>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Inverno

Raves
Juunidaime Raikage
Raves
Vilarejo Atual
Ícone : [Filler de Troca] O Verdadeiro Brilho de Primavera. Sem_tz81

https://www.narutorpgakatsuki.net/t71402-ficha-akira-haruno#542851 https://www.narutorpgakatsuki.net/t71769-gestao-de-ficha-akira-haruno#546648

[Filler de Troca] O Verdadeiro Brilho de Primavera. - Ter 9 Mar - 7:14

Palavras: 3152
O Verdadeiro Brilho de Primavera.

Eram seis horas da manhã, em Kumogakure no Sato, quando nuvens escuras fechavam os céus daquele que deveria ser um lindo raiar de primavera. Um fenômeno raro, tratando-se de um vilarejo onde sua localização se encontrava em cima das nuvens, porém, ainda não era algo estranho de acontecer. Resquícios de chuva começavam a desabar sobre as construções erguidas nas montanhas, fazendo alguns moradores da localidade adentrarem em suas moradias a fim de proteção, a serenidade tomava conta das expressões monótonas e fazia o clima ameno tornar-se um pouco mais angustiante, transformando aquele esperado dia florido numa breve manhã acinzentada.

No Gabinete do Raikage, Hayato estava realizando suas atividades como sempre. Sua expressão indiferente, e costumeira, parecia esboçar nenhuma reação para com o fenômeno; entretanto, ele também sentia o leve toque da melancolia influenciar em suas ações, transparecendo uma oculta tristeza em seu olhar. - Estranho... nunca senti um clima tão penoso quanto hoje. - Comentava. - Onde estaria você num dia como esse? - Questionava-se, encarando o assento onde um pequeno indivíduo de cabelos rosados deveria estar. Akira não tinha comparecido em nenhum momento durante aquela manhã, deixando o Hatake preocupado - uma liderança mundial não poderia simplesmente desaparecer do vilarejo sem qualquer notícia - e ninguém sabia o porquê do Raikage prestar ausência naquele dia tão obscuro.

"Onde você está?" Foi com esse pensamento que Hayato partia do escritório em busca de Akira. Procurava pelas ruas, esquinas, mercados, e quaisquer lugares que faziam parte da zona urbana da Vila Oculta. Nada. E o Campo de Treinamento? Nenhum vestígio. Felizmente, alguns cidadãos disseram tê-lo visto partindo em direção aos arredores, rumo aos campos que ficavam depois do antigo Templo de Kumogakure. Hayato não perdia tempo, não queria perder tempo, não queria perdê-lo, alguma coisa de errada parecia estar realmente acontecendo naquele início de primavera.

Depois de percorrer todo caminho até o local mencionado, enquanto sentia as emoções aflitas baterem contra seu peito e os pensamentos ruins invadirem sua mente... "Graças a Deus". Lá estava Akira, cercado por diversas flores - das mais variadas cores - no meio do campo solitário. Seria uma visão magnífica caso o céu cinzento não perdurasse por aquele local também, fazendo as flores perderem seu brilho e a terra ser castigada pela chuva constante. - O que está fazendo aqui? - Hayato perguntava, aproximando-se do rosado que permanecia de costas, encarando a paisagem levemente sombria. - Hayato... você gosta de mim? - Uma pergunta repentina, ignorando completamente a anterior, fazendo o mais velho hesitar naquele momento. - Por que você... me escolheu para ser Raikage? - Akira prosseguia com suas perguntas, o Hatake suspirou antes de indagar. - O que isso importa agora? - Analisando com mais cuidado, ele não encontrava nenhum ferimento ou transtorno por parte de Akira, esse apenas continuava sentado sobre as flores enquanto acariciava sua mascote no colo.

Minutos de silêncio logo após seu questionamento, Akira abaixou sua cabeça no relento, antes de voltar a falar outra vez. - Eu preciso te contar... uma grande mentira. - Falava mantendo seu olhar para o chão. - Meu passado... desde de Iwagakure, os registros que contam sobre minha vida estão errados, apenas escrituras falsas de uma grande mentira. - Tal revelação fazia Hayato arquear as sobrancelhas, mas antes que pudesse questionar Akira prosseguia com sua fala. - Ninguém sabe, além de Noragami e meu velho adotivo, que grande parte de minha jornada fora apenas uma peça de teatro, onde o tempo inteiro tentei esconder minhas emoções criando um personagem alegre e sempre otimista... não que eu realmente não seja, mas não sou tão exagerado como aparento. - Suas palavras saíam num tom calmo, mas ainda era perceptível uma pontada de angústia entre elas. - Deixe-me lhe contar a verdade, pelo menos uma primeira vez. - Suplicava, recebendo o nada como resposta, erguendo sua cabeça para os céus antes de iniciar a sua história.

[...]

Iwagakure no Sato; Primavera de 53 D.G
Era uma tarde inédita para Iwagakure, um horizonte multicolorido marcava a temporada de primavera naquela região, enchendo-se das mais distintas cores e brilhos que se podia imaginar. Todavia, por mais bela que fosse aquela paisagem, outro acontecimento também marcava aquele período, mas não de uma forma tão abrangente quanto. Nascia um indivíduo com muitas peculiaridades, algumas curiosas, diga-se de passagem.

Seus pais, grandes shinobis de elite da vila, reconhecidos localmente pelos seus serviços no campo de batalha - por mais que fossem boas pessoas - tiveram o desprazer de aceita-lo com repulsa em seus olhos. "Eu queria um filho homem! Ou então uma bela moça, mas não essa coisa estranha!" Comentários do casal sempre foram frequentes, recusando-se a aceitar aquela anormalidade como fruto de seu amor. Então, para manter as aparências, os pais forjaram documentos falsos para sua criança e a nomearam como "Akira Haru" - não querendo manchar o nome de suas famílias enquanto ao mesmo tempo poderiam garantir alguma veracidade nos papeis com a similaridade dos nomes.

Por mais que não aceitassem aquela criança, ainda tinha a esperança de poder torna-la um shinobi incrível, transformando-o no futuro líder do Bakuha Butai de Iwagakure. Conforme o tempo passava, ficava evidente que Akira tinha herdado alguns traços do Clã paterno - que mostravam possuir grandes reservas de energia e vigor - e da família materna - que geralmente mostravam possuir um exímio controle de chakra - aumentando ainda mais as esperanças de que aquilo pudesse ser contornado e que sua primeira criança seria um motivo de orgulho no futuro... ou pelos mentiram dessa maneira.

Iwagakure no Sato; Primavera de 60 D.G
Na Academia Ninja, uma estranha criança - que mesclava roupas masculinas e femininas em seu traje - fora questionada com a seguinte pergunta: "Quais são seus sonhos como Shinobi?". Entretanto, antes que ela pudesse responder, outra criança retrucava apontando para tal. "Sonhos? Isso é uma aberração, e aberrações não tem sonhos que mereçam alcançar!". Muitos riram, outros repreendiam, mas ninguém se importou depois disso. Por fora a criança mostrava um semblante caricato, transparecendo não ligar para a brincadeira, mas aquele comentário foi o primeiro de muitos que a fizeram chorar depois das aulas.

- "Você é o garoto que beija rapazes, né?!", "Cuidado meninas, ela joga no time adversário." -

Esses comentários continuavam dia-pós-dia, tão comuns para uma sociedade como aquela, que mesmo não possuindo uma real intenção maldosa ou simplesmente zombaria, dificultavam e muito para alguém como Akira encontrar um grupo de pessoas que lhe fizesse bem. Em sua casa, essa dificuldade parecia aumentar ainda mais com seus pais. Akira nunca quis ser um shinobi, detestava a ideia de entrar num campo de batalha, mas continuava indo à academia para conseguir a atenção deles. No entanto, tudo que recebia eram simples incentivos e desprezo a longo prazo, quando não conseguia cumprir as expectativas impostas, trazendo mais frustração do que qualquer outro sentimento. Os assuntos shinobis também eram a única coisa que lhe rendiam conversa, visto que eles não se importavam com seus gostos ou desgostos, sentimentos ou amizades, apenas seu progresso estudantil, tornando-os quase desconhecidos numa mesma casa.

[...]

