:: Mundo Ninja :: Mapa Mundi :: Konohagakure no Sato :: Hospital|Laboratório
Alvorecer
Arco 04
Ano 17 DG
Verão
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

sinhorelli
Hokage
sinhorelli
Vilarejo Atual
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio - Publicado Sab 16 Jul - 19:55

A arte de preencher o vazio


Konoha é coberta pelo manto obscuro e estrelado da noite, o vento com inveja da beleza do céu, diante do disco lunar totalmente iluminado e visível, se manifesta friamente, como se estivesse expulsando as pessoas e assim tornando as ruas ainda mais vazias, como de costume nestes últimos tempos. Assim como o vento, o jovem hikari também se manifestava como tal após os recentes acontecimentos, menos o sentimento angustiante, adquirindo o prazer da solitude, estando assim em paz consigo mesmo, encontrando alegria na própria companhia.

Estes momentos de solenidade individual ocorriam com pouca frequência, somente quando estava a sós em casa - no período noturno -  tempo em que buscava se ocupar com leituras e pesquisas que envolvem a descoberta de outras entidades divinas e sistemas religiosos, através de livros e pergaminhos em que havia pego emprestado da biblioteca da vila. Mas nesta noite, Takeshi não se encontra em seus aposentos, e sim em meio a rotina caótica da labuta dos profissionais do centro médico de Konoha.

Vamos, vamos! Sai da frente, sai da frente! - gritava uma das enfermeiro que conduzia uma maca, junto a outras duas companheiras de equipe, com uma criança com
DPOC (doença pulmonar que obstrui as vias aéreas, tornando a respiração difícil), com máscara de oxigenação e aparelhos de ventilação mecânica, nos largos corredores do segundo andar do núcleo de emergências do local.

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Imagem48

Takeshi e os demais que interferiam no caminho, ligeiramente escoram com as costas nas paredes, assim liberando passagem para aquela equipe, que parecia estar seguindo rumo a sala de operações no fim daquele corredor. O jovem hikari tentou observar a pequena pessoa sobre a maca, a fim de tentar entender o que houve, mas não conseguiu obter uma boa visão e assim não tendo uma conclusão, independente de sua tentativa, era inevitável sua preocupação e espanto, logo depois notou que os demais que se escoram sequer aparentavam surpresos, retornando a suas atividades como se nada houvesse acontecido.

Eu vou demorar para me acostumar com isso! - pensou consigo, em seguida suspirando aliviado e observando a porta no fim do corredor, onde a equipe adentrou.

Takeshi: HP: 4325 / 4325CH: 7900 / 7900ST: 00 / 12
Rá (Pet): HP: 1000 / 1000CH: 1000 / 1000
Kyuubi CH: 5500 / 5500

CONSIDERAÇÕES:

_______________________

“O Sol não é um deus, é apenas um monte de gases em ebulição. Aproxime-se demais e acabará queimado. Por isso, ver as coisas apenas do ponto de vista positivo, não é o certo.”

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Imagem52

Ficha | GF | Banco | CJ | CH | EV | RD | Mod AG
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

sinhorelli
Hokage
sinhorelli
Vilarejo Atual
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

Re: [Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio - Publicado Dom 17 Jul - 0:09

Takeshi seguiu para o andar inferior, descendo pelas escadas, rumo a uma das sala próximo a biblioteca do centro médico, no qual havia se “hospedado” nestes últimos meses, para estudar a fundo a medicina e assim um dia compreender ao menos as primeiras páginas das pesquisas de sua falecida mãe. Quando estava prestes a entrar na respectiva sala, uma voz familiar chamou sua atenção.

Nidaime-san, que surpresa velho por aqui essas horas! - disse a voz em um tom sereno e surpreso.

Boa noite … Dr. Fukumoto! - disse o jovem hikari após se virar e identificar a figura carismática e familiar a sua frente.

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 55329

Doutor Fukumoto Seiichi, um homem beirando aos quarenta anos, de cabelos alaranjados e olhos castanhos, quando está em serviço utiliza uma camisa, calça e sapato social, sob uma bata de médico, e socialmente, costuma trajar ternos elegantes e causalmente uma jaqueta preta, uma camisa branca, uma gravata e calça preta. É um homem gentil e carinhoso, mas não se engane com sua simpatia, pois é conhecido com a “mão de deus”, ele tem um recorde em tratar inúmeras doenças incuráveis e liderar vários avanços na medicina. Ele não é conhecido apenas em Konoha, mas em todo o País do fogo, sendo um dos pioneiros em medicina cirúrgica através de zooterapia. O doutor simpatizou com o jovem Hokage, encantando-se com o intelecto e dedicação do jovem, perante aos estudos da medicina, assim o auxiliando.

Bom, para estar aqui nessas horas, creio que pretende passar essa madrugada na sala estudando, estou certo!?

Ah sim, pretendo. Não consegui dormir hoje pensando sobre aquele tema mencionado pelo senhor mais cedo, como era? … lembrei! Sobre transfusão de sangue de tipos diferentes, tornando-os compatíveis

Eu apenas comentei sobre, mas creio que não seja o momento para você aprender sobre algo tão complexo, sei que tem uma mente formidável, mas acelerar assim o processo, pode deixar lacunas em seu progresso - disse o doutor mostrando sua sabedoria adquirida através da experiência de vida.

Não procuro entender isso agora, fiquei apenas curioso e impaciente, então decidi vir para ler aqueles pergaminhos da área restrita da biblioteca daqui, já que não pode os levar para casa - o hikari tentou contornar e disfarçar o seu real objetivo de compreender a fisiologia humana e animal através dos pergaminhos antigos, encontrado somente no hospital.

Entendo! - o doutor fez uma breve pausa, enquanto isso coçando o queixo e olhando fixamente os olhos do jovem loiro — Takeshi, se não for te atrapalhar, quero que me acompanhe na ala de emergência, chegou um caso recente de DPOC, os outros médicos podem cuidar, mas hoje o plantão está reduzido, muitos foram em missões em equipes, mas se não puder, tudo bem!

Takeshi pensou brevemente no convite, realmente quis prosseguir com as pesquisas de sua falecida mãe, mas deduziu que o doutor esteja mencionado no caso da criança que viu recentemente no andar superior, então, motivado pela curiosidade no caso, aceitou o convite, despertando um grande sorriso do Dr. Fukumoto.

Takeshi: HP: 4325 / 4325CH: 7900 / 7900ST: 00 / 12Kyuubi CH: 5500 / 5500
Rá (Pet): HP: 1000 / 1000CH: 1000 / 1000

CONSIDERAÇÕES:

_______________________

“O Sol não é um deus, é apenas um monte de gases em ebulição. Aproxime-se demais e acabará queimado. Por isso, ver as coisas apenas do ponto de vista positivo, não é o certo.”

