:: Mundo Ninja :: Mapa Mundi :: Konohagakure no Sato :: Hospital|Laboratório
Alvorecer
Arco 04
Ano 17 DG
Verão
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

[RP - Capítulo] É cedo para se martirizar - Publicado 6/12/2019, 15:54


Narração

Yukito Hyūga bem que poderia vir a se tornar um mártir, como um jovem gentil e agradável para aquelas pessoas que o rodeavam e tinha como uma de suas maiores motivações ficar cada vez mais forte para que alcançasse os seus desejos. Com a invasão se instalando no vilarejo era fácil presumir que ele queria estar ali, junto aos defensores, em busca de neutralizar os oponentes e alcançar a vitória, no entanto, era muito cedo para estar no meio de tanta gente grande e com objetivos maiores e mais gananciosos. Ainda tinha um longo percurso para percorrer e para isso precisaria permanecer vivo até lá.

A posição do vilarejo em relação aos genins era convicta em não permitir que os colocassem em perigo, mas também não poderiam deixar de usar nenhum recurso estimado do vilarejo para ajudar naquele evento. O hospital era a maior fonte de recursos para o abastecimento dos centros de apoio as vitimas, como ginásios, empresas e academia shinobi que com um espírito de cooperação cediam o seu espaço para receberem as vitimas desses acidentes, que em sua maioria eram atingidas por destroços pela destruição provocada.

Junto de um grupo de voluntários e outros genins, teriam como função transportar suprimentos e insumos médicos para essas outras regiões, como óleos minerais, gases, alcooóis diversos, morfinas, entre outros. Eles eram mantidos conservados em malas de mão para que chegassem no melhor estado possível em seu destino final. Apesar de parecer uma tarefa simples em meio aquele episódio, não era menos importante do que qualquer outra.    

Considerações:
[RP - Capítulo] É cedo para se martirizar  22fc487fed2ff0ca328b18d37899262f

Yukito
Chūnin
Yukito
Vilarejo Atual
[RP - Capítulo] É cedo para se martirizar  22fc487fed2ff0ca328b18d37899262f

Re: [RP - Capítulo] É cedo para se martirizar - Publicado 6/12/2019, 17:22

Após recém se graduar como genin, o dia da primeira missão de Yukito havia chegado, porém sob circunstâncias que jamais poderia imaginar, Konoha estava sofrendo um ataque extremamente violento,  onde muitas pessoas estavam se ferindo, e varias estruturas da vila sendo destruídas. Por ser apenas um genin que tinha acabado de receber sua bandana, Yukito sabia que não poderia ajudar na linha de frente, o mesmo só tinha conhecimento dos jutsus básicos  e do estilo Jūken de seu clã, porém, o jovem Hyūga queria ajudar sua vila de alguma forma, então decidiu ir até a academia para prestar algum tipo de ajuda.

Ao pisar na rua e ver com seus próprios olhos, toda aquela imagem de desespero e destruição, Yukito engolia seco e apertava o passo, o genin voltava a se lembrar do dia que perdeu sua mãe , e que na suas mãos ele poderia ter o poder de evitar que isso aconteça com outros jovens. Ao chegar na academia, a cena era de total correria dos ninjas médicos, ali estavam outros genins ajudando a acomodar os feridos, a imagem dos cidadãos enfaixados, o som dos gemidos doloridos, realmente incomodava Yukito, e a sua vontade de ajudar ia aumentando.

Ei você ai, de cabelo laranja, vem aqui a gente precisa de mais um!- Gritava um ninja médico enquanto cuidava de um cidadão aparentemente com a perna quebrada.

Ao ouvir o grito do shinobi, Yukito saia do transe e prontamente corria até o ninja se apresentando.

Sou o Yukito senhor, o que posso fazer para ajudar?

Rápido, vá até o hospital  e traga mais morfina, já estamos ficando sem- Dizia o ninja médico enquanto tratava a perna do cidadão que agonizava deitado no chão.

Após receber a ordem Yukito já com o sangue quente saia correndo em direção ao hospital.
Status:

Considerações:
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - Capítulo] É cedo para se martirizar - Publicado 7/12/2019, 15:28


Narração

Pela movimentação frenética dos médicos, enfermeiros e pacientes, confirmavam que algo grave estava acontecendo. – Nós estamos abrigando um bom número de pessoas no Gabinete, por favor, precisamos de mais remédios. – Suplicava uma voz ao lado esquerda. – Estamos montando uma passagem nos arredores para o caso de ser necessária uma retirada em massa, aqueles que estiverem em um bom estado, por favor, formem uma fila a direita. – Uma segunda se apresentava. Eram diversas as pessoas, independente de classe, cor e gênero, em um só objetivo. Ajudar o máximo de pessoas possíveis.

Nosso protagonista se via ali, em meio a todo aquele caos, quando um convite no mínimo duvidoso surgiu. – Ei, jovem! – O homem assoviava em sua direção e acenava com a sua mão para chamar a sua atenção até ele. – Eu dou pra você 100.000 Ryous se for até à sala 34C, do hospital, e pegar para mim uma droga, em um armário duplo lá existente, na última gaveta. Trata-se de um medicamente que vai nos ajudar a vencer esse espetáculo que estão fazendo conosco. – O homem que fazia o convite tinha na idade dos trinta anos, cabelo amarelo e encaracolado pairando desajeitadamente sobre um rosto magro e sombrio, com um bigode e cavanhaque em memória intrigante de sua aparência afortunada. Ele apresentava sintomas de abstinência como movimentos aleatórios com o corpo e inclusive mastigava suas unhas em alguns momentos, aguardando pela resposta do nosso protagonista.     

Considerações:
[RP - Capítulo] É cedo para se martirizar  22fc487fed2ff0ca328b18d37899262f

Yukito
Chūnin
Yukito
Vilarejo Atual
[RP - Capítulo] É cedo para se martirizar  22fc487fed2ff0ca328b18d37899262f

Re: [RP - Capítulo] É cedo para se martirizar - Publicado 7/12/2019, 17:10

A missão de Yukito já havia começado, a correria e o caos eram a trilha sonora de sua jornada, apesar do shinobi de cabelo laranja estar assutado com certeza, era uma boa ideia começar com esse nível de pressão, assim era possível ver se realmente estava preparado para ser um ninja e que não tinha conseguido sua bandana à toa. Enquanto Yukito se preparava para ir buscar a morfina no hospital, segundo ordens do médico, a imagem de um homem aparecia para o jovem, um homem que para qualquer pessoa que não tivesse a ingenuidade de Yukito, aparentava ser alguém de má índole, porém somado a situação que se encontrava o ninja não duvidou nem por um segundo do pedido do homem.

Pelo amor de Deus, não se preocupe com dinheiro nessa situação, espere um pouco aqui, eu estou a caminho do hospital.- Dizia o ninja esperando ajudar o máximo de pessoas possível.

Após trocar as palavras com o homem, o jovem Hyūga ficava repetindo suas orientações na sua cabeça enquanto seguia seu caminho, "Ultima gaveta, armário duplo,sala 34C, ultima gaveta, armário duplo, sala 34C"
Em momento algum, Yukito poderia pensar que no meio daquela situação alguém tentaria lhe passar a perna, então levava totalmente a sério. A necessidade de buscar morfina e o remédio pedido pelo homem, tinham exatamente a mesma importância para o jovem. E assim seguia sua missão


Status:



Considerações :

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - Capítulo] É cedo para se martirizar - Publicado 7/12/2019, 19:41


Narração

O hospital oferecia uma visão ainda mais calamitosa do que vista pelo lado de fora. Os corredores serviam como próprias salas com as várias macas dispostas sobre os corredores. Não que todos os pacientes tivessem sido atingidos pelo ataque, mas com a rotina já bastante atarefada com os regulares, aqueles que chegavam às pressas tornavam a situação ainda mais preocupante. A sala indicada pelo homem misterioso ficava no final do segundo andar e o armário era o único existente, no entanto, era trancado. Aquele não era um quarto comum, poderia confirmar que estampado na porta estava um aviso legível para "Somente profissionais", fora da alçada do nosso protagonista.   

