:: Mundo Ninja :: Mapa Mundi :: Kirigakure no Sato :: Arredores
12 Anos Online
A Noite Mais Escura
Arco 03
Ano 14 DG
Outono
Diante da queda de Moira O'Deorain e a morte de Chisaki Overhaul, todos os olhos dos ninjas presentes em Kiri se voltaram para o Capuz Vermelho, que se revelou uma cópia exata do lendário Sarutobi Shion. Graças a Hyuuga Angell, o mercenário foi capturado, levando a prisão junto com Moira. Tudo aquilo favoreceu um entendimento entre as vilas que lutaram entre si em Oto, fazendo com que eles voltassem a neutralidade. Enquanto Iwa e Suna elegem novos Kages, em Konoha, Sarutobi Kaden se prepara para passar o seu cargo para um ninja mais jovem, ao mesmo tempo em que um novo Senhor Feudal assume em Kumo e o Daimyou de Kiri tenta impedir os ataques dos opositores de Jyu. Com a revelação de Chisaki Overhaul sobre a HYDRA, as ações da empresa acabam sofrendo uma grande queda, gerando indícios de uma enorme crise nas grandes nações. Diante do caos, diversos vilarejos pequenos são varridos do mapa quando uma onda de assassinatos em massa se inicia, ao mesmo tempo em que um grupo de fieis ao Jashinismo começa a se erguer, trazendo uma mensagem de esperança para os corações afligidos pelo sofrimento.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Oblivion
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
XXXXX
Futuramente teremos.
Discord#1234
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

[CAPITULO] SEM O PESO DA COROA  1d0d924d9f269a11ade0a55a3ad7fdd9

Bloodlad
Bloodlad
Vilarejo Atual
[CAPITULO] SEM O PESO DA COROA  1d0d924d9f269a11ade0a55a3ad7fdd9

[CAPITULO] SEM O PESO DA COROA - Publicado Dom 29 Maio 2022 - 17:42


Narrador: BLOODLAD

SEM O PESO DA COROA

@HIKARO



ㅤㅤO castelo Murakami estava aos alvoroços.

ㅤㅤTodos os empregados da imensa residência da família Murakami se locomoviam pelos cômodos afoitos, recolhendo os itens de maior valor que o castelo possuía. Toda àquela balbúrdia tinha uma razão, os membros da casa nobre estavam todos de mudança, mas não por circunstâncias comuns, na verdade estavam praticamente sendo obrigados a se desfazerem do gigantesco castelo, já que a região que circundava o condado estava cada vez mais perigosa.

A filha e herdeira da casa, Akemi Murakami, já havia partido antes com seu mais novo pretendente, Retory Sotushiba, herdeiro da família Sotushiba.

O motivo de tal partida se devia principalmente aos constantes ataques de saqueadores e bandidos, as vezes fortemente armados, e até usuários de artes ninjas. O pequeno vilarejo que se criou no entorno do castelo era o principal afetado, já que contava com uma econômica emergente que saltava os olhos dos criminosos. Toda o lugar estava em alerta, e como pedido de socorro Lady Kimiko pediu à Kirigakure que enviasse suas forças em uma missão conjunta para cessar os ataques e a sensação de insegurança que rondava o lugar.

[...]

Já na Névoa, quando Teshaka, responsável pela entrega de missões, recebeu o chamado ele não teve dúvidas a quem recorrer. Ninguém mais ninguém menos do que Jyu, o grande Mizukage, foi sua escolha. Fazia pouco tempo desde que o jovem mizukage havia deixado o cargo, objetivando rumar passos diferentes em sua vida, e Teshaka, conhecendo o currículo impecável e extremamente completo do homem ofereceu a missão para ele. Um dos pontos principais nos relatórios do antigo mizukage era sua perícia investigativa, alcançando o posto máximo da organização policial da Névoa e sendo um incrível investigador.

A Família Murakami tinha parentesco bem próximo ao atual Senhor Feudal, então Teshaka não podia trata-los de forma ordinária, sendo assim enviar Jyu para a tarefa pareceu adequado.

Em uma das salas do prédio do complexo do governo da Névoa, Jyu foi convidado a fazer parte do time de operações especiais chamado de "Akemi", em homenagem à filha herdeira da família. Ele seria o líder do grupo, que contaria com mais cinco integrantes, que também estavam ali presentes.

