NOVIDADES
Atividades Recentes
A LUZ DAS TREVAS
Arco 02
Ano 26 DG
Verão
Meses se passaram desde a missão de investigação ao Castelo da Lua, no País do Vento, que culminou na Batalha da Lua Minguante. Soramaru, o cientista responsável pelos experimentos, morreu em combate, assim como outros ninjas do lado da aliança. Após a missão ser bem-sucedida, mas carregando tantas mortes, Karma, o líder da missão, ficou responsável por relatar às nações o máximo de informações sobre a organização por trás dos crimes agora que estava com o selo enfraquecido e com isso ele revelou o verdadeiro nome dela: Bōryokudan. Ainda não tendo como fornecer mais detalhes, pois o selo se manteve, e precisando de mais pistas antes de investir novamente em uma missão, Karma saiu em missão em nome das Quatro Nações para encontrar o paradeiro dos demais membros da organização — e sua primeira desconfiança recaiu sobre Kumo.

O mundo, no entanto, mudou nestes últimos meses. Os Filhos das Nuvens concluíram a missão de extermínio aos antigos ninjas da vila e implementaram um novo sistema político em Kumo ao se proclamarem o Shōgun sobre as ordens não de um pai, mas do Tennō; e assim ela se manteve mais fechada do que nunca. Em Konoha a situação ficou complicada após a morte de Chokorabu ao que parece estar levando a vila ao estado de uma guerra civil envolvendo dois clãs como pivôs. Suna tem visto uma movimentação popular contra a atual liderança da vila após o fracasso em trazer a glória prometida ao país. Já em Kiri a troca de Mizukage e a morte de ninjas importantes desestabilizaram a política interna e externa da vila. E em Iwa cada dia mais a Resistência vai se tornando popular entre os civis que estão cansados demais da fraqueza do poderio militar ninja. Quem está se aproveitando destes pequenos caos parece ser as famílias do submundo, cada vez mais presentes e usando o exílio de inúmeros criminosos para Kayabuki como forma de recrutar um exército cada vez maior.

E distante dos olhares mundanos o líder da Bōryokudan, Gyangu-sama, se incomoda com os passos de Karma.
... clique aqui para saber mais informações
SHION
SHION#7417
Shion é o fundador do RPG Akatsuki, tendo ingressado no projeto em 2010. Em 2015, ele se afastou da administração para focar em marketing e finanças, mas retornou em 2019 para reassumir a liderança da equipe, com foco na gestão de staff, criação de eventos e marketing. Em 2023, Shion encerrou sua participação nos arcos, mas continua trabalhando no desenvolvimento de sistemas e no marketing do RPG. Sua frase inspiradora é "Meu objetivo não é agradar os outros, mas fazer o meu trabalho bem feito", refletindo sua abordagem profissional e comprometimento em manter a qualidade do projeto.
Angell
ANGELL#3815
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Indra
INDRA#6662
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Wolf
Wolf#9564
Wolf é jogador do NRPGA desde fevereiro de 2020, tendo encontrado o fórum por meio de amigos, afastando-se em dezembro do mesmo ano, mas retornando em janeiro de 2022. É jogador de RPG desde 2012, embora seu primeiro fórum tenha sido o Akatsuki. Atua como moderador desde a passagem anterior, se dedicando as funções até se tornar administrador em outubro de 2022. Fora do RPG cursa a faculdade de Direito, quase em sua conclusão, bem como tem grande interesse por futebol, sendo um flamenguista doente.
Mako
gogunnn#6051
Mako é membro do Naruto RPG Akatsuki desde meados de 2012. Seu interesse por um ambiente de diversão e melhorias ao sistema o levou a ser membro da Staff pouco tempo depois. É o responsável pela criação do sistema em vigor desde 2016, tendo trabalhado na manutenção dele até 2021, quando precisou de uma breve pausa por questões pessoais. Dois anos depois, Mako volta ao Naruto RPG Akatsuki como Game Master, retornando a posição de Desenvolvedor de Sistema. E ainda mantém uma carreira como escritor de ficção e editor de livros fora do RPG, além de ser bacharel em psicologia. Seu maior objetivo como GM é criar um ambiente saudável e um jogo cada vez mais divertido para o público.
Akeido
Akeido#1291
Aliquam lacinia ligula nec elit cursus, sit amet maximus libero ultricies. Cras ut ipsum finibus quam fringilla finibus. Etiam quis tellus dolor. Morbi efficitur pulvinar erat quis consectetur. Ut auctor, quam id rutrum lobortis, lorem augue iaculis turpis, nec consectetur enim nisl eu magna. Sed magna dui, sollicitudin quis consequat ac, faucibus sed mauris. Donec eleifend, nisl a eleifend dignissim, ipsum urna viverra leo, sed pulvinar justo ex vitae enim. Donec posuere sollicitudin velit eu vulputate.
Havilliard
Havilliard#3423
Aliquam lacinia ligula nec elit cursus, sit amet maximus libero ultricies. Cras ut ipsum finibus quam fringilla finibus. Etiam quis tellus dolor. Morbi efficitur pulvinar erat quis consectetur. Ut auctor, quam id rutrum lobortis, lorem augue iaculis turpis, nec consectetur enim nisl eu magna. Sed magna dui, sollicitudin quis consequat ac, faucibus sed mauris. Donec eleifend, nisl a eleifend dignissim, ipsum urna viverra leo, sed pulvinar justo ex vitae enim. Donec posuere sollicitudin velit eu vulputate.
HALL DA FAMA
TOP Premiums
Torne-se um Premium!
1º Lugar
Starfox
2º Lugar
Senju Inazuma
3º Lugar
Raves
1º Lugar
Senju Inazuma
2º Lugar
Starfox
3º Lugar
Summer
Os membros mais ativos do mês
Angell
[Rank D] Akira Hirai Vote_lcap[Rank D] Akira Hirai Voting_bar[Rank D] Akira Hirai Vote_rcap 
422 Mensagens - 26%
Shion
[Rank D] Akira Hirai Vote_lcap[Rank D] Akira Hirai Voting_bar[Rank D] Akira Hirai Vote_rcap 
246 Mensagens - 15%
Starfox
[Rank D] Akira Hirai Vote_lcap[Rank D] Akira Hirai Voting_bar[Rank D] Akira Hirai Vote_rcap 
183 Mensagens - 11%
Senju Inazuma
[Rank D] Akira Hirai Vote_lcap[Rank D] Akira Hirai Voting_bar[Rank D] Akira Hirai Vote_rcap 
149 Mensagens - 9%
Summer
[Rank D] Akira Hirai Vote_lcap[Rank D] Akira Hirai Voting_bar[Rank D] Akira Hirai Vote_rcap 
138 Mensagens - 9%
Raves
[Rank D] Akira Hirai Vote_lcap[Rank D] Akira Hirai Voting_bar[Rank D] Akira Hirai Vote_rcap 
118 Mensagens - 7%
Zero
[Rank D] Akira Hirai Vote_lcap[Rank D] Akira Hirai Voting_bar[Rank D] Akira Hirai Vote_rcap 
100 Mensagens - 6%
Nan
[Rank D] Akira Hirai Vote_lcap[Rank D] Akira Hirai Voting_bar[Rank D] Akira Hirai Vote_rcap 
93 Mensagens - 6%
Inoue
[Rank D] Akira Hirai Vote_lcap[Rank D] Akira Hirai Voting_bar[Rank D] Akira Hirai Vote_rcap 
87 Mensagens - 5%
Keel Lorenz
[Rank D] Akira Hirai Vote_lcap[Rank D] Akira Hirai Voting_bar[Rank D] Akira Hirai Vote_rcap 
77 Mensagens - 5%

Os membros mais ativos da semana
Angell
[Rank D] Akira Hirai Vote_lcap[Rank D] Akira Hirai Voting_bar[Rank D] Akira Hirai Vote_rcap 
104 Mensagens - 24%
Shion
[Rank D] Akira Hirai Vote_lcap[Rank D] Akira Hirai Voting_bar[Rank D] Akira Hirai Vote_rcap 
77 Mensagens - 17%
Summer
[Rank D] Akira Hirai Vote_lcap[Rank D] Akira Hirai Voting_bar[Rank D] Akira Hirai Vote_rcap 
64 Mensagens - 14%
Keel Lorenz
[Rank D] Akira Hirai Vote_lcap[Rank D] Akira Hirai Voting_bar[Rank D] Akira Hirai Vote_rcap 
47 Mensagens - 11%
Raves
[Rank D] Akira Hirai Vote_lcap[Rank D] Akira Hirai Voting_bar[Rank D] Akira Hirai Vote_rcap 
38 Mensagens - 9%
Senju Inazuma
[Rank D] Akira Hirai Vote_lcap[Rank D] Akira Hirai Voting_bar[Rank D] Akira Hirai Vote_rcap 
30 Mensagens - 7%
Gyoku
[Rank D] Akira Hirai Vote_lcap[Rank D] Akira Hirai Voting_bar[Rank D] Akira Hirai Vote_rcap 
23 Mensagens - 5%
Nan
[Rank D] Akira Hirai Vote_lcap[Rank D] Akira Hirai Voting_bar[Rank D] Akira Hirai Vote_rcap 
22 Mensagens - 5%
Sevenbelo
[Rank D] Akira Hirai Vote_lcap[Rank D] Akira Hirai Voting_bar[Rank D] Akira Hirai Vote_rcap 
20 Mensagens - 5%
Kira
[Rank D] Akira Hirai Vote_lcap[Rank D] Akira Hirai Voting_bar[Rank D] Akira Hirai Vote_rcap 
17 Mensagens - 4%


Hirion
Genin
[Rank D] Akira Hirai 100x100
[Rank D] Akira Hirai 100x100
Biblioteca da Vila
Descrição:
A faxina se estende aqui também, só não vale ficar lendo os pergaminhos ao invés de limpar!

Akira levantou-se cedo, em grande parte por conta dos sonhos que perseguiam suas noites que andavam tão curtas. Outra vez o ocorrido em Sunagakure fazia com que ele tivesse sobressaltos. Ele primeiramente sentiu-se cansado, mas no momento seguinte lembrou-se de que aquele era um dia especial: afinal que tipo de aventuras poderia encontrar agora que ostentava aquela bandana?

