NOVIDADES
Atividades Recentes
A LUZ DAS TREVAS
Arco 02
Ano 25 DG
Primavera
Meses se passaram desde a missão de investigação ao Castelo da Lua, no País do Vento, que culminou na Batalha da Lua Minguante. Soramaru, o cientista responsável pelos experimentos, morreu em combate, assim como outros ninjas do lado da aliança. Após a missão ser bem-sucedida, mas carregando tantas mortes, Karma, o líder da missão, ficou responsável por relatar às nações o máximo de informações sobre a organização por trás dos crimes agora que estava com o selo enfraquecido e com isso ele revelou o verdadeiro nome dela: Bōryokudan. Ainda não tendo como fornecer mais detalhes, pois o selo se manteve, e precisando de mais pistas antes de investir novamente em uma missão, Karma saiu em missão em nome das Quatro Nações para encontrar o paradeiro dos demais membros da organização — e sua primeira desconfiança recaiu sobre Kumo.

O mundo, no entanto, mudou nestes últimos meses. Os Filhos das Nuvens concluíram a missão de extermínio aos antigos ninjas da vila e implementaram um novo sistema político em Kumo ao se proclamarem o Shōgun sobre as ordens não de um pai, mas do Tennō; e assim ela se manteve mais fechada do que nunca. Em Konoha a situação ficou complicada após a morte de Chokorabu ao que parece estar levando a vila ao estado de uma guerra civil envolvendo dois clãs como pivôs. Suna tem visto uma movimentação popular contra a atual liderança da vila após o fracasso em trazer a glória prometida ao país. Já em Kiri a troca de Mizukage e a morte de ninjas importantes desestabilizaram a política interna e externa da vila. E em Iwa cada dia mais a Resistência vai se tornando popular entre os civis que estão cansados demais da fraqueza do poderio militar ninja. Quem está se aproveitando destes pequenos caos parece ser as famílias do submundo, cada vez mais presentes e usando o exílio de inúmeros criminosos para Kayabuki como forma de recrutar um exército cada vez maior.

E distante dos olhares mundanos o líder da Bōryokudan, Gyangu-sama, se incomoda com os passos de Karma.
... clique aqui para saber mais informações
SHION
SHION#7417
Shion é o fundador do RPG Akatsuki, tendo ingressado no projeto em 2010. Em 2015, ele se afastou da administração para focar em marketing e finanças, mas retornou em 2019 para reassumir a liderança da equipe, com foco na gestão de staff, criação de eventos e marketing. Em 2023, Shion encerrou sua participação nos arcos, mas continua trabalhando no desenvolvimento de sistemas e no marketing do RPG. Sua frase inspiradora é "Meu objetivo não é agradar os outros, mas fazer o meu trabalho bem feito", refletindo sua abordagem profissional e comprometimento em manter a qualidade do projeto.
Angell
ANGELL#3815
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Indra
INDRA#6662
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Wolf
Wolf#9564
Wolf é jogador do NRPGA desde fevereiro de 2020, tendo encontrado o fórum por meio de amigos, afastando-se em dezembro do mesmo ano, mas retornando em janeiro de 2022. É jogador de RPG desde 2012, embora seu primeiro fórum tenha sido o Akatsuki. Atua como moderador desde a passagem anterior, se dedicando as funções até se tornar administrador em outubro de 2022. Fora do RPG cursa a faculdade de Direito, quase em sua conclusão, bem como tem grande interesse por futebol, sendo um flamenguista doente.
Mako
gogunnn#6051
Mako é membro do Naruto RPG Akatsuki desde meados de 2012. Seu interesse por um ambiente de diversão e melhorias ao sistema o levou a ser membro da Staff pouco tempo depois. É o responsável pela criação do sistema em vigor desde 2016, tendo trabalhado na manutenção dele até 2021, quando precisou de uma breve pausa por questões pessoais. Dois anos depois, Mako volta ao Naruto RPG Akatsuki como Game Master, retornando a posição de Desenvolvedor de Sistema. E ainda mantém uma carreira como escritor de ficção e editor de livros fora do RPG, além de ser bacharel em psicologia. Seu maior objetivo como GM é criar um ambiente saudável e um jogo cada vez mais divertido para o público.
Akeido
Akeido#1291
Aliquam lacinia ligula nec elit cursus, sit amet maximus libero ultricies. Cras ut ipsum finibus quam fringilla finibus. Etiam quis tellus dolor. Morbi efficitur pulvinar erat quis consectetur. Ut auctor, quam id rutrum lobortis, lorem augue iaculis turpis, nec consectetur enim nisl eu magna. Sed magna dui, sollicitudin quis consequat ac, faucibus sed mauris. Donec eleifend, nisl a eleifend dignissim, ipsum urna viverra leo, sed pulvinar justo ex vitae enim. Donec posuere sollicitudin velit eu vulputate.
Havilliard
Havilliard#3423
Aliquam lacinia ligula nec elit cursus, sit amet maximus libero ultricies. Cras ut ipsum finibus quam fringilla finibus. Etiam quis tellus dolor. Morbi efficitur pulvinar erat quis consectetur. Ut auctor, quam id rutrum lobortis, lorem augue iaculis turpis, nec consectetur enim nisl eu magna. Sed magna dui, sollicitudin quis consequat ac, faucibus sed mauris. Donec eleifend, nisl a eleifend dignissim, ipsum urna viverra leo, sed pulvinar justo ex vitae enim. Donec posuere sollicitudin velit eu vulputate.
HALL DA FAMA
TOP Premiums
Torne-se um Premium!
1º Lugar
Summer
2º Lugar
Folklore
3º Lugar
KEEL LORENZ
1º Lugar
Senju Inazuma
2º Lugar
Starfox
3º Lugar
Summer
Os membros mais ativos do mês
Angell
[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_lcap[Rank C] - Os Guarda-Costas Voting_bar[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_rcap 
319 Mensagens - 26%
Starfox
[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_lcap[Rank C] - Os Guarda-Costas Voting_bar[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_rcap 
172 Mensagens - 14%
Shion
[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_lcap[Rank C] - Os Guarda-Costas Voting_bar[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_rcap 
163 Mensagens - 13%
Senju Inazuma
[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_lcap[Rank C] - Os Guarda-Costas Voting_bar[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_rcap 
119 Mensagens - 10%
Zero
[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_lcap[Rank C] - Os Guarda-Costas Voting_bar[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_rcap 
91 Mensagens - 7%
Inoue
[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_lcap[Rank C] - Os Guarda-Costas Voting_bar[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_rcap 
82 Mensagens - 7%
Raves
[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_lcap[Rank C] - Os Guarda-Costas Voting_bar[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_rcap 
81 Mensagens - 7%
Summer
[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_lcap[Rank C] - Os Guarda-Costas Voting_bar[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_rcap 
73 Mensagens - 6%
Nan
[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_lcap[Rank C] - Os Guarda-Costas Voting_bar[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_rcap 
71 Mensagens - 6%
Kira
[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_lcap[Rank C] - Os Guarda-Costas Voting_bar[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_rcap 
56 Mensagens - 5%

