:: Área de Mudanças :: Centro de Melhorias :: Treinamentos de Fillers
O Dia Mais Claro
Arco 02
Ano 13 DG
Verão
Com o fim da guerra em Oto, o mundo estava se reajustando uma vez mais. Embora se vendo como inimigas, as Cinco Grandes Nações se reergueram novamente, cada uma à sua maneira. Suna e Iwa ainda se mantinham sem Kages, e em cada uma um conselho de alto nível foi formado. Em Kumo, Kagaya focou em deixar seus ninjas mais poderosos e passou a exigir deles ainda mais comprometimento em batalha. Kaden, mesmo emocionado com a difícil vitória, levou novas esperanças à sua vila, Konoha, e, aliviado pela renúncia de Kamata ao posto de Senhor Feudal, via na nova Senhora do Fogo uma forma de deixar tudo que aconteceu em Oto enterrado em Oto, para que todos seguissem em frente, para o futuro. Em Kiri, Jyu apresentou um novo investimento, e, agora, a vila investia na área cientifica, trabalhando com engenharia genética e mecânica; um jovem engenheiro, Moira O'Deorain, lançava um produto que alavancaria Kiri e todo o mundo ninja, sua nova criação: “Vita”. Ao mesmo tempo, saindo das sombras, a organização privada HYDRA se apresentava ao mundo, investindo pesado em tecnologia e criações para torná-lo um lugar melhor.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Oblivion
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Salvatore
Salvatore é parte da comunidade de RPG narrativo desde meados de 2013. Conheceu o Akatsuki nessa época, mas começou a fazer parte como jogador ativamente em 2021, sempre com muita dedicação e compromisso com o fórum. Hoje, atua no fórum como narrador e administrador, focado nas partes administrativas do ON. Fora do fórum se considera um amante de futebol, adora cozinhar pratos exóticos e é estudante de Engenharia Civil.
Salvatore#1234
Sr. L
Sr.L apelido recebido pelos players do fórum, devido ao seu sobrenome Sinhorelli, joga em fóruns narrativos desde 2010. Encontrou o Akatsuki no final de 2020, mas manteve-se ativo no início de 2021. Desde então se empenhou como player e se sentiu na obrigação de ajudar os demais e hoje auxilia o fórum como Narrador, Moderador e Administrador. Fora do forum, trabalha e possui formações acadêmicas, voltadas a área de gestão de pessoas.
Sinhorelli#1549

鬼灯 イラゲツ

Iragetsu
Chūnin
Iragetsu
Vilarejo Atual
鬼灯 イラゲツ

[Filler] Ataque à casa de banho - Publicado 10/7/2021, 18:49

— Se eu o pegar por aqui novamente, irei cortar você em pedaços, moleque. — o segurança da casa de banhos deveria ter ao menos dois metros de altura. Na entrada do recinto, ele expulsava um certo Genin que estava escondido a espiar a área feminina.

— Você pode tentar se quiser. — Iragetsu mostrou o punho fechado, enquanto andava em direção a saída.

Já era fim da tarde. Nos arredores da aldeia da Névoa, vários estabelecimentos costumavam receber seus clientes por aquela hora. Boa parte da freguesia das casas de banhos e casas de chá eram formadas dos viajantes que se deslocavam, fosse na direção da vila ou para fora dela. Obviamente, alguns consumidores daqueles serviços e produtos podiam ser mais fiéis que outros. No caso do jovem Hōzuki, não era incomum que ele se disfarçasse para frequentar essas áreas, fosse para beber, o que na sua idade seria inadmissível, como para espionar garotas no banho. Claro que com tanta frequência, boa parte das casas já conseguiam sacar suas estratégias, o que fazia com que ele fosse descoberto mais rapidamente. Naquele dia, ele estava a espionar mulheres por entre uma brecha do muro que dividia as áreas, até ser pego pelo segurança citado. Dentre os estabelecimentos, aquele em específico tinha o costume de fazer jogos de azar, geralmente clandestino, entre comerciantes do país da Água. E por isso, não era incomum que certas confusões acontecessem, vez ou outra. Foi o caso daquela tarde.

— Ninguém sai daqui! — exclamou um homem de idade na frente da casa, impedindo a saída do Genin. Ao lado do estranho, diversos homens, todos armados com espadas, o acompanhavam-no, embora não parecesse que nenhum fosse ninja.