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Imagem52

Ficha | GF | Banco | CJ | CH | EV | RD | Mod AG
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

sinhorelli
Hokage
sinhorelli
Vilarejo Atual
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

Re: [Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio - Publicado Dom 17 Jul - 16:09

Por ser o líder da vila, o jovem hikari possui acesso livre no centro médico de Konoha, logo usufruindo deste privilégio em prol de seus estudos relacionados a anatomia do corpo humano, entretanto, não é detentor de todo o conhecimento da área da saúde, sabendo disso, humildemente se considera um simples estudante. Ter uma figura importante como o doutor Fukumoto, ao seu lado lhe auxiliando, o hikari sentia-se honrado de estar ao lado de um homem admirado pelo ramo da medicina, mediante aos seus conhecimentos e estudos revolucionários. Não sendo diferente o sentimento do doutor, em relação a Takeshi, primeiro pelo o garoto ser tão jovem e representar a autoridade máxima da vila e de extremo respeito por seus feitos como shinobi pelo mundo, e segundo por estar auxiliando, de alguma forma, o líder de sua nação.

Fico lisonjeado de poder ser útil em sua pesquisa e poder despertar sua curiosidade! - disse contente o homem de jaleco, que caminha pelos corredores do hospital ao lado do hikari, o conduzindo.

Faço de suas palavras a minha - as palavras frias do jovem hikari, não demonstrava tanto o que realmente sentia, mas o médico já conhecia um pouco o temperamento do rapaz — Ao que tudo indica, iremos para a ala de emergência, certo?! Especificamente no caso de uma garotinha, que inclusive, a vi sendo conduzida sobre uma maca por estes corredores recentemente - não negava seu verdadeiro interesse e demonstra uma certa preocupação.

A dupla atravessou as portas que dá acesso a UTI, antes de seguirem para a sala de emergência, passaram por uma das salas de observações, onde se encontra inúmeras pessoas sobre leitos, aparentemente sonolentas e todas monitoradas por aparelhos respiratórios e acessos para medicamentos, formando duas fileiras de vinte camas cada, tendo um corredor entre as fileiras, que se estende até o outro lado da sala.

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Leitos10

Vamos por aqui, para cortar caminho! - disse o doutor, que tomava a frente do jovem hikari.

Takeshi ficou brevemente espantada com aquela quantidade de pessoas e nenhum leito vago, ousou em perguntar ao seu “guia”.

Creio que não tenham só essa sala de UTI nesse enorme hospital, mas a minha dúvida é a seguinte: Porque tanta gente?!

Você está certo, essa é só uma das salas de UTI, aqui na verdade são os casos mais tranquilos, por assim dizer. Mas todas as salas se encontram assim, como essa, após aquele dia… muitas pessoas vem adoecendo, em suma e na grande maioria, quadros que envolvem dificuldade nas áreas respiratórias, mas… - o homem demonstrava certa hesitação em sua fala, obviamente sendo notado pelo jovem líder.

Então… vai me falar ou tenho que fazer realmente essa pergunta? - o loiro questiona, demonstrando certa falta de paciência.

Desculpe-me Nidaime-sama! - o sujeito reduz os passos e se mantém ao lado do hikari, onde começa a cochichar — Eu andei observando alguns destes casos e algo me chamou muita atenção, pois são pessoas que tiveram a perda de algum familiar naquele dia do arrebatamento. Eu creio que estas causas respiratórias, esteja atrelado a algo psicológico, pois estes pacientes possuem um histórico de saúde impecável. O motivo de ter lhe chamado, é justamente por isso, preciso que o senhor veja algo! - terminou olhando para os lados, como se estivesse preocupado.

Takeshi arqueou as sobrancelhas diante das informações fornecidas pelo médico, ficou surpreso ao ouvir o nome daquele ser divino após tantos anos, manteve-se em silêncio durante o percurso, tentando absorver aquele assunto e ainda mais curioso em saber a que rumo aquilo irá levar

Takeshi: HP: 4325 / 4325CH: 7900 / 7900ST: 00 / 12Kyuubi CH: 5500 / 5500
Rá (Pet): HP: 1000 / 1000CH: 1000 / 1000

CONSIDERAÇÕES:

_______________________

“O Sol não é um deus, é apenas um monte de gases em ebulição. Aproxime-se demais e acabará queimado. Por isso, ver as coisas apenas do ponto de vista positivo, não é o certo.”

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Imagem52

Ficha | GF | Banco | CJ | CH | EV | RD | Mod AG
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

sinhorelli
Hokage
sinhorelli
Vilarejo Atual
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

Re: [Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio - Publicado Dom 17 Jul - 20:15

Chegaram na ala de emergência após atravessar uma das salas do UTI e percorrer mais um extenso corredor. Diferente do local anterior, há um extenso corredor com diversas entradas nas laterais que dá acesso a uma sala onde ocorrem as cirurgias e demais operações de emergência, nada podia ser visto pelos vidros retangular nas paredes que separava as salas com o corredor, pois as que se encontravam em uso, eram cobertas por uma cortina escura.

Vamos, é por aqui! - o doutor chamou a atenção do jovem hikari, que por um momento se manteve observando os vidros cobertos, mesmo não podendo ver nada, porém, imaginando o que poderia estar ocorrendo do outro lado.

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Benina10

A dupla adentrou uma destas salas de operação no final do corredor, onde o hikari se depara com uma pequena garotinha sobre o leito ao centro da sala, com uma máscara respiratória e com aspecto fatigado. Ao redor dela, há as três enfermeiras que estavam a conduzida pela maca anteriormente, duas estão descartando seringas, tubos de remédios, algodão e demais materiais que foram usados para os primeiros cuidados, e a outra enfermeira com uma prancheta na mão, preenchia um formulário.

Olá doutor e Nidaime-sama! - disse a enfermeira que está com a prancheta, enquanto as demais apenas realizam uma breve reverência, em respeito às duas figuras importantes.

Olá meninas, como está a nossa amiguinha! - disse o médico, se aproximando da pequena, ficando ao lado direito e acariciando levemente o cabelo dela próximo a testa.

Graças a sua ajuda, a paciente vem melhorando!

Ótimo! Preciso ficar a sós com o nosso Hokage, se vocês não se importam…

As enfermeiras sequer questionaram a solicitação do doutor, rapidamente deixaram suas tarefas e se retiraram do recinto. A sós, o senhor Fukumoto acena com a mão esquerda para Takeshi, solicitando que o mesmo se aproxime e assim o jovem faz.

Esta garotinha, perdeu a mãe naquele dia que havíamos conversado agora a pouco, o nome dela é, Ren Abame. Eu reparei que você vem pesquisando sobre transfusão de sangue e outros assuntos… peculiares - disse o sujeito em um tom um tanto quanto desafiador, diferente de seu comportamento como de costume para o jovem hikari.

Onde deseja chegar com isso?! - o loiro mantinha a compostura serena e dizia em um tom ameno, olhando fixamente os olhos do médico, o encarando.

Me desculpe, Nidaime-sama! - o sujeito sentiu ter pisado em um território em que não deveria —Creio que eu tomei muito de seu tempo, então… - eis que é interrompido pelo loiro.

Já estamos aqui, agora prossiga. Só não me venha com chantagens, pois quem tem misericórdia são os deuses, eu não! - as palavras frias do Hokage, foram o suficiente para expressar seus sentimentos e fazer com que o doutor entenda com quem está lidando.

Sim senhor! Há algumas doenças neuromusculares, que podem afetar os componentes do sistema nervoso periférico, responsável por conduzir as informações de movimento e sensibilidade através da medula espinhal, dos nervos e músculos. - o doutor pega uma outra prancheta que está sobre o pé da paciente —Esta garotinha de seis anos, constatou em seus exames: enfisema pulmonar, ou seja, destruição e aumento das passagens de ar. Esta é uma doença degenerativa, que geralmente se desenvolve depois de muitos anos de agressão aos tecidos do pulmão devido ao cigarro e outras toxinas no ar

Então ela possui enfisema intersticial pulmonar!? - o hikari questionou franzindo o cenho.

