:: Área de Mudanças :: Centro de Melhorias :: Treinamentos de Fillers
Alvorecer
Arco 04
Ano 17 DG
Verão
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

[Filler - Dupla] Irmãos de Rua. - Publicado 20/11/2019, 18:38


[Filler - Dupla] Irmãos de Rua. Original

Vestimenta; Palavras: 323/300; O.B.J.: +200 status. (Boost ativado.) @Heavy

Desde que me recordo aquela enorme construção de lata e concreto era meu abrigo, meu confortável e sigiloso recanto. Ninguém ia até aqueles quarteirões de fábricas e galpões abandonados durante o dia, muito menos quando a lua alcançava seu apogeu. Ainda novo comecei a arrastar tralhas para lá; eram de todo gênero. Começou com móveis imaginários de papelão e hoje, olhando como se modificou, me desperta um certo orgulho do tempo em que minha alma juvenil vagava entre as vielas criminosas de Kumo. Ser uma criança carente em uma sociedade majoritariamente militar e onde ser shinobi era questão de respeito, nunca foi um fardo fácil. Um trago. Meus olhos baixos e vermelhos entregavam o fumo. "É Kuhn, lhe devo muito."

A região que habitava a parte traseira do galpão era mais um dos vários penhascos que cercavam o vilarejo; mas na minha opinião era dele que se tinha a vista mais bonita de toda a vila. Fumando o típico cigarro de cannabis que apaziguava as dores mundanas que constantemente corriam até mim, observava o sol se por nas montanhas infinitamente distantes. "Preciso de um relógio." Metros abaixo de mim um imenso chão de nuvens densas que nunca saiam dali, pareciam gostar o suficiente do grande vale para chamar de seu. A serenidade inerte com que ficavam ali, falsamente almofadadas e convidativas à um mergulho mortal era hipnotizante; e quantas vezes em tempos de desamparo aquele quase não foi meu túmulo. O dia havia sido de certo sossego para mim, ter encontrado o sensei pela manhã foi o ápice da rotina que se seguiu. Procurei organizar minhas ideia entre um baseado e outro, colocando a leitura em dia e praticando em primeira pessoa com aquele tabuleiro de  shogi remendado. No entanto, aquele era o horário que Kazuya costumava chegar de suas andanças, era o horário que costumávamos fumar juntos e compartilhar prospecções do futuro ou gargalhar de memórias do passado. "Mas onde está Kazuya?"

CH: 200/200; HP: 200/200; ST: 0/2

considerações:

Itens e afins:
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Filler - Dupla] Irmãos de Rua. - Publicado 20/11/2019, 20:14


[Filler - Dupla] Irmãos de Rua. F978f649c631f815c6a63de7edd73307-700

O antagonista, que vivia a merce da sociedade militarista de Kumogakure no Sato encontrava-se no centro da vila, intocado pela viela mais escura e podre da região, levando a destra na direção do óculos doado por Kuhn, ajeitando-o, que sismava em deslizar até o inicio do nariz. Tratava-se de sua tentativa diária de surrupiar alimentos, principalmente frutas, utilizando os insetos como isca, na maioria das vezes. Não foi diferente. Manipulando alguns insetos que saíam pelos poros de sua pele, percorrendo o sobretudo amarronzado, Kazuya mandava-os na direção da tenda mais próxima, que vendia maças a preço de banana. Pela grande quantidade de movimento correspondente ao fim da tarde, aonde a maioria dos ninjas deixavam seus trabalhos comuns, o furto passava despercebido, ou quase sempre. Desta vez, por um azar do destino, o dono rechonchudo que respondia por Klovihs, percebia os insetos carregando consigo duas maçãs verdes, quase que mutantes por conta do tamanho anormal. O senhor de meia idade seguia os rastros dos insetos até a viela em que o Aburame se encontrava, fitando-o e esbravejando contra o rapaz. ━ Desgraçado. Acha que isso é barato para um fedelho qualquer, criado na rua, podre e sem família roubar, na minha frente? Não mesmo. Vou te levar pras autoridades, seu fudido. ━ O jovem respondia todas as ofensas com um sorriso no rosto, utilizando o sarcasmo como sua principal arma, ali. A velocidade dos insetos eram superior ao do homem claramente despreparado, com seu físico degradado pelo tempo. Conforme os insetos se aproximavam do corpo do jovem, o mesmo esticava ambas as mãos, destra e canhota, na direção das maçãs, segurando-as com perfeição. Em seguida, dava um salto visando o telhado da casa mais próxima, criando ainda mais distância do furioso gordinho, suficiente para que sua fuga fosse completamente perfeita.

