NOVIDADES
Atividades Recentes
A LUZ DAS TREVAS
Arco 02
Ano 26 DG
Verão
Meses se passaram desde a missão de investigação ao Castelo da Lua, no País do Vento, que culminou na Batalha da Lua Minguante. Soramaru, o cientista responsável pelos experimentos, morreu em combate, assim como outros ninjas do lado da aliança. Após a missão ser bem-sucedida, mas carregando tantas mortes, Karma, o líder da missão, ficou responsável por relatar às nações o máximo de informações sobre a organização por trás dos crimes agora que estava com o selo enfraquecido e com isso ele revelou o verdadeiro nome dela: Bōryokudan. Ainda não tendo como fornecer mais detalhes, pois o selo se manteve, e precisando de mais pistas antes de investir novamente em uma missão, Karma saiu em missão em nome das Quatro Nações para encontrar o paradeiro dos demais membros da organização — e sua primeira desconfiança recaiu sobre Kumo.

O mundo, no entanto, mudou nestes últimos meses. Os Filhos das Nuvens concluíram a missão de extermínio aos antigos ninjas da vila e implementaram um novo sistema político em Kumo ao se proclamarem o Shōgun sobre as ordens não de um pai, mas do Tennō; e assim ela se manteve mais fechada do que nunca. Em Konoha a situação ficou complicada após a morte de Chokorabu ao que parece estar levando a vila ao estado de uma guerra civil envolvendo dois clãs como pivôs. Suna tem visto uma movimentação popular contra a atual liderança da vila após o fracasso em trazer a glória prometida ao país. Já em Kiri a troca de Mizukage e a morte de ninjas importantes desestabilizaram a política interna e externa da vila. E em Iwa cada dia mais a Resistência vai se tornando popular entre os civis que estão cansados demais da fraqueza do poderio militar ninja. Quem está se aproveitando destes pequenos caos parece ser as famílias do submundo, cada vez mais presentes e usando o exílio de inúmeros criminosos para Kayabuki como forma de recrutar um exército cada vez maior.

E distante dos olhares mundanos o líder da Bōryokudan, Gyangu-sama, se incomoda com os passos de Karma.
... clique aqui para saber mais informações
SHION
SHION#7417
Shion é o fundador do RPG Akatsuki, tendo ingressado no projeto em 2010. Em 2015, ele se afastou da administração para focar em marketing e finanças, mas retornou em 2019 para reassumir a liderança da equipe, com foco na gestão de staff, criação de eventos e marketing. Em 2023, Shion encerrou sua participação nos arcos, mas continua trabalhando no desenvolvimento de sistemas e no marketing do RPG. Sua frase inspiradora é "Meu objetivo não é agradar os outros, mas fazer o meu trabalho bem feito", refletindo sua abordagem profissional e comprometimento em manter a qualidade do projeto.
Angell
ANGELL#3815
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Indra
INDRA#6662
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Wolf
Wolf#9564
Wolf é jogador do NRPGA desde fevereiro de 2020, tendo encontrado o fórum por meio de amigos, afastando-se em dezembro do mesmo ano, mas retornando em janeiro de 2022. É jogador de RPG desde 2012, embora seu primeiro fórum tenha sido o Akatsuki. Atua como moderador desde a passagem anterior, se dedicando as funções até se tornar administrador em outubro de 2022. Fora do RPG cursa a faculdade de Direito, quase em sua conclusão, bem como tem grande interesse por futebol, sendo um flamenguista doente.
Mako
gogunnn#6051
Mako é membro do Naruto RPG Akatsuki desde meados de 2012. Seu interesse por um ambiente de diversão e melhorias ao sistema o levou a ser membro da Staff pouco tempo depois. É o responsável pela criação do sistema em vigor desde 2016, tendo trabalhado na manutenção dele até 2021, quando precisou de uma breve pausa por questões pessoais. Dois anos depois, Mako volta ao Naruto RPG Akatsuki como Game Master, retornando a posição de Desenvolvedor de Sistema. E ainda mantém uma carreira como escritor de ficção e editor de livros fora do RPG, além de ser bacharel em psicologia. Seu maior objetivo como GM é criar um ambiente saudável e um jogo cada vez mais divertido para o público.
Akeido
Akeido#1291
Aliquam lacinia ligula nec elit cursus, sit amet maximus libero ultricies. Cras ut ipsum finibus quam fringilla finibus. Etiam quis tellus dolor. Morbi efficitur pulvinar erat quis consectetur. Ut auctor, quam id rutrum lobortis, lorem augue iaculis turpis, nec consectetur enim nisl eu magna. Sed magna dui, sollicitudin quis consequat ac, faucibus sed mauris. Donec eleifend, nisl a eleifend dignissim, ipsum urna viverra leo, sed pulvinar justo ex vitae enim. Donec posuere sollicitudin velit eu vulputate.
Havilliard
Havilliard#3423
Aliquam lacinia ligula nec elit cursus, sit amet maximus libero ultricies. Cras ut ipsum finibus quam fringilla finibus. Etiam quis tellus dolor. Morbi efficitur pulvinar erat quis consectetur. Ut auctor, quam id rutrum lobortis, lorem augue iaculis turpis, nec consectetur enim nisl eu magna. Sed magna dui, sollicitudin quis consequat ac, faucibus sed mauris. Donec eleifend, nisl a eleifend dignissim, ipsum urna viverra leo, sed pulvinar justo ex vitae enim. Donec posuere sollicitudin velit eu vulputate.
HALL DA FAMA
TOP Premiums
Torne-se um Premium!
1º Lugar
Starfox
2º Lugar
Senju Inazuma
3º Lugar
Raves
1º Lugar
Starfox
2º Lugar
Tensai
3º Lugar
Zireael
Os membros mais ativos do mês
Angell
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_lcap[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Voting_bar[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_rcap 
732 Mensagens - 42%
Starfox
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_lcap[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Voting_bar[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_rcap 
192 Mensagens - 11%
Zireael
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_lcap[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Voting_bar[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_rcap 
156 Mensagens - 9%
Kurt Barlow
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_lcap[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Voting_bar[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_rcap 
114 Mensagens - 6%
Sevenbelo
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_lcap[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Voting_bar[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_rcap 
103 Mensagens - 6%
Tensai
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_lcap[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Voting_bar[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_rcap 
101 Mensagens - 6%
Zero
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_lcap[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Voting_bar[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_rcap 
100 Mensagens - 6%
Shion
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_lcap[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Voting_bar[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_rcap 
98 Mensagens - 6%
Kaguya
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_lcap[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Voting_bar[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_rcap 
81 Mensagens - 5%
Nan
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_lcap[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Voting_bar[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_rcap 
78 Mensagens - 4%

Os membros mais ativos da semana
Angell
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_lcap[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Voting_bar[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_rcap 
18 Mensagens - 38%
Kurt Barlow
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_lcap[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Voting_bar[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_rcap 
5 Mensagens - 11%
Sly
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_lcap[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Voting_bar[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_rcap 
4 Mensagens - 9%
Coca
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_lcap[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Voting_bar[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_rcap 
4 Mensagens - 9%
Keel Lorenz
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_lcap[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Voting_bar[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_rcap 
4 Mensagens - 9%
Raves
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_lcap[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Voting_bar[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_rcap 
3 Mensagens - 6%
sinhorelli
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_lcap[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Voting_bar[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_rcap 
3 Mensagens - 6%
Summer
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_lcap[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Voting_bar[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_rcap 
2 Mensagens - 4%
Zero
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_lcap[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Voting_bar[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_rcap 
2 Mensagens - 4%
Gyoku
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_lcap[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Voting_bar[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola Vote_rcap 
2 Mensagens - 4%


Mere
Heroína
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
1
Allannia Grey

HP:1500/1500
CH:4200/4200
ST:00/07
Vila:Kirigakure no Sato
Palavras:405
Observar crianças divertindo-se era desafiador para alguém que havia perdido o próprio brilho. Outrora, poderia considerar minimamente agradável a presença da futura geração shinobi nas imediações, mas havia muito tempo que não dava um sorriso sequer. Rauros, sua leoa, caminhava ao seu lado tagarelando uma reclamação qualquer da qual não se importava, revirando os olhos discretamente para a mascote enquanto ela se comunicava. Irritada com o descaso, a mesma volveu o corpo contra a prateada, empurrando-a levemente. Desinteressada em discussões, apenas manteve o equilíbrio para evitar sujar o seu vestido com a queda, e prosseguiu.

Não me ignore, cretina. Quero ouvir de você o que acha — a leoa dizia, irritada — Não acha irritante darem uma tarefa tão estúpida a nós? Enfrentamos o exército de um Deus, e querem que cacemos ladrões de galinhas.

O pergaminho dizia que a última pista era algumas gaiolas escondidas numa carroça, e nelas havia aves exóticas, não galinhas — retrucou, desanimada. Allannia não gostava de relembrar quaisquer coisas relacionadas a Amegakure, principalmente por serem a motivação por trás de seu destaque desnecessário.

Os seus superiores haviam designado uma missão de última hora para a chūnin, supostamente pouco engenhosa. Espiões relataram um fluxo suspeito de cargas de origem duvidosa em seu vilarejo, supostamente contrabandeadas. As únicas pistas que possuíam, no momento, era de um carregamento desviado de aves exóticas, escondidas numa carroça. Localizar os criminosos, identificar os responsáveis e aplicar a justiça da vila a estes era a função a ser desempenhada, embora não gostasse tanto da ideia de sair numa caçada. Rauros parecia se afeiçoar mais com a ideia, diferentemente dela, mas considerava um desafio aquém das capacidades de ambas. Pelo menos, era o que ela pensava.

Quando vasculharam a área interna da vila, não encontraram nada além de mais dúvidas. O esquema, provavelmente elaborado e financiado por magnatas, não deixavam muitas brechas. Precisariam encontrar a fonte, e atacar os pontos de distribuição. Mas como e onde encontrar tais objetivos, era a verdadeira incógnita na questão. Dispensou os devaneios e simplesmente prosseguiu avançando. Se Rauros havia feito algum comentário sobre a sua réplica, não ouviu ou pareceu não se importar, pois seus olhos miravam o horizonte. Aproximaram-se do portão do vilarejo, entregando a documentação que comprovava a sua saída para uma missão designada pela aldeia. Seria o começo de fato da sua vida como chūnin, mas se isso era um motivo de orgulho, ela não sabia.



Rauros, a Leoa:
HP: 1000/1000
CH: 1000/1000
ST: 00/05





Emme



”Aparência”:
”Trajes”:
”Allannia e Rauros”:
”Clã e Kekkei Genkai”:
”Equipamentos”:
”Qualidades e Defeitos”:
”Jutsus Utilizados/Ativos”:
”Databook”:
”considerações”:
”Links Comprobatórios”:
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Estudioso
Compre/treine três jutsus.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Sangue Derramado
Vença seu primeiro PvP.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Vencendo Adversidades
Supere um defeito adquirido.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Eu Sou Sensei!
Forme uma equipe ou seja designado para ser sensei de uma equipe.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Guardião da Vida
Salve um aliado da morte durante um evento mundial.
O(a) Doutor(a) Chegou!
Seja o suporte (curandeiro, sensor, etc.) do grupo durante um evento mundial.
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Mere
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79206-fp-allannia-grey#631999
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79210-gf-allannia-grey
Mere
Heroína
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
2
Allannia Grey

HP:1500/1500
CH:4200/4200
ST:00/07
Vila:Kirigakure no Sato
Palavras:1054
Após a liberação de sua saída com a resolução dos trâmites burocráticos, partiram de seu vilarejo rumo ao desconhecido. Não possuíam quaisquer informações sobre por onde deveriam começar a procurar, mas se não tentassem jamais encontrariam seus alvos. “Qualquer esforço é melhor do que não se esforçar”, um dia ensinou a sua mãe, quando era apenas uma criança. As estradas eram solitárias, com um fluxo modesto de pessoas, em sua maioria direcionando-se para Kirigakure.

A chuva começou subitamente após as primeiras horas de jornada, com ventos moderados que dificultavam a visão, arrastando gotículas de água consigo. Seu vestido alvo estava completamente úmido, fazendo ele parecer estar mais pesado do que o habitual. Rauros se importava menos com a mudança brusca de clima, caminhando da mesma forma como fazia num dia ensolarado. Allannia teve dificuldades de acompanhar a mascote, quase a perdendo de vista diversas vezes. Caminhou lentamente por entre a ventania, se esforçando para observar por entre a Névoa típica da região, que com a mudança climática parecia ter se acentuado. Clamou pela mascote, buscando a sua localização. Ela rugiu em voz alta, em resposta, e através do ruído pôde buscar o direcionamento que precisava.

Quanto alarde por pouca causa, garota. Para onde mais acha que eu iria? — Rauros mostrou os dentes, numa de suas formas peculiares de sorrir — Humanos se preocupam com coisas boas. Eu sei me cuidar sozinha, e não tem ninguém aqui para fazer mal a gente.

Não é isso, mas é que não dava para ver o caminho — Allannia estava envergonhada, ligeiramente corada.

Sempre esqueço que o olfato de vocês tem defeito, não serve pra nada.

Depois do breve infortúnio, aos poucos a chuva fluía com menor frequência. As vestes permaneciam ensopadas, mas era uma preocupação trivial comparada com o problema de locomoção que havia enfrentado outrora. Seguiram em silêncio, enquanto o anoitecer lentamente se aproximava. Precisariam encontrar algum local para passar a noite, pois estavam consideravelmente distante do vilarejo. Dúvidas sondavam a sua cabeça, devido ao progresso pouco significativo de sua missão. Era uma péssima kunoichi, percebeu, inapta para missões de busca e infiltração. Fez uma pausa momentânea ao encontrar um amontoado de rochas e sentou-se para pensar em um plano mais efetivo. Sem sucesso, reuniu coragem para olhar de relance para Rauros e indagar:

Você tem alguma ideia do que podemos fazer? Eu não estou preparada o suficiente para isso, acho melhor eu voltar a ser Genin. Sou muito inútil.

Você é estúpida, sim, mas inútil, não — ela balançou a cabeça, reprovando os seus comentários.

Então o que eu deveria fazer? Nada que eu sei ajuda nessa missão, pra falar a verdade, não sei nem o que eu estou fazendo. Talvez estejamos andando em círculo, bem provável, não marquei nenhum local pelo qual passamos até agora. Aliás, parando para pensar agora...

Você está fazendo tudo, menos pensar. Se estivéssemos andando em círculo, já teria dito — Rauros olhou para Allannia como se estivesse falando com uma criança de seis anos, com um misto de piedade e consternação. Era difícil para a mascote levar a sua proprietária a sério, por vezes ela parecia uma guerreira mais capacitada do que ela propriamente dita.

Os rumos do diálogo, que aos poucos estava tomando proporções dramáticas, fora interrompido com aparições abruptas. Indivíduos desconhecidos se aproximaram da área onde estavam, portando lamparinas, a única forma de iluminação vigente na área. A pausa, que deveria ter sido rápida, havia se estendido por tempo demais, percebeu. O anoitecer havia caído, e estavam sozinhas no meio do nada.

Sabíamos que era bem grande, mas a gente não esperava que fosse tão grande assim — o estranho disse, com uma voz áspera e ríspida, dando uma risada que mais parecia um guincho. Se havia alguma sanidade no homem, ele não parecia deixar ela em evidência.

Deve ser uma espécime rara, ele tem companhia — o segundo parecia mais ponderado, com uma voz calma e pacata. Seu tom era tão suave e a voz invejável para inúmeros cantores, podendo facilmente adormecer se o ouvir recitar uma canção — E ele está acompanhado. Veja, uma criança está do lado dele. Não deve ter mais do que seus catorze, pobre criança... — finalizou, num lamento tão entristecido que doeu em sua própria alma, mas Allannia não entendeu no começo o porquê.

Está olhando para a parte errada. Olhe essas orelhas, são as maiores que já vi. E de todo, de rosto, não é nem um pouco feia. Vamos levar as duas — o terceiro e último homem disse, impaciente e num sotaque que indicava não ser nativo da região.

Todos os homens estavam encapuzados, a vestimenta, negra como o bréu que as rodeavam, prenunciavam o que estaria por vir. Apesar de não ser tão ingênua a ponto de não compreender o viés por trás do que o trio dizia, não possuía certeza das motivações que os traziam até ali. Tímida e insegura, o corpo estremeceu, tanto pela suspeita do perigo diante de si quanto pela vergonha de dizer algo, principalmente ao ser elogiada por um deles. Reuniu o máximo de convicção necessária para afirmar algo, mas de sua boca saíram apenas dúvidas:

O que vocês querem? Quem são vocês? — a voz fraquejava a cada palavra, e pensar em novas sentenças era tortuoso.

Diferente dela, não quero saber quem são e o querem, apenas que sumam daqui — Rauros disse-lhes o mesmo que seu próprio âmago desejava. A presença dos homens gerava calafrios para Allannia, e eram tão desagradáveis quanto irritantes. O trio pareceu surpreso, quase que incrédulo, ao ouvir a mascote falar, trocando olhares em seguida.

Simples — entoou o de sotaque, após murmurar alguma coisa para o encapuzado de voz suave — Queremos o seu bicho. Escutamos o rugido dele de longe, e em todos os meus anos de serviço, nunca encontrei um que saiba falar. Deve valer uma fortuna.

Você, garota, deve ser bem pobre. Ouça bem, não queremos fazer nenhum mal a você. Proponho que entregue de bom grado o animal, e prometo negociar com o chefe alguma quantia para que possa viver com dignidade pelo resto de sua vida — o homem mais calmo tentou negociar, num tom amigável.

Ela não está a venda — foi tudo que Allannia conseguiu dizer, sem pestanejar. A convicção que faltou da primeira vez, foi compensada nesta.

É uma pena. Eu realmente sinto muito... — e então, eles avançaram.