Mais um dia de chuva caía sobre Iwagakure e as frentes gélidas colaboravam para que os habitantes ficassem abrigados em suas casas. Uma garota de cabelos morenos passeava pelas ruas mesmo assim, utilizando de seu guarda-chuva enquanto cantarolava saltitante. Porém, sua felicidade e passeio terminavam a partir do momento que ouvia um fraco ruído saindo de uma esquina. "Têm alguém chorando?" Quando decidia ir ao encontro do barulho, encontrava uma criança próxima de sua idade encolhida no canto, com diversas lesões e hematomas espalhados pelo corpo, suas roupas maltrapilhas ligeiramente sujas com vermelho, e cabelos rosas tão maltratados que seus fios quebravam ao simples toque.

- Quem fez isso com você!? - Sua pergunta repentina assustava Akira, que via o encarar irado da outra com sua situação, mas não querendo apanhar de novo, ele simplesmente abaixou sua cabeça e explicou. - Meus pais... - Sua voz fraquejava em alguns momentos, chegando a grunhir pequenos soluços de dor. - Eu não queria... mais ser um ninja... eu não queria... ser mais chamado de "bichinha". - Akira se engasgava com seu próprio choro, que mesmo a chuva escondendo suas lágrimas, era visível pelo semblante envergonhado. - EU QUERIA... ME SENTIR BEM! - Gritou em desespero, quase caindo pela aflição, chorando mais alto que podia - mas parando em instantes pelas contusões que sentia.

Sem hesitar a morena deixava seu guarda-chuva de lado, e com o máximo de cuidado que conseguia, pegava Akira em seu ombro e começava a carrega-lo para a direção contrária de onde tinha vindo. Akira não tinha sequer forças para sair dali, então deixou-se ser carregado para o lugar que fosse. Cerca de meia hora de caminhada, eles chegavam a uma humilde casa na qual a garota começava a bater freneticamente na porta. - VELHO! ABRA ESSA PORTA! - Ao gritar pelo residente, um senhor da terceira idade aparecia na sequência com um semblante irritado. - Noragami! Quantas vezes eu... minha nossa, traga-o para dentro rápido! - O idoso mudava de atitude no mesmo instante que via Akira, ajudando também a carrega-lo para dentro da pequena casa.

[...]

Algum tempo se passava desde aquele dia de inverno, quando Akira fora resgatado de uma situação deplorável por uma garota e um velho senhor. Hōzuki Noragami e Kenichi Isao, duas novas companhias durante seus próximos anos. O velho foi quem cuidou de suas feridas naquele incidente - sendo um médico aposentado de Iwagakure - e decidiu adota-lo como um filho junto a sua neta. Noragami era uma aspirante a Genin na Academia Ninja, ela ficou do lado de Akira em todos momentos enquanto esse estava preso à uma cama, e acompanhou de perto sua reabilitação física, mas o seu estado mental só começou a melhorar depois de um certo evento....

Durante uma madrugada, Noragami percebia Akira caminhar até a varanda da casa fazendo aquele mesmo ruído familiar de outrora. - Akira... - Chamava-o, recebendo silêncio em contrapartida. - O que você está fazendo aqui a essa hora? - Perguntava, embora ela já soubesse o motivo, queria ouvir a reposta vinda dele mesmo. - Humm... você e Kenichi, são as únicas pessoas que... - Akira hesitava um pouco. - Vocês nunca me trataram como garota... ou como garoto, e sim como... Akira. - Falava um pouco tímido, a Hōzuki deixava um pequeno sorriso escapar. - Você realmente si incomoda com isso, não é? - O andrógeno acenava em positivo, antes de se virar para a menina com os olhos marejados. - Akira, eu posso lhe dizer uma coisa? - Perguntava, recebendo outro aceno positivo de Akira, suspirando antes de começar.

- Você sabe aquela maldita impressão de ser comparado as outras pessoas? Como se as pessoas vivessem dizendo o tipo de pessoa que você não é? - Indagou, desviando seu olhar para o outro lado. - Mesmo que eles saibam o quão difícil é ser as pessoas que eles querem que sejamos e não as que nós queremos ser? E que sempre nos perguntamos "Eu estou feliz assim?", "Será que é digno, mentir todos os meus interesses apenas para fazer com que as pessoas gostem de mim?". - Ela fechava seus punhos, frustrando-se com tal realidade. - Aí então você cresce e percebe que você nunca se tornou o que você realmente queria, devido ao fato de que você esteve muito ocupado polindo o tipo de pessoa que os outros queriam que você fosse e não você mesmo. - Prosseguia, encarando novamente tal andrógeno.

