NOVIDADES
Atividades Recentes
A LUZ DAS TREVAS
Arco 02
Ano 26 DG
Verão
Meses se passaram desde a missão de investigação ao Castelo da Lua, no País do Vento, que culminou na Batalha da Lua Minguante. Soramaru, o cientista responsável pelos experimentos, morreu em combate, assim como outros ninjas do lado da aliança. Após a missão ser bem-sucedida, mas carregando tantas mortes, Karma, o líder da missão, ficou responsável por relatar às nações o máximo de informações sobre a organização por trás dos crimes agora que estava com o selo enfraquecido e com isso ele revelou o verdadeiro nome dela: Bōryokudan. Ainda não tendo como fornecer mais detalhes, pois o selo se manteve, e precisando de mais pistas antes de investir novamente em uma missão, Karma saiu em missão em nome das Quatro Nações para encontrar o paradeiro dos demais membros da organização — e sua primeira desconfiança recaiu sobre Kumo.

O mundo, no entanto, mudou nestes últimos meses. Os Filhos das Nuvens concluíram a missão de extermínio aos antigos ninjas da vila e implementaram um novo sistema político em Kumo ao se proclamarem o Shōgun sobre as ordens não de um pai, mas do Tennō; e assim ela se manteve mais fechada do que nunca. Em Konoha a situação ficou complicada após a morte de Chokorabu ao que parece estar levando a vila ao estado de uma guerra civil envolvendo dois clãs como pivôs. Suna tem visto uma movimentação popular contra a atual liderança da vila após o fracasso em trazer a glória prometida ao país. Já em Kiri a troca de Mizukage e a morte de ninjas importantes desestabilizaram a política interna e externa da vila. E em Iwa cada dia mais a Resistência vai se tornando popular entre os civis que estão cansados demais da fraqueza do poderio militar ninja. Quem está se aproveitando destes pequenos caos parece ser as famílias do submundo, cada vez mais presentes e usando o exílio de inúmeros criminosos para Kayabuki como forma de recrutar um exército cada vez maior.

E distante dos olhares mundanos o líder da Bōryokudan, Gyangu-sama, se incomoda com os passos de Karma.
... clique aqui para saber mais informações
SHION
SHION#7417
Shion é o fundador do RPG Akatsuki, tendo ingressado no projeto em 2010. Em 2015, ele se afastou da administração para focar em marketing e finanças, mas retornou em 2019 para reassumir a liderança da equipe, com foco na gestão de staff, criação de eventos e marketing. Em 2023, Shion encerrou sua participação nos arcos, mas continua trabalhando no desenvolvimento de sistemas e no marketing do RPG. Sua frase inspiradora é "Meu objetivo não é agradar os outros, mas fazer o meu trabalho bem feito", refletindo sua abordagem profissional e comprometimento em manter a qualidade do projeto.
Angell
ANGELL#3815
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Indra
INDRA#6662
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Wolf
Wolf#9564
Wolf é jogador do NRPGA desde fevereiro de 2020, tendo encontrado o fórum por meio de amigos, afastando-se em dezembro do mesmo ano, mas retornando em janeiro de 2022. É jogador de RPG desde 2012, embora seu primeiro fórum tenha sido o Akatsuki. Atua como moderador desde a passagem anterior, se dedicando as funções até se tornar administrador em outubro de 2022. Fora do RPG cursa a faculdade de Direito, quase em sua conclusão, bem como tem grande interesse por futebol, sendo um flamenguista doente.
Mako
gogunnn#6051
Mako é membro do Naruto RPG Akatsuki desde meados de 2012. Seu interesse por um ambiente de diversão e melhorias ao sistema o levou a ser membro da Staff pouco tempo depois. É o responsável pela criação do sistema em vigor desde 2016, tendo trabalhado na manutenção dele até 2021, quando precisou de uma breve pausa por questões pessoais. Dois anos depois, Mako volta ao Naruto RPG Akatsuki como Game Master, retornando a posição de Desenvolvedor de Sistema. E ainda mantém uma carreira como escritor de ficção e editor de livros fora do RPG, além de ser bacharel em psicologia. Seu maior objetivo como GM é criar um ambiente saudável e um jogo cada vez mais divertido para o público.
Akeido
Akeido#1291
Aliquam lacinia ligula nec elit cursus, sit amet maximus libero ultricies. Cras ut ipsum finibus quam fringilla finibus. Etiam quis tellus dolor. Morbi efficitur pulvinar erat quis consectetur. Ut auctor, quam id rutrum lobortis, lorem augue iaculis turpis, nec consectetur enim nisl eu magna. Sed magna dui, sollicitudin quis consequat ac, faucibus sed mauris. Donec eleifend, nisl a eleifend dignissim, ipsum urna viverra leo, sed pulvinar justo ex vitae enim. Donec posuere sollicitudin velit eu vulputate.
Havilliard
Havilliard#3423
Aliquam lacinia ligula nec elit cursus, sit amet maximus libero ultricies. Cras ut ipsum finibus quam fringilla finibus. Etiam quis tellus dolor. Morbi efficitur pulvinar erat quis consectetur. Ut auctor, quam id rutrum lobortis, lorem augue iaculis turpis, nec consectetur enim nisl eu magna. Sed magna dui, sollicitudin quis consequat ac, faucibus sed mauris. Donec eleifend, nisl a eleifend dignissim, ipsum urna viverra leo, sed pulvinar justo ex vitae enim. Donec posuere sollicitudin velit eu vulputate.
HALL DA FAMA
TOP Premiums
Torne-se um Premium!
1º Lugar
Starfox
2º Lugar
Senju Inazuma
3º Lugar
Raves
1º Lugar
Senju Inazuma
2º Lugar
Starfox
3º Lugar
Summer
Os membros mais ativos do mês
Angell
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_lcap[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Voting_bar[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_rcap 
382 Mensagens - 25%
Shion
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_lcap[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Voting_bar[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_rcap 
239 Mensagens - 16%
Starfox
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_lcap[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Voting_bar[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_rcap 
183 Mensagens - 12%
Senju Inazuma
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_lcap[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Voting_bar[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_rcap 
140 Mensagens - 9%
Raves
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_lcap[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Voting_bar[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_rcap 
114 Mensagens - 8%
Summer
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_lcap[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Voting_bar[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_rcap 
110 Mensagens - 7%
Zero
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_lcap[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Voting_bar[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_rcap 
100 Mensagens - 7%
Nan
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_lcap[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Voting_bar[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_rcap 
89 Mensagens - 6%
Inoue
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_lcap[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Voting_bar[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_rcap 
84 Mensagens - 6%
Kira
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_lcap[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Voting_bar[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_rcap 
68 Mensagens - 5%

