NOVIDADES
Atividades Recentes
A LUZ DAS TREVAS
Arco 02
Ano 26 DG
Inverno
Meses se passaram desde a missão de investigação ao Castelo da Lua, no País do Vento, que culminou na Batalha da Lua Minguante. Soramaru, o cientista responsável pelos experimentos, morreu em combate, assim como outros ninjas do lado da aliança. Após a missão ser bem-sucedida, mas carregando tantas mortes, Karma, o líder da missão, ficou responsável por relatar às nações o máximo de informações sobre a organização por trás dos crimes agora que estava com o selo enfraquecido e com isso ele revelou o verdadeiro nome dela: Bōryokudan. Ainda não tendo como fornecer mais detalhes, pois o selo se manteve, e precisando de mais pistas antes de investir novamente em uma missão, Karma saiu em missão em nome das Quatro Nações para encontrar o paradeiro dos demais membros da organização — e sua primeira desconfiança recaiu sobre Kumo.

O mundo, no entanto, mudou nestes últimos meses. Os Filhos das Nuvens concluíram a missão de extermínio aos antigos ninjas da vila e implementaram um novo sistema político em Kumo ao se proclamarem o Shōgun sobre as ordens não de um pai, mas do Tennō; e assim ela se manteve mais fechada do que nunca. Em Konoha a situação ficou complicada após a morte de Chokorabu ao que parece estar levando a vila ao estado de uma guerra civil envolvendo dois clãs como pivôs. Suna tem visto uma movimentação popular contra a atual liderança da vila após o fracasso em trazer a glória prometida ao país. Já em Kiri a troca de Mizukage e a morte de ninjas importantes desestabilizaram a política interna e externa da vila. E em Iwa cada dia mais a Resistência vai se tornando popular entre os civis que estão cansados demais da fraqueza do poderio militar ninja. Quem está se aproveitando destes pequenos caos parece ser as famílias do submundo, cada vez mais presentes e usando o exílio de inúmeros criminosos para Kayabuki como forma de recrutar um exército cada vez maior.