Não, pois esta geralmente ocorre em recém-nascidos com baixa complacência pulmonar, como aqueles com a síndrome de desconforto respiratório. O dela é diferente! - ele entrega a prancheta para o hikari —Identificamos uma estranha toxina que reage com os neurônios, o que provavelmente está ocasionando estes casos

Em que posso ajudar! - o garoto questiona.

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Takehs10

Takeshi ficou pasmo com que ouviu, acreditou que os ataques religiosos haviam terminado, mas ao que tudo indica até então, não. Olhou para aquela pequena pessoa e ficou pensando sobre os demais que viu anteriormente, no que podia ser feito para ajudá-los, tanto como líder quanto com o pouco conhecimento que possui sobre iryoninjutsu e áreas afins.

Takeshi: HP: 4325 / 4325CH: 7900 / 7900ST: 00 / 12Kyuubi CH: 5500 / 5500
Rá (Pet): HP: 1000 / 1000CH: 1000 / 1000

CONSIDERAÇÕES:

_______________________

“O Sol não é um deus, é apenas um monte de gases em ebulição. Aproxime-se demais e acabará queimado. Por isso, ver as coisas apenas do ponto de vista positivo, não é o certo.”

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Imagem52

Ficha | GF | Banco | CJ | CH | EV | RD | Mod AG
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

sinhorelli
Hokage
sinhorelli
Vilarejo Atual
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

Re: [Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio - Publicado Seg 18 Jul - 11:55

Tendo ganhado certa confiança do jovem Hokage, o doutor arrisca fazer uma proposta ao garoto, com segundas intenções, além daquelas que apresentou anteriormente, como a busca de um tratamento eficaz para a pequena Ren.

Nidaime-sama, se me permite, gostaria de se unir a mim nessa pesquisa como meu ajudante!? Como tentei conversar contigo mais cedo, notei que o senhor possui certo interesse nas antigas práticas da medicina, que tenta fundir ciência e artes místicas - o doutor diz em um tom sereno, finalizando com um sorriso de canto ao notar a breve expressão de surpresa do hikari.

Como?! - questiona o loiro, tentando contornar o assunto apesar de quer saber se realmente estão falando do mesmo assunto.

Já fui um jovem curioso como o senhor, obcecado pelos mistérios da vida e da morte, mas minha vida tomou um rumo diferente que me fez enxergar outras perspectivas … - com um semblante tristonho e preocupante, o médico olha para a garotinha sobre a maca.

O senhor não respondeu minha pergunta! - disse o hikari com certa impaciência.

Os livros e pergaminhos antigos que vem pegando aqui na biblioteca do centro médico, a questões levantadas pelos demais colegas de trabalho, diante de perguntas realizadas por vossa senhoria, apenas juntei os pontos e deduzo que seja… Eu posso lhe ajudar se você me ajudar, agora se eu estiver errado, me perdoe a intromissão

Takeshi olha fixamente para o sujeito, pensativo e desconfiado da proposta que lhe foi feita, mas de uma coisa estava certo, precisava de ajuda para compreender as pesquisas de sua falecida mãe, então aceitou o convite de seguir carreira médica sob a tutela do Dr. Fukomoto, mas a partir daquele dia, irá buscar tomar cuidado para não levantar suspeitas.

Aceito sua proposta! O que tem em mente com relação a causa da pequena!? - disse o hikari.

Me acompanhe até a administração, por gentileza, o senhor irá precisar preencher alguns formulários de praxe e eu assiná-los para confirmar seu ingresso como Ajudante. Depois disso, me encontre amanhã de amanhã na minha sala, irei lhe apresentar minha investigação e pesquisa diante destes recentes casos.

Ambos se cumprimentaram com um aperto de mão, o jovem hikari não esboçava nenhuma reação diferente do doutor que demonstrar estar contente, o que não deixa de ser verdade. Takeshi acompanha o médico até a administração e após preencher a papelada, se despede do doutor e segue rumo a biblioteca do local, onde prossegue com seus estudos pessoais.

Takeshi: HP: 4325 / 4325CH: 7900 / 7900ST: 00 / 12Kyuubi CH: 5500 / 5500
Rá (Pet): HP: 1000 / 1000CH: 1000 / 1000

CONSIDERAÇÕES:

_______________________

“O Sol não é um deus, é apenas um monte de gases em ebulição. Aproxime-se demais e acabará queimado. Por isso, ver as coisas apenas do ponto de vista positivo, não é o certo.”

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Imagem52

Ficha | GF | Banco | CJ | CH | EV | RD | Mod AG
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

sinhorelli
Hokage
sinhorelli
Vilarejo Atual
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

Re: [Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio - Publicado Seg 18 Jul - 22:16

No dia seguinte, já em sua casa, o jovem hikari despertou na madrugada antes do sol nascer, permaneceu deitado na cama olhando fixamente para o teto enquanto reflete sobre os acontecimentos do dia anterior e imaginando como será o dia atual.

Droga, prometi ao Dr. Fukumoto, de comparecer hoje cedo no centro médico de Konoha, mas tenho minhas obrigações no gabinete - pensou consigo, colocando a palma da mão destra sobre sua testa, enquanto suspira profundamente, indignado por estar com a cabeça cheia logo de manhã.

Você ficou gemendo hoje a noite toda, outro daqueles pesadelos?! - disse a raposa

Sim, tem isso ainda - coçava o rosto na bochecha direita e apoiava as pontas dos dedos indicador e polegar sobre a barba rala, novamente suspirando profundamente.

Quando tinha pessoas à sua volta aqui em casa, você não parecia ter estes problemas. Você já pensou em dar um tempo com tudo isso?! - a biju sabe que tais palavras afetam o seu portador, porém, ambos possuem um vínculo transparente.

Não to afim dessa conversa, mas não lhe nego de prosseguirmos depois - o loiro saltou da cama e seguiu em direção ao banheiro, onde realizava suas necessidades básicas, enquanto continuava a conversa com Kurama — Vou passar no gabinete, pedir para alguém avisar ao doutor sobre minha ausência mas que pretendo comparecer mais tarde, enquanto isso, irei utilizar o que for preciso e pedir para a minha assistente me cobrir novamente

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Whatsa13

Kurama apenas murmurava concordando com o garoto e depois silenciou. Takeshi após se aprontar, segue rumo ao gabinete, mas antes de adentrar o local, passa em uma cafeteria ao lado, onde costuma realizar seu desjejum, observando o tempo e movimento da vila pela janela do local. Naquele dia nublado da manhã, nada de especial ocorre, além da correria das pessoas indo para seus trabalhos e afazeres afins.

Takeshi: HP: 4325 / 4325CH: 7900 / 7900ST: 00 / 12Kyuubi CH: 5500 / 5500
Rá (Pet): HP: 1000 / 1000CH: 1000 / 1000

CONSIDERAÇÕES:

_______________________

“O Sol não é um deus, é apenas um monte de gases em ebulição. Aproxime-se demais e acabará queimado. Por isso, ver as coisas apenas do ponto de vista positivo, não é o certo.”