Os membros mais ativos da semana
Shion
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_lcap[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Voting_bar[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_rcap 
80 Mensagens - 23%
Angell
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_lcap[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Voting_bar[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_rcap 
66 Mensagens - 19%
Raves
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_lcap[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Voting_bar[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_rcap 
39 Mensagens - 11%
Keel Lorenz
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_lcap[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Voting_bar[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_rcap 
39 Mensagens - 11%
Summer
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_lcap[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Voting_bar[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_rcap 
38 Mensagens - 11%
Gyoku
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_lcap[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Voting_bar[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_rcap 
23 Mensagens - 6%
Senju Inazuma
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_lcap[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Voting_bar[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_rcap 
21 Mensagens - 6%
Sevenbelo
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_lcap[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Voting_bar[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_rcap 
19 Mensagens - 5%
Nan
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_lcap[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Voting_bar[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_rcap 
18 Mensagens - 5%
Kira
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_lcap[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Voting_bar[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Vote_rcap 
12 Mensagens - 3%


Convidado
Convidado
NARRADOR
────────

[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Latest?cb=20120316015210&path-prefix=pt-br

Kumogakure no sato amanhecia para Omoii com o chamado de seu progenitor, onde sairiam para um lugar em especial o qual ainda era surpresa para o garoto. Tomoi, nome sugestivo que lhe era agradável e parecido com o de seu filho, havia de contar uma história para o rapaz neste lugar especial. Ele o esperou acordar, apressou-o e não demorariam muito para partir. Não seria um simples passeio. Passariam pelo menos uma semana fora, se nada lhes interrompesse no meio do caminho, portanto haviam de se alimentar bem e fazer as malas.

Informações:
@Omoii
Anonymous
Omoii
Tokubetsu Jonin
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii 100x100
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii 100x100


Como uma manhã qualquer Omoi se levantara de sua cama mesmo se sentindo um metal gigante e sua cama um imã que insistia em lhe puxar para a mesma, mas de certa forma superava o ferromagnético, muito por ouvir ruídos vindo da cozinha de sua casa "O pai está cozinhando de novo..." Julgou pelo barulho na qual costumeiramente fazia seu Pai quando se aventurava na culinária. Omoi estava certo, chegando a cozinha pôde ver um banquete "especial" preparado por seu pai, não entendeu muito mas apenas tratou de degustar, afinal, não era todo dia que Tomoi cozinhava, que apesar de atrapalhado fazia um bom trabalho -- Anda filho! Fiz especialmente para você. Um café reforçado para oque nos aguarda... -- Soou bastante misterioso, curioso o tokujo não pôde evitar de indagá-lo -- Aé? E oque nos aguarda? -- Retrucou. Tomoi logo tratou de responde-lo

-- Não te contei neh... Você sabe que antes de desaguar em Kumo eu peregrinei por inúmeros territórios... Escutei milhares e milhares de histórias, muitas não passavam de mitos. Mas um em particular chamou-me a atenção. Uma lenda na qual ouvi quando estive no País da Gelo pouco antes de chegar até aqui. Disseram que um homem na posse de um machado foi capaz de congelar o mar e destruir uma criatura lendária. Quando esse homem morreu seu machado morreu junto pois nunca mais ninguém foi capaz de despertar a sua força e hoje ela jaze no País da Geada... Vamos filho, mostre um pouco mais de empolgação! -- Resmungou quando percebeu que Omoi se distraia com seus ovos fritos
-- Não não eu estou ouvindo pode prosseguir -- Dizia ainda com a boca cheia
-- Mas eu já acabei seu mané! -- Murmurou novamente com um semblante um tanto decepcionado
-- Atah! Mas oque isso quer dizer com "O que nos aguarda?" --
-- Você é burro Omoi! Esse homem só pode ser um Yuki e apenas outro pode despertar o poder do machado novamente. Não é óbvio! --
-- Mas o senhor mesmo disse que não passa de lendas e mitos pai! --
-- Não importa apenas junte as suas coisas que vamos partir logo. Anda rápido que se sua mãe ver a bagunça que fiz vai sobrar para mim hahaha -- Ordenou ao jovem quando os dois caíram em gargalhadas. E pela primeira vez no dia despertou sua personalidade bem humorada de sempre.

Nem o próprio Tomoi acreditava em tais lendas, talvez só buscava uma aventura junto ao seu filho, coisa que quase nunca fez. Quanto ao tokujo, certamente não creditou em tal história, para ele não passava de mitos e que iriam até a Geada em vão, contudo gostava da ideia de ter seu pai como companhia, mesmo que tal viajem não lhe proporcionasse nenhuma recompensa, já seria o bastante por seu velho estar ao seu lado. Rapidamente juntou as suas coisas e partiam a terras desconhecidas... ou não.



HP: 1.300/1.300
CH: 1.525/1.525
ST: 0/6

Considerações:

Jutsus Usados/Preparados:

Equipamentos:
@Hipátia

_______________________

[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Tumblr_nxcmamAM2j1ub7chno10_500
" Neste mundo, onde quer que exista luz, existem também sombras.
Enquanto o conceito de vencedores existir, precisam também existir derrotados.
O desejo egoísta de proteger a paz causa guerras e o ódio nasce para proteger o amor. "
Omoii
Ficha de Personagem : http://narutorpgakatsuki.net
Convidado
Convidado
NARRADOR
────────

[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Latest?cb=20120316015210&path-prefix=pt-br

── Não esqueça de pegar blusas de frio, Omoii! Se não você vai acabar congelando ── Disse Tomoi, na porta da casa, pronto para sair. Não iriam diretamente pra lá, a viagem seria longa, então precisava primeiro passar em alguns lugares. Abordariam um comerciante vendedor de mapas, para que assim pudessem descobrir a rota ── Aparentemente precisaremos passar pelo País da Cachoeira, das Presas, dos Campos de arroz e das Fontes termais até chegar lá ── E então entregou o mapa ao filho. ── É, pelo visto não será moleza, levaria uma semana se fossemos correndo. ── E continuou andando para a próxima parada. Um comerciante de camelos serviria para lhes fornecer duas montarias, tornando a viagem mais agradável. ── Qual você quer, Omoii? ── Perguntou o pai, dado as opções de camelídeos que tinham lá. ── Tem esse que é mais rápido, e tem aquele que cansa menos... ── Anunciou o comerciante ── Como a viagem é longa recomendo o segundo! ── Terminou.