Rauros, a Leoa:
HP: 1000/1000
CH: 1000/1000
ST: 00/05





Emme



”Aparência”:
”Trajes”:
”Allannia e Rauros”:
”Clã e Kekkei Genkai”:
”Equipamentos”:
”Qualidades e Defeitos”:
”Jutsus Utilizados/Ativos”:
”Databook”:
”considerações”:
”Links Comprobatórios”:
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Estudioso
Compre/treine três jutsus.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Sangue Derramado
Vença seu primeiro PvP.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Vencendo Adversidades
Supere um defeito adquirido.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Eu Sou Sensei!
Forme uma equipe ou seja designado para ser sensei de uma equipe.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Guardião da Vida
Salve um aliado da morte durante um evento mundial.
O(a) Doutor(a) Chegou!
Seja o suporte (curandeiro, sensor, etc.) do grupo durante um evento mundial.
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Mere
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79206-fp-allannia-grey#631999
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79210-gf-allannia-grey
Mere
Heroína
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
3
Allannia Grey

HP:605/1500
CH:4068/4200
ST:01/07
Vila:Kirigakure no Sato
Palavras:1004
Nem percebeu quando o primeiro golpe chegou em seu abdômen, atingida por um poderoso soco quando tentou se levantar e reagir ao súbito avanço do trio. A potência do impacto impulsionou o corpo da chūnin para trás, mantendo o equilíbrio com dificuldades e por pouco não colidindo contra um paredão rochoso atrás de si. A área pedregosa ao seu redor, na qual havia selecionado algumas para servir de assento, era um terreno perigoso para travar conflitos similares. Arquejava, sentindo seus sentidos enfraquecidos. Suas lágrimas eram inevitáveis, sequer conseguia enxergar o que havia em sua frente, e a falta de ar persistente era insuportável, mas não perdurou por muito tempo ao ponto de começar a sufocar. Observava apenas vultos em movimentos, cercando uma sombra de grande porte que aparentemente pertencia a Rauros. Os rugidos furiosos da mascote marcavam o tom do combate, mas de nada tinha conhecimento além dos sons.

Se continuar demonstrando resistência, vamos matar a garota. É isso que você quer, monstro? — o de sotaque dizia, mais impaciente do que havia observado na primeira vez.

Talvez realmente escolhemos levar ela conosco, e podem ser companhia, uma da outra. Vender ambas em pacote parece um negócio atraente, vamos ver o que o chefe acha disso — a voz serena do indivíduo soava como a de alguém mais interessado em barganhar do que batalhar.

Você me mordeu, maldito. Se o chefe não fosse me matar, eu matava você, aberração — menos propício ao diálogo racional, a voz rude vociferava ofensas, em nítido estado de fúria. Percebeu Rauros com a boca coberta de sangue, exalando fúria de seus olhos ambarados.

Ela é fêmea — murmurou, cambaleante, tentando se aproximar — Parem, por favor, parem com isso — Allannia chorava, em desespero.

Quieta, garota — o de sotaque disse, disparando em sua direção uma kunai veloz. Devido ao estado da chūnin, não teve tempo de reagir ao golpe, recebendo um corte leve em sua bochecha como consequência de sua debilidade — Na próxima vez, irei mirar em seus olhos — alertou, num tom cruel.

Não machuque a face dela, vai acabar desvalorizando a carga — o indivíduo suspirou, fatigado — Entenda garota, você não tem nenhuma chance. Somos três, o que pode fazer contra nós?

O que eu posso fazer? — a sua cabeça dava voltas, refletindo pesarosa em aceitar a missão.

Mas, mesmo aos prantos e machucada, ela compreendeu a si própria, tomando verdadeira noção da situação. Estava sozinha, sim, mas não era a primeira vez que ela enfrentava oponentes em maior número e mais poderosos do que ela própria. Na guerra contra Kenshin, travou uma batalha contra um exército. “Mas eu não estava sozinha”, percebeu “Eu não fiz nada, absolutamente nada. Preciso fazer algo, eu preciso fazer algo agora”, decidiu mas não soava como uma escolha. Apenas desespero. Era o que restava.

Allannia limpou as lágrimas bruscamente, retirando as suas três kunais da bolsa de armas e disparando rapidamente. Não era habilidosa com Shurikenjutsu, e a sua precisão era aquém das expectativas, mas possuía um plano. Realizou os selos manuais necessários para a conclusão de seu “Katon: Hōsenka no Jutsu” o mais rápido que conseguia. Designou as shurikens na direção dos agressores, uma para cada alvo, utilizando seu Conhecimento Anatômico para mirar apropriadamente em seus respectivos crânios. A distância que estava dos alvos era de 5 metros, de modo que tivesse maior probabilidade de obter êxito em seu objetivo. A saraivada de esferas flamejantes era apenas uma distração, numerosas e imprevisíveis, buscavam atingir os alvos sem que pudessem obter chance de reação.

Mas não atingiu. Demonstrando possuir uma velocidade muito acima de sua própria, evadiram os ataques sem muita dificuldade, tampouco suas shurikens conseguiram concluir a tarefa. Antes que pudessem conjecturar uma reação, aproveitando-se da situação oportuna concebida pela necessidade de evitarem seu ataque, expeliu de sua boca um fluxo de cinzas ardentes, através de seu “Katon: Haijingakure no Jutsu”. Durante a formação do jutsu, contudo, recordou suas lembranças negativas sobre o uso da técnica. Havia sido ela a responsável pelos danos causados em seu corpo, curada da situação de quase morte devido a presença de um ninja médico na ocasião. Mirou de maneira inapropriada o jutsu, temendo atingir a si própria tanto quanto sua mascote. A cortina de cinzas colidiu contra o solo, levantando um conglomerado de cinzas que apenas afastou momentaneamente seus adversários, dificultando sua visão.

Mas, apenas favoreceu os propósitos dos oponentes. Rauros estava em oposição a si, fazer isto apenas facilitou para que emboscassem a leoa. Quando a cortina se dispersou, apenas pôde observar a segunda das descargas emitida que atingiu as patas da mascote, paralisando a área por completo. O jutsu, de formato de cão, era similar ao seu “Raiton: Raijū Tsuiga”, provavelmente se tratando da mesma técnica.

Fique parado, bem aí — o de sotaque disse, após concluir seu propósito — Isso se estendeu por tempo demais.

Rauros!— exclamou Allannia, utilizando de sua velocidade máxima somada ao uso de seu jutsu “Raiton: Raigeki no Yoroi” durante o movimento para tentar uma aproximação no máximo de velocidade que conseguia com o acréscimo de movimento — Estou chegando!

Ora, você é rápida — a voz suave do homem dava tons de ter sido surpreendido — Mas não o suficiente — e então atingiu a chūnin com um potente soco em seu estômago, novamente, sentindo o chakra elemental do raio que cobria seus punhos percorrer o seu corpo, atrapalhando tanto seus movimentos quanto seus sentidos — Eu sinto muito, as coisas poderiam ter sido tão diferentes se não tivessem resistido...

Allannia caiu no chão, de joelhos, sentindo aos poucos a visão escurecer. Apenas escutou as risadas, e o lamento de Rauros, que rugia furiosa e dizia qualquer coisa que não conseguia compreender no momento. Tentou permanecer consciente, fitando o seu algoz com um olhar que silenciosamente suplicava por misericórdia. Mas de nada adiantou, o mesmo formulou o que reconheceu como o “Raiton: Raijū Tsuiga”, trazendo o cão elétrico em sua direção, e a sua mordida, impiedosa, atingiu os joelhos, cobrindo o seu corpo por mais uma descarga. A última. Após isso, as luzes se apagaram.



Rauros, a Leoa:
HP: 480/1000
CH: 1000/1000
ST: 01/05





Emme



”Aparência”:
”Trajes”:
”Allannia e Rauros”:
”Clã e Kekkei Genkai”:
”Equipamentos”:
”Qualidades e Defeitos”:
”Jutsus Utilizados/Ativos”:
”Databook”:
”considerações”:
”Links Comprobatórios”:
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Estudioso
Compre/treine três jutsus.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Sangue Derramado
Vença seu primeiro PvP.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Vencendo Adversidades
Supere um defeito adquirido.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Eu Sou Sensei!
Forme uma equipe ou seja designado para ser sensei de uma equipe.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Guardião da Vida
Salve um aliado da morte durante um evento mundial.
O(a) Doutor(a) Chegou!
Seja o suporte (curandeiro, sensor, etc.) do grupo durante um evento mundial.
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Mere
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79206-fp-allannia-grey#631999
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79210-gf-allannia-grey
Mere
Heroína
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
4
Allannia Grey

HP:850/1500
CH:4200/4200
ST:00/07
Vila:Kirigakure no Sato
Palavras:423
Despertou numa cela apertada e solitária, presa por cordas que estavam aprisionando suas pernas e seus braços. Estava desarmada, sem o seu arco e tampouco sua espada, ambas confiscadas por seus sequestradores. Não possuía nenhuma noção de onde poderia estar, apenas que estava encrencada. Os efeitos da descarga elétrica persistiam, retardando seus movimentos a tal ponto que tentar mover as pernas era um esforço enorme. Não encontrou qualquer sinal de Rauros, tampouco de quaisquer indivíduos na área. Contorceu-se, tentando se livrar das cordas, sem sucesso. O desânimo tomou conta de si. Melancólica, começou a pensar nas mais terríveis possibilidades, desde o vislumbre da sua mascote distante ao ponto de não conseguir a encontrar mais até um destino triste e cruel para si própria. Quis chorar, mas nenhuma lágrima fez menção de surgir.

A situação era desesperadora, e seu estado atual não auxiliava na resolução do problema. Demorou longamente para pensar numa alternativa para seu empecilho, mas reuniu toda a convicção que ainda permanecia intacta em seu âmago para encontrar uma forma de escapar do cativeiro. Após lutar contra os demônios que a assolavam, recordou num vislumbre de suas memórias de seus tempos de academia, quando era uma estudante tímida e medrosa da academia. O tempo não lhe trouxe mudanças significativas, somente vivências e uma forte insegurança. Independente do que sentia ou pensava, Allannia detinha o conhecimento necessário para escapar dos acessórios que a imobilizavam. Através da técnica básica “Nawanuke no Jutsu”, livrou-se das cordas responsáveis por restringir seus braços. Focou os seus esforços em seguida em libertar as pernas, notando de maneira mais evidente o seu problema de locomoção.  

Teve dificuldades para permanecer de pé, e mesmo o ato de pensar era um simbólico desafio. Suas tentativas frustradas de mover os pés e as pernas de maneira apropriada geraram, em contrapartida, uma piora nas suas circunstâncias atuais. Percebendo sons de procedência duvidosa vindo de sua cela, um guarda desconhecido surgiu, portando uma lança afiada e longa. Diferentemente dos agressores que haviam capturado ela e Rauros, o homem permitia que o semblante estivesse exposto, revelando uma face marcada pelo tempo, com uma longa barba cinzenta, cabelos castanhos e olhos de mesma cor. Não era muito mais alto que Allannia, mas o seu porte físico era digno de nota. Trajava uma armadura de ferro com alguns traços de ferrugem, provavelmente de segunda mão.

O que houve aqui? Quem soltou você? Não é possível que tenha conseguido isso sozinha — o homem dizia, incrédulo — Irei tratar disso já. Rapazes, venham aqui! A prisioneira está solta.


Rauros, a Leoa:
HP: 480/1000
CH: 1000/1000
ST: 00/05





Emme



”Aparência”:
”Trajes”:
”Allannia e Rauros”:
”Clã e Kekkei Genkai”:
”Equipamentos”:
”Qualidades e Defeitos”:
”Jutsus Utilizados/Ativos”:
”Databook”:
”considerações”:
”Links Comprobatórios”:
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Estudioso
Compre/treine três jutsus.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Sangue Derramado
Vença seu primeiro PvP.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Vencendo Adversidades
Supere um defeito adquirido.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Eu Sou Sensei!
Forme uma equipe ou seja designado para ser sensei de uma equipe.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Guardião da Vida
Salve um aliado da morte durante um evento mundial.
O(a) Doutor(a) Chegou!
Seja o suporte (curandeiro, sensor, etc.) do grupo durante um evento mundial.
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Mere
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79206-fp-allannia-grey#631999
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79210-gf-allannia-grey
Mere
Heroína
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
5
Allannia Grey

HP:1095/1500
CH:4105/4200
ST:01/07
Vila:Kirigakure no Sato
Palavras:1328
Rapidamente, um reforço de mais quatro guardas chegou ao local, todos de lanceiros. Em sua maioria, diferindo de seu comandante, os rivais eram jovens, da mesma idade ou mais novos que a própria Allannia. Nenhum destes possuía armadura e não utilizavam camisas, permitindo a visualização da musculatura consideravelmente desenvolvida. Um destes, nervoso e apressado, carregava consigo um molho de chaves que utilizou prontamente para abrir o portão de sua cela. Era a sua oportunidade para fuga, mas também, a chance para os seus agressores frustrarem sua fuga, caso conseguissem.

Depois que pegarmos você, quero ver conseguir se libertar de correntes e grilhões! — esbravejava o mais velho, ordenando que os lanceiros jovens adentrassem a cela. Ele permaneceu inerte, frente ao portão escancarado, aguardando — Vou lhe castigar por ser uma garota desobediente, sua atrevida.


A cela possuía apenas dez metros de largura e de altura, sendo uma localidade limitada para movimentação e uso de técnicas. Se utilizasse alguma habilidade de larga escala, percebeu, haveria grande possibilidade de estar em problemas. Portanto, rapidamente, realizou os selos manuais necessários para concluir a técnica básica de academia, o “Bushin no Jutsu”, criando duas cópias ilusórias de si mesma. Eram apenas distrações, o quarteto de adversários recuaram momentaneamente, olhando com estranheza para o uso da técnica da chūnin.

Ela é uma ninja? Qual é a verdadeira? — um deles questionou quando Allannia e suas cópias rapidamente começaram a se movimentar, com sua velocidade máxima, evitando os agressores o máximo que podiam. Eram da mesma velocidade, portanto, era árduo para ambas as partes ultrapassar o desafio.

Mesmo com sua velocidade sendo párea para lidar com as ameaças, as limitações impostas pelo terreno dificultavam a sua locomoção. Rapidamente se viu encurralada, e um deles mirou a sua lança na direção de seus pés, precisando rapidamente de um salto improvisado para evitar o ataque, deslocando-se para a direita. Perdeu momentaneamente o equilíbrio, devido ao fato que o ataque era quase de sua velocidade considerando a força que lhe foi aplicada, e ser apenas uma iniciada em Taijutsu não facilitava na sua defensiva. O mesmo lanceiro responsável pelo ataque, percebendo isso, avançou contra a chūnin com a guarda exposta, prendendo-a contra a parede, segurando ambos os seus braços e pressionando seu corpo contra o seu, para evitar qualquer tentativa de fuga. Melancólica e Insegura, o desânimo surgiu quase que instantaneamente, rodeando sua mente com pensamentos que a imobilizaram por instantes.

É o fim da linha para você, bonitinha — sentia o hálito desagradável do homem em sua face, tal como ouvia as risadas dos remanescentes, incluindo o comandante.

Você resistiu bem para uma mocinha, isso merece uma surra ainda maior, como premiação. Tragam a pestinha para mim darei umas boas chicotadas nesta magricela — o chefe dizia, aplaudindo de maneira sarcástica.

O seu adversário, ao tentar levar Allannia consigo, não ponderou apropriadamente e tampouco aguardou pelos reforços virem em seu auxílio, subestimando a inteligência e capacidade da kunoichi. Reuniu coragem e disposição para tentar uma reação, respirando fundo e mantendo a calma. Rapidamente, devido ao fato de não poder utilizar as suas mãos no momento para uma ofensiva, desferiu um chute com sua força máxima na região dos testículos do indivíduo, mirando com precisão devido ao seu conhecimento anatômico. Mesmo que não tenha uma força destacável e tampouco perícia em Taijutsu, a sensibilidade da área facilitou no ato de se desvencilhar de suas mãos. Seus aliados, percebendo a situação do rapaz, vieram ao seu auxílio e Allannia, vendo isso, aproveitou do estado de agonia deste para empurrar o mesmo contra o trio. A força aplicada não foi o suficiente prejudicar o equilíbrio deles, mas abriu uma brecha crucial para a sua própria ofensiva.

Raiton: Raijū Tsuiga — proclamou, liberando uma descarga elétrica em formato de cão contra os alvos aglomerados, de tal modo que fossem eletrocutados todos juntos. Imediatamente, largaram suas lanças e caíram em agonia no chão.

Incompetentes. É tudo o que eles são — bufou em fúria o lanceiro restante, o homem que proclamava a si mesmo como líder do grupo — Se quer um trabalho bem feito, faça você mesmo.

Mas Allannia não quis aguardar pelo “trabalho” de seu rival. Prontamente, realizou o mais rápido que pudesse o seu “Doton: Moguragakure no Jutsu”, transformando o solo áspero da cela em areia fina, ao canalizar seu chakra na área. No subsolo, moveu-se para fora da área, seguindo em linha reta para melhorar sua posição em um ponto mais aberto. Retornou para a superfície subitamente, ouvindo o seu oponente praguejar antes de evitar a tentativa frustrada da chūnin de tomar a sua lança e cessar permanentemente sua ameaça. O alvo, mais rápido e forte do que os seus subordinados, esquivou numa manobra elaborada e elegante, mesmo portando uma pesada armadura, que em sua concepção deveria limitar seus movimentos.

Demonstrando a capacidade física notória para reagir com tamanha precisão, ao mesmo tempo desferiu um golpe vertical mirando o abdômen de Allannia. Acompanhou com dificuldades o movimentando, numa esquiva brusca e improvisada, não conseguindo evitar que o obi de seu vestido fosse partido pela ponta afiada do armamento inimigo, embora não houvesse infligido danos diretos ao seu corpo propriamente dito. O vestido, que era ajustado pelo acessório, fez menção de começar a cair, requerendo da chūnin o ato de cessar o infortúnio. Desequilibrada após a situação de risco e concentrada em impedir sua vergonha, devido sua timidez, caiu de costas contra o solo, se pondo numa situação de perigo.