O senhor aceita a missão, Jyu-sama? — Teshaka perguntou, afinal ele era Jyu, o Insano, não fazia nada que não quisesse.

Com o relatório que o homem responsável entregaria a Jyu, o grande herói teria acesso a informações mais detalhadas sobre a investigação, como por exemplo pontos estratégicos, alguns suspeitos e suas índoles e até alguns possíveis líderes, tudo é claro envolvido naquilo que mais trazia dor de cabeça para os órgãos governamentais das aldeias: Jashinismo.



Considerações:
Objetivos:
Post 1/16
Hey There!

Hikaro
Espadachim da Névoa | Herói
Hikaro
Vilarejo Atual
Hey There!

Re: [CAPITULO] SEM O PESO DA COROA - Publicado Seg 30 Maio 2022 - 22:52


˟ Jyu Viole Grace
Standing here in front of you.
Aquele começo de dia foi algo extremamente diferente para Jyu. O misto de emoções teimavam a ficar cada vez mais intenso, deixando-o um tanto quanto irritadiço. Sair do comando da vila para que pudesse agir sem as amarras burocráticas que o prendiam em meio a uma tormenta chamada Jashinismo, o fez parecer fraco, ainda mais após a conversa com o Falso Shion. Mas mesmo ferindo o seu orgulho, ferindo a sua dignidade, ainda era a melhor escolha a ser feita.

Agora, ele estava livre para seguir o seu caminho como shinobi, mas... Como?

Ficou algum tempo após passar o seu cargo para seu melhor amigo e praticamente irmão mais velho, planejando os seus próximos passos. Havia ficado muitas perguntas sem respostas, mesmo após aquela conversa. Apesar da abertura de novas possibilidades, teria que agir com discrição, caso quisesse, nesse meio tempo, se reencontrar, se fortificar e, no meio de tudo isso, encontrar as respostas pelas quais tanto ansiava.

Foi em meio a este período que o convite para uma nova missão chegou e, com ele, a chance de, talvez, encontrar qual seria o seu próximo passo. Usando o Henge no Jutsu e a Máscara de Aphrodite, caminhou tranquilamente até o complexo em que fora convocado, tentando prestar o máximo de atenção possível em tudo. Leu atentamente as informações do dossiê, compreendendo que a situação em que se colocaria era um tanto quanto delicada. E apenas por este motivo, ele deu um meio sorriso, jogando o dossiê na mesa da sala, enquanto se levantava. Olhou nos olhos de cada um dos membros que seria comandado por ele, antes de se dirigir para Teshaka. Pelo que lembrava das fichas shinobis, era um shinobi extremamente responsável.

- Pois bem... - dizia, após alguns segundos em silêncio. - Devo dizer que essa missão em particular chamou a minha atenção, Teshaka. Entretanto, há alguns pontos que gostaria de maiores esclarecimentos... - disse, observando calmamente para o shinobi a sua frente. Se o rapaz a sua frente sequer hesitasse em qualquer resposta que lhe desse... Bem, ele descobriria depois o que faria.

- Aqui foi informado que a Herdeira da família fugiu junto com o seu noivo. Qual o local em que se encontram? Foi alocado algum shinobi para a sua proteção? E, o mais importante... Foi destacado alguma proteção aos seus servos? - perguntou, sério. Para ele, mesmo após sair do cargo de Mizukage, a proteção dos civis de seu país ainda era a maior prioridade para ele.

- Além disso, gostaria de saber quais foram as defesas referentes aos últimos ataques. Quantos shinobis perdemos para a sua proteção? Quantos  atacantes foram feitos prisioneiros e quantos nos deram alguma resposta que valha a pena usar? E quanto esses senhores aqui... - apontou para o dossiê, tentando indicar os suspeitos e os supostos líderes indicados ali. - O que a vila quer que eu faça? Apenas os capture? Ou posso lidar com a situação como eu desejar? - disse, passando levemente a língua nos lábios.

Apesar de tudo, o que ele queria naquele momento era nada mais do que o sangue de cada um dos apontados ali...