Os membros mais ativos da semana
Angell
[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_lcap[Rank C] - Os Guarda-Costas Voting_bar[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_rcap 
155 Mensagens - 25%
Shion
[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_lcap[Rank C] - Os Guarda-Costas Voting_bar[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_rcap 
91 Mensagens - 15%
Senju Inazuma
[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_lcap[Rank C] - Os Guarda-Costas Voting_bar[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_rcap 
70 Mensagens - 11%
Starfox
[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_lcap[Rank C] - Os Guarda-Costas Voting_bar[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_rcap 
69 Mensagens - 11%
Summer
[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_lcap[Rank C] - Os Guarda-Costas Voting_bar[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_rcap 
61 Mensagens - 10%
Zero
[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_lcap[Rank C] - Os Guarda-Costas Voting_bar[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_rcap 
46 Mensagens - 7%
Raves
[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_lcap[Rank C] - Os Guarda-Costas Voting_bar[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_rcap 
39 Mensagens - 6%
Nan
[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_lcap[Rank C] - Os Guarda-Costas Voting_bar[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_rcap 
38 Mensagens - 6%
Sevenbelo
[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_lcap[Rank C] - Os Guarda-Costas Voting_bar[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_rcap 
25 Mensagens - 4%
Kurt Barlow
[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_lcap[Rank C] - Os Guarda-Costas Voting_bar[Rank C] - Os Guarda-Costas Vote_rcap 
23 Mensagens - 4%


Illren
Genin
[Rank C] - Os Guarda-Costas Thumb2-giyuu-tomioka-portrait-kimetsu-no-yaiba-manga-demon-hunter
[Rank C] - Os Guarda-Costas Thumb2-giyuu-tomioka-portrait-kimetsu-no-yaiba-manga-demon-hunter
Missão Rank COs Guarda-Costas
No fim da tarde do dia anterior, fui informado da minha nova missão. Novamente, seríamos Matahachi e eu. Aparentemente Konoha estava satisfeita com nosso trabalho conjunto. Até agora, não tivemos nenhum tipo de reclamação. A missão começaria às 15h, tratava-se de uma escolta a um casal de nobres que estava cansado de circular somente em Konoha e resolveu contratar ninjas para poder passear pelos arredores de Konoha. O horário foi bastante satisfatório pra mim já que eu tinha combinado de treinar com Matahachi por volta das 10h da manhã do dia seguinte. Seria o tempo perfeito pra finalizar o treinamento, almoçarmos, e nos encaminharmos para a missão.

