>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 70DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Primavera

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

[RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 16/1/2018, 16:44










- Rastros de Sangue -

   Era manhã no Vilarejo. Os picos e planaltos de pedra se recheavam de gente apressada. Comerciantes abrindo suas respectivas propriedades, famílias levando seus filhos à academia. E, principalmente, ninjas novatos correndo, de peito estufado, indo cumprir com as ordens que lhes foram dadas.
   Talvez para muitos a vida de um Shinobi fosse algo honroso, e que as missões e tarefas concedidas pelo Tsuchikage fossem a prova de tal honraria. Não para Malick Ryotenbin, agora mais conhecido apenas pelo sútil termo "Mr.": um devoto de Jashin, possui agora em sua mente, mesmo que pequeno, o desejo pela matança e pelo sangue.
   Entretanto, como um Tokubetsu, ainda tinha obrigações, mesmo que monótonas e pequenas em comparação com os ritos de adoração ao deus. Neste dia, logo pela manhã, Mr. encaminhava-se ao prédio da Tsuchikage. Pela maneira como foi abordado na tarde anterior, parecia ser um assunto urgente.
Considerações:
KOE VIADO kk mlk tu é dos meus. qualquer jashin eh dos meus. bom gosto p kct p boneco. bom como ja disse sou um narrador novato, qualquer feedback eu agradeceria x) tirando isso espero que se divirta humildemente.
post 01/45~∞
[RP - CRO] - Rastros de Sangue ZEkFJCG 
-

Última edição por gamabuga em 17/1/2018, 17:04, editado 1 vez(es)
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 16/1/2018, 20:48







Ele sabia que estava indo longe demais, mas continuou pela estrada de escolhas erradas.
"Por favor não desista de mim."



Ultimamente quando percebo já está na metade do dia, não sei o que faço antes. Agora por exemplo, estou parado no meio do nada, carregando um pergaminho na mão, algumas kunais na bolsa ninja, e uma vontade imensa de explodir no peito. E claro, o drama. Ajeito o cabelo para trás do jeito que sempre faço, do jeito que sempre está, mas que eu cismo que preciso arrumar de no mínimo 20 em 20 minutos. Este ano foi bom, mas está me deixando louco. Só pode ser.

Suspirei fundo e comecei a caminhar em direção ao gabinete da Tsuchikage, era tedioso ainda ter que seguir ordens, quando na verdade você apenas quer torturar e matar seus "amigos" membros de equipe e civis da vila é como se eu soubesse que isto está me matando, dei uma ajeitada nos óculos escuros, fecho o punho livre com força e olho ao redor; ninguém.

Estou sorrindo e ainda não sei o motivo. Tudo mudou de um jeito que ninguém jamais imaginaria. Pensei que tudo melhoraria se eu me destacasse ainda mais no meio onde eu vivo, agora acho que me enganei. Fama, dinheiro, poder, nada preenche o estranho vazio que há aqui. Nada além de Jashin, o que é um pouco engraçado. Eu não sei nem quem eu sou atualmente, não tenho tempo para me preocupar. Isto está me matando. Foda-se, eu não ligo.

A última lembrança da noite passada, além dos gritos chorosos - repletos de desespero a cada tentativa de contornar uma condição, é a pesada porta chocando-se ante as minhas costas. Não importaria o esforço que eu fizesse minha mente não revelaria os passos que tomei até acordar debruçado sob uma árvore, com uma garrafa de vinho quase vazia na mão, coberto de vômito sobre o peito. Cambaleei ao tentar me ver livre daquela situação, porém minhas pernas cederam e cai de bruços no chão.

Encarei com desdém o sangue que percorria minhas mãos, como se nada tivesse acontecido. Não sentia dor. Não fisicamente. Apoiei o braço sobre a perna e forcei meu corpo a se erguer. Estava sujo e repleto de hematomas como nunca tive antes. Me livrei daquela camiseta, vestindo apenas uma jaqueta aberta ainda que estivesse suja. Estalei o pescoço e tomei rumo novamente em direção ao gabinete que não faltara muito para chegar; Quando cheguei, utilizei minha velocidade e adentrei pela janela do local, me curvei perante a mesa da Tsuchikage com sinal de desdém e baixei a cabeça. - Eis-me aqui senhora. - Foram minhas palavras.





Hp: 990/990
Ch: 965/965


BOLSA DE ARMAS¹ (20)

Kunai: 05
Shuriken: 05
Kibaku fuuda: 4
Fuuma Shuriken: 01
Kemuridama: 03
Hikaridama: 02

BOLSA DE ARMAS² (20)

Kunai: 08
Kibaku Fuda: 05
Hyōrōgan: 02
Kemuridama: 05


-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 17/1/2018, 17:06










- Rastros de Sangue -

   Ryotenbin seguiu pelas ruas do Vilarejo. Ainda que estivesse perto de seu destino, não deixava de atrair os olhares estranhos dos que estavam próximos. Usando apenas uma jaqueta aberta sobre o corpo, suja; com hematomas, marcas de sujeira e até mesmo de vômito, aos olhos dos civis ele parecia mais um delinquente do que um Shinobi. Mas não se importava. Qualquer sentimento projetado encima dele apenas caía no enorme vazio que havia dentro de si. No fim, a resposta era sempre a mesma: Foda-se.
   Saltando sobre uma janela, adentrou o gabinete. Curvou-se perante a mesa da Tsuchikage, entretando, aquele que surgiu na sala não foi a líder suprema do vilarejo e, sim, um ANBU. Um membro das Forças de Elite da Vila da Pedra. Com um manto bege que cobria praticamente todo o corpo e a típica máscara com algumas listras verticais tampando o rosto, basicamente não era possível ver um  centímetro de pele no corpo do homem. Ele entrou na sala pela porta, como uma pessoa normal faria... ou de mente normal. Ao ver Mr. no centro do salão, cambaleou para trás de surpresa. "Por acaso você não tem qualquer respeito pela autoridade da Tsuchikage? Como adentra um local como este vestido como um mendigo?" - Perguntou, com um tom sútil de irritação. Mesmo sem olhar Mr. no rosto, pela sua reputação, já possuía suspeitas de que seria ele. 

Considerações:
humildemente mudei o nome pq o outro tava um lixo
post 02/45~∞
[RP - CRO] - Rastros de Sangue ZEkFJCG 
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 17/1/2018, 20:45








- Aquele que falava demais -

Alguém chegou e pelo tom de voz parecia sutil, balancei a cabeça e ri enquanto levantava, me colocava em frente ao mesmo e fechava a jaqueta, olhava por cima da mascara e levantava os olhos com sinal de desdém, comecei a rir e logo me recompus, olhando para o mesmo dizia algumas palavras. "- Comenta o mendigo qualquer de iwakagure com seu parceiro de rua: - Sou um imortal. -  - Nâo me diga que é filho de Jashin? -  responde o outro surpreendido. -  Não. é Que não tenho onde cair morto.- " Me coloquei a rir em gargalhadas, afastei do mesmo e virei para a mesa da tsuchikage - Só respeito meu senhor Jeshin. - coff - E não estou vendo ele aqui, porque fui chamado aqui? - cocei a teta por cima da jaqueta e esperei respostas.

