>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Primavera
Últimos assuntos

Aru
Chūnin
Aru
Vilarejo Atual
Ícone : [ Filler ] Árvore VEV2y1p

https://www.narutorpgakatsuki.net/t73238-fp-hoki-aru https://www.narutorpgakatsuki.net/t73263-gf-aru-hoki

[ Filler ] Árvore - 3/10/2020, 18:26

ArvoreSe conecte com a natureza.


Os burburinhos se manifestavam por toda a extensão da vila do redemoinho. A cidade se revelava através dos incontáveis navios em sua costa. Em meio a imensidão azul do mar e das nuvens de coloração alaranjada, o raivoso deus do verão e do calor se despedia dos incontáveis cidadãos da cidadela. O vento irrompia por toda a região trazendo o clima ameno das tardes no país da água. As plantas farfalhavam e os fios embranquecidos do menino chacoalhavam. Caminhavam ele por entre as ruelas da metrópole.

Em meio as ruas cercadas por incontáveis pessoas, negociantes gritavam suas ofertas, compradores pechinchavam preços e habitantes caminhavam despreocupados. A localidade, no entanto, é famigerada não pelos negócios que aqui ocorrem e sim por se mostrar proficiente na arte ninja, tendo o turismo como segundo plano, algo raro em meio as demais populações que possuem shinnobis como residentes.  

A leve brisa que cobria a praia entrava em contato com a pele do platinado o que por sua vez ocasionara a arrepios que percorreriam por toda sua espinha. Pequenas gotículas d’água gélidas provindas do aguaceiro beijavam seu rosto. Um olhar apático se mostrava presente em sua face. O menino ainda emergido em seus próprios pensamentos apresentava uma insegurança e confusão interna, havia há pouco terminado sua aula frente a academia e sentia-se vagando sem rumo.

Através de seus lapsos de lembranças esquecera-se da sua própria consciência, de onde se localizava. Com um súbito baque e um nítido sinal de desespero levara um tombo, tropeçou no pé de um jovem que localizava-se próximo a ele, ocasionando em um salto chocando suas nádegas diretamente com o solo.

Apoiou-se em seu próprio joelho e esforçou-se para se levantar. Sangue escorria pelo cotovelo, havia se machucado levemente. Fitava o garoto, era bonito isso é certo, possuía madeixas que lhe caiam desgrenhadas e castanhas, feições únicas e masculinizadas, e um corpo notavelmente bem cuidado. O conjunto estrutural do maior lhe parecia familiar, apesar de não conseguir assimila-lo com nenhum nome conhecido.

- Sinto muito. – Proferiu, e apesar disso não tinha certeza se o rapaz caído havia escutado as palavras. Sobre a peça superior alheia um simplório arranhado se apresentava. – Caralho, olha o que você fez. – Ele apontou sugestivamente para a roupa que trajava enquanto se levantava zangado. Suas narinas se mostravam dilatadas e a testa franzida dando-lhe a impressão que pularia em cima de si a qualquer instante.

O rapaz gritava identificando-se como um importante membro do grupo anbu e sussurrava dizendo-lhe que iria fazê-lo sofrer pela camisa desfigurada. Aru muito embora houvesse de ter sido criado rente a área urbana não possuía um completo conhecimento das ruas naquele instante, muito apegado a seu bairro tendia a permanência neste sobre a exploração de ambientes distintos, sendo assim, fez o que naquele momento lhe cabia e correu.  


[...]


Corria em uma velocidade significativa deixando o rapaz para trás, mantinha-se, no entanto, estável. As brisas frias e cortantes irrompiam contra seu corpo. Os fios brancos e de tamanho mediano esvoaçavam perante o vento, ricocheteando em sua própria cara. Os olhos avermelhados perpassavam em meio aos incontáveis vultos espavoridos e nitidamente animados, sentia-se seguido, e tendo em mente isso voltou-se completamente a corrida.

Adentrara ao bosque em poucos minutos, floresta está que se via hostil para a maioria dos habitantes de Uzushiogakure, haviam-se lendas espalhadas por toda a cidade, o estudante pouco se importava; não se via complacente a acreditar em boatos desde o início de sua infância e acredita piamente que o pior dos monstros é o ser humano.