Com a agitação devidamente passada, Kazuya seguia seu rumo na direção do galpão metálico vagarosamente, buscando uma aproximação mais tranquila, observando Toyama com uma espécie de tabaco em mãos, soltando o fumo ao vento que fazia-se presente. Estava em seu local preferido da residência, em cima do telhado, observando a vista privilegiada dos ''gatos largados que viviam dentro do covil de leões''. O Aburame se aproximava com um simples salto, focalizando boa parte de sua força nas articulações do joelho, suficiente para que o salto fosse alto e duradouro.
 ━ Desculpe a demora, T. Tive alguns imprevistos. Tome, essa é sua. ━ Conforme dialogava, jogava na direção de seu irmão uma das duas maçãs verdes roubadas anteriormente. ━ Acredita que o senhor Klovihs percebeu meus insetos? Quase fui pego. ━ Gargalhava, aproximando-se o suficiente para sentar ao lado do garoto de dreads cheios.

Ch; 200 l Hp; 200 l St; 0/3

Afins escreveu:444 palavras no filler em dupla. Boost utilizado aqui: click!.

Hijutsu escreveu:Kikaichū no Jutsu
Requerimentos: Clã Aburame.
Descrição: A Kikaichū no Jutsu é uma prática exclusiva do clã Aburame. Quando as crianças nascem para o clã, seus corpos são oferecidas aos insetos para ser usado como um ninho. Ao longo dos anos, conforme a criança cresce, eles são instruídos a aprenderem os jutsus do clã, e aprender como os insetos podem atendê-los em combate. A maioria Aburame são habitadas por kikaichū, mas alguns membros do clã como Torune e Aburame Shikuro possuem por sua vez que insetos pesonhetos e nanométricas, um tipo raro de insectos, mesmo dentro do clã Aburame.
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Filler - Dupla] Irmãos de Rua. - Publicado 20/11/2019, 20:46


[Filler - Dupla] Irmãos de Rua. 35dd6307271ff560f3026c03cf042616

Vestimenta; Palavras: 427/300; O.B.J.: +200 status. (Boost ativado.) @Heavy

Conforme o sol descia atrás do gigantesco cume central da cordilheira que se erguia no horizonte o fumo queimava em igual lentidão. "A vida é foda." Suspirava comigo mesmo. Aqueles momentos de flexão eram corriqueiros durante o dia, se não predominantes. "Enquanto todos trabalham como formigas carregando seus grãos de dinheiro no centro, apontando dedos e julgando a situação da minoria. Eu tenho a tranquilidade na porta de casa." Um trago intenso preencheu meus pulmões. Os olhos cerrados deveriam ser sobre a expressão pensativa em meio às reflexões, no entanto, era mais um rebote duradouro do efeito da erva. "Cogitar dias em que eu não esteja aqui um final de tarde sequer seria viver como um prisioneiro." Sorri. Mesmo sozinho me sentia acompanhado. Aquele mar de nuvens me inspirava paz; era a fuga para a realidade árdua que enfrentava. Andava mais isolado que o comum do resto da sociedade, o que não se baseava ao quartel general e suas ordens se resumia ao conforto de meu galpão e seus livros. O único que havia visto aquela semana era Kazuya. "Aliás, onde ele está?"

