>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 10:
RemanescentesAno: 70DG
Hanatarō olha para a vila do topo do prédio do Departamento de Pesquisa. Há dois anos era uma salinha no fim do laboratório geral da vila, agora tinha seu próprio prédio tão alto quanto o próprio escritório do Kazekage. Hanatarō sorri vendo as pessoas andando felizes na nova vila construída graças aos avanços científicos realizados com a inteligência de Takura, sua mentora. Antes, ele só via uma vila pobre, com construções de areia frágeis, com um horizonte desértico, dependendo de outras vilas, inclusive de Konoha, para conseguir sobreviver, mas agora... Sunagakure estava grandiosa novamente e tinha comprado sua independência. As construções ainda tinham porções de areia, mas eram forjadas em metais nobres, em ouro, em prata, criando grandes casas e prédios. As lojas estavam cheias de especiarias únicas, pois o trabalho de encontrar certos ingredientes se tornou muito mais prático desde que a vegetação voltou a florescer nos arredores da vila; onde antes era só deserto agora possuía vielas de relva, florestas, rios e uma fauna cheia de roedores, mamíferos e carnívoros.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Verão

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

[Cena] dreamscircus. - em 27/12/2019, 20:15

A brisa caía fria pelo fim de tarde quando um gato atravessou a rua num salto, o surpreendendo. Seu corpo se eriçou todo e ele olhou bem nos olhos de Take enquanto ele se retesava, os ombros rígidos, a respiração ofegante — o corpo todo encrispado, com as mãos buscando desesperadamente as armas escondidas na bolsa que levava à coxa. Não era típico dele tal atitude, logo quem era tão calmo e racional, tomado subitamente pelo medo de que? De um gato? Tentou respirar fundo e retomar os sentidos, a confiança. Relaxou o corpo, deixou as mãos penderem novamente nos flancos. Fechou a bolsa semi-aberta na coxa e esperou o gato passar. Ele deu um salto e sumiu nas sombras. Take continuou seu trajeto pela viela, até esbarrar na grande sombra que se projetava sobre ele. O brilho da lua, distante, lançava como um véu o circo sobre ele. Um circo imponente, de listras que, àquela hora da noite, eram tons de branco, preto e, nalguns pontos, cinza. Apertou os olhos procurando alguma placa, uma sinalização que fosse da entrada ou do nome do circo. Um folheto viajou pela brisa e parou na sua mão. O circo não tinha nome, ou tinha. Era Circo. Com letras maiúsculas. Movido pela curiosidade e aproveitando que os espetáculos só se faziam acessíveis a partir da noite, madrugada adentro, foi até lá.

Hp: 500 Ck: 975

Spoiler:
Considerações: Solo para Perito Elemental: Doton. Vou comprar o redutor e posto o link da compra no próximo turno.
Post: 1/5.
Palavras: 228/200.
Solo aprovado aqui.
-

Armas básicas cheias.
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Cena] dreamscircus. - em 27/12/2019, 22:21

Chakra é mágica. Ponto. Mesmo assim, ainda se paga para assistir espetáculos de ilusionistas. Take não conseguia distinguir, ali da plateia, se os truques eram pantomimas bem elaboradas — alguns truques contavam com atores da plateia, travestidos de voluntários; envolviam cenas como em peças, com ocasionais choros, risos e afetação geral — ou se era ninjutsu disfarçado de truque. A ambiguidade do espetáculo, talvez, fosse o chamariz da coisa, o ponto central da curiosidade não somente geral, dos civis, como também de Take, que fora movido até ali, puxado por uma força invisível, maior que ele: a curiosidade de saber o que se passava no interior daquelas lonas que, agora vistas de perto, ele sabia serem pretas e brancas. Não era ilusão, nem efeito da noite, o circo de fato se apresentava naquelas cores nada usuais, pouco chamativas. Ele experimentou se candidatar a voluntário, só para ver no que dava, só para ver se seu ímpeto poderia causar algum rebuliço, se poderia intervir no rumo do show. Um cotovelo veio no seu flanco, golpeando nas costelas e forçando, pela dor, a baixar o braço. Quando procurou ao redor, naquele amontoado de espectadores, que se revezavam de pé e sentados, não encontrou o autor. Experimentou então causar um tremor no palco. Chakra. Isso sim era mágica.

Hp: 500 Ck: 975

Spoiler:
Considerações: Solo para Perito Elemental: Doton.
Post: 2/5.
Palavras: 215/200.
Solo aprovado aqui.
Redutor comprado [url=aqui]aqui[/url].
-

Armas básicas cheias.
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Cena] dreamscircus. - em 28/12/2019, 21:32

