcap 
183 Mensagens - 12%
Senju Inazuma
[Capítulo] Ao Infinito Vote_lcap[Capítulo] Ao Infinito Voting_bar[Capítulo] Ao Infinito Vote_rcap 
140 Mensagens - 9%
Raves
[Capítulo] Ao Infinito Vote_lcap[Capítulo] Ao Infinito Voting_bar[Capítulo] Ao Infinito Vote_rcap 
114 Mensagens - 8%
Summer
[Capítulo] Ao Infinito Vote_lcap[Capítulo] Ao Infinito Voting_bar[Capítulo] Ao Infinito Vote_rcap 
110 Mensagens - 7%
Zero
[Capítulo] Ao Infinito Vote_lcap[Capítulo] Ao Infinito Voting_bar[Capítulo] Ao Infinito Vote_rcap 
100 Mensagens - 7%
Nan
[Capítulo] Ao Infinito Vote_lcap[Capítulo] Ao Infinito Voting_bar[Capítulo] Ao Infinito Vote_rcap 
89 Mensagens - 6%
Inoue
[Capítulo] Ao Infinito Vote_lcap[Capítulo] Ao Infinito Voting_bar[Capítulo] Ao Infinito Vote_rcap 
84 Mensagens - 6%
Kira
[Capítulo] Ao Infinito Vote_lcap[Capítulo] Ao Infinito Voting_bar[Capítulo] Ao Infinito Vote_rcap 
66 Mensagens - 4%

Os membros mais ativos da semana
Shion
[Capítulo] Ao Infinito Vote_lcap[Capítulo] Ao Infinito Voting_bar[Capítulo] Ao Infinito Vote_rcap 
80 Mensagens - 23%
Angell
[Capítulo] Ao Infinito Vote_lcap[Capítulo] Ao Infinito Voting_bar[Capítulo] Ao Infinito Vote_rcap 
63 Mensagens - 18%
Keel Lorenz
[Capítulo] Ao Infinito Vote_lcap[Capítulo] Ao Infinito Voting_bar[Capítulo] Ao Infinito Vote_rcap 
39 Mensagens - 11%
Raves
[Capítulo] Ao Infinito Vote_lcap[Capítulo] Ao Infinito Voting_bar[Capítulo] Ao Infinito Vote_rcap 
38 Mensagens - 11%
Summer
[Capítulo] Ao Infinito Vote_lcap[Capítulo] Ao Infinito Voting_bar[Capítulo] Ao Infinito Vote_rcap 
37 Mensagens - 11%
Gyoku
[Capítulo] Ao Infinito Vote_lcap[Capítulo] Ao Infinito Voting_bar[Capítulo] Ao Infinito Vote_rcap 
23 Mensagens - 7%
Senju Inazuma
[Capítulo] Ao Infinito Vote_lcap[Capítulo] Ao Infinito Voting_bar[Capítulo] Ao Infinito Vote_rcap 
21 Mensagens - 6%
Sevenbelo
[Capítulo] Ao Infinito Vote_lcap[Capítulo] Ao Infinito Voting_bar[Capítulo] Ao Infinito Vote_rcap 
19 Mensagens - 5%
Nan
[Capítulo] Ao Infinito Vote_lcap[Capítulo] Ao Infinito Voting_bar[Capítulo] Ao Infinito Vote_rcap 
18 Mensagens - 5%
Txyannis
[Capítulo] Ao Infinito Vote_lcap[Capítulo] Ao Infinito Voting_bar[Capítulo] Ao Infinito Vote_rcap 
12 Mensagens - 3%


Lollipoppy
Chūnin
[Capítulo] Ao Infinito URkFDZ9
[Capítulo] Ao Infinito URkFDZ9

Narrador: Lollipoppy

Início

@Rebelllion

A manhã de clima ameno era tão comum e monótona para o vilarejo de Kumogakure no Sato, que tudo estava normal e andando a mil maravilhas. Com a cidade com seus habitantes andarilhos que permeavam por entre as vielas e as pequenas feiras livres que estavam dispostas na segura vila. Entretanto, mesmo sendo segura e aquele dia sendo monótono, as paredes ainda falavam, muitas vezes comentando sobre as novas lideranças que poderiam trazer bons frutos, ou outras coisas.

E indo assim, sem lenço nem documento, os habitantes iam vendo algumas pequeninas figuras indo em direção a um dos grandes portões, acenando vagarosamente e andando. Chamativo?! Bastante, sendo liderados por uma figura alta que estava à frente com uma leve expressão de cansaço no rosto.

Diante disso tudo aonde estava Exylarius Kressel?! Em algum canto do grande vilarejo, fazendo o que bem entendia, sem esperar que teria um chamado ali. Próximo a ele estava um falcão, um animal que em suas costas estava um coldre com um pergaminho, querendo demonstrar que era uma missão que estava ali.


Caro Kressel,

Uma simples missão fora disposta para você realizar: a turma da Academia Ninja fará uma viagem até a região leste de nosso país, próximo a uma zona desértica de pessoas, uma zona que pertence a um templo bastante antigo. Queremos que faça essa escolta, e que explore tal templo a procura de algo importante que possa aparecer por lá.

Vá em direção ao Portão Leste, e fale com Tachibana-sensei, o responsável pela turma! Boa sorte!

Era uma mensagem bastante simples, mandando algumas missões, seria coisa bastante simples, mas porque a Academia precisava de um chūnin para uma simples escolta?! Bom, pelo menos seria bom para ele ter tempo de treinar, não é mesmo?!

Caso o menino desejasse ir até o portão, chegaria em 10 minutos andando, e veria uma turma de quinze crianças, e um homem adulto de cerca de vinte e poucos anos, deveria esse ser Tachibana-sensei.


Considerações:
Post 1/10
Lollipoppy
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t73424-ficha-yuki-kana
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t72312-gf-oshiro-ayumu
Kakyoin
Genin


E ALÉM!
I - Início | @Lollipoppy
De fato, aquela manhã em específico encontrava-se tão monótona e vazia que nem mesmo o próprio Chuunin conseguia arranjar maneiras de superar o tédio que sentia. Nada fez além de dar algumas voltas pelas incontáveis ruas do enorme vilarejo, na esperança de esbarrar-se com algo que lhe possa fornecer alguma diversão, nem que fosse por um curto período de tempo. Desde a sua última missão muitas coisas aconteceram, como: Nada, nada e nada. Enfim, em meio à grande chatice e lenta passagem do tempo, algo lhe chamara a atenção. Um animal aviário ~ Mais especificamente um falcão encontrava-se bem próximo de si, com um coldre em suas costas que continha uma mensagem. Suspeitando de que a ave possivelmente havia sido enviada para ele, o rapaz ao menos tinha a esperança de ser a convocação para mais uma missão. Ao agarrar o pergaminho e desenrolar seus papéis, fora surpreendido de que sua teoria realmente havia sido concretizada, mas não da maneira que ele pensava. De fato, ele possuía uma missão de escolta...Mas de crianças. Ao terminar de ler a mensagem, o Chuunin colocou uma das mãos em seu rosto e olhou para o céu, como se não acreditasse que teria esse desprazeroso serviço mais uma vez. Sabia que possivelmente problemas se fariam por intermédio de vagabundos em meio à estrada, porém era algo tão chato quanto ficar em casa o dia inteiro. Andar, andar...E andar. Talvez nada acontecesse, e então todo o seu tempo teria sido gasto em vão por alguns trocados? Ele era um Chuunin, e ainda assim estava sendo convocado para uma missão deste nível? Bom, como não esperava que algo assim fosse acontecer tão repentinamente, Kressel direcionou-se até um campo mais aberto e vazio, para que pudesse treinar antes da missão iniciar-se.