E distante dos olhares mundanos o líder da Bōryokudan, Gyangu-sama, se incomoda com os passos de Karma.
... clique aqui para saber mais informações
SHION
SHION#7417
Shion é o fundador do RPG Akatsuki, tendo ingressado no projeto em 2010. Em 2015, ele se afastou da administração para focar em marketing e finanças, mas retornou em 2019 para reassumir a liderança da equipe, com foco na gestão de staff, criação de eventos e marketing. Em 2023, Shion encerrou sua participação nos arcos, mas continua trabalhando no desenvolvimento de sistemas e no marketing do RPG. Sua frase inspiradora é "Meu objetivo não é agradar os outros, mas fazer o meu trabalho bem feito", refletindo sua abordagem profissional e comprometimento em manter a qualidade do projeto.
Angell
ANGELL#3815
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Indra
INDRA#6662
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Wolf
Wolf#9564
Wolf é jogador do NRPGA desde fevereiro de 2020, tendo encontrado o fórum por meio de amigos, afastando-se em dezembro do mesmo ano, mas retornando em janeiro de 2022. É jogador de RPG desde 2012, embora seu primeiro fórum tenha sido o Akatsuki. Atua como moderador desde a passagem anterior, se dedicando as funções até se tornar administrador em outubro de 2022. Fora do RPG cursa a faculdade de Direito, quase em sua conclusão, bem como tem grande interesse por futebol, sendo um flamenguista doente.
Mako
gogunnn#6051
Mako é membro do Naruto RPG Akatsuki desde meados de 2012. Seu interesse por um ambiente de diversão e melhorias ao sistema o levou a ser membro da Staff pouco tempo depois. É o responsável pela criação do sistema em vigor desde 2016, tendo trabalhado na manutenção dele até 2021, quando precisou de uma breve pausa por questões pessoais. Dois anos depois, Mako volta ao Naruto RPG Akatsuki como Game Master, retornando a posição de Desenvolvedor de Sistema. E ainda mantém uma carreira como escritor de ficção e editor de livros fora do RPG, além de ser bacharel em psicologia. Seu maior objetivo como GM é criar um ambiente saudável e um jogo cada vez mais divertido para o público.
Akeido
Akeido#1291
Aliquam lacinia ligula nec elit cursus, sit amet maximus libero ultricies. Cras ut ipsum finibus quam fringilla finibus. Etiam quis tellus dolor. Morbi efficitur pulvinar erat quis consectetur. Ut auctor, quam id rutrum lobortis, lorem augue iaculis turpis, nec consectetur enim nisl eu magna. Sed magna dui, sollicitudin quis consequat ac, faucibus sed mauris. Donec eleifend, nisl a eleifend dignissim, ipsum urna viverra leo, sed pulvinar justo ex vitae enim. Donec posuere sollicitudin velit eu vulputate.
Havilliard
Havilliard#3423
Aliquam lacinia ligula nec elit cursus, sit amet maximus libero ultricies. Cras ut ipsum finibus quam fringilla finibus. Etiam quis tellus dolor. Morbi efficitur pulvinar erat quis consectetur. Ut auctor, quam id rutrum lobortis, lorem augue iaculis turpis, nec consectetur enim nisl eu magna. Sed magna dui, sollicitudin quis consequat ac, faucibus sed mauris. Donec eleifend, nisl a eleifend dignissim, ipsum urna viverra leo, sed pulvinar justo ex vitae enim. Donec posuere sollicitudin velit eu vulputate.
HALL DA FAMA
TOP Premiums
Torne-se um Premium!
1º Lugar
Ranni
2º Lugar
Hemumu
3º Lugar
Summer
1º Lugar
Ranni
2º Lugar
Hemumu
3º Lugar
Zero
Os membros mais ativos do mês
Angell
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_lcap[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Voting_bar[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_rcap 
848 Mensagens - 39%
Shion
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_lcap[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Voting_bar[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_rcap 
206 Mensagens - 10%
Ranni
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_lcap[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Voting_bar[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_rcap 
187 Mensagens - 9%
Nan
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_lcap[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Voting_bar[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_rcap 
147 Mensagens - 7%
Hemumu
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_lcap[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Voting_bar[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_rcap 
137 Mensagens - 6%
Mako
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_lcap[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Voting_bar[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_rcap 
136 Mensagens - 6%
Kaguya
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_lcap[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Voting_bar[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_rcap 
135 Mensagens - 6%
Zero
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_lcap[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Voting_bar[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_rcap 
122 Mensagens - 6%
Summer
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_lcap[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Voting_bar[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_rcap 
120 Mensagens - 6%
Chazer
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_lcap[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Voting_bar[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_rcap 
114 Mensagens - 5%

Os membros mais ativos da semana
Angell
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_lcap[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Voting_bar[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_rcap 
84 Mensagens - 46%
Cherry
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_lcap[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Voting_bar[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_rcap 
16 Mensagens - 9%
Liater
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_lcap[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Voting_bar[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_rcap 
14 Mensagens - 8%
Hemumu
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_lcap[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Voting_bar[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_rcap 
14 Mensagens - 8%
Chazer
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_lcap[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Voting_bar[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_rcap 
12 Mensagens - 7%
Kira
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_lcap[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Voting_bar[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_rcap 
11 Mensagens - 6%
Ranni
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_lcap[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Voting_bar[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_rcap 
11 Mensagens - 6%
Summer
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_lcap[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Voting_bar[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_rcap 
9 Mensagens - 5%
Zero
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_lcap[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Voting_bar[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_rcap 
6 Mensagens - 3%
Zireael
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_lcap[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Voting_bar[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Vote_rcap 
6 Mensagens - 3%


Convidado
Convidado
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Source


Três batidas na minha porta. Toc toc toc. E uma voz. - Filha, abra a porta por favor! - era a voz de meu pai. Na verdade, eu podia chamar ele de pai? Depois de tudo que presenciei com Jin e Hime, ele somente seria um homem que me ajudou a crescer. Sem laços sanguíneos, sem afeto, sem... nada. Ele era nada para mim. Na minha cama eu chorava por saber de tudo. Tudo? Não, tudo não. Mas sabia o suficiente para estar em todo esse turbilhão emocional. - SAI DAQUI! EU DESCOBRI TUDO! - gritava em resposta. A voz dele parou de clamar para falar comigo. Senti ele se distanciando. Lágrimas corriam por meu rosto enquanto soluçava incessantemente. O silêncio tomava o ambiente, as minhas fungadas com o nariz era o som principal. Dessa vez era uma única batida. Toc. - Filha, precisamos conversar... - a voz calma de minha mã- dela. Olhei para a porta do meu quarto como se eu tivesse a vendo em minha frente. Saia de minha cama e encostava a cabeça na porta com a bandana de Iwagakure em minha testa. - Por que... Por que... Por que vocês não me contaram? - perguntei com raiva - Eu sou uma maldita Uchiha! COMO VOCÊS ESCONDERAM ISSO DE MIM?! - gritei dando socos na porta. Eu conseguia ouvir... Ela também chorava. - Nós... Nós não sabíamos disso. Você precisa acreditar na gente, Nanama. - justificava minha mãe. - Saia do quarto por favor, iremos explicar o que nós sabemos. - pedia ela. Dessa vez eu acatei. Abri a porta lentamente, olhava o homem em minha frente chorando e a mulher que um dia chamei de mãe no mesmo estado. Andei até a mesa da sala de jantar e sentei na mesma cadeira de sempre. - Me contem o que vocês sabem sobre mim... Eu preciso saber. - requisitei isso a eles, com uma feição séria. Eles olharam diferente para mim e assentiram positivamente com a cabeça. A história começaria a ser contada.

HP: ❲475 • 475) | CH: ❲625 • 625❳ | ST: ❲00 • 04❳| Solo: 1/8

Objetivo do Solo:
Considerações:
Bolsa Ninja:
Usados:
Anonymous
Convidado
Convidado
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Source


Eles pareciam convencidos do modo em que chamei eles para a mesa. Sabiam da responsabilidade que carregavam para me dizer o que havia acontecido comigo. As últimas lágrimas ainda escorriam em meu rosto, a cada passo que eles davam em direção a mim, eu podia sentir respostas chegando. Inaro, o homem que cresceu comigo, veio na frente e sentou numa cadeira a minha frente. Nia, aquela que chamei de mãe a vida inteira ficou ao seu lado esquerdo. - Vamos, quero saber o que vocês sabem sobre mim. - pedi a eles. O meu pai suspirou se preparando para começar a falar. - Você foi encontrada nos arredores desta vila há exatos 11 anos atrás. - eu não sabia, eu estava completando meu aniversário de 11 anos. Nia tomou a palavra. - Uma bebê maravilhosa, colocada à beira da estrada numa cesta com uma carta. Uma carta deixada para quem adotasse a bebê. Olhei para ela com estranheza, eles nunca tinham falado para mim sobre esta carta. - O que dizia nessa carta? - perguntei. A mulher precisou um tempo para lembrar, respirou fundo e disse. - "Proteja os olhos dessa bebê, seu nome é Nanama. Além do castanho claro, o vermelho forte um dia irá sobrepor essa cor." - revelou o conteúdo do bilhete, abaixei minha cabeça e fechei meus olhos enquanto ela falava. Proteger os meus olhos, é claro, o poder do clã Uchiha vem dos olhos. O bem mais precioso que tenho era o que me fazia enxergar. - Esta escrito isso por que a minha linhagem detém um grande poder ocular. - expliquei ainda sem abrir os olhos, ouvir aquelas palavras que estavam escritas no papel junto a mim quando era uma bebê me deixou triste, irritada, não sabia o que sentia ali além do poder vindo aos meus globos oculares, era a manifestação da minha linhagem sanguínea, o Sharingan. Levantei minha cabeça lentamente enquanto abria os olhos, revelei o poder ocular de cor vermelha para Inaro. - Meu nome é Uchiha Nanama. - apresentei-me - Vocês sabiam disso, não sabiam? - perguntei olhando fixamente para o homem. Os dois se entreolharam, parecendo que deviam revelar algo para mim. O homem começou a falar. - Até o dia do anúncio do resultado do Chunnin Shiken, não. - respondeu - Soubemos sobre seu sobrenome quando foram divulgados os ninjas que conseguiram se graduar nos testes, e vimos seu nome seguido por este sobrenome Uchiha. Imediatamente eu fui a biblioteca para descobrir mais informações, não encontrei nada, o meu desespero chamou a atenção de um homem, um ninja chamado Jin. Expliquei sua história para ele, e por incrivel que pareça, ele também era Uchiha - explicou Inaro. Ao ouvir isso meu corpo deu uma relaxada, eu ri sozinha comigo mesma e, obviamente, os meus pais notaram. - O que eu fui fazer hoje foi justamente encontrar esse tal de Jin. Foi por ele que eu descobri uma parte de meu passado. - revelei aos dois. O ar tenso do local ia esvaindo aos poucos, e tranquilidade começava a predominar. As peças começavam a se encaixar nesse quebra-cabeça que eu chamo de vida.

