NOVIDADES
Atividades Recentes
A LUZ DAS TREVAS
Arco 02
Ano 26 DG
Verão
Meses se passaram desde a missão de investigação ao Castelo da Lua, no País do Vento, que culminou na Batalha da Lua Minguante. Soramaru, o cientista responsável pelos experimentos, morreu em combate, assim como outros ninjas do lado da aliança. Após a missão ser bem-sucedida, mas carregando tantas mortes, Karma, o líder da missão, ficou responsável por relatar às nações o máximo de informações sobre a organização por trás dos crimes agora que estava com o selo enfraquecido e com isso ele revelou o verdadeiro nome dela: Bōryokudan. Ainda não tendo como fornecer mais detalhes, pois o selo se manteve, e precisando de mais pistas antes de investir novamente em uma missão, Karma saiu em missão em nome das Quatro Nações para encontrar o paradeiro dos demais membros da organização — e sua primeira desconfiança recaiu sobre Kumo.

O mundo, no entanto, mudou nestes últimos meses. Os Filhos das Nuvens concluíram a missão de extermínio aos antigos ninjas da vila e implementaram um novo sistema político em Kumo ao se proclamarem o Shōgun sobre as ordens não de um pai, mas do Tennō; e assim ela se manteve mais fechada do que nunca. Em Konoha a situação ficou complicada após a morte de Chokorabu ao que parece estar levando a vila ao estado de uma guerra civil envolvendo dois clãs como pivôs. Suna tem visto uma movimentação popular contra a atual liderança da vila após o fracasso em trazer a glória prometida ao país. Já em Kiri a troca de Mizukage e a morte de ninjas importantes desestabilizaram a política interna e externa da vila. E em Iwa cada dia mais a Resistência vai se tornando popular entre os civis que estão cansados demais da fraqueza do poderio militar ninja. Quem está se aproveitando destes pequenos caos parece ser as famílias do submundo, cada vez mais presentes e usando o exílio de inúmeros criminosos para Kayabuki como forma de recrutar um exército cada vez maior.

E distante dos olhares mundanos o líder da Bōryokudan, Gyangu-sama, se incomoda com os passos de Karma.
... clique aqui para saber mais informações
SHION
SHION#7417
Shion é o fundador do RPG Akatsuki, tendo ingressado no projeto em 2010. Em 2015, ele se afastou da administração para focar em marketing e finanças, mas retornou em 2019 para reassumir a liderança da equipe, com foco na gestão de staff, criação de eventos e marketing. Em 2023, Shion encerrou sua participação nos arcos, mas continua trabalhando no desenvolvimento de sistemas e no marketing do RPG. Sua frase inspiradora é "Meu objetivo não é agradar os outros, mas fazer o meu trabalho bem feito", refletindo sua abordagem profissional e comprometimento em manter a qualidade do projeto.
Angell
ANGELL#3815
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Indra
INDRA#6662
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Wolf
Wolf#9564
Wolf é jogador do NRPGA desde fevereiro de 2020, tendo encontrado o fórum por meio de amigos, afastando-se em dezembro do mesmo ano, mas retornando em janeiro de 2022. É jogador de RPG desde 2012, embora seu primeiro fórum tenha sido o Akatsuki. Atua como moderador desde a passagem anterior, se dedicando as funções até se tornar administrador em outubro de 2022. Fora do RPG cursa a faculdade de Direito, quase em sua conclusão, bem como tem grande interesse por futebol, sendo um flamenguista doente.
Mako
gogunnn#6051
Mako é membro do Naruto RPG Akatsuki desde meados de 2012. Seu interesse por um ambiente de diversão e melhorias ao sistema o levou a ser membro da Staff pouco tempo depois. É o responsável pela criação do sistema em vigor desde 2016, tendo trabalhado na manutenção dele até 2021, quando precisou de uma breve pausa por questões pessoais. Dois anos depois, Mako volta ao Naruto RPG Akatsuki como Game Master, retornando a posição de Desenvolvedor de Sistema. E ainda mantém uma carreira como escritor de ficção e editor de livros fora do RPG, além de ser bacharel em psicologia. Seu maior objetivo como GM é criar um ambiente saudável e um jogo cada vez mais divertido para o público.
Akeido
Akeido#1291
Aliquam lacinia ligula nec elit cursus, sit amet maximus libero ultricies. Cras ut ipsum finibus quam fringilla finibus. Etiam quis tellus dolor. Morbi efficitur pulvinar erat quis consectetur. Ut auctor, quam id rutrum lobortis, lorem augue iaculis turpis, nec consectetur enim nisl eu magna. Sed magna dui, sollicitudin quis consequat ac, faucibus sed mauris. Donec eleifend, nisl a eleifend dignissim, ipsum urna viverra leo, sed pulvinar justo ex vitae enim. Donec posuere sollicitudin velit eu vulputate.
Havilliard
Havilliard#3423
Aliquam lacinia ligula nec elit cursus, sit amet maximus libero ultricies. Cras ut ipsum finibus quam fringilla finibus. Etiam quis tellus dolor. Morbi efficitur pulvinar erat quis consectetur. Ut auctor, quam id rutrum lobortis, lorem augue iaculis turpis, nec consectetur enim nisl eu magna. Sed magna dui, sollicitudin quis consequat ac, faucibus sed mauris. Donec eleifend, nisl a eleifend dignissim, ipsum urna viverra leo, sed pulvinar justo ex vitae enim. Donec posuere sollicitudin velit eu vulputate.
HALL DA FAMA
TOP Premiums
Torne-se um Premium!
1º Lugar
Starfox
2º Lugar
Senju Inazuma
3º Lugar
Raves
1º Lugar
Senju Inazuma
2º Lugar
Starfox
3º Lugar
Summer
Os membros mais ativos do mês
Angell
[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_lcap[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Voting_bar[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_rcap 
379 Mensagens - 25%
Shion
[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_lcap[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Voting_bar[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_rcap 
239 Mensagens - 16%
Starfox
[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_lcap[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Voting_bar[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_rcap 
183 Mensagens - 12%
Senju Inazuma
[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_lcap[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Voting_bar[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_rcap 
140 Mensagens - 9%
Raves
[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_lcap[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Voting_bar[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_rcap 
114 Mensagens - 8%
Summer
[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_lcap[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Voting_bar[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_rcap 
110 Mensagens - 7%
Zero
[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_lcap[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Voting_bar[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_rcap 
100 Mensagens - 7%
Nan
[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_lcap[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Voting_bar[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_rcap 
89 Mensagens - 6%
Inoue
[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_lcap[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Voting_bar[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_rcap 
84 Mensagens - 6%
Kira
[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_lcap[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Voting_bar[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_rcap 
66 Mensagens - 4%