- "Mas que merda, quem eles pensam que eu sou? Tantas vezes eles viram do que eu sou capaz de fazer...E minha missão agora é escoltar um bando de moleques? Talvez esta missão nem tenha sido para mim...Não é possível que terei que me sujeitar a tamanha humilhação por mais uma vez. Bom, temo que eles tenham me escolhido pelo meu tamanho e músculos...Não vejo razão para convocar um ninja do meu nível para algo tão simples. Bom, tanto faz...Vou me aquecer um pouco e ver se consigo dar conta daqueles pirralhos." - Disse. Após a baixa fala, dedicou-se um pequeno período de tempo a um aquecimento simples, com direito à prática de alguns golpes de artes marciais ao ar livre apenas para aquecer seus músculos e preparar-se para a missão. Não fez nada mirabolante, mas também não faria um treinamento meia-boca. Tomou e utilizou sabiamente do curto tempo que ainda tinha, e após a conclusão do treinamento, direcionou-se imediatamente até o Portão Leste, onde se encontraria com Tachibana-Sensei cerca de dez minutos após a caminhada. - "Um, dois, três...Quinze....Quinze deles. Você só pode estar de brincadeira com a minha cara. Me importar com essas crianças por qual motivo? Se elas são fracas e incapazes de defender-se, então que morram. Eu aprendi a sobreviver sozinho, o que impediria delas também o fazerem? Bando de fracotes..." - Pensou, estando um pouco nervoso e desinteressado da missão Aproximando-se do Sensei, levantaria a voz. Estava utilizando uma camisa preta colada no momento e largas calças da mesma cor. Os sapatos eram comuns, o garoto não havia trocado sua roupa para as devidas roupas ninja, e talvez até pensasse que estas eram bem melhores. Sua bandana estava enrolada em seu bíceps direito, e o tamanho de seu corpo era...Bom, talvez anormal para os olhos da maioria das pessoas.

- "Meu nome é Kressel. Eu já recebi a missão, e estou aqui. Me desculpe por parecer rude, mas eu não sou uma pessoa que gosta muito de esperar. Se possível, eu gostaria de saber das informações principais do caminho que seguiremos, afinal de contas, fazendo a escolta, não poderia cometer erros se quisesse protegê-los. Eu também tenho curiosidade de saber...O motivo de chamarem justamente a mim. A vila está sem genins, por acaso?" - Dizia, com um tom meio grave e olhando para o lado, como se estivesse analisando as crianças.

[Capítulo] Ao Infinito A21fe9f0-a626-11ea-bf59-872d1a047a43_800_420


Informações:

HP:1612/1612 | CH:1612/1612 | ST:00/08
Kakyoin
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t74376-fp-uchiha-obanai#574784
Lollipoppy
Chūnin
[Capítulo] Ao Infinito URkFDZ9
[Capítulo] Ao Infinito URkFDZ9

Narrador: Lollipoppy

Início

@Rebelllion

Tantas coisas que ele poderia fazer, escoltar crianças, isso já não deveria ter parado e ter vindo coisas melhores?! O jovem questionava, e Tachibana sensei ria.

— É que vamos para o Leste, é uma viagem em si segura, mas parece que apareceram alguns ninjas renegados recentemente... — Ele falava mais baixo, para não assustar as crianças. — Como sempre vamos para lá, não mudamos nossa rota, a ANBU relatou que lá está seguro, mas sempre é bom precaver do que remediar, e caso ocorra algo, é bom que estejamos seguros com alguém de rank maior, do que simples genins.

Ele respondia, mais tranquilo enquanto as crianças olhavam para um super sapo boladão que tinha olhos vesgos e dizia “croac”.

— Bom, sou o Tachibana-sensei, e é bem simples, acompanhar a gente em uma viagem até que curta, e depois visitar um templo antigo que descobrimos recentemente, ver o que tem lá. Simples, acho, né?! Enfim, fico feliz em estarmos em seus cuidados. A viagem é curta, mas se a gente ficar esperando as crianças, a gente vai parar a cada dez minutos. — E ele ria apontando para o sapo.

Ele falava, e esperava o fortíssimo homem dizer algo para irem. Já o sapo olhava para as crianças, olhava para Kressel, e ficava alternando o olhar, com uma expressão de que entendia que o menino cuidar de crianças era broxante demais.

— Croac. — O sapo coaxava, com sua expressão de poker face, mas o coitado não esperava com o que iria ocorrer.

Caso o jovem guerreiro fosse logo, o grupo todo iria sendo um grupo grande liderado por Tachibana-sensei, as quinze crianças, aquele sapo, e Kressel. Seria uma viagem extremamente tranquila de algumas dezenas de minutos entre as nuvens sossegadas de Kaminari no Kuni, só que o caminho era uma descida que ia em direção a uma planície, rodeada por lagos e uma vegetação de floresta aberta. Uma visão extremamente bonita, visto que o espelho d’água era grande e cristalino, que refletia as árvores. Junto de animais de pequeno porte, que estavam sob a água descansando, visto que tais águas nem tinham ondas, eram paradas e límpidas.


— Bom, fazemos a parada aqui. — O sensei diria cansado. — Amanhã de manhã iremos para o templo dar uma olhada, tudo bem garotada?!

Ele perguntaria sendo ignorado pelas quinze crianças e pelo sapo. Aquele era um local muito bom para dar uma volta, e parecia ser inóspito. As crianças armavam barracas e tendas, e já iam todos armando uma imensa fogueira para a noite que viria logo.

Kressel estaria nesse ambiente, sendo observado pelo sapo que olhava com um olhar de poker face, estampado em sua face um “a gente se fudeu hoje”, e sim, aquilo era uma coisa tão simplória para o jovem guerreiro. Agora, naquele momento o menino poderia olhar o ambiente, averiguar como que estava o local no quesito segurança, e até treinar, até porque talvez em uma coisa tão simples, poderia ser preenchido por algo mais vibrante. A causa faz a situação, ou a situação faz a causa?!

O grupo estaria perto das margens do grande lago, e próximo estava uma floresta aberta, e mais longe, sendo quilômetros estaria uma construção de pedra grande, deveria ali ser o templo. O que Kressel faria?!


Considerações:
Post 2/10
Lollipoppy
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t73424-ficha-yuki-kana
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t72312-gf-oshiro-ayumu
Kakyoin
Genin


E ALÉM!
II - Viagem | @Lollipoppy
A viagem aparentemente seguiria rumo ao leste, o costumava ser bastante tranquilo. Apesar disso, Tachibana baixou o tom por alguns instantes ao citar a possível presença de ninjas renegados, e Kressel tomou isso como principal motivo para convocarem um Chuunin. Arqueou sua sobrancelha direita e concordou com o sensei, escutando o que ele tinha mais a dizer, explicando que o rapaz deveria acompanhá-los em uma viagem teoricamente curta, e que depois de sua completude, visitariam um templo antigo com fins de exploração. Kressel coçou entre seus dentes, vendo que seria algo extremamente monótono e que nem havia confirmação de um possível combate. Havia também um sapo esquisito que alternava olhares entre as crianças e Kressel, e o mesmo por algum motivo fixava seus olhares naquela criatura...Talvez estivesse desconfiado dela por algum motivo, já teve problemas o suficiente com animais inteligentes no passado. - "Vamos logo." - Dissera e logo em seguida seguiria o grande grupo de crianças liderado por Tachibana rumo ao objetivo principal imposto pelo sensei da turma. A viagem até então estava bastante tranquila, e uma paisagem paradisíaca roubava os horizontes com seu visual deslumbrante, que chegou a prender a atenção do Chuunin por alguns minutos. Após mais algum tempo de caminhada e já cansado, o sensei da turma anunciava a primeira parada da mesma, sendo que os alunos deveriam acordar somente no dia seguinte pela manhã. Aproveitando que as crianças já armavam suas tendas, o mesmo jogou olhares rápidos ao sapo apenas para observar sua expressão facial..Não havia mudado nada, e isso fez com que Exylarius ao menos pudesse suspirar. Estava às beiras do grandioso lago, e sem muito o que fazer naquele tempo, aproveitaria seu tempo livre para dar uma volta pelo local, verificando a segurança ao mesmo tempo que realizava exercícios físicos em movimento, buscando ficar exausto por meio de uma patrulha combinada com um intenso treinamento físico sem direito a pausa. Era algo bastante chato e inconveniente para o momento, mas o jovem não poderia simplesmente se dar ao luxo de permitir que sua guarda permaneça baixa, por mais curto que fosse o tempo que ela permanecesse assim. Continuaria as mais diversas atividades até que seus músculos começassem a desempenhar de maneira medíocre, então sabendo que supostamente teria atingido seu limite, ao menos por hora. Quando esta maratona finalmente chegasse ao fim, buscaria um local próximo do grupo para te um pouco de descanso enquanto aguardaria completamente quieto pela chegada do dia seguinte, mantendo os olhos atentos a todo momento para impedir que possíveis invasores lhe surpreenda na calada da noite. A viagem até então estava muito calma...Mais do que o garoto esperava. Sentia que algo estava para acontecer, só não sabia quando e como...