Considerações:



[HP] 6125/6125 I [CH] 6070/6075 I [ST] 00/13 I [SANBI] 2500/2500
[KHP] 1000/1000 I [KCH] 1000 / 1000  



_______________________

[CAPITULO] SEM O PESO DA COROA  1d0d924d9f269a11ade0a55a3ad7fdd9

Bloodlad
Bloodlad
Vilarejo Atual
[CAPITULO] SEM O PESO DA COROA  1d0d924d9f269a11ade0a55a3ad7fdd9

Re: [CAPITULO] SEM O PESO DA COROA - Publicado Qui 2 Jun 2022 - 20:49


Narrador: BLOODLAD

SEM O PESO DA COROA

@HIKARO




ㅤㅤTeshaka ouvia o grande Jyu com atenção, e estava disposto a dar ao home quaisquer informações que exigisse.

ㅤㅤ— A herdeira da família, Akemi, se retirou primeiro e está no castelo Sotushiba, que pertence a família do noivo, e futuramente pertencerá ao mesmo. Ao que parece não há forças shinobis para a proteção da princesa, senhor, apenas a guarda particular de sua família, que consistem em lutadores e samurais, alguns tendo conhecimentos sobre o chakra, mas isso nem de longe sendo uma regra na corporação, sendo a maioria combatentes comuns, bem treinados, mas comuns. — Informou a primeira indagação do Insano, que rapidamente a absorveu já colocando uma outra na reta. Teshaka teve de olhar nos relatório para responder a segunda com dados precisos. — Doze ninjas foram atacados, ficando cinco feridos e um gravemente ferido, mas sem perdas. Três deles estão desaparecidos... — Ele olhou para o carpete da sala, pesaroso pois sabia o que aquilo podia significar. — Se estivermos lidando mesmo com Jashinistas, pode ser que...
ㅤㅤ— Não insinue esse tipo de coisa, Teshaka-san. Nosso deus não pede nada que não seja seu por direito, além de que a prática de assassinatos para sacrifícios serem expressamente proibidas em Kirigakure. — Syro, um dos assistente de Teshaka se pronunciou em defesa do Jashinismo. Era claramente uma religião em crescimento na aldeia.
ㅤㅤ— É, eu sei Syro-san, mas e se esses caras praticarem os ritos antigos? Não temos certeza. — De fato não tinham. De volta a pergunta de Jyu, o tokubetsu continuou relatando o que sabia. — A missão inicialmente é captura, senhor, mas a prerrogativa é sempre sua. Se achar por bem prende-los, ótimo, se não... bom, acho que o senhor fará essa ponderação melhor do que nós aqui. — Teshaka tinha um grande respeito pelo ex mizukage.

ㅤㅤO caminho até o castelo Murakami era soturno e arvorado, com uma mata densa e úmida separando a capital militar do País da Água e o castelo da família. Ao lado de Jyu, outros cinco shinobis acompanhavam o renomado ninja, felizes, com medo e ansiosos em não fracassarem frente a ele. Queriam o surpreender.

ㅤㅤA "Operação Akemi" teria sua primeira parada nos arredores do condado Murakami, que era mais como um pequeno povoado, que crescera as margens do gigantesco e opulento castelo, e que prosperou graças ao fluxo de dinheiro proveniente da família, além de o próprio castelo ficar situado em uma rota comercial bastante favorável e movimentada.

ㅤㅤAs casas eram medianas, algumas mais humildes outras mais imponentes, os cidadãos porém estavam todos com medo, de modo que as ruas do pequeno povoado encontravam-se quase desertas, e nem sequer havia escurecido totalmente.

ㅤㅤA tarde estava para se encerrar quando o grupo de Jyu chegou aos arredores da vila, observando-a por cima das gigantescas árvores que a circundavam. Tinha consigo, Perroy, Shura e Jin, três chunins, sendo os dois primeiro bastante quietos, mas o último não, sendo o único deles a indagar coisas sobre a missão.

ㅤㅤ— Jyu-dono, alguma ideia de por onde começamos? — Dizia enquanto observava o vilarejo a trinta e cinco metros de altura.

ㅤㅤO relatório dizia que o indicado era que Kimiko Murakami fosse a primeira a ser abordada, e após algum responsável pela defesa do lugar, Jyu porém sempre tinha a última palavra, não só por ser quem era, mas também por estar liderando.

ㅤㅤHaviam duas kunoichis no pelotão, Luly e Harata, sendo a primeira uma ninja médica e a segunda uma sensora, característica sempre importante em uma missão.


