Naruto RPG Akatsuki
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.
Bem-Vindo
Naruto rpgakatsuki
tópicos recentes
Inverno
O fim da guerra trouxe a paz, junto com a oportunidade das vilas prosperarem e crescerem. O Nascer do Sol se aproxima trazendo uma nova leva de Kages que querem expandir seu território. A primeira reunião dos Senhores Feudais está marcada, onde irão debater o futuro de Otogakure, atual colônia de Kumogakure e palco da última Grande Guerra.
11 DG
ShionFundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
AngeAnge, mais conhecida como Angell, é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
SenkoSenko, também jogador de RPG narrativo desde 2011, conheceu o Akatsuki em 2017, mas começou a jogar para valer em 2020, destacando-se pela sua prestatividade e suas habilidades em design e programação. É responsável por ajudar na criação de novos sistemas e regras além de fazer a manutenção do tema do fórum.
BlueJay#0529
BahkoBahko joga fóruns narrativos desde 2010. Após ficar muito tempo sem jogar, voltou em 2020 onde encontrou o Akatsuki. Desde então, vem auxiliando o fórum como Narrador, Moderador e Administrador. Fora do fórum, é estudante de Engenharia Elétrica.
fransudo#7724
RavesJogador ativo desde 2020, Raves entrou pro Akatsuki RPG e desde então vem contribuindo para o engajamento interno do fórum. Atualmente, é o principal responsável pela organização geral, além da criação, revisão e adequação de regras e sistemas, auxiliando como pode nas demais áreas. Particularmente, é um grande apreciador de enredos e está constantemente pensando no futuro.
Revescream#5421

Ícone
Baka imouto
http://narutorpgakatsuki.net
Descansando sobre os degraus da escada que davam acesso a entrada da casa, a pequena Hinami selava os botões das botas escuras quando seus ouvidos atentaram-se aos sussurros de seus pais na cozinha. Pressionou os lábios de maneira quase dolorosa e cessou os movimentos bruscos, para que pudesse escutar melhor o que conversavam as escondidas.

— É só um fim de semana com seus pais, meu amor, não é o fim do mundo. — a timbre de voz de Asaki estava passivo como sempre, mas era possível perceber a sutileza de uma súplica. Sua sombra escorria pela madeira seca e marcava o piso próximo a Hinami, muito embora ela não pudesse ver o pai.

— Você não os conhece, não como eu. Só de imaginar passar dois dias com eles. E a Hinami não pratica a tempos... só Deus sabe como está o punho suave dela. — A mãe descarregou, em um suspiro profundo. O Juken sempre foi um estilo de tutela severa entre os membros do clã Hyuga e principalmente entre a família principal; seus membros desde os tempos remotos isolavam-se por dias de seus amigos e companheiros, apenas para que pudessem polir suas habilidades a um grau de eficiência que os anciões da família julgassem adequado. E o pai de Ryouko era especialmente severo neste quesito. Ryouko temia que dentro de sua residência, tendo de respeitar suas decisões e dogmas, seria obrigada a expor sua única filha a treinamentos cruéis e traumáticos. Mas para Hinami, a história era um pouco mais simples. Mesmo que não tivesse aberto mão de grande parcela de seu tempo, desenvolvera o punho suave sem pausas desde que deixara o bairro Hyuga. Nos intervalos das aulas na academia, no tempo livre após fazer as tarefas de casa, durante noites em que era incapaz de dormir, ela sempre utilizou destes momentos para que fosse capaz de honrar seus pais diante de seus avós. Naquele momento, diante das dúvidas de sua mãe, ela tomou coragem e se meteu no assunto.

— Mamãe, não precisa se preocupar com o vô. Eu tenho praticado bastante o meu punho suave. Tenho certeza que poderia vencer o papai com ele. — Prometeu-lhe e ao fim da frase, deixou escapar uma risada abafada. Ryouko suspirou por fim e encurralada, teve de ceder. Ligou para seus pais na mesma tarde e aceitou o convite. Na manhã do dia seguinte, os Fueguchi tinhas as malas arrumadas e aguardaram até as nove horas da manhã, quando os trotes dos cavalos de carga anunciavam seu transporte. Ryouko e Hinami foram as únicas a entrar na grande carroceria, pois Asaki comandava os cavalos da parte da frente da carroça. Dali, partiram rumo as florestas.

Em poucos minutos, a pequena Hinami pegou no sono sobre o colo de sua mãe. Em um estado desacordado e ao mesmo tempo acordada, sentiu o sacolejos da carroceria e também o som das rodas agarrando nos detritos da estrada. Mesmo assim, não levantou-se uma única vez até que enfim chegaram a chácara no meio da floresta. O pai de Ryouko os aguardava entre os arcos dos portões, com seu semblante sério e vazio; era o único que ainda não havia superado a súbita decisão de mudar-se de sua filha. Quando Asaki começou a retirar as roupas da carroceria, alguns outros Hyugas aproximaram-se e dentre eles, a prima de Hinami, Nadeko.

