:: Mundo Ninja :: Mapa Mundi :: Sunagakure no Sato :: Arredores
12 Anos Online
A Noite Mais Escura
Arco 03
Ano 14 DG
Outono
Diante da queda de Moira O'Deorain e a morte de Chisaki Overhaul, todos os olhos dos ninjas presentes em Kiri se voltaram para o Capuz Vermelho, que se revelou uma cópia exata do lendário Sarutobi Shion. Graças a Hyuuga Angell, o mercenário foi capturado, levando a prisão junto com Moira. Tudo aquilo favoreceu um entendimento entre as vilas que lutaram entre si em Oto, fazendo com que eles voltassem a neutralidade. Enquanto Iwa e Suna elegem novos Kages, em Konoha, Sarutobi Kaden se prepara para passar o seu cargo para um ninja mais jovem, ao mesmo tempo em que um novo Senhor Feudal assume em Kumo e o Daimyou de Kiri tenta impedir os ataques dos opositores de Jyu. Com a revelação de Chisaki Overhaul sobre a HYDRA, as ações da empresa acabam sofrendo uma grande queda, gerando indícios de uma enorme crise nas grandes nações. Diante do caos, diversos vilarejos pequenos são varridos do mapa quando uma onda de assassinatos em massa se inicia, ao mesmo tempo em que um grupo de fieis ao Jashinismo começa a se erguer, trazendo uma mensagem de esperança para os corações afligidos pelo sofrimento.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Oblivion
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
XXXXX
Futuramente teremos.
Discord#1234
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

Crônicas do Espadachim Negro. 9wBM3vd

Liev
Chūnin
Liev
Vilarejo Atual
Crônicas do Espadachim Negro. 9wBM3vd

Crônicas do Espadachim Negro. - Publicado Qui 21 Abr - 17:21


Crônicas do Espadachim Negro. Kentaro-miura-berserk-guts-manga-wallpaper-preview

As longas noites gélidas traziam consigo ventanias uivantes, vindas das grandes colinas de areia do deserto, e nem mesmo uma fogueira era capaz de aquecer suficientemente um corpo humano àquelas temperaturas baixas. Guts sentava-se na areia, encostado em uma grande rocha avulsa naquele amontoado de pó, ela era sua única proteção e ao mesmo tempo único conforto que poderia esperar. Também impedia que sua fogueira fosse apagada pelo vento forte.

Agarrado ao próprio corpo, encolhido e enrolado em sua capa cinza, o espadachim olhava fixamente para a chama da fogueira acesa, mas seus pensamentos estavam longe dali, alheio ao frio, alheio ao desconforto. Desde sua decisão de partir em uma viagem, já haviam alguns dias e desde então, não teve nenhum contato com alguém. O motivo de sua partida era um mistério para todos, pois Guts não fez questão de informar nada além de sua partida. Era um motivo pessoal, então julgava que entenderiam-o.

Lentamente os olhos do espadachim foram ficando dormentes  e suas pálpebras pareciam pesar toneladas, ele permitiu-se abaixar a cabeça e então, por fim dormiu. Acordou com os primeiros raios de sol em seu rosto, despertando-o de seus sonhos. Ainda sonolento e letárgico, ele se levantou e agarrou suas espada embainhada, acoplando-a nas costas novamente para partir. Antes de ir, chutou algumas vezes a areia por cima da fogueira para cobrir seus rastros até que não houvesse sinal de sua passagem por ali, e então, voltou a caminhar.

Puxou a gola do manto até cobrir sua boca e nariz e galgou rumo ao horizonte.

HP: 1050/1050, CK: 2450/2450
Esta: 0/7

Considerações:
-
Itens:
Crônicas do Espadachim Negro. 9wBM3vd

Liev
Chūnin
Liev
Vilarejo Atual
Crônicas do Espadachim Negro. 9wBM3vd

Re: Crônicas do Espadachim Negro. - Publicado Sab 23 Abr - 19:39


A viagem do espadachim era tortuosa e solitária, em busca de nada além de rumores sussurrados outrora pela plebe; sem qualquer vestígio que confirmasse sua veracidade. Ainda assim, Guts estava disposto a sacrificar seu tempo e seu corpo em esforços, talvez inúteis, na esperança que sanasse seus problemas.

