:: Mundo Ninja :: Mapa Mundi :: Kumogakure no Sato :: Arredores
12 Anos Online
A Noite Mais Escura
Arco 03
Ano 14 DG
Outono
Diante da queda de Moira O'Deorain e a morte de Chisaki Overhaul, todos os olhos dos ninjas presentes em Kiri se voltaram para o Capuz Vermelho, que se revelou uma cópia exata do lendário Sarutobi Shion. Graças a Hyuuga Angell, o mercenário foi capturado, levando a prisão junto com Moira. Tudo aquilo favoreceu um entendimento entre as vilas que lutaram entre si em Oto, fazendo com que eles voltassem a neutralidade. Enquanto Iwa e Suna elegem novos Kages, em Konoha, Sarutobi Kaden se prepara para passar o seu cargo para um ninja mais jovem, ao mesmo tempo em que um novo Senhor Feudal assume em Kumo e o Daimyou de Kiri tenta impedir os ataques dos opositores de Jyu. Com a revelação de Chisaki Overhaul sobre a HYDRA, as ações da empresa acabam sofrendo uma grande queda, gerando indícios de uma enorme crise nas grandes nações. Diante do caos, diversos vilarejos pequenos são varridos do mapa quando uma onda de assassinatos em massa se inicia, ao mesmo tempo em que um grupo de fieis ao Jashinismo começa a se erguer, trazendo uma mensagem de esperança para os corações afligidos pelo sofrimento.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Oblivion
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
XXXXX
Futuramente teremos.
Discord#1234
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

ItsHalno
Tokubetsu Jonin
ItsHalno
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto - Publicado Qua 18 Maio - 21:53



01/14⬧ Um Passo Mais Perto ⬧



HP [ ——— ] ◆ CH [ 4500 / 4500 ] ◆ ST [ 0 / 8 ] ◆


Calmamente bebia de minha xícara de chá... Earl Gray. Não era o meu favorito, mas o sabor era tanto agradável e revigorante. O bebido quente aquecia meu núcleo e me energizava...

O som de gotejar permeava meus arredores. Gotas d’agua, uma pessoa normalmente imaginaria, mas o profundo cheiro de ferro no ar mentia... o gosto metálico era quase palpável.

Para aqueles como eu, que rotineiramente precisavam embeber do fluído arterial vermelho d’outras pessoas... Reconheceriam o aroma de natureza distintivamente sanguínea.

Sim, de fato, aqui nessa cela escura e fria, não eram gotas d’agua que ecoavam o ar, mas sim, uma poça de sangue, que lentamente crescia... Eu, calmamente sentada, bebendo do chá, a frente de meu prisioneiro: Yojiro Tsukama, natural de Kiri, trinta-e-nove anos, um autoproclamado ‘empreendedor’... Agora, apenas mais um zé qualquer preso nos calabouços de Kumo.

Senti a bebida quente lentamente descer pela minha garganta, com mais um último gole, e suspirei. Já havia passado tempo demais em silêncio aqui... Hora de voltar ao que importava.

E, uau, tem coisa que importa aqui... Aparentemente, este homem estava envolvido em mais círculos de tráfico do que o Daimyo se envolvia com ‘acompanhantes’, se é que me entende.

Enfim, não havia apenas deixado meus instintos mais obscuros tomarem controle de mim... Peguei minha prancheta, a qual nela havia detalhado muito daquilo que me interessava sobre o homem, e aquilo que era de interesse a Kumo... Mesmo estando na procura de meus entes, minhas funções com o Vilarejo jamais seriam deixadas para trás.

Sem mais uma palavra trocada, apenas dei uma última olhada na forma espancada e machucada do homem em minha frente, sangrando do nariz e boca, e de vários cortes sobre o corpo... Patético. E pensar que esses idiotas acham que conseguiram evadir Kumo para o resto das vidas...

Uma má noticia para eles: Nora Kumori existe.



Informação

Objetivo / Considerações:
Jutsus Utilizados:
Armamentos:
Databook:
Narração:


_______________________


⬧ Personagem: Nora Kumori
Ficha  ⬧ GestãoBanco  ⬧ Mod AGInventárioCJ

[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

ItsHalno
Tokubetsu Jonin
ItsHalno
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

Re: [Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto - Publicado Qui 19 Maio - 23:53



02/14⬧ Um Passo Mais Perto ⬧



HP [ ——— ] ◆ CH [ 4500 / 4500 ] ◆ ST [ 0 / 8 ] ◆


- “E então, o que descobriu?” – Perguntava uma voz vindo das sombras, familiar. O Administrador, pensava... Homem sorrateiro, este. – “Um bom bocado;” – Respondi, já intonando vontade de expandir. – “Parece que o novelo de lã tem alguns nós. Nosso sujeito aqui estava com o dedo em mais bolos que eu imaginava... Ele possui um contato. Criminoso, Nukenin... Extremamente perigoso. Os documentos dizem que ele está morto, mas parece que não.”

Não via ou ouvia o homem se movimentar atrás dos corredores escuros dos calabouços, mas eu sabia que ele estava lá, e que balançava a cabeça. – “E o que isso importa Kumo?” – Perguntou. – “Está operando abaixo dos nossos narizes já a um bom tempo. Tem contatos com vários indivíduos em posições politicas de poder. Se desejar, pode começar a balançar Kumo em uma maneira muito desagradável. Além disso, retira-los das ruas irá aumentar a segurança geral do nosso país.” – Afirmei ao homem na escuridão, enquanto eu mesma continuava a organizar papeis e documentos. – “E sobre o destino do investigado?” – Perguntava, relembrando da minha mais recente missão. – “Naquela pilha de cinzas? Ninguém gostava muito do homem, ele já foi de Kiri, e os policiais sabiam que ele estava envolvido em alguns círculos criminosos... Mas a mulher agiu perfeitamente como eu desejava. Acreditam que ele morreu queimado, é isso, e a investigação será inconclusiva. Será dada como mais um terrível acidente na história da cidade.”

Mesmo não podendo vê-lo, sabia que o homem estava lentamente a balançar sua cabeça. – “Então eliminar esse sujeito é o melhor caminho a ser trilhado, para garantir que Kumo se mantenha segura. Bom trabalho, Nora... E creio que essa também seja uma boa oportunidade de aprendizado para você” – Falou o homem, e eu apenas levantei uma sobrancelha e olhei a fundo na escuridão. – “Sua missão: Encontrar esse homem e permanentemente terminar suas operações clandestinas. Os parâmetros para execução serão deixados a seu critério, considere isso um símbolo de confiança. Mas não deixe Kumo implicada em má-luz, se me compreende... Passar bem, Nora.”

Com o final da sua fala, senti a presença do homem esvanecer contra a escuridão, e como um suspiro ao vento, já não estava mais lá. Resoluta, recolhi meus equipamentos e me preparei para partir. Deste homem que havia interrogado, havia retirado todas as informações que eu precisava... Agora era apenas uma questão de saber agir sobre elas.

Antes da noite terminar, eu já havia cruzado os portões de Kumogakure.