Katon: Hōsenka no Jutsu — proferiu em voz alta, nervosa, ao disparar contra o adversário uma saraivada de esferas flamejantes.

Fez os seis selos de mão necessários para a conclusão do jutsu em um segundo, fazendo com que a sua investida fosse súbita e perigosa, pegando o adversário desprevenido. Apenas pôde realizar a técnica devido ao fato de, ao estar no chão, o vestido não possuía predisposição da gravidade em ceder.Acreditando que havia encontrado uma brecha ao derrubar sua prisioneira, o alvo avançou em sua direção rapidamente, recebendo todos os ataques de sua técnica. Um dos olhos do lanceiro recebeu o golpe, cegando-o deste quase que imediatamente, enquanto os restantes divergiram entre a armadura, rompendo a defesa desta devido ao fato de tanto a sua resistência estar afetada pelo uso constante quanto a potência do seu jutsu ser superior às suas capacidades. Metal derretido escorreu por dentro de si, cozinhando o homem de dentro pra fora de tal modo que sua agonia era estridente.

Sua maldita! — ele se contorcia, urrando de dor a cada nova praga rogada contra a sua inimiga — Você vai pagar, você vai pagar muito caro.

A circunstância abriu a oportunidade necessária para que Allannia se erguesse, mas antes de se levantar havia concluído o uso de seu “Raiton: Raigeki no Yoroi” para amplificar sua velocidade, pensando já numa eventual fuga de seu cativeiro em velocidade. A mão direita segurava o vestido, dificultando eventuais jutsu que precisariam ser utilizados caso o combate se estendesse por tempo demasiado. Mas não durou muito tempo. Numa ação furiosa e desesperada, o lanceiro disparou a sua lança com potência máxima, mirando o peito da chūnin. Sua velocidade, aprimorada devido ao seu jutsu, conseguiu com dificuldades evitar o ataque do adversário. A parede atingida pela lança em seu lugar serviu de sustento para a arma, cravada na área devido a potência do ataque.

Desgraçada. Sua desgraçada. Pagar... — sangue escorria da boca do homem, e a face parcialmente carbonizada era uma visão grotesca — Vai. Você vai. Você vai pagar — ele urrou pela última vez, antes de sucumbir. Allannia não sabia se estava vivo ou morto, mas a resposta da questão não importava mais que sua própria segurança.

E o portão principal da sala sacudiu com as batidas furiosas vindas do outro lado, que clamavam por respostas sobre o que estaria acontecendo na área. As tocha era a única iluminação, e o cintilar das chamas foi vislumbrado quando ela, cada vez mais ansiosa, indagou o que faria a partir dalí.





Rauros, a Leoa:
HP: 480/1000
CH: 1000/1000
ST: 00/05





Emme



”Aparência”:
”Trajes”:
”Allannia e Rauros”:
”Clã e Kekkei Genkai”:
”Equipamentos”:
”Qualidades e Defeitos”:
”Jutsus Utilizados/Ativos”:
”Databook”:
”considerações”:
”Links Comprobatórios”:
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Estudioso
Compre/treine três jutsus.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Sangue Derramado
Vença seu primeiro PvP.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Vencendo Adversidades
Supere um defeito adquirido.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Eu Sou Sensei!
Forme uma equipe ou seja designado para ser sensei de uma equipe.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Guardião da Vida
Salve um aliado da morte durante um evento mundial.
O(a) Doutor(a) Chegou!
Seja o suporte (curandeiro, sensor, etc.) do grupo durante um evento mundial.
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Mere
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79206-fp-allannia-grey#631999
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79210-gf-allannia-grey
Mere
Heroína
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
6
Allannia Grey

HP:1340/1500
CH:2707/4200
ST:02/07
Vila:Kirigakure no Sato
Palavras:574
As batidas no portão ao longe ficaram ainda mais evidentes. O teor de ameaça da situação era tamanho que aos poucos começou a ficar desesperada, com lapsos de negativismo tortuosos. Precisaria de uma solução imediata para o problema, com urgência. Buscou na sala por saídas alternativas, e durante a busca encontrou um amontoado de cordas, similares às mesmas que prenderam seus braços e pernas outrora. Pôde enfim libertar a mão da necessidade constante de segurar seu vestido, ao utilizar o cânhamo como o ajuste necessário. Seria esteticamente desagradável, mas beleza era o menos importante na circunstância em que se encontrava. Retornando ao ponto inicial, na área de sua antiga cela, abaixou-se para apanhar o molho de chaves que outrora havia aberto o local, pensando que poderia ser útil eventualmente para sair do cativeiro.

Permaneceu reflexiva, mas os ruídos estridentes vindos do lado de fora, furiosos e impacientes, estavam cada vez mais acentuados. Viriam mais reforços do que conseguiria lidar, percebeu. Um calafrio atravessou sua espinha, e a sensação profunda de impotência quase imobilizou a chūnin, mas resistiu com ressalvas. Se possuísse uma Inteligência Avançada, em instantes conseguiria pensar em uma solução. Esforçou-se, sem sucesso. O tempo parecia passar mais devagar, como uma tortura, mesmo sendo apenas segundos. Segundos de agonia e desespero, como se possuísse todo o tempo do mundo, do mesmo modo que não o tinha. Um dilema enraizado nas nuances de sua psiquê, forçavam Allannia a hesitar e pensar apenas em se entregar e aceitar o seu destino.

Mas não desistiu, nem se rendeu. Não por ela, nem por seu vilarejo e tampouco em prol de fama o sucesso. Quis apenas resgatar Rauros, sua leoa, que estava naquela situação por sua culpa. Era responsabilidade própria da prateada solucionar a questão, por mais difícil que fosse. E então ela, num vislumbre da lança presa na parede, notou uma série de rachaduras rodeando a área. A potência do golpe havia sido forte o suficiente para atravessar a estrutura e danificar os arredores, comprometendo sua resistência. “Com um golpe de força suficiente, eu poderia ser capaz de quebrar isso”, constatou.

Raiton: Raijū Tsuiga! — exclamou, esperançosa, ao mesmo tempo que os rivais enfim conseguiram arrombar a resistente porta de metal, gerando um ruído alto provocado pela colisão deste com uma parede.

Então você conseguiu sair da gaiola, passarinho? — uma voz familiar,ríspida e grave, indagou. Allannia estremeceu ao recordar de quem se tratava — Eu vou aí pegar você, e dessa vez esses bracinhos vão quebrar que nem palito, quero ver se soltar depois! — ele riu.

A parede danificada havia sido aberta pelo ataque da prateada, gerando uma saída grande o suficiente para que pudesse passar sem maiores problemas. Aos poucos, os guardas entravam na área, numerosos e ameaçadores, liderados pelo poderoso adversário que havia sido um dos antagonistas responsáveis por sua derrota. Sem pestanejar, realizou o selo manual do Carneiro, efetuando assim o seu “Shunshin no Jutsu”, avançando com sua velocidade máxima amplificada pela técnica. Seguiu em linha reta, por um corredor extenso, por aproximadamente mil metros, até chegar numa porta metálica escura. Sons a perseguiam, provavelmente de seus agressores, sentindo mais próximo de si os vindos do encapuzado grosseiro. O coração palpitava, e a velocidade do homem era tamanha que quando virou-se para trás, pôde observar ele se aproximando. Testou apressadamente as chaves, buscando encontrar a correta. Seu tempo estava acabando.

Você não vai escapar, garotinha! Não vai — ele dizia, urrando.





Rauros, a Leoa:
HP: 480/1000
CH: 1000/1000
ST: 00/05





Emme



”Aparência”:
”Trajes”:
”Allannia e Rauros”:
”Clã e Kekkei Genkai”:
”Equipamentos”:
”Qualidades e Defeitos”:
”Jutsus Utilizados/Ativos”:
”Databook”:
”considerações”:
”Links Comprobatórios”:
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Estudioso
Compre/treine três jutsus.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Sangue Derramado
Vença seu primeiro PvP.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Vencendo Adversidades
Supere um defeito adquirido.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Eu Sou Sensei!
Forme uma equipe ou seja designado para ser sensei de uma equipe.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Guardião da Vida
Salve um aliado da morte durante um evento mundial.
O(a) Doutor(a) Chegou!
Seja o suporte (curandeiro, sensor, etc.) do grupo durante um evento mundial.
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Mere
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79206-fp-allannia-grey#631999
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79210-gf-allannia-grey
Mere
Heroína
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
7
Allannia Grey

HP:1000/1500
CH:2856/4200
ST:03/07
Vila:Kirigakure no Sato
Palavras:1190
Allannia entrou em desespero.  O homem estava próximo de si, numa distância de apenas dez metros separando o caçador de sua presa. Ela engoliu em seco, se atrapalhando com o molho de chaves e permitindo que elas caíssem no chão. Abaixou-se rapidamente, buscando recuperar os itens, dando margem para a aproximação súbita de seu oponente. Quando pôs as mãos no metal frio destas, a pressão imposta por um pé a fez arquejar, erguendo os olhos para fitar o homem austero diante de si.

Peguei você — ele disse, numa voz dura e grossa, tão sonora quanto um trovão. Suas mãos ásperas e cruéis puxou seus cabelos, erguendo a chūnin do chão como se fosse apenas um saco de batatas — O passarinho sabe voar? Voa passarinho, voa! — ele atirou Allannia contra o chão, em direção oposta ao portão.

Utilizou os braços como amortecedor para o impacto contra o solo, impedindo que caísse com a cabeça contra o solo, o que poderia acarretar em um possível nocaute. Teria rompido ossos e ligações se a força aplicada fosse maior, mas seu agressor estava mais interessado em manter sua presa inteira. Allannia era uma mercadoria, afinal. Se fosse morta ou se tornasse uma inválida, seu valor cairia drasticamente. Pensar nisso, mesmo que vagamente, gerava um misto de ódio, repulsa e frustração em si. Percebia, cada vez mais, que apenas estava viva por misericórdia dos seus adversários. Suas capacidades, sua resistência e seus objetivos estavam aquém das barreiras praticamente intransponíveis que seus adversários demonstravam ser. “E é apenas um. Um deles. Um deles está acabando comigo. Apenas um”, a dor que sentia em seu peito de melancolia e frustração facilitava a queda das lágrimas, cada vez mais constante.

Seus braços e pernas possuíam arranhões diversificados, embora superficiais e pequenos, ocasionados pelo ato de deslizar lateralmente após a queda. Os reforços inimigos chegaram, notou quando viu os pés deles diante de si. Tentou erguer o corpo e reagir, mas estava debilitada em demasiado para tal. Novamente, seus braços foram amarrados para trás de seu corpo por cordas, sendo erguida forçadamente pelos rivais, que a forçaram a observar frente a frente o encapuzado tirano. Sua face era uma incógnita, tal como suas reais capacidades. “Se ele não está lutando a sério, até que ponto ele pode chegar?”, indagou a si mesma, receosa.

Vai ser difícil explicar para os nossos clientes que você ganhou esses arranhões caindo da gaiola — o grandalhão riu, levando a mão esquerda até a face de Allannia, limpando suas lágrimas — Não chore, passarinho. Você voltará para a sua gaiola e dessa vez vai se comportar, não vai? Ou vou precisar quebrar uma de suas asinhas? Responda, passarinho, estou falando com você — deu um tapa na face de Allannia, fazendo sangue escorrer por seus lábios. O sabor era terrível, mas nada disse. Ele continuou estapeando, repetidamente, insistindo por uma resposta — Responda, sua vagabunda. Responda!

Eu vou me comportar — os olhos de Allannia estavam voltados para o chão, e as lágrimas já não mais caíam. A sua determinação foi destruída.

Muito bem. O passarinho aprendeu a repetir. Agora diga: Eu sou sua cachorrinha.

Eu sou sua cachorrinha — Allannia repetiu, num murmúrio quase inaudível.

Mais alto, quero que todos escutem — ele pressionou os dedos dele na face da Allannia, forçando ela a olhar diretamente no fundo dos seus olhos.

Eu sou sua cachorrinha — cedeu, afirmando com o máximo que sua garganta permitia.

Muito bem. Talvez mais tarde, eu deixe você roer alguns ossos e usar uma coleira. Sair para passear e conhecer os seus coleguinhas. Eles latem tão alto quanto você — ele riu, largando a face da chūnin, mas seus dedos deixaram marcas avermelhadas em sua pele, devido a pressão. Todos os hematomas desapareceriam eventualmente, mas estava marcada pela agressão no momento — Queria que o chefe deixasse eu pegar você pra mim. Iria lhe adestrar direitinho, e tratar do jeito que você merece, sua cadela desgraçada. Podem levar.

As ofensas não surtiram mais efeito. O seu espírito estava abalado e quebradiço quando ele terminou de falar. Ele avançou na frente, liderando os diversos oponentes que a rodeavam. Não houve oportunidade para a chūnin contar quantos eram, tampouco interessava. Precisaria de uma boa estratégia caso quisesse lidar com eles. Avançou lentamente, sendo arrastada forçadamente pelos rivais. O líder do grupo não pareceu se importar inicialmente, satisfeito com a sua segunda vitória contra a mocinha. Estava insegura e a tristeza emanada pelo seu ser apenas dificultavam a resolução do problema. Não conseguia pensar em absolutamente nada.

Idiotas! As chaves, esquecemos as chaves. Um de vocês, volte e busque ela de volta. Ficará comigo — o líder rude ordenou, e rapidamente o subordinado mais próximo retrocedeu até o local ordenado.

Uma fagulha de esperança acendeu em si. Possuía uma chance, apenas uma, de escapar. Esforçou o intelecto para projetar um plano rápido, no calor da necessidade e em meio ao momento, analisando todas as suas vivências recentes e comparando qual seria o padrão mais adequado a ser seguido. “Já sei! Tive uma ideia”, a alternativa ideal foi vislumbrada. Allannia, sem que os seus agressores percebessem, libertou-se das cordas que prendiam ela, novamente, através do seu “Nawanuke no Jutsu”. Provavelmente não era do conhecimento da guarda tal Ninjutsu, pois repetidamente insistiam em manter o uso de cordas convencionais para aprisionar a kunoichi. Ou, simplesmente, apenas subestimavam as capacidades dela.

Por que parou? — um de seus captores indagou, antes de ser surpreendido por um cotovelada na região do nariz. Embora fosse ligeiramente mais forte fisicamente que a chūnin, não era de todo resistente a dor e ao dano — Desgraçada!

Allannia saltou para trás, rapidamente, ativando o seu “Raiton: Raigeki no Yoroi” em seguida. Com a sua velocidade máxima somada ao acréscimo de movimento recebido através do jutsu, conseguiu se desvencilhar da reação veloz dos agressores, que tentaram de maneira frustrada recapturar ela. Era a brecha que precisava, a luz no fim do túnel que faltava para dar calor para a esperança quase extinta. Mas se o calor da liberdade começava a se alastrar em seu peito, não se comparou ao calor que emanou em seguida contra os rivais. Através do seu “Katon: Haijingakure no Jutsu” exalou da boca um fluxo de cinzas flamejantes intensas, disparando a técnica contra todos os adversários, seguindo em reta contra eles. Enquanto utilizava o jutsu, permanecia avançando rumo ao portão, sendo toda a situação uma mera distração para o seu objetivo. Allannia sabia que não conseguiria lidar com todos ao mesmo tempo do jeito que estava.

Chegou depois do guarda que havia ido na frente atrás das chaves, mas a sua breve conquista não o preveniu de receber, após uma rápida sucessão de selos de mão da Chūnin, o “Katon: Karyūdan” dela. O Dragão flamejante atingiu em cheio as pernas do indivíduo, forçando este a cair de joelhos no chão, recebendo intensas queimaduras na região atingida. A dor fez com que o mesmo largasse as chaves, fazendo com que estas deslizassem pelo chão, repousando nos pés da prateada. Apanhou prontamente as mesmas, e esforçando a mente para lembrar qual era a remanescente das que não foram tentadas, se aproximou do portão.







Rauros, a Leoa:
HP: 480/1000
CH: 1000/1000
ST: 00/05





Emme



”Aparência”:
”Trajes”:
”Allannia e Rauros”:
”Clã e Kekkei Genkai”:
”Equipamentos”:
”Qualidades e Defeitos”:
”Jutsus Utilizados/Ativos”:
”Databook”:
”considerações”:
”Links Comprobatórios”:
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Estudioso
Compre/treine três jutsus.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Sangue Derramado
Vença seu primeiro PvP.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Vencendo Adversidades
Supere um defeito adquirido.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Eu Sou Sensei!
Forme uma equipe ou seja designado para ser sensei de uma equipe.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Guardião da Vida
Salve um aliado da morte durante um evento mundial.
O(a) Doutor(a) Chegou!
Seja o suporte (curandeiro, sensor, etc.) do grupo durante um evento mundial.
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Mere
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79206-fp-allannia-grey#631999
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79210-gf-allannia-grey
Mere
Heroína
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
8
Allannia Grey

HP:1245/1500
CH:3156/4200
ST:04/07
Vila:Kirigakure no Sato
Palavras:495
A sala que entrou era iluminada apenas por umas poucas tochas, permitindo que visualizasse apenas para onde estava indo. Enquanto passava, inúmeros olhos perseguiam a si, e seus donos eram ocultos parcialmente pela escuridão. Sabia que havia algo oculto na escuridão, mas não fazia ideia do quê. Removeu uma das tochas de seu suporte, levando ela consigo para uma das áreas sombreadas, notando quase que de imediato a presença de densas grades circundando o local. Eram animais, de todos os tipos e tamanhos. Alguns eram monstruosidades distorcidas, outros as criaturas mais belas que já contemplou em sua vida. Todos reunidos por conta do mesmo propósito sombrio: um tráfico ilegal e clandestino de espécies exóticas.