Se olhassem para nós e não nos conhecessem diriam que eramos irmãos, nos conhecendo, teriam certeza. Embora isso não fosse verdade nossa semelhança ia além de apenas aparência. Compartilhávamos do mesmo ideal humanitário, odiávamos testemunhar a covardia; sempre que um de nós tomava frente em algum projeto o outro o acompanhava. Éramos a família que a rua havia presenteado. Dividíamos comida, cannabis, conversas e ensinamentos. Aliás! -Sem problemas K. Apanhei a maçã arremessada pelo garoto que se aproximava. -Se eu tivesse junto poderíamos continuar roubando a feira a vontade. Meu braço pendeu para o lado oferecendo as ervas ao meu irmão. -Me desculpe. As desculpas eram irônicas, sermos pegos nunca nos impediu, afinal, ninguém é tão esperto assim para nos manter presos. -Como andam as coisas K? Vi Kuhn hoje pela manhã, perguntou sobre você e se anda cuidando bem dessa bugiganga aí. Apontava risonho e metódico para o par de lentes em sua face. -Disse em que breve teremos algumas missões importante. O modo como a seriedade se adiciona e subtraia de forma natural e repentina em meu semblante era constante e anormal. -Pelo menos teremos uma tarefa diferente das de pintar muros e varres calçadas. Tornei o olhar fixo para Kazuya, encarando-o com sobriedade por trás de meus olhos vermelhos e miúdos. -Temos que ter cuidado, cara. As coisas começam a ficar mais perigosas daqui para frente. Meu corpo estirou-se sobre o telhado. -Digo, mais perigosas do que já são de costume.

CH: 200/200; HP: 200/200; ST: 0/2

considerações:

Itens e afins:
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Filler - Dupla] Irmãos de Rua. - Publicado 20/11/2019, 21:25


[Filler - Dupla] Irmãos de Rua. F978f649c631f815c6a63de7edd73307-700

T mostrava-se calmo, como na maioria das vezes, principalmente quando estava fumando seu baseado de cannabis. Era rotina, os dois ali, observando o brilhantismo do Sol sendo sobrepujado pelas montanhas ao redor do vilarejo. O Aburame aceitava dar um trago na erva, levando a seda de arroz cinzenta até os lábios carnudos, contraindo-os para que não molhasse uma parte do papel. O trago foi profundo, suficiente para sentir o fumo circundar os próprios pulmões e após libera-lo, sorria, soltando um pigarro muito por conta do efeito da erva na garganta.  ━ Calma, calma. Não bateu. ━ Gargalhava, entregando o baseado para seu irmão de rua, levando em seguida a maçã verde na boca, realizando uma mordida suficiente para arrancar boa parte da fruta. A cada mastigada o sabor doce misturado com a acidez fazia o paladar de Kazuya dançar conforme música, trazendo sensações únicas. ━ Faz tempo que não vejo nosso sensei, infelizmente. Mas então, ele está bem? ━ O semblante de alegria tornava-se sério em instantes, afinal, Kuhn era como um pai para os dois garotos e esse sentimento fazia com que qualquer assunto que tinha o nome dele no meio, tornava-se sério.

━ É uma pena não termos mais missões de limpar muros, afinal, era dinheiro fácil. Ou já se esqueceu que metade dos muros fomos nos que pichamos? ━ O ar de seriedade dava lugar para as gargalhadas, novamente, lembrando quando os dois arrumavam dinheiro fácil pegando missões com o intuito de limpar os muros pichados, porém, mal sabiam a elite que os muros eram pichados pelos mesmos arruaceiros, terminando cada pichação com as iniciais pelas quais se chamam. ━ Com relação as preocupações, confio bastante nas nossas habilidades, T. Se trabalharmos juntos, assim como fazemos durante anos, sobrevivendo nessa selva urbanizada em que vivemos, tudo ficará bem. ━ Kazuya levava sua mão destra até a nuca, realizando movimentos circulares, passando a palma da mão envolta dos dreads curtos, bagunçados. ━ Sabe, acho que precisamos de mais emoção do que as atuais. Não concorda? Talvez umas missões com riscos altos e recompensas compatíveis, seja o suficiente para sanar essa nossa sede por emoção. ━ Finalizava, pedindo para que T devolvesse o baseado, afim de dar mais um trago na erva.