O arvoredo era dono de uma beleza natural sem igual. Haviam árvores gigantescas espalhadas as quais fechavam quase que completamente o céu do ambiente, elas eram de diferentes espécies e traziam, especialmente naquela estação, uma diversidade de tonalidades esverdeadas. Existiam também flores e animais de distintas raças bichos estes que davam vida a brenha obscura. O garoto, entretanto, apenas explorava superficialmente o bosque, afinal, a tendência a desaparecidos naquela localidade é gigantesca e teme tornar-se outro conto tal qual a princesa da floresta. Olhando para trás seu desafeto ainda lhe perseguia, este com um pouco mais de dificuldade que o menor que facilmente encaixava-se em brechas devido seu tamanho diminuto.

O rapaz é um fã incondicional da corrida; sente que através desta consegue liberar uma quantidade excessiva de sentimentos, utilizando a ação como um tipo de terapia para si, centenas de pensamentos sobrevoavam sua cabeça durante o percurso a maioria destes envolvendo seus já mortos progenitores, e mais recentemente o que seria de si caso pego.


[...]


Foi necessário pouco mais de uma hora para que perdesse o inimigo de vista. Encontrava-se em uma área relativamente calma e remota da floresta onde os pássaros cantavam com avidez e os insetos murmuravam para si. Entremeio o ambiente uma árvore de tamanho nunca antes imaginado se expunha, nesta havia uma quantidade seleta de musgo que crescia na base.

Ele suspirou fundo permitindo-se experienciar a mescla de aromas do bosque. Decidira que aproveitaria da oportunidade e treinaria o chacra que transporta por entre a compleição física. Utilizava de técnicas de controle para vivenciar a prática. Com uma quantidade infundida deste respectivo chacra rente aos pés se vira em uma tentativa falha de subir o dito tronco.

Passara a reter um visível esforço na tarefa decorrendo em machucados leves e um consumo considerável de sua vitalidade. Quando prostrara-se a metade do objetivo findara tomando uma pausa onde através desta meditava buscando alcançar uma maior quantidade do elemento inicialmente descrito e necessário.

Já era noite quando alcançara o topo da árvore. Uma fina camada de suor evidenciava-se circundando sua estrutura, estava esgotado. De seus lábios róseos um sorriso evidente, com o nítido e frequente esforço daquele dia obtivera sucesso em ascender ao objetivo e se via extremamente contente e feliz por tê-lo feito. Sobre seu sistema sentia uma quantidade relativamente maior de chacra percorre-lo como se houvera de ter sido recompensado pela árvore em razão dos feitos daquele dia. Quando tocara o chão novamente debandaria em uma queda súbita e consequente desmaio. O cansaço tomara posse de si e dormira naquela data frente a natureza adquirindo uma maior conexão com esta.



Bolsa de armas [20/20]:

☼ 20 Kibaku funda [05]
☼ 10 kunais [10]
☼ 05 Shurikens [05]

Jutsus utilizados:

[ Filler ] Árvore XAsxWaR
Ki Nobori no Shugyō
Rank: E
Descrição: Ki Nobori no Shugyō é um método de treinamento utilizado para obter mais habilidades com controle de chakra. Esta formação envolve focalizar uma quantia fixa de chakra para o fundo do seus pés, e usar isso para subir em uma árvore sem utilizar as mãos. Se o fluxo de chakra é muito fraco, o usuário perderá sua posição na árvore e cair. Se ele for muito forte, o utilizador irá ser empurrada para longe da árvore, fazendo com que a árvore se quebre em torno do ponto de contacto com o utilizador.

Considerações:

☼ O post possui 1023 palavras.
☼ Filler visando cem pontos em chacra.
Ficha.

Vida: 275
Chacra: 375
Stamina: 00/04
Roupas

-
Indra
Juuichidaime Hokage
Indra
Vilarejo Atual
Ícone : [ Filler ] Árvore Tumblr10

https://www.narutorpgakatsuki.net/t73475-fp-sarutobi-kaden https://www.narutorpgakatsuki.net/t73468-gestao-sarutobi-kaden

Re: [ Filler ] Árvore - 3/10/2020, 21:36


_______________________

[ Filler ] Árvore Tumblr_pl035uEflG1uocgm5o2_500

-


Edição de Aniversario por Shion e Senko.