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Imagem52

Ficha | GF | Banco | CJ | CH | EV | RD | Mod AG
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

sinhorelli
Hokage
sinhorelli
Vilarejo Atual
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

Re: [Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio - Publicado Ter 19 Jul - 10:42

Assim que pagou sua conta e se retirou da cafeteria, o jovem hikari nota a aproximadamente uns 20m de distância, o doutor conversando com um estranho encapuzado, pensou em ir comprimenta-lo, mas apenas caminhou em direção contrária a dupla, rumo ao gabinete, não deixando de notar a aproximação suspeita de ambos.

Lyfia não havia chegado, o jovem Hokage ficou sabendo através da recepcionista no andar inferior, que a assistente iria se ausentar no período da manhã, para resolver alguns problemas pessoais. Takeshi compreende, aproveitando o ensejo pede para a recepcionista para enviar uma mensagem para o doutor Fukumoto sobre sua ausência no período da manhã e segue até a sua sala e se depara com quatro pilhas de documentos sobre sua mesa, suspirou profundamente e prossegue com seus afazeres de rotina, como líder da nação.

[...]

Após o almoço, o hikari já se depara com a sua assistente, aproveita para lhe passar as suas atribuições e explica o motivo, em seguida partindo rumo ao centro médico de Konoha. Não tardou em chegar ao hospital e seguiu em direção a sala de seu tutor, bateu na porta e após a afirmação, adentrou.

Com licença doutor, creio que tenha recebido minha mensagem! - disse o loiro

Recebi sim Nidaime-sama, sente-se por favor. Deseja um copo com água, um cafe?! - o sujeito se levantava enquanto o outro se sentava e negava as hospitalidades com um breve aceno com a cabeça — Tudo bem! - após se servir com uma xicara de café, sentou-se em seu lugar, tomou um breve gole e em seguida estendeu uma pasta marrom com alguns papéis dentro, na frente está descrito, confidencial — Aqui está a minha pesquisa que havia lhe dito

Como funciona a zooterapia? E o que isso vai nos ajudar com os casos de DCOP?! - disse o garoto intrigado

Ela consiste em uma terapia com a presença de animais e busca promover no paciente estímulo ao toque para despertar sua sensibilidade tátil ou até mesmo reações psicológicas e emocionais. Os tratamentos zooterapêuticos podem ser utilizados em crianças, idosos, e pessoas que apresentam ou não algum tipo de deficiência. Se olhar a página quinze em diante, irá encontrar os meus estudos do qual denominei como zootoxiterapia.

Então o senhor “criou” uma sub-area da zooterapia?! - disse o hikari, enquanto folheava as páginas seguintes da que foi sugerida pelo doutor.

Exatamente! Este estudo consiste em tratamentos de doenças humanas, através das toxinas produzidas por animais ou quaisquer criaturas biológicas. Mas há um contratempo… - o médico parece desanimado e receoso.

Takeshi se mantém em silêncio e encara o sujeito, aguardando que o mesmo prossiga com tal assunto, primeiro por ter se interessado pela pesquisa e segundo por não gostar daquele suspenso. O passarinho sobre o ombro do garoto, não esboçava nenhuma reação, pois se encontrava cochilando.

Takeshi: HP: 4325 / 4325CH: 7900 / 7900ST: 00 / 12Kyuubi CH: 5500 / 5500
Rá (Pet): HP: 1000 / 1000CH: 1000 / 1000

CONSIDERAÇÕES:

_______________________

“O Sol não é um deus, é apenas um monte de gases em ebulição. Aproxime-se demais e acabará queimado. Por isso, ver as coisas apenas do ponto de vista positivo, não é o certo.”

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Imagem52

Ficha | GF | Banco | CJ | CH | EV | RD | Mod AG
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

sinhorelli
Hokage
sinhorelli
Vilarejo Atual
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

Re: [Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio - Publicado Ter 19 Jul - 16:15

Fukumoto se esgueira para abrir a gaveta de baixo de sua mesa, após retirar uma chave dos bolsos internos de seu jaleco branco, de onde retira um pequeno pergaminho de coloração azul um tanto quanto envelhecido e desgastado, no centro há o seguinte termo 口寄せの術 (Kuchiyose no Jutsu).

Este é um pergaminho do qual venho estudando nestas últimas semanas, porém nem todos nós somos detentores de tanto conhecimento, tais como os divinos! Tome, dê uma olhada! - o albino entrega o pergaminho para o jovem à sua frente — O termo Kuchiyose tange ao exercício de permitir os espíritos possuem o próprio corpo e fale por si, algo assim - dizia com um tom confuso.

Essa prática geralmente é conhecida como mediunidade… Mas o que isso tem haver com a sua pesquisa?! - o hikari demonstra conhecer de certa forma a prática, ainda que tenha dúvidas de onde aquele sujeito conseguiu tal pergaminho, desperta o interesse e a curiosidade de compreender aquele sujeito.

Lesmas! - disse o médico, que notou o franzir das sobrancelhas do garoto a sua frente — Calma, vou tentar te explicar, porque tenho algumas dúvidas. Não é qualquer tipo de lesma, um tempo atrás, obtive uma amostra de pó da lesma, uma sustância excelente para tratamentos de doenças, pois estimula a produção de colágeno e elastina sem provar a descamação cutânea, tal como o ácido retinoico.

Você tá querendo algo para tratamento dermatológico?! Qual o seu problema?! - o hikari mostrava-se um tanto quanto irritado, mas ainda está curioso a que rumo daquela conversa irá levar.

Desculpe-me Nidaime-sama, mas peço apenas um pouco mais de paciência. Estou confuso também, pois entendo de medicina e não desta área mística. Esta lesma em específico se encontra somente na Floresta Shikkotsu, porém não encontrei nada nos mapas e outros documentos geográficos sobre a existência deste lugar, até que soube que é necessário uma técnica que transporta o usuário para lá. Você encontrará estas últimas informações neste pergaminho, é aí que o senhor entra! Eu não consegui entender e executar este ritual ou que quer que seja esta técnica, mas creio que este pó possui poderes regenerativos e pode ser essencial para o tratamento de diversas doenças, principalmente os casos recorrentes aqui do centro médico de Konoha.

A estranha proposta do médico Fukumoto, apesar de tentadora e um tanto quanto suspeita para o jovem hikari, mas se este estiver certo, poderá salvar muitas vidas, inclusive a da pequena Ren.

Doutor, eu vou acreditar no senhor por ser uma pessoa renomada em sua área e ter feitos extraordinários na medicina, ainda que tenha dúvidas de como obteve este pergaminho. - disse o loiro, aceitando a tarefa de seu tutor, mas deixando claro sua desconfiança nas estranhas ações do médico.

[...]

Fukumoto ficou contente pela aceitação do garoto e deixou-o à vontade com o pergaminho, até mesmo para levar consigo para estudar, assim o jovem fez, seguiu rumo a sua residência naquele fim de tarde, levando consigo o pergaminho. No meio do caminho, aproveitou para comprar a última edição do jornal, em uma pequena banca.

Prevendo uma longa noite de estudos, assim que chega em casa, Takeshi prepara uma garrafa de café e a leva consigo, a colocando sobre a base de vidro da mesinha central da sala entre os sofás, antes de se sentar em sua poltrona, retirou e pendurou sua jaqueta gakuran sobre o mancebo de madeira na entrada e se serviu um caneca cheia com café, iniciando primeiro a leitura do jornal, deixando o pergaminho sobre a mesinha central.