Informações:

HP:1612/1612 | CH:1612/1612 | ST:00/08

_______________________

[Capítulo] Ao Infinito D5ddc7b0bcdeaf33006afabc6588e85e
"What a Horrible Night to Have a Curse..."

{FP}  || {GF} || {Banco} || {CJ} ||
Kakyoin
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t74376-fp-uchiha-obanai#574784
Lollipoppy
Chūnin
[Capítulo] Ao Infinito URkFDZ9
[Capítulo] Ao Infinito URkFDZ9

Narrador: Lollipoppy

Sim!

@Rebelllion

O menino andava averiguando as proximidades, mas nada encontrava, apenas uma simples floresta sem nada para se preocupar. Naquele recinto não continha marcas de pegadas, ou rastros humanos, sequer sangue existia ali, estava seguro, como Tachibana tinha dito que poderia estar. Kressel então fora treinar, aquecer os músculos como sempre fazia, em um local próximo às tendas que foram armadas. Enquanto ele treinava, as crianças junto do professor faziam suas coisas e se preparavam para dormir, afinal, seria um grande dia, já o menino tinha outros planos para si: vistoriar.

Seria uma vistoria até que calma, próximo aquele espelho d’água que refletia a grande lua, que estava na fase cheia. Os ventos frios batiam de encontro com o corpo já aquecido do ninja de Kumogakure no Sato enquanto passos eram escutados.


— É sempre bom comer alguma coisa depois de treinar! — Era Tachibana-sensei, que se aproximava com um sorriso gentil no rosto e um prato de curry na mão. — As crianças que fizeram e ofereceram... Elas fazem muito bem um curry... — Ele dizia colocando no solo o prato de comida. — Você deveria se enturmar um pouco, mas acho louvável ser firme no seu trabalho.

O homem olhava para os céus, respirando fundo por alguns segundos e depois voltava a falar.

— Essa é a nova geração... A nova geração de Kumogakure no Sato, que cresce em um ambiente tão tranquilo e pacífico... Antigamente as coisas não eram tão assim, tranquilas... Nem andar por aqui se dava, eram vários conflitos internos e externos... A gente não tinha ninguém para se agarrar e em muitos tempos escuros a gente começou a acreditar na única coisa que Kumo tinha... — O homem falava palavras até que desconexas, e levantava o braço direito com o punho fechado. — Sim!

Fora um gesto rápido, e bastante vago, mas que Kressel não estranharia totalmente, pois, não era a primeira vez que ele via aquele gesto junto daquela fala. Fazia tantos anos, mas tantos anos que ele tinha presenciado aquilo, mesmo que distante. Aquele “sim”, mas não singelo e fraco, era longo e ensurdecedor, que mesmo a quilômetros de distância ele conseguia ouvir. Ouvir e ver aquela silhueta tão viva de um humano, que não era tão forte, e que roupas extremamente rasgadas mostravam os inúmeros cortes que continha, além das feridas abertas que soltavam sangue sem parar.

E com os cabelos negros longos que chegavam até o pescoço, que balançavam perante o vento, junto do grito onipresente. Uma memória tão distante, tão distante, que nada mais o ninja se lembraria, nem mais feições, nem mais nome, nem mais sobre quem era tal homem.


— Agora é a hora da nova geração, mas fico contente que existam ninjas focados quanto os de antigamente. — O homem falava. — Amanhã será a prova que aqui está seguro ou não, eu chequei e estava tudo vazio, mas existiam boatos de fortes ninjas por essas bandas... É bom estar cauteloso, e se der algo fora do programado, eu e você fazemos alguma coisa...

O homem então deixaria Kressel só, indo em direção as crianças, se preparando para o amanhã que para muitos logo chegaria, mas talvez para Kressel, demorasse um pouco mais.

Considerações:
Post 3/10
Lollipoppy
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t73424-ficha-yuki-kana
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t72312-gf-oshiro-ayumu
Kakyoin
Genin


E ALÉM!
III - Memória Distante | Lollipoppy
O Treinamento até então já havia sido bastante produtivo, e o rapaz tirava um pouco do tempo para aproveitar a brisa noturna e observar o que os demais estavam fazendo. Cruzou os braços e recostou-se em algum local firme ao ar livre, olhando para cima. Um grande espelho d'água refletia a imagem radiante-prateada da lua, que por sinal estava na fase cheia, o que concedia a Kressel uma sensação de relaxamento. Era uma noite bela e calma, e seu dever de vistoriar o local enquanto a noite jazia sobre eles já não parecia tão ruim quanto o rapaz pensara há algumas poucas horas atrás. Apesar do silêncio, logo passos puderem ser ouvidos próximos ao Chuunin, que se virar para averiguar do que se tratava, percebera que Tachibana-Sensei se aproximava do mesmo com um curry em mãos, dizendo que era sempre bom comer algo depois de treinar. Kressel não havia percebido que o homem havia visto parte ou todo o seu treinamento naquele tempo, mas também não considerava como um incômodo. O Mesmo se aproximou um pouco mais após uma curta fala e deixou o prato de comida no solo, pausando a fala. Kressel neste meio tempo aceitou o curry dado pelo professor e o pegou do chão, e logo após o término de tal atitude, Tachibana retornara às falas, com uma expressão de felicidade e um sorriso leve em seu rosto. Escutando as palavras daquele homem, via que às vezes as frases soavam extremamente desconexas e até bastante estranhas, o que fez Kressel pensar que talvez períodos e conflitos passados possam ter feito a mente daquele cara virar uma loucura. - "Entendi..." - Respondeu, e logo depois os olhos fixaram-se no movimento do professor, que após erguer o punho direito, proferiu um "sim" em uma entonação ensurdecedora. Por mais que no início Exylarius tenha nada menos do que ficado perplexo, ele sentia que aquele gesto cheio de energia era familiar. Eram memórias distantes de seu passado, tão antigas que nem mesmo conseguia reconhecer algo sobre o homem além de uma vaga impressão sobre aquela atitude. Ele disse também que buscou aos arredores do local e que tudo se encontrava vazio, além de dar a importante informação de que os renegados que antes citara ao início da viagem eram bastante poderosos e que ambos deveriam ser cautelosos com o que viria pela frente. Kressel então fora deixado sozinho, e sem pensar duas vezes, voltou ao treinamento.

