NOVIDADES
Atividades Recentes
A LUZ DAS TREVAS
Arco 02
Ano 26 DG
Verão
Meses se passaram desde a missão de investigação ao Castelo da Lua, no País do Vento, que culminou na Batalha da Lua Minguante. Soramaru, o cientista responsável pelos experimentos, morreu em combate, assim como outros ninjas do lado da aliança. Após a missão ser bem-sucedida, mas carregando tantas mortes, Karma, o líder da missão, ficou responsável por relatar às nações o máximo de informações sobre a organização por trás dos crimes agora que estava com o selo enfraquecido e com isso ele revelou o verdadeiro nome dela: Bōryokudan. Ainda não tendo como fornecer mais detalhes, pois o selo se manteve, e precisando de mais pistas antes de investir novamente em uma missão, Karma saiu em missão em nome das Quatro Nações para encontrar o paradeiro dos demais membros da organização — e sua primeira desconfiança recaiu sobre Kumo.

O mundo, no entanto, mudou nestes últimos meses. Os Filhos das Nuvens concluíram a missão de extermínio aos antigos ninjas da vila e implementaram um novo sistema político em Kumo ao se proclamarem o Shōgun sobre as ordens não de um pai, mas do Tennō; e assim ela se manteve mais fechada do que nunca. Em Konoha a situação ficou complicada após a morte de Chokorabu ao que parece estar levando a vila ao estado de uma guerra civil envolvendo dois clãs como pivôs. Suna tem visto uma movimentação popular contra a atual liderança da vila após o fracasso em trazer a glória prometida ao país. Já em Kiri a troca de Mizukage e a morte de ninjas importantes desestabilizaram a política interna e externa da vila. E em Iwa cada dia mais a Resistência vai se tornando popular entre os civis que estão cansados demais da fraqueza do poderio militar ninja. Quem está se aproveitando destes pequenos caos parece ser as famílias do submundo, cada vez mais presentes e usando o exílio de inúmeros criminosos para Kayabuki como forma de recrutar um exército cada vez maior.

E distante dos olhares mundanos o líder da Bōryokudan, Gyangu-sama, se incomoda com os passos de Karma.
... clique aqui para saber mais informações
SHION
SHION#7417
Shion é o fundador do RPG Akatsuki, tendo ingressado no projeto em 2010. Em 2015, ele se afastou da administração para focar em marketing e finanças, mas retornou em 2019 para reassumir a liderança da equipe, com foco na gestão de staff, criação de eventos e marketing. Em 2023, Shion encerrou sua participação nos arcos, mas continua trabalhando no desenvolvimento de sistemas e no marketing do RPG. Sua frase inspiradora é "Meu objetivo não é agradar os outros, mas fazer o meu trabalho bem feito", refletindo sua abordagem profissional e comprometimento em manter a qualidade do projeto.
Angell
ANGELL#3815
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Indra
INDRA#6662
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Wolf
Wolf#9564
Wolf é jogador do NRPGA desde fevereiro de 2020, tendo encontrado o fórum por meio de amigos, afastando-se em dezembro do mesmo ano, mas retornando em janeiro de 2022. É jogador de RPG desde 2012, embora seu primeiro fórum tenha sido o Akatsuki. Atua como moderador desde a passagem anterior, se dedicando as funções até se tornar administrador em outubro de 2022. Fora do RPG cursa a faculdade de Direito, quase em sua conclusão, bem como tem grande interesse por futebol, sendo um flamenguista doente.
Mako
gogunnn#6051
Mako é membro do Naruto RPG Akatsuki desde meados de 2012. Seu interesse por um ambiente de diversão e melhorias ao sistema o levou a ser membro da Staff pouco tempo depois. É o responsável pela criação do sistema em vigor desde 2016, tendo trabalhado na manutenção dele até 2021, quando precisou de uma breve pausa por questões pessoais. Dois anos depois, Mako volta ao Naruto RPG Akatsuki como Game Master, retornando a posição de Desenvolvedor de Sistema. E ainda mantém uma carreira como escritor de ficção e editor de livros fora do RPG, além de ser bacharel em psicologia. Seu maior objetivo como GM é criar um ambiente saudável e um jogo cada vez mais divertido para o público.
Akeido
Akeido#1291
Aliquam lacinia ligula nec elit cursus, sit amet maximus libero ultricies. Cras ut ipsum finibus quam fringilla finibus. Etiam quis tellus dolor. Morbi efficitur pulvinar erat quis consectetur. Ut auctor, quam id rutrum lobortis, lorem augue iaculis turpis, nec consectetur enim nisl eu magna. Sed magna dui, sollicitudin quis consequat ac, faucibus sed mauris. Donec eleifend, nisl a eleifend dignissim, ipsum urna viverra leo, sed pulvinar justo ex vitae enim. Donec posuere sollicitudin velit eu vulputate.
Havilliard
Havilliard#3423
Aliquam lacinia ligula nec elit cursus, sit amet maximus libero ultricies. Cras ut ipsum finibus quam fringilla finibus. Etiam quis tellus dolor. Morbi efficitur pulvinar erat quis consectetur. Ut auctor, quam id rutrum lobortis, lorem augue iaculis turpis, nec consectetur enim nisl eu magna. Sed magna dui, sollicitudin quis consequat ac, faucibus sed mauris. Donec eleifend, nisl a eleifend dignissim, ipsum urna viverra leo, sed pulvinar justo ex vitae enim. Donec posuere sollicitudin velit eu vulputate.
HALL DA FAMA
TOP Premiums
Torne-se um Premium!
1º Lugar
Starfox
2º Lugar
Senju Inazuma
3º Lugar
Raves
1º Lugar
Starfox
2º Lugar
Tensai
3º Lugar
Zireael
Os membros mais ativos do mês
Angell
[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_lcap[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Voting_bar[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_rcap 
730 Mensagens - 42%
Starfox
[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_lcap[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Voting_bar[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_rcap 
192 Mensagens - 11%
Zireael
[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_lcap[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Voting_bar[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_rcap 
156 Mensagens - 9%
Kurt Barlow
[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_lcap[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Voting_bar[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_rcap 
114 Mensagens - 7%
Sevenbelo
[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_lcap[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Voting_bar[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_rcap 
103 Mensagens - 6%
Tensai
[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_lcap[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Voting_bar[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_rcap 
101 Mensagens - 6%
Zero
[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_lcap[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Voting_bar[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_rcap 
100 Mensagens - 6%
Shion
[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_lcap[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Voting_bar[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_rcap 
98 Mensagens - 6%
Kaguya
[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_lcap[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Voting_bar[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_rcap 
81 Mensagens - 5%
Nan
[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_lcap[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Voting_bar[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_rcap 
78 Mensagens - 4%