Informações:
@Omoii
Anonymous
Omoii
Tokubetsu Jonin
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii 100x100
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii 100x100


Omoi pela primeira vez mostrava empolgação, saia de sua casa com a mochila carregada quando seu pai o ordenou a posse de um aconchego caloroso para a viajem a seguir -- O senhor está brincando comigo? O gelo sente frio em minha presença -- Diria cruzando os braços e fechando os olhos na esperança que a piada fizesse seu pai rir -- Essa foi ruim neh? Vou pegar a blusa já volto -- Sem graça voltara correndo para pegar sua blusa mais quente.

O destino era distante, mesmo seu pai vivendo como um cigano por algum tempo o mesmo não sabia a rota exata sem a ajuda de um mapa, buscou então um comerciante de tal item para assim reaquecer sua memória quanto ao caminho que deveriam tomar. Enunciou os territórios na qual deveriam visitar antes de alcançarem a sua meta. Omoi pegara o mapa em suas mãos e surpreendeu-se com a distância na qual deveriam percorrer -- Tudo isso Pai? Cachoeira, Presas, Fontes, até do arroz tem no mapa. Uma semana correndo... -- Resmungou com o pai levando o indicador e polegar até seu queixo assumindo uma postura racional enquanto caminhara com seu pai ao próximo destino dos mesmos. Pouco seguiam e já deparavam-se com um comerciante de camelos na qual seria mais do que útil para a locomoção dos peregrinos.

Deu-lhe duas opções, o mais veloz e o mais resistente, a longo prazo certamente o segundo suportaria mais a fadiga da viajem e foi o indicado na qual Omoi elegeu -- Gostaria de ir rápido mas não vai adiantar se tivermos que parar sempre para descansar... Agora que eu percebi que posso te chamar de Camelô hahahahaha... Entendeu entendeu? Tu é um comerciante ambulante e vende camelos sacou...ai ai. Uhum uhum. Eu quero o segundo mesmo! -- Inicialmente parecia um discurso sisudo, mas se perdeu em meio a suas piadas mal colocadas caindo em gargalhadas, ao fim se recompôs e preteriu a segunda montaria. Seguiriam seu rumo a partir dali montados em um camelo, essa seria a primeira vez do jovem em cima de algo parecido, normalmente se locomovia com os próprios pés, afinal eles era ligeiros -- Ai pai aquela piada eu sei que o senhor riu... Não tinha como foi mais forte que eu... mas foi boa... aai aai -- Insistia em dialogar sobre suas piadas descolocadas.



HP: 1.300/1.300
CH: 1.525/1.525
ST: 0/6

Considerações:

Jutsus Usados/Preparados:

Equipamentos:
@Hipátia

_______________________

[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Tumblr_nxcmamAM2j1ub7chno10_500
" Neste mundo, onde quer que exista luz, existem também sombras.
Enquanto o conceito de vencedores existir, precisam também existir derrotados.
O desejo egoísta de proteger a paz causa guerras e o ódio nasce para proteger o amor. "
Omoii
Ficha de Personagem : http://narutorpgakatsuki.net
Convidado
Convidado
NARRADOR
────────

[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Latest?cb=20130222225906

E logo tudo estava pronto, a jornada poderia ser feita sem mais delongas. ── Sabe montar no camelo, Omoii? ── Dizia olhando para o garoto com um sorriso no rosto, esperando ele ficar desconsertado ── Veja só minha maestria! ── E Tomoi deu um salto, caindo de pernas abertas encaixando perfeitamente no camelo. As épocas de cigano eram facilmente percebidas, dado suas habilidades.
Aos poucos o cenário montanhoso ia ficando para trás, e a dupla de camelos atravessava a fronteira entre Países. Em alguns instantes chegariam em Takigakure, a vila oculta dentro daquele País.
── Nas antiguidades, nossa vila teve posse da Nanab tornando-a conhecida como a única fora dos cinco grandes aldeias à ter um Bijū. Este Bijū foi selado em uma garota chamada Fū, que foi finalmente capturado e a besta extraída por uma organização falida, chamada Akatsuki. Mas isso agora era apenas uma lenda, nós podemos até saber a verdade, mas não em detalhes. ── Dizia um dos moradores de lá ao dialogar com os nômades ── É um prazer tê-los aqui, aproveitem! O sol logo vai baixar.

Informações:
@Omoii
Anonymous
Omoii
Tokubetsu Jonin
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii 100x100
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii 100x100


Era hora de montar em seu mais novo condutor, seu pai duvidou que fosse capaz como a sagacidade que o fez, em um movimento esteticamente bonito o homem se mostrou experiente naquilo, contudo o jovem tokujo não ficaria para traz, afinal não era tão difícil... mas -- É claro que sei meu empresário. É só ficar entre estas duas corcundas, não tem como eu não saber disso! -- Disse se gabando mesmo nunca tendo tal experiência. Então se arriscou, em um movimento tão perfeito quanto o do pai... sim, ele conseguiu, não teria motivos para falhar... ele é um ninja.

O caminhar entre as corcovas do quadrúpede foi deveras tranquilo, apesar de lenta o animal fazia um bom trabalho suportando o peso dos shinobis. Gradativamente o cenário ia mudando, antes cercado por montanhas e rochas típicas de Kumo, o ambiente se tornara mais verde, haviam atravessado a fronteira do País do Trovão. Peregrinavam em território desconhecido quando se deparavam com um senhor de idade avançada, a curiosidade de Omoi não deixou com que passasse calado, então se atreveu a pergunta-lo em que terras estavam. Este não soube responde-lo em que país estavam, mas sua hospitalidade fez com que dialogasse um pouco sobre a história que cercava aquela misteriosa vila "Biju" Pensou consigo enquanto desconcertava a sua cabeça a lembrar sobre tal palavra. Omoi era leigo quando se tratava sobre as bestas de caudas, mas era inevitável escutar uma história ou outra sobre as monstruosidades -- Ah sim senhor! Uma das bestas de caudas. Deve ter sido uma honra para vocês. Mas nunca houvi nada sobre "Akatsuki". Devem ter sido os vilões da tal lenda haha -- Responderia dando um sorriso e coçando levemente a sua nuca com a canhota.

