Os Imortais
Okina conseguiu destruir Sunagakure, tornando o vilarejo um só com as suas origens, as areias profundas do deserto. O mesmo aconteceu em Kirigakure no Sato, onde a entidade afundou a vila no oceano que o cercava. Porém, ao tentar acabar com Konoha, a inimiga da humanidade falhou sendo impedida pelos novos salvadores do mundo. Abençoados por Hagoromo, os ninjas Mako e Mordred conseguiram selar a adversária criando uma segunda lua pairando sobre o planeta. Passadas algumas semanas, uma seita antiga se reuniu procurando o local onde poderiam ressuscitar Jashin, um deus antigo. Liderados por uma mulher capaz de ouvir a voz do deus, os seguidores subiram a Cordilheira dos Deuses e encontraram uma rocha cheia de selamentos frágeis e acabaram assim liberando um novo inimigo que se diz ter muitos nomes: Kami-sama, Jashin-sama e Shaka-sama. A nova divindade absorveu os poderes da lua onde Okina foi selada e transformou-se totalmente, porém, uma quantidade estranha de chakra vazou e espalhou-se no planeta inteiro.O novo inimigo da humanidade marcou três vilarejos: Konoha, Iwa e Kumo. Mas quais são seus verdadeiros planos? E quem é a pessoa que despertou depois de muitos anos?
.
.
.
.
.
Últimos assuntos
» [Ato] Rukia
Hoje à(s) 00:26 por Rukia

» Lista & Organização de Clãs
Hoje à(s) 00:00 por Mordred

» [Episódio] A Casa da Noite
Ontem à(s) 23:48 por Victor151

» [Mods.F] Amargo Caramelo
Ontem à(s) 23:44 por Shizui

» [ Kumo ] Gabinete da Hachidaime Raikage (八代目雷影,)
Ontem à(s) 23:42 por Shizui

» [CHANGES] Akame
Ontem à(s) 23:12 por Shizui

» [FP] Samael
Ontem à(s) 23:11 por Shizui

» 4) Troca de Narrador
Ontem à(s) 23:07 por Victor_calnat

» 2) Modificações de Ranks
Ontem à(s) 23:06 por Kaya

» [SOLO — Speed to Attack]
Ontem à(s) 23:01 por 'Arsenic


[TREINAMENTO] - Contra a corrente (Treino de Ninjutsu)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo




HP: 200/200 | CH: 223/250 | ST: 01/04



 Estava chegando a noite, em Kumogakure, quando eu saí para treinar nos arredores da vila. A medida que me distanciava de casa, pensava comigo mesmo:

 - Ahh foi muito bom sair e fazer aquela última missão. Eu realmente sinto que estou mais forte. Mas parando pra pensar, eu também notei o quanto eu ainda sou fraquinho. Um bom ninja, obviamente tem bons ninjutsus e eu não os usei muito, então é isso que eu vou fazer.

 Finalmente cheguei a onde eu queria. Eu estava procurando por uma cachoeira, pois tinha algo que eu queria testar.
 A cachoeira passava pela lateral de uma das montanhas que compõe Kumogakure. Ela caía verticalmente até se chocar contra as pedras da montanha, formando um lago em cima das rochas onde ela cai, para então escorrer o excesso que se tornaria um riacho que desce por entre as pedras até o fim da montanha. É como uma grande banheira natural em uma rocha, presa à parede da montanha. Subi até a montanha, pulando por entre as rochas secas, em volta da cachoeira, até chegar ao topo dela: Outro pequeno lago, que seria a nascente advinda de dentro da própria montanha, que absorve a água das chuvas. Tirei minhas roupas de costume, deixando meu kimono e hakama dobrados do lado do lago suspenso da nascente, sobrando apenas meu pequeno calção de baixo, com estampa de bodes fofinhos.

 - Deve estar difícil o suficiente - Falei abaixado na beira da queda d'água, enquanto olhava a queda até o outro lago e checava o quão escorregadias estavam as pedras molhadas. Me sentei na beira da queda, fora d'água, com as pernas cruzadas e comecei a pensar comigo mesmo.

 - Okay. Eu sei andar na água e sei andar nas paredes. Se eu usar pouco chakra, não vou conseguir me prender às pedras escorregadias, se usar muito, vou rachar elas e cair no lago. E agora com a cachoeira... hehe... vai ser perfeito.

