Naruto RPG Akatsuki
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.
Bem-Vindo
tópicos recentes
Verão
O fim da guerra trouxe a paz, junto com a oportunidade das vilas prosperarem e crescerem. O Nascer do Sol se aproxima trazendo uma nova leva de Kages que querem expandir seu território. A primeira reunião dos Senhores Feudais está marcada, onde irão debater o futuro de Otogakure, atual colônia de Kumogakure e palco da última Grande Guerra.
12 DG
ShionFundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
AngellAngell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Sr.LSr.L apelido recebido pelos players do fórum, devido ao seu sobrenome Sinhorelli, joga em fóruns narrativos desde 2010. Encontrou o Akatsuki no final de 2020, mas manteve-se ativo no início de 2021. Desde então se empenhou como player e se sentiu na obrigação de ajudar os demais e hoje auxilia o fórum como Narrador, Moderador e Administrador. Fora do forum, trabalha e possui formações acadêmicas, voltadas a área de gestão de pessoas.
Sinhorelli#1549
OblivionOblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
SalvatoreSalvatore é parte da comunidade de RPG narrativo desde meados de 2013. Conheceu o Akatsuki nessa época, mas começou a fazer parte como jogador ativamente em 2021, sempre com muita dedicação e compromisso com o fórum. Hoje, atua no fórum como narrador e administrador, focado nas partes administrativas do ON. Fora do fórum se considera um amante de futebol, adora cozinhar pratos exóticos e é estudante de Engenharia Civil.
Salvatore#1234

Página 1 de 1
Ícone
Yamānu
http://narutorpgakatsuki.net


[TREINAMENTO] O véu de Yzys. 6663c163fa8379d62c8422ca5478bfd5

Vestimenta; OBJ.: +1p. em genjutsu e +1p. em inteligência; Palavras: 1.640

A lenda de Yzys é oriunda de pensamentos antepassados, de vivências ancestrais. Uma feiticeira que viveu nos tempos mais remotos que o globo já viu; Conhecida em todos os cantos que tocam o vento, ela tecia gentileza e poder na mesma cadeia. Dominava os sonhos e em determinado ponto em vida, suas capacidades eram tais que passou a reger todo o mundo das idéias do ser humano, e então tudo mudou. Sendo capaz de dominar tudo aquilo que o ser humano cogita em ideias, com criatividade ou não, tinha a capacidade de alterar planejamentos mentais e implantar construções. Em um ponto específico e muito estudado da linha histórica humana, sua presença é completamente apagada, sumiu do palácio onde ficava a governar e coordenar de forma coerente às ideias do homem, com a finalidade de afastar quaisquer pensamentos de violência. A paz reinava por sobre a terra. Porém, após sua inesperada ausência, os homens voltaram as atrocidades que sempre lhe foram de costume. A parte mais interessante do mito não se canaliza ao que Yzys fez em vida, mas sim tudo o que foi presenciado por seres mediúnicos e de espírito elevado. Contam os mais sábios andarilhos que a feiticeira foi consagrada deusa por forças muito maiores que o alcance do nosso entendimento; Aplaudida pelo cosmo pela sua generosidade para com a humanidade, pelo simples fato de utilizar seu poder e reinado sobre as projeções humanas de forma sábia. Foi concedida à está Deusa uma realidade particular, totalmente sua onde pudesse agir pelas margens do raciocínio humano, orientando de forma plausível e rara o espaço mental onde as edificações se consolidam antes de materializar-se. Pelas tribos é chamado de Reino das Ilusões, por Platão¹ era chamado de Mundo das Ideias. Não importa como é conhecido, o fato é que o entendimento deste mito em específico é de extrema complexabilidade exatamente pelo papel concreto que Yzys efetua após ser santificada. Sabendo que ela habita entre a mente do Todo e a projeção terrena da sombra evolutiva que a luz da grandiosa mente onde habitamos causa, ela é onipresente ao saber de tudo que se passou, se passa e se passará pelas ideias do Todo refletida na realidade consciente, podendo de fato estar nos pontos exatos onde ocorrem tais manifestações. Ela se torna onisciente exatamente pelo mesmo fato. Não trata-se de um ser onipotente pois nada habitante nas mais extensas galáxias supera o poder universal da grande mente criadora. A questão é, será que tudo isso é só lenda?