Informação

Objetivo / Considerações:
Jutsus Utilizados:
Armamentos:
Databook:
Narração:


_______________________


⬧ Personagem: Nora Kumori
Ficha  ⬧ GestãoBanco  ⬧ Mod AGInventárioCJ

[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

ItsHalno
Tokubetsu Jonin
ItsHalno
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

Re: [Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto - Publicado Sex 20 Maio - 22:28



03/14⬧ Um Passo Mais Perto ⬧



HP [ ——— ] ◆ CH [ 4500 / 4500 ] ◆ ST [ 0 / 8 ] ◆


Minha busca pelo paradeiro dos criminosos não duraria muito tempo: Com a extração das informações do homem que capturei, seria fácil processá-las e averiguá-las para prever a rota dos traficantes.

Logo, tais informações me traziam até, dessa vez, a costa Leste do país dos trovões. Esta parte do território é consideravelmente mais habitada, e a rota que os homens percorreriam seria não muito distante de uma das rodovias principais que ligava os vários vilarejos menores ao longo da costa, em direção até um porto neutro onde levavam suas mercadorias.

De imediato, meu objetivo era intercepta-los antes de chegarem no porto. Impedir a mercadoria de ser entregue será um feito adicional para esta missão, e, além disso, estariam mais vulneráveis enquanto viajando, e não quando estivessem empoleirados em uma cidade ou retornassem para seu esconderijo. Encontrá-los antes de que chegassem até o porto era o mais ideal.

Minha chegada na costa ocorreu logo após o nascer do sol, pela manhã, devido á saída tardia de Kumo no dia anterior. Iria aproveitar a luz do sol e começar a vascular pelos vestígios e pistas deixados pelos homens, antes de montar acampamento no pôr-do-sol.

Tinha que admitir que o processo investigativo tinha virtude em fazer boa utilização da lógica e razão, não muito diferente do processo cientifico, e tal fato se tornava evidente agora, com minha busca por quaisquer pistas deixadas pelos homens – Era realmente um trabalho analítico, investigando, interrogando, entrevistando, procurando. Tsukama havia me dado um direcionamento, mas agora eu precisava encontrar o caminho – com cada mísera migalha deixada pelos traficantes, eu ficava um passo mais próxima.

Com o por do sol, um novo dia se deu pela manhã, e então mais um outro dia inteiro também – Dois dias de procura, apenas coletando migalhas... Mas então, ao cruzar o limite de um barranco, finalmente aterrissando no planalto que dava beira para o mar... – ‘Achei.’



Informação

Objetivo / Considerações:
Jutsus Utilizados:
Armamentos:
Databook:
Narração:


_______________________


⬧ Personagem: Nora Kumori
Ficha  ⬧ GestãoBanco  ⬧ Mod AGInventárioCJ

[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

ItsHalno
Tokubetsu Jonin
ItsHalno
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

Re: [Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto - Publicado Sab 21 Maio - 0:05



04/14⬧ Um Passo Mais Perto ⬧



HP [ ——— ] ◆ CH [ 4400 / 4500 ] ◆ ST [ 1 / 8 ] ◆


Quando finalmente os avistei, seguindo uma estreita estrada de terra, minha primeira intuição foi de me esconder – Instintivamente ativei o Meisagakure no Jutsu, desaparecendo de vista. Melhor prevenir do que remediar, não gostaria de arruinar minhas chances por não me cuidar.

Em seguida, comecei a planejar – De fato, uma das minhas primeiras ideias era de emboscar os traficantes... Após meros momentos de observação á longa distância, já podia perceber que não eram todos totais inúteis. Genins, ou Chunins, pelo que mostravam em suas vestimentas, equipamentos e modo de se portar, algo que fortificava a ideia de que um combate direto talvez não fosse a melhor opção.

Precisava conhecer mais sobre meus inimigos antes de mais nada, e apesar das informações rudimentares do meu prisioneiro me ajudarem um grande bocado, ainda não poderia depender apenas delas. Utilizando o obscurecimento do Meisagakure, aproveitei para me aproximar do grupo, examinando-os de mais perto, e notando suas características. Pela próxima hora, apenas analisei o que faziam, como se movimentavam, sobre o que conversavam, e como observavam seus arredores... Certamente eram cuidadosos, algo que requeria ainda mais do meu esforço para não seu notada.

Ao total, pareciam ser apenas oito oponentes, e minhas percepções sobre eles até então não se alteravam muito: Genins ou Chunins. Apesar disso, mostravam ter certo domínio em sua área de especialização: Por terem se mantido fora de vista por tanto tempo, devem ter boa prática em seus repertórios... Mas saber se manter oculto não é saber se manter vivo quando não há chance de se esconder. Além do mais, teria que manter pelo menos um deles vivos, pois não conseguia identificar o líder entre todos eles... Talvez nem mesmo estivesse aqui.

Havendo esta compreensão em mãos, disparei a frente do grupo, explorando o território a frente, e analisando qual a provável rota que o grupo iria seguir. Em minha compreensão, emboscá-los realmente parecia a melhor escolha, tomando total uso do fator surpresa para eliminá-los todos antes de poderem reagir ao meu ataque de forma organizada.

Encontrei uma posição vantajosa, onde o terreno naturalmente afunilava para a praia, onde um penhasco criava uma parede impassável... Visto que os únicos caminhos a partir dali seriam recuar ou avançar, decidi que era o melhor lugar nos arredores para planejar uma emboscada. Estando consideravelmente a frente do grupo, me sentei, invisível, e comecei a preparar para a matança que logo viria...



Informação

Objetivo / Considerações:
Jutsus Utilizados:
Armamentos:
Databook:
Narração:


_______________________


⬧ Personagem: Nora Kumori
Ficha  ⬧ GestãoBanco  ⬧ Mod AGInventárioCJ

[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

ItsHalno
Tokubetsu Jonin
ItsHalno
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

Re: [Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto - Publicado Sab 21 Maio - 17:57



05/14⬧ Um Passo Mais Perto ⬧



HP [ ——— ] ◆ CH [ 4240 / 4500 ] ◆ ST [ 2 / 8 ] ◆


A cada segundo que passava, eu ficava mais ansiosa e mais preparada, como uma mola sob mais tensão, a cada passo que eles davam... Respirava calmamente, pois estava certeira de que seriam meros momentos que iriam validar a morte de todos estes criminosos. Logo, não estariam mais no mundo dos vivos.

Esperei até estarem na posição perfeita para atacar – a meros metros abaixo de mim, não pareciam notar minha presença. Com um sorriso partindo meu rosto, balancei o cajado – Lançando uma potente ilusão contra eles, arremessando-os em um mundo de escuridão onde estariam cegos e surdos... E o resultado foi imediato! Em instantes estavam balançando de lado a lado, gritando, procurando pelos outros.

Dei uma breve gargalhada, e bradei minhas duas Chakura to – Como uma pantera que dá o bote em sua presa, eu saltei do meu poleiro, mirando as costas e pescoço de um dos criminosos...

...Não podia esperar que ele instantaneamente virasse para mim e levantasse uma Katana, pronto para me partir ao meio. Estando em meio ao ar, não havia maneira de cancelar o ataque – Pude apenas girar o corpo e tentar evitar o pior da lâmina, que ao invés de perfurar o meu peito, agora perfurava meu estômago... Filhos da mãe! Isso ainda doi!

- “Grrr!” – Rugi, me jogando para trás, retirando a lâmina das mãos do homem, que eu logo em seguida retirava do meu torso e jogava para longe. – “...Como me viu, filho da mãe?” – Falei, e notei que os outros criminosos também começavam a se aproximar, mostrando não estar presos na minha ilusão... mas o que...? como? Não deveria ser tão fácil...!