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Lendo_10

As notícias nada agradou aos olhos do jovem Hokage, a começar pela suspeita reunião convocando os Kages, de um líder da Hydra chamado King Bradley, o hikari perdeu o discurso do sujeito que foi televisionado, pois passou estes últimos tempos em leituras e tarefas como líder, não tendo tempo a perder com televisão. Takeshi é a favor da soltura dos presos, mas somente sob uma condição, que possam trabalhar a favor das nações. A humanidade vem enfrentando a escassez de minérios e mantimentos como couro e comida, a seca vem afetando diretamente os fazendeiros e consequentemente os exportadores, realmente um caos provavelmente não previsto pela humanidade.

Parece que estamos em tempos de vacas magras! - pensou consigo, enquanto lia o jornal e tomava alguns goles de café.

Takeshi: HP: 4325 / 4325CH: 7900 / 7900ST: 00 / 12Kyuubi CH: 5500 / 5500
Rá (Pet): HP: 1000 / 1000CH: 1000 / 1000

CONSIDERAÇÕES:

_______________________

“O Sol não é um deus, é apenas um monte de gases em ebulição. Aproxime-se demais e acabará queimado. Por isso, ver as coisas apenas do ponto de vista positivo, não é o certo.”

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Imagem52

Ficha | GF | Banco | CJ | CH | EV | RD | Mod AG
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

sinhorelli
Hokage
sinhorelli
Vilarejo Atual
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

Re: [Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio - Publicado Ter 19 Jul - 21:05

Takeshi suspira profundamente enquanto dobra o jornal ao meio, permaneceu por um breve momento refletindo sobre as notícias, tentando entender o que ocorre para a humanidade passar por um momento tão turbulento, será que os deuses estão nos castigando por nossos pecados?! Enfim, ainda que algumas coisas a razão não possa explicar, a fé pode nos auxiliar para não esmorecer, mas neste momento, seu interesse está em compreender as pesquisas do Dr. Fukumoto e quem sabe encontra alguma relação com as de sua falecida mãe.

Iniciou a leitura do pergaminho, logo após se servir de outra caneca de café, manteve as luzes acesas da sala, para obter melhor visibilidade do conteúdo. A medida que avança a leitura, compreende um pouco a técnica de invocação proposta no pergaminho, pegava alguns livros pessoais e aqueles que havia pego na biblioteca, para sanar algumas dúvidas que iam surgindo, algumas apenas anotava em um caderninho de anotações, a raposa permanece em silêncio para não atrapalhar o raciocínio e estudo do seu portador, o mesmo pode se dizer de Rá, que já havia saltado do ombro de seu dono e ido descansar suas pálpebras em um cantinho aconchegante junto as almofadas do outro sofá.

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Sleepi10

No dia seguinte, o jovem Hokage se encontra deitado com os braços cruzados sobre sua poltrona, com um dos livros sobre sua cabeça, enquanto uma baba escorria pelo canto esquerdo de sua boca, despertou após o pequeno pardal bicar a sua bochecha direita e assim escutando os ruídos da vizinhança.

Já acordei Rá! - disse o hikari para o pardal, em um tom de voz sonolento, em seguida limpando a baba do canto de sua boca com o peito de sua canhota, ao mesmo tempo que retira o livro da sua cara com a destra, assim espantando o pequeno pássaro que se encontrava sobre o livro.

Bom dia donzela! Você dormiu pela madrugada e nem com a minha voz você acordou, isso que chamo de sono pesado! - disse a raposa.

Sinceramente, nem lembro quando peguei no sono… Ah, lembrei! - após pensar brevemente, recordou-se de onde tinha parado seus estudos com relação ao pergaminho de invocação — Pelo que entendi, esse lugar é acessado apenas por um círculo de invocação, engraçado que ele se assemelha aos símbolos de transmutação da pesquisa da minha mãe … ao menos este eu entendi em partes, agora os dela, só encontrei a semelhança com estes e nada mais. - pensava tristonho

Takeshi se levanta de sua poltrona, após bocejar, seguindo em direção ao banheiro, onde lava o rosto para ajudar a despertar. Antes de retomar os estudos, aproveita para tomar seu desjejum na cozinha e retornar com outra garrafa de café fresquinho.

Você não vai pro gabinete hoje! - pergunta a biju.

Vou sim, mas antes quero tentar uma coisa! - disse o jovem hikari, com um ar de confiança

Takeshi afasta a mesinha do centro de sua sala, para deixar livre o local, abriu o pergaminho, deixando-o estender-se pelo chão, deixando o selo que se encontra sobre ele exposto para cima, rente aos seus joelhos. Iniciou o ritual de invocação, primeiro realizou um pequeno corte no seu polegar direito, mordendo com os dentes, o que fez sair pequenas gotinhas de sangue, em seguida realizou os selos propostos ao lado do desenho do selo e concentrou seu chakra na palma da mão com o dedo sangrando e a posicionou sobre o selo do pergaminho — Kuchyiose no Jutsu! - bradou.

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Kuchyi10

A sala foi preenchida por uma fumaça branca e quando desvaneceu, o jovem hikari não mais se encontrava, despertando um certo desespero do pequeno pardal, que começava a pia forte, tentando entender onde seu dono foi parar.

Takeshi: HP: 4325 / 4325CH: 7891 / 7900ST: 00 / 12Kyuubi CH: 5500 / 5500
Rá (Pet): HP: 1000 / 1000CH: 1000 / 1000

CONSIDERAÇÕES:

_______________________

“O Sol não é um deus, é apenas um monte de gases em ebulição. Aproxime-se demais e acabará queimado. Por isso, ver as coisas apenas do ponto de vista positivo, não é o certo.”

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Imagem52

Ficha | GF | Banco | CJ | CH | EV | RD | Mod AG
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

sinhorelli
Hokage
sinhorelli
Vilarejo Atual
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

Re: [Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio - Publicado Qua 20 Jul - 1:07

Em um piscar de olhos, o jovem hikari foi do chão amadeirado de sua sala em meio a uma fumaça branca e em seguida está sobre um solo de azul e um tanto quanto elástico e viscoso e acima as nuvens aparenta estar mais próximo de si, diante daquele céu nublado. Se levantou com certa dificuldade, buscando equilíbrio, devido a elasticidade do solo, mas rapidamente se adaptou às condições.

Onde estou!? - questionou-se olhando ao redor, onde notou uma espécie de tentáculos de um leve tom de cinza, nas duas diagonais a sua frente.

Na sua casa que não está! - a raposa debocha do garoto.

Antes que o jovem hikari pudesse responder a biju, uma voz serena e afeminada ecoou pelo local, surpreendendo o garoto e até mesmo Kurama em seu interior.

Você está sobre minha cabeça! - disse a voz.

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Katsuy10

Me desculpe a voz, mas não tive intenção de aparecer assim sobre sua cabeça, mas eu posso descer sem problemas! - assim que terminou de falar, sentiu um leve tremor sob seus pés, olhou ao redor e percebeu que estava descendo, foi quando a voz disse para ele caminhar para frente e saltar, e assim fez — Obrigado, eu apenas … - assim que pousou em terra firme, o jovem hikari agradeceu, mas se assustou de imediato ao se virar e avistar aquela enorme lesma criatura.