- "Que sujeito mais peculiar..." - Disse, ainda sentindo que aquele homem era familiar. Enfim, agora focando-se no seu verdadeiro objetivo, para aumentar ainda mais as suas capacidades o rapaz fez questão de abrir os Cinco Portões Internos que tinha acesso naquele momento, transformando sua pele clara em vermelha, com as veias saltadas e uma grande aura de chakra expandindo a partir de seus arredores, que talvez fosse capaz até mesmo de partir as camadas mais finas de Terra ao seu redor. Das últimas vezes que fora forçado a utilizar-se deste recurso máximo, os oponentes pareciam nada mais do que insetos em sua presença. O poder dos portões combinado com suas habilidades e marca da maldição lhe transformavam em um guerreiro 'perfeito'. - "Mas e se não for o suficiente?" - Questionou-se. - "Se eu não for capaz de vencê-los com o que tenho agora, quem mais poderá? Não posso me permitir ser derrotado, seria uma desgraça para minha vida. Antes morto que humilhado, preciso ter algo além disso para conseguir de fato me sobressair em uma possível e derradeira batalha. Devo me lembrar que ainda sou um Chuunin...Imagino o quão poderoso deva ser um Kage. É, estou pensando alto demais...Não estou nem perto do suficiente para me equiparar a eles!" - Disse a si mesmo, adotando uma expressão de raiva e utilizando-se do mecanismo do ódio com suas habilidades excepcionais com o Taijutsu para lutar com nada ao ar livre, na pura intenção de se fortificar além do limite atual. Socos múltiplos no ar, chutes, pulos de um lado para o outro, gritos, suor, velocidade e força extremas...Ele não parecia e importar com nada naquele momento além de força. Era um treinamento descontrolado, onde tudo era movido apenas pela necessidade de se tornar mais do que sua mente seria capaz de imaginar. Kressel havia novamente se entregado ao lado animalesco de sua pessoa, assim como seu pai. Utilizando o "Guilty Flash" contra uma série de árvore e a "Devastação Infernal dos Mil Chutes" em uma espécie de chute vertical de cima para baixo contra o chão apenas para ultrapassar tudo aquilo que um dia considerou impossível. O treinamento não cessaria nunca. Não até seu corpo finalmente colapsar, com todas as suas células tremulando ~ Um pedido de descanso desesperado.

Informações:

HP:2737/2737 | CH:2657/2737 | ST:00/10

_______________________

[Capítulo] Ao Infinito D5ddc7b0bcdeaf33006afabc6588e85e
"What a Horrible Night to Have a Curse..."

{FP}  || {GF} || {Banco} || {CJ} ||
Kakyoin
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t74376-fp-uchiha-obanai#574784
Lollipoppy
Chūnin
[Capítulo] Ao Infinito URkFDZ9
[Capítulo] Ao Infinito URkFDZ9

Narrador: Lollipoppy

Sim!

@Rebelllion

O menino fora deixado sozinho, mas aquela conversa não parecia ter sido em vão, e sim uma motivação para o menino treinar. Ele era um chūnin, um cargo de rank médio entre os ninjas, mas isso não significava que ele era fraco, pelo contrário, ele era forte e bastante focado, talvez uma das pessoas mais focadas de toda a vila nos tempos atuais, e possuía o grande trunfo: o grande Hachimon Tonkō no Jin. Uma técnica que considerada, por muitos, superior a um kage, e até todos eles juntos, mas que o jovem guerreiro sabia que ela não estava ainda na forma perfeita, ainda faltava bastante, mesmo com seus incansáveis e focados treinos. E esse era Kressel Exylarius uma das grandes promessas de Kumogakure no Sato, só que ainda precisava de tempo para amadurecer completamente.

Não é demais pensar sobre um poder de um Kage, meu caro Kressel. Afinal, diferente de muitos que sempre desistem, aqui estava alguém que não era um ninja, e sim um guerreiro moldado pela ambição, pela força e pela dedicação. Ao infinito?! Não, não seria somente até ali que o jovem guerreiro queria ir, seria ao infinito e além.

E ele treinava, utilizando de seus rápidos e fortes socos que possuía, seus chutes, urros e giros. Com a velocidade extrema que continha, utilizando o seu limite. Mesmo tendo ninguém como adversário?! Sim, mesmo assim, afinal mesmo sendo um treino o jovem guerreiro sempre levaria a sério e colocaria o máximo que tinha, poderia ser estranho para muitos, mas nem todos que iriam entender o foco que aquele jovem possuía.

Seus cinco portões além da marca da maldição estavam ali, o jovem guerreiro utilizava seu máximo naquele treino pessoal. Até que começou a concentrar a sua força em seu braço direito, tendo uma árvore próxima como inimiga. O braço aumentou de tamanho, quase rasgando os músculos, e o menino aplicou o seu famoso Girutifurasshu, fazendo com que a árvore rachasse no meio. Um golpe tão fortemente feito, que dividiu a árvore em duas partes verticais, e cada banda caindo para um lado.

Além de utilizar o Mahha no kaimetsu-tekina kikku focando o chão, que acarretou em um buraco no chão, de dois metros de profundidade. Aquele deveria ser seu limite, mas o jovem guerreiro sentiria cansaço, e não somente isso. Kressel sentiria que estava na hora de não somente ir ao seu limite, ir acima disso e evoluir.


Considerações:
Post 4/10
Lollipoppy
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t73424-ficha-yuki-kana
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t72312-gf-oshiro-ayumu
Kakyoin
Genin


E ALÉM!
IV - Limit Breaker | @Lollipoppy
Aquele esforço contínuo sem parar estando na linha de seus limites lhe deixava completamente exausto em um período relativamente curto de tempo, mas o rapaz não enxergava aquilo como desmotivação - E sim mais um motivo para ir além do que se pudesse imaginar. O rapaz continuava suando e batendo ao ar de maneira incontrolável, mesmo que todas as células de seu corpo estivessem tremendo. Os olhos ficavam vermelhos pelo fluxo sanguíneo intenso e lentamente as pernas e braços ficavam dormentes, mas não era hora de desistir. Ele sabia que jamais conseguiria alcançar um nível de poder semelhante ou superior ao de um Kage sem treinamento intenso, e por conta disso o rapaz havia feito uma promessa a si mesmo naquele momento: Não parar até que a consciência viesse a lhe trair. Enquanto pudesse se mover, nem que fosse centímetros, continuaria fazendo de tudo para se tornar algo além de sua própria compreensão - Por conta própria, jamais dependendo dos outros para alcançar os objetivos. Aqueles que se erguem nos ombros de outros permanecessem confortáveis em um único ponto, enquanto guerreiros por natureza como Exylarius jamais estariam satisfeitos. Havia sempre a possibilidade de evoluir cada vez mais, e por isso ele treinaria até o dia de sua morte. Não era questão de honra, bondade ou reconhecimento: Era algo de sua genética, um instinto animalesco de querer ser o mais forte. A verdade por trás deste desejo apenas seria revelado quando a jornada chegasse ao fim, onde os pés do rapaz finalmente alcançassem o pódio tão sonhado por ele ao longo destes longos anos. Seu interior e exterior estavam fervendo com tamanho esforço, os punhos esfumaçavam de tantas vezes utilizados para socar as árvores e solo, como se o rapaz estivesse queimando vivo. Mesmo assim, ele deveria parar? Não! O treino continuaria até que finalmente a morte lhe batesse à porta. Um esforço máximo até os limites de sua própria alma ~ Talvez até além, em uma jornada própria em busca de um poder máximo por um motivo ainda obscuro pela sua mente. Kressel parecia não pensar enquanto treinava, movia-se e agia como um animal...Pouco-a-Pouco, até mesmo os urros e golpes eram idênticos aos de um leão, urso e outras bestas que ele estava tão acostumado a caçar nas florestas de Kumogakure quando mais novo. Posturas desumanas, uma flexibilidade incrível e força sobrehumana também eram suas marcas registradas ~ De fato, um híbrido artificial. Moldado pelo sofrimento e ódio para ser assim, o seu retorno foi marcado com brutalidade e uma vontade incessante de se tornar o mais forte. Talvez ele pressentisse que uma hora tudo viria a se conectar no mesmo local em que ele derramou suas primeiras gotas de sangue...Mas não sabia dizer quando ou o porque. Para aumentar ainda mais as capacidades físicas, concentrou a energia em seu interior e logo presenciou os cabelos antes longos e completamente negros se tornarem espetados e verdes enquanto os olhos esbranqueciam e os dentes caninos se afiavam ainda mais do que o normal. A Rebellion Spirit estava ativa, mas não era o suficiente. Aproximou-se de uma árvore e a envolveu com seus braços ,logo depois utilizando-se de toda a sua força e velocidade no momento para tentar arrancá-lo no chão e pular com a mesma no ar, executando um "Omote Renge" - A Lótus Primária, com ela. Caso fosse capaz, pularia e ficaria de costas para uma outra árvore, rapidamente virando-se com um Konoha Guriki Senpu ~ Um chute de velocidade e força extrema, apenas para testar e ir além do que um corpo humano seria capaz de fazer por meios convencionais.