Os membros mais ativos da semana
Shion
[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_lcap[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Voting_bar[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_rcap 
80 Mensagens - 23%
Angell
[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_lcap[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Voting_bar[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_rcap 
63 Mensagens - 18%
Keel Lorenz
[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_lcap[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Voting_bar[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_rcap 
39 Mensagens - 11%
Raves
[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_lcap[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Voting_bar[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_rcap 
38 Mensagens - 11%
Summer
[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_lcap[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Voting_bar[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_rcap 
37 Mensagens - 11%
Gyoku
[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_lcap[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Voting_bar[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_rcap 
23 Mensagens - 7%
Senju Inazuma
[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_lcap[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Voting_bar[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_rcap 
21 Mensagens - 6%
Sevenbelo
[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_lcap[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Voting_bar[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_rcap 
19 Mensagens - 5%
Nan
[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_lcap[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Voting_bar[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_rcap 
18 Mensagens - 5%
Txyannis
[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_lcap[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Voting_bar[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Vote_rcap 
12 Mensagens - 3%


Convidado
Convidado

Deixe a garota em paz - 1 de 5


Os moradores corriam depressa, segurando seus grossos casacos de inverno que cobriam a maior parte do corpo, os mais afortunados contavam com um excelente par de luvas para não congelar os dedos enquanto outros esfregavam as mãos na tentativa de fazer qualquer sensação de calor. A neve já havia coberto grande parte dos telhados e das ruas, o que permitia a garota de cabelos azuis deixar um enorme rastro de pegadas por onde passava, suas botas de couro marrom afundavam na neve até a canela, tornando a tentativa de se afastar do pequeno grupo de marinheiro uma tarefa complicada.

— Eu já disse para me deixarem em paz! — gritava a garota enquanto se distanciava com dificuldade.

O homem mais velho tinha o rosto coberto por uma barba negra, embora a neve em seu rosto pudesse confundir a cor dos frios negros à primeira vista. Devia ser o líder do grupo, pois os outros três homens ficavam para trás, aguardando qualquer sinal de comando vindo da dianteira.

— Não temos o interesse de machucar você, apenas queremos nos divertir um pouco, venha conosco ou você vai acabar morrendo congelada! — respondeu o homem, lançando um sorriso malicioso no rosto.