Não precisa ter medo jovem, eu só como planta! - disse a grande lesma em seguida rindo brevemente — Meu nome é Katsuyu, prazer em conhecê-lo! - prosseguiu em um tom de voz calmo e um tanto quanto simpático.

Katsuyu é muito grande em estatura e é tão alta quanto o maior edifício em Konoha. Ela é predominantemente de cor branca, com três listras azuis que correm verticalmente no meio e no lado de seu corpo a partir de sua cabeça e diminuindo até a sua cauda. Seus tentáculos ópticos tem um leve tom de cinza e também tem dois tentáculos sensoriais de cada lado da boca.

Prazer Katsuyu-sama! Meu nome é Takeshi Hikari, sou o Hokage de Konoha! - disse o garoto, ainda surpreso com que vê.

Um Kage, tão novo?! Você realmente deve ser incrível! Mas o que lhe traz aqui?! - a lesma o questiona.

Takeshi ficou um pouco receoso em dizer os reais motivos, apesar de surpreso, desconfiava daquela criatura, então ousou em não respondê-la de imediato, mas a perguntando onde se encontrava, foi quando a mesma lhe disse sobre o lugar ser conhecido como Floresta Shikkotsu, sendo ali seu lar. Não notando nenhuma hostilidade por parte da criatura, o jovem hikari senta-se com as pernas cruzadas sobre o chão e diz os seus reais motivos a criatura, desde a busca de pó de lesmas para o tratamento de doenças e o estudo do pergaminho que o levou até ali.

Entendo sua preocupação e fico encantada com sua atitude, tão novo e já carrega tanta responsabilidade nas costas - a lesma suspira profundamente e  prossegue — Mas infelizmente não vou poder te ajudar com isso! - disse em um tom de voz tristonho.

Porque!? - o jovem a questiona.

Pois não existe esse tal de “pó de lesma” - ela faz uma breve pausa e continua — Takeshi-san, eu gostei de você, espero que este sentimento seja recíproco… Eu posso te ensinar algo semelhante ao que esse tal de pó faz, você estiver disposto!?

Também gostei de você Katsuyu-sama, me sinto confortável perto de você, um sentimento que não sentia fazia muito tempo! - disse o loiro recordando brevemente dos dias ao lado de sua mãe, enquanto estava viva — Eu aceito sim, o que eu preciso fazer?! - disse eufórico, após se levantar.

Katsuyu explica sobre o pacto de sangue e em seguida uma versão em miniatura da lesma, se aproxima de Takeshi e e estende um pergaminho, no qual o hikari - após fazer um pequeno corte no dedo indicador de sua destra - assina seu próprio nome com o sangue  em um espaço em branco do pergaminho  e em seguida colocando suas impressões digitais, utilizando seu próprio sangue.

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Assina10

Depois de firmaram o pacto, o loiro menciona sobre os selos manuais e a técnica que utilizou, que o levou até ali, foi quando a lesma o informa que ao retornar para a vila, basta realizar o mesmo processo, mas desta vez, ela seria invocada em seu mundo.

Takeshi: HP: 4325 / 4325CH: 7900 / 7900ST: 00 / 12Kyuubi CH: 5500 / 5500
Rá (Pet): HP: 1000 / 1000CH: 1000 / 1000

CONSIDERAÇÕES:

_______________________

“O Sol não é um deus, é apenas um monte de gases em ebulição. Aproxime-se demais e acabará queimado. Por isso, ver as coisas apenas do ponto de vista positivo, não é o certo.”

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Imagem52

Ficha | GF | Banco | CJ | CH | EV | RD | Mod AG
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

sinhorelli
Hokage
sinhorelli
Vilarejo Atual
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

Re: [Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio - Publicado Qua 20 Jul - 11:01

Katsuyu pretende prosseguir com os seus ensinamentos para o jovem hikari, mas o mesmo alega ter que retornar para Konoha, pois tem que cumprir com suas obrigações como líder da nação e seu sumiço pode desencadear um caos na vila. Então a lesma expele de sua pele uma miniatura de si, de aproximadamente 30cm, que permanece sobre o ombro esquerdo do jovem hikari.

Esta sou eu, devido ao meu corpo desossado, eu tenho a capacidade de dividir todo o meu corpo em miniaturas e como reuni-las à vontade. Irei te enviar para seu mundo junto a minha versão menor, assim podendo te auxiliar, tudo bem?! - disse a criatura maior.

Ótimo! Vou apenas avisar a minha assistente sobre minha ausência por alguns dias, creio eu que será o suficiente, assim podemos prosseguir com o que pretende me ensinar. - disse o loiro um pouco eufórico.

Assim como da vez anterior, uma fumaça branca surge ao redor do garoto - cobrindo sua visão - em um piscar de olhos está novamente sobre o chão amadeirado de sua sala. Olhou para o seu ombro, para certificar-se que não estava sonhando e notou a pequena lesma lhe observando.

Você está bem! - disse a pequena lesma, para o hikari.

Estou sim, só queria me certificar que tudo não passou de um sonho!

O pequeno pardal chilreia forte ao ver seu dono, mas ao ver a lesma sobre o ombro de seu dono, não pensou duas vezes em atacá-la. Abriu suas asas, alçou vôo até atingir altura e desceu como um rasante em direção a criatura viscosa.

Rá, pare! - bradou o hikari ao ver seu pássaro se aproximando, ao mesmo tempo que se afasta com um pequeno salto para trás.

O pássaro consegue dar meia volta no ar, bem próximo do rosto de seu dono, assim pousando sobre um dos braços dos sofás.

Ele parece não ter gostado da minha presença! - a lesma demonstra não ter se assustado com tal ação.

É que ele costuma ficar sobre meu ombro, creio que ao vê-la tenha despertado certa desconfiança para ele! Calma amigo, esta é Katsuyu, ela está me ajudando.

Takeshi explica para o pardal sobre o que ocorreu consigo, após apresentar a lesma, passado algum tempo, o pássaro se acostumou com a presença da lesma, inclusive compartilhando o seu dono, deixando-a sobre o ombro esquerdo dele e assim permanecendo no ombro direito.

O jovem Hokage segue ligeiramente em direção ao gabinete, ao chegar em sua sala, se depara com sua assistente, que se assusta ao ver a criaturinha branca de listras azuladas sobre o ombro de seu líder, o hikari rapidamente explica e apresenta a lesma para a jovem e em seguida sobre sua ausência.
Pode deixar Nidaime-sama, leve o tempo que for necessário! Qualquer imprevisto fora de minha alçada, creio que irei encontrá-lo em sua residência, certo! - questiona a assistente.

Na verdade não, eu estarei no subterrâneo do gabinete, onde costumo realizar meus treinamentos. Vou apenas comer algo na cafeteria aqui ao lado e sigo para lá. - respondeu o hikari.

Antes de seguir para a caverna no subterrâneo, Takeshi passa na cafeteria de esquina ao lado do gabinete, como de costume, para realizar seu desjejum. Logicamente chamando a atenção de alguns, devido a lesma sobre seu ombro, mas ele pouco se importava.