- Akira... Só queria dizer que você não tá sozinho nessa. Por que eu sei exatamente tudo o que você passou. - Em seguida, um som angustiante começou a ser ouvido, as lágrimas escorriam enquanto acompanhadas dos pequenos soluços. - Eu sei porque também já passei pela mesma coisa, eu me cansei das pessoas apontando o dedo pra minha cara e dizendo que eu nunca poderia ser o que queria, isso é triste, mas foi isso o que me deu forças para continuar em frente... e provar para as pessoas que eu poderia ser alguém melhor do que elas queriam que eu fosse. - Akira desabava ao chão esperneando aquele sentimento guardado por anos, um sofrimento agudo que desamparava tudo, mas logo parava ao sentir uma mão quente lhe chamar a atenção. - Então... você pode contar comigo e com aquele velho, que tal enxugar essas lágrimas e voltarmos a dormir? Nós podemos sair amanhã cedo para comer um rāmen. O Kenichi paga! - Dizia num tom risonho enquanto ajudava Akira a se levantar, porém sendo pega de surpresa quando era abraçada pelo mesmo.

- Nora... Vocês vão ficar comigo? Pra sempre? - Uma atitude egoísta, mas que a Hōzuki entendia como um "sim" para sua pertunta.  - Mas é claro! Afinal, você também é uma das pessoas mais importantes para mim agora! - Exclamava, enquanto servia de ombro amigo para Akira, esperando esse se acalmar para depois voltarem aos seus cômodos. Depois desse dia, Akira começou a se inspirar em Noragami e decidiu que iria se tornar uma ninja tão incrível quanto ela desejava, mas também porque tornou-se de sua vontade querer ser forte... Para fazer daquele seu mundo um lugar melhor para si viver.

[...]

Kumogakure no Sato; Primavera de XX D.G
- Desde então o mundo ficou mais leve de encarar, mesmo depois de nos graduarmos e Noragami ter ficado num time diferente, eu comecei a fazer diversas amizade em Iwa, minha vida parecia estar finalmente tomando um rumo diferente e agradável pelo meu gosto... - Voltando ao presente, Akira continuava sua história para Hayato, porém seu tom melancólico persistia em sua fala. - ...Mas então tudo começou a regredir; eventos estranhos surgiram de repente, meteoros caíram do céu ameaçando nossas vidas, e todos os amigos que tinha feito... morreram conforme o tempo passava. - Akira encolhia suas pernas assumindo uma posição fetal, deixando que sua gata ficasse de lado. - Minhas experiências foram as piores possíveis, uma atrás da outra, eu fiquei me segurando para não desabar... mas aquele dia no inferno, literalmente, me fez repensar tudo que achava ter superado e merecer tudo aquilo que conquistei.

- Estou me afundando em um poço todo dia, não sabendo mais que rumo eu irei ter, talvez nem seja possível acabar com essa agonia, que ainda insiste em permanecer... - Recitava, quase como uma melodia. - Os dias por aqui tem sido tão nublados, por mais que seja possível enxergar o sol raiar, também ando sentido o meu corpo em pedaços, e já faz um tempo que estou sem forças pra continuar... - Aos poucos seu tom melódico dava lugar à angustia, junto aos grunhidos de tristeza. - Eu me sinto sozinho mesmo com todo mundo do lado, as vezes que eu sorria era melhor não ter tentado, talvez no fundo eu sempre estive muito destinado, pois na trilha que prossigo não desvio do fracasso... - As lágrimas escorriam de seu rosto avermelhado, sua voz começava a ganhar um tom choroso. - Noragami, eu tentei... Hayato, eu tentei... sempre tentei... nunca parei... - Soluçava. - Mas eu só falhei... nunca acertei... nunca pensei que eu... poderia chegar tão longe...