HP: (475 • 475) | CH: ❲600 • 625❳ | ST: ❲01 • 04❳

Solo: 2/8

Objetivo do Solo:
Considerações:
Bolsa Ninja:
Usados:
Anonymous
Convidado
Convidado
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Source


A mudança repentina de humor diante de meus pais foi claramente estranha, uma hora os estava negando de serem meus pais de verdade e naquele momento já estava rindo por saber que eles eram as pessoas menos sabiam sobre mim, só carregaram a tarefa de cuidar de mim enquanto um bebê. O vermelho de meus olhos sumiram e cor castanha comum voltou, o alivio que havia chegado a mim, havia chegado a eles. - Obrigado... - falei para eles que novamente estranharam. - Pelo o que? - diziam os dois ao mesmo tempo. Abri um sorriso inocente. - Por cuidarem de mim este tempo todo. - revelei minha gratidão para eles. Eles voltaram a chorar... E eu também. Nós três levantamos de nossas cadeiras e fomos nos abraçar. - Preciso agora encontrar os meus pais biológicos e descobrir o por que deles terem me largado, estou indo dar uma volta pela vila. - falei isso rapidamente já saindo de casa, os dois se assusturam com minha atitude. - Não precisa disso Nana- - minha mãe dizia mas fora interrompida pelo som da porta de casa batendo com minha saída.

Inaro e Nia não eram os culpados, eles eram e são até hoje a minha esperança de vida, foram eles que deram a chance de eu viver como uma criança normal, foram eles que me deram amor, foram eles que me fizeram sentir em uma familia. Eu sabia sobre o passado do clã Uchiha, deles serem caçados e feitos de cobaias num laboratório, mas os meus pais de verdade não podiam ter feito isso comigo, eles não podiam me largar a beira da estrada esperando que alguém com bom coração me pegasse, eles não podiam ter feito isso! Aqueles que me geraram são os verdadeiros culpados de toda essa confusão que passei em minha vida, eles podiam ter me criado sim! O clã Uchiha não era um das mais poderosas familias que existia? O poder ocular era o suficiente para defender uma bebê como eu. Eu podia ter crescido na minha familia de verdade. Eles me largaram como lixo e simplesmente esqueceram de mim. A vontade que eu tinha era de matá-los lentamente, enquanto eles me contavam a ideia ridícula deles de terem me descartado como se fosse nada.

Descendo as escadas de casa e indo para a vila, eu pensava em tudo que tinha que fazer para encontrá-los: falar com Jin e Hime, ir atrás da Tsuchikage, ir atrás de Noah. Focada nisso minha feição transparecia raiva. Virando a primeira rua, alguém chamou minha atenção. - Ei garota, por que está com tanta raiva? - era uma voz masculina e devagar, era um velho. - Como é que é? - perguntei irritada para ele e indo em sua direção.