-- Muito obrigado pela hospitalidade senhor mas não vamos ficar muito tempo! Nosso destino é outro. Mas novamente, obrigado! -- Dizia acenando para o homem em sinal de despedida, seu pai achou conveniente uma pausa, contudo Omoi lhe propôs que continuassem, afinal estariam longe de seus destino. Fizeram então apenas uma leve pausa para alimentar os animais e a eles próprios quando a curiosidade de Omoi o atiçou mais uma vez -- Então pai. Já que é o credor de lendas, sabe algo sobre essa tal Akatsuki? -- Indagou o pai que o logo o retrucou -- Já ouvi falar muitas poucas vezes, mas sei tanto quanto você filho haha -- Seu pai era viajado mas de nada sabia. Os minutos de pausa logo acabaram e voltaram a cavalgar em direção ao País da Geada.

HP: 1.300/1.300
CH: 1.525/1.525
ST: 0/6

Considerações:

Jutsus Usados/Preparados:

Equipamentos:
@Hipátia

_______________________

[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Tumblr_nxcmamAM2j1ub7chno10_500
" Neste mundo, onde quer que exista luz, existem também sombras.
Enquanto o conceito de vencedores existir, precisam também existir derrotados.
O desejo egoísta de proteger a paz causa guerras e o ódio nasce para proteger o amor. "
Omoii
Ficha de Personagem : http://narutorpgakatsuki.net
Convidado
Convidado
NARRADOR
────────

[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Latest?cb=20160223181333&path-prefix=pt-br

E a noite caia, enquanto os viajantes prosseguiam em sua viagem para as terras longínquas. A lua estava bela, mas logo eles precisariam parar para descansar. Tinham a opção de parar em uma pousada não tão distante ao País dass Presas, como também armar uma barraca e dormirem no meio da floresta. A paisagem era somente mato, a vegetação era bem densa e ainda havia algum rio por perto. ── Filho, o que prefere fazer? Se andamos mais uma hora é possível que cheguemos em alguma pousada, de acordo com o mapa não estamos tão longes ── Disse o consagrado

Informações:
@Omoii
Anonymous
Omoii
Tokubetsu Jonin
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii 100x100
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii 100x100


O tempo passara e Omoi só percebeu o quão tarde era quando se deu a olhar para cima e abrilhantar seus olhos com beleza da estrela gigante que "iluminava" aquela noite. Mesmo carregado pelo animal corcovado o cansaço lhe atingiu de algum modo, seu pai se mantinha firme como se nada, afinal o homem já era experiente em muitas coisas não qual Omoi ainda experimentava, e viajar era uma delas. Talvez o garoto apenas estivesse com tédio, mas certamente as pescadas que dava com sua cabeça acusava o sono em que estivera. Tomoi percebeu a fadiga do garoto e lhe propôs uma noite de sono, na própria floresta ao na pousada que o mapa indicara.

-- Vamos fazer valer toda essa geringonça que me faz carregar. O senhor arruma essas barracas e eu vou procurar por alguma lenha para acamparmos -- Diria desmontando do animal quando chegara em um ponto na qual julgou espaçoso o suficiente para as barracas. Omoi amarrou seu camelo em uma das árvores junto a montaria de seu pai, aquele foi o nó mais forte que dera em sua vida, se perdesse os animais estariam em apuros. Enquanto seu pai arrumava as coisas o mesmo foi em busca de madeira " Ahaa. Um riacho, boa" Aproveitaria a água para assim encher seu cantil na qual estava seco. Procuraria por alguns galhos soltos, não lhe seria dificultoso afinal estava cercado por árvores. Quando obtivesse uma quantidade na qual julgasse necessário logo voltaria ao acampamento que não seria muito longe, até porque tomou o precaução de não se distanciar demasiado de seu pai.

-- Ai velho! Achei água também. Pode me agradecer ai vai... Porque montou só uma barraca? Não acha que vou ficar me esfregando no senhor neh hahaaa. Não carreguei aquilo atoa. Pode montar a outra ao bro! -- Resmungava com seu pai no momento em que percebera que apenas uma estava montada. De todo modo ele já se prontificaria a montar a outra, só não o fez pois Omoi voltaria rápido demais. Enquanto o fizera o tokujo juntaria suas madeiras em um amontoado junto ao mato seco que encontraria por ali. Por alguns minutos brigaria com duas rochas em que chocava incessantemente para fazer a tão sonhada faísca e conseguir munir sua fogueira -- Ai pai... Não está funcionando! Não é assim que fazem nos filmes? Ou você acha melhor aquele de ficar esfregando um palito na madeira? -- Seu pai logo se prontificaria a faze-lo após terminar de montar seus dormitórios. Um único movimento seria o bastante para ascender a fogueira -- Hahaa. Só queria saber se o senhor conseguia mesmo. Bom trabalho velho. A mãe vai se orgulhar! -- Diria sem graça ao seu velho. Não lhes restariam mais tempo, deveriam descansar para prosseguir na manha seguinte, e seria oque fariam, apesar do ronco de seu pai dificultar seu sono...

HP: 1.300/1.300
CH: 1.525/1.525
ST: 0/6

Considerações:

Jutsus Usados/Preparados:

Equipamentos:
@Hipátia

_______________________

[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Tumblr_nxcmamAM2j1ub7chno10_500
" Neste mundo, onde quer que exista luz, existem também sombras.
Enquanto o conceito de vencedores existir, precisam também existir derrotados.
O desejo egoísta de proteger a paz causa guerras e o ódio nasce para proteger o amor. "
Omoii
Ficha de Personagem : http://narutorpgakatsuki.net
Convidado
Convidado
NARRADOR
────────

[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Latest?cb=20160223181333&path-prefix=pt-br

── Mas é claro que sei fazer uma fogueira. Veja só ── Ele raspou dois palitos um no outro para atritarem, depois pegou uma pedra e as lascou soltando faíscas, e o fogo ergueu-se como um katon no jutsu. A fogueira foi útil, puderam assim dispersar os insetos e evitar com que fossem picados por algum animal selvagem. Os camelos se mantiveram no mesmo lugar, o nó que o garoto atentou-se em fazer tinha sido realmente seguro. Era desconfortável dormir na floresta, mesmo para ninjas. No entanto, o velho era realmente experiente em viagens, tornando aquilo bem agradável. O amanhecer do dia revelava que seria um belo dia ensolarado. Montaram nos camelos e partiram ── Está se saindo bem, filho! ── Elogiou ── Já tem um nome para seu camelo? O meu se chamará Geraldo, pelo menos até eu entregá-lo de volta ao comerciante. ── O camelo parecia ter gostado.