Akira voltava a chorar, deixando as emoções tomarem conta de si mais uma vez, com seus berros ecoando pelo vasto campo em baixa frequência... até sentir uma mão fria, porém suave, tocar em sua face e desviar sua atenção para o sujeito dessa. - Agora eu quero que me escute, você mesmo que sentiu toda essa dor, quero apenas que me escute... - Anunciou. - Mesmo com todo esse rancor, saiba que pro mundo você ainda tem valor. - Dava um leve tapinha no rosto do rosado, fazendo esse manter a atenção em suas palavras. - Me escute, você tem sim forças pra se levantar, as energias estão no seu corpo e estão vivas. - Repetia o tapa. - Me escuta! Sai desse escuro porque você pode se tonar a luz que por onde passa ilumina! - Repetia o tapa, novamente. - Escuta! Eles estavam errados quando disseram que você não era capaz, ver se me escuta! A vida vale muito quando você conseguir encontrar paz, tenha paciência, tenha mais. - Akira mantinha o olhar desamparado, confuso, apenas ouvindo aquelas palavras intrigado.

- Entendo que você anda chorando ultimamente, e que sua diferença apenas lhe entristece, mas saiba que essa dor que te domina não dói em você somente, essa angustia atormenta muita gente. - Prosseguia. -  Enxergue as suas capacidades! Suas qualidades, é um ser humano incrível! É por isso que eu lhe aprecio como Juunidaime Raikage, independente de ser estranho, feio ou bonito. - O choro de Akira se intensificava, o Hatake não sabia se estava o alcançando, mas ainda sim continuava. - Acredite nas palavras de um viajante... esse mundo também pode ser muito bonito, e sua felicidade estará lhe aclamando em chamas no momento certo, entendo como pode ser muito difícil... mas se precisar de apoio, pode vir contar comigo. - Terminava, sendo pego desprevenido pelo abraço repentino de Akira, literalmente se jogando em cima dos cabelos esbranquiçados em plenas lágrimas. - Por favor... não morra... me ajuda... - Continuava a chorar, sendo acolhido pelos braços do Hatake que também limpava um pouco daquele riacho nos olhos.

-  Vamos recomeçar do zero, dessa vez sem mentiras, tudo bem? - Perguntava Hayato, recebendo um aceno positivo do rosado. -  Meu nome é Hayato Hatake, ex-andarilho de Kumogakure e atual Assistente do Raikage, e meu objetivo principal é fazer Kumogakure prosperar longinquamente... Sua vez. - Pronunciou, passando a fala para Akira que refletia em busca das palavras certas. - Meu nome é... Akira "Uzumaki" Haruno, ex-chuunin de Iwagakure e atual Raikage de Kumogakure, e meu objetivo principal é... fazer desse mundo um lugar melhor. - Dizia esboçando um genuíno sorriso no rosto. As nuvens que cobriam os céus de cinza começavam a se dissipar na sequência, fazendo aquele jardim florido ganhar novamente seu brilho de primavera...

[Filler de Troca] O Verdadeiro Brilho de Primavera. Tumblr_p1slu0JZxl1v6bs4yo6_250
Fim.

[Filler de Troca] O Verdadeiro Brilho de Primavera. Hp210HP: 3025/3025 [Filler de Troca] O Verdadeiro Brilho de Primavera. XQKY0 CH: 6150/6150[Filler de Troca] O Verdadeiro Brilho de Primavera. 6b80b9965b1ec4d47c31d7eccf8ce4b0---cone-amarelo-rel--mpago-by-vexels ST: 00/11[Filler de Troca] O Verdadeiro Brilho de Primavera. Org.easyrpg.player CN: 000/400

Haruno Akira | Hatake Hayato | Hōzuki Noragami | Kenichi Iseo

Considerações:
Geral:

Yosafire:[Filler de Troca] O Verdadeiro Brilho de Primavera. Hp210 HP: 250/250 [Filler de Troca] O Verdadeiro Brilho de Primavera. XQKY0 CH: 250/250[Filler de Troca] O Verdadeiro Brilho de Primavera. 6b80b9965b1ec4d47c31d7eccf8ce4b0---cone-amarelo-rel--mpago-by-vexels ST: 00/01

Resumo: ...