Ch; 200 l Hp; 200 l St; 0/3

Afins escreveu:368 palavras no filler em dupla. Boost utilizado aqui: click!.

Hijutsu escreveu:Kikaichū no Jutsu
Requerimentos: Clã Aburame.
Descrição: A Kikaichū no Jutsu é uma prática exclusiva do clã Aburame. Quando as crianças nascem para o clã, seus corpos são oferecidas aos insetos para ser usado como um ninho. Ao longo dos anos, conforme a criança cresce, eles são instruídos a aprenderem os jutsus do clã, e aprender como os insetos podem atendê-los em combate. A maioria Aburame são habitadas por kikaichū, mas alguns membros do clã como Torune e Aburame Shikuro possuem por sua vez que insetos pesonhetos e nanométricas, um tipo raro de insectos, mesmo dentro do clã Aburame.

Item escreveu:Oklyn
Descrição: Um óculos de grau comum dado à Uhtred por Kuhn, sensei e altruísta que ajudou o jovem quando este ainda residia na rua imerso em problemas e conflitos com aqueles de sua classe social. Parece ter feito sob medida para o rosto do garoto, as pernas do ósculos de encaixam de forma firme sobre as orelhas; sua armação é completamente negra e fosca seguindo um padrão quadrado ao redor das lentes que não são fabricadas para um grau tão alto de problema oftalmológico.
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Filler - Dupla] Irmãos de Rua. - Publicado 20/11/2019, 21:56


[Filler - Dupla] Irmãos de Rua. 35dd6307271ff560f3026c03cf042616

Vestimenta; Palavras: 411/300; O.B.J.: +200 status. (Boost ativado.) @Heavy

Kuhn era o único homem acima de trinta anos que tinha minha confiança, de resto, os que o mundo tinha posto a face haviam se mostrado verdadeiras bactérias cerebrais. Quando nos acolheu no sentindo simbólico da palavra apresentou todo o suporte que precisávamos, presenteou Kazuya com o par de óculos -que por sinal constantemente era usado como motivo de brincadeira entre nós-, representou uma visão ampla de futuro em uma perspectiva que pelo menos eu já não imaginava mais para nós dois. -É, ele está bem. Fugindo de algumas responsabilidades aqui e abraçando outras maiores que eles ali, como de costume, mas bem. Apanhei o fumo que vinha em minha direção seguido de um intenso rastro de fumaça com seu cheiro característico. "Como eu amo isso!" Por um momento o cigarro artesanal foi meu foco.

Foco retomado no momento em que K. lembrou-me das incursões feitas durante a madrugada para que pela manhã nossos bolsos estivessem fartos de forma fácil. -Trouxas! Quem diria que seria tão fácil viver entre eles, hein? Para quem habitava o submundo, subir as superfície da civilidade era uma brincadeira agradável em modalidade fácil. -Minha preocupação não é conosco, K. Minha voz era ninhada por melancolia e seriedade. Rouca soando com o vento que vertia ao penhasco. -Me preocupo com aqueles que podem vir até nós fazer algum mal. Sabe, as coisas são realmente difíceis lá fora. O baseado voltou de minhas mãos na direção de Kazuya. -Kuhn comentou ter perdido um amigo de longa data essa semana. A expressão estampada em minha face demonstrava o que era rebuscar nos armazéns da memória algo emaranhado em meio à bagunça. -Se não me engano foi segunda-feira. Uma missão nas fronteiras, estavam lidando com contrabandistas. Levantei-me de forma lenta. O corpo espreguiçava-se em cruz, com os braços longamente aberto e esticados recebendo a imensidão vasta a minha frente. -Podia ser a gente lá, ou trazendo alguma carga para a vila ou impedindo que ela chegasse até aqui. Meu braço desceu pelo ar buscando de forma leve acertar um tapa na cabeça de meu irmão. -As coisas estão ficando quentes, só quero que saiba que estarei lá por você quando precisar meu parceiro. Virei as costas e passos lentos me guiaram por sobre o telhado em direção à parte dianteira do galpão. -Agora vamos, queria dar um pulo no beco do Kyo antes de escurecer totalmente. Pedaço por pedaço ia ingerindo aquele valioso presente esverdeado trazido à mim por Kazuya.

CH: 200/200; HP: 200/200; ST: 0/2

considerações:

Itens e afins:
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Filler - Dupla] Irmãos de Rua. - Publicado 20/11/2019, 22:28


[Filler - Dupla] Irmãos de Rua. F978f649c631f815c6a63de7edd73307-700

Os momentos de calmaria dos dois sempre vinham acompanhados por cannabis, como se fossem viciados na erva. K. além de um adorador da planta, era um viciado em tabaco, e não fazia menor questão de esconder tal vício. Retirava de seu bolso, em baixo do sobretudo, um maço de dunhill junto de um isqueiro que fora roubado dias atrás, de metal, com o símbolo da vila revestido em dourado no centro. Acendia seu vício, tragando-o em segundos, como se precisasse daquilo pra viver, assim como precisava respirar. ━ Kuhn sendo Kuhn, como sempre. ━ O fato do sensei dos jovens escolher quais responsabilidades abraçar e qual descartar, fazia dele um homem de princípios diferentes da maioria dos ninjas da elite. O Aburame não havia convivido com muito deles, mas tinha quase certeza de como funcionava a mente manipulada e manipuladora da maioria, mas claro, seu sensei é completamente diferente. Gentil quando tem que ser, responsável quando o assunto é seus pupilos e vagabundo, na maioria das vezes, fugindo dos trabalhos que consegue.

━ Entendo sua preocupação, T. mas não podemos viver com medo do que pode acontecer no futuro. Estamos treinando arduamente quase todos os dias, mesclando nossos furtos com treinos especializados nas artes ninjas. Eu confio no seu potencial, assim como você confia no meu e creio que seja suficiente para nós. ━ Mesmo inexperiente no quesito ninja, tudo que já viveram era suficiente para forjar os garotos contra todo o mal que poderia assolar-los.   ━ Além disso, esses bichinhos nos ajudaram, também. ━ Kazuya vociferava, levantando a destra à sua frente, dando destaque ao dedo indicador que um inseto negro repousava, como se estivesse farejando uma presa, com suas antenas. O tapa como forma de carinho era ignorado, conforme fitava seu lindo inseto, pelo menos em seu ponto de vista, com suas patinhas voltar ao braço, sendo encoberto pelo sobretudo. ━ Mais cannabis? ━ O Aburame gargalhava, seguindo os passos de seu irmão.

Ch; 200 l Hp; 200 l St; 0/3

Afins escreveu:319 palavras no filler em dupla. Boost utilizado aqui: click!.

Hijutsu escreveu:Kikaichū no Jutsu
Requerimentos: Clã Aburame.
Descrição: A Kikaichū no Jutsu é uma prática exclusiva do clã Aburame. Quando as crianças nascem para o clã, seus corpos são oferecidas aos insetos para ser usado como um ninho. Ao longo dos anos, conforme a criança cresce, eles são instruídos a aprenderem os jutsus do clã, e aprender como os insetos podem atendê-los em combate. A maioria Aburame são habitadas por kikaichū, mas alguns membros do clã como Torune e Aburame Shikuro possuem por sua vez que insetos pesonhetos e nanométricas, um tipo raro de insectos, mesmo dentro do clã Aburame.

Item escreveu:Oklyn
Descrição: Um óculos de grau comum dado à Uhtred por Kuhn, sensei e altruísta que ajudou o jovem quando este ainda residia na rua imerso em problemas e conflitos com aqueles de sua classe social. Parece ter feito sob medida para o rosto do garoto, as pernas do ósculos de encaixam de forma firme sobre as orelhas; sua armação é completamente negra e fosca seguindo um padrão quadrado ao redor das lentes que não são fabricadas para um grau tão alto de problema oftalmológico.
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Filler - Dupla] Irmãos de Rua. - Publicado 21/11/2019, 20:10

@
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Filler - Dupla] Irmãos de Rua. - Publicado