Com o raiar do dia, fui ao campo de treinamento encontrar Matahachi. Cheguei um pouco antes, mas em menos de quinze minutos ele também já se apresentava. Chegou com seu falatório usual, deixou sua katana de canto e percebi que ele estava separando uns pedaços de papéis pequenos. Matahachi se aproximou e comentou:

- Musashi-kun, encontrei nosso antigo professor da academia e ele me deu isso – mostrou os papéis – são um tipo de papel especial que reage ao chakra. Ele mostra suas naturezas elementais.

O bloco era composto por algo em torno de 50 folhinhas. Ele me deu metade delas e continuou a explicação:

- Se você tiver a natureza Katon, como sabemos que tem, o papel vai se inflamar e virar cinzas. Caso seja Futon, o papel será dividido em dois pedaços. Raiton irá deixar o papel amassado. O chakra Doton vai transformar o papel em sujeira e esfarelar. E, o último caso é Suiton, que o papel vai ficar úmido.


Acenei como forma de mostrar minha compreensão e fui tomando e examinando os papéis enquanto Matahachi continuava sua explicação:

- O sensei disse que basta infundir um pouco de chakra que o papel vai reagir. Talvez ele reaja de acordo com seu chakra de Katon, mas é preciso que você procure outras formas de expressar seu chakra pra que alguma outra natureza elemental apareça. Assim ó.

Matahachi começou sua demonstração. Primeiro ele respirou fundo e tomou uma folhinha de papel em suas mãos. Respirou fundo e fui capaz de sentir o chakra que ele estava depositando no pedaço de papel. Em poucos segundos o papel cortou-se ao meio. Ele sorriu.

- Viu? Futon.

Mantive meu semblante imutável esperando ele continuar. Ele tomou mais uma folha em suas mãos e repetiu o processo. Dessa vez, após os poucos segundos, o papel pareceu se encher de água. Sua cor e textura mudaram rapidamente e eu olhei surpreso pro rapaz.

- Suiton, huh? – disse, ao que ele respondeu com um riso.

- Sua vez, vai.

Tomei em minhas mãos o bloco de papéis. Antes que fizesse qualquer coisa, de tentar o exercício, procurei limpar a mente. Naquele dia em especial, não estava preocupado com nada. Não estava sendo afetado por nada. Nem as memórias de Koji e seu assassino estavam presentes. Isso era oportuno para que o treinamento fosse mais breve e simples. Suspirei enquanto esticava a mão pra pegar o papel da pilha que Matahachi me deu.

Suspirei e deixei o chakra do meu corpo fluir com tranquilidade. Direcionei a energia ao papel com cuidado e, logo em seguida, aconteceu. O papel se inflamou e virou cinzas em poucos segundos. Levei um breve susto, que me fez dar um sobressalto, mas me recuperei rapidamente.

- Esse é o seu Katon, que você, como Uchiha, já tem naturalidade em expressar. Agora você tem que buscar uma outra forma de exercer os elementos do seu chakra. Pela potência do seu Goukakyuu na última missão, dificilmente você só tem um elemento.

Meneei com a cabeça e tomei o próximo papel. Repeti o ritual: respiração, liberação de chakra, direcionamento às mãos e... Katon. Franzi o cenho em autoreprovação. Mais uma vez fiz o processo. Katon.

- Musashi-kun, você tá tomando uma abordagem muito direta – disse Matahachi – procura pensar no seu chakra como se fluísse por uma outra direção, com uma outra polaridade.

- Ok... – resmunguei como quem dizia: eu tô tentando c@r#!l*#.

Limpei a mente. Dessa vez, fui mais agressivo. Deixei uma grande quantidade de chakra ficar disponível. Aumentei a intensidade dele o máximo possível. Quando senti que estava no meu limite, direcionei o chakra como uma lâmina no sentido do papel. Um fio milimétrico, mas muito potente e afiado. Alguns milésimos de segundos depois o papel começou a reagir. Ele se retorceu. Se retorceu, mais e mais, até que virou uma bolinha de papel amassada. Olhei pro meu colega, tentando lembrar o que aquilo significava.

- Raiton. – disse ele – Sua outra natureza elemental é Raiton.

- Entendi... – respondi, já permitindo que minha mente fosse longe, pensando nas implicações e desdobramentos daquilo.

Depois disso, Matahachi começou com sua conversação usual. Falou sobre seus pensamentos, seus últimos dias. Enquanto ele falava, eu dividia minha atenção entre sua fala e sobre a descoberta do Raiton. Meu corpo agia mecanicamente recolhendo meus equipamentos e itens pra que pudéssemos almoçar e partir para a nossa missão. Matahachi viu o que eu fazia e, mesmo sem parar de falar, preparou-se. Fomos caminhando sentido ao centro de Konoha para almoçar. Em todo esse tempo, meu companheiro não parava de falar.