Numa área afastada, praticamente no fim da saleta, vislumbrou a parte mais chocante. Inúmeros humanos estavam reunidos numa única cela, homens e mulheres, embora o sexo feminino fosse predominantemente no cativeiro. Percebeu a partir dalí que o esquema criminoso poderia se estender até pontos incomensuráveis de tirania e maldade, na qual seres vivos eram tratados como meras propriedades privadas, podendo ser comercializados a bel prazer de magnatas tiranos. A visão a enojou. Allannia não sabia se sentia aversão, fúria ou tristeza acerca da situação. Um múltiplo de todas as sensações atravessava o seu ser, detestando o sofrimento alheio. Fazia parte de sua essência tentar ajudar, se fosse possível. Assumiu a responsabilidade de libertar todos.

Eu vou soltar vocês — ela disse, mas não recebeu nenhuma resposta. Os semblantes aprisionados apenas devolveram o olhar, num tom profundo e deprimente. Era como se quisessem alertar algo.

Havia deixado a porta trancada, por precaução, mas sabia que ela não seguraria seus rivais por muito tempo. Diferentemente da Allannia, eles possuíam uma força física notória e em conjunto talvez fosse o suficiente para destruir o pesado obstáculo metálico. Procurou alguma saída alternativa passível de ser utilizada além do acesso principal, mas seus esforços foram infrutíferos. Era apenas uma larga rede de cativeiros, estocando todas as formas de vida sequestradas pela quadrilha.

Chamou por Rauros, sua leoa, supondo que poderia estar no local, entretanto nenhuma resposta fora dita após isso. Escutou um ruído repentino. Após alguns instantes, notou a projeção de um adversário em suas costas, utilizando sua velocidade máxima para evadir uma tentativa falha deste em toca-la. Com a sua força máxima, utilizou a tocha como arma na direção do ser, não tendo tempo de perceber o seu porte físico ou feições. A face do homem foi queimada pelo golpe, sentindo uma de suas mãos tocando um de seus braços após o ataque. Deu um rápido chute, afastando momentaneamente o indivíduo, que não conseguia reagir por conta da iluminação precária do local.

A própria Allannia apenas enxergava vultos e o breu profundo, nada mais. Precisaria pensar numa boa estratégia, tanto para tirar os cativos do local, quanto lidar com a ameaça que surgiu. Estranhou o fato do oponente demonstrar ter mais dificuldades em combater do que os adversários anteriores, mas naquele momento não parecia importar.




Rauros, a Leoa:
HP: 480/1000
CH: 1000/1000
ST: 00/05





Emme



”Aparência”:
”Trajes”:
”Allannia e Rauros”:
”Clã e Kekkei Genkai”:
”Equipamentos”:
”Qualidades e Defeitos”:
”Jutsus Utilizados/Ativos”:
”Databook”:
”considerações”:
”Links Comprobatórios”:
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Estudioso
Compre/treine três jutsus.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Sangue Derramado
Vença seu primeiro PvP.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Vencendo Adversidades
Supere um defeito adquirido.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Eu Sou Sensei!
Forme uma equipe ou seja designado para ser sensei de uma equipe.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Guardião da Vida
Salve um aliado da morte durante um evento mundial.
O(a) Doutor(a) Chegou!
Seja o suporte (curandeiro, sensor, etc.) do grupo durante um evento mundial.
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Mere
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79206-fp-allannia-grey#631999
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79210-gf-allannia-grey
Mere
Heroína
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
9
Allannia Grey

HP:1490/1500
CH:3399/4200
ST:05/07
Vila:Kirigakure no Sato
Palavras:965
Allannia evitava as investidas de seu alvo com dificuldades, afastando-se do vulto em saltos poucos coordenados para trás. Após uma sequência de movimentos, inevitavelmente colidiu com as costas diretamente nas grades de uma das celas, provocando um leve desconforto e uma dor desagradável, embora não houvesse culminado em danos diretos ao seu corpo. O soco potente do inimigo talvez provocasse tal, mas a pouca iluminação o fez errar, acertando diretamente a grade ao lado da chūnin, gerando uma vibração na estrutura. Inevitavelmente, ouviu um som de agonia provocado pela dor que este sentiu pela falha. Uma tosse veio acompanhada do som de colisão de algo contra uma das celas, notando que não recebeu mais ataques após isso. Allannia considerou que era bem possível que o mesmo houvesse caído ou esbarrado na estrutura, baseando sua dedução no contexto aparente de doença de seu oponente.

Você está bem? — Allannia demonstrou traços claros de compaixão, mesmo que sua situação fosse de vida ou morte — Não quero machucar alguém doente, apenas deixe a gente em paz.

Não recebeu nenhuma resposta, sentindo algo cair por cima de si, identificando a sua localização pelos sons que emitiu ao sugerir a trégua. O corpo por cima de si era pesado e forte, sentindo dificuldade em se locomover. Tentou empurrar, sem sucesso, o obstáculo para longe de si, mas não obteve êxito. A iluminação escassa dificultava que pudesse observar com clareza, mas numa medida desesperada tateou o mais rápido que podia alguns traços do corpo dele para identificar onde poderia estar a cabeça. Notando uma barba áspera no que supôs ser o rosto de seu rival, designou dois de seus dedos da mão esquerda, especificadamente o indicador e o médio, na direção do que supôs ser o glóbulo ocular direito do seu alvo. O urro doloroso emitido pelo brutamontes foi o sinal necessário para que pudesse inverter a posição, aproveitando que a guarda deste estava baixa para tentar inclinar seu corpo e ocupar a prioridade. Allannia estava por cima, e os dedos utilizados estavam úmidos e sangrentos, sugerindo que o golpe havia sido certeiro.

Peço desculpas — tentou socar a face do alvo, mas os braços dele foram um impedimento para si, sugerindo que ele havia levantado a guarda. Apenas saltou para trás, recuando, antecipando uma tentativa eventual do mesmo recuperar o controle da situação — Ele é bom. Se não estivesse fraco, eu já teria perdido — murmurou, buscando distância.

Aproveitou a brecha para recuar, volvendo seus passos rumo às tochas novamente, para que pudesse obter uma fonte de iluminação nova. Enquanto adquiria o seu objetivo, um intenso estardalhaço sucedeu a destruição da porta metálica, indicando a aparição de mais inimigos ao recinto. Allannia estava cercada, por todas as frentes, sendo necessário para ela lidar com as ameaças sem ferir os civis e animais no processo. Suspirou, reunindo o máximo de conhecimento e experiência adquirida em sua curta existência para formular uma rápida estratégia, recordando das aulas de academia e os conhecimentos práticos e teóricos obtidos durante a missão contra os Jashinistas.

Só há uma saída — refletiu após alguns instantes. — Vou soltar todos. Não podem matar a gente. Somos o motivo para estarem aqui. O único motivo — realizou os selos de mão necessários enquanto dizia — Katon: Hōsenka no Jutsu!

A saraivada de chamas gerou uma fonte de iluminação alternativa no local, manipulando cada uma com seu chakra, conforme as capacidades da técnica, utilizando o ataque de maneira coordenada para atingir as respectivas trancas das portas. Gaiolas para aves e localidades para animais de pequeno porte que não eram armazenados em celas amplas foram deixadas para o fim, pois não poderia utilizar a técnica nas mesmas e correr o risco de danificar o conteúdo. A confusão gerada pela liberação dos cativos serviu como distração necessária para a conclusão da sua tarefa, e quando o guarda adoecido estava de pé novamente, parcialmente recomposto do golpe recebido, era tarde demais.

O que você fez? O que você fez? — ele tossia, aproximando-se lentamente — Íamos descobrir qual deles me deixou doente. Os médicos não sabem. Amostras... — ele tossiu, ainda sentindo os danos que foram recebidos pela cegueira recém-obtida — O chefe prometeu as amostras. Meu olho. Você cegou meu olho.

Eu não queria... — ela tentou dizer, antes de precisar evitar o avanço de um dos guardas, que havia direcionado um golpe com o cabo da lança na direção da sua face.

Allannia evadiu o golpe numa esquiva desajeitada, deixando cair a tocha que se apagou imediatamente ao colidir contra o chão. Utilizou prontamente o seu jutsu elemental “Raiton: Raijū Tsuiga” para atingir o guarda de reforço, ouvindo o som de sua lança cair quando houve a paralisação de seus membros. Aproveitou a brecha para utilizar o “Doton: Moguragakure no Jutsu” e adentrar o fundo da terra, movendo-se rapidamente até a saída sentindo as vibrações do fluxo de cativos em fuga para se situar melhor.

Retornou para a superfície no mesmo corredor de outrora, numa distância considerável da porta. Sabia que não poderia fazer com que todos escapassem de maneira apropriada, mas um número considerável conseguiria sair. Eventualmente, ela salvaria todos. Pelo menos, era o que ela desejava. Percebeu uma manada de animais seguindo em linha reta, fugindo dos seus perseguidores. Seguiu com eles até o rumo que levava para onde estaria sua cela de outrora, percebendo no caminho uma trilha de corpos carbonizados, supostamente vitimados pelo seu “Katon: Haijingakure no Jutsu” de um ataque anterior. Não havia sido o seu objetivo executar todos, mas a potência do golpe tornou para tal. Sentiu-se má por ter levado as circunstâncias para tal, mas a sua consciência era aliviada ligeiramente quando recordava da sua situação de vida ou morte.

Ainda havia muito a ser feito. Havia libertado todos, agora precisaria levar eles até a luz do sol.


Rauros, a Leoa:
HP: 480/1000
CH: 1000/1000
ST: 00/05





Emme



”Aparência”:
”Trajes”:
”Allannia e Rauros”:
”Clã e Kekkei Genkai”:
”Equipamentos”:
”Qualidades e Defeitos”:
”Jutsus Utilizados/Ativos”:
”Databook”:
”considerações”:
”Links Comprobatórios”:
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Estudioso
Compre/treine três jutsus.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Sangue Derramado
Vença seu primeiro PvP.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Vencendo Adversidades
Supere um defeito adquirido.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Eu Sou Sensei!
Forme uma equipe ou seja designado para ser sensei de uma equipe.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Guardião da Vida
Salve um aliado da morte durante um evento mundial.
O(a) Doutor(a) Chegou!
Seja o suporte (curandeiro, sensor, etc.) do grupo durante um evento mundial.
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Mere
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79206-fp-allannia-grey#631999
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79210-gf-allannia-grey
Mere
Heroína
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
10
Allannia Grey

HP:280/1500
CH:3446/4200
ST:06/07
Vila:Kirigakure no Sato
Palavras:2453
Seu tempo estava esgotando, percebeu. O corpo começava a pesar mais, e já não era mais tão rápida quanto antes. Utilizar constantemente os limites do seu corpo consumiu sua stamina gradativamente, e após tal precisou ativar o seu Raiton: Raigeki no Yoroi” para compensar a queda de desempenho. Não mais sentia capacidade de reagir fisicamente aos golpes, e se precisava dar mais algum chute, teria certeza que seria tão ineficiente quanto cócegas. Os animais se aglomeravam, passando por entre a sala que outrora Allannia esteve como cativa de maneira arrasadora, pisoteando os guardas em seu caminho. Aproveitou a algazarra para se esgueirar por entre eles, pela primeira vez progredindo de maneira significativa rumo à liberdade.

O portão por entre os reforços haviam entrado após o combate dentro de sua cela levava para uma vasta área de corredores. Aves se dispersaram rapidamente por múltiplas direções, enquanto animais terrestres hesitaram, não sabendo como prosseguir naquelas circunstâncias. Alguns escolhiam por conta própria, outros apenas ficavam em dúvida, sem saber como prosseguir. No fim todos escolheram seu rumo, exceto Allannia, que precisou ponderar. Começava a perceber de maneira mais a arquitetura de onde estava, vislumbrando o que parecia uma rede cavernosa de intersecções sem um ordenamento específico, como se fosse um esconderijo subterrâneo improvisado, no desconhecido. Não havia nenjuma janela, tampouco alguma menção de luz solar. Até mesmo tochas eram escassas em algumas das vias cavernosa, sendo tais os caminhos menos escolhidos pelos animais. Decidiu, mas não por muito tempo, pois existia a possibilidade de a qualquer momento ser atacada. Arriscou a questão da luminosidade como um critério para a sua decisão, optando pelo caminho do meio, ao lado de uma dupla de opções à direita e à esquerda, na qual metade destas não possuíam qualquer traço de iluminação.  Seriam os caminhos a serem evitados.

Sua dedução mostrou correta, notando progresso. A respiração começava a ficar ofegante após tanto tempo em constante movimento, desde que conseguiu a sua liberdade provisória não teve trégua alguma em sua jornada. Seus passos a levaram para mais uma porta metálica que havia sido posta a baixo pelos animais, muitos de grande porte, com uma força física considerável. Quase recebeu ataques vindo de espécimes agressivas de felinos exóticos, mas a sua velocidade era superior aos bichanos, conseguindo evadir seus ataques sem maiores problemas, mesmo que o pouco espaço entre o fluxo intermitente circundante fosse um impedimento para sua defensiva. Exceto tais exceções, não enfrentou outros atos de ingratidão. A grande maioria estava mais preocupada em fugir rumo ao desconhecido, o mais rápido que podiam. Animais poderiam não ser famosos por sua racionalidade, mas era um consenso entre todos o valor da sobrevivência.

Nenhum de nós  queremos morrer — murmurou para si mesma — Se tem alguma coisa que humanos e animais tem em comum, é o amor pela vida — e seguiu o seu caminho.

Adentrando a área, percebeu uma sala usada para armazenar armas, completamente devastada pela passagem das criaturas ao local. Pouquíssimas armas estavam intocadas, não encontrando nenhuma das suas entre as remanescentes. Desde que havia sido sequestrada e desarmada, perdeu a posse destas. Suspirou, frustrada. Não sabia onde procurar Rauros e seus bens materiais, e cada momento que se passava a angústia se tornava um momento. Seguiu, em desânimo, desta vez passando por uma área peculiar. Era uma subida íngreme, que em sua concepção a levaria para a superfície, confirmando a sua hipótese sobre estar num esconderijo subterrâneo.

Enquanto subia, notou a inexistência de humanos no local. Não sabia se haviam ficado para trás, incapazes de escapar, ou se deliberadamente haviam aceitado o próprio destino. Os olhos, angustiados e desprovidos de emoção atravessaram a sua memória como lâminas. Eles pareciam crer que todos os esforços da chūnin era em vão. Um calafrio percorreu sua espinha, assim como o ressurgimento de seu negativismo e desânimo. Precisou lutar contra o sentimento, apressadamente pela escadaria. Haviam se passado alguns minutos desde a última ofensiva inimiga, era bem provável que estivessem focados em minimizar as perdas, recapturando o máximo de animais que pudessem.

Após uma extensa caminhada, chegou ao que parecia o fim da escadaria. Abaixo, pôde ver até onde se estendia os lances de degraus, numa ida sem fim numa imensidão abaixo dos olhos. Estava quase exausta, cambaleante. Havia sido a primeira a chegar, pelo que parecia, ao menos no que se referia aos seres terrestres. Algumas aves circundavam o local, obstruídas de passar por uma enorme camada metálica que estendia no fim da caverna. Ao seu lado, havia um pequeno apetrecho tecnológico, muito similar aos que viu na Essex Corp. Não sabia como manusear tais avançadas formas de bruxaria, tampouco possuía tempo o suficiente para dar meia volta e tentar novos caminhos. Algumas aves desistiam, outras permaneciam, olhando curiosas para a jovem chūnin. Sentiu uma delas pousar em seu ombro, fitando consigo a imensidão de teclas e comandos daquela máquina complexa.

O destrave está aqui, em algum lugar, mas não sei por onde começar — suspirou, a situação era tão alarmante que estava conversando com um pássaro.


Desde a sua fuga, havia passado por circunstâncias que forçaram a sua mente a funcionar pensando em inúmeras variáveis. O desafio diante de si era o último obstáculo que restringia a sua liberdade. Caso conseguisse ultrapassar, poderia enfim escapar do cativeiro. Testou clicar em alguns dos botões, liberando a projeção de algumas imagens peculiares na tela, fornecendo nomes e dados sobre uma suposta empresa. Não sabia como havia chegado naquele resultado, pois havia meramente selecionado uma combinação de letras aleatória, revelando a grata surpresa como consequência.

Vyrpel Thorm. Edwena Middleton. Galerito Morrigen. Avilla Blake — leu os nomes que apareciam, descendo a lista com o auxílio de um botão cuja aparência se assemelhava a uma seta, deduzindo que seria esta a sua função quando pressionou o mesmo — Viktor Grey? — surpreendeu-se ao ler o nome, vendo que o mesmo estava associado com a Hydra, tal como todos os outros, como seguidores de seus ideais. Não sabia se possuíam relação direta com o saque orquestrado em Silvermoon, mas a existência de um daqueles que compartilhavam o mesmo sobrenome que o seu era no mínimo intrigante — Quem será que é esse? — desejou ter tempo para coletar mais informações, apenas focou em memorizar os nomes, pois poderiam ser importantes para a solução da missão.

Concentrou todo o seu intelecto em decifrar como faria para encontrar a combinação que pudesse destravar os portões. Pensou cuidadosamente, utilizando toda sua inteligência para deduzir uma palavra-chave. Foi quando percebeu. Todos aqueles nomes, independente de quem fosse, poderiam ser ao solução do mistério. Clicou em sequência nas iniciais dos nomes visualizados (VEGAZ). Mas falhou, após carregar por alguns segundos, como se estivesse processando. O comando estava quase correto. A falha acarretou na abertura de uma tela anterior. Limitou-se a clicar com o auxílio de um cursor no nome de “Viktor Grey”, para que pudesse extrair mais informações.

Uma mensagem sugeriu que, por segurança, precisaria comprovar não ser outra máquina para acessar os dados. Era um complexo jogo de imagens, na qual o sistema oferecia uma palavra e precisaria associar em quais quadrados correspondiam ao que havia sido sugerido. A palavra escolhida havia sido “verdade”.