HP: (475 • 475) | CH: ❲600 • 625❳ | ST: ❲00 • 04❳

Solo: 3/8

Objetivo do Solo:
Considerações:
Bolsa Ninja:
Usados:
Anonymous
Convidado
Convidado
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Source


O atrevido do senhor de idade havia chamado minha atenção. Com sua pergunta: "Ei garota, por que está com tanta raiva?" ele havia me deixado realmente com raiva. O que eu mais queria naquele momento era esganar ele, mas o que fiz foi somente se aproximar e ver o que ele realmente queria. Ele olhava para mim com uma sensação de serenidade tanto com suas palavras e com seu olhar. Sentado em um banco na frente de uma casa e tinha questionado meu comportamento. - Eu perguntei o por que de você estar com raiva, mocinha. Uma garota na sua idade não pode ter sentimentos como esse, sabia? - ele disse com uma voz calma. Aquilo estava me deixando com mais raiva dele. - Quem é o senhor para me dizer como eu devo viver? Você não sabe nada do que eu estou passando! - exclamei a ele. As pessoas no entorno se assustaram com o meu tom de voz, esperando uma reação do velho. - É claro que eu não sei, mas sempre te vi por aí brincando, sorrindo e alegrando as pessoas da vizinhança, por que mudou tudo assim de repente? - queria explicações. Eu estava tentando segurar minha raiva, ter que contar sobre minha vida era algo difícil. - Olha... Minha vida está uma bagunça, só isso. Quero respostas sobre minha origem. - falei resumidamente. Ele olhou para mim de forma engraçada. - Você demonstra que está escondendo algo bem mais profundo que isso. - revelou o velho. Como ele sabia disso? Ele lia mentes agora? Sua fala tinha me deixado desconsertada. - Err... Como o senhor sabe disso? - perguntei mais baixo para ninguém mais ouvir. Ele deu uma rápida risada. - Seus trejeitos, sua forma de pensar e o modo como fala da sua própria vida. Isso revela tudo. - explicou. Olhei de forma estranha, como ele podia analisar isso em tão pouco tempo? - Sabe, eu estava presente quando seus pais adotivos chegaram com você aqui na vila, e eu li a carta que estava junto a você, eu percebi tudo. Sua origem é tenebrosa. - falou de forma mais séria. Aquelas palavras ao invés de raiva... Me deram medo. - Como assim "tenebrosa"? - perguntei. Ele sorriu para mim. - Todos nós temos medo, e acabei de descobrir o seu. A sua forma de questionar o que falei me deixou claro que você não sabe muita coisa sobre o que aconteceu com você, e isso te dá medo. - explicou ainda mantendo a seriedade. Paralisei por um momento. - Vivenciei muitas coisas que não tenho vontade nenhuma de relembrar, mas eu carrego um fardo até eu morrer por coisas que eu fiz. E tem outras que eu posso até me orgulhar de ter feito. Aprendi a ler as pessoas e de alguma forma conseguir informações importantes que me deram a vitória em batalhas passadas. - revelou. - Eu era um shinobi, jounin desta vila, um dos que viu a vila se reerguer novamente. Tivemos lutas contra pessoas que não queriam que isso acontecesse, protegi os líderes com minhas ilusões. - contou sua história. - Vendo você desse jeito que está e sabendo o que quer fazer, acho que seria bom eu te ensinar coisas que aprendi. Irá precisar. - aquele velho homem tinha se oferecido para me ajudar. Sentei-me ao seu lado no banco, ele com sua bengala apoiou as mãos. Iniciava-se um treino informal.

HP: (475 • 475) | CH: ❲600 • 625❳ | ST: ❲00 • 04❳

Solo: 4/8

Objetivo do Solo:
Considerações:
Bolsa Ninja:
Usados:
Anonymous
Convidado
Convidado
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Source