— Veio me defender, coroa? — questionou Iragetsu, antes do velho retirar uma katana e empunhar na direção do rapaz. — Eita, se é pelas espiadelas, eu juro que foram rápidas, não precisamos partir para a violência. — o garoto pareceu estar em um tom irônico, embora o ameaçador não percebesse isto.

— Takuma-San, o que quer aqui? — o segurança erguia os punhos, enquanto as pessoas que estavam no corredor principal, corriam gritando.

— Vim pegar o dinheiro que seu mestre roubou de mim. — o homem, cujo nome pareceu ser Takuma, estava furioso, ao tempo que os seis capangas dele também.

— Foi uma aposta, você perdeu. Não há nada para você aqui. — aquele que protegia a casa de banhos pareceu nervoso. Um outro velho se aproximou, desta vez vindo pelos fundos.

— Mas que droga está acontecendo aqui, que gritaria é esta? — o comerciante era o senhor daquele estabelecimento, ele portava roupas de pele nobre e parecia ter uma aparência inofensiva.

— Você me roubou, Genzo. Sabe muito bem disto. — Takuma empunhou a lâmina na direção do dono da casa. — Ontem eu não podia contestar, pois estava sozinho. Mas hoje trouxe os guerreiros de minha família. Quero que me pague cada centavo, ou nós iremos matar todos aqui. — as palavras pareceram amedrontar quem ouvia, embora Iragetsu tratou de pegar sua garrafa de saquê e beber.

— O que faremos, mestre? — o segurança questionou, sem portar qualquer arma.

— Será que não dá pra vocês decidirem isso logo? Estou com vontade de comer um lamén. — o Genin fez pouco caso da situação, fazendo seus ameaçadores perderem a calma.

— Essa criança será a primeira, Genzo. O sangue dela correrá em suas mãos. Me pague tudo, agora! — exclamou Takuma, apontando a espada para o pescoço do rapaz.

— Se eu sair vivo, Takuma, colocarei uma recompensa de mil ryous sobre sua cabeça, verme asqueroso. — o comerciante parecia relutante em atender as exigências do inimigo.

— Eu acabo com todos eles por três garrafas de Habushu. — a fala do shinobi fez todos ali olharem para ele. — Tá bom, duas. — o rosto de Genzo, surpreso apenas balançou positivamente.

O Genin então chutou o agressor, lançando-o na direção dos comparsas, todos fora da porta. Ele puxou sua Tōken e sorriu. Embora parecesse desprovido de senso comum, Iragetsu não permitiria uma chacina de inocentes por ali. Outro ponto a se destacar é que se todos morressem, ele teria menos uma casa de banhos para beber e espiar. Talvez esse segundo motivo fosse ainda mais forte.

Levantando do chão, os espadachins trataram de partir na direção do rapaz. O primeiro deles lançou um golpe lateral, que visava atingir o pescoço do garoto, mas o ninja utilizou a lâmina de sua espada para bloquear. Com um giro rápido de quadril, movimentou-se para o lado direito do inimigo e tentou acertá-lo em um ataque de cima para baixo, mas o oponente também bloqueou. Os demais adversários tomaram posição e cercaram Iragetsu. Dois deles avançaram e com duas estocadas pelas costas, acertaram o garoto, fazendo seus defendidos se espantarem. Entretanto, as duas lâminas pareceram atingir nada mais que água, dando oportunidade para o shinobi girar sua Tōken e acertar o peito de ambos, em um golpe giratório. O ataque, porém, não os matou.

— Esse moleque é bom! — o segurança se mostrou surpreso com o golpe e não pareceu que estava ameaçando-o alguns minutos antes.

Os bandidos permaneceram ao ataque, lançando uma sequência de golpes que fez Iragetsu recuar, saltando no chão e afastando-se com uma acrobacia. Em um momento daquela evasiva, uma espada ainda raspou sobre seu rosto, que novamente foi salvo graças a seu famoso Jutsu de Hidratação. Aproveitando-se do espaço, o Hōzuki deu um gole em sua garrafa de água, respirando fundo na sequência. Era sua vez de atacar.

Com toda sua velocidade, que não era anormal, ele foi em direção até o centro dos oponentes. Dois giros rápidos de perna e ele golpeou a um com potentes chutes. Os demais reagiram, novamente atacando-lhe e mais uma vez, fazendo o shinobi recuar com uma evasiva. Iragetsu então balançou o corpo e saltou, perfurando o ombro de um deles naquele movimento. A batalha voltou a se tornar intensa e os oponentes atingiram o rapaz em três lugares de uma vez, perna, abdômen e pescoço. O Suika conseguiu deixar os golpes, que foram simultâneos, inofensivos. Com o espaço adquirido por aquilo, o Genin transpassou sua Tōken sobre o pescoço de um, eliminando este de uma vez. Os demais pareceram se enfurecer com o assassinato e tentaram a todo custo agarrar o rapaz, que escorregou no chão e tomou distância novamente. Iragetsu bufou, demonstrando um certo cansaço.