Verdade? — percebeu nove quadrados, divididos por trios em três fileiras. Cada fileira havia um conceito. A superior mostrava três fênix, similares ao símbolo de seu Clã. Na segunda haviam três serpentes de várias cabeças. E na última, três sóis vermelhos — Qual deles aconteceu de verdade? Então foi o sol... — foi quando percebeu.

Era uma pergunta que apenas alguém do Clã Grey conseguiria responder. Tal como o seu membro. Associando rapidamente o conceito ao fundamento lógico, soube de rompante que a resposta era a fênix. O Plasma, elemento de nascença concedido aos membros de seu Clã, era dito sendo capaz de quase moldar a realidade, ao ponto de formar suas próprias verdades. Sorriu, vitoriosa, quando imediatamente surgiu uma nova tela. Uma palavra de cinco letras era requerida como senha, e de rompante recordou o conceito de outrora. Quando digitou “Plasma”, com muita dificuldade, pois precisou decifrar cuidadosamente as teclas e assimilar no que precisaria dedilhar, as respostas vieram. As combinações divergiam entre números, letras e símbolos, embaralhadas. Não havia sido feito para ser fácil de utilizar para invasores. Mas não impossível. Aos poucos sentia estar desenvolvendo uma facilidade maior de assimilar informações, utilizando a mente para a solução de seus problemas.

E demonstrou isso na prática. Um equipamento próximo imprimiu uma série de pergaminhos, cuidadosamente dobrados e guardados por baixo da sua roupa. Não encontrariam aonde estavam as suas informações, exceto que removessem seu vestido a força. Uma última mensagem surgiu, perguntando “Gostaria de sair?”, revelando apenas duas opções: “Sim, de verdade” e “Não, continuar”. Quando selecionou a primeira, o computador se desligou. E em seguida, veio a luz.

A camada metálica se abriu, liberando enfim os primeiros raios de sol após bastante tempo. As aves foram a primeira a fugir, seguindo em bandos para fora do cativeiro. Os animais aos poucos enfim conseguiram chegar ao topo, mesmo partindo primeiro a subida não era tão simples quanto parecia. Eles seguiram em frente, rumo até a liberdade por muito privada. Allannia teria ido também, se uma voz rude e grosseira não tivesse feito seu corpo gelar.

Imaginei que encontraria você aqui, cachorrinha. Ou devo chamar de passarinho, já que quer tanto sair da gaiola? — a risada dele se misturava com uma fúria evidente — Eu avisei que se você não fosse obediente, eu daria um jeito em você. Pois bem. É aqui que termina.

Não — reuniu convicção dizer — É aqui que começa.


Mas não foi ela quem começou. Ele veio primeiro, com um soco em seu estômago. Não conseguiu acompanhar os seus movimentos, devido ao fato de não acessar a sua velocidade máxima e a melhoria provocada pelo “Raiton: Raigeki no Yoroi” ser insuficiente para dar uma equivalência significativa ao confronto. Allannia arquejou, caindo de joelhos após o golpe. Ficou alguns segundos reunindo fôlego, antes de receber o segundo ataque. Um poderoso chute foi desferido em suas nádegas, quando ainda estava de joelhos, forçando o corpo da chūnin para frente. Apesar da área não conter nenhum ponto vital, a força física do adversário era tamanha que conseguia gerar danos significativos em si. O impacto violento a fez cair com intensidade no chão, protegendo a face com os braços, que sentiram com a queda.

Por um triz, poderia ter quebrado os ossos da mão e impossibilitar a conclusão de jutsu que necessitasse de selos. Apenas sentia dor, uma dor intensa que a deixava atordoada. Seu algoz se aproximou, novamente erguendo a Grey do chão como se fosse leve como uma pena. Era nesses momentos que ele demonstrava ser mais poderoso do que aparentava, e ela não poderia fazer nada contra isso. Ou poderia, se realmente quisesse. Mas as lembranças de seus assassinatos não saía de sua mente, por mais que por instantes pudesse se distrair com outras prioridades. Era uma fratricida. Não era digna de se considerar uma integrante do Clã.

Eu poderia vencer — ela murmurou, com sangue escorrendo de seus lábios — Eu só precisaria. Eu só precisaria. Mais uma vez...

Vencer? — ele riu, puxando ela para perto, pela primeira vez pôde ver seus olhos, negros e cruéis, por dentro do capuz — Não me faça rir, garota. Você não pode nem voar, passarinho. Está mais para cadela, agora sei. Você é minha cachorrinha, e vou fazer repetir várias vezes até aprender — e ele arremessou Allannia no chão, rasgando sua pele com inúmeros arranhões de pequeno porte, embora numerosos e espalhados por todo o seu corpo. Não viriam a ser cicatrizes, mas seriam o símbolo da sua vergonha para quem a visse naquele estado.

Quase perdeu a consciência. Se força o suficiente tivesse sido usada, todos os seus ossos teriam partido em mil pedaços. Mas era uma mercadoria. Apenas uma coitada. Digna de pena e misericórdia. Era como aquele brutamontes a via, irreverente. Ele se aproximou para dar o golpe final, quando ela debilmente ergueu o corpo para continuar tentando.

Você não aprende nunca, garota. Estou cansado de você — os seus punhos se projetaram para o seu rosto com força máxima — Achou que eu ia ter pena de você? Eu avisei. É aqui que acaba.

Não teria tempo de desviar do golpe, portanto, utilizou o seu “Katon: Haijingakure no Jutsu” de maneira defensiva para aparar o soco. A força do Jutsu deveria colidir contra o poderoso soco, que estava vindo ser desferido em sua força máxima contra a chūnin. Conseguiu aparar o golpe, ao liberar uma enxurrada de cinzas ardentes que empurraram o alvo para trás, afastando seu ataque de maneira brutal. A técnica foi projetada num raio de 100 metros, gerando uma densa cortina de fumaça contra que impedia a visualização. Em seguida, ciente de que era perigoso passar pelo amontoado de cinzas sem visão da área, realizou o seu “Doton: Moguragakure no Jutsu” para se enfiar pela terra, movendo-se através dela aguardando o momento oportuno.

Onde você está? — o seu agressor dizia, socando o chão violentamente, em busca de respostas — Está escondida, sua desgraçada? Apareça. Sua desgraçada. Apareça! — ele demonstrava o seu verdadeiro poder, cada um de seus socos violentos era destruidores, embora não esteja atacando de maneira apropriada e coordenada. Pois Allannia já havia retornado para a superfície, e estava numa distância segura de dez metros, atrás dele.

”Você me quer? Estou aqui” — ela quis dizer, mas na verdade apenas anunciou triunfante — Katon: Karyūdan — liberando uma respiração flamejante intensa na direção dele.

Sem chance de reação, o alvo foi pego de surpresa. As chamas engoliram o seu corpo, que já havia sido danificado de maneira indireta pelo “Katon: Haijingakure no Jutsu”, embora a sua intenção fosse de meramente afastar este com a propulsão das cinzas. O rival jazia no chão, moribundo. Era a primeira vez que conseguia alguma conquista significativa na missão, derrotando um dos principais oponentes.

Seguiu, rumando a saída, permanecendo numa distância de 50 metros do seu agressor, quando olhou de relance para trás. Ele estava de pé, novamente. Ofegante, disparou uma série de shurikens velozes, após retirar as mesmas da sua bolsa de armas rapidamente. Percebendo aquilo, não seria o suficiente, repetidamente, ele puxou algumas shurikens de sua bolsa de armas, disparando-as contra a chūnin em fuga. Rapidamente, reagiu liberando o seu Katon: Hōsenka no Jutsu, por pouco não sendo veloz o suficiente para evitar o golpe inimigo. As esferas flamejantes repeliram as armas ninjas, frustrando a investida dele. Por fim, ele sucumbiu, derrotado.

Não posso cometer o mesmo erro que você — ela disse, num tom triste, e se aproximou uma última vez —Raiton: Raijū Tsuiga! — o cão elétrico anunciou o fim do combate, atingindo seu captor com uma corrente elétrica.





Rauros, a Leoa:
HP: 480/1000
CH: 1000/1000
ST: 00/05





Emme



”Aparência”:
”Trajes”:
”Allannia e Rauros”:
”Clã e Kekkei Genkai”:
”Equipamentos”:
”Qualidades e Defeitos”:
”Jutsus Utilizados/Ativos”:
”Databook”:
”considerações”:
”Links Comprobatórios”:
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Estudioso
Compre/treine três jutsus.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Sangue Derramado
Vença seu primeiro PvP.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Vencendo Adversidades
Supere um defeito adquirido.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Eu Sou Sensei!
Forme uma equipe ou seja designado para ser sensei de uma equipe.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Guardião da Vida
Salve um aliado da morte durante um evento mundial.
O(a) Doutor(a) Chegou!
Seja o suporte (curandeiro, sensor, etc.) do grupo durante um evento mundial.
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Mere
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79206-fp-allannia-grey#631999
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79210-gf-allannia-grey
Mere
Heroína
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
11
Allannia Grey

HP:525/1500
CH:3746/4200
ST:05/07
Vila:Kirigakure no Sato
Palavras:439
A floresta comportava uma infinidade de sons e seres, recentemente libertos de seu cativeiro. Allannia repousou após a difícil batalha, encostada próxima de uma árvore, refletindo sobre a situação perigosa vivenciada. Aproveitou-se da privacidade para ler as informações coletadas, retirando os dados de seu esconderijo. Após o combate o papel estava amassado, com alguns danos que dificultavam a leitura, mas não o entendimento. O arquivo continha fotos dos suspeitos e informações básicas sobre eles, todos mantendo como padrão uma relação íntima com o denominado “Agente Z”, Viktor Grey. Normalmente conhecido como Zaratustra, o homem era infame por ser um fanático religioso, pregando a palavra de uma religião da qual se considerava um profeta.

No arquivo, havia visto ao lado de seu nome sua nomenclatura, como se fosse uma alcunha pessoal introdutória. Todos os componentes da “VEGAZ” possuíam um extenso histórico criminoso, geralmente desertores ou indivíduos de má índole. Não sabia até que ponto haviam chegado, mas era aparente que seus primeiros feitos significativos eram recentes. Allannia sabia quem procurar, a partir disto. O nome de Vyrpel era o mais familiar de todos, em algum momento citado durante a sua vida. Se pudesse encontrar qualquer um deles, talvez pudesse desmantelar o esquema ilícito de contrabando.

Allannia estava imunda, sentindo o mau odor tomar conta de suas narinas. Suas vestes foram rasgadas em diversos pontos, e já não era mais confortável de utilizar. Precisaria tanto de um banho quanto de roupas novas, mas não era sua prioridade no momento. Focalizou em cessar seu breve repouso, observando com cuidado a área para se situar melhor sobre sua localização. Seu conhecimento sobre o País da Água era limitado, portanto, devido ao fato de não estar próxima do seu vilarejo, não identificou de forma convincente a sua posição geográfica.

Estava com sede e o cansaço ainda não havia abandonado por completo o seu corpo. Apesar de ter saído do cativeiro em plena luz do dia, as horas se passaram rápido o suficiente para que o anoitecer chegasse. Fez inúmeras pausas curtas antes de prosseguir por seu caminho, rumo ao desconhecido, sem qualquer direcionamento plausível além da própria intuição. No estado em que estava, bandoleiros poderiam facilmente render a chūnin e levar os seus bens. Se tivesse mais algum. Não havia restado nada além de memórias.

A zona costeira estava diante de seus olhos, e próximo da encosta pôde visualizar uma cabana escura e solitária, no meio do nada. Se estivesse vazia e abandonada, seria o repouso perfeito. O clima dava indícios de um eventual temporal. Furtivamente, aproximou o corpo da porta de madeira e, de maneira vagarosa e tímida, girou a maçaneta.




Rauros, a Leoa:
HP: 480/1000
CH: 1000/1000
ST: 00/05





Emme



”Aparência”:
”Trajes”:
”Allannia e Rauros”:
”Clã e Kekkei Genkai”:
”Equipamentos”:
”Qualidades e Defeitos”:
”Jutsus Utilizados/Ativos”:
”Databook”:
”considerações”:
”Links Comprobatórios”:
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Estudioso
Compre/treine três jutsus.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Sangue Derramado
Vença seu primeiro PvP.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Vencendo Adversidades
Supere um defeito adquirido.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Eu Sou Sensei!
Forme uma equipe ou seja designado para ser sensei de uma equipe.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Guardião da Vida
Salve um aliado da morte durante um evento mundial.
O(a) Doutor(a) Chegou!
Seja o suporte (curandeiro, sensor, etc.) do grupo durante um evento mundial.
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Mere
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79206-fp-allannia-grey#631999
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79210-gf-allannia-grey
Mere
Heroína
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
12
Allannia Grey

HP:770/1500
CH:4046/4200
ST:03/07
Vila:Kirigakure no Sato
Palavras:444
A cabana era escura e silenciosa, sem qualquer forma de iluminação ou sinais de habitantes. Aproximou-se vagarosamente, tropeçando em mobília espalhada pelo chão, provocando ruídos desagradáveis e sonoros. Prendeu fundo a respiração. Imóvel, aguardou alguns segundos antes de prosseguir, observando se algum indivíduo tentaria averiguar a sua aparição. Prosseguiu quando não obteve nenhuma resposta, vasculhando a área rumo ao que aparentava ser o quarto da residência.

Era uma cabana modesta, desorganizada e completamente formada por madeira. Um cheiro desagradável emanava do local, mas não sabia se deveria considerar tal vindo de si própria ou dos arredores. A cama era grande, de casal, e ao lado havia o que aparentava ser uma secundária, consideravelmente menor que a anterior. Espaçosa, preferiu escolher a mais abrangente, aproveitando-se do fato de já estar forrada e com cobertores próximos. Despiu-se rapidamente do vestido sujo, largando o mesmo na outra cama, junto aos pergaminhos. No dia seguinte, prosseguiria com as investigações.

Quando entrou por baixo dos lençóis e se acomodou, percebeu algo estranho. Havia um homem do seu lado. Em sono profundo até a sua chegada súbita, este despertou imediatamente quando por acidente encostou no homem, sendo empurrada para o lado. O homem levantou os lençóis e recuou, derrubando a arrumação da cama no chão. Buscou um isqueiro num armário, após derrubar alguns utensílios devido ao breu, acendendo um archote e apontando contra a chūnin, iluminando o local.

Quem é você? — ele perguntou em um misto de surpresa e fúria. Coberta por vergonha e naturalmente tímida, apenas cobriu a face e encolheu o corpo, constrangida — Uma criança. É apenas uma criança — ele abaixou a fonte de fogo, arrependido — Mas afoita, eu diria. Eu sou casado. Já fui. E gosto mais de mulheres feitas, você é muito nova.

Não. Não é isso que você está pensando. Eu apenas achei... — ela tentou se explicar, corada.

Eu compreendo — ele suspirou, repousando o archote num local seguro, na qual pudesse iluminar o recinto sem incendiar o mesmo — Estes tempos estão difíceis. Você costuma dormir sem roupas? Tens muita sorte que sou um homem íntegro. Muitos pensariam outras coisas.

É que as minhas... — ela começou, mas não concluiu a sentença.

Silenciosamente, ele se aproximou da cama adjacente, notando o vestido arruinado e a série de pergaminhos. Num murmúrio inaudível, ele largou os bens da prateada e se abaixou, buscando um caixote escuro e pesado no fundo do quarto. Após abrir a arcada, trouxe consigo uma camisa e um short, aceitando timidamente o gesto de gentileza.

Eram da minha filha. Pode ficar na outra cama, e amanhã de manhã você me explica direitinho como e o porquê de você vir parar aqui.




Rauros, a Leoa:
HP: 480/1000
CH: 1000/1000
ST: 00/05





Emme



”Aparência”:
”Trajes”:
”Allannia e Rauros”:
”Clã e Kekkei Genkai”:
”Equipamentos”:
”Qualidades e Defeitos”:
”Jutsus Utilizados/Ativos”:
”Databook”:
”considerações”:
”Links Comprobatórios”:
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Estudioso
Compre/treine três jutsus.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Sangue Derramado
Vença seu primeiro PvP.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Vencendo Adversidades
Supere um defeito adquirido.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Eu Sou Sensei!
Forme uma equipe ou seja designado para ser sensei de uma equipe.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Guardião da Vida
Salve um aliado da morte durante um evento mundial.
O(a) Doutor(a) Chegou!
Seja o suporte (curandeiro, sensor, etc.) do grupo durante um evento mundial.
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Mere
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79206-fp-allannia-grey#631999
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79210-gf-allannia-grey
Mere
Heroína
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
13
Allannia Grey

HP:1500/1500
CH:4200/4200
ST:00/07
Vila:Kirigakure no Sato
Palavras:677
Despertou revigorada, havia muito que não se sentia tão bem. Espreguiçou-se, dando um singelo sorriso de satisfação. Levantou desnorteada, esfregando os olhos. Não encontrou o homem gentil no quarto, supondo que este teria acordado primeiro. A única pista era de um cheiro intenso de peixe que vinha do interior da cabana, direcionando seus passos até o local. Uma panela simplista continha um ensopado caseiro, contendo apenas alguns pedaços de peixe misturado a legumes e alguns temperos.

Espero que você não seja exigente com comida, eu nunca fui bom na cozinha — ele riu. O homem não era muito velho, começando a notar o branco na barba e cabelos em um número reduzido. O porte físico era mais notório, com destaque na musculatura dos braços, indicando uma constância de trabalhos braçais — Sou um pescador. Quando minha mulher era viva, o cardápio era mais diversificado. Ela sabia fazer peixe parecer coisa boa de verdade — ele riu, mas o seu tom era melancólico.

O que aconteceu com ela? — Indagou, tímida.