Levantou-se, rapidamente se arrumou e meditou - um ritual que ele aprendeu a desempenhar quando os pesadelos o acordavam e que ele fez questão de repetir no dia de hoje. Sua mãe estava fora, provavelmente cuidando dos afazeres no hospital, estes eram mesmo tempos turbulentos na vila e mais do que nunca toda mão de obra médica era indispensável.

Foi seu pai quem serviu o desjejum. Eles comeram, conversaram e combinaram de almoçar juntos quando Akira voltasse - o garoto pegou sua bolsa ninja, afinal nunca se sabe quando esta seria necessária e saiu porta a fora, feliz, por estar iniciando algo novo.

Hoje inicio uma nova experiência em minha vida. Certamente, como ninja, descobrirei coisas maravilhosas e diferentes... Quero ver e entender o mundo, sobretudo, entender porque meus medos me prendem e ao mesmo tempo me atraem tanto...

Sob as luzes do sol daquele dia, se apinhavam pessoas andando de um lado para o outro em seus afazeres. Ele verificou existir uma quantidade absurda de tarefas - embora as possibilidades de crescimento parecessem agora muito mais improváveis considerando as tarefas.

Floricultura, horticultura, carpintaria. Não posso deixar de sentir que nós genins somos contratados como mão de obra servil e barata.

Um pouco contrariado, o jovem retirou o pedido referente à biblioteca que lhe pareceu a mais agradável das tarefas. Ele precisava mesmo de contato com os livros, sentir o cheiro de papel e tinta - mesmo que mofado. Quando chegou ao local, fez questão de entrar em contato com a responsável: uma mulher que já estava na casa dos sessenta anos, com óculos muito grandes para seu rosto fino.

- Com licença, muito prazer! Me chamo Akira, vim atender ao pedido de auxílio efetuado junto à torre do Hokage.

- Mas vejam, se não é um rapaz muito gentil que temos aqui! Aposto que não apenas gentil, mas também determinado pelo olhar que tem... Ela larga uma pilha de manuscritos antigos que carregava e deixa soltar um suspiro baixo. - Adicione a movimentação anormal nos hospitais, os acontecimentos trágicos em todos países, um grupo de iryuunins dedicados e a morte certa que pairou sob nossas cabeças e você terá todo tipo de pessoas se voltando para a sabedoria antiga. Esta certamente será uma tese para meus estudos acadêmicos futuros mas...

Ela aponta para os livros, pergaminhos e manuscritos jogados por toda parte. - Agora não é a hora nem lugar para pensarmos na sociologia envolvida, pois preciso que me ajude a catalogar os pergaminhos. São muitos os conhecimentos centenários importantes espalhados no chão deste lugar. Espero que entenda: esta não será uma tarefa para um dia e eu ficaria grata se alguém pudesse vir diariamente para me auxiliar.

Akira abaixou-se e, concordando de maneira tácita, começou a organizar nas prateleiras toda aquela bagunça. Sentiu-se feliz por não ter de pensar no tipo de desespero que levou alguém a causar tamanha bagunça na biblioteca. Era incrível como grande parte daquilo que ele via acabava de alguma forma referenciando os eventos do passado - pensamentos que ele precisava entender e controlar.

Depois de muito esforço físico, seus braços já estavam cansados e o suor pingava no seu rosto. Ele olhou para as mãos sujas de pó e sentiu certo orgulho do trabalho, algo que não passava pela sua mente quando começou pela manhã. Foi então que Oba-san, como ela pediu para ser chamada, informou que a tarefa estava cumprida e de forma exemplar - também pudera, Akira apesar da tenra idade já havia consumido e possuía muitos dos exemplares com os quais teve contato. Ele era, afinal de contas, um rato de biblioteca e estava em casa organizando livros.

- Agradeço imensamente pela ajuda, meu bom rapaz. Seu pagamento estará disponível com seus contratantes assim que tratar com eles. Não posso pedir especificamente que volte para auxiliar, mas se não for pedir muito gostaria de fazer um "plano de organização a longo prazo" e gostaria que participasse dele. Farei menção deste fato quando contatar os responsáveis.

Akira agradeceu o elogio e, principalmente, a gentileza da senhora e voltou para casa - sentindo-se um tanto sujo mas com a sensação de um primeiro trabalho muito bem cumprido.

HP: 200/200
CH: 200/200
ST:00/02

BOLSA DE ARMAS:


Última edição por Hirion em Seg 9 Jul 2018 - 21:49, editado 1 vez(es)

_______________________

[Rank D] Akira Hirai Attack11
To surpass monsters you must be willing to abandon your humanity.
Hirion
Ficha de Personagem : http://narutorpgakatsuki.net
Convidado
Convidado
@ Recompensa máxima.
Anonymous
Hirion
Genin
[Rank D] Akira Hirai 100x100
[Rank D] Akira Hirai 100x100
Biblioteca da Vila
Descrição:
A faxina se estende aqui também, só não vale ficar lendo os pergaminhos ao invés de limpar!

