>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Inverno

Hashi
Hashi
Vilarejo Atual
Ícone : [Fillers] Historias de um Bastardo 100x100

http://narutorpgakatsuki.net

[Fillers] Historias de um Bastardo - 6/7/2016, 14:42

[Fillers] Historias de um Bastardo 5ebacf60-f6a0-0132-44f8-0a2ca390b447

WINTER IS COMING.

Tópico destinado para os Fillers, representações atuais do RPG ou do passado de meu personagem e afins.

_______________________

[Fillers] Historias de um Bastardo Tumblr_mp9elxj1US1qf2huro1_500

Orys, o Gatuno 剣の道.
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Fillers] Historias de um Bastardo - 6/7/2016, 14:52

.
-
Hashi
Hashi
Vilarejo Atual
Ícone : [Fillers] Historias de um Bastardo 100x100

http://narutorpgakatsuki.net

Re: [Fillers] Historias de um Bastardo - 6/7/2016, 15:06







– Temos uma longa cavalgada pela frente – salientou Akaenu. –  Cinco horas, talvez seis. E a noite está para cair.

Jon encarou o céu, com desinteresse. Passara dois dias de seu nome desde que havia se juntado ao vilarejo de Konoha, agora era um patrulheiro, um shinobi experiente e um dos melhores rastreadores da vila.

Até aquela noite. Algo parecia diferente então. A floresta negra parecia reservar perigosos além dos habituais, sentia-se observado por alguém. Um vento frio soprava do norte e fazia as árvores sussurrarem como coisas vivas.

– Mormont nos disse para os rastrearmos, e os rastrearemos, para isso que estamos com o Bastardo. – disse Garet. Um jovem carrancudo, era um ano mais velho que Jon e visivelmente mais forte, nascido e criado ao sul do vilarejo, não vinha de família nobre mas era inteligente e montava bem, era o comandante daquela patrulha.

– Diga-me de novo o que viu, Akaenu. Todos os detalhes. Não deixe nada de fora.

Akaenu fora um caçador antes de se juntar à Patrulha da Noite. Bem, na verdade fora um caçador furtivo. Ninguém conseguia se mover pela floresta tão silenciosamente como ele, e os irmãos negros não tinham demorado muito tempo para descobrir seu talento. – Quatro homens, o acampamento fica a algumas milhas de distância, cheguei o mais perto que podia. – Disse Akaenu. – Observei por algum tempo, eram de fatos ninjas, me pareciam os tais fugitivos, porém, todos estavam mortos.

– Viu armas?

– Algumas espadas. Um deles carregava um machado, pesado e com duas laminas, estava caído ao lado de sua mão.

– Prestou atenção à posição dos corpos? – Perguntou Garet

– Seja lá quem são, o Velho Urso nos mandara rastrear qualquer fugitivo ou inimigo e elimina-los, principalmente se forem de Kiri, Fantasma não está longe, posso senti-lo – Interrompeu Jon, tragou seu cigarro logo em seguida.

– Ao menos a isso serve a fera. – Começou Garet

– Dois deles estavam deitados no chão e os outros sentados junto ao rochedo, pareciam caídos. – Explicou Akaenu

– Ou adormecidos – sugeriu Garet.

– Caídos – insistiu Akaenu. Sacudiu-se por um estremecimento involuntário.

– Que lhe parece que possa ter matado aqueles homens, Akaenu? – perguntou Jon com ar casual, arrumando o longo manto de zibelina.

– Foi o frio – disse Akaenu com uma certeza férrea. – Vi homens congelar no inverno passado e no outro antes  desse,  quando  eu era  pequeno.  Toda a  gente  fala  de  neve  com doze  metros  de profundidade, e do modo como o vento de gelo chega do norte uivando, mas o verdadeiro inimigo é o frio. Aproxima-se em silêncio, mais furtivo do que o Fantasma. A princípio, estremece-se e os dentes batem, e bate-se com os pés no chão e sonha-se com vinho aquecido e boas e quentes fogueiras. Ele queima, ah, como queima. Nada queima como o frio. Mas só durante algum tempo. Então penetra no corpo e começa a enchê-lo, e passado algum tempo já não se tem força suficiente para combatê-lo. É mais fácil limitarmo-nos a nos sentar ou a adormecer. Dizem que não se sente dor alguma perto do fim. Primeiro, fica-se fraco e sonolento, e tudo começa a se desvanecer, e depois é como afundar pacificamente num mar de leite morno.

– Quanta eloquência, Akaenu – observou Garet. – Nunca suspeitei que a tivesse dentro de si.

– Se Akaenu diz que foi o frio… – começou Jon.

– Você fez alguma vigia nesta última semana, Jon?

– Sim, senhor – nunca havia uma semana em que ele não fizesse uma maldita dúzia de vigias. Aonde o homem queria chegar?

– E em que estado encontrou os muros?

– Úmidos. Jon respondeu, franzindo a sobrancelha. Agora que o companheiro o fizera notar, via os fatos com clareza. – Eles não podem ter congelado. Se a Muralha está úmida, não podem. O frio não é suficiente.

Garet assentiu.

– Rapaz esperto. Tivemos alguns frios passageiros na semana passada, e uma rápida nevasca de vez em quando, mas com certeza não houve nenhum frio suficientemente forte para matar quatro homens adultos. Homens vestidos de peles e couro, relembro, com um abrigo ali à mão e meios para fazer fogo – o sorriso do cavaleiro transbordava confiança. – Akaenu, leve-nos lá. Quero ver esses mortos com meus próprios olhos.

E a partir desse momento nada mais havia a fazer. A ordem fora dada, e a honra os obrigava a obedecer.

Interminável, incessante, impiedosa, a neve caía dia e noite. Montes se acumulavam nas muralhas e enchiam as ameias, cobertores brancos cobriam todos os telhados, tendas desabavam sob o peso da neve. Aquilo dificultava e muito a patrulha, hora e outra Jon se preocupava com o caminho em que seu garrano trilhava, ele estava logo atrás de Akaenu, que estava na dianteira. Parou dezena de metros a diante.

– Por que parou? – perguntou Garet

– É melhor ir o resto do caminho a pé, senhor. O lugar é logo depois daquela colina. – Respondeu Akaenu.

Todos os três desmontaram de seus respectivos garranos e foram surpreendidos, cinco sombras se moveram rapidamente sobre o topo das arvores e laminas cintilantes voaram em suas direções. Jon, ágil e com destreza se esquivou de cada uma delase desembainhou algumas shurikens. O luar percorreu o aço brilhante, novinhas em folha, acabara de repor seu estoque, farejou como um selvagem e lançou as laminas em direção a um dos homens em um dos galhos a sua frente, nem teve tempo de notar se acertara ou não e teve de se mover com velocidade novamente para se esquivar de um ataque direto, soube que se tratava de shinobis ao vislumbrar o protetor de testa do homem ousado a sua frente, era um ninja de Kiri, vila inimiga de Konoha. Tal homem o atacara com o machado descrito por Akaenu

– Desgraçados. – Bradou Garet enquanto nocauteava um dos inimigos.

Jon sacou sua espada com sua mão destra e vislumbrou ao seu redor, Akaenu estava caído, ambas as pernas foram perfuradas por kunais, ainda estava vivo, porem cercado por dois homens, um deles portava uma espada longa e um escudo, este cravejado com as shurikens de Jon, o outro segurava uma kunai. Jon pensou em se mover para ajudar seu companheiro mas o homem com o machado tentou lhe acertar um golpe novamente, o defendeu chocando sua espada com o machado, o beijo das duas laminas ressoaram um som estridente.

Um rosnado percorreu a floresta negra, uma sombra tão branca quanto a neve pulou dentre os arbustos e caiu sobre as costas de um dos homens que cercavam Akaenu. Fantasma pensou Jon, puxou sua lamina para baixo e girou seu corpo em um movimento veloz, disferiu um corte tão forte que arrancou a cabeça do shinobi de Kiri, aquilo fez com que seu estomago revirasse. Não há tempo para ser fraco Disse a si mesmo, se virou a Fantasma que acabara de destroçar a jugular do homem de escudo.

– Jon, cuidado. – Gritou Akaenu.

Apenas teve tempo de saltar para o lado, as chamas beijaram o braço direito de Jon que caiu sobre a neve, grunhiu de dor, se descuidou por um momento e foi atingido por uma técnica do elemento fogo, não totalmente, o longo manto que usava protegeu sua pele, porém, sua mão destra foi seriamente queimada. Rolou no solo para apagar o restante das chamas e vislumbrou apenas o brilho da lua, ouviu novamente gritos e os rosnados de Fantasma, aos poucos fechou os olhos e ali adormeceu. Acordou dois dias depois, sua mão estava envolta de ataduras mas ainda podia sentir a dor em toda a extensão de seu braço destro, Fantasma estava deitado ao lado de sua cama, mais tarde, Velho Urso o visitou, sua missão tinha sido concluída, Akaenu havia sobrevivido, assim como Garet, tinham concluído a missão, os ninjas que enfrentaram eram de fato de Kiri, tinham roubado alguns artefatos de Konoha antes do confronto, no final, Jon recebeu conselhos do Meistre sobre como tratar da sua mão da espada, deveria flexionar os dedos e os exercita-los sempre que possível, as queimaduras foram severas mas o tempo as curariam e seu braço estaria novo em folha novamente, assim como sua mão.
 
Adendos:

- Treino especial sobre o Timeskip e blá blá.
 

_______________________

[Fillers] Historias de um Bastardo Tumblr_mp9elxj1US1qf2huro1_500

Orys, o Gatuno 剣の道.
-
Deca
Deca
Vilarejo Atual
Ícone : [Fillers] Historias de um Bastardo 100x100

http://narutorpgakatsuki.net

Re: [Fillers] Historias de um Bastardo - 6/7/2016, 17:41

ORIGINALIDADE: 07|10  
GRAMÁTICA:10|10
FLUIDEZ: 10|10
INTERPRETAÇÃO: 05|10
TREINAMENTO: 03|10
TOTAL: 35|50
PONTO: Adquirido
APRENDIZADO: -

Na interpretação, não vi muito dos seus defeitos, nem me senti em Konoha, foi falado tanto do frio que me senti no país dos samurais. 'o'
Não houve treinamento/evolução, mais ainda dei uns pontos por conta da luta bem narrada.

_______________________

[Fillers] Historias de um Bastardo Tumblr_npejuknVff1r60zuio1_500
Simplicidade e realidade me encantam. Busco trazer isso no que escrevo. (plágio '-')
Ficha | Acompanhamento
-
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Fillers] Historias de um Bastardo -

-


Edição de Aniversario por Shion e Senko.