Hp: 990/990
Ch: 965/965


BOLSA DE ARMAS¹ (20)

Kunai: 05
Shuriken: 05
Kibaku fuuda: 4
Fuuma Shuriken: 01
Kemuridama: 03
Hikaridama: 02

BOLSA DE ARMAS² (20)

Kunai: 08
Kibaku Fuda: 05
Hyōrōgan: 02
Kemuridama: 05





-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 18/1/2018, 20:14










- Rastros de Sangue -

   O homem parece ficar extremamente desconsertado após a piada. "Ah... bem..." - Pigarreou, enquanto ajeitava a sua máscara com a mão, como se estivesse mexendo em um óculos. Ele tinha uma aura metódica e regrada, praticamente oposta ao de Ryotenbin. E o fato de mostrar até demais os seus desconfortos deixava duvidoso até mesmo sua posição como um ANBU. 
   "Na ausência ta Tsuchikage, eu estarei designando-o à sua missão." - Com alguns passos em sua direção, pegou do seu sobretudo uma folha de papel com um símbolo pintado nela: Um simbolo vermelho, parecido com uma cruz メ. "Há uma nova organização se formando... ela parece ser perigosa." - Pigarreou mais uma vez, enquanto ajeitava sua máscara. "De acordo com informações... seu nome parece ser Southern Cross." - Guardando a folha mais uma vez em seu bolso, prosseguiu: "Seu trabalho é investigar as atividades dessa organização e, se possível, parar o que quer que seja que estejam fazendo." - Por uns instantes, pareceu quase suspirar antes de iniciar a próxima sentença. "E... eu fui enviado para essa tarefa junto a você..."



Considerações:


foi mal por estar demorando p postar... logo mais vou começar a postar mais frequentemente
post 03/45~8

[RP - CRO] - Rastros de Sangue ZEkFJCG
 
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 18/1/2018, 20:49






- Um é pouco, dois é bom?  -


Ele terminou de falar, olhei para o mesmo e balancei um pouco a cabeça em sinal de positivo e pude sentir um estalo nela - acho que estou com torcicolo - peguei uma kunai e comecei a arranhar meu braço com a ponta da faca, voltei a olhar o mesmo e suspirei fundo  enquanto terminava de pensar. - Tem certeza que é preciso nos dois? - falei em alto tom - Porque tipo, eu tenho 10 anos, sou um dos mais fortes ninjas da vila, não digo que eu sozinho seria suficiente para executar todos os membros da organização, mas se fosse para entrar, infiltrar e matar, eu conseguiria ficar  sozinho  - Falei enquanto ia até a cadeira da Tsuchikage, sentava na mesma e ficava girando esperando a resposta dele.


Hp: 990/990
Ch: 965/965


BOLSA DE ARMAS¹ (20)

Kunai: 05
Shuriken: 05
Kibaku fuuda: 4
Fuuma Shuriken: 01
Kemuridama: 03
Hikaridama: 02

BOLSA DE ARMAS² (20)

Kunai: 08
Kibaku Fuda: 05
Hyōrōgan: 02
Kemuridama: 05





-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 19/1/2018, 15:35










- Rastros de Sangue -

   "S-s-saia já da cadeira...." - Interrompeu-se. A esse ponto, já sabia que suas palavras não surtiriam efeito. O ANBU ficou alguns segundos em silêncio, para então pigarrear mais uma vez. "Por mais que eu também não queira que isso aconteça, temo que esta não é uma decisão que pode ser mudada." - Ajeitou sua máscara. "Além disso, eu possuo habilidades que podem ser de crucial importância nessa tarefa." - Erguendo sua mão, sem executar selo algum, o homem fez emergir um pequeno pilar de pedra do chão da sala. A estrutura de distorceu, girando em torno de si, como um DNA até que sua ponta expeliu um pergaminho. "E, também, possuo informações que podem facilitar a busca."
   Atirou o manuscrito para Ryotenbin. Em seu interior, havia escrito os principais locais aonde a organização havia deixados rastros. Em todas elas, houve feridos e pessoas desaparecidas. O aspecto mais peculiar era que todos os lugares indicados eram próximos de templos, de diversas religiões e seitas diferentes. Antes que pudesse ler mais detalhes, o ANBU aproximou-se. "Eu sei que prefere fazer as coisas do seu jeito, mas, dessa vez a situação é séria."



Considerações:

ai o template ta bugadao e eu nao consigo mudar o gif... ;-; tu prefere continuar com o template ou ficar sem, mas mudando gif?
post 04/45~8

[RP - CRO] - Rastros de Sangue ZEkFJCG
 
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 19/1/2018, 16:11







- Soneto 45.-
Então é assim que as coisas começam.


Ela mandou eu sair da cadeira, ignorei completamente seu pedido e continuei a girar enquanto ouvia o mesmo, parei, pois havia ficado meio tonto. Observei o mesmo atentamente enquanto ele executava um jutsu de Doton - Você também é usuário de Doton, que interessante - disse em alta voz - Bom, me convenceu, quando partimos? Mas peço por gentileza que não me de ordens, não quero ter que acabar discutindo com você em meio a missão - Esperei a resposta do mesmo, como ele demorou para responder, balancei a cabeça e fiz um sinal para o mesmo saltando pela janela - Bom, vou me arrumar e pegar uns equipamentos, lhe encontro no portão em 10min. -

Sai do local, fui em direção a meu barraco e lá peguei algumas roupas limpas e meus equipamentos ninja, suspirei fundo e vesti as roupas. Estava com uma jaqueta básica de ninjas da vila, bandana amarrada no braço esquerdo e o cabelo meio molhado e dividido ao meio, após me vestir, fui em direção a entrada da vila para partirmos o quanto antes.

-Considerações-


Bom, fiz isso para dar uma empurrada de leve. Sai tomei banho e troquei de roupa e fui em direção a entrada da vila, meu personagem esta meio irreconhecível devido a limpeza que ocorreu, mas o mesmo devera reconhecer. A gif é meio irrelevante, vai de você querer ou não deixar ela.


Hp: 990/990
Ch: 965/965


BOLSA DE ARMAS¹ (20)

Kunai: 05
Shuriken: 05
Kibaku fuuda: 4
Fuuma Shuriken: 01
Kemuridama: 03
Hikaridama: 02

BOLSA DE ARMAS² (20)

Kunai: 08
Kibaku Fuda: 05
Hyōrōgan: 02
Kemuridama: 05





-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 20/1/2018, 01:03

[RP - CRO] - Rastros de Sangue Giphy

    Ao chegar no portão, percebeu que o homem já estava lá. Olhando para o céu, de braços cruzados, não usava mais a sua roupa de ANBU. Agora, seu rosto estava completamente a mostra. Usava um Colete Jounin da Pedra e, por baixo dele, uma espécie de manto azul. Uma combinação bastante estranha, mas parecia estar bastante confortável usando-a.
   Ao notar sua presença, descruzou os braços e aproximou-se de você, caminhando. Uma de suas mãos imediatamente direcionava-se para o seu óculos, ajeitando-o. Com um pigarro, iniciou: "Bom... vou me apresentar..." - Sua voz estava em um tom bem mais calmo e serene. A mudança na aparência e limpeza de Mr. provavelmente gerou uma tranquilidade nos olhos do homem. "Me chamo Torue Akabane." - Abriu sua mão, fazendo emergir uma pequena rocha, que logo revelou um pergaminho. "Há apenas três locais aonde houve atividade da organização recentemente... Uma delas é um pequeno templo nas proximidades da Aldeia da Grama. O outro é em uma pequena comunidade que vive nos entornos do que, um dia, foi a Aldeia da Areia. E o último... bem parece ser em um local bem caótico na periferia da Aldeia da Chuva... parece ser uma seita." - Fechou o manuscrito, sério. "Aonde acha que devemos ir?"   

considerações:
vo deixa sem template entao.. pq gosto p kct de gif
[RP - CRO] - Rastros de Sangue ZEkFJCG
-

Última edição por gamabuga em 24/1/2018, 23:00, editado 1 vez(es)
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 20/1/2018, 17:04





- Soneto 46.-
A vila oculta da chuva



Cheguei, o mesmo havia tirado os equipamentos da anbu, não queria ser reconhecido como elite de iwakagure, porem, colocou roupa básica de jounin da vila, qual seria a diferencia? iriam perceber e nos atacar assim que chegássemos, suspirei fundo e balancei a cabeça, talvez estava na hora de tomar uma decisão diferente, ele falou os lugares e pensei durante uns minutos,  puxei uma ryou e joguei para cima - estou descartando Suna, Suna não existe mais.  Se a moeda cair cara vamos para Grama, se cair coroa vamos para Ame - A moeda caiu ao chão deixando explicito a ida para Amekagure, peguei minha bandana do braço e coloquei ao chão, segurei uma kunai e finquei nela, fiz força e raspei o simbolo da vila - Bom, Amekagure é conhecida por abrigar  foragidos, se formos como ninjas, seremos alvo de ataques fáceis. - Fiquei olhando o mesmo enquanto amarrava a bandana no braço.  

