:: Mundo Ninja :: Mapa Mundi :: Sunagakure no Sato :: Arredores
12 Anos Online
A Noite Mais Escura
Arco 03
Ano 14 DG
Verão
Diante da queda de Moira O'Deorain e a morte de Chisaki Overhaul, todos os olhos dos ninjas presentes em Kiri se voltaram para o Capuz Vermelho, que se revelou uma cópia exata do lendário Sarutobi Shion. Graças a Hyuuga Angell, o mercenário foi capturado, levando a prisão junto com Moira. Tudo aquilo favoreceu um entendimento entre as vilas que lutaram entre si em Oto, fazendo com que eles voltassem a neutralidade. Enquanto Iwa e Suna elegem novos Kages, em Konoha, Sarutobi Kaden se prepara para passar o seu cargo para um ninja mais jovem, ao mesmo tempo em que um novo Senhor Feudal assume em Kumo e o Daimyou de Kiri tenta impedir os ataques dos opositores de Jyu. Com a revelação de Chisaki Overhaul sobre a HYDRA, as ações da empresa acabam sofrendo uma grande queda, gerando indícios de uma enorme crise nas grandes nações. Diante do caos, diversos vilarejos pequenos são varridos do mapa quando uma onda de assassinatos em massa se inicia, ao mesmo tempo em que um grupo de fieis ao Jashinismo começa a se erguer, trazendo uma mensagem de esperança para os corações afligidos pelo sofrimento.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Oblivion
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
XXXXX
Futuramente teremos.
Discord#1234
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

[Capítulo] ⬧ Os Cultos TqHE5wX

ItsHalno
Tokubetsu Jonin
ItsHalno
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos TqHE5wX

[Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 25/11/2021, 05:56



⬧ Os Cultos ⬧



Post: 01/16


O clima nos arredores de Sunagakure estava um pouco anormal, com os céus estando cobertos por uma camada cinza de nuvens, que não só ameaçava uma chuva se aproximando, mas também uma tempestade de areia que poderia surgir a qualquer hora.

No meio da tarde, ambos os Genins Chome e Altria seriam convocados para o quadro de missões da vila, onde uma missão um pouco peculiar lhes aguardava. Um Jonin iria se aproximar de ambos, e entregá-los duas missões em conjunto. Aparentemente, um grupo de aldeões que haviam abandonado sua vila de origem estavam em uma peregrinação em homenagem ao deus Jashin, algo que trazia grande preocupação para todos da região. Também haviam vários relatos de pessoas desaparecidas, que parecia seguir por onde o grupo passava.

Havendo explicado isso, ele iria descrever os conteúdos de cada pergaminho de missão. O primeiro se tratava de rastrear e localizar esse grupo de peregrinos. O segundo descreve que, descobrindo o paradeiro desse grupo, eles devem descobrir se eles são apenas rumores ou se estes são realmente uma ameaça ao povo de Suna, e caso sejam, devem ser todos eliminados, com as cabeças arrancadas para trazê-las de volta a vila.

A última vez que o grupo foi visto foi a aproximadamente 45km ao leste da vila, viajando em direção ao sul, vestindo vestes em vermelho e preto, sendo estas as únicas pistas que foram dadas.

Considerações:

[Capítulo] ⬧ Os Cultos CcrOjc5

Myrddin
Kazekage
Myrddin
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos CcrOjc5

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 25/11/2021, 22:35

Mal sabia a mulher o que estava para acontecer naquele fatídico dia. As nuvens cobriam o céu do país do vento, assim como os ventos traziam consigo um pouco de areia que incomodavam os olhos esmeraldas da Pendragon. A bela mulher estava nos campos de treinamento quando fora abordada por um dos Jonins do vilarejo, convocando-a para uma missão em conjunto. Deu de ombros, meneou a cabeça em afirmação e antes de ir para o local designado, foi para casa para fazer as coisas básicas de sempre; tomar banho, comer, escovar dentes e todo o resto.

Já após seus afazeres, pronta, apenas verificou a bolsa de armas básicas em caso de falta ou esquecimento. Suspirou, saindo de casa. Iniciou então uma corrida pelos telhados das casas alheias, pulando por cada uma destas enquanto gritava por desculpas para aqueles que reclamavam do barulho de seus passos nos tetos de sua casa.

Chegou com rapidez no local designado, esperando pelo parceiro para então ouvir os detalhes da missão que fora convocada. Altria permaneceu parada, observando ao seu redor sem muito o que fazer, indagou-se de como seria seu companheiro, se seria educado, um homem ou uma mulher, inúmeras coisas. Suspirou, levando a destra a face, corando,  enquanto perdia-se nos pensamentos para com seu ou sua parceira de peleja naquele dia em questão.

Será que ele ou ela é forte?! Seria muito bom arranjar um parceiro… este foi mais um de seus pensamentos acerca da pessoa que viria a seu encontro. A garota de cabelos dourados encostou na parede do prédio marrom, observando as nuvens no céu. A mão que outrora estava em seu rosto repousava rente ao corpo. —— Vai chover hoje… —— murmurou em baixo tom, vendo as nuvens sendo sopradas vagarosamente.

Enfim, sentou. Já estava esperando por alguns minutos e nada da pessoa chegar. Chegou a pensar que a mesma havia desistido da missão, ou talvez que ela mesma havia chego cedo demais. De qualquer modo, estava um tanto pensativa acerca de muitas coisas, afinal, era sua primeira missão. Viu, porém, um pequeno pássaro no topo de um prédio, não muito distante dali, e observou-o. Era um corvo. Reza a lenda que corvos traziam maus presságios, como a morte. Alguém iria morrer? Seria ela? Seu ou sua futuro(a) companheira(o)? A mente pesou, e a garota suspirou, retomando a calma de outrora. Foco. bradou mentalmente para si mesma, por fim.

HP: 475, CK: 475
Esta: 0/4

Considerações:
Qualidades:

_______________________

[Capítulo] ⬧ Os Cultos 4sh18xd
[Capítulo] ⬧ Os Cultos E5dcbc205b42d09e04747be213f17c7a

Empty
Genin
Empty
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos E5dcbc205b42d09e04747be213f17c7a

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 26/11/2021, 17:24

Solidão é um lugar bom de visitar uma vez ou outra, mas ruim de adotar como morada e infelizmente essa era minha realidade desde o abandono de meus pais, mas de certa forma olhando a situação positivamente, talvez a solidão fosse minha maior força, pois era ela que me fazia levantar todos os dias da cama com o propósito de evoluir para algum dia finalmente ser útil para alguém.

Caminhava ainda sem rumo pelas vielas do vilarejo da areia, aquele era um dia um tanto atípico, afinal o céu era coberto por uma camada cinza de nuvens, sentia que a chuva estava por vir e isso me animava um pouco Às vezes somos tão sozinhos que até uma gota de água enviada dos céus serve como companhia. Ainda parado observando o céu, fui interrompido por uma presença peculiar Será que ele está querendo ser meu amigo? Não, não, ele é muito velho para isso Dialogava mentalmente e concluía meus questionamentos ao ter um pergaminho recebido em minhas mãos, analisei-o com bastante pressa e percebi que tratava-se apenas de um chamado para uma missão Claro que ele não quer ser seu amigo, você é um fraco e não tem utilidade alguma A solidão que atormentava em minha cabeça trazia esse pensamento à tona.

Com certa motivação caminhava em direção ao local designado Uma missão em dupla? Isso me dá calafrios Pensava ao mesmo tempo que minhas mãos tremiam um pouco por causa do nervosismo criado em cima disso, a maioria das pessoas tendia a me ignorar por conta de minha personalidade peculiar, então aquela seria uma de minhas poucas chances para me aproximar de alguém que não teria a chance de decidir se me queria por perto ou não, afinal estamos cumprindo uma missão a mando de nosso vilarejo.

Demoraram alguns minutos para que eu finalmente chegasse no local designado, porém vislumbrar a presença daquela que seria minha parceira na empreitada fez com que eu aumentasse um pouco a velocidade de meus passos.

—— Ahn... Acho que me atrasei um pouco, desculpa —— Falaria com certa timidez enquanto ainda estaria atrás da garota que provavelmente estava a me esperar —— Meu nome é Chome! —— Mostraria certa animação em minha apresentação e provavelmente um sorriso bastante estranho e até anormal surgiria em meu rosto Será que meu sorriso está um pouco forçado? Será que ela vai se assustar? Será que irei ser útil para ela? Minha mente um tanto fértil assombrava meus pensamentos.

Quando a missão nos fosse dada e explicada, seguiria em direção do local descrito na carta, durante nosso caminho estaria atento a quaisquer que fossem as ameaças visíveis, caso minha “parceira” estivesse próxima de mim, tentaria puxar um assunto —— Aposto que da mesma forma que eu, você está pensando “Será que ele é forte?”... Já aviso que não passo de um fardo inútil, então sabe... Não espere muito de mim —— Diria com um sorriso bastante sincero, a falta de auto estima era um traço marcante de minha personalidade e provavelmente a garota conseguiria perceber isso.



hp: 225 ch: 225 sta: 03


Considerações:
Usados:
[Capítulo] ⬧ Os Cultos TqHE5wX

ItsHalno
Tokubetsu Jonin
ItsHalno
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos TqHE5wX

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 26/11/2021, 17:55



⬧ Os Cultos ⬧



Post: 02/16


Chome e Altria finalmente se encontram nos portões da vila, se cumprimentando brevemente, com um deles tentando puxar um pouco de assunto, e fazendo sua saída do vilarejo em direção á sua primeira missão de Rank-C. Durante este breve tempo, caminhando através do deserto, notaram que o céu escurecia ainda mais, com a tempestade iminente se aproximando.

A última vez que o grupo foi visto foi a aproximadamente 45km ao leste da vila, viajando em direção ao sul, vestindo vestes em vermelho e preto, sendo estas as únicas pistas que foram dadas. Até o momento, foram caminhados 5km. Vocês devem narrar detalhadamente o caminho que tomaram no deserto para chegar até o local onde foram avistados pela última vez, não esquecendo de notar as precauções que foram tomadas e quais pistas vão procurar para encontrar o culto dos Jashinistas.

Caso tenham sucesso em chegar até o local, vão encontrar um pequeno acampamento com algumas fogueiras apagadas e manchas de sangue. Caso prestem bastante atenção, irão notar que as manchas de sangue se estendem em direção ao sul, e param a 50m do acampamento, ponto tal que o vento do deserto já apagou as pistas, tendo então que seguir a intuição para continuar.