O cenário não estava nada bom para a jovem viajante que acabou se perdendo em um dos distritos menos vigiado da vila, não seria o primeiro caso de uma garota acabar sendo ferida ao andar por aí próximo das docas, mas um pequeno sinal de esperança chegou, uma criança de cabelos negros vestindo um macacão de treinamento alaranjado, seus braços até seus dedos estavam azuis, quase congelados por causa da nevasca, mas o pequeno parecia pouco se importar, afinal, era mais resistente que uma criança comum. Carregava uma espada na bainha e uma bandana da vila em sua testa, o que indicava ser um verdadeiro ninja.

— Deixe a garota em paz, seu canalha! — advertiu Hazu Doragon, um Chunin da Vila Oculta da Névoa.




850/850
500/500
0/6



Informações Gerais:
Anonymous
Convidado
Convidado

Sou Bulma, uma cientista brilhante - 2 de 5


O grupo era liderado por Bruno, um valentão das docas que conhecia tudo e todos naquela região, inclusive o pequeno Chunin que mora em um casebre alugado que está aos pedaços. Os capangas se aproximaram de Bruno, cochichando palavras venenosas na intenção de provocar uma briga ou até mesmo coisas piores ao ninja e a garota.

— Deixem isso para lá! Não gosto de me meter com assuntos de ninjas, se o pirralho deseja se divertir com a garota primeiro, que seja! — disse Bruno a seus amigos —, mas isso não significa que não estarei por perto. Pense duas vezes antes de sair xeretando lugares que não deve garota.

— É isso aí! Vamos dar um fora daqui, pois meus dedos estão congelando! — disse qualquer um dos três capangas enquanto recuavam nas sombras de uma construção de esquina.

Havia muitas coisas que Hazu pudesse fazer naquele momento afim de ser considerado o certo, mas era uma criança ingênua, apesar de já ser um Chunin. Com poucas opções na sua mente, sugeriu a primeira.

— Você pode esperar a nevasca passar no meu quarto, estou com dois cobertores novos do hospital, estão quase secos e você poderá ficar com um. — disse Hazu em um convite sincero.

A primeira instancia, ainda em choque, a garota poderia achar aquele convite um absurdo. Pensou no que aquele grupo de homens poderia ter feito contigo, mas olhou bem para o garoto, embora ainda fosse uma criança, conseguiu expulsar quatro valentões adultos.

— Aceitarei seu convite em gratidão ao que me fez agora a pouco, mas não tenho interesse algum de ficar com cobertores sujos de hospital! — disse Bulma, se recompondo e seguindo Hazu até sua residência.

O jovem Chunin não diminuiu nada quando disse que iria para seu quarto, afinal, toda sua casa poderia ser chamada de quarto. Um cômodo ligeiramente apertado com uma ou outra mobília. Um sofá e alguns cobertos estendidos no varal. Seus equipamentos ninjas assim como suas roupas ficavam todas armazenas em caixotes no canto do quartinho.

— Como alguém consegue morar em um lugar desses? — perguntou Bulma, enquanto colocava os pés dentro da residência, atenta à procura de qualquer interruptor para ligar o aquecedor ou a luz, por sorte encontrou a lamparina que foi acesa no mesmo instante.

— Tem certeza que não quer um dos cobertores? Eu consigo ficar com apenas um. — explicou Hazu após fechar a porta e conferir qual dos dois panos grossos estava mais seco.

— Nada disso! Nenhum ser humano deveria viver em uma situação tão precária quanto essa. Essa noite você foi meu herói e merece algo melhor do que isso — explicou Bulma — é melhor deixar que eu me apresente. Sou Bulma, uma cientista brilhante e a partir de agora você vai me chamar de mestre. Vou te ensinar o mínimo que qualquer garoto curioso que vive sozinho deveria saber. Começando um por aquecedor elétrico, como diabos alguém não tem um desses hoje em dia?




850/850
500/500
0/6



Informações Gerais:
Anonymous
Convidado
Convidado

A primeira lição é... - 3 de 5


O restante da noite não foi nada bem para o pequeno Hazu, mesmo sendo um Chunin e um corpo forte e saudável, foi pego por um poderoso resfriado que o deixou de cama por duas noites. Para sua sorte, Bulma esteve lá a todo tempo, retribuindo um favor ao agir como uma responsável irmã mais velha. Preparou refeições quentes e saudáveis com o que tinha na dispensa, não era muito, mas o pequeno Hazu não iria morrer de fome. Aos poucos uma conexão mais forte começou a se firmar, onde Bulma passou a criar algum instinto de proteção ao menino, que fraco e sozinho, precisava de ajuda.

Tudo havia melhorado na terceira noite, ainda fazia frio, mas sem nevasca. Hazu estava recuperado, ao menos o suficiente para realizar qualquer tipo de tarefa comum ou talvez até trabalhar em uma missão ninja de baixo nível.