Os membros mais ativos da semana
Angell
[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_lcap[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Voting_bar[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_rcap 
16 Mensagens - 37%
Kurt Barlow
[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_lcap[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Voting_bar[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_rcap 
5 Mensagens - 12%
Sly
[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_lcap[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Voting_bar[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_rcap 
4 Mensagens - 9%
Coca
[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_lcap[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Voting_bar[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_rcap 
4 Mensagens - 9%
sinhorelli
[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_lcap[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Voting_bar[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_rcap 
3 Mensagens - 7%
Raves
[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_lcap[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Voting_bar[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_rcap 
3 Mensagens - 7%
Shion
[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_lcap[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Voting_bar[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_rcap 
2 Mensagens - 5%
Keel Lorenz
[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_lcap[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Voting_bar[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_rcap 
2 Mensagens - 5%
Summer
[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_lcap[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Voting_bar[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_rcap 
2 Mensagens - 5%
Zero
[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_lcap[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Voting_bar[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Vote_rcap 
2 Mensagens - 5%


Gesso
Genin
[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas RWeMLeI
[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas RWeMLeI

I'm free...

Caos…

Não era isso que Natsumi tanto queria?

Sim.

Pois bem…

Kirigakure estava em pandemônio. Uma caça contra os adeptos de Jashin que não receberam a marca se iniciava, mas a população já tinha perdido a cabeça totalmente, atacando quem visse pela frente.

A tokujō retornava de Amegakure em passos lentos, passando os portões e se deparando com todo o desespero que aquela sociedade estava. Pessoas eram perseguidas, porém a Hattori ignorava tudo aquilo, caminhando tranquilamente. Para a garota que viveu no perigo desde criança, o que estava ocorrendo na aldeia era surreal. Corpos estavam estirados no chão, sem vida. Gritos, coisas quebrando, choro, era uma calamidade pública. Tudo causado pelo deus de sangue, que a tokujō viu de perto, a poucos metros de si. O deus que invadira a cabeça da kunoichi e suas palavras jamais saíram dela.