Considerações:

[Capítulo] ⬧ Os Cultos CcrOjc5

Myrddin
Kazekage
Myrddin
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos CcrOjc5

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 27/11/2021, 15:56

E enfim, havia chego o parceiro de Altria. O garoto era baixo, não aparentava ter um físico de um lutador, e as palavras que ele trouxe consigo para sua primeira impressão não eram um tanto… certas para a ocasião. Esse garoto será meu companheiro? Altria o avaliou com os olhos esmeraldas de cima abaixo, cravando as particularidades do garoto em sua mente: os cabelos amarelados, os olhos castanhos também amarelados, além dos furos nas orelhas. —— Hmm… —— murmurou, erguendo-se de súbito. —— Não peça desculpas, eu que cheguei muito cedo! —— disse em tom cômico. O garoto estava animado, disse seu nome com certo entusiasmo e Altria gostou da mudança súbita de humor. Chome. gravou o nome em sua memória, abrindo um largo sorriso para o rapaz. No instante seguinte, um homem apareceu e deu-os a missão, e logo ambos Chome e Altria seguiram para seus objetivos fora da potência Sunagakure.

[...]

—— Eu sou Altria Pendragon! —— exclamou a garota, levando a destra ao peito, batendo-o contra ele, demonstrando sua imponência. O garoto puxou assunto conforme caminhávamos pelo deserto do vento, e apesar da Pendragon não respondê-lo de imediato, a garota pôde reparar que as nuvens escureciam ainda mais o céu, trazendo consigo uma iminente tempestade. Corvos os rondavam, também como sinal de mau presságio. —— Sim… você tem uma aparência infantil e não aparenta ter músculos pelo corpo, mas se você é meu parceiro, você é forte! —— Altria rompeu o silêncio, dando um tapinha nas costas do garoto enquanto apertava os passos, queria chegar no local antes mesmo da chuva cair. Havia caminhado cerca de seis quilômetros e ainda faltavam trinta e nove. Inspirou todo o ar para seus pulmões e os soltou em seguida, olhando a todo instante para o céu escuro.

—— Você consegue acompanhar, Chome-kun? —— Indagou após um breve silêncio. Não sabia se o garoto tinha disposição para acompanhar seu ritmo, e se fosse o caso, diminuiria-o para se adequar ao companheiro: não serviria de nada deixá-lo cansado antes mesmo de chegar ao objetivo. —— Ei, Chome, por quê você fala mal de si mesmo? —— Indagou, franzindo o cenho enquanto virava o rosto para o rapaz. As dunas que perpassaram há muito já não eram mais visíveis, assim como a pequena estrada de terra batida. Altria levou a destra até a testa, limpando o suor que já gotejava. —— Quantos quilômetros será que já caminhamos? Droga… Ei, Chome, vamos parar para tomar uma água e descansar nossos corpos. Nessa altura, chegaremos mortos de cansaço em nosso objetivo. Só tome cuidado, a noite aqui no deserto é bem gélida. —— concluiu, tomando um gole do cantil que trouxe consigo. Lidar com o deserto era uma tarefa mais árdua do que se imaginava, e mesmo com a resistência herdada por nascer na areia, ela ainda sentia um pouco de frio. A Pendragon retomou a caminhada após alguns minutos de descanso, ainda seguindo em direção ao que julgou ser o leste.

[...]

Já haviam-se ido horas de caminhada, e o corpo da mulher não estava cansado; um pouco de descanso já a recuperou por completo tamanha era sua resistência. Quanto a Chome, não sabia se esse ainda conseguiria acompanhá-la, o garoto parecia frágil, e sinceramente, aquilo podia ser um problema em caso de lutas, afinal, ela não sabia das habilidades do infanto e sequer sabia se este conseguiria continuar a caminhada por mais tempo. —— Caso queira parar para descansar, diga, não será um empecilho. Aliás, quais são suas habilidades? Eu sou uma boa usuária de Ninjutsu e sei um pouco de Taijutsu. —— disse, ainda caminhando. Bem distante, a Kunoichi pensou ter avistado o que era uma fumaça negra nos céus, o que indiciava que talvez houvesse chego em seu objetivo. Ela parou, pisando com força na areia abaixo de seus pés, levando a destra até a testa, limpando o suor mais uma vez. —— Eu acho que estamos próximos do nosso objetivo. Consegue ver? —— Falou a Chome, apontando com o dedo para onde jurou ver uma fumaça negra. O semblante da mulher alterou-se, a face gentil e serena dava lugar para um rosto sério e forte. A jovem abriu bem os olhos para ver se enxergava algo mais, mas ainda precisava se aproximar, todavia, dependeria de seu parceiro para isso. —— Você consegue, garoto? —— Indagou, fitando-o por fim.


HP: 475, CK: 475
Esta: 0/4

Considerações:
Qualidades:

_______________________

[Capítulo] ⬧ Os Cultos 4sh18xd
[Capítulo] ⬧ Os Cultos E5dcbc205b42d09e04747be213f17c7a

Empty
Genin
Empty
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos E5dcbc205b42d09e04747be213f17c7a

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 27/11/2021, 16:03

Altria Pendragon Salvei aquele nome em minha cabeça instantaneamente no momento em que ele me foi dito, analisava de cima a baixo aquela garota e de certa forma conseguia entender o porquê de toda aquela confiança em suas palavras, ela tinha uma aparência muito imponente bastante semelhante a um forte guerreiro.

O céu começava a ficar cada vez mais escuro, isso era assustador, nunca havia visto algo parecido com isso em minha vida, a chuva era iminente, é claro e isso era fácil de afirmar, porém ainda sim existia alguma coisa estranha que envolvia tudo isso. Não demorando muito para ter uma resposta sobre meu questionamento anterior, prestei bastante atenção nas palavras dela, estava curioso para entender a forma de como ela pensava. Mas se você é meu parceiro, você é forte! Essas palavras me acertaram tão forte quanto um tiro, por que diabos ela me considerava forte apenas por ser parceiro dela? E por que ela não estava simplesmente me ignorando como todos os outros? Parceiros? Essa palavra soa muito bem Pensei abrindo um leve sorriso no rosto, afinal nunca havia sido considerado como um igual com alguém tão forte como aquela garota Altria Pendragon, você é uma pessoa muito peculiar Decretei mentalmente.

—— Está tudo bem, não se preocupe comigo! —— Comentei brevemente sendo bastante sincero, porém a próxima pergunta dela fazia com que eu pendesse um pouco minha cabeça, mas logo voltasse a fita-la com um sorriso no rosto —— Cada pessoa nesse mundo nasce com um objetivo, algumas pessoas nascem para realizar grandes feitos, outras para criarem grandes coisas e também existem aqueles criados para a destruição de tudo isso... —— Um semblante sério surgiria em meu rosto —— Já eu.... Eu não me encaixo em nenhuma dessas opções, eu sou apenas um inútil... Uma falha colocada nesse mundo —— Voltaria ao meu sorriso costumeiro no fim de minhas palavras, poderia até mesmo ser assustador pensar que essa era a forma que alguém pensava de si, mas sim, essa era o lugar em que eu acreditava me encaixar O fundo do poço do mundo.

Um pouco cansado por conta do caminho percorrido, levava minha canhota até a testa para limpar o suor que começava a surgir de minhas glândulas, então após escutar as palavras da garota daria um leve suspiro —— Estamos caminhando por um deserto, as vezes minutos parecem horas, não acredito que estejamos andando a mais de meia hora —— Analisei usando o “achismo” enquanto junto dela cessava meus passos e usava deste tempo de pausa para descansar Deveriam ter mandado alguém mais atlético do que eu para essa empreitada.

[...]

Desta vez horas de caminhada já haviam se passado e essas pareciam dias por conta do esforço colocado em cada passo, aquela pequena pausa havia sido de grande ajuda, mas ainda sim continuaria um pouco cansado, mas eu não poderia atrasar ela com aquilo, se não seria o inútil de sempre e apenas atrasaria ainda mais aquela missão. Um questionamento sobre habilidades fora feito por aquela garota, ela provavelmente em seu interior estaria se perguntando Esse magrelo tem alguma utilidade para mim? Estava acostumado com esse tipo de pergunta e a minha resposta sempre era a mesma Não, mas ainda sim responderia a pergunta feita —— Eu sou um fracote como você provavelmente já deve ter pensado, mas sei um pouco sobre Ninjutsus... —— Aquelas seriam minhas palavras bastante sinceras, porém mesmo que fosse bom o bastante em ninjutsus considerando meu baixo cargo, minha baixa autoestima não deixaria com que eu admitisse que aquela era minha principal arma.

—— É... Provavelmente aquilo é o que estamos procurando —— Aquela seria minha reposta para o questionamento da garota, pois da mesma forma que ela também conseguia enxergar uma fumaça negra. A mudança de semblante repentina da garota fazia com que eu me surpreendesse, afinal antes ela parece apenas uma moça gentil e com bastante confiança, mas agora ela se assemelhava ao semblante de uma guerreira experiente Você é uma pessoa incrível, Altria Pendragon Diria mentalmente a ela com um certo brilho nos olhos Seria muito divertido ser útil para ela Acenderia um cigarro de tabaco para saciar minha vontade.

Nosso próximo passo seria se aproximar do local inicial daquela fumaça, então com passos de velocidade igual aos da garota assim faria —— Por favor, Altria Pendragon... Pare de se importar comigo, enquanto você ainda estiver de pé, eu vou estar do seu lado! —— Aquelas seriam minhas palavras juntas de um sorriso estranho, talvez elas soassem de forma protetora ou coisa do tipo, mas mesmo sabendo que ela não precisava disso, algo dentro de mim fazia com que eu sentisse cada vez mais vontade de estar ao seu lado e ajuda-la com o que fosse preciso.

