:: Área de Mudanças :: Centro de Melhorias :: Treinamentos de Fillers
Alvorecer
Arco 04
Ano 17 DG
Verão
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

[Filler] The Climber 1200px-Mangekyou_Sharingan_Sasuke.svg

Rabbit
Jōnin
Rabbit
Vilarejo Atual
[Filler] The Climber 1200px-Mangekyou_Sharingan_Sasuke.svg

[Filler] The Climber - Publicado Qua 20 Jul - 15:37:07

Era mais uma daquelas manhãs típicas do outono em Kumogakure no Sato. A temperatura não passava dos 11°C. O sol recusava-se a aparecer, escondendo-se por entre as nuvens. Nuvens essas que faziam com que uma leve garoa caísse de tempos em tempos, de tal modo que o clima úmido e frio jamais dava brecha para alguns minutos de calor. Bandos de pássaros cruzavam os céus na tentativa de fugir da estação que viria muito em breve. Embora muitas vezes esse também fosse um desejo de Kinji, ele não podia sair dali.

Os dias que sucederam a morte de seu avô foram cruéis. A única vontade do jovem era de permanecer deitado e esperar que o próprio fim viesse logo, mas tinha assumido algumas obrigações que o impediam. Talvez isso não fosse tão ruim quanto se imaginava, ocupar-se o distraia e evitava que pensasse – e não pensar, era ótimo.

Muitas coisas haviam mudado desde então, inclusive o local que residia; afinal, a antiga casa foi totalmente destruída na batalha.  Não poderia voltar para a casa dos pais, por sua relação conturba com o pai e a vergonha de encarar a própria mãe. Não queria permanecer nos arredores do condomínio dominado por membros de seu clã, por tudo que envolvia o seu nome. A solução foi alugar uma pequena casa, longe de tudo, onde pudesse viver sozinho. Ainda não havia se acostuma aquele novo local, tudo parecia tão diferente. Muitas vezes se perdia ou perdia os pertences pelos poucos cômodos que tinha.

Despertou preguiçosamente e sentou-se a beirada da cama. As mãos foram diretamente em direção aos olhos que coçavam incessantemente – algo que vinha acontecendo com certa frequência. Levantou e caminhou até o banheiro a passos lentos, enquanto aproveitava para tirar a parte de cima do pijama. Escovou os dentes e, após lavar o rosto, encarou-se no espelho – estava horrível. Voltou ao quarto e vestiu-se com as primeiras peças de roupa que encontrou pelo chão. Seguiu para a cozinha onde pegou um pequeno pão amanhecido e saiu pela porta em direção a qualquer lugar que não lhe trouxesse lembranças.

Caminhou. Correu. E caminhou mais um pouco, sem rumo, sentindo o vento cortar sua pele e a chuva tocá-lo no rosto. Saiu dos limites da vila, com autorização para isso, e seguiu em direção ao sul. No meio do caminho, parou próximo a uma montanha onde um rapaz fazia alguns exercícios. Kinji permaneceu um pouco distante e o observou discretamente. A pele pálida estava muito avermelhada, provavelmente eu razão do esforço realizado. O corpo seco exibia uma série de cortes e outros machucados. Suas mãos eram tão calejadas que eram visíveis mesmo a distância. Distante de tudo, isolado no meio do emaranhado de cumes. Era um homem curioso e isso despertava a atenção do Uchiha.

Em determinado momento, o estranho parou com os exercícios e encarou a enorme parede de pedra a sua frente. Aproximou-se dela e tocou-a com uma das mãos e o pé contrário, com um pouco de impulso começou a escalar. Seus movimentos eram síncronos e o tato estava sempre em busca de um apoio, cada vez mais alto. Parecia uma atividade de exigia uma concentração absurda e muita força tantos nos braços quanto nas pernas. Ele subia cada vez mais, destemido, e sem usar nenhum instrumento, chakra ou qualquer outro tipo de truque. Além de tudo, era corajoso. Desafiar aquela parede rochosa em um dia de chuva, vento forte e umidade acumulada por dias era loucura – ainda mais sem a ajuda de ninguém. Qualquer mínimo erro poderia ser fatal. Ele parecia não se importar e continuava a subir.

Como era possível de imaginar, o sujeito apoiou-se em uma deformidade que estava um pouco mais lisa e despencou. Por instinto, Kinji correu para tentar salvá-lo, contudo não foi rápido o suficiente: ele caiu violentamente com as costas no chão. O homem levantou-se logo na sequência, sem demonstrar nenhum tipo de ferimento e suspirou.

— Essa doeu. — Reclamou. Ao perceber que o Uchiha estava próximo a ele, puxou uma conversa. — Você viu isso? Essa maldita montanha ainda vai me matar..., faz dias que estou tentando escalar ela.

— ... — O jovem demorou um pouco para responde-lo. — Você não se machucou?

— Ah..., não. Meu corpo já está acostumado. —  Ele se preparou para iniciar uma nova subida. Sua motivação e perseverança era animadora. — Você também escala?

— Não, não..., só estava dando uma volta para distrair a cabeça um pouco.

— Por que não tenta? É uma ótima forma de se distrair e, o melhor de tudo, é a adrenalina.

Kinji hesitou em um primeiro momento, pois não parecia um dia propicio para isso, porém, acabou cedendo e decidiu acompanhar o rapaz. Aproximou-se, sua mão tocou a rocha fria e seu pé buscou por outro apoio, um pouco mais de força foi o suficiente para que ele iniciasse a escalada. Como o Uchiha era um shinobi, seu corpo tinha um certo preparo para aquilo, tornando os primeiros metros tranquilos. Todavia, os metros seguintes foram mais desafiadores. Os apoios começaram a ficar cada vez menores e mais difíceis de agarrar e os músculos começaram a apresentar os primeiros sinais de cansaço. Mesmo assim, o jonin continuou.

Entretanto, ao alcançar o mesmo ponto onde o sujeito havia escorregado a primeira vez, Kinji também escorregou. Na hora, seu coração gelou e pareceu parar por alguns instantes. Ele sabia que não tinha o mesmo preparo que aquele homem e uma queda poderia machucá-lo seriamente. Ainda sem desprender-se totalmente da rocha, fez um esforço maior nas pernas e lançou o braço direito para cima na esperança de encontrar algum ponto de apoio. Ele conseguiu segurar-se por um momento, dotado por uma sensação de êxtase pela adrenalina daquele momento, mas não conseguiu permanecer por muito tempo. Antes que se machucasse, usou o restante das forças para voltar ao chão e apenas observar o alpinista completar o trajeto.

Por um momento, o Uchiha teve uma sensação que nunca havia sentido antes. Tinha se esquecido de todos os pensamentos que o atormentavam e dotou-se de uma liberdade inigualável. Por dias seguidos, sempre que tinha um tempo livre, ele retornou aquela montanha para desafiá-la até conseguir chegar ao topo.

2375 | 2375           3250 | 3250           01 | 07
Considerações:

_______________________

[Filler] The Climber B2034b21b2c09e058cc64f4af680e230
por kumo!
[Filler] The Climber 1d0d924d9f269a11ade0a55a3ad7fdd9

Bloodlad
Bloodlad
Vilarejo Atual
[Filler] The Climber 1d0d924d9f269a11ade0a55a3ad7fdd9

Re: [Filler] The Climber - Publicado Qui 21 Jul - 3:13:50


Situação: Aprovado
Considerações:
Recompensa: 200 de Status.

Resposta Rápida

Área para respostas curtas