:: Mundo Ninja :: Mapa Mundi :: Konohagakure no Sato :: Hospital|Laboratório
Eclipse
Arco 05
Ano 17 DG
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Mako
Mako é membro do Naruto RPG Akatsuki desde meados de 2012. Entre idas e vindas, contribuiu com a criação do sistema do RPG em atual vigor, participando ativamente durante os anos seguintes na manutenção dele. Após um breve período fora, está de volta trabalhando diretamente no sistema de regras, criando novas, reconstruindo velhas e readaptando-as a uma nova realidade. Fora daqui, é escritor com obras publicadas de forma independente e tradicionais.
gogunnn#6051
Wolf
Wolf é jogador do NRPGA desde fevereiro de 2020, tendo encontrado o fórum por meio de amigos, afastando-se em dezembro do mesmo ano, mas retornando em janeiro de 2022. É jogador de RPG desde 2012, embora seu primeiro fórum tenha sido o Akatsuki. Atua como moderador desde a passagem anterior, se dedicando as funções até se tornar administrador em outubro de 2022. Fora do RPG cursa a faculdade de Direito, quase em sua conclusão, bem como tem grande interesse por futebol, sendo um flamenguista doente.
Wolf#9564

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

[Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe  - Página 2 F71Cn68

Aizen
Genin
Aizen
Vilarejo Atual
[Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe  - Página 2 F71Cn68

[Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe - Publicado Sex 16 Set - 18:25

Relembrando a primeira mensagem :

ONE
DAY AT
A TIME
Era uma tarde tranquila para quem estava andando pelas ruas da vila. Havia uma mudança significativa na vida de todos os moradores, e qualquer um que passasse conseguia perceber só de olhar as bancas de alimentos, cheias mais uma vez. Aquilo era de se orgulhar, e também proteger.

Parado diante de uma lojinha de frutas, olhei para a senhora que estava as molhando com todo o cuidado. —‌ Boa tarde minha senhora. ‌—‌ Com um sorriso largo em seus lábios, e uma voz tão doce que mais parecia uma carinhosa vovozinha. —‌ Ah, olá meu filho. Uma ótima tarde, o que deseja? ‌—‌‌

Suas frutas não eram somente bonitas, elas também estavam doces e macias, vi isso em algumas amostras que ela me deu. —‌ Eu vou querer três maçãs, duas peras, aquele cacho de uvas, quatro goiabas e duas mangas por favor. ‌—‌ ‌Ela manteve seu sorriso a todo momento, pegando as frutas que eu pedi já as colocando com todo o cuidado dentro de algumas sacolas.

—‌ Aqui está meu filho, muito obrigado viu. ‌—‌‌ Retribui seu sorriso e entreguei o dinheiro das frutas, voltando a caminhar pelas ruas do vilarejo admirando o céu estrelado. "Poderia permanecer assim, não é mesmo?" Gostava daquela calmaria, mas até quando ela continuaria?

[...]

Acordei bem cedo naquela manhã, com o chão frio gelando as plantas dos pés ao caminhar pelos corredores da residência. Precisei tomar meu café da manhã, ainda pensando em algo a fazer. "Bom, será que vou ter um dia de folga?!" Me pareceu bom, mas depois comecei a pensar que ficar parado era a pior das escolhas na situação em que nos encontrávamos.

Batidas na porta ecoaram pela residência, me alcançando no meio da cozinha enquanto comia uma maçã. —‌ Acredito que não ficarei em casa hoje, ainda bem. ‌—‌ Abri a porta de casa e me deparei com uma ninja de cabelos dourados e olhos azuis cintilantes, com um olhar tão sereno que mais parecia estar meditando. —‌ Em que posso ajudar? ‌—

Ela parecia ser mais jovem que eu, mas também mais inteligente. —‌ Uzumaki Shizui, correto?! ‌—‌‌ Pensei em responder, mas ela continuou o que tinha que falar. —‌ Bom, você está sendo chamado para cobrir um dos nossos ninjas médicos.‌—‌‌ Eu não entendi o porquê, e a jovem tão pouco. —‌ Você tem em torno de meia hora para comparecer ao hospital, até mais. ‌—‌‌ Fiquei sozinho na frente da porta tão rápido quanto apareci diante dela, ainda confuso.

Tudo aquilo não ficou mais estranho porque meu olho esteve tampado o tempo todo por um tapa olho. Certamente ela faria alguma cara feia ao perceber a mudança estranha de cor de um olho para outro. Bom, ainda não entendia o que tinha em mãos.