Em um carrinho - como aqueles geralmente usados pelas aeromoças nos aviões para a entrega de comidas e bebidas - na parte de baixo, alguns medicamentos que estavam sendo usados para o abastecimento dos quartos. Em uma caixa quase que completamente branca, com listras vermelha e azul, o nome Dimorf não deixava se enganar, era o medicamento que viera buscar inicialmente. O responsável pelo carrinho estava no quarto da frente 30B checando o prontuário de um paciente regular.

As opções mais fortes eram em duas, mas nada impedia que escolhesse um terceiro caminho. A primeira consistia basicamente em ignorar o aviso na porta e dentro do cômodo procurar uma ferramenta ou chave para a abertura do armário e assim alcançar o medicamente do homem lá embaixo ou enxergasse a indicação no quarto com estranheza e decidisse apenas seguir com o seu objetivo inicial, sem aceitar aquele alternativo que estava sendo proposto. Como responderia o nosso protagonista?

Considerações:
[RP - Capítulo] É cedo para se martirizar  22fc487fed2ff0ca328b18d37899262f

Yukito
Chūnin
Yukito
Vilarejo Atual
[RP - Capítulo] É cedo para se martirizar  22fc487fed2ff0ca328b18d37899262f

Re: [RP - Capítulo] É cedo para se martirizar - Publicado 8/12/2019, 22:09

Yukito corria pelas ruas de Konoha no objetivo de chegar o mais rápido possível no hospital, o jovem torcia para que as forças aliadas acabassem logo com os invasores, a situação era realmente caótica, o cenário era bem pesado para qualquer um que estivesse ali, inclusive para os ninjas que tentavam manter o máximo de ordem naquela situação.
Ao chegar no hospital, o estomago de Yukito se embrulhava, era realmente uma cena mais pesada do que tinha visto na academia,  porém, ele não tinha tempo para ficar pensando em como aquelas pessoas estavam sofrendo, ele tinha que se mexer para que pudesse ajudar. Então rapidamente vendo um mapa do hospital que ficava na parede, viu que a sala 34C ficava no segundo andar, então mais uma vez o jovem engolia seco para atravessar os corredores (Que mais eram uma área de feridos naquele momento), e subir as escadas a fim de conseguir os medicamentos e voltar para academia antes que a situação ficasse pior. Mas ao chegar na porta da sala que tanto repetiu o numero em sua cabeça, foi recebido com a placa que dizia que Yukito, um genin comum, não poderia ter acesso àquele local.

"Não tem como ser um engano, tenho certeza que a sala é essa, mas o que esse cara ta querendo daí de dentro? Preciso conversar com alguém que trabalhe aqui."-Pensava Yukito, em uma situação que não era nada agradável, o genin começava a se sentir meio lesado, mas ainda não tinha desconfiança do homem, era só um sentimento de desconforto.

Ao se virar, enxergava o que aparentava ser um enfermeiro lendo uma prancheta com certas informações de um paciente, Yukito chamava a atenção ao se aproximar do homem:

-Com licença senhor, meu nome é Yukito Hyūga, sou um genin em missão, por favor, poderia me dar acesso a sala 34C? Um dos medicamentos que preciso levar se encontra nela.- Pedia educadamente como sempre costumava fazer.

O médico olhava com um olhar desconfiado para o jovem, primeiramente porque Yukito não apresentava nenhuma característica de ser do clã Hyūga, e também porque ele sabia que o que havia na sala não eram medicamentos que qualquer um poderia utilizar.

Jovem me perdoe, mas os medicamentos da 34C, são para casos extremamente  específicos, se não souber dosar a quantidade do remédio, o paciente pode ter alucinações, e até mesmo uma overdose, na situação que estamos não  precisamos desses remédios, o que estamos fornecendo para os locais que estão abrigando feridos é isto aqui, morfina. - Dizia o homem enquanto pegava a caixa embaixo do carrinho e segurava na frente do genin.

Após ouvir as palavras do enfermeiro, Yukito sentia uma enorme tristeza por ter percebido que tinha sido passado para trás em um momento extremamente delicado, junto com a tristeza o sentimento de raiva também começava a surgir,  o jovem agradecia o enfermeiro, pegava a caixa de morfina e corria em direção á academia.