Sentado ao seu lado, o velho começou a falar. - Raiva é um sentimento que... esconde algo. Pode ser medo, pode ser angústia. Você fica com raiva por que está com medo que algo aconteça e quer de qualquer jeito esconder isso da pessoa. Entendeu? - explicou o velho, somente assenti positivamente com a cabeça. - Quando lhe perguntei a causa da sua raiva, você logo falou sobre sua vida, revelando logo um medo em você. A raiva faz você tomar decisões equivocadas, como contar algo que é muito importante sobre alguém ou você mesmo. - continuei a ouvir. - Mas... não estou aqui para ensinar a você controlar sua raiva, você terá que aprender sozinha. Quero te mostrar como usar as expressões das pessoas para extrair o que irá te favorecer numa batalha. - esclareceu o velho. - Ler as pessoas, tirar alguma informação importante delas e, por exemplo, induzir numa ilusão terá uma força maior por estar justamente pegando o que elas têm mais pavor. - revelava o objetivo da conversa. Por um momento eu me distraia em suas palavras e admirando seu conhecimento. - Como fazemos isso? - perguntei serenamente. - Palavras... - respondeu só isso. - Vamos andar um pouco pela vila. - falou enquanto levantava do banco e começava a andar em direção ao centro da vila, somente o segui.

HP: (475 • 475) | CH: ❲600 • 625❳ | ST: ❲00 • 04❳

Solo: 5/8

Objetivo do Solo:
Considerações:
Bolsa Ninja:
Usados:
Anonymous
Convidado
Convidado
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Source


Chegamos ao centro de Iwa, onde tinha uma maior concentração de pessoas. Ali ele começou a falar mais coisa sobre o assunto que ele queria me ensinar. - Você olhando para essas pessoas que estão interagindo umas com as outras, você vê qual o maior medo de cada uma? - perguntou. - Não, não tem como fazer isso só de olhar. - respondi. - Então, por isso que eu lhe disse quando saimos da nossa vizinhança, são as palavras que irão nos mostrar isso. - explicou. Aproximamos de um vendedor de pergaminhos que estava a nossa direita. O velho todo sereno colocou as mãos na tenda no rapaz e perguntou. - Garoto, por que você escolheu esse trabalhar numa coisa tão simples? - perguntou de forma calma e gentil. O homem da tenda parecia impactado com a pergunta, mas no fim demonstrou raiva pelo senhor ter perguntado isso. - Por acaso te interessa saber isso? Cuida da sua vida velhote! - dizia rispidamente o rapaz. Eu me via ali respondendo a primeira pergunta que me fez lá na vizinhaça. O velho sorriu com a resposta. - Sua familia não deixou você seguir seus sonhos, né? O jeito que você trabalha parece que não está satisfeito com aquilo. - revelou o senhor. A partir dali as coisas começavam a se encaixar para mim. O menino da tenda perdeu sua feição de raiva e a tristeza veio logo em seguida. - Sim... - respondeu rapidamente porém com ar de tristeza. O velho olhou para mim e voltou a olhar para o rapaz. - Desculpe pela pergunta, eu estou dando uma aula para a garotinha do lado. Tenho algo a dizer, não desista dos seus sonhos, quem faz sua vida é você e não sua familia. - aconselhou o senhor. Assim nós saímos da tenda e continuamos a andar. - O que você aprendeu com isso, mocinha? - ele perguntou. - Muita coisa... - respondi com certa confiança. Assim continuariamos nosso treino pela vila.

HP: (475 • 475) | CH: ❲600 • 625❳ | ST: ❲00 • 04❳

Solo: 6/8

Objetivo do Solo:
Considerações:
Bolsa Ninja:
Usados:
Anonymous
Convidado
Convidado
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Source


