>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 10:
RemanescentesAno: 69DG
Hanatarō olha para a vila do topo do prédio do Departamento de Pesquisa. Há dois anos era uma salinha no fim do laboratório geral da vila, agora tinha seu próprio prédio tão alto quanto o próprio escritório do Kazekage. Hanatarō sorri vendo as pessoas andando felizes na nova vila construída graças aos avanços científicos realizados com a inteligência de Takura, sua mentora. Antes, ele só via uma vila pobre, com construções de areia frágeis, com um horizonte desértico, dependendo de outras vilas, inclusive de Konoha, para conseguir sobreviver, mas agora... Sunagakure estava grandiosa novamente e tinha comprado sua independência. As construções ainda tinham porções de areia, mas eram forjadas em metais nobres, em ouro, em prata, criando grandes casas e prédios. As lojas estavam cheias de especiarias únicas, pois o trabalho de encontrar certos ingredientes se tornou muito mais prático desde que a vegetação voltou a florescer nos arredores da vila; onde antes era só deserto agora possuía vielas de relva, florestas, rios e uma fauna cheia de roedores, mamíferos e carnívoros.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Primavera

Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
Ícone : [Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial S6sO2B9

https://www.narutorpgakatsuki.net/t72306-fp-oshiro-ayumu https://www.narutorpgakatsuki.net/t72312-gf-oshiro-ayumu

[Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial - em 12/7/2020, 04:12


Narrador: Lollipoppy

Desventuras em Kaminari no Kuni

@Starrk

Quantas e quantas pessoas nasceram, cresceram, reproduziram e acabaram falecendo? Esse mundo tão vasto, cheio de sociedades com atitudes hipócritas, cheio de verdades absolutas, e cheio de tantas e tantas lendas, diversos mistérios que os anos passam e passam, que ao passar do tempo acabam tendo verdades sendo mudadas, respostas sendo dadas, e mais dúvidas sendo criadas. Nem todas as respostas ainda foram obtidas, e com tantas e tantas pessoas que por várias maneiras acabaram saindo do mundo ninja e acabam indo aprender a geologia dos campos santos, uma pergunta pode ser feita: quantas pessoas foram esquecidas ao passar dos anos?

Essa história, possui sim um protagonista cujo nome não quer apenas virar uma carta. E para encontrar tal história, terá de ter bons olhos, pois está lá, acima do nível do mar, suba mais, vá indo para os céus, e lá nos picos das maiores montanhas, acima das nuvens, aonde muitos não conseguem sequer imaginar, está situada a tão conhecida e poderosa Kumogakure no Sato, a grandiosa vila que por muito tempo estava travando guerras expansivas, mas nos anos recentes acabou parando toda sua expansão. Depois de tantos e tantos anos, o semblante da própria vila estava modificado. Seria isso atribuído à Shaka, o amado, aquele como transformasse água em vinho, acabou trazendo não somente Kumogakure no Sato, mas todo Kaminari no Kuni de volta a vida? Ou será que seria atribuído ao Juudaime Raikage, aquele que mesmo nas piores condições estava em pé, de olhos erguidos? Talvez ambos, mas essa pergunta seria apenas mais uma pergunta que ainda não possui uma resposta.

Aquela noite em especial, aparentava ser mais uma ordinária para o jovem Zakuro. Estava tudo normal como todas as noites de inverno em Kumogakure no Sato, com uma neve que deixava o clima bastante gélido. Naquele momento, poucas pessoas andavam pelas ruas da vila, e as que andavam estavam trajadas de roupas de um tecido espesso para aquecer seus corpos.

Talvez o chūnin já tivesse na cama dormindo, ou até estivesse acordado, o que se sabia de fato era que bem ali na janela, estava parada uma coruja tão branca quanto a neve que crocitava aos poucos. Em suas costas estava uma pequenina bolsa bege que continha dois pergaminhos lacrados destinados ao silencioso ninja, e que lendo-os, Zakuro veria que teria uma missão para fazer logo em breve.





* * *

Os resquícios de neve ainda poderiam ser vistos pelas ruas durante o amanhecer. A manhã estava quase tão fria quanto a noite fora, e algumas poucas pessoas tirando a neve da calçada poderiam ser observadas pelo quieto jovem chūnin. O caminho para o portão seria curto e o que ele procuraria não deveria ser difícil de se encontrar.

Poucos metros do portão principal estava uma belíssima carruagem puxadas a cavalo. Ela estava parada e tinha dois homens próximos a ela. Um aparentava ser o cocheiro, ele era um homem de meia idade de cabelos castanhos já começando a ficarem grisalhos, mas a coluna estava encurvada, vestia um manto roxo com sapatos pontudos da mesma cor que estranhamente combinavam com seu imenso sorriso psicopata que mostrava enquanto fazia gestos de mãos durante sua conversa com o segundo homem.

Já o segundo homem, era bastante esbelto, possuía o mesmo tamanho que o jovem chūnin, tinha cabelos louros como mel, e olhos púrpuras que combinavam com suas limpas e arrumadas vestes extravagantes. Em suas mãos que possuía longas unhas e diversos anéis, o loiro segurava uma avermelhada maçã. Ambos aparentavam estarem tendo uma conversa séria, mas a única coisa que Zakuro poderia escutar seria a última fala que o sorridente dissera:

— Você encontrou um destino cruel não é mesmo?! — Uma pergunta que parecia ser retórica tão vaga que não deveria ter nenhuma ligação, só que no momento que falara, o sorridente olhava e gesticulava na direção do chūnin.

O que significava? Outra pergunta que aparentava não ter resposta, mas a sua missão parecia já ter sido iniciada.

Considerações:
Olá, como solicitado, uma Missão Rank - B.

Estou estipulando 5 turnos, então espero que termine dentro do prazo estipulado. Claro que pode por algum motivo prolongar um pouco a mais do que o planejado, mas não alongarei e espero que se termine dentro que se é imaginado.

Deixo embaixo a missão escolhida. Eu peguei ela na database de missões de Kumogakure no Sato. Sei que está no meio da mestragem, mas também colocarei em spoilers.

Creio que dava para ter encurtado mais a mestragem, mas não consegui. Enfim, tentei explorar informações dadas em sua ficha, assim como detalhes de Kumogakure no Sato, espero que não desgoste. Já deixo aqui que quaisquer dúvida, reclamação, sugestão ou crítica, pode comentar aqui via MP, mas também pode fazer o mesmo via Discord, aonde eu pessoalmente acho mais prático.

Acho que é tudo isso, bom dia e bom turno!

Spoiler:
Rank B — Reforços Especiais I
Descrição: Você irá participar da defesa da festa de posse do novo conselheiro do Senhor Feudal. Há suspeitas de que algum grupo radical quer assassiná-lo. Sua missão é protegê-lo.
Post 1/5
-
Starrk
Chūnin
Starrk
Vilarejo Atual
Ícone : [Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial 4AKOx5v9_400x400

http://narutorpgakatsuki.net

Re: [Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial - em 13/7/2020, 23:30

Um clima estranho tomara conta da vila ultimamente e até era agradável, afinal o sol predominava na vila da Nuvem sempre em qualquer estação do ano as ruas estavam com aquele calor que me agradava, só que após uns dias de clima gélido acabou predominando na vila e eu nem lembrava da última vez que isso aconteceu eu continuava sempre com as minhas vestes tradicionais, no entanto reforçava com uma vestimenta para aquele frio estranho principalmente quando saía a noite como de costume para caminhar na vila. Era como se eu estivesse num novo lugar, mas eu reconhecia cada detalhe da vila até os cobertos de gelo era como se eu nem precisasse olhar para saber onde estava, enfim cheguei ao destino que era a cafeteria onde peguei um café quente para tomar, em casa dessa vez havia muitas pessoas no local e isso me incomodava, normalmente eu ficava só e completamente a vontade, não estava mais.
No caminho de volta estava me sentindo estranho, sequer sabia o motivo mas me senti assim achei que fosse a falta de café então resolvi abrir no caminho mesmo e tomar uma golada, bem quente do jeito que gosto aquecendo-me mais que a vestimenta extra que sobrepunha meu uniforme, estava bem tarde então encerrei a minha patrulha e voltei a minha casa onde vi de longe algo branco na janela da minha casa e estava se mexendo o que era mais estranho, mesmo assim decidi ignorar apenas virei o café satisfazendo a minha vontade e deitei de forma que estivesse descansado para o dia seguinte na janela aquela coisa branca era uma coruja que trazia dois pergaminhos o que significava que já tinha tarefa para o dia seguinte, sem muita curiosidade fechei a casa, tomei um banho, troquei de roupas e deitei.
Ao acordar como de costume fui direto ao banheiro onde abri a ducha e tomei um banho bem quente, pensei logo na ave que alertou sobre tarefa e me animei já fazia um tempo que não tinha uma missão, e isso me apressou no banho saí com um roupão e fui direto ao guarda-roupas colocar os trajes ninjas e a vestimenta que coloquei novamente dessa vez uma com a cor azul e tinha capuz nessa, a manhã estava tão fria quanto a noite talvez até mais eu só saí de casa e fui a cafeteria onde comprei um americano duplo com creme extra, segui com o meu café em mãos e ele me aquecia naquele frio, eu estava equipado para a missão e com exceção do café não havia nada anormal, duas espadas cruzadas nas costas entrelaçando num formato de ''X'' que sequer eram visíveis pois o casaco as cobriam muito bem assim como não era visível os pergaminhos nos bolsos do traje, seguindo pela vila duas figuras estranhas me abordaram gesticulando e me encarando até um deles me fazer uma pergunta completamente sem nexo, uma golada do meu precioso café e disse em seguida:
_ Quem são vocês? E de que merda está falando? Voltei a beber um pouco mais daquele delicioso café que aquecia o meu sangue mais e mais enquanto aguardava que um daqueles babacas respondesse a pergunta abaixei o capuz e permaneci a encarar aquelas figuras.