- “Realmente achou que iria conseguir se esconder pra sempre, gatinha? Como se não estivéssemos sabendo que uma tal Kunoichi de Kumo tenha aniquilado o grupo da costa oeste!” – Falou, dando uma gargalhada. – “Quando vocês pegaram o nosso contato na cidade, sabíamos que nós seriamos os próximos... E você caiu em nossa armadilha que nem um patinho!” – Riu dessa vez ainda mais alto, algo espelhado pelos outros criminosos...

Agora ficava em posição defensiva. Notei que minha escolha de terreno e meu momento de atacar realmente me colocava em grande desvantagem – Eu tinha que passar sobre eles, ou tinha que conseguir correr deles... Não era ideal. Isso não estava indo de acordo com o plano. Isso não devia estar acontecendo!

Rangi meus dentes, e com as Chakura To em mãos, flui meu Chakra Suiton através delas, ao mesmo tempo que, com um rápido selo de mão, fluía Chakra Raiton pelo meu corpo, Obadoraibu, acelerando meus reflexos... Me preparei para um combate em desvantagem.



Informação

Objetivo / Considerações:
Jutsus Utilizados:
Armamentos:
Databook:
Narração:


_______________________


⬧ Personagem: Nora Kumori
Ficha  ⬧ GestãoBanco  ⬧ Mod AGInventárioCJ

[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

ItsHalno
Tokubetsu Jonin
ItsHalno
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

Re: [Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto - Publicado Sab 21 Maio - 19:46



06/14⬧ Um Passo Mais Perto ⬧



HP [ ——— ] ◆ CH [ 4140 / 4500 ] ◆ ST [ 3 / 8 ] ◆


O momento de apresentação e olhares terminou em meros instantes – como um gatilho, começamos a nos movimentar pelo terreno... E justamente neste momento percebi que havia subestimado todos eles. Os movimentos não eram simples e sem prática como os de Genins... Eu estava encrencada. Desviava dos golpes com velocidade plena, mas via que a cada instante os golpes deles chegavam cada vez mais perto, e eu recuava cada vez mais em meus passos...

Em certo momento, já não havia mais como esquivar – Aparentavam ter domínio do Taijutsu, enquanto eu não podia dizer o mesmo. Um punho veio em direção ao meu tronco, e tentei bloqueá-lo com uma barreira d’água – Mas no mesmo momento, senti uma forte pressão contra meu sistema de chakra, como se fogo ardente fluísse pelas minhas veias! O golpe atingiu certeiro, e eu era arremessada contra o chão por alguns metros, vomitando uma grande quantidade de sangue no chão... Mas que merda...?

Me levantava, enquanto quem eu presumia que era o líder desse pequeno grupo erguia a voz mais uma vez. – “E então, gostou? É um veneno hemorrágico, afeta o controle de Chakra também... Tô achando que suas ilusões não vão colar mais, heim?” – Falou, arrogante, antes de continuar a me atacar.

Naquele momento finalmente percebi que, independente do que eu fizesse... Aquele combate não poderia ser vencido. Não sem depender completamente da minha invulnerabilidade física até que os efeitos do veneno esvaíssem... Mas aquilo era algo que provavelmente demoraria horas, até dias. Não, precisava sair dali imediatamente. Enquanto continuava a esquivar de golpes – adquirindo mais cortes e ferimentos a cada instante – eu planejava. Sentia os efeitos do Obadoraibu esvair, e não poderia confiar no Meisagakure... Teria que utilizar algo mais sólido.

Retirei o pequeno pergaminho onde selava o Nekokaburi, e com um passar do dedo, uma camada fina de Chakra azul cobria meu corpo, acelerando meu corpo e ligeiramente fortalecendo minha visão. Com aquilo, continuava a esquivar com melhor sucesso dos golpes dos meus oponentes, mas ainda estava próximo demais para mim. Da minha bolsa de armas, juntei uma bomba de luz e uma de fumaça – arremessei-as ao mesmo tempo, fechando os olhos no momento certo para evitar o clarão, com a fumaça obscurecendo os arredores no próximo instante.

Apenas fugir não seria ideal – precisava feri-los se queria ter uma chance de fuga. Avancei com as Chakura to, e com sorte, consegui alvejar dois deles com as lâminas- não eram ferimentos mortais, mas se não fossem tratados logo, seriam fatais. Mas, minha investida me deixou vulnerável – do meu lado, senti o calor e a luz de uma bola de fogo, e não tive tempo de reagir contra ela – ‘Esses filhos da mãe sabem usar ninjutsu também!?’ – Pensava, exasperada, no último instante antes da bola de fogo me atingir-!

A dor das chamas ardentes contra minha carne era algo completamente real! Não pude me conter, e rugi de dor, sentindo minhas cordas vocais vibrarem de maneira desconfortável. Sentia meus músculos contraírem e minha pele derreter contra o calor, e me jogava para trás- passei a mão no rosto no momento seguinte, e senti a enorme queimadura no lado esquerdo da minha face. Rangia os dentes, segurando lágrimas de dor... Eu precisava sair daqui!

Tinha que aproveitar os últimos instantes antes do meu Chakra se tornar completamente inútil – Ainda conseguia sentir ao fluí-lo pelo meu corpo, ligeiramente. Joguei a segunda bomba de luz a frente, e mirei a bomba de fumaça próxima ao penhasco – Movimentos que me garantiam meros instantes de vantagem.

Tal vantagem que eu aproveitava por completo – Disparei na direção da fumaça para evadir a visão dos meus oponentes, escalando o penhasco com Chakra, e disparava em direção ao interior...



Informação

Objetivo / Considerações:
Jutsus Utilizados:
Armamentos:
Databook:
Narração:


_______________________


⬧ Personagem: Nora Kumori
Ficha  ⬧ GestãoBanco  ⬧ Mod AGInventárioCJ

[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

ItsHalno
Tokubetsu Jonin
ItsHalno
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

Re: [Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto - Publicado Sab 21 Maio - 21:32



07/14⬧ Um Passo Mais Perto ⬧



HP [ ——— ] ◆ CH [ 4140 / 4500 ] ◆ ST [ 2 / 8 ] ◆


Minha fuga se estendeu por horas a fio – Não importava o que estava atrás ou dos lados... A única coisa que importava era ir para frente, fugir dali, não ser pega. Aquele não seria o último dia de Nora Kumori. Tinha que apenas me distanciar ali, o mais rápido possível...

...E eu consegui. Com a adrenalina finalmente filtrada do meu sistema, senti toda a exaustão me consumir em um movimento derradeiro. Minhas pernas queimavam com uma corrida de proporções e distâncias jamais vivenciadas por mim. Meus pulmões e garganta ficavam secos com o ar gélido das montanhas. Tropecei ali mesmo, caindo de peito contra o chão – Sentindo o profundo arder dos ferimentos em meu rosto e braço... Mas nem tinha energias para me tirar dali. Em meu repouso fatigado, vomitei sangue misturado de bile mais uma vez.

Nem havia percebido quando cai em sono profundo, sendo levado pela exaustão. Acordei espantada no dia seguinte – virando a cabeça e os olhos para os lados, me juntando do chão, e tentando continuar a me mover, algo que apenas causou mais dor e mais uma queda contra o chão. Completamente desgastada, ainda... O sol da nova manhã acabava de surgir no horizonte...

