>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Inverno
Últimos assuntos

Xiao Dre
Genin
Xiao Dre
Vilarejo Atual
Ícone : [Filler] Orochiquem? Tumblr_oz8lqs1Vyo1vj9g38o6_250

https://www.narutorpgakatsuki.net/t70286-the-puppet-master-khan https://www.narutorpgakatsuki.net/t70287-gf-dre

[Filler] Orochiquem? - 14/2/2019, 09:21



Às vezes é necessário se desconstruir para poder entender cada um dos componentes dos quais se é feito. Fora do alcance dos homens, ao longe no horizonte surgindo por detrás das imensas montanhas do país do fogo emergia o colossal gigante incandescente, abraçado por suas estáveis labaredas de fogo, originadas de sua constante combustão. Os incômodos feixes de luz que os raios solares traziam consigo eram os responsáveis por despertar a maioria dos filhos da folha que jaziam em seus dormitórios. Transpassavam as janelas como a mais afiada lança penetrando a mais fina das armaduras, dando fim a um sono reparador como se dá fim à vida de um guerreiro. O som de pássaros emitindo o seu canto diretamente de seus ninhos nas muitas arvores do vilarejo era o responsável por terminar de expulsar a preguiça daqueles que já quase faziam parte de seus colchões que pela manhã passavam uma calmaria mais do que convidativa, quase como se chamasse os aldeões e shinobi pelo seu nome, atraindo-os para um traiçoeiro cochilo após uma longa noite de sono. O frio do outono auxiliava enérgico o restante dos artifícios que poderiam e eram usados para que uma noite de sono se emendasse com a manhã e quiçá à tarde.

Zhao se encontrava, como qualquer outra pessoa comum, entre uma batalha voraz contra o seu atraente e sedutor sono. O assassino estava enrolado e quase inerte dentro do emaranhado de lençóis a quem recorria em noites mais frias, um mais grosso que o outro, visto que o esconderijo da ordem ficava no coração de uma grande floresta, onde o frio da madrugada era forte e impetuoso devido às muitas arvores que circundavam o lugar. O colchonete macio e almofadado tragava o corpo inconsciente do menino em um abraço estreito e acanhado que só não o sufocava por deixa-lo em êxtase devido à imensa sensação de prazer a qual era submetido diante de tamanho bem-estar e satisfação. Entretanto, nenhum desses atrativos seria páreo para a inexorável e implacável fúria de Zed ao passo que o homem se dava conta de que o seu pupilo ainda se encontrava perdido em meio aos seus sonhos —— KYU!! ISSO AQUI NÃO É UMA POUSADA!! TRATE DE ACORDAR E SAIR EM BUSCA DO QUE FAZER!! —— Berrou o líder da organização assassina, tendo como resposta apenas o urro inconformado e descontente do garoto que contra a sua vontade abriu os olhos. Estava acordado.

Com demasiado labor, mas sobressaindo-se ante a inexorável preguiça, Zhao conseguiu levantar a parte superior de seu tronco, tornando o seu pescoço curvo e aparentemente inflexível com tamanha força posta em uso para se levantar do colchão, por mais que o tenha conseguido fazer apenas pela metade —— Qual o sentido da vida se um ser humano não pode nem ao menos dormir até mais tarde? —— Se questionava enquanto apoiava-se no colchonete com ambos os braços a fim de transferir o peso que estava todo sobre o seu pescoço, antes que fosse tarde e acabasse conseguindo uma dor de torcicolo antes mesmo do café da manhã. O garoto flexionou seus cotovelos e impulsionou-se para fora de sua cama, abandonando-a sem remorso após tirar animo sabe-se lá de onde. Sem nem mesmo dobrar os seus lençóis, Zhao galgou rumo ao banheiro, onde entrou despindo-se das vestes que utilizava para dormir e adentrou na banheira ainda seca, a qual fora preenchida logo na sequência com a água de seu próprio corpo ao que se liquefez por completo enquanto relaxava hidratando-se com sua própria água. Alguns minutos se passaram até que decidiu já ser o suficiente, retirou-se da banheira, escovou os dentes e se secou, vestindo suas vestes casuais e retirando-se do esconderijo pela janela para que dessa forma a sua saída não fosse sequer notada.

A esperança era de que alguém com mais “coragem” arrumasse a sua bagunça, o que poderia dar certo afinal, por mais remota que fosse a chance de acontecer. O assassino se embrenhou na mata virgem que circundava a grande sede, guiando-se pela posição do sol no alto dos céus enquanto se dirigia rumo ao centro da vila da folha. As longas, grossas e robustas arvores da aldeia eram sem duvidas os maiores atrativos do país do fogo, por mais que existissem pessoas que descordassem de tal fato, tomando para si o grande monumento em homenagem aos hokages como a escultura perfeita, como a mais bela de todas as coisas existentes no grande país. Ao ver do rapaz, não passavam de baba-ovos da pior espécie que viviam suas vidas baseados na defesa dos ideais de uma família nobre que nem ao menos entendia o valor de uma vida que não fosse à deles próprios. Tudo devia girar em torno dos grandes senhores feudais, para os quais Zhao não direcionava o respeito em momento algum, não se importando nenhum pouco com a segurança da família real.