Considerações:
Objetivos:
Post 2/16
Hey There!

Hikaro
Espadachim da Névoa | Herói
Hikaro
Vilarejo Atual
Hey There!

Re: [CAPITULO] SEM O PESO DA COROA - Publicado Seg 13 Jun 2022 - 19:46


˟ Jyu Viole Grace
Standing here in front of you.
As resposta que procurava foram lhe ditas, mas não eram exatamente o que ele esperava. Dois herdeiros sendo protegidos em sua maioria apenas por capangas bem treinados? Essa realmente era toda a proteção que eles precisavam? Fosse quem fosse que estivesse cuidando dessa família, com certeza era um tolo em acreditar que apenas civis normais poderiam cuidar de uma situação como aquela...

Deixando isso de lado, a fala do outro shinobi na sala o deixou um tanto quanto irritado. Apesar de sua decisão de ter saído do comando da vila ter sido para acalmar os ânimos dos civis enganados por aquela falsa religião e ao mesmo tempo lhe dar tempo para agir conforme desejasse sem precisar se preocupar com toda a burocracia que tinha em mãos até então, ouvir do mesmo falar daquela forma era algo que o irritava. Até demais.

-Lembrem-se, os dois. Posso não ser mais o seu líder, mas devo lembrá-los que enquanto em serviço, shinobis não possuem família, amigos e muito menos religião. Caso se esqueçam disso mais uma vez, terei que lhes mostrar como o mundo shinobi funciona novamente e garanto: vocês não gostariam nem um pouco disso... - diria, sem se importar com o que achariam. Mesmo que quisessem, nenhum deles seriam oponentes para ele, e o recado estava dado, querendo ou não.

"Acha mesmo que eles vão aceitar de bom grado seus conselhos?"- resmungava Isobu, tirando um meio sorriso de Jyu enquanto o mesmo se afastava, com seus novos cinco companheiros a caminho de sua nova missão.

"Não me importa se aceitarão ou não, apenas que no final, hajam como shinobis deveriam agir. Se não conseguirem fazer isso, não precisam se preocupar em serem shinobis, pois eu farei com que as suas existências sejam apagadas."- retrucava, dando de ombros, enquanto iniciavam a sua nova jornada.

Ficou em silêncio por durante toda a viagem, enquanto em sua mente revisitava o relatório, tentando encontrar alguma pequena informação que ele tivesse, por ventura, deixado escapar. Fosse como fosse, a viagem foi mais rápida do que ele esperava, talvez por sua mente estar funcionando por todo aquele tempo. Quando questionado sobre o que fariam, o Espadachim deu um leve sorriso. Estava na hora de conseguir algumas informações.

- Vamos nos dividir, vai ser mais rápido dessa forma... - dizia, pensando em como deveriam executar tal divisão. - Jin, Shura, Luly e Harata, quero que vocês procurem o responsável pela defesa. Interroguem-no, façam mostrar os relatórios dos últimos ataques, e tentem descobrir o ponto fraco de onde foram atacados. Verifiquem também o plano de defesa, tanto para a jovem Akemi e seu noivo quanto para a rota da mudança. - se virou, então, para Perry, o único que havia sobrado. - Você vem comigo, vamos ter uma conversinha com Kimiko... - dizia, se dirigindo para o local indicado.

Por via das dúvidas, executou um clone das sombras, fazendo-o utilizar o Mujin Meisai, para que seguisse o outro grupo. Dessa forma, ao menos, garantiria compreender as informações e proteger os seus companheiros e, como modo de se precaver, tanto ele quanto o clone utilizaria as suas habilidades sensoriais para verificar o ambiente a todo momento. Não gostaria de ser pego desprevenido como na Guerra de Otogakure...
Considerações:



[HP] 6125/6125 I [CH] 3018/6075 I [ST] 01/13 I [SANBI] 1250/2500
[KHP] 1000/1000 I [KCH] 1000 / 1000  



_______________________

[CAPITULO] SEM O PESO DA COROA  1d0d924d9f269a11ade0a55a3ad7fdd9

Bloodlad
Bloodlad
Vilarejo Atual
[CAPITULO] SEM O PESO DA COROA  1d0d924d9f269a11ade0a55a3ad7fdd9

Re: [CAPITULO] SEM O PESO DA COROA - Publicado Ter 21 Jun 2022 - 18:07


Narrador: BLOODLAD

SEM O PESO DA COROA

@HIKARO




ㅤㅤA fala incisiva de Jyu pois Teshaka e Syro em um repentino temor, a autoridade do ex-líder da Névoa era evidente.