Em um mundo onde a força principal dos humanos era algo chamado ninjutsu, e em alguns casos, a arte de ludibriar os sentidos humanos, o genjutsu, Guts havia sido concebido sem ambos. Um infeliz erro genético, mas que não desanimava o espadachim. Tudo que ele queria era poder lutar de igual para igual usando somente sua espada e habilidades físicas, mas para isso, era necessário remover tais "travas" que brecavam seu avanço.

Decidido a isso era que o espadachim negro viajava, em busca do rumor de um velho curandeiro que era dito como capaz de curar qualquer maldição lançada sobre alguém. Se era verdade ou não, ou mesmo se fosse, se poderia ele curar um defeito genético como aquele, Guts não sabia, mas apostava todas as suas fichas nesse último esforço.

Trajado de armadura e espada, coberto por uma capa fosca e acizentada, desgastada e até um pouco rasgada pelo uso, o rapaz caminhava em direção às montanhas do norte, onde os boatos apontavam ser o lar do eremita.

HP: 1050/1050, CK: 2450/2450
Esta: 0/7

Considerações:
-
Itens:
Crônicas do Espadachim Negro. 9wBM3vd

Liev
Chūnin
Liev
Vilarejo Atual
Crônicas do Espadachim Negro. 9wBM3vd

Re: Crônicas do Espadachim Negro. - Publicado Dom 15 Maio - 17:14


Foi então que Guts avistou, ao longe, o cume das montanha onde os boatos diziam viver o eremeita. Deixou escapar um suspiro de alivio, afinal a viagem já o cansava, e continuou seu trajeto.

No pé da pontanha havia uma cidadela, a qual Guts pararia de antemão para se reabastecer e descansar antes da subida, que também seria árdua. Ou assim esperava, pois ao chegar na cidade, olhou de um lado para o outro e tudo que vira era... nada.

Nem sinal de pessoas, parecia uma cidade fantasma. Arriscou alguns passos na terra árida, olhando em volta procurando por algum sinal de vida. Visualizou casas depedradas, poços de água suja e frutas podres jogadas no chão; parecia um cenário pós apocalipse. O que diabos aconteceu aqui?! Se questionava o espadachim.

As casas tinham suas janelas tampadas por pedaços de tábua e Guts tinha a sensação bizarra de estar sendo observado. Pôs a mão direita no cabo de sua espada atada às costas e engoliu seco, enquanto se aproximava de uma das janelas para olhar mais de perto.

Quando pôs os olhos próximos de uma das aberturas das tábuas para enxergar melhor, viu um vulto e saltou para trás de súbito. Ei! Exclamou para o vulto, mas não viu mais nada e nem obteve nenhuma resposta. Onde estão todo?!

A coisa ficava ainda mais esquisita conforme o tempo passava. Em um cenário assim, Guts imaginava duas coisas: uma doença epidêmica ou um massacre. Para o primeiro caso, Guts cobriu sua boca e nariz com um pano rasgado de seu manto esfarrapado e para o segundo, tirou suas espada da bainha e manteve-a firme em seu punho.

Aproximou-se da porta da casa onde viu o vulto e chutou-a comm tamanha brutalidade que ela voou casa a dentro, se espatifando na parede e destroçando-se. Olhou para o interior da residência e tudo que viu fora uma mulher e suas duas crianças agarradas à mãe. Hm? Foi então que um homem saltou em sua frente com um pedaço de ferro e tentou atingir-lhe na cabeça.

Com seus reflexos, desviar não foi difícil, então Guts saltou para o lado e viu o golpe passar em branco, agarrou o bastão de ferro com uma mão e com a mão que empúnhava a espada, conectou um socão no nariz do homem que o atirou ao chão, desnorteado.