Depois do almoço em que conversamos, eu bem menos que Matahachi, fomos rumo ao portão principal de Konoha. Nosso ponto de encontro com os clientes era lá. Chegamos poucos minutos antes das 15h, então teríamos que esperar alguns minutos até que os nobres chegassem. Nos recostamos numa sombra e ficamos a postos esperando.

HP:
525/525

Chakra:
775/775

Cansaço:
00/05

 







Considerações:
Illren
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t74628-ficha-de-personagem-uchiha-musashi
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t74655-gf-uchiha-musashi
Illren
Genin
[Rank C] - Os Guarda-Costas Thumb2-giyuu-tomioka-portrait-kimetsu-no-yaiba-manga-demon-hunter
[Rank C] - Os Guarda-Costas Thumb2-giyuu-tomioka-portrait-kimetsu-no-yaiba-manga-demon-hunter
Missão Rank COs Guarda-Costas
Enquanto os clientes não chegavam, Matahachi e eu conversávamos sobre trivialidades até que ele resolveu tocar no assunto.

- Musashi-kun. O que aconteceu aquele dia, com os Javalis?

- Usei o Sharingan, ué. – disse como se não entendesse o que ele queria dizer

- Eu não tô falando disso... Você... tava diferente. Você que sempre parece calmo, sob controle, parecia um monstro. – Ele disse olhando pra qualquer lugar, menos pra mim – A forma como executou o animal, sua fúria, sua postura... foram... – hesitou. Depois de alguns segundos, completou a frase como que abafando a voz – bestiais...

- Aconteceu uma coisa no meu passado recente que eu ainda estou... – no meio da frase avistei os nobres chegando, de braços dados – Eles estão chegando. Aprume-se.

Quando os clientes chegaram, nos apresentamos com cordialidade, que foi retribuída com gentileza e empolgação, principalmente por parte da senhora. Sem mais delongas, o nobre pediu que iniciássemos o percurso e disse para mantermos uma distância segura atrás deles, de modo que não pudéssemos ouvir a conversa mas que estaríamos aptos a agir e fazer sua segurança. Concordamos com as demandas e assim que saímos de Konoha deixamos eles ganharem uma distância de uns 50 metros.

Não demorou muito até que adentrássemos a floresta mais próxima, onde ficamos na sombra. Aproveitando a distância do casal de nobre, Matahachi puxou assunto.

- Então, o que aconteceu com você? – disse ele, preocupado.

- É melhor focarmos na missão, Mata. – respondi sem sequer olhar pra ele, mantendo minha expressão neutra.

Meu companheiro compreendeu a mensagem e mudou de assunto. Ficou falando por longos minutos, ao que eu respondia com poucas palavras ou, na maioria das vezes, com um gesto feito pela cabeça. Eu não estava muito disposto a dar abertura pra falar do meu passado. Sabia que, na primeira oportunidade, ele iria querer saber o que houve.
Os nobres andavam tranquilamente, notando e parando a cada flor ou animal diferente que viam. Apontavam, comentavam, riam, conversavam, e voltavam a caminhar. Esse foi o rito padrão durante boa parte da viagem. Nesse meio tempo, Matahachi não deixou de falar, embora mantivesse atenção na missão e nos nossos protegidos. Em dado momento ele falou:

- Como é usar o Sharingan?

- Não sei explicar bem – finalmente elaborei uma frase – eu só descobri a existência dele pouco antes de entrar na academia. Eu não fazia ideia de como era ou o que era. – prossegui – Eu acho que não deve ser o mesmo com todo mundo, e nem que seja sempre igual, até porque foi diferente das outras vezes que ativei o Sharingan. Mas naquele dia, no meio da batalha com o javali, quando você estava ferido e eu estava com os nervos a flor da pele, no momento da investida dele, tudo pareceu ficar mais lento. – suspirei – foi como se eu conseguisse ver melhor, com mais detalhe, todos os movimentos ao meu redor. Eu só consegui executar aquela manobra e finalizar o Javali porque o Sharingan deixou todos os movimentos do porco previsíveis. Eu conseguia ver a tensão na musculatura dele, conseguia ver a direção que olhava e, por um instante, até suas intenções pareceram claras pra mim... Depois daquilo, quando ativei o Sharingan em casa ou em outros lugares, as coisas pareciam normais. Inclusive, as pessoas me olhavam esquisito por estar com o Sharingan.

- Entendi! Que legal! Mas, Musashi-kun... Por favor, não espalhe que é Uchiha. E nem deixe as pessoas verem seu Sharingan, a menos que seja necessário.

- Hum? Porque?

- O clã Uchiha... é temido. Os indivíduos do clã são perseguidos ou excluídos, dependendo de quem seja.

Ouvi aquelas palavras e algumas coisas do meu passado recente fizeram sentido. Alguns olhares, comentários. Mas nunca dei muita bola pra eles, não me interessavam.