— Muito bem! Que comecem as aulas sobre tecnologia! — disse Bulma, estava sentada em frente a uma pilha de sucatas.

A garota passou os dois dias vasculhando nos arredores qualquer tipo de sucata que poderia ser útil para seus experimentos, uma combinação de tralhas, metais, fios e outras coisas que apenas uma verdadeira inventora habilidosa saberia como dar emprego a elas.

— A primeira lição é. Nunca perca seu tempo tentando criar alguma coisa que não se possa vender! — explicou Bulma.

— Então eu devo vender tudo aquilo que eu aprender a fazer? — perguntou o menino, curioso.

— Não foi isso o que eu disse! Inventores tem mania de criar e acumular coisas inúteis, se apegando demais a materiais que não tem importância alguma. Quando estiver criando algo, ao menos pense se alguém estaria disposto a dar um bom valor a sua criação. Dessa forma saberá se é algo útil a ser criado ou apenas ignorado. — ensinou Bulma.

— Uma arma é útil, eu compraria.

— Armas são úteis apenas para ninjas ou bandidos. Precisa pensar um pouco mais sobre utilidade e necessidade. Veja bem, o que aconteceria se durante as últimas noites você não estivesse com frio?

— Eu não teria ficado doente. — respondeu o garoto.

— Exatamente! Uma arma não salvaria sua vida, mas um aquecedor elétrico sim! Aproxima-se, vou te ensinar como conectar esses fios da maneira correta.

Bulma e Hazu passaram uma semana trabalhando juntos em um aquecedor elétrico, era uma tarefa extremamente difícil para o garoto, era uma criança criativa, mas não muito inteligente. Seu raciocínio lógico deixava a desejar, o que tornava todo aquele processo de aprendizagem lento e complicado. Os dois caminharam pela vila algumas vezes, onde Bulma ensinava o menino a fazer compras nos lugares certos, a começar por um par de luvas e algumas ferramentas de inventor, como martelos, serrotes, fitas, fios e outras coisas.




850/850
500/500
0/6



Informações Gerais:
Anonymous
Convidado
Convidado

Uma bicicleta - 4 de 5


Os ensinamentos sobre tecnologia estavam começando a dar seus frutos, Hazu não enfrentava as mesmas dificuldades que no começo, precisando pouco mais do que uma semana para fazer suas primeiras conexões de fio com passagem de energia. Mas nenhum mérito poderia ser removido de Bulma, pois era uma excelente mentora, capaz de ensinar algo difícil para uma criança ingênua como Hazu.

— Muito bem, pequeno gafanhoto! Você conseguiu fazer sua primeira conexão de qualidade, com isso podemos conectar a fonte da energia com o que precisamos ligar. Espero que esteja obvio, mas vou perguntar assim mesmo. O que precisamos agora? — perguntou Bulma, segurando os fios encapados com fita preta.

— De uma fonte energia! — respondeu Hazu, empolgado.

— Bingo! Há diferentes tipos de fontes de energia que podemos explorar, mas a que melhor combina com você é a cinética. Ou seja, precisamos construir um pequeno equipamento capaz de armazenar energia a partir do seu esforço físico. — explicou.

— Como uma bicicleta? — perguntou o menino.

— Exatamente como uma bicicleta, Hazu! Podemos usar como gerador de energia e conectar ao armazenador. Depois fazemos uma conexão com os fios levando até o conversor de ar do nosso aquecedor elétrico e blá blá blá... — Bulma surrava o pequeno Hazu com diversas palavras técnicas e difíceis de compreender.

Embora Bulma estivesse bastante empolgada com a oportunidade de criar seu novo equipamento, sabia que esse era um procedimento que deveria ser assistido. Afinal, era Hazu quem deveria aprender com essa invenção. Encontrar uma bicicleta não foi uma tarefa complicada, embora é certo dizer que Bruno e seus capangas poderão sentir falta da bicicleta roubada. Então passaram mais alguns longos dias de inverno, onde Hazu passou a entender mais sobre como funcionava a conversão da energia gerada para a bicicleta e armazenada no gerador, uma tarefa bastante interessante, pois com aquilo poderia abastecer a energia de seu quartinho para um dia inteiro pedalando apenas uma hora.

— Temos nosso gerador de energia, não é dos melhores, mas consegue armazenar o suficiente para um dia. Se tivéssemos mais espaço e material poderíamos trabalhar com uma fonte de energia eólica ou talvez uma hidrelétrica, mas vamos nos contentar com isso por enquanto. — explicou Bulma, sempre pausando para explicar uma ou outra palavra desconhecida para o pequeno Hazu.