Zakuro


HP: 625/625 CH: 775/775  ST: 00/05

Umas paradas aí:
- Aparência de Yasutora Sado do anime Bleach, trajes tradicionais de um ninja da nuvem com uma vestimenta fechada sobrepondo devido ao clima.
- Utilizando as Token presa as costas cruzando-as em forma de X; A hip-pouch fica presa aos glúteos de Zakuro.
- Ficou grande demais, desculpa.
- GCC; GV; Perito em Raiton.
- Velocidade padrão de 14m/s vide databook.
Hip Pouch:
- 2 Token
- 20 Kunai
- 20 Shuriken
- 10 Hikaridama
- 2 Mecanismo Oculto Kunai
- 10 Kemuridama
Total: 70 slots vide regra.
Jutsus:
[Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial Tenor
Kaminari no kokyū (雷の呼吸 Breath of Thunder Style) - INATIVO
Requerimentos: Grande Controle de Chakra, 4 Inteligência, 4 Ninjutsu e Perícia em Raiton.
Descrição: Após ter adquirido o conhecimento e certo domínio sobre liberação dos raios, Starrk, percebeu mais profundamente como funcionava a utilização, exteriorização e administração destas energias, que eram manipuladas pelo chakra e por fim liberadas, canais de energia do corpo, os mesmos que liberam o chakra para fora do corpo. Tendo isso em mente e o domínio, o estilo de luta, é uma habilidade única de usar o Raiton com mais precisão, e com base nesses conhecimentos, Starrk decidiu aplicar o método de estimular cada parte do seu corpo através de uma liberação contínua e única de raios sobre o mesmo de forma que sua velocidade e a percepção do usuário possam estar interligados, através desta liberação contínua e controlada com precisão incessantemente. Devido a constante liberação de chakra Raiton que é exalada pelo corpo, qualquer golpe dado, usando o estilo de luta, é paralisada a parte atingida (vide regra).Enquanto utilizando este estilo de luta o usuário tem a sua velocidade, aumentadas por 1 ponto, isto requer 50CH para ativação do estilo. Toda área que sofrer um golpe do estilo, fica paralisada por um post, exceto se tiver algo a protegendo, tem uma duração de 3 Posts, e exige um turno inteiro de descanso para ativá-la novamente, custo de 25 de CH pra manter.

_______________________

[Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial ROccvbO
Ficha
''Todas as pessoas vivem confiando na sua sabedoria e no seu conhecimento, e ficam presos a eles. Eles chamam isso de "realidade". Entretanto sabedoria e conhecimento são ambíguos, deste modo, a realidade não é nada além de uma ilusão. As pessoas vivem baseadas em suas próprias crenças. Não é agradável para pensar, Convidado ?''
-
Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
Ícone : [Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial S6sO2B9

https://www.narutorpgakatsuki.net/t72306-fp-oshiro-ayumu https://www.narutorpgakatsuki.net/t72312-gf-oshiro-ayumu

Re: [Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial - em 14/7/2020, 05:33


Narrador: Lollipoppy

Desventuras em Kaminari no Kuni

@Starrk

Música


Sem nexo, sim, completamente sem nexo e estranho.

As perguntas do jovem chūnin que estava naquela hora da manhã bebendo seu aquecido café eram sucintas e diretas. O que tinha presenciado era sim, completamente sem nexo e estranho. Os olhos afrontosos de Zakuro eram devolvidos pelo cocheiro com uma mistura de um olhar pretencioso junto do seu tão estranho sorriso, mas por parte do outro homem, o que o ninja recebera fora apenas um olhar de quem nem tinha percebido a sua presença.


—  Oh... Mil perdões, meu nobre colega. Não dê atenção para esse pacóvio homem e seu linguajar. — O loiro pedia desculpas se curvando perante ao adolescente. E suas formalidades não pareciam ser ironias, mas honestas desculpas, o que era estranho, pois ele não fizera nada. — Meu nome é Takahito Souja, escolhido para aconselhar o nosso tão querido País. E qual o vosso nome? Bom, podemos conversar no caminho creio, até porque, nós iremos a capital. — O nobre conselheiro falava bastante e gesticulava, parecia que não percebia que era falava demais. — Existem um grupo que está se rebelando contra minha indicação, por isso clamo por sua proteção, mas teremos que ir até a nossa querida capital... Uma viagem longa, mas espero que seja tranquilo e você deverá gostar, afinal, é um baile de máscaras, espero que...

Ele falava bastante, e provavelmente ficaria ditando palavras com um jeito formal e com gestos manuais que apenas um bom gestor seria capaz de fazer. De fato, o seu quesito de comunicação era bastante aprimorado, deveras afiado, só que o homem fora interrompido, por uma grande gargalhada provindo das cordas vocais daquele outrora questionador, mas sempre estranho ser. Aquele quem devolvera o olhar, que tampouco pedira desculpas, caminhara em direção ao nosso protagonista, e com um olhar dissimulado ele começara a falar:

— Você encontrou um destino cruel não é mesmo?! — Novamente aquela pergunta. — Não me olhe com esse olhar tristonho... — Mas Zakuro em momento nenhum tinha esboçado isso. — Não acho que eu seja rude, mas creio que eu esteja te notando... — O homem falava, enquanto gesticulava e mostrava um sorriso psicopata. — Aqui estou eu apenas me lamentando, espero que você não faça o mesmo, não é mesmo? — O loiro olhava para isso sem entender. — Eu viajo por todo o país, pode me chamar de Cocheiro Feliz, e sou eu que solicitei essa missão... — Que nome idiota. — Proteger aquele que aconselha o Líder do País, será que você consegue? Oh, não fique triste meu caro. — E ele ria de leve. — Não é uma tarefa fácil?! Para alguém como você, não deve ser de maneira nenhuma, uma tarefa difícil, só... — Então o estranho Cocheiro Feliz retirava dos bolsos duas máscaras e entregou para o Zakuro. — Duas máscaras iguais, mas nada é igual no mundo... Tudo tem sua diferença, e na hora de se escolher algo, você deve ter a devida certeza e devida compreensão do que está escolhendo. — Ele ria e gesticulava. — Vamos! Vamos! Vamos! Escolha! — É... Talvez um doido?

Sentido? Talvez existisse algum sentido nessas frases, uma verdade que fora dita por aquele tão estranho homem, ou quem sabe, eram apenas falas a mercê do vento desconexas da realidade, mas ficar entre se e talvez poderia levar a lugar nenhum. O protagonista tinha questionado e ansiava por respostas, mas aparentava que quanto mais respostas queria, mais perguntas apareciam. Porque? Será que refletir e tentar descobrir uma resposta daria um resultado positivo, ou só mostraria que fora um esforço em vão? Entretanto, de uma coisa poderia saber, não são de respostas que se movem o mundo, são as perguntas.

As máscaras eram exatamente iguais, máscaras de cachorro. Compostas por madeira trabalhada e tingida de branco, junto de detalhes em vermelhos e o focinho negro. Elas estavam nas mãos do chūnin silencioso, e uma deveria ser escolhida, mas não caberia ao narrador obrigar qual das duas deveria ser a escolha, nem Takahito Souja, e nem o Cocheiro Feliz, cabia ao nosso protagonista, máscara da esquerda ou da direita?

— ME DESCULPE! — O nobre conselheiro feudal, que não entendeu nada, falava puxando o sorridente cocheiro. — Ele é apenas o cocheiro, fora oferecido para me levar até a capital, e sim, ele dera a ideia sabendo da minha situação. Apenas ignore isso, ele apenas fala, mas não precisa levar tão a sério seus diálogos. Acho que perdemos tempo demais não? Não é melhor irmos? Durante a viagem posso dar detalhes a mais, do que ficarmos apenas dialogando aqui. — Fora tão estranho que o loiro estava querendo terminar o diálogo antes que tivesse mais confusão, ou irritação por parte do chūnin que bebia seu café. — E vosmecê, fiquei quieto, pela glória de Shaka.

O loiro esperava por uma resposta de Zakuro, enquanto o sorridente homem ia até a carruagem. Era uma carruagem até que luxuosa, feita de madeira enegrecida envernizada, com longas janelas e bancos azulados acolchoados.

Ambos os homens tinham aparentemente uma coisa em comum que o ninja de Kumogakure no Sato não gostava: falavam demais. Uma mais diplomata, que gesticulava gentilmente de uma maneira conciliadora, já a outra invasiva e bastante estranha. Cada uma possuía suas verdades, suas crenças, viviam seus pontos de vistas e suas realidades distintas. E, a cada frase posta, a cada pergunta feita, poderia tirar uma reflexão, se é realidade, se é ilusão ou se são ambas, é incerto definir uma resposta, mas cogitar e pensar algo é agradável porque o humano sempre corre por respostas. Infelizmente existem casos que não se terá uma resposta concreta. A incerteza é a base da vida.

Ou será que não?


Considerações:
Olá,

É, creio que acabou ficando esticado e não quero dizer poético, mas seria um pouco confuso, ou até diferente até demais a pegada dessa mestragem. Peço desculpas pelos devaneios presentes na mestragem, se não tivesse ficaria mais enxuto, mas claro que tem relação com o enredo. As máscaras tem o link na mestragem, está sublinhada a palavra contendo o link. Já aviso logo que a escolha é totalmente sua e são exatamente idênticas.

Teve uma mudança na formatação, dei uma de capitão óbvio, mas apenas reportando, já que a mestragem fora feita para você então tenho que reportar e dizer a razão. Motivo, estou redescobrindo qual era o jeito que eu formatava antigamente. Eu esqueci, mas é parecido com esse 2° post.

Já deixo aqui que quaisquer dúvida, reclamação, sugestão ou crítica, pode comentar aqui via MP, mas também pode fazer o mesmo via Discord, aonde eu pessoalmente acho mais prático.

Enfim, foi um pouco demorado para montar a Mestragem, mas espero que goste. Acho que é tudo isso, bom dia e bom turno!