Antes que pudesse responder Matahachi, ouvi um barulho vindo da floresta ao nosso redor. Imediatamente, mudei de postura e assoviei para os nobres, fazendo sinal pra que ficassem parados. Matahachi e eu nos aproximamos dos clientes e ficamos observando ao redor. Ouvimos um galho quebrar, provavelmente com uma pisada. Algumas folhas se movimentaram no mato. Me aproximei pra ver o que era. E essa foi a deixa que eles precisavam.

HP:
525/525

Chakra:
775/775

Cansaço:
00/05

 







Considerações:
Illren
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t74628-ficha-de-personagem-uchiha-musashi
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t74655-gf-uchiha-musashi
Illren
Genin
[Rank C] - Os Guarda-Costas Thumb2-giyuu-tomioka-portrait-kimetsu-no-yaiba-manga-demon-hunter
[Rank C] - Os Guarda-Costas Thumb2-giyuu-tomioka-portrait-kimetsu-no-yaiba-manga-demon-hunter
Missão Rank COs Guarda-Costas
No momento em que me afastei dos nobres pra checar se havia algo nos arbustos, quem estava se esgueirando agiu. Foi uma mínima brecha, mas o suficiente para que dois homens com panos cobrindo a face descessem das arvores e procurassem render os nobres. Cada um escolheu um dos nobres por alvo. Matahachi não havia saído de perto da senhora e, quando o criminoso que estava visando ela desceu saltou em direção a ela, o ninja de konoha puxou ela pelo braço, jogando para o lado e sacou sua espada, se interpondo entre o criminoso e a nobre.

O mesmo não se pode dizer do nosso cliente – que eu “abandonei” pra verificar os arbustos próximos. Ele foi facilmente rendido e foi puxado de perto de Matahachi, que trocava olhares com o criminoso que visava sequestrar a esposa de nosso cliente. Alguns momentos de indecisão se sucederam. Eu não sabia se devia ou não agir, pois poderia arriscar a vida do nobre. E se agisse, qual seria a melhor abordagem. O fato é que depois de alguns segundos pensei em um plano e botei em prática o mais rápido possível. Sem que pudessem acompanhar, usei o Bunshin no Jutsu e deixei uma cópia minha, me jogando para dentro dos arbustos como forma de me esconder. Escalei as árvores com o maior silêncio possível, num ponto cego dos sequestradores e me direcionei para aquele que estava sob o domínio do criminoso. Conforme fui me esgueirando, usando o Shunshin no Jutsu pra diminuir distância, começou uma conversação por parte dos criminosos:

- Aniki, vamos sair daqui! – disse o que rendia o cliente

- Mas nós precisamos levar a moça, aniki! – contestou o outro criminoso

- Já pegamos ele, aniki! A gente vai ser pego se ficar aqui! – falou energético

E num rosnado o criminoso que estava num impasse com Matahachi recuou. Essa era minha última chance. Usei o Shunshin mais uma vez, tentando alcançar o criminoso, mas quando pousei, os dois já estavam em retirada e, por poucos centímetros não consigo alcançar o sequestrador.

Eles levantaram o nobre e jogaram sobre o ombro, correndo com algum vigor. Eles não eram homens fracos. Eu queria ir atrás deles, no entanto, eu precisava garantir a segurança da nossa cliente que desabou a chorar. As lágrimas se somaram a soluços e gritos de desespero, a mulher parecia inconsolável. Matahachi foi verificar a condição da moça. Este era outro passo em falso: estávamos divididos entre cuidar da moça e garantir sua segurança e perseguir os sequestradores. Nesse instante chamei Matahachi no canto e conversamos:

- Mata-san, precisamos levar ela de volta pra Konoha. – ele acenou positivamente com a cabeça, e prossegui – mas os dois precisamos ir atrás do nobre. Eu não sei se consigo vencer aqueles dois.

- O que você sugere? – rebateu Matahachi

- Eu não sei... Seria muito demorado voltar à Konoha pra deixar a senhora. – parei alguns segundos para refletir – Talvez devêssemos deixar ela em um lugar seguro. – Olhei pra Matahachi que sorria como se soubesse como resolver o problema. Tinha um quê de orgulho nesse sorriso.

- Kuchyose no Jutsu! – conjurou.

Nesse momento surgiu um camaleão quase do nosso tamanho. Ele olhava para Mata e eu com um olho e para a nobre com o outro. Mata o instruiu de que deveria levar a moça de volta à cidade enquanto nós perseguiríamos os sequestradores. O aceno em compreensão me surpreendeu. Um camaleão gigante que compreendia uma comunicação humana... O que era aquilo? Eu poderia perguntar aquilo em breve. Precisávamos, pelo menos, começar nossa busca.

