>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Inverno

Indra
Juuichidaime Hokage
Indra
Vilarejo Atual
Ícone : filler: UM COPO DE WHISKY, por INDRA. Tumblr10

https://www.narutorpgakatsuki.net/t73475-fp-sarutobi-kaden https://www.narutorpgakatsuki.net/t73468-gestao-sarutobi-kaden

filler: UM COPO DE WHISKY, por INDRA. - 22/3/2020, 01:39


Indra foi para o bar naquela noite, porque tinha a certeza de que precisava de um pouco de inspiração para fazer algo de útil. Começou sentando numa cadeira de frente para o balcão, tirando o caderno do estojo de armas e pegando uma caneta, começando a anotar tudo o que poderia ser necessário para ir ao Chuunin Shiken, caso fosse convocado pelo Hokage ou tivesse que ficar na vila, protegendo-a de perigos externos. Já tinha comprado equipamentos o suficiente para levar para Uzushiogakure, ou simplesmente para ficar em Konoha, e já estava planejando quais seriam as suas próximas invenções. Tinha uma cujo nome seria “Flame Arrow”, mas ainda precisava dar mais alguns detalhes na invenção, fora as outras que estava desenhando.

De repente o barman, um homem de cinquenta e poucos anos, apareceu ali e fitou Indra, mas não o incomodou até que o mesmo fechasse o seu caderno de anotações e suspirasse, sentindo o corpo inteiro pesado. Pegou um outro livro do bolso, desta vez um que falava sobre a anatomia humana. Estava lendo-o fazia alguns dias, já sabendo como funcionava o cérebro, as zonas erógenas do corpo (algo que não lhe interessava em nada), e também onde cortar para tirar mais sangue. Mas só foi Indra suspirar novamente que o senhor abriu a boca para falar.

- Noite difícil, rapaz? – perguntou o velho, limpando o copo de vidro. Parecia ser um homem sério, seletivo, daqueles que não dá papo para qualquer um, mas parecia se afeiçoar ao rapaz. - Ultimamente não tem um shinobi de Konoha que não entre aqui tenso e bufando. – comentou, pegando uma garrafa de whisky e colocando em cima da mesa.

- Só estou tendo um bloqueio criativo, senhor. Não é nada demais. – disse, tentando ler o livro, mas depois de alguns segundos, ele sentiu que não conseguiria mais e fechou-o novamente. Levou os dedos aos olhos, mas lembrou-se de que não era uma atitude recomendável, principalmente por causa das bactérias que poderiam se transformar em vírus dentro do seu organismo. - Minha mente está borbulhando desde que o Chuunin Shiken foi anunciado. Dizem que vão convocar guardas para acompanhar o Hokage, só não se sabe quem ainda. – sussurrou.

- Bom, garoto… – ele pegou um pouco de whisky no copo e colocou em cima da mesa, não dizendo nada. - Os membros do alto escalão de Konoha são obrigados a manterem os grandes segredos do resto de Konoha, mas aparentemente eles esquecem disso aqui dentro. – sussurrou, para que as outras pessoas dentro do bar não ouvissem. - Soube o que houve com aquele conselheiro. Você fez o que deveria ser feito. Nunca se esqueça disso. Por conta da casa. – pegou o copo e ofereceu para Indra, enchendo outro copo para si. O garoto, tentado a tomar o líquido, acabou aceitando. - Por Konoha!

- Por Konoha! – brindou baixo. Já tinha visto o seu pai fazer isso algumas vezes, vendo as batidas nas taças de champanhe ou de vinho, e então fez o mesmo com o homem, tomando um pouco daquele líquido e imediatamente sentindo as maçãs do rosto corarem e a mente sofrer um forte bloqueio. Mas aquilo durou alguns segundos, cujos efeitos ele conhecia apenas por ouvir as palavras da mãe sobre o pai. - Acredito que isso seja um dos efeitos da bebida, não é? Desculpe, mas eu não sou muito de fazer essas coisas. Na verdade… Nunca bebi antes. – comentou, colocando o copo limpo na mesa.

- Eu imaginei. Só é estranho que o filho de Kobayashi Seizen não beba. Mas bem, nem todos os filhos homens puxam o pai, não é? Você tem fama de ser mais prudente, apesar de ser considerado um inventor meio fora da curva. – comentou o barman, sabendo o suficiente sobre a reputação de Indra. - O que é essa coisa em seu peito, se me permite a pergunta?