Calma lá, guerreiro! Bradou, empunhando o bastão em uma mão e apontando a espada para seu pescoço com a outra. Vai me explicar o que está acontecendo nessa cidade! Exigiu o espadachim. Vá embora, não temos nada mais para roubar! Exclamou o homem. O quê? Ninguém aqui quer te roubar não, homem! Guts retrucou, ainda apontando a arma.

N... não? A face do homem mudou imediatamente, parecia confuso. Não! Reforçou Guts. Acho que tudo isso foi um mal entendido, façamos o seguinte, esquecemos o que acabou de acontecer e você me explica o que diabos aconteceu aqui! Guts largou o bastão de ferro para o lado e embainhou a espada, estendendo a palma da mão para erguer o homem no chão.

C-certo. O camponês aceitou sua proposta, assim sentaram-se em uma mesa e começaram a conversar, onde foi contado tudo sobre o que aconteceu na cidade.

Em resumo. O eremita era o responsável por proteger a cidadela com sua força e habilidades curandeiras, mas um dia, ele parou de visitar a cidade e surgiram boatos de que ele adoeceu, passaram-se meses e os ladrões e salteadores perceberam que o boato parecia real, então começaram a invadir a vila e roubar os moradores. Começaram com pequenos roubos, até que um dia, fizeram um ataque total e dizimaram praticamente toda a vila. Os moradores que não foram mortos, fingem que a vila está abandonada, para que os salteadores não retornem.

Que horror... Guts entendia bem aquele sentimento de impotência, pois já o sofrera e sofre ainda hoje com ele. Quando foi o último ataque dos salteadores? Questionou Guts. Fazem três dias. O espadachim bufou, parecia ter decidido-se. Irei até as montanhas e procurarei pelo eremita, se ele estiver vivo, farei o possível para ajudá-lo, se ele ficar bem, a vila prosperá novamente, não é? No final das contas era o melhor que poderia fazer, uma vez que simplesmente expulsar os salteadores não bastaria.

HP: 1050/1050, CK: 2450/2450
Esta: 0/7

Considerações:
-
Itens:
Crônicas do Espadachim Negro. 9wBM3vd

Liev
Chūnin
Liev
Vilarejo Atual
Crônicas do Espadachim Negro. 9wBM3vd

Re: Crônicas do Espadachim Negro. - Publicado Ter 17 Maio - 13:50


Convicto de que escalaria a montanha em busca do velho eremita desaparecido, tanto para seus próprios propósitos quanto para resolver a questão do pequeno vilarejo, Guts se preparou. Encheu seu cantil de água, comeu um pouco da carne que foi ofertada pelos camponeses ali e então partiu.

A escalada seria demorada, mas não traria problemas dada a estamina elevada do espadachim. Não tardou e já havia alcançado uma região próxima ao cume da montanha, onde avistou uma casa. Deve ser aqui. Julgou Guts.

Em passos silenciosos, o espadachim aproximou-se, não sabia o que havia acontecido com o eremita e portanto, se mantinha cauteloso. A mão destra repousava no cabo da espada em suas costas e preparava-se para sacá-la se necessário.

Alguém aí? Anunciou sua presença com a voz grave. Ninguém o respondeu, então arriscou mais alguns passos, já entrando na casa.

Um grunhido foi captado pelos ouvidos de Guts, e ele respondeu prontamente ao se direcionar para onde veio o som. Sacou a espada lentamente para não produzir ruídos expressivos e empunhou-a em prontidão.

O som veio de um quarto, a porta estava fechada e Guts tinha que abri-la. Pensou por um instante e reuniu coragem para prosseguir, chutando-a como fizera da ultima vez. A porta se estatelou aberta e escancarada, dando espaço para o espadachim saltar para dentro passando uma rápida varrida no ambiente com os olhos.

Tudo que encontrou foi um velho senhor deitado na cama, com um pano em sua testa e o rosto ruborecido. E-Ei! Está bem?! Exclamou. Mais grunhidos vieram do velho. Ele tentava alcançar uma estante onde havia um chá e alguns remédios, mas não tinha força nos braços para isso.