— Acho que não consigo acabar com todos vocês sem me esforçar de verdade. — o ninja sorriu de forma maliciosa, vendo os oponentes tomarem posição novamente. De seus pés, água começou a escorrer, formando uma pequena poça sob o jovem. — Bem, vocês me obrigaram a isso. Jutsu Balão de Água! — exclamou o Genin, fazendo bolhas se erguerem daquela pequena piscina formada ante ele.

Assim que se ergueram, os balões de água partiram na direção dos inimigos que haviam restado. Quando elas encostaram neles, uma grande explosão de água aconteceu e eles foram lançados ao chão violentamente. O trauma era devidamente forte, uma técnica que poderia causar sérios danos aos atingidos. Caídos, alguns deles ainda demonstravam consciência, mas assim que viram Iragetsu sem nenhum ferimento, lançaram mão de suas armas e se renderam.

— Iremos embora, Genzo, mas não ache que não iremos voltar. — Takuma levantava-se com dificuldades, imaginando que ainda poderia ameaçar aqueles cidadãos.

— Sejamos sinceros, houve alguma trapaça? — questionou o ninja ao dono do estabelecimento.

— Takuma é conhecido por ser um péssimo perdedor. Não existiu nenhum roubo a ele. — Genzo parecia confiante em sua própria palavra. — Ele perdeu boa parte do dinheiro da família no jogo, por isso criou essa mentira, para que sua casa não o visse com desonra.

— Entendo. — o ninja caminhou na direção do velho bandido. — Isso é verdade? — questionou, enquanto Takuma apenas olhou para o lado, sem responder, consentindo uma provável verdade. — Leve seus homens para casa, se eu o ver por estas bandas novamente, irei matar a todos. — Iragetsu então voltou até o corredor da casa de banho, pegou duas garrafas de licor de cobra e sem dar qualquer satisfação partiu, degustando a bebida pelo caminho.

Considerações:
- Tentativa de ganhar 100 pontos de status.
- Palavras: 1334

Jutsus:
Jutsus Ofensivos:
Mizu Fūsen no Jutsu
Rank: B
Requerimentos: Suika no Jutsu
Descrição: Depois de usar a Suika no Jutsu para formar uma piscina de água em seus pés, o usuário então produz bolhas que flutuam para cima a partir do solo. Estas são, então, lançadas em alvos com tal velocidade e força que eles podem causar trauma, já que tem uma grande força de contusão.

Jutsus Defensivos:

Suika no Jutsu
Requerimentos: Ser Hōzuki
Descrição: Por liquefazer o corpo à vontade, esta técnica torna impossível receber danos de ataques físicos. De um único fio de cabelo para a pele e os músculos, tudo pode ser liquefeito e solidificado à vontade. Seja para evitar um ataque inimigo durante uma batalha de curto alcance, para se infiltrar em uma estrutura, ou para lançar um ataque surpresa em um estado liquefeito, esta técnica apresenta um valor estratégico. Com isso, o usuário também pode re-moldar partes do seu corpo para situações adequadas. A única maneira de conter um usuário dessa técnica é a de trancá-los em um recipiente hermético para que eles não possam se mover. Quando o usuário passa para fora, ele se transforma em um estado gelatinoso. Uma vez que esta técnica transforma o corpo em água, o usuário é vulnerável a técnicas de relâmpagos, como afirma Suigetsu quando ele foi preso pela Espada de Darui, imbuída com a eletricidade.

Curingas:
-

Invocações:
-

Preparo:
-

Passivos:
-

Ativos:
-

Status:
Iragetsu Hōzuki
HP: 225|225
CH: 175|225
ST: 000|003

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Filler] Ataque à casa de banho - Publicado 11/7/2021, 01:40

Situação: Aprovado.
Considerações: Devo dizer que me diverti muito lendo esse Filler, do início ao fim, sua interceptação do personagem permaneceu coerente aos aspectos apresentados em ficha e seguiu sem nenhum problema quanto as considerações. Enfim, parabéns pelo ótimo filler!
Recompensas: 100 Pontos de Status.

Resposta Rápida

Área para respostas curtas