Sem tratamento algum, os ferimentos apenas lentamente se diminuíam, graças a minha crença na entidade divina... – ‘Obrigada, Jashin.’ – De fato, devia minha sobrevivência á esta divindade. Sem a imortalidade... eu certamente estaria morta agora, sendo consumido pela hemorragia e pelo veneno... E o fato que eu havia acordado mais uma vez, ainda viva, era prova disto: Eles não sabiam quem eu realmente era... acreditavam inteiramente no fato de que acabavam de ter me eliminado.

Mas eu ainda estava viva... – ‘Viva e derrotada!’ – Pensei, cerrando meu punho e golpeando contra o chão. Como pude falhar assim!? Isso não sou eu! Eu sou melhor, eu sou A melhor! Nada ficará no meu caminho...! Como... como eu pude falhar de maneira tão terrível...?

Não, nenhuma bravata iria me manter agora. De fato, eu havia sido derrotada, e estaria morta se não fosse por Jashin. Me sentia terrível... Como em poucos momentos na vida onde sofri derrotas de tamanhos diferentes. Minha retirada da guerra por Oto, sendo apenas uma inútil no caminho. Minha derrota no exame Chunin, nem podendo me mover antes de ser eliminada... E agora, pega completamente de surpresa por inimigos que eu havia pensado que não seriam problema algum.

Eu havia me tornado arrogante. Estava tão confiante em minhas habilidades pelos meus recentes sucessos... Que nem percebi que nem realmente eram sucessos tão grandes. Deixei meu ego fazer com que eu subestimasse meus oponentes.

Isso era algo que não poderia acontecer novamente. Eu não estava pronta ainda.

Finalmente, sentindo o terrível arder no corpo, conseguia me levantar, ainda tossindo algumas gotículas de sangue – Mas notei que meu chakra fluía muito mais livremente, agora... Os efeitos do veneno deveriam terminar em mais algumas horas. Juntei um cantil que, surpreendentemente, se manteve cheio em minha cinta durante todo este tempo. Embebi de alguns goles d’água, e usei o restante para limpar meu rosto e braço... Realmente, não havia muito que eu poderia fazer, além de aguardar com que os ferimentos naturalmente se fechassem.

Mas, havia algo que eu percebi: Eles acreditavam que eu estava morta. Realmente acreditavam, caso contrário, teriam vindo atrás de mim, sabendo que ali seria o melhor momento para me eliminar... Existe vantagem maior do que esta no mundo Shinobi?

Endureci minha resolução – Não era hora de lastimar pelos meus defeitos... Agora era hora de matança! Olhei ao redor, não havia nada ali, estava verdadeiramente sozinha no terreno irregular das montanhas... E se não fosse por Jashin, meu corpo jamais seria encontrado. Jashin, uma entidade que não exigia preces ou templos... mas sim glória, sangue e vitória.

LOUVADA SEJA JASHIN! A TI TRAREI ETERNA GLÓRIA!



Informação

Objetivo / Considerações:
Jutsus Utilizados:
Armamentos:
Databook:
Narração:


_______________________


⬧ Personagem: Nora Kumori
Ficha  ⬧ GestãoBanco  ⬧ Mod AGInventárioCJ

[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

ItsHalno
Tokubetsu Jonin
ItsHalno
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

Re: [Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto - Publicado Sab 21 Maio - 23:31



08/14⬧ Um Passo Mais Perto ⬧



HP [ ——— ] ◆ CH [ 4300 / 4500 ] ◆ ST [ 3 / 8 ] ◆


Estava resoluta, determinada. Era um momento para ação, não para consideração – e assim, parti logo após de acordar e me ajustar. Pelo que havia notado, desta vez, acreditavam que eu estava morta, meu corpo largado para os elementos ao longo da costa do país dos trovões. Tal oportunidade e vantagem... Não era algo que se obtinha todo dia, e não era algo que eu iria deixar passar.

Do momento em que parti, já começava a planejar minhas investidas. Podia não parecer... mas a adrenalina do dia anterior fixou os ocorridos firmemente em minha mente, e agora eu começava a analisa-los novamente, vendo onde tudo foi errado, desmontando todas as táticas e movimentos que faziam para poder enfrenta-los. Ainda não sabia como conseguiram anular meu Genjutsu e minha invisibilidade tão facilmente, mas se sabiam que eu estava vindo, não seria tão difícil de pensar que apenas haviam se preparado para a ocasião.

Meu primeiro destino foi a praia onde a luta ocorreu – ao chegar no local, encontrei os vestígios do combate no dia anterior, como marcas no chão e nos arredores, e gotas de sangue derramado... Como medida preventiva, fiz questão de revirar as pedras e jogá-las no mar, assim como desfazer de todos os vestígios de armamento. Em momentos, parecia que nada havia acontecido ali.

Continuei a trilhar o caminho que teria seguido, e tinha que admitir que era um trabalho muito árduo... Eles cobriam suas trilhas bem, mas eu tinha a vantagem de saber qual era seu destino final. Seguia as marcas de pegadas e rodas que faziam, mesmo estando bem ocultas e tendo atravessado terreno sólido... E tal trilha me levou diretamente até a cidade onde sabia que fariam seu carregamento.

Infelizmente, aquele era um objetivo adicional que eu não conseguiria cumprir... Mas, felizmente para mim, haviam dois bons lados deste ocorrido: O primeiro, impedir o carregamento não era um critério nesta missão, e sim terminar com esta operação, de uma vez por todas... A segunda, havendo feito o carregamento finalmente, iriam provavelmente voltar para seu acampamento antes de continuar com suas operações, e provavelmente haveria um momento de descanso...

Minha busca se continuou pela cidade – é claro, com os efeitos do veneno já havendo se dissipado á algum tempo, não demorei para utilizar o Henge no Jutsu, me transformando em uma mulher de meia idade loira, vestida em roupas beges e marrons, sem nenhum traço extremamente atraente ou chamativo... apenas mais uma moradora do porto. Comecei a vasculhar pela cidade por quaisquer dicas que me trariam até os criminosos – e encontrei sorte grande: Uma face familiar entre os aldeões. De fato, ali havia encontrado um dos criminosos do dia anterior, desacompanhado dos outros...

Com um sorriso de rasgar os lábios, tomei a primeira oportunidade para raptar o homem, usando um pedaço de corda de aço para amarrar em volta de seu pescoço e arrastá-lo até um beco, silenciando-o ao mesmo tempo que o sufocava. Levei ele até um lugar isolado, e comecei a interrogação, usando o Cajado para extrair dele tudo o que precisava, e manter ele dócil... Absorvi os hábitos de fala do garoto, sua aparência, como se portava. Anotei-os na memória, e descobri tudo que precisava sobre os criminosos...

E então, quando tinha tudo o que eu precisava, amarrei o cordão de aço contra seu pescoço. Ele se rebatia, mas não conseguiria fugir... em alguns momentos, estava morto. Enrolei ele em posição fetal, e deixei o corpo encostado contra a construção ao lado... Ninguém iria investigar a morte dele.

Afinal, agora bradando o rosto dele, com os conhecimentos de onde ficava sua base de operações... Ninguém estaria vivo para descobrir mais.