Recordo-me de poucas coisas antes de ser absorvido de forma repentina pelo sono. O dia havia sido cansativo e de muito treinamento -Muito estresse também-. Realmente, toda aquela tarde foi atípica, desde que acordei atrasado e já desesperançoso do compromisso, ás treze horas, até o momento onde visualizei cinco pássaros mortos no caminho do campo, e logo em seguida cinco ovos chocando. O tempo parecia parado, como se não estivesse mais fluído como uma roda, mas sim quebradiço como um quadrado, era justamente este o sentimento e o clima que circundava o ar das horas daquele dia. Ao chegar em casa fui abatido por um sono que não me é característico aquele horário. Deitei no sofá, as pernas esticadas para além da área daquele móvel. Dormi sem nem ao menos ligar a tv.

Meu corpo parecia estar segundo sugado por uma fenda dimensional. Meus braços, pernas e cabeças fortemente jogados para atrás enquanto meu abdômen curvava-se sendo puxado para frente. Com a visão embaçada e totalmente incapacitado de ações, me bastou observar assustado o túnel que parecia uma mescla de aurora boreal com propriedades elétricas, era algo absurdo e avassalador, pela primeira vez em muito tempo senti temor por algo. Minha cabeça parecia a explosão de uma estrela quando meu corpo, de forma inexplicável e dolorida, surgiu imóvel em meio a um salão. Gigantescos pilares formavam uma cerca que dividia as extremidades direita e esquerda do corredor que habitava o centro; Ele era longo e estendia-se de uma porta principal que emanava de forma constante uma energia azul, até um trono encontrado em uma câmera circular. Pisquei! Ao abrir os olhos uma surpresa.

De joelhos e com a respiração ofegante ecoando pelo gigantesco pavilhão, meus olhos podiam observar de forma sonolenta e não muito clara uma mancha predominantemente azul e branca. Ao ir me recompondo pude notar do que se tratava, apesar de entender absolutamente do que estava se passando ali. Uma mulher angelical e com energia tão grandiosa e pura que podia ser sentida sem ficar se colocando em posição de opressão. Suas vestes longas bailavam com uma aura brilhante e clara que circundava todo o seu corpo e aproximadamente cinco metros ao nosso redor. Seus olhos continham uma luz pérola azulada que parecia se hospedar em minha mente de forma gentil, mas não menos amedrontadora. No centro de sua testa branca uma lua em forma de "U" cintilava, e uma coroa de gelo flutuava em torno de sua cabeça até ter as pontos se encontrando pouco acima do astro, deixando-o centralizado em sua cabeça. -Levante garoto. Ela estendeu a mão em minha direção e naquele mesmo instante meu corpo passou a não ter resistência alguma do ar, e pairando de forma calma ficou em pé e totalmente revigorado. -Você deve ter muitas perguntas Amon, mas nós não temos tanto tempo assim. Dei de ombros enquanto encarava aqueles olhos luminosos. Passei a analisar cada detalhe ao meu alcance, buscando as respostas que visivelmente não seriam respondidas. -Tudo bem. O fato de ter acontecido toda essa loucura e eu ainda não ter morrido me diz que, pelo menos por enquanto, esse não é o objetivo. Suspirei e desviei o olhar para observar o local ao meu entorno. -Então... Do que se trata? Pude notar um sorriso brotar no canto dos lábios dela, uma satisfação discreta com o rumo que a situação estava tomando. -Você me conhece. De forma imediata ela se materializou atrás de mim. -Eu lhe observo desde seu abandono, muitas vezes eu fui o que os monges chamavam de Luz Protetora. Sempre houve dentro de você não só a predisposição, mas também a vontade oculta de estar onde você está hoje. Aquela altura tudo o que eu queria era evitar me mexer. A impressão passada era que qualquer movimento feito desencadeava uma série de acontecimentos dentro daquela realidade, que originavam uma confusão mental que nunca imaginei experimentar. Precisava manter a cabeça sobre o pescoço, e o pensamento dentro dela. -Então, que local é est... Minha pergunta foi interrompida por algo que parecia ser a queda livre de todo o castelo. O som da minha coluna chocando-se contra o teto foi abafado pelo vento que fazia toda minha massa ser comprimida contra o concreto. Aquela misteriosa e poderosa mulher estava em pé metros abaixo de mim, na mesma posição que estava anteriormente. Fui arremessado contra o na pausa repentina da queda, e então o local todo como a girar como uma centrífuga. -Você está no plano onde tudo realmente existe, onde tudo realmente é eterno e coexiste ao mesmo tempo. Possibilidades, coisas, seres, ideias. Tudo! A confusão já havia parado e meu corpo também. Bastou somente mais um piscar de olhos para que eu me visse na mesma cena que havia acontecido anteriormente. Eu em pé frente ao trono e aquela criatura, nesta altura só esta conclusão eu poderia tirar, logo atrás de mim ainda falando. No entanto, havia algo diferente do que já tinha passado; Meus olhos esbugalhados quase saltando das cavidades oculares, o coração disparado e uma única possibilidade persistente em meus pensamentos. -Yamanuki já me falou sobre você. Eu achei que eram lendas. Minha voz trêmula lutava em vão para parecer firme. -Ora! Aquele velho já deveria ter se deixado levar e vindo me visitar permanentemente. Ela riu, já se transportando de forma instantânea novamente para o seu assento real. -Yzys! Balbuciei. Minhas pernas chacoalhavam de maneira incontrolável. Meu corpo caiu sobre o ar, porém, pousou sentado em um banco que acabara de surgir naquela posição estratégica. -Calma garoto, apenas me escute.

