:: Mundo Ninja :: Mapa Mundi :: Iwagakure no Sato :: Campo de Treinamento
12 Anos Online
O Nascer do Sol
Arco 01
Ano 12 DG
Inverno
Após a cisão que uniu o mundo, a separação de espólios pós-guerra pareceu muito promissora, mas mais para uns do que para outros. Kumo tomou como parte de seu território uma terra pequena que para muitos não tinha nada, mas, após uma investigação minuciosa feita por ninjas enviados pelo próprio Daimyou do Fogo, foi descoberta a vantagem que Kumo tinha em mãos: estavam em posse, ainda com vitalidade, do corpo de Hashirama Senju, este que foi considerado o maior shinobi em sua época. O Fogo começou uma campanha pessoal para descobrir mais sobre isso, o que acabou culminando em uma grande reunião entre os Senhores Feudais. Mas, no fim, sem nenhum acordo que fosse bom para todos os lados, uma declaração de Guerra Mundial foi feita, e o campo de batalha escolhido foi Otogakure. Forças do mundo inteiro estão agora marchando para Oto para travar aquela batalha que pode destruir toda a paz que foi conquistada há 10 anos.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Oblivion
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Salvatore
Salvatore é parte da comunidade de RPG narrativo desde meados de 2013. Conheceu o Akatsuki nessa época, mas começou a fazer parte como jogador ativamente em 2021, sempre com muita dedicação e compromisso com o fórum. Hoje, atua no fórum como narrador e administrador, focado nas partes administrativas do ON. Fora do fórum se considera um amante de futebol, adora cozinhar pratos exóticos e é estudante de Engenharia Civil.
Salvatore#1234
Sr. L
Sr.L apelido recebido pelos players do fórum, devido ao seu sobrenome Sinhorelli, joga em fóruns narrativos desde 2010. Encontrou o Akatsuki no final de 2020, mas manteve-se ativo no início de 2021. Desde então se empenhou como player e se sentiu na obrigação de ajudar os demais e hoje auxilia o fórum como Narrador, Moderador e Administrador. Fora do forum, trabalha e possui formações acadêmicas, voltadas a área de gestão de pessoas.
Sinhorelli#1549

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Treinamentos — Maya. - Publicado 11/11/2018, 02:21



Maya Lee.
HP: 200/200
CH: 200/200
ST: 00/03
Template por @MilkWho

Titania.
ライフコブラ


Uma silhueta percorria a pequena estradinha íngreme da Vila da Terra, com suas muradas de um lado, deixando ao alto, pontinhas de rochas marrons para o céu. A silhueta pelo visto deixava um rastro fumegante, uma espécie de mancha marcante, que seria mais como se estivesse ao longe, borrada, anuviada para os mais distantes. Os longos fios de cor sangue se delineavam ao ar, dançantes como labaredas quentes que acompanhavam a bela jovem. Esta, apenas caminhava pela pequena trilha ao lado da murada rochosa. Nem dava pra ver o que haveria do outro lado.

Concomitante a isso, um esforço era feito naquele deslocar, onde gotas transparentes de suores deslizavam pela pequena pele translúcida e sensível da moça, e, aos lábios rubros se destacariam periodicamente excreção de ares ofegantes. A moça corria em seu máximo disposta a ficar mais rápida para poder subjugar seus oponentes. “Arf!” “Arf!” Poderia ser ouvido o arfar da menina ao ponto em que se deslocava. Assim, ela dobraria, fazendo uma pequena curvinha para uma subida em que dificultava as coisas. Mas nada era tão desafiante quanto outros treinamentos tirando estas modalidades.

