>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Primavera
Últimos assuntos

Netero
Tokubetsu Jonin
Netero
Vilarejo Atual
Ícone : [OP] Corre que os homi tão vindo The-nuclear-weapon

https://www.narutorpgakatsuki.net/t70829-fp-netero-remur#537017 https://www.narutorpgakatsuki.net/t69881-gf-castiel#531057

[OP] Corre que os homi tão vindo - 27/12/2019, 18:52

A chuva aumentava de acordo com que o rapaz caminhava rumo a sua casa. Aquilo não o incomodava muito, entretanto, sua casa ficava do outro lado da vila, o que levaria tempo para que ele conseguisse chegar lá sem ter parecido ser alvejado por um dilúvio. Certamente se apressasse o passo ele conseguiria chegar um pouco mais rápido, entretanto, percebeu que isso não ajudaria de todo, afinal, a distancia excedia os 10km para o lado leste do vilarejo. Lá onde as ruas eram modestamente construídas, as casas não eram gigantes, nem pequenas. As pessoas viviam honestamente com seus comércios e sem muitos problemas diários. Talvez o fato de poucos homens verdadeiramente ricos viverem naquela área. A maioria ali havia se mudado para ficar um pouco mais próximo do centro comercial, mas com pouco dinheiro, era difícil manter-se na rua principal onde o aluguel era caro. Talvez o motivo de Castiel morar lá era esse. Possivelmente não teria dinheiro nem para viver se não fosse a ajuda de seus parentes, que antes de se mudarem, deixaram uma boa grana para que ele pudesse sobreviver durante os anos.

A ideia que havia caído sobre a mente de Castiel era simples. Utilizar daquela situação para treinar sua agilidade e seus atributos físicos, desse modo, ele poderia chegar em casa cedo e talvez derramar algum suor durante o processo. Seus joelhos se flexionaram num movimento rápido em busca dos telhados dos prédios que o cercavam. Seu movimento era lento e através de um grande esforço físico ele iniciava a tentativa de aumentar gradativamente o nível de sua movimentação. Seus pés rebobinavam a cada passo a velocidade que seu corpo se mantinha sobre as casas com telhado de madeira. A dificuldade em aumentar o nível de movimentação se dava por uma limitação física, cujo seu corpo parecia não conseguir acompanhar o próprio esforço feito mentalmente para que aquilo ocorresse. Os impulsos se tornavam cada vez mais difíceis. Seus joelhos tremiam a cada passo que o aumento de velocidade se dava. Os próprios pés de Castiel pareciam não acompanhar a força do impacto no solo, impacto esse que aumentava a cada instante. Seu pé então em dado momento escorregou no telhado de uma casa e o mesmo entrou em queda. Por sorte, seus reflexos o ajudaram a mover-se e segurar a beira do telhado, evitando uma queda dolorida. Sua força também não era suficiente para que ele se movesse facilmente, mas através de um certo esforço físico e muscular, o mesmo conseguiu subir novamente sobre os prédios. Ele parou por um instante, sentindo seu peito pulsar fortemente. A chuva refrescava levemente o calor que ele sentia por toda extensão de sua pela coberta. Entretanto, ele não quis desistir.

Ele caminhou pelos telhados por alguns metros, até ficar no limite que entrelaçava duas ruas bifurcadas. A respiração ofegante fora controlada através de certa paciência. Ele respirava fundo afim de trazer novamente concentração a sua mente e corpo. O objetivo ali não era fácil. Afinal, pensar que só esforço físico fosse necessário era tolice. A mente de Castiel não estava apta a reagir com movimentos em tal velocidade, deveria ele então aprender a acompanhar os próprios reflexos de maneira gradual, sem necessariamente e impulsivamente correr ilimitadamente.

Ele então saltou para o próximo prédio e quando tocou o solo flexionando os joelhos, se impulsionou para frente. Dessa vez, sua velocidade era a comum de sempre. Uma velocidade quase que ínfima, comparada até mesma a velocidade de civis. Entretanto, Castiel não era um simples civil. Ele utilizou de uma formula de treinamento que pudesse fazer seu corpo se acostumar gradativamente com a velocidade utilizada. Ele deveria aumentar devagar o movimento e consequentemente manter estável tal velocidade até que se sentisse confortável o suficiente para fazer movimentos mais complexos. Foi o que fez. Um aumento de velocidade o levou a um nível maior de movimentação. Dessa vez a dificuldade não era grande, entretanto, seu corpo movia-se de maneira desajeitada e pode perceber isso. De acordo com que sentia a movimentação, ele ajeitou-se a cada passo, até finalmente conseguir salta para uma casa ao lado, sem problema algum. Seus pés tocaram a outra casa, onde impulsionou-se novamente, dessa vez, ainda mais rápido que anteriormente. Dessa vez, a dificuldade era outra. Os passos pareciam estar fora de ritmo, fazendo ele perder velocidade com os erros que cometia. Ele então aproveitou tal erro para perceber o ritmo com que seus pés tocavam o chão, algo parecido com o próprio ritmo musical. Quando sentiu que isso era possível, ele tomou a saltar para uma terceira casa. Dessa vez, aumentou ainda mais a velocidade diante o pouso sobre a casa. A dificuldade nesse nível fora mais fácil combatida. O ritmo e o equilíbrio só receberam alguns ajustes dada a diferença de velocidade e isso o fez conseguir mover-se de volta as ruas vazias. Por fim, um ultimo aumento. Já estava próximo de casa. A velocidade era tanta que suas juntas pareciam doer. Entretanto, pode perceber que seus pés desajeitados tocavam o chão erroneamente, fazendo sua perna se contorcer levemente. Deveria então aproveitar das ideias anteriormente pensadas para tornar aquilo mais fácil de se resolver. Através de uma concentração mental, ele pode perceber que a aerodinâmica do seu corpo fazia com que os passos se evadissem do próprio local onde tocariam o solo. Isso fez ele modificar totalmente sua postura de corrida, para assim aumentar a aerodinâmica dos próprios pés.

Por fim, quando chegou em sua rua, estava exausto. Seu corpo repleto de suor caminhava rumo a sua casa, como se a mente estivesse em outro plano. Ele então queria apenas chegar em casa, tomar um banho e finalmente tirar um cochilo.

200 HP
186 CH

ST: 01/02

Considerações:
- Aparencia da ficha. Roupas: Camisa larga de cor branca, com o simbolo de kumo no centro. Calça negra de seda e chinelos comuns.
- 2 pontos de atributo em velocidade (x2 = 4) 951/900
- Vicio 01/03

OUTROS:



Bolsa de armas 20/70:
3 - 12 Kibaku Fuuda
2 - 10m Fio de Aço
10 - 5 Kunais
5 - 5 Shuriken;
-
Takane
Jōnin
Takane
Vilarejo Atual
Ícone : [OP] Corre que os homi tão vindo 9cf60763dc0395bb6231cfada13244c8

https://www.narutorpgakatsuki.net/t68749-ficha-takane-guang?highlight=Takane+Guang#513285 https://www.narutorpgakatsuki.net/t68767-m-f-takane-guang

Re: [OP] Corre que os homi tão vindo - 28/12/2019, 16:01

Aprovado

_______________________

[OP] Corre que os homi tão vindo Untitled-2
Que se inicie o caos pois a rocha continuara firme!
Template
-


Edição de Aniversario por Shion e Senko.