Caso conseguíssemos nos aproximar totalmente daquela fumaça, analisaria o local por completo com meus olhos tentando achar alguma pista sobre onde seria o próximo local de instalação daqueles homens ou se até mesmo algum deles havia sobrado naquele local e caso as marcas de sangue fossem notadas por mim, diria a minha parceira —— Altria, acredito que eu tenha encontrado algo, o quê acha de seguirmos por esse caminho? —— Questionaria ela caso isso acontecesse.




hp: 225 ch: 225 sta: 03


Considerações:
Usados:
[Capítulo] ⬧ Os Cultos TqHE5wX

ItsHalno
Tokubetsu Jonin
ItsHalno
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos TqHE5wX

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 27/11/2021, 17:56



⬧ Os Cultos ⬧



Post: 03/16


O duo de Genins, após algum tempo de viagem pelo deserto, notam que o céu está finalmente ficando completamente coberto pelas nuvens - que agora mais perto, são faceis de identificar como nuvens de areia e poeira. A tempestade não vai ser agradável, se preparem para isso.

Se eles continuassem a seguir a direção onde o caminho de sangue apontava, iriam encontrar em espaços de 200 a 500 metros cada, pedaços de carne, ainda frescos e, apesar de cobertos de areia, pingando sangue. Ao investigar esses pedaços de carne atentamente iriam eventualmente se deparar com uma mão humana, finalmente revelando qual é a origem dessa carne.

Eventualmente, continuando a seguir essa direção, iriam finalmente se deparar com a tempestade de areia que iria atingir eles em menos de 30 minutos.
Por terem saído no meio da tarde, até chegar a esse ponto já iriam ver que o sol estava quase se pondo, iluminando a frente de areia com uma luz laranja escura, algo ominoso mas estranhamente belo.
Com a noite iminente e uma tempestade de areia sobre suas cabeças, teriam duas escolhas nesse ponto:
Parar a procura até a tempestade passar, fazendo um acampamento para passar a noite.
Ou continuar a seguir a trilha, esperando deparar com alguma coisa útil, mesmo com a falta de visibilidade total.

Considerações:

[Capítulo] ⬧ Os Cultos CcrOjc5

Myrddin
Kazekage
Myrddin
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos CcrOjc5

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 29/11/2021, 20:05

Chome havia me respondido que estava bem, então, dei de ombros e continuei a caminhar pelas dunas do vento, rumo ao desconhecido. Não havia muito a se fazer, para todo canto que nós olhássemos era apenas areia, areia, e mais areia. O corpo suava, e isso era algo muito bom, afinal, suor nos lembrava que estávamos vivos e isso fazia com que nós bebêssemos da água do cantil para não morrermos no deserto. O breve silêncio foi interrompido por Chome, que realizou um discurso certeiro, mas novamente o genin demonstrou sua péssima autoestima, depreciando-se sem motivo algum para tal.

—— Eu já lhe disse para não fazer essas coisas… Pare de depreciar-se! Você é um ninja, e um ninja da areia. Eu e você seremos os maiores. Eu serei a líder do vilarejo algum dia, e você será meu braço direito. —— bradou com firmeza, tentando encorajar o jovem. —— Aliás, meia-hora? Eu temo que não, mas… é bem difícil saber com precisão em meio ao deserto. —— Suspirei, dando de ombros, continuando o caminho para chegar ao local designado.

[...]

—— Ninjutsus é? Isso é bom… Poderá ficar a distância enquanto eu lido com eles corpo a corpo. Não foi atoa que colocaram você comigo, formamos uma bela dupla! —— concluí a frase com um sorriso no rosto. Chome também avistou a fumaça no céu, e rapidamente seguimos até o local. Meu parceiro, porém, disse algo que acabou me incomodando, mas não o respondi, sua fala carregada de depressão também trazia consigo um pouco de empenho para ajudar outrem, a mim neste caso.

Ao chegarmos no acampamento, era visível que algo havia ocorrido. Passei os olhos por todo o ambiente e não notei nada a princípio, diferente de Chome, que havia achado um punhado de sangue que se dirigia ao sul. O garoto perguntou se deveríamos seguir, e eu meneei a cabeça em afirmação, seguindo a trilha de sangue. Olhei para os céus após alguns metros andados e reparei que as nuvens haviam escurecido o céu, e logo a tempestade iria cair sobre nós. Parei, olhei para Chome e chamei-o com a destra. —— Vamos acampar até essa tempestade passar. Depois disso, a gente se vira. Talvez percamos as pistas no processo, mas logo as recuperamos. —— fitei-o, me distanciando e preparando um acampamento para passarmos a noite seguros da tempestade que se aproximava contra nós, dois meros genins no deserto do vento, à deriva.

HP: 475, CK: 475
Esta: 0/4

Considerações:
Qualidades:

_______________________

[Capítulo] ⬧ Os Cultos 4sh18xd
[Capítulo] ⬧ Os Cultos E5dcbc205b42d09e04747be213f17c7a

Empty
Genin
Empty
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos E5dcbc205b42d09e04747be213f17c7a

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 30/11/2021, 02:00

Seu braço direito? Questionei comigo mesmo a resposta dada por ela após uma bronca por minha baixa autoestima, seu semblante era sério e não parecia estar brincando, mas a minha cabeça começava a me bombardear com inúmeras duvidas Por que diabos ela faz questão de tentar me colocar para cima? Ou melhor, por que ela iria querer um inútil como eu para ser seu braço direito? Era aterrorizado por minhas próprias duvidas, mas ainda sim um breve sorriso surgiria no meu rosto depois de me acalmar fechando os olhos Altria Pendragon, você é incrível Mesmo que com tão pouco tempo juntos, eu começava admirar ela cada vez mais.

—— Você parece ser muito forte mesmo, Altria... Garanto para você que farei de tudo para que você trace seu caminho ao poder sem nenhuma pedra no caminho, afinal irei destruir todos e todas que ousarem atrapalhar —— Usaria um tom sério para demonstrar que aquelas não eram falsas promessas, a partir daquele dia minha vida seria dedicada a ajudar Altria Pendragon a realizar seus sonhos e ambições, eu não precisava mais que isso, eu finalmente tinha um motivo para estar vivo.


[...]


A pista encontrada por mim pelo visto seria bastante útil, já que Altria sem nem ao menos hesitar concordou que deveríamos seguir aquele rastro e descobrir para onde o mesmo nos levaria.

Caminharíamos por mais vinte metros, um ao lado do outro, durante o caminho meus olhos não parariam de fitar a garota, afinal a mesma uma aura de confiança gigantesca que era capaz de até mesmo me afetar Quem sabe eu não seja tão inútil assim, talvez durante todos esses anos, eu só não tivesse encontrado meu verdadeiro caminho, mas agora eu sei... Meu verdadeiro caminho é ao seu lado, Altria Pendragon.

—— Tudo bem, não me importo em fazer uma pausa —— Minhas palavras seriam bastante irônicas, afinal mesmo que tivessimos percorrido uma distancia tão considerável, eu de certa forma já estaria exausto.

Caso tudo ocorresse bem e Altria conseguisse usar suas habilidades para criar um acampamento improvisado, eu me manteria totalmente atento a quaisquer que fossem as movimentações possíveis em nossos arredores e também com as possíveis oscilações que pudessem ser criadas pela tempestade.

—— Altria, é melhor você descansar, deixe a parte da vigia comigo, acredito que a melhor decisão seja sair no momento em que essa tempestade passar,  porém não sabemos quanto tempo isso irá durar —— Um sorriso criado em meus lábios enquanto eu começaria a enrolar um cigarro de tabaco.


hp: 225 ch: 225 sta: 03

Considerações:
Usados:
[Capítulo] ⬧ Os Cultos TqHE5wX

ItsHalno
Tokubetsu Jonin
ItsHalno
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos TqHE5wX

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 30/11/2021, 22:55



⬧ Os Cultos ⬧



Post: 04/16


Chome se dispôs a manter a guarda - algo que ele zelosamente fez. Horas em fio, o garoto ficou atento, com os fortes ventos da tempestade rugindo contra o acampamento improvisado.

Infelizmente, nenhum dos dois notou os pedaços de carne humana que se encontravam na areia.

A noite eventualmente bateu. Sob a guarda de Chome, Altria começou a dormir. Mais horas se passavam, uma tempestade de areia não era incomum para os habitantes de Suna, mas era sempre algo que causava ansiedade quando um se encontrava tão exposto a ela.

Mais e mais horas se passavam. Eventualmente, Chome começou a se sentir cansado. Talvez ideias de acordar a garota para dividir o turno de guarda passavam pela mente dele, talvez ele se sentisse confiante que iria conseguir se manter acordado a noite inteira, mas infelizmente nunca iria saber - Em um momento, ele respirava normalmente. No outro, ele foi encobrido por um lençol de escuridão que cegava ele, incapaz de se mover, falar ou gritar. Em seu sono, Altria foi incapaz de se defender.




Quando eles acordassem no dia seguinte, ambos Altria e Chome iriam se sentir doloridos e desconfortáveis, amarrados pelos pés e pelas mãos, com uma mordaça de pano em suas bocas. Ao seu redor, deitados em uma carroça, iriam ver capuzes vermelhos com um símbolo de triangulo invertido nas costas - parecia que eles haviam finalmente encontrado os Jashinistas.

Esse turno será um de reflexão interna - vocês podem tentar gesticular, mas se encontram amarrados pelos braços e pernas e incapazes de falar devido as mordaças. Foquem no que os personagens estão sentindo nesse momento - suas emoções. Se é pânico, medo, ou algo do tipo. Vocês ainda podem agir normalmente se encontrarem uma deixa ou maneira para fazê-lo, lembrando que estão arriscando combate direto.

Chome e Altria se encontram deitados em uma carroça de madeira sendo carregada por um camelo, pelo que podem ver de sua posição, estão cercados por pelo menos dez Jashinistas, estes de alturas diferentes, mas não se pode ver qualquer outra característica física neles. Eles estão todos a menos de 20m da carroça, seguindo ela. O sol parece ter recentemente raiado. A maneira que vocês foram amarrados os deixam incapazes de fazer selos de mão.

Até o momento atual, os Jashinistas não perceberam que vocês acordaram, e estão em total silêncio.
Considerações:

[Capítulo] ⬧ Os Cultos CcrOjc5

Myrddin
Kazekage
Myrddin
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos CcrOjc5

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 1/12/2021, 23:02

—— Seremos invencíveis sob o sol! —— disse à Chome após suas palavras. Posteriormente, montamos um pequeno acampamento e logo nos colocamos dentro deste, no aguardo da tempestade passar. Eu ficaria de guarda, mas o genin insistiu e eu deixei, logo caindo no sono.

[...]