- Se chama Reator ARC. Quando me tornei inventor, percebi que as minhas invenções precisariam de uma fonte de energia que não fosse propriamente o meu chakra. Então surgiu a ideia de criar esse aparato aqui. Uma forma de energia limpa que vai me permitir criar novas coisas, chegar a lugares que cientista nenhum chegou. Para começar, inventei uma armadura chamada Black Ranger, que é capaz de voar até 30 metros em combate. – comentou, mas não era que estava louco para contar para o barman que mal sabia o nome sobre a sua vida, mas uma forma de manter a chama da curiosidade acesa nos moradores da vila, tendo planos para o futuro. - Além, é claro, de me proteger de golpes de espada. Tudo isso vai ser necessário se eu quiser continuar me aperfeiçoando.

- Acredito que você vai conseguir aquilo que deseja, garoto. Dizem que você tem uma inteligência que é fora do comum. Uma hora isso vai se transformar em algo grande. – sussurrou, e Indra acreditou naquilo. Precisava acreditar. - Os Jounins já não falam mais de você rindo, eles até mesmo te admiram. É com os mascarados que você tem que tomar cuidado. Digamos que você divide opiniões entre eles.

- É porque eles foram negligentes com a morte dos ninjas da vila, enquanto o culpado estava agindo debaixo do nariz empinado deles. – comentou, batendo com o dedo no copo, pedindo mais um pouco de whisky, fazendo até menção de pegar o dinheiro para pagar, mas o barman prontamente recusou, enchendo o copo para ele.

[…] Ele voltou para casa um pouco alterado da bebida, depois de tomar uma garrafa inteira.  Talvez tivesse contado demais para o barman, mas não entregou nenhum segredo da vila ou da missão para ele, apenas alguns fatos estranhos sobre o seu pai, como o fato dele esconder os cigarros dentro da gaveta do quarto do garoto ou de ter se envolvido com a esposa de um criminoso, coisa que muita gente sabia. Parecia estar melhor do que aqueles que bebiam pela primeira vez e não tinham nenhuma experiência com o álcool.

Caminhou lentamente pela sala, passando pela maquete que havia feito de um prédio de nome “Kobayashi Corp”, deixando o livro em cima da bancada da cozinha. Esquentou dois copos de rámen e voltou a ficar lendo o seu livro, segurando-o com as duas mãos, tentando de todas as formas ler o livro que tinha na bancada, mas acabando por desistir. Por mais que o álcool não o fizesse vomitar ou fazer coisas estúpidas, acabava com a sua concentração. Pelo menos os pensamentos ruins haviam sumido por um momento. Enquanto sentava-se na cadeira da cozinha, cuja luz estava desligada e iluminada apenas com a luz da Lua vinda pela janela, com a cabeça pesada e girando um pouco, somente um pensamento conseguia ganhar força em sua cabeça.

- Nunca mais eu bebo. – prometeu Indra a si mesmo, não gostando nenhum pouco de ficar naquele estado lamentável, tendo que reunir forças para dar pequenos passos ou realizar tarefas que faria facilmente se não estivesse alcoolizado. Não era uma coisa que queria para a sua vida.

Foi só o rámen ficar pronto que ele foi buscar os dois copos, sentando à mesa e comendo o primeiro com pressa, como se estivesse passando fome à dias. Depois foi o segundo copo, dessa vez ele foi mais devagar, digerindo melhor a comida e soltando um pum alto quando terminou de comer, não se incomodando já que estava sozinho em casa. - Agora é a hora que a gente tenta aprender mais alguma coisa sobre a anatomia humana. – Sussurrou para si, ignorando o cheiro ao redor. Pegou o livro e o colocou na mesa, começando a ler.

- Normalmente, ao estudar-se anatomia humana o foco maior é dado à anatomia sistêmica. Os sistemas estudados, em geral, são: tegumentar, esquelético, muscular, nervoso, cardiovascular, respiratório, digestório, urinário, endócrino e reprodutor. Veja um pouco mais sobre eles a seguir: Sistema tegumentar: formado pela pele, que é responsável por isolar nosso corpo, protegê-lo contra a entrada de patógenos e regular a temperatura; Sistema esquelético: formado por ossos e cartilagens, fornece sustentação e garante movimento ao nosso corpo; Sistema muscular: formado pelos músculos estriados esqueléticos que atuam, por exemplo, na locomoção; Sistema nervoso: formado por encéfalo, medula espinhal e nervos, ajuda na percepção de mudanças no meio externo e interno do nosso corpo; Sistema cardiovascular: formado pelo coração e por vasos sanguíneos, atua na distribuição de substâncias para todas as células do corpo; Sistema respiratório: formado por nariz, faringe, laringe, traqueia, brônquios, bronquíolos, alvéolos e pulmões, atua garantindo a entrada do oxigênio no nosso corpo e a eliminação de gás carbônico; Sistema digestório: formado por boca, faringe, esôfago, estômago, intestino delgado, intestino grosso e glândulas acessórias, sua principal função é retirar e absorver os nutrientes dos alimentos que ingerimos; Sistema urinário: formado por rins, ureteres, bexiga e uretra, é responsável por eliminar substâncias tóxicas ao corpo; Sistema endócrino: formado por todas as glândulas endócrinas do corpo e envolvido com a produção de hormônios, que regulam as mais variadas funções do nosso organismo; Sistema reprodutor: na mulher é formado por ovários, tuba uterina, útero, vagina e vulva; no homem é formado por testículo, epidídimo, ductos deferentes, uretra, pênis e algumas glândulas. Sua função é garantir a reprodução da espécie.

Chakra: 1800/1800 ▵ HP: 1775/1775 ▵ FOR: 00/04 ▵ VEL: 00/05 ▵ ST: 00/06 ▵ ARC: 900/900
(Filler) ▵ (O1/O1)


Considerações:

Resumo: Filler + Conhecimento Anatômico (1), 1531 palavras.

Dados: Aparência e vestimenta de Indra baseadas no personagem Death the Kid, do anime Soul Eater, possuindo um aparelho chamado Reator ARC em seu peito, um estojo de equipamentos na cintura, à esquerda, Flair Jacket cobrindo a roupa, Tanto presa nas costas, anéis de caveiras em cada dedo, sem nenhuma habilidade especial.

Buffs do Personagem:

Agilidade Aguçada: Permite esquivar-se de movimentos com até 2 pontos a mais do que o usuário, mas sem poder perceber.
Especialidade em Deslocamentos: Permite o uso do Afterimage Clone e Shunshin no Jutsu sem acréscimo de chakra, além de dobrar o aumento de velocidade para 2.
Bom Controle de Chakra: 15% de redução em jutsus.
Perícia Elemental (Raiton): 50% de redução dos jutsus do elemento relâmpago.
Qualidades/Especialidades:

Quallidades: Prodígio (3), Agilidade Aguçada (2), Tecnólogo (2), Habilidade em Ninjutsu (2), Bom Controle de Chakra (2), Inteligência Avançada (2), Perícia Elemental: Raiton (1), Conhecimento Científico (1) e Hábil em Selos (1).
Habilidade Única: Inventor
Especialidades: Especialidade em Aprendizagem e Especialidade em Deslocamentos
Equipamentos:

Bolsa de Armas: [06] Kunais; [06] Shurikens; [11] Kibaku Fuda (12x0.25: 3 slots); [03] Kemuridama; [01] Hitai-Ate; [01] Flair Jacket; [01] Mecanismo de Kunai Oculta; [01] Tantõ;

Invenções: Reator ARC / Black Ranger
Jutsus/Equipamentos Usados:


_______________________

filler: UM COPO DE WHISKY, por INDRA. Tumblr_pl035uEflG1uocgm5o2_500

-

Última edição por Indra em 22/3/2020, 01:49, editado 1 vez(es)
Luishturella999
Jōnin
Luishturella999
Vilarejo Atual
Ícone : filler: UM COPO DE WHISKY, por INDRA. 100x100

https://www.narutorpgakatsuki.net/t70499-f-p-squall-sarutobi#532365 https://www.narutorpgakatsuki.net/t69839p30-gestao-de-ficha-squall-saruhatake

Re: filler: UM COPO DE WHISKY, por INDRA. - 22/3/2020, 01:47

@
-


Edição de Aniversario por Shion e Senko.