Takeshi: HP: 4325 / 4325CH: 7900 / 7900ST: 00 / 12Kyuubi CH: 5500 / 5500
Rá (Pet): HP: 1000 / 1000CH: 1000 / 1000

CONSIDERAÇÕES:

_______________________

“O Sol não é um deus, é apenas um monte de gases em ebulição. Aproxime-se demais e acabará queimado. Por isso, ver as coisas apenas do ponto de vista positivo, não é o certo.”

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Imagem52

Ficha | GF | Banco | CJ | CH | EV | RD | Mod AG
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

sinhorelli
Hokage
sinhorelli
Vilarejo Atual
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

Re: [Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio - Publicado Qua 20 Jul - 15:26

Já na caverna subterrânea, o hikari acende as luzes do local antes de seguir ao centro, uma área de 50m² em um solo de terra ao redor de uma cúpula de pedra que chega até 30m de altura, durante o tempo, o garoto foi trazendo alguns de seus pertences para um canto do local, como uma escrivaninha velha com alguns itens de escritórios, além de um colchão inflável e dois cobertores, que costuma utilizar para dormir no local.

Que lugar sinistro. - comentou a lesma.

Com o tempo você se acostuma, mas após assumir o cargo de Kage, encontrei este lugar e desde então, passei a realizar meus treinamentos aqui ao invés de ir ao campo de treinamento.

Não precisava de tanto assim, mas vamos ao que importa! - a lesma saltou do ombro do garoto, pousando sobre o solo a 2m de distância, ficando a frente dele, o mesmo fez o pardal, porém pousou sobre a escrivaninha a 25m de distância — Preciso saber se você já ouviu sobre Fūinjutsu?! - ela o questiona.

Sim, superficialmente. Não estudei a fundo e sequer tentei realizar técnicas deste tipo

São "Técnicas de Selamento", que permitem ao usuário selar objetos, seres vivos, chakra, junto com uma variedade de outras coisas em outro objeto. Fūinjutsu também pode ser usado para restringir os movimentos ou retirar objetos a partir de dentro de algo ou alguém. Ainda que não saiba tanto sobre, creio que não será problema para você, visto que conseguiu realizar o Kuchiyose no Jutsu, apenas através de leitura e raciocínio. - ela faz uma breve pausa e continua — Antes preciso entender um pouco mais sobre você, como é seu controle de chakra?!

Bom… já desenvolvi técnicas, que demanda uma excelência controle com o fluxo do meu chakra, assim como minhas kekkei genkai hikariton que é a união do elemento raiton e katon, e shōton, que é a utilização dos cristais provenientes do elemento doton. Creio que isso não seja um problema para mim, não quero me gabar.

Katsuyu se surpreende com que foi dito pelo rapaz, o jovem realmente reforçava o seu conceito de ser extremamente habilidoso, mas a técnica que pretende ensiná-lo, não basta apenas ser habilidoso, necessidade de paciência e requer tempo para aperfeiçoar, não negou em dizer a ele sobre este processo, mas Takeshi mesmo com certas dúvidas do que estava para aprender, disse estar disposto em prosseguir.

Takeshi: HP: 4325 / 4325CH: 7900 / 7900ST: 00 / 12Kyuubi CH: 5500 / 5500
Rá (Pet): HP: 1000 / 1000CH: 1000 / 1000

CONSIDERAÇÕES:

_______________________

“O Sol não é um deus, é apenas um monte de gases em ebulição. Aproxime-se demais e acabará queimado. Por isso, ver as coisas apenas do ponto de vista positivo, não é o certo.”

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Imagem52

Ficha | GF | Banco | CJ | CH | EV | RD | Mod AG
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

sinhorelli
Hokage
sinhorelli
Vilarejo Atual
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

Re: [Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio - Publicado Qua 20 Jul - 20:31

A lesma então inicia explicando ao jovem, sobre duas técnicas que são essenciais o grande controle de chakra do usuário e podem auxiliar com relação a curar uma grande quantidade de pessoas através da própria Katsuyu como uma transferidora de chakra, mas não menciona nada com relação questões regenerativas.

Byakugou no In, o utilizador cria este selo que se manifesta sob a forma de um losango, como a marcação, após armazenar chakra durante um período prolongado de tempo em um ponto específico no seu corpo. Com este selo formado, lhe permite realizar técnicas de resistência, sem qualquer desperdício de material ou chakra. Não se assuste quando liberá-lo, pois o selo se espalhará por todo o seu rosto ou até mesmo envolver em torno de seu corpo interior, a depender da quantidade de chakra armazenada.

Concentrar chakra em um ponto específico, não vejo problema quanto a isso, mas mantê-lo?! Me parece complicado - disse o hikari confuso.

Por isso lhe disse que isso irá demandar tempo, inclusive, assim que conseguir realizar este primeiro processo de armazenagem, você irá precisar utilizar outra técnica Infuuin: Kai, para liberar o chakra e assim lhe permitindo ampliar muito suas técnicas médicas e forças física também - disse a lesma em um tom sereno e delicado.

Preciso saber de algo mais?!

Essa foi somente a parte teórica, agora iremos prosseguir com a prática. Você precisa focar em um ponto em seu corpo e concentrar seu chakra neste ponto, assim que conseguir, tente mantê-lo nesta região pelo tempo que conseguir

Takeshi suspira profundamente e então começa a pensar em qual local focar de seu corpo, não compreende muito bem o objetivo daquilo em si, mas apenas seguiu as orientações da lesma.

Qual local seria interessante armazenar?! - pensava consigo o hikari.

No seu nariz, assim caracteriza essa sua cara de palhaço diante dessa situação - disse a raposa, provocando seu portador.

Isso é sério Kurama, se eu conseguir utilizar esta técnica, posso quem sabe, até transmitir seu chakra e unir com o chakra medicinal, para ajudar muitas pessoas, inclusive a pequena Ren.

Você vai acreditar em teorias?!

Não são teorias, Katsuyu realmente parece querer me ajudar, ao contrário do Dr. Fukumoto, que ainda pretendo pedir esclarecimentos.

Após conversar com Kurama, o jovem hikari retorna a pensar em um ponto de seu corpo, a lesma percebe o semblante pensativo do garoto e sugere para o mesmo focar em um ponto no centro de sua testa. Takeshi achou estranho o local, mas não conseguia pensar em outro ponto a não ser o local sugerido por Katsuyu, então assim prosseguiu. Começou a encaminhar seu chakra para a região da sua cabeça e em seguida para a região central da testa, conseguindo com êxito, mas ao parar de se concentrar, acreditando que conseguia armazenar, sentia seu fluxo de chakra retornado ao normal. Repetiu esse processo durante o restante da manhã até o início da noite, onde já demonstra certa exaustão física e mental.

Takeshi: HP: 4325 / 4325CH: 7900 / 7900ST: 01 / 12Kyuubi CH: 5500 / 5500
Rá (Pet): HP: 1000 / 1000CH: 1000 / 1000

CONSIDERAÇÕES:

_______________________

“O Sol não é um deus, é apenas um monte de gases em ebulição. Aproxime-se demais e acabará queimado. Por isso, ver as coisas apenas do ponto de vista positivo, não é o certo.”

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Imagem52

Ficha | GF | Banco | CJ | CH | EV | RD | Mod AG
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

sinhorelli
Hokage
sinhorelli
Vilarejo Atual
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

Re: [Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio - Publicado Qui 21 Jul - 0:35

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Whatsa16

O jovem hikari soava devido ao esforço realizado durante o treinamento com Katsuyu, tentou manter o chakra em sua testa, focando em um ponto central imaginário no centro de sua testa, mas não obteve êxito, sentindo uma pequena impotência.