Spoiler:
Rank B — Reforços Especiais I
Descrição: Você irá participar da defesa da festa de posse do novo conselheiro do Senhor Feudal. Há suspeitas de que algum grupo radical quer assassiná-lo. Sua missão é protegê-lo.
Post 2/5
-
Starrk
Chūnin
Starrk
Vilarejo Atual
Ícone : [Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial 4AKOx5v9_400x400

http://narutorpgakatsuki.net

Re: [Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial - em 14/7/2020, 19:45

As figuras enfim decidiram responder-me e quinze segundos após eu já estava arrependido de ter questionado, Deus do céu como falava aquele cara e a maioria das coisas ditas por ele eram completamente ignoradas, eu sei que sou um pouco antissocial mas naquele momento eu me lembrei de que para virar um chunnin a chave era trabalhar em equipe então obviamente tinha que aturar aquelas duas figuras chatas ao ponto de tirar o gosto doce do meu café fazendo-o azedar, eu dei um longo bocejo e não foi proposital. Notei que para um simples cocheiro aquele era bem inteligente utilizando palavras como pacóvio e eu sei lá o que porras seria pacóvio? Eu só bato nas pessoas que me atacam ou as que me mandam, ás vezes sem motivo mas não vem ao caso. Bebi mais café para que não caísse morto de tédio, porquê todas as missões que sou enviado as pessoas gostam tanto de conversar? Meu semblante fechado sem expressar qualquer coisa não era o bastante para que notassem que eu não queria conversar ?
Todavia eu despertei enfim quando a missão descrita pelo tiozão que sequer perguntei o nome e já havia esquecido também, me disse o quanto era interessante a missão e aquilo funcionou mais que o café, enfim algo realmente desafiador do jeito que eu esperava desde retornar após a minha ausência conforme me dava os detalhes melhorava no entanto, o loiro maluco interrompeu novamente com aquela risada que só os loiros malucos tem, ele começou de novo a falar algumas coisas esquisitas e sem o mínimo de sentido o que me fez apenas encará-lo seriamente ouvindo aquelas baboseiras, escondendo a vontade de enfiar a porrada nele ali mesmo no centro da vila. O tio voltou a falar e se apresentou com um nome tão imbecil que fui obrigado a concordar com o loiro maluco quando este ridicularizou essa alcunha, o colcheiro continuou e entregou-me uma máscara a qual peguei a mais próxima, a da direita, examinei minuciosamente antes de prendê-la ao lado do rosto e continuei a escutar aquela conversa fiada.
Enfim, parecia que alguém me entendia quando o senhor feudal chegou e acelerou o ritmo das coisas sem nenhum enigma besta pra dizer aparentemente, já estava gostando daquele homem poupou-me de conversas chatas, só respondi a ele por educação e respeito principalmente quando se referia ao cocheiro falei logo após a última golada de café _ Não se preocupe, eu já estou ignorando há tempos. Vamos, senhor. O segui enquanto examinava mais de perto a carruagem, mas para não atrasar muito entrei logo e sentei. Uma carruagem como esta acaba virando alvo fácil e, eu não sei se esses malucos são confiáveis nunca os vi antes na vila ... Minha análise foi interrompida quando ouvi o nome Shaka. Este nome foi muito falado durante o exame chunnin e mesmo com os livros, não achei nada na biblioteca a respeito. Afinal o que é ou quem é Shaka? Isso me deixou curioso, não é possível que seja coincidência. Acomodei-me ao lado do senhor feudal de modo que pudesse estar perto para o caso de um imprevisto.

Zakuro


HP: 625/625 CH: 775/775  ST: 00/05

Umas paradas aí:
- Aparência de Yasutora Sado do anime Bleach, trajes tradicionais de um ninja da nuvem com uma vestimenta fechada sobrepondo devido ao clima. A máscara do doidão está presa a minha cabeça, como um ANBU faz.
- Utilizando as Token presa as costas cruzando-as em forma de X; A hip-pouch fica presa aos glúteos de Zakuro.
- Ficou grande demais, desculpa.
- GCC; GV; Perito em Raiton.
- Velocidade padrão de 14m/s vide databook.
Hip Pouch:
- 2 Token
- 20 Kunai
- 20 Shuriken
- 10 Hikaridama
- 2 Mecanismo Oculto Kunai
- 10 Kemuridama
Total: 70 slots vide regra.
Jutsus:
[Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial Tenor
Kaminari no kokyū (雷の呼吸 Breath of Thunder Style) - INATIVO
Requerimentos: Grande Controle de Chakra, 4 Inteligência, 4 Ninjutsu e Perícia em Raiton.
Descrição: Após ter adquirido o conhecimento e certo domínio sobre liberação dos raios, Starrk, percebeu mais profundamente como funcionava a utilização, exteriorização e administração destas energias, que eram manipuladas pelo chakra e por fim liberadas, canais de energia do corpo, os mesmos que liberam o chakra para fora do corpo. Tendo isso em mente e o domínio, o estilo de luta, é uma habilidade única de usar o Raiton com mais precisão, e com base nesses conhecimentos, Starrk decidiu aplicar o método de estimular cada parte do seu corpo através de uma liberação contínua e única de raios sobre o mesmo de forma que sua velocidade e a percepção do usuário possam estar interligados, através desta liberação contínua e controlada com precisão incessantemente. Devido a constante liberação de chakra Raiton que é exalada pelo corpo, qualquer golpe dado, usando o estilo de luta, é paralisada a parte atingida (vide regra).Enquanto utilizando este estilo de luta o usuário tem a sua velocidade, aumentadas por 1 ponto, isto requer 50CH para ativação do estilo. Toda área que sofrer um golpe do estilo, fica paralisada por um post, exceto se tiver algo a protegendo, tem uma duração de 3 Posts, e exige um turno inteiro de descanso para ativá-la novamente, custo de 25 de CH pra manter.

_______________________

[Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial ROccvbO
Ficha
''Todas as pessoas vivem confiando na sua sabedoria e no seu conhecimento, e ficam presos a eles. Eles chamam isso de "realidade". Entretanto sabedoria e conhecimento são ambíguos, deste modo, a realidade não é nada além de uma ilusão. As pessoas vivem baseadas em suas próprias crenças. Não é agradável para pensar, Convidado ?''
-
Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
Ícone : [Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial S6sO2B9

https://www.narutorpgakatsuki.net/t72306-fp-oshiro-ayumu https://www.narutorpgakatsuki.net/t72312-gf-oshiro-ayumu

Re: [Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial - em 15/7/2020, 19:08


Narrador: Lollipoppy

Desventuras em Kaminari no Kuni

@Starrk

Música

O jovem chūnin por comodidade escolhera a máscara oferecida que estava mais próxima, e chegou na óbvia conclusão de que era apenas uma simples máscara. E sendo “salvo” pelo conselheiro daquela conversa sem pé nem cabeça, Zakuro acabara por se decidindo que era melhor indo. E, de certo, se sua missão era proteger o conselheiro em sua festa de posse na capital, não teria o que fazer ali próximo ao portão de Kumogakure no Sato, ter até que teria. Bem... Até que teria o que fazer ali, que seria conversar, e nitidamente não era algo que o nosso protagonista gostava e queria fazer.

Então ambos entraram na carruagem, os bancos não eram somente bonitos, mas confortáveis. O coffeelover por medidas de seguranças sentou próximo ao loiro, que estava sentado relaxado, pegando uma máscara que estava lá no banco – uma máscara de gato, branca com duas flores azuladas no lado direito, e o focinho avermelhado. O loiro olhou para a máscara e fez uma careta de estranhamento, mas logo a colocou sob sua face.


— E olha que eu disse algo sério... — Dizia balançando a cabeça negativamente.

— Vamos George, vamos Ringo! — A tão famosa daquele feliz cocheiro era escutada, e os cavalos começaram a andar, puxando a carruagem e iniciando a viagem.

Andar da carruagem não era o mais veloz que o jovem poderia ter visto na vida, mas ir ali descansando suas forças seria algo útil para o adolescente. Daria para apreciar a vista, ou pelo menos daria para tentar ver alguma coisa, se as nuvens deixassem observar amplamente o local aonde estava, mas uma vez perdida conseguia ver um pico de montanha lá no horizonte. Era estranho, mas aquele homem que falava de uma forma tão diplomata estava tão quieto sentado de um jeito relaxado, que o único som que saía era o som externo do Cocheiro Feliz cantando uma música sobre “um homem que saída de lá da Capadócia, montado em seu cavalo e na mão a sua lança”. O tempo fora passando, e o relinchar dos cavalos não cessava, assim como o som das rodas que giravam levando-os até a capital. O clima gélido e o ar frio ainda estavam presentes, mas a madeira da carruagem até que amenizava o frio que estava constante.

Até que o clima silencioso fora quebrado pelo cansado conselheiro, que retirava de um dos bolsos um pergaminho médio.


— Isso deve ajudar! — dizia entregando o pergaminho para o protagonista. — Quer dizer, tem que ajudar. Sou o novo conselheiro do Senhor Feudal, mas não fui escolhido com total aprovação e desde que eu aceitei o cargo, venho recebendo ameaças de morte. Infelizmente... — Seu tom de voz que estava cansado, ficou um pouco mais com um tom preocupado. — Não sabemos quem, é. Eu tenho uma ideia de quem possa ser, mas sem nada conclusivo, está tudo aí caso queira olhar e ter alguma opinião. — Dizia apontando para o pergaminho,

No pergaminho continha frases que seriam as ameaças, eram escritas em letra de forma e sempre no masculino e todas assinadas por “Você sabe quem.”, além disso continha uma foto e informações breves sobre cinco pessoas: Ashin Joe, Rarako Mitsui, Sougeit Hana, Karapik Gon e Takahito Seiji.

Ashin Joe, um homem de 35 anos, alto de cabelos negros curtos. Tinha um olhar amigável e estava trajado de um quepe e um longo mango, todos da mesma cor: azul escuro. Ele era um amigo recente do Senhor Feudal, e tinha abertamente dito que achava que outro merecia o cargo, pois o que estava virando conselheiro era bastante imaturo.

Rarako Mitsui, um adulto de 43 anos, que tinha uma longa barba loira e cabelos bagunçados que ficavam escondidos por um chapéu de palha, e suas vestes eram uma simples blusa branca e uma calça amarela surrada. Ele era um camponês que trabalhava na fazenda de luxo do Senhor Feudal, bastante falante e com sempre um tom de rancor, ele diz sempre aos quatro ventos que nenhum conselheiro será bom quanto o antecessor: seu pai.

Sougeit Hana, um jovem de 20 anos, com longos cabelos achocolatados, com roupas finas negras e um brinco atípico na orelha esquerda. Tinha sempre uma expressão sínica e era questionador. Sempre perguntava qual era o real motivo de mudança do conselheiro e dizia que o atual conselheiro poderia ter armado algo para conseguir a vaga.

Karapik Gon, um homem 28 anos, de pele parda, era alto e bastante forte. Seus olhos eram amendoados e grossas sobrancelhas negras e cabelos negros penteados num topete. Suas vestes eram diferentes, vestia uma manta avermelhada que cobria roupas simples brancas, além de um estranho colar de grandes pedras vermelhas. Ele não gostava nem um pouco o fato de sempre os conselheiros fossem brancos, e queria que um dia desse espaços para todos.

E por último, Takahito Seiji. De mesmo sobrenome que o conselheiro, possuía a mesma aparência e tinha as mesmas vestes. Era o irmão gêmeo mais novo de Takahito Souja, tinha brigado fortemente com o irmão por causa da nomeação, achava injusto ele com as mesas qualidades não fora chamado e seu irmão sim.


— Sua missão em si, é me deixar um pouco mais protegido, e como não sabemos quem pode ser, será complicado. Nós pedimos para todos batessem uma foto das indumentárias que irão, então todos vão com a mesma aparência que está na foto. Acho que não seja nenhum desses, mas foram os que deram alguma pista para alguma coisa... — Dizia olhando para as fotos. — Meu irmão só tivemos uma briga, mas a alguns dias estamos tentando nos entender mais, só que para ser justo, coloquei ele aí... Enfim, estamos quase chegando, quando descermos, a missão oficialmente começa. — Ele dizia já quase bocejando.

* * *

Música

A viagem de horas estava se finalizando. Ao longe era possível ver um imenso acinzentado castelo formado principalmente por rochas e diversos outros minerais. Ele possuía uma arquitetura diferente das construções de Kumogakure no Sato, era formada por um imensas rochas, o castelo em si possuía quatro grandes torres retangulares. Ele possuía várias janelas, e era protegido por dois grandes muros, o muro interior que estava diretamente ligado à construção principal, e nesses muros possuía pequeninas guaritas aonde estavam alguns guardas que faziam a segurança do local. E também tinha o muro exterior, que era a proteção mais externa. O muro exterior possuía uma ponte de madeira que levava de fora até a entrada da construção principal, mas era bastante protegido. Entre os dois muros possuía um imenso fosso que não daria para saber a profundidade, mesmo com aquelas águas cristalinas que estavam presentes.

Fora um pouco burocrático, mas os guardas fizeram uma pequena vistoria na carruagem, apenas por questão de segurança e deixaram passar. Fora até que rápido, aquela ponte de 25 metros em instantes fora passada e a carruagem parou logo na entrada da construção principal.


— Vamos?! — O conselheiro perguntou enquanto ele mesmo abrira as portas, a missão tinha começado.

Na entrada era possível ver uma escadaria de trinta degraus que levavam as grandes portas principais: duas portas de vinte metros de altura, que tinham um formato de ogiva, elas eram formadas por madeira maciça e pareciam ser extremamente pesadas.

Logo em seguida vinha um espaço de transição de piso branco, que continha apenas algumas plantas nos cantos e levaria para um pequeno hall, que possuía alguns com bancos de pedra e duas grandes mesas de mármore, alguns quadros bem pintados. O hall deveria levar para três locais, mas os cômodos da direita e da esquerda estavam bloqueados então do hall teria duas portas – uma na esquerda, uma na direita – que daria para o mesmo local: a sala de estar.

A sala de estar era um espaço grande, possuía diversos móveis, mesas de mármore redondas postadas uma próxima da outra com banquinhos de pedra, e algumas estátuas de mármore do tamanho de pessoas reais, tão bem feitos à mão que não pareciam que era algo que fora esculpido por um humano. Na direita da sala de estar teriam três compartimentos: dois pequenos banheiros e uma cozinha para os empregados, sendo tudo bastante simples e bem rudimentar. Seguindo adiante na sala de estar teria um grande cômodo de piso ladrilhado composto por branco e preto que se alternavam. Esse cômodo já era aberto e tinha alguns bancos de madeira e algumas plantas ornamentais, e levava, por fim a um grande jardim que atualmente possuía uma grande tenda branca com várias mesas redondas e cadeiras, e possuía duas grandes mesas retangulares no centro, que deveria ser para as pessoas importantes na festa.

Para finalizar essa imensa descrição, possuía uma sala que ligava a sala de estar e o cômodo ladrilhado, que era a Sala da Baronesa: uma sala pequenina que estava cercada por almofadas grandes e diversas estantes cheia de livros.


— Eu estarei indo até o salão da Baronesa, fiquem atentos, já é meio-dia, a festa começa às 17:00! Caso queiram comer algo, podem ir até a cozinha dos empregados, lá terá a Ammy, a nossa cozinheira... É uma menina bem baixinha que usa um chapéu branco de chefe, ela é... Exótica... Enfim, ela sempre faz dois tipos de pratos para pessoas não-veganas, e uma opção para veganos. — Ele dizia quase rindo. — Sobre o que fora mostrado, já estão aqui... — O homem então começara a andar. — Caso não queira vir comigo para observar algo, pode, faça do jeito que achar melhor para minha proteção, eu irei te procurar quando o relógio der 17:00, mas caso queira vir comigo, vamos. — Sussurrou.

Por fim, aquele castelo era bastante frio e rústico, nem parecia que era o castelo do Senhor Feudal, existiam vários empregados todos com uniformes exemplares e utilizando uma máscara do mesmo modelo que o chūnin. O teto era bastante alto, feito por abóbodas, os vidros das janelas eram vitrais coloridos, com a imagem de divindades. E existiam muitos detalhes naqueles cômodos.

Zakuro veria vários empregados andando rapidamente com mesas, cadeiras e comidas, fazendo a preparação para a festa, e também notaria a presença daqueles cinco que fora mostrado as imagens, só que todos estavam com a mesma máscara que o novo conselheiro. Cada um estava disposto em um cômodo distinto do castelo, sendo que Ashin Joe na sala de estar. Estava sentado em um dos bancos, olhando a organização da festa e uma estátua que parecia uma pessoa pensando.

Já Rarako Mitsui estava logo perto da entrada, estava no cômodo de transição aguando plantas. Sougeit Hana estava no cômodo de piso ladrilhado. Ele estava conversando com duas empregadas belíssimas. Karapik Gon estava debaixo da tenda, sozinho, sentado em uma das cadeiras em uma mesa à esquerda. E Takahito Seiji estava no Hall ajudando alguns empregados na distribuição e organização das cadeiras.

A festa tinha cinco horas para começar, o que Zakuro faria? Iria se juntar com o conselheiro e ficar lá até esperar a festa começar? Ou será que iria ir em um dos cômodos procurar por algum detalhe? Ou até mesmo ter uma opinião ou um ponto de vista que desse para saber quem era o culpado?


Considerações:
Olá,

Prometi que seria no meio ou final da tarde, mas pelo tamanho acho que percebeu o motivo da demora. Sim, fora o dobro do pensando no início, mas esse é o tamanho final que ficou. Boa parte para fazer uma descrição do local, e para dar a total liberdade de você ir para onde quiser e fazer o que bem entender, achei extremamente necessário te oferecer uma base de detalhes. Espero que não fique cansativo, penso que ficou.

Dividi em duas partes, para facilitar sua compreensão e sua leitura. Espero que assimile bem, mas, deixo aqui nas considerações uma Planta do Castelo para você entender melhor. Claro que essa planta é um esboço, esses móveis tecnológicos não estão, mas os cômodos sim. PS: Esses cômodos em linhas amarelas existem sim, mas estão bloqueados. Eu não descrevi, porque daria um livro...

Você saiu da carruagem às 12:00 e está livre para investigar aonde bem quiser. Caso não acompanhe o conselheiro, ele irá te encontrar na próxima mestragem.

Quaisquer dúvidas, reclamações, críticas, basta me consultar. Caso queira mais detalhes, apenas me consulte. Bom dia, bom turno!

LInks:
máscara

castelo

Planta do Castelo

Spoiler:
Rank B — Reforços Especiais I
Descrição: Você irá participar da defesa da festa de posse do novo conselheiro do Senhor Feudal. Há suspeitas de que algum grupo radical quer assassiná-lo. Sua missão é protegê-lo.
Post 3/5
-
Starrk
Chūnin
Starrk
Vilarejo Atual
Ícone : [Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial 4AKOx5v9_400x400

http://narutorpgakatsuki.net

Re: [Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial - em 16/7/2020, 22:44

Chata, estava tudo chata ali não imaginava que uma missão tão importante conseguiria ser tão chata, eu me mexia a todo momento inquieto com a demora e entediado completamente, eu saí para tomar café sequer tive tempo de comunicar ao Raikage ou nada do tipo e agora estava naquela carruagem chata, com gente chata. Mas prestei atenção a todos os pronunciamentos do - futuro - senhor feudal, queria saber quem ou o quê tinha nele para virar um alvo, ele não tinha jeito de um ninja era um diplomata perfeito e isso deixava o quebra-cabeças mais complicado pra resolver, ele praticamente nasceu pra fazer esse tipo de coisa, coisas chatas que só gente chata gosta de fazer. A música irritante que o cocheiro cantava era motivo para que eu arrancasse a sua cabeça como garantia de que ele nunca mais encheria alguém, no entanto, decidi agir com maturidade afinal foi pra isso que passei um tempo fora treinando, focar no meu nindo.
O senhor feudal demonstrou um certo cansaço enquanto falou algumas coisas as quais eu não sabia, e me deu uma lista com os principais suspeitos para atacá-lo e peguei e analisei friamente cada linha de cada uma das entregues pelo senhor feudal, o objetivo era ali descobrir antes que o assassino agisse então era bem complicado esse Ashin Joe era contra o novo senhor feudal é claro, mas matar alguém por achá-lo imaturo? Talvez. O que me chamou atenção de fato era a descrição dele, é como se eu tivesse passado por ele antes essa pessoa feliz, irritante descrita no pergaminho. Continuei e Rarako Mitsui estranhamente parecia que eu conhecia, era como se eu estivesse conectado a todos de certa forma, mas de uma forma indesejável pois era só de olhar uma pessoa muito chata, porém seus motivos eram aceitáveis e o passei a frente de Joe, o tal jovem de 20 anos, Sougeit Hana, era um que faz o tipo assassino mas para esse caso eu não o considerei.
Parei um pouco a leitura enquanto meus olhos piscavam rapidamente descansando, fui mais próximo da porta da carruagem de modo que um pequeno esboço de sol conseguisse me aquecer, embora fosse difícil mas continuei a investigar e olhei agora o quarto suspeito que parecia um estranho enturmado num mundo de ricos, ou como prefiro dizer, um no meio de um monte de gente chata, seu motivo era a causa negra e isso me abriu um pequeno sorriso eu disse baixo:
_ Te entendo, amigo Não sei se os outros ouviram, mas acho que sim, e se ouviram eu também não me importo só faltava o último e o mais curioso deles era quase que uma réplica do loiro ali na carruagem e o nome era praticamente o mesmo, havia nele motivo para ser o assassino se houvesse sucesso no ataque ele eliminaria o candidato que o venceu, teu irmão. Vingança é sempre um motivo e a aparência idêntica de ambos pode ser o fator perfeito para trocar de lugar sem que os outros percebam Pensei e isso o fez o candidato óbvio para atacar afinal o que tinha a perder ? Era o mais provável, no entanto, havia outros e eu não podia tomar decisões precipitadas iria falar com o senhor feudal mas um bocejo me interrompeu e curiosamente, bocejei também.
Enfim chegamos, passamos pela burocracia que já esperava enquanto pensava que já havia um homem negro ali e, agora com a minha chegada esses brancos já podem nos colocar na fogueira, o senhor feudal falou novamente e eu retruquei dizendo:
_ Teremos uma senha que fica aqui entre nós dois apenas, terá de dizer que sou usuário de Katon e Doton, se eu questionar irá dizer isto e se esquecer por acaso, eu o matarei por engano, mas não é tão difícil lembrar disto certo? O tom sério em minha fala a todo momento, ainda que eu fosse um Chunnin e ele um Senhor Feudal, eu me impus para que ficasse mais fácil para ambos assim, ele não morreria e eu não falharia todos sairiam satisfeitos. Em seguida o acompanhei, até novas explicações e instruções serem dadas, ele seguiu e eu optei por ir até a cozinha, não foi difícil achar e o temperamento, tamanho e postura de chefe já me dava sinal do que eu estava buscando ali, tentando ser o mais simpático possível embora o sorriso falso fosse óbvio me aproximei e solicitei a presença de Ammy, quando ela chegasse eu iria perguntar sobre funcionários novos ali e/ou alguém que ela não conhecia. Uma chefe do prestígio dela certamente conhecia toda a sua equipe e reconheceria caso alguém estivesse estranho, ela também deveria conhecer bastante desses burgueses e isso me ajudaria também a localizar alguém suspeito chegando com alguém ali, após falar com Ammy eu iria direto para o cômodo ladrilhado que era onde iria poder ter uma visão da sala da baronesa, acomodei-me em um banquinho e fiquei observando a movimentação como de praxe, estava cedo ainda e eu tinha confiança de que acharia o suposto assassino até a hora de começar. O pedido a Ammy deveria ser aceito eu contava com isto, e se aceito, ela relataria a mim exatamente às 13hrs.

Zakuro


HP: 625/625 CH: 775/775  ST: 00/05

Umas paradas aí:
- Aparência de Yasutora Sado do anime Bleach, trajes tradicionais de um ninja da nuvem com uma vestimenta fechada. Estou com o sobretudo agora mascarando as espadas em minhas costas para ficar mais formal.
- As Tokens continuam presas as minhas costas; A hip-pouch fica presa aos glúteos de Zakuro.
- GCC; GV; Perito em Raiton.
- Velocidade padrão de 14m/s vide databook.
Hip Pouch:
- 2 Token
- 20 Kunai
- 20 Shuriken
- 10 Hikaridama
- 2 Mecanismo Oculto Kunai
- 10 Kemuridama
Total: 70 slots vide regra.
Jutsus:
[Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial Tenor
Kaminari no kokyū (雷の呼吸 Breath of Thunder Style) - INATIVO
Requerimentos: Grande Controle de Chakra, 4 Inteligência, 4 Ninjutsu e Perícia em Raiton.
Descrição: Após ter adquirido o conhecimento e certo domínio sobre liberação dos raios, Starrk, percebeu mais profundamente como funcionava a utilização, exteriorização e administração destas energias, que eram manipuladas pelo chakra e por fim liberadas, canais de energia do corpo, os mesmos que liberam o chakra para fora do corpo. Tendo isso em mente e o domínio, o estilo de luta, é uma habilidade única de usar o Raiton com mais precisão, e com base nesses conhecimentos, Starrk decidiu aplicar o método de estimular cada parte do seu corpo através de uma liberação contínua e única de raios sobre o mesmo de forma que sua velocidade e a percepção do usuário possam estar interligados, através desta liberação contínua e controlada com precisão incessantemente. Devido a constante liberação de chakra Raiton que é exalada pelo corpo, qualquer golpe dado, usando o estilo de luta, é paralisada a parte atingida (vide regra).Enquanto utilizando este estilo de luta o usuário tem a sua velocidade, aumentadas por 1 ponto, isto requer 50CH para ativação do estilo. Toda área que sofrer um golpe do estilo, fica paralisada por um post, exceto se tiver algo a protegendo, tem uma duração de 3 Posts, e exige um turno inteiro de descanso para ativá-la novamente, custo de 25 de CH pra manter.

_______________________

[Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial ROccvbO
Ficha
''Todas as pessoas vivem confiando na sua sabedoria e no seu conhecimento, e ficam presos a eles. Eles chamam isso de "realidade". Entretanto sabedoria e conhecimento são ambíguos, deste modo, a realidade não é nada além de uma ilusão. As pessoas vivem baseadas em suas próprias crenças. Não é agradável para pensar, Convidado ?''
-
Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
Ícone : [Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial S6sO2B9

https://www.narutorpgakatsuki.net/t72306-fp-oshiro-ayumu https://www.narutorpgakatsuki.net/t72312-gf-oshiro-ayumu

Re: [Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial - em 17/7/2020, 18:29


Narrador: Lollipoppy

Desventuras em Kaminari no Kuni

@Starrk

Zakuro em momento nenhum empunhara suas espadas, mas não significava que sua missão não tinha começado. Antes de agir ele deveria ter a certeza, mas mesmo com tantos detalhes apresentados, ele só tinha respostas inconclusivas. Quem? Não sabia, porém, ele tinha uma noção de que alguns dali teriam mais motivos claros e fortes do que outros. Mesmo assim, ele decidira então obter mais detalhes naquele frio e acinzentado castelo, mas não fora antes de dar um detalhe que ninguém ali saberia, somente ele e o conselheiro. Dizer que era usuário de Katon e Doton seria algo que o loiro se surpreenderia, subindo as sobrancelhas demonstrando que não estava esperando por essa informação, mas ele fora sutil dando a entender que teria compreendido.

Ele fora em direção à cozinha, nem precisou esperar tanto para sua solicitação ser respondida pela própria Ammy: uma criança que deveria ter 1,20 no máximo, mas mesmo nova trajava um uniforme elegante de chef de cozinha. Ela era como o conselheiro tinha dito, um tanto quanto exótica... se referindo na terceira pessoa e chamando a todos de “onii-chan”, e quando era todos, era todos, até mesmo o jovem chūnin.


Quando questionada sobre sua equipe ela rapidamente colocara a mão no queixo e começara a dizer comentários... “Aqui raramente muda os funcionários, bastante raro... Ammy vê o Senhor bastante feliz... Mas, o Hito algumas vezes sai comendo um biscoito que fazemos...”. Realmente, comentários inúteis, mas a menina prometera que iria reportar alguma coisa, caso ache diferente. O jovem então decidira ficar em uma posição estratégica que desse visão e proximidade do conselheiro, e ficou próximo de Sougeit Hana, que aparentava ser alguém normal.

O tempo se passara até que Ammy surgira para total estranhamento de Sougeit, e baixinho falara:


— Ninguém fora do normal chegou, apenas teve a ausência de nosso senhor. E... Rarako Mitsui trabalhando fora do expediente, além do Takahito Seiji que ajudou na organização das festas... — Então ela voltara para a cozinha, aonde tinha muito trabalho para terminar.

O tempo se passara, lentamente, e o céu acinzentado começou a ganhar um tom alaranjado para rósea até que a grande noite chegara naquele local, um pouco mais cedo talvez do que Kumogakure no Sato. E assim como dito, 17:00 em ponto estava ali o conselheiro na frente do ninja.

— Ora, ora... Vamos?! — Ele convidava. — A festa já começou. — Dizia enquanto Sougeit questionava a razão do Senhor Feudal não estar na posse de seu conselheiro, mas o loiro respondeu com outra pergunta. — Talvez um compromisso mais importante do que uma simples posse, não?!

O nobre olhava para o conselheiro com um pouco de raiva, mas ignorou. Até que o clima fora quebrado com o loiro convidando todos para a tenda, que estava impecável, com duas mesas retangulares, e oito mesas circulares, sendo quatro do lado esquerdo e quatro do lado direito, e a distância entre todas as mesas para as mesas  dos lados – todas, sejam circulares ou retangulares – eram de 2 metros. Em cima da tenda, tinha um tapete acinzentado com músicos que tocavam música clássica.

O conselheiro levemente ordenou para ele ficar na mesa junto de Sougeit que seria a mais próxima dele. O início de festa estava tranquilo, muitos nobres elegantes, muito bem vestidos que falavam um linguajar rebuscado. Cada mesa continha quatro cadeiras, e Sougeit estava ao lado esquerdo de Zakuro, e a dois metros a sua direita estaria o conselheiro. A comida, eram coisas que Zakuro não tinha se acostumado a ver, com doces muito bem caprichados, massas, carnes, bolos enormes, era tudo muito bem exagerado e do maior primor culinário, mas os talheres, tinham tantos, só de garfos contava-se 5, era muito talher que só sabia qual usar quem entendesse de etiqueta.

Entretanto, sua missão era mais do que um simplesmente jantar. Já tinha pego algumas informações extras com Ammy, mas seria naquele jantar que ele teria que mostrar a conclusão do que o alto escalão pedira quando entregara aquela mensagem. O chūnin teria uma visão somente de Sougeit e do Conselheiro, dos outros suspeitos nada, mas de repente as luzes piscaram e se apagaram completamente no breu. Se somente tinha uma visão daqueles dois de conhecidos, agora não tinha nada. E um som de uma descarga elétrica junto de um raio amarelado estava vindo do lado sudeste da tenda, parecendo ter o conselheiro como alvo.

Considerações:
Olá,

Estarei colocando aqui um esboço do local. Cada cor representa alguém e essa distância cinza representa 2 metros. Essa faixa azulada é a área que está vindo o golpe. A distância é 10 metros, e chegará no seu alvo em poucos segundos. Os outros você não conseguiu ver se estavam em suas mesas no momento do apagão. Está em um breu forte. Quaisquer dúvidas... Discord.