Espere, vou ajudá-lo. Guts guardou a espada, pegou a cabeça do velho e ergueu-a suavemente, dando-lhe o chá e os remédios para ingerir. Pronto... Em poucos instantes, como um passe de mágica, o senhor voltou a ter sua coloração normal e parecia bem melhor.

O-obrigado, meu jovem. Disse enfim, tendo forças para falar outra vez. Por nada, mas o que houve com você? Guts questionou. Não sei bem, mas foi um dia após eu voltar do vilarejo, peguei uma doença e em poucas horas estava assim, tentei preparar um remédio e um chá, mas não tive mais forças para tomá-lo. Que bom que sou um ótimo curandeiro, pois se tivesse que esperar mais algumas horas, certamente estaria morto... Explicou a situação.

Tendo essa informação, Guts sacou que provavelmente os próprios salteadores eram responsáveis, talvez envenenaram a comida ou água da vila para o velho beber, e então atacaram quando ele estava fraco. Então você é o eremita dos boatos? O que consegue curar qualquer condição? Exclamou Guts, entusiasmado.

Posso curar qualquer coisa que tenha cura, meu jovem. Por que? Guts aprontou-se e então disse: Na verdade, tenho uma condição rara onde não consigo utilizar bem meu chakra, não sei a razão, mas talvez você pudesse descobrir... Perguntou.

HP: 1050/1050, CK: 2450/2450
Esta: 0/7

Considerações:
-
Itens:
Crônicas do Espadachim Negro. 9wBM3vd

Liev
Chūnin
Liev
Vilarejo Atual
Crônicas do Espadachim Negro. 9wBM3vd

Re: Crônicas do Espadachim Negro. - Publicado Qui 19 Maio - 13:37


"Posso tentar, do que se trata?" Questionou o eremita. Assim, Guts explicou detalhe por detalhe para o homem. Eles passaram horas naquela casa, até que finalmente Guts e ele saíram e o espadachim parecia peculiarmente sorridente.

"Muito obrigado!" Agradecia ao velho. "Ah, e mais uma coisa, preciso que você desça para o vilarejo.. na verdade, desde sua ausência parece que salteadores tomaram conta, já que você era o único motivo deles não se aproximarem." Explicou. "Malditos... vamos lá agora mesmo, irei passar uns tempos por lá até que tudo fique bem." Dessa forma, ambos desceram a montanha até a cidadela, Guts carregou o velho em suas costas por temer que ele ainda não estivesse em condições, e também por que seu método de descida era estranhamente único.

Ele simplesmente saltava para baixo, de um ponto à outro sem tomar danos, calculando a distância e abusando de sua resistência monstruosa. "Chegamos" Anunciou, vendo o velho perplexo. "Rapaz, você é um monstro?" Sem responder, Guts apenas riu.

"Ora, ora, olha quem deu as caras..." Uma voz desconhecida roubou a cena, atraindo os olhares da dupla. Ao prestarem atenção, viram um grupo de homens com roupas maltrapilhas e armas em suas mãos e bainhas. "O velho eremita da montanha... e, quem é você mesmo? Bem, não importa, se está com ele vai morrer também"" O grupo gargalhou.

"Kazuki... eu sabia que você tinha algo haver com isso, foi você que me envenenou?" Descendo das costas de Guts, o velho tomou a dianteira enquanto o espadachim apenas observava calado, não parecia irritado quanto à ameaça. "Sim, fui eu, e sem você por perto, tomei a vila para mim. Não adianta mais lutar, nesse tempo usei os recursos para reunir mais mercenários pois sabia que um venenozinho não te mataria, mas te tiraria de perto por um tempo. Você perdeu, velhote!" O tal Kazuki parecia muito confiante, Guts imaginava que ele seria forte.

"Ei, rapaz... É melhor você ir, as coisas vão ficar feias por aqui." Disse o velho para Guts, não querendo envolvê-lo. Sem esperar sua resposta, o eremita partiu contra os bandidos, concentrou chakra em suas mãos e começaram então uma luta sem igual.