Informação

Objetivo / Considerações:
Jutsus Utilizados:
Armamentos:
Databook:
Narração:


_______________________


⬧ Personagem: Nora Kumori
Ficha  ⬧ GestãoBanco  ⬧ Mod AGInventárioCJ

[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

ItsHalno
Tokubetsu Jonin
ItsHalno
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

Re: [Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto - Publicado Dom 22 Maio - 1:04



09/14⬧ Um Passo Mais Perto ⬧



HP [ ——— ] ◆ CH [ 4500 / 4500 ] ◆ ST [ 3 / 8 ] ◆


Como esperado de um bando competente de Nukenins e criminosos, sua base de operações não era em um local completamente isolado de toda a população, oculto por vales, picos e masmorras... Mas sim, era um local escondido no último lugar que se pensaria procurar: Em plena vista. Composto por algumas médias construções em alvenaria e madeira, era uma espécie de moinho que supervisionava um campo produtivo de grão – e como qualquer campo produtivo de grão, por fora, tudo parecia nos conformes. Acre após acre de pastos amarelos e verdes, nos últimos estágios de crescimento, aguardando para serem colhidos, levados ao moinho, e processados em fina farinha para ser utilizado para a produção das mais diversas confecções...

Mas não era só isso que aquele moinho era, pensava, enquanto utilizando a feição roubada do criminoso, caminhava por entre as várias construções, discernindo fazendeiros de criminosos e traficantes. O método que eles haviam empregado para se disfarçar entre os fazendeiros era ingénuo... Eu tipicamente não teria procurado entre eles. Realmente, era algo que eu teria deixado passar caso não fosse pela interrogação á horas atrás.

Meu posicionamento no local exigia de mim duas coisas: Primeiro, eu precisava me enturmar e disfarçar entre os fazendeiros e criminosos... realmente, havia roubado a feição de alguém que era bem familiar a eles, e com uma personalidade muito diferente. Seria algo difícil de imitar com exatidão... então me releguei a fingir dor de barriga, andando pelo local com a boca fechada, um olhar enjoado e uma mão sobre o estômago... Quaisquer perguntas sobre minha situação ou reações anormais poderiam ser respondidas com um simples – “Comi algo estragado, acho...” – Já, minha outra função aqui era de examinar. Não era tão simples como simplesmente matar todos a vista... precisava escolher o momento mais ideal para dar o bote. Haviam aldeões comuns misturados entre criminosos foragidos perigosos, então tinha que ter cuidado para não matar pessoas alheias – e também não deixar para trás tais criminosos.

De fato, era tudo mais difícil que parecia... E eu estava operando a cento-e-dez por cento da minha capacidade para anotar tudo aquilo, notar cada movimento, cada rotina e cada interação.

Graças a Fortuna, eu conseguiria passar a maioria do dia sem levantar qualquer suspeita – alguns dos amigos mais próximos do homem que eu havia matado notavam o comportamento estranho, mas minha desculpa era mais do que suficiente para convencê-los de que tudo estava certo...

Estava inserido no meio de todos eles. Sabia onde guardavam suas armas. Sabia onde iriam dormir esta noite... E eles pensavam, realmente, que eu estava morta agora. ‘Aquela guria deve tar sendo devorado por algumas gaivotas uma hora dessas!’ falavam, com risadas sarcásticas... Pouco sabiam que seu fim iria logo chegar.

E então, eu avistei o grande prêmio: O líder de toda essa operação, o Nukenin que eu estava procurando... Tive que me restringir para não lamber os lábios.

Seria um grande prazer arrancar cada última gota de sangue dele.



Informação

Objetivo / Considerações:
Jutsus Utilizados:
Armamentos:
Databook:
Narração:


_______________________


⬧ Personagem: Nora Kumori
Ficha  ⬧ GestãoBanco  ⬧ Mod AGInventárioCJ

[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

ItsHalno
Tokubetsu Jonin
ItsHalno
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

Re: [Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto - Publicado Dom 22 Maio - 16:24



10/14⬧ Um Passo Mais Perto ⬧



HP [ ——— ] ◆ CH [ 730 / 4500 ] ◆ ST [ 4 / 8 ] ◆

Kage Bunshin 01: CH [ 730 ] ◆

Kage Bunshin 02: CH [ 730 ] ◆

Kage Bunshin 03: CH [ 730 ] ◆

Kage Bunshin 04: CH [ 730 ] ◆

Kage Bunshin 05: CH [ 730 ] ◆


Horas e horas se passavam, e aos poucos, o calar da noite escurecia os arredores, trazendo uma fina neblina do vento marinho... O ambiente ficava cada vez mais favorável para mim, e as informações que eu lentamente, cuidadosamente retirava dos arredores, ainda fingindo ser um criminoso ligeiramente adoecido, melhoravam minhas chances ainda mais.

Dentro daquele local identifiquei cada rota. Cada ponto de vantagem. Cada canto escuro para esconder a mim mesmo, ou a algo. Quais momentos e onde seria melhor fazer um ataque... E também descobri que logo os fazendeiros, inocentes e pouco envolvidos nessa situação, iriam se retirar até a cidade pela noite... Deixando apenas os criminosos para trás, terminando suas funções.

O último dos raios do sol desapareceu no horizonte, ao oeste, por detrás dos picos rochosos que se estendiam até as nuvens, na distância. Decidi ali mesmo, que aquele era o momento ideal para dar o bote.

Estava ligeiramente obscurecida atrás de uma das diversas construções, uma espécie de silo, e estapeei os brincos verdes presos aos meus lóbulos – Senti a potência da energia deles fluir pelo meu corpo... E a sede de sangue apenas aumentava. Como um clarão, senti minha determinação ficar ainda mais resoluta, e minha visão ficar mais nítida. Com outro selo de mão, fluindo Chakra Raiton pelo meu corpo, também utilizei do Obadoraibu para acelerar ainda mais meus reflexos e minha mente, sentindo o mesmo efeito no meu corpo... Eu estava absolutamente, positivamente, energizada.

Não era mais hora para hesitações ou reconsiderações... – ‘Agora é hora da matança!’

Aguardei, calmamente, para que o primeiro dos alvos viesse até mim. Um dos outros criminosos, apenas rondando o local. Eu fiquei parada, virada para a construção, abaixada com a mão no estômago, ainda utilizando o Henge. Olhei para o homem se aproximar, e fiz um sinal silencioso para que ele se aproximasse, com um olhar dolorido no rosto... – “O que houv-“ – Não teve nem tempo de terminar o que iria me perguntar antes de eu, em um rápido movimento, sacar minha Chakura To, e fluindo minha afinidade Suiton por ele, fincar o crânio dele- A morte foi instantânea, e a escolha do local do golpe foi para fazer ter menos sangue jorrar... Segurei o corpo enquanto caia, e cuidadosamente o escondi próximo ao chão, cobrindo-o com alguns detritos que rodeavam o local.

O restante da matança seguiu quase igual... Esperava um alvo passar por mim, golpeava rapidamente no crânio ou na base do pescoço, na espinha. Segurava a boca e o corpo para não fazer barulhos. Colocava-os em lugares com menor visibilidade... A névoa, a noite e a crença d’eles de que eu estava morta, todos fatores que auxiliavam neste empenho. Pouco a pouco, seus números diminuíam, e a espreitadora se tornava uma caçadora. Buscava-os, matava-os, despejava-os. Tudo ocorria como eu imaginava que engrenagens bem oleadas rodariam: Lisas, sem pausa, com infinita precisão. Nem podiam ver o que os havia eliminado, sentir os últimos momentos... Vivos em um instante, mortos no próximo.