Trilharam para longe dali, e perceberam que demorou algumas horas até acharem a pousada, Omoii teria feito a escolha certa em decidir por dormir na floresta. Bastavam agora atravessar os Países entre o da Geada até começarem a perceber que o clima mudava-se constantemente conforme aproximavam-se.

Informações:
@Omoii
Anonymous
Omoii
Tokubetsu Jonin
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii 100x100
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii 100x100


Apesar de um Yuki, Tomoi manuseava katon como nunca e ascendeu a fogueira num piscar de olhos, mostrando assim todo o seu vasto conhecimento. Nunca é bom dormir fora de casa, ainda mais se tratando de uma floresta, mas por incrível que pareça oque mais lhe incomodou foi o ranco de seu pai que mais assemelhava a uma sirene policial, contudo estava tão cansado que quando pegou no sono nada mais o incomodou, e a fumaça proporcionada pela fogueira evitou os insetos da floresta. Logo amanheceu e os viajantes estavam de pé, seus camelos se mantinham seguros devido ao nó que o tokujo tratou de fazer, inclusive levou algum tempo para desfaze-los devido a firmeza, mas nada que interferisse na viajem.

Se alimentaram com a refeição que trouxeram de casa, essa que inclusive já estava perto de seu fim. Retornaram a montaria e seguiram seu rumo. Puderam observar o quão longe a tal pousada estava e que a decisão do tokujo foi a melhor a ser tomada. Em meio a viajem silenciosa, seu pai tratou de iniciar um diálogo elogiando o filho, conseguinte disse o nome da qual batizou o seu animal, e quando o ouviu Omoi não pode segurar sua risada -- Geraldo? Geraldo? hahahahaha Da onde o senhor tirou isso? Graças a Deus você não escolheu meu nome... Eu não tinha pensado nisso. Mas já que batizou o seu com esse nome lindo vou chamar o meu de Magela. Que tal? -- Entrou então no clima e nomeou a sua montaria também, certamente nomes esses na quais os pobres animais não se orgulhariam.

A trilha continuaria com os dois a discutir o nome de seus animais e dando divertidas gargalhadas no processo. Novamente perceberam que mudavam de bioma, poderia sentir também a mudança do clima esfriando cada vez mais, parecia entrar em seu próprio habitat, o gelo -- Estamos chegando Pai. Dá para sentir. E quanto a tal arma, sabe onde ela está? -- Indagou seu pai sobre o real objetivo em que fizeram tal viajem, mas para sua surpresa a resposta de seu pai não seria a esperada -- Bom filho. Apenas sei que esta no País da Geada. Talvez esteja na mão de um lenhador, ou enterrado, ou quiçá afundando no fundo do oceano, nunca se sabe filho hahaha -- Diria Tomoi seguido de gargalhadas -- E o senhor está rindo disso? Se é como diz deveria estar rindo de desespero! -- Retrucou Omoi. Normalmente ficaria furioso com a resposta do pai, afinal nem ele mesmo sabe oque estavam procurando, contudo a aventura que passara com ele já lhe seria recompensador.

HP: 1.300/1.300
CH: 1.525/1.525
ST: 0/6

Considerações:

Jutsus Usados/Preparados:

Equipamentos:
@Hipátia

_______________________

[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Tumblr_nxcmamAM2j1ub7chno10_500
" Neste mundo, onde quer que exista luz, existem também sombras.
Enquanto o conceito de vencedores existir, precisam também existir derrotados.
O desejo egoísta de proteger a paz causa guerras e o ódio nasce para proteger o amor. "
Omoii
Ficha de Personagem : http://narutorpgakatsuki.net
Convidado
Convidado
NARRADOR
────────

[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Latest?cb=20130309194031&path-prefix=pt-br

Quando menos esperavam, o clima ja teria mudado totalmente e estariam andando por horas vendo apenas uma grande planície esbranquiçada.

── São tantas montanhas, uma bela vista... ── Disse Tomoi, admirado. A viagem era fascinante, não pareciam que estavam subindo mas quando ao menos se deparavam, estavam no pico de uma grande montanha. De lá, era visível uma pequena cidade rústica com casebres de madeira, e diversas fogueiras espalhadas pela cidade. A bebida comum oferecida nos bares e restaurantes era o chá - próprio do país da geada - e vendia em praticamente todos os lugares. ── Vamos parar nesse restaurante ── Disse Tomoi, e adentraram, com o pai sentando na mesa onde o garçom gentilmente os ofereceram os pratos mais tradicionais.

── E então, o que viajantes como vocês fazem nas nossas terras gélidas? ── Perguntou um homem sentado na cadeira à frente.

Informações:
@Omoii
Anonymous
Omoii
Tokubetsu Jonin
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii 100x100
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii 100x100


A viajem seguia, e quando se deram conta já estavam caminhando entre a neve, a dificultosa vida dos quadrúpedes corcovados se intensificou quando se viram obrigados a peregrinar por tanta neve. Seu pai tratou de elogiar a bela vista adiante -- Sim senhor! É mesmo -- Respondia-lhe Omoi com os olhos brilhando a admirar a bela vista esbranquiçada que lhe afrontava. A admiração era tanta que nem puderam perceber que estavam a subir uma montanha, apenas quando chegaram a seu cume que puderam observar, ao chão encontraram uma bela cidade rústica, logo se sentiram obrigados a visita-la, afinal procuravam algo e quem poderia saber sua localização senão seus moradores?

Desceram a ladeira tranquilamente, os camelos se provaram bastante úteis e até mesmo os animais mereciam um descanso, Tomoi então escolheu um dos restaurantes da rústica vizinhança. Amarraram suas montarias a porta da mesma e adentraram ao estabelecimento, e sentiram que mesmo lá dentro o frio ainda permanecia, era uma sensação prazerosa para Omoi estar diante de tanta neve, nem se arriscou colocar a blusa de frio na qual trouxera, afinal estava cercado pelo seu próprio oxigênio albugíneo. Ao se situarem no restaurante foram prontamente atendidos por um dos garçons oferecendo-lhes um de seus pratos mais tradicionais, a fome não permitiu que recusassem.