HP: 2050/2050 | CH: 4575/4575 | ST 0/7

Considerações:

_______________________

Ficha | G.F | Banco | R.D | C.J | EV | C.H | Mod.Ag | Org |  Template


[Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe  - Página 2 F71Cn68

Aizen
Genin
Aizen
Vilarejo Atual
[Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe  - Página 2 F71Cn68

Re: [Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe - Publicado Qui 29 Set - 22:08

ONE
DAY AT
A TIME
Demoramos um pouco mais por todo o percurso no meio da densa floresta de Konoha. Não imaginei que o inimigo estivesse tão longe assim, mesmo após a informação do Anbu aliado. Comecei a pensar se o nukkenin já não tinha se deslocado de onde havia parado, mas imaginei que se isso realmente acontecesse, meu aliado me avisaria. —‌ Pare aqui! ‌—‌ Seus pés pousaram sobre um grande galho no alto de uma árvore, dando um sinal para que parássemos. —‌ Está tudo bem? ‌—‌ Falei baixo com ele, cogitando a aparição de alguma pessoa incomum. —‌ Não, só chegamos. ‌—

Seu indicador seguiu direto até o que me pareceu ser um pequeno acampamento, a alguns quilômetros de onde toda a luta estava acontecendo. —‌ Ele realmente acredita que os aliados irão vencer? ‌—‌ Falei baixo mais uma vez, em um tom que apenas o outro ninja da folha pudesse ouvir. Como resposta, veio um sinal com seus ombros, deixando claro que nem ele compreendia aquilo.

Minha mente começou a trabalhar, e um cenário extremamente desfavorável passou pela minha cabeça. —‌ Talvez esteja esperando reforços. ‌—‌ ‌Era a possibilidade mais plausível, e menos vantajosa para nós. Voltei a pensar em algo, e a única coisa que se passou pela minha cabeça foi terminar tudo aquilo com uma luta rápida. —‌ Vamos acabar logo com isso. ‌—‌ ‌O homem sinalizou que sim, balançando sua cabeça brevemente. No entanto, ele ainda pediu para que eu ficasse ali com um sinal feito com sua mão. —‌ Tudo bem. ‌—‌ Não tinha noção do que ele iria fazer, mas confiava em sua capacidade.

HP: 2050/2050 | CH: 4575/4575 | ST 0/7

Considerações:

_______________________

Ficha | G.F | Banco | R.D | C.J | EV | C.H | Mod.Ag | Org |  Template

[Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe  - Página 2 F71Cn68

Aizen
Genin
Aizen
Vilarejo Atual
[Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe  - Página 2 F71Cn68

Re: [Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe - Publicado Sex 30 Set - 8:57

ONE
DAY AT
A TIME
Ele ficou parado por alguns poucos instantes, analisando bem a situação antes de dar continuidade ao que tinha em mente. —‌ Eu vou destruí-lo, tente atacá-lo por trás e assim pegar Helena. ‌—‌ A conversa foi por meio de um sussurro, e eu apenas balancei a cabeça confirmando que havia entendido.

O homem saltou de cima da árvore, pousando sobre o solo com tamanha graciosidade como se fosse leve como uma pena. Começou a caminhar, seguindo até o ponto onde o inimigo se encontrava. Havia me falado onde ele se encontrava, e por isso comecei a saltar pelos galhos buscando me posicionar atrás do inimigo.

O Anbu parou a cerca de quatro metros de distância do nukkenin, enquanto eu consegui um posicionamento mais favorável para mim, a três metros atrás dele. Conseguia não somente ver a situação, mas também ouvir o que possivelmente falariam. —‌ Como pode ver, você não tem mais para onde ir. Se entregue sem resistir, e pensaremos em uma forma de você não viver o resto da sua vida em uma solitária. ‌—‌ A resposta que o ninja da folha recebeu, a princípio, foi um longo suspiro.

A mulher que estava amarrada em um canto demonstrava medo, talvez sabendo o que estava para acontecer. —‌ Olha, não adianta me ameaçar. Não vão me vencer, e caso tente irei matar está mulher. ‌—‌‌ Ele apontou para Helena, que naquele momento já estava com seus olhos cheios de lágrimas.

HP: 2050/2050 | CH: 4575/4575 | ST 0/7

Considerações:

_______________________

Ficha | G.F | Banco | R.D | C.J | EV | C.H | Mod.Ag | Org |  Template

[Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe  - Página 2 F71Cn68

Aizen
Genin
Aizen
Vilarejo Atual
[Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe  - Página 2 F71Cn68

Re: [Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe - Publicado Sex 30 Set - 19:34

ONE
DAY AT
A TIME
Tamanha confiança era de extrema estranheza. O pensamento de que ele estava esperando por alguém apenas crescia, nos obrigando a agir de forma ainda mais rápida para conter o perigo. —‌ Se é assim, então não terei piedade. ‌—‌ Já empunhando duas kunais, uma em cada mão, o Anbu viu e ouviu o ninja renegado a sua frente começar a gargalhar. —‌ Então eu trarei a sua morte. ‌—‌‌ Ambos se posicionaram para iniciar o combate, enquanto eu já me encontrava posicionado para avançar e salvar Helena.