Ela precisou a partir daquele momento, se dispor de uma força a mais nas pernas rígidas e fortes, para que pudesse com isso, subir de uma forma mais avançada sobre a pequena subidinha. E lá se foi ela com aquele jeito que ninguém entende se aventurar pelos seus limites como uma kunoichi. “Ai, que efeito de aquecimento nos meus músculos.” Pensaria, enquanto abaixaria o olhar castanho chocolate para seu pequeno par de perninhas nada tão ausentes de extensos exercícios físicos resultantes. Então ela ergueu a cabeça, determinada a chegar ao topo.

E, no final de tudo ela passou pelo topo, tão rápido que as forças de reações a elevariam para cima do solo, mergulhando o pequeno cometa vermelho no azular do infinito, onde era como se uma bala de canhão tivesse sido arremessada para além das terras das pedras. Tão potente e tão imponente, indestrutível como era, tamanha e titânica força daquela jovem mulher. Assim, ao se aproximar do solo, ela então daria um pequeno giro no ar para que pudesse pousar de forma amortecedora sob o chão, traçando um pequeno levantar de poeira e algumas crateras ao mesmo.

Ela então ergueu a mão dominante para que pudesse então, limpar a pequena poeira de cor marrom claro que haveria de se dispor a grudar em sua roupa branca. Uma pequena camisolinha branca de mangas curtas que deixariam os braços da moça expostos ao sol, e com a pequena borda amarrada na cintura, com a pequena barriguinha definida exposta, ninguém estava vendo mesmo. E estas também estavam pregadas ao corpo tonificado pelo exercício árduo de uma Lee.

“...”

Após um pequeno tempo, parando pelo menos quinze minutos para descansar, onde ela haveria de se dispor embaixo de uma árvore próxima para se proteger do sol, Maya novamente colocaria seu belo corpo para trabalhar. Onde, após limpar sua calça legging, se levantou e expirou, deixando para trás aquelas terras. “Vamos lá Maya!” Diria ela mentalmente para si mesma, para ordenar seus pensamentos e focar para seu objetivo. Seu olhar como sempre, transpareceriam senão a força estrondosa e férrea que tinha a shinobi recém-graduada.

Então, ela passaria a ver em sua frente uma pequena mudança ambiente cuja qual se focaria em se dar um pouco mais de gramíneas e herbáceas, araucárias e permafrost, embora fosse algo que não deveria ser muito comum por ali, o ar genuíno da própria natureza deixaria os pulmões da moça de fios vermelhos mais revigorados para superar os próprios limites. Afinal, para a própria garota, crescida em um ambiente de rigor, era sempre a vida uma quebra de limites, rompimento de casca constante na vida dela, como uma ninja exímia para o Taijutsu. E lá se foi a pequena jovem, se deslocando sozinha por aí.

O céu já começaria a ficar mais escuro naquela tarde, onde o sol já começaria a se por no horizonte. Sempre que o céu e a terra se tocavam, acreditavam que poderia ser a chamada hora mágica, onde as fantasias se encontrariam com o mundo real. Maya achava tão bonito, e de onde estava, era possível ver a pequena esfera se chocar com o solo. Nem dava para a moça perceber como seu corpo estava exausto quando se tinha uma bela vista daquelas. Deixava a pequena Lee totalmente focada, sem pensar em si própria, esvaindo a mente.

Então, ela saiu de seus devaneios, não deveria uma moça tão centrada se deixar cair pelo lado das imaginações, desconcentrando o seu foco principal. Um pequeno sorriso se desenhou em seus belos lábios delicados enquanto fixava o olhar no ponto centrifugo do horizonte a sua frente, mudando totalmente sua postura para seguir em frente. Ela jogou os braços para trás, enquanto sua coluna se tornava curva, e sua cabeça esticada para frente, ajudava a visualizar melhor os obstáculos á sua frente, onde tudo oque fez foi mover as pernas que já estavam em seu auge de resistência, de uma maneira mais veloz do que era permitido.