ㅤㅤPassada a tensão, o ex-mizukage e seu pelotão tinham tudo o que precisavam que partissem. O caminho, bem mais curto do que o esperado, facilitou para que chegassem ainda sem que o lugar escurecesse.

ㅤㅤDe cima da gigantesca árvore, Jyu Viole Grace deu às ordens e coordenadas para que seus comandados seguissem. Os quatro que ficaram encarregados de irem atrás das defesas do condado seguiram sem pestanejar, acompanhados do clone que Jyu inteligentemente deixou com eles. Interrogariam e fariam o possível para que trouxessem o máximo de informações ao líder, queriam impressiona-lo.

ㅤㅤPerroy, o quieto e silencioso chunin, tinha apenas quinze anos, mas sua aura era de um idoso de cem. Seus olhos purpuras e seus cabelos curtos e negros eram suas características mais atraentes. Sua pele pálida, o rosto franzino e o corpo esquálido também eram chamativos, mas de forma negativa. Não era um belo jovem, nem de beleza horripilante, apenas um menino comum, mas parecia ser competente.

ㅤㅤOs dois seguiram rumo ao castelo, tendo poucos observadores à volta. Já era noite, e a lua era branca e pálida no alto, mas não por muito tempo.

ㅤㅤDe forma inexplicável, o astro tornou-se carmesim como o sangue de um animal abatido, transformando o céu negro em uma imensidão avermelhada e sinistra. Perroy, mesmo um túmulo, teve de comentar.

ㅤㅤ— J-Jyu-sama... — Proferiu perplexo. O que quer que fosse aquilo, não era bom. — O que poderia causar algo assim...? — Os olhos arregalados do menino antes na lua, foram chamados por um estranho símbolo pintado de forma anárquica em um dos muros da cidade. Não tinha dúvidas, ambos sabiam que símbolo era aquele. — Jashinistas. — Ele concluiu, tal como Jyu também concluiria.

ㅤㅤO castelo Murakami estava à centenas de metros, com dois soldados ninjas escoltando o portão. Ao se aproximarem, os dois foram indagados.

ㅤㅤ— Parados. — Ele deu a ordem. — Quem são vocês, e o que desejam neste perímetro? — Ele observou a bandana dos dois shinobis e percebeu que era da Névoa, mas aquele era o protocolo. Seu igual porém, foi mais atento.
ㅤㅤ— É-É Jyu, Jyu, o Insano. — Reconheceu o jovem de cabelos escuros no ato. O primeiro também o fez depois disso. Mesmo estando fora da jurisdição do mizukage, todos os habitantes do País da Água tinham um profundo respeito pela figura que do Insano.
ㅤㅤ— O-O que deseja, senhor? — O tom de voz era respeitável, mas nenhum dos dois deixou a postura de vigilantes. Era provável que os dois não soubessem do envio do pedido de ajuda por parte de Kimiko Murakami à Névoa.

ㅤㅤSe o motivo fosse plausível, os vigilantes deixariam a dupla de Kiri-nins prosseguir para o interior do castelo. Mas de toda forma, eles prosseguiriam.

ㅤㅤDo alto da janela frontal do palácio, Kimiko Murakami observou a chegada do grande Jyu e logo desceu para cumprimenta-lo.

ㅤㅤAlguns minutos depois, e lá estava, linda, passando por entre seus guardas e indo até ambos os shinobis.

ㅤㅤ— Está tudo bem, rapazes. — Tom baixo e misterioso, sedutor. Kimiko Murakami tinha trinta e quatro anos, mas todas suas proporções corporais estavam postas e fixas como se tivesse vinte. O rosto era extremamente pálido e afinado, com uma boca pequena, mas engradecida pelo batom vermelho que usava. Os cabelos excessivamente lisos, amarrados num penteado de nó único davam a ela um ar de nobreza, que era uma característica quase dela. O vestido era de um ciano incomum, justo na cintura e levemente aberto nos pés. Seus olhos eram uma mescla de sensualidade, ambição e ingenuidade. Era uma mulher intrigante... para dizer o minimo. — Estou tão feliz que Kiri ouviu nosso pedido. — Uma fala modesta, dita enquanto ela virava-se em direção ao castelo. Era óbvio que Kirigakure enviaria seus ninjas para solucionarem os problemas da mulher, afinal era aparentada do Senhor Feudal. — Entrem por favor, direi tudo o que sei sobre os Jashinistas. — E foi quando Perroy lançou um olhar assustado para Jyu, afinal... O que Kimiko Murakami sabia sobre o que estava acontecendo...?

