:: Mundo Ninja :: Mapa Mundi :: Konohagakure no Sato :: Hospital|Laboratório
Alvorecer
Arco 04
Ano 17 DG
Verão
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

[Cena] — A Alienista URkFDZ9

Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista URkFDZ9

[Cena] — A Alienista - Publicado Seg 14 Set 2020 - 0:56


Narrador: Lollipoppy

Chamado

@ALLEN WALKER

Aonde estaria Sarutobi Shin?! Essa seria uma resposta que apenas o mesmo poderia responder. Entretanto, naquele início de noite teriam duas coisas que ele facilmente perceberia, sendo a primeira que estava bastante frio a ponto de todos os habitantes de Konohagakure no Sato estarem trajando vestimentas para se aquecer, e a segunda era um pequenino animal aos seus pés.

Era um animal bastante fofo e simpático, que todos amam: uma aranha-caranguejeira. Ela era grande, do tamanho da cabeça do ninja, possuindo várias pernas e olhos fofos!!! Era tão fofa que possuía até uma capa com “Keep Calm And Read The Scroll” bordado na mesma. E em suas patas dianteiras estava segurando um pergaminho. Ela então correria rapidamente deixando o pergaminho ali para o jovem. Caso ele realmente tentasse ler, perceberia que de fato era para si.



Boa Noite,

A Doutora Melt precisa das suas qualificações para resolver problemas internos. Sabemos que podemos contar com você, então caso queira ajudar, nos encontre na recepção do Hotel Califórnia, próximo ao Hospital de Konohagakure no Sato.

PS: Caso queira também uma oportunidade de emprego, temos para faxineiro, e precisa de poucos requisitos!
1 – Possuir menos de 20 anos.
2 – Ter no mínimo 35 anos de experiência na função.
3 – Nunca ter participado de algum esquema de pirâmide.


Bom, e com isso, parecia que Shin possuiria algumas coisas para fazer naquela noite. O que seria?! Só saberia vendo. O nome era muito diferente, um Hotel, que nem era muito conhecido, mas com sua localização era fácil de encontrar.

Seria quinze minutos de caminhada, e veria sim uma placa do local. Era uma fachada verde, com grandes janelas e uma pequena escadaria de cimento que levaria até as portas gigantescas amadeiradas da entrada.

Portas tão grandes e pesadas, que precisariam um pouco de força para abrir, mas o ninja conseguiria, caso tentasse. Depois das portas ele veria um grande salão de piso ladrilhado entre cores verdes e brancas, o piso era liso e aparentemente molhado, sendo que na sua direita tinha uma placa de “Cuidado, piso molhado!”. Já a sua frente parecia uma sala de espera, cheia de cadeiras aparentemente desconfortáveis e também verdes, e após as cadeiras um grande balcão com três guichês e três mulheres.

A mulher da esquerda, era uma mulher alva, de porte médio, e com cabelos lisos acinzentados que chegavam até a altura dos ombros. Ela até que tinha uma idade considerável, deveria te entre trinta e cinco a quarenta anos. E possuía um olhar amistoso até demais, ela era bastante desinibida, piscando para Shin enquanto sorria.

A mulher do centro era morena, fina e bastante magra. Ela possuía cabelos longos também acinzentados, e era bastante jovem, sendo aparentemente mais nova que Shin. Ela estava com um olhar mais reflexivo e cansado, e possuía uma expressão de sono.

Já a mulher da direita era alva e baixinha, devendo ter 1,50 de altura. Ela mal conseguia ficar na cadeira sentada, estava desconfortável, mas era até que fofa e delicada. Seus cabelos eram acinzentados, como das outras duas, mas estava preso em marias-chiquinhas. Ela possuía um olhar bastante meigo, e dava até que um sorriso tímido para Shin.

As três estavam trajadas de um uniforme parecido com enfermeiras, só que de cor verde. E no balcão possuía o nome delas, sendo a da esquerda, do centro e da direita com os respectivos nomes de Alice, Aline e Anastácia.


Considerações:
Post 1/5
[Cena] — A Alienista Dani10

Allen
Genin
Allen
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista Dani10

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado Seg 14 Set 2020 - 18:10


Status:
HP: 950/950
CH: 1200/1200
ST: 04/04
Vel: 14m/s

Bolsa de Armas (20):
Kunais: 05[1]
Shurikens: 05[1]
Kibaku Fuuda: 20[1 a cada 4]
Kemuridama:05[1]



Invocações:
Estilo de Luta:
 
Técnicas Utilizadas:
Adendos:


  A noite caia na folha, banhando de negrume as ruas da vila. As pessoas agasalhadas começavam a se preparar para mais uma noitada daquelas. Shin estava retornando para casa depois de um longo dia de missões e alguns trabalhos ajudando oss habitantes da folha.
A poucos metros de casa, Shin se deparou com um animal estranho e temido por algumas pessoas. Era uma aranha diferente das que ele ja havia visto na floresta. Essa era maior que as demais e trajava algo que lembrava uma capa. Em kanji Shin conseguia ler ass palavras Keep Calm and reed the scroll. Era uma aranha mensageira pelo que havia ficado claro. Ela estendeu uma perna para o jovem de cabelos negros que agora esvoaçavam com a brisa que soprava. Shin se abaixou, fazendo um carinho nas costas da aranha, pegou o pergaminho e o leu. - Ao pegar o pergaminho, a aranha saiu dorrendo deixando Shin alí sozinho.
Ele leu o pergaminho percebendo que alguém precisava de sua ajuda. Independente de quem fosse, Shin a ajudaria com certeza. Era parte do seu dever como ninja da folha e como herdeiro da vontade do fogo.

Quinze minutos depois, Shin estava diante de um grande letreiro que dizia "HOTEL CALIFORNIA". Ele subiu a pequena escadaria de concreto até as grandes portas. Respirou por um segundo antes de escancará-las usando um pouco de força para fazê-lo. Shin se deparou com um vasto salão com cores verde e branco. O chão era ladrilhado e havia um pequeno aviso que dizia que o chão estava molhado. Com cuidado para não escorregar, Shin adentrou o recinto ido em direção a três balcões com três mulheres  distintas entre sí. Uma mais velha que Shin ao que parecia, uma que não era  tão mais nova que ele assim e uma terceira que era baixinha, tímida e aparentava ser a mais nova de todas alí. Shin observou atentamente cada uma delas e com uma certeza crescente ele se aproximou da garota de cabelos longos que estava no meio.

_ Boa noite... Meu nome é Shin e acabei de receber um ultimato para estar aqui. Alguém precisando de ajuda, uma tal de Doutora Melt. POde me ajudar?!

 

Considerações:
[Cena] — A Alienista URkFDZ9

Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista URkFDZ9

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado Seg 14 Set 2020 - 19:35


Narrador: Lollipoppy

Porta de Vidro

@ALLEN WALKER

O jovem então andou cuidadosamente em direção ao grande balcão, sendo questão de segundos. Era uma recepção, e ali seria um bom local para ter mais informações, e fora o que ele tentou. Enquanto ele andava facilmente percebia a mulher da esquerda sorrindo mais e mais, ela era totalmente desinibida, já a da direita a cada passo ficava mais e mais vermelha, era o oposto da do outro lado. Enquanto isso a do centro em momento nenhum mudava sua reação, apenas bocejando, bastante cansada.

O menino se apresentou, e enquanto falava a mulher saia do seu leve cochilo. Ela bocejava, enquanto pegava um pequenino caderno e começava a folhear. Ela folheava e folheava, sem parar.


— Shin!!! — Disse parando de folhear. — Meu nome é Aline, sou a recepcionista. Então, a eu não tenho todos os detalhes, mas posso checar aqui se a Doutora possui um horário livre... Um momento. — Respondia fechando o pequenino caderno, e pegando outro ao seu lado, e começou a folhear... — Dia... — E ia apontando. — Oh, ela estará livre daqui a pouco...

Ela então se levantava, e saia do balcão. Ela andava com seus sonolentos passos desmotivados, e ia em direção a uma porta a direita do grande balcão que estava fechada. Aline retirou de seus bolsos um molho de chaves, que era grandes e todas verdes, existia uma chave estrelada, uma chave em forma de “x” e uma outra chave em forma de “v”, já a última era uma chave sem forma em sua ponta, apenas retangular com todas as arestas polidas. Ela pegou a chave em forma de “v” e abriu a porta.