Neste momento, já estava um pouco ofegante... Mas estava estática. Deixei com que uma breve gargalhada escapasse dos meus lábios, no centro do caminho principal, uma das mãos encharcadas de sangue...

Sabia que o líder e seus lacaios principais não viriam até mim... Dentro de suas habitações, teriam a vantagem de campo, disto eu sabia. Precisava trazer eles até aqui fora... Mas felizmente para mim, ainda restava um criminoso e um grupo de fazendeiros do lado de fora. Os fazendeiros caminhavam calmamente, saindo do moinho, e o criminosos seguia logo em seguida, olhar confuso, procurando seus aliados. Em momentos, percebeu minha presença, e começou  a se aproximar. – “Ei! Kenji, ôce viu o resto dos parça? Nem vi eles sair!” – Falou, com um sotaque distintivamente simplório. – “Vem até aqui, eu te mostro.” – Falei, sorriso em boca, e me aproximava. Os fazendeiros assistiam essa interação, e o homem me olhava, confuso e suspeito... Mas os poucos instantes que teria para reagir não seriam suficientes. Alvejei a garganta do homem com um golpe transversal – sangue arterial jorrava em cima de mim e do chão ao meu redor. Ele caia para trás, segurando a garganta, tentando desesperadamente se manter vivo... E os fazendeiros gritavam. Sua fuga logo prosseguiu, mas eles não eram importantes- o que importava era o que viria agora.

Da menor casa ali, a mais caprichada, feita com alvenaria e telhas, saíram em rápida sequência três indivíduos, alertados pelos sons de pânico. O primeiro deles era um rosto muito familiar – o mesmo homem que havia me envenenado no dia anterior, bradando a mesma espada. O segundo, era distintivamente o líder da gangue, vestido em vestes um pouco mais finas... mas se os calos e as cicatrizes eram qualquer indicação, esse homem era um Nukenin. O terceiro, nanico e um pouco redondo, já saia alerta, e começou: - “Kenji!? Que merda aconteceu aqui!?” – Exclamou. Eu apenas dei minha risada, e deixei o disfarce cair...

Passei uma mão calmamente sobre onde sabia que havia uma terrível queimadura em meu rosto... e senti nada, apenas pele lisa e saudável. Sorri para mim mesma. O Primeiro deles, o mesmo homem do outro dia, rangeu os dentes e bradou sua arma, algo imitado pelos outros dois. – “Você...” – Grunhiu o homem, me olhando com um olhar assassino. – “Sim, eu mesma. Saudades?” – respondi brevemente, enquanto observava os três indivíduos, naquele impasse.

- “Tsch, três a um? Não me parece muito justo... Mas antes de mais nada, deixe com que eu me introduza: Nora Kumori, Tokubetsu Jonin. Lembrem-se deste nome... será a pessoa que irá matar vocês;” – Falei para eles com um olhar arrogante, e no próximo instante... – “Kage Bunshin no Jutsu!”

Surpresos, observaram quando cinco clones surgiram ao meu redor... – “Acho que dois á um é muito mais justo!” – Falei, com um grande sorriso no rosto, bradando ambas as Chakura To, fluindo com meu Chakra Suiton.



Informação

Objetivo / Considerações:
Jutsus Utilizados:
Armamentos:
Databook:
Narração:

[/b]

_______________________


⬧ Personagem: Nora Kumori
Ficha  ⬧ GestãoBanco  ⬧ Mod AGInventárioCJ

[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

ItsHalno
Tokubetsu Jonin
ItsHalno
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

Re: [Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto - Publicado Dom 22 Maio - 18:45



11/14⬧ Um Passo Mais Perto ⬧



HP [ ——— ] ◆ CH [ 4425 / 4500 ] ◆ ST [ 5 / 8 ] ◆

Kage Bunshin 01: CH [ 680 ] ◆ [Eliminado]

Kage Bunshin 02: CH [ 630 ] ◆ [Eliminado]

Kage Bunshin 03: CH [ 730 ] ◆ [Eliminado]

Kage Bunshin 04: CH [ 730 ] ◆ [Eliminado]

Kage Bunshin 05: CH [ 730 ] ◆ [Eliminado]


Os próximos instantes ocorreram como um disparo... Não aguardaram muito tempo após o surgimento das minhas clones para iniciarem sua ofensiva, mas eu estava preparada para isto. De fato, sabia que a maior desvantagem das minhas clones era sua fragilidade – diferente de mim, com um simples golpe, poderiam ser destruídas... Também reconhecia o fato de que eu não poderia ficar invocando mais clones infinitamente. Então, aproveitando o intelecto acelerado, comecei a planejar minha estratégia... O clássico veio a mente: Dividir e Conquistar.

Enquanto eles se aproximavam, notei uma brecha em seu movimento, e com um rápido selo de mão e movimentos pela parte das minhas clones, eu juntei a umidade do ar para invocar uma barreira de água no meio do campo de batalha – “Suiten Hofutsu!” – dividindo a luta em duas. De um lado da barreira ficava apenas eu e mais uma clone, junto com o Líder e o homem que havia me derrotado no dia anterior... e do outro, quatro clones e o nanico solitário.

A função de mim e da minha clone naquele momento era simples: Manter a defensiva contra os dois oponentes que acreditava que eram mais fortes, enquanto as outras eliminavam a vantagem numérica que eles tinham...

...Contra uma única clone, o nanico teria suas chances, e fora até capaz de desfazer uma das clones com uma rajada de Futon habilidosa, perfurando o peito da mesma – Mas com a distração combinada de outras duas clones, a última foi capaz de dar o bote por trás, alvejando o crânio do homem com a Chakura To, terminando aquele combate do outro lado da barreira, antes mesmo dela cair.

Enquanto isto, eu e a outra clone resistíamos á barragem de ataques – O líder aparentava ter demasiada habilidade com a espada, o qual eu apenas era capaz de me defender pela vantagem de ter uma arma mais móvel e rápida, e reflexos acelerados. O outro já se aproximava rapidamente, e minha clone, já sentindo a desvantagem aumentar, decidiu desfazer o coque e tecer um selo de mão, invocando o Kebari Senbon, bombardeando os arredores com uma densa onda de cabelos afiados – Com todos na defensiva por alguns instantes, era o tempo necessário para que as outras clones terminassem o combate do lado delas e retornassem para ajudar.

Olhando que agora o campo estava mudando, decidi zombar um pouco – “Cinco a Dois... Parece que a vantagem ficou ainda maior para mim!” – Exclamei, mas talvez tenha falado cedo demais – Com movimentos hábeis, o líder foi capaz de alvejar duas das clones, as desfazendo em simples plumas de fumaça, e já vindo em minha direção. Consegui refletir o golpe com a Chakura To, me jogando para trás em uma cambalhota. Rangia os dentes, sabendo que a mesma estratégia de dividi-los não iria funcionar novamente, já mostravam estar preparado, lutando lado-a-lado...

O outro homem corria a frente e inspirava – Uma enorme bola de fogo surgiu, voando em minha direção. Bati as mãos contra o solo em um movimento por reflexo, e gritei o nome da minha técnica – “Suijinheki!” – invocando uma densa e grande barreira d’agua, impedindo o avanço das chamas. A Colisão criou uma densa e grande pluma de vapor, encobrindo ainda mais os arredores... Melhor para mim.

No instante seguinte, outro golpe de espada vinha em minha direção, o homem mostrando ter movimentos mais rápidos dos que os meus – mas uma das minhas clones se sacrificou naquele instante, se jogando na frente do golpe e me retirando da zona de perigo. Continuamente, sem parar, o homem teceu alguns selos de mão, e uma afiada estaca de rocha surgiu do solo para me pergurar – mais uma vez, uma das minhas clones utilizou o Suiten Hofutsu, desta vez para me proteger do golpe ao redirecioná-lo, ao mesmo tempo que criava uma deixa para avançar – E foi isto que eu fiz, pulando para o lado e fluindo uma potente descarga elétrica em minha mão – “Chidori!” – Gritei, alvejando o peito do homem com o golpe perfurante...

Deslizando do meu braço, o homem deixava enormes marcas de sangue em mim. Deixei um sorriso cruel e macabro surgir. – ‘Quem é a Garotinha agora!?’ – Perguntei a mim mesma... Mas aquele único momento de descuido foi o grande diferencial.

As memórias da quinta e última clone chegavam um único instante tarde demais – Imagens do seu desfazer com um golpe de lâmina aparecendo instantes antes de eu sentir uma ferroada no peito.

Olhei para baixo, e vi o meu próprio reflexo na lâmina que cruzava meu peito... – “...Ah.”



Informação

Objetivo / Considerações:
Jutsus Utilizados:
Armamentos:
Databook:
Narração:


_______________________


⬧ Personagem: Nora Kumori
Ficha  ⬧ GestãoBanco  ⬧ Mod AGInventárioCJ

[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

ItsHalno
Tokubetsu Jonin
ItsHalno
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

Re: [Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto - Publicado Dom 22 Maio - 23:58



12/14⬧ Um Passo Mais Perto ⬧



HP [ ——— ] ◆ CH [ 4400 / 4500 ] ◆ ST [ 6 / 8 ] ◆


Hm... Esta era... Uma sensação muito peculiar. Sim, de fato, ter uma espada cruzando seu peito e seu coração em um único golpe, alvejando e quebrando costelas no caminho, era algo extremamente doloroso, e tinha certa vontade de urrar de dor por alguns instantes... e apenas não o fiz por que também, esta dor me era familiar, de certa forma... Olhei para o fluido vermelho vital jorrar livremente pela lâmina, escorrendo até a mão do Renegado, respingando no chão... Me lembrava da primeira cerimônia em nome de Jashin, meu primeiro sacrifício. Era uma dor flamejante e intensa... Mas uma dor que fazia parte de mim e me tornava mais forte. Esse pensamento me alegrava.

O renegado, por sua parte, agora me encarava com seu próprio sorriso presunçoso, me olhando direto nos olhos... Hm. Estava surpreendida com a habilidade dele, e mostrei isso como uma expressão de choque em meu rosto – para ele uma expressão de surpresa e derrota... Mas ele não precisava saber disso, é claro. Para ele, tudo estava bem, e apesar de ter perdido todos os seus lacaios, a cabeça ainda estava viva... Ele provavelmente pensava neste momento que tudo iria voltar ao normal em seu devido tempo... Que pena pra ele.

Se aproximou um pouco mais do meu rosto, e baixinho, o homem falou pela primeira vez desde quando havia identificado ele. – “E então, ‘Nora Kumori’, tem últimas palavras antes de morrer?” – Perguntou a mim... Hm, que questão estranha... Nunca havia pensado sobre minhas últimas palavras. Considerava um pouco... Certamente, era um tópico que me dava grandes escolhas, mas, no fim... – ‘Eu não vou morrer, Jamais.’

- “...Sim. Sim, eu tenho.” – Respondi em uma voz igualmente baixa, com mãos trêmulas, levantadas para cada lado do meu corpo... Neste momento em que eu, contra tudo que o homem esperava, me joguei para frente, afundando meu peito ainda mais na lâmina – enquanto isso, eu sorria um grande sorriso. – “EU SOU INVENCÍVEL, PORRA!” – Flui Chakra pelos meus braços e mãos, sentindo uma pressão surgir, e liberando-as em duas esferas de Chakra puro. No rosto do homem, apenas surpresa, e eu conseguia ver pânico nos olhos dele. Ele não tinha tempo para escapar, e ele sabia disso.

– “RASENRENGAN!” – Falei, finalmente, juntando ambas as mãos no centro – O resultado foi espetacular... Como um fogo de artifício de carne, sangue e osso. Do toco que restava do seu pescoço, sangue jorrava livremente... E eu estava absolutamente encharcada naquilo... Mas mesmo com a cena sinistra, eu apenas gargalhava profundamente ali onde ficava, limpando meu rosto do que restava do homem, e rasgando a espada para fora do meu peito, finalmente deixando o que restava do corpo cair ao chão...

...E Então eu me lembrei que seria muito melhor apenas trazer a cabeça do homem de volta. Droga, isso iria dificultar as coisas um pouco... Mas, no final, eu era vitoriosa!



Informação

Objetivo / Considerações:
Jutsus Utilizados:
Armamentos:
Databook:
Narração:


_______________________


⬧ Personagem: Nora Kumori
Ficha  ⬧ GestãoBanco  ⬧ Mod AGInventárioCJ

[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

ItsHalno
Tokubetsu Jonin
ItsHalno
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

Re: [Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto - Publicado Seg 23 Maio - 22:21



13/14⬧ Um Passo Mais Perto ⬧



HP [ ——— ] ◆ CH [ 4500 / 4500 ] ◆ ST [ 7 / 8 ] ◆


Com ninguém ao meu redor, e todos os meus oponentes finalmente mortos, a adrenalina que cursava em meu coração – o mesmo coração que estava perfurado e jorrando sangue – finalmente esvaia, deixando-me suspirar em alívio e deixar um pequeno sorriso confiante aparecer no canto do meu rosto, celebrando silenciosamente mais uma vitória... Apesar desta ser muito mais apertada do que as outras.

O cheiro de sangue ao meu redor finalmente me atingiu, e eu voltei para o presente. Minha missão não estava completa, afinal, e o ideal seria não implicar Kumo aqui – é claro, suspeitas sobre a atividade Shinobi sempre seriam feitas, mas todos aqueles que haviam visto meu rosto estavam mortos agora. Não sabia quanto tempo demoraria para que os fazendeiros voltassem com reforços, e mesmo confiante de que seria capaz de eliminar alguns civis, seria algo contraproducente.

Adentrei cada uma das casas, individualmente, e comecei a vasculhar por documentos, papeis, registros, qualquer coisa deixada que seria importante – afinal, precisavam registrar suas tarefas em algum lugar... Não me decepcionei quando arranquei algumas das tábuas do chão, da habitação onde o líder e seus dois lacaios surgiram, e encontrei alguns pequenos cofres e baús repletos de não só dinheiro, joias e algumas substâncias ilegais, vários documentos também.

Rapidamente os folheei, para identificar se aquilo realmente era o que eu estava procurando... E fiquei momentaneamente paralisada em choque. “Airan Kumori”, indicava o documento... O nome de minha mãe... Será!?