O velho, apesar de não aparentar, era bastante rápido e seus golpes não pareciam ter muita força, mas um simples acerto era suficiente para desmaiar um subordinado mais fraco. "Incrível.." Pensou Guts. "Então esse é o poder do chakra..." O espadachim parecia admirado.

Minutos se passaram com Guts apenas observando, a batalha se prolongava e o eremita parecia cansado. "O que foi, não está em sua melhor forma não é?! O veneno te afetou mesmo, ein? HAHAHA" Em um rápido deslize, um dos homens acertou um corte nas costas do eremita e ele caiu de joelhos. "Adeus, velhote!" Quando o líder deles tentou dar o golpe final, sua espada foi bloqueada pela Kusanagi de Guts, que o repeliu sem dificuldades.

"O que pensa que tá fazendo, seu tolo? Irá morrer junto comigo!" O eremita tentou dissuadir Guts. "Não se preocupe comigo, mais importante, tenho uma dívida com você. Por me curar." Revelando que o eremita havia resolvida sua questão, agora Guts possuía uma motivação. "Certo, vocês vão vir todos de uma vez ou terei que matar um por um?" Um sorriso cínico brotou no rosto do espadachim negro, sua aura parecia muito mais sombria.

"Desgraçado... Homens, peguem ele!" Uma quinzena de homens saltou para atingir Guts ao mesmo tempo, um ataque total. Mal sabiam eles que era exatamente o que o espadachim queria, os provocando.

Com um rápido giro, usando toda sua força e velocidade enquanto os homens ainda estavam no ar, Guts ergueu sua Kusanagi e estendeu sua lâmina com sua habilidade única para alcançar os corpos distantes dos homens. Quando terminou seu giro completo, os subordinados daquele antagonista caíram cortados ao meio e um banho de sangue cobriu Guts, manchando seu rosto e roupas. Os gritos ecoaram enquanto ainda havia vida em seus corpos, mas não duraram mais que segundos até morrerem de vez.

Guts sorriu de novo, olhando para o último sobrevivente. "M-M-Monstro!!!" Ele deu as costas e tentou correr, mas a Kusanagi se estendeu mais uma vez e o perfurou no peito, subindo para a cabeça e abrindo um rasgo que dividiu parcialmente seu corpo.

Depois disso, o espadachim negro recolheu sua arma e embainhou-a novamente, estendendo a mão para o eremita e o levantando. "É melhor tratar desse machucado. Bem, eu vou indo agora, muito obrigado pela sua ajuda! Fiquem bem." E assim ele partiu, coberto de sangue e deixando um rastro de corpos para trás. Dezesseis vítimas ao todo, mas Guts não contava mais a um bom tempo.

HP: 1050/1050, CK: 2400/2450
Esta: 1/7

Considerações:
-
Itens:
Crônicas do Espadachim Negro. TqHE5wX

ItsHalno
Tokubetsu Jonin
ItsHalno
Vilarejo Atual
Crônicas do Espadachim Negro. TqHE5wX

Re: Crônicas do Espadachim Negro. - Publicado Qui 19 Maio - 22:36

Situação: Reprovado
Considerações: 23 de Abril para 15 de Maio? Até a solicitação de alteração de objetivo no dia 1 de Maio, ainda daria pra dar um OK, mas foram mais de três semanas de ausência no ON. Além do mais, como que vai reduzir os DOIS treinamentos com um único item, quando o item especificamente menciona que só funciona para um treinamento por vez? Teria que ser pelo menos 15 Posts, ou ativar um segundo item.
Antes de QUALQUER outra ação em ON, confira nas devidas Organizações as quais seu personagem pertence para ver se não há nenhuma vaga que foi roubada. Se não houver, realize o Filler de Retorno, seguindo devidamente a regragem explicita nos tópicos de Conceito de Personagem e no Sistema de Fillers.
Recompensa: Nenhuma.