Jashin levou. Quando o arrebatamento veio, ela era uma devota fiel dele. Não era uma mulher tão altruísta, jamais deixaria você passar uma noite aqui, mas não era má — ele suspirou, separando as tigelas e talheres em que comeriam — Ela queria a vida eterna, não gosta muito dessa vida. Discutimos muito sobre, mas eu a amava. Éramos tão diferentes, mas fomos felizes por um tempo. Não chegou a ver a filha morrer.

Sua filha morreu? Como? — um aperto tomou conta do peito de Allannia, abaixando os olhos para notar as vestes, que um dia foram da finada.

Ladrões, assassinos, bandoleiros ou qualquer coisa que fossem. Um dia chegaram na cabana, tal como você veio, atrás de dinheiro. Só pude chegar a tempo de ouvir os gritos. Eles a levaram — entregou a tigela da chūnin. Ela agradeceu em tom baixo, acenando a cabeça timidamente — Nunca mais a vi depois disso, já fazem dois anos. Ela tinha mais uma menos a sua idade. Uma garota gentil, cheia de vida. Que garota era ela. Essas terras estão perigosas, o que uma moça indefesa como você faz aqui? Pelo estado que encontrei suas roupas, você se meteu em confusão.

Sou uma kunoichi a serviço de Kirigakure, não sou tão indefesa — tomou um pouco do ensopado, dando um ligeiro sorrisinho ao provar o sabor.

Está bom? A Willa não gostava. Dizia que o da mãe era melhor.

Fazem dias que não como. Conhecendo a fome, se aprende a valorizar o que se come — corou, retornando para a tigela em seguida.

Está bem longe da vila, eu diria. Como veio parar aqui?

Fui raptada. Um trio encapuzado me levou, assim como levaram minha leoa de estimação.

Raptada? Encapuzados? Parece muito com o que aconteceu com a Willa — ele parecia intrigado e curioso —Não sei o que mais me assusta. Se é tamanha coincidência, ou você ter uma leoa no encalço.

Talvez os dois — Allannia riu, arrancando um risinho do mais velho — Estou indo atrás dela. Escapei de uma cela, e em outras existiam mais gente. Pessoas, animais e muitos bandidos protegendo. É um esquema criminoso, tratam pessoas e bichos como se fossem mercadorias.

Trabalho escravo. Já ouvi muitas histórias. Homens ricos e poderosos gostam de mulheres para serem suas serviçais, e cometem todo tipo de atrocidade com elas — ele começou a contar, enojado — Maioria gosta daquela tal de Hydra. Desde que apareceram, não me cheiravam a boa gente, vi nos jornais. Quando a esmola é muita o santo desconfia — citou o ditado popular, bebericando um pouco da sopa.

Eu quero impedir eles. Precisam parar. Por isso estou aqui. Não queria invadir a sua casa, mas eu estava muito ferida — os olhos recaíram pesados para a tigela, deixando derramar uma lágrima em seu interior — Tive medo.

Não chore, criança. Está tudo bem. Você ter vindo aqui foi uma coisa boa — ele descartou a colher e tomou todo o ensopado de uma vez, como se a tigela fosse um cálice — Agora sei onde encontrar minha filha. Não quero pressionar você, nem parecer interesseiro, mas quero sua ajuda.


Rauros, a Leoa:
HP: 480/1000
CH: 1000/1000
ST: 00/05





Emme



”Aparência”:
”Trajes”:
”Allannia e Rauros”:
”Clã e Kekkei Genkai”:
”Equipamentos”:
”Qualidades e Defeitos”:
”Jutsus Utilizados/Ativos”:
”Databook”:
”considerações”:
”Links Comprobatórios”:
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Estudioso
Compre/treine três jutsus.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Sangue Derramado
Vença seu primeiro PvP.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Vencendo Adversidades
Supere um defeito adquirido.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Eu Sou Sensei!
Forme uma equipe ou seja designado para ser sensei de uma equipe.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Guardião da Vida
Salve um aliado da morte durante um evento mundial.
O(a) Doutor(a) Chegou!
Seja o suporte (curandeiro, sensor, etc.) do grupo durante um evento mundial.
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Mere
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79206-fp-allannia-grey#631999
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79210-gf-allannia-grey
Mere
Heroína
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
14
Allannia Grey

HP:1500/1500
CH:4200/4200
ST:00/07
Vila:Kirigakure no Sato
Palavras:463
Katsuo era um homem de muitas amizades. Velejando por várias terras, em busca de peixes, histórias e sustento, fez amigos e construiu um legado. Lendo o conteúdo do pergaminho coletado durante sua missão, reconheceu um dos nomes na listagem como sendo um infame aristocrata. Dono de várias posses e milionário, desfruta de um estilo de vida tão extravagante quanto incorreto. Envolvido com atividades duvidosas, desde lavagem de dinheiro até assassinatos, escapando das autoridades por brechas na lei e subornos.

Vyrpel Thorm é um rato asqueroso, já ouvi em diversas bandas. Possui diversas esposas, participa de cassinos, financia mafiosos e desertores, além de favorecer esquemas de corrupção. Há algo que ele inventou por um tempo, um esquema de pirâmide nojento que caiu nas graças do povo como a “Galinha do Ryō” — ele contou, enquanto pilotava a sua pequena embarcação — Uma mulher esbelta seduzia ricos comerciantes do País da Água, convencendo eles de que se investissem qualquer quantia de ryō em seus negócios, receberiam dez vezes o valor aplicado. Apenas conversa. Nenhum nunca mais viu a cor do dinheiro e muitos faliram, era uma das concubinas de Vyrpel, Cassandra Thorm.

Precisa ser muito maldoso para enganar as pessoas desse jeito — Allannia fitava o horizonte naquela noite escura. Haviam horas que estavam velejando, rumando uma ilha afastada.

Maldade é a especialidade dele. E é coisa de família, pois o pai, o avô e o bisavô eram da mesma laia. Nenhum nunca prestou. E isso só vai acabar quando esse sangue impuro parar de correr pelas veias de seja lá quem seja — o capitão suspirou, olhando de relance para a sua tripulante — Garota, saiba que estamos indo lidar com gente grande. Estou nessa pois não tenho nada a perder, mas você tem certeza que quer arriscar seu pescoço nisso?

Eu tenho o dever. Rauros precisa de mim, eu não posso abandonar ela. Fui salva uma vez por ela quando mais precisei, preciso retribuir o favor — cerrou os punhos determinada — Tem certeza que estamos indo para o lugar certo?

O leilão acontece bastante. Iguarias exóticas, artigos roubados e do tipo são o que mais aparecem por lá. Se houver realmente um tráfico clandestino de pessoas e animais como você diz, as pistas que queremos vamos encontrar lá. Mas precisamos de um disfarce bom. Apenas gente com muito dinheiro participa dessas empreitadas.

Eu tenho dinheiro — mordeu os lábios, pensativa. O dinheiro na verdade não era necessariamente seu, mas a mãe havia cedido a fortuna da família para seu uso particular — Posso me passar por uma cheia da grana, mas vou precisar da sua ajuda com todo o plano. Não estou acostumada em mentir.

Não se preocupe. Se há uma coisa que um pescador sabe fazer bem, é contar uma boa história — e logo após, conseguiram ver terra a vista.




Rauros, a Leoa:
HP: 480/1000
CH: 1000/1000
ST: 00/05





Emme



”Aparência”:
”Trajes”:
”Allannia e Rauros”:
”Clã e Kekkei Genkai”:
”Equipamentos”:
”Qualidades e Defeitos”:
”Jutsus Utilizados/Ativos”:
”Databook”:
”considerações”:
”Links Comprobatórios”:
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Estudioso
Compre/treine três jutsus.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Sangue Derramado
Vença seu primeiro PvP.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Vencendo Adversidades
Supere um defeito adquirido.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Eu Sou Sensei!
Forme uma equipe ou seja designado para ser sensei de uma equipe.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Guardião da Vida
Salve um aliado da morte durante um evento mundial.
O(a) Doutor(a) Chegou!
Seja o suporte (curandeiro, sensor, etc.) do grupo durante um evento mundial.
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Mere
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79206-fp-allannia-grey#631999
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79210-gf-allannia-grey
Mere
Heroína
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
15
Allannia Grey

HP:1500/1500
CH:4200/4200
ST:00/07
Vila:Kirigakure no Sato
Palavras:527
A ilha era movimentada, e por onde passava Allannia chamava atenção. Por sugestão do aliado, ocultou as orelhas pontiagudas, aderindo ao uso de um turbante improvisado de pano. A chūnin assumiria a falsa identidade de Aiko Yoshida, uma jovem de dezesseis anos herdeira de um comércio de joias sediado em outro lado do mundo. Seu álibi estaria em conseguir tripulantes para uma expedição em busca de especiarias, e havia descoberto sobre as atividades do leilão por meio de informantes especializados. Numa embarcação modesta de pescador, teria atracado no local buscando sigilo e bons negócios.

Tenha muito cuidado com quem fala e por onde anda, parecem humanos, mas todos aqui são cobras — alertou o marinheiro, que assumiria o papel de guia capitão da frota pessoal de Allannia, em sua mentira elaborada. Na concepção da prateada, chegava a ser uma meia-verdade — Vamos, está quase começando.

Um casarão luxuoso hospedava a cerimônia de leilões, e em seu interior haviam coleções de vários tipos. Quadros, esculturas, armas e diversos artigos valiosos adornavam paredes e eram expostos em vitrines, exibindo a riqueza de seu anfitrião. Um homem de bigode fino e sorriso amistoso recebeu a dupla de invasores, guiando-os até os seus respectivos lugares em meios às enormes fileiras de assentos carmesim, recebendo uma visão pouco privilegiada do palco.

Se você fosse mais conhecida, teriam reservas em seu nome nas fileiras principais. Somos apenas estranhos, bem capaz que estão de olho na gente — o cúmplice murmurou, enquanto se ajeitavam nas cadeiras.

Sabíamos que não seria fácil desde o princípio — Allannia estava nervosa, as mãos inquietas dedilhavam a própria perna.

Uma apresentação de pantomima antecedeu o espetáculo principal, acompanhada de cantores, poetas e outros artistas variados, dando cores e tons coloridos ao evento. A plateia ria e aplaudia, mas todos estavam ansiosos para começarem de fato a fazer uso de suas fortunas. Conseguia notar a presença de figurões no âmbito comercial, trajando vestes das mais pomposas e suntuosas, adornadas por diamantes e joias dos mais diversos tamanhos e cores. Seria difícil competir com a riqueza dele, a tal ponto que não estava confiante com o seu resultado.

Sinto que são ricos demais para nós. O que faremos? — ela comentou, apertando o braço do homem.

Não se preocupe, não estamos aqui para fazer compras. Queremos pistas. Vamos aguardar que apareça o catálogo, e fingiremos estar participando ativamente.

Allannia assentiu e permaneceu concentrada. Os leilões começaram, e os primeiros itens a serem oferecidos foram quadros de artistas “anônimos”, que Katsuo mencionou como criações autorais falsificadas ou indevidamente apropriada de seus criadores, seja através de grave ameaça ou até mesmo estelionato. Sentiu um embrulho no estômago ao pensar nisso. Depois vieram as joias, diamantes e artigos de ouro tão grandes que achou jamais ter visto algo similar no mundo. Foi alertada a ter cuidado com o que seus olhos viam. Muito daquilo era fraudulento, e compradores experientes evitavam tais barganhas. Era fácil perceber que eram farsas, quando se tinha informação suficiente e bons olhos. Bastava observar o que os mais ricos faziam quando as ofertas chegavam.

Estava entediada e tranquila, até a atração principal chegar no palco. Prendeu a respiração. E então chorou.




Rauros, a Leoa:
HP: 480/1000
CH: 1000/1000
ST: 00/05





Emme



”Aparência”:
”Trajes”:
”Allannia e Rauros”:
”Clã e Kekkei Genkai”:
”Equipamentos”:
”Qualidades e Defeitos”:
”Jutsus Utilizados/Ativos”:
”Databook”:
”considerações”:
”Links Comprobatórios”:
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Estudioso
Compre/treine três jutsus.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Sangue Derramado
Vença seu primeiro PvP.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Vencendo Adversidades
Supere um defeito adquirido.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Eu Sou Sensei!
Forme uma equipe ou seja designado para ser sensei de uma equipe.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Guardião da Vida
Salve um aliado da morte durante um evento mundial.
O(a) Doutor(a) Chegou!
Seja o suporte (curandeiro, sensor, etc.) do grupo durante um evento mundial.
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Mere
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79206-fp-allannia-grey#631999
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79210-gf-allannia-grey
Mere
Heroína
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
16
Allannia Grey

HP:1500/1500
CH:4200/4200
ST:00/07
Vila:Kirigakure no Sato
Palavras:841
Faltaram palavras para descrever o que estava sentindo ao ver Rauros após tanto tempo. Quase levantou da cadeia e entregou toda a operação, mas percebendo a face de espanto da chūnin, o pescador segurou seu braço e a manteve em seu assento. Uma lágrima desceu solitária por sua face, e tantas outras viriam se o homem não a confortasse com suas palavras.

É ela? A leoa de quem você falava? — a voz calorosa do capitão soava doce aos seus ouvidos — Tenha paciência. Fazer algo agora só tornaria as coisas piores.

Está longe, mas eu reconheço ela de qualquer lugar. É a Rauros. É a minha amiga — encostou a cabeça no ombro dele, mantendo o olhar melancólico na direção do palco.

A leoa foi exposta ao lado de poucas espécimes para a multidão, que estranhou a escassez de opções diversificadas. Alguns não gostavam tanto de felinos ou tinham alergia, outros queriam aumentar suas coleções e adquirir um único exemplar não era de seu feitio. Justificando-se, o anfitrião explicou sobre uma possível invasão de rivais no “armazém” deles, acarretando na perda de diversas cargas preciosas.

Tínhamos um acervo gigante, mas nossos inimigos mandaram um exército para roubar o que é nosso por direito — ele levantava as mãos e gesticulava, dando tons dramáticos — Conseguimos trazer a primeira remessa que havia partido pela manhã, mas as remessas seguintes foram perdidas ou ainda estão sendo recuperadas.

E quem faria isso? Ou conseguiria? A segurança não era máxima? — um homem obeso e rico coberto por cordões pesados de ouro que cintilavam. A sala, bem iluminada, fazia parecer que o mesmo era uma pequena estrela, devido a sua proporção e os adereços.

Suspeito que tenha sido gente dessa tal de Liberty. Estão atrapalhando nossos planos desde que apareceram — os olhos dele cortaram a multidão, contemplando todos com um olhar inquisidor — Podem estar aqui. Espiões deles. Preparados para dar o bote — Allannia jurava que podia sentir os olhos dele nos seus, e isso a fazia estremecer.

Ele está mentindo — murmurou para Katsuo, em seu ouvido — Fui eu quem soltei todos eles, sozinha. E eu sou da Hydra, não da Liberty. Ou alguém mentiu pra ele, ou querem parecer mais organizados do que são.

Talvez ambos. A verdade algumas vezes pode ser amarga demais, o suficiente para ser adoçada com uma mentira.

Interromperam o diálogo imediatamente quando os lances começaram. O anfitrião anunciou que a venda da leoa exóticas e feroz seria feita a partir de lances de inicialmente R¥ 100.00. Desde o começo da sua apresentação, Rauros se debatia e resistia, mesmo com uma focinheira. Tentando constantemente se libertar, ela demonstrava uma ferocidade e determinação férreas. Desinteressando maioria dos compradores, exceto uma parcela nichada do ramo. Os lances não se estenderam acima dos padrões comuns, chegando ao lance de R¥ 1.200.000 com a mascote praticamente vendida.

Dou-lhe uma! Dou-lhe duas — o anfitrião dizia, prestes a bater o martelo de seu balcão e anunciar a venda — Dou-lhe três! Quem dá mais, quem dá mais? Ninguém? Vendi...

Eu dou mais! — Allannia levantou do assento e ergueu a mão — Dou R¥ 1.500.000 por ela!

Ora, ora! A senhorita ali  oferece uma contraoferta? Alguém vai questionar? Dou-lhe uma! — ele começou.

R¥ 2.000.000 — disse o homem, sem rodeios, recomeçando o duelo.

R¥ 2.500.000 — retrucou, petulante.

R¥ 3.000.000 — a disputa começou a se tornar calorosa, com o rival levantando por conta própria de seu assento nas fileiras principais para fitar a sua adversária.

E então? R¥ 3.000.000 é a última oferta? Dou-lhe uma! Dou-lhe duas...

R¥ 5.000.000! — cerrou os punhos, não dando indícios de quem iria desistir.

Está ficando maluca? Isso pode comprometer a operação inteira. É muito dinheiro. Vão suspeitar de algo — o pescador murmurava impaciente, com a voz engasgada.

Por um longo período, o magnata ponderou. Seus olhos refletiam uma fúria silenciosa, e o anfitrião quase que anunciou a vitória da chūnin, mas não foi o que aconteceu. Abrindo uma mala repleta de notas, anunciou a sua última oferta. O número, exorbitante, prendeu a respiração de todos na sala. Era mais do que qualquer um deles conseguia pagar. Tanto dinheiro que sequer sabiam por onde começar a enumerar.

R¥ 50.000.000, é a minha última oferta — ele havia dito, em tom fúnebre. O silêncio tomou conta do salão, e todos olharam para a chūnin, que não sabia como responder.

R¥ 50.000.000! Quem dá mais? Quem dá mais? Dou-lhe uma, dou-lhe duas, dou-lhe três e está vendido! Foi bom fazer negócio com os senhores, podem se sentar. Vamos para a próxima atração. Pode reclamar a sua compra na recepção após oferecer o comprovante que nossas belas funcionárias entregarão.

A partir daquele instante, após sentar derrotada, o marinheiro ao seu lado possuía a convicção necessária para comentar ao seu lado, tocando o seu braço:

Você acaba de conhecer Vyrpel Thorm. No final das contas, sua loucura foi bem vinda. É ele quem estamos procurando.