O palco balançou debaixo dos pés do mágico. Somente graças ao seu equilíbrio excepcional que ele pode se manter de pé. Seu olhar atravessou a multidão como uma lâmina, parando em mim. Ao que tudo indicava, eu me destacava na plateia composta majoritariamente de atores. Súbito, da paisagem de trás dele, surgiu um par de assistentes com corpos esguios. Take não conseguia encontrar lugar algum de onde elas pudessem entrar ou subir no palco, portanto considerou tudo mágica também. O mágico avançou num salto, pousando agora abaixo do palco, entre a plateia. Duas faixas azuis desceram do teto, também num passe de mágica, se desenrolando até que pairassem a poucos centímetros do chão, rodeando a roupa impecável do ilusionista. O genin da Pedra estava inafetado por tudo, se mantendo inerte conforme todos os demais se afastavam, visivelmente preocupados com aqueles acontecimentos não planejados. A faixas azuis se enrolaram nas mãos do mágico, descendo com velocidade espantosa do teto da tenda, até se desprenderem e se enrolarem nelas mesmas, transformadas num par de espadas de lâmina brilhante. Mágica perigosa, essa. Take optou somente pela cautela, os olhos afiados, como os de seu algoz, atravessando o espaço que havia entre ambos. Testou o solo outra vez, causando um tremor, movendo uma tábua que ficava sob o pé do ilusionista. Dessa vez foi como se ele tivesse previsto o movimento, então deu um salto, gracioso e rápido, quase imperceptível, alguns centímetros para o lado. Take ergueu um meio sorriso, parte aprovação parte excitação.

Hp: 500 Ck: 975

Spoiler:
Considerações: Solo para Perito Elemental: Doton.
Post: 3/5.
Palavras: 250/200.
Solo aprovado aqui.
Redutor comprado aqui.
-

Armas básicas cheias.
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Cena] dreamscircus. - em 29/12/2019, 08:11

O duelo, antes nada mais um teste daquelas habilidades a mostra, para saber se tratava-se de um ilusionista tão bom que fazia seus truques parecerem mágica real, isto é, ninjutsu, ou então um bom vigarista, cujos truques de tão óbvios de serem feitos com chakra acabavam por passar como mágica barata, o puro entretenimento de quem pagava para assistir. O homem que enfrentava Take tinha um corpo magro, quase alto, talvez um pouco dentro demais da média — em suma, não era excêntrico, sequer parecia de fato um mágico. Era um sujeito comum em vestes de apresentação e mesmo suas roupas pareciam terem sido compradas numa loja qualquer que vendesse vestes para o teatro. A farsa, de tão boa, deixava dúvidas quanto ao seu status de farsa propriamente dita. Take já não mais se importava com a coisa toda, pois o homem descobrira seu divertimento e agora queria tirar satisfação com ele, as espadas em punho. Como não estava munido de arma alguma para enfrentar o par de lâminas, teria de se valer de seu arsenal de técnicas somente e um pouco da sorte — de alguma forma, pensava, mágica e sorte sempre estavam lado a lado. Tentou deslizar outra tábua debaixo dos pés do mágico e dessa vez conseguiu pega-lo de surpresa uma nova vez, ele escorregou, perdeu o equilíbrio e foi cambaleando para trás, até se apoiar com as costas na base do palco. O ódio não se fez visível, mas a expressão que assomava ao rosto era de puro perigo. Desafio.

Hp: 500 Ck: 975

Spoiler:
Considerações: Solo para Perito Elemental: Doton.
Post: 4/5.
Palavras: 254/200.
Solo aprovado aqui.
Redutor comprado aqui.
-

Armas básicas cheias.
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Cena] dreamscircus. - em 29/12/2019, 10:30

Mais importante que a sorte só o solo. A terra, a rocha, pedra dura. O chão da vila, o alicerce sob os pés. Take entendia bem a importância não somente das formas mais brutas, comumente conhecidas, do solo — minérios, sais, sedimentos, camadas e tipos de rocha, entendia um pouco de cada uma dessas coisas. Era necessário. Sua mágica se baseava em conceitos mais mundanos, na utilidade do terreno, na dureza das propriedades daquele elemento particular. Sua energia percorreu todo o caminho dentro do corpo, das vias mais profundas até emergir na planta dos pés, manifestando mais tremores no solo.

Seu adversário sorriu de desprezo, tão previsível tinha sido a tentativa. Mas não percebera a tábua que se erguia por de trás dele, agora de pé como um tronco de árvore, descendo sobre a cabeça do mágico para aplicar o peso, que a princípio enganava, deixando transparecer que seriam talvez placas de madeira muito leve, afinal faria sentido que um circo utilizasse de materiais mais fáceis de serem transportados. O impacto na cabeça deslocou-o para frente, embora as mãos tenham se fortalecido ao redor do cabo de cada espada, mantendo sua vantagem. Tomou apenas um segundo para se recuperar e avançar. Mas suas mãos, o corpo, as armas e tudo o mais desapareceu quando se corpo se fez para frente, desfeito numa explosão de pombas brancas.

O circo fechou e sumiu no dia seguinte. Tanto o mágico quanto sua trupe de atores e assistentes desapareceu, para nunca mais serem vistos. Take ficou com toda a memória, a imagética dos acontecimentos presas em sua mente. Mas havia aprendido a importância de sua mágica. Chakra puro tinha sim seus usos, as vezes igualmente uteis para ele, mas em pouco se comparava a versatilidade de dobrar a terra.

Hp: 500 Ck: 975

Spoiler:
Considerações: Solo para Perito Elemental: Doton.
Post: 5/5.
Palavras: 295/200.
Solo aprovado aqui.
Redutor comprado aqui.
-

Armas básicas cheias.
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Cena] dreamscircus. - em 29/12/2019, 10:51

@
-
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Cena] dreamscircus. -

-


Layout por @Akeido Themes, @Loola Resources e Naru.