Objetivos: Mudança de História do Personagem; Troca de Clã: Bakuton ---> Uzumaki & Mudança de Nome: Akira Haru ---> Akira Uzumaki Haruno.
+

Outros: Força e Velocidade 1 nível abaixo do máximo.
+

Custos e Força de Jutsus: —x—
+
Informações:
+ Aparência do Personagem. Chapéu e manto de Raikage; Eye Scope e Máscara de Afrodite estão nos bolsos do manto; Mecanismo de Kunai Oculta está equipado no braço direito, sob a manga comprida do manto; Bolsa de Armas - 1 e Bolsa de Armas - 2 estão equipados em cada lado do quadril, com a Bolsa Shinobi Personalizada similar a uma pochete na frente da cintura.

+ Yosafire encontra-se aconchegada dentro das vestes de Akira, deixando apenas sua cabeça exposta através da gola da camisa. Vide Gif.
Pet:

[Filler de Troca] O Verdadeiro Brilho de Primavera. Sem_tz98

Nome: Yosafire
Espécie: Gata
Personalidade: A gatinha demonstra ser bastante inteligente se comparada a outras de sua raça, sabendo falar a língua humana e compreender outros animais com perfeição. Ela também mostra uma natureza manhosa e atrevida em alguns momentos, gostando sempre de cochilar quando possível e exaltar as habilidades de seu dono mesmo contra a vontade do mesmo. Seu relacionamento com Akira é muito íntimo, fazendo-a muito ciumenta e dengosa, e por esse motivo enxerga Nue como um tremendo rival pela vaga em seu coração. De maneira geral, ela consegue ser amigável e até educada com aqueles que são verdadeiramente legais com Akira.
Aparência: Yosafire é uma gatinha de pequeno porte, cabendo facilmente entre as vestimentas de seu dono, de pelugem cinzenta e malhada, com bigodes finos e corpo bem rechonchudo. Ela tem pernas e braços curtos, cabeça grande e redonda e olhos ônix preto, além de pequenas garras e dentes afiados que a própria mantêm escondidos boa parte do tempo.
Rank: D
Databook: 3 Inteligência, 1 Velocidade e 1 Força.
Status: 250HP | 250CH | 00/01
Equipamentos:
Eye Scope:

[Filler de Troca] O Verdadeiro Brilho de Primavera. Latest?cb=20170201200400&path-prefix=fr
Eye Scope (01un)
Rank: C
Habilidades: Servirá como um telescópio, precisando sempre fechar o outro olho. Só poderá usar um por personagem.
Descrição: Este equipamento usado pelo Deidara funciona como um telescópio. Como ele é um lutador de longo alcance por natureza, o dispositivo permite que Deidara veja seus alvos à distância e discerna o alcance entre ele e outros objetos. Geralmente está escondido embaixo do cabelo dele.

Máscara de Afrodite:

[Filler de Troca] O Verdadeiro Brilho de Primavera. 7ab3bfc9b20329397cafb99fb52e01ed63feb252_hq
Máscara de Afrodite (01un)
Rank: E
Habilidades: Com a adição de 5 pontos de chakra (sem reduções), pode tomar a forma de um rosto humano diferente, limitando-se a duas mudanças por turno, servindo como um importante disfarce.
Descrição: Uma máscara branca e lisa com um coração no centro da testa. Esta máscara é feita de um material resistente, semelhante a uma máscara ANBU.

Mecanismo de Kunai Oculta:

[Filler de Troca] O Verdadeiro Brilho de Primavera. VSIVdoV
Mecanismo de Kunai Oculta (01un)
Espaço/Peso: 01
Descrição: Este item permite ao usuário instantaneamente estender e retrair uma kunai de sua manga com um fio de mola.

Nota: Equipado com 1x Kunai.

Oroborosu no Yoroi:

[Filler de Troca] O Verdadeiro Brilho de Primavera. Aioria-netflix-destacada
Oroborosu no Yoroi (01un)
Espaço/Peso: 15
Rank: S
Habilidades/Mecanismos: Será resistente a técnicas de Raiton até rank-B e aumentará em +1 turno de durabilidade de seu usuário.
Descrição: Uma armadura de combate bastante única, embora semelhante as tradicionais shinobi. Esta armadura é de um amarelo-dourado, com uma serpente entalhada nascendo desde a base da armadura e se enrolando por toda ela, em cor preta, passando por ombros e descendo de volta até se consumir. Ela tem as mesmas bases de uma armadura tradicional no peso e espaço, mas com habilidades bastantes únicas. Acredita-se que era utilizada por Opus no passado.