Rauros, a Leoa:
HP: 480/1000
CH: 1000/1000
ST: 00/05





Emme



”Aparência”:
”Trajes”:
”Allannia e Rauros”:
”Clã e Kekkei Genkai”:
”Equipamentos”:
”Qualidades e Defeitos”:
”Jutsus Utilizados/Ativos”:
”Databook”:
”considerações”:
”Links Comprobatórios”:
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Estudioso
Compre/treine três jutsus.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Sangue Derramado
Vença seu primeiro PvP.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Vencendo Adversidades
Supere um defeito adquirido.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Eu Sou Sensei!
Forme uma equipe ou seja designado para ser sensei de uma equipe.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Guardião da Vida
Salve um aliado da morte durante um evento mundial.
O(a) Doutor(a) Chegou!
Seja o suporte (curandeiro, sensor, etc.) do grupo durante um evento mundial.
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Mere
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79206-fp-allannia-grey#631999
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79210-gf-allannia-grey
Mere
Heroína
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
17
Allannia Grey

HP:1500/1500
CH:4200/4200
ST:00/07
Vila:Kirigakure no Sato
Palavras:994
Os animais foram levados aos poucos, e a sujeira deixada para trás aos poucos era limpa pelas funcionárias do leilão. Questionou o fato de estarem vestindo roupas tão curtas e expositivas, mas ao notar que a predominância maior do público, conseguiu entender. Um breve intervalo aconteceu em seguida, sendo sucedido por um espetáculo de malabarismos e uma rinha de porcos montados por anões que acontecia ao mesmo tempo, levando o público às gargalhadas. Não achou graça. Detestava ver pessoas sendo julgadas pelo que elas são, recordando de tudo que viveu por ter as orelhas pontiagudas de nascença.

A atração final da noite veio em seguida. Mordeu os lábios tão forte que achou que fossem sangrar, irritada com o que estava vendo. Uma série de mulheres seminuas eram enfileiradas horizontalmente, de modo que pudessem observar seus corpos com nitidez. Eram de variadas cores, formas e idades, e ao lado delas haviam homens, embora vestidos com calças e expondo o porte físico, em contrapartida das mulheres. Um claro indicativo da proposta de cada.

Essas belas damas e os cavalheiros serão vendidos separadamente. A proposta inicial por cada é de R¥ 100.000 para as mais novas e R¥ 50.000 para as mais velhas, e quanto aos homens, o valor é R¥ 100.000 inicial por cada. Todos são de boa safra — o anfitrião tratava com naturalidade o comércio de pessoas, como se fossem realmente apenas objetos.

Eram as pessoas que estavam lá. Não quiseram sair da cela quando os soltei... — ela murmurou, desapontada.

Muitas vezes a certeza do fracasso é melhor que a incerteza de uma vitória. Você é muito determinada de ter conseguido escapar sozinha desses monstros — ele segurou a face da chūnin e a fez olhar em seus olhos — Nunca desista. Não seja como essas pessoas. Quando tudo parecer impossível, tenha esperança. Eu desejei todos os dias não ter desistido de Willa, e sinto vergonha do que sou por ter feito isso. Sou um covarde. Um fraco.

Se eu tivesse desistido, não sei o que seria de mim — um frio na barriga desagradável surgiu quando pensou que teria o mesmo destino delas, caso não tivesse escapado — Pensei em Rauros. Por ela continuei lutando, eu não sou digna de pena. Errei bastante, mas não quero errar com ela — o som do martelo soou como um tormento para os seus ouvidos, vislumbrando o anfitrião repetir o momento inúmeras vezes antes de proclamar.

R¥ 20.000.000 por todos os escravos, está vendido! Nosso cavalheiro está bem afortunado eu diria — ele acenou e chamou as serviçais, que trouxeram duas armas. Uma era um arco, a outra, uma espada esguia — Iríamos vender em outra ocasião, mas aproveitando a ilustre presença do Senhor, gostaria de oferecer essas dádivas de brinde por sua gentileza. Viria acompanhada de uma esbelta moça de feições únicas, mas ela estava entre nossos desfalques.

Não sou uma meretriz para aceitar presentes de outros homens. Eu compro cada pelo valor que me oferecerem, e dou o dobro da contraoferta de qualquer um aqui — todos permaneceram em silêncio, nenhum era insano de questionar as vontades do ricaço.

R¥ 30.000.000, são artigos raros e de difícil obtenção. O que acha?

Eu não tenho que achar nada. Está feito, podem separar tudo que levarei esta noite.

Foi excelente fazer negócio com o senhor. Vendidas! Com isso encerramos o leilão, agradeço a presença de todos, sem vocês não seríamos nada.

E as cortinas foram fechadas. Aos poucos o público se preparava para partir, organizando seus pertences e conversando sobre os acontecimentos do evento. Allannia e Katsuo conversavam sobre seus próximos passos, quando uma mão pesada tocou seu ombro. Era o homem que estavam mirando, Vyrpel Thorm. Allannia virou-se para olhar para seu semblante, um homem consideravelmente esbelto e de barba bem cuidada, mas o seu olhar era como o de uma serpente.

Corajosa você, mocinha. Não sei se não tem noção do perigo, ou não pretende ficar por muito tempo na área, mas seja o que for, me deixou interessado — as mãos dele desceram de maneira ousada, apalpando-a com indiscrição — Gostaria de convidar você para meu navio, quero ver se você se você é tão escandalosa quanto parece.

Sou corajosa, sim, e exijo respeito — afastou a mão do selvagem, devolveu o olhar malicioso do homem com uma fúria cintilante que se fazia evidente nas orbes azuladas da chūnin — Se você se atrever a pôr essas mãos imundas de novo em mim, vai acabar sem elas.

Você é uma graça — ele riu, e num gesto os guardas pessoais do tirano cercaram a dupla de espiões. Allannia olhou de relance para os arredores e logo percebeu, eram os únicos no salão — Mas precisa aprender que quem manda aqui, sou eu. Um Thorm jamais aceita um não como resposta — ele puxou o seu turbante, revelando suas orelhas.

Tire as mãos de mim — Allannia se enfureceu ao sentir as mãos do indivíduo tocando sua aurícula.

Essas coisinhas, vi poucas pessoas no mundo com um par iguais ao seu — ele sorriu, divertindo-se com o que havia encontrado — Será que foi você de quem estavam falando? Prometeram uma garota como nunca antes havia sido vista, e parece que estou na frente dela. Uma Grey de Silvermoon, artigo raro.

Grey? — o marinheiro, em silêncio todo aquele tempo, apenas não conseguia assimilar o que estava acontecendo, paralisado.

Não sou nenhuma Grey e muito menos de Silvermoon — apenas a última parte era verdade, bem sabia, mas renegar o próprio sangue nunca a fazia escapar de seus problemas — Tire essas facas do pescoço dele, ele não tem nada com isso.

Farei como pede — Vyrpel prometeu, tocando os lábios de Allannia — Se vier comigo.

Garota, não! Não faça isso. Minha vida não vale a sua, não esqueça...Não esqueça da promessa!

Para um empregado você fala demais, talvez esteja merecendo ficar sem a língua. Rapazes, cuidem disso.

Espere — Allannia disse, enrouquecida — Basta de tudo isso. Eu já me decidi. Eu vou com você.


Rauros, a Leoa:
HP: 480/1000
CH: 1000/1000
ST: 00/05





Emme



”Aparência”:
”Trajes”:
”Allannia e Rauros”:
”Clã e Kekkei Genkai”:
”Equipamentos”:
”Qualidades e Defeitos”:
”Jutsus Utilizados/Ativos”:
”Databook”:
”considerações”:
”Links Comprobatórios”:
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Estudioso
Compre/treine três jutsus.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Sangue Derramado
Vença seu primeiro PvP.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Vencendo Adversidades
Supere um defeito adquirido.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Eu Sou Sensei!
Forme uma equipe ou seja designado para ser sensei de uma equipe.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Guardião da Vida
Salve um aliado da morte durante um evento mundial.
O(a) Doutor(a) Chegou!
Seja o suporte (curandeiro, sensor, etc.) do grupo durante um evento mundial.
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Mere
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79206-fp-allannia-grey#631999
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79210-gf-allannia-grey
Mere
Heroína
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
18
Allannia Grey

HP:1500/1500
CH:4200/4200
ST:00/07
Vila:Kirigakure no Sato
Palavras:553
Embarcou no galeão de Vyrpel Thorm taciturna. O tirano não tirava os olhos da chūnin, e a indiscrição deste em tocar seu corpo não possuía limites. Para ele não importava se estavam em público ou não, a situação era mais do que natural. Katsuo havia sido amarrado e amordaçado. Seu destino, pelo que indicava, era o porão do navio, tal como o de todas as aquisições do leilão naquela noite. Rauros, sua leoa, foi acorrentada e presa ao convés, para que fosse mais simples fiscalizar sua movimentação. Ela não fugiria para o mar, seria suicídio, diferentemente dos humanos que poderiam preferir tal destino.

Você fede — reclamou do mau odor da chūnin, após aproximar as narinas de seu pescoço — Quanto tempo você está sem tomar banho, sua rata? Deve ser coisa da sua cultura, mas você vai aprender a se lavar a partir de agora — ele deitou em sua cama de plumas, tão luxuosa e confortável, tomando conta de quase toda a cabine — Deixarei para me divertir com você quando estiver limpa. Sinceramente, saia da minha cama e vá dormir no porão, junto aos outros. Seu cheiro está me dando náuseas.

(...)

A viagem marítima até a imponente residência do magnata se estendia por diversos dias. Durante o período, esteve junto aos cativos, fazendo companhia para Katsuo. Detestava estar suja, mas sentiu-se grata pela situação a ter poupado de viver momentos de terror ao lado do criminoso. Chorou repetidamente, sabendo que não poderia postergar por muito tempo seu inevitável destino.

Não vai tentar nenhum plano para escapar? Você é uma kunoichi, pode usar alguma técnica ninja para se salvar dessa.

Eu posso salvar a mim, mas e a vocês? — Indagou Allannia, com um aperto no peito — Eu não posso proteger apenas eu mesma, tenho que defender a todos. É esse o meu dever.

Você não pode salvar todos, é virtualmente impossível — ele suspirou, desanimado — A culpa é minha por ter trazido você até aqui. Eu sabia que era muito perigoso e mesmo assim...

Você não fez nada de errado. Encontramos o que queríamos, agora precisamos achar um jeito de sair dessa. Mas eu não sei como. Eu não consigo pensar em nada.

Talvez o certo seja não fazer nada. Deixe todos para lá. Faça como ele quer, se quiser mesmo se sacrificar por nós, mas não arrisque sua vida por bobagem — o espírito derrotista havia tomado conta do marinheiro — Esqueça o que eu disse sobre lutar até o fim. Não adianta, isso existe só nos contos de fadas. A realidade dura e cruel é de que quando estamos a sós numa tempestade, é impossível evitar que o raio caia no convés — ele tomou um odre de vinho, que havia sido dado para a própria Allannia como forma de saciar sua sede. A chūnin não bebe, portanto, o mais velho acabou sendo beneficiado.

Você me deu uma ideia — refletiu, reunindo os conceitos elaborados do capitão na forma de um complexo plano de ação — Eu tenho um plano, mas vou precisar da sua ajuda.

O que você pretende fazer? — o homem parecia tão intrigado quanto bêbado.

Simples. Darei a ele o que ele quer — a porta do porão foi aberta num estrondo, e o ricaço descia a pequena escadaria acompanhado de seus guardas.

Levante essa bunda daí e faça isso rápido. Já chegamos.







Rauros, a Leoa:
HP: 480/1000
CH: 1000/1000
ST: 00/05





Emme



”Aparência”:
”Trajes”:
”Allannia e Rauros”:
”Clã e Kekkei Genkai”:
”Equipamentos”:
”Qualidades e Defeitos”:
”Jutsus Utilizados/Ativos”:
”Databook”:
”considerações”:
”Links Comprobatórios”:
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Estudioso
Compre/treine três jutsus.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Sangue Derramado
Vença seu primeiro PvP.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Vencendo Adversidades
Supere um defeito adquirido.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Eu Sou Sensei!
Forme uma equipe ou seja designado para ser sensei de uma equipe.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Guardião da Vida
Salve um aliado da morte durante um evento mundial.
O(a) Doutor(a) Chegou!
Seja o suporte (curandeiro, sensor, etc.) do grupo durante um evento mundial.
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Mere
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79206-fp-allannia-grey#631999
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79210-gf-allannia-grey
Mere
Heroína
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
19
Allannia Grey

HP:1500/1500
CH:790/4200
ST:01/07
Vila:Kirigakure no Sato
Palavras:1185
A mansão de Vyrpel era colossal, a maior que já viu. Seu nervosismo era nítido e evidente em sua face, mas tentava manter o autocontrole em prol de seu plano. Allannia tinha um plano para resolver a questão de uma vez por todas e retornar ao seu vilarejo com o relatório completo da missão. O magnata apertava seu braço forte, instruindo a chūnin por onde andar e o que olhar.

A mobília da residência era limpa e bem cuidada, havendo uma predominância em tons escuros, uma suposta predileção de seu proprietário. Escravas transitavam constantemente pelos vastos corredores, realizando tarefas ou para trazer agrados para o milionário. Poderiam operar com facilidade para uma família de dez integrantes, mas os inúmeros funcionários apenas agiam em prol de um único homem. Sentiu compaixão por eles, pois acreditava que ninguém merecia passar por isso.

Mas não era o único que desfrutava das regalias. As esposas de Vyrpel viviam em luxo. Esbeltas, orgulhosas e cheirosas, andavam sempre trajando vestes exibicionistas, para satisfazer as vontades de seu marido. Olharam com um misto de repulsa e curiosidade para Allannia, cochichando umas com as outras sobre o mais recente envolvimento romântico do homem.

Essas são as minhas outras esposas — gesticulou para as mulheres, desinteressado — Com o tempo você vai aprender a gostar delas, eu espero. Todas me agradam do mesmo modo, e se deixarem de agradar, se arrependem amargamente. Siga as minhas regras e me sirva, verá que sou um homem generoso quando quero — voltou a puxar a prateada pelo braço, levando-a consigo apressadamente — Agora vamos ao que interessa. Prefere o banho quente ou frio? Vou permitir que escolha. Depois fará o que eu ordenar da forma que eu desejar. Será divertido. Você vai gostar.

Quero um banho quente, bem quente — pediu, timidamente — Espumante, e com cheiro de lavanda.

Exigente, você. Saiba que também sou, e é bom que me satisfaça — ele sorriu, com as mãos inquietas tocando sua cintura — Farei como quer, e rápido. Não aguento mais esperar — a Grey sorriu, e quando as mãos dele tentaram subir para um toque audacioso, deu um tapa para impedir — O que foi isso?

O banho. É melhor no banho — corou, abaixando os olhos.

Uma donzela, agora percebo — ele riu, afastando o corpo — Farei com que seja inesquecível, então. Pode ir se preparando, quando tudo estiver pronto, mandarei lhe chamar.

Vai ser. Prometo — ele pareceu gostar da resposta.

(...)

Próxima dos aposentos particulares de Vyrpel, havia uma sala de espera, com um acesso privilegiado que levava direto ao seu local, em linha reta, feita especificadamente para aguardar convidados. Despiu-se das vestes e respirou fundo, cada vez mais ansiosa. Cobriu a nudez com uma toalha alabastro, felpuda e confortável. Aguardou apenas por alguns minutos, tão rapidamente quanto partiram, as servas do ricaço vieram até o seu encontro, informar sobre a conclusão dos preparativos.

Vyrpel-sama está chamando — abaixaram os olhos e não fitaram diretamente a chūnin, como um gesto simbólico de respeito. Apenas assentiu, seguindo em frente.

Allannia pôde sentir o vapor da água e o clima caloroso emanado quando abriu a porta e entrou. Vyrpel a aguardava, dentro da ofurô. Ele sorriu quando a viu, perseguindo seu corpo com os olhos, sedento. Viu o homem lamber os lábios, mas apenas pôde desviar o olhar, envergonhada.

O que está esperando? Está do jeitinho que você quer. Vai fazer sozinha ou vou precisar ir aí arrancar essa toalha de você?

Estou indo — trancou a porta e fez conforme ele pediu, tímida, vagarosamente se aproximando após revelar a ambição do homem. Parou momentaneamente, o nervosismo era inevitável. Sua timidez quase que a imobilizava.

Que maravilha. Venha, mal posso espe...

Raiton: Raijū Tsuiga — ela proclamou repentinamente. Numa reação rápida, ele tentou sair do alcance do cão elétrico da kunoichi, mas ela havia mirado a água — Cumpri a promessa. Inesquecível. E eletrizante — corada, contemplou o alvo receber a descarga elétrica, paralisando toda a parte inferior do seu corpo de maneira quase que imediata.

Desgraçada. Maldita. Uma kunoichi. Eu deveria ter imaginado. Uma espiã — ele tentou esboçar alguma resistência, mas aos poucos perdeu a consciência.

Eu dei o que você queria, mas do meu jeito — murmurou, realocando a toalha novamente ao corpo — Agora a próxima parte do plano. Kage Bushin no Jutsu! — realizou o selo do tigre, criando quatro cópias de si — Use o Henge no Jutsu e faça uma cópia dele. Você, se transforme numa serva. As outras, se infiltrem e se espalhem, com cuidado — passou os comandos, que foram seguidos a risca.

Allannia saiu dos aposentos particulares de Vyrpel sem levantar suspeitas, ao lado da clone impostora. Alguns olhares de cunho duvidoso e risinhos surgiram quando a chūnin apresentou-se, vestida e ligeiramente cansada, devido ao consumo de chakra considerável após criar múltiplos clones. Apesar da situação desagradável, era um forte indicativo de que seu plano estava correndo bem. Os clones C e D tinham como objetivo encontrar os cativos e libertar a todos, incluindo Katsuo. Temeu que permanecer próxima das mulheres curiosas pudessem desmascarar seu plano, pois ainda estava fétida.