[/spoiler]
Considerações:
Objetivos:
Post 3/16
Hey There!

Hikaro
Espadachim da Névoa | Herói
Hikaro
Vilarejo Atual
Hey There!

Re: [CAPITULO] SEM O PESO DA COROA - Publicado Ter 21 Jun 2022 - 20:39


˟ Jyu Viole Grace
Standing here in front of you.
Vendo o seu clone desaparecer graças a utilização do Mujin Meisai e seguir com o quarteto em direção de seus destinos, se virou, observando o parceiro que havia ficado consigo. Com um leve aceno de cabeça, pediu para que o seguisse, sem conseguir parar de pensar se havia feito a escolha certa, afinal, o chunnin que o acompanhava parecia um pequeno rato assustado.

“Igual quando eu te conheci...” – resmungava Isobu, fazendo com que Jyu desse um meio sorriso. A diferença, naquele caso, era a situação em que haviam se conhecido.

“Ah, cala a boca! Se eu parecia um ratinho assustado, você parecia uma tartaruga medrosa!” – resmungou de volta, arrancando uma leve risada da bijuu. Conforme caminhavam até o castelo, a lua começou a adquirir uma aparência avermelhada, causando uma reação um tanto quanto esperada pelo ex-líder da Névoa.

-Não se preocupe com esse tipo de coisa, Perry... Mesmo que o mundo todo fique vermelho, é dever de um shinobi manter a compostura e a firmeza, caso contrário, como poderemos proteger os nossos civis, amigos e familiares? Como poderíamos manter a chama de esperança em seus corações caso nos perdêssemos com algo tão simples? – dizia, com um leve sorriso. Apesar de tudo, ele compreendia que a falta de experiência em missões de alto nível deixava tudo complicado, mas ainda assim...

“Quem diria que você se tornaria tão bonzinho assim?” – tirava sarro de seu hospedeiro, fazendo-o apenas emburrar, sem dar nenhuma resposta. Por algum motivo, o modo com que aquele garoto agia o fazia lembrar de quando ainda era um gennin e, talvez por isso, tentava o encorajar o máximo possível.

Após algum tempo em silêncio, se aproximou de dois shinobis que guardavam os portões. Apesar de não os conhecer, ficou um pouco mais tranquilo ao saber que eles o reconhecia. Assim facilitava muito o seu trabalho.

-Sim, sou Jyu Viole Grace e esse é Perry. Estamos em uma missão, precisamos conversar com Kimiko Murakami. – dizia, com um leve sorriso. Apesar de por fora parecer inocente, ainda se sentia um pequeno peixe fora d’água quando lhe identificavam daquela forma.

Quando Kimiko apareceu, o ex-Mizukage teve um pequeno estremecimento. Por algum motivo, ela lhe lembrava um pouco sua antiga assistente, Aika... Só esperava que ela não tivesse o mesmo tipo de personalidade dela.

-Kirigakure sempre virá ao resgate daqueles que precisarem, senhorita Kimiko... – respondia, esboçando um leve sorriso. Ao ouvir as suas últimas palavras, percebeu a reação de Perry. Deveria ficar preocupado? Talvez, quem sabe... Entretanto, toda informação, por menor que fosse, deveria auxiliá-los.

Fez questão de seguí-la para dentro do castelo, fazendo um sinal para que Perry ficasse atento, afinal, qualquer coisa poderia ajuda-los daquele ponto em diante. Quando chegassem ao ponto indicado pela mulher, o Espadachim da Névoa criaria uma espessa parede de névoa a volta do trio, enquanto mantinha ativado a sua habilidade sensitiva.

- Me perdoe pela precaução, senhorita Kimiko, mas em nossa atual circunstância, temos que entender que as paredes podem ter ouvidos. Por favor, prossiga, sem se preocupar. – diria, a incentivando a falar tudo o que sabia...