Havia chegado ao centro comercial da aldeia em seu horário de pico. Se esgueirava por entre o formigueiro de pessoas que nem ao menos se atordoavam mesmo estando se espremendo num lugar tão pequeno em meio a tantas e incontáveis pessoas. A Zhao ainda não havia sido atribuída nenhuma missão, tendo a manhã livre até aquele presente momento. O sol daquele dia parecia ter se esquecido de que estavam passando pelo outono, época do ano em que o grande astro subia aos céus apenas para ceder sua luz e não aquecer demasiadamente. Naquele dia em questão, após uma ronda de poucos minutos em meio à grande multidão, Zhao sentiu escorrer por sua testa um pingo de suor que lhe apresentava um sinal claro de calor. Por ser um Hozuki, não pensou duas vezes até decidir se refrescar, encarou uma barraca de sorvete e correu até a mesma, comprando um picolé de cor verde com o qual se deliciou sentado em um banco um pouco mais afastado da turba dominante. Enquanto aproveitava o doce, um shinobi de rank superior o encontrou, sentou-se do seu lado e então o intimou para uma missão, alegando que se tinha tempo pra ficar sentado não tinha trabalho a fazer.

Tratava-se de uma missão de rank D com o objetivo principal de auxiliar um cientista em suas pesquisas por algumas horas até que seu assistente interino chegasse, visto que naquele dia iria ter de se atrasar com a desculpa de estar no hospital da vila realizando uma bateria de exames após retornar de uma viagem, havia a possibilidade deste ter adquirido um vírus durante a mesma e se fazia necessário à realização de um check up. Zhao não tinha escolha se não aceitar. Eram ordens de um superior, o qual querendo ou não ele tinha de obedecer. O lugar era um pouco mais afastado, entretanto nem se comparando com a distância em que a sede da organização se localizava. O garoto encostou-se à porta relutante em bater, mas assim o fez. Um sujeito desajeitado e com óculos de fundo de garrafa atendeu ao chamado, apresentando-se como Orochibaru, ou talvez só estivesse muito gripado —— Já pensou em fazer um check up? —— Brincou em tom baixo a fim de não ser ouvido, mas aparentemente falhando ao que o homem devolveu um sorriso frouxo seguido de um puxão de catarro.

A missão fluiu como qualquer outra. Zhao tratava de organizar a papelada que aparentemente não sofria com isso visto tamanha bagunça. Aproveitando-se da situação para adquirir um pouco mais de conhecimento, o aprendiz de assassino prontificou-se a ler algumas paginas que tratavam de diversos assuntos diferentes, adquirindo como consequência um conhecimento considerável sobre químicos e suas composições, aprendendo até mesmo como otimizar as suas técnicas e estratégias de batalha abusando a composição da água e de seus nutrientes, visto que seu corpo é quase que totalmente feito dessa matéria, sobre a qual possui demasiada pericia. Com o passar das horas algumas batidas à porta puderam ser ouvidas. O assistente havia chegado, o que acabou deixando o garoto triste visto que ainda restava muito conhecimento para ser descoberto entre aqueles papeis —— Você pode voltar quando quiser terminar de ler sobre meus estudos científicos —— Disse o velho enquanto o deixava na porta, deixando claro que o bisbilhoteiro não havia passado despercebido. Zhao deixou escapar um sorriso de malicia, acenando com a cabeça antes de se retirar. O garoto havia aprendido mais com aquela missão do que durante os anos que passou debaixo da tutela de Zed. O chunin tratou de retornar para casa. Seu estomago roncava em um clamor por ser alimentado, quase como se possuísse uma besta selada em seu próprio corpo.

Considerações:
Aparência: Aparência de Kyū Zhao. Vestimenta.

Objetivo: Adquirir Conhecimento Científico (1) - prodígio.
Bolsa de Armas:

Shurikens: 05 (05)
Kunais: 05 (05)
Hikaridamas: 05 (05)
Kemuridamas: 05 (05)

Total: 20/20.
Item: Quantidade (Espaços).
Usados:
-

Kyū Zhao ; HP: 275/275 CK: 275/275 ST: 0/5
Vício: 0/3 EPT: 0/3
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Filler] Orochiquem? - 14/2/2019, 09:23

@
-


Edição de Aniversario por Shion e Senko.