Com a clone se passando por Vyrpel, pôde acessar a área tesoureira do magnata, na qual ele havia ordenado que suas armas fossem guardadas, como espólio. Tomou posse de ambas, mas se certificou de fazer com que a sua cópia mantivesse a posse, para evitar questionamentos. Saíram rapidamente do local, mantendo em mente que era o momento ideal para libertar Rauros. A partir disso, todo o resto seria fácil. Mas não foi bem assim. Ainda precisaria se desafiar uma última vez, percebeu. Os encapuzados vieram.

Nossos espiões constataram que o senhor, Vyrpel, está com algo do nosso interesse — a serenidade do homem ainda a assustava.

Essa daí fugiu e deixou um enorme prejuízo. Precisamos de uma retaliação. Se quiser a garota, tudo bem, mas pague o peso dela em ouro e prata. Caso contrário, é nossa — o sotaque fazia a fúria do homem soar engraçada, mas seu tom era ameaçador.

Não sou de vocês. Agora tenho um novo dono — fingiu estar afeiçoada ao Vyrpel impostor, que simulava algumas reações, embora mantivesse o silêncio.

Ele não vai falar nada? Que palhaçada é essa? — o homem perdeu a paciência, cerrando os punhos.

Calma, calma. O chefe pediu paciência. Vyrpel, não esperava essa traição de você. Sabia que era posse dos negócios do patrão e preferiu se apossar. Sempre ganancioso, isso pode custar a sua cabeça. Se renda pacificamente, viemos em paz — Allannia percebeu que estava ficando sem opções. Precisava agir, e rápido.

Katon: Karyūdan — foi a única resposta que receberam, disparando contra a dupla um dragão flamejante. Ambos desviaram com dificuldades, permitindo que o ataque atingisse uma série de sofás e danificasse uma sala de estar no processo.

Sinto que isso não tenha sido uma boa ideia, garotinha. Dessa vez o comando é outro — o homem taciturno disse num tom triste — Devemos levar você daqui, viva ou morta, não importa como. E acho que você fez a sua escolha.

Mas antes, você vai receber uma boa lição por ter matado o nosso amigo, vadiazinha — e então, mais uma vez, como na primeira oportunidade, eles avançaram.











Clone A: 828/828
Clone B: 828/828
Clone C: 828/828
Clone D: 828/828

Rauros, a Leoa:
HP: 480/1000
CH: 1000/1000
ST: 00/05





Emme



”Aparência”:
”Trajes”:
”Allannia e Rauros”:
”Clã e Kekkei Genkai”:
”Equipamentos”:
”Qualidades e Defeitos”:
”Jutsus Utilizados/Ativos”:
”Databook”:
”considerações”:
”Links Comprobatórios”:
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Estudioso
Compre/treine três jutsus.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Sangue Derramado
Vença seu primeiro PvP.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Vencendo Adversidades
Supere um defeito adquirido.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Eu Sou Sensei!
Forme uma equipe ou seja designado para ser sensei de uma equipe.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Guardião da Vida
Salve um aliado da morte durante um evento mundial.
O(a) Doutor(a) Chegou!
Seja o suporte (curandeiro, sensor, etc.) do grupo durante um evento mundial.
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Mere
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79206-fp-allannia-grey#631999
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79210-gf-allannia-grey
Mere
Heroína
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola AnitaPereira681.128.790535
20
Allannia Grey

HP:80/1500
CH:292/4200
ST:02/07
Vila:Kirigakure no Sato
Palavras:1791
Não gostava de combates, mas fazia parte de sua vida como uma kunoichi. Quando avançaram em sua direção e da clone, cada um destes focando em uma, ativou seu “Raiton: Raigeki no Yoroi” para ampliar seus movimentos corporais e conseguir acompanhar com maior facilidade os rápidos movimentos dos rivais. Ainda ultrapassavam em muito a mobilidade da chūnin, portanto, após esquivar de maneira desajeitada de alguns deles, foi inevitável não receber um soco direto em seu estômago, impulsionando-a para trás.

Sua cópia ainda disfarçada de Vyrpel e portando a Nuibari, recebeu um soco no rosto e recuou consideravelmente, um pouco atordoada. O seu adversário não era forte fisicamente e, por acreditar ser o magnata, achou que seria capaz de lidar com o homem rapidamente. Ledo engano, após ter seu Henge no Jutsu quebrado pela distração, utilizou das capacidades de sua Nuibari na criação de um longo fio de chakra de 438 metros, ramificado de maneira desordenada, atingindo o teto da casa e, sem que este percebesse, o braço responsável por atingir sua face. Ele emitou um ruído grotesco ao sentir o braço ser arrancado com um brusco movimento da usuária. Os fios atravessavam a sala, perfurando paredes e gerando uma espécie de gaiola de fios ao redor, impedindo que eles avançassem contra a Allannia original. Uma parcela do teto cedeu, caindo em velocidade contra o trio, enquanto Allannia permanecia atordoada no chão, buscando reunir forças para se recompôr.

O encapuzado de voz serena, que havia desferido um soco na chūnin, disparou um “Raiton: Raijū Tsuiga” contra o fragmento rochoso, sendo efetivo em conduzir o cão elétrico ao seu destino. Seu parceiro jazia de joelhos, numa hemorragia intensa na área do braço. Sua clona tentou novamente utilizar de um fio de chakra de vinte metros para fatiar a face do oponente restante, sendo impedida e rapidamente subjugada pela velocidade elevada do seu adversário, que socou sua face, desta vez mais sentindo uma potência maior, o suficiente para desfazer o clone. No impacto, observou a espada deslizar para longe enquanto os fios desapareciam aos poucos devido a derrota de sua progenitora.

Allannia teve tempo o suficiente para se levantar, preparando um “Katon: Karyūdan” de surpresa para o inimigo, aproveitando da distração provocada pela cópia. Atingiu em cheio a face do homem, fazendo ele urrar. Num giro veloz, ele saiu do progressivo avanço do Dragão flamejante, que queimaria mais partes de seu corpo caso permanecesse no alcance de seu golpe. Sem enxergar com clareza, ele disparou mais um de seus “Raiton: Raijū Tsuiga” na sua direção, fazendo o cão elétrico perseguir a chūnin tendo uma ideia preliminar de sua posição atual.

Katon: Haijingakure no Jutsu — defendeu-se do jutsu oponente com a densa cortina de cinzas, cobrindo uma área de quarenta metros com sua defensiva, dificultando a visualização da área como consequência.

Allannia aproveitou da brecha para retomar a posse de sua espada, mas não conseguiu perceber o primeiro soco no abdômen quando recuperou sua arma. Recebeu mais dois socos em seguida, em partes diferentes do tronco, sentindo uma dor tão intensa que desnorteou seus sentidos. Quase perdeu a consciência, percebendo uma resposta lenta do corpo. O último golpe seria o de misericórdia, se o rugido de Rauros não viesse de rompante, pulando contra o seu alvo e impedindo a morte da sua dona.

A leoa prendeu suas presas no pescoço do rival, quase provocando o fim deste, mas nos momentos decisivos um soco poderoso com o elemento raio foi direcionado para a face da leoa, tirando ela de combate, atordoada e quase perdendo a consciência. Devido aos frequentes açoites dos seus captores, a mascote nunca conseguiu se recuperar totalmente da batalha que a derrotou, mantendo sempre a sua vitalidade estática. Isso poderia ter custado a missão, se Allannia não tivesse recuperado os sentidos após a brecha dada. Um longo fio de chakra da Nuibari atravessou o peito tanto do seu agressor quanto o segundo, que permanecia agonizando com o braço decepado. O golpe teve um alcance de 100 metros, e em seguida, num movimento sutil e decisivo, manuseou os fios produzidos para fatiar de cima pra baixo ambos, impiedosamente.

Podem me bater, sim — a chūnin disse, exalando fúria — Mas deixe Rauros fora disso — era um raros momentos que a essência sombria de seu clã se manifestava, como se uma energia negativa estivesse guardada pronta para surgir caso perdesse o controle. Naquele momento, ainda estava contida o suficiente para ser apenas um lampejo súbito — Rauros! Você está bem?

Quem tem que me dizer isso é você, está acabada — ela riu, deixando escorrer sangue.

Nós duas, temos que admitir — não riu, qualquer esforço era demais para a chūnin — Quem soltou você? — viu a leoa gesticular com a pata para uma de suas cópias, ainda mantendo seu “Henge no Jutsu” para se passar por uma serva — Fizeram a tarefa bem, então. Meu plano deu certo — quase caiu, sendo aparada pela cópia, que auxiliou seus movimentos.

Fugiram em velocidade da moradia de Vyrpel, após obter posse novamente de seu arco. Não se preocupou com os civis, pois quando a confusão começou, eles se afastaram e buscaram refúgio, dando a brecha perfeita para as suas duas cópias restantes pudessem se infiltrar e identificar os cativos, guardados no sótão. Os planos que o ricaço tinha para eles a ponto de não serem introduzidos na residência eram desconhecidos, mas conseguiram libertar todos com facilidade. Katsuo, após solto, auxiliou na empreitada, conduzindo todos para fora.

Estavam reunidos quando lentamente o teto da moradia exuberante cedeu, enterrando todos os crimes e antagonistas enfrentados.Todos, exceto um. Repentinamente, viu uma série de shurikens sendo disparadas contra si. Katsuo, num movimento heroico salvou a vida da Grey, pondo seu corpo na frente das armas ninjas. A enxurrada, que veio em seguida, foi repelida por seu “Katon: Hōsenka no Jutsu”, usado de maneira defensiva contra a investida. Mergulhou na terra através de seu “Doton: Moguragakure no Jutsu”, percorrendo rapidamente através do solo para surpreender o autor dos golpes com uma aparição em suas costas.

Raiton: Raijū Tsuiga — atravessou o peito do homem moribundo, numa vingança silenciosa.

Sua maldita — o homem ainda mantinha os mesmos traços de quando o atacou, as queimaduras nítidas quando pôs os olhos nele — Matei um. Sofrer. Você vai sofrer. Pelo menos uma vez. Sofrer — ele sucumbiu aos ferimentos.

Os guardas de Vyrpel, haviam aproveitado a distração para começar uma tentativa de sequestrar algumas das esposas do antigo patrão, numa espécie de cobiça despertada pela oportunidade. Utilizando sua velocidade máxima, somada ao acréscimo provindo de seu “Raiton: Raigeki no Yoroi”, pôde se aproximar a tempo de evitar a fuga destes. Disparou, através de seu arco recém-recuperado, cinco flechas produzidas por fogo, utilizando seu Conhecimento Anatômico para perfurar os calcanhares do quinteto. Todos caíram, sentindo fortes dores na área atingida. Com auxílio das próprias mulheres, suas cópias se encarregaram de prender os homens, que seriam levados para custódia e prestar depoimentos futuramente.

Aproximou-se do seu salvador, que fitava o céu do fim da tarde com um sorriso triste. Exausta e ferida, Allannia cambaleava após exigir muito de seus limites para solucionar seus desafios. Sentou ao lado do mais velho, pondo a mão nos ferimentos profundos. A mão, ensanguentada, indicava uma perda massiva de sangue. Era inevitável conter as lágrimas que rolavam por seu rosto. Mais uma vez, Allannia chorou. Ele tentou debilmente limpar a face úmida da chūnin. Ela abraçou o homem, incapaz de conter a emoção.

Por que você me salvou? Eu sou só uma estranha, que você acabou de conhecer — indagou, aos prantos.

E precisa de motivo para fazer o certo? Você também arriscou a vida por pessoas que nem conhece. Como eu — ele tossiu, falar era um esforço — Sua vida vale mais que a minha, menina. Já vivi demais. Mas não aproveitei o suficiente. Faça valer. Faça sua vida valer.

Aguente firme. Se chegarmos a tempo no hospital...

Não vai chegar. Tome, entregue isso para a Willa. Encontre minha filha — entregou um estranho colar nas mãos da Grey, com um sorriso no rosto — Traga ela de volta. Prometa-me. Nem ao menos sei seu nome...

Allannia, meu nome é Allannia.

Allannia. Nome bonito. Allannia, Allannia Grey. Nunca esqueça de quem você — aos poucos ele perdeu o brilho no olhar — Você parece esquecer. Não esqueça. Lembre. Prometa. Não desistir — e a mão dele abandonou a sua, antes de partir.

(...)

Enterrou o velho Katsuo próximo da cabana onde se conheceram, segurando as lágrimas corajosamente. Ainda ferida, partiram de volta para Kirigakure, levando consigo os guardas de Vyrpel, todos como cativos, apoiada por suas cópias e Rauros. A viagem demorou diversos dias, mas eventualmente conseguiriam alcançar seu vilarejo.

Atravessou o portão e seguiu rumo ao posto do superior a quem havia designado a missão. Recordou de trazer consigo o pergaminho com as informações comprometedoras sobre o esquema criminoso, que havia guardado no interior da cabana de Katsuo, logo após enterrar o homem. O homem estranhou o seu estado deplorável, tal como o da leoa. Numa referência trocista, ele aplaudiu o sucesso da chūnin.

Achei que estava morta, mas vejo que a garotinha saiu bem — ele riu, insensível — Vamos ver o que você trouxe. Olha só, cinco bandidos. E, hmm, um pergaminho? Foi melhor do que eu esperava — ele pegou no papel, mas não se importou em ler — Que seja. Vamos levar esses cinco e ver o que eles tem a falar sobre o esquema. Há algum tempo que não recebemos denúncias de animais clandestinos passando por aqui, seja lá o que você fez, surtiu algum efeito. Vai dar algum tempo para acharmos os culpados e colocar detrás das grades. Parabéns.

E o dinheiro? Vai sair sem pagar? — Rauros se adiantou, enfurecida.

Vocês querem dinheiro? Mesmo após o atraso? Você é muito nova, garota, devia agradecer por eu te dar o voto de confiança em passar uma missão dessas. Olha como eles deixaram você. E vá tomar um banho, está uma porca — ele entregou uma bolsa modesta, com o dinheiro em seu interior — É tudo que posso dar para você no momento. Tenham um bom dia — e partiu.


Allannia não se importou, apesar das reclamações da mascote. Havia atingido o seu objetivo. Recuperou a leoa, resolveu o problema e chegou em segurança em seu vilarejo. As cópias acompanharam a chūnin mesmo após a conclusão da tarefa de escoltar os seus cativos, precisaria delas para ajudar nos afazeres domésticos antes de serem dissipadas. Após vários dias fora, precisaria de um banho e pôr ordem na casa. Vislumbrou o amuleto de Katsuo mais uma vez, com o que parecia ser um retrato de pai e filha. Pensar naquilo ainda dava um aperto em seu peito, mas seguiu em frente. Não podia desistir. Ela prometeu.




Clone A: 0/828
Clone B: 828/828
Clone C: 828/828
Clone D: 828/828

Rauros, a Leoa:
HP: 480/1000
CH: 1000/1000
ST: 01/05





Emme



”Aparência”:
”Trajes”:
”Allannia e Rauros”:
”Clã e Kekkei Genkai”:
”Equipamentos”:
”Qualidades e Defeitos”:
”Jutsus Utilizados/Ativos”:
”Databook”:
”considerações”:
”Links Comprobatórios”:
Sangue em Einchenwald
Proteja Einchenwald do insano Kenpachi
Formando
Tenha sua ficha de personagem aprovada.
Estudioso
Compre/treine três jutsus.
Um Pequeno Arsenal
Compre/treine três jutsus.
Primeiros Passos de um Ninja
Conclua sua primeira missão.
Meu Primeiro Ajudante
Obtenha sua primeira invocação.
Sangue Derramado
Vença seu primeiro PvP.
Falando em Ninjutsu...
Tenha 10 jutsus & complete cinco missões de profissão.
Meu Primeiro Evento Paralelo
Conclua seu primeiro evento paralelo.
Falando em Nintaijutsu...
Tenha um jutsu classificado como "nintaijutsu" de rank B ou superior.
Superando Minhas Fraquezas
Supere um defeito inato.
Vencendo Adversidades
Supere um defeito adquirido.
Um Poder só Meu
Adquira sua primeira Habilidade Secundária.
Conhecendo Outros Reinos
Visite o Continente Perdido.
Domínio Elemental
Compre/treine um jutsu classificado como "elemental" de rank B ou superior.
Eu Sou Sensei!
Forme uma equipe ou seja designado para ser sensei de uma equipe.
Boletos e Mais Boletos...
Alcance o nível máximo em sua profissão.
Mestre Elemental
Torne-se um mestre elemental.
Conquistando o Mundo
Conclua seu primeiro evento mundial.
Mais que Amigos, Friends!
Forme uma aliança com outro vilarejo.
Guardião da Vida
Salve um aliado da morte durante um evento mundial.
O(a) Doutor(a) Chegou!
Seja o suporte (curandeiro, sensor, etc.) do grupo durante um evento mundial.
Heroísmo
Conclua três eventos principais e/ou paralelos.
Eu Sou Kage!
Torne-se Meishu Kage.
Assim Está Bom
Não resete totalmente o personagem por um ano real (ou seja, em OFFgame).
Mere
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79206-fp-allannia-grey#631999
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t79210-gf-allannia-grey
Bloodlad
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola 76139df0c00970d1b7071220d0743c2a
[ATO — SOLO] Hoje vamos parar na gaiola 76139df0c00970d1b7071220d0743c2a

Situação: Aprovado
Considerações:
Recompensa: 3 Missões Rank-B, 75 pontos de Status, 1 Ponto de Databook, 225.000 RY, 6 FP (de missões) & Qualidade Inteligência Avançada (3).
Bloodlad
Ficha de Personagem : http://narutorpgakatsuki.net
Conteúdo patrocinado
Design visual (Estrutura, Imagens e Vídeos) por Dorian Havilliard. Códigos por Akeido