Status:


Considerações:
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - Capítulo] É cedo para se martirizar - Publicado 10/12/2019, 15:08


Narração

O membro do clã Hyūga não resistia e saia apenas com o medicamente fornecido pelo enfermeiro, sem saber da surpresa que o aguardava lá fora. Em estado de abstinência e logo que viu Yukito passar pela porta, o homem que o abordou anteriormente voltava a interrompê-lo, confiante de que teria sua salvação. – E então meu jovem? Você está com o meu remédio? Onde está? – Ladrava o homem que até mesmo esboçava revistar o nosso protagonista. – Diga que está com você. – Mostrava-se cada vez mais irritado com a falta de uma resposta.

O homem que estava em pé diante de Yukito se tratava na verdade de alguém que havia sido aprisionado na condição  de um selo amaldiçoado inferior, e, sem conseguir se adaptar a sua nova realidade estava recorrendo a remédios fortemente controlados para ajudá-lo no processo, sendo uma melhora psicológica, pois o uso do medicamento não representava nenhuma melhora em seu quadro. As marcas começavam a dominar o corpo do homem com origem do seu pescoço, fazendo com que ele se ajoelhasse de dor e levasse a mão sob essa região. Sua melhora estava condicionada ao sucesso de Yukito que não havia alcançado os remédios.

Nosso protagonista se sensibilizaria pelo estado apresentado pelo homem ou seguiria determinante em sua missão para alcançar a academia com aqueles que realmente necessitavam?

Considerações:
[RP - Capítulo] É cedo para se martirizar  22fc487fed2ff0ca328b18d37899262f

Yukito
Chūnin
Yukito
Vilarejo Atual
[RP - Capítulo] É cedo para se martirizar  22fc487fed2ff0ca328b18d37899262f

Re: [RP - Capítulo] É cedo para se martirizar - Publicado 10/12/2019, 16:23

Após pegar a morfina do enfermeiro, Yukito corria pelos corredores traçando seu objetivo: Chegar o mais rápido possível na academia. A sensação de ter sido usado, incomodava o jovem ninja que apenas queria ajudar.
O genin descia as escadas e já identificava a porta pelo qual tinha entrado, e ao passar por ela, a surpresa de dar de cara com o homem que antes havia lhe pedido o remédio da sala trancada, paralisava seu corpo por alguns segundos por causa do susto que tomava.

E então meu jovem? Você está com o meu remédio? Onde está? Diga que está com você- Dizia o homem totalmente angustiado, a espera de receber a droga que foi pedida, e logo depois caia de joelhos pressionando um local de seu pescoço.

Yukito não tinha conhecimento sobre o que estava acontecendo, era a primeira vez que via algo do tipo, conforme as marcas iam se espalhando pelo corpo do homem, parecia que a dor também se alastrava. O jovem se encontrava em outra situação extremamente difícil, não podia simplesmente sair sem prestar ajuda ao homem, mas já tinha perdido muito tempo e precisava voltar para a academia.

"Mas que droga, o que que eu faço agora?"- Pensava o genin tentando encontrar alguma resposta.

No estado de total pressão, Yukito age de forma desesperada e incerta, talvez justificada pela falta de experiencia do genin.

Alguém rápido, este homem precisa de algum medicamento da sala 34C, eu estou indo para academia, mas logo volto para ajudar aqui no que for preciso, por favor!- Gritava Yukito ao abrir a porta do hospital chamando atenção de todos que ali estavam, na sua frase o mesmo indicava que voltaria por dois motivos principais: A falta de confiança que tinha criado no homem por causa de toda a situação, e se algo saísse fora do planejado seria sua culpa, então teria que estar lá para consertar.

Após chamar a atenção para o homem que sofria de joelhos na porta do hospital, antes mesmo de obter qualquer tipo de resposta, o jovem corria para à academia afim de economizar o máximo de tempo possível e cumprir sua promessa de voltar ao local.
   