-Considerações-
-x-

Hp: 990/990
Ch: 965/965


BOLSA DE ARMAS¹ (20)

Kunai: 05
Shuriken: 05
Kibaku fuuda: 4
Fuuma Shuriken: 01
Kemuridama: 03
Hikaridama: 02

BOLSA DE ARMAS² (20)

Kunai: 08
Kibaku Fuda: 05
Hyōrōgan: 02
Kemuridama: 05





-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 21/1/2018, 00:42

[RP - CRO] - Rastros de Sangue Giphy

    O homem exibiu uma feição emburrada por uns instantes ao ver o método de Ryotenbin para tomar a decisão, mas não retrucou. Com uma pequena ajeitada no óculos, Torue deu um leve sorriso unilateral. "Não se preocupe com os disfarces." -  Sem mudar suas vestimentas, saltou por cima das rochas e encaminhou-se para o primeiro destino.
   Com o tempo, o céu se escurecia. Adentravam cada vez mais a típica penumbra da Aldeia da Chuva. O ambiente deixava de ser vívido e natural, dando lugar a um universo artificial, recheado de prédios enormes e irregulares.
   Quando estavam próximos, Torue encostou sua mão no chão, fazendo emergir uma espécie de lama que envolveu o seu corpo, transformando-o em uma pessoa completamente diferente, parecendo um sem teto. O mesmo, se deixasse, seria feito a você. "As pessoas de lá não são necessariamente fortes. São só pessoas que não têm mais pra onde ir."
   Vocês esgueiraram-se até o interior do Vilarejo. O contraste era claro ao ver a quantidade de pessoas na rua gradualmente diminuindo enquanto se aproximavam-se da área. Um ponto, porém, era diferente: em meio ao vazio das ruas, havia uma pequena estrutura de dois andares, cuja a movimentação de pessoas era constante. Apenas indivíduos, entretanto, da pior espécie entravam e saíam de lá. Com roupas agressivas e carregando diversas armas, podia concluir que, a partir de seus frequentadores, com certeza não era um local amigável. Enquanto observavam de cima de um prédio, Torue sussurrou: "É ali."   

considerações:

post 06/45~∞
[RP - CRO] - Rastros de Sangue ZEkFJCG
-

Última edição por gamabuga em 24/1/2018, 23:01, editado 1 vez(es)
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 21/1/2018, 17:55

- Soneto 47.-
O Poder da Kekkei Genkai.



A viajem foi longa e calma, conversamos um pouco e deu para dialogar e conhecer um pouco do meu "companheiro" de missão, não sabia seus ideais, porem, os meus não iriam impedir de fazer o que eu quisesse, mesmo se ele fosse um ninja da elite, ele era mais velho e ainda anbu, eu era Jounin já aos dez anos, quem tinha a força maior? Suspirei fundo.

Chegamos a vila da chuva e novamente ele utilizou um jutsu doton, utilizou o mesmo para transformar sua aparência, algo novo, pois nunca havia visto antes.  Mas não me preocupei, talvez, seria alguma técnica única da anbu para reconhecimento.

Entramos silenciosamente para dentro da vila, conseguimos algumas informações ouvindo historia dos mendigos e pessoais desapropriadas e alguns minutos caminhando chegamos a um prédio de dois andares, onde Torue avisou que era o prédio da seita, sabia que pessoas ruins estavam ali, então, esgueirado e atento a movimentos, olhei para o mesmo e disse - Bom, Jashin ira decidir se eles vivem ou morrem. - Joguei uma moeda para cima. Se desse cara, iria destruir o local por completo de apenas uma vez. Se desse coroa, iria deixar Torue decidir o destino deles - Deu cara, não me atrapalhe - Antes que Torue pudesse me impedir, utilizei minha velocidade para desaparecer do local.

Usei agilidade e pensamentos rápidos para pensar no que faria, subi facilmente no prédio ao lado daquele, era um arranha-céu, possuía uma língua enorme para fora, não havia visto aquilo em nenhum lugar, me coloquei a ponta da língua, era o dobro de tamanho do prédio da seita. Bati as mãos em forma de palmas e estiquei em direção ao prédio, demorou um pouco, mas não muito. Uma estrutura cilíndrica tridimensional com uma esfera ao meio apareceu, começou a se expandir em direção ao prédio, quando tomou o prédio todo, disse em alto tom - Jinton: Genkai Hakuri no Jutsu - E conforme a esfera tocava partes do prédio o mesmo ia se destruindo com tudo que estava dentro do raio da técnica.
-Considerações-
Bom, não fiz nada demais. Apenas utilizei a forma Cilíndrica do Jinton para destruir o prédio.  Não diz que precisa de preparação na lista de técnicas. Listra A Pagina bugou, não sei pq.

Hp: 990/990
Ch: 965/765


BOLSA DE ARMAS¹ (20)

Kunai: 05
Shuriken: 05
Kibaku fuuda: 4
Fuuma Shuriken: 01
Kemuridama: 03
Hikaridama: 02

BOLSA DE ARMAS² (20)

Kunai: 08
Kibaku Fuda: 05
Hyōrōgan: 02
Kemuridama: 05

Jinton: Genkai Hakuri no Jutsu
Rank: S
Descrição: O usuário usa o Jinton para criar uma estrutura com uma esfera localizada em seu centro entre as palmas das suas mãos. A estrutura se expande rapidamente em tamanho quando é impulsionada em direção ao seu alvo, o prendendo. A esfera, em seguida, parece explodir com uma tremenda quantidade de força, enquanto as paredes exteriores da estrutura conseguem restringir o tamanho do raio da explosão, resultando na destruição de tudo o que estiver dentro dele à medida que são pulverizados em partículas diminutas de pó. A técnica não se limita a apenas afetar a matéria física, mas também pode afetar as defesas de chakra, demonstrado quando Ōnoki conseguiu destruir o Susanoo de Madara Uchiha.

O dano resultante que esta técnica pode produzir varia consideravelmente, dependendo da forma inicial da estrutura criada. Por exemplo, quando fabricada sob a forma de um cubo, a estrutura possui um raio de explosão relativamente pequeno, minimizando a possibilidade de danos colaterais. No entanto, a versão cônica foi mostrada ser suficientemente forte para destruir potencialmente uma ilha inteira. Além disso, é possível produzir uma variante muito maior da técnica em forma de cubo, que é suficientemente grande para destruir os vinte e cinco clones de madeira de Madara, usando o Susanoo de uma só vez. Este cubo pode também ser dividido em dois depois de ter sido ativado, permitindo que outras técnicas possam ser lançadas entre as duas metades. Quando esta técnica se choca com uma técnica semelhante, o par se funde e formam uma grande explosão esférica; onde tudo dentro do raio da explosão resultante é completamente pulverizado.