Viera a manhã, e com ela, algo diferente. Sentia uma dor incomum, e ao abrir os olhos, pude entender o por quê: havíamos sido raptados. Ambos pés e mãos amarrados, além da boca com uma mordaça de pano. Era notável que também estávamos em movimento naquela carroça de madeira, vide seu chacoalhar. Suspirei, observando ao meu redor e notando que Chome também estava comigo. Chutei sua perna, visando acordá-lo, e ergui-me vagarosamente para observar: vi dez pessoas próximas da carroça, de capuzes vermelhos com um símbolo estranho neste. Merda. Chome deve ter dormido e acabamos sendo pegos no meio da madrugada… merda! praguejei mentalmente. Se acalme, quantidade não significa qualidade, e seu parceiro é versado em ninjutsu, então… vocês conseguem sair dessa. pensou, suspirando profundamente enquanto retomava a posição original. Olhei para ambos os lados antes de tentar alguma coisa, notando que os raptores não notavam que eu estava acordada; com as mãos amarradas atrás das costas, levei-as de encontro a bolsa de armas que também estava na parte de trás de minhas vestes, visando retirar uma Kunai e cerrar as cordas de meu pulso sem ser pega. Se conseguisse, manteria a mesma posição, mas estaria com o objeto laminado em punhos, pronto para cortar as cordas de minhas pernas e combater os inimigos se necessário. Quanto a Chome, soltaria-o também se tivesse a oportunidade para tal.

Caso nada ocorresse como o planejado, não tentaria nada, eu apenas ficaria inerte em meio a carroça, isto é, se fosse pêga fazendo sua movimentação. Apesar de estar confiante, eu estava com medo. Era a minha primeira missão e já havia sido raptada por gente estranha, talvez mais forte que eu e meu companheiro. Mas acima de tudo, era necessário manter a calma para não surtar e acabar cometendo um erro que custasse a minha ou a vida de Chome. Cada respiração dada poderia ser a última, e isso já era o suficiente para me acalmar; se minha vida fosse acabar ali, eu levaria comigo boa parte dos inimigos, quiçá todos se minhas habilidades não falhassem naquele momento em específico. Outro suspiro, mas dessa vez, seguido de um sorriso em minha face.

HP: 475, CK: 475
Esta: 0/4

Considerações:
Qualidades:

_______________________

[Capítulo] ⬧ Os Cultos 4sh18xd
[Capítulo] ⬧ Os Cultos E5dcbc205b42d09e04747be213f17c7a

Empty
Genin
Empty
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos E5dcbc205b42d09e04747be213f17c7a

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 2/12/2021, 00:36


Meus olhos admirados vislumbravam Altria entrar em um sono profundo em meio a tempestade que começava a ficar cada vez mais intensa, um sorriso de canto surgiria em meus lábios, afinal era muito bom não estar mais sozinho Seremos invencíveis sob o sol! Aquelas palavras rondavam minha cabeça e serviam como uma endorfina para todo sofrimento que assombrava meus pensamentos.

Infelizmente mais uma vez na minha vida, eu havia falhado e apenas reforçava aquilo que meus progenitores pensavam de mim Eu era um inútil Pois em meio a uma falta de atenção criada pelo barulho da tempestade, um lenço preto de escuridão cegou meu olhos e eu não conseguia ter forças para falar ou tão pouco me desvencilhar daquilo que me prendia.

Será que irei ser esse mesmo inútil para sempre?

Um chute dado por Altria fora o motivo de eu finalmente abrir meus olhos e vislumbrar a situação de merda em que eu havia nos colocado, mas além de meu enorme remorso pela falha, também era atormentado por um extremo desconforto causado pela dor que sentia em meu corpo Inutil A solidão existente em minha cabeça se comunicava comigo para sempre me lembrar que eu estava no fundo do poço.

Com pés amarrados nas mãos e a boca amordaçada, eu facilmente se estivesse sozinho apenas aceitaria minha morte acreditando que meu momento finalmente havia chego, porém a incansável coragem e confiança vindas daquela garota me faziam não querer desistir totalmente de tudo e ter uma enorme vontade de lutar ao seu lado.

Caso a tentativa de se desvencilhar daquelas amarras por parte de Altria acontecesse e eu também estivesse totalmente livre, começaria tirando a mordaça de minha boca e começaria a vislumbrar de forma discreta os homens que nos rodeavam e tudo indicava que eram eles os tais Jashinistas que eram mencionados em nossa missão. Logo voltaria o olhar para Altria, esperando alguma ordem ou plano elaborado pela mesma, afinal eu era um inútil e não tinha merecimento algum para tomar decisões naquela situação.

Porém se a tentativa de Altria não fosse efetiva e continuássemos amarrados, tentaria da mesma forma vislumbrar os homens que estavam em nossa volta e tentaria ter noção de mais ou menos quantos nos cercavam e logo depois voltaria a olhar para Altria tentando demonstrar em meus olhos minha total tristeza pela falha.

hp: 225 ch: 225 sta: 03

Considerações:
Usados:
[Capítulo] ⬧ Os Cultos TqHE5wX

ItsHalno
Tokubetsu Jonin
ItsHalno
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos TqHE5wX

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 3/12/2021, 02:57



⬧ Os Cultos ⬧



Post: 05/16 -> Post: 05/11


Altria, tomando a iniciativa em se soltar, libera seus pulsos e seus pés – e com movimentos rápidos e leves, é também capaz de soltar os punhos de Chome – neste momento, porém, nota que um dos Jashinistas virou sua cabeça para olhar o par. Ele levanta uma das mãos, chamando a atenção de um colega e...

Felizmente, eles ignoram o movimento e continuam a seguir a carroça. Parece que vocês tiveram sorte dessa vez – mas agora eles vão estar mais atentos.

Ambos ainda estão amordaçados, mas por ter as mãos livres, podem facilmente baixar elas. Porém, somente Altria conseguiu soltar seus pés – ela pode tentar novamente soltar Chome, ou deixar que ele se solte sozinho nesse momento.

Continuando a olhar os homens ao redor, conseguem notar que se trata de uma caravana ainda um pouco menor – prestando atenção, conseguem notar que a frente deles há mais duas carroças, e que sobre elas há várias gaiolas grandes. Ainda não se pode ver o que há dentro das gaiolas.

Conseguem também notar mais quatro jashinistas ao redor, ao lado das carroças a frente. Podem estimar que também há mais três – cada um deles dirigindo uma das três carroças.

Conseguem escutar uma breve conversa:
“Fazer agente caminhar no sol... Com espaço nas carroças... Deviam é fazer os sacrifícios andarem, e deixar a gente ficar nelas...”
“Silêncio, Criatura insolente! Não existe um caminho fácil para servir Jashin! Siga o caminho sem mais nenhuma palavra, ou você vai ser o próximo!"
“S-Sim, Senhor!”

Depois dessa breve conversa, os outros membros da caravana permanecem ainda mais silenciosos. Uma meia hora depois, conseguem escutar um homem á frente da caravana anunciar:
“Homens! Finalmente deslumbrem sobre o templo de Jashin! Que nossa festa seja agradável, e que a carne seja suculenta. Chegaremos em alguns minutos.”

Vocês permanecem incapazes de ver do que exatamente se trata esse templo, mas sabem que se forem agir neste momento, só tem alguns minutos.

Escolham suas ações com muito cuidado – parece que hoje, o sacrifício pode ser vocês, e se escolherem seus movimentos sem considerar as consequências, podem ocasionar a sua morte.
Considerações:

[Capítulo] ⬧ Os Cultos CcrOjc5

Myrddin
Kazekage
Myrddin
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos CcrOjc5

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 3/12/2021, 13:43

Com meus movimentos tendo êxito, consegui cortar as minhas cordas e as cordas que prendiam a mão de Chome, porém, um dos homens ergueu a cabeça e eu mantive-me inerte, com os olhos entreabertos, reparando no inimigo. Felizmente, ele deu de ombros, mas para o nosso infortúnio, todos estavam mais alertas e quaisquer movimentações bruscas poderiam ser notadas por todos os antagonistas, e com Chome ainda amarrado pelos pés, seria difícil iniciar uma luta contra dez inimigos que eu desconhecia a extensão das habilidades.

Chome. Ei, Chome, consegue cortar as cordas dos seus pés? Não posso me mexer muito, eles irão ver… perguntei ao Genin após tirar um pouco a mordaça, fitando-o com uma feição séria. Meus olhos esmeraldas analisaram todo o ambiente ao nosso redor, e eu pude ver duas outras carroças com algumas gaiolas, mas não pude ver seu conteúdo pois estava com a visão limitada e não podia me erguer. Apareceu, também, mais quatro Jashinistas – seja lá o que for isso – o que provavelmente ocorreu devido à adição das outras duas carroças. No fim, o que importava é que havia mais inimigos do que antes. Após um silêncio, Chome e eu podíamos escutar a reclamação de um dos raptores. Jashin? O que será isso… pensei, e permaneci inerte por mais um bom tempo enquanto buscava em minha mente a resposta para a pergunta, mas sinceramente, não havia como saber naquela altura do campeonato. Portanto, expulsei os pensamentos de minha parte e respirei fundo, aguardando.

[...]

É agora. Faça o mesmo que eu. sussurrei para Chome. Transformei-me numa pequena lagartixa enquanto uma cópia básica era deixada no meu local com as mãos e pernas ocultas, simulando que eu ainda estava amarrada. Passei por entre as frestas da carroça, mantendo-me abaixo desta, grudada de cabeça para baixo. Esperei que Chome me seguisse, mas se este não o fizesse, ficaria ali sozinha, aguardando os inimigos se movimentarem para então iniciar algum plano para acabar com todos os inimigos, assim como descobrir mais sobre os Jashinistas.

Não obstante, utilizaria dessa missão para aprimorar minhas habilidades para com o Ninjutsu e me capacitar ainda mais em seu uso. Era necessário o fazer, afinal, não conseguiria concluir meu objetivo sem obter um poder ainda maior. Eu queria tornar-me a líder da areia, e não pararia por nada até conseguir esse feito. Os Jashinistas seriam apenas um degrau para a ascensão que eu tanto queria.