Afinal, era para se romper a própria casca do seu corpo, e se tornar mais capaz, mais poderosa, mais forte, mais inabalável, era haveria de ser uma titânica, uma garota que não poderia ser parada por meio tradicionais que haveriam de ser impostas para ela. Sempre quebrando as barreiras e se superando sempre que podia, para alcançar o auge de uma lutadora exímia, aquela era Maya, tão imparável e tão desafiadora, correndo para casa para concluir seus desafios.

Palavras: 450 para cada dois textos totalizando 900 palavrinhas de post duplo em um. Ambos para Velocidade.

P.s: Antes que confundam os avaliadores, eu já estou colocada na Org  das Vilas em Iwa, só falta o cargo. E ficha aprovada.
Treinamentos — Maya.  8e54bf24474c86b68496ba784ed7878a

'Schrödinger
'Schrödinger
Vilarejo Atual
Treinamentos — Maya.  8e54bf24474c86b68496ba784ed7878a

Re: Treinamentos — Maya. - Publicado 11/11/2018, 13:44

Apv, 4 pontos em velocidade. Aconselho a colocar 2, em sua velocidade e o resto em sua inteligência. Se decidir fazer um super ataque, sua inteligência pode fazer com que tudo seja desconsiderado.

_______________________

Treinamentos — Maya.  ?imw=512&imh=288&ima=fit&impolicy=Letterbox&imcolor=%23000000&letterbox=true
O sistema me usa e eu uso o sistema.
King Of The Dead - B.B
One Who Has Triumphed Over Adversity
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: Treinamentos — Maya. - Publicado 21/11/2018, 10:05



Maya Lee.
HP: 375/375
CH:375/375
ST: 00/03
Template por @MilkWho

Stamina and Force.
ライフコブラ


Maya começou mais uma outra modalidade de treinamento naquele dia, ela resolveu treinar mais especificamente os aspectos físicos da sua força, a pressão sendo capaz de ser aplicada através dos movimentos de seu corpo, como por exemplo, exercer um movimento mais preciso aumentava a potência de um chute, ou de um soco, promovendo a capacidade de partir objetos sólidos e, portanto, ser mais devastador, ao ponto de em alguns casos matar algum ser humano se atingir algum ponto vital.
 
A kunoichi estaria em casa, agora, atacando uma espécie de boneco de madeira com inúmeras pontas, e que, esse boneco mecânico, dependendo do movimento, se poderia se acertar com umas das pontas, provocando intensa dor. Quem não fosse treinado na arte do reflexo rápido e da força para segurar e se defender, acabaria com uma série de complicações, como hematomas e inchaços pelo corpo. Maya mesmo poderia argumentar que fora vítima desse treco quando era mais nova e inexperiente.
 
Então, usando faixas pelo braço, até o início dos dedos, uma camisa leve que não era apertada, além mesmo de um short curto, e faixas nas pernas, Maya praticava. Ao mesmo tempo em que se defendia dos movimentos, buscava atacar a madeira com tudo que podia, usando o limite do seu corpo para produzir força, e assim, exercer uma tremenda pressão, era algo que ela precisava aprimorar, para ser capaz de quebrar seus inimigos e esmaga-los. Um dos pontos fortes do Taijutsu era ter uma força esmagadora.
 
— Chaaaa! — Gritaria ela, dando um soco frontal rápido, atingindo a madeira, enquanto erguia o outro braço, ao lado do corpo para bloquear a ponta que vinha com tudo ao seu ombro. — Ugh! — Sem parar, ela moveria o objeto para o lado ao ponto que vinha outro, na direção da esquerda, cuja qual ela dobrou o braço, erguendo o punho alto a frente do rosto e bloqueando, ao seguinte passo de desferir um tremendo soco sobre a madeira, trazendo um terceiro objeto em alta velocidade, cujo movimento seguinte foi flexionar o joelho e ergue-lo.
 
Mais um movimento bloqueado, ela atacou com o punho canhoto novamente, dessa vez exercendo mais força que o comum, e seguiu com um movimento rápido de pernas, acertando um chute certeiro entre as aberturas do boneco. — Cha! — Urrava ela como uma demônia destruidora. Assim, ela seguiu seu treino, se afastando em seguida do boneco, mas tomando impulso seguido com um dos pés, para erguer um dos braços flexionados e mover um dos constructos, erguendo o punho em seguida, desferindo um tremendo soco bem no meio da brecha.
 
Assim, ela desferia mais socos e chutes, movimentos poderosos e fortes, cheios, de pressão, até o ponto que, seus punhos, seu corpo, começaram a se tornar vermelhados e inchados, até o ponto de sangrar em alguns pontos. Mas, ao fim do dia, ela já apresentava progressos, o suficiente para quebrar o boneco com um único soco e explodir a parede.
 
‘’...’’
 
Tempos depois daquele devastador e tempestuoso treinamento, ela então estaria agora treinando sua resistência, Stamina. Ela agora se iniciava em outra modalidade para seu corpo, dessa vez, fazendo exercícios físicos que lhe exercitassem o pulmão, e o corpo todo, os músculos, para que pudessem se acostumar. Ela iniciava com um levantamento do próprio, dessa vez, se segurando em uma barra, enquanto cruzava os pés um sobre os outros, segurando o peso pelos braços apoiados pela barra, ela então, se erguia.
 
Após isso, ela começava a apoiar os braços sobre o chão, dessa vez de cabeça para baixo, onde, totalmente pendurada pelas pernas, iniciava uma espécie de flexão do abdome, erguendo a cabeça e curvando o corpo em posição inversa, aquilo treinava também sua resistência assim como a modalidade anterior, exatamente como seu pai havia ensinado. Aquilo era importante e indispensável para o corpo de uma mestra do Taijutsu. Então, ela fazia o mesmo com frequência.
 
Após isso, ela começava a fazer flexões, dessa vez, apoiando os braços sobre o chão, com as mãos totalmente abertas, onde ela teria de se agachar com o próprio peso, quando, também, estaria em posição de prancha e exercia o próprio peso sobre seu corpo naquela posição, também, treinava sua resistência.  Aquilo era frequente e parte dos treinamentos corporais da garota, e também, indispensável parte de seu treinamento instruído por seu pai, não poderia ser ignorado.
 
Além de que também, ela faria levantamento de peso, erguendo pedras pesadas, com por exemplo erguer rochas que tivessem o dobro, ou o triplo do seu prodprio tamanho, além de que estivesse agachada, só com os braços e o corpo, fazendo um levantamento, onde ela volta para a posição inicial em seguida. Demandava também muito esforço e também servia para ajudar na resistência e cansaço. E ela estaria fazendo isto fora de casa, pois dentro de casa seria praticamente impossível, um espaço que não comportava tal colosso. 

Além disso, ela também fazia o treino de two-in-one, onde ela levantava o próprio peso, estando posicionada ao chão com os braços, com uma enorme rocha sobre sua costa, e além de levantar o próprio peso, ela também ergueria o peso da rocha. Ou seja, o treino mais pesado e mais difícil que ela tinha dentro do seu âmbito de treino, tudo montando pelo seu pai, Rin Lee, desde pequena para o preparo físico e complementar para mestrar a garota na arte em que lhe é inata. E era a sessão que ela faria diariamente para treinar não só o corpo, como seu poder de resistência. 
P.s¹: Aparência da Erza Scarlet e 05 de Kunai e Shuriken e 2 m de fio. 
P.s: 900 palavrinhas de 450 para cada treinos para Stamina e Força. 
P.s: Antes que confundam os avaliadores, eu já estou colocada na Org  das Vilas em Iwa, só falta o cargo. E ficha aprovada.
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: Treinamentos — Maya. - Publicado 21/11/2018, 10:14

app, + 2 st e 2 for

ps: curti o char
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: Treinamentos — Maya. - Publicado

Resposta Rápida

Área para respostas curtas