Os Yukis se sentiam acomodados, pareciam estar em casa cercado por toda aquela neve, e enquanto Omoi conversava com seu pai um homem curioso da mesa afrente lhes indagou sobre a finalidade de estarem em suas terras, provavelmente percebeu que eram forasteiros, não seria difícil já que a bandana de Kumo do Tokujo acusava tal informação. O jovem de bom grado o respondeu -- Estamos procurando uma relíquia. Não somos caçadores de tesouro nem nada. Mas essa em particular é especial, um mito, uma lenda, nem se sabe se tal material existe mesmo, As histórias indicam que esse País foi o último lugar na qual o viram. Se ainda não descobriu qual é, estou falando daquela que muniu um Yuki quando este congelou o monstro que atormentava os mares na qual nem sei o nome. Contudo dizem ser um machado, não sabemos ainda, tão pouco sabemos se é real -- Disse-lhe Omoi se referindo a lenda que cercava o artefato. Nem mesmo ele sabia oque estava insinuando, mas contou a história como se estivesse referindo a um conto de suspense, e de fato era. "Aposto que o deixei curioso haha"

HP: 1.300/1.300
CH: 1.525/1.525
ST: 0/6

Considerações:

Jutsus Usados/Preparados:

Equipamentos:
@Hipátia

_______________________

[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Tumblr_nxcmamAM2j1ub7chno10_500
" Neste mundo, onde quer que exista luz, existem também sombras.
Enquanto o conceito de vencedores existir, precisam também existir derrotados.
O desejo egoísta de proteger a paz causa guerras e o ódio nasce para proteger o amor. "
Omoii
Ficha de Personagem : http://narutorpgakatsuki.net
Convidado
Convidado
NARRADOR
────────

[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Latest?cb=20151031020822

Tomoi deu uma cotovelada no braço de seu filho, indicando que talvez não era uma boa ideia sair falando aquilo para desconhecidos. Encarou-o conseguintemente, mas o homem os recepcionou bem ── Oh! Se estão procurando por isso, talvez deveriam falar com o nosso líder do vilarejo, o velhote Ojoi ── Retorquiu, quando o garçom trouxe-lhes a comida e a bebida.

Não seria dificil encontrar o velho. Saindo de lá o prédio mais visível e central do vilarejo resguardava o homem, e ele estava em horario aberto para visitas. Após enfrentarem um processo de reconhecimento com os guardas, iriam para uma sala onde o velho ajoelhava em uma almofada e dialogaria com eles.
── Olá! Sou Ojoi, é um prazer conhecê-los, viajantes. O que os trazem nas terras gélidas? ── Aguardava por uma resposta

Informações:
@Omoii
Anonymous
Omoii
Tokubetsu Jonin
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii 100x100
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii 100x100


Seu pai o cutucava com o cotovelo cada vez que se estendia mais em seu dizer, contudo Omoi apenas o ignorava pois nem mesmo ele acreditava em suas palavras. O sentimento de Omoi para com aquela busca era nulo, obviamente queria estar adiante de tal relíquia mas nunca botou fé que ela existia, por isso não sentia nenhum desconforto ao falar sobre ela com alguém, contudo o homem curioso lhes indicou uma direção, o líder da vila talvez soubesse sobre seu paradeiro, Omoi desacreditado lhe indagou -- Então você também acredita nisso? No machado capaz de congelar o oceano com um toque? haha Veremos -- Mais uma vez seria "agredido" por seu pai com leves cotoveladas -- De qualquer forma obrigado senhor! -- Agradeceria o homem sobre tal informação quando sua refeição chegou. Nem lhes houve tempo de conversar quando o alimento chegou, afinal morriam de fome.

Quando terminaram já tinham o próximo destino traçado, o velho Ojoi -- Consegui informação sobre oque procuramos neh? Então vamos lá ver o velhote... Se fosse pra chutar onde ele está seria aquele prédio gigante -- Disse ao seu pai apontando a direção do prédio mais alto dentre todos. Chegando até o estabelecimento os dois tiveram sorte do velhote estar disponível a visitas, e após passarem por um rápido procedimento de revista eles estariam frente a frente com o famigerado Ojoi. Em demonstração de respeito e educação o jovem tokujo se curvou ante ao senhor e se ajoelhou como igual devolvendo o cumprimento -- Olá senhor Ojoi! Sou Yuki Omoi e este é meu pai Yuki Tomoi... É hilário a semelhança do nome eu sei haha... Uhum. Mas estamos aqui a procura de um artefato que pertenceu a um de nós a muito tempo atrás. Um machado capaz de congelar o oceano. Desculpe a minha ignorância mas é apenas isso que sei, tão pouco sabemos se ela existe de fato -- Vogou-lhe Omoi a espera de uma negativa, ou que estivessem a procura de algo que não mais existisse. Contudo a sabedoria do velho permitiu que o respondesse de maneira surpreendente

-- Sim sim criança, está falando do Leviatham, se engana se acha que é apenas uma lenda. Porém um homem capaz de empunha-la foi perdido a muito tempo... Por isso ela se mantém em uma caverna ao norte daqui... Não vejo em seus olhos a determinação para desperta-la... Mas consigo ver o potencial que tens para conseguir. Sigam ao norte e quem sabe será você o próximo detentor do Leviatham.. Cof Cof -- Enunciou-lhe o velho sabiamente, avistando em seus olhos a descrença para com a lenda que cercava o machado, mas encontrando nele o potencial para ergue-la. Omoi de prostrou novamente ante ao senhor e o agradeceu imensamente, e sem tardar se retirou do casebre. Chegou até a se gabar com seu pai sobre os dizeres do velho -- Viu só pai. Sabia que essa budega existia e digo mais. Sabia que eu sou capaz de empunha-la hahaaa! -- Seu pai apenas respondeu-lhe com risadas. Seu destino o traçou um novo caminho, ao norte daquela vila, foi esse o rumo que tomavam montados aos novos velhos amigos... Geraldo e Magela.

HP: 1.300/1.300
CH: 1.525/1.525
ST: 0/6

Considerações:

Jutsus Usados/Preparados:

Equipamentos:
@Hipátia

_______________________

[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Tumblr_nxcmamAM2j1ub7chno10_500
" Neste mundo, onde quer que exista luz, existem também sombras.
Enquanto o conceito de vencedores existir, precisam também existir derrotados.
O desejo egoísta de proteger a paz causa guerras e o ódio nasce para proteger o amor. "
Omoii
Ficha de Personagem : http://narutorpgakatsuki.net
Convidado
Convidado
NARRADOR
────────

[CAPITULO] The Leviathan - Omoii 00-23-cave-concept-art-environments

Atrás das paredes, um grupo ouvia a conversa inteira que Omoii e seu pai tinham com o velho. ── Então é real... ele existe mesmo! E eles estão indo buscá-lo. Avise o resto do bando! ── Ordenou.