Bolsa de Armas 1 (20/20 espaços):

[Filler de Troca] O Verdadeiro Brilho de Primavera. 1n3VAws
Kunai (02un)
Espaço/Peso: 02
Descrição: Kunai (ク ナ イ, Kunai), juntamente com o shuriken, é uma das ferramentas ninja mais comuns. É um punhal preto com um punho enrolado em ligaduras e um pequeno anel ligado ao final da mesma. A kunai é projetado para empurrar e esfaqueamento, embora ele ainda pode fazer algum dano se jogado apesar de não ser projetado para isso, e é sobre a duração de sua mão.

[Filler de Troca] O Verdadeiro Brilho de Primavera. TZOci1C
Shuriken (10un)
Espaço/Peso: 10
Descrição: Shuriken (手裏剣), assim como a kunai, é uma das armas mais básicas vistas na série Naruto. Elas são estrelas afiadas com quatro pontas de metal, úteis para jogar. Elas também podem ser utilizadas para o combate próximo, mas não são muito eficientes. Embora pequena, ela pode ser usada para distrair, prender o inimigo no solo, ou, precisando o suficiente, pode matar ou incapacitar um inimigo. Ela tem um círculo aberto no centro, útil para agarrar com um dedo, para evitar o corte de si mesmo, ou para colocá-la através de um fio. O círculo também é benéfico para a aerodinâmica total da arma, garantindo trajetórias mais precisas.

[Filler de Troca] O Verdadeiro Brilho de Primavera. DfDI0fk
Fūma Shuriken (01un)
Espaço/Peso: 04
Descrição: Fūma Shuriken (風魔手裏剣, Fūma Shuriken) é uma grande shuriken, com quatro lâminas possuindo nitidez preeminente e letalidade. Este tipo de shuriken é considerada característica do famoso clã Fūma, conforme quais eles foram nomeados, e que, eventualmente, as desenvolveu. No entanto, a sua utilização não se limita a este clã. Suas quatro lâminas podem ser recolhidas para armazenamento fácil, levando ao seu apelido Moinho de Vento da Sombra (影風車, Kage Fūsha).

[Filler de Troca] O Verdadeiro Brilho de Primavera. EvmxQsG
Hikaridama (04un)
Espaço/Peso: 04
Descrição: Bombas de Luz (光玉, Hikaridama) são usadas para diversas coisas, criando uma luz ofuscante quando detonada. Ela pode se parecer com pequenas esferas embrulhadas em papel com o caractere "hikari" (光, luz) ou, mais convencionalmente, como vasilhas.

Bolsa de Armas 2 (00/20 espaços):

Em breve.

Bolsa Shinobi Personalizada (000/100 espaços):

Em breve.
Técnicas/Habilidades:
+ Estilos de Luta (00/03):
+ Manipulações (00/02):
+ Jutsus Básicos (00/--):
+ Jutsus Ofensivos (00/02):
+ Jutsus Defensivos (00/03):
+ Jutsus Curinga (00/01):
+ Invocações (00/01):
+ Jutsus em Preparo (00/01):
+ Jutsus Passivos (00/02):
+ Jutsus Ativos (00/--):

Utilizadas:
—x—

_______________________

[Filler de Troca] O Verdadeiro Brilho de Primavera. 85-858761_astolfo-bye-bye-clipart-png-download-astolfo-gif
"---"

F.P | G.F | B.M | M.AG | I.AG | C.J | C.Hab
-
Bahko
Jōnin
Bahko
Vilarejo Atual
Ícone : -x-

https://www.narutorpgakatsuki.net/t73785-ficha-uzumaki-naomi https://www.narutorpgakatsuki.net/t73787-gf-naomi-uzumaki#568866

Re: [Filler de Troca] O Verdadeiro Brilho de Primavera. - Ter 9 Mar - 11:51

Ok

_______________________

-


Edição de Aniversario por Shion e Senko.