Variantes da Forma: Esta técnica pode ser manipulada em uma seleção diversificada de três formas diferentes, incluindo a forma cônica, cilíndrica e cúbica, com cada uma contendo uma esfera localizada em seu centro. De acordo com Ōnoki, as diferenças na forma demonstrada por esta técnica são reflexo do diferencial entre seus usuários.
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 21/1/2018, 23:22

[RP - CRO] - Rastros de Sangue KkreVQt

    Antes que Torue tivesse qualquer chance de impedir as ações de Ryotenbin, o mesmo já havia sumido em pleno ar. O movimento foi relativamente rápido. Enquanto lentamente abria as suas mãos e o cilindro se formava, um alto barulho de vibração invadia o silêncio da noite. Alguns homens acabaram notando o clarão de luz no céu, mas simplesmente não foi o suficiente para impedir a catástrofe. Em menos de um segundo a esfera invadiu a estrutura do prédio e desintegrou tudo ao redor. Depois de um enorme barulho de implosão, tudo o que restou foram algumas pequenas estruturas de concreto remanescentes e as metades de baixo de corpos que não foram pegos totalmente pela técnica. Os pouquíssimos sobreviventes simplesmente correram pelas ruas mais próximas para que salvassem suas vidas. O que antes era o prédio, tornou-se apenas um amontoado de destroços e membros de pessoas.
   Assim que Torue o localizou, saltou para a mesma plataforma que você. "M-m-mas o que...!" - Bufou de agonia, ajeitando o seu óculos constantemente, como se tentasse se acalmar. "Enlouqueceu de VEZ?!" - Gesticulava enquanto exclamava, na esperança de atrair a atenção, mesmo que um pouco, de Mr. "Como diabos iremos conseguir informações agora?" - Em meio aos sermões do ANBU, observando a destruição que acabara de causar, percebeu um corpo, que jazia na terra, próximo a um cano de água, que agora, parcialmente destruído, jorrava o líqudo para todos os lados. O corpo possuía apenas a parte debaixo, devido ao ataque recente, entretanto, mesmo no escuro, pôde claramente ver em sua perna um símbolo familiar, parecido com uma cruz メ.   

considerações:
MLK TU DESTRUIU O PRÉDIO KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK NAMORAL TU É IRADO KKKK
post 07/45~∞
[RP - CRO] - Rastros de Sangue ZEkFJCG
-

Última edição por gamabuga em 24/1/2018, 23:01, editado 1 vez(es)
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 24/1/2018, 14:08

Eu sabia que teria sermões, obvio que teria, quem em sã consciência destruiria tudo em alguns segundos? exatamente, eu e aposto que Jashin estava orgulhoso nesse momento, pois muitos sacrifícios haviam sido feitos, olhei ao mesmo com grande desdém no rosto e com a mão na bolsa ninja - Que informações o que cara, sabemos as outras localizações, vamos lá e destruímos e pronto. Eu sou vilão, não sou o mocinho da historia se não quer ficar, vaza - estalei meu pescoço e fomos caminhando pelo local, observamos uma perna com um símbolo esquisito de メ, parecia uma espécie de cicatriz, estávamos nos afastando do local, quando debaixo de escombros, ouvia alguns murmúrios e pedidos de socorro - esta ai sua informação cabeça de tábua - utilizei minha força para chutar alguns escombros com o pé até chegar ao som.
- Considerações -

Bom, estou tentando interpretar grande parte do arquetipo de vilão que meu personagem tem, não sei se esta realmente dando certo kdoaskdo mas é meio que isso.


Hp: 990/990
Ch: 965/765


BOLSA DE ARMAS¹ (20)

Kunai: 05
Shuriken: 05
Kibaku fuuda: 4
Fuuma Shuriken: 01
Kemuridama: 03
Hikaridama: 02

BOLSA DE ARMAS² (20)

Kunai: 08
Kibaku Fuda: 05
Hyōrōgan: 02
Kemuridama: 05


-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 25/1/2018, 00:22



narrador

Rastros de Sangue


   Bufou. "V-você..." - Descendo do prédio, Torue parecia cada vez mais se arrepender de ter deixado que ambos fizessem uma missão juntos. Alguns barulhos foram ouvidos por debaixo dos escombros. Ryotenbin, porém, sequer se importou: caminhou até um pequeno monte de escombros e chutou-os na direção do corpo. Assim que o fez, porém, percebeu as pernas se movimentarem. Neste momento, viu algo que sequer poderia ser possível: as pernas saíram dos escombros sem a parte de cima do corpo. Começaram a andar descontroladas até que a pequena cicatriz brilhou, fazendo uma gosma negra começar a preenche-las.
   Em questão de segundos, um corpo completamente novo se construiu. Este, porém, inteiramente negro, apenas com pequenos olhos vermelhos brilhantes e o típico simbolo メ cravado em sua testa. Algumas partes da criatura derretiam um pouco. Provavelmente fora prejudicada pelo ataque anterior. "Quem são... vocês dois...?" - Disse, enquanto caminhava pelos escombros, em direção a vocês. Além de falar pausadamente, sua voz era duplicada, como se tivessem duas pessoas falando ao mesmo tempo. Além disso, seu corpo pulsava periodicamente em diversas áreas. Era uma visão realmente macabra. "Não importa... pelo que fizeram, darão excelentes cobaias para Momoi-sama." - Antes mesmo de terminar a frase, investiu na direção de Ryotenbin e Torue, para atacar ambos, em uma velocidade inacreditável. Seu corpo gelatinoso se deformava com a ação do ar, mas não abalava a presença pesada que o ser exercia no campo de batalha.

Considerações:
Mlk o outro template também bugou velho .... ;-; ;;----;-;-;-;-;-;-; n acredito
vel 5 | For 5 | 5m de distância
post 08/45~∞


-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 25/1/2018, 16:30






- Soneto 50.-
Em dias de Chuva



Há series ideais de acontecimentos que correm paralelamente as reais. Elas raramente coincidem. Os Homens e as circunstâncias geralmente modificam a cadeia ideal de acontecimentos, de modo que ela parece imperfeita, e suas  consequências são igualmente imperfeitas. Tal se deu com a reforma; reforma política em iwakagure, onde eu, tinha que receber ordens de alguém que parecia mais fraco. - Tédio - Murmurei com desdém; uma criatura grotesca apareceu, algo mudou em mim e euforicamente respondi sua pergunta. - é como falar com um presente de aniversario, olha só o que Jashin me deu porra,  você é repulsivo não é a toa que você se esconde, você viu já? Quero dizer, já se olhou no espelho? isso é muito nojento cara.  Eu quero tocar, a qual é Torue, posso tocar? - Eu sei, as vezes eu exagerava, mas aquela criatura era mesmo medonha e fedida. Atrapalhei suas palavras, provável que ele havia ficado com raiva, falou alguma coisa sobre um tal de momoi enquanto se movia em nossa direção, não tinha muito tempo para reação, então comecei a me mover em direção a ele enquanto meu corpo se transformava com um jutsu doton, tentei golpeá-lo em seu rosto gelatinoso com a intenção de desmaia-lo. - Que mumu o que porra, mumu é coisa de vaca filha da puta -  é, talvez eu não sabia a hora de parar.

-Considerações-
Bom, não fiz defesa, assim que ele apareceu, ignorei suas palavras e falei sobre sua aparencia, quando ele se moveu, me movi em velocidade maxima (6) e fui em direção a mesmo enquanto transformava meu corpo com o Doton Domu.

Hp: 990/990
Ch: 965/715


BOLSA DE ARMAS¹ (20)

Kunai: 05
Shuriken: 05
Kibaku fuuda: 4
Fuuma Shuriken: 01
Kemuridama: 03
Hikaridama: 02

BOLSA DE ARMAS² (20)

Kunai: 08
Kibaku Fuda: 05
Hyōrōgan: 02
Kemuridama: 05



Doton: Domu
Rank: B
Descrição: O usuário corre chakra através de todas as partes do seu corpo fazendo-a tornar-se visivelmente mais escuro, o que aumenta o seu poder defensivo aos seus últimos limites, fazendo a pele tão duro como diamante, facilmente capaz de suportar a maioria dos ataques com pouco ou nenhum dano. Como resultado, a quantidade de técnicas que podem romper as áreas endurecidas pela Lança Terra são perto de zero, excluindo sua inegável ponto fraco: Relâmpago lançamento ninjutsu. Além disso, o poder destrutivo dos ataques físicos é aumentada, tornando esta uma ótima técnica para todos os fins. Kakuzu usou essa técnica através do uso de sua máscara Terra-elemento. Kakuzu demonstrado a capacidade de usar esse recurso para cobrir-se parcialmente (ou seja, mão e braço inferior, e ao lado de sua cabeça) sem o uso de selos de mão, que lhe deu uma vantagem tática significativa contra emboscadas.