- Você consegue entrar na cabeça da pessoa com uma só pergunta! Isso é impressionante. - eu dizia a ele, como qualquer pessoa que recebe um elogio, sorriu. Passamos mais alguns minutos observando as ações das pessoas pela vila. Talvez pela confusão que Iwa estava enfrentando, os ânimos estavam mais exaltados que o de costume. - Você precisa saber que, nós sentimos medo e isso é algo natural de todos. Tememos que algo de ruim aconteça e nos prejudique de alguma forma, direta ou indiretamente. - explicou, naquele momento nós estavámos passando por uma floricultura, um homem estava olhando algumas flores e a atendente estava ao seu lado falando ao seu lado, percebia-se que seu braço sempre estavam direcionados o mais perto possível das jarras de flores. - Sabe por que a atendente da floricultura está com os braços meio que travados, sempre posicionados o mais perto possível das flores? - perguntou a espera de minha resposta. - Por que ela tem medo que o homem derrube alguma plantação dela e estrague tudo. - respondi com um sorriso de lado. - É isso aí, está realmente aprendendo. E numa ilusão? O que você acha que deve simular para a atendente para a ilusão ser mais forte? - fez mais uma pergunta. - Creio que mostrar toda sua floricultura ruindo, ela perdendo tudo que construiu para viver. Acho que isso seria bem impactante para ela. - respondi observando a moça, imaginando sua reação ao ver sua loja sendo destruída. - Boa resposta. - disse o velho voltando a andar. Caminhamos por mais alguns metros quando algo inesperado aconteceu, um homem apareceu em nossa frente, segurando uma kunai, com uma feição bem irritada. - Você, velho! Foi você que matou meus antepassados! Você quase acabou com minha linhagem! Ainda restou eu para me vingar deles. - gritava o homem. O velho olhou para mim com um rosto sereno, aquilo era a prova final do que eu estava aprendendo naquele dia. Me coloquei a frente dele e respondi. - Trate esse assunto comigo! Querendo vingar sua família? Ou somente jogar todo o fardo de restruturar sua linhagem para o velho? - perguntei com confiança e sarcasmo. Começaria o teste derradeiro.

HP: (475 • 475) | CH: ❲600 • 625❳ | ST: ❲00 • 04❳

Solo: 7/8

Objetivo do Solo:
Considerações:
Bolsa Ninja:
Usados:
Anonymous
Convidado
Convidado
[ Solo - Nanama ] Por que sentir medo? Source


O homem com a faca exitou com a minha pergunta. - Ué? Percebeu o quão errado você está nessa história? - questionei a ele. - Cala a boca garota! Isso não é assunto seu. - exclamou. - Você está ameaçando um velho que está comigo, como não é assunto meu? - perguntei olhando diretamente em seus olhos. O homem começava a perceber que não devia estar mas a raiva o fazia permanecer com seu propósito. - Já chega! Agora vocês dois morrem! - gritou ferozmente o rapaz. Nossa distancia era de vinte metros, o homem começava a correr na minha direção e na do velho. Eu sabia o que fazer, conseguia aplicar os ensinamentos do dia e sabia qual era o maior medo daquele rapaz ensandecido em busca de vingança. A cada passo que ele dava mais perto de sua derrota ele estava, eu olhava diretamente para o olho dele e lentamente fui ativando meu Sharingan com uma cara maníaca e com uma intenção de que queria realmente que ele viesse para perto. Reparando em meu olho ele percebia que aquilo era uma cilada, e a seis metros de mim e do velho ele diminuia a velocidade. Parecia que ele nunca tinha visto os olhos de um Uchiha. - Mas que merda de olho é esse? Você quer realmente me matar? - perguntou agora medroso. Eu, com um sorriso maléfico, assentia que sim. E exitou, e saiu correndo para longe. Sabia que era uma armadilha. Desativei meu olho enquanto ele se distanciava de nós. - Viu? Nem precisei usar um genjutsu nele. - disse com um pouco de decepção, no fundo eu queria ter posto o pobre rapaz numa ilusão de que sua família tinha morrido em sua frente. - Deixa de ser malvada menina, você conseguiu completar o treino, vamos para a casa. - falou com certa alegria o velho. Assim, eu e o velho voltamos para nossa vizinhança. Chegava em casa e meus pais estavam preocupados, achando que eu tinha feito alguma besteira, explicava tudo que aconteceu e fui para meu quarto. Neste dia aprendi algo muito importante. O medo gera abertura, e nessa abertura é que as minhas ilusões vão fazer meus verdadeiros pais sofrerem em minhas mãos, ou melhor dizendo, olhos...

HP: (475 • 475) | CH: ❲575 • 625❳ | ST: ❲01 • 04❳

Solo: 8/8

Objetivo do Solo:
Considerações:
Bolsa Ninja:
Usados:
Anonymous
Convidado
Convidado
Conteúdo patrocinado
Design visual (Estrutura, Imagens e Vídeos) por Dorian Havilliard. Códigos por Akeido