Informações:

HP:2737/2737 | CH:2647/2737 | ST:01/10

_______________________

[Capítulo] Ao Infinito D5ddc7b0bcdeaf33006afabc6588e85e
"What a Horrible Night to Have a Curse..."

{FP}  || {GF} || {Banco} || {CJ} ||
Kakyoin
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t74376-fp-uchiha-obanai#574784
Lollipoppy
Chūnin
[Capítulo] Ao Infinito URkFDZ9
[Capítulo] Ao Infinito URkFDZ9

Narrador: Lollipoppy

Sexto Portão!

@Rebelllion

Os limites existiam e era bastante presente para Kressel, mesmo assim ele continuava como se tais limites não estivessem ali. O jovem guerreiro utilizava o seu máximo, e não parava. Seu corpo estava tendo diversas transformações, e animalescamente ele treinava, porém, mesmo sendo uma besta, ele sempre demonstrava o incrível talento bruto que tinha não somente de natureza, mas também fruto de seus treinos incessantes.

Tendo como uma árvore como adversário, sendo que brutalmente ele retirou-a do solo aonde estava fincada, e pulando com ela no ar. Era uma manobra realmente mais difícil, visto que o menino estava impondo a bastante tempo o seu máximo, mas ele conseguiu, se levantando e pairando no ar com a grossa árvore. Contudo não era somente isso, o ágil guerreiro utilizava sua força extrema em um chute na árvore próxima. Um chute que quebrava ambas as árvores.

Kressel acabava caindo no solo em pé, mas seu corpo estava mais diferente. De uma maneira que ele não percebia rapidamente, mas muito raramente dava para notar uma áurea esverdeada, e que seu corpo parecia estar no limite do limite, uma sensação de dor misturada com o foco que ele tinha para continuar demonstrando que ele estava exausto, mas que naquele momento estava em outro patamar.

Talvez aquele fosse o seu limite total, mas com todo aquele poder o menino poderia testar para notar até onde ele chegaria em velocidade.


Considerações:
Post 5/10
Lollipoppy
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t73424-ficha-yuki-kana
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t72312-gf-oshiro-ayumu
Kakyoin
Genin


E ALÉM!
VI - O Sexto Portão | @Lollipoppy
Os cabelos esverdeados permaneciam de pé, e a fúria incontrolável do rapaz culminou na abertura de um poder que antes se fazia dormente: O Sexto dos Oito Portões. A aura de chakra expandiu-se e um flique de chakra esverdeado poderia ser visto regularmente. De fato, com tanto poder em mãos, como ele poderia simplesmente conter-se? Sem pensar duas vezes, fechou os punhos por mais uma vez e gritou enraivecido, utilizando-se de toda a sua força e velocidade para disparar em uma corrida em velocidades extraordinárias. O quão rápida estava? Nem mesmo ele podia saber, mas sentia que até mesmo sua Marca da Maldição não poderia alcançar um nível de poder tão grande como esse. Sua pele estava fervendo, seu espírito ardia em ódio. Os olhos lentamente se tornavam vermelhos com o fluxo sanguíneo e sua voz ficava cada vez mais grave e profunda, dando-lhe uma aparência monstruosa. As veias saltavam e pulsavam com força, e cada passo do mesmo se assemelhava mais a um terremoto, pelo menos na sua cabeça. O rapaz entrou em uma frenesi explosiva, atingindo tudo que estava em seu alcance com seus pesados punhos e pés. Chutava, socava, esmagava, empurrava...Enfim, tudo o que ele poderia fazer com toda aquela fúria e poder contido, ele estava fazendo neste momento. Havia se entregado ao seu espírito animal, agindo exatamente como um demônio enfurecido. Fumaça saía de sua boca e um sorriso macabro se fazia em seu rosto. Seus cabelos lentamente mudavam do verde para o amarelo durante aquela forma, como se fosse uma resposta ao seu aumento absurdo de poder.

- "Raar.....HAAAAAAAAARGHHHHH!!!!" - Gritava, contraindo totalmente seus músculos e olhando para o o céu, gritando o mais alto que podia.

[Capítulo] Ao Infinito ConsciousSaltyConure-small

Toda a sua fúria havia sido liberada na forma de destruição a todo o terreno ao redor. O rapaz gritava enquanto socava as árvores, solo e pedras ao seu redor. Mesmo assim, aquele poder imensurável não poderia ser eterno. Sentia que o cansaço e exaustão extremos chegavam, e em um determinado momento, sentiu seu corpo começar a fica dormente. Após tanto esforço, Kressel simplesmente congelou no lugar, baixou a cabeça, os braços e permaneceu, ofegando. Os cabelos deixaram de ser loiros brilhantes e retornaram ao estado preto liso normal, caindo para além de suas costas. A fumaça em seu corpo continuava a ser espalhada, mas sentia também que os portões de chakra lentamente se fechavam. Era algo muito além do que ele poderia aguentar em uma ativação casual. Mesmo assim, o sorriso em seu rosto não cedeu. Então essa era a sensação...De ser um demônio?

Informações:

HP:2737/2737 | CH:2737/2737 | ST:02/10
Kakyoin
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t74376-fp-uchiha-obanai#574784
Lollipoppy
Chūnin
[Capítulo] Ao Infinito URkFDZ9
[Capítulo] Ao Infinito URkFDZ9

Narrador: Lollipoppy

Caminhos

@Rebelllion

O jovem guerreiro enfurecido estava em outro patamar, algo que nunca tinha alcançado em seus treinos e ele percebia que era um nível muito acima do que estava anteriormente. O seu sorriso, que deveria ser de extrema felicidade acabava se tornando algo não somente ameaçador, mas algo macabro, uma expressão que deixaria muitos com não somente um, mas com dois passos atrás de receio.

Socava ainda, dava seus fortes chutes e tudo a uma velocidade extraordinária, era uma sensação não de dor, mas de prazer pelo estado atual que conseguira alcançar. Talvez aquilo fosse o poder necessário para sua ascensão não somente como um ninja de Kumogakure no Sato, mas será que ele poderia almejar ser o mais forte guerreiro para aquela vila?!

Mesmo assim seu cansaço extremo já estava ali presente, o que estava aberto começava a se fechar e aquela pequenina áurea desaparecia. O sorriso do menino continuava, e estava consciente do que tinha ocorrido naqueles instantes passados.

Após seu treino, o menino ainda estava em missão, em um local distante, ele poderia tentar relaxar para descansar, ou dar uma andada pela região novamente averiguando o que poderia estar por lá, para ver se todos estavam seguros. O que veria?! O mesmo de sempre, pequenos animais, e uma vegetação típica daquele local.

As crianças junto de Tachibana já tinham ido dormir tinha bastante tempo, e a fogueira ainda estava acessa, iluminando a região próxima. O tempo passaria, o que seria bom para Kressel, visto que ele descansaria por completo, e estaria mais preparado para a trilha até o velho templo. O sol nasceria, e com seu nascer o barulho voltava, o jovem guerreiro que passaria grande parte de noite e madrugada no silêncio acabaria estando na presença das crianças e do tutor.

Eles estariam arrumando as coisas, deixando tudo de uma forma organizada e se preparando para a trilha, já Tachibana estaria se aproximando do menino já pronto.


— Estamos já de saída, vamos?!

O homem esperaria por Kressel, e assim que todos estivessem prontos dariam o início da trilha. A trilha até que era simples e segura, bastante aberta com um caminho de destino que era fácil de se notar. As crianças andavam em fila indiana, e mesmo com todo o barulho eram organizadas e bastante educadas, o que facilitava para o controle e o andamento do grupo.

Rumavam até o templo antigo, que era facilmente visto, era composto por pedra, em uma estrutura de pirâmide, sendo que parecia que eram camadas de construções, uma acima da outra. Ela possuía uma escadaria, que parecia ter cerca de cem degraus espaçados, e empoeirados, que iam na direção de uma grande abertura de três metros de altura e dois metros de largura, sendo que tal abertura deveria ser a entrada.

De longe, afinal, ainda estavam no caminho e estando a oitocentos metros de distância, parecia ser um local inóspito, sem rastros e nem registros de vida presente recente. E quanto mais se aproximavam, mais viam que aquele templo era realmente antigo, mas parecia ter pedras muito largas que sustentavam tudo.

Eles parariam antes de começar a subir na escadaria, até que Tachibana iria se aproximar de Kressel.


— Bom, esse é o templo. Vamos dar uma olhada nele, ver os registros históricos e coisas mais simples. Deve ter um tesouro talvez, e caso tenha iremos levar até a vila para averiguar o preço para dividirmos com todos nós. — Ele falava rindo. — Enfim, parece ser bem seguro, mas como iremos proceder?! Acha melhor irmos todos juntos ou você quer ir antes dar uma inspecionada?! — O homem perguntava, dando opções.


Caso o jovem guerreiro decidisse ir com todo o grupo, eles subiriam os degraus e entrariam no templo. Veriam que nas paredes teriam vários símbolos estranhos da antiguidade, símbolos dourados, e o chão era feito de rochas, sendo que o chão era plano. O caminho era mal iluminado, e quanto mais entravam, mais escuro ficava, até que chegariam em um saguão pequeno, mas com duas entradas, dando dois caminhos.

Como que dava pra saber?! Porque estranhamente, na parede próxima, dentro do saguão, estava uma tocha acessa. Tal tocha iluminava os cantos e mostrava que tinha os caminhos, os caminhos eram escuros, mas deveriam dar para algum lugar.

Caso adentrasse no caminho da esquerda, andando um pouco notaria que começaria a ter tochas iluminadas, e parecia um corredor. Sons?! Nada, o que via, apenas uma luz no fim no túnel.

Caso adentrasse no caminho da direita, veria um breu que aumentava cada vez mais, o corredor começava a afunilar até ficar na largura de nem um metro, uma pessoa passava, duas não. Ele continuava.


Caso o jovem guerreiro decidisse ir com sozinho, acabaria adentrando em um templo escuro e indo em direção a um pequeno saguão iluminado por uma tocha próxima, que estava na parede. Tinham dois caminhos ali, por duas aberturas, uma na esquerda, e uma na direita. Sendo que nenhuma ecoava sons, e não estavam iluminadas.

O templo parecia ser grande, mas devido o que já tinha andado, talvez não tivesse muito pela frente, parecia tudo calmo, calmo até demais.

Caso adentrasse no caminho da esquerda, andando um pouco notaria que começaria a ter tochas iluminadas, e parecia um corredor. Sons?! Nada, o que via, apenas uma luz no fim no túnel.

Caso adentrasse no caminho da direita, veria um breu que aumentava cada vez mais, o corredor começava a afunilar até ficar na largura de nem um metro, uma pessoa passava, duas não. Ele continuava.

Considerações:
Post 6/10
Lollipoppy
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t73424-ficha-yuki-kana
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t72312-gf-oshiro-ayumu
Kakyoin
Genin


E ALÉM!
VII - Através das Tochas | @Lollipoppy
O Sorriso lentamente se desfazia, mas não é como se Kressel realmente quisesse se desfazer dele. Era uma sensação ótima, algo que ele nunca tinha sentido até os dias de hoje. Era como se tornar algo além da compreensão ~ Acima dos limites humanos. O rapaz, exausto, retornaria para as proximidades de onde Tachibana e as crianças foram descansar, caindo no chão feito uma pedra e adormecendo próximo a fogueira. O corpo implorava por descanso, e enfim o pedido fora atendido com um confortável e duradouro sono. Ao despertar junto dos demais, perceberia que Tachibana e os outros já estavam praticamente prontos e totalmente arrumados para seguir viagem, o que deixou Kressel em alerta. O Guerreiro arregalou os olhos e utilizou-se de sua habilidade nas artes marciais para realizar um salto giratório mesmo no chão, caindo de pé no chão e fingindo estar completamente consciente, mesmo ainda estando notoriamente caindo de sono. O Caminho até o templo anteriormente indicado por Tachibana havia se iniciado, e após uma longa caminhada, Kressel se vira de frente para a grandiosa estrutura, tendo algumas escolhas em suas mãos. Após pensar com bastante cuidado e inspirar uma certa quantidade de ar para conseguir concentrar-se totalmente no que estava fazendo e escolher uma opção a qual não iria se arrepender, Exylarius virou-se para Tachibana e lhe respondeu:

- "Vamos todos juntos, Tachibana. Se ficassem aqui fora seria perigoso demais, não sabemos o que...Bom, não conhecemos essas redondezas muito bem, afinal. Mas deixe o caminho por minha conta, irei fazer questão de ficar à frente de todos vocês. Agora, vamos!" - Exclamou, seguindo em direção ao templo junto com os outros. Chegando ao templo e subindo seus degraus, ele e os demais se deparariam com diversos símbolos estranhos espalhados nas paredes da estrutura, que era extremamente mal iluminada. O chão era plano e feito totalmente de rochas. Chegando em um saguão, se veria em meio a dois caminhos. O Da esquerda continha tochas iluminando o caminho, sem qualquer tipo de som...Tudo o que poderia ver era um luz no fim. O da direita era estreito, tão estreito que só daria para uma pessoa passar por vez. O Chuunin sem pensar duas vezes seguira pelo caminho da esquerda, atento aos seus arredores. Ele não arriscaria seguir por um caminho estreito e escuro daquela maneira, ainda mais a julgar pela quantidade de pessoas presentes...Seria algo extremamente patético de se pensar. Kressel então lideraria todos pelo caminho da direita, fechando os punhos e rangendo os dentes, prevendo que poderiam haver armadilhas no local e também se preocupando com possíveis encontros com inimigos renegados.

Informações:

HP:1612/1612 | CH:1612/1612 | ST:01/08

_______________________

[Capítulo] Ao Infinito D5ddc7b0bcdeaf33006afabc6588e85e
"What a Horrible Night to Have a Curse..."

{FP}  || {GF} || {Banco} || {CJ} ||
Kakyoin
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t74376-fp-uchiha-obanai#574784
Lollipoppy
Chūnin
[Capítulo] Ao Infinito URkFDZ9
[Capítulo] Ao Infinito URkFDZ9

Narrador: Lollipoppy

Tesouro

@Rebelllion

O jovem guerreiro priorizando a segurança de todos acabou por indo com todos para dentro do templo. E essa foi de longe a melhor opção, afinal, se ele fosse sozinho como que ele poderia fazer a segurança se o grupo ficasse com algum tipo de adversidade?! O grupo era de fato bastante organizado, e subiam sem nenhuns problemas, e mesmo com algumas das crianças com receio de adentrar ao templo, todos entraram sem demoras.

O saguão iluminado estava ali, e Kressel acabou decidindo que iria por o corredor mais iluminado, e estranhamente iluminado o que poderia ser dito. Nenhum tipo de som era ouvido e parecia que levava a um outro tipo de compartimento. Quanto mais ele andava, mais perto chegava e notava que tudo era bastante dourado.

E assim ele chegou, em um compartimento gigantesco e plano, todo dourado, como se as paredes fossem compostas por ouro maciço, e não somente isso, um grande baú estava ali, todo lacrado e dourado. Era um tesouro só poderia ser, uma relíquia sagrada. Entretanto, eles não estavam sozinhos, uma figura estava distante, mas ao lado de tesouro.

Era um homem que estava deitado, e possuía roupas formas negras com detalhes dourados. Seus cabelos longos eram amarrados em um rabo de cavalo, e sua expressão era serena até demais. Amigo ou inimigo?! Difícil de denominar, afinal, ele não possuía nenhum tipo de identificação com nenhuma vila, e isso poderia dizer nada.


— O que fazem aqui?! — Perguntava, se levantando, e empunhando um leque.

Considerações:
Post 7/10
Lollipoppy
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t73424-ficha-yuki-kana
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t72312-gf-oshiro-ayumu
Kakyoin
Genin


E ALÉM!
VIII - Figura Misteriosa | @Lollipoppy
Kressel havia feito sua escolha, mas parecia não se arrepender da mesma. Com confiança e garra, seguira em frente ao corredor iluminado de maneira incomum, o qual ele prestou bastante atenção. Regularmente jogava olhares para trás, verificando a situação dos companheiros e volta e meia também olhar para Tachibana, ele era familiar...Mas não conseguia se lembrar de maneira alguma de quem ele era. Nenhum som pudera ser ouvido além de seus próprios passos naquele corredor, o que parecia mais um ambiente de uma história de terror. Aparentemente este corredor levava a uma espécie de compartimento. Kressel se aproximava com cuidado ao perceber a área ao seu redor tomando uma feição dourada. Não, não era uma técnica...Tudo era dourado, como se fora revestido pelo próprio e valioso minério. Os olhares repousaram sobre as enormes paredes douradas, mas a curiosidade logo fora tomada por uma estranha figura que jazia além dos testouros do salão em si, possuindo feições extravagantes. Após a pergunta, Kressel pediu para todos se afastarem e assim começara a assumir uma postura de combate.

- "Fiquem para trás, eu cuido disso. Esse cara me cheira como problema, é melhor você e as crianças ficarem em segurança. Se ele apresentar qualquer sinal de agressividade, irei agir, beleza? Bom, não tenho muito tempo a perder." - Sussurrou para a turma, se aproximando lentamente do homem com punhos fechados e expressão séria. Os longos cabelos de Kressel repousavam sobre seus ombros e o sombreamento escondia os olhos. Abriu um leve sorriso e questionou o homem. - "Eu quem devo lhe perguntar: Quem é você e o que está fazendo neste templo? Não me diga que você está pensando em levar estes tesouros ancestrais como se fosse um achado perdido. Esse seu leque não fará muita coisa se tentar alguma bobeira. Então, você vai preferir falar comigo ou com meus punhos? Tenho certeza de que eles estão ansiosos para serem aquecidos. Mas é claro...Deixarei as honras para você, se for tolo o suficiente." - Dizia em um tom debochado e ao mesmo tempo intimidador, como se estivesse aquela situação como rotineira ou até mesmo patética. Desprezava o oponente como se fosse um mero degrau a ser subido, e Kressel tentaria utilizar deste jogo mental para desvendar se aquele cara era ou não um renegado. De qualquer forma, prestaria atenção aos movimentos, estando a crca de 7 metros do homem, em posição de combate.

Informações:

HP:1612/1612 | CH:1612/1612 | ST:00/08

_______________________

[Capítulo] Ao Infinito D5ddc7b0bcdeaf33006afabc6588e85e
"What a Horrible Night to Have a Curse..."

{FP}  || {GF} || {Banco} || {CJ} ||
Kakyoin
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t74376-fp-uchiha-obanai#574784
Lollipoppy
Chūnin
[Capítulo] Ao Infinito URkFDZ9
[Capítulo] Ao Infinito URkFDZ9

Narrador: Lollipoppy

Ventos

@Rebelllion

Tomando cautela, o jovem guerreiro acabou optando por ficar na vanguarda do grupo, como não tinha ideia de quem poderia ser, mas tinha noção que poderia ser um espectro. O grupo parado ficava, e via Tachibana-sensei indo também para frente, enquanto tal homem de cabelos longos ainda encarava tudo aquilo.

Fora então, que o jovem acabou por questionar quem era aquele homem, e o que ele fazia ali, não era somente uma pergunta simples, mas um confrontamento direto sem saber no que daria e terminando com uma possível ameaça. O homem ria.


— O tesouro não possui dono, eu cheguei antes e proclamei como meu. — O homem falava, vendo que Kressel estava próximo. — Enfim, é melhor você ir, por bem ou por mal. — Falava, com seus olhos ficando totalmente brancos.

E rapidamente o homem utilizava seu leque para cortar os ventos, criando correntes de ventos que iriam colidir em Kressel. Seria algo poderoso que poderia cortar o ninja. Não parando nisso, após usar seu leque, o homem com um simples movimento da mão, liberaria uma forte onda de vento na direção do ninja de Kumogakure.


Considerações:
Post 8/10
Lollipoppy
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t73424-ficha-yuki-kana
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t72312-gf-oshiro-ayumu
Kakyoin
Genin


E ALÉM!
IX - It's Treason, Then | @Lollipoppy
Já não restava dúvidas para Kressel de que aquele homem se tratava nada mais do que o Nukenin o qual Tachibana-Sensei havia alertado no início da missão. Bom, não sabia se realmente tratava-se de um Nukenin, mas de fato não era um ninja da aldeia a julgar pelas roupas. Ele realizava reivindicações audaciosas de que o tesouro não tinha dono e que a partir dali ele seria o portador de todas aquelas riquezas presentes no templo. Indisposto a concordar com as atitudes do oponente, o mesmo se viu obrigado a utilizar técnicas do estilo vento contra o rapaz. Sem hesitar, o instinto assassino de Kressel começou a apitar como uma sirene, e entre gritos de raiva e elevação de poder, os seus seis portões se abriam juntamente da Rebellion Spirit, assumindo totalmente o controle do estilo de luta da Besta Interior. Os olhos se esbranqueciam e os cabelos tornavam-se verdes e espetados, além de um sorriso perturbador surgir em seu rosto. Aproveitando-se de sua tremenda velocidade considerada por ele mesmo com impossível de se acompanhar por meios convencionais, o rapaz tentaria evitar as rajadas do estilo vento utilizando-se de sua força e velocidade para correr e saltar pelo cenário, utilizando-se também do chakra em seus pés para firmar-se nas paredes e teto o qual tocasse. Ele continuaria neste ritmo, observando com bastante alegria os movimentos de seu oponente, estava agindo como um verdadeiro animal. A sensação que ele sentia no momento não era de raiva e muitos menos de desprazer. Muito pelo contrário: Ele sentia-se melhor do que nunca, como se abrir e liberar todos aqueles portões fosse uma dádiva ao invés de uma maldição.

- "Continue, me entretenha enquanto você ainda pode respirar....Hahahahah!"

[Capítulo] Ao Infinito Unknown


Exclamava em voz alta, com um abrangente e amedrontador sorriso no rosto. Kressel continuaria a tentar evitar os ataques iminentes do oponente e apenas agiria de maneira ofensiva quando o mesmo desse uma brecha para o Chuunin atacar. Nesta brecha em questão, o garoto se aproximaria rapidamente com sua velocidade e tentaria enrolar seus braços ao redor do peito do homem, por trás do mesmo. Apertando com força total e torcendo para ao menos quebrar os ossos, tentaria se jogar para cima com o mesmo e em seguida cair com força total no chão de cabeça para baixo. Este era o taijutsu conhecido como "Omote Renge - A Lótus Primária". Havia apostado suas fichas de que isso seria mais do que o suficiente para acabar com o homem, mas mesmo assim manteve sua distância. Caso não funcionasse, Kressel apenas tentaria afastar-se o mais rapidamente possível e ficaria em estado de alerta para as próximas atitudes tomadas pelo seu adversário.

Informações:

HP:2737/2737 | CH:2707/2737 | ST:00/10
Kakyoin
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t74376-fp-uchiha-obanai#574784
Lollipoppy
Chūnin
[Capítulo] Ao Infinito URkFDZ9
[Capítulo] Ao Infinito URkFDZ9

Narrador: Lollipoppy

Ventos

@Rebelllion

Era um ataque de diversos lados, e bastante rápido, não algo que era a um nível muito absurdo que Kressel nunca tinha visto na vida, mas era algo que estava no mesmo patamar do menino. O tempo que ele ativava seus portões, o golpe já estava encaixado, fazendo-o recuar alguns passos. Contudo, mesmo conseguindo bater de frente no quesito velocidade, o ninja de Kumogakure conseguia uma brecha bem proveitosa e se utilizou dela.

Quando ele exclamou em voz alta, o homem até que tentou fazer uma nova manipulação de vento, mas já estava acabado, o jovem guerreiro era bastante veloz, já o homem só tinha velocidade em seus jutsus. Agarrando o homem fortemente, e conseguindo quebrar seus braços, Kressel acabou conectando uma Omote Renge, e nem precisava mais fazer nada, o movimento giratório era mais do que o suficiente, e quando o homem colidiu de cabeça ele morreu instantaneamente.

Estava finalizado, com Tachibana sem entender como alguém poderia ser tão rápido, o inimigo era bastante forte, mas somente tinha forças em seus ninjutsus, já o taijutsu de Kressel, parecia ser imparável naquele momento. Contudo ainda existiam algumas coisas para se fazer.


— Está tudo bem?! — Tachibana perguntava para o jovem guerreiro. — Acho que não existem mais inimigos, mas esse era muito forte, eu nem cheguei a ver aquele vento todo... — E dizia surpreso, enquanto as crianças achavam o jovem guerreiro um máximo. — Relaxa criançada, vocês só chegam nesse nível não faltando a Academia. — E ria enquanto caminhava para próximo do menino. — Bom, acho que está bom por hora, devemos pegar esse tesouro, e depois partir para Kumo. Eu vou falar com as crianças, e a gente pega nossas coisas e terminamos, okay?!

E ele ia em direção as crianças, falando baixo sobre partir, mesmo que a visita no templo tenha sido rápida até demais. O tesouro estaria ali, e era pesado, o peso de uma pessoa de 75 quilos, mas para o jovem guerreiro poderia ser algo bastante leve, mesmo assim Tachibana ficaria olhando se o menino precisava de ajuda.

Considerações:
Post 9/10
Lollipoppy
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t73424-ficha-yuki-kana
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t72312-gf-oshiro-ayumu
Kakyoin
Genin


E ALÉM!
X - Fácil Demais | @Lollipoppy
O Rapaz havia sentido levemente o primeiro golpe, mas praticamente o ignorou. Aquilo não passava de brincadeira em suas mãos. Para Kressel, nada era tão divertido quanto a luta. Afinal de contas, ele havia crescido com este instinto selvagem pulsante em seu coração. A batalha terminou rapidamente e o desfecho havia sido mais do que claro: Com apenas um único Omote Renge, o garoto havia sido capaz de obliterar por completo o corpo do renegado, matando-o instantaneamente com o golpe que fora capaz de lhe acertar. Havia sido fácil demais, e Kressel até mesmo verificou se o homem estava mesmo morto. Após confirmar, o rapaz desativou todos os portões que continha naquele momento. Tachibana havia lhe perguntado se estava tudo bem, e Exylarius respondeu que se encontrava bem e inteiro, e que aquele ataque do inimigo não havia passado de um arranhão nos densos músculos do Chuunin. Aliviando um pouco a mente de Tachibana, Kressel os auxiliou a carregar aquele testouro com mais ou menos 75 quilos de volta para Kumogakure, desta vez permitindo que Tachibana guiasse o grupo. Mesmo assim, Kressel estava mudando. Ele já não era mais aquele jovem sonhador de antes, ele estava se tornando algo...monstruoso. Vingança estava em primeiro lugar, e seu comportamente em batalha era cruel, sádico e frio. Percebia que suas atitudes também estavam começando a mudar, talvez ele finalmente tivesse deixado de acreditar na paz, então? Bom, ele não sabia responder ainda...Mas tinha certeza de que aquele momento estava muito mais próximo do que ele próprio podia imaginar.

Informações:

HP:1512/1612 | CH:1612/1612 | ST:00/08

_______________________

[Capítulo] Ao Infinito D5ddc7b0bcdeaf33006afabc6588e85e
"What a Horrible Night to Have a Curse..."

{FP}  || {GF} || {Banco} || {CJ} ||
Kakyoin
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t74376-fp-uchiha-obanai#574784
Lollipoppy
Chūnin
[Capítulo] Ao Infinito URkFDZ9
[Capítulo] Ao Infinito URkFDZ9

Narrador: Lollipoppy

Fim

@Rebelllion

E com o tesouro em mãos, o menino seguia o grupo, liderado por Tachibana até Kumogakure no Sato, sendo um caminho inverso ao de ida, subindo e rumando para as nuvens sossegadas. Estariam todos ali, menos um ser que ninguém notou: o sapo.

Eles iam sossegados, rumando para o destino, com o sensei guiando aquela fila indiana. Kumogakure estava logo ali, e nos portões os guardas de sempre estavam ali, era já de fim de manhã, a cidade estava no seu pico, e eles entrariam rumando a Academia Ninja. Não teria ninguém para atrapalhar lá no caminho, e na porta da Academia estaria um homem alto de óculos quebrados. Tal homem possuía 1,90 de altura, era magro, e de cabelos curtos brancos, sendo que em suas mãos estavam duas pranchetas.


— Acho que esse é o fim. — Tachibana diria. — Mas antes turma, vamos nos despedir do Tio Kressel! — E ele falaria enquanto as crianças dariam um tchau para o ninja de kumo. — Bom, realmente a gente agradece pelos serviços, também não pensei que seria para tanto, mas no fim precisou. Irei reportar sobre aquele homem para as autoridades, e sobre o baú... O Ken irá registrar e levar para os responsáveis... — E o de óculos dava uma saudação. — Sobre o pagamento, melhor seguir ele, ele irá averiguar e dar o dinheiro referente a tudo. Agradeço por tudo, jovem! Até outro dia!

E se despediria, deixando o menino com Ken. Ken andaria até o centro, para averiguar e dar o dinheiro para o ninja de Kumo. A missão estaria se encerrando, com o dia ainda com o sol a pino.

Considerações:
Post 10/10
Lollipoppy
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t73424-ficha-yuki-kana
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t72312-gf-oshiro-ayumu
Kakyoin
Genin


E ALÉM!
XI - End. | @Lollipoppy
Eles seguiam de volta rumo ao próspero e grandioso Vilarejo Oculto da Nuvem ~ O Qual Kressel parecia estar lentamente perdendo o afeto por. Não sabia explicar o porque, mas sentia que algo lhe chamava além dos portões da vila. Não era algo que ele conseguia explicar muito bem, era como um impulso. Enfim, o rapaz apenas seguiu o grupo e deparou-se nos portões da vila com alguém alto e esguio qual segurava uma prancheta em mãos. Com óculos, ele recebera o grupo. Tachibana então poderia afirmar que aquele era o fim da missão de Kressel, que se despediu do homem e das crianças, então seguindo Ken para receber sua recompensa. Ele sentia que finalmente aquele poder fazia parte de seu corpo. Não era algo que ele já tivesse visto antes, mas Kressel tinha total certeza de que ainda não era seu limite. Este era o sexto dos oito portões....Quando poder ainda lhe reserva dentro do corpo? Será que...Ao menos este poder possui um limite? Enfim, eram assuntos a serem pensados no futuro...Mas não tão distante, afinal. O sol ainda se encontrava a Pino quando o garoto finalmente recebera o dinheiro, e por conta das horas que passou acordado e a ansiedade, seu sono estava terível. Finalmente ele poderia retornar para sua casa e enfim receber um merecido descanso.

Informações:

HP:1612/1612 | CH:1612/1612 | ST:00/08

_______________________

[Capítulo] Ao Infinito D5ddc7b0bcdeaf33006afabc6588e85e
"What a Horrible Night to Have a Curse..."

{FP}  || {GF} || {Banco} || {CJ} ||
Kakyoin
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t74376-fp-uchiha-obanai#574784
Lollipoppy
Chūnin
[Capítulo] Ao Infinito URkFDZ9
[Capítulo] Ao Infinito URkFDZ9
@Rebelllion 2 Missões Rank-B e 6° Portão do Hachimon Aprovados!

Como fora criado na época do Mês do UP, os bônus de Mês do UP ficou!
Lollipoppy
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t73424-ficha-yuki-kana
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t72312-gf-oshiro-ayumu
Conteúdo patrocinado
Design visual (Estrutura, Imagens e Vídeos) por Dorian Havilliard. Códigos por Akeido