Bom turno!

Mapa:
[Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial CuKUdev
Ashin Joe - Marrom
Rarako Mitsui - Vermelho
Sougeit Hana - Roxo
Karapik Gon - Vermelho
Takahito Seiji - Amarelo
Zakuro - Mesa de Sougeit, cadeira da esquerda (Seta Vermelha)
Conselheiro - Verde
Spoiler:
Rank B — Reforços Especiais I
Descrição: Você irá participar da defesa da festa de posse do novo conselheiro do Senhor Feudal. Há suspeitas de que algum grupo radical quer assassiná-lo. Sua missão é protegê-lo.
Post 4/5
-
Starrk
Chūnin
Starrk
Vilarejo Atual
Ícone : [Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial 4AKOx5v9_400x400

http://narutorpgakatsuki.net

Re: [Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial - em 21/7/2020, 22:10

Fiquei observando aquele povo chato fazendo coisas chatas até as conversas que escutava por lampejos já me davam enjoo aqueles engomadinhos em seus trajes de luxo falando sobre coisas idiotas, mesmo com aquele empecilho que incomodava a meu psicológico eu continuava focado em observar os suspeitos e não havia nenhuma atividade anormal, estavam sendo os mesmos chatos que são na frente um do outro bancando o diplomata engrandecendo uns aos outros e falando de paz, contando suas experiências ruins mesmo estando explícito que noventa por cento das coisas era mentira eles atuavam muito bem e isso era algo que atrapalhava não havia nenhum suspeito aparentemente.
O tempo foi se passando e somente aqueles tira gostos me mantinham acordado, realmente Ammy era boa no que fazia isso eu devia admitir aquela baixinha era boa e estava colaborando com informações valiosas, me informou sobre o extra de Mitsui e a bondade de Seiji sorri de canto de rosto claramente era falso mas ela estava tão ocupada com a comida que não se importou e voltou, continuei andando e fui checar pessoalmente as informações sobre ambos, primeiramente até o hall onde passava sem demonstrar nenhuma emoção só camuflado como quem não quer nada, encontrei-o e de longe fiquei observando, ele tinha um sorriso tão idiota quanto o do irmão mas todavia parecia mais forçado, e sobre forçar sorrisos eu entendia muito bem, decidi segui-lo era aproximadamente 13:20 e a doze metros enquanto pegava uns tira gostos como disfarce para olhar de perto, passei por trás dele andando como eles andavam me enturmando com a alta sociedade e olhando para ele rapidamente não notei uma postura de quem planeja algo tão diabólico como um assassinato, andei e agora em direção a saída.
Passei por todas as portas a que me lembrava até a saída, pois lá regando as plantas permanecia o segundo suspeito Mitsui, não me infiltrei e nem tinha como também apenas saí para tomar um ar e fiquei observando pelas suas costas o que estava fazendo, ele era estranho mas também um bom ator se fosse mesmo o verdadeiro assassino passei a mão no rosto e respirei mais calmamente, alguma coisa havia passado e eu não havia notado, mas o que era? ou quem era? Coçando o rosto comecei a lembrar das instruções e me recordei que o suspeito não era obrigatoriamente uma única pessoa, estava escrito que havia suspeitas de um grupo radical tentar matá-lo e ali de onde eu estava eu conseguia ver o Hall onde estava o outro suspeito. _ Não pode ser... Pensei enquanto voltei o mais rápido possível ao Hall e conseguia ver Mitsui e Ashin Joe, andei ao próximo cômodo e podia ver Hana e de onde estava Hana era possível ver o último lá na tenda. [i]_ De fato, a sala da baronesa está completamente cercada. Todos eles se posicionaram bem mas nem todos acredito que faça parte do grupo radical, acho que no máximo 2 deles resta agora saber quais eram.
Passado as horas e ninguém havia agido ainda, todos fomos para o local da reunião onde o espaço seria menor e isso daria mais chances para o assassino agir deixei com que o futuro senhor feudal passasse a frente e o segui, sentei onde me fora ordenado não estava muito conformado com a minha posição afinal eu insisti em ficar ao lado onde daria mais segurança ao loiro no entanto fiquei na outra mesa mas onde eu podia vê-lo e observar um dos suspeitos, Hana. Sentei-me e ignorei aqueles talheres desnecessários que estavam na mesa, levei as mãos as costas do jeito mais disfarçado possível eu estava certo de que o algoz atacaria e se fosse Hana queria que fosse mais fácil cortar o seu pescoço. Ficou tudo escuro mas um som familiar eu escutei e de imediato avancei em direção ao meu conselheiro, com as minhas espadas já empunhadas e num formato de X usando-as como um breve escudo que recocheteava aquele golpe reluzente. Guardei-as tão depressa e peguei o conselheiro como uma criança e saltei para longe da tenda pois lá dentro a vantagem era toda do inimigo falei alto enquanto esperava que viessem atrás de mim:
- Quais elementos eu uso? O objetivo daquela senha era disfarçar e surpreender o atacante, para que este não se preparasse para um golpe de Raiton que é o que eu usava e eu queria que o conselheiro falasse bem alto, para isso funcionar. Também foi fácil para mim detectar o uso de Raiton, se tinha alguém ali que sabia como usar esse elemento era eu, embora eu quisesse deixar isto oculto para não perder o meu trunfo, não foi um ataque de grande escala é verdade mas estava bem concentrado para penetrar de maneira menos invasiva o corpo do conselheiro dando-lhe uma morte rápida e sem muitos detalhes, quem é esse tão minucioso? Eu esperava que agora viessem para cima para concluir o ataque e eu pudesse dar a surra que mereciam, ordenei que o conselheiro ficasse atrás de mim e me coloquei na posição de luta com a base de canhota e ambas as espadas apontadas para frente.

Zakuro


HP: 625/625 CH: 765/775  ST: 00/05

Umas paradas aí:
- Aparência de Yasutora Sado do anime Bleach, trajes tradicionais de um ninja da nuvem.
- As Tokens continuam presas as minhas costas; A hip-pouch fica presa aos glúteos de Zakuro.
- GCC; GV; Perito em Raiton.
- Velocidade padrão de 14m/s vide databook.
- Bom, peço que leve em consideração tudo o que aconteceu, mas vou simplificar por ter a perícia em raiton já consegui detectar o uso deste elemento e assim escapar, saí de dentro da tenda levando o conselheiro para que houvesse iluminação e obrigaria o assassino a se revelar. Canalizei em ambas espadas o chakra nagashi para defender o ataque por isso o desconto de 10 de CH, desativei logo em seguida. Tudo no intuito de não revelar a minha natureza de chakra. É isso, qualquer coisa deixa mensagem no discord ou MP. Quanto ao grupo radical a suspeita inicial foi que os 5 são integrantes, mas como deixei narrado ainda não sei de fato quem é ou não.
Hip Pouch:
- 2 Token
- 20 Kunai
- 20 Shuriken
- 10 Hikaridama
- 2 Mecanismo Oculto Kunai
- 10 Kemuridama
Total: 70 slots vide regra.
Jutsus:
[Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial Tenor
Kaminari no kokyū (雷の呼吸 Breath of Thunder Style) - INATIVO
Requerimentos: Grande Controle de Chakra, 4 Inteligência, 4 Ninjutsu e Perícia em Raiton.
Descrição: Após ter adquirido o conhecimento e certo domínio sobre liberação dos raios, Starrk, percebeu mais profundamente como funcionava a utilização, exteriorização e administração destas energias, que eram manipuladas pelo chakra e por fim liberadas, canais de energia do corpo, os mesmos que liberam o chakra para fora do corpo. Tendo isso em mente e o domínio, o estilo de luta, é uma habilidade única de usar o Raiton com mais precisão, e com base nesses conhecimentos, Starrk decidiu aplicar o método de estimular cada parte do seu corpo através de uma liberação contínua e única de raios sobre o mesmo de forma que sua velocidade e a percepção do usuário possam estar interligados, através desta liberação contínua e controlada com precisão incessantemente. Devido a constante liberação de chakra Raiton que é exalada pelo corpo, qualquer golpe dado, usando o estilo de luta, é paralisada a parte atingida (vide regra).Enquanto utilizando este estilo de luta o usuário tem a sua velocidade, aumentadas por 1 ponto, isto requer 50CH para ativação do estilo. Toda área que sofrer um golpe do estilo, fica paralisada por um post, exceto se tiver algo a protegendo, tem uma duração de 3 Posts, e exige um turno inteiro de descanso para ativá-la novamente, custo de 25 de CH pra manter.

_______________________

[Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial ROccvbO
Ficha
''Todas as pessoas vivem confiando na sua sabedoria e no seu conhecimento, e ficam presos a eles. Eles chamam isso de "realidade". Entretanto sabedoria e conhecimento são ambíguos, deste modo, a realidade não é nada além de uma ilusão. As pessoas vivem baseadas em suas próprias crenças. Não é agradável para pensar, Convidado ?''
-
Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
Ícone : [Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial S6sO2B9

https://www.narutorpgakatsuki.net/t72306-fp-oshiro-ayumu https://www.narutorpgakatsuki.net/t72312-gf-oshiro-ayumu

Re: [Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial - em 22/7/2020, 16:19


Narrador: Lollipoppy

Desventuras em Kaminari no Kuni

@Starrk

Quem, quando e porquê. Três palavras que eram palavras-chaves para o jovem conseguir ter uma base para tirar uma conclusão sólida, porém, por motivos que o Roleplay não é tão longo para conseguir desenvolver bem o suficiente para dar mais detalhes não de quem, mas do porquê, o grande espadachim acabara não conseguindo tanto sucesso assim. Ou será que não? Ele poderia ter se aproximado de qualquer um, e ter tentado fazer algum questionamento, porém, ele resolvera confiar na pequenina e estranha Ammy que falava até que bobagens e trouxera até que sutis informações, mas que poderiam ser úteis ali. Entretanto, o relógio começava a badalar.


TIME
OUT


O tempo teria se esgotado, pelo menos para ganhar informações, agora de fato começaria sua proteção provavelmente. Estava com Sougeit, queria estar ali? Não. Porque ele estava ali, caso era sua função proteger o conselheiro, o conselheiro era burro? Fora que ele percebeu, que ali cada um tinha seu cargo, e mesmo ele sendo a escolta do conselheiro, ele ainda não era da grande classe nobre de Kumogakure no Sato. Tantas roupas bonitas, tantos talheres, pessoas que mandavam e desmandavam em Kumogakure no Sato, mas não deveriam nunca terem pegado em alguma arma na vida. Era um ambiente estranho, das seis facas diferentes na mesa o calado resolvera pensar nas que estava mais acostumado: as suas espadas. Ele não as pegou, apenas sutilmente aproximou as mãos dela.

O que ele sabia desde de tarde é que talvez procurar por apenas um, seria um erro. Poderia ser mais de um, poderia ser todos ali, mas o mais provável era que fosse ou um ou dois. Entretanto, de nada sabia, apenas poderia ficar em guarda.



BLACKOUT


Então tudo ficara escuro, e um relâmpago ia em direção ao sem protegido. Em uma posição desfavorável, Zakuro correu até o conselheiro e utilizando de suas espadas canalizadas com o chakra nagashi o chūnin ricocheteou o relâmpago para longe. Defesa com sucesso. Após isso ele puxou o homem para longe, saindo da tenda e indo para um local iluminado, o que fora algo que todos que estavam ali fizeram, cada um indo para o mais longe possível da tenda. Ao lado de Zakuro e o conselheiro estavam o seu irmão gêmeo e Sougeit Hana, ambos bastante preocupados e na sua frente estavam Karapik Gon e Ashin Joe.

— KATON E DOTON — No meio de tudo isso, o desespero de morrer era bastante notório, alguém tinha feito um atentado e não poderia ser morto pelo seu empregado. O homem gritou fazendo todos que estavam próximos escutar. Burro, realmente muito burro colocar um sinal desses na frente de tantos suspeitos. Fora então que Karapik Gon começara a utilizar selos e gritou:

— Doton: Dangan no Jutsu

Uma grande rocha fora criada e estava indo em direção a Zakuro, pegaria em cheio ele e o conselheiro, caso ficassem parado. Estava difícil, ou será que tudo aquilo fora apenas uma armadilha que o ninja tinha criado a bastante tempo?

Considerações:
Olá,

Ninguém percebeu sua natureza, porém, fora atacado. A pedra está vindo, ela está a 3 metros.

Bom turno!

Jutsus Utilizados:
Doton: Dangan no Jutsu
Rank:
C
Requerimentos: Nenhum.
Descrição: O usuário envia uma pedra enorme no oponente, fazendo com que ela caia para trás.

Spoiler:
Rank B — Reforços Especiais I
Descrição: Você irá participar da defesa da festa de posse do novo conselheiro do Senhor Feudal. Há suspeitas de que algum grupo radical quer assassiná-lo. Sua missão é protegê-lo.
Post 5/5
-
Starrk
Chūnin
Starrk
Vilarejo Atual
Ícone : [Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial 4AKOx5v9_400x400

http://narutorpgakatsuki.net

Re: [Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial - em 23/7/2020, 01:18

Tal como eu imaginava assim como eu não levava o menor jeito para este tipo de evento, este suposto assassino burguês não tinha o menor jeito de ninja sequer conseguiu perceber que eu arrastar ele até ali o expondo era uma armadilha ? Faltava aquele sangue frio na hora da ação, e como eu suspeitava o verdadeiro assassino tomaria as rédeas ali para finalizar o que planejou, afinal, tinha de ser ali, hoje pois uma vez nomeado as chances de reverter eram nulas. O conselheiro confirmou a senha de que eu utilizava os elementos fogo e terra todavia, era um blefe que parecia ter funcionado; Dois dos suspeitos se apresentaram e pra que aquela chatice se tornasse algo divertido resolvi guardar uma espada novamente, iria utilizar apenas uma e focado notei os selos e um jutsu do elemento terra fora formado por Karapik Gon atacando diretamente. Enfim, chegou a hora de revelar o resultado do treinamento a mim mesmo e a todos o meu poderoso Raiton, a pedra se formou e veio numa velocidade até considerável quando o impacto estava prestes a ocorrer um sorriso de satisfação surgiu em meu rosto enquanto exalava chakra raiton por todo o meu corpo avancei numa velocidade maior que a habitual e num corte seco diagonal passando chakra através da espada desferi o golpe para destruir aquela pedra.
_ Kaminari no Kokyo! Disse em voz alta para alertar ambos e confundi-los também, após destruir aquela pedra eu segui a correr na direção de Joe e Gon, chegou a hora de retirar privilégios de gente que não merecia sequer viver e isso finalmente trouxe diversão a festa, ou ao menos para mim. Quando me aproximei desferi com a espada, que agora fazia um barulho peculiar, uma sequência de doze golpes alternados entre os suspeitos com o objetivo de acertar na altura da carótida e também não dar tempo para que o alvo pudesse se defender principalmente aquele rapaz que usava doton que tinha naturalmente uma fraqueza contra os meus ataques, recuei um pouco saltando e voltando a frente do conselheiro que deveria proteger mas não era pra ficar na defensiva eu estava me preparando.
_ Ichi no kata: Hekireki Issen - Rokuren! Logo após dizer essas palavras avancei na minha velocidade máxima em movimentos diagonais cortando como um ''Z'' para acertar o máximo possível, e então enfim decidi cessar os ataques e voltar a frente do meu conselheiro, onde continuei a exalar chakra raiton por todo o meu corpo como uma aura intransponível para qualquer um os meus olhos estavam focados encarando a minha frente e reluziam o trovão que tomou conta do clima ali demonstrando que era apenas falácia sobre usar katon e doton, nunca usei e o foco sempre foi no raiton usar o Kaminari no Kokyo era exaustivo e isso fazia que eu tivesse que controlar ainda mais e com mais precisão isso me cansava mais facilmente que lutar usando Taijutsu como eu tradicionalmente fazia, mas estava suportando bem, guardei a segunda espada e decidi que ali em diante resolveria apenas com a minha luta corporal sem necessitar usar o Ichi no Kata, fitei a todo momento o inimigo enquanto ficava atento a qualquer movimento suspeita na direção do meu conselheiro. Descansei um pouco ali enquanto a respiração foi voltando ao normal, afinal, precisava estar em absoluto controle para que não saísse do controle e acertasse ao conselheiro.

Zakuro


HP: 625/625 CH: 610/775  ST: 01/05

Umas paradas aí:
- Aparência de Yasutora Sado do anime Bleach, trajes tradicionais de um ninja da nuvem.
- A hip-pouch fica presa aos glúteos de Zakuro. As espadas estão novamente cruzadas nas costas de Zakuro cruzando num formato de X.
- GCC; GV; Perito em Raiton.
- Velocidade padrão de 18m/s vide databook. Pontos em velocidade + EDL.
- Bom, resumo rápido: Usei raiton que tem vantagem sobre doton para parar o ataque e ataquei usando este mesmo para finalizar a missão se possível neste post.
Hip Pouch:
- 2 Token
- 20 Kunai
- 20 Shuriken
- 10 Hikaridama
- 2 Mecanismo Oculto Kunai
- 10 Kemuridama
Total: 70 slots vide regra.
Jutsus:
[Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial Tenor
Kaminari no kokyū (雷の呼吸 Breath of Thunder Style)
Requerimentos: Grande Controle de Chakra, 4 Inteligência, 4 Ninjutsu e Perícia em Raiton.
Descrição: Após ter adquirido o conhecimento e certo domínio sobre liberação dos raios, Starrk, percebeu mais profundamente como funcionava a utilização, exteriorização e administração destas energias, que eram manipuladas pelo chakra e por fim liberadas, canais de energia do corpo, os mesmos que liberam o chakra para fora do corpo. Tendo isso em mente e o domínio, o estilo de luta, é uma habilidade única de usar o Raiton com mais precisão, e com base nesses conhecimentos, Starrk decidiu aplicar o método de estimular cada parte do seu corpo através de uma liberação contínua e única de raios sobre o mesmo de forma que sua velocidade e a percepção do usuário possam estar interligados, através desta liberação contínua e controlada com precisão incessantemente. Devido a constante liberação de chakra Raiton que é exalada pelo corpo, qualquer golpe dado, usando o estilo de luta, é paralisada a parte atingida (vide regra).Enquanto utilizando este estilo de luta o usuário tem a sua velocidade, aumentadas por 1 ponto, isto requer 50CH para ativação do estilo. Toda área que sofrer um golpe do estilo, fica paralisada por um post, exceto se tiver algo a protegendo, tem uma duração de 3 Posts, e exige um turno inteiro de descanso para ativá-la novamente, custo de 25 de CH pra manter.

[Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial Latest?cb=20190727180408
Ichi no kata: Hekireki Issen - Rokuren: (壱ノ型 霹靂一閃 - 六連 Thunderclap and Flash - Six Folds)
Rank: A
Duração: Instantânea
Requerimentos: Bom Controle de Chakra, Afinidade em Raiton, 4 Inteligência e EDL Kaminari no kokyū.
Descrição: Sendo está técnica, uma versão superior da sua técnica mãe, visivelmente na quantidade superior de chakra, em que ela é inserida, quando criado um campo de alta descarga elétrica que exala do corpo do usuário inicialmente demonstrando a grande concentração de chakra Raiton ali, sendo esta dependente inteiramente do poder do utilizador. Enquanto impregna seu corpo com pura descarga elétrica, fornecida apenas pelas habilidades ganhas com o Kaminari no kokyū, o usuário ganha a capacidade de executar um movimento preciso, que é demonstrando na sua velocidade alta durante o seu uso, assemelhando-se a se movimentar seis vezes estocando-a seis vezes o seu adversário. Essa técnica se torna mais versátil e útil, quando o usuário não precisa mais depender da sua espada, podendo moldar todo o poder do Kaminari no kokyū em uma pequena arma que expande como um raio em forma reta de 50cm, que é refinado usando sua perícia ao elemento, tomando a forma de uma espada feita de raio. Ao contrário da sua técnica mãe, ele pode atingir até 3 inimigos em uma única sequência.

_______________________

[Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial ROccvbO
Ficha
''Todas as pessoas vivem confiando na sua sabedoria e no seu conhecimento, e ficam presos a eles. Eles chamam isso de "realidade". Entretanto sabedoria e conhecimento são ambíguos, deste modo, a realidade não é nada além de uma ilusão. As pessoas vivem baseadas em suas próprias crenças. Não é agradável para pensar, Convidado ?''
-
Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
Ícone : [Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial S6sO2B9

https://www.narutorpgakatsuki.net/t72306-fp-oshiro-ayumu https://www.narutorpgakatsuki.net/t72312-gf-oshiro-ayumu

Re: [Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial - em 23/7/2020, 14:45


Narrador: Lollipoppy

Desventuras em Kaminari no Kuni

@Starrk

Karapik Gon era o inimigo! E lançara uma rocha na direção do conselheiro e Zakuro. Era bastante desvantagem, mas aquilo tudo era o plano do ninja, não?! Utilizando de apenas uma de suas espadas banhada por raiton, ele desferiu um golpe na pedra facilmente, que virara pó com a força e violência que a espada a cortou. Gon estranhou, mas mal tinha tempo para isso, pois logo em seguida, fazendo seu raiton fluir pelo seu corpo, o quieto ninja utilizou de seu Kaminari no Kokyo exalando e liberando raios azulados com tons de branco e uma áurea negra. Era totalmente inesperado o que acarretou extremo estranhamento instantâneo por todos que estavam ao seu redor, principalmente do conselheiro e de Karapik Gon.

Ele seguira seus ataques, indo em direção de Gon e Ashita Joe. Ambos tinham a mesma velocidade que Zakuro, mas a distância pequena mal dera tempo de terminar os selos que estavam fazendo. O espadachim utilizou a aproximação e de sua espada para começar a golpear os inimigos, que conseguiram bloquear com os braços boa parte, mas Gon levara três golpes, dois no pescoço, um na carótida em cheio, já Joe recebera quatro golpes, nenhum na carótida, mas todos os quatro no mesmo canto no pescoço.

O jovem espadachim empolgado então recuara, mas apenas para se preparar para uma nova ofensiva. E expressando algo que ninguém conhecida, ele correu exalando uma grande concentração de raiton e com bastante velocidade atingindo ambos três vezes sem nem entenderem o que estava ocorrendo. A paralisia anterior, e os fortes golpes de raiton fizeram que ambos caíssem ao solo sem vida. Ele acabara voltando até o conselheiro, que estava boquiaberto, não somente pelo alto nível do contratado, mas também por que eram duas pessoas próximas do Senhor Feudal. Eram...


— Incrível...

Essa era a única palavra que ele conseguiu falar expressando tudo aquilo. A ideia do Cocheiro Feliz fora realmente muito boa, apenas o jovem poderia cuidar daqueles dois, mas infelizmente a festa já era. Não tinha mais clima, estavam todos os convidados assustados e muitas coisas reviradas. O trabalho de Zakuro fora ótimo, com poucos recursos e com uma ótima estratégia acabou ganhando sobre as adversidades encontradas. Ele agora poderia descansar, não tinha mais o que temer, apenas ver o conselheiro assustado em uma cadeira assinando uma papelada confirmando o ótimo serviço que contratou, e depois o levando até a carruagem para o menino voltar para Kumogakure no Sato. Indo voltar a sua vida, sem pessoas ricas e chatas, sem nada, apenas ele e o tio que vende o café.

— Você encontrou um destino cruel, não é mesmo?! — O cocheiro durante a volta lançaria essa pergunta. O que seria esse tão cruel destino?! — Eu vim de tão longe... E tão logo eu irei... — E dando palavras vazias, ele se aquietou, e o silêncio da viagem reinou até as portas de Kumogakure no Sato.

E o que o nosso protagonista faria? Eu que lancei tantas perguntas só posso ter uma certeza sobre essa última: apenas Zakuro poderá responder.


* * *

E com isso, terminamos nossos trabalhos. Gostei bastante do que vi, infelizmente cinco turnos acaba não deixando eu realizar as mestragens do jeito que gostaria, mas acho que fora bastante divertido. Gostei de suas estratégias, elas ganharam bem antes das ações de fato ocorrerem. E é tudo isso pessoal!

Missão:
Rank B — Reforços Especiais I
Descrição: Você irá participar da defesa da festa de posse do novo conselheiro do Senhor Feudal. Há suspeitas de que algum grupo radical quer assassiná-lo. Sua missão é protegê-lo.
FIM
-
Starrk
Chūnin
Starrk
Vilarejo Atual
Ícone : [Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial 4AKOx5v9_400x400

http://narutorpgakatsuki.net

Re: [Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial - em 23/7/2020, 21:46

Os golpes foram efetivos tal como planejei e esperava que ambos caíssem e assim foi, Karapik Gon que inicialmente havia sido o único conselheiro que não odiei parecia ter motivação de cor e/ou talvez fora influenciado diretamente por Joe, tal como uma peça de xadrez é movida poderia ser que Joe tenha contatado Gon que era realmente muito grande e pensado nele como a peça perfeita para o xeque-mate, ou sei lá, pode ter sido só uma coincidência havia milhões de possibilidades e uma era mais chata que a outra quando ambos caíram a festa caiu junto, não tinha clima para celebração com dois defuntos ao chão - exceto pra mim que não me importava nem um pouco, o clima chato é com ou sem festa. Me virei para checar o conselheiro e ele não estava ferido, apenas espantado talvez com o meu poder? Talvez por ter descoberto que aqueles dois amigos falsos era de fato, amigos falsos? Na verdade a função daqueles burgueses não é trabalhar com o falso? Com aquelas ideias malucas sem saber de verdade como é estar na linha de frente, ou como é enfrentar as adversidades suando, pondo-se a prova a todo instante, eles só bebiam chá e conversavam sobre coisas estúpidas.
Enquanto recebi o elogio mais estranho da minha vida com um ''incrível'' assustado notei que cumpri a missão com sucesso, e notei que os meus olhos correndo eletricidade e meu corpo emanando constantemente energia poderosa então optei por desativar a minha técnica agora que não havia nenhuma ameaça a fadiga veio de uma vez ao meu corpo e aquilo foi como receber um soco no estômago, mas estava sob controle o treinamento que eu fiz após a prova chunnin valeu a pena, agora estava bem melhor o domínio tanto em Raiton quanto a resistência corporal retomei o controle de minha respiração e meu coração que antes estava acelerado agora estava ficando normal e eu fui em direção ao assustado conselheiro, que agora já era oficialmente o novo senhor feudal a essa hora ele me entregou o certificado da missão e eu o agradeci dizendo apenas _ Parabéns! me dirigi até a carruagem onde aquele cara estranho novamente repetiu aquela pergunta estranha e sem nexo, decidi por ignorar. Estava um pouco suado e ofegante devido o uso do Kaminari no Kokyo, mas estava satisfeito com o resultado. Me acomodei na carruagem e fiquei quieto descansando a viagem inteira para que logo logo chegarmos a vila e eu estar totalmente recuperado. Eu fiquei pensando sobre a recompensa da missão, será que algum dia vou ter dinheiro a ponto de ficar como aqueles caras? Não, jamais. Me mataria se isso acontecesse, um sorriso de canto de lábio incomum tanto que seria impossível detectar, apenas estava satisfeito e mal esperava pra voltar a vila onde eu iria gastar todo o dinheiro ganho nessa missão com as despesas e comprar o máximo de café com o máximo de creme e eu pudesse enfim relaxar quieto no meu canto.

Zakuro


HP: 625/625 CH: 610/775  ST: 01/05

Umas paradas aí:
- Aparência de Yasutora Sado do anime Bleach, trajes tradicionais de um ninja da nuvem.
- A hip-pouch fica presa aos glúteos de Zakuro. As espadas estão cruzadas nas costas de Zakuro cruzando num formato de X.
- GCC; GV; Perito em Raiton.
- Velocidade padrão de 14m/s vide databook. Uma vez que desativei o EDL.
- Bom, apenas encerrando a missão.
Hip Pouch:
- 2 Token
- 20 Kunai
- 20 Shuriken
- 10 Hikaridama
- 2 Mecanismo Oculto Kunai
- 10 Kemuridama
Total: 70 slots vide regra.
Jutsus:
[Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial Tenor
Kaminari no kokyū (雷の呼吸 Breath of Thunder Style) - DESATIVEI
Requerimentos: Grande Controle de Chakra, 4 Inteligência, 4 Ninjutsu e Perícia em Raiton.
Descrição: Após ter adquirido o conhecimento e certo domínio sobre liberação dos raios, Starrk, percebeu mais profundamente como funcionava a utilização, exteriorização e administração destas energias, que eram manipuladas pelo chakra e por fim liberadas, canais de energia do corpo, os mesmos que liberam o chakra para fora do corpo. Tendo isso em mente e o domínio, o estilo de luta, é uma habilidade única de usar o Raiton com mais precisão, e com base nesses conhecimentos, Starrk decidiu aplicar o método de estimular cada parte do seu corpo através de uma liberação contínua e única de raios sobre o mesmo de forma que sua velocidade e a percepção do usuário possam estar interligados, através desta liberação contínua e controlada com precisão incessantemente. Devido a constante liberação de chakra Raiton que é exalada pelo corpo, qualquer golpe dado, usando o estilo de luta, é paralisada a parte atingida (vide regra).Enquanto utilizando este estilo de luta o usuário tem a sua velocidade, aumentadas por 1 ponto, isto requer 50CH para ativação do estilo. Toda área que sofrer um golpe do estilo, fica paralisada por um post, exceto se tiver algo a protegendo, tem uma duração de 3 Posts, e exige um turno inteiro de descanso para ativá-la novamente, custo de 25 de CH pra manter.

_______________________

[Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial ROccvbO
Ficha
''Todas as pessoas vivem confiando na sua sabedoria e no seu conhecimento, e ficam presos a eles. Eles chamam isso de "realidade". Entretanto sabedoria e conhecimento são ambíguos, deste modo, a realidade não é nada além de uma ilusão. As pessoas vivem baseadas em suas próprias crenças. Não é agradável para pensar, Convidado ?''
-
Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
Ícone : [Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial S6sO2B9

https://www.narutorpgakatsuki.net/t72306-fp-oshiro-ayumu https://www.narutorpgakatsuki.net/t72312-gf-oshiro-ayumu

Re: [Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial - em 23/7/2020, 21:59

@Starrk Missão concluída. Não era necessário esse último turno seu, mas ele não está negado! Pode solicitar as devidas alterações e ganhos!
-
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Cena – Missão Rank – B] Reforço Especial -

-


Layout por @Akeido Skins, @Loola Resources e Naru.