-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 25/1/2018, 22:48










- Rastros de Sangue -

   A criatura era rápida, mas Ryotenbin era mais. Sequer intimidou-se pela aparência grotesca e irreal do inimigo. Escureceu o seu corpo e avançou como uma fera na direção dele. "M-mumu...?!" - Repetiu, lentamente, como se tentasse digerir o que acabou de escutar. Mesmo que por poucos segundos, pôde escutar um pequeno murmurio de raiva vindo do ser. "Vai se arrepender de ter desrespeitado Momoi-sama dessa maneira!" - Não recuou perante o soco, pelo contrário, correu mais rápido ainda em direção a ele. Sua determinação, assim como a de Mr., não parecia sequer ser natural. Vinha de algo maior, algo maligno. 
   Seu soco acertou a cabeça do oponente em cheio, e a mesma se dissipou no ar perante ao punho enegrecido de Mr.. "Haha...hehehihihi... apenas com força bruta você não vai longe, criança." - Mesmo sem rosto, o ser ainda conseguia se comunicar. Após a frase, começou a se deformar, envolvendo o seu braço. Em segundos começava a sentir uma queimação horrível no mesmo. "Apenas desista e pouparei sua vida."
Considerações:
KKKKKKKKKKKKKKK MANO A TUA NARRAÇÃO É MT BOA KKKKK
af... to voltando pro template original pq pelo visto todos vao ficar bugando por causa desse... ;-; vai ter q ficar sem gif
post 08/45~∞
[RP - CRO] - Rastros de Sangue ZEkFJCG 
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 26/1/2018, 20:04






- Soneto 51.-
O dia que não terminou.


Aqui por muito tempo os impiedosos torturadores nutriam o insaciável furor da turba pelo sangue dos inocentes. Agora que a pátria esta a salvo, e o antro fúnebre foi destruído onde antes havia morte surgem vida e bem-estar. Os caminho de Jashin na natureza, assim como na providencia, não são os nossos caminhos; tampouco os modelos que concebemos são de algum modo comparáveis a vastidão, profundeza e inescrutabilidade de suas obras, que contem em si uma profundidade maior do que o poço demócrito.

Aquele ser nojento continuava a falar, recebeu meu golpe e teve sua cabeça destruída, porem, ainda emitia sons como um verdadeiro monstro nojento, meu braço agora começou a formigar e a sentir uma espécie de queimação invisível a olhos nus, Torue esta parado em uma espécie de congelamento, então suspirei meio fundo e olhei ao mesmo - Ele é útil para você? Se não irei faze-lo virar pó com meu jutsu - Esperei a resposta de Torue antes de disparar meu jinton contra o homem gosma preta.

-Considerações-
Bom, não fiz nada na real. Só narrei a situação do predio destruido e perguntei a Torue se ele era util para conseguir informações, caso a ocontrario meteria um jinton nele.

Hp: 990/990
Ch: 965/715


BOLSA DE ARMAS¹ (20)

Kunai: 05
Shuriken: 05
Kibaku fuuda: 4
Fuuma Shuriken: 01
Kemuridama: 03
Hikaridama: 02

BOLSA DE ARMAS² (20)

Kunai: 08
Kibaku Fuda: 05
Hyōrōgan: 02
Kemuridama: 05





-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 27/1/2018, 01:05










- Rastros de Sangue -

   A gosma envolvia cada vez mais o seu corpo. Agora, além do braço, já alcançava parte do peitoral. A queimação, que antes era relativamente branda, ardia horrendamente agora. Sentia a sua pele ser lentamente rasgada do corpo. Torue moveu-se apenas depois que foi notificado por você. Realmente, parecia um pouco distraído nesse momento, como se sua mente não estivesse focada no inimigo. "Ele... tem informações. Precisamos dele vivo." - Ainda teve alguns segundos de pensamentos até erguer, com um selo, um pilar de pedra que separou o corpo original da criatura com a gosma que envolvia o corpo de Mr..
   O líquido preto gradualmente se desgrudava do seu corpo, até revelar a sua pele que estava completamente rasgada e danificada. Pequenas gotas de sangue saíram de vários pontos do seu braço e, em algumas feridas expostas penduravam-se pequenas tiras de pele. O ser, ao se recompor executou em selo de mão. O símbolo em sua testa começou a brilhar enquanto seu corpo inchava cada vez mais, assumindo um formato esférico que já ultrapassava os 3 metros de altura. "Hehe... antes de se preocuparem com a minha vida, sugiro se preocuparem com as suas."
Considerações:
Bom, por não ter feito nada no post anterior ta tomando humildemente 70 de dano.
post 09/45~∞
[RP - CRO] - Rastros de Sangue ZEkFJCG 
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 27/1/2018, 21:02






- Soneto 53.-
O homem que queria ser Rei



Que canções cantavam as sereias, ou que nome assumiu Jashin quando se escondeu entre as mulheres, embora questões enigmáticas, não estão além de toda conjectura Quando renunciamos aos nossos sonhos e encontramos a paz temos um pequeno período de tranquilidade. Mas os sonhos mortos começam a apodrecer dentro de nós, e infestar todo o ambiente em que vivemos. Começamos a nos tornar cruéis com aqueles que nos cercam, e finalmente passamos a dirigir esta crueldade contra nós mesmos. Surgem as doenças e psicoses. O que queríamos evitar no combate - a decepção e a derrota - passa a ser o único legado de nossa covardia. E, um belo dia, os sonhos mortos e apodrecidos tornam o ar difícil de respirar e passamos a desejar a morte, a morte que nos livrasse de nossas certezas, de nossas ocupações, e daquela terrível paz das tardes de domingo.

Não conseguia controlar-me. Meu parceiro disse que precisávamos dele, porem, ele inflava e parecia que iria explodir, não podia por em risco minha vida perante a Jashin, suspirei fundo, meu corpo estava coberto de sangue e eu tinha que estancar as feridas para não pegar poeira, germes ou bactérias em meus machucados, mas não conseguia pensar em nada ali, não conseguia pensar em muitas coisas, utilizei um jutsu doton e cobri meu corpo com uma armadura de pedras, forte o bastante para aguentar diversos ataques físicos. - Torue se afaste, acho que ele vai explodir - E nesse momento, utilizei minha velocidade maxima e me afastei de onde estava, afastei cerca de oitenta metros.

- Considerações -

Bom, utilizei meu iwa no yoroi para estancar os ferimentos, utilizei minha velocidade para afastar da gosma inflável e deixei torue para trás.
Hp: 990/920
Ch: 965/615

Iwa no Yoroi
Rank: A
Descrição: O usuário transporta o chakra terrestre através do corpo, absorvendo as propriedades da terra em torno deles para formar uma armadura profunda e transparente e só é visível quando a luz se reflete. A armadura é mostrada para poder se defender de todas as formas de trauma de força contundente. Ao mesmo tempo, aumenta a força do usuário, permitindo que eles entreguem ataques poderosos e se libertem de restrições. Como esta técnica funciona por propriedades da Terra constantemente absorvidas, não requer nenhum chakra extra depois de iniciá-lo, mas ainda precisa de uma quantidade suficiente de pedra para ser executada.



BOLSA DE ARMAS¹ (20)

Kunai: 05
Shuriken: 05
Kibaku fuuda: 4
Fuuma Shuriken: 01
Kemuridama: 03
Hikaridama: 02

BOLSA DE ARMAS² (20)

Kunai: 08
Kibaku Fuda: 05
Hyōrōgan: 02
Kemuridama: 05





-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 28/1/2018, 01:30










- Rastros de Sangue -

    As intuições de Ryotenbin eram mais do que corretas. Assim que seu corpo foi revestido de pedras, a criatura havia se inflado de maneira excessiva, a um ponto em que sua cabeça, braços e pernas foram consumidos completamente pela sua nova forma esférica, tornando-se apenas uma bola gigante, negra e brilhante. "Torue se afaste, acho que ele vai explodir." - O Anbu quase não teve tempo de escapar. Com um selo de mão também revestiu-se de pedras e saltou para longe junto a você. Ele, entretanto, sequer aproximava-se da sua velocidade. No último segundo, ergueu do chão uma muralha de pedra separando-os da bomba relógio.
  Um clarão e um barulho quase que ensurdecedor. Uma enorme explosão tomou conta do local. Pulverizou completamente qualquer rastro do antigo prédio e tomou parte das construções vizinhas. Diversos canos que transportavam água começaram a vazar e molhar o chão ao redor do campo de batalha. Fios elétricos estalavam com os circuitos cortados e molhados e vigas se desmontavam e caíam no chão. Por um longo tempo após a destruição, apenas escutava um agudo zumbido em sua cabeça, demonstrando o quão alto foi o barulho durante o ataque.
   Torue jazia apoiado em alguns blocos de concreto que foram deslocados do solo. Um pouco de sangue saía da sua boca e seu óculos, que ainda permanecia na sua forma de sem teto, estava rachado. Ofegante, ele ajeitou os mesmos. "Vai... ser trabalhoso pegá-lo vivo..." - Mais à frente, no centro da cratera causada pela explosão, o ser estava de pé, intacto. Pelos movimentos corporais que fazia, mesmo ao longe, podia deduzir que estava dando pequenas risadas.
   Assim que sua audição começava a voltar ao normal, começou a perceber alguns barulhos vindos ao longe. Passos, saltos, gritos... talvez a explosão, somada ao Jiton foi a gota d'água para que a batalha fosse ouvida pelo resto do vilarejo. Aos poucos, podia perceber que os arredores eram alertados do que estava acontecendo. Precisavam agir rápido.

Considerações:
post 10/45~∞
[RP - CRO] - Rastros de Sangue ZEkFJCG 
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 28/1/2018, 19:28







- Soneto 55.-
As vozes que ecoam no ar.



A vila da chuva estava um caos, eu poderia tentar ir ao prédio mais alto e destruir o restante em apenas um segundo, mas não era viável agora, já havíamos chamado muita atenção, Torue nada fazia e eu só pensava em destruição, pois era legal, ver pessoas gritando, estava escondido a uns metros de onde a gosma preta explodiu, tínhamos que pensar em algo urgentemente, pois vozes diferentes começavam a surgir. - Bom, sabemos o nome do líder, mumu alguma coisa assim, vamos fazer o que em relação aos que estão vindo pra cá? - disse em tom baixo, ele foi designado como líder da missão, deveria saber agir ou eu acabaria por destruir o resto da vila.

Hp: 990/920
Ch: 965/615

 
 Iwa no Yoroi - ativo
   Rank: A
   Descrição: O usuário transporta o chakra terrestre através do corpo, absorvendo as propriedades da terra em torno deles para formar uma armadura profunda e transparente e só é visível quando a luz se reflete. A armadura é mostrada para poder se defender de todas as formas de trauma de força contundente. Ao mesmo tempo, aumenta a força do usuário, permitindo que eles entreguem ataques poderosos e se libertem de restrições. Como esta técnica funciona por propriedades da Terra constantemente absorvidas, não requer nenhum chakra extra depois de iniciá-lo, mas ainda precisa de uma quantidade suficiente de pedra para ser executada.



BOLSA DE ARMAS¹ (20)

Kunai: 05
Shuriken: 05
Kibaku fuuda: 4
Fuuma Shuriken: 01
Kemuridama: 03
Hikaridama: 02

BOLSA DE ARMAS² (20)

Kunai: 08
Kibaku Fuda: 05
Hyōrōgan: 02
Kemuridama: 05





-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 28/1/2018, 23:33










- Rastros de Sangue -

   Torue realmente não parecia estar com a mente focada nesta batalha. Era uma visão estranha... nem um pouco natural. Sua cabeça aparentava ter coisas perturbando-o... porém ao ser chamado, acabou voltando a si. "...bom..." - Gradualmente, sua mente parecia voltar para o embate. Seu semblante focava-se. Com a mão direita, lentamente ajeitou seu óculos e pigarreou. "Só há uma coisa a se fazer, agora." - Abriu a mão esquerda, fazendo um pequeno pilar de pedra surgir e, dele, um pergaminho. "Apenas o nome do líder não é o suficiente... ter achado um membro desses... é uma chance única." - Suspirou. E então, com um selo, levou sua mão até o solo.  "Precisamos selá-lo... nesse próximo assalto." - Uma estrutura de pedra começou a se formar atrás dele, moldando-se em uma figura deformada, parecida com uma estátua de Buddha, feita de rochas. Levantou-se, segurando o pergaminho. "Só teremos uma chance... não vamos poder ficar aqui por mais tempo." - Pigarreou. "Preciso que incapacite-o por alguns segundos... de alguma forma." - Colocou o pergaminho na boca e executou mais um selo. Na boca do Buddha, uma esfera de Chakra verde começou a se manifestar. O ser negro parecia tremer a cabeça em um padrão extremamente anormal. Não se intimidava nem um pouco. Depois de alguns segundos, deixou de caminhar e passou a correr na direção dos dois.  Seu corpo gradualmente inflava-se de novo, até um ponto em que aproximava-se dos ninjas quicando pelo chão. Suas risadas extremamente desafinadas ecoavam pelo espaço aberto causado pelas explosões.
Considerações:
mlk eu sou um lixo narrando batalha ;-;
post 11/45~∞
[RP - CRO] - Rastros de Sangue ZEkFJCG 
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 29/1/2018, 19:19








- Soneto 56.-
O ataque que não se pode ver.



Ele pediu para que eu incapacitasse a gosma, eu tinha meios de fazer isso rapidamente, porem eu acabaria matanto-o, logo, teria que lutar em estratégia, pois de acordo com Torue, o mesmo estava querendo selar nosso inimigo e precisava de um tempo até preparar a técnica - Então é comigo - falei enquanto estalava meus dedos e fazia alguns selos. tres clones foram criados, dividi meu chakra igualmente entre eles, todos estavam com minha Iwa no Yoroi ativa e pronto para contra-atacar.

Fomos os quatro em direção a gosma, parei a uns quinze metros da mesma e atirei uma bomba de fumaça no chão e no momento que a bomba estourou uma Fuuma Shuriken saiu de dentro dela indo com força máxima em direção ao peito da gosma na tentativa de acerta-lo

- Considerações -

Bom, a Fuuma shuriken esta indo em direção a cintura da gosma, mas existe um problema que a gosma não sabe. Essa Fuuma Shuriken é um de meus quatro clones, o mesmo esta com henge no jutsu e vai desfazer o henge quando chegar a um metro da gosta e utilizara uma kunai para tentar perfurar seu peito, na sombra dessa fuuma shuriken tem uma fuuma shuriken de verdade, como é noite esta "tampada" na sombra, no  momento que eu joguei o clone-fuma-shuriken em direção a gosma dois clones saíram em alta velocidade da fumaça e foram em direções diferente em direção a gosma, um utilizou sua velocidade para saltar em um predio e esta caindo em cima da mesma, vai tentar fazer um corte onde seria a garganta do bicho preto, o outro clone, utilizou velocidade máxima para aparecer atras da gosma e vai tentar perfurar com uma kunai onde seria o Anus dela. ;


Hp: 990/920
Ch: 965/141

Clone: 141
Clone: 141
Clone: 141

 
 Iwa no Yoroi - ativo
   Rank: A
   Descrição: O usuário transporta o chakra terrestre através do corpo, absorvendo as propriedades da terra em torno deles para formar uma armadura profunda e transparente e só é visível quando a luz se reflete. A armadura é mostrada para poder se defender de todas as formas de trauma de força contundente. Ao mesmo tempo, aumenta a força do usuário, permitindo que eles entreguem ataques poderosos e se libertem de restrições. Como esta técnica funciona por propriedades da Terra constantemente absorvidas, não requer nenhum chakra extra depois de iniciá-lo, mas ainda precisa de uma quantidade suficiente de pedra para ser executada.


Iwa Bunshin no Jutsu -
Rank: B
Descrição: Um clone que é criado de rocha, depois de ter sido expelido a partir da boca do utilizador. Ao contrário de outros clones, os gerados por este método não desaparecem quando golpeado com força suficiente, mas sim se separaram.


Henge no Jutsu
Rank: E
Selos: Cachorro, Javali e Carneiro.
Descrição: Tendo em conta tudo o ninja missões são atribuídos a - coleta de inteligência, batalha, diversões - este é um ninjutsu de valor inestimável. Ele é geralmente usado para se transformar em outras pessoas do que a si mesmo, mas um também tem a capacidade de se transformar em animais, plantas e objetos inanimados, como até mesmo armas. Isto dá esta técnica uma grande quantidade de usos. A transformação de um shinobi habilidoso será exatamente como o artigo genuíno, por isso vai ser impossível dizer os dois separados. Por outro lado, a transformação realizada por uma pessoa inexperiente terá discrepâncias óbvias. A técnica de transformação é considerada entre as mais difíceis de rank E, uma vez que requer emissão constante de chakra enquanto mentalmente manutenção da forma. Em cima disso, o usuário seria, muito provavelmente, interagindo com o ambiente. Isso coloca pressão mental sobre um ninja inexperientes.
BOLSA DE ARMAS¹ (20)

Kunai: 05
Shuriken: 05
Kibaku fuuda: 4
Fuuma Shuriken: 01
Kemuridama: 03
Hikaridama: 02

BOLSA DE ARMAS² (20)

Kunai: 08
Kibaku Fuda: 05
Hyōrōgan: 02
Kemuridama: 05





-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 30/1/2018, 00:40










- Rastros de Sangue -

   A investida do ser não parava por um segundo. Na verdade, quanto mais se aproximava, mais parecia acelerar. "Ha! Podem vir quantos forem, não há como me parar." - Disse, ao ver os clones serem invocados. Logo em seguida, uma enorme onda de fumaça invadiu o local e, dela, uma Fuma Shuriken surgiu. "Heh..." - A criatura continuou a avançar em direção à arma. Porém, quando a mesma estava próxima de acertá-lo, um clone tomou o seu lugar, emergindo logo acima de outra estrela que camuflava-se embaixo da original. "Que...?!" - Por estar em uma grande velocidade, não pôde sair do caminho do ataque e o clone perfurou seu peitoral, juntamente da Shuriken que partiu-o em dois a partir da cintura. 
   "Heh... ainda tenta me machucar com ataques físicos?" - Mesmo com seu corpo divido pela metade, ambas as partes ainda se gesticulavam como se fossem independentes. Com a parte de cima do corpo em pleno ar, moldou sua mão em uma foice e golpeou o ninja. Mesmo sendo feita de gosma, sua ponta foi a afiada o suficiente para perfurar o ombro do clone. O mesmo, porém, assumiu uma textura rochosa assim que foi atingido. "Um clone?" - Sem tempo para reagir, mais dois clones vieram de trás: um por cima e outro pela terra. O golpe de ambos foi certeiro. Uma Kunai acertou o pescoço da criatura antes que ele pudesse virar a cabeça. A mesma dissipou-se completamente no ar. E, quase que simultaneamente, o outro clone perfurou precisamente o ânus do ser. A ponta da arma entrou com muita facilidade... se fosse em um ser humano comum, muito provavelmente morreria apenas pela dor. A cintura da criatura se dissolveu, separando as pernas em peças individuais.
   Antes que as partes do inimigo pudessem tocar o chão, Torue exclamou: "Beleza. É agora." - Com um murmúrio, arregalou os olhos canalizando um selo. O Chakra que pairava a boca da estátua começou a exalar inúmeras cordas do mesmo, que começaram a envolver a gosma por completo. "Tsc... o que diabos é isso?!" - Retrucava. O seu corpo lentamente se juntava... porém a velocidade em que se regenerava não chegava nem perto da em que as correntes envolviam o seu corpo.
   "M-maldição." - Seu corpo foi arrastado surpreendentemente rápido. Antes que pudesse fazer qualquer coisa apenas seu braço e cabeça estavam do lado de fora da boca do Buddha. "...Tsc. Momoi-sama...!" - Como último recurso, fez manifestar na ponta de seus dedos uma pequena gosminha, que aparentava se mover por vontade própria. Atirou-a contra o solo e ela se esgueirou pro entre as frestas causadas pelos escombros. Após isso, apenas teve o restante do seu corpo engolido e a boca da estatua se fechou com um um alto "CLANG".
   Torue estava ofegante, apoiando-se com uma mão no chão. "Precisamos... sair daqui, rápido." - Logo atrás, já a poucos metros de distância, já era possível perceber ninjas do Vilarejo se aproximando. "Ei, vocês!" - Pela quantidade de passos ouvidos, provavelmente era mais de um esquadrão.
Considerações:
boa narração velho... foi bem maneira
se quiser tentar parar a gosminha pode tentar
post 12/45~∞
[RP - CRO] - Rastros de Sangue ZEkFJCG 
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 30/1/2018, 20:56









- Soneto 57.-
Esquadrão Suicida.




Torue parecia ter conseguido selar a gosma, nosso trabalho esta parcialmente pronto na vila oculta da chuva, não tinha muito o que se fazer, Torue disse para recuarmos, algumas vozes altas demonstravam que outros inimigos estavam vindo, eram mesmo inimigos? Eu não queria saber de detalhes, me coloquei a correr, tinha recuperado chakra que dividi entre os clones e agora estava com poder total novamente.

- Porque Lutamos? - Lembrei dessas palavras e murmurei baixinho, não sabia se Torue havia escutado ou não, apenas falei por falar, olhei o mesmo e parecia cansado então, tinha que dar um jeito de destruir aqueles ninjas e sair do vilarejo de ame, era um esquadrão enorme - TORUE FIQUE ATRAS DE MIM AGORA - gritei para o mesmo, fechei os olhos por dois segundos devida a dor, bati as palmas e um mini cone com uma esfera no meio surgiu e foi se expandindo em direção ao esquadrão e ao resto da vila - Jinton: Genkai Hakuri no Jutsu - E ao final de minhas palavras tudo dentro da técnica começava a virar pó

- Considerações -

Bom é isso, nos afastamos um pouco, até o momento meu personagem nao sabe que a gosma escapou, nos afastamos e disse para Torue se por atrás de mim e após isso, utilizei o Jinton para tentar destruir o esquadrão e parte da vila.  Isso tudo foi introdução pras coisas? dkoaso tipo as qualidades para treinar e tals, foi daora.


Hp: 990/920
Ch: 965/365


 
 Iwa no Yoroi - ativo
   Rank: A
   Descrição: O usuário transporta o chakra terrestre através do corpo, absorvendo as propriedades da terra em torno deles para formar uma armadura profunda e transparente e só é visível quando a luz se reflete. A armadura é mostrada para poder se defender de todas as formas de trauma de força contundente. Ao mesmo tempo, aumenta a força do usuário, permitindo que eles entreguem ataques poderosos e se libertem de restrições. Como esta técnica funciona por propriedades da Terra constantemente absorvidas, não requer nenhum chakra extra depois de iniciá-lo, mas ainda precisa de uma quantidade suficiente de pedra para ser executada.