O primeiro movimento veio por parte do outro ninja de Konoha. Através de um movimento da arma que empunhava, um arco de vento foi lançado diretamente contra o homem. —‌ Você fez sua escolha. ‌—‌ Apesar daquela técnica não estar tão carregada de poder, o efeito que tinha de cortar tudo o que encostasse talvez fosse o bastante para deter o inimigo.

Em silêncio, a palma da mão do oponente se colocou à frente do corpo com tremenda velocidade, mostrando para todos os presentes o seu verdadeiro poder. ”Mas o que?” A energia lançada pelo shinobi do fogo tocou a mão do nukkenin, sendo automaticamente absorvida pela mão do mesmo. —‌ Como imaginado, não será fácil. ‌—‌ Combater um oponente, cujo principal poder era absorver chakra não era algo simples. —‌ Agora que percebeu, deixe-me te mostrar uma coisa. ‌—‌‌

Sua palma continuou erguida, apontada para o Anbu que se mantinha a cerca de quatro metros de distância. —‌ Tome o que me lançou. ‌—‌‌ Todo ochakra que havia sido tomado pelo ninja renegado, foi disparado contra o shinobi da folha em forma de uma rajada de energia densa. Claramente não imaginei que esse fosse o funcionamento da técnica. Para mim, ele apenas tinha absorvido o jutsu e em seguida lançado um contra-ataque.

HP: 2050/2050 | CH: 4575/4575 | ST 0/7

Considerações:

_______________________

Ficha | G.F | Banco | R.D | C.J | EV | C.H | Mod.Ag | Org |  Template

[Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe  - Página 2 F71Cn68

Aizen
Genin
Aizen
Vilarejo Atual
[Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe  - Página 2 F71Cn68

Re: [Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe - Publicado Sab 1 Out - 8:59

ONE
DAY AT
A TIME
O combate dos dois foi uma ótima distração para que eu pudesse agir. O ataque lançado pelo nukkenin foi poderoso, e criou um rastro de destruição por onde passou. O Anbu, por sua vez, precisou liberar todo o poder que possuía para evitar receber o golpe. Não me atentei como ele fez isso, apenas segui calmamente até Helena com uma kunai na mão. —‌ Enfim, morreu? ‌—‌ Parei de me mover assim que ele falou, tentando não chamar sua atenção. —‌ Vai precisar de mais do que isso para conseguir me deter. ‌—‌ Senti um certo alívio ao ouvir a voz do ninja da folha.

A médica se levantou assim que terminei de cortar suas amarras. —‌ Vamos sair logo daqui. ‌—‌ Sussurrei para ela, torcendo para o inimigo não se virar para nós. O shinobi do fogo que estava lutando se encontrava envolto por uma intensa corrente de vento, que suspendia as folhas que estavam ao seu redor, tamanha era o seu poder. Ver aquilo me deu um certo ânimo, mas ainda assim não tinha total certeza se ele venceria.

Andamos silenciosamente pela lateral do campo de batalha, parando a cerca de dois metros mais atrás do Anbu. —‌ Fique aqui. ‌—‌ Sussurrei para ela, seguindo até o shinobi da folha que estava lutando. —‌ Ah, agora temos mais um inseto para morrer. ‌—‌‌ Ignorei suas palavras e sussurrei para o homem ao meu lado. —‌ Ela está ali atrás, deixe este aqui comigo. ‌—‌ A ventania ao redor do aliado cessou, com um sinal de dever cumprido. —‌ Bem, agora será apenas você e eu. ‌—‌ ‌Naquele momento meu aliado apenas avançou na direção de Helena e então sumiu.

HP: 2050/2050 | CH: 4575/4575 | ST 0/7

Considerações:

_______________________

Ficha | G.F | Banco | R.D | C.J | EV | C.H | Mod.Ag | Org |  Template

[Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe  - Página 2 F71Cn68

Aizen
Genin
Aizen
Vilarejo Atual
[Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe  - Página 2 F71Cn68

Re: [Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe - Publicado Sab 1 Out - 10:59

ONE
DAY AT
A TIME
O homem não entendeu o motivo do Anbu ter saído tão rápido, mesmo assim gargalhou achando que seria mais fácil agora que eu estava ali. —‌ Você pediu para o seu amigo ir embora, ficando no lugar dele? Acha mesmo que é mais forte que um Anbu? ‌—‌‌ Para mim aquela não era a situação. —‌ Bom, mais inteligente que você eu sei que sou. ‌—‌ Apontei para onde Helena estava, o fazendo olhar. —‌ O que?! ‌—‌‌ Ele não acreditou quando viu as amarras no lugar onde antes, estava a médica. —‌ Está vendo? ‌—‌ Dei de ombros, vendo a fúria nos olhos do homem quando ele voltou sua atenção para mim. —‌ Vocês estavam me fazendo de bobo, isso não vai ficar assim. ‌—‌‌

Sua vítima não estava mais ali, não tinha mais como se proteger tendo alguém como refém. —‌ E o que vai fazer? ‌—‌ Ele puxou cerca de cinco shurikens de uma bolsa que tinha nas suas costas, e logo as lançou na minha direção, todas de uma vez. —‌ Eu vou matar você. ‌—‌‌ As armas até que vieram com certa velocidade, mas não o bastante para me alcançar antes que eu conseguisse fazer algo.

As mãos se uniram em alguns selos, e quando as armas chegaram perto, despejei todo o ar que havia reunido nos pulmões, contra elas. A rajada de vento foi forte o bastante para não somente jogar as armas para todos os lados, mas também avançou contra o próprio inimigo. —‌ Maldito! ‌—‌‌ Sua palma mais uma vez foi estendida para a frente do corpo, sendo preciso absorver aquele ataque que balançou algumas árvores que havia ao nosso redor.

HP: 2050/2050 | CH: 4562/4575 | ST 0/7

Considerações:

_______________________

Ficha | G.F | Banco | R.D | C.J | EV | C.H | Mod.Ag | Org |  Template

[Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe  - Página 2 F71Cn68

Aizen
Genin
Aizen
Vilarejo Atual
[Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe  - Página 2 F71Cn68

Re: [Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe - Publicado Sab 1 Out - 13:02

ONE
DAY AT
A TIME
Toda aquela ventania nem ao mesmo tocou no corpo daquele homem, reduziu indo diretamente para a palma de sua mão. ”Isso é poderoso demais, até onde ele consegue ir?” Já com a kunai na mão, a lancei com força mediana contra sua mão na tentativa de evitar que continuasse fazendo aquilo. Para mim, seu poder estava completamente em sua mão. —‌ Engraçadinho você! ‌—‌‌ Foi um ataque feito em duas etapas. O primeiro com um jutsu, obtendo a informação de que ele absorveria aquele jutsu, e o segundo com a arma.

O segundo ataque não foi efetivo. Com uma shuriken ele conseguiu rebate-la com pouco esforço. —‌ Eu tentei. ‌—‌ Inclinei o corpo um pouco para a frente já me preparando para um novo ataque. —‌ Você não vai sair daqui vivo. ‌—‌‌ Sua palma mais uma vez foi direcionada para a frente, vindo bem na minha direção. Não demorou para que o mesmo golpe usado contra o Anbu viera diretamente contra mim.

Não tinha noção do poder daquele ataque, mas ao ver a energia exalando de sua mão me lancei para o lado direito, a uma distância de dois metros, fugindo do ângulo do ataque. —‌ Você não é tão fraco assim. ‌—‌‌ Ainda assim, usou da minha movimentação para me lançar três shurikens. —‌ Mas será que é forte o bastante para me vencer? ‌—‌‌

HP: 2050/2050 | CH: 4575/4575 | ST 0/7

Considerações:

_______________________

Ficha | G.F | Banco | R.D | C.J | EV | C.H | Mod.Ag | Org |  Template

[Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe  - Página 2 F71Cn68

Aizen
Genin
Aizen
Vilarejo Atual
[Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe  - Página 2 F71Cn68

Re: [Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe - Publicado Sab 1 Out - 15:02

ONE
DAY AT
A TIME
”Não há mais tempo para me segurar.” Balancei os braços contra as armas, conduzindo o fluxo de ar que percorria o ambiente contra as armas, as rebatendo contra o próprio inimigo. —‌ Vai ficar só nessa? ‌—‌‌ Dessa vez ele precisou de mais do que simplesmente absorver o chakra que eu havia usado contra ele, suas armas estavam juntas do meu ataque. —‌ Vou te mostrar do que sou capaz. ‌—‌‌ Uma parede de fogo foi erguida diante do seu corpo, parando não somente as armas, mas também minha própria rajada de ar que eu havia lançado contra ele. —‌ Viu só, eu sou seu predador natural garoto. ‌—‌‌ Um sorriso abriu em seu rosto, satisfeito com a situação.

Respirei fundo, tocando a parte da bandana que tampava o tenseigan. —‌ Acha mesmo? Então vou te mostrar tudo o que tenho, chega de brincadeiras. ‌—‌ Puxei a bandana até o pescoço, deixando o poderoso doujutsu amostra. —‌ Tenseigan! ‌—‌ Uma forte pulsação tomou meu rosto, mas diferente de antes não me incomodei com a leve dor gerada pela ativação daquela habilidade. ”Me mostre do que você é capaz.” Sabia bem que as habilidades daquele olho ainda estavam ocultas para mim, mas estava me acostumando com as descobertas que havia feito até então.

—‌ Você é meu predador natural? Vou te mostrar o quanto está errado. ‌—‌ Puxei uma grande quantidade de ar para os meus pulmões, mas dessa vez meu chakra não foi misturado ao ar, mas sim a toda a água que tinha dentro de mim. Da minha boca saiu uma enorme quantidade de água, formando ondas enormes à medida que meu próprio corpo era suspenso pela pressão da água. O nukkenin se espantou com aquilo, mas buscou tomar para si todo o chakra que eu estava liberando até aquele momento.

Sabia que ele seria capaz de absorver meu chakra, mas durante a queda da água eu já preparei uma segunda remessa de ondas poderosas como uym ataque curinga e condicionado a ação do homem de absorver minhas técnicas, despejando ainda mais água pelo local, buscando saber o limite da absorção daquele homem.

HP: 2035/2050 | CH: 4370/4575 | ST 1/7

Considerações:

_______________________

Ficha | G.F | Banco | R.D | C.J | EV | C.H | Mod.Ag | Org |  Template

[Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe  - Página 2 F71Cn68

Aizen
Genin
Aizen
Vilarejo Atual
[Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe  - Página 2 F71Cn68

Re: [Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe - Publicado Sab 1 Out - 23:18

ONE
DAY AT
A TIME
A primeira remessa de poderosas ondas alcançou o inimigo, mas ele a absorveu assim que se aproximou de sua mão. A segunda, no entanto, o atingiu em cheio e o jogou contra as árvores, me fazendo crer que seu limite era de uma absorção durante alguns instantes. ”Então você tem um tempo para conseguir fazer isso mais uma vez.” Não podia dizer com toda a certeza que realmente era isso, mas cogitei estar certo. ”Vou precisar confirmar.” Meus pés agora estavam sobre um pequeno mar de água, cuja vantagem tinha vindo diretamente para mim.

O forte choque contra a árvore, combinada com a alta pressão posta contra seu corpo, deixou o homem um pouco desnorteado mediante a situação. Ainda assim continuava sendo perigoso, e por isso não baixei a guarda. ”Vou acabar logo com tudo isso.” Aproveitei o breve estado do oponente para saltar a cerca de cinco metros de altura, reunindo uma parte da água que havia despejado no campo de batalha para criar pequenas esferas de água que me rodearam por completo.

Diferente de antes, a primeira técnica de ataque não foi aquela. Em meio às pequenas esferas de água, shurikens de água foram criadas logo à minha frente. ”Vou te fazer chegar ao extremo.” As armas aquáticas foram disparadas contra o homem, que mesmo desnorteado utilizou de uma coluna de fogo com um poder maior do que meu ataque. Podia dizer que seu rank era bem maior do que o meu primeiro jutsu, por ter conseguido evaporar as armas de água de forma tão fácil.

As pequenas esferas de água ainda suspensas foram disparadas logo depois da defesa do inimigo, ultrapassando aquela parede de fogo com tamanha facilidade. O nukkenin, por outro lado, levou sua mão mais uma vez até a frente do corpo, mas nem todo o jutsu foi absorvido. —‌ Seu desgraçado! ‌—‌‌ Ele gritou ao sentir uma das esferas líquidas acertar sua perna com tamanha pressão.

Pousei mais uma vez sobre a grande quantidade de água, observando bem a ferocidade daquele homem. —‌ Vou te mostrar o que é o inferno. ‌—‌‌ Selos foram criados, e tamanha era a raiva em seu rosto que juntei as mãos em um selo para criar um clone. ”Pelo que parece vou precisar de ajuda.” Nós dois nos preparamos, vendo o oponente reunir uma grande quantidade de ar em seu interior. —‌ Se prepare. ‌—‌ Até então não tinha noção do que aquele homem faria, mas pelo tanto de energia que ele estava reunindo em seu interior, me pareceu ser algo extremamente poderoso.

HP: 2035/2050 | CH: 2210/4575 | ST 2/7

Considerações:

_______________________

Ficha | G.F | Banco | R.D | C.J | EV | C.H | Mod.Ag | Org |  Template

[Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe  - Página 2 F71Cn68

Aizen
Genin
Aizen
Vilarejo Atual
[Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe  - Página 2 F71Cn68

Re: [Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe - Publicado Dom 2 Out - 19:35

ONE
DAY AT
A TIME
Não demorou para que ele despejasse uma enorme quantidade de fogo contra nós. ”Ah, mais que droga!” A escala daquele jutsu era tão grande, que só havia um meio de se proteger da parede flamejante que vinha em nossa direção. —‌ Agora! ‌—‌ Através de uma grande quantidade de chakra canalizada em nosso interior, do clone e meu, nos preparamos para evitar o grande ataque do inimigo. A técnica que antes havia usado para criar diversas ondas ofensivas, agora era usada para apagar as chamas. Nossos movimentos foram diferentes. Antes eu havia cuspido aquela grande quantidade de água na direção do chão, agora meu clone e eu a despejamos para a frente, contra a parede de chamas.

A água se encontrou com todo aquele fogo, se chocando e criando assim uma grande quantidade de vapor que tomou todo o campo. O inimigo não conseguia nos ver, mas nós o víamos com tamanha facilidade. ”O que está acontecendo?” O uso contínuo do Tenseigan começou a me gerar uma sensação estranha. Não era dor, apenas uma sensação de poder acima do comum tomando todo o meu corpo. Eu realmente não entendi aquilo, mas essa sensação se tornou cada vez mais forte, como algo querendo sair de mim.

—‌ Pode ir. ‌—‌ Fiquei um pouco parado, olhando para o clone que estava ao meu lado. Ele seria o meu movimento de ataque, usado para uma ação corpo a corpo contra o inimigo. A cópia balançou sua cabeça positivamente, criando uma garra de ar em sua mão direita. Ele avançou em velocidade máxima, flanqueando o inimigo que não esperava por aquilo. Enquanto isso o poder crescia dentro de mim, cada vez mais à medida que eu tentava lhe controlar. Não estava entendendo, mas sempre que eu tentava me controlar aquela sensação se tornava ainda pior. Somente quando desisti de tentar conter o poder, ele simplesmente escapou e tomou todo o meu corpo.

O clone alcançou o inimigo pela lateral direita dele, avançando com toda a sua velocidade com sua poderosa garra querendo lhe dilacerar. O nukkenin não teve muito tempo para pensar, apenas abriu seus lábios e absorveu toda aquela energia canalizada na mão da cópia. A duplicata já esperava por aquilo, e por isso criou uma segunda garra, mas na outra mão. O segundo golpe veio em cheio, acertando o oponente com força mas não conseguindo lhe fatiar ao meio. Enquanto isso, olhei para as minhas mãos e percebi estar envolto a um manto de chakra esverdeado. Sentia um enorme poder transbordando de mim mesmo, abrindo um pequeno sorriso ao entender melhor o poder do meu doujutsu.

HP: 2035/2050 | CH: 2610/4575 | ST 3/7

Considerações:

_______________________

Ficha | G.F | Banco | R.D | C.J | EV | C.H | Mod.Ag | Org |  Template

[Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe  - Página 2 F71Cn68

Aizen
Genin
Aizen
Vilarejo Atual
[Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe  - Página 2 F71Cn68

Re: [Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe - Publicado Dom 2 Out - 21:45

ONE
DAY AT
A TIME
Minhas habilidades físicas foram ampliadas, meu chakra estava mais poderoso do que antes, e me senti tão forte que provavelmente ninguém da vila conseguiria me deter. O olho azul cintilante percorreu o local de combate, parando ao ver a movimentação do clone e do nukkenin. ”Vou te mostrar que não sairá daqui com vida.” O poder que descobrira daquele doujutsu era mesmo impressionante, tê-lo em minhas mãos ampliava a possibilidade de alcançar meus objetivos. Ainda assim havia me interessado pela habilidade de absorver chakra daquele oponente, e por isso ele seria uma ótima aquisição para meu Kimera. —‌ Não se preocupe, você fará parte de mim. ‌—

O golpe que o clone acertou no ninja renegado gerou arranhões pela superfície da sua pele, graças a um movimento instintivo de saltar para trás ao perceber que a cópia lhe atacaria mais uma vez. —‌ Maldito! ‌—‌‌ Sangue escorreu pelas suas roupas, sentindo que aquela luta já não estava mais em suas mãos.

Ele sabia que aquele era uma cópia de mim, um jutsu usado para me ajudar naquele combate. Precisou pensar se o absorveria para evitar um combate desvantajoso, ou manteria sua habilidade para um ataque que pudesse ceifar sua vida. —‌ Se renda, e eu prometo não lhe matar. Pelo menos não lentamente. Preciso de você para o meu Kimera. ‌—‌ Era um blefe, é claro, eu não faria tamanha crueldade por mais que ele não compartilhasse do mesmo pensamento. Se ele estivesse no meu lugar, ele faria completamente o oposto.

—‌ Nunca! ‌—‌‌ O clone mais uma vez avançou contra ele, usando a garra de vento para lhe cortar sem lhe fatiar por completo. Não era necessário ouvir de mim que eu o usaria com o meu kinjutsu, ele sabia bem o que eu pensava sobre as habilidades daquele homem. Logo um ataque frontal, com sua garra fechada desferindo um forte soco com aquela técnica. ”Você não irá fugir desta vez.”

Em meio aos movimentos de minha copia, meu chakra percorreu o campo de batalha e acertou o inimigo. Seu corpo ficou paralisado, não tendo chance de evitar aquele forte golpe dado por minha duplicata. Esperei pelo acerto, para então avançar contra o homem com toda a minha velocidade, o acertando com cerca de cinco socos consecutivos no rosto, o lançando contra uma árvore. Seu corpo, é claro, atingiu em cheio o obstáculo, mas não parou ali. Derrubou a árvore e saiu atingindo mais três que havia logo atrás dela. ”Entendi, esse é o nível de força que me foi concedido.” Não esperava por aquilo, é claro, e fiquei impressionado com tamanho poder destrutivo.

HP: 2035/2050 | CH: 3037/4575 | ST 4/7

Considerações:

_______________________

Ficha | G.F | Banco | R.D | C.J | EV | C.H | Mod.Ag | Org |  Template

[Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe  - Página 2 F71Cn68

Aizen
Genin
Aizen
Vilarejo Atual
[Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe  - Página 2 F71Cn68

Re: [Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe - Publicado Seg 3 Out - 19:07

ONE
DAY AT
A TIME
—‌ Então, ainda está bem? ‌—‌ Sangue escorreu por seus lábios, enquanto seu corpo tentava se erguer do chão. —‌ Bom, agora já era. ‌—‌ O clone se manteve ao meu lado, enquanto aquela cortina de vapor se dissipava. —‌ Seu desgraçado, você vai morrer. ‌—‌‌ O estado daquele homem estava horrível, não tinha como ele conseguir fazer nada contra mim. —‌ Olha, infelizmente você vai sairá daqui. ‌—‌ Ele continuou sorrindo, com um semblante maligno enquanto se levantava.

—‌ Não vou morrer aqui. ‌—‌‌ A duplicata que estava usando simplesmente foi absorvida pela mão daquele homem, enquanto eu o observava. —‌ E o que vai fazer? ‌—‌ Sua mão veio na minha direção, se enchendo de uma energia roxa. —‌ Tem certeza que vai tentar fazer isso? ‌—‌ Diferente de antes, aquela energia se misturava a uma chama intensa. —‌ Se é assim, então vou dar tudo o que eu tenho. ‌—‌ Meus olhos se estreitaram, mas havia certa diferença nas minhas palavras e na minha intenção.

Meus ataques, até então, não estavam sendo feitos para matar aquele homem. Eles eram para derrotá-lo, o mantendo vivo. Queria seu corpo, queria a habilidade que viria junto dele para usar em meu Kimera. Minha mão, por sua vez, se colocou à frente do meu corpo. —‌ Você não sairá vivo daqui. ‌—‌‌ Suas palavras não me abalaram, tinha total confiança de que conseguiria vencê-lo. Logo um arco se formou à minha frente, com uma flecha engatilhada nele a espera do disparo.

O nukkenin descarregou todo o poder que havia acumulado, caindo no chão pouco depois devido ao cansaço. Um turbilhão roxo e vermelho avançou na minha direção, e todo o poder que eu estava usando e tinha reunido naquele ataque, foi liberado. Seu ataque era logicamente superior ao meu, não devido ao poder e a energia infundida nele, mas porque seu elemento de fogo era mais forte que o meu. Ainda assim a flecha se chocou contra aquele turbilhão, não se desfazendo com o choque.

Ele realmente não esperou por aquilo. Minha flecha cortou sua rajada de energia ao meio e avançou, passando por cima de sua cabeça, mas sem acertá-la. —‌ Como? Que poder é esse? ‌—‌‌ Ele ficou em choque só de me ver daquele jeito, e se encolheu com o corpo dolorido perante a minha superioridade. —‌ Esse é o meu verdadeiro poder, sinta-se orgulhoso por me obrigar a usá-lo. ‌—‌ Aquele manto esverdeado sumiu do meu corpo, deixando claro o tempo que ele ficava ativo.

HP: 2035/2050 | CH: 4510/4575 | ST 5/7

Considerações:

_______________________

Ficha | G.F | Banco | R.D | C.J | EV | C.H | Mod.Ag | Org |  Template

[Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe  - Página 2 F71Cn68

Aizen
Genin
Aizen
Vilarejo Atual
[Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe  - Página 2 F71Cn68

Re: [Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe - Publicado Seg 3 Out - 21:13

ONE
DAY AT
A TIME
Algumas árvores caíram atrás do homem, causando um grande estrondo enquanto eu o olhava. Um suspiro escapou dos meus lábios, começando a caminhar em sua direção. —‌ Bem, agora é o seu fim. ‌—‌ ‌Apesar de querer seu poder, aquela situação poderia ter sido evitada. —‌ Se quiser culpar alguém por seu fracasso, culpe a si mesmo. ‌—‌ ‌Ele baixou seus olhos, sem força para nem mesmo reagir. —‌ Entendo, então eu subestimei os ninjas da folha. ‌—‌‌ Realmente, ele não deveria ter feito isso. Parei a um metro e meio de onde ele estava caído, olhando bem para seu rosto cansado. —‌ Não se preocupe, o poder que habita em você será mais bem usado nas minhas mãos. ‌—‌ Seus olhos se fecharam por alguns instantes, e em sua mente tudo o que ele imaginava era que eu o mataria ali mesmo.

Ele realmente não fazia ideia de que a situação seria muito pior. —‌ Vamos começar. ‌—‌ Meu chakra foi lançado contra seu corpo, o paralisando de vez para evitar qualquer surpresa. —‌ O que é isso? ‌—‌‌ Ele logo abriu seus olhos, se perguntando o motivo deu ter feito aquilo. —‌ Eu já não estou parado? ‌—‌‌ Ele viu em meu semblante que eu estava um tanto triste com aquilo. —‌ Você não entendeu, não é mesmo? ‌—‌ A destra tocou seu pé, infundindo nele um pouco da minha própria energia. —‌ Sua morte não será imaginou. ‌—

Uma gosma negra começou a sair da minha própria pele, passeando pelo meu braço até tocar a pele do inimigo. Seus olhos se arregalaram ao ver aquela cena, entrando em desespero conforme aquela gosma ia percorrendo suas pernas. —‌ O que é isso? O que está fazendo? ‌—‌‌ Ele voltou seu olhar para mim, e eu o observava com certo cuidado. —‌ Você será absorvido por mim, apenas isso. ‌—‌ Mesmo sentindo medo e doido para fugir daquela gosma, meu chakra o paralisava. Ele não tinha mais o que fazer, estava entregue ao meu poder profano que até então os ninjas de Konoha desconheciam. —‌ Agora, descanse em paz. ‌—

A gosma chegou em seu pescoço, parando ali por alguns segundos. —‌ Não se preocupe, não irá sofrer. ‌—‌ A gosma tomou sua cabeça por inteiro, finalizando o acobertamento de todo o corpo inimigo. Não demorou para que ele diluísse em meio a toda aquela gosma, sendo totalmente absorvida por ela. ”Você realmente poderia ter evitado isso.” Fechei os olhos, sentindo aquele corpo estranho de coloração negra me envolver e então voltar para o meu interior. —‌ Entendo, então é isso. ‌—‌ Seu poder, o sentia correndo em minhas veias. Olhei para minha palma, vendo um símbolo se formando nela. —‌ Acabou. ‌—

HP: 2035/2050 | CH: 4395/4575 | ST 6/7

Considerações:

_______________________

Ficha | G.F | Banco | R.D | C.J | EV | C.H | Mod.Ag | Org |  Template

Hells

Portegas D. Hell
Genin
Portegas D. Hell
Vilarejo Atual
Hells

Re: [Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe - Publicado Ter 4 Out - 13:34

@ aprovado meu nobre. Desculpa a demora para mandar o aval. 40 posts tendem a massacrar a mente. Enfim seguiu bem o enredo e a forma que você seguiu ele. Parabéns

_______________________

Eu nunca colocaria o meu destino nas mãos de outras pessoas. É por isso que eu sempre ganho e você sempre perde.
|GF|Ficha|Banco|

Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Crônica - Solo] Da Cura a Catástrofe - Publicado

Resposta Rápida

Área para respostas curtas

Página 2 de 2 Anterior  1, 2