Creio que seja melhor continuarmos amanhã, o descanso será necessário, mas o resultado será compensador. - a lesma diz em um tom sereno, vendo o garoto sentado e se agarrando a sua jaqueta, com uma expressão de fadiga.

Você está certa, posso até precisar de um descanso, mas há vidas que necessitam serem salvas e um segundo a mais aqui, pode ser crucial para ela. - o hikari diz preocupado.

Entendo sua preocupação, mas do que adianta exagerar desse jeito e acabar consigo, consequentemente não podendo mais ajuda-las?! - a breve reflexão da criaturinha, foi o suficiente para levar Takeshi a pensar sobre e concordar em ir para sua residência descansar.

[...]

A lesma alega aparecer no dia seguinte, naquele mesmo local, na parte da manhã para prosseguir com os treinamentos, essa rotina de de encontro, treinamento e descanso, se perpetuou por alguns dias.Takeshi dava o seu máximo nos treinamentos, conseguindo manter um pequeno período de tempo o chakra concentrando na mesma região, mas não sentia armazenando este chakra, pois quando pensava estar conseguindo, o seu fluxo retornava ao normal.

Eu consigo sentir o meu próprio chakra concentrando na mesma região, mas sinto muita dor de cabeça por muito tempo. - o garoto reclamava.

Então você deve estar fazendo algo errado. Pois essa não dor, não era para ocorrer. Tente controlar o seu fluxo de chakra naturalmente e enviar pequenas energias, focando somente em um ponto. Não seja afobado, não precisa ser necessariamente grande quantidade, já sei que possui bastante chakra, mas esta técnica não funciona como pensa que é. - a lesma o repreendia, mas aquilo se fazia necessário, estava com o papel de tutora.

Katsuyu-sama, você tem razão! Creio que o meu tempo fora de combate e cuidando apenas de assuntos administrativos como Kage, tenham me deixado enferrujado com aquilo que dou grande valor, a persistência.

Não querendo te desanimar, compreendo sua auto-motivação, mas isso não vai funcionar. Você não precisa de um “gás” e sim de “paz”, você está fazendo o processo inverso! Seja leve como uma pétala de rosa; use seus espinhos, apenas para proteger essa sua leveza; cultive a raiz em terra funda, e não envergue por qualquer vento!

O hikari se surpreendeu com a profundidade nas palavras da lesma, costuma ter diálogos filosóficos com Kurama, mas conhecer aquela versão de Katsuyu, foi algo que o fez ficar animado. Suspirou profundamente e em seguida buscou refletir diante daqueles ensinamentos.

Takeshi: HP: 4325 / 4325CH: 7900 / 7900ST: 01 / 12Kyuubi CH: 5500 / 5500
Rá (Pet): HP: 1000 / 1000CH: 1000 / 1000

CONSIDERAÇÕES:

_______________________

“O Sol não é um deus, é apenas um monte de gases em ebulição. Aproxime-se demais e acabará queimado. Por isso, ver as coisas apenas do ponto de vista positivo, não é o certo.”

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Imagem52

Ficha | GF | Banco | CJ | CH | EV | RD | Mod AG
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

sinhorelli
Hokage
sinhorelli
Vilarejo Atual
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio 3d401323ca8d67833442cd912fee3acc

Re: [Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio - Publicado Qui 21 Jul - 10:50

Takeshi procurou manter a calma e decide retomar ao início de quanto estava aprendendo sentir o fluxo de seu chakra, ainda na academia ninja, sendo diferente daquela vez. Logo sentiu o fluxo leve e sereno de seu chakra, consequentemente o chakra da raposa, conseguindo assim diversifica-los, depois pensou no ponto imaginário no ponto de sua testa, mas não enviou energia nenhuma, apenas permaneceu sentindo o fluxo de seu chakra e pensando naquele ponto, como se ele fosse parte da corrente.

Parece que ele entendeu, vamos ver até onde ele vai! - pensou Katsuyu, observando o semblante sereno e o corpo relaxado do rapaz.

Ao invés de focar em manter o chakra em um ponto só, o hikari se preocupou em acompanhar o fluxo por um período, depois começou a enviar pequenas quantidades de chakra para região em que deseja, foi quando começava a surgir um pequeno losango preto no centro de suas testa, podia sentir de alguma forma, algo que pudesse depositar seu chakra, como um espaço vazio que precisava ser preenchido, foi aí que começou a enviar mais de sua energia para aquele ponto imaginário, que na verdade, já se tratava do selo do Byakugou no In, nota que o espaço estava sendo preenchido, mas não conseguiu enviar naquele momento e então parou com a concentração de chakra.

Você conseguiu! Agora você precisa liberar esse chakra. - a lesma diz animada e em seguida explica os selos para liberar aquela energia do selo que se formou.

Infuuin: Kai! - o hikari sentia aquela pequena quantidade que havia conseguido concentrar, liberando para seu corpo, que se envolveu por linhas pretas até o pescoço apenas, que se estendeu através do losango de sua testa.

Você pode não ter conseguido armazenar muita energia, mas nada que mais alguns dias praticando, para aperfeiçoá-la.

Takeshi treinou por alguns dias até finalmente conseguir armazenar o máximo que pode de chakra naquele selo. Porém, ainda lhe restavam dúvidas, como iria usufruir daquela técnica, em prol dos doentes? Quanto ao Dr. Fukumoto, será que ele mentiu ou realmente estava tentando ajudar? Onde ele conseguiu aquele pergaminho envelhecido, que levou com que o hikari conhecesse Katsuyu? Takeshi sentiu como se aquele encontro estivesse sido premeditado pelo doutor, mas não tinha provas quanto a isso, diante de suspeitas e aprendizados, o jovem Hokage prossegue em busca de encontrar uma cura para sua população e continuar com a pesquisa de sua falecida mãe, não deixando de cumprir com suas obrigações como líder da nação.

Takeshi: HP: 4325 / 4325CH: 7520 / 7900ST: 02 / 12Byakugou no In: 000 / 500Kyuubi CH: 5500 / 5500
Rá (Pet): HP: 1000 / 1000CH: 1000 / 1000

CONSIDERAÇÕES:

_______________________

“O Sol não é um deus, é apenas um monte de gases em ebulição. Aproxime-se demais e acabará queimado. Por isso, ver as coisas apenas do ponto de vista positivo, não é o certo.”

[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Imagem52

Ficha | GF | Banco | CJ | CH | EV | RD | Mod AG
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Ba3293b0d1e3d0e8dff4a8030bec76a2

Revouv
Tokubetsu Jonin
Revouv
Vilarejo Atual
[Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio Ba3293b0d1e3d0e8dff4a8030bec76a2

Re: [Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio - Publicado Qui 21 Jul - 16:34

Player: @sinhorelli.
Situação: Aprovado.
Considerações: -
Recompensa: Quest Caminho da Medicina, Profissão: Médico. Pacto de Sangue Lesmas & Quest Selo Sagrado, Byakugou no In & Infuuin: Kai.

_______________________


Yukikitsune Kaonashi


FICHA  |  GF  |  BANCO
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Capitulo - Solo] A arte de preencher o vazio - Publicado