HP: 475, CK: 475
Esta: 0/4

Considerações:
Qualidades:

_______________________

[Capítulo] ⬧ Os Cultos 4sh18xd
[Capítulo] ⬧ Os Cultos E5dcbc205b42d09e04747be213f17c7a

Empty
Genin
Empty
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos E5dcbc205b42d09e04747be213f17c7a

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 4/12/2021, 00:44


Meus olhos brilhavam ao prestigiar a ação feita por Altria ter êxito, ela era tão incrível, enquanto eu apenas era um inútil que havia falhado em minha única tarefa. Durante o ato heroico de minha parceira, provavelmente fizemos algum barulho um pouco mais alto do que o necessário, afinal um dos homens que nos “escoltava” – denominados como Jashinistas – o percebeu e tentou vislumbrar melhor o que acontecia, mas nos dando um certo alivio o mesmo não foi muito insistente em sua busca.

Sem estar preso, procurei vislumbrar melhor aqueles que nos prendiam para tentar recolher algumas informações e ser útil, mas no fim ficava apenas com mais dúvidas sobre quem eram aqueles homens Sacríficos? Jashin? Templo? Aquela situação se tornava cada vez mais peculiar com o decorrer do tempo e isso me fazia sentir que deveríamos agir logo, antes que fosse tarde demais.

Como de costume, Altria como uma verdadeira líder bolava uma estratégia e pedia para que a mesma fosse copiada por mim, porém eu tinha um problema a mais, minhas pernas continuavam amarradas por aquelas cordas, então iniciaria utilizando uma técnica básica aprendida da academia ninja para me desvencilhar daquelas amarras, posteriormente teceria os selos para a técnica de clonagem e terminaria usando a técnica de transformação para modelar o meu corpo e virar uma simples barata, assim visando fugir daquela carroça.

Focaria em sempre seguir o trajeto feito por Altria, mas visaria manter uma distância maior daqueles homens e se necessário de minha parceira também, para que finalmente pudesse desativar minha técnica de transformação e sendo o mais discreto possível saciaria meu vício acendendo um cigarro de tabaco Eu estava quase enlouquecendo Concluiria no momento em que desse a primeira tragada.


hp: 225 ch: 225 sta: 03

Considerações:
Usados:
[Capítulo] ⬧ Os Cultos TqHE5wX

ItsHalno
Tokubetsu Jonin
ItsHalno
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos TqHE5wX

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 4/12/2021, 03:59



⬧ Os Cultos ⬧



Post: 06/11


O plano e a intenção dos Genins foram ótimos – em teoria. Já a sua execução deixou a desejar. Nenhum dos dois era tão apto quanto pensavam nas habilidades da academia para fazer executa-las imperceptivelmente em uma situação tão tensa. Altria foi a primeira a falhar – deixando uma pequena nuvem de fumaça surgir ao redor do clone que invocou. Já Chome, apesar de ser capaz de se soltar e criar um clone com uma pluma de fumaça muito menor, não foi capaz de manter a transformação que desejava, ao invés parando em um meio-termo entre humano e inseto que se dissipou em alguns instantes.

E em poucos momentos, a caravana havia parado e ambos estavam cercados pelos Jashinistas, que brandavam adagas e facas e se lançavam em direção aos Genins com a intenção de matar.

- “Quietos!”
A voz que reconheciam alguns momentos atrás como o homem que introduzia o templo de Jashin exclamou, fazendo com que os Jashinistas pararem onde estavam, mas sem baixar a guarda ou guardar as armas.
- “Ora, ora. Finalmente acordaram! Vejamos o que temos aqui...”
Aparentemente sem demonstrar medo ou qualquer forma de precaução, o homem se aproximou, coçando o queixo – a essa proximidade podiam ver dentro do capuz do homem, este que aparentava estar nos meados de sua quarta década, com cabelos grisalhos e longos, trançados de forma amarrotada, que se estendiam até a cintura do homem. Seus olhos eram uma cor cinza avermelhado – uma cor bem incomum.
- “Bom, Sejam bem vindos á nossa... humilde caravana. Vocês são...? A, que maneiras as minhas, deixem que eu me apresente primeiro. Eu sou o exímio Bispo Kurosoha, seguidor do nosso grande e fantástico líder, Jashin!”
O homem iria exclamar, lançando as mãos ao alto.
- “E vocês, bom, vocês podem me contar mais sobre quem são no caminho – Vou pedir graciosamente para que nos sigam sem mais confrontos... se não...”
O homem apenas sorriu cruelmente, apontando para um dos outros Jashinistas, que tentaria colocar amarras novamente em vocês, dessa vez somente prendendo os braços atrás das costas.

Caso decidissem cooperar, vocês serão levados até o templo de Jashin, mencionado pelo homem – nessa posição, agora conseguem ver tudo que compõe a caravana: 21 Seguidores, e o Bispo Kurosoha. Nas gaiolas finalmente podem ver o que está contido – Várias pessoas. Não se consegue ver se estão vivas ou mortas, mas estão todas certamente cobertas de sangue e cortes, imóveis.
Quando chegassem no templo em si, iriam notar que se trata de uma caverna situada na base de um penhasco, iluminado pela luz alaranjada de tochas. Nas paredes, iam notar varias gravuras que retratam torturas, chacinas e assassinatos, além do símbolo de Jashin – um triangulo circunscrito. Seriam então forçados a se sentar em uma longa mesa de madeira escura, com os outros Jashinisas se sentando ao redor.

Caso desejem lutar, vocês irão conseguir apenas fazer um único movimento antes dos cultistas contra atacarem. Não parecem ter treinamento ninja, sendo que seus movimentos são lentos e seguram suas facas de modo incorreto, mas a grande quantidade de Jashinistas que os cercam é o suficiente para ser um perigo substancial. Além disso, vocês não fazem a mínima ideia se algum deles sabem utilizar Ninjutsu, ou se o Bispo possui qualquer habilidade especial – Vocês estarão então, em gigante desvantagem ao tentar contra atacar.

Se olhassem nos arredores, iriam notar que estão realmente no meio do nada – apenas areia e pedras até o horizonte. O único ponto de referência é o próprio penhasco onde a caverna está situada.
Considerações:

[Capítulo] ⬧ Os Cultos CcrOjc5

Myrddin
Kazekage
Myrddin
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos CcrOjc5

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 4/12/2021, 17:16

Apesar do plano ter sido feito com uma ótima intenção, ele não sucedeu-se da forma que eu esperava. Os movimentos foram todos acertados, porém, como numa espécie de mágica, o bunshin que tomou meu lugar veio acompanhado de uma fumaça que alertou todos os inimigos em todos os cantos. Estes, por sua vez, pegaram facas e adagas, apontando-as em nossa direção. Foi aí que o líder destes interveio, mandando todos permanecerem em silêncio. A aproximação do homem fora feita de forma despreocupada, a destra coçava o queixo, assim como era visível sua aparência. Era velho, cerca de quarenta anos ou mais. Cabelos grisalhos e longos, e olhos num tom diferente do usual. Estranho.

—— Cooperar, eh… Tudo bem. —— respondi num tom seco, indiferente à ameaça do homem. Minhas mãos foram amarradas nas costas novamente, próximas da bolsa-ninja; se eu decidisse me soltar, estaria apta a fazê-lo como outrora. Não sabia se Chome se entregaria de forma fácil assim, mas dado o histórico do garoto, ele provavelmente só seguiria minha deixa. Agora, para nosso infortúnio, estávamos sendo levados para uma espécie de templo. Era visível que havia cerca de vinte e um inimigos, e as jaulas das outras carroças possuíam outras pessoas cobertas de sangue, mas se estas estavam mortas… eu não sabia precisar. Suspirei, caminhando adiante.

Dentro do templo, porém, archotes iluminavam o caminho qual tínhamos de seguir, e as paredes do local possuíam gravuras que retratavam o pior, além do símbolo que todos os homens ostentavam em suas vestes. Após alguns metros de caminhada forçaram-nos a se sentar numa mesa, em silêncio. Os demais antagonistas se sentaram ao redor, também mantendo o silêncio.

[...]

—— E então, qual o motivo de nós dois estarmos aqui? E você, qual o seu nome mesmo? Kuro...? —— A indagação veio como uma flecha disparada: precisa. Não sabíamos quem eles eram, ou seus nomes, mas sabíamos que eram a nossa missão. Apesar de estarmos presos novamente, lidar com eles não seria tão difícil assim: quantidade não remete a qualidade. Éramos ninjas, e se houvesse alguém que soubesse usar da arte que nos fora ensinada, seria apenas um ou outro dentre o montante de lunáticos. Fitei Chome, levei a destra novamente a bolsa em minhas costas, pegando o mesmo objeto laminado, visando o corte das cordas, auxiliada pela penumbra da sala; os poucos archotes presos na parede mal iluminavam o cômodo, felizmente. Estiquei o corpo para trás e livre das amarras, espreguicei-me, voltando o corpo para a posição inicial e batendo com ambos punhos na mesa. —— E então, o que iremos fazer agora? —— Sorri, por fim.

HP: 475, CK: 475
Esta: 0/4

Considerações:
Qualidades:

_______________________

[Capítulo] ⬧ Os Cultos 4sh18xd
[Capítulo] ⬧ Os Cultos E5dcbc205b42d09e04747be213f17c7a

Empty
Genin
Empty
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos E5dcbc205b42d09e04747be213f17c7a

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 4/12/2021, 18:20




Sentia cada vez mais admiração por aquela garota depois do perfeito plano criado por ela em tão poucos segundos, mas infelizmente aquele não era nosso dia. Por um triste descuido, a fumaça criada por nossos clones fora nossa maior oponente e chamou a atenção dos homens que nos rodeavam Merda Reclamei mentalmente enquanto éramos rodeados por adagas e facas que notavelmente estavam prontas para um massacre.

Porém uma voz de liderança fez com que aqueles homens recuassem e cessassem totalmente suas ações Um líder? Me questionei enquanto procurava analisar o semblante daquela figura, diferentemente dos outros que apenas pareciam animais sedentos atrás de sua presa, aquele que estava encapuzado parecia ser muito diferente, ele tinha quarenta ou cinquenta anos – pelo menos era o que parecia – mas o que mais me chamava atenção eram aqueles olhos Por que estou sentindo calafrios? Tentava descobrir o que criava aquela sensação estranha em minha cabeça.

—— Eu me chamo Chome! —— Estava acostumado a ser maltratado pelas pessoas, então aquela situação que havia sido submetido de estar preso a amarraras e coisa do tipo não era algo que me faria considera-lo um inimigo, na verdade tinha até certa curiosidade em saber quem seria esse tal Jashin e o porquê eles o seguiam cegamente acreditando em seu poder, quem sabe descobrir essas informações poderia me guiar de uma forma melhor para minha maior ambição Eu adoraria ser útil para alguém da mesma forma com que esses homens estão sendo para essa figura Comentava mentalmente analisando toda aquela situação.