— Vamos! — E convidativamente chamava Shin, para passar pela porta.

Caso ele acompanhasse, seria bastante tranquilo, visto que os passos dela eram lentos até demais. O que ele veria após aquela porta?! Um grande corredor, com o piso complemente branco, e as paredes junto do teto verdes. Existiam várias portas, só que todas de aço, bastante polidas e sem nenhum sinal de enferrujamento, e claro não dava para ver o que estava após essas portas, mas em todas existiam bastante gritos.

O corredor era bastante iluminado, e era largo, tendo sua largura medida em cinco metros, o teto estava a três metros do chão, e já o comprimento... Era de cerca de vinte metros.

Ela andaria até que se depararia, à esquerda, com uma escadaria em formato de caracol que subia. Os degraus eram todos pintados de verde, e eram espaçosos, sendo somente um desastrado para tropeçar. Para onde aquilo levaria?! Para um segundo andar... E a escadaria continuava, assim como Aline, que ia para o terceiro andar, aonde a escadaria tinha seu fim.

A mulher então entrou em um novo corredor, idêntico aquele que o ninja tinha andado recentemente. E no final tinha uma sala, que era o único canto que não possuía uma porta de aço, e sim de vidro totalmente transparente. A sala era pequena, que continha o piso de madeira, as paredes brancas, junto do teto branco. Existia uma grande mesa, de vidro, com uma grande cadeira acolchoada que estava posta de um lado, e do outro lado duas cadeiras giratórias acolchoadas.

Na grande mesa, era possível ver várias e várias pastas. Além de vários porta-retratos cheio de fotos de uma mulher bastante magra, de pele branca e olhos grandes azulados. Com cabelos longos que deveriam chegar a tocar o solo, e que continham os fios púrpuras. Eram várias fotos, em todas estavam essa mulher, em poses fotogênicas, e com um sorriso estampado no rosto. Ao lado dos porta-retratos, possuía uma placa com “Dra. Meltryllis”.

Nas paredes, existiam vários e vários quadros, muitos informativos, mostrando bastante sobre a mente humana e sua composição, mas na parede atrás da cadeira solitária estava uma grande placa acinzentada que continha um pouco mais sobre a Doutora. Listava vários e vários certificados, que Shin provavelmente não deveria se quer conhecer, com nomes longos e extensos, e no fim tinha uma assinatura de um nome que poderia ser desconhecido para o ninja, mas que era bastante conhecido não somente na vila, mas em vários outros cantos. E para finalizar, estava uma imagem daquela mulher, só que vestindo uma beca negra com uma fita que a amarrava de cor azulada. E embaixo de tal imagem, estava “Doutora S. Meltryllis”.


— Essa aqui é o consultório dela, logo ela chegará. Pode esperar por aqui, que será muito bem atendido. — Aline dizia enquanto encostava a porta de vidro. — Vou voltando para a recepção, qualquer coisa, pode ir lá e me chamar! Boa sorte!

E assim ela deixou. Não tinha muito o que fazer, apenas cadeiras, pastas, placas e do outro lado dava para se notar que a mesa possuía embaixo várias gavetas. Shin conseguiria por causa da porta ter visão de todo o corredor, e teria noção quando a enfermeira se fosse, ela iria e ninguém estaria no corredor.

Considerações:
Post 2/20
[Cena] — A Alienista Dani10

Allen
Genin
Allen
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista Dani10

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado Seg 14 Set 2020 - 20:16


Status:
HP: 950/950
CH: 1200/1200
ST: 04/04
Vel: 14m/s

Bolsa de Armas (20):
Kunais: 05[1]
Shurikens: 05[1]
Kibaku Fuuda: 20[1 a cada 4]
Kemuridama:05[1]



Invocações:
Estilo de Luta:
 
Técnicas Utilizadas:
Adendos:


 A  mulher se apresentou e  logo eless começaram a se dirigir ao local onde Shin esperaria pela Doutora. Eles passaram por uma porta trancada e chegaram em um corredor largo. Haviam muitas portas nesse corredor e varios gritos podiam ser ouvidos. Isso assustava um pouco o jovem, mas nada que fosse muito preocupante. Eles subiram uma escada até o segundo andar. Por fim eles chegram em uma sala com porta de vidro e dentro dela haviam alguns quadros de uma pessoa e uma identificação da mesma. Era a médica que Shin encontraria. A mulher disse para que ele esperasse alí e saiu, o deixando sozinho na sala.
Sobre a mesa haviam algumas pastas que Shin se sentiu tentado em abrir, mas se conteve. Olhou em volta e resolveu se sentar e aguardar pela doutora para que pudessem conversar á respeito da ajuda. Tudo esstava silencioso, quando uma voz quebrou o silêncio, deixando o encomodado.

_ Olha, olha o que temos aqui?! Não quer mesmo dar uma olhadinha nessas pastas Shin? Vavmos lá, não seja um maricas e me prove que é digno de controlar esse corpo!
- Shin não sabia de onde estava vindo a voz e isso o estava asssustando, mas ela continuava a soar dentro de sua cabeça tão audível quanto os passos da moça quando estava dixando-o ali na sala.
_ Não tem problema. Daqui a poucos instantes eu terei a minha chance de brilhar. Basta ser um pouco paciente e você acabará cedendo aos meus impulsos maravilhosos e a minha sede! Little Brother!

O silêncio reinou novamente na sala. Era apenas Shin e a solidão imininente daquela sala vazia.

 

Considerações:
[Cena] — A Alienista URkFDZ9

Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista URkFDZ9

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado Ter 15 Set 2020 - 2:27


Narrador: Lollipoppy

Chegada

@ALLEN WALKER

Sozinho apenas em aparências, mas o jovem Shin estava acompanhado. Se sua companhia era muito boa ou não, somente o jovem quem poderia responder. Sem saber de onde e quem era, apenas esperou sozinho pela presença da doutora.

E sua silenciosa espera fora recompensada, com pesados passos que vinha do corredor. Estava longe, mas dava-se para notar aquela figura franzina e de cabelos que tocavam ao solo gentilmente arrastando sem deixar traços púrpuras, mas não seria isso que chamaria a atenção do ninja de Konohagakure no Sato, e sim o conceito diferente de vestimentas daquela mulher. Ela trajava calças negras e sapatos da mesma cor, junto de um casaco que era preto com vários detalhes brancos, sendo o capuz do casaco tendo detalhes alaranjados, uma descrição normal, mas se facilmente daria para se notar que ela vestia um casaco de um pinguim.

A mulher-pinguim, abriu a porta e com seus olhos vazios andou até sua cadeira fitando o menino e as pastas. Ela se sentou, e rapidamente pegou as pastas, guardando-as em uma das gavetas, como se não ligasse muito para a presença do garoto. Até que ela então cruzou as pernas, e colocou um óculos escuros em sua face. No meio de uma sala, e de noite?! Será que tinha tudo isso um sentido?! Bom, a mulher fitava o menino, e de sua garganta uma pergunta fora feita.


— Quem é você?! — E sua voz em tom sério falava.

A mulher estava ali, sim ela estava, mas existia uma coisa que não tinha presença: aquele sorriso. O que estava tão estampado em várias fotos, naquela mulher parecia nunca ter existido.


Considerações:
Post 3/20
[Cena] — A Alienista Dani10

Allen
Genin
Allen
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista Dani10

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado Ter 15 Set 2020 - 11:44


Status:
HP: 950/950
CH: 1200/1200
ST: 04/04
Vel: 14m/s

Bolsa de Armas (20):
Kunais: 05[1]
Shurikens: 05[1]
Kibaku Fuuda: 20[1 a cada 4]
Kemuridama:05[1]



Invocações:
Estilo de Luta:
 
Técnicas Utilizadas:
Adendos:


  Tudo estav tranquilo de mais, silencioso de mais e Shin se  sentia sozinho de mais. Estaria ele a sós alí realmente? Quem era aquela voz que  ele ouvira instantes atrás? Ele não sabia responder a essas perguntas, tão pouco faria real esforço para resolvê-lo. Ele estava ali por um motivo, ajudar uma pesssoa necessitada. O segundos foram se estendendo parecendo intermináveis horas. Shin estava ficando sonolento mesmo ouvindo pesados passos atrás de sí. A cadência do caminhar era como o tique de um relógio muito grande. Foi embalando Shin de maneira profunda até que mais uma vez aquela voz soou em sua cabeça.
_ Isso Shin... Descanse seus pesados olhos. Imagine que está flutuando em uma mar de sabe se lá o quê! Apenas durma... Eu... Estou... Chegando...
Tudo silenciou novamente apesar dos passos ainda puderam ser ouvidos se aproximando cada vez mas. Shin estava com os olhos fechados, cabeça baixa com a testa apoiada em seus dedos indicadores das mãos levemente fechadas cocmo em uma prece. Era como se ele meditasse profundamente.
A porta se abriu atrás de sí e os passos agora mais proximos que nunca. A mulher se sentou diante de Shin em sua própria cadeira, sacou um par de óculos e os colocou na face. Sua voz então quebrou todo aquele sinlencio.

