:: Mundo Ninja :: Mapa Mundi :: Sunagakure no Sato :: Campo de Treinamento
O Dia Mais Claro
Arco 02
Ano 13 DG
Outono
Com o fim da guerra em Oto, o mundo estava se reajustando uma vez mais. Embora se vendo como inimigas, as Cinco Grandes Nações se reergueram novamente, cada uma à sua maneira. Suna e Iwa ainda se mantinham sem Kages, e em cada uma um conselho de alto nível foi formado. Em Kumo, Kagaya focou em deixar seus ninjas mais poderosos e passou a exigir deles ainda mais comprometimento em batalha. Kaden, mesmo emocionado com a difícil vitória, levou novas esperanças à sua vila, Konoha, e, aliviado pela renúncia de Kamata ao posto de Senhor Feudal, via na nova Senhora do Fogo uma forma de deixar tudo que aconteceu em Oto enterrado em Oto, para que todos seguissem em frente, para o futuro. Em Kiri, Jyu apresentou um novo investimento, e, agora, a vila investia na área cientifica, trabalhando com engenharia genética e mecânica; um jovem engenheiro, Moira O'Deorain, lançava um produto que alavancaria Kiri e todo o mundo ninja, sua nova criação: “Vita”. Ao mesmo tempo, saindo das sombras, a organização privada HYDRA se apresentava ao mundo, investindo pesado em tecnologia e criações para torná-lo um lugar melhor.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Oblivion
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Salvatore
Salvatore é parte da comunidade de RPG narrativo desde meados de 2013. Conheceu o Akatsuki nessa época, mas começou a fazer parte como jogador ativamente em 2021, sempre com muita dedicação e compromisso com o fórum. Hoje, atua no fórum como narrador e administrador, focado nas partes administrativas do ON. Fora do fórum se considera um amante de futebol, adora cozinhar pratos exóticos e é estudante de Engenharia Civil.
Salvatore#1234
Sr. L
Sr.L apelido recebido pelos players do fórum, devido ao seu sobrenome Sinhorelli, joga em fóruns narrativos desde 2010. Encontrou o Akatsuki no final de 2020, mas manteve-se ativo no início de 2021. Desde então se empenhou como player e se sentiu na obrigação de ajudar os demais e hoje auxilia o fórum como Narrador, Moderador e Administrador. Fora do forum, trabalha e possui formações acadêmicas, voltadas a área de gestão de pessoas.
Sinhorelli#1549

Treinin queles pique OErr0l6

Coca
Genin
Coca
Vilarejo Atual
Treinin queles pique OErr0l6

Treinin queles pique - Publicado 10/12/2021, 21:13

Eu havia treinado toda a vida minhas habilidades para me tornar um ninja. Treinei especialmente Taijutsu, pois seria meu diferêncial. Adquiri também extrema facilidade em aprender, facilitando minha "aquisição" de qualidades, habilidades que me fariam um Shinobi melhor. Mas agora me tornei um Genin, e embora eu tenha sido considerado um gênio no meu curto período passado na Acadêmia, eu devo continuar treinando. Se eu não continuar treinando não alcançarei meus sonhos. E o que me falta agora? Atributos físicos, eles são a fundação de tudo. Sem um corpo adequado como elevarei meu Taijutsu? Como enfrentarei ninjas com qualidades elementais, e Ninjutsus poderosos?  Então acordo cedo e vou para o campo de treinamento da vila. É Verão, o clima está úmido como sempre, e um pouco mais quente.

Após uma longa caminhada vejo ao longe meu objetivo. Um alto rochedo, acidentado, perfeito para escalada. Além de ser acidentado, o que me fornece pegadas para a escalada, ele está bem úmido, a essa hora da manhã o sol não conseguiu seca-lo ainda; mas tudo bem, quanto mais desafiador, melhor vão ser meus resultados. Eu pensava em escalar esse rochedo para melhorar minha força, mas provavelmente será muito fácil, é melhor que eu faça como me ensinaram na Academia. Pego minha mão direita e enfio em minha bolsa de equipamentos, segurando uma Kunai. Faço isso para momentos de emergência quando for cair e não me lembrar a tempo de transferir Chakra aos meus pés para me grudar, ou conseguir me segurar a tempo em alguma fenda ou rocha. Se eu for cair, simplesmente finco minha Kunai em qualquer lugar possível. Ando mais, me aproximo e começo a escalar apenas com meu braço esquerdo (e, obviamente, minhas pernas) o que é particularmente desafiador, pois ele é menos preciso e mais fraco que o direito. As rochas escorregadias, por conta da umidade, somado à minha falta de destreza com a mão esquerda me faz - quase - cair várias vezes, por sorte tenho minha Kunai preparada. Toda vez que tenho que usa-la pra não cair, quase que imediatamente já acho outro apoio pra mão esquerda, e coloco novamente minha mão atrás das costas, não posso facilitar meu treino. Termino de subir, meu braço esquerdo dói muito, não consigo nem fechar a mão direita. Realmente todos os fatores somados tornaram isso um grande desafio. Raramente tenho que treinar tanto meu antebraço, a maior parte dos meus treinos são de velocidade, com as pernas, e os que utilizam o antebraço nem se comparam com a escalada (Kenjutsu, Kunaijutsu, flexões). Desço a parede irregular grudando meus pés a ela com meu Chakra e começo imediatamente a escalar novamente, da mesma forma, trocando os braços. Dessa vez foi mais fácil, perdi o equilíbrio ou escorreguei menos vezes, por estar usando a mão dominante. O que começou a me irritar, foram meus pés.

Infelizmente não temos calçados especializados em escalada. Isso seria inútil pra um Shinobi que controla bem seu Chakra, além do mais: é impossível no meio de um conflito trocar de calçado. Escalar de chinelo é terrível. Termino novamente, dessa vez me cansando muito mais. Estou exausto. Paro pra respirar. Depois de descansar bastante desço novamente o rochedo.

Depois de treinar ambos os braços agora  acho que tenho que treinar, além de minha força, minha agilidade, velocidade nesse processo. Começo a escalar novamente, só que agora contando o tempo e com ambos os braços. Dolorido do jeito que estou, escalar com apenas um braço seria muito perigoso. Me apego mais à técnica dessa vez, para poupar minha força e ganhar agilidade. Termino de escalar em quinze minutos e meio. Cinco vezes mais que minha meta. Descanso, desço e escalo novamente. Agora com mais vontade, mais ímpeto, já conheço o caminho, agora é só ser mais rápido, pegar mais impulso. Piso em falso e quase caio, mas minhas mão esquerda está bem apoiada. Perdi o apoio prós pés, então pego impulso e agarro a próxima fenda com ambas as mãos em uma pequena fresta. E onde era o apoio de mão, eu coloco ambos os pés. Terminei em metade do tempo sete minutos e meio, ótimo pra uma segunda tentativa.

Escalo mais algumas vezes, sem melhorar muito meu tempo, mesmo tendo decorado a rota. Meu cansaço não me permite mais treinar. É uma hora da tarde, já estou treinando a 6 horas. As primeiras escaladas com uma mão demoraram quase uma hora cada, foram incrivelmente desafiadoras. As com ambas as mãos demoraram bem menos, as rochas estavam já mais secas por causa do sol, o que colaborou muito. Volto pra casa, almoço e descanso por mais duas horas.

Quatro horas da tarde, chego novamente ao mesmo rochedo. O sol vai se pôr em poucas horas, e já está começando a ficar mais frio. Tenho que cumprir minha meta rápido. Descansado e com força, termino o trajeto em 4 minutos, já sabia automaticamente o caminho, e me habituei às escaladas, era quase como andar. Descanso, desço e tento utilizando tudo de mim, e enfim cumpro meu objetivo, dois minutos e meio, até menos que minha meta inicial, de 3 minutos. Já me familiarizei tanto com as paredes, e minha agarra ficou tão boa que quase não era mais um treino de força, era só questão de agilidade, era como andar. Não acho mais que treinar com os braços vai me ajudar mais por hoje.

Penso em um último desafio: bater só com as pernas, e com Chakra, meu recorde com os braços e pernas. É fácil, qualquer um pensaria, mas essa é um superfície extremamente irregular, não é como subir em uma árvore. Além disso, fazer esse percurso todo apenas em três minutos ou menos, seria loucura até pra vários Genins. Já sou bem rápido, e meu treino hoje melhorou meu conhecimento da encosta, além de melhorar a forma como piso sobre a rocha irregular, fazendo a pinça com o pé e usando Chakra, vai ser mole.

É meu último treino do dia, estou muito exausto para treinar mais, descanso mais, como um Bentô que minha mãe preparou pra mim e me fez trazer em uma pequena trouxa. Espero digerir  e corro a toda velocidade, salto diretamente sobre o rochedo e começo a subir. É muito mais difícil que correr no chão, é preciso inclinar o corpo pra frente e fazer força contra a gravidade. Cada passo são como dez no solo, e a parede é muito acidentada, qualquer piso em falso me faria cair. Vou a toda velocidade, como quem conhece o terreno e já escalou dezenas de vezes. Utilizo tudo que restou das minhas pernas para darem hoje, tenho que ser o mais rápido que eu puder, dou até a última gota de energia do meu corpo, e salto pra cima do rochedo. Trinta segundos, finalizei em 30 segundos! Comemoro e caio. Espero lá em cima até oito da noite, foi o tempo necessário pra me recuperar, desço vagarosamente, utilizando Chakra nas mãos e pés, usando o mínimo de força possível. Chego em casa exausto, nem mesmo falo com meus pais. Simplesmente vou para meu quarto e me apago sobre a cama, não lembro a última vez que exigi tanto do meu corpo, talvez nunca.

Hyūga Kōga — HP: 200 l Chakra: 200 l ST: 0/3

Considerações:
Treino focado em Velocidade e Força.

FichaHyūga Kōga.
Aparência — Wen Ning, Grandmaster of Demonic Cultivation.
Jutsus Utilizados:
Gake Nobori no Gyō
Rank: E
Descrição: Este é um método de treinamento que envolve escalar um penhasco íngreme alta ou usando apenas um braço. Ele se destina a melhorar a sua força e disciplina.

Ki Nobori no Shugyō
Rank: E
Descrição: Ki Nobori no Shugyō é um método de treinamento utilizado para obter mais habilidades com controle de chakra. Esta formação envolve focalizar uma quantia fixa de chakra para o fundo do seus pés, e usar isso para subir em uma árvore sem utilizar as mãos. Se o fluxo de chakra é muito fraco, o usuário perderá sua posição na árvore e cair. Se ele for muito forte, o utilizador irá ser empurrada para longe da árvore, fazendo com que a árvore se quebre em torno do ponto de contacto com o utilizador.
Treinin queles pique Bea979d49207480d2fcf66455cd262c7

UnnamedEnder
Genin
UnnamedEnder
Vilarejo Atual
Treinin queles pique Bea979d49207480d2fcf66455cd262c7

Re: Treinin queles pique - Publicado 11/12/2021, 01:36

Situação: Aprovado.
Considerações: Ótima narração, boa junção do treinamento dos dois diferentes atributos.
Recompensa: 1x Ponto em Velocidade, 1x Ponto em Força.

Resposta Rápida

Área para respostas curtas