Vagando em direção do templo, poderia analisar que estávamos cercados por vinte e um homens, alguns deles empurravam carroças que visivelmente carregavam pessoas cobertas por sangue Estão mortas ou vivas? Tentei vislumbrar aquilo com maior atenção, mas infelizmente não tive nenhum resultado.

[...]


Como sempre Altria tomava a dianteira na situação e começava com alguns questionamentos, ela visivelmente os encarava como inimigos, diferente de mim que apenas os considerava indiferentes, mas caso eles tratassem a garota mal ou coisa do tipo, eles provavelmente virariam meus oponentes —— Quem é Jashin e o que faz com que vocês o sigam fielmente? —— Aquele seria o questionamento seria feito para o homem que outrora se denominou como Kurosoha, o bispo.

Meus olhos além de fitarem os homens que nos rodeavam naquela mesa, também vagariam por aquela caverna, poderia vislumbrar algumas gravuras bastante violentas e sanguinárias Assustador.


hp: 225 ch: 225 sta: 03

Considerações:
Usados:
[Capítulo] ⬧ Os Cultos TqHE5wX

ItsHalno
Tokubetsu Jonin
ItsHalno
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos TqHE5wX

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 6/12/2021, 02:42



⬧ Os Cultos ⬧



Post: 07/11


O homem visava a Altria com um olhar curioso, demonstrando mais do que um pouco de surpresa e confusão – parecia bem interessado na maneira com que a jovem simplesmente se soltou, e batia as mãos na mesa. Ele coçou o queixo, e fez um gesto na direção da garota.
- “Kurosoha, Bispo Kurosoha. Eu exijo pelo menos o respeito de me chamar pelo meu título. Já o motivo? Bom jovem garota... Isso, em breve será bem evidente. Imobilize!”
Neste momento, um dos homens sentados ao lado de Altria executou um golpe preciso com duas lâminas, uma em cada mão, fixando as mãos da garota á mesa. A velocidade do golpe foi surpreendente – tão rápido que a garota não foi nem capaz de seguir os movimentos.

Com as mãos de Altria fixadas na mesa, o homem iria então fixar um olhar sádico em Chome, com um sorriso sombrio no rosto.
- “Sua pergunta me agrada!”
O homem então se levantou, deixando suas vestimentas balançar, e desfez o nó que segurava sua capa – mostrando o peito do homem, onde uma grande cicatriz onde um triângulo circunscrito estava, idêntico ao mostrado nas paredes.
- “Jashin, o coração perverso, o deus do mal! Grande e poderoso ele é, e exige dos seus seguidores nada mais que a destruição total e morte!”
O homem riu em voz alta – algo que fez com que os outros seguidores rissem também.
- “E nós, bom, nós somos seus humildes servos, seguindo o seu desejo nessa terra e salvando as pessoas do medo da morte – ao fazê-los experimentar a morte em tempo real!”
O homem ficou sem falar nada por alguns momentos, esperando com que os outros seguidores também ficassem em silêncio.
- “E vocês, hoje, são nossos convidados de honra. Ora, não é todo dia que alguém marcado pelo sangue aparece.”
Com um sorriso ainda maior – e mais perturbador – do que o anterior, o homem se levanta, e se dirige até Chome, ficando de pé atrás de onde o garoto se senta, colocando as mãos em seus ombros.

O homem ficou ali o tempo suficiente para um ar desconfortável surgir até mesmo entre os outros seguidores que ali estavam presentes. O homem então suspirou e retornou ao seu assento elevado, cruzando as pernas e apoiando a cabeça com uma das mãos.
- “Jashin não está satisfeito com nossas oferendas, tudo o que eu ofereço ele rejeita!... Eu tenho visões. Visões de morte, de guerra e de sangue, e essas visões me excitam, mas, alguma coisa está faltando. Alguma coisa que estamos procurando á tempo – nós viemos do país da grama, sabia? Estamos bem longe de casa... mas se é o que nosso senhor deseja, não vamos decepcioná-lo. Afinal, finalmente encontramos você...”

A sala novamente ficou em silêncio completo. Após alguns momentos, o homem novamente iria sinalizar com uma das mãos.
- “QUE NOSSA SEIA SEJA SERVIDA! Creio que nossos... hospedes, já estejam famintos. Se alimentem bem, descansem, se recuperem, todos vocês. amanhã será um dia longo e doloroso...”

Logo em seguida, alguns dos seguidores iriam se retirar da mesa, desaparecendo atrás de uma das colunas do local, supostamente indo buscar a ceia que foi mencionada.


Considerações:

[Capítulo] ⬧ Os Cultos CcrOjc5

Myrddin
Kazekage
Myrddin
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos CcrOjc5

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 6/12/2021, 19:36

E a ação acabou gerando uma reação. Os punhos outroras batidos na mesa foram perfurados por lâminas de um antagonista que estava ao meu lado. O sorriso outrora estampado em meus lábios deu lugar a um urro de dor, junto de xingamentos que fora melhor não ter pronunciado. A dor lancinante no dorso de ambos era algo que trazia de mim meus piores demônios, demônios estes que foram usados para aterrorizar com a morte todos aqueles que cercavam-me, incluindo, o próprio Chome. Infelizmente não tinha como escolher quem estaria livre de minha intenção assassina, ainda que esta fosse repentina.

—— Seus desgraçados. Matarei todos vocês, TODOS vocês. —— exclamei enquanto as lágrimas vertiam de minha face. Ainda sim, a dor serviu-me como adrenalina, e me deixou ainda mais ligada. Conforme o sangue escorria de minhas mãos, e as lágrimas vertiam de minha face, um discurso fora feito pelo bispo, e ao término deste, seus seguidores seguiram-no para as sombras, e foi nessa hora que eu decidi agir. Ágil, usei de minha própria boca para morder o cabo da lâmina da destra, e arrancá-lo. E caso fizesse com êxito meu movimento, utilizaria da destra, ainda que dolorida, para arrancar a lâmina da canhota, e guardar ambas na cintura para o uso posterior. Isto, claramente, feito no máximo de minha condição física.

Após meus movimentos, caso estes tivessem êxito, teceria um selo, ainda que com bastante dificuldade, para tomar a forma de um gato negro e esconder-me em meio a penumbra para posteriormente tratar de meus ferimentos, utilizando de minhas vestes para fazer uma bandagem e estancar o sangramento enquanto observava ao meu redor, mantendo a atenção redobrada.

Quanto a Chome, Kurosoha aparentemente havia conversado com este, mas no momento eu estava com muita dor para tentar entender sobre o que estes falavam então não pude dar a devida atenção. Todavia, acreditava que o jovem genin da areia iria lidar com ele já que eu havia sido alvejada, caso contrário… eu temo que não conseguiria lidar com todos estes Jashinistas sozinha, ainda mais ferida do jeito que fui. Tsc. murmurei enquanto olhava para as palmas de minhas mãos ensanguentadas, pensando em como os médicos do vilarejo iria me tratar caso eu voltasse viva. Suspirei, ainda observando ao meu redor, e observando o que Chome iria fazer com os inimigos.

—— Quais são suas intenções, Kurosoha? O que você quer? —— gritei detrás do que seria um esconderijo, aguardando a resposta do mesmo.

HP:  440/475, CK: 475/475
Esta: 1/4

Considerações:
Qualidades:

_______________________

[Capítulo] ⬧ Os Cultos 4sh18xd
[Capítulo] ⬧ Os Cultos E5dcbc205b42d09e04747be213f17c7a

Empty
Genin
Empty
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos E5dcbc205b42d09e04747be213f17c7a

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 6/12/2021, 21:20




A situação começou a se tornar muito mais caótica a partir do momento em que as mãos de Altria encontraram a mesa e cruelmente foram fincadas por duas adagas, meus olhos provavelmente exalavam medo O mesmo fracote de sempre Eu não tinha nem mesmo coragem de olhar nos olhos daquela garota, eu havia prometido que iria cuidar dela, mas no fim continuava sendo o mesmo inútil que decepcionava todo mundo.

—— Por favor, Kurosoha... Não machuque ela, ela tem um futuro muito promissor pela frente e eu prometi protege-la com minha vida, então assim faça, se quiser machuca-la, me machuque, pois eu sou apenas um inútil que veio a este mundo como um fardo —— Com os punhos cerrados e olhos fechados, eu falaria estas palavras para o bispo sem me importar por demonstrar ser frágil ou algo do tipo, minha única intenção era que Altria não sofresse mais.

Jashin, o deus do mal, aquele que preza pela destruição total e morte Guardaria aquelas informações em minha mente, mas ainda sim tinha dúvidas sobre aquilo e não me importaria em continuar perguntando, mas mantive-me em silencio durante o caminhar do bispo até mim, deveria admitir que se sorriso era assustador e estava me causando alguns calafrios. No momento em que suas mãos fossem colocadas em minhas costas, soltaria um breve suspiro para tentar pelo menos não demonstrar tanto desconforto e também acenderia um cigarro de tabaco para saciar meu vício.

Não vamos decepcioná-lo. Afinal, finalmente encontramos você Essa palavras entraram em minha mente trazendo milhares de questionamentos e hipóteses Será que sou essa oferenda que eles tanto falam? O quê eles vão fazer com Altria se eu morrer? Eu realmente vou ficar aqui parado sem fazer nada? Provavelmente, afinal eu era um medroso inútil.

—— Como assim me encontraram? Por quê estavam me procurando? Pelo que entendi suas oferendas precisam ter medo da morte, mas eu não ligo para a minha vida, nunca liguei, na verdade eu sempre me culpei por ter sido enviado a esse mundo para ser um fardo, então por quê, Kurosoha? O quê um inútil como eu tem de tão especial? —— Aqueles seriam meus questionamentos para o bispo, eu me encontrava totalmente curioso sobre aquela situação, isso fez até mesmo com que eu perdesse minha atenção em Altria por alguns minutos.


hp: 225 ch: 225 sta: 03
Considerações:
Usados:
[Capítulo] ⬧ Os Cultos TqHE5wX

ItsHalno
Tokubetsu Jonin
ItsHalno
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos TqHE5wX

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 7/12/2021, 04:45



⬧ Os Cultos ⬧



Post: 08/11


O homem apenas respondeu com uma risada sombria – o homem sentado ao lado de Altria, o que havia golpeado ela, parecia não se importar com o fato dela remover suas mãos da mesa, ignorando as palavras da jovem, mas este impediu que ela pegasse as adagas ou formasse selos, levantando uma adaga e colocando-a perigosamente próximo a garganta dela – ele não iria impedir que ela rasgasse pedaços de suas próprias vestes para estancar o sangramento, porém.
- “Machucar ela, ora? Eu não machuco as pessoas. Eu apenas lhes ensino os caminhos e ensinamentos de Jashin – alguém tão insolente como essa pirralha deve sofrer as consequências!”