 Pulei para o lago de baixo e me enfiei debaixo da cachoeira. A parede atrás dela era molhada e tinha bastante musgo, além disso a força da cachoeira não era nada mal. Olhei para cima e a 30 metros acima estava o lago superior. A queda era segura, dada a profundidade do lago e eu não deveria me quebrar caindo na água turbulenta da cachoeira. O problema seria cair de costas ou barriga, na parte do lago distante da queda d'água, mas eu estava relativamente sobre o controle da situação.

 - Quando carreguei o carrinho de mão do velhote, tive essa ideia. Vou ter um controle bem melhor sobre o meu chakra se conseguir subir essa parede escorregadia, sendo empurrado pra baixo.

 E assim foi feito. Primeiro, decidi me aquecer andando sobre as águas do lago inferior. Eu conseguia andar bem, mas decidi entrar na água e usar a técnica nas mãos para subir na água, me apoiando nela mesmo. Isso era difícil. Enquanto mergulhado debaixo d'água, eu fazia o selo da cabra e concentrava o chakra em minhas mãos. Uma vez que minha mão ficava fora da água, eu precisava ajustar a quantidade liberada para segurar e aumentar gradativamente para sustentar o meu peso. A diferença entre isso e andar, era que me puxar para cima, efetivamente aumenta o meu peso por alguns instantes. Falhei algumas vezes antes de entender isso bem. Mas mesmo depois de entender, ainda tinha outra dificuldade. O chakra estava concentrado nas minhas mãos, então no momento de me apoiar na água, eu não tinha como ficar de pé logo em seguida.
 Mudei minha abordagem então. Debaixo da água, fiz o selo novamente e concentrei o chakra nas mãos e nos pés. No momento me puxar, o fluxo aumentou nas mãos e consegui levantar o torso para fora da água. Depois disso, usei menos, nas mãos e mais em um dos pés, que apoiei na água. Agora era a hora do outro.  No entanto, enquanto eu aumentava o fluxo no pé esquerdo finalmente, diminui demais o chakra em minhas mãos e cai na água de novo. O processo durou horas.
 Depois de um tempo, consegui fazer. No começo, todo o chakra para as mãos. Me puxo de uma vez e então para um dos pés, por um momento, eu distribuo o chakra pelo pé e as mãos e só então coloco o outro pé fora da água e aumento o fluxo de chakra sobre ele. Finalmente, paro de gastar chakra com minhas mãos e estou de pé. Visualmente, era como se eu estivesse  saindo de uma piscina, pelas bordas. Depois disso, repeti o processo mais algumas vezes. Quando o sol começou a nascer, eu conseguia utilizar o Suimen Hokō no Gyō, variando entre meus pés e minhas mãos, com uma facilidade maior, mas não me senti seguro para subir a cachoeira e decidi voltar para casa e tomar café da manhã.


 - Está se esforçando bastante, não é filho?
 - Com certeza, mãe. Estou aprendendo a andar melhor na água. Não quero afundar, toda vez que perder o equilíbrio. Se eu controlar bem, consigo me apoiar na água e não cair.
 - Que impressionante, rapazinho, em breve, não vai ter diferença entre a água e o chão pra você.
 - Vou poder me estatelar nos dois haha. - Eu disse enquanto mastigava um pão.
 - Pare de fazer piadas tão infelizes!!!! - Gritou minha mãe, enquanto me dava um cascudo.
 - Aaaaai!! Tá bom!


 Depois do café, juntei algumas comidas que serviriam como almoço, lanche e jantar se necessário fosse. Voltei para o lugar e comecei a testar meus movimentos na água. Dessa vez, continuei vestido. Se eu molhasse as roupas, era um sinal de que eu não estava pronto. Então, eu comecei a praticar meus movimentos. Hesitando um pouco e os fazendo lentamente como uma criança, consegui fazer reversões para trás, estrelas e saltos, com pouca dificuldade. Minhas mãos e pés estavam molhados, assim como a barra do meu hakama, mas tudo bem. Continuei fazendo isso e aumentando o ritmo, até ficar satisfeito.
 
- Okay. Hora de subir a cachoeira. - Falei enquanto tirava a roupa novamente e deixava dobrada na beira do lago inferior.