O som de pessoas caminhando e conversando, a súbita comoção e os comentários alarmados e então a calmaria que antecede a explosão

O suor escorria por todo rosto de Akira, ele estava sem fôlego e sentia um terrível aperto no peito, como se fosse sofrer um ataque cardíaco. Suas mãos tremiam levemente e seu rosto aos poucos se recuperava de uma careta. Ele havia sonhado outra vez com o evento que modificou sua vida - mas ao menos desta vez seu corpo parecia ter se cansado o suficiente para dormir a noite inteira - porque ele foi capaz de sentir o cheiro de tamagoyaki (que parecia ser preparado com peixe fresco, um dos seus pratos favoritos) vindo da cozinha.

Mamãe, você sempre prevê as coisas, não? Levantou-se, seguiu cambaleante até a cozinha onde encontrou os pais, que estavam se acomodando no pequeno tatame onde se acomodavam as delícias preparadas. Decidiu sentar-se, ainda antes de se arrumar - agradeceu o alimento e passou a comer, ao que sua mãe questionou

- Outro daqueles sonhos, meu filho? O garoto se sentiu desvendado, quando fitou os olhos da mãe. - Tenha calma, tudo se resolverá. Suas experiências como ninja te deixarão mais forte não apenas aqui fechando o punho - Mas aqui também. Ela apontou para a cabeça e coração do genin.

- Termine seu desjejum, as missões não esperarão por muito tempo. Tenho certeza de que Oba-san aguarda você, com muita expectativa. Seu pai não poderia estar mais certo, a senhora desta vez o aguardava com um espanador e um avental, mesmo virada de costas ela sentiu o garoto se aproximando, o que fez com que ele pensasse se ela não era uma kunoichi aposentada.

- Ora vejam, se não é meu jovem amigo! Acabei de separar seus materiais de trabalho. Hoje nós vamos limpar todas as prateleiras que ficaram vagas depois de nosso último trabalho. A partir disso, poderemos cuidar da sessão reservada, mas isso é algo para depois. Com a mesma atitude do outro dia, a senhora largou nas mãos do garoto os utensílios e começou a limpeza, ela cantarolava uma canção todo o tempo e que impedia o garoto de refletir sobre os últimos acontecimentos.

Depois de limpar cada uma das prateleiras, Akira passou a varrer e passar pano. A rotina de trabalho que começou leve, logo tornou-se pesada quando ele percebeu que em certos locais os livros não haviam sido removidos e que ele teria de organizá-los depois de retirá-los de suas estantes. O trabalho, muito mais árduo do que no dia anterior foi custoso e ele sentiu dois calos se formando em suas mãos - proeza que nem o treino com as shurikens (a maior das dificuldades para o jovem ninja) conseguiu fazer.

Mais uma vez, ele tornou a agradecer pela oportunidade, entendendo que aqueles trabalhos não eram apenas um exercício sem sentido, mas verdadeiros treinamentos para aqueles com visão. O genin riu da própria simplicidade, ao não perceber o quanto poderia aprender através de tarefas tão simples. Como se pudesse ler seus pensamentos, Oba-san informou o rapaz: - Você é mesmo muito curioso meu rapaz, mas sinceramente espero não ter cansado você excessivamente... Amanhã precisarei de sua ajuda, uma vez mais se desejar. Prometo que, desta vez, o trabalho irá requerer de você uma atividade menos laboral e mais importante para vocês shinobis. Retorne e você verá.

Quando ela se referiu a vocês pareceu por um minuto que ela realmente estava catalogando um dos seus livros, como se quisesse separar o "eu" do "eles". Talvez fosse apenas uma impressão e mesmo que não fosse, não cabia ao genin tirar conclusões acerca dos valores da senhora. O que importa, é que ele estava certo de que suas experiências até então tinham sido muito proveitosas, ele retornou para sua casa com algumas dores nas pernas e lombar. A noite não poderia ser difícil hoje - ou poderia?

Caminhando pela estrada que agora estava menos cheia a medida que estrelas começavam a aparecer no céu, Akira se deixou perder nos formatos das constelações uma vez mais. Ele definitivamente dormiria melhor, pois entender melhor as coisas, realmente o fazia feliz.

HP: 200/200
CH: 200/200
ST:00/02

BOLSA DE ARMAS:

__________________________________

Biblioteca da Vila
Descrição:
A faxina se estende aqui também, só não vale ficar lendo os pergaminhos ao invés de limpar!

No dia seguinte, Akira acordou cedo sem sobressaltos o que fez com que seu humor levantasse tão bem quanto ele mesmo. Diferente dos outros dias em que decidiu envolver-se com a missão na biblioteca, nesta manhã de neblina ele encontrou apenas um bilhete no quadro de aviso dizendo "Você encontrará biscoitos de arroz no pote, temos chá (brincadeira), suco de laranja, além de arroz. Desculpe por não esperarmos você acordar, eu e seu pai tivemos de nos encontrar com o restante do grupo iryunin - mas aposto que você também tem missões importantíssimas hoje, certo? Te amamos e nos vemos à noite <3.

O garoto sorriu, vendo que o desenho do mini coração foi feito a duas mãos, como quando eles queriam envergonhá-lo frente à seus antigos colegas em um dos vilarejos pelos quais passaram. Ele mais uma vez pensou que queria muito fazer novas amizades, já que dessa vez eles pareciam determinados a seguir com suas vidas naquela vila, que embora fosse grande, tinha algo de peculiar e muito amistosa.

Ele devorou alguns dos biscoitos de arroz e tomou um copo de leite, deixando o suco e uma porção de arroz com peixe para mais tarde, já que sabia que não teria como retornar à sua casa tão cedo, algo dizia que a tarefa mais importante dentro de sua missão (que agora mais parecia treinamento). Ao longe, enquanto caminhava, ele avistou o monumento aos Hokages - muitos rostos entalhados na rocha fria, com aquelas expressões imponentes.

Será que alguém tão simples como eu poderia um dia alcançar a grandeza dos feitos destes homens e mulheres incríveis? Eu, que não consigo lidar com meus próprios problemas? Tomado por estas indagações, o jovem chegou à biblioteca. Desta vez, o local estava arejado e limpo, parecendo efetivamente com o que uma biblioteca deveria ser. Oba-san olhou por cima de óculos de carochinha, numa expressão que lembrava travessura e divertimento.

- Por um momento pensei que você não retornaria, meu jovem shinobi. Ela acenou para que o rapaz tomasse uma cadeira para si. - Afinal de contas, sua falta de sono parece estar levando o melhor de você.

O olhar do menino pareceu interessado e intrigado pelas indagações da senhora. - De fato, Oba-san. Tenho dormido muito mal, lembrando de alguns eventos... Seu punho direito semicerrado, forçava os dedos. - Tem sido difícil lidar com todas as coisas que vi, tenho medo de um dia ver tudo aquilo se repetindo com aqueles que amo.

Ela sorriu, gentilmente, pegando um dos livros. - Como imaginei. É exatamente como me disseram. Você é um dos jovens que presenciou a destruição de Sunagakure, certo? Ela piscou de forma carinhosa - Não se preocupe, não há o que temer - não é como se eu fosse um espião de outra vila ou algo assim... É que uma bibliotecária deve obter conhecimentos se quiser guardá-los.

Ela começou a folhear o primeiro dos vários livros disponíveis. - Sua tarefa hoje é me ajudar a restaurar alguns dos volumes antigos que possuo. Ouvi de algumas pessoas que, embora você seja apenas um menino, conhece muito da história recente e antiga do país do fogo, certo? O que acha de me auxiliar com a recuperação dos volumes antigos?

O olhar de Akira, desde o começo do diálogo foi de desconfiado, a surpreso, depois se tornou atento e por último maravilhado. Ele não poderia pedir por uma tarefa mais incrível do que lembrar da história para sua missão. - Com toda certeza!! Mas, minha caligrafia não é das melhores.

Sem responder, apenas sorrindo de forma curiosa, a vovó começou a escrever desenhando com sua letra arredondada e artística na primeira das páginas. Akira definitivamente não viu o tempo passar naquele dia, eles trocaram várias informações - guerras, movimentos, clãs, disputas, traições - os temperos de uma grande história estavam todos naqueles livros. Os fatos ali descritos definitivamente acresceram nos seus já fartos conhecimentos e ele pôde em muitas das colocações, acrescentar conhecimentos e observações aos livros antigos da bibliotecária.

Quando terminaram, ela informou. - Você realmente conhece mais detalhes do que muitos dos historiadores que conheço. Seus pais devem estar orgulhosos. Ele então se lembrou de como a sua mãe adotiva sempre dizia que ele tinha uma sabedoria inata e corou, sem responder, o que fez com que a vovó gargalhasse.

- Ora ora ora, veja só, o dia está se esvaindo e você quase não tocou no seu lanche. Se quiser ser um ninja poderoso, não deixe de comer... Ou de ler isso. Ela retirou de uma bolsa pessoal, um pergaminho que continha informações valiosas sobre transtornos traumáticos. - Além da quantia paga em função do seu auxílio valioso, gostaria que ficasse com esse presente. Não é nada demais, o pergaminho na verdade foi feito por mim... Mas os dados que estão contidos nele, poderão ajudar você a lidar melhor com seu problema.

Akira, confuso, agradeceu profundamente e aceitou aquele presente misterioso. Mais do que nunca sentia que o encontro deles não era algo comum, mas não queria causar alguma situação estranha... Por isso decidiu apenas conversar sobre outros assuntos menos importantes e, quando sua hora chegou ele saiu levando consigo a lembrança da tarefa cumprida. Ao longe, no entanto, Oba-san continuou a vê-lo caminhar em direção à esquina do quarteirão com interesse quase maternal.

HP: 200/200
CH: 200/200
ST:00/02

BOLSA DE ARMAS:

_______________________

[Rank D] Akira Hirai Attack11
To surpass monsters you must be willing to abandon your humanity.
Hirion
Ficha de Personagem : http://narutorpgakatsuki.net
Convidado
Convidado
@Recompensa Máxima
Anonymous
Hirion
Genin
[Rank D] Akira Hirai 100x100
[Rank D] Akira Hirai 100x100
Acampamento Médico
Descrição: Existe um acampamento médico muito próximo de nossa vila, eles estão fazendo estudos de campo, para encontrar novos medicamentos, vá até lá e auxilie-os na defesa do acampamento, pois há suspeitas de Ninjas Renegados nos arredores.