Shin abriu os olhos lentamente e pousou seu olhar na mulher diante de sí. Ela era identica a mulher das fotos que ele estava vendo mais cedo, tirando a parte do sorriso. A mulher de óculos estava carrancuda como sse nunca tivesso sorrido na vida. O olhar de Shin beirava o sadismo e um sorriso meio torto surgiu de sua boca antes que ele respondesse...
_ Quem somos nós? Isso é uma boa pergunta... - A voz suave e tranquila de Shin agora era mais gutural e incisiva. Havia um peso diferente naquelas palavras.- _ Pensei que você soubesse quem somos doutora. Afinal de contas você nos solicitou ajuda e estamos aqui para ajudar. Seja lá o que precise que façamos.
Shin fitou ela de cima a baixo prestando atenção aos detalhes das vestimentas da mulher e de sua expressão. Beirava a curiosidade. Ele sorriu mais uma vez e cruzou os braços. As pernas ja estavam cruzadas anteriormente. Ele suspirou e com a mesma voz gutural e incisiva... _ Eu me chamo Shira, e o meu irmãozinho aqui é o Shin! Ele não sabe da minha existência e prefiro deixar como está por hora, mas tivemos um probleminha e agora precisamos dividir esse corpo aqui! Não é tão mal assim, é forte, rápido mas... essa parte é melhor deixar para lá. - Bom quando meu irmãozinho acorda ele provavelmente não sse lembrará de nada, então, acho que vou me divertir bastante antes que isso aconteça. - Já me apresentei e acabei falando mais que devia, mas sei que a senhora doutora não vai dar com a lingua nos dentes! Caso contrário, terei que me divertir um pouco com a senhora também. - Shira sorriu diabolicamente, então finalizou. _ Então Doutora... Qual o real motivo de nossa convocação?! Não acredito que seja para limpar esse manicômio, seria?!

 

Considerações:
[Cena] — A Alienista URkFDZ9

Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista URkFDZ9

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado Ter 15 Set 2020 - 15:20


Narrador: Lollipoppy

Missão

@ALLEN WALKER

Aquele tempo solitário acabou deixando o menino fora de controle, se Shin fosse quem realmente estava no controle da situação, agora não era mais ele, era um amigo oculto que estava lá. O menino respondia a tal indagação com outra indagação, mas a expressão da mulher a ouvir a pergunta estranha, não fora de desentendimento, pelo contrário, fora de completo entendimento. Mesmo assim ele explicou, e ela deu total atenção para ele, dando bastante relevância ao que seus olhos viam e seus ouvidos escutavam.

— Bem-vindo ao Hotel Califórnia, creio que aqui é um local encantador. Nós somos programados para acolher, temos ótimas instalações... Então claro que se quiser diversão, creio que aqui é o melhor local para você. — Ela respondia encarando-o. — Contudo. — Ela deu uma pausa. — Creio que isso não seja o motivo de estar aqui, como você mesmo disse, eu te chamei, então eu deveria dar uma razão de você estar nesse local aqui e agora. — Ela então abriu uma de suas gavetas, retirando uma pasta. — Nara Arisu, uma mulher de classe média em Konohagakure no Sato, mãe de três filhos. Ela possuía um marido de Rank Ninja Jōnin, uma família linda... — Então a mulher abriu a pasta. — Até que em uma tarde, fora encontrado próximo ao lado os três filhos mortos afogados, e depois fora descoberto que ela que tinha matado os próprios filhos. Então ela adentrou ao Hotel Califórnia, ela precisava de nossa ajuda, até que... Ela sumiu. — E a Doutora devolveu a pasta para sua gaveta. — Você diz que eu preciso de você, então acho que seria isso. Uma investigação, mas... — Ela então bateu palmas.

Então alguém abriu a porta. Era um homem, alto, com uma grande cicatriz na altura dos olhos. Ele possuía cabelos curtos negros, vestia um elegante terno negro, e tinha em seu pescoço um pingente prateado. O homem andava com uma expressão de poucos amigos, e encarava a todos.


— O Hotel California é muito longo, e muito extenso. Uma busca seria demorada, talvez dias, talvez semanas, quanto mais gente melhor. Esse é Aule, ele irá te ajudar. Algum problema quanto a isso?!

O homem encarava, até que então ele falou.

— Basicamente uma busca?! Podemos ver os laudos dessa mulher?! Ter mais informações?! — Ele perguntou para a Doutora.

— Questão de laudos não, mas de informações sim. Eu poderia ajudar, mas falta tempo. Deixo a deixa de irem até a recepção, lá existem pessoas que podem ajudar bastante sobre vários detalhes.

E ela respondia com seu olhar frio.

Considerações:
Post 3/20
[Cena] — A Alienista Dani10

Allen
Genin
Allen
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista Dani10

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado Ter 15 Set 2020 - 15:45


Status:
HP: 950/950
CH: 1200/1200
ST: 04/04
Vel: 14m/s

Bolsa de Armas (20):
Kunais: 05[1]
Shurikens: 05[1]
Kibaku Fuuda: 20[1 a cada 4]
Kemuridama:05[1]



Invocações:
Estilo de Luta:
 
Técnicas Utilizadas:
Adendos:


  A mulher não pareceu chocada com o que estava acontecendo com Shin/Shira naquelemomento. Ela explicou algumas coisas e por fim bateu palmas. Um homem com uma cicatriz apareceu na sala. Ele tinha cabelos curtos e era alto. Sua cicatriz chamou por fim a atenção de Shira que o olhava intrigado. A mulher lhe questionou se seria algum problema eles sse juntarem para uma investigação mais rápida de certa forma. Shira se virou para a mulher e com o mesmo sorriso diabólico que apresentara maiss cedo, respondeu.
_ Bonitão ele não?! Não terei problema algum em dividir meu tempo e espaço com ele, desde que ele não entre no meu caminho. - Shira se virou para a mulhere, voltando sua atenção para ela. _ Não terei problema algum em matá-lo caso eu julgue que ele é indigno de minha presença... espero que isso fique bem claro. Não matei o Shin ainda por quê não sei o que acontecerá com esse corpo caso um de nós morra, logo, não tenho problema em encontrar outras maneiras  de apaziguar essa frustração.
As palavras de Shira eram frias e duras, mas não com real intuíto. Ele queria ver o que o homem faria e se realmente poderia ajudá-lo. Shira não gostava de atrasos ou de pessoas que o attrasassem e faria o que fosse necessário para que seus objetivos fossem concluídos com sucesso e não d eixaria nada nem ninguém se por em seu caminho mesmo que isso significasse total extermínio.
Shira se levantou e com um  gesto caprichoso levou a mão esquerda ao colar prateado que o homem tinha no pescoço, se aproximou de seu ouvido e de maneira que  inclusive a doutora ouvisse, ele continou.
_ Receio que não teremos problemas quanto a isso, teremos Aule?! - Shira soltou o colar e acariciou a face do homem pousando finalmente sua mão sobre o peito dele por cima do belo terno negro. _ Odiaria ter que estragar esse belo rosto e esse seu magnífico corpinho! Agora se nos dá licensa senhora... Acho que temos algumas pessoas para encontrar na sua recepção. À propósito, meu chamo Shira.

Shira passou primeiro pelo vão da porta em direção à recepção, esperando que Aule o seguisse para que dessem continuidade ao inicio da investigação. Ele não sabia ao certo o que encontrariam ou quais respostas eles conseguiriam com isso, mas uma missão dada é sempre uma missão cumprida, ele dizia para sí mesmo. - No corredor, Shira sorriu mais uma vez sem se virar para Aule e disse com a mesma voz gutural de antes, tentando manter o ar de autoridade. Ele não se importava com o que iria acontecer a seguir, mas não poderia deixar nem mesmo Shin esstragar seus planos. Era uma questão de princípios, or mais mesquinhos que fossem.
_ Escuta aqui Aule, só mais uma coisinha... Caso  meu irmãozinho acorde, poderia por gentileza lhe explicar o que estará acontecendo?! Garanto que ele não vai entender bem o que aconteceu já que a ultima coisa que ele vai se lembrar vai ser de estar naquela sala esperando pela doutora antes de cair no sono. Não quero que nem mesmo ele noss atrapalhe em nossa empreitada. Precisamos dessvendar  esse mistério e ele é mais que capaz de nos ajudar nissso. Possos contar com você?!

O restante do caminho Shira não dissse mais nenhuma palavras. Apenas caminhou até a escadaria que dava acesso ao andar inferior onde a recepção se encontrava. Por fim chegaram ao local.

 

Considerações:
[Cena] — A Alienista URkFDZ9

Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista URkFDZ9

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado Ter 15 Set 2020 - 20:24


Narrador: Lollipoppy

Porta Trancada

@ALLEN WALKER

O ninja de Konohagakure no Sato aparentemente gostou bastante da proposta, e não seria da proposta em si, mas de Aule. E entre um pouco de ameaças, ele até que concordou. O ninja perguntou se poderia matar o de terno, caso ele não fosse à sua altura. A mulher olhou refletindo.

— Nenhum problema, aqui isso nunca será um empecilho. — Ela responderia, enquanto o homem apenas olhava friamente para tudo que estava sendo dito.

O ninja de Konoha se levantou, aproximando de Aule, deixando o homem de cabelos curtos bastante incomodado e desconfortável, mas ele nada falava. E um misto de flerte com ameaça fora feita, o homem só encarava.

Ambos partiram para a recepção, com Shira falando sobre seu irmão. Aule olhava bastante confuso, sem entender muito, mas acenava com a cabeça.


— Tudo bem, informarei quando encontrar esse seu irmão. — Respondeu em um tom mais sério, enquanto andavam pelo corredor.

Fora então que ele deixava Shira ir na frente enquanto acompanhava. Eles andavam lentamente até a recepção, e chegando lá a porta estava trancada, mas o barulho da maçaneta fez com quem uma recepcionista ouvisse.


— Um momentinho... — E a voz distante se aproximava. — Quem é?! — A recepcionista perguntou.

Considerações:
Post 4/20
[Cena] — A Alienista Dani10

Allen
Genin
Allen
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista Dani10

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado Ter 15 Set 2020 - 22:18


Status:
HP: 950/950
CH: 1200/1200
ST: 04/04
Vel: 14m/s

Bolsa de Armas (20):
Kunais: 05[1]
Shurikens: 05[1]
Kibaku Fuuda: 20[1 a cada 4]
Kemuridama:05[1]



Invocações:
Estilo de Luta:
 
Técnicas Utilizadas:
Adendos:


  Todo o caminho até a porta que separava o corredor da recepção foi bastante tranquilo e silencioso. Aule concordara em contar tudo para Shin quando ele aparecesse e definitivamente ele não sabia o que esstava acontecendo alí. A resspiração de Shira ficou masi ofegante que o normal e ele teve que enconstar a mão na parede para não cair no chão. Seu corpo começou a ficar pesado, era como se fosse desmaiar a qualquer momento.
_ Droga, está começando de novo. Foi mais rápido qo que eu imaginei que seria. - Ele olhou para Aule dando um ultimo sorriso enviesado quando ouviu uma voz atrás da porta pedindo para esperar um momento... Ele apagou.

"** — Quem é?! —**"(...)
A voz da mulher acordou Shin de seu sono profundo. Ele estava com a mão na parede e de frente para uma porta que não sabia como havia ido parar alí. Às suas costas havia um homem alto de cabelos curtos e uma cicatriz no rosto. Shin levou a mão ao rosto. Sua testa estava suada e sua boca seca, como se acabasse de atravessar um deserto escaldante. Ele se aproximou um pouco mais da porta, sua voz estava trêmula mas mantinha o tom sereno e amigável.
_ Sou eu... Shin!
O garoto esperou que a mulher abrissse a porta, tentando entender o que estava acontecendo alí. Ele se virou para o homem e com um sorriso tímido e amedrontado, disse:
_ Olá senhor! Meu nome é Shin e vim ajudar uma Doutora. Eu estava na sala dela a pouco tempo... Como necessáriamente eu cheguei aqui?! Eu me lembro de ter fechado o olho e, bam... Acordei aqui! Como isso é possivel!? O senhor me trouxe aqui enquanto eu estava desacordado? - Sagoh abaixou a cabeça envergonhado. Estava embaraçado de mais para olhar o homem nos olhos. _ Outra coisa... Quem é você?! Já nos conhecemos?

Shin então ficou alí, parado. Ele aguardava uma resposta do homem e da mulher atrás da porta.

 

Considerações:
[Cena] — A Alienista URkFDZ9

Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista URkFDZ9

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado Qua 16 Set 2020 - 14:22


Narrador: Lollipoppy

Fresta da Porta

@ALLEN WALKER

— Shin?! — A mulher então perguntava um pouco desconfiada, até que resolvera abrir a porta. A mulher era Anastácia, que olhava pela fresta da porta reconhecendo Shin e Aule. — Ah, sim, pois não?!

E abriu.

Era para tudo sair normalmente, para Aule, mas o que o homem não esperava era a reação de Shin. O homem de terno se virou e fez uma careta de total estranhamento quando viu seu companheiro perguntando coisas bastante simples, e que tinha acabado de fazer. Ele viu o garoto perguntar aonde estava a doutora, como chegou ali e quem era o homem de cabelos negros.


— Sou eu, o Aule! Seu companheiro. — O homem tentou responder. — Acabamos de sair da sala da Doutora, estamos atrás de Nara Arisu, se lembra disso não?! — O homem então perguntou.

— Está tudo bem?! — Anastácia perguntava. — Deve ser o stress, ocorre muito por aqui umas vezes. — Ela tentava entender os motivos do esquecimento de Shin. — Nara Arisu... Esse nome me é familiar...

Considerações:
Post 5/20
[Cena] — A Alienista Dani10

Allen
Genin
Allen
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista Dani10

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado Qua 16 Set 2020 - 14:58


Status:
HP: 950/950
CH: 1200/1200
ST: 00/04
Vel: 14m/s

Bolsa de Armas (20):
Kunais: 05[1]
Shurikens: 05[1]
Kibaku Fuuda: 20[1 a cada 4]
Kemuridama:05[1]



Invocações:
Estilo de Luta:
 
Técnicas Utilizadas:
Adendos:


  Aquela noite estava ficando ainda mais estranha do que Shin poderia sequer imaginar. Primeiro ele havia desaparecido misteriosamente de onde estava e agora ele ouvia que havia chegado alí sozinho e acompanhado por uma pessoa que dizia já conhecê-lo. A atendente lhess disse quepoderia ser o estresse daquele lugar e talvez ela estivesse certa. Shin não e lembrava de ter conhecido a doutora e o rapaz atrás de sí, Aule, mas resolveu que acreditaria no que eles estavavm dizendo. Ele tinha uma missão e deveria cumpri-la, não importa o que acontecesse.
_ Desculpe a falta de tato... - Começou Shin, com a voz tranquila e delicada de sempre. - _ Eu tenho estado sobre muito estresse ultimamente. Me desculpem os dois!
Shin coçou a cabeça meio sem jeito e abriu um sorriso envergonhado. Sacou um cigarro de ssua hip-pouch e o acendeu, dando uma longa tragada. Ele soltou a fumaça na direção do teto enquanto organizava suas ideias. Sua cabeça estava uma bagunça naquele momento.
_ Como meu companheiro Aule acabou de dizer, nos estamos procurando por essa pessoa. Nara Arisu! Você poderia nos informar tudo o que pudermos saber à respeito? É algo muito importante, eu suponho... - Shin deu mais uma tragada no cigarro. Soltando novamente a fumaça para o alto. - _ Esse local é bastante misterioso e grande pelo que consegui notar. Há alguma chance dessa pessoa estar aqui em algum lugar?