Considerações:



[HP] 6125/6125 I [CH] 3600/6075 I [ST] 02/13 I [SANBI] 1375/2500
[KHP] 1000/1000 I [KCH] 1000 / 1000  



_______________________

[CAPITULO] SEM O PESO DA COROA  1d0d924d9f269a11ade0a55a3ad7fdd9

Bloodlad
Bloodlad
Vilarejo Atual
[CAPITULO] SEM O PESO DA COROA  1d0d924d9f269a11ade0a55a3ad7fdd9

Re: [CAPITULO] SEM O PESO DA COROA - Publicado Qui 23 Jun 2022 - 3:50


Narrador: BLOODLAD

SEM O PESO DA COROA

@HIKARO



A silhueta da mulher era afunilada não cintura, e Perroy a olhava espantado, nunca havia visto uma mulher tão bela em toda sua vida. 


O corredor do castelo já ostentava sua grandeza, com pinturas de alguns Murakamkis de outrora presas em quadros e pinturas.


Quando já estavam suficientemente longe do portão, Kimiko Murakami, que era Murakami por casamento, decidiu abrir-se um pouco mais sobre o que sabia. 





Não posso confiar nem mesmo em meus servos com toda essa loucura… 
— disse em tom mais ameno, não queria que ninguém senão os dois shinobis a ouvisse. — Tranco às portas de meus aposentos vinte quatro horas por dia, só abro-as para apanhar as refeições. Essa é a primeira vez que saio desde da última sexta-feira. — significava que estava há oito dias não andava para fora de seu quarto. — Sei que, quem quer que seja o mandante da onda de violência que assola nosso condado me quer morta. — mostrava-se inteligente e cautelosa com a situação que enfrentava. — Tudo começou quando alguns aldeões das áreas mais interioranas do feudo desapareceram. É meu dever, como soberana dessas terras, proteger os que me depositam confiança, é claro seus impostos. Então enviei um grupo de soldados para investigar o desaparecimento, e… — forçou a maçaneta da porta para levá-los a uma sala mais privativa. Era o escritório do Lorde Murakami, que por circunstâncias de negócios comerciais estava em Tsukigakure. — Os jashinistas massacraram meus homens numa emboscada. Seis, dos doze que enviei foram mortos. — cada fala vinha acompanhada de mais pesar na voz. Estava aflita e preocupada. — Aparentemente encontraram aqui um local que serviria de rebanho para seus rituais de sangue. Monstros. — sentou-se na poltrona do marido e sinalizou com a cabeça, para que Jyu e Perroy também se sentassem. Puxou um papel branco de um dos bolsos de seu vestido. — Aqui, eu mesma mapeei os locais próximos ao castelo, locais estes em que eles podem estar usando de esconderijo neste exato momento. Tirando o meu sono e o sossego dos outros cidadãos. — deu o mapa à Jyu, enquanto Perroy, com feição sensível e indignada, aguardava apenas pela ordem do grande espadachim da Névoa para for fim aos fanáticos jashinistas.


As coordenadas seguiam a nordeste do castelo, aonde havia um pequeno povoado abandonado, com algumas dezenas de grandes casas, uma centena de menores e um templo monástico, todos já depredados e ao léu a quase uma década. A floresta já havia tomado boa parte das construções do vilarejo, de modo que não era incomum ver árvores crescendo de dentro das residências. 


Akemi Murakami também foi pauta daquela breve conversa entre eles, e sobre isso, sua mãe avisou a Jyu que uma guarda havia escoltado o casal nobre até a residência do pretende da garota. 


Ficaria muito feliz ao ouvir do homem também quando este contasse que pediu para que seu pelotão também se atentasse a proteção da menina.

A mulher aristocrata, ainda insistiria para que Jyu Viole Grace usasse a saída lateral da mansão, que facilitaria sua rota enormemente. 

Por favor, destrua-os. — foi súbito e… súbito. O tom antes pesaroso agora tornou-se raivoso, mas ainda com bastante polidez. — Rezarei por vocês dois, e para que consigam solucionar isso o mais rápido possível. Tomem cuidado… estes homens seguem um deus que não vê outros senão os seus


Estavam liberados para partirem assim que quisessem.


Considerações:
Objetivos:
Post 4/16
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [CAPITULO] SEM O PESO DA COROA - Publicado