— Yo, Hina-nee! — deu-lhe tapinhas leves nos ombros, os quais Hinami odiava. Detestava as demonstrações de afeto físico, mas era algo tão comum em toda a sua família que as vezes sentia-se um tanto quanto deslocada em levantar-se e se colocar a reclamar. Desta forma, preferiu contar até o número dez mentalmente para que se acalmasse e nada dissesse. A primeira metade do dia foi bem calma; almoçaram, pescaram e então seguiram até a antiga residência, onde descansaram e iniciaram uma conversa um tanto quanto ácida sobre os Hyuga. O pai de Ryouko, em dado momento, comparou ambas Nadeko e Hinami, alegando que a própria neta era uma lutadora inferior por ter se desviado dos costumes. Em um momento inoportuno, Hinami novamente se envolveu na discussão, sugerindo que provassem esta superioridade de Nadeko em um confronto de punho suaves.

— Ei, Hina-nee, não brinca assim, ta bom? Você sabe como são os costumes, um desafio feito é — foi então subitamente afastada pelo avô de Hinami, cuja severidade no olhar era muito maior do que quando haviam chegado.

— Você tem certeza de suas palavras, minha neta? — Indagou-lhe.

— Sim, vovô. E-eu... eu quero tentar. — Ryouko a olhava incrédula, incapaz de segurar as lágrimas. Temia que sua pequena anjinha fosse vítima das mesmas torturas que passara durante a infância. Mesmo assim, diante de toda a família, não teve forças para humilhar sua própria filha ao impedi-la de confrontar Nadeko. Diante da determinação de sua filha, Ryouko escolheu calar-se e apenas seguir, juntamente a todos os outros, para o dojo onde aconteceria o confronto.

Dentro do dojo, Hinami e Nadeko deram um passo a frente ao comando do pai de Ryouko. Nadeko era um ano mais velha que Hinami e sua prima. Seus cabelos brancos eram sua marca entre os membros do clã cuja predominância eram tons escuros de negro e as vezes, marrom. Devido a isto, desde criança os anciões a olhavam com outros olhos. Com dois anos de idade, a pequena despertou o Byakugan e na idade de quatro, já iniciou os treinamentos na arte suave.

— Estão prontas? — Perguntou o avô.

— Sim. — Responderam em uníssono e os vasos envolta dos olhos saltaram da pele; a marca do Byakugan. Hinami era rápida como um leopardo e movimentou-se rápida e e engenhosamente até o flanco de sua prima, avançando com a palma da destra aberta diretamente contra a região de seu baço. Nadeko sorriu como uma forma de deboche e deu um passo para trás, adquirindo uma postura firme o suficiente para avançar contra o ataque de Hinami e então acertar-lhe o pulso com tamanha pressão que a fez recuar. Hinami retornou a postura e então aguardou o movimento de Nadeko, mas antes que realmente "aguardasse" algo, foi surpreendida por uma aproximação sorrateira e não esperada e então atingida em cheio com um golpe no estômago, fazendo-a ser arremessada contra a parede de madeira oposta. Desnorteada pelo golpe, teve ainda de ouvir as broncas de seu avô.

— Seu punho é rápido, mas de nada vale se não tiver a força necessária para suportar os golpes de Nadeko. — a voz era dotada de vergonha, pela criança estirada no chão ser parte de sua linhagem principal. Hinami recuperou as forças e com um impulso, tornou a se levantar uma vez mais. Repetiu dezenas de movimentos contra Nadeko, mas a menina detinha a força necessária para lhe sobrepujar todas as vezes. Em dado momento, Hinami desistiu deste dito método de combate; a velocidade não era tudo, teria de ter algo a mais. Em um movimento arriscado, colocando o que tinha no ataque, ela saltou contra sua prima. Nadeko novamente deu um passo para trás e preparou-se para interceptar o golpe, mas a pressão exercida pelo punho gentil de Hinami fora tão intenso que a interceptação não fora completamente efetiva e um potente golpe lhe foi aplicada, arremessando-a contra um canto do dojo.

— Chega, chega! — a mãe de Hinami aproximou-se, encerrando o combate. As lembranças do passado acometiam-lhe a mente de maneira brutal. Tomou seu marido e a pequena Hinami pelas mãos e bruscamente deixou o dojo. Seu pai, através das árvores, praguejava vorazmente contra a própria filha, sentindo-se insultado por seu pouco respeito pela cultura. Naquele dia, Ryouko decidiu que jamais retornaria com sua filha às propriedades Hyuga.