Enquanto isso Omoii e seu pai nem sequer tinham como perceber que estavam sendo seguidos. A qualquer momento veriam a esplêndida caverna, absurdamente grande e fácil de adentrar. Era portanto amaldiçoada, se não fossem Yukis, petrificariam-se ao aproximar demasiadamente. A grandiosidade dela internamente era incrível, com muitas subdivisões e era bem escura, portanto a dupla precisaria de tochas para iluminar seu ambiente. De repente, um dragão surgia em cena, rugindo para a dupla que tentava se aproximar mais. ── Bicho é bravo em... ── Comentou Tomoi. O dragão aparentava ser filhote, e ele protegia alguma coisa que estava dentro de um baú. Imediatamente após rugir, ele mirou para a dupla que estaria diante a eles, e cuspiria uma grande rajada de uma chama esbranquiçada, como se fosse chakra congelado.

Informações:
@Omoii
Anonymous
Omoii
Tokubetsu Jonin
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii 100x100
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii 100x100


A cavalgada se findou quando avistaram e esplendor de uma caverna nada modesta, era enorme e sua entrado um tanto chamativa -- Deve ser essa pai! Se prepare -- Disse o jovem alertando o seu pai, Tomoi era um tanto experiente, talvez tal alerta fosse dado por ele, contudo aquilo só provaria a evolução que seu filho tivera. Não sabiam oque lhes aguardavam em seu interior, muito menos em seu exterior, pois sem a percepção dos Yukis eles foram seguidos, mas aquilo possivelmente seria tratado no futuro, o momento seria de enfrentar o desafio que aquela caverna gélida estava prestes a lhes proporcionarem.

O primeiro obstáculo foi a penumbra, era tão escuro que nem um palmo a frente lhes fora possível visionar, contudo Tomoi estará preparado para tudo, e como um bom viajante puxara uma tocha de sua bolsa, o fogo como antes foi facilmente criado e assim poderiam ter noção de onde se aventuravam. A iluminação revelava a dimensão da caverna, provavelmente não sabiam por quais das ramificações seguir. Quando um elemento acusou qual caminho tomar, contudo não era nada comum, ouviram o rugido ecoar por toda caverna, sonora essa que ficava cada vez mais alto a medida que se aproximava, quando vislumbrou um dragão de gelo seguindo em sua direção. Tomoi ainda encontrou espaço para soltar uma de suas perolas, que vindas de seu pai não poderia deixar barato -- Aquilo é um dragão... Chama o São Jorge haha Entendeu? -- Enunciou o tokuko ja preparando sua defesa.

A criatura os dera boas vindas com um simples baforar que expeliu o mais puro gelo. Contudo o jovem já estava preparado e apenas gritara -- Hyoro no Jutsu -- Erguia-se gelo do chão e cercava o próprio e seu pai a fim de defende-los da geada -- Aha então o dragãozinho quer rugir. Vamos ver qual rugi mais alto huehue -- Murmurou enquanto a palma de sua mão ja se acumulava o seu chakra reluzentemente azulado, e ao seu fundo sua imagem era pre-criada puramente de gelo. Quando vislumbrou a criatura o jovem ergueu sua destra e gritara novamente -- Hyton: Ten no Ryu -- Fazendo assim sua imagem engolir a esfera e avançar intensamente como um crâneo de dragão contra a sua própria especie, e devastaria tudo a sua fronte, caso acertasse a besta em cheio seria o seu fim

HP: 1300/1300
CH: 1375/1525
ST: 1/6

Considerações:

Jutsus Usados/Preparados:

Equipamentos:
@Hipátia

_______________________

[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Tumblr_nxcmamAM2j1ub7chno10_500
" Neste mundo, onde quer que exista luz, existem também sombras.
Enquanto o conceito de vencedores existir, precisam também existir derrotados.
O desejo egoísta de proteger a paz causa guerras e o ódio nasce para proteger o amor. "
Omoii
Ficha de Personagem : http://narutorpgakatsuki.net
Convidado
Convidado
NARRADOR
────────

[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Blue-dragon-wallpaper-wallpaper-3

E o dragão definhava perante a dupla.

O golpe foi certeiro, atingiu bem o centro do corpo do dragão que por sua vez, resfriava seu corpo caindo duro no chão. Não congelou. Era também muito gélido, e manipulou sua temperatura corpórea para reagir em oposição, mas não foi o suficiente. Agora tinham o caminho livre para abrir o baú e ver o que teria dentro. Estava parcialmente congelado, havia de utilizar bastante força para abri-lo. Lá estaria, o grande machado lendário Leviathan.

Fora da caverna estariam cinco rapazes, eles haviam espadas e suas habilidades eram ainda desconhecidas. ── Preparem-se, idiotas. Vamos roubar o machado do garoto quando ele sair! ── E encolhia-se de frio. Estavam na distancia máxima que conseguiam chegar da caverna, dado a temperatura baixissima que era lá dentro.

Informações:
@Omoii
Anonymous
Omoii
Tokubetsu Jonin
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii 100x100
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii 100x100


A criatura era atingida em cheio por uma das técnicas mais fortes do Tokujo, o bicho tentou resistir a Omoi mas foi em vão, apesar do congelamento não o atingir, ele pereceu a dupla. A curiosidade de Omoi fez com que este se aproximasse do cadáver do dragão para assim poder toca-lo e sentir que fosse real -- Ai pai essa parada é real ou feita de chakra? Vou lá chegar huehue -- Indagava seu pai enquanto se aproximou do bichano derrotado. O tokujo tocava as suas escamas e lhe parecia bastante real, mas a epiderme gélida do mesmo indicava um quê de chakra. Todavia não importava, o baú que o bicho guardava estava livre para ser aberto, e foi oque fizeram os Yukis. O jovem tentou abri-lo, mas sua força não seria o suficiente então seu pai tratou de faze-lo, quando finalmente estava aberto, lá jazia a relíquia na qual perseguiam
-- Caraca pai isso ta parecendo aqueles rpgs que tu derrota o boss e pega o loot... -- Comentava o garoto, Tomoi prontamente o retrucava -- Cala a boca e pega o machado muleke --