Alguns dias transcorreram desde a experiência de Akira com a Oba-san e suas lições misteriosas. Desde então, ele tirou um tempo para treinar suas técnicas novas e aprender, principalmente, a utilizar sua afinidade de chakra em seu favor. Era manhã, ele estava no quintal de sua casa concentrando chakra do tipo vento em uma das mãos e inclinando levemente uma folha - a sua intenção era cortá-la milimetricamente sem usar movimentos corporais.

Seu pai estava assistindo, calado, dentro de casa e não fazia qualquer som - analisando as ações do filho que parecia muito concentrado. O genin se distraiu por um momento após conseguir dilacerar a folha algumas vezes e perdeu a concentração.

- Otou-san, o senhor está me assustando um pouco, com essa expressão estranha. Eiji ficou sobressaltado, não imaginou que o filho o tivesse percebido e numa mistura de divertimento e orgulho, saiu pela porta. - Você realmente tem talento meu filho, posso lembrar claramente do dia em que você descobriu como manipular chakra e veja o que você já é capaz de fazer.

O garoto corou, não sabia lidar com elogios. - Além de agir estranho, preciso fazer um anúncio formal. Você foi convocado para uma missão. A expressão de Akira permaneceu séria, ele assentiu. - Um acampamento médico está fazendo uma triagem dos feridos e acamados que ainda procuram a vila depois dos últimos ocorridos, infelizmente, existem alguns ninjas que aproveitam dessa situação para roubar os menos afortunados. Preciso que você vá até lá e encontre sua mãe, ela terá maiores informações.

Akira prontamente concordou. Buscou seus pertences, a bolsa ninja e partiu em direção ao local que foi marcado no pequeno mapa entregue pelo seu pai, eram apenas alguns quilômetros e ele julgou que não teria problemas já que a patrulha de Konoha devia manter vigilância cerrada.

Entretanto... É claro que não ofereceriam uma recompensa caso não houvesse perigo real para os refugiados. Eu preciso ter muita cautela. Correndo por entre as árvores, Akira logo percebeu uma armadilha tão óbvia quanto improvisada: alguns fios estavam dispostos sob a areia que ainda estava fofa, que provavelmente teria sido revirada a pouco tempo. Percebeu, pelo reflexo, que haviam outros dois fios - uma possível armadilha combinada.

Ele desviou destes também e seguiu seu caminho, entretanto, ao avançar mais alguns metros sentiu a presença e imediatamente iniciou uma sequência de selos conhecida. - Fuuton: Daitoppa! A explosão de ar comprimido deixou seus pulmões rapidamente desviando os projéteis que avançavam em sua direção - a força do impacto também levantou troncos, pedaços de madeira, folhas. O responsável pelo ataque então foi revelado e atirado para o lado, sem balanço e capacidade de reação.

- Você é o responsável pelo ataque à comitiva de ajuda humanitária? Tenho vergonha de ver que insetos como você, se consideram shinobi. Foi ai que o responsável rangiu os dentes e transformou-se em um tronco. Ele se aproximou pelo outro lado, mas Akira esperava esse movimento e sem pensar duas vezes abriu rapidamente sua boca - olhos fervendo de raiva.

- Mas como?! O chakra do ninja fluia para o interior do genin. Ele aproveitou a distração causada e o desconforto do ninja que se aproximava e quando este quase podia tocá-lo com sua lâmina, uma onda de energia explode contra sua face e ele é atirado longe contra uma árvore.

- JAJIMENTO! Nesse instante, satisfeito por ter se livrado do inimigo (sendo esta a primeira luta real do rapaz), o jovem seguiu em frente os últimos metros com um sorriso malicioso no rosto, seus olhos brilhavam.

Eu posso ser o que quiser. Ele encontrou sua mãe, que agora, o esperava com um sorriso preocupado e a quantia que ele teria por recompensa por seu trabalho: afinal, ele acabara de derrotar o líder do grupo.

- Filho, fico feliz que tenha chegado! Você realmente foi capaz de derrotar aquele patife, mas, precisamos que você fique comigo aqui até amanhã, já que as tendas ficarão abertas para o restante dos refugiados. Ele assim o fez, ficando junto do grupo que montava acampamento. A missão, no fim das contas, teria duas partes - maiores chances dele descobrir suas capacidades.

HP: 200/200
CH: 175/200 (Encerramento da Missão)
ST:00/02

Jutsus Utilizados:

BOLSA DE ARMAS:

_____________________

Acampamento Médico
Descrição: Existe um acampamento médico muito próximo de nossa vila, eles estão fazendo estudos de campo, para encontrar novos medicamentos, vá até lá e auxilie-os na defesa do acampamento, pois há suspeitas de Ninjas Renegados nos arredores.

No dia seguinte, o rapaz tomou o café da manhã. Sendo sua primeira noite "dentro" de uma missão ele praticamente não dormiu, sem perceber, também notou que os medos e anseios não apareceram. Aos poucos, sua verdadeira personalidade surgia - a adrenalina das missões, os treinos, o desenvolvimento de suas capacidades... Seriam essas as formas de lidar com os traumas do passado.

Ele acompanhava o jutsu médico de sua mãe e ficou se perguntando outra vez, porque não investiu seu tempo para aprender estas técnicas que são tão úteis e eficazes no mundo ninja. Não é a toa que todos esquadrões precisam de um shinobi, obrigatoriamente, com essa especialidade. Ele então mordiscou o onigiri que trazia consigo, e decidiu fazer uma nova patrulha.