Fui andando sobre a água, até estar debaixo da cachoeira. O vento batia contra a montanha, mantendo a queda d'água próxima da parede. Então coloquei um pé na parede e mantive o outro na água. Só isso já me animou e me permitiu ver o resultado do meu treinamento. Então, coloquei o segundo, já andando para cima, com o corpo sendo empurrado para baixo pela cachoeira. O exercício era como ter alguém me empurrando para trás, em um chão coberto de sabão e meu objetivo era seguir em frente. Com força, é impossível resistir, pois ela nem se aplicaria, mas com chakra era possível. Minha preocupação era usar demais.
 O chão sob os meus pés escorregou e eu fui empurrado para baixo. Não havia conseguido nem 5 metros. Eu não tinha parado para pensar antes, mas a cachoeira ficava mais forte, à medida que eu subia, pois em baixo a água já tinha sido espalhada ao vento e tinha perdido sua força.


 - Droga. De novo então.


 Mais uma vez. E mais outra. E assim foi até eu chegar no último 1/3 da cachoeira. Lá a água era forte e o aumento do chakra começava a rachar a parede. Eu ia ser repelido e cairia 20 metros, em água, o que já seria o suficiente pra me machucar. Curvei meu corpo para frente e aceitei a repulsão, aumentei o chakra nas pernas para ir mais rápido rumo ao topo, mas fui empurrado pelo meu chakra pra longe da parede. Eu ia cair, mas então tive uma ideia. No momento em que meu pés saíram da parede, eles passaram pela água da cachoeira. Mudei o fluxo do chakra para, ao invés de cair, descer deslizando pela cachoeira. Voltei à estaca zero, mas foi melhor do que cair de costas, num lago a quase 30 metros de altura.
 Anoiteceu. A essa altura, eu já tinha tentado algumas outras vezes, embora não tenham sido perigosas como essa vez. Até que finalmente, eu consegui... Eu estava de olhos fechados, de pé na beira do lago inferior, de olhos fechados. Eu já estava cansado e já tinha comido toda a comida, que eu levei. A água estava muito fria, assim como o vento que vinha forte pela montanha, ao ponto de me desequilibrar várias vezes ao longo do dia. Mas agora, estava tudo bem. Abri meus olhos, como o selo de cabra em frente ao rosto.


 - Shunshin no jutsu!



 Passei rapidamente pelo lago, chegando a cachoeira do outro lado, como se estivesse patinando sobre a água e sumi, na base da cachoeira. A cachoeira por um instante jogou água para longe, como se alguém tivesse feito um corte em vertical nela. Meu pé surgiu, pisando em uma pedra, na beirada do lago superior. Eu consegui.


 - Aaaaah, rapaz!! Agora sim, meu querido. Aqui é chakra pra mais de metro!! AQUI A GENTE FAZ NINJUTSU!


 Deitei e descansei. Depois de um tempo, voltei para casa. Eu estava acabado.


 - Filho? Como foi o dia?
 
 - Show de bola, pai!

Cai na cama e dormi.


Considerações Importantes:


Aparência: Apenas com um short/samba canção, com uma estampa de bode.
Custo do shunshin no jutsu: O custo foi contado como equivalendo-se a 35m. 5 correndo pelo lago e 30 é a subida pela cachoeira. Ou seja, 5CH pelos primeiros 20m e então 30, pelos últimos 15m. No entanto eu possuo grande controle de chakra, reduzindo o custo para 27.
Qualidades cosideradas: Por possuir Grande Controle de Chakra, o roleplay se passa ao longo de apenas um dia. Por possuir inteligência matemática, meu personagem sabia a altura da cachoeira e o perigo de cair.
Treinamento: O intuito do treinamento é o aumento de ninjutsu em +1 (+2 via mês do UP). Seria meu segundo treinamento de 1 post, semanal. E o 2/6 do máximo adquirido desse modo. 1470/450 palavras necessárias



Template feito por @MilkWho
avatar
Genin
Genin
Ver perfil do usuário

_______________________



神がおわしめすならば、                     
私には必ずや天罰が下るでしょう
                   


                                                                                         If God exists,
                                                                                                             then I will certainly receive divine
punishment.

avatar
Heroína || ANBU
Heroína || ANBU
Ver perfil do usuário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

resposta rápida

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto RPG Akatsuki (c) 2010 — 2018
Layout por Dorian Havilliard e Akeido.