Kurosoha então suspirou, colocando ambas as mãos sobre as têmporas, massageando-as levemente.
- “Meses. Anos. Decadas. Faz tanto tempo que eu procuro por alguém igual você – eu posso sentir no ar, o sangue que Jashin deseja. Ele parou de se comunicar conosco – os presentes que nós recebíamos já não eram mais como antes... as suas exigências ficaram maiores, e nós já não podíamos mais responde-las... Tentamos de tudo, saquear, matar, torturar, mas Jashin não estava contente conosco... Não, Jashin queria algo maior. Alguém maior. Ele ordenou que viéssemos até o país do vento... E aqui estamos. Aconchegante, né?”

O homem se debruçou contra a mesa, suspirando profundamente. Alguns momentos depois, os Jashinistas que haviam saído da sala retornaram, bandejas e pratos em mãos, e então colocaram estes na mesa. O cheiro que vinha destas não era desagradável, mas também não era apetitoso. Era possível de observar á esta distância que se tratavam de pedaços de carne de diferentes tamanhos, origem que não era possível descobrir somente ao observar a carne.

- “Eu vou ensinar você, Chome. Sim, eu sei seu nome. Está escrito no sangue... Você vai se tornar um pupilo de Jashin, e vai ser você que vai nós liderar até a glória. E se você recusar... eu tenho maneiras de fazer você se arrepender dessa escolha.”
Com uma gargalhada perturbadora, o homem começou a arrancar pedaços da carne misteriosa com as próprias mãos.
- “Por enquanto, se alimentem! O bifê é livre, bon-appetit!”
Os seguidores começaram a replicar as ações do bispo, devorando os pedaços de carne com as próprias mãos, sem qualquer forma de higiene ou cuidado, fazendo uma quantidade considerável de sujeira sobre a mesa e as capas deles.

Caso vocês não se alimentem, Kurosoha iria levantar uma mão, fazendo com que os outros seguidores parassem de se alimentar também.
- “Ora, a comida não está boa? Não sabem que é falta de tato nem ao mesmo experimentar? Vamos, comam!”
Ele não deixou explicito quais serão as punições por não se alimentar da carne misteriosa, mas considerando os olhares perfurantes dos outros seguidores, vocês têm uma boa ideia do que pode ser, e não vai ser nada agradável...

Considerações:

[Capítulo] ⬧ Os Cultos CcrOjc5

Myrddin
Kazekage
Myrddin
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos CcrOjc5

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 7/12/2021, 13:38

Chome… as palavras do garoto deixaram-me corada por um instante, mas o rubor em meu rosto findou quando magicamente o homem apontou a lâmina para mim, e impedisse meus movimentos posteriores. Fechei o rosto, fitando-o, enquanto eu lidava com o sangramento de ambos os punhos. A veste usada fizera uma espécie de torniquete, fechando o ferimento e não deixando-o mais sangrar, mas ainda sim, a dor permanecia, e era essa dor que me deixava acordada, pilhada, observando os inimigos.

—— Você diz não machucar, mas olha o estado de minhas mãos. Foi um dos seus que fez isso, a seu comando. —— disse em alto e bom tom para o velho, que, apesar de distante, suas falas ainda eram audíveis devido ao eco do local. —— Esse cara… —— murmurei, baixo, escutando o que ele tinha a dizer para Chome.

[...]

Após a oratória do bispo, alguns pratos de comida foram entregues a nós. O patro era uma carne, mas não podia imaginar de que tipo; não tinha mal cheiro, porém, também não aparentava ser uma delícia. Virei o rosto, observando aquele que me ferira, e que ainda mantinha a adaga próxima do meu pescoço. O bispo ainda mantinha sua total atenção à Chome, dizendo que iria ensinar-lhe, mas para isso, ele deveria comer, do contrário… bom, eu não gostaria de saber o que aconteceria. Fitei Chome, e meneei a cabeça em afirmação, como se instruísse-o a comer o prato à sua frente. E eu, mesmo com as mãos machucadas, também me servi, torcendo o nariz.

—— Bispo… O que você quer conosco? Ou melhor, com o Chome? Como o nome dele estava escrito no sangue? Quem é Jashin? —— Indaguei após um longo minuto de silêncio, enquanto eu comia o alimento com relutância. Era notável que diferente de mim, os demais naquela sala comiam como animais, sujando a si mesmo, suas vestimentas e a própria mesa à qual estávamos sentados, não havia educação, apenas homens ensandecidos como animais, incluindo o próprio Kurosoha. Nojento. pensei comigo mesma, observando a cena asquerosa a qual eu estava. Infelizmente, para meu infortúnio, sequer havia como escapar pois cada movimento que eu fazia era interceptado por um dos antagonistas, que, apesar de serem capangas simples, possuíam mais percepção e velocidade do que eu mesma, uma Kunoichi. Um tanto contraditório civis adoradores de uma divindade serem mais ágeis que ninjas treinados de um vilarejo. Suspirei, dando outra mordida no pedaço de carne.

HP: 440/475, CK: 475/475

Esta: 0/4

Considerações:
Qualidades:

_______________________

[Capítulo] ⬧ Os Cultos 4sh18xd
[Capítulo] ⬧ Os Cultos E5dcbc205b42d09e04747be213f17c7a

Empty
Genin
Empty
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos E5dcbc205b42d09e04747be213f17c7a

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 7/12/2021, 16:23


Por mais passivo que eu estivesse naquela situação, a forma que o bispo tratava Altria não me agradava nem um pouco e mesmo que eu tivesse interessado nas informações, eu não aceitaria que aquilo acontecesse.

—— Eu já falei para não tratar ela assim e qualquer coisa que tenha que acontecer a ela transfira essa punição a mim, bispo —— Pela primeira vez eu demonstrava certa irritação em minhas palavras, não era o tipo de pessoa que questionava os outros, mas eu tinha uma promessa feita para aquela garota e para cumpri-la eu não poderia deixar com que aquilo acontecesse —— Você disse que eu sou o escolhido por esse tal Jashin, tudo bem.... Mas deixe ela fora disso, essa é minha única condição, você entendeu? —— Minhas palavras seriam despejadas com um tom bastante sério, estava tentando negociar da melhor forma com aquele homem, pois da mesma forma que ele tinha interesse em mim, eu também tinha interesse na segurança de minha parceira.

Escutaria todas palavras daquele homem com muita atenção para obter qualquer informação interessante Parece que eles estão desesperados Conclui depois de alguns segundos e de certa forma isso me dava mais alivio, afinal eles precisavam de mim e eu não cederia isso sem algumas objeções.

—— Eu já falei, não me importo em participar disso, mas não envolva ela nisso, então antes de tudo peça para esse infeliz tirar essa lamina do pescoço dela —— Aquele seria meu único pedido, blefando ou não, eu não me importaria em fazer qualquer loucura pela segurança daquela garota, então não sentia medo do futuro.

Um enorme banquete fora servido na mesa, muitas carnes de diversos tamanhos, ao virar meu rosto para Altria percebia que a mesma aceitava a refeição e então eu faria o mesmo.

—— Agradeço pela comida! —— Aquelas seriam minhas palavras antes de começar lentamente a comer aquele alimento Não é tão ruim, mas também não é bom, o quê deve ser isso? Questionava-me enquanto mastigava lentamente alguns pedaços daquela carne, sendo um morador de rua não estava acostumado com tal luxo, então degustaria bastante da refeição.

—— Temos um trato, bispo? A segurança dela pela minha ajuda a vocês? —— Diria essas palavras em meio a algumas mastigadas, afinal ninguém lá estava sendo educado, então provavelmente não faria diferença.



hp: 225 ch: 225 sta: 03
Considerações:
Usados:
[Capítulo] ⬧ Os Cultos TqHE5wX

ItsHalno
Tokubetsu Jonin
ItsHalno
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos TqHE5wX

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 7/12/2021, 19:20



⬧ Os Cultos ⬧



Post: 09/11


Chome, desconhecendo a origem da carne misteriosa, e já tendo vivido muito tempo como morador de rua, tendo de se sustentar de alimentos muitas vezes podres, começou a devorar a carne, a qual o gosto e textura estranha não o desagradavam – quase como um transe, o garoto continuou a mastigar e engolir, as vezes quase se afogando.

Altria, por outro lado, ao momento que colocou a carne na boca se repudiou – não tinha como ter certeza do fato, mas algo bem no fundo de sua mente, com total certeza, iria lhe dizer, que isso se tratava de carne humana. Começaria a engasgar, como se algo se prendesse á sua garganta.

Os outros seguidores de Jashin alí no santuário interno templo pareciam, quase como se um interruptor fosse aceso, parar de se importar com os arredores. Completamente desassociados da realidade, continuavam a se alimentar, mas já não pareciam responder a estímulos externos.

O Bispo iria piscar um pouco, balançando sua cabeça – não iria responder os questionamentos de Altria ou Chome, mas iria dar uma pequena risada.
“Que... Peculiar.”

––––––––––

A visão de Chome iria começar a ficar mais escura e estreita, se focando á frente, até eventualmente não ver mais nada. Iria parar de sentir seu corpo, este sendo envelopado em uma sensação fria.

Por alguns momentos, Chome iria ver imagens – Morte. Assassinatos. Destruição. Fogo. Guerra. Milhares de corpos empilhados sobre os pés de um homem.

Este homem, Chome notaria, era uma versão mais velha dele.

Ferir


Chome poderia tentar olhar ao redor agora, mas somente iria ver a escuridão.

Consumir


Uma sensação de calor iria começar a envelopar o seu corpo.