Status:


Considerações:
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - Capítulo] É cedo para se martirizar - Publicado 11/12/2019, 01:05


Narração

Yukito fazia uma escolha acertada, prezando pela vida de dezenas de pessoas ao invés de uma única. Ponto positivo para o nosso protagonista. Cerca de 8 minutos de corrida seria o suficiente para atingir a distância entre o Hospital e a Academia. Vendo o jovem com seus 1,74 metros e 61 quilos retornando com o kit médico repleto de morfinas e outros medicamentos suplementares, passava a ser o mais visado no meio de toda aquela multidão.

Moço, por favor, eu preciso de remédios para dor. Torci o meu tornozelo direito na correria. – Apresentou-se uma mulher que buscava fisgar o membro do clã Hyuga. – Por favor, meu herói, eu fui pisoteado por um grupo de dezenas de pessoas que tentavam escapar da poeira levantada pelos destroços. – Argumentava outro. – Rápido, aqui dentro. – Sinalizava uma mulher com um jaleco inteiramente branco. Foi nesse instante que um transeunte segurou na mão - a sua escolha - que o jovem carregava a maleta com os medicamentos. Com a mão livre o homem massageava a têmpora e, por um momento, bloqueava toda a dor e angústia que ele sentia. – Por favor, não conseguimos ter acesso ao interior da academia, estão com muitas pessoas e no final das contas eles acabam recebendo toda a atenção. Você precisa nos ajudar. – Finalizava.

Considerações:
[RP - Capítulo] É cedo para se martirizar  22fc487fed2ff0ca328b18d37899262f

Yukito
Chūnin
Yukito
Vilarejo Atual
[RP - Capítulo] É cedo para se martirizar  22fc487fed2ff0ca328b18d37899262f

Re: [RP - Capítulo] É cedo para se martirizar - Publicado 11/12/2019, 01:58

E finalmente, Yukito o jovem genin retornava ao local que foi dada a sua primeira missão, à academia estava consideravelmente mais cheia do que quando tinha partido, tão mais cheia, que varias pessoas tinham ficado do lado de fora e ao chegar com o kit médico, era obvio que as pessoas que estavam naquela situação tentariam receber qualquer tipo de atendimento, mesmo não sabendo que o jovem de cabelo alaranjado estava longe de ser algum médico, era apenas um meio de transporte para que os suprimentos chegassem na academia . As pessoas começavam a cercar o genin, pedindo remédios, explicando que não tinham espaço dentro da academia, e como em quase todos os momentos daquela missão, Yukito se encontrava em um dilema, era entendível o desespero das pessoas e a falta de organização dos médicos,era muito difícil manter a organização ao mesmo tempo que você precisava curar os cidadãos e até shinobis feridos.

Ao ver uma mulher balançando o braço e o chamando, Yukito dizia que resolveria o problema das pessoas que o cercavam e meio abruptamente furava o circulo de pessoas para chegar no local que a mulher de jaleco branco o chamava.

Muito obrigado jovem, estávamos precisando mesmo desses medicamentos, as pessoas começaram a se acumular do lado de fora e não temos tempo para organizar o atendimento, só que elas estão achando que não vão ser tratadas, isso ta dando um grande problema. Dizia a ninja médica de forma apressada enquanto abria a caixa de medicamentos conferindo cada frasco de vidro.

Porque não tentamos dividir isso? Eu poderia organizar uma fila das pessoas que ficaram fora da academia em algum tipo de triagem para separar as pessoas por nível de gravidade, acho que assim poderíamos evitar baixas, e mais uma coisa, aposto que alguns ninjas do seu esquadrão  devem saber alguma tecnica de clonagem, não custa nada tentar, se precisarem identificar algo eu também posso ajudar utilizando meu Byakugan, o que acha de tentarmos?- Respondia o jovem usando toda sua proatividade e capacidade de pensar sob pressão, mesmo não entendendo nada de curar ferimentos, ele poderia ajudar ao máximo na organização e atenção aos feridos que estavam em estado de desespero do lado de fora.

Claro, claro! Podemos tentar, vá falar com o pessoal lá fora e eu vou conferir com os ninjas que estão comigo aqui dentro, se eles conseguirem fazer um ou dois clones, imagino que não gastarão muito chakra, e podemos agilizar o processo de cuidar de todos, espero que dê certo vamos!- Dizia a mulher depois de ter um estalo de realidade e sua esperança ter tomado seus movimentos apressados.