— Agora precisamos criar o aquecedor de ar! — disse Hazu, antes mesmo que sua mestre a perguntasse.

— Sim! Mas essa é uma tarefa um pouco mais fácil, pois já temos a energia. Agora vamos precisar criar uma caixa com três pás giratórias, o ar frio que entrar na caixa será aquecido pela energia do gerador, então passará pelas pás criando um ar aquecido. — explicou Bulma, parecia um pouco chateada, pois o trabalho estava acabando.




850/850
500/500
0/6



Informações Gerais:
Anonymous
Convidado
Convidado

Vrummm pá pá vuuuuushhhh - 5 de 5


A dupla passou um dia inteiro preparando e procurando peças, realizando testes, falhando e reparando. Bulma era uma inventora brilhante, mas ainda assim poderia ser considerada um tanto inexperiente quando se tratava de trabalhar em um cenário tão precário quanto aquele. As peças eram sempre improvisadas e seus equipamentos feitos com gambiarras, de certo era um aprendizado interessante para a mestre e seu aluno.

— Há algo importante que precisa saber sobre a tecnologia, jovem Hazu. Nem sempre o que construímos vai funcionar, é por isso que não devemos desistir e continuar sempre errando e aprendendo. Mas essa máquina aqui deu sorte, pois somos uma dupla com bastante determinação! — explicava Bulma pausadamente, pois dava uma martelada na caixa para prender as pás ao mesmo tempo que explicava a dinâmica de um criador.

O menino acompanhava de perto, segurando a caixa metálica para não deixar as pás voarem.

— Bem! Nosso aquecedor está pronto para um novo teste! — explicou Bulma, parecia um pouco nervosa, observando o projeto com um olhar curioso e não muito esperançoso.

— Então vamos ligar! — disse Hazu enquanto puxava uma alavanca criada com o guidão da bicicleta roubada.

Vrummm pá pá vuuuuushhhh

A energia armazenada percorreu os canais de energia, aquecendo a caixa para dar movimento as pás. O trabalho havia dado certo e em questão de segundos os dois começaram a sentir um maravilhoso ar quentinho no pequeno quarto de Hazu, que se tornou ainda menor quando finalmente repararam que aquele projeto inteiro havia tomado todo o espaço, precisando deixar a cama de pé e a mesa da cozinha do lado de fora da casa. Os dois comemoraram o sucesso e se divertiram bastante com o péssimo cenário em que se encontravam.

— Não tem jeito, Hazu! Você vai precisar de uma casa um pouco melhor ou não vai conseguir avançar nos seus projetos futuros. Por que não me deixa ajudar a encontrar um apartamento legal por aí? Talvez eu passe uma temporada na Vila da Névoa, assim podemos ser vizinhos.

— Mas eu nunca aluguei uma casa antes, vivo nesse buraco desde que nasci. — respondeu o menino, um tanto preocupado com o fato de precisar se mudar, não gostava do ambiente em que vivia, mas era o seu lar e já estava mais do que acostumado.

— Não se preocupe! Faremos isso ao amanhecer, isso se nosso trabalho não acabar explodindo a gente até lá. — disse sorrindo enquanto retocava um ou outro parafuso.

A dupla de mestre e aprendiz passou o restante da noite jogando conversa fora até adormecerem, aguardavam ansiosos para os planos do dia seguinte.




850/850
500/500
0/6



Informações Gerais:
Anonymous
Kaguya
Mestre de RPG
[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO OxxAo3l
[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO OxxAo3l
@Aprovado, Qualidade Adquirida.

_______________________

[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO Scre1755
[CENA] SOBREVIVENDO NO INVERNO GTG2M5mOlá, Convidado, eu sou o Kaguya.
Vim te trazer alguns conselhos que facilitarão a sua narração no Naruto RPG Akatsuki:

Admineiros Leia os nossos Conceitos de Narração e entenda como funcionam as narrações aqui no fórum.
Admineiros Aprenda sobre Metagaming!
Admineiros Fique atento aos Danos Gerais do nosso fórum!
Admineiros Em caso de dúvidas, visite a área de Dúvidas ou o tópico de Dúvidas Rápidas.
Admineiros Acesse a área de Sugestões para expor as suas ideias e incrementar o jogo de todo mundo!
Admineiros Entre no nosso servidor do Discord e socialize!
Kaguya
Ficha de Personagem : http://narutorpgakatsuki.net
Conteúdo patrocinado
Design visual (Estrutura, Imagens e Vídeos) por Dorian Havilliard. Códigos por Akeido