>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 10:
RemanescentesAno: 69DG
Hanatarō olha para a vila do topo do prédio do Departamento de Pesquisa. Há dois anos era uma salinha no fim do laboratório geral da vila, agora tinha seu próprio prédio tão alto quanto o próprio escritório do Kazekage. Hanatarō sorri vendo as pessoas andando felizes na nova vila construída graças aos avanços científicos realizados com a inteligência de Takura, sua mentora. Antes, ele só via uma vila pobre, com construções de areia frágeis, com um horizonte desértico, dependendo de outras vilas, inclusive de Konoha, para conseguir sobreviver, mas agora... Sunagakure estava grandiosa novamente e tinha comprado sua independência. As construções ainda tinham porções de areia, mas eram forjadas em metais nobres, em ouro, em prata, criando grandes casas e prédios. As lojas estavam cheias de especiarias únicas, pois o trabalho de encontrar certos ingredientes se tornou muito mais prático desde que a vegetação voltou a florescer nos arredores da vila; onde antes era só deserto agora possuía vielas de relva, florestas, rios e uma fauna cheia de roedores, mamíferos e carnívoros.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Inverno

Fanecas
Genin
Fanecas
Vilarejo Atual
Ícone : [FP] Yudi Matsui Rsz-capturar

https://www.narutorpgakatsuki.net/t72346-fp-yudi-matsui https://www.narutorpgakatsuki.net/t72348-gf-yudi-matsui

[FP] Yudi Matsui - em 13/6/2020, 22:45

[FP] Yudi Matsui Screenshot-2020-06-12-at-18-32-22

Nome: Yudi Matsui.
Vila: Otogakure no Sato.
Alcunha: —.
Fama: 01P | 00N.
Género: Masculino.
Sexualidade: Heterossexual.
Arquétipo: Mártir.
Clã: —.
Kekkei Genkai: —.
Graduação: Genin.
Idade: 12.
Aniversário: Verão.
Estado: Vivo.
Profissão: —.
Bijuu: —.

Descrição psicológica

Coisas que gosta: Yudi tem várias atividades e coisas de que gosta, entre elas a natureza e o ar livre. Adora estar sentado ou deitado a olhar para o céu, a levar com o vento, chegando, por vezes, até a adormecer. Ele adora a liberdade, a vida, o ar livre e a natureza, sendo muito ligado a estas coisas e aproveita sempre para treinar e meditar em locais onde possa estar exposto a isto. Este tipo de coisas transmitem-lhe paz e calma, renovando a energia da alma. Adora estar sozinho a ler, seja em casa ou na rua, e, facilmente, consegue fazer amizades com animais no geral.
Coisas que não gosta: Por outro lado, ele não tem muita coisa que não gosta. Ele é uma pessoa que gosta de um pouco de tudo no geral e o que lhe é desconhecido, experimenta de mente aberta. De uma forma geral, ele não gosta de pessoas chatas, donas da razão e da verdade absoluta, sendo o único tipo de pessoas que lhe conseguem tirar alguma paz. Odeia ver maus tratos a animais e não gosta de viajar através de meios de transporte, como, por exemplo, barcos, pois sofre de enjoos e esse tipo de viagens deixam-no com um mau estar muito grande.
Motivações, desejos & objectivos: O seu grande desejo é ser conhecido por grandes feitos e pelas suas habilidades. Apesar do seu jeito altruísta e espírito de sacrifício, ele tenciona viver o maior tempo possível, de forma a poder ficar para a história da sua vila ou até do mundo. Entre os seus muitos desejos, é ser conhecido pelas suas habilidades com Fūton, Ninjutsu e a sua grande quantidade de chakra. O que o motiva a tornar-se mais forte é o seu objetivo de um dia encontrar o seu irmão e poder trazê-lo para casa, contudo sente que essa batalha não será fácil e precisará mesmo de enfrentar o seu irmão como um ninja e poder vencê-lo. Almeja um dia poder voltar a Sunagakure e saber o que é feito do seu pai, tendo bastante esperança que ainda esteja vivo e que possa trazê-lo para junto de Aiko.
Medos: Yudi tem mais inseguranças que medos, sendo esse sentimento de insegurança que sente várias vezes um dos seus maiores defeitos. Ele questiona-se se realmente será capaz de realizar os seus objetivos de encontrar o seu irmão e o seu pai ou de defender a própria vila e se conseguirá morrer por ela caso seja necessário. Ele tem medo de não conseguir cumprir isso. Para além disso, tem medo de perder a sua mãe ou de saber que, na verdade, o seu pai morrer na luta contra o seu irmão e nunca o conseguirá vingar. Em termos de medos mais comuns, ele tem medo de alturas. Não é que ele não consiga estar num penhasco ou em cima de um prédio, mas olhar para baixo e o medo que tem de cair é algo que realmente pode paralisá-lo.
Transtornos e defeitos: Apesar da sua infância um pouco atribulada, ele não possui nenhum transtorno disso. Quanto aos seus defeitos, ele é um rapaz muito doce e educado, porém, como qualquer ser humano, possui os seus defeitos. A sua educação e personalidade tornou-o uma pessoa muita calada e introvertida, totalmente pacífica à primeira vista, é um rapaz muito tímido com dificuldade nas primeiras interações. Como ninja, não é muito diferente. Yudi concentra-se bastante no que pretende alcançar como ninja, mas acima disso, foca-se nos objetivos e missões que lhe são impostas, sendo que em primeiro lugar está a missão. Ele procura sempre cumprir as regras e só não as cumpre, se for ele que tenha que se sacrificar para isso. É muito obediente e, por norma, não contesta ordens, mesmo de ninjas que se encontram no mesmo cargo que ele.
Descrição geral: Yudi é um garoto muito calado e correto, carregando sempre um tom sério no seu rosto a maior parte do tempo. Ele é muito introvertido e reservado, tendo bastantes dificuldades em socializar devido a esta timidez, guardando os seus pensamentos e emoções para si, raramente os demonstrando. Contudo, ele também tem um bom coração, consegue ser uma pessoa bastante doce, educada e bondosa. É um bom ouvinte e um bom conselheiro, possuindo uma calma e paz interior que é capaz de irritar muita gente, conseguindo manter a calma em situações que possam sair um pouco do seu controle. Ele é muito preocupado e carinhoso com os seus amigos e família, sendo capaz de soltar sorrisos leves e doces para eles, quando se olham. Para além disso, Yudi sempre está disposto a sacrificar-se por eles, mesmo que eles não fizessem o mesmo por ele. De uma forma geral, ele sempre se dispõe de forma altruísta e heróica a sacrificar-se em prol de algo maior, sendo capaz de fazer isso pela própria vila e por todas as pessoas que não conhecem que vivem nela.

Descrição física

Altura: Yudi é um garoto bastante bem desenvolvido em estatura física para a sua idade, medindo um metro e sessenta e dois centímetros.
Peso: Juntando à sua elevada estatura física, um peso equivalente, pesando cinquenta quilos.
Cabelos: O seu cabelo é de cor escura, bagunçado e um pouco espetado, sendo do tamanho padrão para um homem, sendo mais notório o seu tamanho do lado direito do seu rosto, para onde caem pequenas franjas que cobrem parte da sua testa.
Olhos: Os seus olhos são pequenos e brancos, podendo, por vezes, parecer de um tom prateado mesmo muito claro. O seu nariz e boca são também pequenos, de formato padrão.
Braço dominante: O seu braço dominante é o direito, conseguindo fazer poucos movimentos com qualidade decente com o esquerdo.
Personagem base: Imagem.
Descrição geral: Yudi é um jovem bem desenvolvido fisicamente para a sua idade, sendo considerado bastante alto e com o peso ideal para a altura. A sua pele é de um tom claro, com facilidade de amorenar caso exposto ao sol. Os seus cabelos são grisalhos, de uma cor escura que contrastam com os seus olhos pequenos de cor clara. Nariz e boca pequenos, de formato padrão. As suas roupas variam entre o tom laranja e o preto, vestindo uma camisola desportiva sem mangas que cobre todo o seu tronco e parte do pescoço. Veste ainda um colete sem mangas e aberto na parte da frente, que apenas cobre metade do seu tronco. É colete de cor laranja, um pouco torrado, e de golas abertas. Ainda na parte superior do seu corpo, nos braços, duas mangas que vão desde a parte superior do braço, perto do ombro, até às mãos, servindo de luva para o mindinho e anelar. Na parte inferior do seu corpo, algo parecido com uma saia do mesmo tom do colete com algumas faixas em volta de tom avermelhado. Tem também o kanji de vento tatuado na parte da frente da mesma, num tom vermelho. Nas pernas, umas calças castanhas escuras que se enfiam para dentro das suas longas e pretas sandálias shinobi, que vão desde o joelho até ao pé. Para segurar as suas calças, a saia masculina e a sua bolsa de armas, Yudi usa um cinto preto, em que na parte da frente, onde fecha, está o protetor com o símbolo da sua vila.

História

Nascido no País do Vento, entre os habitantes de Sunagakure no Sato, filho de ninjas e de um irmão prodígios bastante conhecidos e respeitados dentro da vila. Os seus pais eram Jōnin de elite na vila, pertencendo aos esquadrões de patentes mais altas e, por vezes, participando em missões da própria ANBU. Ambos habilidosos com o vento, não fossem eles naturais da vila cujo o elemento principal era Fūton, e possuindo uma habilidade extraordinária com Ninjutsu. O seu filho mais velho, Shoya, não ficava atrás das expectativas, mostrando desde cedo uma grande habilidade em manipular o vento e em usar ninjutsu no geral. Adicionalmente, possuía uma quantidade natural de chakra fora do normal, equivalente a ninjas na patente de Chūnin. Esta criança, de dez anos, tinha habilidades muito superiores a de alguns Genins e já tinha provado isso em várias missões. Na academia que tinha terminado com 9 anos, conseguiu ser considerado o melhor da geração dele. Shoya sabia das suas qualidades e acabou por se tornar uma criança com um ego bastante alto, sendo bastante arrogante, egocêntrico e convencido. Yudi fazia dez anos de diferença do seu irmão e isso não vejo ajudar o desenvolvimento de Shoya, pois ele exigia constantemente ser o centro das atenções e começou a ter ciúmes do seu próprio irmão. Os seus pais tentaram fazê-lo mudar de postura por várias vezes, inicialmente com conversas e mais tarde com castigos, algo que não ajudou em nada e só aumentava o sentimento de revolta dentro da criança. Um certo dia, quando Yudi ainda só tinha poucos meses de vida, Shoya tentou matá-lo durante a noite com uma almofada enquanto os seus pais dormiam. Contudo, estas intenções foram percebidas pelos seus pais, que conseguiam perceber emoções negativas e desejo de morte sem problema nenhum, levantaram-se a correr e impediram a criança. A partir daquele dia, Yudi começou a dormir no quartos dos pais, no seu berço, para poder ficar sempre vigiado, algo que não agradou nada a Shoya.

O tempo foi passando e as tentativas de magoar ou matar o pequeno Yudi foram se tornando cada vez mais constantes. Shoya era uma criança, um homem e um ninja perdido, domado pelo sentimento de revolta, ciúme e vontade de matar. Em casa, tornou-se depressivo, arrogante e melancólico, magoado com os pés. Na rua, junto dos seus companheiros e amigos que começavam agora a afastar-se, era completamente egocêntrico e arrogante, de forma a que pudesse chamar as intenções. Possuía uma reputação bastante negativa dentro da vila e era algo que estava a prejudicar os seus pais. O raiva, revolta e a vontade de matar que este pré-adolescente carregava dentro de si era enorme e incontrolável e, sempre que era chamado para uma missão, matava os seus inimigos e conseguia assustar o seus companheiros e até o próprio ninja responsável pela equipe. Ele era poderoso e muito talentoso, mas estava totalmente descontrolado. A tristeza e depressão foi algo que começou a possuir os pais de Yudi, pois, apesar de Shoya continuar a ser filho deles, não era mais o filho deles que ali estava. O seu talento fez com que, ainda como Genin, faço chamado para missões mais complicadas e secretas, juntamente com outros ninjas de patente superior. Com onze anos, foi promovido pelo próprio líder da vila a Chūnin e isso só fez com que o seu ego subisse muito mais, pois começou a executar missões realmente perigosas pelo esquadrão da ANBU. Apesar de tudo, este ambiente não prejudicou o crescimento do pequeno Yudi, que, com um ano, aparentava ser uma criança bastante tranquila e sorridente, mesmo crescendo num ambiente em que os seus pais estavam a ficar depressivos e angustiados. Este casal adulto de ninjas consultou, por várias, vezes psicólogos e terapeutas para tentar, de alguma forma, ajudar e conseguir encaminhar o seu filho Shoya para o caminho correto novamente. Sempre sem êxito. Para além do desejo em matar, Shoya tinha agora o desejo de obter poder, tornando-se uma pessoa cega para com os seus objetivos e bastante individualista. Ele já tinha deixado de chamar os seus pais de pais, eram apenas os seus progenitores e as discussões entre ele e os seus pais nunca acabavam bem, usando muitas vezes as suas habilidades para os magoar.

Pouco tempo mais se passou e alguns conflitos começaram a acontecer dentro da vida por causa de Shoya, que se tornou muito agressivo e nenhum companheiro queria sequer fazer missões com ele porque ia acabar traumatizado. Isso levou a que, os seus pais, certa noite, decidissem abandonar a vila com os seus dois filhos. Era a única forma de eles conseguirem se livrar de toda aquela pressão que existia sobre eles por causa de Shoya e, de alguma forma, conseguir recuperar e acalmar o filho que tinham perdido. Sempre que este adolescente encarava Yudi, era possível ver todo mal que o adolescente desejava fazer na criança mas que sempre tinha sido impedido pelos seus pais. Ele já tinha superado os seus próprios pais em termos de poder e técnica, sendo exímio no uso do elemento Fūton e diversas técnicas poderosas de Ninjutsu. O casal e os filhos percorreram todo o País do Vento até à fronteira, onde a passaram e acamparam escondidos para poderem descansar até ao dia seguinte. Tiraram as bandanas e enterram-nas para não deixaram pistas que estiveram ali. Shoya percebia tudo o que se estava a passar e só estava a ficar mais frustrado, porque agora não tinha quem pudesse reconhecer o seu poder. No dia seguinte, continuaram a sua viagem à procura de um novo local para viverem, que fosse bem longe de Sungakure no Sato para não serem reconhecidos. Trocaram as suas roupas e mudaram o corte de cabelo, continuando a sua viagem. Mais uns dias se passaram e já tinham passado por muitos outros países e vilas. Yudi tinha recentemente feito dois anos de idade e até então não tinha sido um bom começo de vida. Uma certa noite durante todas essas viagens, Shoya teve uma crise em que soltou toda a sua raiva e revolta para fora. Ele começou a sua as suas habilidades e destruiu meia floresta em seu redor, ele tinha um único objetivo, matar o seu irmão Yudi, que era quem ele culpava por tudo o que acontecia. O seu pai, Hitoshi, e a sua mãe, Aiko, tentavam impedi-lo com as habilidades que tinham, mas o garoto era muito forte e não tinha medo de magoar a sua própria família, ao contrário dos seus pais que não o queriam magoar. O adolescente derrubou os pais e a aproximou-se de Yudi, sussurrando-lhe ao ouvido — Eu vou-te matar. — frase essa que deixou os pais bastante assustados e sentiram que realmente tinham que o magoar para o conseguir parar. Aquele momento de distração foi o suficiente para que os pais o conseguissem apanhar desprevenido e conseguiram-no afastar de Yudi. A sua mãe, a pedido do seu pai, fugiu com o garoto para fora dali, deixando o seu marido para trás para lutar e parar o próprio filho, sem saber se ele iria conseguir ou não. O medo que sentia e o pedido de lágrimas nos olhos do seu marido para que ela saísse dali com Yudi, deram-lhe força suficiente para que se afastasse. As lágrimas escorriam pelo rosto dela, sendo que muitas outras caíam sobre o rosto da pequena criança, que chorava de forma leve, assustada e sem perceber muito bem tudo o que tinha acontecido ali.

Aiko correu para longe dali, com medo que Shoya derrotasse Hitoshi e viesse atrás deles. Percorrer muito terreno na floresta e acabou por encontrar um bom esconderijo, onde passou o resto da noite. Na sua cabeça, ela tinha esperança que o seu marido, Hitoshi , tivesse conseguido parar Shoya e viesse à procura dela e de Yudi. Dado o conjunto de dias que passou, a esperança que isso tivesse acontecido era pouca. No dia seguinte, levantaram-se e procuraram a vila mais próxima, onde mudaram de roupa e conseguiram alguma alimentação. O garoto, com dois anos e já muito inteligente, parecia ter começado a assimilar os acontecimentos e a encaixar certas peças, mas a frase que o seu irmão lhe disse ao ouvido deixou-o marcado. A sua mãe tentou-lhe explicar todo o sucedido sem lhe mentir, para que desde cedo ele se consciencializasse sobre o que tinha acontecido com o seu irmão e o seu pai. A sua caminhada levou a que eles percorressem bastantes países e conhecessem bastantes lugares, nunca achando nenhum realmente bom para ficar. Por todos os lugares que passava, Aiko perguntava sobre o seu filho e sobre o seu marido e as notícias era sempre as mesmas. Shoya tinha sobrevivido e andava por aí, como um desertor, a matar vários ninjas e pessoas e fazer grandes estragos, tornou-se bastante conhecido. Sobre Hitoshi, não se sabia se estava entre os ninjas que tinham sido mortos, era como se ninguém nunca tivesse ouvido falar no nome dele. Dado que Shoya tinha sobrevivido, a mudança de aparências era necessária tanto para Aiko como para Yudi. Ambos mudaram de roupa e fizeram pequenas alterações aos seus cabelos mais uma vez, para evitarem serem encontrados pelo filho e irmão. Durante estas viagens, Aiko foi treinando para não perder o jeito. Yudi era uma boa consequência disso, pois começou a ganhar o interesse por se tornar um ninja e a querer participar nos treinos da sua mãe que, sem hesitar, começou a ensiná-lo pequenas coisas. Yudi parecia uma criança mais séria e triste dado a tudo o que tinha acontecido, mas nada que afetasse completamente a sua forma de ser. Sempre que a sua mãe falava no pai, ele jurava que um dia ia encontrá-lo. Sempre que ela falava no seu irmão, ele jurava que um dia ia encontrá-lo e tentá-lo chamá-lo à razão, mesmo que fosse preciso recorrer à violência. Tornou-se portanto uma criança bastante determinada, apesar de toda calma e tranquilidade que carregava.

Estas viagens e treinamentos, levaram a descobrir várias coisas. O estômago de Yudi não gostava muito de meios de transporte, fizeram algumas viagens em carroças e até de pequenos barcos por rios, e não houve uma única vez que a criança não se sentisse enjoada e não vomitasse. Então, optavam sempre por viajar a pé sempre que possível. Por outro lado, Aiko conseguiu perceber que Yudi era diferente, tal como o seu irmão, ele possuía uma quantidade de chakra bastante grande para uma criança de, agora, quatro anos, quantidade essa que devia ser controlada ou podia fazê-lo perder o controlo. Aiko começou então a dar-lhe treinamentos diferentes e a apreciar outras coisas da vida, como a natureza, o vento e todo o ar livre envolvente. Deitavam-se a olhar o céu várias vezes, Aiko ensinou-o a meditar, a ler e a escrever, para além de todos os ensinamentos ninjas básicos que lhe passou. Yudi era um ótimo garoto, um pouco afetado pelos acontecimentos anteriores na sua vida, mas que parecia estar a superar bem, juntamente com a sua mãe. A sua longa viagem para fugir de Sunagakure acabou por parar num sítio que agradou bastante aos dois. Decidiu alojar-se perto de Otogakure, nos arredores, numa casa humilde que existia por lá. Era um lugar calmo, com muita floresta e bastante longe de Sunagakure. Yudi podia crescer em paz e tornar-se um ninja como desejava, contudo ainda tinha que se adaptar primeiro à sua nova vida ali. Os dois começaram a percorrer os arredores da casa, a floresta e todos os campos que existiam nela, a conhecer os vizinhos e a visitar Otogakure várias vezes para se integrarem e criarem relações, de forma a tentarem perceber se era ou não segura. Com o tempo, a esperança de que Hitoshi estivesse vivo ou que os fosse encontrar, começou a desaparecer dentro de Aiko, e conseguiu dar a Yudi a sua face mais feliz. Quando treinavam, conseguia estar mais concentrada a treinar o seu filho que em breve entraria para a academia de Otogakure. Ele já mostrava, desde cedo, uma boa habilidade em Ninjutsu e a fazer pequenas manipulações com o vento. Apesar de tudo, ele era descendente de Sunagakure e de um talentoso casal de ninjas, então, em parte, toda essa habilidade já lhe estava no sangue.

Passaram-se alguns anos e, mãe e filho, estavam agora habituados à nova vida. Conheciam todos os arredores da sua casa, os vizinhos, a floresta, o mar que ficava a norte, inclusive, a própria vila de Otogakure, onde já tinham passe livre para entrar e sair. Yudi tinha agora oito anos e a sua mãe inscreveu-o na academia ninja de Otogakure, onde este se formou em quatro anos e aperfeiçoou os conhecimentos que a sua mãe já lhe tinha dado. Ele já sabia ler, escrever, os básicos da matemática e o básico do mundo ninja. Ele tornou-se um grande destaque entre os professores e os seus colegas de classe, sendo aprovado entre os melhores, não podendo deixar a sua mãe mais orgulhosa. Este período só veio demonstrar mais o potencial que ele tinha. A sua quantidade de chakra estava acima do nível de todos os outros Genins, assim como a sua grande habilidade em Ninjutsu e, principalmente, a sua grande habilidade com Fūton que era merecedora de grande destaque. Durante estes quatro anos de formação, a sua personalidade leve e introvertida só veio a tornar-se mais vincada, tornando-se bastante obediente, nunca questionando nada, assim como cumpridor de regras, cumprindo-as o mais possível. Como ninja, demonstrou bastante dificuldades na luta a curta distância, não sendo muito forte ou talentoso em Taijutsu e, mesmo em Genjutsu, as suas habilidades não tinham grande nível, mas um ninja era muito mais que isso e ninguém pode ser bom em tudo. O seu foco tornou-se melhorar o seu Ninjutsu e as suas habilidades em Fūton, desejando tornar-se um mestre neste elemento e conhecido mundialmente pelas suas habilidades com ele. Os seus objetivos agora estavam bem traçados, tornar-se um grande e respeitado ninja, ser reconhecido pelas suas habilidades com Fūton, encontrar o seu pai e o seu irmão e trazê-los para junto da sua mãe. Quanto à sua mãe, ela não tinha voltado à vida ninja, embora continuasse a realizar os seus próprios treinamentos. Ele tornou-se assistente e professora na academia ninja, após passar por diversas provas sobre as suas habilidades e de ter que provar a vários ninjas de patentes superiores que não estavam em Otogakure com más intenções. Yudi sentia-se mais que pronto para começar a sua vida ninja e, embora não revelasse, aguardava ansiosamente pela sua missão.

Qualidades: Grandes Reservas de Chakra (3) e Habilidade em Ninjutsu (2).
Qualidades treinadas: —.
Qualidades conquistadas: —.
Defeitos: Cumpridor de Regras (1), Passivos (1), Timidez (1) & Enjoos (1).

Primeiro elemento: Fūton.
Segundo elemento: —.
Terceiro elemento: —.
Afinidade elemental: Fūton.

Habilidade secundária: —.
Habilidade única: —.

Primeira Especialidade: —.
Segunda Especialidade: —.

Pacto de Sangue: —.

Limite de Jutsus: 14 Jutsus (+5 Graduação Genin, +8 Ninjutsus & +1 Genjutsu) & +1 Rank S (+1 Ninjutsu de qualquer rank).

Databook:
Ninjutsu: 6.
Taijutsu: 1.
Genjutsu: 1.
Inteligência: 3.
Força: 0.
Velocidade: 1.
Stamina: 1.
Selos de mãos: 2.

Regeneração: 0.
Recuperação: 0.
Sensoriamento: 0.
Shurikenjutsu: 0.
Cura: 0.
Absorção: 0.
Ninshu: 0.
Combate: 0.
Ilusão: 0.

Total: 15.
Iniciais: 8.
Adicionais: 1.
Extras: 0.
Adquiridos: 6.

Bolsa de armas:
Kunai: 05.
Shuriken: 06.
Hikaridama: 03.
Kemuridama: 03.
Kibaku Fuda: 04.
Fios de aço: 10m.

Missões
Rank D: 05.
Rank C: 00.
Rank B: 00.
Rank A: 00.
Rank S: 00.

Relacionamentos:

Links Comprovatórios:


Código:
<center><div style="width:600px;">[img(300px,350px)]https://i.ibb.co/2Y0ZLk9/Screenshot-2020-06-12-at-18-32-22.png[/img]

[justify][font=Arial][i][u]Nome:[/u][/i] Yudi Matsui.
[i][u]Vila:[/u][/i] Otogakure no Sato.
[i][u]Alcunha:[/u][/i] —.
[i][u]Fama:[/u][/i] 01P | 00N.
[i][u]Género:[/u][/i] Masculino.
[i][u]Sexualidade:[/u][/i] Heterossexual.
[i][u]Arquétipo:[/u][/i] Mártir.
[i][u]Clã:[/u][/i] —.
[i][u]Kekkei Genkai:[/u][/i] —.
[i][u]Graduação:[/u][/i] Genin.
[i][u]Idade:[/u][/i] 12.
[i][u]Aniversário:[/u][/i] Verão.
[i][u]Estado:[/u][/i] Vivo.
[i][u]Profissão:[/u][/i] —.
[i][u]Bijuu:[/u][/i] —.

[size=14][i][u]Descrição psicológica[/u][/i][/size]

[i][u]Coisas que gosta:[/u][/i] Yudi tem várias atividades e coisas de que gosta, entre elas a natureza e o ar livre. Adora estar sentado ou deitado a olhar para o céu, a levar com o vento, chegando, por vezes, até a adormecer. Ele adora a liberdade, a vida, o ar livre e a natureza, sendo muito ligado a estas coisas e aproveita sempre para treinar e meditar em locais onde possa estar exposto a isto. Este tipo de coisas transmitem-lhe paz e calma, renovando a energia da alma. Adora estar sozinho a ler, seja em casa ou na rua, e, facilmente, consegue fazer amizades com animais no geral.
[i][u]Coisas que não gosta:[/u][/i] Por outro lado, ele não tem muita coisa que não gosta. Ele é uma pessoa que gosta de um pouco de tudo no geral e o que lhe é desconhecido, experimenta de mente aberta. De uma forma geral, ele não gosta de pessoas chatas, donas da razão e da verdade absoluta, sendo o único tipo de pessoas que lhe conseguem tirar alguma paz. Odeia ver maus tratos a animais e não gosta de viajar através de meios de transporte, como, por exemplo, barcos, pois sofre de enjoos e esse tipo de viagens deixam-no com um mau estar muito grande.
[i][u]Motivações, desejos & objectivos:[/u][/i] O seu grande desejo é ser conhecido por grandes feitos e pelas suas habilidades. Apesar do seu jeito altruísta e espírito de sacrifício, ele tenciona viver o maior tempo possível, de forma a poder ficar para a história da sua vila ou até do mundo. Entre os seus muitos desejos, é ser conhecido pelas suas habilidades com Fūton, Ninjutsu e a sua grande quantidade de chakra. O que o motiva a tornar-se mais forte é o seu objetivo de um dia encontrar o seu irmão e poder trazê-lo para casa, contudo sente que essa batalha não será fácil e precisará mesmo de enfrentar o seu irmão como um ninja e poder vencê-lo. Almeja um dia poder voltar a Sunagakure e saber o que é feito do seu pai, tendo bastante esperança que ainda esteja vivo e que possa trazê-lo para junto de Aiko.
[i][u]Medos:[/u][/i] Yudi tem mais inseguranças que medos, sendo esse sentimento de insegurança que sente várias vezes um dos seus maiores defeitos. Ele questiona-se se realmente será capaz de realizar os seus objetivos de encontrar o seu irmão e o seu pai ou de defender a própria vila e se conseguirá morrer por ela caso seja necessário. Ele tem medo de não conseguir cumprir isso. Para além disso, tem medo de perder a sua mãe ou de saber que, na verdade, o seu pai morrer na luta contra o seu irmão e nunca o conseguirá vingar. Em termos de medos mais comuns, ele tem medo de alturas. Não é que ele não consiga estar num penhasco ou em cima de um prédio, mas olhar para baixo e o medo que tem de cair é algo que realmente pode paralisá-lo.
[i][u]Transtornos e defeitos:[/u][/i] Apesar da sua infância um pouco atribulada, ele não possui nenhum transtorno disso. Quanto aos seus defeitos, ele é um rapaz muito doce e educado, porém, como qualquer ser humano, possui os seus defeitos. A sua educação e personalidade tornou-o uma pessoa muita calada e introvertida, totalmente pacífica à primeira vista, é um rapaz muito tímido com dificuldade nas primeiras interações. Como ninja, não é muito diferente. Yudi concentra-se bastante no que pretende alcançar como ninja, mas acima disso, foca-se nos objetivos e missões que lhe são impostas, sendo que em primeiro lugar está a missão. Ele procura sempre cumprir as regras e só não as cumpre, se for ele que tenha que se sacrificar para isso. É muito obediente e, por norma, não contesta ordens, mesmo de ninjas que se encontram no mesmo cargo que ele.
[i][u]Descrição geral:[/u][/i] Yudi é um garoto muito calado e correto, carregando sempre um tom sério no seu rosto a maior parte do tempo. Ele é muito introvertido e reservado, tendo bastantes dificuldades em socializar devido a esta timidez, guardando os seus pensamentos e emoções para si, raramente os demonstrando. Contudo, ele também tem um bom coração, consegue ser uma pessoa bastante doce, educada e bondosa. É um bom ouvinte e um bom conselheiro, possuindo uma calma e paz interior que é capaz de irritar muita gente, conseguindo manter a calma em situações que possam sair um pouco do seu controle. Ele é muito preocupado e carinhoso com os seus amigos e família, sendo capaz de soltar sorrisos leves e doces para eles, quando se olham. Para além disso, Yudi sempre está disposto a sacrificar-se por eles, mesmo que eles não fizessem o mesmo por ele. De uma forma geral, ele sempre se dispõe de forma altruísta e heróica a sacrificar-se em prol de algo maior, sendo capaz de fazer isso pela própria vila e por todas as pessoas que não conhecem que vivem nela.

[size=14][i][u]Descrição física[/u][/i][/size]

[i][u]Altura:[/u][/i] Yudi é um garoto bastante bem desenvolvido em estatura física para a sua idade, medindo um metro e sessenta e dois centímetros.
[i][u]Peso:[/u][/i] Juntando à sua elevada estatura física, um peso equivalente, pesando cinquenta quilos.
[i][u]Cabelos:[/u][/i] O seu cabelo é de cor escura, bagunçado e um pouco espetado, sendo do tamanho padrão para um homem, sendo mais notório o seu tamanho do lado direito do seu rosto, para onde caem pequenas franjas que cobrem parte da sua testa.
[i][u]Olhos:[/u][/i] Os seus olhos são pequenos e brancos, podendo, por vezes, parecer de um tom prateado mesmo muito claro. O seu nariz e boca são também pequenos, de formato padrão.
[i][u]Braço dominante:[/u][/i] O seu braço dominante é o direito, conseguindo fazer poucos movimentos com qualidade decente com o esquerdo.
[i][u]Personagem base:[/u][/i] [url=https://i.pinimg.com/originals/48/a5/e6/48a5e6364ed7a8daeee8e0ab9c1e97d2.jpg]Imagem[/url].
[i][u]Descrição geral:[/u][/i] Yudi é um jovem bem desenvolvido fisicamente para a sua idade, sendo considerado bastante alto e com o peso ideal para a altura. A sua pele é de um tom claro, com facilidade de amorenar caso exposto ao sol. Os seus cabelos são grisalhos, de uma cor escura que contrastam com os seus olhos pequenos de cor clara. Nariz e boca pequenos, de formato padrão. As suas roupas variam entre o tom laranja e o preto, vestindo uma camisola desportiva sem mangas que cobre todo o seu tronco e parte do pescoço. Veste ainda um colete sem mangas e aberto na parte da frente, que apenas cobre metade do seu tronco. É colete de cor laranja, um pouco torrado, e de golas abertas. Ainda na parte superior do seu corpo, nos braços, duas mangas que vão desde a parte superior do braço, perto do ombro, até às mãos, servindo de luva para o mindinho e anelar. Na parte inferior do seu corpo, algo parecido com uma saia do mesmo tom do colete com algumas faixas em volta de tom avermelhado. Tem também o kanji de vento tatuado na parte da frente da mesma, num tom vermelho. Nas pernas, umas calças castanhas escuras que se enfiam para dentro das suas longas e pretas sandálias shinobi, que vão desde o joelho até ao pé. Para segurar as suas calças, a saia masculina e a sua bolsa de armas, Yudi usa um cinto preto, em que na parte da frente, onde fecha, está o protetor com o símbolo da sua vila.

[size=14][i][u]História[/u][/i][/size]

Nascido no País do Vento, entre os habitantes de Sunagakure no Sato, filho de ninjas e de um irmão prodígios bastante conhecidos e respeitados dentro da vila. Os seus pais eram Jōnin de elite na vila, pertencendo aos esquadrões de patentes mais altas e, por vezes, participando em missões da própria ANBU. Ambos habilidosos com o vento, não fossem eles naturais da vila cujo o elemento principal era Fūton, e possuindo uma habilidade extraordinária com Ninjutsu. O seu filho mais velho, Shoya, não ficava atrás das expectativas, mostrando desde cedo uma grande habilidade em manipular o vento e em usar ninjutsu no geral. Adicionalmente, possuía uma quantidade natural de chakra fora do normal, equivalente a ninjas na patente de Chūnin. Esta criança, de dez anos, tinha habilidades muito superiores a de alguns Genins e já tinha provado isso em várias missões. Na academia que tinha terminado com 9 anos, conseguiu ser considerado o melhor da geração dele. Shoya sabia das suas qualidades e acabou por se tornar uma criança com um ego bastante alto, sendo bastante arrogante, egocêntrico e convencido. Yudi fazia dez anos de diferença do seu irmão e isso não vejo ajudar o desenvolvimento de Shoya, pois ele exigia constantemente ser o centro das atenções e começou a ter ciúmes do seu próprio irmão. Os seus pais tentaram fazê-lo mudar de postura por várias vezes, inicialmente com conversas e mais tarde com castigos, algo que não ajudou em nada e só aumentava o sentimento de revolta dentro da criança. Um certo dia, quando Yudi ainda só tinha poucos meses de vida, Shoya tentou matá-lo durante a noite com uma almofada enquanto os seus pais dormiam. Contudo, estas intenções foram percebidas pelos seus pais, que conseguiam perceber emoções negativas e desejo de morte sem problema nenhum, levantaram-se a correr e impediram a criança. A partir daquele dia, Yudi começou a dormir no quartos dos pais, no seu berço, para poder ficar sempre vigiado, algo que não agradou nada a Shoya.

O tempo foi passando e as tentativas de magoar ou matar o pequeno Yudi foram se tornando cada vez mais constantes. Shoya era uma criança, um homem e um ninja perdido, domado pelo sentimento de revolta, ciúme e vontade de matar. Em casa, tornou-se depressivo, arrogante e melancólico, magoado com os pés. Na rua, junto dos seus companheiros e amigos que começavam agora a afastar-se, era completamente egocêntrico e arrogante, de forma a que pudesse chamar as intenções. Possuía uma reputação bastante negativa dentro da vila e era algo que estava a prejudicar os seus pais. O raiva, revolta e a vontade de matar que este pré-adolescente carregava dentro de si era enorme e incontrolável e, sempre que era chamado para uma missão, matava os seus inimigos e conseguia assustar o seus companheiros e até o próprio ninja responsável pela equipe. Ele era poderoso e muito talentoso, mas estava totalmente descontrolado. A tristeza e depressão foi algo que começou a possuir os pais de Yudi, pois, apesar de Shoya continuar a ser filho deles, não era mais o filho deles que ali estava. O seu talento fez com que, ainda como Genin, faço chamado para missões mais complicadas e secretas, juntamente com outros ninjas de patente superior. Com onze anos, foi promovido pelo próprio líder da vila a Chūnin e isso só fez com que o seu ego subisse muito mais, pois começou a executar missões realmente perigosas pelo esquadrão da ANBU. Apesar de tudo, este ambiente não prejudicou o crescimento do pequeno Yudi, que, com um ano, aparentava ser uma criança bastante tranquila e sorridente, mesmo crescendo num ambiente em que os seus pais estavam a ficar depressivos e angustiados. Este casal adulto de ninjas consultou, por várias, vezes psicólogos e terapeutas para tentar, de alguma forma, ajudar e conseguir encaminhar o seu filho Shoya para o caminho correto novamente. Sempre sem êxito. Para além do desejo em matar, Shoya tinha agora o desejo de obter poder, tornando-se uma pessoa cega para com os seus objetivos e bastante individualista. Ele já tinha deixado de chamar os seus pais de pais, eram apenas os seus progenitores e as discussões entre ele e os seus pais nunca acabavam bem, usando muitas vezes as suas habilidades para os magoar.

Pouco tempo mais se passou e alguns conflitos começaram a acontecer dentro da vida por causa de Shoya, que se tornou muito agressivo e nenhum companheiro queria sequer fazer missões com ele porque ia acabar traumatizado. Isso levou a que, os seus pais, certa noite, decidissem abandonar a vila com os seus dois filhos. Era a única forma de eles conseguirem se livrar de toda aquela pressão que existia sobre eles por causa de Shoya e, de alguma forma, conseguir recuperar e acalmar o filho que tinham perdido. Sempre que este adolescente encarava Yudi, era possível ver todo mal que o adolescente desejava fazer na criança mas que sempre tinha sido impedido pelos seus pais. Ele já tinha superado os seus próprios pais em termos de poder e técnica, sendo exímio no uso do elemento Fūton e diversas técnicas poderosas de Ninjutsu. O casal e os filhos percorreram todo o País do Vento até à fronteira, onde a passaram e acamparam escondidos para poderem descansar até ao dia seguinte. Tiraram as bandanas e enterram-nas para não deixaram pistas que estiveram ali. Shoya percebia tudo o que se estava a passar e só estava a ficar mais frustrado, porque agora não tinha quem pudesse reconhecer o seu poder. No dia seguinte, continuaram a sua viagem à procura de um novo local para viverem, que fosse bem longe de Sungakure no Sato para não serem reconhecidos. Trocaram as suas roupas e mudaram o corte de cabelo, continuando a sua viagem. Mais uns dias se passaram e já tinham passado por muitos outros países e vilas. Yudi tinha recentemente feito dois anos de idade e até então não tinha sido um bom começo de vida. Uma certa noite durante todas essas viagens, Shoya teve uma crise em que soltou toda a sua raiva e revolta para fora. Ele começou a sua as suas habilidades e destruiu meia floresta em seu redor, ele tinha um único objetivo, matar o seu irmão Yudi, que era quem ele culpava por tudo o que acontecia. O seu pai, Hitoshi, e a sua mãe, Aiko, tentavam impedi-lo com as habilidades que tinham, mas o garoto era muito forte e não tinha medo de magoar a sua própria família, ao contrário dos seus pais que não o queriam magoar. O adolescente derrubou os pais e a aproximou-se de Yudi, sussurrando-lhe ao ouvido — [i]Eu vou-te matar.[/i] — frase essa que deixou os pais bastante assustados e sentiram que realmente tinham que o magoar para o conseguir parar. Aquele momento de distração foi o suficiente para que os pais o conseguissem apanhar desprevenido e conseguiram-no afastar de Yudi. A sua mãe, a pedido do seu pai, fugiu com o garoto para fora dali, deixando o seu marido para trás para lutar e parar o próprio filho, sem saber se ele iria conseguir ou não. O medo que sentia e o pedido de lágrimas nos olhos do seu marido para que ela saísse dali com Yudi, deram-lhe força suficiente para que se afastasse. As lágrimas escorriam pelo rosto dela, sendo que muitas outras caíam sobre o rosto da pequena criança, que chorava de forma leve, assustada e sem perceber muito bem tudo o que tinha acontecido ali.

Aiko correu para longe dali, com medo que Shoya derrotasse Hitoshi e viesse atrás deles. Percorrer muito terreno na floresta e acabou por encontrar um bom esconderijo, onde passou o resto da noite. Na sua cabeça, ela tinha esperança que o seu marido, Hitoshi , tivesse conseguido parar Shoya e viesse à procura dela e de Yudi. Dado o conjunto de dias que passou, a esperança que isso tivesse acontecido era pouca. No dia seguinte, levantaram-se e procuraram a vila mais próxima, onde mudaram de roupa e conseguiram alguma alimentação. O garoto, com dois anos e já muito inteligente, parecia ter começado a assimilar os acontecimentos e a encaixar certas peças, mas a frase que o seu irmão lhe disse ao ouvido deixou-o marcado. A sua mãe tentou-lhe explicar todo o sucedido sem lhe mentir, para que desde cedo ele se consciencializasse sobre o que tinha acontecido com o seu irmão e o seu pai. A sua caminhada levou a que eles percorressem bastantes países e conhecessem bastantes lugares, nunca achando nenhum realmente bom para ficar. Por todos os lugares que passava, Aiko perguntava sobre o seu filho e sobre o seu marido e as notícias era sempre as mesmas. Shoya tinha sobrevivido e andava por aí, como um desertor, a matar vários ninjas e pessoas e fazer grandes estragos, tornou-se bastante conhecido. Sobre Hitoshi, não se sabia se estava entre os ninjas que tinham sido mortos, era como se ninguém nunca tivesse ouvido falar no nome dele. Dado que Shoya tinha sobrevivido, a mudança de aparências era necessária tanto para Aiko como para Yudi. Ambos mudaram de roupa e fizeram pequenas alterações aos seus cabelos mais uma vez, para evitarem serem encontrados pelo filho e irmão. Durante estas viagens, Aiko foi treinando para não perder o jeito. Yudi era uma boa consequência disso, pois começou a ganhar o interesse por se tornar um ninja e a querer participar nos treinos da sua mãe que, sem hesitar, começou a ensiná-lo pequenas coisas. Yudi parecia uma criança mais séria e triste dado a tudo o que tinha acontecido, mas nada que afetasse completamente a sua forma de ser. Sempre que a sua mãe falava no pai, ele jurava que um dia ia encontrá-lo. Sempre que ela falava no seu irmão, ele jurava que um dia ia encontrá-lo e tentá-lo chamá-lo à razão, mesmo que fosse preciso recorrer à violência. Tornou-se portanto uma criança bastante determinada, apesar de toda calma e tranquilidade que carregava.

Estas viagens e treinamentos, levaram a descobrir várias coisas. O estômago de Yudi não gostava muito de meios de transporte, fizeram algumas viagens em carroças e até de pequenos barcos por rios, e não houve uma única vez que a criança não se sentisse enjoada e não vomitasse. Então, optavam sempre por viajar a pé sempre que possível. Por outro lado, Aiko conseguiu perceber que Yudi era diferente, tal como o seu irmão, ele possuía uma quantidade de chakra bastante grande para uma criança de, agora, quatro anos, quantidade essa que devia ser controlada ou podia fazê-lo perder o controlo. Aiko começou então a dar-lhe treinamentos diferentes e a apreciar outras coisas da vida, como a natureza, o vento e todo o ar livre envolvente. Deitavam-se a olhar o céu várias vezes, Aiko ensinou-o a meditar, a ler e a escrever, para além de todos os ensinamentos ninjas básicos que lhe passou. Yudi era um ótimo garoto, um pouco afetado pelos acontecimentos anteriores na sua vida, mas que parecia estar a superar bem, juntamente com a sua mãe. A sua longa viagem para fugir de Sunagakure acabou por parar num sítio que agradou bastante aos dois. Decidiu alojar-se perto de Otogakure, nos arredores, numa casa humilde que existia por lá. Era um lugar calmo, com muita floresta e bastante longe de Sunagakure. Yudi podia crescer em paz e tornar-se um ninja como desejava, contudo ainda tinha que se adaptar primeiro à sua nova vida ali. Os dois começaram a percorrer os arredores da casa, a floresta e todos os campos que existiam nela, a conhecer os vizinhos e a visitar Otogakure várias vezes para se integrarem e criarem relações, de forma a tentarem perceber se era ou não segura. Com o tempo, a esperança de que Hitoshi estivesse vivo ou que os fosse encontrar, começou a desaparecer dentro de Aiko, e conseguiu dar a Yudi a sua face mais feliz. Quando treinavam, conseguia estar mais concentrada a treinar o seu filho que em breve entraria para a academia de Otogakure. Ele já mostrava, desde cedo, uma boa habilidade em Ninjutsu e a fazer pequenas manipulações com o vento. Apesar de tudo, ele era descendente de Sunagakure e de um talentoso casal de ninjas, então, em parte, toda essa habilidade já lhe estava no sangue.

Passaram-se alguns anos e, mãe e filho, estavam agora habituados à nova vida. Conheciam todos os arredores da sua casa, os vizinhos, a floresta, o mar que ficava a norte, inclusive, a própria vila de Otogakure, onde já tinham passe livre para entrar e sair. Yudi tinha agora oito anos e a sua mãe inscreveu-o na academia ninja de Otogakure, onde este se formou em quatro anos e aperfeiçoou os conhecimentos que a sua mãe já lhe tinha dado. Ele já sabia ler, escrever, os básicos da matemática e o básico do mundo ninja. Ele tornou-se um grande destaque entre os professores e os seus colegas de classe, sendo aprovado entre os melhores, não podendo deixar a sua mãe mais orgulhosa. Este período só veio demonstrar mais o potencial que ele tinha. A sua quantidade de chakra estava acima do nível de todos os outros Genins, assim como a sua grande habilidade em Ninjutsu e, principalmente, a sua grande habilidade com Fūton que era merecedora de grande destaque. Durante estes quatro anos de formação, a sua personalidade leve e introvertida só veio a tornar-se mais vincada, tornando-se bastante obediente, nunca questionando nada, assim como cumpridor de regras, cumprindo-as o mais possível. Como ninja, demonstrou bastante dificuldades na luta a curta distância, não sendo muito forte ou talentoso em Taijutsu e, mesmo em Genjutsu, as suas habilidades não tinham grande nível, mas um ninja era muito mais que isso e ninguém pode ser bom em tudo. O seu foco tornou-se melhorar o seu Ninjutsu e as suas habilidades em Fūton, desejando tornar-se um mestre neste elemento e conhecido mundialmente pelas suas habilidades com ele. Os seus objetivos agora estavam bem traçados, tornar-se um grande e respeitado ninja, ser reconhecido pelas suas habilidades com Fūton, encontrar o seu pai e o seu irmão e trazê-los para junto da sua mãe. Quanto à sua mãe, ela não tinha voltado à vida ninja, embora continuasse a realizar os seus próprios treinamentos. Ele tornou-se assistente e professora na academia ninja, após passar por diversas provas sobre as suas habilidades e de ter que provar a vários ninjas de patentes superiores que não estavam em Otogakure com más intenções. Yudi sentia-se mais que pronto para começar a sua vida ninja e, embora não revelasse, aguardava ansiosamente pela sua missão.

[i][u]Qualidades:[/u][/i] Grandes Reservas de Chakra (3) e Habilidade em Ninjutsu (2).
[i][u]Qualidades treinadas:[/u][/i] —.
[i][u]Qualidades conquistadas:[/u][/i] —.
[i][u]Defeitos:[/u][/i] Cumpridor de Regras (1), Passivos (1), Timidez (1) & Enjoos (1).

[i][u]Primeiro elemento:[/u][/i] Fūton.
[i][u]Segundo elemento:[/u][/i] —.
[i][u]Terceiro elemento:[/u][/i] —.
[i][u]Afinidade elemental:[/u][/i] Fūton.

[i][u]Habilidade secundária:[/u][/i] —.
[i][u]Habilidade única:[/u][/i] —.

[i][u]Primeira Especialidade:[/u][/i] —.
[i][u]Segunda Especialidade:[/u][/i] —.

[i][u]Pacto de Sangue:[/u][/i] —.

[i][u]Limite de Jutsus:[/u][/i] 14 Jutsus (+5 Graduação Genin, +8 Ninjutsus & +1 Genjutsu) & +1 Rank S (+1 Ninjutsu de qualquer rank).[/font][/justify]
[quote][justify][font=Arial][i][u]Databook:[/u][/i]
[b]Ninjutsu:[/b] 6.
[b]Taijutsu:[/b] 1.
[b]Genjutsu:[/b] 1.
[b]Inteligência:[/b] 3.
[b]Força:[/b] 0.
[b]Velocidade:[/b] 1.
[b]Stamina:[/b] 1.
[b]Selos de mãos:[/b] 2.

[b]Regeneração:[/b] 0.
[b]Recuperação:[/b] 0.
[b]Sensoriamento:[/b] 0.
[b]Shurikenjutsu:[/b] 0.
[b]Cura:[/b] 0.
[b]Absorção:[/b] 0.
[b]Ninshu:[/b] 0.
[b]Combate:[/b] 0.
[b]Ilusão:[/b] 0.

[b]Total:[/b] 15.
[b]Iniciais:[/b] 14.
[b]Adicionais:[/b] 1.
[b]Extras:[/b] 0.
[b]Adquiridos:[/b] 0.[/font][/justify]
[/quote]

[quote][justify][font=Arial][i][u]Bolsa de armas:[/u][/i]
[b]Kunai:[/b] 05.
[b]Shuriken:[/b] 06.
[b]Hikaridama:[/b] 03.
[b]Kemuridama:[/b] 03.
[b]Kibaku Fuda:[/b] 04.
[b]Fios de aço:[/b] 10m.[/font][/justify]
[/quote]

[quote][justify][font=Arial][i][u]Missões[/u][/i]
[b]Rank D:[/b] 05.
[b]Rank C:[/b] 00.
[b]Rank B:[/b] 00.
[b]Rank A:[/b] 00.
[b]Rank S:[/b] 00.[/font][/justify]
[/quote]

[spoiler="Relacionamentos"][/spoiler]

[spoiler="Links Comprovatórios"][/spoiler]
</div></center>

_______________________

[FP] Yudi Matsui D33282486118ea510fc03c17552d0d0a

FP | GF | MA | IA | B | CJ
-

Última edição por Fanecas em 19/6/2020, 07:30, editado 7 vez(es)
Fanecas
Genin
Fanecas
Vilarejo Atual
Ícone : [FP] Yudi Matsui Rsz-capturar

https://www.narutorpgakatsuki.net/t72346-fp-yudi-matsui https://www.narutorpgakatsuki.net/t72348-gf-yudi-matsui

Re: [FP] Yudi Matsui - em 13/6/2020, 22:46

Jutsus básicos:

Genjutsu: Kai
Rank: Variável
Descrição: O Genjutsu: Kai é utilizado para libertar a si ou à outras pessoas de um genjutsu. Ao cair em um genjutsu, o chakra no cérebro do alvo passa a ficar sob o controle do seu inimigo. Interrompendo a circulação do chakra por um curto período de tempo, é possível quebrar a ilusão. Caso esse método falhe, ainda é possível escapar do genjutsu com auxílio externo, com um companheiro tocando-lhe e emitindo chakra para descontrolar a circulação do chakra no seu corpo. Um jinchūriki que formou uma boa relação com a sua besta com cauda pode usufruir desse último método sempre que precisar.

Fūnyū no Jutsu
Rank: D
Descrição: O Fūnyū no Jutsu é uma habilidade ninja padrão que permite selar uma variedade de itens usando Fūinjutsu. Uma ampla variedade de objetos e até mesmo seres vivos podem ser armazenados dentro de pergaminhos, podendo ser liberados quando o pergaminho é aberto ou estiver sob uma condição específica. Também é possível selar outras técnicas dentro de pergaminhos, como demonstrado por Kisame Hoshigaki, que usou isso como um meio para a Técnica da Prisão de Água e invocar seus tubarões, efetivamente imobilizando aqueles que tentavam ler o conteúdo do pergaminho. No anime, isso também é visto quando Shikamaru Nara convocou uma grande quantidade de água, e como parte do Ataque do Dragão Explosivo de Tenten.

Kaifū no Jutsu
Rank: D
Descrição: O Kaifū no Jutsu é uma habilidade ninja padrão que permite que um ninja invoque uma variedade de itens que foram armazenados usando Fūinjutsu. Quando necessário, o usuário irá ativar os selos e lançar seu item ou arma de escolha. As armas são os objetos mais comumente selados: Tenten, uma especialista em armas de Konohagakure, por exemplo, usa esta técnica para armazenar suas muitas armas, tornando assim mais fáceis de carregar com ela; Toroi, de Kumogakure, usou esta técnica para armazenar as shuriken que ele usava em batalha; e marionetistas também usam esta técnica com suas marionetes, através de pergaminhos escondidos em vários compartimentos, ou um selo simples como um meio de aumentar o seu potencial próprio de matar, bem como esconder armas úteis da vista do adversário, conforme pode ser visto com a Manipulação da Força de Mil Mãos de Sasori.

Shunshin no Jutsu
Rank: D
Descrição: O Shumshin no Jutsu é uma técnica de movimento de alta velocidade, permitindo que um ninja possa se mover de curta para longas distâncias a uma velocidade quase indetectável. Para um observador, ele aparece como se o usuário tiver teletransportado. Uma bomba de fumaça é ocasionalmente usada para disfarçar os movimentos do usuário. É realizado o uso do chakra temporariamente para revitalizar o corpo para se mover em velocidades extremas. A quantidade de chakra necessária depende da distância total e elevação entre o utilizador e o destino pretendido. Tem havido alguma confusão em algumas traduções entre este e o Jikuukan Ninjutsu, mas estes são de fato diferentes técnicas, esta técnica não é teletransporte e sim apenas um movimento extremamente rápido.

Kawarimi no Jutsu
Rank: E
Selos: Carneiro, Javali, Touro, Cachorro e Cobra.
Descrição: Com esta técnica, os usuários substituem o seu próprio corpo com algum outro objeto, geralmente com um bloco de madeira no momento de um ataque. Isso cria uma ilusão de ótica, fazendo com que o inimigo ache que o ataque foi bem sucedido. A partir disso, o usuário pode usar o lapso de atenção do inimigo para atacar ou fugir do campo de batalha. Etiquetas de explosivos podem ser anexados à substituição de uma surpresa adicionado. É um ninjutsu básico mesmo ensinado na Academia, mas é uma arte útil que pode ser aplicada em várias situações.

Gake Nobori no Gyō
Rank: E
Descrição: Este é um método de treinamento que envolve escalar um penhasco íngreme alta ou usando apenas um braço. Ele se destina a melhorar a sua força e disciplina.

Kakuremino no Jutsu
Rank: E
Descrição: Esta técnica permite que um ninja para ter uma capa ou um pedaço de pano para misturar em um objeto, tornando-os invisíveis. Konohamaru usa esta técnica constantemente no início da série para tentar enganar Naruto Uzumaki, mas usa disfarces pobres, como pedras quadradas com olho e buracos, capas que são incorretamente estampados ou girado em torno da maneira errada, ou simplesmente não cobrindo-se completamente , dessa forma traindo a ilusão.

Bunshin no Jutsu
Rank: E
Selos: Carneiro, Cobra e Tigre.
Descrição: Um ninjutsu que cria uma cópia intangível de seu próprio corpo, sem qualquer substância. Uma vez que o clone em si não tem a capacidade de ataque, e, assim, só pode ser usado para confundir o inimigo, que é usado principalmente em combinação com outros ninjutsu. É uma técnica básica, mas dependendo de uma engenho, ela pode ser utilizada de forma eficaz. Os clones se dissiparm quando entram em contato com algo.

Nawanuke no Jutsu
Rank: E
Descrição: Uma técnica básica ensinada na Academia. Ele permite que um ninja para libertar-se se eles foram amarrados. Como isto é feito é desconhecido.

Henge no Jutsu
Rank: E
Selos: Cachorro, Javali e Carneiro.
Descrição: Tendo em conta tudo o ninja missões são atribuídos a - coleta de inteligência, batalha, diversões - este é um ninjutsu de valor inestimável. Ele é geralmente usado para se transformar em outras pessoas do que a si mesmo, mas um também tem a capacidade de se transformar em animais, plantas e objetos inanimados, como até mesmo armas. Isto dá esta técnica uma grande quantidade de usos. A transformação de um shinobi habilidoso será exatamente como o artigo genuíno, por isso vai ser impossível dizer os dois separados. Por outro lado, a transformação realizada por uma pessoa inexperiente terá discrepâncias óbvias. A técnica de transformação é considerada entre as mais difíceis de rank E, uma vez que requer emissão constante de chakra enquanto mentalmente manutenção da forma. Em cima disso, o usuário seria, muito provavelmente, interagindo com o ambiente. Isso coloca pressão mental sobre um ninja inexperientes.

Ki Nobori no Shugyō
Rank: E
Descrição: Ki Nobori no Shugyō é um método de treinamento utilizado para obter mais habilidades com controle de chakra. Esta formação envolve focalizar uma quantia fixa de chakra para o fundo do seus pés, e usar isso para subir em uma árvore sem utilizar as mãos. Se o fluxo de chakra é muito fraco, o usuário perderá sua posição na árvore e cair. Se ele for muito forte, o utilizador irá ser empurrada para longe da árvore, fazendo com que a árvore se quebre em torno do ponto de contacto com o utilizador.

Suimen Hokō no Gyō
Rank: E
Descrição: Este método de treinamento é usado para obter um melhor controle de chakra. Para fazer isso, o utilizador tem de ser emitindo um fluxo constante de chakra a partir do fundo dos seus pés e usando a força repelente de atravessar a superfície da água. Esta técnica é muito mais difícil de dominar que a prática Ki Nobori no Shugyō, porque a quantidade de chakra que necessita de ser emitida muda constantemente.
Também foi mostrado que um pode usar seu chakra para "deslizar" em toda a superfície da água, como uma patinadora no gelo, em vez de apenas caminhar ou correr.

Fūton:

Fūton: Taifūikka
Rank: C
Requerimentos: Nenhum.
Descrição: O usuário cria uma rajada de vento que afasta todas as condições meteorológicas. É poderoso o suficiente para dissipar até mesmo o Kirigakure no Jutsu.

Fūton: Reppūshō
Rank: C
Requerimentos: Nenhum.
Descrição: Uma técnica de Liberação de Vento em que o usuário aumenta sua velocidade, ou pelo usuário apertando as mãos, o vento é comprimido e transformado em um vendaval poderoso, que tem força suficiente para derrubar uma pessoa. Quando usado em conjunto com shuriken ou kunai, as ferramentas tornam-se mais letais à medida que sua velocidade aumenta.

Fūton: Daitoppa
Rank: C
Requerimentos: Nenhum.
Descrição: Esta é uma técnica relativamente simples que cria uma súbita rajada de vento, mas sua escala varia muito, dependendo do usuário. Se usado por um shinobi superior, ele tem poder destrutivo suficiente para derrubar uma grande árvore. O vento da rajada pode soprar todas as coisas na linha do usuário de vista. A variação da técnica envolve uma explosão menor de vento que fica aceso com chama. Gaara, enquanto na sua transformação parcial, pode infundir esta técnica com areia e chakra para aumentar consideravelmente o potencial de dano.

Fūton: Toppa
Rank: C
Requerimentos: Nenhum.
Descrição: Depois de reunir o chakra no estômago, o usuário expulsa-o como uma rajada de vento. Essa técnica é poderosa o suficiente para eliminar tudo na vizinhança imediata do usuário. Essa técnica também pode ser usada para fins suplementares, como criar um vórtice de vento para salvar um aliado em queda.

Fūton: Kami Oroshi
Rank: B
Requerimentos: Nenhum.
Descrição: Essa técnica cria um vórtice de vento para explodir em um alvo. Ele pode ser usado em uma combinação com o Katon: Hibashiri e Doton: Tsuchi Kairōpara liberar um enorme inferno nos oponentes enquanto eles estão presos dentro do espaço confinado da terra.

Boruto Sutorīmu
Rank: B
Requerimentos: Perícia ou Afinidade Elemental: Fuuton
Descrição: Utilizando a liberação de vento, o usuário pode acelerar seus movimentos, criando um efeito semelhante à visão de túnel. Para alcançar velocidades mais altas, o usuário pode fazer com que os clones de sombra realizem a técnica, impulsionando-os a partir de seus pés. Esta técnica também pode ser usada em um aliado para aumentar sua velocidade.

Fūton: Kiryū Ranbu
Rank: B
Requerimentos: Nenhum.
Descrição: O usuário cria e controla as correntes de ar das palmas das mãos. A técnica é capaz de facilmente limpar a poeira solta na área. Também é realizado para criar uma tempestade de poeira controlável.

Fūton: Fūjin no Jutsu
Rank: B
Requerimentos: Nenhum.
Descrição: Essa técnica cria um fluxo de vento de alta velocidade contendo partículas de poeira, capaz de dizimar qualquer coisa que apareça em apenas alguns momentos. A técnica completa é direcionada através de mãos sobrepostas verticalmente que são colocadas na frente da boca do usuário após formar os selos manuais necessários.

Jūha Reppū Shō
Rank: B
Requerimentos: Nenhum.
Descrição: Esta técnica é um pouco de uma versão melhorada do Jūha Shō. Ele usa chakra para infundir e condensar uma grande quantidade de chakra do vento para formar uma enorme garra demoníaca que se estende da mão do usuário para atacar e agarrar um alvo, além de desviar qualquer arma ou ataque. Dependendo de seu uso, o usuário pode manipular o tamanho e o comprimento da garra para atacar e defender em qualquer alcance. Além de torná-lo uma arma mortal, a garra que se estende também carrega uma força tremenda que pode devastar qualquer coisa em seu caminho sem afetar o usuário, tornando-o útil para desalojar objetos sólidos e pesados.

Jūha Shō
Rank: B
Requerimentos: Nenhum.
Descrição: Uma poderosa técnica de chakra da natureza do vento que pode cortar qualquer material. Sora ativa invocando chakra em sua mão direita e, em seguida, passa uma onda de chakra que parece controlada pela vontade e pensamentos de Sora. Ele também é capaz de usar a técnica em um movimento rápido e sucessivo.

Ressenpū
Rank: B
Requerimentos: Nenhum.
Descrição: O usuário produz um poderoso fluxo de vento pela boca. Essa técnica foi poderosa o suficiente para dissipar vários clones de sombra em um instante.

Fūton: Kamikaze
Rank: B
Requerimentos: Perícia ou Afinidade Elemental: Fuuton
Descrição: O usuário libera uma rajada de vento que forma vários pequenos tornados. Combinado com Katon: Hibashiri, que forma um círculo no nível do solo, cria um furacão enorme e flamejante.


Código:
<center><div style="width:600px;">[spoiler="Jutsus básicos"]
[justify][font=Arial][b]Genjutsu: Kai[/b]
[b]Rank:[/b] Variável
[b]Descrição:[/b] O Genjutsu: Kai é utilizado para libertar a si ou à outras pessoas de um genjutsu. Ao cair em um genjutsu, o chakra no cérebro do alvo passa a ficar sob o controle do seu inimigo. Interrompendo a circulação do chakra por um curto período de tempo, é possível quebrar a ilusão. Caso esse método falhe, ainda é possível escapar do genjutsu com auxílio externo, com um companheiro tocando-lhe e emitindo chakra para descontrolar a circulação do chakra no seu corpo. Um jinchūriki que formou uma boa relação com a sua besta com cauda pode usufruir desse último método sempre que precisar.

[b]Fūnyū no Jutsu[/b]
[b]Rank:[/b] D
[b]Descrição:[/b] O Fūnyū no Jutsu é uma habilidade ninja padrão que permite selar uma variedade de itens usando Fūinjutsu. Uma ampla variedade de objetos e até mesmo seres vivos podem ser armazenados dentro de pergaminhos, podendo ser liberados quando o pergaminho é aberto ou estiver sob uma condição específica. Também é possível selar outras técnicas dentro de pergaminhos, como demonstrado por Kisame Hoshigaki, que usou isso como um meio para a Técnica da Prisão de Água e invocar seus tubarões, efetivamente imobilizando aqueles que tentavam ler o conteúdo do pergaminho. No anime, isso também é visto quando Shikamaru Nara convocou uma grande quantidade de água, e como parte do Ataque do Dragão Explosivo de Tenten.

[b]Kaifū no Jutsu[/b]
[b]Rank:[/b] D
[b]Descrição:[/b] O Kaifū no Jutsu é uma habilidade ninja padrão que permite que um ninja invoque uma variedade de itens que foram armazenados usando Fūinjutsu. Quando necessário, o usuário irá ativar os selos e lançar seu item ou arma de escolha. As armas são os objetos mais comumente selados: Tenten, uma especialista em armas de Konohagakure, por exemplo, usa esta técnica para armazenar suas muitas armas, tornando assim mais fáceis de carregar com ela; Toroi, de Kumogakure, usou esta técnica para armazenar as shuriken que ele usava em batalha; e marionetistas também usam esta técnica com suas marionetes, através de pergaminhos escondidos em vários compartimentos, ou um selo simples como um meio de aumentar o seu potencial próprio de matar, bem como esconder armas úteis da vista do adversário, conforme pode ser visto com a Manipulação da Força de Mil Mãos de Sasori.

[b]Shunshin no Jutsu[/b]
[b]Rank:[/b] D
[b]Descrição:[/b] O Shumshin no Jutsu é uma técnica de movimento de alta velocidade, permitindo que um ninja possa se mover de curta para longas distâncias a uma velocidade quase indetectável. Para um observador, ele aparece como se o usuário tiver teletransportado. Uma bomba de fumaça é ocasionalmente usada para disfarçar os movimentos do usuário. É realizado o uso do chakra temporariamente para revitalizar o corpo para se mover em velocidades extremas. A quantidade de chakra necessária depende da distância total e elevação entre o utilizador e o destino pretendido. Tem havido alguma confusão em algumas traduções entre este e o Jikuukan Ninjutsu, mas estes são de fato diferentes técnicas, esta técnica não é teletransporte e sim apenas um movimento extremamente rápido.

[b]Kawarimi no Jutsu[/b]
[b]Rank:[/b] E
[b]Selos:[/b] Carneiro, Javali, Touro, Cachorro e Cobra.
[b]Descrição:[/b] Com esta técnica, os usuários substituem o seu próprio corpo com algum outro objeto, geralmente com um bloco de madeira no momento de um ataque. Isso cria uma ilusão de ótica, fazendo com que o inimigo ache que o ataque foi bem sucedido. A partir disso, o usuário pode usar o lapso de atenção do inimigo para atacar ou fugir do campo de batalha. Etiquetas de explosivos podem ser anexados à substituição de uma surpresa adicionado. É um ninjutsu básico mesmo ensinado na Academia, mas é uma arte útil que pode ser aplicada em várias situações.

[b]Gake Nobori no Gyō[/b]
[b]Rank:[/b] E
[b]Descrição:[/b] Este é um método de treinamento que envolve escalar um penhasco íngreme alta ou usando apenas um braço. Ele se destina a melhorar a sua força e disciplina.

[b]Kakuremino no Jutsu[/b]
[b]Rank:[/b] E
[b]Descrição:[/b] Esta técnica permite que um ninja para ter uma capa ou um pedaço de pano para misturar em um objeto, tornando-os invisíveis. Konohamaru usa esta técnica constantemente no início da série para tentar enganar Naruto Uzumaki, mas usa disfarces pobres, como pedras quadradas com olho e buracos, capas que são incorretamente estampados ou girado em torno da maneira errada, ou simplesmente não cobrindo-se completamente , dessa forma traindo a ilusão.

[b]Bunshin no Jutsu[/b]
[b]Rank:[/b] E
[b]Selos:[/b] Carneiro, Cobra e Tigre.
[b]Descrição:[/b] Um ninjutsu que cria uma cópia intangível de seu próprio corpo, sem qualquer substância. Uma vez que o clone em si não tem a capacidade de ataque, e, assim, só pode ser usado para confundir o inimigo, que é usado principalmente em combinação com outros ninjutsu. É uma técnica básica, mas dependendo de uma engenho, ela pode ser utilizada de forma eficaz. Os clones se dissiparm quando entram em contato com algo.

[b]Nawanuke no Jutsu[/b]
[b]Rank:[/b] E
Descrição: Uma técnica básica ensinada na Academia. Ele permite que um ninja para libertar-se se eles foram amarrados. Como isto é feito é desconhecido.

[b]Henge no Jutsu[/b]
[b]Rank:[/b] E
[b]Selos:[/b] Cachorro, Javali e Carneiro.
[b]Descrição:[/b] Tendo em conta tudo o ninja missões são atribuídos a - coleta de inteligência, batalha, diversões - este é um ninjutsu de valor inestimável. Ele é geralmente usado para se transformar em outras pessoas do que a si mesmo, mas um também tem a capacidade de se transformar em animais, plantas e objetos inanimados, como até mesmo armas. Isto dá esta técnica uma grande quantidade de usos. A transformação de um shinobi habilidoso será exatamente como o artigo genuíno, por isso vai ser impossível dizer os dois separados. Por outro lado, a transformação realizada por uma pessoa inexperiente terá discrepâncias óbvias. A técnica de transformação é considerada entre as mais difíceis de rank E, uma vez que requer emissão constante de chakra enquanto mentalmente manutenção da forma. Em cima disso, o usuário seria, muito provavelmente, interagindo com o ambiente. Isso coloca pressão mental sobre um ninja inexperientes.

[b]Ki Nobori no Shugyō[/b]
[b]Rank:[/b] E
[b]Descrição:[/b] Ki Nobori no Shugyō é um método de treinamento utilizado para obter mais habilidades com controle de chakra. Esta formação envolve focalizar uma quantia fixa de chakra para o fundo do seus pés, e usar isso para subir em uma árvore sem utilizar as mãos. Se o fluxo de chakra é muito fraco, o usuário perderá sua posição na árvore e cair. Se ele for muito forte, o utilizador irá ser empurrada para longe da árvore, fazendo com que a árvore se quebre em torno do ponto de contacto com o utilizador.

[b]Suimen Hokō no Gyō[/b]
[b]Rank:[/b] E
[b]Descrição:[/b] Este método de treinamento é usado para obter um melhor controle de chakra. Para fazer isso, o utilizador tem de ser emitindo um fluxo constante de chakra a partir do fundo dos seus pés e usando a força repelente de atravessar a superfície da água. Esta técnica é muito mais difícil de dominar que a prática Ki Nobori no Shugyō, porque a quantidade de chakra que necessita de ser emitida muda constantemente.
Também foi mostrado que um pode usar seu chakra para "deslizar" em toda a superfície da água, como uma patinadora no gelo, em vez de apenas caminhar ou correr.[/font][/justify]
[/spoiler]

[spoiler="Fūton"]
[quote][b]Fūton: Taifūikka[/b]
[b]Rank:[/b] C
[b]Requerimentos:[/b] Nenhum.
[b]Descrição:[/b] O usuário cria uma rajada de vento que afasta todas as condições meteorológicas. É poderoso o suficiente para dissipar até mesmo o Kirigakure no Jutsu.[/quote]

[quote][b]Fūton: Reppūshō[/b]
[b]Rank:[/b] C
[b]Requerimentos:[/b] Nenhum.
[b]Descrição:[/b] Uma técnica de Liberação de Vento em que o usuário aumenta sua velocidade, ou pelo usuário apertando as mãos, o vento é comprimido e transformado em um vendaval poderoso, que tem força suficiente para derrubar uma pessoa. Quando usado em conjunto com shuriken ou kunai, as ferramentas tornam-se mais letais à medida que sua velocidade aumenta.[/quote]

[quote][b]Fūton: Daitoppa[/b]
[b]Rank:[/b] C
[b]Requerimentos:[/b] Nenhum.
[b]Descrição:[/b] Esta é uma técnica relativamente simples que cria uma súbita rajada de vento, mas sua escala varia muito, dependendo do usuário. Se usado por um shinobi superior, ele tem poder destrutivo suficiente para derrubar uma grande árvore. O vento da rajada pode soprar todas as coisas na linha do usuário de vista. A variação da técnica envolve uma explosão menor de vento que fica aceso com chama. Gaara, enquanto na sua transformação parcial, pode infundir esta técnica com areia e chakra para aumentar consideravelmente o potencial de dano.[/quote]

[quote][b]Fūton: Toppa[/b]
[b]Rank:[/b] C
[b]Requerimentos:[/b] Nenhum.
[b]Descrição:[/b] Depois de reunir o chakra no estômago, o usuário expulsa-o como uma rajada de vento. Essa técnica é poderosa o suficiente para eliminar tudo na vizinhança imediata do usuário. Essa técnica também pode ser usada para fins suplementares, como criar um vórtice de vento para salvar um aliado em queda.[/quote]

[quote][b]Fūton: Kami Oroshi[/b]
[b]Rank:[/b] B
[b]Requerimentos:[/b] Nenhum.
[b]Descrição:[/b] Essa técnica cria um vórtice de vento para explodir em um alvo. Ele pode ser usado em uma combinação com o Katon: Hibashiri e Doton: Tsuchi Kairōpara liberar um enorme inferno nos oponentes enquanto eles estão presos dentro do espaço confinado da terra.[/quote]

[quote][b]Boruto Sutorīmu[/b]
[b]Rank:[/b] B
[b]Requerimentos:[/b] Perícia ou Afinidade Elemental: Fuuton
[b]Descrição:[/b] Utilizando a liberação de vento, o usuário pode acelerar seus movimentos, criando um efeito semelhante à visão de túnel. Para alcançar velocidades mais altas, o usuário pode fazer com que os clones de sombra realizem a técnica, impulsionando-os a partir de seus pés. Esta técnica também pode ser usada em um aliado para aumentar sua velocidade.[/quote]

[quote][b]Fūton: Kiryū Ranbu[/b]
[b]Rank:[/b] B
[b]Requerimentos:[/b] Nenhum.
[b]Descrição:[/b] O usuário cria e controla as correntes de ar das palmas das mãos. A técnica é capaz de facilmente limpar a poeira solta na área. Também é realizado para criar uma tempestade de poeira controlável.
[/quote]

[quote][b]Fūton: Fūjin no Jutsu[/b]
[b]Rank:[/b] B
[b]Requerimentos:[/b] Nenhum.
[b]Descrição:[/b] Essa técnica cria um fluxo de vento de alta velocidade contendo partículas de poeira, capaz de dizimar qualquer coisa que apareça em apenas alguns momentos. A técnica completa é direcionada através de mãos sobrepostas verticalmente que são colocadas na frente da boca do usuário após formar os selos manuais necessários.[/quote]

[quote][b]Jūha Reppū Shō[/b]
[b]Rank:[/b] B
[b]Requerimentos:[/b] Nenhum.
[b]Descrição:[/b] Esta técnica é um pouco de uma versão melhorada do Jūha Shō. Ele usa chakra para infundir e condensar uma grande quantidade de chakra do vento para formar uma enorme garra demoníaca que se estende da mão do usuário para atacar e agarrar um alvo, além de desviar qualquer arma ou ataque. Dependendo de seu uso, o usuário pode manipular o tamanho e o comprimento da garra para atacar e defender em qualquer alcance. Além de torná-lo uma arma mortal, a garra que se estende também carrega uma força tremenda que pode devastar qualquer coisa em seu caminho sem afetar o usuário, tornando-o útil para desalojar objetos sólidos e pesados.[/quote]

[quote][b]Jūha Shō[/b]
[b]Rank:[/b] B
[b]Requerimentos:[/b] Nenhum.
[b]Descrição:[/b] Uma poderosa técnica de chakra da natureza do vento que pode cortar qualquer material. Sora ativa invocando chakra em sua mão direita e, em seguida, passa uma onda de chakra que parece controlada pela vontade e pensamentos de Sora. Ele também é capaz de usar a técnica em um movimento rápido e sucessivo.[/quote]

[quote][b]Ressenpū[/b]
[b]Rank:[/b] B
[b]Requerimentos:[/b] Nenhum.
[b]Descrição:[/b] O usuário produz um poderoso fluxo de vento pela boca. Essa técnica foi poderosa o suficiente para dissipar vários clones de sombra em um instante.[/quote]

[quote][b]Fūton: Kamikaze[/b]
[b]Rank:[/b] B
[b]Requerimentos:[/b] Perícia ou Afinidade Elemental: Fuuton
[b]Descrição:[/b] O usuário libera uma rajada de vento que forma vários pequenos tornados. Combinado com Katon: Hibashiri, que forma um círculo no nível do solo, cria um furacão enorme e flamejante.[/quote]
[/spoiler]</div></center>

_______________________

[FP] Yudi Matsui D33282486118ea510fc03c17552d0d0a

FP | GF | MA | IA | B | CJ
-

Última edição por Fanecas em 16/6/2020, 19:08, editado 1 vez(es)
Ange
Administradora
Ange
Vilarejo Atual
Ícone : [FP] Yudi Matsui HKIv36V

Re: [FP] Yudi Matsui - em 13/6/2020, 22:47

Ficha movida de Inscrições para Fichas Aprovadas.
Não se esqueça de solicitar a sua modificação de rank para pegar a corzinha da sua vila.

_______________________

[FP] Yudi Matsui Scre1755
[FP] Yudi Matsui WcjvPI9Olá, eu sou a Angell.
Vim te trazer alguns conselhos que facilitarão o seu jogo aqui no Naruto RPG Akatsuki:

Admineiros Leia o nosso Sistema de Conduta e mantenha a paz tanto no seu ON quanto no seu OFF.
Admineiros Conheça o Akatsuki Shop!
Admineiros Fique atento às Notícias do nosso fórum!
Admineiros Em caso de dúvidas, visite a área de Dúvidas ou o tópico de Dúvidas Rápidas.
Admineiros Acesse a área de Sugestões para expor as suas ideias e incrementar o jogo de todo mundo!
Admineiros Entre no nosso servidor do Discord e socialize!
-
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [FP] Yudi Matsui -

-


Layout por @Akeido Skins, @Loola Resources e Naru.