Shin terminou seu cigarro e se calou. Ele olhou para Aule e para Anastacia em seguida. Aule parecia não estar entendendo o que estava acontecendo alí tanto quanto o proprio Shin. - Ele levou a mão esquerda à sua cabeça, ela recomeçara a doer novamente. Era uma dorzinha aguda e chata na altura da têmpora; uma voz soou à sua volta novamente e Shin a procurou assusstado. Ela não vinha nem de Aule ou de Anastacia.
_ Irmãozinho tolo... Não consegue nem se lembrar das coisas que faz quando eu estou no comando?! Você não passa de uma criança tola e sonhadora... Nunca passou pela sua cabecinha oca que uma hora ou outra eu acabarei por tomar completamente o controle desse corpo?! É melhor se preparar Shin... Eu estou voltando!
Shin caiu com os dois joelhos no chão. Um baque abafado ecoou pelo corredor. Suas duass mãos agora estava na cabeça e ele novamente recomeçara  a suar. O suór escorria pela lateral de seu rosto e pingava metódicamente no chão.
_ Vocês  ouviram isso?! Ele disse que está voltando e que tomará o controle. Quem é ele?! De quêm é essa voz que me atormenta?! Eu não consigo entender por que isso está acontecendo comigo!

 

Considerações:
[Cena] — A Alienista URkFDZ9

Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista URkFDZ9

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado Qua 16 Set 2020 - 17:14


Narrador: Lollipoppy

Ele?

@ALLEN WALKER

A falta de memória era algo estranho não somente para Shin, mas para Aule também. O homem olhava sem entender, parecia que era outra pessoa ali ao seu lado. Mesmo assim, o menino perguntou sobre essa tal Nara Arisu.

— Ela é uma paciente nossa, bastante quieta pelo que eu me lembre, ela fica hospedada no segundo andar do subsolo. Sala 202. — Anastácia falava, duvidando se realmente era isso. — Bom, vou pegar um canhoto, para vocês entregarem para os seguranças, caso ocorra algo, um momento.

E ela saiu deixando Shin e Aule no corredor.

— O que você acha disso tudo? — Aule perguntou para Shin, esperando por alguma resposta.

Ele estava esperando, a mulher já estava voltando, mas fora que o menino caíra ficando ajoelhado, sem nenhum motivo. Ele segurava sua cabeça, Aule se desesperou.

— HEY! ESTÁ TUDO BEM? — Aule gritou tentando ver o que tinha ocorrido.

A recepcionista também se aproximou, muito sem entender o que estava acontecendo. Já o menino falava sobre ele, quem seria ele, ninguém conhecia.


— Mas ninguém falou nada... — Anastacia respondeu.

— Ele? — Aule se questionava, e olhava para tudo isso como se tudo estivesse bastante errado. — Só está eu, você e essa recepcionista, não tem mais ninguém aqui.

Ele falou, com receio do que poderia ocorrer.

Considerações:
Post 6/20
[Cena] — A Alienista Dani10

Allen
Genin
Allen
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista Dani10

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado Qui 17 Set 2020 - 13:07


Status:
HP: 950/950
CH: 1200/1200
ST: 00/04
Vel: 14m/s

Bolsa de Armas (20):
Kunais: 05[1]
Shurikens: 05[1]
Kibaku Fuuda: 20[1 a cada 4]
Kemuridama:05[1]



Invocações:
Estilo de Luta:
 
Técnicas Utilizadas:
Adendos:


  _ Claro que não tem mais ninguem aqui! Bobinho... Meu irmão acaba de ir, novamente!!

Shin se levantou e olhou para os dois.  O mesmo sorriso torto e a atitude mesquinha de outrora. Shira estva mais uma vez no controle.
 _Tudo está maravilhosamente bem, eu suponho já que estou o controle mais uma vez e meu querido irmãozinho Shin, vai dormir mais um pouco. Pode parecer estranho mais, vocês entenderão um dia!

Shira caminhou até Anastácia. Seu olhar frio e autoritário e seu desejo por sangue gritando em suas veias. Ele acariciou o cabela da mesma em um ato tranquilo e provocante, assim como fizera com Aule minutos atrás.
_ Eu não estava aqui, mas pude ouvir o que você disse sobre nossa queria desaparecida...Subsolo, sala 202, não é mesmo?! Mas me diga, qual a probabilidade de ela não estar aqui?! Estou começando a  desconfiar que nossa querida amiga perdida, está mais perdida do que possamos imaginar.

Shira sorriu, diabolicamente para a mulher. Um sorriso assustador e sádico que só ele conseguia produzir. Ele então se voltou para Aule, com o canhoto entregue pela mulher em mãos! Se aproximou do ouvido de Aule cmo fizera antes, mas dessa vez sem tocá-lo e de maneira que só ele conseguisse ouvir, disse.
_ Respondendo a sua pergunta anterior, antes do chilique do meu irmãozinho... Não estou nada confortável com essa situação! Eu acho que devemos começar a ser mais cautelosos de agora em diante... Não que eu me preocupecom você, claro... mas não suportaria falhar na minha missãod e achar essa mulher por causa da sua morte, já que você me parece um companheiro respeitável e uma ajuda agradável. Agora se pudermos ir...

Ele voltou a cabeça para Anastácia, ainda sorrindo...
_ Qual a direção que devemos tomar minha cara? Para conseguir chegar a esse local?!

Shira ,então, seguiria a direção apontada por Anastácia, visando chegar à sala 202 no subsolo.

 

Considerações:
[Cena] — A Alienista URkFDZ9

Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista URkFDZ9

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado Qui 17 Set 2020 - 17:05


Narrador: Lollipoppy

Segundo Andar

@ALLEN WALKER

— Co-como assim?! — Aule realmente não entendia nada, nem a enfermeira. — Okay... — Eram coisas diferentes, irmão, controle, alguém, vozes? Então Aule ficava sem entender.

A enfermeira olhava para tudo aquilo, e via o menino ajoelhado se levantar indo em sua direção. Ele era bastante invasivo, fazendo-a ficar com um pé atrás, ele queria mais informações, aparentemente.


— Eu sou apenas a recepcionista, eu não desço, eu apenas subo. — Respondeu, mostrando um canhoto com algumas palavras, era coisa simples. — 100% de estar aqui, mesmo que a pessoa se vá, ela sempre volta para cá. — Respondeu.

O menino pegou o canhoto e foi em direção a Aule, que via a mudança drástica do menino e não entendia muito. Ele apenas escutou e viu depois a resposta da enfermeira.


— Para chegar ao subsolo, é simples, pegando uma escadaria você chega lá. É no final do corredor à direita, lá terá um corredor. — E apontava para frente. — Ela ficaria esperando os meninos tomarem alguma ação.

Caso eles fossem até a escadaria, achariam fácil, seria uma escadaria caracol que apenas descia. Ela era bastante grande, e a medida que descia dava para escutar mais e mais gritos, e a escuridão apenas aumentava, e o ar diminuía.

Eles passariam pelo primeiro andar do subsolo facilmente e chegariam até o segundo andar, a escadaria continuaria mostrando que tinha mais andares para baixo. No segundo andar, seria um corredor que nem os outros, com as mesmas portas de aço, só que ali existiam pessoas, todas vestidas com roupas verdes.

Próximo a escada estava um homem, careca com os olhos arregalados. Ele falava sempre a mesma frase, uma frase estranha, mas as outras pessoas ali não ligavam para o que era dito.


— Se eu piscar, o mundo explode. — Ele dizia.

Próximo a ele, estava uma mulher séria que apenas observava. E não demoraria muito para ela perceber Shira e Aule.


— Quem são vocês? — Ela perguntaria.

— EU AVISEI! EU AVISEI! — Uma voz vindo do fundo do corredor gritava.

Considerações:
Post 7/20
[Cena] — A Alienista Dani10

Allen
Genin
Allen
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista Dani10

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado Seg 21 Set 2020 - 18:14


Status:
HP: 950/950
CH: 1200/1200
ST: 04/04
Vel: 14m/s

Bolsa de Armas (20):
Kunais: 05[1]
Shurikens: 05[1]
Kibaku Fuuda: 20[1 a cada 4]
Kemuridama:05[1]



Invocações:
Estilo de Luta:
 
Técnicas Utilizadas:
Adendos:


  O mistério continuava... A mulher citou a direção que deveriam tomar e assim o fizeram. Primeiro Shira seguido por Aule. Eles caminharam até o final do corredor e viraram à esquerda, logo depois seguiram por mais um corredor e no final do mesmo havia uma escadaria em caracol que aparentemente só descia. Antes que pudessem descer, Shira se virou para  Aule, com o mesmo ar autoritário de antes, deixando bem clara a diferença entre as duas personalidades que compunham aquele corpo.
_ É o seguindo senhor cicatriz... Ela disse que é 100 por cento certeza que ela está aqui, ja que eles sempre voltam... Não entendi muito bem o que ela quis dizer, mas uma coisa é certa tudo está ficando muito estranho e não estou falando de mim! Vamos dobrar a cautela a partir desse ponto e caso eu veja algo que não goste pode ter certeza que vou partir pra cima sem pensar duas vezes. Estamos entendidos?! Dê o seu melhor e não fique no meu caminho.
Shira se virou para a escada e começou a descer.