Aproximando-se de sua casa, notava algo diferente. Parecia que, quando ficava cada vez mais perto, mais frio sentia. A sensação esquisita acendeu um sinal de alerta nela, que a fez apertar o passo até chegar em sua porta e abrir com urgência. Os dois possuíam cabelos com tonalidades de azul diferentes de Natsumi, a mulher tinha um cabelo mais próximo do roxo claro, enquanto o homem tinha um cabelo mais próximo do azul-escuro, quase preto.


Instintivamente, Natsumi sacou sua tōken e se afastou por dez metros dos dois e começou a andar rodeando os dois, apontando sua lâmina para os dois. — Quem são vocês?! — exclamou para eles, mas ficaram quietos, seus rostos transmitiam uma soberba, como se Natsumi não fosse um perigo. — DIGAM! — gritava de novo, rangendo os dentes. Passou dez segundos sem uma resposta, estavam calados perante a dona da casa, que se viu desrespeitada por tal ousadia. Não pensara duas vezes antes de partir numa velocidade altíssima contra o homem. O avanço da tokujō era na velocidade do tilintar da sua espada. A sua experiência enfrentando os imortais fizera a Hattori criar o costume de sempre cortar a cabeça, e assim ela queria contra aquele desconhecido. O homem, tão rápido quanto a kunoichi, inspirou e soltou o ar numa rapidez que poucos conseguiam, depois daquilo, Natsumi não soube o que aconteceu, só percebeu quando já estava desarmada e imobilizada pelo homem, com sua espada se arrastando pelo chão. — Argh! Me solta! — a ninja de Kiri se debatia para tentar sair, mas inútil, a força do homem era muito maior que a dela. — Ela puxou seu temperamento. — a mulher fora a primeira a soltar uma palavra. — Não sou tão descuidado assim, Fuyuki. — respondeu o homem, um pouco irônico. — Vão se foder! Quem são vocês? — Natsumi questionava-os novamente. — Fique mais calma, garota, e nós te contaremos. — falou Fuyuki. — Que merda!! — a Hattori gritou e desistiu de tentar sair.

Devagar, o homem soltava a garota, que logo correu para pegar a espada e ficou frente a frente com ambos, novamente apontando a lâmina para eles, mas, depois de dois segundos, embainhou a arma. O clima de tensão diminuía gradualmente.

Queríamos ver se era você mesmo. — disse o homem, sentando-se no sofá. A mulher de cabelos roxos dava alguns passos em direção à Natsumi, que recuou um pouco, ainda desconfiada. Notando isso, Fuyuki parou.

Somos de uma terra distante… mas vivemos em Kirigakure por um tempo, fugimos daqui há… doze anos. — revelou. Natsumi, sem perder tempo, calculou os anos com a sua idade… quatro anos, era a idade quando ela foi abandonada. — Não pode ser… — a ninja pensou. — Durante todo esse tempo, tivemos que ficar em exílio, sem qualquer chance de voltarmos para cá e reencontrarmos nossa… — a mulher ia falar, mas Natsumi cortou. —… filha. — completou a tokujō. A ninja deu um soco na bancada de sua cozinha, rachando a madeira. Ela não parecia aceitar o fato que ali na frente deles… estavam seus pais. — Por quê? POR QUÊ?! — a menina começava a perder a calma. — Vivi a minha vida toda sofrendo, comia lixo, tive que lutar para sobreviver nessa vila! Por que vocês me abandonaram?! — a ninja queria encontrar motivos plausíveis para ter vivido toda aquela vida de merda que teve. O homem levantou-se por precaução. — Calma, Daisuke. Eu resolvo. — Fuyuki queria falar com sua filha. — Natsumi… você tem que entender… Não foi nossa culpa. — a tokujō se virou. — Como não foi?! COMO?! O que aconteceu para me largarem aqui? — o choro na cara dela era evidente. Daisuke perdia a paciência e tomava a frente de Fuyuki. — Estávamos sendo perseguidos, e na hora da fuga, você se perdeu no caminho! — o homem gritou e Natsumi se calou, era a primeira vez em sua vida que sentia a presença de um pai. — Não tinha como voltarmos para te encontrar, tivemos que continuar a fugir e oramos para que você pudesse sobreviver. — Fuyuki explicava com mais calma.

Natsumi ficou sem palavras. Tudo que ela teve que sofrer durante sua infância foi por culpa dela? Aquilo foi um baque para ela, estava tudo na conta dela… tudo. Ela secou as lágrimas com as costas das mãos. — Orar não adianta. Descobri isso essa semana. — comentou, quebrando o clima de tensão. Ela andou até o sofá e respirou fundo. — Por que justamente agora? Parece coincidência ser logo após voltar para casa.