Após esta breve conversa, Yukito prosseguia com sua parte do plano indo até as pessoas do lado de fora, e a ninja entrando na academia para verificar a condição dos médicos.
   
Status:


Considerações:
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - Capítulo] É cedo para se martirizar - Publicado 11/12/2019, 16:29


Narração

A médica atendia a sugestão de Yukito, mobilizando seus homens para que se clonassem e assim aumentar o alcance do atendimento, no entanto, quando colocado em prática iriam confirmar que apenas três pessoas tinham a capacidade de usar um Kage Bunshin no Jutsu, sendo um aumento ainda muito pouco representativo. Mas já era um inicio.

Enquanto organizava a fila, nosso protagonista poderia notar a presença de um grupo vestido com as vestimentas comumente empregadas para a elite do vilarejo, eles haviam chegados em um veículo com a cabine traseira larga, com espaço suficiente para transportar caixas e mais caixas de remédios. – Olá, meu nome é Legacy e eu estou em nome de todos os bravos guerreiros que estão nesse exato momento tentando contribuir de alguma maneira para a defesa do vilarejo. Considerando que é possível que se esgotem os medicamentos, com atendimentos desnecessários para civis que em sua maior parte do tempo nunca moveram a bunda do sofá, estaremos confiscando os medicamentos lacrados para que possam ser oferecidos para os nossos guerreiros quando necessário for. – Após a fala de Legacy, os seus homens de confiança passaram a se misturar entre os civis para confiscar os remédios e colocar em dúvida todo o esforço de Hayato. – Você, você e você. – Ele apontava em meio aos colaboradores aqueles que poderiam ajudar na atividade e um deles era o membro do clã Hyūga.

Consequentemente um conflito entre os Iryō-nin e os membros do quartel se iniciou, com o primeiro lado apresentando os argumentos em favor dos civis e o do lado oposto alegando que eram os guerreiros os maiores responsáveis pelo sucesso ou fracasso daquela missão e todo recurso utilizado neles seria o mínimo que poderiam oferecer.

Considerações:
[RP - Capítulo] É cedo para se martirizar  22fc487fed2ff0ca328b18d37899262f

Yukito
Chūnin
Yukito
Vilarejo Atual
[RP - Capítulo] É cedo para se martirizar  22fc487fed2ff0ca328b18d37899262f

Re: [RP - Capítulo] É cedo para se martirizar - Publicado 11/12/2019, 18:32

Poucos ninjas conseguiram fazer os clones, menos do que o genin imaginava, porém naquele momento qualquer tipo de ajuda era válida, as pessoas que ficaram do lado de fora iam se acalmando conforme Yukito começava a organizar a fila, entre muitos agradecimentos o jovem começava a se sentir importante. Enquanto estava distraído, um veiculo se aproximava do local,
Olá, meu nome é Legacy e eu estou em nome de todos os bravos guerreiros que estão nesse exato momento tentando contribuir de alguma maneira para a defesa do vilarejo. Considerando que é possível que se esgotem os medicamentos, com atendimentos desnecessários para civis que em sua maior parte do tempo nunca moveram a bunda do sofá, estaremos confiscando os medicamentos lacrados para que possam ser oferecidos para os nossos guerreiros quando necessário for.- Dizia o que parecia o mandante daquela operação.

Yukito ficava desnorteado, em nenhum momento questionou a ordem de Legacy, se desculpava com os civis na fila, e começava a juntar os frascos , seringas e o resto dos itens nas caixas de volta para entregar a Legacy, a discussão entre os ninjas médicos estava fervorosa, os civis nem se pronunciavam,  após a humilhação que sofreram não tinham vontade nem de discutir. Ao pegar a caixa e se direcionar ao veiculo, Yukito via nos olhos do civis a dor de ter perdido a esperança de serem atendidos, e em meio a gritaria dos médicos, o jovem parava na metade do caminho, o seu lado humanitário era mais forte, deixava a caixa de medicamentos no chão, enxia os seus pulmões e começava a gritar.

Podem parar com isso, quem vocês pensam que são para ditar quem deve ser tratado ou não, essas pessoas são tão importantes quanto qualquer shinobi nessa droga de vila, quem vocês acham que faz a comida que vocês comem, as roupas que vocês vestem, escrevem os livros que vocês leem, que tocam as musicas que vocês escutam, a até mesmo fabricam as armas básicas que os shinobis usam? Não só de guerreiros é construída uma vila.

Legacy eu sinto dó da sua mediocridade como ser humano, e se você valoriza tanto shinobis, olhe para minha testa, e veja que eu também sou um shinobi, posso ser um genin, mas sou um genin da folha, e eu prezo pelo bem estar de todos nesta vila, deixem os remédios aqui eu farei com que tanto os shinobis como os civis sejam tratados, se vocês não aceitarem, bom, terei que fazer a força
-  Ao mesmo tempo que a ultima palavra era dita por Yukito, seu olhos castanhos se tornavam um branco perolado, e as veias de seu rosto ficavam saltadas, sem sombra de duvidas era seu Byakugan sendo ativado.

O jovem mais uma vez tomando uma decisão totalmente arriscada, sua personalidade de mártir fazia com que ele não tivesse medo de assumir a culpa por algo que achava que era certo.
Jutsus utilizados:

Status:


Considerações:
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - Capítulo] É cedo para se martirizar - Publicado 12/12/2019, 15:57


Narração

Legacy enxergava o jovem que discursava diante dele e sua frota como o sinônimo da fraqueza, forçando suas mandíbulas e cerrando os punhos em sinal de desgosto. – Como pode nascer na vila oculta da folha alguém tão patético? Às vezes penso que se essa invasão contribuir para diminuir pessoas como você estará sendo feito um favor para nós, mas eu e os nossos homens não permitiremos que isso aconteça, pode ficar tranquilo. – Rebatia.  

Com uma distância de dez metros os separando, Legacy investiu como um grande velocista que era com o punho fechado tendo em nosso protagonista como seu alvo, aquela era a maneira que teria de repreendê-lo. Yukito não teria como acompanhá-lo ou força suficiente para parar a sua investida, e nem era essa a intenção. No meio do trajeto uma deposição de poeira trouxe a imagem de um homem alto, com cabelos loiros desarrumados de comprimento médio e olhos azuis. Sem a parte de cima da sua roupa, caídas na direção dos joelhos, mostrava-se um homem com várias cicatrizes.

Parabéns, meu jovem, você se saiu muito bem. – Anunciava em sua primeira aparição. – Você está no caminho certo, educação e boas palavras têm o seu papel fundamental, mas a coisa mais importante é a intenção por trás do seu objetivo. Não importa o que as pessoas digam, elas não podem atacar o seu coração puro. – O homem sorria, passando a encarar Legacy. – Veja que ironia. Eu já servi ao meu país por um longo período de tempo e hoje não posso nem mais receber tratamento sem ser colocado para o final da fila? E o tempo que servi não valeu de nada? E, como disse esse garoto, as pessoas que constroem esse vilarejo dia após dia? Isso não vale de nada, Legacy? Você precisa abrir a sua mente e permitir que as palavras desse garoto te alcance, assim poderemos viver em países que as pessoas se aceitam. – Concluía.

Considerações:
[RP - Capítulo] É cedo para se martirizar  22fc487fed2ff0ca328b18d37899262f

Yukito
Chūnin
Yukito
Vilarejo Atual
[RP - Capítulo] É cedo para se martirizar  22fc487fed2ff0ca328b18d37899262f

Re: [RP - Capítulo] É cedo para se martirizar - Publicado 12/12/2019, 22:15

Yukito usava todo o ar que tinha nos pulmões para repreender a atitude de Legacy, e tentar fazer com que o mesmo conseguisse enxergar a situação com outros olhos, mas tinha sido totalmente em vão, o homem que discursava o ódio contra os cidadãos encarava o jovem genin com um olhar enojado, após o termino do discurso de Yukito, Legacy não demorava para dizer meia duzia de palavras totalmente ofensivas para todos que ali estavam, inclusive desejava a morte de jovens como Yukito sem apresentar nenhum medo de ser visto com maus olhos pelos moradores da sua própria vila, e em um instante partia para cima de Yukito, a sua velocidade era muito maior que a do genin, seu byakugan não podia acompanhá-lo, sua reação foi proteger seu corpo cruzando os braços em forma de "X", porém ante de finalizar o movimento, Legacy já estava próximo demais do jovem, seria um golpe e tanto, quando subitamente a investida de Legacy era parada por um homem com um semblante heroico, as palavradas que o  mesmo dizia enchiam o coração de Yukito, o jovem se sentia orgulhoso pelo discurso que havia feito.
Após Legacy ser interrompido,  envergonhado porém com raiva, desistia de levar os remédios da academia, subia no seu veiculo e dava meia volta, após isso a presença de Yukito lá tinha sido ofuscada, todos as vibrações dos civis se voltavam para o homem que havia protegido o jovem Hyuuga, e após tudo ser devidamente organizado na fila, a enfermeira vinha agradecer o shinobi iniciante.

Obrigado jovem, agora tudo está em ordem, obrigada mesmo, você continuará por aqui?- Dizia a mulher que tinha conseguido agilizar o processo junto com o Yukito.

Na verdade, agora que aqui já está mais organizado, preciso voltar para o hospital,  tenho um assunto inacabado lá, tenho que ver se tudo deu certo. Até mais! - Respondia Yukito já acostumado com todo aquele cenário de destruição que nem o incomodava tanto mais.

E correndo se dirigia para o hospital, para conferir se a sua segunda responsabilidade naquele dia estava concluída, ou se o homem amaldiçoado com o selo tinha dado algum trabalho naquele local.  
Status:


Considerações:
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - Capítulo] É cedo para se martirizar - Publicado 13/12/2019, 17:54


Narração

O homem misterioso de mais cedo parecia não ter saído da cabeça de Yukito que em uma decisão até que precipitada resolveu sair do foco da missão. Ao alcançar os limites do hospital novamente tomaria nota de que a figura misteriosa já não estava mais ali, por outro lado, um movimento bastante controlado havia se instalado. Não havia mais ninguém do lado de fora, todos os necessitados tinham conseguido suas vagas e estavam naquele exato momento recebendo tratamento. Uma fila era formada próximo da entrada, era o famoso check-point e oferecia kit-médicos a serem distribuídos para os pontos como academias, gabinete e o centro comercial do vilarejo. Já que havia retornado até ali, precisaria agora encontrar uma maneira de ajudar.  

Considerações:
[RP - Capítulo] É cedo para se martirizar  22fc487fed2ff0ca328b18d37899262f

Yukito
Chūnin
Yukito
Vilarejo Atual
[RP - Capítulo] É cedo para se martirizar  22fc487fed2ff0ca328b18d37899262f

Re: [RP - Capítulo] É cedo para se martirizar - Publicado 13/12/2019, 19:24

Ao chegar no hospital, um sentimento de calma surgia em Yukito pela primeira vez naquele dia, pelo visto o homem de mais cedo já havia sido tratado e não estava mais lá, a organização do hospital era realmente impressionante, mas obviamente com mais médicos e uma infraestrutura maior era mais fácil de organizar mesmo. Yukito então por alguns segundos se dá o direito de descansar, o jovem respira fundo, alonga os braços e as pernas, e torce para que os aliados acabassem de uma vez com os ninjas que invadiam a sua vila.
Logo após de dar um breve descanso ao corpo  , o jovem genin via que sua permanência ali era pouco proveitosa, porém como uma ação de oportunidade, ia até a ala de distribuição de remédios, e pegava mais um kit médico para levar até a academia, já que o numero de pessoas tinha aumentado, era bem provável que estivessem precisando de mais suprimentos também.
Ao chegar na academia Yukito percebe que a situação estava sob  controle também,  entrega o kit para o ninja que tinha dado sua missão, e depois do agradecimento, Yukito recebe a noticia que sua missão tinha acabado e que o jovem Hyuuga seria um dos genins escolhidos para ajudar caso a situação apertasse de novo.


Status:
 
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [RP - Capítulo] É cedo para se martirizar - Publicado 13/12/2019, 20:09

@:
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [RP - Capítulo] É cedo para se martirizar - Publicado