O objeto não parecia nada demais, apenas um machado de lenhador, mas como diz a lenda, apenas um Yuki foi capaz de empunha-la, talvez Omoi tenha a força para tal. Quando o tokujo segurou em seu cabo suas runas ilegíveis em sua lâmina brilharam intensamente, um simples toque do Yuki fazia a relíquia instantaneamente se conectar ao seu chakra... pareciam presos por um selo na qual o garoto não tinha conhecimento. Apesar de sua aparência rústica a arma era tão leve quanto a uma espada comum, o garoto balançava em sua destra aplicando golpes ao ar a fim de se habituar a arma -- Veja só pai. Tenta você -- Dizia o garoto jogando o machado para seu pai, contudo a mesma voltara ao seu punho como um imã, a conexão já estava feita e a relíquia apenas respondia ao seu dono -- Caraaaaalhoow isso é muito maneiro -- Novamente fazia o mesmo movimento anterior e lançava seu machado até seu pai, mas este sucessivamente retornava ao punho de seu senhor -- Não vou me cansar de fazer isso cara -- Tomava um bronca de seu pai após o seus dizeres.

-- Ai pai, vamos ver se congela tudo oque toca mesmo -- Se direcionou a criatura já morta na qual nem sua mais forte técnica foi capaz de congela-lo, o tokujo simplesmente encostou sua lâmina a pata do animal, e transferindo um pouco de seu chakra Hyoton o garoto conseguira mesmo que minimamente congelar uma parte do bicho -- Ih alah... É verdade mesmo huehue. Num é que valeu apena todo esse rolê! -- Confessava o garoto. A tarefa estava cumprida e apenas lhes restavam retornar a sua casa. Contudo algo os impediria logo na entrada, bandidos? Curiosos? Não sabia, decerto um bando infeliz lhe esperava do lado de fora. Aparentavam estar em cinco... não passariam de cinco vítimas caso ousassem uma ofensiva contra os Yukis.

HP: 1300/1300
CH: 1350/1525
ST: 0/6

Considerações:

Jutsus Usados/Preparados:

Equipamentos:
@Hipátia

_______________________

[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Tumblr_nxcmamAM2j1ub7chno10_500
" Neste mundo, onde quer que exista luz, existem também sombras.
Enquanto o conceito de vencedores existir, precisam também existir derrotados.
O desejo egoísta de proteger a paz causa guerras e o ódio nasce para proteger o amor. "
Omoii
Ficha de Personagem : http://narutorpgakatsuki.net
Convidado
Convidado
NARRADOR
────────

[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Latest?cb=20130309194031&path-prefix=pt-br

── Vocês ai, pode ir passando o martelo!  ── Gritou um dos bandidos tomando liderança ── I... não é que ele conseguiu mesmo o martelo? Pode ir passando! ── E sem nem aguardar a resposta, correu na direção de Omoii lhe desferindo um corte na vertical. Depois disso, os outros dois da dianteira viriam e tentariam chutar Tomoi pela direita, e simultaneamente Omoi pela esquerda. O martelo lhes seria uma grande relíquia, podendo vende-lo por muito dinheiro para comerciantes de fora.

Informações:
@Omoii
Anonymous
Omoii
Tokubetsu Jonin
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii 100x100
[CAPITULO] The Leviathan - Omoii 100x100


E como temiam os Yukis foram recepcionados por um bando de delinquentes querendo a relíquia para si, por um instante até chamaram o machado de martelo -- Oh seus imbecis analfabetos. Não estão vendo que é um MACHADO -- Diria apontando o mesmo para o mais tagarela do bando -- Podem vir pegar se quiserem -- Provocava os rivais que logo avançaram contra o tokujo e seu pai. O primeiro ousou lhe acertar um corte vertical com sua espada, Omoi defenderia facilmente com seu mais novo machado, não obstante os outros avançavam em sincronia visando uma investida contra os Yukis. Esquivariam facilmente com um balanço para o lado inverso ao chute dos bandidos e se afastaram um pouco dos mesmos.

-- Se querem tanto o machado eu lhes entrego -- Diria Omoi jogando sua arma na direção do crânio de um deles, o curioso que foi tão rápido que nem houve tempo de reação, a arma então se cravara a cabeça do homem. Contudo a arma não voltara de imediato a mão de seu dono, com o simples comando de sua destra o garoto fazia a mesma viajar por donde quisera como se estivesse vida própria, e essa mirava um a um dos bandidos, tão agilmente que nenhum deles foi capaz se defender ou sequer esquivar, outro tentou correr mas o machado os perseguira como um imã e cravara em suas costas, dando-lhe um fim breve -- Ai pai... Issooo é muuuito maneeiro cara. Olha só, ela vai voltar pro meu braço só observa -- Diria levantando o punho fazendo com que o machado retornasse a ele no mesmo instante.

Por sim os bandidos sucumbiram a força do Yuki, o tokujo ainda estava a se habituar com a arma, mas já a comandava com maestria, pareciam estar conectados por alguma coisa, talvez o gelo. Finalmente haviam terminado a peregrinação, que para Omoi valera a pena não só pela relíquia encontrada mas também por ter passado tanto tempo a sós com seu pai que o fizera respeita-lo ainda mais. O retorno a Kumo foi deveras tranquilo, pausaram uma única vez para descansarem a uma pousada no país das presas, contudo essa foi a única até chegarem ao comerciante "camelô" entregando-lhe assim os animais agora nominados Geraldo Magela. Seguiram o restante do caminho a pé, entre umas gargalhadas e outras os ninjas finalmente chegaram em casa dando assim um fim a peregrinação. Ao chegar Omoi agradeceu o Pai, que em resposta fizera o mesmo.

HP: 1300/1300
CH: 1325/1525
ST: 1/6

Considerações:

Jutsus Usados/Preparados:

Equipamentos:
@Hipátia

_______________________

[CAPITULO] The Leviathan - Omoii Tumblr_nxcmamAM2j1ub7chno10_500
" Neste mundo, onde quer que exista luz, existem também sombras.
Enquanto o conceito de vencedores existir, precisam também existir derrotados.
O desejo egoísta de proteger a paz causa guerras e o ódio nasce para proteger o amor. "
Omoii
Ficha de Personagem : http://narutorpgakatsuki.net
Convidado
Convidado
@aprovado, quest concluida: Arma lendária
Anonymous
Conteúdo patrocinado
Design visual (Estrutura, Imagens e Vídeos) por Dorian Havilliard. Códigos por Akeido