BOLSA DE ARMAS¹ (20)

Kunai: 05
Shuriken: 05
Kibaku fuuda: 4
Fuuma Shuriken: 01
Kemuridama: 03
Hikaridama: 02

BOLSA DE ARMAS² (20)

Kunai: 08
Kibaku Fuda: 05
Hyōrōgan: 02
Kemuridama: 05





-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 30/1/2018, 23:37










- Rastros de Sangue -

  Mais uma vez, o ambiente foi tomado por uma altíssima frequência sonora. Em segundos, com um bater de mãos, um cone incandescente invadiu o local e, após um clarão, um infindável buraco cilíndrico se estendeu pelas ruas da vila. Os prédios que estavam mais próximos da origem da técnica perderam suas bases e começavam a tremer. O que antes eram os esquadrões de ninjas que se aproximavam, agora era um pequeno grupo de pessoas que conseguiram se salvar. Sem reação, não foram um empecilho para a fuga de Ryotenbin e Torue que, a este ponto, já não se dava ao trabalho de questionar as ações do mesmo.
   Despistar os poucos ninjas remanescentes que estavam próximos não foi um problema. Em algumas horas, já haviam se afastado completamente do ambiente artificial da Vila da Chuva. Novamente tornou-se possível ver o sol e o céu aberto. O ar renovado que vinha das plantas e árvores fornecia aos ninjas um grande conforto. Agora estavam em uma grande planície, com o objetivo conquistado. Haviam, porém, passado o dia todo trabalhando na missão. Mesmo que não mentalmente, era quase impossível não estar com o físico exausto. Torue apoiava-se em um tronco, sentando um pouco. Seu jutsu já estava desfeito e as suas roupas azuis tornavam-se mais uma vez visíveis. Em seu semblante, podia perceber que, nesse tempo em que lutaram juntos, já se sentia mais tranquilo convivendo com você.
  "...Bom trabalho." - Disse. Desde que o conheceu, esta foi a primeira vez que recebeu uma congratulação dele. Agora voltava a falar pausadamente, como quando o viu no Vilarejo. "Você ha---..." - Interrompeu-se para apoiar a mão na cabeça. Sua feição indicava certa dor... já o vira fazendo isso previamente, na Aldeia da Chuva, porém, era a primeira vez que acontecia tão nitidamente. Pareceu, porém, tentar ignorar e prosseguiu. "Você havia dito que também era um usuário de Doton... lá no Vilarejo." - Cruzou os braços, com um sorriso. "Me diga... o quão bom você é?"
 
Considerações:
mlk eu ri mt com o "esquadrão suicida" KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
e vlw por estar achando maneiro
post 13/45~∞
[RP - CRO] - Rastros de Sangue ZEkFJCG 
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 31/1/2018, 17:20









- Soneto 57.-
Esquadrão Suicida.




Havíamos conseguido deixar o vilarejo da chuva que por essas horas ja estava em ruinas e provavelmente se preparando para possível ataque a quem eles imaginassem que atacou a vila, não tinha como, estávamos completamente cuidadosos nesse dias, nos movíamos rápido e finalmente nos vimos seguros para parar, Torue parou e ofegante perguntou algumas coisas.

Olhei para Torue e desfiz minha armadura de rocha, mostrou os ferimentos secos agora, mas eu ainda sentia um pouco de dor, olhei para o mesmo e estalei o pescoço enquanto sentava em Lotus. - Bom, meu foco principal é Jinton é composto por tres naturezas básicas de chakra. Sei manipulações de suiton e fuuton, como você pode ver tenho essa armadura de rocha, meu Doton Domu que protege meu corpo como uma armadura tambem, menos pesada e potente, mais funcional e tenho clones de pedra. Eu aprendi esses jutsus, pois considerei ideais, tenho só dez anos, mas tem outros dois juntos que veio trabalhando no aprendizado deles, um dia voarei igual aos pássaros -  Olhei para o céu  - Eu não sou uma boa pessoa Torue, só pelo fato de estarmos em missão juntos, pode significar que a vila passe a odiar voce -




Hp: 990/920
Ch: 965/365



BOLSA DE ARMAS¹ (20)

Kunai: 05
Shuriken: 05
Kibaku fuuda: 4
Fuuma Shuriken: 01
Kemuridama: 03
Hikaridama: 02

BOLSA DE ARMAS² (20)

Kunai: 08
Kibaku Fuda: 05
Hyōrōgan: 02
Kemuridama: 05





-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 1/2/2018, 00:47










- Um Nível Acima -

   Torue olhava para o céu. Não demonstrava muita preocupação com as palavras do garoto. "Não me importo com isso..." - Seu olhar era reflexivo. A brisa que percorria o local em que sentavam fazia um pouco de seu cabelo voar. "Não fui uma boa pessoa durante a minha vida, também." - Estava de pernas cruzadas. Seus braços se apoiavam nos joelhos e os dedos quase tocavam o chão. As folhas levemente dançavam entre eles. "A ANBU não é o melhor lugar para se estar quando quer ser um herói." - Pausou por alguns segundos. Tentou esboçar um pequeno sorriso, mas uma dor em sua cabeça o forçou a abaixá-la e massageá-la por um tempo. "Você ainda é jovem." - Voltou a falar. "Mesmo sendo forte, seu caminho é turvo e cheio de possibilidades." - Ao falar isso, cerrou o punho direito, olhando para ele. Sua expressão gradualmente se tornava séria. "Esta missão, é a última coisa que preciso fazer... para que meu caminho se conclua." - Encarou-o mais uma vez. "No início... pensei que seria um desastre fazer isso junto a você... mas, talvez, o seu jeito... talvez, você seja a pessoa perfeita." - Silêncio, por um bom tempo. "Provavelmente, é isso que chamam de destino..." - Mais uma dor em sua cabeça o fez voltar para a racionalidade. Perdeu-se muito em pensamentos, mas seu olhar metódico retornava mais uma vez.
   "De qualquer forma, daqui para frente... não vai poder continuar desse jeito." - Levantou-se, lentamente, ainda com um pouco de dificuldade por causa das dores na cabeça. "Se quisermos interrogar aquela gosma... vou precisar da sua ajuda. Eu consigo anular a Kekkei Genkai dele... mas não vou sustentar a estátua ao mesmo tempo." - Começou a andar na sua direção, com um nítido semblante de seriedade. "O seu Doton... precisa alcançar um nível acima."
   
 
Considerações:
O jutsu possui uma vel 5 e é equivalente a rank A.
A área de ação dele é suficiente pra pegar em no mínimo três casas.
Como tu calculou com maestria, tu ta a 8m de distância da origem do jutsu.

post 14/45~∞
[RP - CRO] - Rastros de Sangue ZEkFJCG 
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue - em 1/2/2018, 15:23







- Soneto 58.-
Como iria acabar?




Eu e Torue conversávamos, ele falou coisas sobre seu passado que passe a entender muito bem do que se tratava, ele também parecia sentir dor na cabeça, pois massageava a mesma de forma constante, estaria Torue doente? Me questionei, pois ele havia dito que aquela missão era a ultima coisa que ele tinha que fazer, será que tinha algo a ser feito em relação a sua saúde? Quando me coloquei para perguntar, ele deu a ideia de interrogar a gosma, começou a preparar seu jutsu e coloquei-me em posição de ataque, caso ela se esgueira-se pelos cantos.

Enquanto o jutsu de Torue era criado, fixei os olhos em seu jutsu e disse para que ele pudesse ouvir - Um dia Torue - Falei pausadamente e continuei - Se Iwakagure for invadida, quero que você me mate, pois meus métodos de proteção incluem baixas e as farei com prazer, mesmo que a vila seja destruída - Cof - E isso inclui a Tsuchikage, se um dia, ela sair dos trilhos, Eu realmente não sou uma boa pessoa. - Seu jutsu estava quase pronto, esperei respostas do mesmo, talvez dizer que poderia estar doente e não viveria para isso, não sabia o que o mesmo diria, mas estava preparado de toda a forma.



Hp: 990/920
Ch: 965/365



BOLSA DE ARMAS¹ (20)

Kunai: 05
Shuriken: 05
Kibaku fuuda: 4
Fuuma Shuriken: 01
Kemuridama: 03
Hikaridama: 02

BOLSA DE ARMAS² (20)

Kunai: 08
Kibaku Fuda: 05
Hyōrōgan: 02
Kemuridama: 05





-
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [RP - CRO] - Rastros de Sangue -

-


Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Edição de Natal por Loola e Senko.