- Um, dois, três. São três deles. Previsibilidade dos ninjas era realmente grande, ou seriam as táticas dele muito boas? Akira percebeu como soava estranho pensar assim, mas ele tinha o que aqueles caras não possuíam - ele poderia ser especial se tentasse. Foi aí que sem pensar muito nas consequências dos atos, parou e gritou a plenos pulmões.

- IMBECIS! VOCÊS SÃO DIGNOS DE PENA COM ESSAS TÁTICAS DIGNAS DE UMA CRIANÇA, VENHAM ME PEGAR! Um dos homens, misturado à paisagem com Kakuremino no Jutsu, aceitou o desafio e partiu para cima do genin. Ele estava sobre uma árvore e aproveitou a investida para usar os selos.

- Fuuton: Hanachiri Mai! A técnica formou-se sob os pés do shinobi que não esperava ver um fuuton deste nível manipulado por um pré-adolescente. Ele teve pouco tempo para reagir, mas conseguiu utilizar Kawarimi antes do efeito surgir plenamente. No entanto, seu movimento era previsto - Akira julgou que o ninja se movimentaria para próximo de seus aliados para reagrupar e comandou sua torrente de ar comprimido em forma de tufão para o local onde o ninja se movimentou.

- Jackpot. Todos os inimigos foram pegos na grandeza da ventania, arrastados, dilacerados e finalmente atirados à longas distâncias a medida que o Genin aumentou a potência do ninjutsu quando percebeu que foram pegos. Parte da floresta agora era apenas história, com muitas das árvores decepadas pelo caminho.

Akira tomou um tempo para analisar a destruição, respirou fundo para se recuperar do esforço repentino e sorriu outra vez, muito satisfeito. Sua mãe, nesse momento, apareceu na arena de batalha com uma expressão preocupada no rosto - ao que o garoto por sua vez levou um certo tempo para notá-la e sair do "transe" de batalha. Outra missão estava concluída.

HP: 200/200
CH: 150/200 (Final da 2ª missão)
ST:00/02

Jutsus Utilizados:

BOLSA DE ARMAS:

_______________________

[Rank D] Akira Hirai Attack11
To surpass monsters you must be willing to abandon your humanity.
Hirion
Ficha de Personagem : http://narutorpgakatsuki.net
Convidado
Convidado
Hirion
Genin
[Rank D] Akira Hirai 100x100
[Rank D] Akira Hirai 100x100
Evento na Acadêmia Ninja
Descrição: Hoje a academia ninja terá uma aula especial mostrando as habilidades dos ninjas já graduados, sua missão é ir lá, fazer uma palestra e mostrar algumas habilidades para motivar os estudantes.

Os ventos gelados do outono, prenunciavam a chegada do inverno. Já faziam alguns dias desde que Akira passara pelo incidente na floresta, ele pouco falara a respeito e sua mãe pareceu respeitar a vontade do garoto de deixar para lá a história. Entretanto era visível para o rapaz que sua mãe vira alguma coisa que a deixou preocupada, ele pensou algumas vezes em tratar sobre com ela mas não sabia ao certo como.

- Akira, tenho um convite a lhe fazer, hoje é o dia mais especial do ano para os jovens da academia. Ela começou, enquanto tomavam o café da manhã juntos. - Você se lembra daquela vez quando seu pai levou um sapo para demonstrar como eram as cirurgias? Os garotos ficaram brancos e aquele menino, o Kai, até vomitou. Aliás meu pequeno - onde aquele menino foi? Era visível que a mãe do genin pensava que ele precisava de amigos, ele também sabia das intenções dela relembrando esses acontecimentos.

- Ele vive naquele vilarejo, que fica na fronteira com o país do vento... Não o vejo faz muito tempo. Subentendia-se que ele não gostava dos vínculos perdidos, mas sua mãe não desistiu. - Ah meu filho, porque você não faz um favor para mim e para você mesmo, hoje eu devia ir até a academia e mostrar algumas habilidades, mas gostaria que você fosse no meu lugar. Quem sabe você não conhece alguém da sua idade por lá?

O rapaz sabia que era inútil resistir às investidas da mãe e embora pretendesse treinar, assumiu a função da mãe e foi até a academia. No caminho, refletiu sobre a tentativa da mãe de fazê-lo um garoto mais normal e como isso parecia complicado - como ele não parecia se encaixar nos círculos sociais.

Shimura-sensei continuava um homem gentil e educado, tal como o rapaz lembrava. Ele apresentou o genin e pediu que todos o cumprimentassem, o que fez com que Akira corasse. Algumas das crianças formaram um círculo, enquanto outras comentavam mais ao longe.

- Essa, meus caros, é a bandana que vocês buscam. Akira sempre tirou ótimas notas e era muito determinado! O que acha de demonstrar algumas técnicas que conhece? Sei que você tem técnicas de ninjutsu muito boas. o rapaz tomou então a palavra.

- Agradeço, Shimura-sensei, pela apresentação. O senhor sempre fez muito de minhas habilidades, mas ainda tenho muito a aprender. Ele ajustou a bandana - Ainda assim, quero dividir o pouco que aprendi com vocês.

Fazendo um sinal para a plateia, ele pediu um pouco de espaço no campo. - Fuuton, Daitoppa! Com uma versão controlada do jutsu, Akira acertou um boneco de treino que foi arrancado de sua posição inicial e atirado a alguns metros, ato que gerou várias reações surpresas na plateia. Sem deixar que os ânimos diminuíssem, ele utilizou um shunshin no jutsu para alcançar o garoto mais afastado da plateia e tocou em seu ombro - desta vez, ele foi ovacionado.

Ele sorriu e algumas das crianças fizeram um sinal positivo sorrindo em conjunto. E assim, ele falou de técnicas enquanto fazia demonstrações e auxiliava aqueles que também queriam tentar as proezas. O encontro passou rapidamente e ao fim, ele sentiu-se recompensado e entendeu o motivo de sua mãe tê-lo mandado para lá. Havia mais do mundo a conhecer e talvez, apenas talvez, ele não tivesse conhecido o melhor.

HP: 200/200
CH: 200/200
ST:00/02

BOLSA DE ARMAS:


Última edição por Hirion em Qui 12 Jul 2018 - 12:03, editado 1 vez(es)

_______________________

[Rank D] Akira Hirai Attack11
To surpass monsters you must be willing to abandon your humanity.
Hirion
Ficha de Personagem : http://narutorpgakatsuki.net
Convidado
Convidado
@
Recompensas máximas.
Anonymous
Hirion
Genin
[Rank D] Akira Hirai 100x100
[Rank D] Akira Hirai 100x100
Fazendas da Vila
Descrição: Alguns animais estão atacando as plantações da Vila. Sua missão é aniquilar estes animais.

As articulações do genin ainda doíam muito quando ele se movimentava, mas de resto, estava tudo bem com Akira. Ele ficara descansando por um dia inteiro como sua médica particular requereu, depois de ter apagado em pleno campo de treinamento há duas noites antes. O tratamento, administrado no ato, impediu que o inchaço e os cortes ficassem aparentes, mas o seu corpo ainda precisaria de algum tempo para se recuperar dos ferimentos mais internos.

Acho que nunca vi mamãe tão furiosa comigo como naquele dia, eu realmente tenho que pegar leve ou pode ser que ela acabe comigo da próxima vez. Ainda assim, havia algo de orgulhoso na forma como ela olhava para mim. A sensação ainda é boa, apesar de tudo. Akira sorriu, enquanto se encaminhava para uma das fazendas descritas no pergaminho entregue por um jounin responsável pelo quadro de missões.

Não foi necessário que alguém explicasse ao garoto o que estava acontecendo, ele logo descobriu que as coisas não estavam boas ao chegar no local. Havia uma espécie de porcos selvagens atacando uma plantação de cenouras, enquanto uma brava senhora tentava inutilmente assustar o que parecia uma família destes animais da fazenda.

-  Malditos! PAAASSA, XÔ, XÔOOO! Era realmente inútil, embora a senha tenha parecido um pouco engraçada inicialmente, o rapaz segurou-se a fim de manter a boa conduta necessária à missão. Apresentou-se à senhora e disse a que veio, mostrando o pergaminho recebido. Com um misto de alívio e satisfação, ela deixou o pasto e pediu que o genin tivesse cuidado - afinal eles estavam sob o motivo dele ter sido contratado para início de conversa.

Akira não sabia bem como lidar com a situação. Considerando que suas técnicas eram todas muito destrutivas ou ineficazes para lidar com um pequeno grupo de animais, ele decidiu improvisar. Acumulou uma quantidade mínima do chakra de vento após fazer os selos adequados e criou uma espécie de "torrente controlada de vento". Algo que parecia simples ao primeiro momento, ficou mais complicado - porque ele nunca pensou que seu excesso de poder poderia ser um problema.

Assim, depois de concentrar-se mandou uma rajada de vento no pequeno grupo de animais com o Fuuton Daitoppa, controlando a intensidade, que serviu apenas para assustar os animais. Estes correram rapidamente para longe da plantação, temendo as forças sobrenaturais que não compreendiam e não retornaram mais. Compreendendo que o problema não seria resolvido tão logo os porcos retornassem, o jovem auxiliou a senhora a reconstruir a mureta que impediria que os inquilinos indesejados voltassem.

Após o ocorrido, ela sorriu, agradeceu e entregou a recomendação informando que o Genin não apenas tinha auxiliado com o problema, mas como, excedido às expectativas na missão a ser desempenhada. Akira então saiu contente, satisfeito por ter desempenhado sua função e ainda ter auxiliado uma senhora de idade com seus feitos. A cada dia, ele percebia o quanto se importava mais com a vila e as pessoas que nela viviam.

HP: 200/200
CH: 200/200
ST:00/02

BOLSA DE ARMAS:

_______________________

[Rank D] Akira Hirai Attack11
To surpass monsters you must be willing to abandon your humanity.
Hirion
Ficha de Personagem : http://narutorpgakatsuki.net
Convidado
Convidado
Conteúdo patrocinado
Design visual (Estrutura, Imagens e Vídeos) por Dorian Havilliard. Códigos por Akeido