-Você é o herdeiro natural de toda habilidade ilusória existente na terra. O ciclo espiritual ocorre a cada exatos sete anos. O seu ciclo veio no oitavo, o seu ciclo veio no ano do infinito. Hoje você acabou de retirar o véu do conhecimento oculto que habita o real funcionamento do cosmo e suas realizações. Toda sua sede de conhecimento começará a aumentar, e cada vez que ela estiver incontrolável, você encontrará um oásis onde se deleitara e absorvera as energias contribuintes que lá estiverem. Hoje, você passa a trilhar uma caminhada de sabedoria, aprendizado e preparação. Muitas coisas ainda serão respondidas, nos encontraremos com mais frequência, e fique ciente: Quanto mais preparado estiver, maiores serão nossas reuniões e mais poderei lhe auxiliar. Fique calmo, o tempo processa as coisas orgânicas e as que habitam em nós.

Minha cabeça doía demais quando acordei. Assustado e extremamente desnorteado, certamente entraria em desespero se não estivesse acordado de forma inexplicável no Templo das Ilusões, onde meu mentor havia me criado e ainda residia. Como pude dormir em Kumo e acordar no mosteiro? O que foi aquilo que eu havia acabado de vivenciar? Certamente foi real! Havia algo diferente com o meu corpo, esticado e observando as estrelas perplexo. Fui apresentado à um novo conceito de ilusão, um universo imaginável apenas dentro da literatura fantástica que guardava as lendas de tempos remotos. Meu cérebro havia tido uma explosão de consciência e libertação da mente absurda e incalculável. O fato de agora ter certeza concreta da existência daquela realidade me fazia pulsionar redes neurais para cima de possibilidades aplicadas daquilo em meu desenvolvimento shinobi. Entretido nas linhas de pensamento, porém exausto pelo ocorrido, peguei no sono lá mesmo, naquela confortável e familiar cama, sem me preocupar das explicações que daria ao velho.

CH: 300 & HP: 200 & ST: 0/0

¹ Platão: Um pensador e filósofo de extrema importância para as faculdades intelectuais da nossa atualidade. Originário do País da Água. foi responsável, por conceitos como o "Mito da Caverna", o citado "Mundo das Ideias" e alguns outros.

Yzys: Aproveitei este treinamento para fazer um desenvolvimento de uma parte fundamental da história do personagem. Algo que fará um plot importantíssimo em ocasiões futuras. Farei uma ficha de NPC para Yzys apenas para efeitos de maiores detalhes narrativos, mas desde já segue uma foto de sua aparência.

Vou postar sem revisar mesmo pq tenho suspeita que nem você leem direito esse tipo de post kkkkk

_______________________

Yamānu
Yamānu
Genin
Vilarejo Atual
[TREINAMENTO] O véu de Yzys. 100x100

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Convidado
done (mano muito bom esse texto)
Convidado
Anonymous
Convidado
Vilarejo Atual

Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo


 
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos