>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Inverno
Últimos assuntos

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

[Filler] Pensamentos - 7/12/2018, 17:23


O sol se erguia por trás das altas montanhas da vila de kumo. Seu brilho invadia a vila e adentrava por uma pequena abertura na janela do jovem Jonnin, que ainda se encontrava em seu sono profundo. A luz tocava seu rosto, o calor e o brilho o forçaram a acordar logo pela manhã. Não sentia a minima vontade de abrir os olhos, por isso se manteve ali deitado durante alguns minutos a mais, apenas sentindo o macio do colchão. "Tenho mesmo que acordar?" Se perguntava ainda com seus olhos fechados.

Levou as mãos até os os olhos, fazendo uma pequena sombra para evitar a claridade incomoda de invadi-los sem sua permissão. Bocejou, resquícios do sono que se esvaia pouco a pouco, enquanto seus olhos se acostumavam com a claridade de seu quarto. Seu corpo se ergueu, sentando na cama e colocando os pés para fora dela, tocando o calçado ao lado. Seus olhos se voltaram para o chão, naquele instante pensamentos tomavam sua mente de forma abrupta. "Viu só vovó? Me tornei forte, forte para poder proteger quem eu amo. Mas quem de fato eu amo?" Tal pergunta lhe deixava triste, não havia pessoa alguma importante o bastante em sua vida, Kumo era sua prioridade, mas somente ela devia ser?

Suas mãos foram de encontro ao seu rosto, tentava se desvencilhar de tais pensamentos, e se levantar para se arrumar. "Deixa isso para outro dia Shizui, não é a hora." Balançou a cabeça de um lado para o outro, tentativa de esquecer dos pensamentos, por ora. Enfim, levantou-se do colchão seguindo lentamente de encontro ao seu banheiro. Adentrou no comodo, evitando de acender a luz para não irritar seus olhos. Seguiu direto até o box, abrindo o chuveiro totalmente sentindo o choque térmico devido a diferença de temperatura entre a água e seu corpo. O sono se esvaiu imediatamente quando sentiu o líquido gélido tocar todo o seu corpo. Apoiou-se na parede com ambas as mãos, deixando a água tocar suas costas por alguns minutos, apenas relaxando o corpo inteiro antes de finalizar seu banho.

Arrumado após suas necessidades, desceu suas escadas alcançando a parte de baixo da mesma em poucos segundos, se dirigindo até a cozinha do local. Estava tudo bem arrumado, não tinha mexido nela a um tempo já que estava fazendo suas refeições fora de casa. Sentia falta de sua própria comida, usava algumas das receitas deixadas por sua avó quando cozinhava, uma maneira de se lembrar dela. Se sentou a mesa, agora já preparada, para fazer sua primeira refeição do dia, assim podia seguir até o almoço sem se preocupar com a falta de energia.

Após tomar todo o seu café da manhã e lavar tudo o que tinha ficado sujo, seguiu até sua sala buscando os seus equipamentos. Eles estavam sobre a sua mesa de centro, local aonde sempre deixava sua bag para um fácil acesso caso necessário. Prendeu a pequena bolsa na parte traseira de sua cintura, seguindo até a porta ao qual trancou após sua saída. O sol voltou a tocar-lhe o rosto, sua pele sentia o calor advindo dele lhe deixando bem naquela hora do dia. "Bom dia." Falou consigo mesmo com seus olhos fechados.

Não tinha mais o porque de perder tempo ali, então saltou sobre a casa afrente alcançando o telhado de forma suave evitando de quebra-las. Olhou para o horizonte, se perguntando o que teria para fazer naquela manhã movimentada. Seus penamentos se perderam em sua mente, voltou aos momentos em que percorria o campo de batalha para salvar uma de suas companheiras de vila. Aquele amontoado de sentimentos lhe feria, por um lado tinha a morte de um inocente, a outra o salvamento de uma aliada da nuvem, isso tudo confundia o garoto que estava se sentindo um pouco mal naquela manhã. "Vamos parar para relaxar um pouco." Era preciso mesmo.

Avançou velozmente rumo ao ponto mais alta da vila, uma construção de onde podia-se ver qualquer ponta de Kumo se tivesse uma boa visão. Correu até o local chegando em questão de alguns poucos segundos, mas sem precisar se desgastar desnecessariamente. Logo se colocou sentado sobre o terraço do prédio, avistava a bela paisagem que como uma pintura estava pronta para ser admirada. Ficou por ali, sentado e pensativo, relembrando e resumindo o que havia ocorrido durante esses meses.

Tudo foi muito rápido, começou como um simples gennin da vila. Chamou a atenção de alguém que no final se mostrou ser apenas um traidor, que lhe usou para fins egoístas e deixou o menino um pouco desacreditado. Continuou sua jornada como um Chuunin, alcançando o prestigio ao proteger a filha do senhor feudal. Sim, bandidos tentaram sequestra-la devido ao seu poder inato. Em meio a isso conseguiu um tipo de habilidade interessante, seu kimera. Poder para o qual lhe daria poder. Após a morte dos meliantes foi promovido, mais uma vez. Logo em seguida foi chamado para encontrar um de seus companheiros de vila, mas acabou entrando em um combate contra seres malignos. Seguidores de um Deus sombrio e que agora carregava sua maldição. Tinha sido promovido pela terceira vez, em pouco tempo tinha chegado a um patamar bastante grande, mas ainda faltava algo.

O sonho do menino sempre foi se tornar um Anbu, mas e agora? Estava em duvida, não se achava a altura de tal feito devido o que tinha feito. Suas mãos estavam manchadas, sangue de um gennin inocente que teve que morrer para que vivesse. Uma maldição corria em sua alma, mas como ele poderia fazer para quebra-la? Talvez matar um dos pupilos do Deus louco fosse apenas o inicio, quem sabe se redimir dando tudo de si pudesse limpar parte do seu espirito. Podia ser, tudo dependia dele mesmo.

O andamento da vila durante todo esse tempo também não era moleza. Uma nova Kage era nomeada a lider da vila, Korra não era mais a matriarca mas sim Chara, uma menina que apesar de sua fama não conhecia pessoalmente. Era preciso visita-la, mas não tinha coragem, não naquele momento, não do jeito que se encontrava, na foça. Suspirou, procurando alguma resposta útil. Nada. Lembrava-se de alguns dias atrás, quando uma sensação monstruosa o tomava por completo, um tipo de aura negra que lhe dava um frio na espinha. Tal acontecido obrigou a alguns ninjas de Kumo a se juntarem e seguirem em macha até um ponto do mapa, mas não foi junto por não estar em seu máximo. Pois é, sua mente não estava tão bem assim para seguir junto dos seus aliados.

Suspirou mais uma vez, já não queria mais pensar em nada naquele momento, apenas descansar e limpar sua mente de tudo o que já tinha lhe incomodado. Deitou-se, o frescor que os ventos lhe proporcionavam era bom o bastante para lhe acalmar. O fazia bem, mas não era o bastante. Fechou seus olhos, e por alguns minutos conseguiu se desconectar de tudo. Havia dormido, assim do nada, estava bem exausto mesmo por não ter conseguido dormir direito.

Após um longo tempo de sono o assobio dos fortes ventos o chamavam. Despertava um pouco assustado, até porque não tinha a intenção de dormir tão profundamente como tinha feito naquele instante. Seu corpo pedia, alguma hora ele adormeceria tão profundamente, podendo ser até mesmo em meio a um combate. Tinha dormido bem e relaxado o bastante. Seu corpo estava a todo vapor, suas energias tinham voltado e agora se sentia um pouco melhor. Olhou mais uma vez para o céu agora um pouco nublado e com seus olhos fechados agradeceu. "Obrigado vó, por ter me criado tão bem. Sinto sua falta." De certa forma, um jovem de apenas quinze anos sozinho pelo mundo a fora, carregando o peso do mundo em suas costas era bem anormal. Pelo menos ao seu ver.

Voltou a si e então partiu para longe dali saltando de cima do terraço direto até um telhado próximo, aonde percorreu até saltar para cima de uma nova casa. Tais movimentos foram repetidos mais algumas vezes, até de fato dar uma volta por toda a vila. Já era de tarde, tinha feito uma varredura completa pelo lugar não encontrando nada de errado até então. Já não tinham ais o que fazer, então seguiu de volta para sua casa afim de se alimentar. Assim que chegou afrente de sua residencia saltou de cima da casa e foi para dentro.


HP: ----/---- CH: 2150/2150 ST: 0/11

Considerações:
Palavras: 1410
Objetivos: + 100 de status / + Qualidade: Conhecimento Anatômico (1)
Jutsus Usados:
Armas Levadas:
Kunais - 5
Shurikens - 5
Kibaku Fuuda - 20 (espaço 5)
Hikaridamas - 5 (Espaço 5)
-
'Schrödinger
'Schrödinger
Vilarejo Atual
Ícone : [Filler] Pensamentos 8e54bf24474c86b68496ba784ed7878a

https://www.narutorpgakatsuki.net/t63640-fp-schrodinger-1-5#456006 https://www.narutorpgakatsuki.net/t62242-g-ficha-schrodinger

Re: [Filler] Pensamentos - 7/12/2018, 17:36

@APP

_______________________

[Filler] Pensamentos ?imw=512&imh=288&ima=fit&impolicy=Letterbox&imcolor=%23000000&letterbox=true
O sistema me usa e eu uso o sistema.
King Of The Dead - B.B
One Who Has Triumphed Over Adversity
-


Edição de Aniversario por Shion e Senko.