No segundo andar, Shira se deparou com uma cena bem peculiar, ele diria. Haviam pessoas trajando uma roupa verde e pela primeira vez algo veio a sua mente... "Uma escada que só desce". Seriam aquelas pessosas pacientes ou prisioneiros do lugar? Shira e Aule estariam ou não se dirigindo para algo muito perigoso além da compreensão dos dois?!
Uma mulher os questionou quando alcançaram o piso do andar numero 2. Shira se impertigou e a encarou sério.
_ Quem é você para querer saber quem somos nós?! Que lugar é esse?! Mas ja que perguntou. - Shira sorriu diabólicamente... - _ Eu sou  o coelhinho da páscoa e essse aqui é meu amigo Fada madrinha! Quem são vocês e o que fazem aqui?!
Shira estava incomodado com alguma coisa alí e dependendo da resposta dada pelas pessoas que o olhavam ele talvez conseguisse descobrir algo.
A escada ainda descia mais para baixo e não era possível ver o fim dela. Era preciso descobrir se tudo não passava de uma armadilha, antes de continuar descendo.

 

Considerações:
[Cena] — A Alienista URkFDZ9

Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista URkFDZ9

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado Seg 21 Set 2020 - 21:30


Narrador: Lollipoppy

Gritos Mudos

@ALLEN WALKER

— Ah claro, Senhor Coelho da Páscoa e Senhora Fada Madrinha. Que honra saírem do sexto andar e virem até aqui... — A mulher começaria sua resposta. — Como assim se esqueceu quem sou?! Sou a Mamãe Noel, a mulher responsável por esse andar. Se tiverem alguma coisa aqui, melhor falar, se não... — Ela então sorriria. — Se não, teremos que mostrar nossas hospitalidades!

— SE AFASTEM DA 202! EU AVISEI! EU AVISEI! — E aquela voz no fundo do corredor gritava mais e mais, mas a mulher que estava próxima a Shinra e Aule ignorava.

A voz gritava até que parava seus gritos, caso o menino tentasse olhar, veria que a figura, dona da voz, estaria deitada no corredor. Algo tinha acontecido.


— Ele avisou... — Então a mulher que se autodenominara Mamãe Noel começaria a rir.

O corredor ficou em silêncio, e poucas figuras próximas estavam, sendo que todas sérias, menos o homem próximo a escada que estava com olhos arregalados.

Ele não piscava.


Considerações:
Post 8/20
[Cena] — A Alienista Dani10

Allen
Genin
Allen
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista Dani10

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado Seg 21 Set 2020 - 21:46


Status:
HP: 950/950
CH: 1200/1200
ST: 04/04
Vel: 14m/s

Bolsa de Armas (20):
Kunais: 05[1]
Shurikens: 05[1]
Kibaku Fuuda: 20[1 a cada 4]
Kemuridama:05[1]



Invocações:
Estilo de Luta:
 
Técnicas Utilizadas:
Adendos:


  _ Quem bom... Todos normais a final de contass! Ms o que está contecendo com esse lugar?! - Disse Shira encarando a mulher, depois continuou... _ Estamos procurando por uma mulher, o nome dela é Nara Arisu. A doutora nos mandou investigar. Aqui... Olhe.
Shira então mostrou o pedaço de papel que Anastácia lhe entregou mais cedo... Tudo ia bem quando uma pontada aguda na cabeça de Shira o fez cabalear para o lado, se segurando no corrimão da esscada, ele suspirou e Shin veio à tona novamente.
_ O quê?! Quem são vocês?! - Disse Shin encarando a mulher e os demais que estavam à ssua frente. Ele deu uma boa olhada em volta e viu que Aule estava atrás dele, ainda na escada.
_ Aconteceu de novo não Aule-san?! Como viemos parar aqui?! - Shin levou a mão a cabeça e balançou-a negativamente como se tentasse se livrar de algo em sua cabeça. _ Quer saber de uma! Não importa como eu vim parar aqui! Provavelmente masi cedo ou mais tarde eu descobrirei o que tem de errado comigo. Não se preocupe.

Shin voltou o seu olhar para a mulher e mostrou novamente o papel que tinha nas mãos. _ Provavelmente a senhora é a responsável por esse andar, mesmo que eu não saiba como vim parar aqui! Poderia me dizer se sabe alguma coisa de Arisu Nara?! Estamos procurando ela, mas, tenho a impresão que já lhe disse isso! - Shin coçou a cabela abrindo um sorriso envergonhado. Seus olhos pousaram no homem que não pisacava e com um arrepio na coluna ele perguntou.
_ TEm alguma coisa errada com aquele homem?! Por quê ele não pisca?! E por quê aquela pessoa está caída no chão?! Que lugar é esse?!
Shin finalizou seus questionamentos. Ainda encarava a mulher à sua frente e permanecia com o braço esticado lhe mostrando o papel.

 

Considerações:
[Cena] — A Alienista URkFDZ9

Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista URkFDZ9

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado Seg 21 Set 2020 - 23:11


Narrador: Lollipoppy

Porta da Sala

@ALLEN WALKER

— Hmm... — A mulher então pegou o que o homem entregou. Ela olhou por bastante tempo, e depois guardou em seus bolsos o que fora lhe entregue. — Deveria ter mostrado isso antes, vamos!

Fora então que Shin simplesmente percebera aonde estava. Um outro local diferente, com um homem próximo falando sobre não piscar. A mulher não ligava, já Aule ficava olhando meio torto para a situação.

— A gente só andou?! — Ele tentou explicar, mas a explicação era tão besta. Ele olhava sem entender, talvez estivesse do lado de um doido, ele poderia pensar, porém, apenas tentava explicar. — Estamos atrás de Nara Arisu, esqueceu disso?! — Então ele escutou o menino dizendo que uma hora descobrirá o que está de fato acontecendo, e respirou aliviado. — Assim espero, está bastante estranho isso. E estamos em um canto não tão bom para essas coisas ocorrerem...

Quando ele falou isso a mulher então sorriu, e começou a rir quando o menino questionou novamente sobra Nara Arisu.

— Coelhinho da Páscoa, você anda meio esquecido, cuidado... — E ria mais.

A mulher começava a andar pelo corredor, até parar de frente a uma porta. O menino questionou sobre o homem caído e sobre o homem que não pisca, Aule até que tentaria responder, mas o homem que não pisca fora mais rápido.


— Porque se não o mundo se explode! — E ele arregalava mais os olhos.

— Vamos cara, é seguir ela, vamos! — Aule então começou a andar, se aproximando da mulher.

Já o menino poderia seguir, caso seguisse notaria que estaria de frente a sala 202. O que veria lá dentro?! Nada, apenas um piso braço e paredes esverdeadas, só que teria algo escrito na parede da direita “5 = 2 + “, além disso teria vários símbolos iguais. Sendo tais símbolos um grande círculo com um quadrado circunscrito.


Considerações:
Post 9/20
[Cena] — A Alienista Dani10

Allen
Genin
Allen
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista Dani10

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado Seg 21 Set 2020 - 23:54


Status:
HP: 950/950
CH: 1200/1200
ST: 04/04
Vel: 14m/s

Bolsa de Armas (20):
Kunais: 05[1]
Shurikens: 05[1]
Kibaku Fuuda: 20[1 a cada 4]
Kemuridama:05[1]



Invocações:
Estilo de Luta:
 
Técnicas Utilizadas:
Adendos:


  A mulher pegou o papel das mãos de Shin e começou a guiá-los para algum lugar. Aule começava a demonstrar preocupação com Shin e o lugar onde estavam.
_ Eu me lembro da grande maioria das coisas Aule-san... não se preocupe. Você será o unico a saber sobre mim daqui em diante. Mantenha sua cautela. Está fazendo um ótimo trabalho. - E sorriu para Aule amigavelmente. Verdadeiramente expressando gratidão pela preocupação do companheiro.
Eles continuaram andando até que por fim chegaram  a uma sala. Pelo que se podia notar, era a sala 202. Shin olhou para dentro do local e na parede havia algo que o chamou a atenção. Era uma espécie de calculo inacabado e o que pareciam ser circulos dentro de quadrados espalhados pelas demais paredes. Shin ficou confuso mas aquela equação era tão facil que algo dentro de sí gritava... "ISSO É UMA PEGADINHA... SÓ PODE SER."
Shin adentrou o quarto olhando para as paredes, se aproximou da equação e a tocou com a mão esquerda. Olhou para Aule e sorriu.
_ Isso só pode ser brincadeira Aule-San. Por favor, permaneça ai... não entre. - Shin correu os olhos pela sala novamente e se lembrou do homem que estava caido gritar um aviso. Para ficar longe da 202, mas Shin fizera o contrário e agora estava na sala 202... Tudo era tão confuso e estranho que o garoto se sentiu em casa, dados os ultimos acontecimentos.

_ Isso seria necessáriamente "3", levando em consideração que  Dois mais Três é igual a Cinco... Você ai, ressponsável por esse andar. Quem fez isso com as paredes?! E por quê me trouxe aqui afinal de contas? Onde está Arisu Nara?
Shin tocava cada um dos simbolos espalhados pela parede, era tudo tão enigmático que a qualquer momento ele esperava que uma porta se abrisse ou outra passagem qualquer caso tocasse o símbolo correto.

 

Considerações:
[Cena] — A Alienista URkFDZ9

Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista URkFDZ9

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado Ter 22 Set 2020 - 11:59


Narrador: Lollipoppy

Segredos

@ALLEN WALKER


Sala 202

Cinco é igual a dois mais três, o jovem Shin rapidamente percebia isso, enquanto Aule ficava mais atrás, no corredor esperando e vendo uma outra pessoa levar o corpo daquela figura caída.

Quando Shin falou sobre dois mais três ser igual a cinco, Aule escutou, e ficou um pouco pensativo sobre isso. Na verdade, ele não viu a ordem da equação, e utilizou a fala do menino como base para algum pensamento. Alguma pista, ele pensou, seria algo relacionado com alguma coisa, mas o que seria?!


— Seria isso um número de sala?! Existe a Sala 235?! — Ele perguntou para a mulher, que balançava a cabeça negativamente. — Então estamos na estaca zero... — E voltava a refletir sobre os números.

O menino olhou os símbolos e os tocou. Eram pequenos, estranhos e muito frequentes naquele cômodo, a tinta escarlate não era fresca, mas exalava um cheiro de ferro.

A mulher escutava os questionamentos de Shin, e olhava sem entender para tudo aquilo.
— Creio que fora a última hóspede... A Nara, antes dela estava tudo normal, e ninguém de nós fazemos essa balburdia.

O menino continuava tocando os símbolos, mas nada acontecia. Até que em um dos momentos ele perceberia que estava saindo um som oco da parede. A parede naquele ponto tinha uma textura diferente do resto do cômodo, era mais aparentando uma madeira um pouco amolecida.


* * *
Corredor do Segundo Andar

Aule então começou a olhar para o homem que dizia que não podia piscar, e se aproximou dele, quando chegou ao lado apontou. — Porque esse homem está aqui fora? — Questionou a mulher sobre isso.

A mulher então se aproximou de Aule, se distanciando de Shin.


— Esse é o novo morador do 202, mas ele não quer ir para lá... Então deixamos ele aí fora, ele é inofensivo...

Aule ficou intrigado, mas em nenhum momento tinha avistado tal homem se movimentar.

— Porque ele não quer ir para lá?! — Questionou novamente.

— Porque o 202 é um cômodo muito silencioso. — Ela dera uma resposta ríspida e se virou.

Aule não entendeu o que ela queria dizer, mas deu seu último questionamento.


— Se os “moradores” mudam de quarto, então essa tal Nara, ela morou em outros aposentos?

— Sim, em mais dois aposentos...

— Quais?! — Aule ficou intrigado.

— Apenas a Doutora que pode lhe dizer, isso não diz respeito as minhas permissões.

E ouvindo essa resposta, Aule ficaria mais frustrado e sem entender. Queriama ajuda, mas não davam muitas informações. Ele ao longe esperaria pelo seu companheiro.

Considerações:
Post 10/20
[Cena] — A Alienista Dani10

Allen
Genin
Allen
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista Dani10

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado Ter 22 Set 2020 - 13:28


Status:
HP: 950/950
CH: 1200/1200
ST: 04/04
Vel: 14m/s

Bolsa de Armas (20):
Kunais: 04[1]
Shurikens: 05[1]
Kibaku Fuuda: 20[1 a cada 4]
Kemuridama:05[1]



Invocações:
Estilo de Luta:
 
Técnicas Utilizadas:
Adendos:


  Shin percebeu que havia algo estranho naquela parede no momento em que um som oco emanou dalí ao seu toque. Era uma textura diferente das demais. Ele então deu algumas batidas na parede mais sólida e por fim deu três batidass na parede com a texttura diferente. Havia algo alí com certeza. Ele então tentou precionar aquela parte da parede esperando que algo acontecesse. Caso não conseguisse ele tentaria, sacando uma kunai, arrancar aquela madeira que ali estava.
_ Aule, eu acho que encontrei algo. Chame a doutora e peça que venha até aqui. Talvez ela saiba o por quê de isso está diferente. Não é normal as paredes terem duas texturas diferentes... Acho que estamos próximos de descobrir algo aqui, mas precisamos agir logo, não s e sabe o que pode acontecer com ela caso  não nos apressemos.

Ainda dentro do quarto, Shin observava atentamente  tudo aquilo. A sequencia de numeros deveria dizer algo a eles. Talvez fosse o numero de um quarto mas ele ouvira Aule perguntando se havia um quarto 235 mas a resposta fora negativa.
_ Que tal quarto 523 ou 325, existe algum quarto com essas numerações?! - Shin coçou a cabeça intrigado. _ Qual as numerações dos dois quartos onde a Nara esteve?! Talves cheguemos a uma resposta.


 

Considerações:
[Cena] — A Alienista URkFDZ9

Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista URkFDZ9

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado Ter 22 Set 2020 - 20:23


Narrador: Lollipoppy

Segredos II

@ALLEN WALKER

Fora então que ele tentou pressionar para ver o que era que tinha ali, mas fora em vão. Só conseguiu retirar a madeira quando pressionou com sua kunai. E quando retirou uma lasca de madeira, percebeu um buraco com um pergaminho dentro. Era um pergaminho longo, e não estava lacrado, e ele possuía um nome bem inusitado “Senhor do Tempo e o Senhor do Espaço”. O que teria dentro? Só saberia se abrisse.

O menino então chamou Aule, mas o seu companheiro estava tão distante que nem escutou, já a mulher também estava distante. Fora então que a mulher apareceu e ficou fuçando o que estava ocorrendo na sala, ela não vira o pergaminho de cara, mas poderia ver caso Shin mostrasse.

Já Aule então se aproximou.


— Acho que devemos voltar para a sala da Doutora, não dizem nada por aqui, descobriu algo novo? — Ele questionou.

Considerações:
Post 11/20
[Cena] — A Alienista Dani10

Allen
Genin
Allen
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista Dani10

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado Ter 22 Set 2020 - 22:32


Status:
HP: 950/950
CH: 1200/1200
ST: 04/04
Vel: 14m/s

Bolsa de Armas (20):
Kunais: 05[1]
Shurikens: 05[1]
Kibaku Fuuda: 20[1 a cada 4]
Kemuridama:05[1]



Invocações:
Estilo de Luta:
 
Técnicas Utilizadas:
Adendos:


  _ Não! Nada novo. Ainda estamos na mesma. - Respondeu Shin para Aule. A responsável pelo andar ainda não havia visto o pergaminho dentro da parede e Shin preferia que assim permanecesse. Ele olhou para Aule e deu uma piscadela, logo prosseguiu. _ Você poderia acompanha-la Aule em um passeio pelos corredores desse andar?! Gostaria muito que descobrisse se há alguma sala 523 ou 325. Eu vou dar mais uma checada por aqui e falar com o atual dono desse quarto. Se não sse importarem de me deixar a sós com ele, eu agradeceria.

Shin esperaria eles saírem do quarto e então retiraria o pergaminho da parede e o colocaria em sua Hip-Pouch... Se aproximaria do atual inquilino do quarto 202 e apenas pediria pra ele não dizer nada a ninguém, ou o mundo poderia realmente explodir. Ele então sairia do quarto e tentaria abordar Aule e a Mulher nos corredores. Agradeceria a hospitalidade da mesma.
_ Obrigado por tudo... Poderia nos dizer quais os ultimos quartos que a Nara que estamos procurando ficou?! Depois de olhá-los, acho que retornaremos à sala da Doutora. Ela vai ficar desapontada, mas é o melhor que podemos fazer agora.  
Shin então caminharia até a escadaria. Esperaria Aule se aproximar e o questionaria para onde deveriam ir à seguir.
 

Considerações:
[Cena] — A Alienista URkFDZ9

Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista URkFDZ9

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado Qua 23 Set 2020 - 15:43


Narrador: Lollipoppy

Andares

@ALLEN WALKER

Aule então começou a andar pelo corredor, junto da mulher. Era um corredor extenso, mas todas as salas começavam com 2, não tinha nenhuma 523 ou 325, sendo a última sala dali a 225. O homem então voltaria com a mulher para esperar Shin. Esse foi o tempo que o menino retiraria o pergaminho e a guardaria.

O menino então percebeu a volta de ambos, e decidiu que era melhor ir para os últimos quartos da mulher.


— Não encontrei, acho que o padrão é o primeiro número é o nome do andar. Então a 325 deve ficar no terceiro andar, assim como a 523 deve ficar no quinto andar. — Aule comentou.

— Não sei aonde ela estava anteriormente, mas se quiserem olhar essas salas fiquem à vontade e cuidado, próximo andar em diante não existe guardas. — A mulher comentou.

Caso eles descessem indo ao terceiro andar, veriam que ficaria muito mal iluminado, e um odor de podridão bastante forte. Teria ninguém no corredor, mas todas as portas estavam abertas com gente nas camas apenas olhando. Um pouco de sangue estaria escorrendo pelo corredor, mas sem nenhum corpo. A sala deveria estar próxima, caso eles fossem atrás dela, ou poderiam tentar investigar os outros inquilinos daquele andar.


Considerações:
Post 12/20
[Cena] — A Alienista Dani10

Allen
Genin
Allen
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista Dani10

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado Qua 23 Set 2020 - 18:43


Status:
HP: 950/950
CH: 1200/1200
ST: 04/04
Vel: 14m/s

Bolsa de Armas (20):
Kunais: 05[1]
Shurikens: 05[1]
Kibaku Fuuda: 20[1 a cada 4]
Kemuridama:05[1]



Invocações:
Estilo de Luta:
 
Técnicas Utilizadas:
Adendos:


  Shin ouviu atentamente a mulher dizendo que tomassem cuidado pois não haveriam guardas nos andares seguintes. Isso não o assustava, ele tinha um companheiro para lhe dar suporte e também era um ninja. Não havia nada que suas habilidades não pudessem dar um jeito. Ele se virou para a mulher, ja aos pés da escada e sorriu.
_ Obrigado pela sua ajuda senhora... Foi realmente genial termos vindo aqui. Desculpe os transtornos que caussei, mas, isso acontece algumas vezes. Não se preocupe... Só mais uma coisinha antes de descermos. Tem alguma forma de conseguirmos acessar os andares superiores uma vez que tenhamos chegado aos mais inferiores?! - Shin aguardaria a resposta da mulher antes de seguir adiante.

Eles começaram a descer as escadas novamente. A cada passo que davam percebiam que o lugar ficava cada vez mais escuro. Shin aproveitou a deixa e sacou o pergaminho para lê-lo a medida que desciam. Ele ainda não sabia do que se tratava, mas aproveitaria que estavam sozinhos nas escadas para desscobrir o que havia naquel objeto misterioso com título bem chamativo. "Tempo e Espaço". Eram duas coisas que despertavam grande interesse em Shin.
Uma vez no terceiro andar, ele percebeu que havia sangue espalhado pelo chão, mas não havia corpos aparentes. Sabe-se lá o que havia acontecido alí. Todas as portas estavam abertas e oss pacientes em cada quarto. Shin então se apressou a procurar o quarto numero 325. Talvez existisse uma pista alí, e eles com certeza a encontrariam se fosse o caso.
_ Aule-san, acho melhor estar preparado para o pior. Mantenha seus olhos e ouvidos bem abertos.

 

Considerações:
[Cena] — A Alienista URkFDZ9

Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista URkFDZ9

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado Qui 24 Set 2020 - 16:56


Narrador: Lollipoppy

Sala 325

@ALLEN WALKER

Descendo mais a escadaria o menino então abriria o pergaminho, ele com isso notaria algumas coisas. Primeiramente eram textos falando sobre teorias de espaço-tempo, que informava e mostrava conhecimentos temporais de corpos. Um mesmo corpo não pode estar em dois locais distintos e em tempos distintos, assim como outros conceitos.

Era um pergaminho um pouco surrado, com várias palavras apagadas, e alguns rascunhos escritos nas laterais. Além daquele mesmo símbolo que estava na sala 202. E com alguns rascunhos estranhos. “A Sarutobi fala a verdade.”, “A Sala mente”, “Isso tudo é uma mentira”, “A última sala diz a verdade.”, e a última seria “Agora você me vê, agora não vê mais”.

Palavras desconexas, escritas.

Shin e Aule rapidamente andariam pelo corredor, indo em direção a sala 325. O que veriam lá? Bom, Shin veria um corpo pegando fogo em cima de uma cama, um corpo de uma mulher que gritava, e rapidamente virava pó e sumia. A cama não teria sinais de fogo, nem nada no quarto, apenas mais e mais símbolos semelhantes ao da sala 202.

Já Aule, estava tranquilo até demais.

— Símbolos... O que eles significam? — Aule perguntaria, calmamente.

Considerações:
Post 13/20
[Cena] — A Alienista Dani10

Allen
Genin
Allen
Vilarejo Atual
[Cena] — A Alienista Dani10

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado Qui 24 Set 2020 - 17:31


Status:
HP: 950/950
CH: 1200/1200
ST: 04/04
Vel: 14m/s

Bolsa de Armas (20):
Kunais: 05[1]
Shurikens: 05[1]
Kibaku Fuuda: 20[1 a cada 4]
Kemuridama:05[1]



Invocações:
Estilo de Luta:
 
Técnicas Utilizadas:
Adendos:


  Shira tomou controle sobre o corpo mais uma vez. Ele estava com o pergaminho em mãos enquanto desciam as escadas e o mistério apenas aumentava cada vez mais. Ele leu todas as informações sobre espaço-tempo no  pergaminho entendendo o básico sobre tal coisa. Ele sabia que com um estudo aprofundado daquilo poderia até mesmo se deslocar para lugares além daquele tempo. Como ele sabia? Nenhuma resposta concreta lhe vinha à mente, ele apenas deduziu que conseguiria tal feito. Talvez a mulher que estavam procurando tivessse dominado aquilo e agora estava brincando com eles?! Essa dúvida apenas inundou sua mente quando alcançaram o terceiro andar. Na porta 325, eles olharam para dentro do quarto. Uma mulher queimava em cima da cama.  Eles não puderam fazer nada, ja q ue, não demorou muito tempo e ela se transformou em cinzas. Aule estava bastante traquilo pra alguém que acabara de presenciar tal coisa.
_ Não sei o que eles significam... - Shira se virou para Aule, respondendo sua pergunta. _ Mas acho que eles querem dizer alguma coisa.  Se me lembro bem, havia algo na parede do quarto 202. Então se me da licensa...

Shira adentrou o quarto, dando total atenção para as paredes à sua volta. Como fizera no quarto 202 ele começou a vasculhar cada centímetro daquelas paredes, dando leves batidinhas nelas, visando encontrar uma semelhante à aquela amadeirada da ultima sala. Talvez houvesse outro pergaminho ou outro segredo escondido alí.
_ Se puder me dar uma mãozinha aqui eu ficaria grato. Procure por alguma textura diferente nesse parede alí. Algo como madeira ou parecido... - Shira então apontou para a parede à sua esquerda.

 

Considerações:
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Cena] — A Alienista - Publicado

Resposta Rápida

Área para respostas curtas

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte