:: Área de Mudanças :: Centro de Melhorias :: Treinamentos de Fillers
Alvorecer
Arco 04
Ano 17 DG
Verão
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

[Filler] A origem das sombras. VNYra6x

Coca
Jōnin
Coca
Vilarejo Atual
[Filler] A origem das sombras. VNYra6x

[Filler] A origem das sombras. - Publicado 20/4/2022, 22:31

Era madrugada, cercado por árvores monstruosas e gritos que circundavam o corpo do ainda garoto de fios esbranquiçados e corpo em desenvolvimento. Segurando sua espada, herdada pela parte da família paterna, encontrava-se encurralado. Seus oponentes? As sombras, elas o perseguiam durante dias, sem qualquer tipo de pausa. Demônios, como costumava chamar em seus sonhos, eram as sombras em forma de humanos com escleras avermelhadas, simulando o sangue que eles tomavam de seus vítimas, a força. Kōga não iria se entregar, muito menos para sombra, ou demônios, ou seja lá o que realmente fosse aquilo. A Hakkō Chakura Tō emitia uma luz vívida, capaz de espantar esses monstros uma vez ou outra, mas, eles sempre voltavam. Todas as noites eles voltavam e não sabia mais se era sonho ou realidade. O garoto era acordado por sua mãe e percebia que estava suando, além de estar completamente pálido. — Os demônios? — a voz doce e suave transcorreu até seus ouvidos, servindo como uma espécie de conforto. — Sim, mãe... eles parecem mais forte e determinados a me matar. A Hakkō Chakura Tō estava comigo desta vez e, por sorte, consegui me desvencilhar deles, inúmeras e mais inúmeras vezes. Mas não sei mais como lidar com isso. As vezes só quero devolver na mesma moeda e tentar tira-los da minha mente, de uma vez por todas. — sua voz vez ou outra atingia um tom mais agudo, mas, em suma, respondeu à sua mãe, demonstrando determinação. A mãe, por sua vez, suspirou fundo e buscando em seu âmago uma palavra de conformo. — Então lute, querido. O sangue Hatake pulsa em suas veias. Nenhum demônio é páreo para nós. — como um gatilho, as palavras doces e suaves serviram como combustível para o jovem que, ao encher-se de coragem, decidiu por um ponto final no que tanto o atormentava.

Voltou a dormir, levando alguns longos minutos. Para ser mais preciso, trinta minutos exatos. Lá estava ele, o mesmo garoto de fios esbranquiçados cercado por sombras de escleras avermelhadas e sedentos por vitalidade. Desta vez, sem sua arma, mas, quem precisaria de arma se comparada as palavras de incentivo que havia recebido? A primeira sombra, afoita, vinha de encontro ao corpo do garoto que, por sua vez, desferia um soco todo desordenado na direção do que poderia chamar de rosto do demônio. Diferente do que havia pensando quando desferiu o soco, seu golpe passou reto, sobrepujando a sombra de uma forma não tão agradável. Acabou por transpassar todo o corpo da sombra pelo resultado do golpe, ficando de costas para a mesma e de frente para mais duas delas. Merda, é impossível. Conforme mentalizava, as sombras recitavam uma espécie de grunhido, como se fossem rizadas, desdenhando da ação imprudente. Cerrando ambos os punhos, uma vez mais, tentou desferir o mesmo golpe, flexionando os próprios joelhos, mantendo o ponto de gravidade. O soco, desta vez, mais potente, atingia em cheio a sombra que até agora pouco não possuía matéria para ser atingida. Vendo que era possível se desvincular do sonho e nunca mais presenciar o medo que as sombras lhe traziam, Kōga segurou com tudo a mínima chance que havia conquistado e, da mesma forma que nocauteou a primeira sombra, fez com as outras, mostrando tanto sua força mental para superar seus medos como sua força física. No plano real, com um sorriso de orelha a orelha, gritou na direção de sua mãe, feliz com o resultado e esperançoso de que nunca mais veria aqueles tormentos. Pelo menos era assim que o tolo Kōga pensava.... MUAHAHAHAHAHA!

As sombras voltaram! Exclamava o papiro semi rasgado em voz alta. Kōga estava em crise, paralisado pelo medo e sentia, mesmo nessas condições, um líquido percorrer suas pernas. Sim, estava se mijando de medo. Garoto, moleque novo, não tinha visto uma buce... bom, deixa baixo isso ai. Em seus sonhos mais obscuros podia sentir a volta daqueles que tanto o assombravam. As sombras davam as caras, uma vez mais. A floresta era a mesma, cercada por arbustos e árvores colossais. Estava abaixado, oculto sobre as intensas folhas esverdeadas de um dos milhares de arbustos ali presentes. A melodia da que antecedia a guerra era os sussurros dos demônios falando com o ainda garoto. — Seu sangue... seu precioso sangue... ele nos pertence... — como um looping infinito, as vozes infernizavam a mente do pobre coitado. Confuso e com medo, tentava fitar o ambiente, pelo menos no pouco que conseguia. Alguns pássaros enegrecidos apareciam e desapareciam de sua visão, vindos de lados distintos, serviam para embaralhar a mente de Kōga. Aos poucos as sombras galgaram no entorno dele, cercando-o, mas, pareciam procura-lo, sem saber ao certo aonde ele estava. — Se eu me manter aqui, vou ser descoberto em breve. Preciso me mexer, mas esse medo... esse maldito medo não me deixa pensar. — sussurrou, de forma que nenhuma sombra pudesse escuta-lo. Perceptivo, em seu máximo, tentava manter seus demônios longes o suficiente para seu próprio bem. Não conseguia, afinal, era nítido que seria descoberto, uma hora ou outra. Uma das diversas sobras aparecia em sua frente, abaixado também, com os olhos escarlates clamando pelo sangue do garoto. Gargalhou com um tom grave, rouco, anunciando, por fim. — Te achei garotinho.

Tentou escapar dos domínios da sombra de diversas formas. Se debateu, tentou correr e até mesmo apelou pelo fraco domínio de chakra da época. Nada surtia efeito. Suas tentativas causaram a exaustão do garoto, pelo menos era o que parecia. Ofegante, aceitou a morte eminente e, de várias sombras fitando-o, uma delas, a menor de todas, tomou a liderança. — Calma, só queremos teu bem, amigo. — ela gargalhou visualizando os olhos arregalados do Hatake. — Se é assim, me deixem em paz. Não aguento mais. — esbravejou contrariando a sombra, conseguindo escapar com o ultimo suspiro de força que existia em seu corpo. Voltou para os braços da floresta, buscando ficar furtivo, longe de qualquer domínio delas. Sua percepção estava no ápice, talvez pela situação em que se encontrava, mas conseguia ter noção exata de onde todas as sombras estavam e de onde elas estavam indo, por mais que estivesse escondido. Conseguia observar todos e rezando para que aquele pesadelo tomasse fim, percebeu as sombras deixando a floresta, aos poucos, rumando juntas ao canto da Morte. Aos poucos, sua visão ficava turva, enegrecendo por consequência e, por fim, quebrando o pesadelo. Era manhã, estava ensopado de suor e, bem, mijo... consequência de um pesadelo, por assim dizer. Suspirou, recolhendo as fronhas da cama e pensando na bronca que tomaria quando sua mãe acordasse.

Hatake Kōga — HP: 500 l Chakra: 750 l ST: 0/5

Considerações:
Jutsus Utilizados:
Itens:
[Filler] A origem das sombras. Ba3293b0d1e3d0e8dff4a8030bec76a2

Revouv
Tokubetsu Jonin
Revouv
Vilarejo Atual
[Filler] A origem das sombras. Ba3293b0d1e3d0e8dff4a8030bec76a2

Re: [Filler] A origem das sombras. - Publicado 21/4/2022, 20:08

Player: @Coca.
Situação: Aprovado.
Consideração(s): -
Recompensa: Filler de Status.

_______________________


Yukikitsune Kaonashi


FICHA  |  GF  |  BANCO