Destruir


Quase como se chamas beijassem o seu corpo, Chome iria começar a ver um reflexo dele mesmo no éter de escuridão que ele está presente. Seu corpo agora completamente preto, com marcas brancas, fazendo um desenho macabro de um esqueleto sobre a pele do garoto.
Abaixo do garoto, um triangulo circunscrito, idêntico á aquele que ele havia visto na parede.
Á sua frente, a forma de Bispo Kurosoha, em seus joelhos, ensanguentado, implorando misericórdia.
Em suas mãos, uma Kunai coberta de sangue.

DOMINAR!


––––––––––

Altria iria observar enquanto Chome se alimenta, ele eventualmente iria completamente parar de se mover por alguns instantes, e então, retirando uma Kunai dos bolsos do homem sentado ao seu lado, que não reagia. O garoto iria permanecer completamente abstraído de tudo o que acontecia ao seu redor.

No próximo momento, Chome iria começar a fazer um corte na superfície de sua palma esquerda, desenhando o triângulo circunscrito que estes haviam visto inscrito nas paredes do templo em sua própria mão.

Somente após Chome terminar de fazer o símbolo é que este garoto iria retornar ao presente, quebrando o transe.

Enquanto isso acontece, Bispo Kurosoha assiste atentamente, sem fazer mais nenhum gesto ou movimento, com olhos esbugalhados e uma expressão perplexa em seu rosto. Os outros seguidores permanecem em um estado de transe – continuando á se alimentar da carne humana disposta sobre a mesa em sua frente.
- “Não... Não... Isto está errado... Isso não é Justo!”

Considerações:

[Capítulo] ⬧ Os Cultos CcrOjc5

Myrddin
Kazekage
Myrddin
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos CcrOjc5

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 7/12/2021, 23:24

A carne que eu havia consumido me deu ânsia. Meu paladar sabia o que era, mas eu não consegui acreditar, ainda que o sabor me dissesse o contrário, assim como minha mente. Um cuspe, seguido de ambas as mãos doloridas na garganta, segurando-a como se minha vida dependesse disso. O refluxo veio, e com ele, o vômito, no chão do ambiente, do lado daquele que outrora furou minhas mãos. Mas que porra… murmurei, observando aquele que me defendia com unhas e dentes comer também a carne. Pensei, por um instante, que o garoto ia sentir o mesmo repúdio que o meu, que vomitaria, e que sua saliva escorreria pelo canto da boca, mas, foi o contrário, ele se deliciou na carne humana, e entrou em transe alguns segundos depois, juntamente de todos os presentes na tumba. O que seria aquilo? Eu não sabia dizer, mas era algo qual eu poderia aproveitar.

É a minha chance… pensei, e agi. Um selo e cópias idênticas a mim apareceram, mimicando todos os meus movimentos a princípio: pular para trás e esconder-se no breu. Outro movimento, desta vez, porém, fora o de retirar os objetos laminados da bolsa que se encontrava em minhas costas: duas shurikens arremessadas, uma em direção ao homem que me alvejou, e a outra, em direção ao que estava ao seu lado, ambas visando a testa destes. Puxei uma kunai, pondo-a na destra e avancei com o máximo de minha velocidade e ódio, visando todos os inimigos presentes e próximos a mim. Claramente eu ainda mantinha a atenção redobrada para quaisquer movimentos contra mim para exercer uma defesa e não mais ser alvejada como outrora.

—— Chome! —— bradei após minhas ações, a exatos quinze metros do garoto, atenta, com o objeto em mãos. Vasculhei o ambiente com os olhos esmeraldinos, buscando algo para nos auxiliar na peleja que estava por vir contra o bispo Kurosoha, e caso achasse, faria deste um auxiliar para meus movimentos e golpes futuros. Esperava que, desta vez, Chome também ajudasse na investida contra os inimigos: vinte para dois, dez para cada. Talvez fosse árdua a batalha, ou talvez fosse algo simples: só os momentos seguintes explicitariam se nós sairíamos vitoriosos daquele embate ou sairíamos sem vida. Suspirei, erguendo o objeto na altura do queixo, aderindo a posição de combate para lidar com todos os Jashinistas presentes, incluindo o líder destes, Kurosoha: o bispo.

HP: 375/475, CK: 475/475

Esta: 1/4

Considerações:
Qualidades:

_______________________

[Capítulo] ⬧ Os Cultos 4sh18xd
[Capítulo] ⬧ Os Cultos E5dcbc205b42d09e04747be213f17c7a

Empty
Genin
Empty
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos E5dcbc205b42d09e04747be213f17c7a

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 8/12/2021, 14:11


Degustar aquela carne me trazia sensações jamais sentidas outras vez em minha vida, quase automaticamente sem conseguir controlar meu corpo, eu me tornava um daqueles que estavam comendo como animais na mesa.  Porém diferentemente deles, eu começava a sentir coisas estranhas em meio a alimentação, minha visão começava a se perder em uma imensa escuridão, sentia que não tinha nem mesmo mais controle de meu corpo e por fim um estranho frio que me envolvia por completo.

Quem é esse? Cabelos amarelos, meio magrelo, essa jaqueta branca... Pera aí, esse cara sou eu, mas por que estou tão velho? E por que isso tudo está acontecendo ao meu redor? Tantas mortes... Eu nunca quis isso, mas por que essa sensação é tão bom?  Eu preciso sentir isso novamente! Fiquei totalmente inerte em meus pensamentos no momento em que vislumbrei meu “eu” mais velho com um aspecto físico totalmente diferente, um corpo totalmente preto repleto de detalhes brancos que desenhavam uma caveira em meu corpo e em minha frente apenas era visto Kurosoha coberto de sangue implorando por sua vida.

Meu transe total foi parado por um ferimento que eu mesmo havia feito na palma de minha mão, o mesmo símbolo que era estampado nas vestes e paredes daqueles homens, aquela foi a deixa para que minha mente voltasse a pensar Percebam, eu não disse que meus pensamentos são os mesmo de antes.

—— Eu preciso sentir aquilo de novo... —— Discretamente eu diria isso e meus olhos seriam fixados diretamente no bispo, mesmo que inconscientemente eu sentia que precisava replicar aquela cena.

Começaria focando nos homens que ficavam na frente dele, tentaria os derrotar da forma mais rápida possível usando uma técnica que criaria pequenas bolas de fogo para serem expelidas em direção daqueles homens, focaria alvejar aqueles que não estavam sendo focados por Altria, continuaria minha ofensiva usando aquela kunai que estava em minha mão para avançar na direção dos homens que haviam sobrado (ou não) para finalmente tentar finaliza-los, também visaria me manter atenta a ofensivas para fazer defesas básicas com  aquela kunai.

Caso todos meus movimentos fossem efetivos, voltaria a fixar meu olhar no bispo, parecia que algo dentro de mim me ordenava executa-lo da mesma forma em que havia visto em meus “sonhos”

—— Você vai pagar pelo que fez com ela, seu desgraçado —— Apontaria meu dedo para o homem em uma espécie de julgamento —— Você vai provar de seu próprio veneno, será que realmente não tem medo da morte? —— Questionaria usando um tom totalmente diabólico.


hp: 225 ch: 200 sta: 02
Considerações:
Usados:
[Capítulo] ⬧ Os Cultos TqHE5wX

ItsHalno
Tokubetsu Jonin
ItsHalno
Vilarejo Atual
[Capítulo] ⬧ Os Cultos TqHE5wX

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado 9/12/2021, 02:32



⬧ Os Cultos ⬧



Post: 09/11


Antes, o local tão quieto desbarrou em caos completo – os Seguidores de Kurosoha que alí estavam presentes permaneceram em um transe por tempo suficiente para que grandes danos fossem feitos em seus números – O homem mais ágil, sentado ao lado de Altria, não foi nem capaz de se defender, e tanto ele quanto seu colega ao lado foram perfurados no crânio por Shurikens. Foram realmente golpes oportunistas que fizeram o melhor de um momento de distração, pois qualquer um que observasse os arremessos de Altria poderia notar que seu alcance e sua força não eram suficientes para lutar efetivamente. Ela não sabia se teria uma oportunidade igual á essa para fazer mais arremessos.

Já Chome, utilizando uma técnica do estilo Katon, realmente mudou a balança da batalha, com várias bolas-de-fogo miniatura se dirigindo á diversos alvos – nenhum dos sete que foram atingidos morreram no impacto, mas certamente estavam fora do jogo já que suas vestes, cabelos e carne começavam a pegar em chamas, e a sua reação demorada certamente iria impedir eles de apagar o fogo.

- “O QUE VOCÊS ESTÃO FAZENDO, SEUS RETARDADOS! ACORDEM!”

Finalmente, com o grito de Kurosoha, os outros doze seguidores que restavam saíram do transe, e em um momento de surpresa total, se encontraram completamente desprevenidos. Eles começaram a recuar para próximo de Kurosoha, criando uma espécie de barreira de corpos entre vocês e o bispo

- “VOCÊS VÃO PAGAR! VÃO SER TORTURADOS POR DIAS E NOITES! VOU DERRAMAR CADA GOTA DE SANGUE DE VOCÊS!”

Aparentemente não respondendo a provocação de Chome, o bispo sacou uma longa espada, fina e reta, que estava escondida em suas costas por suas vestes. Os outros seguidores prepararam suas armas, por sua vez, uma mistura de Kunais e Shurikens, e então as arremessaram em direção ao par de Genins.

Serão feitos 12 arremessos ao total, sendo 6 arremessos para cada um de vocês. Os arremessos terão uma velocidade de 10m/s, e cada acerto terá 25 pontos de dano.

Caso vocês tenham sucesso em evadir os ataques, eles se prepararão com adagas e Kunais, ficando em posições defensivas, 6 em cada lado da mesa (á aproximadamente 15 metros), com Bispo Kurosoha mantendo sua posição ao centro dos dois grupos ao fim da mesa (á aproximadamente 25 metros). Neste momento, 3 do lado mais próximo á Altria iriam se aproximar a 6m/s, chegando ao alcance dela em 2.5 segundos, e então irão tentar ferir a garota diretamente, cada um fazendo um golpe com a Kunai que, caso não seja desviado, irão causar 30 pontos de dano cada.

Caso estiverem prestando atenção, irão notar que Bispo Kurosoha fez alguns selos de mão, e então começa a desenhar um circúlo ao redor de seus pés – vocês não fazem a mínima ideia do que se trata isso, mas Chome reconhece o símbolo de sua visão, onde viu ele abaixo de seus pés.

Considerações:

Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Capítulo] ⬧ Os Cultos - Publicado

Resposta Rápida

Área para respostas curtas

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte