:: Mundo Ninja :: Mapa Mundi :: Kumogakure no Sato :: Centro da vila
12 Anos Online
Atividades Recentes
Principais Novidades
Alvorecer
Arco 04
Ano 16 DG
Inverno
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

[TREINAMENTO] Ares rarefeitos. - Publicado 20/11/2019, 17:46


[TREINAMENTO] Ares rarefeitos. Original

Vestimenta; Palavras: 907; O.B.J.: 2 pontos em Inteligência + 2 pontos distribuíveis. (Boost ativado.)

O telhado do galpão era de eternite e desde o último temporal sempre que amanhecia o sol entrava pela fresta milimetricamente calculada pelo tempo e chocava-se contra o meu rosto, deitado sobre as molas desgastadas do colchão amarelado e sujo. "Tenho que lembrar de cobrir esta merda." Mas infelizmente os horários que antes tinha vago agora eram ocupados pelo serviço prestado à junta militar da aldeia em missões que me faziam preferir voltar aos furtos na feira. As costas de minha mão destra coçou os olhos apertados de sono. "Preciso de um relógio." o dorso levemente erguido possibilitava que o pescoço girasse em torno de seu próprio eixo, com os olhos buscando a normalidade do local. Quando se vive naquela situação todo dia é uma surpresa diferente ao acordar e checar se minhas coisas estavam em seu devido lugar havia se tornado hábito antes mesmo de Kazuya mudar-se para lá. Levantei, movendo-me contra toda a preguiça que ainda insistia em me manter naquele ato inerte e sem muita pressa rumei até a gigantesca porta de correr do galpão. Um estrondo. A luz que vinha de fora iluminou a imensidão antes abraçada pelo breu do interior. Meus olhos entreabertos forçavam a vista contra o sol que surgia em meios a diversas nuvens. Inspirar aquele ar típico somente nas terras altivas de Kumo trazia conforto logo pela manhã. O cigarro de ervas enroladas de forma justa no papel de arroz já estava em meus lábios quando o acendi.

A fumaça mirou o céu e meus olhos o som que veio da lateral do galpão. Ali era minha moradia e se tinha algo que me deixava de certa forma injuriado era receber visitas na minha redondeza. -Ah! Shouta, é você. Meu peitoral livre de camisa apanhava o sol daquele horário. O homem que dobrou a esquina do flanco era alto, sua barriga protuberante visivelmente rígida; colares em esferas de madeira caíam sobre seu pescoço assim como os longos cabelos negros extremamente sujos que desciam apenas pela lateral da sua cabeça, deixando plano e liso o cume de seu crânio. Suas feições maltratas aproximaram-se de mim. -Olá T., não queria ter te acordado. Shouta era um dos vários moradores de rua que me conheciam. Compartilhávamos comida, ele me doava alguma de suas reciclagens para decorar o galpão; era um sábio andarilho de Kumo que vivia em suma de seu artesanato, seu tempo áureo de jovem e aventuras perigosas pelas vielas já havia passado. -Sem problemas irmão. Como andam as coisas por aí? Ele parou ao meu lado apanhando o baseado que era oferecido à ele. Suspirou. -Difíceis, T. Mas fiquei sabendo que passou no seu exame genin, talvez com um de nós lá dentro as coisas mudem. Aquele brutamontes era um idealizador profundo da revolução. Acreditava que a minoria tinha que utilizar dos métodos convencionais para reter o sistema e só então muda-lo; em cima disso já havíamos tido horas de conversa. -Não tenha dúvida Shouta. Apesar de que ainda não faço coisas tão úteis, mas pelo menos auxiliei no calçamento das ruas aqui da região norte, algo que fazia tempo que nossa periferia estava necessitando. Ele olhava o asfalto recente que se estendia aos seus pés. Apanhei o enrolado de suas mãos. -E esses muros aqui eu mesmo que pintei. Agora voltado para a parede do galpão e de braços abertos enquanto o baseado em meus lábios carburava fumaça como uma locomotiva em alta velocidade. A felicidade em minha fala era genuína. Ele sorriu em compaixão; era um grande homem. -Só não se esqueça T., fazer as coisas perto da sua casa, próximo a você, com o tempo pode se tornar egoísmo. Aquilo caiu sobre mim como um choque. "Hm! Ele tem razão. Passei tanto tempo preocupado com as melhorias que a casta superior fazia apenas para si e na primeira oportunidade que tive, usei quase toda a tinta para pintar apenas a minha área." A simplicidade e profundida com que Shouta se manifestava era grandiosa, trazia uma sobriedade sobre minhas ideias que somente um homem com sua jornada era capaz. -A propósito, dê uma lida. Juntei alguns ryous para fazer essas cópias de algumas coisas que escrevi. Apanhei das mãos de Shouta um maço grosso de folhas, não podia imaginar quantas noites revirando lixo ele não ficou até arranjar dinheiro suficiente para aquilo. Após adentrar o galpão e deixar os papéis sobre a cama voltei até ele com alguns pães em uma sacola. -Hey! Pegue, eu tenho mais alguns que Kuhn me deu. É melhor que ter que caminhar até o centro para conseguir comida.

"É Shouta, você tem talento." Deitado sobre a cama, após arrasta-la daquele ataque irritante dos raios solares pelo vão do telhado, lia o manuscrito impresso. Shouta havia discorrido sobre questões sociais ali; como era viver na nossa situação, sofrer o preconceito de não ter um teto adequado sobre a cabeça nem uma comida digna no prato. Era como um manifesto, um grito de socorro da nossa classe. Acendi a metade apagada do baseado, aquela leitura me envolveu. "Os que não vendem seu orgulho por esmola vendem seu caráter para o crime." Frases como aquela ecoavam em minha mente, me remetiam à meses atrás e a situação onde estava antes de encontrar com Kuhn. Kazuya e eu havíamos sido salvos da injúria da sociedade por um homem que acreditou em nós, ler aquela escritura fazia com que eu alimentasse o mesmo sentimento dentro de mim.

CH: 200/200; HP: 200/200; ST: 0/2

considerações:

Itens e afins:
[TREINAMENTO] Ares rarefeitos. Dani10

Allen
Genin
Allen
Vilarejo Atual
[TREINAMENTO] Ares rarefeitos. Dani10

Re: [TREINAMENTO] Ares rarefeitos. - Publicado 20/11/2019, 20:17

@