Quando a Lua Vermelha surgiu, fora liberada a viagem até aqui. — revelou Daisuke. — Mas… ontem, quando a população começou a morrer, ficamos preocupados com você. — Fuyuki dizia e Natsumi respondia rindo. — Só agora se preocuparam? — questionava-os ironicamente. — Garota, acha que não sabemos como você estava esse tempo todo? Não é difícil saber hoje em dia. — contou Daisuke. — Viemos até aqui porque fazia alguns dias que não recebíamos informações suas, falaram que não estava na vila. — ele citava o fato de Natsumi ter saído para enfrentar o Pastor e companhia. — E também… — o homem engolia em seco. —… sua irmã morreu. — Fuyuki teve coragem de completar.

Irmã? Eu também tinha uma irmã? — Natsumi não acreditava no que estavam escondendo dela. — Ela morreu quando todos morreram, sendo levada pelo deus maluco que apareceu. — revelou. — Então foi uma escolha dela. — disse a Hattori, um pouco mais direta. — Não. — Daisuke voltava à cena. — Ela foi sequestrada e forçaram a ela a ter essa marca de merda… e eu não fui capaz de impedir. — o pai de Natsumi sentia-se culpado por isso, era óbvio. Fuyuki, de seu bolso, puxava uma foto, era a irmã de Natsumi segurando a tokujō, ainda bebê, no colo. Seus cabelos eram rosa, diferente de todos. — Ela desde pequena queria ter o cabelo rosa, não gostava do nosso tom azulado. — Fuyuki conseguia dar uma leve risada, apesar de lembrar de sua falecida filha. — Hattori Violet. — a mãe dizia.


Toda a família ficava alguns minutos quieta, cada um pensando em algo, mas Natsumi quebrava o silêncio e andava pela casa mais uma vez. — Bom… você sabem que eu estou bem, e agora? O que vão fazer? — perguntou, um pouco impaciente até. — Não viemos só para isso. Viemos para te pedir algo. — Daisuke veio até o sofá e pegou um papel que estava ali. — Descobrimos quem sequestrou Violet e talhou a marca à força… e também que ele estará numa vila próxima daqui um ano. — revelou. — Quero que você o encontre e mate-o… da pior forma possível. — disse Daisuke. — Não podemos ficar aqui com você até lá, temos que retornar para Ōkamifoji logo para controlarmos a situação por lá. — explicou. — Ōkamifoji? — Natsumi ficava confusa. — Nosso lar. — Fuyuki era sucinta. — Um dia você irá para lá, seja para conhecer ou então para viver lá mesmo. — finalizou.

O casal arrumavam as coisas dele para partir. — Dessa vez não será um adeus, mas sim, um até logo. — a mãe parecia feliz. — Natsumi, foco. Estude a vila que ele irá ficar, será importante para conseguir matá-lo. — seu pai abria a porta depois de falar. — Assim que o levar para o inferno, venha até nós. — finalizou. Fuyuki e Daisuke sumiam pela vila como o vento, largando a Hattori ali, somente com os papéis e a foto de Violet. Nos papéis tinha a foto do sujeito e o seu nome.

Kagero Donne.

SEIS MESES DEPOIS...

Uma carta chegava até a casa de Natsumi. A garota recém-completava dezessete anos naquela época de verão. A vila já estava mais calma, as coisas voltavam a funcionar.

“Hattori Natsumi, devido aos seus esforços na luta contra o Jashinismo, avaliamos e concedemos a você o cargo de Jōnin de Kirigakure no Sato. Obrigado pela coragem e força em enfrentar o inimigo e salvar o mundo.”

Com dezessete anos… Natsumi se tornava Jōnin. Uma kunoichi de alto nível. Para alguém que havia falhado duas vezes para ser uma Chūnin, não estava mal.

Feliz não era um adjetivo adequado para ela… satisfeita e contente? Talvez. Andando pela casa, via a foto de Violet a segurando no colo. Lembrava de sua missão. Seus pais não deram mais sinal de vida desde aquela visita. — Tá bom… vamos atrás desse cara. — abrindo uma gaveta, retirava os papéis com as informações repassadas. A vila a qual ele estaria daqui a seis meses não era tão longe de Kiri.

Não demorava muito para chegar até aquela pequena vila que tinham dito, demorara apenas um dia. Haviam poucas coisas, mas tinha o essencial. A ninja escondia quaisquer identificações de Kirigakure ao entrar na aldeia. Um ancião estava sentado em frente a sua casa, e fora abordado por Natsumi. — Está vindo um homem chamado Kagero Donne para cá, correto? Vim de muito longe só para encontrá-lo. — mentia para o senhorzinho. — Nosso pastor só vem daqui a seis meses, você chegou muito adiantada, mocinha. — brincou com ela. — Mas você também tem sorte, porque eu tenho uma cama sobrando aqui em casa, pode dormir aqui até ele chegar… mas vai ter que trabalhar! — exigiu, brincando. A jōnin soltava uma fraca risada, e aceitava a oferta. E assim a missão da Hattori se iniciava: ser uma simples moradora daquela vila.

MAIS SEIS MESES DEPOIS...

Um alvoroço naquele vilarejo se iniciava logo pela manhã, mas não era uma confusão, e sim uma comoção generalizada. Natsumi acordava com o início do tumulto, sem saber muito bem o que estava acontecendo. O ancião que a acolheu logo apareceu em seu quarto, bem contente. — Ele finalmente chegou. — disse, feliz. A jōnin demorou alguns segundos para raciocinar, pois acabara de despertar, mas se ligou: Kagero Donne na aldeia. Rapidamente ela levantou-se da cama e foi para fora da vila. Uma multidão rodeava um homem loiro, com uma aparência jovial, seus olhos tinham heterocromia, sendo um olho amarelo e outro vermelho, e aquilo chamava a atenção, era indistinguível. — O maldito chegou. — pensara a ninja, que ficou acompanhando a movimentação da multidão em volta dele.

Calma, meus irmãos, vamos devagar. Há muito a se fazer. — disse o alvo, para os seus moradores em volta dele. Gritos de “por favor, me escolha!”, “me leve junto com você!” eram entoados constantemente, a religião jashinista, mesmo quebrada após um ano, continuava a capturar mais fiéis.

Kagero andou com todos ali até chegar na entrada de uma igreja, bem modesta, por sinal. Natsumi enxergava ali uma oportunidade de matá-lo. A multidão finalmente se organizara, saindo da cola do homem e ficando a alguns metros dele, semelhante a uma plateia. A Hattori não era uma estranha naquela aldeia, por isso podia se movimentar entre os civis com tranquilidade até chegar nos fundos da capela. De lá, subiu nos telhados e chegou no topo do mastro, ficando a mais de cinquenta metros acima de seu alvo. — Irmã… você será vingada. — sussurrou a jōnin, sacando sua Nuibari.

Natsumi pulou do alto do mastro e foi descendo como um foguete em direção a ele, preparando o movimento do assassinato no meio do trajeto. A agulha perfuraria sua cabeça de cima a baixo, sem dó, mas… Kagero não era um mero pastor.

Sem olhar, o homem desviou do golpe, surpreendendo a ninja, fazendo a Nuibari fincar agressivamente no chão. — Previsível. — disse ele, debochando. Natsumi não respondia, somente tecia selos, seus punhos e pés ficavam envoltos em chamas azuis. Aquilo fez Kagero lembrar de algo. — Fogo azul? Ahh, você é uma Hattori. — falou, despreocupado. A multidão estava assustada, e logo se dispersou. — Violet está com Jashin agora. — brincou, com um tom sério. Aquilo fez a jōnin partir para cima do pastor, tentando acertá-lo com seus socos e chutes, mas tudo que ele fazia era desviar, esquivar e pular. — Ela está num lugar melhor agora, aceite isso. — ele continuava a falar enquanto esquivava. Depois de alguns segundos, Kagero perdia a paciência em só desviar. Em um dos socos da garota, aparava o golpe e revidava com um soco em seu estômago, a força dele era descomunal, jogou a kunoichi para longe. Ela não parou, voltou a lutar, mas era inútil. Cada vez mais era jogada para mais ao norte ainda. — Desista, garota, não será capaz de se vingar, deixe eu fazer meu trabalho. — ele virava de costas para a ninja, que a fez ficar ainda mais em ódio, quando tentou voltar, alguém a segurou pelo ombro. Ela não percebia, mas estava no pé de uma casa. Um homem grisalho impedia o avanço dela. — Tem horas que temos que desistir, senão podemos se ferir ainda mais. — disse, com calma.

HORAS DEPOIS…

Hattori Violet foi sequestrada e foi forçada a ter a marca de Jashin… Que coincidência, pois esse mesmo homem fez isso com minha filha. — comentou o grisalho enquanto preparava uma sopa para Natsumi. Aquilo surpreendeu a ninja. — Sou Karen Travers, aliás. — apresentou-se. — Você deve estar se perguntando o motivo de eu não ir lá me vingar. Já tentei e ele quase me matou, arrancando um rim meu. — revelou. — Com isso, perdi minhas habilidades físicas, não sou páreo para ele.



Karen ficou a uns cinco metros de Natsumi. — Pesquisei um ano inteiro por um método de ficar mais forte, esperando o dia em que ele aparecesse aqui, mas… acredito que você seja a melhor opção, é mais jovem que eu. — falou. — Aceita?

Natsumi estava inundada pelo sentimento de vingança, não pensou duas vezes antes de acatar com a ideia de Karen. — Será uma mordida, no seu braço, e uma marca aparecerá. Ela te dará força e velocidade para derrotar o maldito. — explicou. Natsumi não reagiu muito, queria fazer isso logo.

O homem teceu selos rápidos e puxou o braço da garota para perto, mordendo bem acima de uma das tatuagens de nuvem que ela tinha. Uma marca de três tomoes surgira. A dor foi momentânea, logo a jōnin já estava disposta.

Um culto ocorria na frente da igreja, Kagero estava discursando sobre Jashin e como ele tinha o poder de se juntar a ele toda noite. A Hattori aparecia diante dele, séria. — Voltou? Quer ser uma de nós? — brincou. A ninja avançou contra ele, mas o homem desviara e dava um soco, só que dessa vez não fazia efeito. Da marca criada, manchas negras surgiam dela, espalhando pelo corpo de Natsumi, a deixando mais forte e rápida. — O quê?! — ele se espantou, mas não seria rápido suficiente para ver a kunoichi saindo de sua frente e indo até suas costas, o imobilizando e quebrando seu pescoço sem dó nem piedade.

A morte fora rápida, a população correu em desespero. A hostilidade emanada pela jōnin afastava todos dela. A vingança estava completa, tanto para os Hattori, quanto para Karen Travers.

O único caminho de Natsumi era Kirigakure.

UM ANO DEPOIS…

Depois da morte de Kagero, Natsumi retornou para sua vila. A marca não havia se manifestado mais, como se tivesse sido adormecida. Devido às suas obrigações como jōnin, não teve tempo de procurar seus pais e informar que finalmente havia vingado Violet.

Tudo tinha que continuar, mas talvez fosse hora da Hattori conhecer o verdadeiro lar de seu clã, Ōkamifoji…

HP: ❲850 ✘ 1.275❳ CH: ❲2.325 ✘ 2.350❳ ST: ❲01 ✘ 05❳


Considerações:
Armas & Itens:
Jutsus Utilizados:
Habilidades:
Databook & Qualidades:

_______________________

[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas Kashimo-jjk
Gesso
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t84902-ficha-kashimo-hajime#693033
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t84938-gf-kashimo-hajime#693473
ItsHalno
Tokubetsu Jonin
[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas TqHE5wX
[ FILLER T.S. ] Verdades Secretas TqHE5wX
Situação: Aprovado Parcialmente.
Considerações:
Primeiramente, só lembrando que você só sabe sobre a existência da Okamifoji. Se quiser qualquer conhecimento a mais, terá que conquistar com a Profissão Investigador ou ir até o lugar e adquirir pessoalmente.
Segundo, superação OU aquisição de defeitos ou qualidades em Fillers de Timeskip é 500 palavras Por ponto. Como código de Honra: Derrota vale 02 Pontos, você precisaria de 1000 Palavras mínimas para superá-lo. Sendo assim esse objetivo foi reprovado.
Obrigado por avisar a vaga na lista de organização - mas o ideal seria ter avisado aqui, também, que está com o pedido pendente lá, e que está pegando a vaga através daqui.
Recompensas:
• Habilidade Secundária: Ten no Juin

_______________________


⬧ Personagem: Nora Kumori
Ficha  ⬧ GestãoBanco  ⬧ Mod AGInventárioCJ

ItsHalno
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t76557-ficha-nora-kumori
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t76575-gf-nora-kumori?view=newest
Design visual (Estrutura, Imagens e Vídeos) por Dorian Havilliard. Códigos por Akeido