Não fiquei muito mais tempo ali para considerar – eu precisava investigar isso mais a fundo, dentro segurança das muralhas. Juntei tudo que estava ali, fazendo uma espécie de sacola com meu casaco. Como qualquer outra fazenda, a iluminação por lampiões não era incomum. Juntei os corpos em uma grande pilha no moinho, cheio de grãos e palha, e joguei a lâmpada contra o feno, tornando o edifício em uma grande pira funerária.

Quando os fazendeiros finalmente chegariam lá, eu já estaria cruzando a linha do horizonte – Para trás, apenas as chamas que consumiam os campos...



Informação

Objetivo / Considerações:
Jutsus Utilizados:
Armamentos:
Databook:
Narração:


_______________________


⬧ Personagem: Nora Kumori
Ficha  ⬧ GestãoBanco  ⬧ Mod AGInventárioCJ

[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

ItsHalno
Tokubetsu Jonin
ItsHalno
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto TqHE5wX

Re: [Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto - Publicado Seg 23 Maio - 23:52



14/14⬧ Um Passo Mais Perto ⬧



HP [ ——— ] ◆ CH [ 4500 / 4500 ] ◆ ST [ 7 / 8 ] ◆


O caminho de volta foi um borrão em minha mente – Minhas pernas ardiam como fogo, não reservei sequer um único momento para descanso em meu retorno. Em minhas mãos a sacola improvisada com todos os documentos que eu havia pilhado – e o verdadeiro tesouro ali, no alcance dos meus olhos.

Não deixei com que formalidades ou protocolos me interrompessem – Eu era a aluna do Raikage, porra! Deixem que reclamem e resmunguem o quanto quisessem, eu tinha certo nível de imunidade diplomática. Percorri as ruas com facilidade praticada, adentrando um dos vários túneis secretos que levava até as partes mais profundas do departamento de inteligência.

Para minha surpresa, a primeira porta em que eu passei estava aberta, com a luz acessa – a figura que percebi ali era ninguém menos do que o próprio administrador, sentado calmamente em frente á escrivaninha, bebendo chá e lendo o jornal diário. Eu parei meu movimento, e comecei a olhar o homem, que nem sequer movia seus olhos para mim. – “Sente-se, Nora” – Ordenou o homem, e sem ressalvas, eu apenas cumpri, ficando de frente para o homem que ainda não tirava os olhos do jornal. – “Como foi sua viagem até a costa? Aprendeu algo interessante...? Talvez como queimaduras graves doem, ou qual a sensação de ter um órgão perfurado?”

As palavras do homem me atingiam como um caminhão de tijolos – Ele sabia!? Esse filho da mãe sabia!? Rangi meus dentes e restringi meus impulsos. – “Eu podia ter morrido! Você sabia de tudo, e ainda assim deixou-“

Fui interrompida por uma mão levantada. – “Nora, por favor, não me venha com esse papo furado. Não aprendeu ainda? Se eu não tivesse certeza de que você teria sucesso, eu não teria escolhido você. Enfim, aprendeu sua lição?”

Fechei as mãos, formando punhos que ficavam esbranquiçados pela força que eu exercia. – “Uma lição? Você chama isso de lição!?”

O homem, em resposta, apenas balançou a cabeça. – “Nora. Essa é a vida. Cada momento de existência é uma oportunidade de aprendizado – ou, uma chance de derrota. E você tem que aproveitar estes momentos. Caso contrário... outra pessoa irá fazer, e será nesse momento que você irá viver o momento de derrota.” – Falou, e finalmente soltou o jornal, me encarando com um olhar frio. – “Arrogância, mata. Confiança, mata. Subestimar, mata. Você acha que essa sua invulnerabilidade te torna invencível, mas trate-a como uma carta na manga, não sua ferramenta principal. Outros como você já foram eliminados, na frente dos seus próprios olhos. Você realmente acha que é diferente deles?”

A sala ficou completamente quieta, com nós dois nos encarando, enquanto eu deixava as palavras do homem percorrerem livres pela minha mente... Finalmente, ele suspirou e concluiu.

- “Não deixe com que sua vantagem te enfraqueça, Nora. Você sobreviveu, sim, mas qualquer outro Shinobi normal iria ter morrido nessas circunstâncias, entende...? Aliás, fui eu que dei a dica para eles de que você estava vindo, e que usaria Genjutsu. Fui eu que deixei clara a rota que você deveria seguir. Fui eu que atrasei o rapaz, e fiz ele ficar para trás no porto... Você pode achar que é boa, Nora Kumori, mas você ainda não é ninguém, pelo menos não para mim.”

Foi ele... Ele que fez tudo isso...? Jamais nem percebi sua presença! Rangi os dentes, pulsei meu Sakki... Mas logo em seguida, deixei meus ombros cair, derrotada... É... De fato, o homem estava certo. Eu estava deixando meu diferencial se tornar minha única capacidade. Eu estava tratando meus oponentes como inferiores a mim, subestimando-os... Era apenas uma questão de tempo até Nora Kumori pisar longe demais... Eu era uma ninguém – “Entendo...”

Após alguns minutos de silêncio, o homem se levantou, suspirando. – “Nora, você se ergue demais com as menores vitórias, mas também caí com as menores derrotas... Você tem um potencial inestimável – Por isso que eu escolhi você. Nora, eu repito, eu escolhi você. Se serve de alguma coisa, tínhamos mais de duzentos e dezenove membros em potencial... Só por que você não é a melhor hoje, não significa que você não será a melhor amanhã. Continue lutando, praticando e aprendendo – como eu falei, cada momento de vida é um momento de aprendizado. Aproveite sua vida – afinal, você irá viver muito mais tempo do que eu.”

O homem virou seus olhos para o relógio na parede – três da madrugada – e suspirou. – “Terminamos por aqui hoje. Creio que você terá um longo dia de trabalho revisando esses documentos, vou deixar você trabalhar.” – Falou, se levantando, e passando por mim até a porta, dando um tapinha em meu ombro.

- “Ah, e Nora?” – Falou o homem, logo antes de sair, fazendo com que eu virasse meu pescoço para ver o que queria. – “Converse com seus mestres. Os dois. Eles podem te ajudar... E, bom trabalho.”

Ficar mais forte. Melhorar meu potencial. Continuar meu desenvolvimento...

Parecia tão fácil em minha mente.



Informação

Objetivo / Considerações:
Jutsus Utilizados:
Armamentos:
Databook:
Narração:


_______________________


⬧ Personagem: Nora Kumori
Ficha  ⬧ GestãoBanco  ⬧ Mod AGInventárioCJ

[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto Efcf87d75c419ce308ee53796e9ab048

Powder
Tokubetsu Jonin
Powder
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto Efcf87d75c419ce308ee53796e9ab048

Re: [Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto - Publicado Ter 24 Maio - 0:17

Solo aprovada

Recompensas:
→ 2 Missões Rank-A (4 missões no contador — Quinzena do UP)
→ 4 pontos de atributos (Premium Genin — Quinzena do UP)
→ +400 pontos de status (Premium Genin — Quinzena do UP)
→ 4.160.000 RY (VIP Avançado — Premium Genin — Quinzena do UP)

_______________________

[Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto 31461a2989c228c5ac59831136a49faf298a16ee
— 誰もが私の敵になりたい
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Capítulo] ⬧ Um Passo Mais Perto - Publicado