Hinami; HP: 200, CK: 195.

Spoiler:
Gostaria de requisitar através deste treino +2 pontos em Força, por gentileza.
Spoiler:


[Treino] Dança das Flores 4LlXr8Z
Byakugan
Descrição: O Byakugan (白眼; Literalmente significa "branco do olho") é o dōjutsu kekkei genkai do clã Hyuga. É um dos Três Grandes Dōjutsu (大三 瞳 术, Daisan Dōjutsu), juntamente com o Sharingan e o Rinnegan. Aqueles que herdam o sangue deste clã quase inexpressivo, tem olhos brancos. Quando o Byakugan é ativado, as pupilas do usuário se tornam mais distintas, e as veias se elevam perto dos olhos. Parece também que ao contrário dos outros dois grandes dōjutsu, todos os membros do clã possuem e podem usar a kekkei genkai desde o nascimento, em oposição à necessidade de despertar ou mais, não herdá-lo em tudo.

As Habilidades do Byakugan deixa-o muito cobiçado por outras aldeias, como evidenciado por Kumogakure que tentou roubá-lo, um evento que levou até o que é conhecido como a "Questão dos Hyūga". Ao de Kirigakure foi capaz de obter um único Byakugan de um Hyūga que ele derrotou, e utiliza grandes forças para protegê-lo. Ao mesmo tempo, Danzō Shimura tentou igualmente recuperar ou destruí-lo. Ao contrário de um Sharingan transplantado, um Byakugan transplantado pode ser ativado e desativado a vontade.


[Treino] Dança das Flores MsdplDg
Jūken
Descrição: O Punho Suave (柔拳, Jūken) ou Arte do Punho Suave (柔拳法, Jūkenpō) é uma forma de combate à palma da mão usado por membros do Clã Hyūga. Ele provoca danos internos através do ataque ao Sistema de Circulação de Chakra do corpo, posteriormente, ferindo os órgãos que estão intimamente ligados com a área da rede que tenha sido atingido. Para fazer isso, o usuário cirurgicamente injeta uma certa quantidade de seu próprio chakra no oponente via sistema de chakra, causando danos aos órgãos adjacentes, devido à sua proximidade com o sistema circulatório de chakra. Mesmo o menor toque pode causar danos internos graves, daí o nome do punho "suave". Fechando o tenketsu, o usuário do punho suave pode controlar o fluxo de chakra, criando uma confusão na rede de chakra do adversário. Esses pontos especiais, 361 no total, são interceptações na rede circulatória do chakra, assim, pode-se, à força, abri-los ou fechá-los da maneira que o usuário do Punho Suave quiser, assim, é uma poderosa opção tática para ter. O usuário pode aumentar o fluxo de chakra no corpo do oponente, ou interrompê-lo por completo, impedindo-os de usar técnicas, como visto na luta de Neji com Hinata durante os Exames Chūnin, e durante seu combate com Kidōmaru.

Neji Hyūga observou que qualquer substância feita de chakra pode ser destruída por esta técnica. Como visto em sua luta com Kidōmaru, é feito por vazamento de chakra a partir das aberturas de chakra nas mãos e moldando-o em uma forma de agulha para cortar através do chakra. No entanto não se sabe se esta técnica pode ser feito por qualquer usuário Punho Suave ou apenas aqueles que podem ver o tenketsu.

Como o sistema de circulação do chakra é invisível a olho nu, o Byakugan é necessário para este estilo ser utilizado de forma eficaz. Desde que o Byakugan é exclusivo para o Clã Hyūga, ele se tornou o seu estilo de assinatura de combate. A capacidade de infligir traumas internos é grave, com força externa mínima, combinada com a manipulação da rede de chakra, faz com que o Punho Suave seja o estilo de Taijutsu mais respeitável ​​e temível conhecido em Konohagakure. Em contraste com isto, a técnica também pode ser usada para fins complementares, tais como ajudar companheiros no campo de batalha. Isso foi exibido por Hinata durante a Quarta Guerra Mundial Shinobi, quando ela usou a técnica para corrigir a articulação do ombro deslocado de Naruto.


_______________________

[Treino] Dança das Flores Tumblr_nokt26AqiU1sm9cs7o3_540
Baka imouto
Baka imouto
Vilarejo Atual
[Treino] Dança das Flores 100x100

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Urameshi
https://www.narutorpgakatsuki.net/t70850-berserker
ok.

_______________________

[Treino] Dança das Flores Susanoo-no-Mikoto-slaying-Yamata-no-Orochi-in-Kojiki
Urameshi
Urameshi
Chūnin
Vilarejo Atual
lathe biosas

Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo


 
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos