:: Área de Mudanças :: Centro de Melhorias :: Treinamentos de Fillers
Alvorecer
Arco 04
Ano 17 DG
Verão
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

filler de superação de defeito: FÊNIX NEGRA. AbJ7Aji

Oblivion
Chūnin
Oblivion
Vilarejo Atual
filler de superação de defeito: FÊNIX NEGRA. AbJ7Aji

filler de superação de defeito: FÊNIX NEGRA. - Publicado Sab 23 Jul - 20:28


   Qual foi o momento em que a sua vida mudou? Quando ele decidiu deixar todo o sofrimento para trás e elevar-se? Essa é a história da "morte" de Nathaniel Grey. Não aquele que estava para renascer das cinzas, como uma Fênix, mas aquele que brincava o tempo todo, o que tentava mover mundos pelas pessoas que amava, o que sofria de forma solitária.

   Seria só mais um dia, entre todos os dias da sua vida. Nate acordaria lá para as 11h ou meio-dia, se levantaria, trocaria o café pelo almoço, daria uma volta pela praça a tarde, torcendo para não cruzar o caminho com Naomi, cuja rejeição por parte dela não tinha sido superada, ou com qualquer um que tivesse conexão com ela ou com o cara com quem ela estava saindo. Depois voltaria para casa, onde comeria algo gorduroso e, antes de dormir, daria uma olhada nas revistas para o público adulto, e depois de se arrepender de ter vivido mais um dia igual aos outros, Nate dormiria, pronto (ou não) para viver mais um dia igual a todos os outros.

   Mas houve um dia, um dia diferente dos outros. Ele acordou com o som dos trovões choacoalhando sua janela, o fazendo abrir os olhos, só para ver que o dia não tinha clareado ainda. Tinha dormido muito pouco, mas não tinha nenhum sono. Nate levantou-se com dificuldade, olhando para o reflexo no espelho. Tinha se pesado no dia anterior, e percebido que não faltava muito para chegar aos 100Kg. Tudo o que comia se transformava em massa e gordura em sua barriga, e não virava energia. Por uns dois minutos, Nate ficou se olhando no espelho: a blusa mal cobria a sua barriga, seu cabelo estava desgrenhado, a barba mal feita. Ser um garoto bonzinho e conter a besta dentro de si o transformou num homem fraco. Havia pensado em fazer mudanças em si próprio, e fazia um tempão que tinha comprado alguns livros de autoconhecimento e despertar da consciência, mas mal tinha tocado neles.

   ― Eu sou um merda... Talvez eu devesse morrer. - sussurrou, olhando para si mesmo no espelho. - O que eu devo fazer? - se perguntou, quase chorando enquanto se encarava, até ouvir uma voz, bem lá no fundo no seu inconsciente, que lhe dizia apenas uma palavra, uma que mudaria sua vida para sempre.

"Evolua."

   Poderia um jovem que sempre foi medíocre na maioria das coisas alcançar um nível de valor pessoal que o elevasse ao nível dos prodígios? Ele sempre fora um artista, mas a arte se tornou uma válvula de escape para prender a besta dentro de seu consciente. Naquele instante, um pensamento começou a ser moldado na mente de Nathaniel: talvez seu destino não era aprisionar a besta interior, mas controla-lo. Tudo havia uma razão de ser, e se aquele caminho tinha se apresentado para ele, era porque era o seu destino confrontá-lo. Só havia uma forma dele fazer, e ele sabia qual.

Precisava trilhar o caminho shinobi.

   Aquela palavra simples ecoou em sua mente, enquanto ele pegou a sua velha câmera digital, daquelas que batia a foto e a revelava instantaneamente. Só tinha direito a mais uma voto, e então não poderia tirar mais nenhuma. Nate tirou uma foto de si mesmo no espelho, e então olhou na imagem revelada o homem que tinha se tornado, e o homem que deveria morrer. Naquele instante, Nathaniel pegou uma fita e colou aquela foto no espelho, e então sentou-se na cama, respirando fundo. Num impulso rápido, o garoto foi até a mesa de cabeceira, abriu o armário e pegou um dos seus livros, sentando na cama e o abrindo.




"Hey, Nate, how's life?" I don't know, it's alright
I've been dealin' with some things like every human being and really didn't sleep much last night
"I'm sorry", that's fine. I just think I need a little me time, I just think I need a little free time
Little break from the shows and the bus rides (bus rides), yeah!
Last year I had a breakdown
Thoughts tellin' me I'm lost gettin' too loud, had to see a therapist, then I found out
Somethin' funny's goin' on up in my house. Yeah, I started thinkin' maybe I should move out"


   Naquele dia, além de ler 10 páginas do livro que tinha comprado, Nathaniel procurou beber mais água, fez cinco flexões, ainda que com extrema dificuldade, e fez mais cinco flexões. Ele cortou o próprio cabelo para ficar ajeitado, e também fez a barba, ficando com uma aparência um pouco melhor. Ao invés de só dar uma caminhada pela praça, Nathaniel correu por 800 metros, ficando extremamente exausto. Por causa daquilo, ele fora dormir mais cedo naquela noite. No dia seguinte, Nate repetiu tudo o que tinha feito no dia anterior, conseguindo trocar a velha câmera fotográfica por uma corda de se exercitar. Então, além dos exercícios já feitos antes, Nate pulou corda durante 5 minutos antes de dormir.

"I've been searchin', "What does that mean, Nate?"
I've been learning! Grabbin' my keepsakes, leavin' my burdens! Well, I brought a few with me, I'm not perfect
Lookin' at the view like, this concerns me, pickin' up the cues, right? I'M QUITE NERVOUS!
Hate it when I lose sight, life gets blurry and things might hurt me!
It's prolly gonna be a long journey, but hey (but hey)"

   Em uma semana, Nathaniel tinha conseguido dobrar a sua meta, mudado a sua forma de se alimentar, frequentando o Campo de Treinamento e praticando Taijutsu, ainda que de forma não muito ordenada. Tudo o que fazia era dar socos e chutes num tronco, atraindo muitas risadas de alguns gennins próximos, mas ele não ligava.  Quando corria nas ruas, também ouvia algumas piadinhas de pessoas que se recusavam a mudar, e queriam incentivá-lo a continuar no mesmo estado de mediocridade, vivendo na eterna apatia que tinha tomado conta da sociedade. Só que Nate se recusava trilhar tal caminho. Tudo o que ele queria fazer era evoluir.

"Been makin' a whole lot of changes
Wrote a song about that, you should play it, I get scared when I walk on these stages
I look at the crowd and see so many faces, yeah
That's when I start to get anxious, that's when my thoughts can be dangerous
That's when I put on my makeup and drown in self-hatred
Forget what I'm saying, and..."

   Só que mais do que treinar Taijutsu e dar algumas voltas, Nathaniel sabia que precisava lidar com os seus próprios sentimentos. Isso significava deixar muitas coisas para trás. Em uma das noites de leitura, ele foi até o seu armário e pegou todas as fotos que tinha com aqueles que ele considerava ser os seus amigos, inclusive aquelas com a garota com quem ele achava que construiria uma família. Ao olhar para as fotos, Nate começou a chorar no canto, ficando naquele estado melancólico durante uma hora. Por fim, quando reuniu coragem o bastante, ele jogou as fotos no lixo, queimando-as com fósforo e álcool. Naquela mesma noite, Nathaniel se livrou das revistas que lhe acompanharam durante a adolescência.

"Where'd the beat go?
Oh, ain't that somethin'? Drums came in, you ain't see that comin'
Hands on my head, can't tell me nothin', got a taste of the fame, had to pump my stomach
Throw it back up like I don't want it, wipe my face, clean up my vomit
OCD, tryna push my buttons, I said don't touch it, now y'all done it!"

   Depois de umas semanas, Nathaniel Grey deixou de ser o garoto sedentário que andava se arrastando pelas ruas para ser aquele que corria entre casas e prédios, exercitando-se como um boxeador pronto para uma grande luta. Fazia flexões com os punhos fechados e em alta velocidade, e realizava abdominais com extrema facilidade, o que o fez incluir outros tipos de exercícios em sua rotina. Além do exercício físico, Nathaniel também buscava realizar exercícios mentais, como a meditação e o controle dos pensamentos, além também dos exercícios espirituais, que trava da cura interior das dores do passado e também do autoconhecimento. Essa parte era um pouco mais complicada, pois ainda não conseguia fazer aquilo sozinho, mas lhe trazia uma sensação de alívio e poder que nunca tinha sentido antes.

   Nathaniel não notava, mas as pessoas que viam ele passando pela rua reconheciam como ele tinha mudado fisicamente. Não era qualquer um que tinha a cabeça que ele tinha para fazer mudanças, ainda mais em um tempo onde a crise financeira imperava. Mas ainda assim, Nathan estava buscando fazer mudanças em sua vida. Ele tinha uma besta interior para controlar.

   [...] Já era noite, quando Nathaniel chegou em casa. Tinha um pergaminho que continha uma missão que serviria para ele iniciar a sua caminhada. Era a sua primeira missão como um Gennin, ainda que fosse uma simples missão Rank D. Sabia muito bem que precisava começar de algum lugar. Nate colocou o pergaminho na cama, tirando a camisa preta que usava, ficando de frente para o espelho. O abdômen estava trincado, os braços mais fortes, e toda aquela gordura que tinha acumulado ao longo dos anos tinha desaparecido após semanas de treino intenso e disciplina na dieta.

   Durante várias semanas, Nathaniel tinha feito coisas que nunca tinha feito em anos: focado todos os seus esforços e energia em si mesmo, buscado ser uma pessoa melhor a cada dia, não necessariamente um cara passivo, mas firme e determinado em seus propósitos. Se não fosse aquela determinação, ele nunca teria chegado no seu peso ideal, não teria mudado completamente a sua aparência, a ponto de atrair alguns olhares de garotas da sua idade na rua. Mais do que isso: ele não teria recuperado a confiança em si e no seu potencial.

   Por um momento, Nate olhou para a foto no espelho: aquele garoto quase obeso e que dependia do amor dos outros tinha morrido, em algum lugar da estrada. Havia aprendido em seus estudos que todo homem solitário se tornaria uma besta ou um deus. Ele não poderia dizer  com certeza o que se tornaria, mas sabia bem que nunca mais voltaria ser a mesma pessoa de antes. Tudo isso tinha um propósito além da estética: haviam pessoas em sua vida de quem ele queria se vingar, havia respostas que ele precisava conseguir, mas o mais importante de tudo: havia o poder que precisava alcançar.

   ― Meu nome é Nathaniel Grey, e eu sou um Gennin de Konoha. Apesar das hierarquias e das convenções sociais, eu não sirvo a nenhum senhor. Minha missão é somente comigo mesmo, e para mim mesmo. Eu escreverei o meu próprio caminho, e serei o senhor do meu destino. – disse no espelho, mantendo uma expressão determinada em seu rosto.

   
E a sua jornada começa...



CH: 2OO/2OO ◬ HP: 2OO/2OO ◬  FOR: OO/OO ◬ VEL: OO/OO ◬ ST: OO/O3

Informações Gerais:


filler de superação de defeito: FÊNIX NEGRA. Tumblr_ofvns8lDpy1um42ooo4_500

Lan ShuiXian
Jōnin
Lan ShuiXian
Vilarejo Atual
filler de superação de defeito: FÊNIX NEGRA. Tumblr_ofvns8lDpy1um42ooo4_500

Re: filler de superação de defeito: FÊNIX NEGRA. - Publicado Dom 24 Jul - 2:46


Situação: Aprovado
Considerações: Boa RP
Recompensas: Superado Defeito Gordo (1)