_______________________


⬧ Personagem: Nora Kumori
Ficha  ⬧ GestãoBanco  ⬧ Mod AGInventárioCJ

Crônicas do Espadachim Negro. 9wBM3vd

Liev
Chūnin
Liev
Vilarejo Atual
Crônicas do Espadachim Negro. 9wBM3vd

Re: Crônicas do Espadachim Negro. - Publicado Qui 19 Maio - 22:52

OFF: Estive ausente por motivos pessoais que não ao interesse, no mais, na regra de Sistema de Solos, especificamente na sessão "Falhando em uma Solo" não cita que caso não poste em tal prazo virei a falhar na solo, somente cita que caso eu poste num prazo inferior ao mínimo, falharei. Não tive nenhuma vaga roubada nesse tempo, logo, não fui "morto" no on-game.

Sobre o item, não sei se você sequer leu ou simplesmente reprovou direto, mas houve uma mudança de objetivos e então passei a superar somente UM DEFEITO, logo, não há senso em usar dois itens para um objetivo. Basta voltar e ler, está nas considerações inclusive.

No mais, caso tenha algum problema pessoal comigo, por quaisquer motivos que seja, afinal não lembro de ter trocado uma única palavra com você, peço que apenas ignore minhas solicitações de narradores, assim criamos um ambiente mais amigável para todos.

Peço uma segunda avaliação, portanto, de alguém que ao menos se dê o trabalho de LER.
Crônicas do Espadachim Negro. TqHE5wX

ItsHalno
Tokubetsu Jonin
ItsHalno
Vilarejo Atual
Crônicas do Espadachim Negro. TqHE5wX

Re: Crônicas do Espadachim Negro. - Publicado Qui 19 Maio - 23:19

Visto, e Reavaliado:

Situação: Reprovado
Considerações: Aceito o fato de que li a mudança de objetivos de maneira errônea. Pela utilização do Redutor, creio que eu tenha trocado os objetivos atualizados e os objetivos originais, combinado com o fato de que há 10 Posts, ou o que seria no final com dois redutores utilizados. Mas, mesmo tendo isto em mente, a missão continua sendo reprovada.
Ainda assim, o sistema de ausências e o conceito de personagens ambos preveem que o tempo limite entre duas postagens em ON é de 7 dias. Exceções podem ser dadas, a critério da Staff... Mas você mesmo acabou de admitir que estava ausente por motivos pessoais. Algo que, obrigatoriamente, requer regularização através do tópico de ausências.
Lembro que você solicitou a mudança de objetivos no dia 1 de Maio. Já ai, passam mais de 7 dias sem uma postagem em ON. Eu poderia conceder uma exceção caso você houvesse postado imediatamente após a aprovação, mas mesmo com a aprovação da alteração do objetivo, você quase quebrou o limite de tempo entre postagens novamente.
Gostaria de relembrar que até pouco tempo você também fazia parte da equipe dos User-Mods - e sabe que normalmente tópicos com pouco movimento não são olhados novamente, caso a última postagem tenha sido feito por alguém da Staff. Você poderia, a qualquer momento, ter entrado em contato com qualquer Narrador através do Discord, que, se não aprovasse o pedido, poderia ter encaminhando-o para outro Narrador - Lembro-te que apenas jogar "Olhem Mudanças de Objetivos" no Chat principal não é bom suficiente, pois o Chat principal acaba sempre se tornando um lugar caótico com trocas de assuntos constantes, e não se faz obrigatório reler todo o histórico do Chat para ver se algo importante foi falado - Em mensagens diretas, esse problema não existe.

Por final, agora tornando um pouco mais pessoal... acho a maneira que você respondeu extremamente reprovável e repugnante, e completamente injustificado e não solicitado. Minha caixa de mensagens está sempre aberta, e você poderia ter vindo direto á mim para solicitar uma segunda olhada, ou para apresentar onde eu havia, de fato, errado, de uma maneira mais sensata.
Mas, escutei sua mensagem, e portanto, começarei a ignorar todas as suas solicitações de mestre futuramente.
Nada mais a declarar.
Recompensa: Nenhuma.

_______________________


⬧ Personagem: Nora Kumori
Ficha  ⬧ GestãoBanco  ⬧ Mod AGInventárioCJ

Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: Crônicas do Espadachim Negro. - Publicado