Com muita dificuldade, conseguimos convencer a nobre a subir no camaleão pra que fosse para a segurança de Konoha. Assim que perdemos o camaleão gigante de vista, Mata e eu nos entreolhamos e começamos a caminhar e, em poucos segundos, a correr, na direção que os sequestradores foram.


HP:
525/525

Chakra:
765/775

Cansaço:
00/05

 







Considerações:
Illren
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t74628-ficha-de-personagem-uchiha-musashi
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t74655-gf-uchiha-musashi
Illren
Genin
[Rank C] - Os Guarda-Costas Thumb2-giyuu-tomioka-portrait-kimetsu-no-yaiba-manga-demon-hunter
[Rank C] - Os Guarda-Costas Thumb2-giyuu-tomioka-portrait-kimetsu-no-yaiba-manga-demon-hunter
Missão Rank COs Guarda-Costas
Num ritmo saudável e sustentável de corrida, nós procurávamos pelos dois sequestradores. A missão deles era clara e, mais do que prendê-los, seria importante saber quem era o mandante da situação. Depois de alguns minutos trotando enquanto procurávamos os fugitivos, antes que o cansaço chegasse, o camaleão de Matahachi voltou a toda velocidade até nós. Assim que ele chegou, uma voz aguda e com dificuldade de se manter estável foi projetada de sua boa:

- Mata-kun, deixei a nobre sob o cuidado de gennins do vilarejo. Avisei os Chunnins da situação e eles mandaram vocês recuarem. – disse o camaleão com aquele timbre esquisito de alienígena.

- Não iremos abandonar a missão agora. – Respondi decisivo. – Os Chunnins não tem condição de começar a busca, e nós já estamos no meio dela. Não iremos recuar agora.

Matahachi me olhou com algum espanto pela minha firmeza e acenou depois de alguns instantes. O Camaleão não pareceu questionar, gostar ou desgostar da minha postura. Ele só me observou. Assim que havia sido decidido qual seria o próximo passo, o camaleão nos permitiu subir em suas costas e continuaríamos a busca sobre o animal.

A chegada da invocação tinha sido de grande ajuda. Além de diminuirmos o esforço necessário para a busca em questão física, no que diz respeito à busca em si também ficou mais simples. O camaleão se movia mais rápido do que nós e parecia conseguir sentir os ninjas à distância. Seus chakras, pelo menos. Com isso fomos ganhando terreno até que o kuchyose parou repentinamente.

- Eles estão à cinquenta metros a noroeste. Estão parados. Se eu me aproximar com vocês, provavelmente fugirão.

A voz do camaleão me causava muito estranhamento. Mas ignorei a sensação tortuosa em favor do foco na missão. Sem que ninguém dissesse nada, eu e Matahachi descemos do animal fomos caminhando com passos leves até chegar mais próximo à localização dos inimigos com o refém.

A uma distância segura, de uns oito metros, nós combinamos um plano e nos preparamos para agir. Como eu havia despertado o Sharingan, eu tinha alguma facilidade em lidar com os movimentos inimigos e iríamos usar isso a nosso favor.

Da perspectiva dos criminosos, saímos do mais absoluto nada. Matahachi correu na frente urrando como forma de chamar a atenção e estremecer, mesmo que minimamente, a confiança dos sequestradores. Ele usou o Shunshin no Jutsu como maneira de mostrar mais agilidade. Isso foi o suficiente pra que eles ignorassem que eu corria logo atrás de meu aliado. A uma distância de apenas um metro, Matahachi usou um último Shunshin evasivo, movimentando-se na diagonal esquerda para trás. No momento em que esse último movimento foi feito, eu permiti que meu chakra inundasse meus globos oculares. Quando ficaram cheios, meus olhos mudaram de  cor e surgiu um tomoe negro. Meu Sharingan foi ativado.  Depois disso, mantive apenas um leve fluxo de chakra, naturalmente, para me manter com aquela forma.

O Sharingan foi o recurso ideal para poder enxergar toda essa movimentação de Matahachi e passar por entre os criminosos, tomando de volta nosso cliente que estava como refém dos dois. Atravessamos o pequeno campo de batalha em alguns segundos. Logo que senti que estávamos numa distância segura, deixei o nobre atrás de mim e encarei os meus inimigos. Eles pareciam surpresos e muito irritados com a situação. Queriam brigar entre si, mas sabiam que aquilo significaria a total falha em sua missão.

Esse momento de abertura permitiu que Matahachi tomasse a dianteira. Eu o observei e com o Sharingan fui capaz de perceber, curiosamente, sua intenção. Ele iria usar um Futon. Como eu adquiri aquela informação? Tão precisa. Meu companheiro começou a executar seus selos e eu também executei alguns. Mata inflou o peito, puxando ar. Eu fiz um movimento similar. Parecíamos espelhados, mas a diferença foi manifestada quando ambos anunciaram:

- Fuuton! Toppa! –– Katon! Goukakyu no Jutsu!


HP:
525/525

Chakra:
734/775

Cansaço:
00/05

 







Considerações:
Illren
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t74628-ficha-de-personagem-uchiha-musashi
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t74655-gf-uchiha-musashi
Illren
Genin
[Rank C] - Os Guarda-Costas Thumb2-giyuu-tomioka-portrait-kimetsu-no-yaiba-manga-demon-hunter
[Rank C] - Os Guarda-Costas Thumb2-giyuu-tomioka-portrait-kimetsu-no-yaiba-manga-demon-hunter
Missão Rank COs Guarda-Costas
Quando as duas ondas de chakra elemental se cruzaram sobre os ninjas, uma explosão ocorreu. A força da dispersão de chakra levantou bastante poeira e encobriu a área que atacamos. Embora ainda fossemos inexperientes, Mata e eu não deixamos a guarda baixar. Mantivemos nossa postura de batalha e permanecemos atentos. Meu Sharingan estaria pronto pra reagir a qualquer momento.

Poucos segundos depois da execução dos jutsus a poeira baixou e não pudemos ver os criminosos. No lugar deles, haviam apenas dois tocos. Kawarimi no Jutsu. No instante seguinte uma kunai surgiu a milímetros do meu olho esquerdo. Ainda bem que estava com o Sharingan ativo. Um reflexo me permitiu escapar do golpe do sequestrador me abaixando. Girei o corpo no centro de gravidade, dando uma rasteira no sequestrador que gritou desajeitado. Isso foi o bastante pra que o outro viesse em seu socorro. Ele era o líder, aparentemente mais forte. Veio num ataque frontal com uma kunai também e, repentinamente, apareceu atrás de mim – usando Shunshin no Jutsu. Minha sorte foi o cálculo ruim do infeliz que o fez acertar o antebraço em vez da kunai na minha nuca. No entanto, a força foi grande o bastante pra me jogar alguns metros à direita.

Matahachi não ficou inerte frente àquela situação e assumiu o combate. Sacou sua espada e veio correndo em velocidade máxima. Usou o criminoso mais fraco como escada e saltou, lançando um golpe descendente do ar no líder. A espada não acertou em cheio, mas passou perto o bastante para abrir um corte na face e no tórax do inimigo. Enquanto essa ação ocorria, eu me recompus e me levantei e sem demora fui pra cima dos inimigos. Corri com tudo que tinha e repeti o movimento de Matahachi, pisando no inimigo mais fraco – o que o levou ao demaio – e atacando o mais forte. Por um instante foi possível ver a face de Mata, intrigado com a similaridade tão precisa dos movimentos.

Como eu não possuía uma espada como Matahachi, eu golpeei usando uma Kunai que serviu apenas pra aprofundar o corte do meu aliado. O líder dos criminosos ficou surpreso com minha movimentação, procurando entender como ele tinha recebido dois golpes iguais.

Embora nossas movimentações tivessem sido similares, eu finalizei de forma diferente. Aproveitando-me do final do impulso gerado pelo golpe, lancei um pé sobre a ferida aberta por Mata e me empurrei para trás, como forma de me reposicionar. Montei uma guarda sólida, com a Kunai em frente a meu rosto. O fluxo de chakra em meus olhos estava mais intenso, provavelmente era efeito da adrenalina. O Sharingan parecia procurar se expandir, mas não sabia como.

Me foquei no meu inimigo. Dei um suspiro profundo e deixei meu corpo o mais relaxado possível. O líder assumiu uma postura diferente de luta diferente, como se fosse me levar à sério. O intrigante é que, naturalmente, eu imitei a postura dele. Eu parecia tomado por algo que estava além de mim. Um instinto, talvez? Não sei dizer com certeza. Mas essas questões não tinham espaço enquanto eu via o sequestrador avançar sobre mim para atacar. Meu corpo imitava as nuances mais específicas do comportamento dele e, vez ou outra, era como se eu soubesse o que ele estava pensando. Ele me golpeou com um soco, ao qual tive um pouco de reflexo para desviar, mas ainda fui pego. Cai novamente. Aquele cara era realmente muito forte. E agora parecia ainda mais forte.

Matahachi aproveitou esse momento e se lançou na luta novamente. Golpeou os braços do inimigo com sua espada, mas pareciam não fazer efeito. Entre alguns golpes com a lâmina, o criminoso achou uma brecha que o permitiu socar o estomago de Mata que teve a sua oportunidade de ser jogado por metros a fio. E agora era minha vez de tentar usar essa abertura.

Corri e saltei com força, procurando acertar um chute na cabeça do líder. Ele aparou meu golpe com a mão e tentou agarrar minha perna pra me atirar pelos ares. Porém, pude prever isso e chutei, novamente, seu machucado no peito para me reposicionar. Ele parecia irritado com esse comportamento meu. Ele assumiu a mesma postura de antes, o que me deixou alerta. Não podia levar outro golpe. Não machucava em si, mas a chance de ele me nocautear era grande. Se isso acontecesse, seria o fim.

Propositalmente, adicionei mais e mais chakra ao fluxo que corria aos meus olhos. Pensei que poderia fazê-los explodir. Mas consegui me convencer de que, se o Sharingan funciona a base de chakra naquela região, talvez mais chakra resolvesse a situação. Conforme eu aumentava milimetricamente a quantidade de chakra nos olhos, o inimigo começou a se movimentar. Dessa vez, não mimetizei os movimentos dele. Até porque ele não estava vindo me atacar, ele buscou terminar sua missão – indo em direção ao nobre outra vez.

Matahachi que já estava de pé correu para ficar entre o inimigo e o nosso cliente. Mas o criminoso o ignorou. O socou com o lado posterior do braço, para jogá-lo para longe. O que não foi possível, já que Mata se manteve no mesmo lugar, mesmo completamente abalado pelo golpe.

Tomado pela adrenalina, corri em direção ao sequestrador e saltei sobre suas costas, colocando a Kunai rente à sua jugular. Eu estava tomado por um instinto de batalha que era novo pra mim. Ele paralisou por alguns segundos, assustado com a situação. Mas decidiu agir. Buscou me alcançar com as mãos e eu passei a guarda pelo corpo dele e agarrei seu braço, numa tentativa de quebra-lo. O fluxo de chakra em meus olhos estava tão intenso que pareciam prestes a explodir.

Minha força não era o bastante pra rende-lo. Por isso, ele me procurou com o outro braço e me pegou pela gola do kimono. Me puxou com força e me trouxe próximo a seu rosto. Quando estávamos a centímetros de distância eu pude ver toda sua fúria. Porém, minha expressão era de igual força. Talvez ainda maior, já que, por poucos segundos, ele pareceu se perder nos meus olhos. O Sharingan estava diferente, eu podia sentir. Na sua pupila, percebi meu reflexo. Eram dois tomoes em cada um dos meus olhos. Com minha mente, eu dizia: “me larga, degraçado”. E sua mão afrouxou. Cai no chão e, daí, tudo aconteceu muito rapidamente.

No próximo instante, vi o sequestrador sendo segurado por dois ninjas mais graduados, se debatendo. Ele urrava de ódio e disse:

- Uchiha maldito... Por isso vocês mereciam ter sido exterminados...

Eu provavelmente estava com uma expressão de confusão. Assim que compreendi o que estava acontecendo, minha face foi à placidez comum. Deixei o chakra do meu olho se dissipar. Bati a poeira da roupa e suspirei. Olhei para os lados, Mata estava nem. O cliente estava bem. Os dois criminosos estavam rendidos e sendo carregados. Tudo parecia sob controle. Senti um peso nas pálpebras. O sono me atacou. Não sei nada do que aconteceu entre aquele momento e a manhã seguinte, em que acordei na minha cama, com um pergaminho que dizia:

“Parabéns, Uchiha Musashi.

Você cumpriu sua missão com sucesso e ajudou a prender os bandidos rank C+. Eis aqui sua recompensa pela sua missão.

Continue com o bom trabalho.”




HP:
475/525

Chakra:
711/775

Cansaço:
01/05

 







Considerações:
Illren
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t74628-ficha-de-personagem-uchiha-musashi
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t74655-gf-uchiha-musashi
Raves
Genin
[Rank C] - Os Guarda-Costas Print110
[Rank C] - Os Guarda-Costas Print110
@Illren
1x Missão Rank C: Aprovado.
Treinamento de Segunda Natureza Elemental - Raiton: Aprovado.
Evolução do Sharingan - Nível 2: Aprovado.

Obs: Na próxima vez, coloque na solicitação de avaliação TODOS os objetivos do tópico.

_______________________

Raves
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t86897-fp-kuroko-shiin#713266
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t86898-gf-kuroko-shiin#713272
Illren
Genin
[Rank C] - Os Guarda-Costas Thumb2-giyuu-tomioka-portrait-kimetsu-no-yaiba-manga-demon-hunter
[Rank C] - Os Guarda-Costas Thumb2-giyuu-tomioka-portrait-kimetsu-no-yaiba-manga-demon-hunter
Ah sim, perdão. Obrigado! Vou fazer certo na próxima.
Illren
Ficha de Personagem : https://www.narutorpgakatsuki.net/t74628-ficha-de-personagem-uchiha-musashi
Gestão de Fichas : https://www.narutorpgakatsuki.net/t74655-gf-uchiha-musashi
Conteúdo patrocinado
Design visual (Estrutura, Imagens e Vídeos) por Dorian Havilliard. Códigos por Akeido